Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 19 de junho de 2013

Um terço das meninas já tentou emagrecer, diz IBGE

Pesquisa sobre saúde escolar divulgada nesta quarta-feira (19) pelo IBGE constatou que cerca de um terço (31,1%) das meninas tentavam emagrecer. Dentre elas, 6,4% das entrevistadas afirmaram ter induzido o próprio vômito ou tomado laxantes para obter seu objetivo.
 
Ainda no que tange o peso, 16,0% delas tentavam engordar. Já entre os meninos, um percentual menor (21%) tinha como objetivo perder peso, num resultado um pouco superior aos 19,6% que desejavam ganhar peso.
 
"É importante notar que 19,1% das alunas do 9º ano do ensino fundamental se achavam gordas ou muito gordas e, no entanto, uma proporção maior (31,1%) relatou que tentava perder peso", ressalta o IBGE.
 
Considerando as escolas da rede pública e privada, observou-se que existe uma diferença de mais de 12 pontos percentuais entre os alunos das escolas particulares que tentaram perder peso (36,4%) e aqueles que frequentavam escola pública e tomavam essa atitude (24,2 %), segundo o IBGE.
 
Os dados mostram ainda que a ingestão de medicamentos, fórmulas ou outro produto com a intenção de ganhar peso ou massa muscular sem acompanhamento médico atingia 6,2% dos estudantes.
 
"Chamou a atenção o fato de que 8,4% dos escolares do sexo masculino declararam ter tomado essa atitude, enquanto que a metade desse percentual (4,2%) dos alunos do sexo feminino declararam tê-lo feito, nos 30 dias que precederam a pesquisa", ressalta o IBGE. O dado sinaliza o uso de anabolizantes por jovens do sexo masculino, ainda na adolescência.
 
Alimentação saudável 
Os dados da pesquisa apontaram que 69,9% dos estudantes consumiram feijão, 43,4% hortaliças, 30,2% frutas frescas e 51,5% tomaram leite. Já 41,3% dos alunos consumiram guloseimas em cinco ou mais dias na semana anterior a pesquisa.
 
Quase totalidade (98%) dos estudantes de escola pública no país respondeu que a escola oferece alimentação. Nas escolas privadas, a oferta foi "significativamente" menor (41,4%), segundo o IBGE.
 
Também foi investigada a existência de cantinas e pontos alternativos de venda dentro das escolas e os tipos alimentos comercializados. Enquanto os salgados de forno estavam disponíveis para 39,2% dos estudantes, as frutas frescas ou salada de frutas estavam disponíveis para apenas 10,8%.
 
O IBGE entrevistou mais de cem mil adolescentes em 2.842 escolas de todo o país.
 
Fonte Folhaonline

Composto tem ação eficaz contra cepas comuns e resistentes da tuberculose

TCA1 matou quase 100% das bactérias TB ativas e replicantes em três semanas e mostrou efeito potente contra cepas não replicantes
 
Equipe internacional liderada por cientistas do The Scripps Research Institute, nos EUA, identificou um novo composto anti-tuberculose altamente promissor e de ação rápida.
 
Em culturas de células e em camundongos, o composto apresentou atividade potente contra bactérias comuns ativas de tuberculose (TB), bactérias não replicantes de tuberculose e as cepas resistente aos medicamentos.
 
"Estes resultados representam um esforço para ajudar a resolver uma das principais crises globais de saúde do nosso tempo, o ressurgimento da tuberculose e suas cepas perigosas resistentes a drogas", afirma o autor sênior da pesquisa Peter G. Schultz.
 
O artigo aparece na revista Proceedings of the National Academy of Sciences.
 
Apesar de isoniazida e rifampicina, dois medicamentos principais contra a tuberculose, terem entrado em uso em 1952 e 1967, respectivamente, as novas infecções de tuberculose ainda ocorrem a uma taxa de cerca de um por segundo.
 
O aumento da urbanização, a complacência de saúde pública e o enfraquecimento da imunidade pelo HIV têm sido os principais facilitadores da disseminação da tuberculose nas últimas décadas. Mas a bactéria que causa a tuberculose, Mycobacterium tuberculosis (Mtb), também passa a ser excepcionalmente bem adaptada para persistir em humanos. Entre outras estratégias, ela frequentemente se reverte a um estado não-replicante dormente e também cria colônias de células resistentes ao ataque chamados biofilmes, que contêm uma alta proporção de tuberculose não-replicante.
 
Comparadas com as cepas normais de rápida replicação, estas outras formas de TB são muito menos sensíveis a drogas existentes. Terapia eficaz contra a tuberculose exige, portanto, meses ou anos de administração regular. No entanto, muitos pacientes param antes de concluir esse tratamento longo e acabam incubando cepas de tuberculose resistentes à terapia. Algumas cepas são agora extensivamente resistentes aos medicamentos, praticamente incuráveis e geralmente fatais.
 
"O grande desafio aqui foi encontrar uma droga que controla a infecção por TB mais rapidamente, o que significa que tem de ser eficaz tanto contra TB replicante quanto não-replicante", afirma o pesquisador Feng Wang.
 
Medicamentos existentes contra a tuberculose funcionam precariamente contra a tuberculose não-replicante, tendo sido desenvolvido principalmente por sua capacidade de matar TB ativamente replicante.
 
Wang, portanto, criou um tipo diferente de teste de rastreio, um capaz de detectar compostos que bloqueiam a capacidade de TB para formar biofilmes.
 
Em uma triagem de uma biblioteca diversificada de 70 mil compostos, ele rapidamente encontrou um, apelidado TCA1, que se destacou por sua capacidade de inibir biofilmes nas micobactérias testadas.
 
Testes em nível de biossegurança confirmaram que TCA1 também tem potente atividade contra a tuberculose. "Surpreendentemente, ele acabou matando os dois tipos de TB não replicante e replicante", afirma Wang.
 
Em testes de cultura de células, TCA1 matou mais de 99,9% das bactérias TB ativamente replicantes comuns dentro de três semanas, e em combinação com isoniazida e rifampicina pode matar 100% dentro desse período. TCA1 também mostrou forte eficácia contra as cepas de tuberculose resistentes aos medicamentos, retirando todos os sinais de uma cepa comum dentro de uma semana, quando combinado com isoniazida.
 
Contra uma estirpe altamente fatal da África do Sul, que resiste a todas as drogas convencionais, o novo composto sozinho teve uma taxa de morte de mais de 99,999% no prazo de três semanas.
 
Como esperado, TCA1 também mostrou efeitos potentes contra a tuberculose não replicante. Testes em ratos confirmou a eficácia do TCA1 e sugeriu que a combinação de TCA1 e isoniazida pode ser mais potente do que os regimes de drogas existentes.
 
Caso testes pré-clínicos sejam concluídos com êxito, o grupo espera encontrar uma empresa farmacêutica parceira para patrocinar os ensaios clínicos em pacientes com tuberculose.
 
Fonte isaude.net

Brasil entra na lista dos 10 maiores do mundo na produção de biotecnológicos

Parcerias irão proporcionar uma economia de R$ 225 milhões por ano
Foto: Ministério da Saúde
Parcerias irão proporcionar uma economia de
 R$ 225 milhões por ano
Parcerias entre laboratórios públicos e privados aumenta para 25 o número de medicamentos biológicos produzidos no país
 
Novas 27 parcerias entre laboratórios públicos e privados vão resultar no aumento na produção nacional de medicamentos biológicos de 14 para 25. São produtos de última geração e de alto custo para o tratamento de câncer de mama, leucemia, artrite reumatoide, diabetes, oftalmológicos, além de um cicatrizante, um hormônio de crescimento e uma vacina alergênica.

Os novos produtos, que representam um gasto de R$ 1,8 bilhão, serão fabricados a partir de modelo de Parceria para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), que envolve laboratórios para a manufatura de cada produto. As 27 parcerias para a produção dos medicamentos incorporam 11 medicamentos no desenvolvimento nacional e englobam outros 3 cujas parcerias já haviam sido firmadas no novo modelo de parceria (insulina, etanercepte e rituximabe). Segundo o Minstério da Saúde, a economia para o país será de R$ 225 milhões por ano.

" O Brasil agora faz parte do seleto grupo de menos de dez países que produz medicamento biotecnológico para câncer e outras doenças crônicas. Apostar na produção nacional é garantir segurança à população: nenhuma crise econômica ou decisão unilateral de empresa colocarão em risco a saúde de cada brasileira e brasileiro" , declarou Padilha. " A estratégia de investir mais recursos nos laboratórios que produzirem medicamentos com maior rapidez e em maior escala gera uma competição saudável entre eles" , afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha,

As medidas foram anunciadas nesta terça-feira (18), em Brasília, durante encontro do Grupo Executivo do Complexo Industrial da Saúde (Gecis), que reúne os principais atores da indústria farmacêutica nacional além de seis ministérios, a Anvisa, Fundação Oswaldo Cruz e do Banco Nacional do Desenvolvimento Social (BNDES). Participaram do evento o ministro do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior (Mdic), Fernando Pimentel, o governador do Ceará, Cid Gomes, o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão e o presidente da FINEP, Glauco Arbix.
 
Produtos Biológicos
Os produtos biológicos são mais eficazes em relação aos medicamentos tradicionais de síntese química, aumentando as possibilidades de sucesso no tratamento principalmente para doenças crônicas. Eles são feitos a partir de material vivo e manufaturados a partir de processos que envolvem medicina personalizada e biologia molecular.

Atualmente os biológicos consomem 43% dos recursos do Ministério da Saúde com medicamentos, cerca de R$ 4 bilhões por ano, apesar de representarem 5% da quantidade adquirida.

O Brasil já produz hoje, via transferência de tecnologia, 14 biológicos para doenças como hemofilia, esclerose múltipla, artrite reumatoide e diabetes. Até 2017, estes produtos terão fabricação 100% nacional. Este ano, foi finalizada a transferência tecnológica da vacina contra a influenza e o Instituto Butantan conquistou o domínio de todas as etapas da produção do insumo. A campanha da gripe deste ano foi a primeira que contou com vacina da influenza feita pelo Instituto Butantan do começo ao fim do processo. O laboratório público foi o responsável pela produção de 6,5 milhões de doses aplicadas, o que equivale a 15% do total de 44 milhões de doses distribuídas. Na campanha de 2015, o Butantan já terá conquistado capacidade de produção suficiente para abastecer toda a demanda nacional. O produto 100% brasileiro é fruto da transferência de tecnologia do laboratório privado Sanofi Pasteur.
 
O uso da célula vegetal
O ministério vai investir também R$ 170 milhões na construção da primeira fábrica nacional de produtos biológicos feitos a partir de célula vegetal, tecnologia inédita no país, no Ceará. " A biotecnologia é parte do futuro na área da saúde e o Brasil tem perspectiva de ter plataformas mundiais. Diversos estados estão montando plataformas tecnológicas - Rio de Janeiro, Ceará, Paraná. Não são projetos isolados, estão dentro de uma estratégia nacional" , disse o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Carlos Gadelha.

A nova fábrica, que vai usar matéria prima como cenoura e do tabaco, envolve parceria entre a Fiocruz e a empresa israelense Protalix, o norte-americano Centro Fraunhofer para Biotecnologia Molecular e a iBio Inc. Esta foi também a primeira biotecnologia de base vegetal que obteve registro no Food and Drug Administration (FDA) e na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), em todo o mundo. Deve começar a funcionar a pleno vapor em 2016. O novo pólo da Fiocruz será instalado no município de Eusébio, próximo à Fortaleza (Ceará) e a construção começa a partir de 2014.A fábrica produzirá inicialmente medicamentos para doenças raras como o Taliglucerase Alfa Humana Recombinante, para a doença de Gaucher, e a primeira vacina do mundo a partir de uma planta, contra febre amarela.

O processo de produção a partir da extração vegetal é uma novidade no país. A tecnologia garante maior segurança do que os biológicos produzidos a partir de vírus e bactérias. Produz menos efeitos colaterais e enfrenta menor resistência do organismo humano que recebe o tratamento. Além disso, requer menos investimentos.

" O Ceará está muito feliz em ajudar a corrigir as desigualdades regionais do País. É hora de comemorar porque vemos o Brasil enxergando e investindo em possibilidades" , disse o governador do estado, Cid Gomes.

Fonte isaude.net

Obesidade pode causar perda auditiva em crianças e adolescentes

Pesquisadores acreditam que a inflamação induzida pela obesidade pode contribuir para a perda de audição
Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Pesquisadores acreditam que a inflamação induzida pela
obesidade pode contribuir para a perda de audição
Jovens obesos têm maior perda em todas as frequências de audição e são duas vezes mais propensos a ter perda auditiva unilateral
 
Adolescentes obesos são mais propensos do que aqueles com peso normal a ter perda auditiva, de acordo com pesquisadores da Universidade de Columbia, nos EUA.
 
Os resultados mostraram que os adolescentes obesos tinham maior perda em todas as frequências de audição e eram quase duas vezes mais prováveis de ter perda auditiva unilateral de baixa frequência.
 
O estudo foi publicado no jornal The Laryngoscope.
 
"Este é o primeiro trabalho a mostrar que a obesidade está associada com perda auditiva em adolescentes", afirma o primeiro autor Anil K. Lalwani.
 
O estudo descobriu que a obesidade em adolescentes está associada à perda auditiva neurossensorial em todas as frequências (a faixa de frequência que pode ser ouvida por humanos), perda auditiva neurossensorial é causada por danos às células ciliadas do ouvido interno.
 
As taxas mais elevadas foram para perda de audição de baixa frequência em 15 e 16% dos adolescentes obesos em comparação com 7,89% dos adolescentes não obesos.
 
Pessoas com perda auditiva de baixa frequência não podem ouvir sons de frequências de 2.000 Hz e abaixo, mas ainda podem ouvir os sons nas frequências mais altas. Muitas vezes, eles ainda podem entender a fala humana bem, mas pode ter dificuldades em ouvir em grupos ou em lugares barulhentos.
 
Embora a perda total de audição entre os adolescentes obesos foi relativamente leve, o aumento de quase duas vezes nas chances de perda auditiva de baixa frequência unilateral é particularmente preocupante.
 
Lalwani e seus colegas especulam que a obesidade pode, direta ou indiretamente, levar à perda de audição. Embora pesquisas adicionais sejam necessárias para determinar os mecanismos envolvidos, eles acreditam que a inflamação induzida pela obesidade pode contribuir para a perda de audição.
 
Níveis plasmáticos da proteína anti-inflamatória adiponectina, que é secretada pelo tecido adiposo, foram encontrados em crianças obesas, e níveis baixos em adultos obesos têm sido associados com perda auditiva de alta frequência (que afeta a capacidade da pessoa de compreender a fala).
 
Fonte isaude.net

Identificado fator genético que aumenta risco de doenças cardíacas em homens

O novo estudo mostra identifica os possíveis genes do
 cromossomo Y que poderiam ser responsáveis por sua
associação com a doença arterial coronariana
Estudo avança busca por mecanismos ligados a um maior risco de doença em homens com um tipo particular do cromossomo Y
 
Cientistas da Universidade de Leicester, no Reino Unido, descobriram um fator genético que contribui para o aumento do risco de doenças cardíacas em homens.
 
A pesquisa representa um importante passo na busca dos mecanismos subjacentes a um maior risco de doença arterial coronariana em homens que carregam um tipo particular do cromossomo Y (haplogrupo I).
 
A equipe deu continuidade a um estudo anterior que sugeriu que os homens com haplogrupo I do cromossomo Y têm risco 50% maior de desenvolver doença cardíaca.
 
O novo estudo mostra identifica os possíveis genes do cromossomo Y que poderiam ser responsáveis por sua associação com a doença arterial coronariana.
 
A doença arterial coronariana é o nome dado para o estreitamento dos vasos sanguíneos que entregam sangue para o coração, o que significa que uma quantidade insuficiente de oxigênio chega ao órgão. Isto pode conduzir a sintomas de angina, tais como a constrição do peito e ataques cardíacos.
 
A pesquisa atual utilizou uma amostra de cerca de 2 mil homens de quatro populações europeias.
 
O estudo descobriu que os homens com haplogrupo I tem menor número de cópias dos dois genes importantes do cromossomo Y em macrófagos, tipo de glóbulos brancos envolvidos na defesa contra infecções e aterosclerose.
 
Especificamente, os homens com haplogrupo I tiveram diminuição da expressão de dois genes: ubiquitously transcribed tetratricopeptide repeat, Y-linked gene (UTY) e protein kinase, Y-linked, pseudogene (PRKY) em macrófagos.
 
A equipe não encontrou nenhuma associação entre o haplogrupo I e fatores de risco cardiovasculares tradicionais, como hipertensão arterial, tabagismo e obesidade.
 
A equipe acredita que o estudo representa mais um passo para decifrar a genética por trás de aumento do risco de doença arterial coronariana em homens com haplogrupo I. "Queremos agora investigar se e como a regulação dos genes UTY e PRKY em macrófagos pode se traduzir em aumento do risco de doença arterial coronariana", conclui o pesquisador principal Maciej Tomaszewski.
 
Fonte isaude.net

Acre em alerta para surto de sarampo em vários estados brasileiros

Vacina contra o sarampo é injetável e faz parte do calendário básico de vacinação da criança
Foto: Governo de São Paulo
Vacina contra o sarampo é injetável e faz parte do calendário
 básico de vacinação da criança
Eliminado há 10 anos o vírus voltou a aparecer em Bauru seguido de outros 22 casos em cinco estados
 
A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) emitiu,na última quinta-feira (13) nota técnica que alerta sobre surto de sarampo em alguns Estados brasileiros e em vários países. O Acre não está entre os Estados atingidos pela epidemia, mas é importante que todos os municípios mantenham sua área de abrangência em total vigilância a qualquer caso suspeito dessa doença.

De acordo com a gerente do Departamento de Vigilância em Saúde, Izanelda Magalhães, a nota técnica visa informar aos viajantes que saem do Estado e aos que retornam de viagem sobre o risco de contrair a doença, fortalecer a vacinação de profissionais de saúde e educação e intensificar e implementar as ações de vacina contra sarampo e rubéola (vacina tríplice viral) na população alvo.

"É importante que as pessoas se imunizem contra as doenças virais, e a melhor forma de fazer isso é tomando as vacinas disponibilizadas pelo Ministério da Saúde. As vacinas são gratuitas e já fazem parte do calendário vacinal da criança - basta ir aos centros de saúde com a carteira de vacina em mãos" , informa Izanelda.

O vírus do sarampo foi eliminado há mais de 10 anos, mas ainda circula nos países dos continentes europeu e asiático. No dia 21 de janeiro deste ano, foi confirmado o primeiro caso da doença em Bauru, São Paulo. Até a 21ª Semana Epidemiológica (SE), foram confirmados 23 casos: 5 em São Paulo, 2 em Minas Gerais, 14 em Pernambuco, 1 na Paraíba e 1 em Santa Catarina. Em 2011, o Brasil apresentou surto de sarampo, totalizando 43 casos confirmados. A reintrodução se deu através de vírus oriundo da Europa.

Pelo mundo, observa-se circulação endêmica do vírus do sarampo na África, Ásia e Oceania. Há informação do aumento do número de casos, incluindo mortes, no Congo, Uganda e Paquistão.

A vacina contra o sarampo é injetável e faz parte do calendário básico de vacinação da criança, sendo administrada em duas doses: a primeira depois de 1 ano de idade e a segunda aos 4 anos. Caso o turista não saiba se já tomou as duas doses na infância, é possível receber uma dose única da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba.

" As pessoas que estão suscetíveis e forem viajar - para os países ou Estados onde estão ocorrendo casos de sarampo - devem tomar a vacina pelo menos duas semanas antes da viagem, para que o organismo consiga formar os anticorpos, mas o ideal é tomar de um a dois meses antes do embarque" , alerta Magalhães.
 
Fonte isaude.net

Rio Grande do Sul lança Plano de Contingência para Bactérias Multirresistentes

O plano foi lançado no auditório do Centro Administrativo em Porto Alegre
Foto: Gabriela Milanezi/SES RS
O plano foi lançado no auditório do Centro Administrativo
 em Porto Alegre
Cerca de 80 hospitais do estado vão traçar padrões de coleta, notificação, isolamento, higienização e fiscalização de rotina
 
Os cerca de 80 hospitais do Rio Grande do Sul que possuem Unidades de Terapia Intensiva (UTI) são alvo para a aplicação do Plano de Contingência para Bactérias Multirresistentes. O programa foi lançado no final da semana passada pelo Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS), da Secretaria Estadual da Saúde, em parceria com a Vigilância Sanitária de Porto Alegre e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Objetivo é desencadear uma ação conjunta para interromper a disseminação e propagação dos mecanismos de resistência microbiana nos serviços de saúde do Estado, traçar padrões de coleta, notificação, isolamento, higienização e fiscalização de rotina.

De acordo com o secretário adjunto da Saúde, Elemar Sand, esta oportunidade de reunir os gestores de hospitais para a troca de experiências e mobilização de todos vai propiciar uma unificação e padronização dos meios de controle a partir das estruturas já existentes.

Para a coordenadora da Divisão de Vigilância Sanitária do Cevs, Sirlei Famer, é importante informar, orientar e sensibilizar os hospitais sobre a necessidade de intensificar a busca ativa por estas bactérias.

Entre os novos agentes identificados recentemente, foram registrados sete casos de bactérias com mecanismos de defesa NDM no Hospital Conceição e um na Santa Casa de Porto Alegre. Existe ainda um caso suspeito de OXA 48, também no Hospital Conceição.

Além destes novos agentes, existem outros, como o KPC e o acinetobacter, que causam infecção hospitalar - porém, estes já estão controlados e identificados pela vigilância sanitária do RS.
 
Fonte isaude.net

Método preserva fertilidade em mulheres jovens após tratamento do câncer

Adição do medicamento imatinib à droga cisplatina impede morte
 precoce de ovócitos desencadeada por quimioterapia e radioterapia
Adição do medicamento imatinib à droga cisplatina impede morte precoce de ovócitos desencadeada por quimioterapia e radioterapia
 
Cientistas da Northwestern Medicine, nos EUA, descobriram um caminho molecular que pode preservar a fertilidade em mulheres jovens que passaram por tratamento de câncer.
 
A pesquisa indica que a adição do medicamento quimioterápico mesilato de imatinib à droga cisplatina impede a morte precoce de ovócitos, ou ovos ovarianos, em mulheres que receberam quimioterapia e radioterapia.
 
Os resultados foram apresentados na 95a Reunião Anual da Sociedade de Endocrinologia, em San Francisco.
 
"Esta investigação avança os esforços para encontrar um tratamento médico para proteger a fertilidade e a saúde hormonal de meninas e mulheres jovens durante o tratamento do câncer", afirma a investigadora principal So-Youn Kim.
 
A adição de mesilato de imatinib à droga cisplatina bloqueia a ação de uma proteína que desencadeia uma cascata de eventos que resultam na morte dos ovos imaturos. Kim descobriu que a proteína que desencadeia a morte final do ovócito é TAp63.
 
Pesquisas anteriores sugeriram que o imatinibe é uma droga que protege a fertilidade contra cisplatina, mas relatos de eficácia da droga têm sido contraditórios, segundo os pesquisadores.
 
Kim e seus colegas confirmaram a eficácia da droga em um modelo animal. Ela está atualmente testando imatinibe com outros agentes de quimioterapia, para ver se a droga também protege a fertilidade em combinação com eles.
 
Para demonstrar que o imatinib protege os oócitos contra a cisplatina, Kim e colegas cultivaram ovários (contendo ovos imaturos) de ratos com cinco dias de idade, com imatinib e cisplatina, durante 96 horas.
 
Os ovários foram depois colocados em uma cápsula no rim dos ratos hospedeiros para manter os ovários vivos. Duas semanas depois, os óvulos imaturos ainda estavam vivos. O imatinib não bloqueou o dano ao DNA induzido pela cisplatina, mas Kim acredita que os ovos podem se recuperar e reparar os danos ao longo do tempo.
 
Fonte isaude.net

Cirurgia no cérebro salva menino que nasceu com hidrocefalia

Reprodução/The Sun
Durante cirurgia, médicos drenaram todo
líquido do cérebro de Samuel
Mesmo caso aconteceu com a menina Roona Begun, na Índia
 
Samuel Linnen, de apenas um ano de idade, que mora em Essex, na Inglaterra, nasceu com hidrocefalia e está "salvo" após ser submetido a uma cirurgia no cérebro. O caso também aconteceu com a indiana Roona Begun e traz esperanças para as famílias que vivem a mesma angústia. As informações são do tabloide The Sun desta segunda-feira (17).
 
Após o nascimento, os pais perceberam que a criança estava acima do peso e com a cabeça inchada. Com oito semanas de vida, Samuel foi encaminhado para o hospital para novas avaliações.
 
No início, os médicos suspeitaram de uma condição metabólica potencialmente fatal chamada de síndrome de Alagille, uma doença que pode acometer diversos órgãos do corpo, principalmente o coração e o fígado.
 
No entanto, após realizarem uma ressonância magnética, Samuel foi diagnosticado com hidrocefalia — acúmulo excessivo de fluído dentro dos ventrículos que pode levar ao aumento da pressão do crânio. Segundo o pai, James, o menino precisou passar por uma cirurgia.
 
— Os médicos introduziram um tubo para drenar todo o líquido do cérebro e para baixo da barriga.
 
Após a cirurgia, tanto o pai quanto a mãe, Elizabeth, se sentiram esperançosos com a recuperação do filho.
 
— A cada dia que passa ele fica mais forte. Os médicos estão até espantados com a evolução.
 
Fonte R7

Japão suspende recomendação da vacina contra o câncer de colo de útero

Japão suspende recomendação da vacina contra o HPV
Ministério da Saúde investiga novos efeitos colaterais que a vacina poderia provocar
 
O Japão suspendeu provisoriamente a recomendação da vacina contra o câncer de colo de útero pelas dores que poderia provocar, informou o ministério da Saúde.
 
A decisão foi tomada apenas dois meses depois do ministério ter iniciado uma campanha de vacinação geral das adolescentes com idades entre 12 e 14 anos.
 
As jovens que desejam tomar a vacina terão acesso ao medicamento, mas o ministério insiste que os "benefícios e riscos sejam bem conhecidos antes de uma decisão".
 
"A mudança de opinião não significa que a vacina seja perigosa, mas as informações comunicadas ao público sobre os riscos eram insuficientes", explicou um funcionário do ministério.
 
O governo destacou que, apesar de ainda não ter estabelecido um vínculo formal, foram apontados novos efeitos colaterais, incluindo dores corporais crônicas.
 
"Queremos recompilar dados, incluindo no exterior, para que os especialistas possam julgar a frequência das dores e suas causas", destacou a fonte ministerial.
 
A observação das duas vacinas atualmente disponíveis, Gardasil (do laboratório Merck) e Cervarix (GSK), permitiu detectar efeitos colaterais em até 50% dos casos e três tipos de efeitos mais graves, com uma frequência de um caso para cada 4,3 milhões.
 
As vacinas permitem prevenir o vírus do papiloma humano (HPV), responsável pelo câncer de colo de útero, uma doença que afeta quase 9.000 mulheres com idades entre 20 e 39 anos no Japão todos os anos.
 
Em 2011, este tipo de câncer provocou a morte de 2.700 mulheres.

Fonte AFP/R7

Estudo revela conexões cerebrais fracas em crianças autistas

Crianças com autismo têm conexões cerebrais fracas nas regiões
 que relacionam o discurso com o sistema de recompensa emocional
Pesquisa pode abrir caminho para novos tratamentos
 
Algumas crianças com autismo têm conexões cerebrais fracas nas regiões que relacionam o discurso com o sistema de recompensa emocional, revelou uma pesquisa nesta segunda-feira (17), abrindo caminho para novos tratamentos.
 
O estudo publicado na revista "Actas" da Academia Nacional de Ciência dos Estados Unidos (PNAS) sugere, pela primeira vez, que a razão pela qual as crianças com autismo mostram uma falta de sensibilidade à voz humana pode se vincular a circuitos defeituosos nos centros de recompensa do cérebro, como explica Vinod Menon, um dos autores do estudo e professor de Psiquiatria e Ciência do Comportamento na Universidade de Stanford, Califórnia.
 
— Uma conexão cerebral fraca pode impedir as crianças com autismo de experimentar o discurso como algo agradável.
 
Os pesquisadores fizeram imagens cerebrais por ressonância magnética de 20 crianças com um tipo alto de autismo. Elas têm um coeficiente intelectual normal, podem falar e ler, mas mostram dificuldades na conversa e na compreensão de sinais emocionais.  
 
Ao comparar as imagens com as de 19 crianças sem autismo, os cientistas descobriram que os cérebros dos menores com autismo mostravam baixas conexões com regiões do cérebro que liberam dopamina em resposta a recompensas.
 
No lado esquerdo do cérebro, as crianças autistas mostraram conexões fracas com o núcleo accumbens e a área tegmental ventral. Já no lado direito, no córtex de voz seletiva, onde são detectados os sinais vocais e de tom, havia um conexão fraca com a amígdala cerebral, que processa os sinais emocionais.
 
Os pesquisadores também determinaram que uma conexão mais baixa supõe uma pior capacidade de comunicação, explica Daniel Abrams, um pesquisador de Pós-Doutorado em Psiquiatria em Stanford e outro autor do estudo.
 
— A voz humana é um som muito importante. Não apenas dá significado, mas proporciona informação emocional fundamental para uma criança. Somos os primeiros a mostrar que essa falta de sensibilidade pode ser resultado de problemas de sistemas de recompensa no cérebro.
 
Os resultados também sustentam a teoria de que as pessoas com autismo têm um déficit na motivação social que explica sua falta de atenção às vozes e às palavras, em vez de um déficit sensorial que lhes impede de ouvir palavras, diz Menon.
 
— É provável que as crianças com autismo não prestem atenção às vozes porque não são gratificantes, ou emocionalmente interessantes, o que afeta o desenvolvimento de sua linguagem e de suas habilidades de comunicação social. Descobrimos um circuito cerebral anormal que está por trás de um déficit básico no autismo. Nossas descobertas podem ajudar no desenvolvimento de novos tratamentos para esse transtorno.
 
Investigações adicionais também podem revelar se uma terapia chamada Treinamento de Resposta Essencial (PRT, do inglês "Pivotal Response Training"), que tenta motivar as crianças a usar a linguagem para a interação social, tem algum efeito no fortalecimento desses circuitos cerebrais.
 
O autismo, um transtorno do desenvolvimento cada vez mais diagnosticado, afeta uma em cada 88 pessoas nos Estados Unidos.

Fonte AFP/R7

Após três mortes por gripe suína, Uberaba decreta emergência no combate à doença

Prefeito assinou decreto para agilizar compra de medicamentos e contratação de pessoal
 
A Prefeitura de Uberaba, no Triângulo Mineiro, decretou emergência no combate à gripe H1N1 na cidade depois da confirmação de três mortes no local. O último óbito comprovado foi de um homem de 43 anos. Uma mulher, que seria uma andarilha que vive nas ruas do município, continua internada. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, o prefeito Paulo Piau fez o decreto para que providências como compra de medicamentos e pessoal possam ser tomadas imediatamente.
 
Ainda de acordo com o órgão, foi criado um Comitê Permanente de Combate à Crise, formado por vários integrantes da administração municipal. O objetivo é que o grupo discuta medidas para melhorar a situação na cidade. A prefeitura considera ainda cancelar eventos para evitar aglomeração de pessoas e já negocia o adiantamento das férias escolares de 5 de julho para 30 de junho.
 
Máscaras para profissionais e pessoas com suspeita da doença, kits de teste rápido e potes de álcool em gel serão comprados para abastecer as unidades de saúde da cidade. Além disso, agentes de saúde ficarão em pontos estratégicos de grande fluxo de pessoas, como a rodoviária, para orientar a população sobre as medidas de prevenção, como a higiene correta das mãos.
 
Prevenção
Até o momento, cerca de 95% da população de Uberaba foi vacinada, aproximadamente 70 mil pessoas. Além disso, o remédio Tamiflu, indicado para combater os efeitos da doença, está sendo distribuído gratuitamente em postos de saúde e até mesmo hospitais particulares da cidade. A pretensão é que um novo lote de vacinas seja comprado.
 
Fonte R7

Campanha de vacinação contra a pólio acaba sexta-feira

A campanha de imunização contra a poliomielite (paralisia infantil) será concluída esta semana em todo o Brasil.
 
Os pais ou responsáveis têm até a sexta-feira, 21, para encaminhar as crianças de 6 meses a menores de 5 anos para receber a vacina.
 
O levantamento parcial do Ministério da Saúde mostra que 8,4 milhões menores em todo o Brasil foram imunizados contra a enfermidade.
 
Do segmento do público ao qual se destina a campanha - constituído por 12,9 milhões de menores -, 65,2% já atenderam à convocação. O marco é alcançar 95% desta coletividade, que atinge 12,2 milhões de crianças.

Segundo as informações prévias dadas pelas secretarias estaduais e municipais de Saúde ao meio-dia desta segunda-feira, 17, as unidades da Federação com as maiores abrangências da vacina foram: Rio Grande do Sul (76,4%), Paraná (76,4%), Rondônia (75,5%), Amazonas (73,1%), Goiás (71,2%) e São Paulo (71,1%). A melhor atuação por subgrupo etário foi entre crianças de 6 meses a menores de 1 ano, alcançando 72,56% do público-alvo, o que significa 1.058.062 doses dadas.

A coordenadora do Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde, Carla Domingues, afirmou que os dados estão dentro das expectativas, mas mencionou a importância de os pais ou responsáveis levarem as crianças aos postos. "Ainda dá tempo de tomar a gotinha para proteger as crianças da paralisia infantil e ajudar o País a ficar livre do poliovirus selvagem", disse.
 
Fonte Agência Estado

Programa da USP busca voluntários para estudo sobre traumas em idosos

O Programa de Pós-Graduação em Reabilitação e Desempenho da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da Universidade de São Paulo (USP) busca voluntários para um estudo sobre traumas e alterações motoras em idosos.
 
A doutoranda do programa Natália Madalena Rinaldi afirma que a FMRP procura 15 homens ou mulheres, com mais de 60 anos, que tiveram algum tombo nos últimos 12 meses e 15 com a mesma idade que não sofreram queda no mesmo período.

De acordo com a USP, o objetivo da pesquisa é saber se os idosos com histórico de quedas têm mudanças na atuação locomotora e na tarefa de preensão manual (ato de segurar, agarrar ou apanhar), quando comparados que não tiveram tombos.
 
O estudo será feito no Laboratório de Biomecânica e Controle Motor da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto (Eeferp) da USP.
 
Os interessados em participar do estudo devem entrar em contato com Madalena pelo telefone (16) 3602-0359 ou e-mail narinaldi@usp.br. Podem ainda comparecer na Eeeferp, na Avenida Bandeirantes, 3.900, Ribeirão Preto.
 
Fonte Agência estado

Câmara dos EUA aprova lei que proíbe aborto após 20 semanas

EUA aprova projeto de lei que proíbe o aborto após 20 semanas
No entanto, a Casa Branca já anunciou que vetará a medida
 
A Câmara de Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira (18) um projeto de lei que proíbe o aborto após 20 semanas de gestação, em uma das mais severas normas sobre a matéria durante a última década.
 
A Lei de Proteção aos Não Nascidos Capazes de Sofrer Dor foi aprovada por 228 votos contra 196, mas a Casa Branca já anunciou que vetará a medida, qualificada de "um ataque contra o direito de escolha da mulher".
 
O líder da Câmara de Representantes, John Boehner, disse que o projeto de lei é uma "forte declaração de que todas as vidas são valiosas".
 
— Temos a obrigação moral de defender os indefesos, e continuaremos lutando para garantir que as leis de nossa nação respeitem a santidade da vida humana por nascer.
 
A lei, que não se aplica a mulheres vítimas de estupro ou incesto, gerou um árduo debate na Câmara.
 
O republicano promotor do projeto, Trent Frank, causou indignação na semana passada ao dizer em uma audiência que um número "muito baixo" de estupros terminam em gravidez.
 
Os democratas atacaram Frank e os republicanos defensores da lei, que contou com seis votos do partido do presidente Barack Obama.
 
A maioria dos Estados americanos permite o aborto a até cerca de 24 semanas após o início da gravidez.
 
Dez estados aprovaram leis similares à votada nesta terça-feira na Câmara, e vários enfrentam ações na Justiça por este motivo.
 
Fonte R7

11 truques para o bebê dormir tranquilamente

Brinquedinhos - Getty Images
Que tal dar uma companhia ao seu bebê? Isso pode deixá-lo
 mais seguro e ajudá-lo a pegar no sono
Estabelecer uma rotina de sono é fundamental para o bom sono do pequeno
 
Que pai nunca teve pena de seu bebê, ao ter que deixá-lo sozinho na hora do sono?
 
O dilema se repete quase todos os dias. No entanto, uma noite tranquila depende de uma série de hábitos, em especial a rotina.
 
"O bebê tem que dormir cedo, acordar cedo, sair ao ar livre, brincar, além de manter horários regulares de alimentação e deixar atividades mais excitantes para o começo do dia", ensina a pediatra Clery Bernardi Gallacci, do Hospital e Maternidade Santa Joana, em São Paulo.
 
Com uma rotina bem estabelecida e alguns truques, é possível fazer com que o bebê durma tranquilamente - e também deixe os pais descansarem.
 
Conheça esses macetes:
 
Ligue o som - Getty ImagesLigue o som
Sons suaves são uma boa arma na hora de colocar o pequeno para dormir. "A música pode ajudar a relaxar", conta Clery Bernardi Gallacci, pediatra do Hospital e Maternidade Santa Joana. Mas, assim que ele adormecer, o ideal é que os sons cessem, já que isso pode atrapalhar o desenvolvimento do sono do bebê. 
                   
Não leve o bebê para a cama do casal - Getty ImagesNão leve o bebê para a cama do casal
Ao primeiro sinal de insônia, é comum que pais, sem saberem o que fazer, levem o bebê para a cama do casal. Mas essa está longe de ser a atitude ideal. "A cama do casal não oferece a posição ideal para o bebê dormir, já que, até os quatro meses de idade, a cabeceira do berço deve ser mais elevada, para evitar que ele tenha refluxo", conta a pediatra Alessandra Cavalcante, do Hospital São Luiz em São Paulo. Além disso, existe o perigo do adulto rolar por cima do pequeno durante o sono. "O bebê tem que ter o ambiente dele desde o começo, senão fica mais difícil tirar esse vício de dormir com os pais mais tarde", justifica a profissional. 
 
Dê uma última mamada antes de dormir - Getty ImagesDê uma última mamada antes de dormir
Para evitar que o bebê acorde com fome, a mãe pode amamentar antes de ele dormir. "Essa fome no meio da noite acontece porque leite materno é um alimento de fácil digestão", afirma a pediatra Alessandra. Um bom horário para amamentar o pequeno é das 22h às 23h, antes que ele pegue no sono. ?No entanto, a medida só funciona melhor a partir de um ano de idade, visto que, até essa fase, a mamada no meio da noite é necessária ao bebê?, conta a pediatra Clery Gallacci.  
 
Deixe-o adormecer em seu berço - Getty ImagesDeixe-o adormecer em seu berço
Nada de deixar que o bebê durma em seu colo. "O ideal é que ele durma sozinho já no berço, na posição adequada, senão ele acostuma a dormir no colo", alerta Alessandra. Se ele se acostumar a dormir no colo, será difícil fazê-lo adormecer da maneira correta, que é no berço. Se necessário, os pais podem ficar ao seu lado até que ele pegue no sono, mas nada de colocá-lo no colo! 
 
Deixe o ambiente pouco ou nada iluminado - Getty ImagesDeixe o ambiente pouco ou nada iluminado
Para que o bebê durma tranquilamente, o ideal é que o quarto esteja muito pouco ou nada iluminado. Se for necessário algum tipo de iluminação, que seja apenas uma lâmpada de tomada ou um abajur de luz baixa.  
 
Equilibre a temperatura do quarto - Getty ImagesEquilibre a temperatura do quarto
Uma boa noite de sono também depende da temperatura ideal. Segundo Alessandra Cavalcante, o quarto não pode estar muito frio, nem muito quente. "Se for um dia de muito frio, é válido aquecer o quarto. Se o ar estiver seco demais, seja no frio ou calor, é importante deixar um umidificador ligado", diz ela.  
 
Aposte em pijaminhas confortáveis - Getty ImagesAposte em pijaminhas confortáveis
Quem consegue dormir com roupas desconfortáveis? Com o bebê é o mesmo. Para que ele durma tranquilamente, é importante que as roupas também sejam confortáveis. "Prefira um pijaminha de algodão sem muitos botões e evite peças que possam sufocar ou machucar o pequeno, como roupas com elásticos muito apertados na cintura", aconselha a pediatra Alessandra.  
 
Brinquedinhos - Getty ImagesBrinquedinhos
Que tal dar uma companhia ao seu bebê? Isso pode deixá-lo mais seguro e ajudá-lo a pegar no sono. "Os pais podem dar um bichinho ou um boneco ao bebê, mas deve-se tomar cuidado para que ele não seja nem pequeno, nem grande demais, para não machucar a criança", diz a pediatra do Hospital e Maternidade Santa Joana. O bichinho também deve ser lavável - do contrário, ele pode virar foco de ácaros, agravando sintomas de rinite e bronquite. 
 
Combata os gases - Getty ImagesCombata os gases
Principalmente nos três primeiros meses de vida, é comum que as cólicas de gases atrapalhem o bem-estar do bebê, incomodando também na hora de dormir. "Nesses casos, o pediatra pode indicar um medicamento para o bebê", lembra a pediatra Alessandra Cavalcante, do Hospital São Luiz. O que também influencia nessa questão é a alimentação da mãe. Se o bebê, que depende puramente do leite materno, estiver sofrendo com o problema, a mãe deve evitar o abuso de alimentos muito condimentados ou gordurosos, além de refrigerantes e leite e derivados.  
 
Dê banho nele antes de dormir - Getty ImagesDê banho nele antes de dormir
Relaxar é a palavra de ordem - e nada melhor do que um banho para cumprir essa tarefa. "O banho ajuda bastante o bebê a ficar mais tranquilo", afirma Alessandra. A pediatra lembra que os banhos não precisam de muito requinte, mas, se os pais quiserem inovar, existem mini-ofurôs e baldes de banho que permitem que o bebê fique mais tempo relaxando. 
 
Chupeta - Getty ImagesChupeta pode, desde que...
A pediatra Clery Bernardi Gallacci permite o uso da chupeta, mas o adulto precisa saber a hora de dar e de tirar o acessório do pequeno. "Durante os dois primeiros anos de idade, a criança está na fase oral, então não tem problema dar a chupeta. Mas o adulto precisa impor limites, para que ela não crie uma dependência", diz a profissional. O ideal é permitir a chupeta antes de dormir e tirar assim que o bebê pegar no sono. Fora dessa ocasião, o uso pode ser evitado. ?Vale lembrar também que a chupeta não é permitida nos quinze primeiros dias de vida, para não prejudicar a amamentação?, lembra Clery. 
 
Fonte Minha Vida

Criolipólise usa método de congelamento para eliminar a gordura localizada

Criolipólise - foto: coolsculpting
O resfriamento controlado age danificando seletivamente as células
 adiposas, que são mais sensíveis ao frio, sem causar qualquer dano
 a nervos, músculos e outras estruturas circunjacentes
Entenda como funciona a técnica que mata célula de gordura para reduzir pneuzinhos
 
Todo dia surge uma novidade para acabar com a gordura localizada, uma das mais recentes é a criolipólise.
 
A técnica - desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard - está cientificamente comprovada e está sendo cada vez mais indicada pela classe médica.
 
A dermatologista Mariana Barbato, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que este é um procedimento sem cortes nem agulhas indicado para reduzir a gordura localizada que persiste mesmo com dieta e exercícios.
 
Pronto para experimentar? O Minha Vida conta tudo o que você precisa saber antes de se submeter ao tratamento.
 
Confira:
 
Criolipólise - foto: coolsculptingResfriamento mata célula de gordura
O endocrinologista Danilo Hofling, da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, conta que a criolipólise utiliza o resfriamento intenso e controlado da gordura localizada para destruí-la. O resfriamento controlado age danificando seletivamente as células adiposas, que são mais sensíveis ao frio, sem causar qualquer dano a nervos, músculos e outras estruturas circunjacentes. Na prática o que acontece é a morte da célula de gordura.

A eliminação das estruturas celulares destruídas pela baixa temperatura é feita pelo sistema imune e a gordura é conduzida ao fígado pelo sistema linfático para sua metabolização. "Uma vez que o sistema linfático leva apenas uma pequena quantidade diária de gordura para ser metabolizada, não há perigo de sobrecarga do fígado nesse processo", ressalta o especialista.
 
Pernas - foto: Getty ImagesProcedimento sem cortes e injeções
A criolipólise é feita com a ajuda de um aparelho específico cujos aplicadores acoplam-se perfeitamente às diferentes áreas do corpo. "Para a região da barriga existe uma ponteira grande, já para as costas e pneuzinhos laterais utiliza-se a ponteira menor", explica a especialista Mariana Barbato. Em seguida o aparelho exerce um vácuo sobre a gordura e o tecido adiposo da região é resfriado. Não é feito qualquer procedimento com agulhas ou incisões durante a técnica.

A dermatologista Mariana explica que pode haver dor no momento do vácuo, mas após o congelamento da gordura a região fica anestesiada. "Também pode haver desconforto na hora de retirar o aplicador, mas nada muito forte", conta. "Os hematomas não são frequentes, mas quando aparecem são transitórios".
 
Barriga - foto: Getty ImagesResultados em duas sessões
A dermatologista Mariana Barbato explica que uma ou duas sessões já são suficientes. Mas há casos em que são necessárias mais sessões. A partir do décimo dia a quebra de gordura já pode ser visível, mas o efeito máximo acontece de dois a três meses após a sessão. "É possível medir a diferença na fita métrica, mas a melhor maneira de fazer a comparação de fotografias de antes e depois, na mesma posição", explica a especialista. Para Mariana Barbato, pode haver redução de 25% da gordura em apenas uma sessão. Mas claro, os resultados variam de pessoa para pessoas. Em uma única sessão, estudos científicos em Harvard apontam redução de 20% a 25% da gordura localizada na região tratada.

A dermatologista Tatiana Jerez, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, conta que caso a gordura removida na primeira sessão não tenha sido suficiente, uma segunda sessão pode ser feita cerca de dois meses após a primeira no mesmo local. "Não existem sessões de manutenção, para manter o resultado obtido deve-se evitar o ganho de peso, através do meio tradicional: dieta controlada e pratica de atividade física".

De acordo com a empresa que produz o CoolSculpting, aparelho pioneiro que foi desenvolvido em Harvard para a criolipólise, o preço da sessão varia de R$ 1.500 a 2.500 *.

*Preços pesquisados em abril de 2013, sujeitos à alteração.
 
Gordura localizada - foto: Getty ImagesAdeus à gordurinhas na barriga
A criolipólise pode ser feita apenas em algumas partes do corpo, em que se adaptam as ponteiras. "No rosto, por exemplo, não dá para fazer porque o aplicador não se encaixa", explica Mariana. Também pode ser difícil aplicar no culote. Abdômen, flancos, porções externas de braço e coxas podem ser tratadas. Há a perspectiva do lançamento, em breve, de ponteiras que se adaptem a outras partes do corpo.

"A paciente poderá tratar áreas de qualquer tamanho com a criolipólise, mas numa área maior o procedimento deve ser dividido em dois momentos na mesma seção, para que toda a área seja tratada", explica a dermatologista Mariana.
 
Verão - foto: Getty ImagesLiberada até no verão
A dermatologista Maria Paula Del Nero, também da Sociedade Brasileira de Dermatologia, explica que o tempo de tratamento de uma área de 20 por 20 centímetros dura aproximadamente uma hora. A boa notícia é que a criolipólise pode ser feita em mais de uma região no mesmo dia sem riscos ao paciente.

A criolipólise pode ser feita em qualquer estação do ano, inclusive no verão. "Mas se você quer que os resultados sejam notados na estação da praia e do sol, o ideal é se programar antes, já que o resultado completo leva de dois a três meses para aparecer", indica Mariana.

Não é necessária uma preparação específica para a criolipólise. A dermatologista Mariana Barbato conta que você pode comer e se exercitar normalmente antes e depois do tratamento. "Também não é necessário nenhum exame laboratorial para se submeter à técnica".
 
Celulite - foto: Getty ImagesCelulite e flacidez
Não existe qualquer comprovação científica de que a criolipólise melhore celulite e flacidez. "Mas você pode até perceber melhora do aspecto da celulite, em função da diminuição da gordura localizada, que é o foco do tratamento", explica a dermatologista Mariana. Já a flacidez pode até aumentar com o tratamento. Nesse caso, outros tratamentos, como a radiofrequência, podem ser associados para tratar esse aspecto.
 
Dermatite - foto: Getty ImagesContraindicações
A dermatologista Mariana explica que nem todo mundo pode fazer a criolipólise, é preciso passar por uma avaliação detalhada antes. Pessoas com sensibilidade ao frio - como quem tem urticária, por exemplo -, com hérnias no local da aplicação, infecções na pele, gestantes e quem passou por cirurgia recentemente estão proibidas de fazer a criolipólise. Para quem pretende emagrecer , vale lembrar que o método combate a gordura localizada e não o excesso de peso, pois não atinge gordura em todas as áreas do corpo ou mesmo a visceral, gordura que se deposita entre os órgãos.
 
Criolipólise - foto: coolsculptingReações adversas e complicações
A dermatologista Mariana Barbato explica que pode haver dor persistente após uma semana do tratamento. "Nesse caso, o paciente deve ser medicado, mas essa consequência é rara". Também pode haver aumento da gordura no local. "Esse problema é ainda mais raro, mas já foi relatado", conta Mariana.
 
Fonte Minha Vida

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco - IFPE

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) realiza concurso para preenchimento de 10 vagas nos campi Barreiros, Belo Jardim, Caruaru, Recife e de Vitória de Santo Antão

Inscrições:
25 a 28 de junho

Valor:
R$ 55,00.

Cargo:
Matemática;
Instrumentos I a VIII e disciplinas teóricas, Educação Física;
Empreendedorismo, Planejamento Econômico-Financeiro, Marketing, Relações Humanas no Trabalho, Gestão de Negócios, Gestão de Qualidade, Teoria da Administração I e II, Relações Organizacionais I e II, Gestão de Pessoas, Sistemas e métodos, Planejamento Estratégico, Logística;
Noções de Direito, Legislação Aplicada, Psicologia do Trabalho, Desenvolvimento Interpessoal, Programas de Treinamento; Higiene e Segurança do Trabalho, Segurança na Agroindústria, Ergonomia Aplicada, Fundamentos de Controle de Emergências, Fundamentos de Proteção contra Incêndios, Higiene Industrial, Saúde e Higiene do Trabalho, Investigação e Análise de Acidentes, Programas de Segurança do Trabalho, Programas de Saúde no Trabalho, Segurança na Construção Civil, Elementos de Gestão Ambiental, Sistema de Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho, Técnicas de Segurança Industrial;
Geografia;
Agroindústria.

Remuneração:
R$ 1.914,58 a R$ 4.649,65

Provas:
Haverá análise de títulos e prova prática

Concurso Governo do Rio de Janeiro

O Governo do Rio de Janeiro realiza concurso para provimento de Secretaria de Estado de Administração Penitenciária do Estado

Inscrições:
De 23 de maio a 23 de junho pelo www.ceperj.rj.gov.br ou na Avenida Carlos Peixoto, nº 54, Térreo - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ

Cargos e vagas:
Nível Superior: Assistente Social (47), Biólogo (1), Enfermeiro (43), Fisioterapeuta (4), Odontólogo (24), Psicólogo (9), Arquiteto (1), Contador (4), Engenheiro (4), Médico - Cardiologista (1), Clínico (15), Dermatologista (1), Endoscopista (1), Ginecologista (4), Infectologista (1), Neurologista (1), Otorrinolaringologista (1), Ortopedista (2), Pneumologista (5), Proctologista (1), Psiquiatra (4), Radiologista (1), Urologista (1);

 Nível Médio: Agente Administrativo (35), Auxiliar de Serviços Gerais (Ênfase em Administração de Pessoal) (18), Auxiliar de Serviços Gerais (Ênfase em Material e Patrimônio) (4), Auxiliar Operacional (Ênfase em Telecomunicações) (1), Auxiliar Operacional (Ênfase em Equipamento Odontológico) (1), Auxiliar Operacional (Ênfase em Administração) (13), Técnico de Informática (Web Master) (1), Técnico de Informática (Análise e desenvolvimento) (1), Técnico de Informática (Técnico em telefonia) (1), Técnico de Informática (Técnico em manutenção em microcomputador e impressoras) (3), Técnico de Informática (Monitoramento/ Rede/ Windows) (2), Técnico de Informática (Monitoramento/ Rede/ Linux) (2), Auxiliar Administrativo de Saúde (12), Auxiliar de Enfermagem (20), Técnico em Radiologia (4);

 Nível Fundamental: Auxiliar de Protocolo (15), Continuo (17), Digitador (10), Motorista (10), Servente (2), Telefonista (2).

Valor:
R$ 35,00 a R$ 75,00

Concurso Governo do Piauí

O Governo do Piauí realiza concurso para preenchimento de 232 vagas para professores

Inscrições:
Até 28 de junho de 2013

Valor:
Não haverá cobrança de taxa

Áreas:
Informática, Contabilidade, Enfermagem, Administração, Segurança do Trabalho, Recursos Humanos, Instrumento Musical e Manutenção e Suporte em Informática.

Cidades:
Alto Longá, Altos, Baixa Grande do Ribeiro, Barras, Bertolínia, Campo Maior, Cocal, Colônia do Gurgueia, Corrente, Demerval Lobão, Esperantina, Floriano, Fronteiras, Inhuma, José de Freitas, Luís Correia, Nazária, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Pedro II, Picos, Pimenteiras, Piripiri, Regeneração, São João do Piauí, São Miguel do Tapuio, São Raimundo Nonato, Simplício Mendes, Teresina, União, Uruçuí e Valença do Piauí.

Seleção:
Haverá análise de currículo e prova de títulos

Concurso Governo de Minas Gerais

O Governo de Minas Gerais realiza concurso para provimento de 46 vagas para a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG)

Inscrições:
De 25 de julho a 2 de setembro pelo www.gestaodeconcursos.com.br

Valor:
R$ 40,00 a R$ 70,00

Cargos:
Técnico em Educação e Pesquisa em Saúde e Analista em Educação e Pesquisa em Saúde TEPS Nível I e II e AEPS Nível I, III e IV.

Provas:
Haverá provas objetivas

Escola Técnica Estadual de São Pedro - Etec/SP

A Escola Técnica Estadual (Etec) "Gustavo Teixeira" de São Pedro, São Paulo, realiza seleção para formação de cadastro de reserva para 10 áreas

Inscrições:
Entre 24 e 28 de junho na rua Manoel Estevam Dias, nº. 351, bairro Jardim Holiday

Cursos:
Administração e Logística.

Remuneração:
R$ 13,70 hora/aula

Informações pelo Telefone (19) 3481-5132. E-mail: etecgustavoteixeira@yahoo.com.br.

Consórcio Intermunicipal SAMU Oeste - CONSAMU/PR

O Consórcio Intermunicipal SAMU Oeste (CONSAMU), Paraná, realiza concurso para o preenchimento de 274 vagas para Cascavel, Toledo, Corbélia, Nova Aurora, Jesuítas, Quedas do Iguaçu, Santa Tereza do Oeste, Três Barras do Paraná, Guaraniaçu, Capitão Leônidas Marques, Céu Azul, Guairá, Palotina, Assis Chateaubriand, Santa Helena e Marechal Cândido Rondon.

Inscrições:
Até 10 de julho de 2013 pelo www.saber.srv.br

Valor:
R$ 20,00 a R$ 60,00

Cargos:
Ensino Fundamental - Zelador;

 Ensino Médio - Agente Administrativo, Motorista Socorrista, Rádio Operador, Técnico Auxiliar de Regulação Médica (Telefonista) e Técnico em Informática;

 Ensino Superior - Analista de Recursos Humanos, Assessor Jurídico, Contador, Enfermeiro, Farmacêutico e Médico.

Remuneração:
R$ 7.200,00

Provas:
Haverá prova objetiva

Apostila Impressa
http://www.apostilaconcurso.com.br

Concurso Prefeitura de Carambeí (PR)

A Prefeitura de Carambeí, localizada no estado do Paraná, anunciou a reabertura das inscrições ao concurso público n° 001/2013 para o preenchimento de vagas no quadro de pessoal da administração municipal. São ofertadas 10 vagas mais cadastro de reserva para os cargos de Assistente Social, Contador, Médico Plantonista e Psicólogo, todos com exigência de nível superior por salários de até R$ 3.451,65.

As inscrições serão realizadas até 19 de junho de 2013, mediante acesso ao site www.exatuspr.com.br. Os boletos, no valor de R$ 80, devem ser pagos até o dia 20 de junho de 2013.

A prova objetiva será realizada em dia, local e horário a serem divulgados nas dependências da Prefeitura de Carambeí, no Jornal "Página Um" e através dos sites www.exatuspr.com.br e www.carambeí.pr.gv.br.

Os gabaritos tornar-se-ão públicos após a aplicação das provas e o prazo de validade do concurso público será de dois anos, prorrogável uma única vez, por igual período.

Prefeitura de Sinop - MT abre vagas de estágio

A Prefeitura de Sinop, no estado de Mato Grosso, abriu edital de processo seletivo nº 003/2013 para seleção de 30 estagiários nas áreas de Enfermagem, Biomedicina, Farmácia, Psicologia, Administração, Educação Física, além de vagas para estudantes do Ensino Médio.

As inscrições estarão abertas até 28 de junho de 2013, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 17h30, na Escola de Governo, Rua das Embaúbas, 1288, Centro. O edital completo e a ficha de inscrição já estão disponíveis no site da Prefeitura de Sinop (www.sinop.mt.gov.br).

No ato da inscrição o candidato deverá apresentar certidão das notas (histórico original com carimbo e assinatura) obtidas no último semestre ou do último ano letivo; declaração de vínculo com a instituição de ensino original e atualizada (não será aceito cópia); e ficha de inscrição devidamente preenchida.

A carga horária do estágio será de acordo com o previsto no Plano de Trabalho, não podendo ultrapassar as seis horas diárias. A remuneração da bolsa de estágio de nível superior é de R$ 500, acrescida de R$ 40 referente ao auxilio transporte. Para nível médio, a remuneração da bolsa de estágio é de R$ 300 mais R$ 40 do auxilio transporte.
 
A seleção se dará por meio de avaliação curricular e entrevista. O período de estágio é de até dois anos, podendo ser rescindido antecipadamente a qualquer momento por ambas as partes. 
 
Com informações da Prefeitura de Sinop. 

Concurso Prefeitura de Cícero Dantas (BA)

A Prefeitura de Cícero Dantas, no estado da Bahia, por meio da empresa Seprod, publicou edital N° 01/2013 de concurso público para o provimento de 260 vagas nos cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários podem chegar a R$ 3.000 em carga horária de 20 a 40h semanais.
 
Cargos
As chances são para os cargos de auxiliar serviços gerais, guarda municipal, motorista classe B, motorista classe C, motorista classe D, agente de combate as endemias, auxiliar administrativo, assistente administrativo, técnico agrícola, auxiliar de enfermagem, técnico em enfermagem, técnico em higiene bucal, professor I, odontólogo, enfermeiro psf, enfermeiro, nutricionista, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico plantonista, médico cirurgião, assistente social, psicólogo, superv. pedagógico, psicopedagogo, coordenador pedagógico, professor - português, professor - matemática, professor - biologia, professor - inglês, professor - história, professor - geografia e  professor - educação física.

Inscrições
Somente será admitida a inscrição via internet, no endereço eletrônico www.seprod.com.br, solicitada no período de 18 a 30 de junho de 2013, podendo ser realizadas até às 23:59hs do último dia previsto para o término das inscrições, observado o horário oficial de Brasília/DF.

Taxas
Ensino Superior Completo - R$ 85,00;
Ensino Médio Completo/Curso Técnico - R$ 50,00;
Ensino Fundamental - R$ 35,00.

Provas e Gabaritos
As provas objetivas serão realizadas na data prevista de 28 de julho de 2013, em locais e horários a serem divulgados. O gabarito para conferência dos candidatos será divulgado pela SEPROD através do site www.seprod.com.br até o 2º (segundo) dia útil após a realização das respectivas provas.

O local, a data e o horário da prova prática serão divulgados no Edital de convocação para realização da prova prática em até 48hs após a publicação do resultado parcial.

Validade
O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados da data da publicação de sua homologação, podendo, antes de esgotado o prazo, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Prefeitura Municipal por ato expresso do chefe do Poder Executivo.