Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 17 de maio de 2013

Curto-circuito atinge emergência pediátrica do Imip

Hivor Danierbe/LeiaJáImagens
Várias salas da emergência ficaram destruídas
50 crianças tiveram que ser retiradas do local às pressas
 
Na manhã desta sexta (17), um curto-circuito atingiu um ar-condicionado da emergência pediátrica do Instituto de Medicina Integrada Professor Fernando Figueira (Imip), localizado no Bairro dos Coelhos, área central do Recife e 50 crianças tiveram que ser retiradas do local. 
 
Por volta das 9h30, o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar o fogo. O curto-circuito atingiu várias salas do térreo da emergência que ficaram destruídas. Nenhuma das crianças ficaram feridas.  
 
“Ficamos bem nervosos. Mas a enfermeira transferiu a gente assim que a fumaça começou e ela soube controlar bem a situação. Agora estou aguardando outra sala para minha filha ficar”, disse Marilene Custódio, mãe de um bebê de dois meses.
 
Por precaução, o primeiro e o segundo andar que funcionavam o projeto Mãe Canguru e a oncologia foram interditadas. As mães e os bebês que estavam internados foram transferidos para outros andares do hospital e alguns tiveram que seguir para os hospitais Helena Moura e Maira Lucinda. 
 
De acordo com o IMIP, muitos médicos e enfermeiros chegaram na hora para acalmar as pessoas desesperadas, além das pessoas que ficaram em pânico na hora. Segundo a mãe de outro bebê, de quatro meses, Janaína de Souza, o momento foi complicado. ”De repente, as lâmpadas se apagaram e começou uma enorme fumaça. Quando pegamos nossos filhos e saímos, o Corpo de Bombeiros chegou para controlar a situação”, completou Marilene. 
 
Fonte Leia Já

Turma da UNIARARAS

 Encerramento do módulo Gestão de Farmácia Hospitalar com as enfermeiras da Pós Graduação em Administração Hospitalar com Foco em Acreditação da UNIARARAS
Maio 2013

Amil é condenada a rever reajuste e devolver dinheiro em planos coletivos

Divulgação
Sede da Amil: empresa não se manifestou
Decisão vale para contratos com micro e pequenas empresas; operadora deve recorrer
 
A Amil foi condenada a devolver dinheiro a clientes de contratos por adesão firmados com micro e pequenas empresas e que tiveram as mensalidades reajustadas com base no grau de utilização dos serviços médicos. A Justiça também obrigou a operadora a alterar as mensalidades que foram aumentadas com base nesse critério, conhecido como sinistralidade. 
 
A ação foi movida pela promotora Camila Mansour Magalhães da Silveira, do Ministério Público de São Paulo (MP-SP). Procurada, a Amil não se manifestou.
 
A decisão vale para contratos de todo o Brasil e foi mantida pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP). O acórdão foi publicado no Diário de Justiça no último dia 9. A sentença de primeira instância foi dada em 7 de maio de 2012.
 
A Amil deve apresentar um novo recurso ao TJ-SP e, possivelmente, em seguida tentar levar o assunto para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). A empresa deve continuar a argumentar que há uma ação semelhante no Rio de Janeiro, na qual teria obtido decisão favorável.
 
A Amil é a maior operadora de planos de saúde do Brasil, com 4.968.348 beneficiários de planos médicos e odontológicos. A empresa não esclareceu quantos desses fazem parte dos contratos que podem ser afetados pela decisão.
 
Coletivos por adesão
Os planos coletivos por adesão são aqueles em que uma empresa contrata uma operadora e os empregados decidem se querem aderir ou não. Em dezembro de 2012, havia 6.549.250 pessoas com esse tipo de plano, o que representa 13,7% dos beneficiários de planos médicos do Brasil.
 
Nesses casos, assim como em qualquer plano coletivo, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) permite que as operadoras apliquem o chamado reajuste por sinistralidade. Por ele, as operadoras podem corrigir a mensalidade do cliente de acordo com a utilização dos serviços médicos. Ou seja, quanto mais os beneficiários usam o plano, mais caro ele fica.
 
O argumento das operadoras é que a correção da mensalidade sob esse critério permite manter o equilíbrio financeiro do contrato. Para os críticos, como o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), a cláusula é abusiva por transferir o risco do contrato para o cliente.
           
Como nos contratos coletivos os índices de reajustes são livres (não precisam ser avaliados pela ANS), a aplicação do critério da sinistralidade pode levar a correções muito superiores à inflação. No caso que fez o MP-SP a acionar a Amil,  a empresa havia reajustado em 1.000% a mensalidade de uma pequena empresária de São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, entre novembro de 2009 e janeiro de 2010. 
 
Reajuste sem controle
O relator do processo no TJ-SP, juiz Marcelo Fortes Barbosa Filho, argumentou no acórdão que o critério por sinistralidade permite às operadoras aplicar o reajuste que quiserem, livre do controle do cliente. Segundo o texto, a fórmula usada pelas operadoras é incompreensível para o cliente, o que torna inviável uma possível contestação.
 
"A fórmula de reajuste adotada ostenta evidente hermetismo e confere, à apelante [Amil], a possibilidade de, sem qualquer controle do contratante, adotar os percentuais que desejar, obstada ou, ao menos, muito dificultada qualquer impugnação", diz o acórdão.
 
A decisão, se for mantida, pode significar que a Amil terá de corrigir o valor dos planos coletivos afetados pela mesma regra que é aplicada aos planos individuais. Isso porque, diz o texto da sentença de primeira instância, a operadora deverá e aplicar o “índice da ANS”. Esse, possivelmente, é o indicador definido pela agência todos os anos para corrigir as mensalidades dos planos individuais e familiares, que, em média, foi de cerca de 8% ao ano de 2000 a 2012.
 
Além das correções, e de devolver o que os clientes pagaram a mais por causa do critério da sinistralidade, a Amil deverá declarar nula, nos contratos já firmados, a cláusula que permite tal reajuste, e deixar de incluí-la nas novas adesões, segundo o juiz. A multa por descumprimento é de R$ 5 mil por contrato.

Fonte iG

Equipe cria dispositivo portátil 'vestível' capaz de monitorar pulsação arterial

Pele flexível é pequena o suficiente para usar em uma bandagem.
Foto: L.A. Cicero
Pele flexível é pequena o suficiente para usar em uma bandagem
Monitor cardíaco, usado sob um adesivo no pulso, é sensível para detectar artérias rígidas e problemas cardiovasculares
 
Cientistas da Universidade de Stanford, nos EUA, desenvolveram um monitor cardíaco portátil capaz de medir a pulsação arterial que é mais fino do que uma nota de dólar e com as dimensões de um selo postal.
 
O monitor flexível como uma camada de pele, usado sob um curativo adesivo no pulso, é sensível o suficiente para ajudar os médicos a detectar artérias rígidas e problemas cardiovasculares.
 
O dispositivo poderia um dia ser usado para rastrear continuamente a saúde do coração e oferecer aos médicos um método mais seguro de medir um sinal vital importante para pacientes recém-nascidos e pacientes em cirurgias de alto risco.
 
"O pulso está relacionado com a condição da artéria e da condição do coração. Quanto melhor o sensor, melhor os médicos podem detectar os problemas antes que eles se desenvolvam", afirma a pesquisadora Zhenan Bao.

Seu pulso
Para encontrar seu pulso, pressione o dedo indicador e médio na parte inferior de seu pulso oposto. Você deve sentir o ritmo constante de seu coração, com ele bombeia sangue em suas veias.

Cada batida que você sente é na verdade composta de dois picos distintos, mesmo que você não possa distingui-las apenas com os dedos. O primeiro e maior pico é o coração bombeando sangue. Logo após a batida do coração, a parte inferior do corpo envia uma onda que reflete de volta para o sistema arterial, criando um segundo pico menor.
 
Os tamanhos relativos dos dois picos podem ser usados por médicos especialistas para medir a saúde do coração.
 
"Você pode usar a razão entre os dois picos para determinar a rigidez da artéria, por exemplo. Se houver uma mudança na condição do coração, o padrão da onda vai mudar", explica o pesquisador Gregor Schwartz.
 
Para tornar o monitor cardíaco tanto sensível quanto pequeno, a equipe usou uma camada intermediária fina de borracha coberta com pequenas saliências de pirâmide. Cada pirâmide é feita de apenas alguns mícrons de diâmetro, menores que um glóbulo vermelho humano.
 
Quando é colocada pressão no aparelho, as pirâmides deformam-se ligeiramente, mudando o tamanho da abertura entre as duas metades do dispositivo. Esta alteração na separação provoca uma mudança mensurável no campo eletromagnético e no fluxo de corrente no dispositivo. Quanto maior a pressão colocada no monitor, mais as pirâmides se deformam e maior a variação do campo eletromagnético.
 
Quando o sensor é colocado no pulso de uma pessoa usando um adesivo, o sensor pode medir a onda de pulso da pessoa que se repercute através do corpo.
 
O dispositivo é tão sensível que pode detectar mais do que apenas os dois picos de onda de pulso. Quando os engenheiros olharam para a onda sentida pelo dispositivo, eles notaram pequenas saliências na cauda da onda de pulso, invisíveis aos sensores convencionais.
 
Bao acredita que essas flutuações poderiam ser usadas para diagnósticos mais detalhados no futuro.
 
Os médicos já utilizam sensores similares, embora muito mais volumosos, para acompanhar a saúde do coração do pacientes durante cirurgias ou quando tomam um novo medicamento. No futuro, a equipe acredita que o dispositivo pode ajudar a manter o controle de outro sinal vital.
 
"Em teoria, este tipo de sensor pode ser usado para medir a pressão sanguínea. Uma vez que você é calibrado, você pode usar o sinal de seu pulso para calcular a pressão arterial", observa Schwartz.
 
Este método não invasivo de monitoramento da saúde do coração poderia substituir dispositivos inseridos diretamente em uma artéria, chamado de cateteres. Estes cateteres criam um risco elevado de infecção, tornando-se impraticáveis para recém-nascidos e em doentes de alto risco. Assim, um monitor externo como esse poderia fornecer aos médicos uma maneira mais segura para reunir informações sobre o coração, especialmente durante cirurgias infantis.
 
A equipe está trabalhando com outros pesquisadores de Stanford para tornar o dispositivo completamente sem fio. Usando a comunicação sem fio, os médicos poderiam receber o status do coração minuto-a-minuto do paciente via telefone celular.

 
Fonte isaude.net

Preço de medicamentos genéricos varia até 1129% em farmácias de SP

Pesquisa foi realizada no mês de abril em 15 farmácias de cinco regiões de São Paulo
Foto: Elza Fiúza/ABr
Pesquisa foi realizada no mês de abril em 15 farmácias
de cinco regiões de São Paulo
Em média, os medicamentos genéricos são 54,58% mais baratos que os de referência. Procon orienta consumidor a pesquisar preços
 
Pesquisa do Procon de São Paulo constatou que medicamentos genéricos têm uma variação de preços de até 1129% em farmácias da capital. O Paracetamol 200 mg/ml em gotas, 15 ml, custava R$ 0,89 em uma farmácia e R$ 10,94 em outro estabelecimento. Nos remédios de referência, a maior diferença (280%) foi encontrada no Amoxil (Amoxicilina): custava R$ 14,67 em um estabelecimento e R$ 41,08 em outro. Em média, os medicamentos genéricos são 54,58% mais baratos que os de referência.

A pesquisa foi realizada no mês de abril, em 15 farmácias de cinco regiões da cidade. Foram pesquisados 58 medicamentos, sendo 29 genéricos e 29 de marca. "Estas variações só confirmam o que sempre orientamos ao consumidor: pesquisar é uma poderosa ferramenta para que o consumidor economize e evite os abusos praticados no mercado", afirma o diretor executivo do Procon, Paulo Arthur Góes.

O Procon também realizou levantamento em municípios do interior. A maior variação entre os genéricos foi entre duas farmácias de Bauru: 1.143% também para o Paracetamol. Entre os remédios de marca, também em Bauru, o Dexason apresentou a maior diferença: 354% entre farmácias diferentes.

São José dos Campos foi o município em que foi constatada a maior diferença entre o remédio de marca e o genérico: 57%. A menor diferença, 44,46%, foi encontrada em Presidente Prudente.
 
Fonte isaude.net

Mulheres magras têm 39% mais risco de desenvolver endometriose

Mecanismos que podem ser responsáveis pela ligação entre o IMC e o risco de endometriose não são claros
Mecanismos que podem ser responsáveis pela ligação entre
o IMC e o risco de endometriose não são claros
Mulheres magras têm 39% mais risco de desenvolver endometriose
 
Mulheres magras têm um risco maior de desenvolver endometriose do que as mulheres com obesidade mórbida. É o que revela estudo publicado no Journal of Human Reproduction.
 
O estudo mostrou que o risco de endometriose foi 39% menor em mulheres com índice de massa corporal (IMC) superior a 40 kg/m2 em comparação com as mulheres com IMC normal entre 18,5 e 22,4 kg/m2.
 
Segundo os pesquisadores, a associação foi mais forte no grupo de mulheres que eram inférteis, aquelas que estavam tentando engravidar há mais de um ano. Houve uma taxa significativamente menor de endometriose (62%) entre as obesas em comparação com aquelas com IMC normal.
 
Os autores do estudo reforçam que, apesar de suas descobertas estabelecerem evidência firme de uma ligação entre a endometriose e o IMC, ele não classifica o baixo IMC como causa da endometriose. "É importante notar que, apesar da força da evidência da associação entre o peso corporal e a endometriose, inferências sobre a causalidade ou o processo fisiopatológico subjacente a estas relações não podem ser feitas", afirmam os autores.
 
Os mecanismos que podem ser responsáveis pela ligação entre o IMC e o risco de endometriose não são claros, mas os pesquisadores apontam para a possibilidade de que o IMC em uma idade mais jovem pode ter uma influência sobre a saúde mais tarde na vida, e também que a síndrome do ovário policístico (SOP) é mais comum entre as mulheres obesas e o efeito que tem sobre a menstruação e hormônios pode desempenhar um papel na redução ou desaceleração do crescimento das lesões endometriais.
 
"Mais pesquisas são necessárias para entender os mecanismos biológicos subjacentes às associações que vimos em nosso estudo. Manter um peso corporal saudável durante toda a infância, adolescência e idade adulta está associada a uma infinidade de benefícios para a saúde conhecidos. O estudo não sugere que as mulheres com obesidade mórbida são, de alguma forma, mais saudáveis do que as mulheres magras. É mais provável que os fatores relacionados com a infertilidade, que é mais comum entre os muito obesos, estejam ligados ao risco reduzido de endometriose", afirma a primeira autora do estudo Divya Shah, da University of Iowa Hospitals and Clinics, nos EUA.
 
A equipe acredita que a descoberta de que as mulheres magras têm um maior risco é uma informação útil para os médicos ao fazer um diagnóstico. Além de significar também que pesquisas futuras podem se concentrar nestas mulheres para descobrir as causas, a fim de desenvolver tratamentos que podem ajudar a prevenir o desenvolvimento da doença.
 
 
Fonte isaude.net

Droga consegue evitar infertilidade após quimioterapia

Antes, o importante era aumentar a sobrevida, agora é garantir que
 essa vida seja de qualidade
Cientistas descobriram que medicamento é capaz de proteger os ovários durante o tratamento
 
Um dos principais efeitos colaterais de tratamentos de câncer em mulheres jovens — a falência prematura dos ovários e a infertilidade —, que era bem conhecido, mas pouco compreendido, acaba de ganhar uma explicação e de quebra, uma possibilidade de ser evitado.

Um estudo feito por pesquisadores israelenses e publicado na edição desta quinta-feira (16) da revista científica Science Translational Medicine avaliou o mecanismo de ação de um quimioterápico conhecido como ciclofosfamida — droga de uma geração mais antiga e que compõe coquetéis de tratamento principalmente para casos de câncer de mama.
 
Investigando seu efeito em camundongos fêmeas, os pesquisadores observaram que o medicamento, ao mesmo tempo em que impede a proliferação de células cancerígenas, acaba promovendo o crescimento de folículos presentes no ovário. Esses folículos são aglomerados de células que contêm, cada um, um óvulo. Ao longo da vida de uma mulher, a cada mês um pequeno número desses folículos começa a crescer até atingir a maturidade, quando ocorre a ovulação. Com o envelhecimento, esse número de folículos vai diminuindo.
 
Os pesquisadores descobriram que a ciclofosfamida acelera esse processo, fazendo com que todos os folículos comecem a crescer. E, uma vez que se inicia o amadurecimento, o caminho é sem volta. O reservatório, por fim, acaba sendo esvaziado. Daí a infertilidade.
 
A boa notícia é que os cientistas, liderados por Lital Kalich-Philosoph, descobriram que outra droga, apelidada de AS101, foi capaz de proteger os ovários durante o tratamento. Os camundongos que receberam a medicação juntamente com a quimioterapia mantiveram mais folículos em seus ovários após o tratamento do que aqueles que só tomaram o remédio anticâncer. E, quando elas acasalaram algum tempo depois, conseguiram ter tantos filhotes quanto animais que não tinham passado pelo tratamento.

A droga está em fase 2 de teste clínico — ou seja, está sendo investigado se ela pode ser considerada segura para humanos. Mas até se traduzir em um possível tratamento para mulheres ainda tem uma longa distância.

Primeiramente, explica a oncologista Solange Moraes Sanches, do A.C. Camargo Cancer Center, é preciso saber se outras drogas quimioterápicas agem nos ovários do mesmo modo que a ciclofosfamida. “Em geral, se sabe que praticamente todas têm esse efeito de infertilidade, em maior ou menor grau, e de modo temporário ou permanente.” Depois, é preciso ver se a AS101 teria o mesmo desempenho diante dessas outras medicações.

Qualidade
Hoje essa é uma questão importante nos tratamentos de mulheres jovens. E, como não há droga que evite a infertilidade, a saída é congelar óvulos ou até embriões. “Antes, o importante era aumentar a sobrevida, agora é garantir que essa vida seja de qualidade.
 
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Governo brasileiro gasta menos com saúde que a média mundial

No Brasil, esse gasto per capta não chegou a R$ 950
(US$ 466) por ano
Mais da metade das necessidades de saúde de um brasileiro é paga pelo próprio cidadão
 
O governo brasileiro gasta menos que a média mundial com a saúde de seus cidadãos. Dados divulgados nesta quarta-feira (15) em Genebra pela OMS (Organização Mundial da Saúde) indicam que o País de fato avançou na última década em relação aos investimentos na área. O resultado, porém, ainda o coloca em uma posição inferior à média global. Hoje, mais da metade das necessidades de saúde de um brasileiro é paga pelo próprio cidadão, não pelos serviços públicos.

As informações foram divulgadas na semana que antecede a Assembleia Mundial da Saúde, em Genebra. Na ocasião, será feita uma avaliação do setor no mundo. Está prevista a participação de ministros da Saúde de vários países, entre eles o brasileiro Alexandre Padilha.
 
Segundo os dados, os gastos públicos mundiais com a saúde de cada cidadão chegou a quase R$ 1.200 (US$ 571) por ano em 2010, a última cifra disponível em escala mundial. No Brasil, esse gasto per capta não chegou a R$ 950 (US$ 466) por ano.
 
A OMS destaca que, em uma década, o orçamento do setor no País cresceu quatro vezes. Em 2000, o governo destinava R$ 215 (US$ 107) à saúde de cada cidadão. Mas esse aumento não foi suficiente para acabar com a profunda distância do Brasil em relação aos países ricos.

Os Estados Unidos gastam anualmente, per capita, US$ 3,7 mil; na Holanda, são US$ 4,8 mil e na Noruega, US$ 6,8 mil. Na outra ponta dos investimentos está o Congo, na África, com US$ 4 per capita por ano, e a Libéria, com US$ 8.

A OMS também ressaltou a defasagem que existe entre o Brasil e a média mundial em relação ao porcentual do orçamento público investido na saúde. De acordo com a organização, 15,1% do orçamento público do mundo vai para a saúde - no País, a taxa era de 10,7% em 2010; entre os demais países emergentes, 11,7%. Dez anos antes, o governo brasileiro destinava apenas 4,1%.

Segundo a OMS, dos gastos totais de um cidadão com saúde, o governo brasileiro cobre 47% do valor, anualmente. A taxa é superior aos 40% observados em 2000. Isso significa que o brasileiro está gastando, em termos porcentuais, menos dinheiro do próprio bolso para custear sua saúde.

No entanto, mais uma vez, o índice está abaixo da conta global. Na média mundial, governos garantem 56% de cobertura. Nos demais países emergentes, a taxa é um pouco superior à do Brasil: 48%.

Nos últimos dez anos, o brasileiro passou a gastar significativamente mais dinheiro com saúde. Somando gastos privados e investimentos do Estado, cada cidadão investe hoje US$ 990 por ano na própria saúde. No ano 2000, esse valor era de apenas US$ 265.

Expectativa de vida
Se os gastos públicos brasileiros ainda não alcançaram a média mundial, a expectativa de vida aumentou de forma significativa nos últimos 20 anos, informou na quarta-feira, 15, a OMS.

No início dos anos 1990, uma pessoa vivia no Brasil uma média de 67 anos. Em 2011, essa expectativa atingiu os 74 anos. Nos países ricos, há dois anos a taxa era de 80 anos.
 
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fato de que 62% dos trabalhadores de saúde russos fumam desagrada governo

Lei antitabaco russa entre em vigor a partir de 1º de junho
 
Dois terços dos trabalhadores da área da saúde russos fumam, enquanto na União Europeia são apenas 3%, lamentou nesta quinta-feira (16) a vice-ministra russa de Saúde, Tatiana Yákovleva.
 
"Nada menos que 62% dos funcionários da Saúde russo fumam. Insisto, na Europa são entre 2% e 3%", disse a vice-ministra, citada pela agência "Interfax", em uma conferência realizada em um centro de medicina preventiva de Moscou.
 
Além disso, continua-se fumando em muitos hospitais e centros médicos do país, embora não em todos, ressaltou Tatiana.
 
"De quem seguir o exemplo, em quem confiar? Sabe-se que 70% da população ativa russa afirma que confia nos médicos, nos trabalhadores da saúde. Pois comecemos por nós mesmos" a promover hábitos de vida saudáveis, defendeu a vice-ministra de Saúde.
 
Tatiana lembrou que embora a lei antitabaco russa entre em vigor a partir de 1º de junho, a maioria dos médicos não trabalham com os pacientes para que eles deixem o tabaco.
 
Fonte Efe

Uma mastectomia é feita a cada 40 minutos no Brasil

Mais de 50 mil mulheres passaram pela mastectomia radical
Dado não considera os procedimentos feitos por hospitais particulares
 
Desde 2008, 63,5 mil brasileiras fizeram cirurgia de remoção dos seios para tratamento de câncer pelo SUS (Sistema Único de Saúde) em todo o País. Esse número equivale a uma cirurgia realizada a cada 40 minutos nos últimos cinco anos. Os dados, do Departamento de Informática do SUS (Datasus), não consideram ainda os procedimentos feitos por hospitais particulares.
 
Mais de 50 mil mulheres passaram pela mastectomia radical. A cirurgia é semelhante a realizada pela atriz americana Angelina Jolie, que anunciou a retirada completa das mamas nessa terça-feira (14). No entanto, ao contrário do procedimento preventivo da atriz, no Brasil as cirurgias de remoção parcial ou completa dos seios só são realizadas pelo SUS em casos já confirmados de câncer.

Direito à plástica
Os dados revelam ainda que apenas 10% dos procedimentos cirúrgicos pela rede pública de saúde foram acompanhadas de plásticas reconstrutoras. Após a remoção das mamas para o tratamento de câncer, as brasileiras esperam, em média, de dois a cinco anos por uma cirurgia reconstrutora.
 
Há duas semanas, a presidente sancionou uma lei que busca alterar essa realidade. A medida, que já está em vigor, obriga o SUS a fazer a plástica reconstrutora no mesmo dia da mastectomia. Nos casos em que não houver condições para a reconstrução imediata, a plástica deve ser feita logo após a permissão médica.

Em 2010, o câncer de mama matou 12.853 pessoas no Brasil. Entre 2005 e 2010, o índice de mortalidade da doença avançou 25%.
 
Fonte R7

Alerta: Anvisa suspende lote de anabolizante falsificado

Os produtos com descrição de lote no cartucho CE00971
e descrição de lote no frasco CE00888 nunca foram
comercializados pela empresa
De acordo com agência, são dois lotes de pó injetável
 
A Anvisa determinou, nesta quarta-feira (15), a suspensão da distribuição, comércio e uso, em todo País, de dois lotes do anabolizante Hormotrop (somatropina), pó para suspensão injetável, por se tratar de objeto de falsificação.
 
Segundo o Laboratório Químico Farmacêutico Bergamo, fabricante do medicamento original, os produtos com descrição de lote no cartucho CE00971 e descrição de lote no frasco CE00888 nunca foram comercializados pela empresa.
 
A Agência também suspendeu a distribuição, comércio e uso do lote 95231 do dispositivo intravenoso 23G Med Vein,  fabricado pela empresa Med Goldman. O lote  apresentou resultado insatisfatório para o ensaio de aspecto (presença de corpo estranho no interior do invólucro). A empresa deve recolher o lote do mercado.
 
Já os produtos Glifage XR 500mg, Glucovance 250mg/1,25mg, Glucovance 500mg/2,5mg, Glucovance 500mg/5mg e Glucovance 1000mg/5mg, fabricados pela Merck Santé, tiveram sua importação suspensa.
 
Durante inspeção na empresa, localizada na França, a Anvisa verificou o não cumprimento das exigências regulamentares no que se refere às Boas Práticas de Fabricação.
 
Fonte R7

Epidemia da Aids se propaga na Rússia, situação é 'crítica'

A epidemia de Aids continua se propagando na Rússia, onde o número de óbitos e novos casos não para de aumentar, tornando a situação "crítica", segundo especialistas, que denunciam a falta de uma estratégia de prevenção.
 
"A situação na Rússia é crítica. Estamos nos aproximando do que acontece na África", advertiu nesta quinta-feira o diretor do Centro Federal russo de luta contra a Aids, Vadim Pokrovski, durante entrevista coletiva em ocasião do Dia Mundial em Memória das Vítimas da Aids, no próximo domingo.
 
Em 2012 foram registrados 69.849 novos casos de Aids na Rússia ou seja, 12% a mais do que em 2011 (62.384 casos), segundo dados oficiais russos.
 
O número de mortes provocadas pela Aids na Rússia também continua aumentando, passando de 18.414 em 2011 para 20.511 em 2012, o que representa um aumento de 11,4%.
 
"Não temos estratégia nacional alguma de luta contra a Aids. O Estado gasta 19 bilhões de rublos (470 milhões de euros) anuais no diagnóstico e no tratamento das pessoas que já contraíram o vírus da Aids, e só 200 milhões de rublos (5 milhões de euros) vão para os programas de prevenção", reforçou Pokrovski.
 
O aumento do número de mortes na Rússia está vinculado ao fato de que com frequência os soropositivos começam o tratamento antirretroviral "tarde demais", já que os médicos hesitam em receitar medicamentos caros demais, explicou Pokrovski.
 
Os especialistas constatam "uma generalização da epidemia de Aids", que agora não afeta apenas os grupos de risco (dependentes químicos, prostitutas), mas todas as camadas da sociedade, destacou o especialista.
 
Fonte R7

Homens que tomam remédios têm 50% mais chance de ter disfunção erétil, revela estudo

Homens que tomam remédio a base de
opioides podem ter disfunção erétil
De acordo com estudo, substâncias usadas para tratar dores nas costas podem fazer mal
 
Homens que tomam analgésicos para dor nas costas têm 50% mais chances de terem disfunção erétil. É o que sugere uma nova pesquisa norte-americana publicada nesta terça-feira (15) na revista Spine.
 
De acordo com o autor da pesquisa, Richard A. Deyo, do Centro de Kaiser Permanente de Pesquisa em Saúde, os pacientes que tomam analgésico do tipo opioides (conhecidos como hidrocodona, oxicodona e morfina) por um longo período de tempo têm o maior risco de disfunção. Para chegar a esta conclusão, os estudiosos fizeram análise de registros de saúde de 11 mil pacientes.
 
Ainda segundo a pesquisa, homens com mais de 60 anos de idade têm mais chances de ter disfunção que os mais  jovens. Mais de 12% dos homens estudados que assumiram terem tomado opioides em baixas doses (com menos de 120 mg) durante pelo menos quatro meses sofriam de disfunção.
 
De acordo com Deyo, isso "não significa que esses medicamentos causam disfunção erétil, mas os pacientes e os médicos devem estar cientes de quando decidir se estas medicações devem ser usados ​​para tratar a dor nas costas".
 
— Não há dúvida de que para alguns pacientes o uso de opioides é apropriado, mas também há cada vez mais evidências de que o uso a longo prazo pode levar à dependência, overdoses fatais, apneia do sono, quedas em idosos, diminuição da produção de hormônios, e agora disfunção erétil.
 
Depressão e uso de sedativos hipnóticos, como os benzodiazepínicos também aumentaram a probabilidade do homem desenvolver a disfunção.
 
Fonte R7

Transtornos mentais afetam até 20% dos jovens nos Estados Unidos

Até 20% das crianças e adolescentes nos Estados Unidos sofrem de algum transtorno mental, como ansiedade, depressão ou déficit de atenção, segundo uma ampla pesquisa federal publicada esta quinta-feira.
 
"De 13% a 20% dos jovens entre 3 e 17 anos que vivem nos Estados Unidos sofrem de transtorno mental" e esta tendência se agrava, destacaram os autores do estudo, realizado entre 2005 e 2011.
 
O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é o mais comumente diagnosticado (em 6,8% das crianças e adolescentes), seguido dos transtornos de conduta (3,5%), ansiedade (3%), depressão (2,1%), distúrbios do espectro autista (1,1%) e síndrome de Tourette (0,2%), um transtorno neuropsiquiátrico caracterizado por múltiplos tiques físicos e vocais.
 
Os sintomas dos transtornos mentais mudam com a idade e podem se manifestar pelas dificuldades para jogar, aprender, falar ou controlar as emoções, informaram os pesquisadores da agência federal dos Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças (CDC), que realizou o estudo.
 
Os primeiros sintomas costumam aparecer na primeira infância, mas também podem surgir durante a adolescência. O autismo aparece nas crianças, principalmente entre os meninos, com idades compreendidas entre 6 e 11 anos, afirmaram os cientistas.
 
O estudo também mostrou que 4,7% dos adolescentes (12 a 17 anos) consomem regularmente drogas, 4,2% caem na dependência ao álcool e 2,8% em cigarros.
 
Os meninos são mais afetados do que as meninas pelos déficits de atenção, por distúrbios de comportamento e de espectro autista, por ansiedade, pela síndrome de Tourette e pela dependência em cigarros.
 
O suicídio é mais comum entre os adolescentes do sexo masculino. Mas as adolescentes do sexo feminino são mais propensas à depressão e aos problemas com o álcool.
 
Em 2010, o suicídio foi a segunda causa principal de morte entre adolescentes depois dos acidentes, segundo a pesquisa.
 
Fonte R7

Telemedicina deve ser integrada ao Registro Eletrônico de Saúde

Especialista em telemedicina afirma que existe a necessidade do desenvolvimento de sistemas de telemedicina que incorporem e integrem elementos centrais do registro eletrônico de saúde. Veja como:
 
Um observador veterano de telemedicina acha que é o momento de todas as diversas tecnologias agrupadas sob tal orientação serem integradas à medicina predominante, para que os pacientes possam receber os cuidados apropriados de serviços de saúde adequados nos locais certos, enquanto reduzem o desperdício e duplicam esforços.
 
Em um longo editorial para a publicação Telemedicine and eHealth, Rashid Bashshur, diretor de telemedicina do Sistema de Saúde da Universidade de Michigan, argumentou, também, que essa forma de entrega de cuidados é essencial para organizações de cuidado responsável (ACOs, na sigla em inglês).
 
“Se construído da forma apropriada, uma rede de telemedicina completa de serviços poderia oferecer a fundação para uma ACO de sucesso”, escreveu ele. “Introduziria a mudança organizacional necessária no processo de entrega, em vez de simplesmente fazer com que o antigo sistema opere eletronicamente”.
 
Em uma entrevista para a InformationWeek Healthcare, Bashshur definiu telemedicina como “um sistema de cuidados em que o provedor e o receptor dos cuidados não estão no mesmo local, ao mesmo tempo”, mas utilizam a TI para se comunicar. No entanto, acrescentou ele, certos aspectos da tecnologia móvel de saúde, como aplicativos de fitness e bem-estar, que os pacientes utilizam em seus smartphones sem a interação com prestadores de serviços de saúde, também entrariam na categoria.
 
Em seu comentário, Bashshur disse que existe a necessidade do desenvolvimento “de sistemas de telemedicina que incorporem e integrem elementos centrais da reforma dos serviços de saúde, como EHR [registro eletrônico de saúde], MU [uso significativo], HIE [troca de informações de saúde] e ACO”.
 
Como ele integraria telemedicina a EHRs? Para começar, observou Bashshur em entrevista, um provedor de serviços de saúde que se encontra, virtualmente, com um paciente via telehealth, deve criar um EHR para aquele paciente. A informação pode, então, ser transferida para um PHR (Registro Pessoal de Saúde), que o paciente pode consultar em um portal, que também permite a comunicação com outros serviços de saúde para o mesmo paciente.
 
Quando se trata do monitoramento móvel e domiciliar, a situação se torna mais complexa, disse ele, porque o volume absoluto de dados pode, facilmente, sobrecarregar os provedores. Parte da solução, afirmou Bashshur, está na forma “como os registros eletrônicos são organizados. Alguns sistemas permitem o acesso ao ponto específico em questão e outros fazem com que você passe por uma enorme quantidade outras informações. Existem formas como o EHR pode ser organizado para simplificar o processo de busca”.
 
Entretanto, ainda é difícil separar informações relevantes das irrelevantes em uma enorme corrente de dados. Os EHRs de hoje são incapazes de fazer isso (embora o fornecedor de EHR, eClinicalWorks, prometa um novo recurso para lidar com esse desafio no futuro). Portanto, alguns provedores de serviços de saúde – inclusive o Sistema de Saúde da Universidade de Michigan – têm gestores de cuidado filtrando os dados que chegam de monitoramento para detectar mudanças nas condições dos pacientes. No Sistema de Saúde da Universidade de Michigan, por exemplo, as enfermeiras devem ligar para pacientes com insuficiência cardíaca congestiva se eles ganharem mais de 1 kg em um dia.
 
Mas, não está claro se as enfermeiras estão sempre observando os dados e interpretando-os corretamente, destacou Bashshur. A automação, disse ele, pode aprimorar o processo “reduzindo variações individuais em julgamentos. Não pode ser questão do que esta ou aquela enfermeira pensou naquele momento específico. Deve ser um protocolo padrão que é aplicado com uniformidade. E, além disso, quando há um alerta vermelho, ele deve provocar uma ação. Algo deve ser feito”.

De modo geral, disse ele, ACOs e outras organizações que cuidam da saúde populacional precisam de redes de telemedicina com serviços completos para engajar pacientes nos cuidados com sua própria saúde e no aprimoramento de seu comportamento de saúde. Isso é crítico, afirmou, se quiser manter as pessoas saudáveis e gastar menos com serviços de saúde.
 
Redes de telemedicina, disse ele, podem ser usadas para oferecer cuidados preventivos e educação ao paciente, assim como para diagnosticar e tratar algumas condições menos sérias por meio de consultas via telehealth. Com a telemedicina, “não é necessário todos irem a um consultório médico para tratar problemas simples. Você pode identificar o problema antes do paciente vir”. Se o paciente precisar da consulta pessoalmente, um especialista em um centro médico acadêmico como o UMHS pode atendê-lo, acrescentou ele. Em outros casos, o problema pode ser resolvido remotamente e o paciente encaminhado ao clínico geral de sua comunidade.
 
Fonte Saudeweb

Amostras laboratoriais devem ser transportadas em embalagem específica

Para o coordenador da Abramed, Luiz Gastão Rosenfeld, a mudança na regulamentação melhora a operação dos laboratórios clínicos
 
A partir deste 16 de maio, os laboratórios clínicos devem transportar as amostras de material biológico colhidas de pacientes em embalagem específica. A determinação está em nova norma da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) (Resolução nº 4.081, de 11 de abril de 2013) que alterou a RN 420, de 2004, da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).
 
Para o coordenador da Câmara Técnica da Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (ABRAMED), Luiz Gastão Rosenfeld, a mudança na regulamentação melhora a operação dos laboratórios clínicos. “Ela vem ao encontro de uma solicitação da Abramed, que realizou várias gestões junto a diversos órgãos públicos, inclusive a ANTT”, afirmou Rosenfeld, que representa a entidade que contempla, em volume, mais de 48% do setor de diagnóstico do Brasil.
 
O médico explica que a partir de agora, as amostras devem vir acondicionadas em uma embalagem definida pela Norma p650, que tem três níveis de contenção. “Muda também a nomenclatura do UN 3373 que passa a ser denominado Amostra para Diagnóstico, em vez de Material Infectante”, afirma.
 
Antes da nova regra, as amostras laboratoriais eram consideradas como material infectante o que exigia que o seu transporte fosse feito em veículos com placas esclarecendo que eram produtos perigosos. “Os riscos de transporte de uma amostra e de pessoas da população, em geral, são os mesmos. Na prática, o risco em acidentes de extravasar sangue dos tubos de amostra com embalagem tripla é menor e de volume menor que o sangramento que pode ocorrer nas pessoas. Estes fatos levaram a modificação das Normas Internacionais”, conclui Rosenfeld.
 
Fonte Saudeweb

Revalidação de diplomas médicos pode ser regulada por lei

Proposta, aprovada pela Comissão de Assuntos Sociais, visa dar status de lei ao exame que já existe atualmente, o Revalida
 
A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, nesta quarta-feira (15), projeto de lei que cria o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por universidades estrangeiras. A proposta, do senador Paulo Davim (PV-RN), visa dar status de lei ao exame que já existe atualmente, o Revalida, que atualmente é regido somente por portaria interministerial (Portaria 278/2011). Agora, a matéria será examinada pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) e, em caráter terminativo, pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE).
 
O propósito de um exame de revalidação de diplomas é avaliar os conhecimentos e habilidades dos médicos formados no exterior e verificar se as competências são equivalentes às exigências brasileiras.
 
De acordo com o projeto (PLS 138/2012), o exame será elaborado com base em matriz de correspondência curricular definida pela União e aplicado pelas universidades federais. A prova poderá ser composta por duas etapas: uma de questões objetivas e discursivas e, outra, de habilidade clínica prática.
 
Exame da OAB
Na avaliação do autor, o procedimento precisa ser regido por lei e aplicado de forma padronizada em todo o país, inclusive a médicos brasileiros.
 
“O assunto é sério e merece perenidade. Devemos preservar a qualidade dos serviços prestados à população. Um erro médico pode ser catastrófico”, alertou Paulo Davim, ao registrar ser favorável à instituição de exame de ordem para médicos, nos moldes da prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
 
Também a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu a aplicação de exame aos médicos brasileiros para habilitá-los ao exercício da medicina. Para ela, a medida não apenas preserva o exercício correto e ético da atividade médica, como protege a população de maus profissionais.
 
Apesar de considerar mais dinâmico o processo realizado por meio de portarias, o senador Humberto Costa (PT-PE), que é médico e foi ministro da Saúde, reconheceu a importância de padronizar os exames feitos pelas universidades federais. O senador disse que as provas feitas são de tal complexidade que impede a aprovação até mesmo de profissionais com boa formação e, segundo ele, não aprovaria nem os brasileiros.
 
A prioridade do governo é alocar médicos brasileiros para atuação em todo o país, afirmou Humberto Costa. A adoção de programa governamental para trazer médicos estrangeiros deve-se à carência desses profissionais em determinadas áreas do país. O programa, explicou, será pelo prazo de três anos e, depois, será revista a necessidade de sua continuação.
 
Para Humberto Costa, é necessária a intervenção do Estado para resolver a falta de médicos. Ele ressaltou que o problema acontece porque o número de profissionais formados não aumentou na mesma proporção do crescimento populacional, além de haver estímulo à concentração desses profissionais nos grande centros urbanos e falta de infraestrutura no interior. O senador pediu que as associações de médicos contribuam com sugestões para solucionar o problema da má distribuição de médicos no território brasileiro
 
“A primeira coisa que temos que cobrar [das associações médicas] é o seguinte: qual é a responsabilidade de vocês para garantir médicos nos lugares onde não têm? Vocês estão dispostos a propor o quê? A partir daí, a gente começa a discutir”, disse o senador.
 
Audiência
Na avaliação do presidente da CAS, senador Waldemir Moka (PMDB-MS), o assunto precisa ser mais bem discutido em audiência pública conjunta com a Comissão de Educação, “para fazer uma radiografia de corpo inteiro”. O senador informou que recebe diversas manifestações e contestações a respeito da matéria. A ideia é debater o tema com os ministros da Saúde, Alexandre Padilha, e da Educação, Aloizio Mercadante, bem como com representantes dos médicos.
 
Waldemir Moka ainda leu moção de apoio aos médicos brasileiros, assinada por representantes dos países reunidos no VI Fórum Iberoamericano de Entidades Médicas (Fiem), realizado na Ilha de São Miguel, Açores (Portugal) e enviada à CAS.
 
O documento condena a proposta do governo de permitir que médicos com diplomas expedidos no exterior atuem no Brasil sem revalidação do título. Segundo o documento, a flexibilização dos critérios de acesso ao exercício da Medicina por estrangeiros pode colocar em risco a qualidade de assistência à população e não resolver o problema da distribuição desses profissionais em todas as regiões do país. Além do Brasil, a moção foi assinada por associações médicas da Argentina, Bolívia, Costa rica, Espanha, Paraguai, Portugal, Peru, Uruguai e Venezuela.
 
Fonte Agência Senado

Concurso Hospital Regional de Osasco - SP

O Hospital Regional "Dr. Vivaldo Martins Simões" - Osasco realiza concurso para provimento de 23 vagas

Inscrições:
20 a 29 de maio de 2013, na Rua Ari Barroso, nº. 355 - Presidente Altino - Osasco - 2º Andar - Próximo Ao Anfiteatro ou pelo www.saude.sp.gov.br

Valor:
R$ 42,31.

Cargo:
Técnico de Enfermagem.

Remuneração:
R$ 1.028.74

Provas:
Prova Objetiva: 7 de julho
Haverá Avaliação de Títulos

Concurso Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros - SP

O Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros - SP realiza seleção para preenchimento de 1 vaga

Inscrições:
7 a 17 de maio de 2013, na Avenida Celso Garcia, nº 2.477, sala 102, Belenzinho, São Paulo - SP.

Seleção:
Haverá Análise Curricular

Cargo:
Médico Pediatra - Neonatologia

Concurso Hospital Infantil Darcy Vargas - SP

O Hospital Infantil Darcy Vargas de São Paulo, realiza seleção para preenchimento de 4 vagas

Inscrições:
6 a 25 de maio de 2013, no Serviços Humanos do respectivo hospital, Rua Doutor Seráphico de Assis, nº 34, Jardim Guedala, São Paulo - SP.

Cargo:
Médicos - Pneumologia Pediátrica

Seleção:
Haverá Análise Curricular

Concurso Governo do Distrito Federal

O Governo do Distrito Federal realiza concurso para provimento de vagas para a Secretaria de Estado de Saúde

Inscrições:
13 e 17 de maio

Cargos:
Anestesiologia (80 vagas), Cardiologia (40 vagas), Cirurgia Geral (65 vagas), Medicina Intensiva - Adulto (80 vagas), Medicina Intensiva - Pediátrica (10 vagas), Neurologia (40 vagas) e Psiquiatria (35 vagas).

Remuneração:
R$ 10.412,00 a R$ 20.824,00.

Seleção:
Haverá análise curricular

Concurso Governo de Santa Catarina - SES/SC

O Governo de Santa Catarina (SES-SC) realiza concurso para provimento de 4 vagas para Médicos Especialistas em Neonatologia no Hospital Regional São José "Dr. Homero de Miranda Gomes"

Inscrições:
Até 23 de maio de 2013 pelo www.saude.sc.gov.br ou na Secretaria de Estado da Saúde (Rua Esteves Júnior, nº. 160, 3º andar, centro, Florianópolis) ou no Hospital Regional São José Dr. Homero de Miranda Gomes (Rua Adolfo Donato da Silva, s/nº, Praia Comprida, São José)

Seleção:
Haverá análise curricular

Remuneração:
R$ 7.074,23

Concurso Governo de Santa Catarina - Maternidade Darcy Vargas

O Governo de Santa Catarina realiza concurso para preenchimento de 4 vagas para a a Maternidade Darcy Vargas, em Joinville.

Inscrições:
Até 21 de maio pelo www.saude.sc.gov.br ou na rua Esteves Júnior, nº. 160, 3º andar, centro, Diretoria de Gestão de Pessoas, Florianópolis ou na Maternidade Darcy Vargas, na rua Miguel Couto, nº. 44, Anita Garibaldi, Joinville

Cargo:
Médico - Ginecologia e Obstetrícia

Remuneração:
R$ 7.074,23

Seleção:
Haverá prova de títulos

Concurso Governo de Santa Catarina

O Governo de Santa Catarina realiza seleção para preenchimento de 117 vagas para a Secretaria de Justiça e Cidadania

Inscrições:
20 de maio a 4 de junho, pelo www.sjc.sc.gov.br ou na rua Frei Caneca, nº. 400, Bairro Agronômica, Florianópolis) e na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Joinville (rua Nove de Março, nº. 817, Bairro Centro).

Cargos:
Instrutor de Mecânica, Informática, Artes Cênicas, Agrícola e de Jardinagem, Técnico em Atividades Administrativas, Técnico em Atividades de Saúde - Técnico de Enfermagem; e Agente de Segurança Socioeducativo, Assistente Social, Cirurgião-Dentista, Enfermeiro, Médico, Pedagogo e Psicólogo.

Remuneração:
R$ 972,00 a R$ 1.799,91

Provas:
Haverá prova de títulos

Concurso BHTrans/MG

A Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte S/A (BHTRANS - MG), Minas Gerais, realiza concurso para provimento de 118 vagas

Inscrições:
De 20 de maio a 21 de junho, pelo www.gestaodeconcursos.com.br ou na avenida Presidente Antônio Carlos, nº. 6.627, Unidade Administrativa II, 3º andar, campus Pampulha/UFMG

Valor:
R$ 45,00 e R$ 75,00.

Remuneração:
R$ 1.146,00 a R$ 5.287,96.

Provas:
Haverá provas objetivas e de redação.

Cargos:
Médio - Atendente, Operador de Central de Atendimento, Técnico de Administração, Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico de Transporte e Trânsito, Técnico em Contabilidade, Técnico em Eletrônica, Técnico em Enfermagem do Trabalho, Técnico em Mecânica;

 Superior - Advogado, Analista Contábil, Analista de Administração e Finanças, Analista de Comunicação Social, Analista de Gerenciamento de Projetos, Analista de Gestão da Informação, Analista de Recursos Humanos, Analista de Sistemas de Tráfego, Analista de Tarifas e Custos, Analista de Transporte e Trânsito nas áreas de Engenharia Civil e Arquitetura, Assistente Social, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro Eletroeletrônico, Engenheiro Mecânico, Médico do Trabalho e Pedagogo.

Concurso Conselho Regional de Nutricionistas da 4 Região

cadastro reserva para Rio de Janeiro/RJ, Vitória/ES, Macaé/RJ, Petrópolis/RJ e Volta Redonda/RJ.

Inscrições:
Até 23 de maio de 2013.

Valor:
R$ 45,00 a R$ 60,00

Cargos:
Ensino Médio - Assistente Administrativo, Auxiliar Administrativo, Assistente Técnico em Informática e Assistente Técnico em Nutrição e Dietética;
Ensino Superior - Fiscal Nutricionista e Secretário Executivo Jr.

Remuneração:
R$ 1.030,00 a R$ 3.100,06

Provas:
Haverá prova objetiva e análise de títulos

Concurso Conselho Regional de Enfermagem do Pará - Coren/PA

O Conselho Regional de Enfermagem do Pará (Coren - PA) realiza concurso para provimento de 28 vagas para Belém, Santarém, Altamira, Marabá, Redenção

Inscrições:
5 de abril a 17 de maio

Valor:
R$ 70,00 e R$ 90,00

Remuneração:
R$ 1.152,31 a R$ 4.070,00

Cargos:
Médio - Técnico Administrativo;
Superior - Fiscal.
Cadastro de reserva
Superior - Analista de Tecnologia da Informação, Contador e Administrador.

Concurso Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência - AVAPE

A Associação para Valorização de Pessoas com Deficiência - AVAPE realiza concurso para preenchimento de vagas e formação de cadastro reserva

Inscrições:
De 15 de maio a 9 de junho pelo www.consulplan.net

Cargos:
Nível Superior: Advogado (2), Professor de Educação Física (7), Psicopedagogo (3), Assistente Social (27), Coordenador Técnico da Assistência Social (6), Dentista (4), Enfermeiro (12), Enfermeiro Obstetra (1), Fonoaudiólogo (1), Médico - ESF (27), Médico Clínico (7), Médico Anestesista (1), Médico Ginecologista Obstetra Plantonista (10), Médico Ginecologista Obstetra (1), Médico-Cirurgião Geral (1), Médico Neurologista (1), Médico Oftalmologista (1), Médico Pediatra Plantonista (2), Médico Psiquiatra (2), Médico Urologista (1), Médico Plantonista - Urgência e Emergência (36), Nutricionista (2), Psicólogo (25), Terapeuta Ocupacional (2);

 Nível Médio: Técnico de Enfermagem (8), Assistente Administrativo (3), Assistente de Gestão de Farmácia (1), Auxiliar de Enfermagem (10), Auxiliar de Saúde Bucal (21), Auxiliar Social (2), Coordenador Administrativo (1), Educador de Rua (2), Educador Social (4), Ludotecário (1), Monitor de Acompanhamento Escolar (1), Monitor de Arte Educação (1), Monitor de Artes Marciais (1), Monitor de Artesanato (1), Monitor de Atividades Lúdicas (1), Monitor de Banda (1), Monitor de Bordado (1), Monitor de Confecção (1), Monitor de Corte e Costura (2), Monitor de Dança (2), Monitor de Hip Hop (1), Monitor de Informática (2), Monitor de Musicalização (1), Monitor de Teatro (1), Monitor de Atividades Circenses (1), Monitor de Jazz (1);

 Nível Fundamental: Apontador de Ponto (1), Atendente de Serviços (14), Auxiliar Administrativo (34), Auxiliar de Gestão de Farmácia (5), Auxiliar de Manutenção Predial (1), Cuidador de Idosos (3), Motorista (5), Recepcionista (17), Telefonista (4);

 Nível Fundamental Incompleto: Açougueiro (1), Auxiliar de Cozinha (2), Auxiliar de Serviços Gerais (19), Cozinheiro (7), Porteiro (2), Segurança (1).

Provas:
Haverá provas objetivas e provas práticas

Concurso CRTR ‐ 10ª Região (PR)

O Conselho Regional de Técnicos em Radiologia 10ª Região, no estado do Paraná, por meio do Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social, abriu edital normativo N° 01/2013 de concurso público destinada à formação de cadastro de reserva do quadro de pessoal do CRTR‐PR.

As vagas ofertadas são para os cargos de auxiliar de serviço geral, agente administrativo, agente fiscal, técnico em contabilidade, advogado e contador (níveis fundamental, médio e superior), com salários variados de R$ 779,66 a R$ 2.279,12.

O candidato aprovado terá jornada de trabalho semanal de 40 horas para todos os cargos. O contrato de trabalho se dará pelo regime celetista, ou outro que vier a substituí‐lo.
 
Inscrições
Será admitida a inscrição exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.quadrix.org.br, solicitada no período entre 10 horas de 16 de maio e 23 horas e 59 minutos do dia 11 de julho de 2013.
 
Taxas
- R$ 30,00 para o cargo de nível fundamental;
- R$ 40,00 para os cargos de nível médio e
- R$ 55,00 para os cargos de nível superior.
Provas, Gabaritos e Validade
A prova objetiva será realizada na cidade de Curitiba (PR), considerando o horário de Brasília, terá a duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 21 de julho de 2013, no turno da tarde. Ao candidato só será permitida a participação na prova, na respectiva data, horário e local divulgados no endereço eletrônico de inscrição e no comprovante definitivo de inscrição, que será disponibilizado na data provável de 17 de julho de 2013.

O gabarito preliminar será divulgado na data provável de 22 de julho de 2013. Já o resultado final do concurso será homologado pelo CRTR‐PR na data provável de 20 de setembro de 2013.

O concurso tem validade de 02 (dois) anos, podendo ser prorrogado por igual período, a contar da data de homologação do certame.

Prefeitura de Porto Lucena - RS abre vagas

A Prefeitura de Porto Lucena, no estado do Rio Grande do Sul, lançou os editais 01/2013 de concurso público e processo seletivo para o preenchimento de 36 vagas e a formação de cadastro reserva em cargos de nível superior, médio e fundamental. Os salários podem chegar a 3.084,56 por jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais.  
 
As vagas disponibilizadas por meio do concurso são para Auxiliar de Saúde Bucal, Assistente Social, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico, Nutricionista, Odontólogo, Psicólogo, Técnico em Radiologia, Agente de Controle Interno, Advogado Público Municipal, Monitor de Informática, Mestre de Mecânica. Já as oportunidades oferecidas pelo processo seletivo são para Agente Comunitário de Saúde, Agente Visitador e Agente de Combate às Endemias.
 
A inscrição será efetuada exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico www.premierconcursos.com.br, até 10 de junho de 2013. A taxa varia de R$ 37,84 a R$ 113,52.
 
De acordo com o edital, o concurso público constará de Prova Escrita (eliminatória e classificatória) para todos os cargos. O dia, horário e local serão divulgados no edital de homologação das inscrições, com antecedência mínima de 08 dias.
 
O certame tem validade de dois anos, a partir da data de homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado por mais 02 anos, a critério da Administração Municipal de Porto Lucena.

Prefeitura de Fraiburgo (SC) lança edital de processo seletivo

A Prefeitura de Fraiburgo, estado de Santa Catarina, lançou os extratos dos editais n° 0025 e 0026/2013, ambos sobre a abertura de processo seletivo, com a finalidade de contratar Farmacêutico-Bioquímico e Psicólogo. Todas as admissões serão realizadas em caráter temporário.

As inscrições serão recebidas até o dia 21 de maio de 2013, das 08h30 as 11h30 horas e das 14 às 17 horas, em dias de expediente, na Secretaria de Administração e Planejamento, Departamento de Gestão de Pessoal, localizada na Av. Rio das Antas, 185, Centro, município de Fraiburgo/SC.
 
Informações adicionais podem ser obtidas na Prefeitura de Fraiburgo, pelo telefone (49) 3256-3013.
O extrato do edital encontra-se publicado no Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina, de 16 de maio de 2013, pág. 81.

Concurso Prefeitura de Pinhais (PR)

A Prefeitura de Pinhais, no estado do Paraná, publicou edital de concurso público n° 003/2013, com a intenção de preencher 113 vagas em cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários variam de R$ 961,70 a R$ 4.619,90 por carga horária de 20 e 40 horas semanais.
 
O concurso público será executado pela Fundação de Apoio à FAFIPA. Aos portadores de deficiência, serão reservados 5% do número total de vagas providas durante a validade do  concurso, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com a deficiência.

Cargos
As vagas são para os cargos de assistente de operador de usina de asfalto e concreto, auxiliar operacional, operador de máquina, operador de usina de asfalto e concreto, eletricista, motorista III, assistente administrativo, auxiliar de saúde bucal, técnico em informática, técnico em topografia, bibliotecário, educador desportivo, engenheiro químico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, geógrafo, instrutor de artes, médico ginecologista, médico infectologista, médico pediatra e professor.

Inscrições e Taxas
As inscrições serão realizadas até às 12h00min do dia 14 de junho de 2013, observado horário oficial de Brasília – DF, através do endereço eletrônico www.fafipa.org/concurso. As taxas variam de R$ 33,50 a R$ 100,00 de acordo com o cargo escolhido.

Provas
A seleção para os cargos compreenderá exames para aferir conhecimentos e habilidades, mediante aplicação de prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, para todos os cargos, prova prática, de caráter classificatório e eliminatório, para os cargos de assistente de operador de usina de asfalto e concreto, auxiliar operacional, eletricista, motorista III, operador de máquina I, operador de máquina II, operador de usina de asfalto e concreto e técnico em topografia, prova física, de caráter classificatório, para o cargo de auxiliar operacional, prova de desempenho didático, de caráter classificatório e eliminatório, para os cargos de educador desportivo, instrutor de artes – artes cênicas, instrutor de artes – artes visuais, instrutor de artes – dança, instrutor de artes – música e professor e prova de títulos, de caráter classificatório, para todos os cargos de nível superior, assistente de operador de usina de asfalto e concreto, motorista III, operador de máquina I, operador de máquina II e operador de usina de asfalto e concreto.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 14 de julho de 2013, em horário e local a ser informado através de edital disponibilizado no endereço eletrônico www.fafipa.org/concurso e no Cartão de informações do candidato.

O Cartão de informação do candidato com o local de prova deverá ser emitido no endereço eletrônico www.fafipa.org/concurso a partir de 25 de junho de 2013.

Gabaritos e Validade
O gabarito preliminar e o caderno de questões da prova objetiva serão divulgados 01 (um) dia após a aplicação da prova objetiva, no endereço eletrônico www.fafipa.org/concurso.

O concurso tem prazo de validade de 2 anos, a contar da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Administração Municipal de Pinhais.

Prefeitura de Campo Novo do Parecis – MT promove processo seletivo

Com o objetivo de atender as demandas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), a Prefeitura de Campo Novo dos Parecis, no estado do Mato Grosso, promove processo seletivo (edital 04/2013) para contratação temporária de profissionais da área de saúde.
 
Há 08 oportunidades para Técnico da Saúde/Técnico de Enfermagem e Agente Operacional da Saúde/Condutor de Veículos de Urgência.
 
O período das inscrições será do dia 23 de maio a 07 de junho de 2013, na Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Rua Paraná, nº 810.
 
As provas objetivas serão aplicadas provavelmente no dia 23 de junho de 2013, às 7 horas, na Escola Nossa Senhora Aparecida, situada na Avenida Mato Grosso, nº 1502, Centro. O certame também constará de prova de títulos, que será realizada nos dias 08 e 09 de julho de 2013, das 07 às 10 horas e das 13 às 15 horas.
 
O resultado final do processo seletivo será anunciado no dia 26 de julho de 2013.

FHEMIG - MG realiza processo seletivo

A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG) publicou edital de processo seletivo n° 03/2013. O certame oferece 01 vaga com salário de R$ 3.249,10 para o cargo de Analista de Gestão e Assistência à Saúde (função de Farmácia Hospitalar). O contratado irá atuar em substituição de servidores efetivos em licença, cumprindo jornada de 40 horas semanais, em regime de plantão ou diarista.
 
A ocupação exige formação superior na área de atuação, acrescida da comprovação da Especialização em uma das seguintes áreas: Farmácia Hospitalar, Farmácia em Saúde Pública, Farmacologia, Ciências Farmacêuticas ou Epidemiologia, bem como registro no respectivo Conselho de Classe.
 
A inscrição acontecerá de 9h do dia 17 maio até as 17h do dia 24 maio de 2013, de acordo com horário oficial de Brasília, e será efetuada por meio do preenchimento de ficha cadastral e currículo no sítio eletrônico www.fhemig.mg.gov.br.
 
A seleção dos candidatos será realizada por meio de análise curricular, de caráter classificatório e eliminatório, e entrevista, que deverá ocorrer a partir do dia 12 de junho de 2013, em local e horário a serem divulgados, por meio do site www.fhemig.mg.gov.br.
 
O resultado final Pós-Recurso Homologado será divulgado na data provável de 19 de junho de 2013, a partir das 17h.
 
O prazo de validade do processo seletivo é de 6 (seis) meses, contados da data de homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.
 
O edital está disponível na página da Fhemig, seção "Como ingressar na Fhemig" ("Seleção Simplificada").

Concurso Prefeitura e Câmara de Nova Santa Helena - MT

No município de Nova Santa Helena, estado do Mato Grosso, foi publicado o extrato do edital nº. 001/2013 para realização de concurso público na Prefeitura e Câmara de Vereadores. São ofertadas 49 vagas de níveis fundamental, médio e superior e a remuneração varia de R$ 678,00 a R$ 9.350,00, por jornada de trabalho de 20 e 40 horas semanais.
 
Cargos
Prefeitura: Merendeira/Cozinheira, Auxiliar de Educação Infantil, Agente de Combate às Endemias, Auxiliar de Serviços Gerais, Eletricista, Gari, Inseminador, Motorista, Operador de Máquinas Leves/Pesadas, Operador de Escavadeira, Zelador, Agente Administrativo I/II, Almoxarife, Auxiliar de Saneamento, Recepcionista, Fiscal Tributário, Orientador Social, Técnico em Enfermagem, Técnico em Higiene Dental, Vigilante Sanitário, Analista Técnico Administrativo, Assistente Social, Bioquímico, Contador, Controlador Interno, Enfermeiro, Farmacêutico, Fonoaudiólogo, Médico (Clínico Geral, Ginecologista/Obstetra, Neurologista, Oftalmologista e Otorrinolaringologista), Odontólogo, Psicólogo e Técnico em Gestão de Projetos.
Câmara: Zeladora, Recepcionista, Secretário Legislativo e Contador.
 
Inscrição
As inscrições serão efetuadas do dia 1º a 23 de junho de 2013, através do site www.novasantahelena.mt.gov.br.
 
A taxa de inscrição é de:
 
Nível fundamental: R$ 30,00 e 40,00;
Nível médio: R$ 60,00;
Nível superior: R$ 60,00 e 120,00.
 
Prova
O certame será composto de prova objetiva, subjetiva, prática e título tempo de serviço.
 
A prova objetiva e subjetiva I/II serão realizadas na data provável de 14 de julho de 2013, das 08h às 12h e das 14h às 17h, em local a ser divulgado juntamente com a homologação das inscrições a partir do dia 28 de junho de 2013, no site www.novasantahelena.mt.gov.br. O gabarito será divulgado a partir do dia 15 de julho de 2013.
 
O título de tempo de serviço deverá ser entregue na mesma data e local de realização das provas objetiva e subjetiva.
 
O extrato encontra-se disponível no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 16 de maio de 2013, pág. 111 e 112.

Concurso Prefeitura e Câmara de Nova Santa Helena - MT

No município de Nova Santa Helena, estado do Mato Grosso, foi publicado o extrato do edital nº. 001/2013 para realização de concurso público na Prefeitura e Câmara de Vereadores. São ofertadas 49 vagas de níveis fundamental, médio e superior e a remuneração varia de R$ 678,00 a R$ 9.350,00, por jornada de trabalho de 20 e 40 horas semanais.
 
Cargos
Prefeitura: Merendeira/Cozinheira, Auxiliar de Educação Infantil, Agente de Combate às Endemias, Auxiliar de Serviços Gerais, Eletricista, Gari, Inseminador, Motorista, Operador de Máquinas Leves/Pesadas, Operador de Escavadeira, Zelador, Agente Administrativo I/II, Almoxarife, Auxiliar de Saneamento, Recepcionista, Fiscal Tributário, Orientador Social, Técnico em Enfermagem, Técnico em Higiene Dental, Vigilante Sanitário, Analista Técnico Administrativo, Assistente Social, Bioquímico, Contador, Controlador Interno, Enfermeiro, Farmacêutico, Fonoaudiólogo, Médico (Clínico Geral, Ginecologista/Obstetra, Neurologista, Oftalmologista e Otorrinolaringologista), Odontólogo, Psicólogo e Técnico em Gestão de Projetos.
Câmara: Zeladora, Recepcionista, Secretário Legislativo e Contador.
 
Inscrição
As inscrições serão efetuadas do dia 1º a 23 de junho de 2013, através do site www.novasantahelena.mt.gov.br.
 
A taxa de inscrição é de:
 
Nível fundamental: R$ 30,00 e 40,00;
Nível médio: R$ 60,00;
Nível superior: R$ 60,00 e 120,00.
 
Prova
O certame será composto de prova objetiva, subjetiva, prática e título tempo de serviço.
 
A prova objetiva e subjetiva I/II serão realizadas na data provável de 14 de julho de 2013, das 08h às 12h e das 14h às 17h, em local a ser divulgado juntamente com a homologação das inscrições a partir do dia 28 de junho de 2013, no site www.novasantahelena.mt.gov.br. O gabarito será divulgado a partir do dia 15 de julho de 2013.
 
O título de tempo de serviço deverá ser entregue na mesma data e local de realização das provas objetiva e subjetiva.
 
O extrato encontra-se disponível no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 16 de maio de 2013, pág. 111 e 112.

SESAB promove processo seletivo para contratações pelo REDA

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (SESAB) abriu edital n° 02/2013 de  processo seletivo simplificado para a contratação de pessoal, por tempo determinado, em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA). São ofertadas 150 vagas para profissionais de níveis médio e superior.

A remuneração para os cargos de Nível Superior é constituída pelo vencimento básico de R$ 841,62, acrescido de gratificação equivalente a R$ 1.687,26 (total: R$ 2.528,88). Já para os cargos de Nível Médio, a remuneração é constituída pelo vencimento básico no valor de R$ 690,70, acrescida de uma Gratificação de Função equivalente a R$ 583,88, perfazendo um total mensal de R$ 1.274,58. Poderá ser acrescida à remuneração o adicional por insalubridade, observada a legislação específica.

Para a Função Temporária haverá na remuneração o acréscimo de auxilio transporte. A jornada de trabalho será de 180 horas mensais, estando os ocupantes das respectivas Funções Temporárias submetidos a regime jurídico específico.

Cargos
- Nível Superior: Enfermeiros e Fisioterapeutas;
- Nível Médio: Técnicos em Enfermagem.

Inscrições
As inscrições ficarão abertas, exclusivamente via internet, no período de 24 a 30 de maio de 2013, por meio do endereço eletrônico www.saude.ba.gov.br.

Seleção
O Processo Seletivo Simplificado será constituído de uma única etapa: Análise Curricular, que terá caráter eliminatório e classificatório. A lista dos candidatos habilitados para a Análise Curricular, desde que estejam classificados em até 10 vezes o número de vagas, será publicada pela SESAB oportunamente.

Validade e contratações
O prazo de validade do certame será de 1 ano, contado da data da Homologação do seu Resultado Final, podendo ser prorrogado. As contratações se darão pelo prazo determinado de até 24 meses, com possibilidade de renovação por igual período, porém uma única vez.

Prefeitura de Serafina Corrêa (RS) abre vagas

No estado do Rio Grande do Sul, a prefeitura da cidade de Serafina Corrêa publicou o edital nº. 089/2013 de concurso público e o de processo seletivo nº. 001/2013. Os certames destinam-se a selecionar 34 novos servidores públicos para ocupação de cargos de níveis fundamental, médio e superior, com remunerações que podem chegar a R$ 9.161,44 por jornada de trabalho de 20 a 44 horas semanais.
 
Cargos
Cozinheiro, Atendente de Farmácia, Atendente de Consultório Dentário, Técnico em Enfermagem, Médico (Anestesiologista, Clínico Geral, Ginecologista Obstetra, Pediatra, Plantonista e Auditor Revisor), Professor de Séries Finais do Ensino Fundamental na disciplina de Artes, Almoxarife e Agente Comunitário de Saúde. Às pessoas com deficiência são asseguradas 5% das vagas previstas.

Inscrição
As inscrições, no valor de R$ 44,08, serão realizadas até às 23 horas e 59 minutos do dia 06 de junho de 2013, pelo site www.pontuaconcursos.com.br.

Prova
O concurso constará de prova objetiva e de títulos para Professor de Séries Finais do Ensino Fundamental, na disciplina de Artes.
 
A prova objetiva está prevista para ser realizada no dia 30 de junho de 2013, em locais e horários que serão divulgados no Diário Oficial do Estado, Jornal do Comércio, Folha Regional, Jornal Gazeta Regional e em caráter meramente informativo nas Rádios Odisséia-FM e Rosário-AM.
 
As cópias autenticadas em cartório dos títulos deverão ser encaminhadas via SEDEX para a empresa Pontua Prestação de Serviços em Concursos Ltda, situada à Rua Costa Lima, 239, Bairro Nonoai, 91.720-480 - Porto Alegre/RS, nos dias a serem determinados através de aviso e/ou edital que será publicado no Diário Oficial do Estado, Jornal do Comércio, Folha Regional, Jornal Gazeta Regional e em caráter meramente informativo nas Rádios Odisséia-FM e Rosário-AM.
 
Validade
A validade do concurso público e do processo seletivo será de 2 anos a partir da data da publicação da homologação da classificação final, podendo ser prorrogado pelo prazo máximo de 2 anos, a critério dos entes envolvidos da Administração Municipal.

Concurso Prefeitura de Guarani d`Oeste - SP

A Prefeitura de Guarani d'Oeste, no estado de São Paulo, por meio da empresa FSV Concursos, divulgou edital resumido nº 02/2013 de concurso público destinado ao provimento de 14 vagas em cargos de níveis fundamental, médio/técnico e superior, com salários de até R$ 2.472,10 por carga horária de 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de assistente geral da administração, enfermeiro padrão, preparador físico desportivo, assistente de departamento, assistente de serviços gerais, auxiliar de enfermagem, monitor de serviços gerais, operador de equipamento rodoviário, pedreiro/eletricista/encanador e operário braçal.
 
As inscrições deverão ser realizadas somente pela internet, através do site www.fsvconcursos.com.br, no período das 10 horas de 27 de maio até às 16 horas de 02 de junho de 2013. As taxas variam de R$ 35,00, R$ 50,00 e R$ 65,00 de acordo com o cargo escolhido.
 
Todos os atos oficiais relativos ao Concurso serão publicados em Jornal de Circulação no Município de Guarani D'Oeste e nos endereços eletrônicos www.guaranidoeste.sp.gov.br e www.fsvconcursos.com.br.
 
As datas previstas, para aplicação da prova objetiva, serão as especificadas oportunamente no edital de convocação.
 
O Edital completo acha-se publicado no mural da Prefeitura Municipal de Guarani D’Oeste, onde poderá ser consultado por qualquer pessoa interessada e também nos endereços eletrônicos www.guaranidoeste.sp.gov.br e www.fsvconcursos.com.br; sendo de responsabilidade do candidato o acompanhamento das publicações na Imprensa, no mural da Prefeitura e nos sites acima especificados.