Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Novo tributo é saída para sustentabilidade do sistema de saúde, diz Chioro

Diante da perspectiva de um ano difícil, em que o reajuste do orçamento de sua pasta será ínfimo, e sem promessa de dinheiro novo, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, defende a discussão sobre a criação de uma contribuição para financiar o setor
 
"É o caminho para garantir a sustentabilidade do sistema integral e universal, que cada vez custa mais caro."
 
A medida poderia ajudar a reparar o baque sofrido no setor em 2008, com o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Em entrevista ao Estado, o ministro afirma ser contrário a planos de saúde com mensalidades baixas e defende uma mudança nas agências reguladoras, que devem seguir as políticas norteadas pela pasta. "Elas são executoras."
 
O reajuste do orçamento da Saúde é calculado de acordo com a variação do PIB, que foi ínfima. Como o senhor vai fazer?
Há um piso constitucional, que é pequeno. Este ano será de muita dificuldade para o governo e para a sociedade brasileira. Não há perspectiva de novos recursos. E mesmo que eles surgissem, isso valeria apenas para o próximo ano. Além disso, há o compromisso que recurso extra será encaminhado para o Mais Especialidades. Temos de fazer escolhas.
 
O senhor defende uma contribuição para a Saúde?
Esse é um debate que a sociedade brasileira e o Congresso Nacional têm de fazer. Todos os países do mundo estão se deparando com esse desafio. Até para garantir sustentabilidade econômica e financeira do sistema, a médio e longo prazo. Hoje o grande desafio que a gente tem não é apenas dizer para a sociedade que ela tem de pagar mais ou contribuir mais. Temos de dar garantia para a sociedade que estamos gastando da melhor forma possível, mais eficiente, mais transparente. O debate é sobre a sustentabilidade do sistema de saúde. Cada vez custa mais um serviço universal e integral. Fora disso é barbárie. É jogar as pessoas, o acesso à saúde, à lógica de mercado.
 
É o que acontece com planos de saúde?
Existe uma lógica de mercado. Existe um custo. O que não dá é as pessoas quererem ter o plano de saúde e não pagar o valor real. É o famoso "finjo que estou te cobrando" e você "finge que está pagando". No final das contas, fica um jogo entre um que não quer que use e outro que quer usar.
 
O senhor é contrário ao plano de saúde popular, com mensalidades baixas?
Qual o tamanho do sistema de saúde suplementar? O que importa é que ele tenha um tamanho que seja suficiente para ter um equilíbrio econômico e financeiro. Paga quem pode pagar, e se entrega aquilo que se comprou. E o restante da população usa um serviço público de qualidade. Esse é o desenho que busco. O plano de saúde tem de atender às necessidades da população. Vamos fazer uma saúde suplementar de mentirinha? Com planos pop? Ou vamos fazer um produto que tenha um custo real e que o consumidor receba o atendimento devido. Uma parte significativa da nova classe média imaginava que os planos de saúde resolveriam todos seus problemas.
 
Quais foram as encomendas da presidente Dilma?
São cinco prioridades. Ajuste do Mais Médicos, o Mais Especialidades, modernização da máquina administrativa. Vamos também lidar com Sistema Nacional de Saúde. Cuidar da área pública, saúde suplementar, do que ocorre no sistema privado. É o caso, por exemplo, das medidas para frear o número de cesáreas. E investir pesadamente na prevenção, sobretudo diante do envelhecimento da população, do maior risco de doenças crônicas, o aumento da violência. Eu preciso deixar de ser o ministro da doença para ser de fato o ministro da saúde. Prevenção deve ser prioritária.
 
Quando o Mais Especialidades será lançado?
A ideia é apresentar para a presidente Dilma a proposta neste primeiro trimestre. O programa terá uma lógica incremental, com lançamento gradual. A prioridade não será construção de prédios. Vamos usar o que está aí, na rede pública, filantrópica e privada. Há capacidade ociosa. Estamos fazendo um diagnóstico de todas as regiões. Já sabemos que o Mais Especialidades não terá a mesma cara em todas as regiões do país.
 
O ministério vai começar com qual especialidade?
Há dois fortes candidatos: traumato-ortopedia e oftalmologia. Fizemos uma pesquisa com usuários, para saber quais são as maiores queixas, as maiores deficiências. E estamos ouvindo gestores. Vamos oferecer também o especialidades para atendimento continuado, para pacientes que certamente vão precisar de atendimento com médico de especialidade ao longo da vida, como pessoas com insuficiência renal, por exemplo. Há um terceiro grupo, o de tratamento para pacientes com câncer.
 
Parece haver muito a definir...
Vamos gastar o tempo que for necessário para o planejamento adequado.
 
De onde virão os recursos?
Não será do orçamento atual. Fundamentalmente, virão de recursos oriundos do pré-sal.
 
Eles ainda não existem. Será uma espécie de empréstimo?
Vamos ver qual será a orientação da presidente Dilma. Para isso, precisamos saber quanto o programa vai custar, e estamos nos apropriando.
 
Médicos estrangeiros serão contratados?
Não trabalhamos com a possibilidade de recrutar médicos do exterior. Cruzamentos de cadastros mostram que temos profissionais disponíveis na maior parte das regiões.
 
Mas com interesse em trabalhar? Se não aconteceu com o Mais Médicos, por que aconteceria com o Especialidades?
Mas aconteceu com a alta complexidade. A formação médica brasileira é essencialmente voltada para especialidades. Temos um contingente de especialistas na rede privada, na rede pública, que nunca rodou porque não tinha política.
 
Haverá novo recrutamento de estrangeiros para Mais Médicos?
Vamos apresentar na próxima semana uma proposta de ajuste. A expansão para municípios que não participaram da primeira fase, a incorporação de profissionais que participam do Provab, a residência médica no SUS. A oferta terá de ser reajustada, com expansão, reposição de profissionais. E será feito da mesma forma. Primeiro com oferta para brasileiros, depois para estrangeiros.
 
O Estado de S. Paulo.

Viroses e verminoses

Ficar doente durante o período de descanso é muito desagradável. Para evitar o problema, a população precisa tomar certas precauções

Um dos diagnósticos mais comuns passados por médicos que atuam nas áreas de pronto-socorro de hospitais é o de virose. Quando um paciente apresenta sinais de febre, vômito e mal-estar, a chance de sair da emergência com esse quadro detectado é grande. Há quem enxergue o diagnóstico com desconfiança, como se fosse um pretexto para quando não se identifica precisamente o que há de errado no organismo. Mas, afinal, viroses realmente existem?

De acordo com a gerente médica da Bayer, Dra. Juliana Machado, sim. Mas a desconfiança tem certa justificativa, já que não é possível ter precisão do problema. “Antigamente, como não havia métodos diagnósticos exatos, qualquer doença que causasse mal-estar, vômitos ou diarreia, era classificada de maneira genérica como virose”, explica, acrescentando que, inclusive hoje em dia, pode haver dúvidas quanto ao quadro clínico. “Virose é qualquer doença causada por vírus, que muitas vezes não chega a ser identificado, e é caracterizada como sendo autolimitada, ou seja, o próprio organismo tem a capacidade de se curar sozinho.”

A doença pode inclusive ser confundida com uma verminose, que possui sintomas similares, apesar da origem distinta. Verminoses são causadas por diferentes vermes parasitas que se instalam no organismo. Em geral, eles se alojam nos intestinos, mas podem abrigar-se também em órgãos, como fígado, pulmões e cérebro. A transmissão ocorre por meio da ingestão de água e alimentos contaminados ou a partir de pequenos ferimentos na pele.

Outro motivo que aproximam os dois males é que ambos têm maior incidência no verão. “Nesta época, as pessoas costumam frequentar praias e piscinas e, às vezes, a higiene destes locais não é adequada. O maior risco de contágio se dá pela ingestão de alimentos ou água contaminada”, relata a Dra. Juliana.

Além das condições sanitárias e da aglomeração de pessoas nos locais de lazer, a quebra de rotina que o período de férias traz também pode esconder algumas armadilhas. Sol, mar, calor, areia e dieta pouco saudável, por exemplo, são fatores que contribuem para um desgaste maior do organismo, dando chance para os ataques dos vírus. “As pessoas ficam menos estressadas e mais desatentas a pequenos cuidados que poderiam evitar a doença”, ressalta a clínica geral do Hospital Samaritano, Dra. Mariana Veloso.

Fonte: Guia da Farmácia-Edição 266

Crianças: Atenção redobrada

Foto: Shutterstock
Alergias, cólicas, assaduras e febres são os principais problemas enfrentados pelos pais no dia a dia das crianças. Saber reconhecer cada desconforto é fundamental para auxiliar os consumidores que buscam por alívio imediato
 
São inúmeras as patologias que acometem os bebês nos primeiros meses de vida. Na grande maioria das vezes, o caso é simples, mas importante o bastante para deixar qualquer mãe preocupada.

Quando os sintomas de desconforto aparecem (febre, tosse, vermelhidão, espirros, entre outros), são um conjunto de manifestações que ocorrem em decorrência de uma determinada doença. Assim, é preciso tratar a doença e não o sintoma. O retardo no tratamento de um problema pode ter uma evolução mais séria, principalmente, quando se tem a falsa sensação de cura, quando é feita a automedicação.

Nesta época do ano, são corriqueiros os quadros de diarreia aguda em que os vírus se tornam muito comuns, podendo chegar a quadros de desidratação se não controlados. “Portanto, nessa situação, os bebês devem ingerir muito líquido, soro de hidratação oral e dieta obstipante. Outro quadro comum nesta época são as queimaduras na pele provocadas por excesso de exposição ao sol. Os pais precisam estar atentos aos horários para que a exposição não seja prejudicial, além de realizar a aplicação do protetor solar”, afirma a pediatra do Hospital e Maternidade Santa Joana, Dra. Daniela de Melo Miranda Gonçalves.
 
Patologias mais comuns
Para entender mais o universo dos bebês veja a seguir, os problemas que podem surgir e assustar os pais. As informações foram concedidas pela pediatra do Hospital Albert Einstein, Dra. Milena de Paulis.

Alergia alimentar: é uma reação imunológica exagerada do organismo a um determinado alimento (principalmente leite de vaca, crustáceos, amendoim e nozes) ou aditivo alimentar (corantes, como a tartrazina, sulfitos e glutamato monossódico). Acomete, principalmente, as crianças menores de três anos de idade (cerca de 7%), mas, também, ocorre nos adultos, em porcentagem menor (3%).
 
Podem ocorrer desde reações simples, como coceira nos lábios até reações graves, como a anafilaxia, que é potencialmente fatal. Existem medicamentos específicos para o tratamento dos sintomas da crise aguda; para os casos leves, estão indicados os antialérgicos e para os casos de anafilaxia, é necessária a aplicação de adrenalina na forma de injeção intramuscular.
 
Alergia de pele: geralmente chamada de dermatite atópica, é uma doença crônica, não contagiosa, que causa inflamação da pele, caracterizada por prurido, ressecamento generalizado e lesão avermelhada (eczema) simétrica atrás dos joelhos, cotovelos, face e pescoço. Algumas vezes, pode minar água dessas lesões. Seu início é precoce, no primeiro ano de vida, quando são introduzidos os primeiros alimentos, como, por exemplo, o leite de vaca.
 
Rinite: inflamação crônica da mucosa do nariz, acompanhada por crise de espirros, coriza, prurido e obstrução nasal, geralmente desencadeada após exposição aos alérgenos (poeira, ácaros, fungos, pelo de animais, como cão e gato), fumaça de cigarro e mudanças bruscas de temperatura. Tem fator hereditário.
 
Pode causar infecções bacterianas, como otite (inflamação nos ouvidos) e sinusite (inflamação das cavidades existentes na face). A obstrução nasal causa roncos e faz com que a criança não durma bem à noite e respire pela boca.
 
Asma: é uma doença inflamatória crônica dos brônquios com períodos agudos, com aumento da produção de secreção, falta de ar e chiado no peito. Há uma reatividade exagerada do indivíduo a diversos estímulos, como partículas alergênicas, irritantes, poluentes, exercícios físicos, mudanças de temperatura ambiente.
 
Se não tratada adequadamente, a asma pode causar desde quadros leves de dificuldade para respirar até quadros graves com insuficiência respiratória e morte. Para o alívio imediato do chiado e da falta de ar, a inalação com o broncodilatador é essencial porque age diretamente nos brônquios. O corticoide também é um aliado do broncodilatador no alívio da inflamação dos brônquios.
 
Assaduras: são uma inflamação da pele causada pelo calor e umidade da fralda, geralmente devido a urina e fezes que ficam em contato com a pele do bebê. Também podem ser causadas pelo uso excessivo de lenços umedecidos, sabonetes e antibióticos. Não têm fator hereditário envolvido.
 
Se não tratadas adequadamente, causam dor, irritabilidade e podem causar infecções de pele. Para aliviar o problema, recomende ao consumidor aumentar a troca das fraldas; usar fraldas com gel superabsorvente; não usar lenços umedecidos (os componentes podem irritar ainda mais a pele do bebê); lavar a região com água morna e algodão. Pode-se fazer compressa fria para aliviar a dor.
 
Cólica do bebê: é uma dor abdominal aguda espasmódica, que se caracteriza por choro súbito inexplicável e inconsolável (pode durar horas). O bebê se estica, fica vermelho, flete as coxas sobre o abdome e os pais ficam bastante ansiosos.
 
Não se sabe a causa exata, mas pode ser por imaturidade do intestino, excesso de gases, aumento da motilina (hormônio que aumenta a contração intestinal), temperamento da criança, ansiedade dos pais, personalidade da mãe, problemas na dinâmica familiar. O tipo de aleitamento, seja materno ou artificial, não influencia em ter mais ou menos cólica.
 
Fonte: Guia da Farmácia-Edição 265

Caminhar ou pedalar diariamente ajuda a alcançar dose mínima de atividade física

Exercitar-se enquanto se desloca é um caminho para ser mais ativo
 
Vento no rosto, liberdade de horários e uma solução para a tal falta de tempo à qual muita gente recorre para escapar da academia. A mobilidade urbana ativa, em que os deslocamentos pela cidade são feitos à pé ou por bicicleta, principalmente, tem ganhado mais adeptos, mesmo com uma infraestrutura precária, que ainda coloca em risco a população sob duas rodas.
 
A bicicleta, no atual cenário das grandes cidades, é essencial para a implantação do conceito de mobilidade urbana sustentável como forma de inclusão social, de redução de agentes poluentes e de melhoria da saúde da população. Deslocar-se ao mesmo tempo em que se exercita tem comprovados ganhos do ponto de vista da saúde pública.

Caminhar ou pedalar no trajeto para o trabalho, por exemplo, mesmo que de forma fracionada, melhora a pressão arterial e os índices de colesterol e glicose, além de colaborar para a perda de peso. A inatividade física é a quarta causa de mortalidade do planeta, pois está diretamente relacionada a doenças cardíacas crônicas, como derrame, diabetes e câncer.
 
A cada ano, essas patologias resultam em mais de três milhões de mortes que poderiam ser evitadas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS). As estimativas mundiais mais recentes indicam que 60% da população está exposta a riscos de saúde por não manter uma atividade física adequada.

Hoje, o nível recomendado é de, pelo menos, 150 minutos semanais de exercício físico de intensidade moderada ou de, pelo menos, 75 minutos semanais de exercício físico de intensidade vigorosa. Segundo o cardiologista e médico do esporte Marconi Gomes, grande parte dos deslocamentos diários nas maiores cidades é de cinco a sete quilômetros, distância facilmente alcançada por bicicleta, se existisse melhor infraestrutura urbana.
 
A atual não é impeditiva, mas poderia ser melhor, já que temos relevo mais acidentado, muitos carros e poucas ciclovias. Mas o especialista alerta para a importância de se exercitar no mínimo duas vezes por semana. “Exercício físico é remédio, tem dosagem mínima, ótima e em excesso, mas nunca pode ser tomado em dose única. Um dia por semana não ajuda muito e pode ser perigoso. Por isso a mobilidade urbana ativa é tão atraente: é diária, repetitiva e regular”.
 
Há três anos, a assessora de ação educativa Bianca Spósito Barreto, de 36 anos, percebeu uma falta de sentido em recorrer ao ônibus ou ao carro para percorrer distâncias curtas. Adotou a bicicleta como meio de transporte e ganhou em saúde, qualidade de vida e tempo.
 
“Antes, ficava presa no trânsito, nervosa com a cidade toda parada. Hoje não gasto com transporte – apesar de a bicicleta exigir manutenção, faço exercício e tenho mais liberdade de locomoção, pois não dependo do tempo definido pelo sistema público de transporte”, defende. Ela, inclusive, adotou uma bicicleta sem marchas para o percurso de casa para o trabalho, para se exercitar ainda mais.

Tendo em vista a importância do incentivo à mobilidade mais sustentável e os crescentes problemas que o sedentarismo vem causando na saúde pública, a campanha Mobilidade urbana ativa: meu motor é o coração, da Sociedade Mineira de Medicina do Exercício do Esporte (Smexe), incentiva um modelo de cidade saudável em que as pessoas podem manter-se fisicamente ativas ao mesmo tempo em que se deslocam para o trabalho ou escola.
 
Para isso, é preciso mudar a cultura do belo-horizontino, que recorre à falta de ciclofaixas e à imagem do relevo acidentado para justificar a não adesão às bikes. Segundo Marconi, não criamos a cultura do deslocamento com bicicletas, possivelmente, porque no início da sua existência elas eram pesadas e não tinham marchas, além do apelo para se ter um automóvel. Que tal dar uma nova chance às magrelas?

Intensidade do exercício
Leve - é possível manter uma conversa

Moderado - a fala fica entrecortada pela respiração

Vigoroso - » a fala fica ofegante
 
Saúde Plena

Saiba tudo sobre a Farinha de Berinjela

Saiba tudo sobre a Farinha de BerinjelaA berinjela é um dos legumes mais explorado na área da saúde pelos seus inúmeros benefícios que foram identificados pela cultura popular e que, posteriormente, foi confirmado pela ciência
 
Ela é usada em refeições lights como saladas ou mais calóricas como lasanhas. A berinjela é muito ligada ao emagrecimento e a sua farinha tem feito grande sucesso entre aqueles que querem perder peso.
 
Nutrientes encontrados da farinha de berinjela
Não há um consenso entre todas as marcas da farinha, mas uma média entre todas elas foi realizada. Em 15 gramas é possível encontrar os seguintes nutrientes: 3,8 gramas de carboidratos, 1,2 gramas de proteínas, 0,3 gramas de gordura e 6,8 gramas de fibras. Além desses, acredita-se que a farinha de berinjela contenha os outros nutrientes do próprio legume como a vitamina C e B3.
 
O ideal é consumir, ao menos, 55 gramas de fibras por dia. Apenas 15 gramas da farinha de berinjela possui 6,8 gramas, o que equivale a 27% do valor total. Ela também é pobre em gorduras, o que pode ser ruim já que é uma gordura boa, que aumenta os níveis de HDL. São apenas 0,5% de gorduras diárias que nós precisamos.
 
Benefícios da farinha de berinjela

Não é por acaso que a farinha de berinjela se tornou tão famosa. Hoje é possível encontrá-la não apenas em lojas de produtos naturais como também em farmácias e supermercados. Estudos já confirmaram que esse alimento consegue ser um grande auxiliar na perda de peso.
 
Os motivos que fazem a farinha de berinjela ser um potente emagrecedor são:
 
- Prolongam a sensação de saciedade. Quando as fibras da farinha entram em contato com a água elas foram uma espécie de gel e retarda a digestão e temos a sensação de estômago cheio por mais tempo. Assim, passamos a ingerir menos comida ao longo do dia.
 
- Reduz a gordura. A farinha de berinjela é um alimento de baixo índice glicêmico. Assim, a glicose contida no alimento é liberada para a corrente sanguínea de forma gradual. Isso impede a formação dos picos de insulina, o grande responsável por promover o depósito de gordura no tecido adiposo.
 
- Controla a vontade de comer doces. Quando a insulina está presente em grande quantidade na corrente sanguínea, ela ajuda a liberar a serotonina e assim aumenta a sensação de bem-estar. Isso faz com que o organismo queira mais açúcar para continuar com essa sensação agradável e aí o seu primeiro impulso é comer mais doce. Como a quantidade de insulina estará em baixa por causa das fibras, a sua vontade de comer doces também diminuirá.
 
A farinha de berinjela também guarda outros benefícios além de ajudar na perda de peso:
 
- Ajuda na prevenção do diabetes. Quando há muita insulina circulando no sangue pode-se desenvolver um quandro chamado de resistência à insulina que, por sua vez, pode evoluir para a diabetes tipo 2.
 
- Reduz as taxas de gorduras ruins encontradas do sangue. Diminui as concentrações de LDL, colesterol e triglicérides.
 
- É um excelente aliado para quem sofre de prisão de ventre por ter grande teor de fibras.
 
- Melhora o sistema imune, principalmente do sistema digestório.
 
- A berinjela é um legume rico em antioxidantes, livrando o corpo de substâncias ruins como os radicais livres.
 
Contraindicações e riscos
Não há nenhum tipo de contraindicação para o consumo da farinha de berinjela. Há apenas dois cuidados que são necessários. Primeiro, para aqueles que sofrem com constipação é necessário beber muito líquido ou então o aumento da quantidade de fibras pode fazer com que a situação fique pior.
 
Segundo, para quem quer emagrecer, não deve comer grandes quantidades de farinha de berinjela já que ela tem grande teor de carboidratos. O melhor a fazer é consultar o nutricionista ou nutrólogo.
 
Malhar Bem

Agrião – Benefícios e propriedades

O agrião, de nome científico Nasturtium officinale, é um vegetal conhecido e consumido pelos seres humanos desde muito tempo e tem sido cultivado e comercializado em todos os cantos do mundo

Também conhecido por outros termos como agrião-do-brejo, agrião-da-europa e cardomo-dos-rios, esta planta é uma boa fonte de vitaminas e minerais, tais como as vitaminas A, B6, B12 e C; ácido fólico; e minerais como o ferro, magnésio e fósforo, além de outros nutrientes necessários para a manutenção de uma boa saúde.

De sabor único e levemente picante, o agrião é bastante utilizado no tratamento de doenças do sistema respiratório. As partes utilizadas deste vegetal são os seus caules e folhas e ele é facilmente encontrado em feiras, supermercados e lojas de produtos naturais.
 
Propriedades do agrião
  • Ação expectorante;
  • Adstringente;
  • Descongestionante;
  • Diurética;
  • Excitante;
  • Estimulante;
  • Anti-inflamatória;
  • Digestiva;
  • Anti-icterícia;
  • Cicatrizante;
  • Depurativa;
  • Anti-térmica;
  • Tônica;
  • Fortificante.
Benefícios do agrião
Devido às suas propriedades, o agrião proporciona diversos benefícios à nossa saúde em geral.
 
Confira a seguir:
  • Contribui para o bom funcionamento do fígado;
  • Evita problemas de memória;
  • Auxilia no aumento da imunidade, reforçando os sistemas de defesa e, consequentemente, protege o organismo de infecções causadas por vírus e bactérias. Por isso, este alimento é recomendado para combater resfriados e gripes;
  • Favorece o processo de digestão;
  • Traz benefícios para a saúde do sistema ocular;
  • Devido às suas propriedades descongestionante, fluidificante e expectorante, o agrião é ótimo para tratar problemas nas vias respiratórias, eliminando mucos e melhorando a respiração;
  • As vitaminas do complexo B presentes no agrião são responsáveis pelo bom humor, crescimento saudável e concentração;
  • O agrião também contém boa quantidade de vitamina B6, nutriente que atua nos neurotransmissores como a serotonina e dopamina, responsáveis pela sensação de bem-estar.
Como usar o agrião?
Para aproveitar os benefícios proporcionados por este vegetal, você pode incluí-lo em saladas, lanches e sucos. A recomendação é incluir pelo menos 100 gramas de agrião no cardápio, duas vezes por semana. Conheça a seguir uma ótima receita de suco de agrião para tosse, bronquite e asma.
 
Receita de suco de agrião
 
Ingredientes:
– 2 ramos de agrião;

– Um copo de suco de laranja.

Modo de preparo:
Adicione os ingredientes no liquidificador e bata bem. Consuma este suco três vezes ao dia, entre as principais refeições.
 
Precauções
O agrião é contraindicado para mulheres no início da gestação. Os efeitos colaterais desta planta podem incluir irritações no estômago e nas vias urinárias.
 
Remédio Caseiro

Psoríase: Fatos que você precisa conhecer sobre a doença

A psoríase é uma doença que, embora se manifeste na pele, tem o poder de comprometer as articulações, prejudicando até mesmo o bem estar emocional do paciente.
 
A seguir você confere alguns dos principais fatos relacionados ao problema:
 
Afinal o que é a psoríase?
Trata-se de uma doença crônica inflamatória que surge geralmente na pele. Ela geralmente age acelerando a proliferação de células cutâneas que o sistema imunológico promove.
 
Vale ressaltar ainda que ela pode atingir pessoas nas mais distintas faixas etárias, embora se manifeste mais comumente em pessoas que possuem menos de 30 ou mais de 50 anos de idade.
 
Existe apenas uma forma de psoríase?
Não. Infelizmente existem inúmeras variações da doença, já que ela pode aparecer em áreas distintas do corpo. Os exemplos incluem unhas, axilas e articulações.
 
A forma mais comum da doença é a chamada psoríase vulgar, que se manifesta em 70% dos casos.
 
Ela possui a característica de ser marcada por placas secas, com escamas e avermelhadas, podendo se manifestar no couro cabeludo, joelho e cotovelo.
 
Quais são as causas da psoríase?
Os especialistas ainda não conseguiram descobrir ao certo o que acontece com o organismo para que a psoríase se manifeste e se desenvolva. Entretanto, estudos já conseguiram apontar quais são os fatores que fazem com que o individuo tenha pré-disposição ao desenvolvimento do problema.
 
Entre os principais fatores estão o histórico familiar, o uso de medicamentos como anti-inflamatórios, o estresse, os traumas físicos, o uso de anti-hipertensivos, o alcoolismo, o tabagismo e as infecções em geral.
 
Qual a forma em que a psoríase se manifesta?
Os sintomas apresentados pela doença podem variar de paciente para paciente e de um tipo de doença pra outro. No caso do tipo mais comum, o problema se manifesta com manchas avermelhadas e escamas secas prateadas ou esbranquiçadas na região afetada.
 
Além disso, pele ressecada e rachada (com ou sem sangramento), dores, coceiras, queimações rigidez nas articulações, inchaços e descolamentos, são outros sintomas comuns à doença.
 
Existe tratamento para o problema?
Sim, existe tratamento. No entanto, a psoríase é uma doença incurável, pelo que, o objetivo do tratamento é apenas controlá-la para amenizar seus efeitos.
 
Aos pacientes que possuem a forma mais leve da doença, por exemplo, recomenda-se um tratamento tópico à base de pomadas, cremes e shampoos, ambos os produtos prescritos por um médico e indicados ao tratamento da inflamação.
 
Já no caso de pacientes que apresentam quadros mais graves da doença, o tratamento é realizado com fototerapia, com a emissão de raios UVA e UVB diretamente sobre a pele. Em alguns casos, o médico também pode receitar o uso de medicamentos de uso oral ou injetável, que por sua vez, atuarão sobre o sistema imunológico.
 
Prevenção da psoríase, é possível?
Infelizmente não. Apesar disso, adotar um estilo de vida mais saudável pode ser uma boa alternativa para quem deseja minimizar os fatores de risco.
 
As práticas mais saudáveis incluem exercícios físicos, uma boa alimentação com dieta equilibrada, momentos periódicos de lazer, abstinência ou redução no consumo de bebidas alcoólicas, abstinência do tabaco, dentre outros.
 
Vale ressaltar ainda que todas essas práticas saudáveis também ajudam a afastar doenças cardiovasculares, estresse, e até mesmo a obesidade.
 
Click Gratis

Receita de repelente caseiro superfácil e natural

Durante o verão, é normal que a maior parte das pessoas viajem à praia para aproveitar os dias ensolarados
 
Porém, apesar de ser relaxante, esse momento requer alguns cuidados especiais para evitar picadas de insetos, alergias e queimaduras na pele.
 
Por causa da água salgada do mar, por exemplo, o sol penetra mais intensamente na pele, o que pode provocar desconforto e até deixar vermelhidão. Esse é um dos principais motivos para andar sempre pela praia com um protetor solar.
 
A médio e longo prazo, quem toma sol sem os devidos cuidados pode desenvolver problemas.
 
Outra forma de se proteger dos efeitos nocivos do sol intenso é utilizar os óculos escuros e chapéu, além de beber bastante líquido para manter a hidratação.
 
No que se refere aos insetos que costumam perturbar nessa época, especialmente em cidades litorâneas, a única forma de afastá-los realmente é por meio de repelentes.
 
Como esses produtos têm uma grande quantidade de substâncias químicas, que podem entrar no sangue e fazer mal para a saúde depois de algum tempo, o melhor é utilizar repelentes naturais.
 
Agora, vamos mostrar uma que ajuda especialmente na prevenção contra pernilongos e borrachudos.
 
A fórmula é barata e simples de fazer.
 
Confira:
 
Ingredientes
- Meia xícara de vinagre branco ou 20g de alho em pó
 
- 20 ml de óleo corporal
 
- 1 litro de água
 
Modo de preparo
Misture o vinagre ou o alho ao óleo e a água, mexa bem e coloque o líquido em um borrifador para passar no corpo mais facilmente.
 
Por ser natural, esse repelente não resiste muito tempo e precisa ser reforçado, então o ideal é borrifá-lo a cada 2 horas, pelo menos.
 
Na primeira vez que usá-lo, faça um teste para ver se ocorre alguma reação alérgica: espalhe um pouco na região do cotovelo e veja como sua pele reage.
 
Como funciona
O alho e o vinagre afastam os mosquitos, especialmente os borrachudos. Porém, é indicado escolher um óleo corporal cheiroso para evitar que seu corpo fique com cheiro de vinagre ou alho.
 
Nossa sugestão: alfazema ou lavanda.
 

Pastéis, raspadinha e porções na praia podem provocar intoxicação e acabar com as férias

Manuseio inadequado pode infectar alimentos com bactérias
Especialista explica que a má conservação dos alimentos é a principal causa do problema
 
Na praia não faltam guloseimas atraentes que enchem os olhos dos turistas, especialmente no verão. Porções de frutos do mar, pastéis, milho cozido, raspadinhas, sorvetes, queijo coalho são alguns das muitas opções. Mas, antes de devorar alguns dos alimentos das barraquinhas ou de vendedoras ambulantes, tome cuidado, pois os quitutes podem se tornar verdadeiros vilões no seu passeio.

De acordo com especialistas consultados, a má conservação e o preparo, muitas vezes inadequado, podem causar a contaminação do produto e acarretar problemas de saúde, como a intoxicação alimentar.
 
Segundo a nutricionista do Departamento de Medicina Preventiva da Escola Paulista de Medicina da Unifesp Anita Sachs, a maioria dos casos de intoxicação alimentar ocorre por causa da contaminação dos alimentos por bactérias que aparecem graças ao manuseio inadequado do alimento.
 
― Alimentos como a maionese, queijo coalho, raspadinha, pasteis e porções podem se tornar vilões das nossas férias, já que não sabemos a procedência dos ingredientes e nem se eles foram armazenados e preparados da maneira correta. Por isso é sempre um risco consumi-los.
 
O infectologista do Hospital Samaritano Jorge Amarante explica que a intoxicação alimentar pode provocar diversas consequências ao organismo.
 
― Os principais sintomas são a diarreia liquida, vômitos, e dor abdominal. Em alguns casos mais graves podem ocorrer até sangramentos intestinais.
 
Cuidado com a água
Além da atenção especial aos alimentos na praia, com a falta da água em vários Estados do País, Amarante alerta também para a qualidade da água consumida.
 
― Por causa da alta demanda do período do verão, o tratamento da água acaba não sendo adequado por não haver tempo hábil para fazê-lo corretamente.
 
Segundo Anita, essa mesma água pouco tratada é utilizada por muitas barraquinha e ambulantes para fazer gelo ou cozinhar, "deixando os alimentos e bebidas potencialmente perigosos".
 
― A água também pode ser a causadora da intoxicação. Não me refiro apenas a água que bebemos, mas também na que usamos para cozinhar, já que ela, mesmo após ser utilizada no preparo de alimentos, pode continuar infectada e causar problemas de saúde. Quanto as bebidas, é recomendável que se prefira a cerveja à drinks que levam gelo ou água em sua composição.
 
Aposte alimentos caseiros
Para quem prefere “fugir” dos alimentos de praia, a nutricionista da Unifesp recomenda a preparação de lanches em casa, assim será possível ter mais controle sobre a procedência e qualidade dos produtos.
 
― Opte por queijos processados, hortaliças, frutas e sanduiches com queijo, manteiga e outros condimentos.
 
De acordo com a nutricionista do Hospital Samaritano, Fernanda Alves, além do cuidado na preparação dos alimentos, é fundamental que eles sejam, conservados em bolsas térmicas após serem refrigerados.
 
― O tempo de conservação dos alimentos depende da qualidade da bolsa e do uso do gelo, mas principalmente dos ingredientes do lanche. Lanches com molhos são muitos perigosos, pois o risco para estragar é bem maior, portanto prefira lanches sem maionese, requeijão ou patês. Sanduíches com recheios ricos em agua também podem ter a contagem de bactérias aumentada e mesmo sem aparência de que estão estragados podem apresentar riscos para saúde. 
 
Apesar da maioria das comidas típicas das praias carregaram consigo chance de estarem infectadas, a nutricionista da Unifesp afirma que é possível comer "uma coisa ou outra que é vendida à beira mar".

― A água de coco e os picolés de marcas conhecidas são ótimas opções para se hidratar e enganar a fome nas praias, já que a chance de esses alimentos estarem estragados é muito baixa.
 
R7

Grupo de centenários triplica em uma década, mas acesso a saúde ainda é restrito no Brasil

Acesso a planos de saúde variou pouco nos últimos cinco anos, segundo pesquisa; e saúde pública carece de políticas para esta faixa etária
 
Rio - Suelly Kretzmann tem mãos firmes e, com elas, pintou algumas dezenas de quadros. Parte está nas paredes de seu apartamento em Copacabana; outra foi vendida. Prefere pintar pessoas, pois “a desafiam”. Algumas delas surgiram da imaginação, como três mulheres inspiradas em Lasar Segall. Outras são reais, do tempo em que se sentava na colônia de pescadores do Posto 6 e deixava o cenário se definir. Suelly tem 100 anos e só começou a pintar depois da aposentadoria.
 
— Quando me aposentei, achei que morreria de tédio. Foi quando descobri que podia pintar — conta.
Os centenários brasileiros têm pouca expressão nas estatísticas, inclusive por conta da dificuldade de registros da época. Mas o grupo triplicou em apenas uma década e mostra que é possível ultrapassar barreiras com bem-estar. Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do IBGE, eram 32.134 em 2013, contra 9.140 em 2002 — 7.325, em 1992; e 3.906, em 1982.
 
Planos de saúde estão atentos
Os que chegam melhor ao centenário, segundo pesquisadores, são os de classes mais altas, com maior acesso aos serviços de educação e saúde. Em cinco anos, o número de idosos que passaram dos 100 anos e contam com planos de saúde teve pouca variação, segundo uma pesquisa da União Nacional de Autogestão em Saúde (Unidas). Em 2013, eram 926 centenários dentro de um universo de 3,6 milhões de beneficiários. Em 2008: 982, para 3,7 milhões. O Rio tem a maior concentração: 250 indivíduos.
 
As operadoras estão atentas, já que o custo assistencial daqueles com mais de 59 anos é seis vezes maior do que os da primeira faixa etária (0 a 18 anos).
 
— Embora os idosos sejam 11,3% da população, nas operadoras já são 22,8%, taxa prevista só para 2050. Ou seja, o futuro já chegou para os planos privados — comenta Denise Eloi, presidente da Unidas.
 
Mesmo assim, Denise cobra uma mudança de visão sobre os cuidados assistenciais para eles, já que o modelo brasileiro recai sobre o atendimento emergencial, mesmo no setor privado.
 
— Se o modelo não for repensado, vamos entrar em colapso — alerta.
 
O novo modelo ao qual ela se refere já é uma discussão aprofundada em países mais desenvolvidos, como os da Europa e os Estados Unidos, onde estão mais presentes os centros de repouso com atendimento multidisciplinar, os “centros dia”(em que o idoso passa parte da jornada), unidades de cuidados paliativos etc.
 
Aqui, por enquanto, ainda são poucos os centenários que conseguem cuidados efetivos. É o grupo menos atendido por políticas públicas, diz o professor do Instituto de Geriatria e Gerontologia da PUC-RS, Ângelo Bós. Ele realizou uma pesquisa em que investigou dados de mortalidade de indivíduos com 95 anos ou mais entre 2000 e 2010, quando morreram 237 mil pessoas na faixa etária.
 
Deles, a maior parte faleceu “sem assistência” (14,2%) e de “sintomas e sinais anormais” (11,2%), ou seja, não identificados.
 
— São dois indicadores que mostram a dificuldade de acesso à saúde — critica.
 
Bós coordena em Porto Alegre uma unidade apenas para aqueles acima de 90 anos, que recebem atendimento nutricional, médico, fisioterápico etc.
 
— O que eles precisam é de acompanhamento de longo prazo, mas o sistema está voltado para o tratamento agudo — avalia Bós, que completa: — Precisamos mostrar que longevos podem ter qualidade de vida.
 
Quem também defende esta tese é a gerontóloga Dagmara Wozniak, há três anos no Brasil, que realizou estudos com centenários na Universidade de Heidelberg, na Alemanha. Numa pesquisa, entrevistou 91 pessoas com 100 anos e diz que a situação não é tão simples para eles, que acumulavam, em média, 4,3 doenças. Além disso, 51% tinham demência, índice que se compara ao de pesquisas internacionais, e apenas 9% eram totalmente independente. Por outro lado, 27% não tinham perda cognitiva, e a grande maioria era feliz.
 
— Queríamos saber quem eram esses longevos: “será que tinham mais recursos financeiros?”. Vimos que não. “Será que tiveram uma história tranquila?”. Também não, era a geração que viveu a Segunda Guerra. O que encontramos na maioria foi de ordem psicológica: otimismo, felicidade, sentido de viver — explica Dagmara.
 
Pesquisas do demógrafo James Vaupel indicam que metade das mulheres nascidas em 1970 na Alemanha chegará aos 100 anos; e metade dos homens, aos 95. Aliás, no estudo de Dagmara, 85% das centenárias eram mulheres. Quanto mais idoso, mais se alarga a diferença de expectativa de vida por gênero. E sobre os recursos financeiros, Dagmara pondera:
 
— Na Alemanha, o governo garante um nível de bem-estar aos habitantes. Se fosse num país mais pobre, poderia ter um resultado diferente. Mas a condição financeira é importante até certo ponto, depois não tem peso sobre a longevidade.
 
Economista do Ministério da Fazenda, Suelly Kretzmann hoje tem uma aposentadoria tranquila. A única reclamação é com um problema cardíaco, que ela compensa com caminhadas na praia, na companhia da cuidadora.
 
— Vivo sem pensar no dia de amanhã, tenho um pouco de pena de partir, porque a vida é boa demais — resume Suelly, lembrando-se com saudade do glamour da Confeitaria Colombo e rindo da época em que se compravam casacos de pele no Rio.
 
Aos 100 anos, Sarita Brant tem um porte elegante: arruma-se e perfuma-se para as refeições, quando às vezes toma espumante. Também vive em Copacabana com uma boa aposentadoria e sem muitos contratempos de saúde, embora há quase um ano tenha sofrido uma trombose, que lhe dificulta a locomoção.
 
Do passado, lembra-se de viagens. Numa das últimas, foi, em companhia da cuidadora Yvonette Baptista — com ela há 15 anos e hoje já completando 80 —, de barco à Argentina. Com delicadeza, Sarita puxa o crachá da repórter, lê sem óculos e pergunta a origem do sobrenome. Pergunta ainda sua idade, mas não gosta de comentar a própria.
 
— Cem anos é um desaforo! — brinca. — Meu único plano a esta altura é ter tranquilidade na família, tê-la unida.
 
Já na casa de Aurora Gonçalves — 100 anos, com plano de saúde e também de Copacabana, o bairro “mais longevo” do Brasil —, a rotina é permeada pelo samba. Carnavalesca, ela frequentou blocos há até poucos anos. Hoje, confunde-se nos fatos do passado e do presente, mas, quando o genro José Carlos de Medeiros, aposentado e músico, puxa canções de Dalva de Oliveira, Herivelto Martins ou Noel Rosa, as letras surgem na memória. Quando ele saca o violão, a feição desconfiada com as visitas se desfaz, Aurora se levanta e dança. O genro conta que foi uma guerreira e que teve uma infância difícil, mas ela garante:
 
— Não me preocupo com o que não vale a pena, deixo para lá.
 
Fórmulas da longevidade no mundo
O que mais importa para a longevidade? A genética contribui 25%. O resto provavelmente fica por conta do estilo de vida e do ambiente. Um dos principais estudos é da Sardenha, onde há 24 centenários por 100 mil habitantes (a média dos países desenvolvidos é de 19 a 20 por 100 mil), e a conclusão recai sobre a cozinha mediterrânea. Mas o Japão é o mais longevo (42,6 por cada 100 mil), onde as conclusões apontam para alimentação saudável, educação e políticas públicas.
 
Há muito ainda a desvendar sobre os centenários, e especialistas são unânimes: pesquisas brasileiras têm várias dificuldades, como a falta de dados e de financiamento. Professor da UFMG, Cássio Turra, em 2011, descobriu a mulher mais velha do mundo, com 114 anos. Por sorte, ela tinha documentos.
 
— Temos um problema sério de ausência e erros de declaração de idade para os mais velhos — afirma. — Sem dados, é muito difícil pesquisar e entender suas características.

O Globo

Cientistas desenvolvem estrutura de titânio para cobrir implantes ósseos

Avanço poderá reduzir risco de infecção e rejeição de cirurgias. Estudo foi publicado na revista 'Acta Biomaterialia'
 
Foto: Divulgação/CSIC - Vista lateral das nanocolunas de titânio que revestem implantes ósseos
 
Uma equipe internacional de pesquisadores desenvolveu uma estrutura de titânio para cobrir os implantes ósseos, um avanço que permitirá reduzir o risco de infecção e rejeição que estas intervenções provocam.
 
O estudo, realizado por membros das instituições espanholas Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC) e da Universidade Complutense de Madri, aparece publicado na revista "Acta Biomaterialia".
 
A descoberta alcançada por esta equipe de pesquisa é a base do projeto Nanoimplant, um dos ganhadores do prêmio de inovação biomédica IDEIA2 Madri em sua edição de 2014, uma iniciativa da comunidade Autônoma de Madri e do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT).
 
As propriedades antibacterianas deste achado, patenteado pelo CSIC e pela Universidade Complutense de Madri, se devem à formação de uma superfície nanoestruturada similar à qual se observa nas asas de cigarras e nas folhas da flor de lotus. O CSIC explicou que os cientistas alcançaram esta propriedade sem a necessidade de empregar elementos antibióticos.
 
A maioria das infecções em implantologia óssea, que a cada ano afeta milhares de pacientes, têm sua origem na intervenção cirúrgica. Por isso, explica José Miguel García-Martín, pesquisador do CSIC no Instituto de Microeletrônica de Madri, "se a superfície do implante estiver recoberta de um material que impede a adesão e proliferação de bactérias sem afetar seu biocompatibilidade, terá sido dado um grande passo".
 
A nanoestrutura das prótese é fabricada com um processo denominado pulverização catódica ou "sputtering" já empregado a escala industrial na produção, por exemplo, de discos rígidos, painéis fotovoltaicos ou espelhos.
 
G1

Brasil investe em Saúde menos que Argentina e Chile

Brasil investe em saúde menos de 490 dólares por habitante no ano, enquanto Argentina e Chile quase 700 dólares por pessoa e 550 respectivamente

Apesar do desperdício de recursos que uma gestão ineficiente acarreta, é praticamente consenso entre profissionais e analistas de mercado que o financiamento do SUS não é suficiente. Mesmo sendo idealizado com o intuito de atender a todos, o Brasil é um dos países que menos investe em saúde: menos de 490 dólares por habitante em 2012, segundo Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes).
 
Sistemas de saúde que são considerados referências globais, como é o caso do Canadá e Inglaterra, investem respectivamente mais de 4 mil dólares e mais de 3 mil dólares por habitante em um ano. Ainda de acordo com o Cebes, entre os países da América do Sul, a Argentina investe quase 700 dólares por pessoa e o Chile, quase 550.

Com o objetivo de arrecadar maiores quantias para o setor, em 2000, a
Emenda Constitucional 29 determinou que os municípios investissem em saúde pelo menos 15% do que arrecadam, e os estados, 12%, enquanto o governo federal deve investir o mesmo valor do ano anterior reajustado pela inflação.

Entretanto, os recursos continuam insuficientes e, na tentativa de mudar esse quadro, tramita na Câmara o Projeto de Lei Complementar 321/13 chamado “Saúde+10”, que prevê a destinação pelo governo de pelo menos 10% das receitas correntes brutas para a saúde. Em 2014, poderiam ter sido R$ 41 bilhões a mais.

Recentemente, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, o ministro da Saúde, Arthur Chioro, defendeu a criação de um tributo para o setor, semelhante à Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), extinta em 2007, depois de muita polêmica entre os elos do mercado.

A alternativa do imposto não foi vista com bom olhos por empresários e até representantes políticos e, enquanto as discussões permanecem, a Saúde continua sendo uma das principais preocupações do brasileiro.

De acordo com publicação da Agência Câmara, em 20 anos, nenhum estado do País alcançou cobertura completa do SUS. Apenas dois ultrapassaram os 90% de cobertura: Piauí e Paraíba. Na outra ponta, sete estados têm atendimento abaixo da metade: Amazonas, Rio de Janeiro, Paraná, Roraima, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal, com 20%.

A consequência aparece em índices como “64% dos hospitais estão sempre com superlotação. Apenas 6% nunca estão cheios”, segundo dados do Tribunal de Contas da União (TCU). 

Saúde Web

Hospital Geral de Taipas - SP abre seletivo para médicos

Terá início no dia 19 de janeiro de 2015 as inscrições do processo seletivo do Hospital Geral de Taipas, no estado de São Paulo, através do qual serão contratados três médicos especialistas em anestesiologia. Os aprovados cumprirão jornadas de 12 horas semanais e receberão por isso remuneração de até R$ 2.010,00, já com acréscimo de benefícios, conforme foi anunciado no edital nº 01/2015.
 
As inscrições serão realizadas até o dia 6 de fevereiro de 2015, na Seção de Recrutamento e Seleção do Serviço Técnico de Recursos Humano do hospital, localizado na Avenida Elísio Teixeira Leite, nº 6.999, Parada de Taipas, das 9h às 16h.
 
Para participarem da seleção, os interessados deverão ter registro no Conselho Regional de Medicina (CREMESP) e possuir título de especialista emitido pela Associação Médica Brasileira (AMB), ou Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) na especialidade em questão.
 
A seleção será feita através de análise curricular, conforme modelo especificado no edital, disponível no site do Diário Oficial:
 
 
O processo seletivo será válido por um ano a partir da data de publicação da classificação final, ou antes, em razão de homologação de concurso público para provimento de cargos promovido para a classe de médico I.

UFPI publica editais de processo seletivo

A Fundação Universidade Federal do Piauí (FUFPI), instituição mantenedora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), lançou três editais anunciando a realização do processo seletivo que resultará na contratação de professores substitutos, em Regime de Tempo Integral, TI-40 (40 horas semanais), pelo período de até 12 meses.
 
O edital 1/2015 dispõe de duas vagas, ambas voltadas para o curso de Estatística. Podem disputar os cargos docentes que possuam formação na área de Estatística ou Matemática. Os contratados receberão uma remuneração mensal de R$ 2.764,45.
 
A vaga do edital 001/2015 - CCA é para o Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, cujo salario oferecido é R$ 3.599,50. 
 
Por fim, mais duas vagas foram ofertadas pelo edital 01/2015 - Campus Ministro Reis Velloso. Estas são destinadas a docentes da área de Fisioterapia, e o salário é de R$ 3.017, 58.
 
Períodos de inscrições
Edital 1/2015: as inscrições deverão ser feitas pessoalmente ou por procuração na Secretaria do Curso de Bacharelado em Estatística situado no CCN-II, Bloco II (atrás do CT), fone: (86) 3215-1180, campus da Ininga, 64.049-550 - Teresina - Piauí, das 14h às 20h30min, nos dias úteis, no período de 19 a 23 de janeiro de 2015. A taxa de inscrição é de R$ 69,11.
 
Edital 001/2015-CCA: inscrições serão realizadas no período de 12 a 16 de janeiro de 2015 (em dias úteis), nos horários das 08h30min às 11h30min e 14h30min às 17h30min, para a disciplina de Clínica Médica de Cães e Gatos, na Secretária do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária/CCA. O local é a Universidade Federal do Piauí – Centro de Ciências Agrárias – CCA – Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinária, Campus Socopo, Bairro Socopo, CEP: 64.049-550 – Teresina – PI. Fones: (86) 3215-5746. A taxa é de R$ 136,00.
 
Edital 01/2015 Campus Ministro Reis Velloso: inscrições de 21 a 23 de janeiro de 2015, das 09h às 11h30min e das 14h30min às 17h, na Chefia do Curso de Fisioterapia do Campus Ministro Reis Velloso, na cidade  de Parnaíba, avenida São Sebastião, nº 2.819.
 
Seleção
Os candidatos serão submetidos às seguintes avaliações: PROVA DIDÁTICA e DE TÍTULOS (análise do currriculum vitae), sendo a primeira de caráter eliminatório e a segunda de caráter classificatório. A data e horário da realização das provas didática e de título serão informados ao candidato no ato da inscrição.
 
Serão considerados habilitados os candidatos aprovados na prova didática e serão indicados à contratação, por ordem de classificação, apenas aqueles candidatos necessários ao preenchimento das vagas.
 
Havendo necessidade de contratação de novos professores substitutos no período de vigência do concurso a Administração da UFPI fará a convocação de outros candidatos, obedecendo a ordem de classificação.
 
Os regulamentos podem ser encontrados no site da UFPI (http://www.ufpi.br/).

Concurso Prefeitura de Barra de Santana - PB

A Prefeitura de Barra de Santana, no estado da Paraíba, abriu o edital de concurso público edital nº 01/2014, com a finalidade de ocupar 60 vagas. Há oportunidades para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os aprovados deverão atuar em jornadas semanais que variam de 24 a 40 horas, com remunerações que vão de R$ 724,00 a R$ 1.272,76.

As chances são para as funções de Agente Condutor de Veículo "D", Agente Comunitário de Saúde (para atuar em diferentes áreas/regiões), Agente de Combate às Endemias, Agente de Limpeza Urbana, Agente de Serviços Gerais, Cozinheiro, Eletricista, Operador de Máquinas Pesadas, Vigilante, Agente Administrativo, Agente de Vigilância Sanitária, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Farmácia, Recepcionista, Técnico de Enfermagem, Técnico de Enfermagem - ESF, Técnico em Laboratório de Análises Clínicas, Psicólogo Escolar, Assistente Social, Bioquímico, Enfermeiro, Enfermeiro - ESF, Fisioterapeuta, Médico (Ginecologista, ESF, Pediatra e Psiquiatra) e Odontólogo do ESF.
 
As inscrições devem ser efetuadas de 15 de janeiro a 20 de fevereiro de 2015, por meio do site www.comprov.ufcg.edu.br. As taxas variam de R$ 55,00; R$ 75,00; e R$ 100,00.

Este concurso será realizado pela empresa Associação Técnico Científica Ernesto Luiz de Oliveira Júnior (Atecel) e ocorrerá por meio de prova objetiva, prevista para ser aplicada em 22 de março de 2015.

O concurso será válido por dois anos, com possibilidade de ser prorrogado por mais dois anos, a critério da Administração.

Prefeitura de Curvelo - MG abre processo seletivo

Com a finalidade de preencher 208 vagas, a Prefeitura de Curvelo, cidade mineira localizada a 170 km de Belo Horizonte, divulgou o edital nº 001/2015 de processo seletivo. As oportunidades oferecidas contemplam profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
Os salários oferecidos variam de R$ 768,50 a R$ 1.570,04, dependendo da função ocupada. Os cargos disponíveis são Advogado, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate as Endemias, Assistente Social, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Educador, Auxiliar de Serviços, Cadastrador, Educador, Facilitador de Oficina, Motorista, Orientador Social e Psicólogo.
 
Ficam reservadas 5% das vagas aos candidatos portadores de necessidades especiais.
 
Inscrição
As inscrições serão realizadas através do site www.seapconcursos.com.br das 9h do dia 19 de janeiro até o dia 19 de fevereiro de 2015, às 21h.
 
Os candidatos interessados no certame, que não tiverem acesso à internet, poderão se inscrever na Secretaria Municipal de Administração Políticas Sociais e Desenvolvimento Sustentável, situada à Rua Dr. Viriato Mascarenhas Gonzaga, n° 80, antiga Silveira Lobo - Centro, Curvelo/MG, de 8h às 11h e das 13h às 17h, exceto sábado, domingo, feriado ou ponto facultativo.
 
A taxa de inscrição é de:
Nível fundamental: R$ 30,00;
Nível médio: R$ 40,00;
Nível superior: R$ 80,00.
 
Prova
A prova objetiva está prevista para 29 de março de 2015, em locais e horários que serão divulgados no quadro de avisos da Prefeitura de Curvelo e nos sites www.seapconcursos.com.br/www.curvelo.mg.gov.br, a partir do dia 20 de março de 2015.
 
O gabarito para a conferência do desempenho dos candidatos será publicado pela SEAP, após a realização das provas, no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Curvelo e através dos sites www.seapconcursos.com.br/www.curvelo.mg.gov.br, a partir do dia 30 de março de 2015.
 
Validade
O prazo de validade do processo seletivo é de dois anos, contados da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Administração Pública.

Prefeitura de Carmópolis de Minas - MG promove processo seletivo

Publicado o extrato do edital nº 001/2014 para realização de processo seletivo na Prefeitura de Carmópolis de Minas, estado de Minas Gerais. O processo seletivo, que será realizado pela Fundação Educacional de Lavras – UNILAVRAS CONCURSOS, visa selecionar 90 profissionais para atendimento à Estratégia de Saúde da Família - ESF, Equipe de Saúde Bucal - ESB, Combate a Endemias e ao Programa Centro de Referência à Assistência Social - CRAS. Os vencimentos variam de R$ 724,00 a R$ 10.000,00.
 
Cargos: médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo, técnico em enfermagem, agente comunitário de saúde, técnico em saúde bucal, agente de combate às endemias, supervisor de endemias, agente de chagas, orientador social e oficineiro.
 
As inscrições foram prorrogadas até o dia 14 de janeiro de 2015 e podem ser feitas pelo site www.unilavrasconcursos.com.br. As taxas de inscrições variam de R$ 20,00 a R$ 200,00.
 
As provas serão realizadas provavelmente no dia 08 de fevereiro de 2015, com início às 8h e término às 11h, na Escola Municipal Júlia Camões Vieito, situada à Rua José Pereira Gambogi, Centro, Carmópolis-MG.
 
O gabarito da prova será divulgado no endereço eletrônico www.unilavrasconcursos.com.br em até três dias após a aplicação da mesma.
 
O processo seletivo visa a contratação temporária, pelo prazo de dois anos, a contar da posse do aprovado, podendo ser prorrogado por mais dois anos, a critério da administração Pública do município de Carmópolis de Minas.

Vagas de estágio na Prefeitura de Sapopema - PR

A Prefeitura de Sapopema, no estado do Paraná, tornou público o edital de processo seletivo nº 01/2015. O objetivo é a contratação de 10 estagiários de níveis médio/técnico e superior. A remuneração prevista vai de R$ 310,00 a R$ 350,00, em carga horária de 30 horas semanais.
 
As vagas são para estudantes dos cursos de nível técnico em Formação de docentes, e superior em Administração, Economia, Ciências Contábeis, Direito, Pedagogia/áreas da Educação e Farmácia.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de janeiro de 2015, na Secretaria Municipal de Educação e Cultura, localizada na Praça Antonio Batista Ribas, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 17h30.
 
A prova objetiva provavelmente será aplicada no dia 17 de janeiro de 2015, às 09h, na Escola Municipal Maria Elias Fadel, situada na Avenida Joaquim Domingues Guerreiro.
 
O processo seletivo terá validade até 31 de dezembro de 2015, ou até a convocação de todos os estudantes classificados, podendo ser prorrogado por 12 meses, e o Termo de Compromisso de Estágio poderá ser rescindido a qualquer momento por qualquer uma das partes.

Concurso Prefeitura de Belmonte - SC

A Prefeitura de Belmonte, interior catarinense, divulgou o edital de concurso público nº 001/2015, destinado à contratação de três profissionais de ensino fundamental e médio. O salário previsto vai de R$ 766,48 a R$ 1.014,00, em carga horária de 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de Facilitador de Oficina de Artesanato, Facilitador de Oficina de Pintura e Agente Comunitário de Saúde.
 
As inscrições serão aceitas até o dia 06 fevereiro de 2015, pelo site www.ameosc.org.br.
 
O valor da taxa de inscrição para qualquer um dos cargos é de R$ 50,00.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 21 de fevereiro de 2015, na Escola Municipal João Revers, na Avenida Getúlio Vargas, s/n, com início às 9h30 e término às 12h30min.
 
O gabarito preliminar será divulgado a partir das 17h do primeiro dia útil após a realização das provas. O mesmo poderá ser consultado nos seguintes sites: www.ameosc.org.br e www.belmonte.sc.gov.br.
 
O concurso público, que será executado pela empresa AMEOSC, terá validade de dois anos, a contar a partir da data de sua homologação.

Prefeitura de Campinápolis - MT promove processo seletivo

A Prefeitura de Campinápolis, no estado de Mato Grosso, por meio do edital nº 001 de processo seletivo, abre 232 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os aprovados irão atuar em regime de trabalho de até 40 horas semanais e receberão salários de até R$ 8.000,00.
 
Cargos
Professor (Educação Física, Educação Infantil, Educação de Jovens/Adultos e Indígena), Apoio Administrativo Escolar (Limpeza, Nutrição, Educação Infantil e Transporte Escolar), Nutricionista, Farmacêutico, Enfermeiro, Odontólogo, Psicólogo, Médico, Assistente Social, Monitor e Motorista.
 
Inscrição
Os interessados deverão se inscrever até o dia 14 de janeiro de 2015, das 08h às 11h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira, no Paço Municipal, situado na Av. Benônico José Lourenço, 2.170 – Setor União, Campinápolis - MT. Já as inscrições para os cargos de professor e apoio administrativo educacional das Escolas Rural Indígenas serão realizadas até o dia 15 de janeiro de 2015, das 07h às 11h e das 13h às 17h, na sala de Reuniões dos Conselhos, situada na Rua Laudelino Domingos de Araújo (antigo prédio da prefeitura).
 
Prova
A seleção será composta de provas objetivas, práticas e entrevistas.
 
As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 25 de janeiro de 2015, às 8h (horário de Cuiabá), nas dependências da Escola Estadual Couto Magalhães, situada na Laudelino Domingos de Araújo, nº 1.700, Setor Rodoviário. Já as provas para professores e apoio administrativo educacional indígena serão aplicadas no mesmo dia descrito anteriormente, a partir das 13h (horário de Cuiabá), nas dependências da Escola Estadual Couto Magalhães, situada na Laudelino Domingos de Araújo, nº 1.700, Setor Rodoviário.
 
Os candidatos ao cargo de motorista deverão comparecer ao Departamento de Estradas e Rodagens – DMER, para a realização das provas práticas de direção veicular, a ser realizada provavelmente no dia 25 de janeiro de 2015, às 14h, munidos de documento de identificação.
 
A entrevista para os candidatos ao cargo de assistente social está prevista para ser realizada no dia 25 de janeiro de 2015, às 14h, Escola Estadual Couto Magalhães, situada na Laudelino Domingos de Araújo, nº 1.700, Setor Rodoviário.
 
Validade
O processo seletivo será válido por um ano, prorrogável por até igual período, se assim o interesse público o exigir.

Prefeitura de São Tiago - MG abre processo seletivo

A Prefeitura de São Tiago, no estado de Minas Gerais, abriu edital de processo seletivo para o preenchimento de 04 vagas para profissionais de nível superior, para atuarem na área da Secretaria Municipal de Saúde: Bem Viver (02 vagas) e Núcleo de Apoio à Saúde da Família – NASF (02 vagas). As chances são para os empregos de Psicólogo, Fonoaudiólogo e Fisioterapeuta.
 
Todos os profissionais aprovados irão trabalhar em jornadas semanais de 20 horas, no entanto, os vencimentos podem variar de acordo com a função desempenhada, e são de R$ 1.187,46 e R$ 1.500,00.

A Administração Municipal lançou o Edital 001/2015 para contratação de profissionais para atender aos programas Bem Viver e Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

As inscrições poderão ser feitas entre nos dias 12 e 13 de janeiro de 2015, no Departamento Pessoal da Prefeitura, de 13 às 17 horas.
 
O processo seletivo constará de duas etapas, compostas por Análise Curricular com comprovação documental das informações prestadas no currículo e Entrevista de Seleção, que será de caráter eliminatório e classificatório.
 
O prazo de validade do processo seletivo simplificado, passará a contar a partir da publicação do resultado final.

Prefeitura de Vitória - ES abre processo seletivo

A Prefeitura de Vitória, estado do Espírito Santo, tornou público o edital de processo seletivo nº 001/2015, o mesmo visa a contratação de 28 profissionais de ensino superior, mais cadastro de reservas. A remuneração pode chegar até R$ 8.270,82, em jornadas de 20 e 40 horas semanais.
Médico Alergista, Cirurgião-geral, Clínico Diarista, Clínico Plantonista, Endocrinologista, Gastroenterologista, Infectologista, Neurologista, Pediatra Diarista/Plantonista, Pneumologista, Proctologista, PSF, Psiquiatra e Urologista.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de janeiro de 2015, pelo site http://www.vitoria.es.gov.br/processos-seletivos/. Depois comparecer ao posto de atendimento/ Coordenação de Gestão de Pessoas da Secretaria de Saúde (avenida Marechal Mascarenhas de Moraes, nº. 1.185, Forte São João/ Beira Mar, Vitória - próximo ao Hospital São Lucas) para apresentar envelope contendo comprovante de pedido de inscrição e demais documentos.
 
Os inscritos serão avaliados por analise de títulos, onde será considerado o exercício profissional e a qualificação profissional.
 
O Processo Seletivo, terá validade de 18 meses, contados a partir da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por até igual período, a critério do Município.

Prefeitura de Piedade - SP lança edital de processo seletivo

A Prefeitura de Piedade, no estado de São Paulo, através da empresa Directa Desenvolvimento Institucional e de Carreiras Ltda, publicou edital n° 09/2014 de processo seletivo, destinado ao provimento de uma vaga na função de Médico Cardiologista (nível superior) com salário de R$ 5. 513,08 em carga horária mensal de 110 horas.
 
As inscrições, no valor de R$ 35,00, foram prorrogadas e ficarão abertas exclusivamente através da internet, no site www.directaconcursos.com.br, de 13 de janeiro até o dia 20 de janeiro de 2015.
 
A realização da prova objetiva foi adiada e está prevista para o dia 08 de fevereiro de 2015 no município de Piedade/SP. Poderá, contudo, haver mudança na data prevista dependendo do número de inscritos e a disponibilidade de locais para a realização das provas.
 
O gabarito oficial deverá ser divulgado a partir das 18h00 do dia seguinte à aplicação da prova, bem como o resultado preliminar das provas e o caderno de provas que ficará disponível no site apenas durante o período de recurso contra a aplicação da prova objetiva e divulgação dos gabaritos .
 
O processo seletivo terá validade de 1 ano e será para o preenchimento de funções/atividades dos afastamentos temporários existentes e dos que vierem a surgir nos termos da legislação vigente.

Concurso Prefeitura de Tambaú - SP

A Prefeitura de Tambaú, no estado de Sao Paulo, por meio da empresa através da empresa RBO Assessoria Pública e Projetos Municipais Ltda, abriu extrato do edital de concurso público n° 01/2015, destinado ao provimento de 44 vagas para contratações imediatas, mais cadastro de reserva, nos cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários vão até R$ 3.451,45, mais acréscimo.
 
As vagas são para os empregos de Ajudante Geral, Encanador, Merendeiro, Pedreiro, Servente, Vigia, Escriturário, Inspetor de Alunos, Leiturista, Agente de Farmácia, Auxiliar de Consultório Dentário, Fiscal Ambiental, Fiscal de Obras e Posturas, Fiscal Tributário, Operador de ETA, Secretário Escolar, Técnico de Segurança e demais cargos.
 
As inscrições serão realizadas via internet, no endereço eletrônico www.rboconcursos.com.br, iniciando-se no dia 19 de janeiro  e encerrando-se no dia 6 de fevereiro de 2015, observado o horário oficial de Brasília/DF.
 
Na impossibilidade de acesso particular à internet, o candidato poderá utilizar, gratuitamente, o posto de atendimento localizado na Prefeitura Municipal de Tambaú – Rua João de Carvalho, 201 – Centro – Tambaú/SP.
 
O concurso terá validade de 2 anos, podendo ser prorrogado por até 2 anos, a contar da data da homologação do certame, a critério da Prefeitura Municipal de Tambaú.
 
O edital do concurso público, em sua íntegra, será divulgado nos endereços eletrônicos www.rboconcursos.com.br e www.tambau.sp.gov.br, a partir desta data.

Prefeitura de Araputanga - MT promove processo seletivo

Com intuito de contratar 1 Médico, a Prefeitura de Araputanga, no estado do Mato Grosso, publicou o edital de processo seletivo nº 001/2015. A remuneração é de até R$ 13.014,91, por jornada de 40 horas semanais.
 
As inscrições ficarão abertas até o dia 13 de janeiro de 2015, das 7h às 11h e das 13h às 17h, na Secretaria Municipal de Saúde, sito a Rua Horácio Alcântara de Carvalho, nº 972 – centro (ao lado do CRAS).
 
O processo seletivo será constituído de uma única etapa, análise curricular, de caráter eliminatório e classificatório.
 
O processo seletivo será válido por dois anos, podendo ser prorrogável uma única vez por igual período.
 
O edital foi publicado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 9 de janeiro de 2015.

Prefeitura de Diamantino - MT publica edital de processo seletivo

No Estado do Mato Grosso, a Prefeitura de Diamantino publicou edital Nº. 001/2015  de processo seletivo para provimento de cargos em regime estatutário. O processo seletivo a ser executado pela empresa KLC – Consultoria em Gestão Pública LTDA, oferece 233 vagas de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 3.584,83, para carga horária de 20, 30 e 40h semanais.
Fica reservado aos portadores de necessidades especiais 5% das vagas ofertadas para cada cargo.

As oportunidades são para os cargos de Agente Administrativo, Agente Comunitário de Saúde, Almoxarife de Farmácia, Apoio (Manutenção de Infraestrutura e Nutrição Escolar), Assistente Social, Cadastrador Social, Coordenador Técnico Pedagógico, Dentista, Educador Físico, Enfermeiro, Facilitador de Oficinas, Fiscal de Serviços Públicos, Fiscal Tributário, Fisioterapeuta, Gestão Financeira/Orçamentária, Instrutor de Cursos Livres, Maqueiro, Mecânico, Monitor Educacional, Motorista de Ambulância, Motorista de Ambulância, Orientador Social, Professor, Programador de Computador, Psicóloga, Servente, Técnico (Desenvolvimento Infantil, Desporto, Agrimensura, Enfermagem e Radiologia) e Vigia.

As inscrições serão recebidas até às 23 horas e 59 minutos do dia 18 de janeiro de 2015, através do site www.klcconcursos.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 40,00 (nível fundamental), R$ 60,00 (nível médio) e R$ 80,00 (nível superior).
 
O processo seletivo será de provas escritas objetivas, práticas e de títulos.
 
Os títulos deverão ser postados, via Sedex, com Aviso de Recebimento (AR), em envelope identificado com os dizeres: Processo Seletivo Prefeitura Diamantino - MT / Prova de Títulos, à empresa KLC - Consultoria em Gestão Pública Ltda., localizada à Praça Monteiro Lobato, 94 – Lobato – PR – CEP 86790-000, até o dia 19 de janeiro de 2015.
 
As provas objetivas e práticas serão realizadas na data provável de 1 de fevereiro de 2015, em horário e o local que serão divulgados quando da publicação do edital de homologação das inscrições.
 
O gabarito oficial da prova escrita objetiva será divulgado no dia primeiro dia útil após a realização da referida prova, a partir das 15h00min, mediante edital afixado na Prefeitura de Diamantino – MT e no site www.klcconcursos.com.br.
 
A validade do processo seletivo será de dois anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Prefeitura de Diamantino - MT.
 
O edital encontra-se divulgado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 9 de janeiro de 2015.