Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Pedra na vesícula: conheça os fatores de risco e como prevenir

Ser mulher e ter histórico familiar são fatores que aumentam as chances de desenvolver o problema

Dr. Leonardo Peixoto 
Gastroenterologia - CRM 780553/RJ

Colelitíase, popularmente conhecida como pedra na vesícula, é uma doença que acomete cerca de 10% da população. Neste texto vamos abordar aspectos relacionados aos cálculos de colesterol, que são os mais prevalentes. 

A bile é composta basicamente por colesterol, sais biliares e bilirrubina. Quando ocorre um desequilíbrio entre os fatores que mantém a solubilidade da bile temos a formação de cristais de colesterol em um gel, que se acumula pela redução da motilidade da vesícula biliar, formando assim os cálculos de colesterol.

Fatores de risco
Os fatores de risco para o desenvolvimento de cálculos biliares habitualmente estão relacionados à secreção biliar de colesterol aumentada e de sais biliares reduzida, ou com a diminuição da motilidade da vesícula biliar.

Entre estes fatores de risco podemos citar:

História familiar (alguns genes, por exemplo, podem reduzir a concentração de substâncias responsáveis por inibir a formação de cálculos na bile)

- Sexo feminino (maior secreção biliar de colesterol) Idade avançada (secreção biliar de colesterol aumentada e menor síntese de sais biliares)

- Alta ingesta calórica

- Poucas fibras na dieta

- Emagrecimento rápido (maior secreção biliar de colesterol e aumento na secreção biliar de mucina e cálcio)

- Consumo de carboidratos refinados (açúcar, farinha branca etc.)

- Sedentarismo Jejum prolongado (redução da motilidade da vesícula biliar)

- Gravidez (maior secreção biliar de colesterol, com redução da motilidade da vesícula biliar por causa da progesterona)

- Uso de contraceptivos orais (nos primeiros anos em que são usados) e outros medicamentos como clofibrato, ceftriaxone e octreotide

- Obesidade (maior secreção biliar de colesterol)

- Síndrome metabólica

- Terapia de reposição de estrogênio (secreção biliar de colesterol aumentada e menor síntese de sais biliares)

- Prevenção

Na prevenção da formação de cálculos biliares, pode-se fazer algumas observações:
Em um estudo científico foi observado que a deficiência de vitamina C em mulheres- aumentou a chance de formação de cálculos

- O uso de estatinas (medicações usualmente indicadas para tratamento de dislipidemias - por exemplo, colesterol LDL elevado - e para redução de risco cardiovascular) está associado a um risco menor da doença

- O consumo regular de café, vegetais e oleaginosas (castanha, nozes e amêndoas) também oferece alguma proteção

- Em algumas situações, como em pacientes obesos que estão emagrecendo rapidamente, pode-se usar o ácido ursodesoxicólico na prevenção da formação de cálculos biliares. 

Bibliografia
Sleisenger and Fordtran's Gastrointestinal and Liver Disease- 2 Volume Set: Pathophysiology, Diagnosis, Management, 10e. FELDMAN, Mark, FRIEDMAN, Lawrence S. and BRANDT, Lawrence J.

CURRENT Diagnosis & Treatment: Gastroenterology, Hepatology, & Endoscopy, 2e. Norton J. Greenberger, Richard S. Blumberg, Robert Burakoff.

O que é gengivite? Sinais e Sintomas

Conheça melhor esta doença e aprenda como tratá-la O que é gengivite? Sinais e sintomas

Gengivite - uma inflamação da gengiva - é o estágio inicial da doença da gengiva e a mais fácil de ser tratada.

A causa direta da doença é a placa - uma película, grudento e sem cor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva. Se a placa não for removida pela escovação e uso de fio dental diários, ela produz toxinas (venenos) que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite.

Neste estágio inicial da doença da gengiva, os danos podem ser revertidos, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo que segura os dentes no lugar ainda não foram atingidos.

Entretanto, se a gengivite não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes e mandíbula/maxilar.

Como sei que tenho gengivite?
Os sintomas clássicos da gengivite incluem gengivas vermelhas, inchadas e sensíveis que podem sangrar durante a escovação. Outro sintoma de doença é o recuo ou retração da gengiva, conferindo aos dentes uma aparência alongada.

A doença da gengiva pode formar bolsas entre os dentes e a gengiva, onde se acumulam restos de comida e placa.

Algumas pessoas têm mau hálito freqüente ou sentem gosto ruim na boca, mesmo se a doença não estiver em estágio avançado.

Como posso prevenir a gengivite?
Uma boa higiene bucal é essencial. A limpeza profissional também é extremamente importante, pois uma vez que a placa se acumula e endurece (ou torna-se tártaro ), apenas o dentista ou um higienista podem removê-la.

Você pode prevenir a gengivite pela: 

- A correta escovação e uso apropriado do fio dental para remover placas e restos, e do controle do aparecimento de tártaro

- Alimentação correta para garantir nutrição adequada para o osso da mandíbula/maxilar e dos dentes.

- Evitar cigarros e outras formas de tabaco.

- Ir ao dentista regularmente. 

Artigo fornecido pela Colgate-Palmolive. Copyright 2015 Colgate-Palmolive.

Minha Vida

Humor: Use com Moderação

Você, o celular e a hora da DR

As maravilhas da tecnologia são tantas que os efeitos colaterais demoram a ser percebidos. Se o uso do aparelho for muito intenso, os olhos, as mãos, a coluna e até a saúde mental vão reclamar

Atualmente, estar conectado o tempo todo é uma atividade supervalorizada. Basta meia hora sem o celular para perder um encontro com os amigos, uma ligação, mensagem importante do chefe. “Como não atende o celular nem responde mensagem?”, muitos se indignam. O aparelho virou quase uma extensão do corpo. Essa obsessão, porém, pode não ser saudável — tanto física quanto socialmente.

Já estão mapeados diversos males diretamente relacionados ao uso excessivo do celular. Ele tem sido apontado, por exemplo, como vilão em problemas na coluna, nas mãos, no cérebro e nos olhos. Algumas dessas doenças, inclusive, carregam no nome uma referência ao uso do equipamento. “Pescoço de texto”, por exemplo, descreve a postura da maioria das pessoas quando escreve uma mensagem. “Síndrome do polegar” diz respeito ao costume de digitar mensagens usando apenas esse dedo.

Embora não sejam conclusivos, há estudos que ligam o uso de celular ao desenvolvimento de câncer. Até a Organização Mundial de Saúde chegou a advertir sobre esse risco em 2011, depois que 31 cientistas da Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer fizeram um grande levantamento das pesquisas já realizadas. Quase todas analisavam a incidência da doença em populações com uso variado de celular ou outra exposição a campo eletromagnético.

Noites em branco
Lucas Costa, 28 anos, professor de muai-thai, passa o dia na correria. Dá aulas em diversas academias a partir das 7h. Ao longo do dia, o celular é usado para comunicação com os alunos e com a mulher. É quase o tempo todo no ouvido ou nas mãos. O aparelho também é usado por Lucas para divulgação do trabalho dele, publicando fotos das aulas em redes sociais. Ele precisa recarregá-lo várias vezes ao dia para garantir que não vai perder nada.

A noite é o momento que ele tem para se comunicar com os amigos e se atualizar. “Durante o dia, eu não consigo ler jornal algum”, lamenta. A tarefa noturna geralmente é feita já deitado na cama, antes de dormir. Considera mais prático fazer isso com o celular e, algumas vezes, leva mais de uma hora. A mulher, Líbian Volsi, costuma dormir mais cedo, mas também se prolonga nas redes sociais ao fim do dia.

A situação é comum hoje em dia e se repete em diversas casas. Se não é com o celular, é com o tablet. Diversos estudos já comprovaram que ambos exercem um efeito negativo sobre o sono. Uma opinião de peso sobre o assunto vem do neurologista Charles Czeisler, diretor da Divisão de Medicina do Sono de Harvard. Segundo ele, é uma injustiça culpar o café e “barriga cheia” por noites mal dormidas. “Desvaloriza-se o efeito do avanço tecnológico sobre o sono. A luz artificial afeta nosso ritmo circadiano e é mais poderosa do que qualquer droga”, alerta.

Faz sentido
A luz é a principal responsável por regular o ciclo diário do corpo. A ausência dela é que estimula a glândula pineal, localizada no cérebro, a liberar a melatonina, o hormônio do sono. Se o dia for seguido por uma noite iluminada artificialmente, além de neurônios serem ativados, gerando excitação, o lançamento de substâncias necessárias para promover o sono, como a melatonina, é inibido. O ideal é, cerca de uma hora antes de dormir, começar a se preservar da luminosidade ambiente. “A falta de sono é interpretada pelo nosso corpo todo como uma situação de estresse. O hábito de se expor a uma luz artificial até a hora de dormir tem se tornado um problema de saúde”, confirma o psiquiatra e médico do sono Caio Araújo Jr.

A alteração hormonal de alguém que não dorme direito afeta todo o metabolismo. O nível de cortisol, conhecido como o hormônio do estresse, sobe e pode dificultar até no emagrecimento. Além disso, a glicemina e a pressão sanguínea também aumentam. Entre crianças, noites em claro são especialmente nefastas. Isso porque o hormônio do crescimento é liberado na fase 3 do sono não REM.

Vínicius Moreira, 14 anos, foi praticamente o último entre os amigos a ganhar um celular. “Depois que ganhei, ficou difícil largar”, brinca. Mesmo assim, ele se esforça para não se entregar ao vício. Uma das maneiras de fazer isso é ficar sem 3G. Dessa forma, só usa o celular em casa ou em lugares com rede wi-fi. Na escola, por exemplo, onde é preciso estar concentrado, o telefone só fica desligado.

O principal uso que o adolescente faz do aparelho é troca de mensagens e como player de vídeos. O computador foi deixado de lado. E pegar no sono ficou bem mais difícil, só depois da meia-noite. A conta vem pela manhã. “Eu demoro para me levantar. Minha mãe precisa me dar uma chacoalhada”, admite.

Proteja seus olhos
Alguns estudos relacionam também a exposição em excesso a luz de aparelhos tecnológicos durante a vida — não só de celulares, mas de computadores, tablets e aparelhos de TV — à degeneração macular, uma das principais causas da cegueira, porém ainda não há comprovação. O que é certo, segundo o oftalmologista Richard Yudi, é que a exposição prolongada a aparelhos eletrônicos pode causar sintomas como dores de cabeça, irritação nos olhos e fadiga. “O uso contínuo e exagerado desses aparelhos faz com que o indivíduo tenha sintomas temporários de cansaço visual: dor de cabeça, lacrimejamento, ardência, incômodo à luz, oscilação da visão e sensação de peso nas pálpebras. Porém, acredita-se que esses danos são temporários e melhoram quando se descansa o corpo”, ressalta.

Comum na sociedade moderna, a síndrome da visão cansada é causada pela fixação das vistas na tela dos aparelhos que emitem luz durante muito tempo. O cansaço é uma reação natural à tensão a que os olhos são submetidos, já que é preciso forçá-los para ter foco e enxergar imagens definidas em pontos pequenos. Em geral, não se trata de algo grave, mas é preciso estar atento. “Em crianças e adolescentes, a vista cansada pode estar relacionada a dores de cabeça e dificuldade em se concentrar na sala de aula”, diz o especialista.

O sistema reprodutivo em alerta
Outra questão tão polêmica quanto a responsabilidade do celular sobre o câncer é o efeito dos aparelhos celulares na fertilidade. Embora existam muitos estudos, não há comprovação. Alguns homens, no entanto, preferem se precaver, deixando o aparelho longe do bolso da frente da calça. A embriologista Ligia Previato, chefe de laboratório do Centro de Reprodução Humana de Rio Preto, explica: “Alguns estudos afirmam que a radiação produzida pelo celular causa um estresse oxidativo nas células reprodutivas, aumentando a peroxidação lipídica e diminuindo fatores antioxidantes, como a melatonina, vitamina E e glutationa peroxidase. Inclusive, fatores hormonais, como testosterona e o hormônio luteinizante, são alterados”.

Ainda não existe exame capaz de averiguar que a causa da infertilidade seja o uso de celular. Por meio da consulta, no entanto, conversando com o paciente, é possível avaliar se existe uso excessivo desses aparelhos e, então, descartando todas as outras causas, pode-se suspeitar da radiação produzida pelos telefones celulares. Nos consultórios, não é rara a desconfiança.

Felizmente, no caso dos homens, o tratamento é simples. “Basta limitar a exposição à radiação dos aparelhos e entrar com uma suplementação de vitaminas, minerais antioxidantes. Se, neste mês, os espermatozoides estiverem alterados, no próximo, poderão estar normalizados, pois o homem produz um novo “lote” de células reprodutoras a cada 74 dias”, esclarece Ligia. Nas mulheres, a situação seria mais complexa, pois elas nascem com os óvulos que as acompanham até a menopausa. Uma vez alterados, o dano pode ser irreversível. Contudo, para isso acontecer, a carga de radiação teria de ser muito forte.

O assunto é pouco abordado pela ginecologia. Segundo Ligia, os estudos indicam que não há uma relação direta do uso de celular com os antígenos relacionados ao aborto espontâneo. Contudo, sabe-se que a radiação dos aparelhos pode levar a quadros inflamatórios, endometriose, diminuição dos folículos e alteração no endométrio (tecido que reveste o útero).

Pobre pescoço contorcido
Da mesma forma que é possível posicionar um livro de maneira prejudicial à coluna, a maioria das pessoas faz isso com o celular. O aparelho fica posicionado tão baixo — na altura do peito — que é necessário curvar demais o pescoço, o que pode causar lesões sérias na coluna. De acordo com estudo publicado no fim do ano passado na revista científica Surgical Technology International, essa inclinação do pescoço promove um impacto de até 30kg na coluna. É como se houvesse esse peso pendurado no pescoço. 

Vânia Estrela, 39 anos, une em sua vida dois fatores que favorecem a má postura. O primeiro é o fato de ser artesã e passar muito tempo olhando para baixo, bordando e costurando. O segundo, o fato de passar cerca de três horas por dia olhando para o celular: são as filhas mandando mensagens; vários grupos de WhatsApp; muitos clientes a quem mandar fotos do trabalho, pedidos de orçamento etc.

Ela acredita que deixou a situação chegar ao limite até procurar ajuda de um fisioterapeuta. Estava sentindo formigamento nas mãos; acordava durante a noite com os braços dormentes e não conseguia inclinar a cabeça para trás. Com um mês de tratamento, a melhora foi significativa. O que dificulta um pouco a situação é a necessidade de disciplina. “Eu preciso fazer exercícios por conta própria quatro vezes por dia e nem sempre consigo”, reconhece Vânia.

Vânia está tentando mudar alguns hábitos. Atualmente, ela passa o máximo de tempo possível longe do celular. “Tem dia que só olho à noite, e aí tem mil mensagens no WhatsApp”, conta. “Agora, acesso o aplicativo no computador, aí não preciso curvar o pescoço e dá pra usar os dez dedos em algo que eu costumava usar só o polegar.”

O pescoço faz parte da coluna, que preserva a medula espinhal, de onde saem os nervos para todo o corpo. Para protegê-la, é preciso que o pescoço esteja alinhado à coluna. A postura inadequada força os ligamentos, as articulações, as contraturas musculares, os discos, e pode comprimir nervos. Segundo o ortopedista Marcelo Ferrer, além de dor (que tende a irradiar para os membros superiores), o desgaste pode fazer até com que o paciente involuntariamente faça movimentos na tentativa de se alongar. Ele explica também que a musculatura das costas protege a coluna; portanto, fazer exercícios que a deixem bem desenvolvida também é uma forma de prevenção. Segundo Ferrer, o pescoço abaixado para olhar o celular pode causar o chamado bico de papagaio (formação de ossos na coluna na tentativa de estabilizar a coluna diante das lesões), hérnia de disco e artrose. Em casos mais sérios, problemas neurológicos podem ocorrer, caso haja compressão de nervos no pescoço. Dores de cabeça fortes são um forte indício de que algo vai mal.

Polegares exigidos além da conta
Alexandre Sampaio, 41 anos, enfermeiro especializado em saúde mental, relata que o principal uso de seu celular é para mensagens de texto. Por causa de sua formação, está bem informado sobre lesões causadas por esforço repetitivo. Mesmo assim, ele considera difícil se policiar e faz o mesmo que a maioria das pessoas: digita apenas com os polegares.

Ele confessa que tenta se policiar, mas acaba sendo antissocial em algumas ocasiões. “Outro dia, eu estava almoçando com um colega e um aluno estava me mandando mensagem. Eu estava respondendo e, de repente, percebi que podia deixar para depois e almoçar tranquilamente”, conta. Muitas vezes, Alexandre se sente refém do smartphone e admite que é difícil dar a atenção devida a um hábito de risco antes que uma dor apareça. Usar apenas o dedo polegar para digitar mensagens — normalmente, o da mão que segura o celular — é perigoso. A movimentação dele é mais crítica que a de todos os outros dedos por conta da anatomia. Ele tem a oponência, que permite o movimento de pinça. Segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia da Mão, Luiz Kimura, desde que os programas de mensagens gratuitos se popularizaram, a quantidade de lesões nesse dedo aumentou consideravelmente.

Ele conta que se trata de uma lesão “da moda”. “Na época da linha de montagem, muitos trabalhadores apresentavam lesões por esforço repetitivo. Quando aconteceu a mudança da máquina de escrever para o teclado, aumentou a quantidade de lesões em outra parte das mãos. Depois, veio o videogame e foi a vez de aparecerem crianças com o problema”, relata.

O que acontece é que o dedo vai sofrendo pequenos traumas cumulativos. Com o tempo, vira algo pior. Pode começar apenas com uma dor, que indica inflamação no tendão. O tratamento consiste em medicamentos, repouso e aplicação de gelo no local. Se a dor for negligenciada, pode virar uma lesão crônica. Nesse caso, há risco de uma cirurgia. “As estruturas aumentam tanto de tamanho que é preciso fazer força para movimentar o dedo. A cirurgia liberaria o tendão, mas, se a movimentação repetida e inadequada voltar a ser feita, a inflamação pode se restabelecer”, alerta Kimura.

Revista do Correio Braziliense

CHN promove eventos gratuitos para profissionais de saúde

O CHN (Complexo Hospitalar de Niterói) realizará, amanhã (3/12), dois eventos gratuitos voltados para profissionais de saúde

Às 7h30, haverá uma sessão clínica internacional com o tema Política da Não Contenção do Paciente: a Experiência da Itália, e, às 10h30, a palestra Melhoria no Setor de Saúde – Fato ou Mito?, junto com o lançamento do livro Inovação em saúde: como reduzir custos e melhorar resultados usando uma nova ciência, de Clemente Nóbrega.

O primeiro encontro, o das 7h30, abordará o tema Política da Não Contenção do Paciente: a Experiência da Itália e terá os palestrantes convidados Fabio Cimador, gestor da qualidade assistencial e de cuidados – Secretaria Municipal de Saúde de Trieste; e Gilberto Cherri, presidente nacional do Grupo de Interesse Especializado em Fisioterapia Geriátrica da Associação Italiana de Fisioterapeutas e docente do Laboratório de Fisioterapia Geriátrica do curso de fisioterapia da Universidade de Trieste, ambos da Itália. A moderação será feita por Arianna Kassiadou Menezes, médica especialista em geriatria e gerontologia; mestre em ciências da educação, saúde e ambiente; ex-presidente da SBGG-RJ e médica da UFF.

Já o segundo debate vai tratar do tema Melhoria no Setor Saúde – Fato ou Mito? e lançar o livroInovação em saúde: como reduzir custos e melhorar resultados usando uma nova ciência, de Clemente Nóbrega. A abertura desse evento será feita pela diretora-geral do CHN, Dra. Ilza Fellows, vai contar com breves palestras do nefrologista Dr. Alan Castro e do autor Clemente Nóbrega e terá um debate final conduzido pelo Dr. Moyzes Damasceno. 

O encontro acontecerá no Auditório Humberto Dantas – Unidade I do CHN, em Niterói. Para mais informações, ligue para (21) 2729-1154 – Centro de Estudos.

Serviço
Data: 3 de dezembro 

Horários: 7h30

Sessão Clínica Internacional: Política da Não Contenção do Paciente: a Experiência da Itália 10h30

Palestra: Melhoria no Setor de Saúde – Fato ou Mito?

Local: Auditório Humberto Dantas – Complexo Hospitalar de Niterói – Unidade I – Rua La Sale, 12, Centro, Niterói

Priscila Pais
Assessoria de Imprensa
ppais@saudeempauta.com.br

Discurso de prevenção é atrasado, diz entidade que trabalha com Aids há 28 anos

Especialista acredita que faltam mudanças sociais, técnicas e tecnologia para erradicar a doença

O discurso da prevenção do HIV nos dias atuais remonta a ideias do século passado e não interage com os mais afetados pela epidemia: os excluídos. A afirmação está na publicação lançada ontem, terça-feira(1º), Dia Mundial de Luta Contra a Aids, pela ABIA (Associação Brasileira Interdisciplinar de AIDS), que há 28 anos trabalha com o tema. O artigo Perspectiva política - Pedagogia da Prevenção: reinventando a prevenção do HIV no século XXI está disponível para download em português e, na versão em inglês.

Falta, segundo o texto, respeito pela autonomia dos indivíduos e coletividades, bem como valorização de outras vozes e conhecimentos empíricos. Para o diretor-presidente da ABIA, Richard Parker, são necessárias mudanças sociais, técnicas e tecnológicas para erradicar a Aids. 

— Numa época em que se amplia o número de opções preventivas, desenvolver uma resposta que promova o empoderamento das pessoas em risco de infecção pelo vírus do HIV é um dos grandes desafios para a prevenção no século XXI. Para que as pessoas façam escolhas conscientes, é preciso ter garantido o acesso à informação sobre saúde, a fim de tomar decisões baseadas no que é melhor para cada realidade.

O foco apenas na camisinha é um exemplo do atraso na forma como governos e instituições investem na prevenção. O estudo ressalta que existem novos métodos além do preservativo, que não deve ser descartado, mas combinado com abordagens mais recentes como as profilaxias pré-exposição e pós exposição, circuncisão masculina, métodos preventivos comportamentais, estruturais ou contextuais.

Oferecer acesso a todas as opções preventivas e à informação sobre cada uma delas é, segundo o artigo, tão importante quanto o acesso ao tratamento. Como parte dos eventos de luta de enfrentamento ao HIV, hoje,  quarta-feira (2) haverá apresentação comemorativa, no Centro Cultural Banco do Brasil, dos 20 anos do documentário Cabaret Prevenção, do diretor Vagner de Almeida, sobre as oficinas e o livro feito com participantes das Oficinas de Teatro Expressionista, Sexualidade e AIDS para Homens que fazem Sexo com Homens (HSH) iniciadas na ABIA em 1993. haverá debate com o diretor e dois personagens que participaram do filme na época.

Foto Reprodução: COREN RN

Agência Brasil / R7

Médicos vão receber três vezes mais por parto normal, determina Justiça

Em uma decisão considerada um "um divisor de águas", a Justiça Federal determinou que a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) coloque em prática três novas medidas para reduzir o número de cesáreas na rede particular de saúde

O Brasil é o país com a maior taxa de cesáreas no mundo: 84% dos partos na rede privada são cesarianas (na rede pública, a taxa é de 40%), enquanto o recomendado pela OMS é de 15%.

Com a decisão, em um prazo máximo de 60 dias, os profissionais de saúde que auxiliarem em um parto normal terão de receber dos planos de saúde no mínimo três vezes mais do que na realização de uma cesárea.

A remuneração era uma reclamação importante por parte dos médicos, já que eles recebiam, grosso modo, o mesmo valor por pelos dois tipos de parto. E enquanto uma cesárea exige cerca de duas ou três horas de trabalho, acompanhar um parto normal pode levar mais de oito horas. Além disso, muitas cesáreas são agendadas, enquanto em um parto normal a hora do nascimento é imprevisível.

O segundo ponto da decisão obriga "operadoras de saúde de planos privados e hospitais a credenciar e possibilitar a atuação de enfermeiros obstétricos e obstetrizes no acompanhamento de trabalho de parto e no parto em si".

A terceira novidade da decisão da Justiça é obrigar a ANS a criar indicadores e notas para as operadoras de planos privadas, conforme suas ações para reduzir o número de cesarianas.

Em prazo de 60 dias, médicos que fizerem partos normais terãod e receber no mínimos 3 vezes mais do que recebem em caso de cesárea.

Com a decisão, a Justiça Federal determinou que a ANS cumpra os pedidos feitos em ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal em São Paulo.

Agora, a ANS tem agora 60 dias para regulamentar as solicitações. Se descumprir, foi fixada uma multa diária de R$ 10 mil.

Divisor de águas
A decisão da Justiça foi celebrada por defensoras de parto "Recebemos a notícia da decisão com muita alegria. Afinal, já faz nove anos que entramos com pedidos de medidas para combater o alto nível de cesáreas no Brasil. Certamente, é um divisor de águas", disse à BBC Brasil a procuradora do MInistério Público Federal (MPF) Ana Carolina Previtalli Nascimento.

A procuradora é, juntamente com a colega Luciana de Costa Pinto, é responsável pela pedidos que o MPF vem fazendo desde 2010 para tentar coibir o número de cesáreas na rede privada.

"Na minha opinião, a decisão pode trazer bons resultados, porque as determinações agora são obrigatórias, passíveis de multa", diz a procuradora. 

Para a obstetriz e ativista Ana Cristina Duarte, também há motivos para se comemorar.

"A decisão é a primeira que pode finalmente fazer algum efeito sobre a taxa de cesáreas, pois ela permite que enfermeiras obstetras e obstetrizes atendam os partos normais dentro de hospitais", disse.

Para a procuradora, esse ponto é extremamente relevante e um "incentivo importante", já que a contratação de enfermeiras e obstetrizes podem inclusive facilitar o trabalho do médico, que pode se dedicar aos casos mais delicados.

Questionada pela BBC, a ANS afirmou que "tão logo receba a notificação judicial, irá analisar e se manifestar quanto às medidas cabíveis". A ANS pode recorrer da decisão judicial, mas terá de cumprir a decisão enquanto o recurso é avaliada.

A agência ressaltou, no entanto, que já estavam em vigor desde julho três outras medidas determinadas pela decisão de hoje da Justiça. 

Essas determinações são a divulgação de percentuais de parto normal e cesáreas de obstetras e hospitais da rede privada, a utilização de um cartão gestante e a obrigatoriedade do partograma, como documento para que operadoras pudessem, inclusive justificar os motivos que levaram à realização de uma cesárea.

Essas três regras já estavam presentes na Resolução Normativa nº 368.

Agora porém essas regras devem ser cumpridas de forma permanente por força de decisão judicial.

BBC Brasil / R7

Concurso da Prefeitura de Piraí do Sul - PR

A Prefeitura de Piraí do Sul, no Estado do Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Administração, lançou edital de concurso público n° 001/2015, com a finalidade de preencher 52 vagas imediatas para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Nutricionista e Técnico em Radiologia (niveis fundamental, médio/técnico e superior).

O concurso será realizado sob a execução técnico-administrativa da empresa Objetivas Concursos Ltda e a oferta de salários até R$ 3.448,58 em carga horária de 20 ou 40 horas por semana.

As inscrições via Internet poderão ser realizadas a partir das 9h de 1º de dezembro de 2015 (horário de Brasília) até às 23h59min (horário de Brasília) do dia 29 de dezembro de 2015, pelo site www.objetivas.com.br.

As taxas variam de R$ 50,00, R$ 70,00 e R$ 90,00 de acordo com a função escolhida.

A prova objetiva, para todos os cargos, tem data prevista para 31 de janeiro de 2016, em local e horário a serem divulgados por Edital.

A partir de 15 de janeiro de 2016, será divulgado Edital de Homologação das Inscrições, com a respectiva relação de candidatos homologados, diretamente no Painel de Publicação da Prefeitura Municipal, no Diário Oficial Eletrônico do Município de Piraí do Sul, bem como, em caráter meramente informativo na Internet, pelos sites www.objetivas.com.br e www.piraidosul.pr.gov.br.

O concurso público terá validade por dois anos, contados a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por mais dois anos, a critério do Município de Piraí do Sul.

Concurso Prefeitura de Belmiro Braga - MG

No interior de Minas Gerais, a Prefeitura de Belmiro Braga tornou público a realização do concurso público n.º 001/2015. O concurso será executado pela empresa Administração de Talentos Humanos S/C LTDA ME, oferecendo 40 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Salários de até R$ 3.500,00, por jornada de 20 a 44 horas por semana.

Serão reservados 5% das vagas providas para candidatos portadores de necessidades especiais, desde que sua deficiência seja compatível com o exercício do cargo.

Cargos
Professor, Auxiliar Administrativo de Educação, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar Administrativo da Educação, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Obras/Manutenção, Eletricista, Operador de Máquinas, Zelador de Cemitério, Motorista, Advogado, Assistente Social, Enfermeiro, Nutricionista e Psicólogo.

Inscrição
As inscrições serão efetuadas no período de 27 de janeiro a 5 de fevereiro de 2016, exclusivamente, pelo no site www.belmirobraga.mg.gov.br. A taxa de inscrição é de: Nível fundamental e médio: R$ 60,00; Nível superior: R$ 90,00.

Prova
O concurso constará de provas objetivas, títulos, práticas e avaliação psicológica. A prova objetiva está prevista para 28 de fevereiro de 2016, em locais e horários a serem definidos. 

A documentação que comprove os títulos, constando as atribuições e as especificações do cargo exercido, deverá ser entregue à Comissão Organizadora do Concurso no prédio da Prefeitura de Belmiro Braga, nos dias 8 e 9 de março de 2016, no horário das 9h às 12h e das 13h às 16h.

Não será aceita certidão e/ou declaração de tempo de serviço que ultrapasse a data limite de 31 de outubro de 2015.

Somente farão a prova prática os candidatos aprovados na prova objetiva nas funções de Professor, Auxiliar Administrativo de Educação, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar Administrativo e Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Obras e Manutenção, Eletricista, Operador de Máquinas, Zelador de Cemitério e Motorista, que acontecerá do dia 17 a 20 de março de 2016, com local e horário a serem divulgados no site www.belmirobraga.com.br.

A avaliação psicológica será aplicada aos candidatos aprovados na primeira etapa dos cargos de Motorista, Advogado, Assistente Social, Enfermeiro, Nutricionista e Psicólogo, que acontecerá entre 17 e 20 de março de 2016, com local e horário a serem divulgados no site www.belmirobraga.mg.gov.br.

Validade
O prazo de validade do concurso público será de dois anos, contados a partir da sua homologação final, podendo ser prorrogado uma única vez se a administração assim entender necessário.

Concurso na Fundação de Saúde de Canoas - RS

A Fundação Municipal de Saúde do município de Canoas, no Estado do Rio Grande do Sul, lançou o edital nº 122/2015 de concurso público. A intenção é selecionar profissionais de ensino fundamental e superior, visando preencher 42 vagas imediatas, mais o cadastro de reserva.

Será contratado Agente Comunitário de Saúde e Médico Generalista de Saúde da Família e Comunidade.

Os vencimentos ofertados vão de R$ 1.098,67 a R$ 10.835,00, em carga horária de 30 ou 40 horas por semana.

Os interessados têm até o dia 22 de dezembro de 2015, para realizarem suas inscrições, através do endereço eletrônico www.fundacaolasalle.org.br/concursos.

A taxa de inscrição para cargos de ensino fundamental é de R$ 45,00 e cargos de ensino superior R$ 110,00.

Serão destinadas aos portadores de deficiência 10% do total de vagas existentes, desde que a deficiência de que são portadores não seja incompatível com as atribuições do cargo a ser preenchido.

Os inscritos serão selecionados através de prova objetiva, composta por 40 questões de múltipla escolha, que será aplicada na data provável de 31 de janeiro de 2016, em local e horário a serem comunicados com antecedência, através do site usado para a formalização das inscrições.

Este concurso público tem validade de dois anos, a contar da data de publicação do edital de encerramento, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Fundação Municipal de Saúde de Canoas.

EBSERH abre concurso para o Hospital Universitário da FURG - HU-FURG

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), divulgou o edital nº 1/2015 do concurso público nº 8/2015, que objetiva a contratação de 906 profissionais de níveis médio e superior para o quadro do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Correa Junior, da Universidade Federal do Rio Grande - HU-FURG, no Rio Grande do Sul. O salário chega a R$ 8.887,51. A jornada de trabalho chega até 40 horas por semana.

Inscrições
Para participar, os interessados devem acessar de 02 de dezembro de 2015 a 06 de janeiro de 2016, o site do IBFC (www.ibfc.org.br). As taxas vão de R$ 70,00 a R$ 130,00.

O posto de inscrição presencial fica na Exattus Escola de Profissões – Rua General Neto, 223 – Bairro: Centro – Rio Grande.

Cargos 
- Edital nº 02/2015 para preenchimento de 230 vagas na seguintes áreas Médica: Anestesiologia, Cancerologia Cirúrgica, Cancerologia Clínica, Cirurgia da Mão, Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Cirurgia do Aparelho Digestivo, Cirurgia Geral, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Plástica, Cirurgia Torácica, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Coloproctologia, Dermatologia, Diagnóstico por Imagem - Ultrassonografia Geral, Dor, Ecocardiografia, Ecografia Vascular com Doppler, Endocrinologia e Metabologia, Endocrinologia Pediátrica, Gastroenterologia, Gastroenterologia Pediátrica, Geriatria, Ginecologia e Obstetrícia, Hepatologia, Infectologia, Infectologia Pediátrica, Mastologia, Medicina do Adolescente, Medicina do Trabalho, Medicina Intensiva, Medicina Intensiva Pediátrica, Nefrologia, Nefrologia Pediátrica, Neonatologia, Neurocirurgia, Oftalmologia, Ortopedia e Traumatologia, Otorrinolaringologia, Patologia, Pediatria, Pneumologia, Psiquiatria, Psiquiatria da Infância e Adolescência, Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Reumatologia Pediátrica, Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia e Urologia; 

- Edital nº 03/2015 para preenchimento de 561 vagas na Área Assistencial, distribuídas entre os seguintes cargos: Assistente Social, Biólogo, Biomédico, Cirurgião Dentista, Cirurgião Dentista - Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Faciais, Enfermeiro, Enfermeiro - Dermatológica - Estomaterapia, Enfermeiro - Saúde da Criança e do Adolescente - Neonatologia, Enfermeiro - Saúde da Mulher - Obstetrícia, Enfermeiro - Saúde do Trabalhador, Enfermeiro - Terapia Intensiva Pediátrica, Enfermeiro - Vigilância Epidemiológica, Farmacêutico, Físico - Física Médica - Radiodiagnóstico, Fisioterapeuta, Fisioterapeuta - Terapia Intensiva, Fisioterapeuta - Terapia Intensiva Neonatal, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Pedagogo, Profissional de Educação Física, Psicólogo - Área Hospitalar, Psicólogo - Área Organizacional, Tecnólogo em Radiologia, Terapeuta Ocupacional, Técnico em Análises Clínicas, Técnico em Citopatologia, Técnico em Enfermagem, Técnico em Enfermagem - Saúde do Trabalhador, Técnico em Farmácia, Técnico em Necropsia, Técnico em Óptica e Técnico em Radiologia. 

- Edital nº 04/2015 para preenchimento de 115 vagas na Área Administrativa: Advogado, Analista Administrativo - Administração, Analista Administrativo - Contabilidade, Analista Administrativo - Economia, Analista Administrativo - Estatística, Analista Administrativo - Relações Públicas, Analista de Tecnologia da Informação - Processos, Analista de Tecnologia da Informação - Sistemas Operacionais, Analista de Tecnologia da Informação - Suporte de Redes, Engenheiro Civil, Engenheiro Clínico, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Assistente Administrativo, Técnico em Contabilidade, Técnico em Informática e Técnico em Segurança do Trabalho.

Provas
O concurso consistirá de prova objetiva e de avaliação curricular de títulos e de experiência profissional. A aplicação das provas objetivas está prevista para o dia 14 de fevereiro de 2016 e será realizada na cidade de Rio Grande.

Os candidatos aprovados e convocados para a assinatura do contrato de trabalho seguirão o regime empregatício da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). 

Editais
Os editais na íntegra, bem como outras publicações, estão disponíveis nos endereços eletrônicos da EBSERH (http://www.ebserh.gov.br/web/portal-ebserh/novos-concursos-e-selecoes) e do IBFC. Todos os candidatos devem obrigatoriamente ler os documentos e acompanhar os concursos diretamente nos sites informados.

Prefeitura de Tiradentes - MG anuncia processo seletivo

A Prefeitura de Tiradentes, no Estado de Minas Gerais, publicou o edital de processo seletivo n.º 02, de 25 de novembro de 2015, objetivando o preenchimento temporário cinco profissionais nas funções de Agente Comunitário de Saúde e Técnico em Enfermagem. Os vencimentos podem chegar a R$ 1.014,00.

As inscrições, no valor de R$ 10,00, serão recebidas na Unidade Mista de Saúde, situada na Rua Frei Veloso, 270, Bairro Pacu, no período entre 08 a 09 de dezembro de 2015, das 8h às 11h.

O candidato ao cargo de Agente Comunitário de Saúde deverá residir em Águas Santas ou César de Pina e apresentar cópia do comprovante de residência no ato da inscrição.

A seleção será constituída de prova objetiva, entrevista e avaliação psicológica.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 18 de dezembro de 2015, com início às 8h e término às 11h, na Escola Municipal Marília de Dirceu, situada na Praça Cívica Largo do Sol, S/N, Centro - Tiradentes.

O gabarito será divulgado após às 12 horas do dia 21 de dezembro de 2015, na sede da prefeitura municipal, situada na Rua Belica, S/N, Tiradentes, no site www.amver.org.br e no mural da Unidade Mista de Saúde.

A entrevista e a avaliação psicológica para o cargo de Técnico em Enfermagem, serão realizadas na Unidade Mista de Saúde, situada na Rua Frei Veloso, n.º 270, Bairro Pacu - Tiradentes, nos dias 5 e 6 de janeiro de 2016.

O resultado final será divulgado a partir do dia 7 de janeiro de 2016, na Unidade Mista de Saúde, situada na Rua Frei Veloso, n.º 270, Bairro Pacu - Tiradentes/MG. 

Edital disponível no site: www.amver.org.br

Concurso da Prefeitura de Mangaratiba - RJ

A Prefeitura de Mangaratiba, no Rio de Janeiro, publicou edital de concurso público n° 02/2015, destinado à seleção de pessoal para o provimento de vagas de chamada imediata, bem como para a formação de um cadastro de reserva de pessoal para cargos estatutários permanentes da Administração Municipal.

Serão distribuídas mais de 130 vagas para profissionais da saúde, em cargos de níveis médio, médio/técnico e superior, por ganhos de até R$ 1.604,25 em carga horária de 20 ou 40 horas por semana.

O concurso, que será organizado pela Fundação Bio-Rio, oferece oportunidades para os empregos de Odontólogo, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Agente de Saúde, Técnico de Enfermagem e Técnico de Raio - X e Médico de diversas especialidades.

Será admitida a inscrição somente via internet, no endereço eletrônico http://concursos.biorio.org.br, até 27 de dezembro de 2015, observado o horário oficial de Brasília/DF.

As taxas variam de R$ 50,00 a R$ 90,00, e o pagamento da mesma poderá ser efetuado até o dia 28 de dezembro de 2015.

As provas objetivas serão realizadas provavelmente nos dias 16 e/ou 17 de janeiro de 2016 (se necessário o uso de mais de um turno de aplicação de prova).

A divulgação dos gabaritos preliminares das provas objetivas será na data prevista de 18 de janeiro de 2016.

O prazo de validade deste concurso será de um ano, contado a partir da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado ou não por igual período, a critério da Administração.

Prefeitura de Mangaratiba - RJ lança edital de concurso público

A Prefeitura de Mangaratiba, no Rio de Janeiro, através da Fundação Bio-Rio, lançou edital de concurso público n° 03/2015, com a intenção de preencher 98 vagas para profissionais de todos os graus de instruções, por vencimentos de até R$ 1.604,25 em carga horária de 20 ou 40 horas por semana.

Cargos As chances são para os cargos de Analista de Planejamento, Arquiteto, Auditor Fiscal Fazendário, Assistente Social, Educador Social, Engenheiro Civil, Engenheiro Florestal, Psicólogo, Agente de Fiscalização Ambiental, Almoxarife, Fiscal de Saúde Publica, Oficial de Fazenda, Técnico Administrativo, Técnico em Controle Interno, Técnico em Planejamento, Topógrafo, Auxiliar Administrativo, Bombeiro Hidráulico, Mecânico, Motorista, Operador de Máquinas, Pedreiro, Auxiliar de Serviços Gerais, Coveiro e Servente. 

Inscrições
Será admitida a inscrição somente via internet, no site da BIO-RIO: (http://concursos.biorio.org.br), até 27 de dezembro de 2015.

Taxas
- Nível Superior - R$ 90,00;

- Nível Médio Técnico - R$ 60,00;

- Nível Médio - R$ 50,00;

- Nível Fundamental Completo - R$ 35,00;

- Nível Fundamental Incompleto - R$ 25,00.

Provas
As provas objetivas serão realizadas provavelmente nos dias 23 e/ou 24 de janeiro de 2016 (se necessário o uso de mais de um turno de aplicação de prova), com duração de quatro horas. 

 A divulgação dos gabaritos preliminares das provas objetivas será na data prevista de 25 de janeiro de 2016. 

 Validade
O prazo de validade deste concurso será de um ano, contado a partir da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado ou não por igual período, a critério da Administração. 

Processo seletivo da SES - SC 105 e 106/2015

Dando continuidade às suas contratações periódicas, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES-SC) lançou novos editais de processos seletivos. Desta vez, para ofertar 23 vagas para Médicos, com salários entre R$ 7.032,72 e R$ 8.009,74, por jornada trabalhista de 20 horas semanal.

O edital nº 105/2015 trás 18 vagas na especialidade de Clínico Geral, para atuar como Médico Regulador na Macrorregião Foz do Rio Itajaí e da Serra Catarinense. Já o edital nº 106/2015 abre cinco vagas para especialistas em Anestesiologia.

Para concorrer a uma das vagas, os profissionais interessados devem efetuar inscrição, gratuitamente, via endereço eletrônico: www.saude.sc.gov.br, até o dia 14 de dezembro de 2015. Será adotada análise documental, como critério de escolha.

A documentação deve ser entregue durante o prazo de inscrição, na Diretoria de Gestão de Pessoas da SES, situada na Rua Esteves Júnior 160, Centro de Florianópolis, das 13h30 às 19h, somente em dias úteis ou no local ofertante da vaga, conforme consta abaixo: CRIH - Central de Regulação de Internações Hospitalares (CRIH), Macrorregião Foz do Rio Itajaí, localizada na Rua Frederico Augusto Luiz Thieme, 218, Centro, Itajaí/SC, CRIH - Central de Regulação de Internações Hospitalares (CRIH), Macrorregião Serra Catarinense, localizada na Rua Lauro Mueller, 880, Centro, Lages /SC.

A classificação final consistirá na somatória de pontos, obtida com a contagem de títulos e da experiência comprovada.

Fatores como maior idade e número de filhos menores de 14 anos também serão considerados.

O resultado será homologado e publicado no Diário Oficial do Estado e no site da SES. 

Consulte os editais: http://portalses.saude.sc.gov.br/index.php?option=com_phocadownload&view=category&id=34&Itemid=620

Prefeitura de Catas Altas - MG abre vagas para médicos

Foi publicado o edital de Chamamento Público n° 03/2015 da Prefeitura de Catas Altas, em Minas Gerais. O objetivo é contratar profissional para o cargo de médico pediatra que exige o nível superior e registro no CRM.

A remuneração é de R$ 5.263,67, equivalente a jornadas de trabalho de 20h por semana na Unidade Básica de Saúde de Catas Altas.

Os interessados deverão fazer suas inscrições até o dia 04 de dezembro de 2015, no Poder Executivo, localizado na Praça Monsenhor Mendes, nº 136.

Os atendimentos ocorrem das 8h às 11h e das 13h às 16h. A classificação dos candidatos será feita com base no tempo de efetivo exercício da profissão, comprovado em carteira de trabalho, contrato ou certidão emitida pela instituição.

A contratação será temporária para substituição de servidora no mês de janeiro, por motivo de férias. 

O documento terá validade de 60 dias.

O resultado será publicado pela Secretária Municipal de Saúde até o dia 11 de dezembro de 2015.

O certame terá validade de 60 dias, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Administração.

Concurso e Processo Seletivo na Prefeitura de Imbituba - SC

A Prefeitura de Imbituba, no Estado de Santa Catarina, estará recebendo a partir do dia 7 de dezembro de 2015 até 8 de janeiro de 2016, as inscrições para o concurso e processo seletivo, a serem executados pelo IBAM – Instituto Brasileiro de Administração Municipal.

O edital nº 01/2015 de concurso público, dispõe de três vagas nos cargos de Controlador Interno, Técnico em Eletrotécnica e Auxiliar de Biblioteca.

Já o edital nº 01/2015 de processo seletivo, oferta sete vagas, distribuídas entre os cargos de Médico - ESF, Médico Pediatra - NASF, Nutricionista - NASF, Atendente de Consultório Odontológico e Agente Comunitário de Saúde.

Para concorrer aos cargos que tem vencimentos ofertados de R$ 863,85 a R$ 5.720,58, em jornadas de trabalho de 20 ou 40 horas por semana, acesse o site www.ibam-concursos.org.br, no período informado acima.

O valor da taxa de inscrição para cargos de ensino superior é de R$ 80,00, ensino médio R$ 60,00 e ensino fundamental R$ 40,00.

Serão destinadas aos portadores de deficiência 5% do total de vagas existentes, desde que a deficiência de que são portadores não seja incompatível com as atribuições do cargo a ser preenchido.

A prova escrita objetiva está prevista para ser aplicada no dia 31 de janeiro de 2016, no município de Imbituba/SC, e terão duração de três horas, sendo que o local e horário serão divulgados antecipadamente, no site www.ibam-concursos.org.br.

A validade do concurso e processo seletivo será de dois anos, prorrogável por igual período, a critério da Administração Municipal.

Concurso e Processo Seletivo Prefeitura de Águas Mornas - SC

A Prefeitura de Águas Mornas, no Estado de Santa Catarina, abre concurso e processo seletivo, com a intenção de contratar 13 profissionais de níveis fundamental, médio e superior, além de formar cadastro de reservas, visando integrar o quadro de pessoal do funcionalismo público municipal.

O edital nº 001/2015 de concurso público, tem oportunidades nos cargos de Auxiliar de Manutenção e Conservação, Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista, Operador de Máquina II, Assistente Administrativo, Técnico em Enfermagem, Técnico em Informática, Enfermeiro, Professor de Artes, Educação Física, Educação Infantil e Séries Iniciais.

No edital nº 002/2015 de processo seletivo, as chances são para Professor habilitado e não habilitado, nas disciplinas de Artes, Educação Física, Educação Infantil e Séries Iniciais.

As retribuições ofertadas aos contratados vai de R$ 788,00 a R$ 2.787,49, em carga horária de 40 horas por semana.

Os interessados devem realizar suas inscrições a partir do dia 2 até 31 de dezembro de 2015, através do endereço eletrônico: www.iobv.org.br.

A seleção dos inscrito se dá por meio de provas escrita objetiva, prática e análise de títulos, obedecendo os métodos de avaliação de cada cargo.

A prova objetiva será aplicada na data prevista de 17 de janeiro de 2016, em local e horário a serem comunicados com antecedência no site usado para a formalização das inscrições.

O gabarito preliminar está previsto para ser divulgado no dia seguinte ao de aplicação das provas, no site já citado.

A validade do concurso é de dois anos e do processo seletivo um ano, contado da publicação do ato de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do Poder Executivo.

Prefeitura de Cata Altas - MG anuncia processo seletivo

No Estado de Minas Gerais, a Prefeitura de Cata Altas, abriu edital n° 21/2015 de processo seletivo destinado ao recrutamento de pessoal para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público. Os ganhos para os aprovados vão até R$ 1.619.37 em carga horária de 40 ou 44 horas por semana.

As chances ofertadas são para os empregos de Motorista de Ambulância, Técnica em Enfermagem e Auxiliar de Farmácia (níveis fundamental e médio).

As inscrições serão realizadas pessoalmente até o dia 04 de dezembro de 2015, no horário das 08 às 11 horas e de 13h às 16h, em dia de expediente, no Departamento Pessoal, localizada na Praça Monsenhor Mendes, n°136, Centro, Catas Altas – MG.

Todos os inscritos passarão por prova objetiva, a ser aplicada provavelmente às 18h de 16 de dezembro de 2015, na Escola Municipal “Agnes Pereira Machado”.

A apresentação dos Títulos far-se-á através da entrega da cópia reprográfica dos documentos comprobatórios (Títulos) pessoalmente no Departamento Pessoal, até o dia 16 de dezembro de 2015 às 16 horas. O resultado final será divulgado até o dia 05 de janeiro de 2016.

O processo seletivo terá validade de 180 dias, contados a partir da homologação do resultado final.

Beneficência Portuguesa e Albert Einstein formam parceria

Projeto de cooperação na saúde brasileira que viabilizará o desenvolvimento de ações conjuntas nas áreas de Oncologia e Hematologia foi apresentado pelo Hospital Beneficência Portuguesa de São Paulo e pelo Hospital Israelita Albert Einstein

Essa parceria visa contribuir para a melhoria do acesso, prevenção e tratamento, em busca de mais qualidade de vida para os pacientes. Esta aliança começou as suas atividades em 25 de novembro de 2015. A iniciativa tem como objetivo compartilhar recursos e expertise do corpo clínico, aprimorar as práticas médicas e assistenciais, e potencializar a eficiência dos serviços prestados por essas instituições.

Com isso, a população passa a contar com a cooperação de dois hospitais que são referência no tratamento do câncer no Brasil, possibilitando maior acesso às inovações tecnológicas e de cuidados oferecidos aos pacientes.

“Hoje, com o aumento da proporção da população idosa, a demanda para serviços cada vez melhores e personalizados, nos incentivou a fazer uma aliança com outra instituição que tem o mesmo propósito”, explica Rubens Ermírio de Moraes, presidente da diretoria administrativa da Beneficência Portuguesa de São Paulo.

Segundo Claudio Lottenberg, Presidente do Einstein, a iniciativa trará grandes benefícios à população que procura tratamento do câncer. “Com um modelo inovador de aliança, teremos a possibilidade de compartilhar expertises e conhecimentos no combate à doença, contribuindo para a construção e disseminação de novos padrões de referência em Oncologia e Hematologia”.

A aliança permitirá a expansão das atividades de pesquisa, com a possibilidade de participação de pacientes nos diversos protocolos de tratamento em desenvolvimento pelas instituições, e de ensino em oncologia, com a utilização das importantes plataformas de capacitação de ambas as instituições.

Saúde Business

Doces e bebidas diets prejudicam os dentes tanto quanto os produtos com açúcar

Um novo estudo mostrou que os componentes ácidos dos produtos sem açúcar também prejudicam o esmalte dos dentes

Refrigerantes, bebidas esportivas e doces sem açúcar podem ser tão ou até mais prejudiciais aos dentes do que produtos adoçados. É o que diz um estudo realizado por pesquisadores da Universidade Melbourne, na Austrália.

No trabalho, os pesquisadores testaram o impacto na saúde dos dentes de 23 produtos entre doces, refrigerantes e bebidas esportivas açucarados e sem açúcar. Os resultados mostraram que a maioria dos produtos contribui para o amolecimento de 30% e 50% do esmalte dos dentes, incluindo aqueles sem açúcar. As informações são da rede americana CBS.

De acordo com os autores, isso acontece porque componentes, como aditivos ácidos e níveis baixos de pH (medida de acidez) amolecem o esmalte (tecido duro dos dentes), levando à erosão dentária.

"Muitas pessoas não sabem que reduzir a ingestão de açúcar não diminui o risco de cárie dentária causada pela mistura química de ácidos em alguns alimentos e bebidas", disse Eric Reynolds, um dos autores do estudo e presidente do Centro de Pesquisa Cooperativa de Saúde Oral da Universidade de Melbourne.

Uma dica para ajudar a proteger os dentes da erosão é olhar os rótulos dos produtos em busca de componentes ácidos e evitá-los. Entre eles, o ácido cítrico e fosfórico.

Veja

Comissão aprova indicação de doses restantes em inaladores de medicamentos

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou proposta que obriga os fabricantes de inaladores de medicamentos, como as chamadas “bombinhas de asma”, a instalar no produto mecanismo que mostre o número de doses restantes

O texto aprovado é o substitutivo do relator, deputado Celso Russomanno (PRB-SP), ao Projeto de Lei 120/15, do deputado Juscelino Filho (PMB-MA).

“A inserção de informações necessárias para assegurar a quantidade de doses que restam no medicamento é imprescindível para evitar a interrupção do uso”, ressaltou Russomanno.

O projeto original altera o Código de Defesa do Consumidor (Lei 8.078/90). O relator preferiu inserir a medida na Lei 6.360/76, que estabelece normas de vigilância sanitária para os medicamentos, por entender haver “maior pertinência temática”.

Pela proposta, se aprovada, a lei entrará em vigor no prazo de 180 dias após a publicação.

Tramitação
O projeto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Foto ilustrativa: Reprodução da Internet

CRF-PR e Câmara dos Deputados (íntegra da proposta)

Pílula anti-envelhecimento começa a ser testada em humanos no próximo ano

Segundo as pesquisas mais recentes em todo o mundo, é possível estender a longevidade em 50%, ou seja, poderemos viver saudáveis até os 120 anos

A primeira droga anti-envelhecimento do mundo será testada em humanos no próximo ano e pode resultar em pessoas que viverão saudáveis até seus 120 anos.

Mesmo que soe como ficção científica, pesquisadores já provaram ser possível que uma droga ligada ao tratamento de diabetes, a metformina, estende a vida de animais e, agora, a Anvisa norte-americana (FDA, na sigla em inglês) liberou o teste em humanos.

Se os testes forem bem-sucedidos, uma pessoa com 70 anos terá a saúde de 50 e, ainda mais espantoso, doenças com o Alzheimer e Parkinson farão parte da história.

"Quando você diminui a velocidade do envelhecimento, você também reduz as doenças e patologias ligadas a ele", afirma o especialista em envelhecimento do Instituto Buck na Califórnia.

DNA
O envelhecimento não é uma parte inevitável da vida já que todas as células contêm DNA que pode manter o corpo funcionando para sempre. Algumas criaturas marinhas, por exemplo, não envelhecem – ou sequer tornam-se fracas – com o passar do tempo.

Porém, na nossa existência, bilhões de divisões celulares ocorrem para manter o corpo funcionando corretamente e, quanto mais vezes uma célula se divide, mais problemas surgem até que não é mais mais possível reparar o estrago.

A metformina aumenta o número de moléculas de oxigênio em uma célula, o que parece turbinar sua longevidade e força. Os resultados dos testes em animais aumentaram seu tempo de vida em torno de 50%.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília com agências

Custo da saúde vai encarecer 37% com envelhecimento da população

A previsão aponta que em 2030 país seja majoritariamente de idosos, aumentando os gastos do SUSPEC que garante mais recursos, taxação de grandes fortunas e CPMF são formas de garantir financiamento do setor

O envelhecimento da população vai aumentar os gastos do setor de saúde em 37%, destacou o coordenador do Portal Saúde Amanhã, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), José Noronha.

O pesquisador participou do Fórum Internacional de Sistemas de Saúde Comparados, na Comissão de Seguridade Social e Família, nesta terça-feira (1º), que discutiu, sobretudo, o financiamento do setor.

A previsão da Fiocruz é que, em 2030, o Brasil seja um país majoritariamente de idosos, com mais de 40 milhões de pessoas com idade superior a 60 anos. Portanto, de acordo com José Noronha, haverá mais pessoas a serem cuidadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Receita corrente
Para dar conta desse aumento de gastos, ele defendeu a proposta que prevê a destinação de 10% da receita corrente bruta brasileira para a saúde. Além disso, segundo ele, “o Brasil precisa crescer” para enfrentar esse desafio.

Já a presidente do Conselho Nacional de Saúde, Maria do Socorro Souza, defendeu a aprovação rápida, pela Câmara, de proposta de emenda à Constituição que amplia gradualmente os recursos para o setor nos próximos seis anos (PEC1/15), que já foi aprovada por comissão especial e aguarda votação pelo Plenário. Pelo texto aprovado, o piso federal sobre a receita corrente líquida (RCL) será de 19,4% ao final de seis anos.

O ex-deputado Rogério Carvalho, doutor em saúde coletiva pela Unicamp, acredita que garantir um percentual da receita para a saúde não será suficiente, pois a arrecadação da União é instável. Além disso, ele ressalta que os gastos do setor aumentarão com a inovação tecnológica na área de medicina.

Taxação sobre fortunas
Carvalho defendeu a taxação sobre grandes fortunas, com destinação de parte dos recursos para a saúde, e lembrou que na legislatura passada seu relatório sobre o financiamento da saúde, o qual incluía essa taxação, foi rejeitado por comissão especial. 

Ele também considera fundamental definir a forma de rateio de recursos entre União, estados e municípios e que o financiamento seja atrelado à regra de avaliação de cumprimento de metas. Para ele, isso é essencial para garantir a transparência no setor.

O deputado Jorge Solla (PT-BA) também defendeu a taxação das grandes fortunas para garantir recursos para saúde. “É importante que tenhamos uma fonte estável de financiamento”, disse.

CPMF
O professor da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Áquilas Mendes, doutor em Ciência Econômica, defendeu não só a taxação sobre o patrimônio como a Contribuição sobre a Movimentação Financeira (CPMF) progressiva, para financiar a área de saúde.

Ele destacou o “subfinanciamento histórico" na área. Segundo ele, os municípios têm colocado mais recursos no setor do que estados e União. O professor também chamou atenção para “as elevadas transferências de recursos públicos para o setor privado” de saúde e criticou a aprovação, pelo Congresso, da Lei 13.097/15, que permitiu a entrada de capital estrangeiro na saúde.

O deputado Odorico Monteiro (PT-CE), que solicitou a realização do fórum, também defendeu a CPMF, com divisão tripartite dos recursos entre União, estados e municípios. Segundo ele, há "grande estrangulamento" nos municípios atualmente.

O parlamentar também é favorável à aprovação da PEC 1/15 para garantir o financiamento do SUS. "A universalidade do sistema ainda está muito no papel. Devemos garantir o acesso universal em tempo oportuno", apontou.

O deputado destacou que o financiamento do SUS também deve ser um dos grandes temas discutidos na etapa nacional da 15ª Conferência Nacional de Saúde, que começou nesta terça-feira em Brasília.

Foto: Elza Fiuza/Agência Brasil

iG

OMS emite alerta global sobre zika vírus e reconhece relação com microcefalia

Número de casos suspeitos de microcefalia em 2015 no Brasil é mais de 400% maior do que a média
Ao menos nove países já registraram ocorrências da doença, transmitida pelo mosquito que transmite o vírus da dengue

A Organização Mundial de Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde emitiram nesta terça-feira (1ª) um alerta mundial sobre a epidemia de zika vírus.

No comunicado aos países-membros, a organização pede que eles estabeleçam capacidade de diagnóstico da doença e que se preparem para um aumento no número de casos reforçando o atendimento pré-natal e neurológico.

O comunicado da organização reconheceu pela primeira vez oficialmente a relação entre o zika e os casos de microcefalia ao mencionar o estudo brasileiro do Instituto Evandro Chagas, que revelou a presença do vírus em um bebê microcéfalo.

"Há definitivamente uma conexão", afirmou à BBC Brasil em entrevista telefônica o especialista da organização, Dr. Marcos Espinal, diretor do departamento de doenças comunicáveis da Organização Pan-Americana de Saúde.

O documento divulgou mapas comparativos de 2014 e 2015, que corroboram a explosão de casos de microcefalia no Nordeste, onde os casos se multiplicaram 20 vezes.

"Há uma conexão entre as duas coisas, mas causalidade é uma outra história. Não podemos dizer 100% que é só o zika vírus a causa da microcefalia, ela pode ser atribuída a diversas questões. Há uma conexão porque há um evidente aumento nos casos de microcefalia no Brasil ao mesmo tempo em que há um surto de zika no País."

Nove países
Segundo a OMS, somente neste ano foram confirmados casos de zika em nove países das Américas. Brasil, Chile (na ilha de Páscoa), Colômbia, El Salvador, Guatemala, México, Paraguai, Suriname e Venezuela.

O primeiro caso na Colômbia foi registrado em outubro, no Estado de Bolívar. Desde então já foi constatada a presença do Zika em 26 das 36 unidades territoriais.

Em novembro foram observados os primeiros casos em El Slavador, Guatemala, México, Paraguai, Suriname e Venezuela.

"Quão grande é o problema? Bem, nas Américas nove países confirmaram a circulação do vírus", destacou o especialista.

Apesar de considerar a situação alarmante, Espinal ressaltou que a dimensão exata da epidemia ainda é uma incógnita: "Não sabemos ainda a real seriedade do risco", reconheceu.

"Como a doença tem sintomas suaves, muitos casos não são diagnosticados. Pode ser que tenhamos centenas de milhares de casos de zika e o número de casos de microcefalia seja eventualmente baixo", ponderou.

Gravidez
O documento da OMS não faz menção ao uso do controle de natalidade como modo de evitar os casos de microcefalia. A organização recomenda no entanto que grávidas evitem o contato com o mosquito transmissor.

O especialista ressaltou ainda que as mulheres não deveriam deixar de engravidar, mas sim fazerem um escolha consciente.

"Eu não daria o conselho de que todas as mulheres devem evitar a gravidez. É uma decisão delas". "Há um risco, mas ainda não sabemos. Não sabemos se o risco de o vírus vir a atravessar a placenta é alto ou baixo."

Foto: Edmar Melo JC Imagem

BBC Brasil / iG

Novo remédio pode reduzir até 60% do colesterol além dos medicamentos tradicionais

Em processo de aprovação pela Anvisa e já disponível nos EUA, anticorpo monoclonal complementa estatinas e pode tratar pessoas que não atingem níveis adequados de colesterol

Um dos desafios médicos é tratar pacientes que já não respondem mais às medicações disponíveis. No caso da hipercolesterolemia familiar (HF), uma condição genética que faz com que as pessoas tenham níveis altíssimos de colesterol, podendo levar a infartos precoces, alguns pacientes não conseguem chegar aos níveis corretos de LDL (colesterol “ruim”) com as estatinas e ezetimibe, medicamentos atualmente comercializados no Brasil.

Para preencher essa lacuna, há uma nova esperança medicamentosa que pode reduzir até 60% do colesterol LDL além das estatinas. Em processo de aprovação pela Anvisa no Brasil, o anticorpo monoclonal evolocumab já está aprovado nos Estados Unidos.

"Essa classe de drogas [inibidores da PCSK9] se mostrou segura, não há nada que as desabone, aparentemente. São drogas que, na minha opinião, vão mudar a história natural dessa doença, pois vamos realmente conseguir colocar pacientes dentro de valores que são compatíveis com a prevenção da doença cardiovascular", explica Raul Dias dos Santos Filho, diretor da Unidade Clínica de Lípides do Incor e professor associado no departamento de cardiopneumologia da faculdade de Medicina da USP.

O cardiologista conta que esse novo medicamento não está sendo indicado apenas para a hipercolesterolemia familiar, mas para pessoas com colesterol alto em geral. "O FDA aprovou sem estudo que provasse que essas drogas reduzem infarto. Há vários estudos grandes sendo feitos, em quase 60 mil pacientes", explica ele, sobre a urgência de ter novos medicamentos para reduzir o colesterol.

A hipercolesterolemia familiar atinge uma a cada 200 pessoas e pode levar à consequências cardiovasculares sérias, como infarto ou AVC. No caso dos homens, 25% deles infartam antes dos 40 anos e, as mulheres têm mais 10 anos de lambuja graças aos hormônios femininos protetores da saúde cardiovascular.

Entenda como o medicamento reduz o colesterol
O evolocumab, da farmacêutica Amgen, faz parte de uma nova classe de fármacos, os inibidores da PCSK9. Para reduzir o colesterol, o medicamento é aplicado em forma de injeção até duas vezes ao mês e impede a ação de uma proteína chamada PCSK9.

Para que o corpo “recolha” o colesterol LDL que está circulando na corrente sanguínea e pode se depositar nas artérias, causando as placas de aterosclerose e, posteriormente, obstruindo a passagem do sangue e levar a um infarto, é preciso ter os receptores de LDL. 

Esses receptores são fabricados pelo fígado e ficam na superfície dele “recolhendo” o LDL, levando para dentro do fígado para que ele possa ser degradado. Assim que o receptor “tem certeza” de que o LDL será destruído, ele volta para a superfície do fígado para captar mais LDL. Cada receptor consegue fazer isso por 150 vezes, e depois morre.

A proteína PCSK9, quando em plena atividade, “gruda” no receptor de LDL e, quando o receptor entra dentro do fígado carregando o LDL para que ele seja “jogado fora” do corpo, essa proteína faz com que esse mensageiro seja destruído junto. Ou seja, em vez de voltar à superfície da célula e fazer a mesma atividade por 150 vezes, ele apenas consegue degradar o LDL uma única vez. Isso faz com que restem poucos receptores na superfície do fígado captando o LDL para exterminá-lo, então a quantidade de colesterol aumenta no corpo, já que não há um “faxineiro”.

O evolocumab, anticorpo monoclonal que atua inibindo essa proteína PCSK9, gruda na proteína e não deixa que ela atrapalhe a ação do receptor de LDL, fazendo com que o fígado consiga trabalhar direitinho para eliminar o colesterol extra do corpo.

Administrado junto com as estatinas, que aumentam a capacidade do fígado de produzir mais receptores de LDL, a redução do colesterol é fantástica.

A expectativa da Amgen é que o medicamento seja aprovado no Brasil até o meio de 2016. Nos Estados Unidos o evolocumab foi aprovado no meio deste ano.

iG