Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


domingo, 6 de novembro de 2011

Aprenda a guardar e conserve os alimentos por mais tempo

Você pode evitar desperdícios e ainda preservar os nutrientes

Desperdiçar comida não está com nada. Desde que guardados da maneira correta, alguns alimentos podem ter sua vida útil prolongada. Uma dica simples é usar potes e sacos plásticos com essa finalidade, mas colocar sobre a embalagem uma etiqueta com a data. É uma maneira para evitar esquecer do alimento e ele acabar se deteriorando com o tempo , aconselha a nutricionista Fernanda Brunacci, da Equilibrium Consultoria em Nutrição em Bem-Estar, de São Paulo.

O tempo de duração dos produtos que precisam passar por refrigeração varia caso a caso. Em uma temperatura de 10º Celsius, ovos podem ser estocados por até 10 dias; frutas e legumes alcançam uma semana e verduras com folhas não passam de três dias. O grupo dos peixes, carnes, alimentos que passaram por cozimento e da maionese já exigem maior resfriamento dentro da geladeira, de 4º Celsius.

Mesmo depois de armazenados, pescados e seus derivados, além da maionese caseira e outros molhos, devem ser consumidos em até 24 horas; as carnes bovina, suína e de aves resistem por mais tempo, cerca de 72 horas. Os laticínios são mais resistentes: alcançam sete dias em estado adequado para ser ingerido.

Congele na dose certa
O congelamento é outro procedimento cheio de etapas especiais. Para congelar da forma correta, é preciso prestar atenção na temperatura do freezer que deve ser, pelo menos, de -18ºC. Temperaturas superiores a esta aumentam a chance de reprodução de algumas bactérias , alerta Fernanda Brunacci. A grande maioria dos alimentos pode ser congelada, mas existem algumas exceções, como a maionese e algumas frutas, como a banana e a pêra. Por conter muita água, a gelatina pronta também forma uma crosta cristalizada. Nas batatas cozidas e em vegetais consumidos crus, ocorre modificação da textura.

Ovos cozidos ou crus com casca (e gema pura) resultam no rompimento da casca e gema granulada com o congelamento. Nos doces, como manjares e pudins a base de maisena, o sabor é alterado. O tomate aceita ser congelado apenas na forma de molhos.

Para congelar de forma correta, o primeiro passo é separar alimentos de boa qualidade e limpos para garantir a não contaminação. Acondicione todos eles em pequenas porções, dentro de potes ou sacos plásticos próprios. A quantidade ideal é a mesma para consumo de uma refeição , diz a nutricionista da Equilibrium. Controle o tempo de congelamento, identificando com uma etiqueta a data de fabricação e a data de validade do alimento e nunca recongele.

Antes de congelar:
Carnes

Retirar toda parte não comestível e acondicionar em sacos plásticos.

Sopas e feijão Esperar esfriar e guardar em potes plásticos que possam ir ao freezer.

Vegetais Coloque os vegetais em um escorredor de macarrão. Em seguida, coloque este utensílio em uma panela com água fervente. Quando a água ferver novamente retire os vegetais e imediatamente jogue água gelada sobre eles. Escorra, guarde em sacos plásticos e congele. Vegetais, como milho em espiga, couve, cebola, salsa e mandioca não precisam passar por este procedimento; podem ser congelados ao natural.
Tempo e temperatura ideal de conservação na geladeira:

Produtos Refrigerados
Produto:
Pescados e seus produtos
Armazenamento
Temperatura Máxima: 4ºC
Tempo: 24 horas

Produto: Carnes (bovina, suína, aves)
Armazenamento
Temperatura Máxima: 4ºC
Tempo: 72 horas

Produto: Folhosos e frutas sensíveis
Armazenamento
Temperatura Máxima: 10ºC
Tempo: 72 horas

Produto: Outras frutas e legumes
Armazenamento
Temperatura Máxima: 10ºC
Tempo: 1 semana

Produto: Pescados pós cocção
Armazenamento
Temperatura Máxima: 4ºC
Tempo: 24 horas

Produto: Alimentos pós cocção
Armazenamento
Temperatura Máxima: 4ºC
Tempo: 72 horas

Produto: Ovos
Armazenamento
Temperatura Máxima: 10ºC
Tempo: 10 dias

Produto: Maionese e outros molhos
Armazenamento
Temperatura Máxima: 4ºC
Tempo: 24 horas

Produto: Laticínios
Armazenamento
Temperatura Máxima: 4ºC
Tempo: Até 7 dias
Produtos congelados

Produto: Peixes gordos (sardinha, atum, salmão)
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 3 meses

Produto: Peixes magros crus
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 6 meses

Produto: Peixes magros cozidos
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo : 2 meses

Produto: Carne bovina
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo : 6 meses

Produto: Carne bovina moída
Armazenamento
Temperatura Mínima : - 18ºC
Tempo: 4 meses

Produto: Carne bovina cozida
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 3 meses

Produto: Carne de porco
Armazenamento
Temperatura Mínima : - 18ºC
Tempo: 6 meses

Produto: Presunto
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 2 meses

Produto: Salsicha e lingüiça
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 1 mês

Produto: Vegetais escaldados
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 6 meses

Produto: Vegetais em preparações
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 1 mês

Produto: Pães
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo : 3 meses

Produto: Bolo simples
Armazenamento
Temperatura Mínima : - 18ºC
Tempo: 3 meses

Produto: Bolo confeitado
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 4 meses

Produto: Pizzas
Armazenamento
Temperatura Mínima: - 18ºC
Tempo: 1 mês

Fonte Minha Vida

Previna-se contra a desidratação e enfrente o calor com mais ânimo

Hidrate seu verãoO sol e as bebidas alcoólicas aumentam o risco da perda excessiva de líquidos

A cerveja gelada é um antídoto natural contra o calor. Na praia, aparece como uma das primeiras opções na hora de refrescar a garganta. Pouca gente sabe, no entanto, que o álcool é gatilho certo para a desidratação. "Ela ocorre quando há perda aguda de água e de sais minerais do organismo, especialmente nas diarréias e nos vômitos", explica a nutricionista do MinhaVida, Karina Gallerani.

O problema pode surgir em vários graus, todos eles bastante perigosos para a saúde. "Os sinais de desidratação variam conforme sua intensidade. Sintomas como aumento da sede, irritabilidade, diminuição do volume de urina, perda de elasticidade da pele e olhos fundos precisam ser identificados o mais breve possível. Nos casos mais graves, o quadro pode ter crises de torpor, pressão baixa e ausência de urina", afirma a especialista. "O excesso de exposição ao sol também pode provocar desidratação, além dequeimaduras e, em longo prazo, câncer de pele".

O álcool provoca desidratação ao inibir a secreção do ADH, o hormônio antidiurético liberado para barrar a saída de água (do sangue para a bexiga). Por isso, quando você bebe, a água continua sendo descartada (mesmo que haja uma baixa quantidade de líquidos no sangue). "Além disso, o álcool não combina com o verão porque tem muitas calorias. O pior disso é que são calorias vazias, ou seja, que não trazem nenhum benefício ao organismo", afirma Karina.

As bebidas alcoólicas possuem baixo poder nutritivo e não fornecem nenhuma das substâncias requeridas para o bom funcionamento do organismo, como proteínas, vitaminas ou outros nutrientes. Outro problema que surge com a bebedeira é a hipoglicemia (baixa taxa de glicose, ou de açúcar, no sangue).

Em uma situação normal, quando seu nível de glicose cai muito, o fígado repõe a substância transformando o carboidrato estocado no organismo (glicogênio) em glicose, e evita a hipoglicemia. Mas não é isso que acontece quando o álcool também está presente no organismo. "Quando o álcool entra no sistema digestivo esse processo é prejudicado, porque o fígado fica ocupado em eliminar a bebida, considerada tóxica pelo corpo. Ou seja, o fígado não produzirá glicose até que termine de expelir a última gota de álcool do sangue. Então o órgão que deveria viabilizar energia para o organismo estará ocupado em metabolizar o etanol", diz Karina.

E o problema fica ainda maior se você estiver fazendo algum tipo de exercício físico. "Nesse caso, o corpo perde ainda mais água e sais pelo suor. Isso, associado ao consumo de álcool, pode resultar em uma desidratação grave". Mas para evitar problemas e curtir a estação mais quente e divertida do ano, não precisa abrir mão da sua latinha. O consumo com moderação e intercalado com água e sucos está liberado "A melhor forma de lidar com a desidratação não é tratando dela, mas prevenindo o seu aparecimento". Veja abaixo as dicas dela para, literalmente, prevenir a dor de cabeça.

 
Dicas
1 - Lembre-se de beber água. Muitas pessoas simplesmente passam grandes períodos sem tomar sequer um gole do líquido. Isso deve ser evitado. O ideal é que se tome pelo menos um copo de água a cada hora.

2 - Se for praticar atividade física, fique atento à necessidade de tomar ainda mais água.

3 - Em dias quentes, a exposição ao calor faz com percamos mais água que o normal, e por isso é importante também tomar uma dose extra de água.

4 - Observe sua urina. Quando a urina adquire uma tonalidade muito escura, é sinal que o organismo está economizando água, provavelmente porque as reservas estão diminuindo. Beba água até que a sua urina adquira uma tonalidade clara, e procure manter sempre essa cor.

5 - Consuma alimentos ricos em água. A comida é também uma fonte importante de líquidos, já que muitos alimentos possuem água na sua composição. Frutas e verduras são boas fontes. Além de ajudarem na hidratação, esses alimentos costumam ser menos calóricos que os demais, colaborando para manutenção do regime e da boa forma.

6- Se sentir sede, não hesite: corra e beba um copo de água. A sede já é o sinal mais importante de que o organismo está precisando muito da água. Não engane o seu corpo.

Fonte Minha Vida

Sono auxilia cérebro a priorizar os fatos que serão memorizados

Lembranças emocionalmente mais significativas ganham destaque

Uma pesquisa feita por estudiosos da Universidade de Harvard e do Boston College, nos Estados Unidos, mostrou que o sono influencia no armazenamento de fatos, guardando ou excluindo memórias, conforme a significância emocional que elas apresentam.

Na prática, foi notado que um período de sono ajuda o cérebro na hora de guardar lembranças mais emocionais e eliminar aquelas mais neutras. Os resultados foram alcançados depois de testes feitos com 88 estudantes universitários.

Todos os participantes presenciaram cenas que apresentavam objetos neutros, como um carro estacionado em frente a algumas lojas, e cenas que traziam objetos com aparência negativa, como um carro estraçalhado estacionado em uma rua parecida.

Para verificar o impacto do sono na seleção da memória, os pesquisadores dividiram os participantes em três grupos. O primeiro passou por um teste de memória, durante o dia, mas depois de 12 horas acordados. O segundo grupo passou pelo mesmo teste depois de 12 horas noturnas, que incluíram o período normal de sono. Já os estudantes do terceiro grupo foram submetidos ao teste de memória depois de 30 minutos que presenciaram as cenas.

Os resultados apontam que a maioria dos estudantes do primeiro grupo, que fizeram o teste depois de 12 horas acordados, não se lembrou do aspecto negativo das imagens, assim como se esqueceu dos objetos neutros. Entre os estudantes que fizeram o teste de memória depois de um período de sono, a maioria recordou dos objetos negativos. A precisão dos detalhes desta cena foi a mesma relatada pelos estudantes que passaram pelo teste meia hora depois de terem visto as imagens.

Os estudiosos chegaram à conclusão de que a cena lembrada tinha maior impacto emocional e, por isso, foi priorizada pelo cérebro, durante o sono. Além de armazenar melhor as lembranças mais importantes, os estudantes que dormiram antes dos testes não haviam retido muitos detalhes sobre as cenas neutras. Isso demonstraria que o sono ajuda na seleção das memórias.

A pesquisa indica ainda, que o cérebro consegue desatar os componentes emocionais da memória durante o sono. Esse desligamento permite que o cérebro faça uma operação seletiva e armazene somente as informações que considera mais importantes.

Estresse e ausência de nutrientes prejudicam memória
Quando a memória começa a falhar insistentemente pode ser sinal de que seu cérebro precisa de mais atenção. Segundo a nutricionista funcional Patricia Davidson, da clínica que leva seu nome, no Rio de Janeiro, o estresse é um dos maiores agentes que interferem na memória. Ela explica que isso acontece por causa do cortisol, hormônio liberado em situações estressantes, que interfere na produção de novas células neuronais, afetando a memória.

A nutricionista afirma que a alimentação pode entrar em cena como combatente da perda de memória. O contrário também acontece. Quando uma pessoa apresenta dificuldade de concentração ou de se lembrar dos fatos, é provável que estejam faltando determinados nutrientes importantes para a saúde do cérebro e manutenção da boa memória , ressalta.

Para melhorar a memória e o desempenho cerebral, a nutricionista funcional cita uma série de nutrientes. Entre eles, uma vitamina chamada colina. Patricia explica que o nutriente faz parte do complexo B e auxilia no funcionamento cerebral. Ela pode ser encontrada na lecitina de soja e ser usada em grânulos, adicionados a sucos, sopas, salada ou frutas, com duas colheres de sopa ao dia , ensina. A especialista informa ainda, que a gema de ovo é a maior fonte de colina e deve ser consumida diariamente por quem deseja notar melhorias na memória.

Mais alimentos ricos em complexo B são os grãos minerais. Eles trabalham a favor da função cognitiva e são encontrados em cereais integrais como arroz, centeio, gérmen de trigo, feijão e peixe. O guaraná e o cacau também são bons aliados nesta tarefa. Mas precisam ser usados com moderação, cerca de uma colher de chá por dia , destaca.

Outra gordura essencial para o bom funcionamento do cérebro é o ômega-3. Ele tem papel importante no desenvolvimento do cérebro em crianças e mantém a função cerebral normal em adultos , esclarece. Para encontrar a gordura, Patricia recomenda peixes de água fria, como sardinha e salmão, e linhaça.

Fonte Minha Vida

Conheça métodos que combatem o problema da insônia

Remédios e mudanças de hábitos podem resolver dificuldade para manter o sono

Muita gente que sofre de insônia se acostuma com as consequências do distúrbio, como cansaço, sonolência excessiva, irritabilidade, dor de cabeça, raciocínio lento e dificuldade de concentração, e tende a acreditar que nunca terá uma boa qualidade de sono.

Não é verdade. "A insônia é curável, mas depende da disposição da pessoa em mudar hábitos e seguir o tratamento", garante a médica pneumologista do Instituo do Sono Luciana Palombini. Tratar a insônia é essencial para a manutenção da qualidade de vida e da saúde, já que doenças psiquiátricas (ansiedade e depressão) e cardiovasculares podem surgir em decorrência da falta de sono. Faz parte do tratamento da insônia o uso de medicamentos hipnóticos, que provocam e prolongam o sono.

"Existem os hipnóticos benzodiazepínicos, como o clonazepam, e os não benzo daizepínicos, como o zolpidem. Atualmente, se dá preferência à segunda categoria, pois tem menor chance de efeitos colaterais e dependência", explica a especialista.

"Também podem ser utilizados fitoterápicos, entre eles a valeriana, que é hipnótica, e não tem efeitos colaterais", orienta. Passiflora, melissa e avenna sattiva são outras plantas que têm propriedades calmantes e podem ajudar o insone a dormir melhor. Além disso, existe o tratamento comportamental, que, de acordo com Luciana, inclui:

1 - Higiene do sono e controle de estímulos:
-Manter horários regulares de dormir e, principalmente, acordar;
- Evitar atividades estimulantes perto da hora de dormir;
- Se, ao tentar dormir ou após acordar no meio da noite, a pessoa não conseguir pegar no sono novamente, deve evitar ficar na cama deitada, pensando em problemas. Caso demore mais de meia hora para voltar a adormecer, o indivíduo deve se levantar, fazer alguma atividade relaxante e retornar para a cama somente quando sentir sono;
- Praticar atividade física regular. O ideal para quem tem dificuldade em iniciar o sono é fazer o exercício pela manhã;
- Não levar preocupações e coisas de trabalho para a cama;
- Evitar consumir café após as 18h e cigarro ou álcool em qualquer horário;
- Manter o quarto escuro, sem ruídos e confortável.

2 - Restrição de sono:
A pessoa deve dormir menos do que precisa por um período para favorecer a consolidação do sono. Depois dessa fase, deve retomar o tempo de sono normal. Esse procedimento só deve ser feito com acompanhamento profissional.

3 - Técnicas de relaxamento:
Relaxamento muscular progressivo e meditação são alguns dos métodos que ajudam quem tem insônia. Também é importante o acompanhamento de um profissional, pelo menos inicialmente.

4 - Terapia cognitiva:
Esse método psicoterápico visa trabalhar crenças e expectativas inadequadas a respeito do sono. Mais uma vez, a orientação de um profissional especializado é necessária.

Antes de adotar qualquer uma dessas orientações, é preciso procurar um especialista em medicina do sono para avaliar a situação global do paciente. "A pessoa pode se considerar insone se tem dificuldade para iniciar ou manter o sono acima de três vezes por semana por um período de, no mínimo, 30 dias", afirma Luciana. Mas exames complementares precisam ser realizados para descartar a presença de outros distúrbios, como a síndrome da apneia obstrutiva do sono.

Fonte Minha Vida

Psicologia Clínica: Programa de Estágio na Ticket

Programa de Estágio na Ticket

Saiba mais sobre Ticket | Serviços
Administrativa, Economia, Informática /TI / Engenharia da Computação, Marketing, Psicologia Clínica/ Hospitalar
São Paulo/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Nova Geração White Martins

 

Programa de Estágio Nova Geração White Martins

Saiba mais sobre White Martins | Indústria
Administrativa, Contabilidade, Economia, Educação/ Ensino/ Idiomas, Engenharia/ Outros, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Psicologia Clínica/ Hospitalar
31/12/2011

Psicologia Clínica:

 

Programa de Estágio Furukawa

Saiba mais sobre Furukawa | Indústria
Administrativa, Contabilidade, Economia, Engenharia/ Outros, Estatística /Matemática /Atuária, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Curitiba/PR
31/12/2011

Psicologia Clínica:

 

Estágio Holcim

Saiba mais sobre Holcim Brasil | Indústria
Administrativa, Contabilidade, Engenharia/ Outros, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Publicidade e Propaganda
São Paulo/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio da Chevron

Programa de Estágio da Chevron

Saiba mais sobre Chevron | Indústria
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Arquivista, Biblioteconomia, Biologia, Comunicação, Contabilidade, Engenharia/ Outros, Geologia /Engenharia Agrimensura, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Química/ Engenharia Química, Relações Internacionais

Psicologia Clínica: Programa de Estágio da CET

Programa de Estágio da CET

Saiba mais sobre CET | Governamental
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Engenharia Civil/Construção Civil, Engenharia Elétrica/ Eletrônica, Estatística /Matemática /Atuária, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jornalismo, Jurídica, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Publicidade e Propaganda
São Paulo/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa Jovens Talentos - Novartis

Programa Jovens Talentos - Novartis


Empresa: Saiba mais sobre Novartis | Indústria
Administrativa, Comércio Exterior/ Trade/ Importação/ Exportação, Comunicação, Contabilidade, Desenho Industrial, Economia, Engenharia de Materiais, Engenharia de Produção/ Industrial, Informática /TI / Engenharia da Computação, Marketing, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Publicidade e Propaganda, Secretariado
São Paulo/SP

Psicologia Clínica: Estágio Hay Group

Estágio Hay Group


Saiba mais sobre Hay Group | Serviços

Administrativa, Economia, Estatística /Matemática /Atuária, Psicologia Clínica/ Hospitalar

São Paulo/SP

31/12/2011

Psicologia Clínica:

Programa de Estágio IBOPE

Saiba mais sobre IBOPE | Serviços
Administrativa, Comunicação, Engenharia de Produção/ Industrial, Engenharia Elétrica/ Eletrônica, Estatística /Matemática /Atuária, Psicologia Clínica/ Hospitalar
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Abril

Programa de Estágio Abril

Saiba mais sobre Grupo Abril | Serviços
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Artes, Biblioteconomia, Biologia, Comunicação, Contabilidade, Desenho Industrial, Economia, Jornalismo, Moda, Nutrição, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Publicidade e Propaganda
São Paulo/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio da Accor Hotéis

Programa de Estágio da Accor Hotéis

Saiba mais sobre Accor Hotéis | Serviços
Administrativa, Hotelaria/ Turismo, Psicologia Clínica/ Hospitalar
São Paulo/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Dataprev

Programa de Estágio Dataprev

Saiba mais sobre Dataprev | Serviços
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Arquivista, Biblioteconomia, Comunicação, Contabilidade, Engenharia de Produção/ Industrial, Engenharia Elétrica/ Eletrônica, Engenharia/ Outros, Estatística /Matemática /Atuária, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Serviço Social

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Vivo

Programa de Estágio Vivo

Saiba mais sobre Vivo | Serviços
Administrativa, Comunicação, Contabilidade, Economia, Engenharia/ Outros, Estatística /Matemática /Atuária, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Marketing, Psicologia Clínica/ Hospitalar
31/12/2011

Psicologiia Clínica: Estágio no Fluminense Football Club

Estágio no Fluminense Football Club

Saiba mais sobre Fluminense Football Club | Outros
Esportes/ Educação Física, Jurídica, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Rio De Janeiro/RJ
31/12/2011

Psicologia Clínica: Estágio no Banco do Nordeste

Estágio no Banco do Nordeste

Saiba mais sobre Banco do Nordeste | Serviços
Administrativa, Comunicação, Contabilidade, Economia, Educação/ Ensino/ Idiomas, Jurídica, Psicologia Clínica/ Hospitalar
31/12/2011

Psicologia Clínica: Estágio na Santista Têxtil

Estágio na Santista Têxtil

Saiba mais sobre Santista Têxtil | Indústria
Administrativa, Comunicação, Contabilidade, Economia, Engenharia/ Outros, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Química/ Engenharia Química
Tatui/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Estágio na Cedro Textil

Estágio na Cedro Textil

Saiba mais sobre Cedro Textil | Indústria
Administrativa, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Belo Horizonte/MG
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Ipiranga 2011

Programa de Estágio Ipiranga 2011

Saiba mais sobre Ipiranga | Serviços
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Biblioteconomia, Comunicação, Economia, Engenharia Civil/Construção Civil, Engenharia de Produção/ Industrial, Engenharia Elétrica/ Eletrônica, Engenharia Mecânica/ Mecatrônica, Engenharia/ Outros, Esportes/ Educação Física, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Porto Alegre/RS, São Paulo/SP, Rio De Janeiro/RJ

Psicologia Clínica: Programa de Trainees Henkel

Programa de Trainees Henkel

Saiba mais sobre Henkel | Indústria
Administrativa, Comércio Exterior/ Trade/ Importação/ Exportação, Comunicação, Contabilidade, Economia, Engenharia/ Outros, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Marketing, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Química/ Engenharia Química, Relações Internacionais
Jundiaí/SP, Itapevi/SP, Diadema/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Bridgestone

Programa de Estágio Bridgestone

Saiba mais sobre Bridgestone do Brasil | Indústria
Administrativa, Engenharia Mecânica/ Mecatrônica, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Santo André/SP
30/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio do Deutsche Bank

Programa de Estágio do Deutsche Bank

Saiba mais sobre Deutsche Bank | Serviços
Administrativa, Comunicação, Economia, Psicologia Clínica/ Hospitalar
São Paulo/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágios EDP

Programa de Estágios EDP

Saiba mais sobre EDP Holding Brasil S/A | Serviços
Administrativa, Comunicação, Contabilidade, Economia, Engenharia/ Outros, Estatística /Matemática /Atuária, Informática /TI / Engenharia da Computação, Psicologia Clínica/ Hospitalar
São Paulo/SP, Vitória/ES
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Ford

Programa de Estágio Ford

Saiba mais sobre Ford | Indústria
Administrativa, Comércio Exterior/ Trade/ Importação/ Exportação, Contabilidade, Desenho Industrial, Economia, Engenharia Mecânica/ Mecatrônica, Engenharia/ Outros, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jornalismo, Jornalismo, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Secretariado
Porto Alegre/RS, Camacari/BA, Curitiba/PR, São Bernardo Do Campo/SP, Tatui/SP
31/12/2011

Psicologia Clínica: Programa de Estágio Kimberly-Clark

Programa de Estágio Kimberly-Clark


Saiba mais sobre Kimberly-Clark | Indústria

Administrativa, Comunicação, Economia, Educação/ Ensino/ Idiomas, Engenharia/ Outros, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jornalismo, Marketing, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas

São Paulo/SP, Rio De Janeiro/RJ, Recife/PE, Belo Horizonte/MG

31/12/2011

Nutricionista: Programa de Estágio Bunge

Programa de Estágio Bunge


Saiba mais sobre Bunge Alimentos | Indústria
Administrativa, Agronômica/ Engenharia Agronômica/ Agribusiness, Engenharia Civil/Construção Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Produção/ Industrial, Informática /TI / Engenharia da Computação, Logística/ Suprimentos, Nutrição, Química/ Engenharia Química
31/12/2011

Nutricionista: Programa de Estágio Abril

Programa de Estágio Abril

Saiba mais sobre Grupo Abril | Serviços
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Artes, Biblioteconomia, Biologia, Comunicação, Contabilidade, Desenho Industrial, Economia, Jornalismo, Moda, Nutrição, Psicologia Clínica/ Hospitalar, Publicidade e Propaganda
São Paulo/SP
31/12/2011

Nutricionista: Estágio no Goiás Esporte Clube

Estágio no Goiás Esporte Clube

Saiba mais sobre Goiás Esporte Clube | Outros
Esportes/ Educação Física, Nutrição
Goiania/GO
31/12/2011

Nutricionista: Estágio no Assembléia Paraense

Estágio no Assembléia Paraense

Saiba mais sobre Assembléia Paraense | Serviços
Administrativa, Economia, Engenharia/ Outros, Esportes/ Educação Física, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Marketing, Nutrição, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Belem/PA
31/12/2011

Nutricionista: Estágio no Iate Clube de Brasília

Estágio no Iate Clube de Brasília

Saiba mais sobre Iate Clube de Brasília | Serviços
Administrativa, Comunicação, Engenharia/ Outros, Esportes/ Educação Física, Nutrição
Brasilia/DF

Nutricionista: Programa de trainee Puras

Programa de trainee Puras

Saiba mais sobre Puras | Serviços
Administrativa, Engenharia de Alimentos, Hotelaria/ Turismo, Nutrição
RJ, SP, PA, TO, BA, CE, RS, ES, MG
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Atlético Mineiro

Estágio no Atlético Mineiro

Saiba mais sobre Atlético Mineiro | Outros
Fisioterapia, Jurídica, Médico/ Hospitalar
Belo Horizonte/MG
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Ceará Sporting Club

Estágio no Ceará Sporting Club

Saiba mais sobre Ceará Sporting Club | Outros
Fisioterapia
Fortaleza/CE
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Sport Club Internacional

Estágio no Sport Club Internacional

Saiba mais sobre Sport Club Internacional | Outros
Administrativa, Esportes/ Educação Física, Fisioterapia, Jornalismo, Marketing, Médico/ Hospitalar
Porto Alegre/RS
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Club de Regatas Vasco da Gama

Estágio no Club de Regatas Vasco da Gama

Saiba mais sobre Club de Regatas Vasco da Gama | Outros
Administrativa, Esportes/ Educação Física, Fisioterapia, Jornalismo, Marketing, Médico/ Hospitalar, Nutrição
Rio De Janeiro/RJ
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Guarani Futebol Clube

Estágio no Guarani Futebol Clube

Saiba mais sobre Guarani Futebol Clube | Outros
Esportes/ Educação Física, Fisioterapia
Campinas/SP
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Clube Atlético Paranaense

Estágio no Clube Atlético Paranaense

Saiba mais sobre Clube Atlético Paranaense | Outros
Esportes/ Educação Física, Fisioterapia, Marketing, Médico/ Hospitalar, Relações Internacionais
Curitiba/PR
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Santos Futebol Clube

Estágio no Santos Futebol Clube

Saiba mais sobre Santos Futebol Clube | Outros
Esportes/ Educação Física, Fisioterapia, Hotelaria/ Turismo, Jornalismo
Santos/SP
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Avai Futebol Clube

Estágio no Avai Futebol Clube

Saiba mais sobre Avaí Futebol Clube | Outros
Administrativa, Esportes/ Educação Física, Fisioterapia, Marketing, Nutrição
Florianópolis/SC
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio no Praia Clube Uberlândia

Estágio no Praia Clube Uberlândia

Saiba mais sobre Praia Clube Uberlândia | Serviços
Enfermagem, Esportes/ Educação Física, Fisioterapia
31/12/2011

Fisioterapia: Estágio na Rede D Or

Estágio na Rede D Or

Saiba mais sobre Rede D Or | Serviços
Administrativa, Diversas/ Outras, Farmácia, Fisioterapia, Marketing, Nutrição, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Rio De Janeiro/RJ
31/12/2011

Fisioterapia: Programa de Estágios Laboratórios Stiefel

Programa de Estágios Laboratórios Stiefel

Saiba mais sobre Stiefel | Indústria
Administrativa, Comércio Exterior/ Trade/ Importação/ Exportação, Economia, Engenharia de Produção/ Industrial, Farmácia, Fisioterapia, Marketing, Publicidade e Propaganda
Guarulhos/SP, Brasilia/DF

Fisioterapia: Estágio no Minas Tênis Clube

Estágio no Minas Tênis Clube

Saiba mais sobre Minas Tênis Clube | Serviços
Fisioterapia
Belo Horizonte/MG
31/12/2011

Programa de Estágio Cristália

Programa de Estágio Cristália

Saiba mais sobre Cristália | Indústria
Administrativa, Biotecnologia/ Biomédicas/ Bioquímica, Economia, Engenharia/ Outros, Farmácia, Química/ Engenharia Química
Itapira/SP, São Paulo/SP
31/12/2011

Programa de Estágio da Medley

Programa de Estágio da Medley

Saiba mais sobre Medley Indústria Farmacêutica Ltda. | Indústria
Administrativa, Farmácia
Campinas/SP
31/12/2011

Programa de Desenvolvimento de Talentos Colgate Palmolive

Programa de Desenvolvimento de Talentos Colgate Palmolive

Saiba mais sobre Colgate Palmolive | Indústria
Administrativa, Comunicação, Contabilidade, Economia, Engenharia/ Outros, Farmácia, Informática /TI / Engenharia da Computação, Marketing, Química/ Engenharia Química
São Bernardo Do Campo/SP, São Paulo/SP
31/12/2011

Programa de Estágio na Farmoquímica

Programa de Estágio na Farmoquímica

Saiba mais sobre Farmoquímica | Indústria
Administrativa, Biologia, Comunicação, Contabilidade, Desenho Industrial, Economia, Educação/ Ensino/ Idiomas, Engenharia/ Outros, Estatística /Matemática /Atuária, Farmácia, Informática /TI / Engenharia da Computação, Jurídica, Marketing, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Rio De Janeiro/RJ
31/12/2011

Estágio na Rede D Or

Estágio na Rede D Or

Saiba mais sobre Rede D Or | Serviços
Administrativa, Diversas/ Outras, Farmácia, Fisioterapia, Marketing, Nutrição, Psicologia Clínica/ Hospitalar
Rio De Janeiro/RJ
31/12/2011

Programa de Estágios Laboratórios Stiefel

Programa de Estágios Laboratórios Stiefel

Saiba mais sobre Stiefel | Indústria
Administrativa, Comércio Exterior/ Trade/ Importação/ Exportação, Economia, Engenharia de Produção/ Industrial, Farmácia, Fisioterapia, Marketing, Publicidade e Propaganda
Guarulhos/SP, Brasilia/DF
31/12/2011

Programa de Estágio do Hospital Santa Catarina

Programa de Estágio do Hospital Santa Catarina

Saiba mais sobre Hospital Santa Catarina | Serviços
Enfermagem
São Paulo/SP
31/12/2011

Estágio no Praia Clube Uberlândia

Estágio no Praia Clube Uberlândia

Saiba mais sobre Praia Clube Uberlândia | Serviços
Enfermagem, Esportes/ Educação Física, Fisioterapia
31/12/2011

Estágio na Marisol

Estágio na Marisol

Saiba mais sobre Marisol | Comércio
Administrativa, Arquitetura/ Decoração/ Urbanismo, Educação/ Ensino/ Idiomas, Enfermagem, Engenharia/ Outros, Informática /TI / Engenharia da Computação, Marketing, Moda, Psicologia Clínica/ Hospitalar
31/12/2011

Estágio no Hospital Oswaldo Cruz

Estágio no Hospital Oswaldo Cruz

Saiba mais sobre Hospital Oswaldo Cruz | Serviços
Administrativa, Enfermagem, Farmácia, Marketing, Marketing, Nutrição, Serviço Social
São Paulo/SP
31/12/2011

Estágio no Hospital São Luiz

DESCRIÇÃO DAS VAGAS

Local das vagas: São Paulo/SP
Período de inscrições: de 01/01/2011 a 31/12/2011

Para deixar de fumar

Drauzio Varella está próximo de sua maior conquista. Vem se empenhando em uma grande campanha de mobilização popular para que fumantes deixem o vício. Uma semana antes de Lula ser diagnosticado com tumor na laringe – do qual o tabagismo é fator de risco –, o médico recebeu a coluna para falar sobre seu novo quadro no Fantástico, Brasil sem Cigarro. A estreia, domingo, acompanhará alguns personagens que querem parar.

A coluna voltou a falar com Drauzio assim que o câncer do ex-presidente foi diagnosticado. Sua opinião? “Não comento casos de pacientes tratados por outros médicos. Acho antiético.”

Por que uma campanha dessas agora?
Já conseguimos muito no Brasil. Baixamos o índice de fumantes, que era de 60% dos adultos acima de 15 anos na década de 60, para 16%. Fuma-se menos aqui do que nos EUA e em muitos países da Europa. E até o fumante que jura que não quer parar, na realidade quer, sim. Ele sabe que precisa deixar o vício. Comigo foi assim durante 19 anos.

E como decidiu parar?
Um dia, pensei: “Não tem mais cabimento fumar”. Nunca mais coloquei um cigarro na boca.

E o álcool?
O problema do cigarro é pior. A droga fumada é compulsiva. Não existem 16% de adultos alcoólatras no Brasil. O problema é grave, tem custo social alto, mas quem bebe com controle não é alcoólatra. Na outra mão, todos os fumantes são, necessariamente, dependentes de nicotina.

E os que dizem “não fumo mais, é só um cigarrinho de vez em quando”?
Isso não existe, porque ninguém se cura da dependência química. Quando para de fumar, vira ex-fumante. Mas a vontade sempre existirá.

Ex-fumantes reclamam muito de sonhar que estão fumando.
É um sonho recorrente. O alcoólatra também sonha que está tomando uma cerveja, caipirinha. Eu já sonhei que estava fumando. E acordei assustado.

Como deixar o vício?
É essencial estabelecer uma data, porque todo ex-fumante se lembra de quando parou. Nós escolhemos o dia 13 de novembro. Também é importante ter um pouco de controle sobre o próprio corpo. Comece cortando o número de cigarros pela metade. Depois, atrase, em duas horas, o primeiro cigarro do dia. Assim, o fumante começa a perceber que pode mandar no cigarro. Se consegue ficar duas horas sem fumar de manhã, por que não tentar um dia inteiro?

Quais os medos do fumante?
Toda droga destrói o caráter do sujeito. Ele acha que não vai conseguir. Então, um grande medo é lidar com a ansiedade provocada pela crise de abstinência. Existe o medo de engordar, de perder a concentração. Ele quer parar de fumar e continuar feliz. Isso não existe. O organismo vai pedir o cigarro. A nicotina não vem sozinha, mas com quatro mil compostos diferentes. E a uma temperatura altíssima. Vai parar nos brônquios e alvéolos. E toda aquela fuligem não tem por onde sair.

Fonte Estadão

Água livre para todos!





Uma amiga minha me recomendou esse vídeo e eu achei sensacional, então repasso a recomendação a todos aqui no blog.

Água engarrafada é algo que sempre me incomodou. Eu cresci em São Paulo bebendo água da torneira filtrada em filtro de barro. E nunca tive qualquer problema com isso. Depois, entre os 16 e 23 anos, vivi nos Estados Unidos, bebendo água direto da torneira, tanto em casa quanto em restaurantes. Até que um dia, de lá para cá, de volta ao Brasil, me dei conta de que todo mundo, inclusive eu, meu pai e minha mãe, estava bebendo água mineral engarrafada, comprada no supermercado. Mesmo sem entender muito bem como isso aconteceu, felizmente eu acordei, comprei um filtro simples de parede e voltei a beber água da torneira. Mais uma vez, sem problema nenhum.

Água é um elemento absolutamente essencial à vida. Sem água você morre, ponto, muito mais rápido do que sem comida. A única coisa que mata mais rápido do que ficar sem água é ficar sem ar. E portanto, se há uma coisa que deveria ser garantida e gratuita para todo ser humano, é água. Se você acha que seria um absurdo pagar para respirar, pense bem … pagar para beber é tão absurdo quanto. Imagine só!

Não sei como as pessoas têm coragem de pagar R$ 3, R$4, até R$ 5 por uma garrafinha de água num restaurante. Se fosse uma garrafa de 1 litro, pelo menos, ainda vá lá. Mas as que servem hoje em dia mal dá para encher um copo de requeijão. A comparação que fazem no vídeo é ótima: você pagaria R$ 2 mil por um sanduíche? Claro que não! Seria um absurdo! … Pois então, R$ 4 pode parecer pouco no seu bolso, mas se você pensar que a água deveria ser de graça, R$ 4 é uma fortuna!

Pagar pela água da torneira faz mais sentido, pois nesse caso você está pagando pelo custo do tratamento e da infraestrutura que traz a água até você, e não pela substância em si (apesar de que, pelos princípios de sobrevivência citados acima, esse serviço deveria ser gratuito também). Mas pagar para beber um copo d´água num restaurante? Tô fora! Se dependesse de mim, todos os restaurantes seriam obrigados a oferecer água filtrada da torneira aos clientes (gratuitamente), como se faz nos EUA. Quero ver se algum prefeito, governador, vereador ou deputado tem coragem de peitar um projeto de lei desses …

Abraços a todos.

Fonte Estadão

Venda de remédio cresce mais no País que no exterior

Aumento da renda da população e gastos do governo com saúde fazem do Brasil um mercado cobiçado pela indústria farmacêutica

Os progressos na renda dos brasileiros e a decisão do governo de manter os gastos com a saúde fazem a festa das empresas farmacêuticas. Em entrevista ao Estado, o CEO da farmacêutica AstraZeneca e presidente da Federação Internacional da Indústria Farmacêutica, David Brennan, aponta que a taxa de crescimento das vendas de remédios no Brasil é hoje seis vezes superior ao desempenho dos mercados dos países ricos.

"No Brasil, estamos vendo uma expansão do mercado de remédios da ordem de 13% por ano. Nos países ricos, ela não chega a 2%", disse o executivo. Segundo ele, só as vendas na China batem as do Brasil.

Brennan tem duas explicações para o fenômeno. A primeira delas é a maior renda do brasileiro. "Conforme a população vai saindo da pobreza e acumulando um salário melhor, a primeira coisa que as famílias buscam é melhor saúde e melhor educação", explicou. Nesse cenário, ganha a venda de remédios no balcão.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 50% dos gastos no Brasil com remédios ainda vêm do bolso de cada cidadão.

Outra realidade é a manutenção dos gastos do governo com a saúde. Sem o problema da dívida, o governo brasileiro e os dos demais países emergentes continuam a gastar com saúde, o que também representa um amplo mercado para as farmacêuticas.

Se Brennan aponta para a expansão do mercado brasileiro, ele alerta que a disputa por patentes no Brasil o obrigou a cancelar investimentos para a instalação de uma fábrica no País.

Investimentos. Outros não sofrem com esse problema e investem no Brasil. Há poucas semanas, a Novartis revelou planos de gastar US$ 300 milhões para abrir uma fábrica que produzirá vacinas no Brasil e deverá criar cerca de cem postos de trabalho, no maior projeto de investimento da companhia até hoje no País.

Será o primeiro local de biotecnologia em escala industrial a ser construído no País pela empresa. A Novartis insiste que sua iniciativa que ficará pronta em 2014 ajudará o Brasil a reduzir sua dependência do fornecimento externo.

Mas dados de vendas mostram que levar a produção para locais próximos do consumo tem sido tendência entre várias empresas do setor. Na Roche, as vendas no Brasil e nos países dos Brics também vêm compensando a estagnação nos países ricos. Nos 11 primeiros meses do ano, a Roche registrou uma alta de vendas em dólares de apenas 6%.

Nos Estados Unidos, a expansão nesse período foi de apenas 1% e de 4% na Europa. No Japão, a empresa que produz o Tamiflu registrou uma contração de 2%. Nos países emergentes, a situação foi bem diferente. As vendas no Brasil aumentaram 16% e, na China, 28%.

A francesa Sanofi também destaca a expansão do mercado brasileiro. Os lucros líquidos da empresa no terceiro trimestre do ano registraram queda de 3%. Mas, nos países do Brics, a expansão foi de 20,2%. A divisão de diabete da empresa também tirou proveito dos países emergentes e dos novos problemas enfrentados por essas sociedades.

Fonte Estadão

São Paulo precisa de doadores de sangue do tipo O

Estoque está em patamar crítico no Estado; sangue O positivo é o mais frequente na população brasileira

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo está convocando pessoas que tenham sangue do tipo O, positivo e negativo, para auxiliar a reforçar, por meio de doação, os estoques da Fundação Pró-Sangue, órgão da pasta responsável pelo abastecimento de 128 hospitais da capital e região metropolitana. O estoque de bolsas destes dois fatores está no patamar crítico.

O sangue O positivo é o mais frequente na população brasileira. Mas o O negativo é mais raro no país, sendo apenas encontrado em aproximadamente 6% dos doadores brasileiros. O sangue O negativo tem caráter universal, podendo ser doado para pessoas de todos os tipos sanguíneos. É muito utilizado em casos emergenciais, de pessoas que passam por cirurgia e precisam de transfusão.

Para doar basta estar em boas condições de saúde, alimentado, ter entre 16 e 67 anos, pesar no mínimo de 50 kg e trazer documento de identidade original. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes.

"É muito importante que a população colabore e ajude a reforçar os estoques da Pró-Sangue, por meio de um gesto de solidariedade que pode salvar vidas", afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede da Secretaria.

Para fazer a doação de sangue, as pessoas podem se dirigir aos postos listados abaixo. Mais informações podem ser obtidas pelo Alô Pró-Sangue 0800-55-0300 ou no site www.prosangue.sp.gov.br.

Fonte Estadão

Risco de desenvolver câncer é menor entre mulheres que amamentam

Pesquisa destaca a importância da amamentação para as mães - JF Diorio/AE
Pesquisa destaca a importância
da amamentação para as mães
De acordo com estudo, o risco de ter a doença diminui 4,3% para cada ano que uma mulher amamenta seus filhos

As mulheres que amamentam seus filhos por mais de seis meses têm menos chances de desenvolver câncer de mama, segundo um estudo da Universidade de Granada, na Espanha, divulgado nesta sexta-feira, 4.

A pesquisa, liderada pela pesquisadora do departamento de Enfermagem María José Aguilar Cordero, descobriu que a amamentação materna é um método eficaz para prevenir o câncer de mama. De acordo com o estudo, o risco de ter a doença diminui 4,3% para cada ano que uma mulher amamenta seus filhos.

O estudo revelou uma ligação significativa entre a idade de diagnóstico do câncer, o tempo de amamentação materna e a existência de históricos familiares e pessoais, e comprovou que não existe relação entre a idade média de diagnóstico do tumor e o fato de ter tido ou não filhos, ao contrário do que muitas pessoas pensavam.

Para realizar o estudo, os pesquisadores trabalharam com uma amostra de 504 mulheres entre 19 e 70 anos, diagnosticadas e tratadas de câncer de mama no Hospital San Cecilio de Granada, entre 2003 e 2008. A análise dos dados revela que apenas 135 não eram mães, enquanto 369 tiveram pelo menos um filho.

Sobre o fator de igualdade de risco, não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas entre a idade média de diagnóstico do câncer e o fato de ter tido ou não filhos.

Os pesquisadores destacaram que atualmente não existe consenso entre os cientistas sobre o papel protetor da gravidez e a amamentação em relação ao desenvolvimento do câncer de mama na mulher.

No entanto, para María José, "é evidente que ambos os processos influenciam positivamente na diferenciação do epitélio mamário e na redução dos níveis de certos hormônios, como o estrogênio, cujo efeito é relacionado ao câncer de mama".

Os autores desta pesquisa acreditam que com esses resultados e o que já foi descrito por outros pesquisadores, a incidência de câncer de mama nos países desenvolvidos poderia ser reduzida em mais de 50% entre as mulheres que amamentam seus filhos por mais tempo.

Fonte Estadão