Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 29 de dezembro de 2012

Farmacinha pessoal

Saiba quais produtos e medicamentos podem ser úteis em viagens
 
Nada pior do que estar no meio das férias e ser surpreendido por um incidente. Seja uma queimadura de sol, uma indigestão pelo exagero em bebidas e comidas ou alguma reação alérgica, tais problemas podem acabar com o dia ou até antecipar o final do divertimento. Por isso, é bom estar preparado.

Ouvimos médicos e farmacêuticos para montar uma lista de produtos que podem salvar as viagens.
 
Uma farmacinha caseira, fácil de usar e à disposição sempre que necessário. Afinal, aquela cidade paradisíaca que você escolheu para se divertir pode ser linda e agradável, mas talvez não tenha uma farmácia com produtos de qualidade ou aberta 24 horas.
 
Em primeiro lugar, é importante levar medicamentos de uso contínuo e verificar se há quantidade necessária para os dias que você planeja ficar fora. Melhor ainda é levar um pouco a mais, para o caso de querer prolongar o passeio.
 
Leve protetor solar e use de maneira adequada. As queimaduras de sol são um dos principais problemas das viagens. E não pense que é algo de menor importância. Elas podem impossibilitar novas exposições ao sol por dias, antecipando o final das férias, e ainda causar febre, enjoo, fraqueza e dor de cabeça. Vale lembrar ainda que o efeito da exposição solar é cumulativo e pode causar câncer de pele, um dos mais incidentes no País.
 
Tudo para dar errado
Azia, queimação, intoxicação alimentar, indigestão, todos são problemas recorrentes em viagens de verão. O contexto ajuda. Primeiro, o calor reduz o tempo para ingerir o alimento com segurança. Aquele lanchinho que você leva para comer na praia pode se tornar um veneno em poucas horas, se não for devidamente armazenado.
 
“Leite, usado em algumas vitaminas em quiosques, é muito perecível”, alerta Patrícia Ramos, coordenadora do serviço de nutrição e gastronomia do Hospital Bandeirantes.
 
A especialista alerta ainda para o risco de consumir saladas e maionese fora de casa. “A salada precisa ser limpa com imersão em solução de hipoclorito para matar as bactérias e a maionese pode ter sido preparada com ovos. Há risco de infecção por salmonela”, afirma.
 
A ingestão de bebidas alcoólicas, muitas vezes combinadas com petiscos gordurosos, pode ser outro veneno. A bebida desidrata o corpo mais rapidamente, enquanto os petiscos gordurosos têm digestão mais lenta. Uma combinação perigosa para o malestar.
 
“Os frutos do mar, quando estão impróprios para consumo, liberam uma toxina que pode provocar reação alérgica”, alerta a nutricionista.
 
Além disso, parte das férias de verão acontecem no período de festa. E muita gente confunde festa feliz com fartura de alimentos, um convite aos excessos. Não há mágica para evitar problemas, é preciso pegar leve. Você certamente vai comer mais do que costuma, sendo os alimentos mais pesados do que o normal, num ambiente mais quente do que aquele de costume. O contexto é propício para passar mal, então contenha a empolgação e não exagere.
 
Vá ao médico
Ter uma farmacinha por perto é uma medida preventiva, que pode resolver situações delicadas. Mas não deixe de buscar uma opinião médica sobre qualquer problema, nem que seja para ele dizer que você deve continuar tomando as medicações que já estavam em sua mala de viagem. É preciso ter certeza de que os sintomas realmente indicam o problema que você suspeita ter.
 
“A brotoeja, por exemplo, é muitas vezes confundida com alergias”, explica o dermatologista Agnaldo Augusto Mirandez, diretor da clínica Perfetta. Ele esclarece que o suor em excesso pode obstruir alguns poros. Isso prejudica as glândulas sudoríparas e provoca vermelhidão, coceira e até bolhas.
 
“Parece uma alergia”, conta ele. Por isso, a avaliação de um médico é sempre necessária para acertar no diagnóstico.
 

ProblemaProduto / Medicamento
Queimadura do solCaladryl (calamina)
Pasta d’água (óxido de zinco)
Micose adquirida em praia ou piscinaIsomax (isoconazol)
Daktarin (miconazol)
Canesten (clotrimazol)
Verme de gato e cachorro adquirida na areia (larva migrans)Foldan (tiabendazol)
Dor de cabeçaTylenol (paracetamol)
Novalgina (dipirona)
Cafi Lisador (dipirona e cafeína)
VômitoDramin (dimenidrato)
Plamet (bromoprida)
Pequenos cortes nos pés (por ficar andando descalço)Nebacetin (neomicina e bacitracina)
Pés ressecados devido ao solLipikar Podologics Creme (hidratação dos pés)
Cetaphil
Má digestãoSal de frutas
Eparema
Epocler
Estomazil
AziaKolantyl (hidróxido de alumínio e hidróxido de magnésio)
Gaviz (hidróxido de alumínio e carbonato de magnésio)
Abuso de bebidas alcoólicasEngov (mepiramina, hidróxido de alumínio, ácido acetilsalicílico, cafeína)
Queimadura por água vivaLavar com água ou vinagre e ir para hospital
DiarreiaFloratil (saccharomyces boulardii-17 liofilizado 100mg)
Repoflor
Lactiplan
Picada de mosquitosCreme Fenergan (prometazina)
Dexametasona de uso tópico
Cólica abdominalBuscopan Duo (escopolamina e paracetamol)
Alergia no geralClaritin (loratadina)
Cólica MenstrualBuscofem (ibuprofeno)
FebreTylenol (paracetamol)
Novalgina (dipirona)
Ibuprofeno
TraumasDiclofenaco Gel
Gelol
Massageol
Salompas
GasesLuftal (dimeticona)
Cortes / lesõesMerthiolate
Band-Aid Spray
CurativosGases
Esparadrapo
Algodão
Band-Aid
Soro fisiológico
Assepsia das mãosÁlcool Gel
ConstipaçãoÓleo Mineral
Plantaben
Tamarine
Naturetti
QueimadurasUnguento Picrato de Butesin
Paraqueimol
 
Fonte iG

Como proteger a saúde nas viagens de navio

Diarreias são os principais problemas de saúde que aparecem em cruzeiros. Saiba como evitá-los
 
Dados oficiais do governo federal mostram que, nas duas últimas temporadas de viagens de cruzeiros que passaram pelo Brasil, desembarcaram dos navios 5.233 tripulantes acometidos por algum problema de saúde. As doenças mais frequentes foram as infecções gastrointestinais (diarreias).
 
Elas são resultantes das inúmeras bactérias e vírus que circulam por entre as comidas expostas o dia inteiro em bufês e nas águas paradas. Além disso, alguns microorganismos acabam trazidos na “bagagem” dos turistas, de origens totalmente diferentes e reunidos em um único ambiente.
 
A boa notícia é que os especialistas falam que é possível evitar as contaminações com medidas simples – uma delas, por exemplo, é aumentar a frequencia da lavagem das mãos.
 
O último sinal de alerta sobre a saúde dentro dos cruzeiros marítimos veio na semana passada, quando uma mulher norte-americana, de 61 anos, morreu dentro de um navio que chegou no Píer Mauá, no Rio de Janeiro. As primeiras informações dão conta de que ela foi vítima de uma doença cardiovascular, mas a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que o relatório do Serviço Médico do navio indicou notificação de 86 casos de gastroenterite, sendo 79 em passageiros e sete tripulantes.
 
A gastroenterite pode ser provocada por vírus ou bactéria e causa inflamação das mucosas intestinais, resultando em vômitos e diarreias. Além desta doença, o Centro Brasileiro de Medicina do Viajante já elencou o norovírus como outro desafio da indústria dos cruzeiros. Os dois problemas são proliferados pelos mesmos motivos: fragilidade na higiene da equipe que atua nas cozinhas dos navios, temperatura e tempo de exposição dos alimentos nas bancadas dos bufês e também negligência na hora de lavar pratos, talheres, guardanapos e roupas de cama usados nas embarcações.
 
Excessos
Além dos vírus, outro agente causador de problemas sérios dentro dos cruzeiros é a oferta excessiva de bebidas alcoólicas nas viagens, em especial no esquema ‘tudo incluso’. Comer demais também pode provocar danos e sobrecarga do organismo, assim como tomar sol sem a proteção adequada.
 
Pensando nisso, a Sociedade Brasileira de Medicina de Viagem elencou uma série de dicas para amenizar os problemas de saúde nos cruzeiros. Boa viagem!
 
Antes de viajar
• Consulte um médico de viagem ou que tenha experiência para fornecer as diretrizes da vacinação e da prevenção de doenças de acordo com o estado de saúde prévio do viajante, com a duração da viagem, com os locais a serem visitados e com as prováveis atividades recreativas que ele terá

• Atualize o calendário de vacinação de acordo com a faixa etária e as condições específicas de saúde, inclusive com a vacina da gripe

• Informe-se sobre o medicamento mais adequada em caso de enjoo

• Leve todos os medicamentos dentro das embalagens originais, com a prescrição do médico e relato da indicação

• Informe-se sobre o tipo e a qualidade dos serviços médicos no próprio navio e também ao longo do itinerário. É essencial saber se e como os passageiros e a tripulação podem ser enviados para a terra em caso de necessidade

• Verifique a existência e a qualidade da enfermaria do navio
 
 Durante o cruzeiro
• Lave as mãos frequentemente, com sabão e água ou use um sanitizador à base de álcool. Isso ajuda a prevenir tanto a gripe quanto o norovírus

• Só beba água mineral industrializada

• Tome cuidado com o que come – confie no seu nariz e utilize bem os seus olhos. Evite maionese

• Aos primeiros sintomas gastrointestinais ou respiratórios, procure o serviço médico do navio

• Use talheres e copos descartáveis
 
Fonte iG

Dicas para não adoecer na viagem

Comida de rua: alto grau de manipulação aumenta
 o risco de contaminação por bactérias
Ficar atento às mudanças de temperatura e ter cuidado ao comer na rua são duas delas; veja outras
 
Viagens são, em geral, uma oportunidade para sair da rotina – comer em lugares diferentes, experimentar pratos típicos do local, praticar esportes ou atividades que não são costumeiras. A chance de descansar, no entanto, pode se transformar em um grande problema se a saúde estiver comprometida.
 
Com a viagem programada – seja ela de curta ou longa duração, nacional ou internacional – é importante adotar alguns cuidados para manter o organismo funcionando bem. Assim, é possível evitar contratempos que podem fazer o turista trocar a praia, a piscina ou a montanha pela cama do hotel, ou pior, do hospital.
 
Separamos oito dicas úteis para quem vai viajar neste fim de ano ou no início de 2013.
 
1. Evite o descontrole na alimentação
A primeira dica importante a ser seguida quando se vai viajar para um lugar muito diferente é tentar manter a alimentação regrada, com porções adequadas e um cardápio balanceado. De acordo com o nutricionista clínico do Hospital Sírio-Libanês, Carlos Canavez Basualdo, o ideal é não mudar muito a rotina que o viajante já está habituado.
 
“O café da manhã, mesmo durante uma viagem, continua sendo a refeição mais importante do dia. Uma dica é fazê-la no hotel, pois normalmente o local oferece produtos de qualidade e preparados de uma forma mais confiável”, diz Basualdo.
 
“Como geralmente os passeios aos pontos turísticos são demorados, três refeições diárias às vezes não são suficientes. O melhor nesses casos é ter sempre consigo uma barrinha de cereal, uma fruta ou alguma outra opção mais saudável de lanche”, sugere o especialista. O segredo é controlar a ansiedade e a vontade de experimentar tudo de uma única vez e ter atenção ao que for consumir.
 
2. Cuidado com alimentos exóticos
Em viagens para lugares cujos pratos típicos são muito diferentes do cardápio brasileiro, a comida pode ser um perigo para o sistema digestivo.
 
“Em países asiáticos e africanos, muitas vezes ocorre um alto grau de manipulação do alimento, o que aumenta o risco de contrair bactérias”, alerta o nutricionista.
 
Se for alguma comida já preparada – como é comum em praias – é preferível optar por alimentos cozidos, que estejam em temperatura adequada, e não abusar de condimentos.
 
“Usar o bom senso é a melhor dica para evitar problemas com alimentação em viagens. Por mais que as pessoas tenham boas intenções, os riscos sempre existem.”
 
O nutricionista também determina uma série de grupos de risco que devem estar mais atentos na hora de se alimentar durante uma viagem: crianças, idosos, portadores de doenças e gestantes.
 
“Se a viagem for muito longa, o corpo muda de situação e tem de se readaptar. Por isso, principalmente para esses grupos, é importante tentar manter a rotina anterior à viagem”, diz.
 
3. Verifique a necessidade de se vacinar
De acordo com o médico Antonio Pignatari, infectologista do Hospital 9 de Julho, alguns estados brasileiros no centro-oeste, países como Peru e Colômbia, e ainda regiões da Oceania, requerem obrigatoriamente a aplicação de vacina contra a febre-amarela 10 dias antes da viagem.
 
“Se o destino é algum país na África ou ainda na região amazônica, algumas doenças como a malária não têm vacina. Nesse caso, o importante é observar o próprio corpo durante e depois das férias, pois a doença pode levar até meses para aparecer”, explica o infectologista.
 
No caso de doenças para as quais não há vacina, o viajante – sob orientação médica – pode fazer uso da profilaxia (um conjunto de remédios que podem prevenir infecções).
 
4. Prepare-se para a o movimento
Se você tem a intenção de praticar esportes durante as férias, mas não tem como hábito se exercitar, cuidado com as estripulias! A falta de preparo físico pode ser um complicador, principalmente se a atividade for ao ar livre e sob forte calor.
 
“Para evitar problemas ainda maiores ao praticar atividades físicas, o ideal é manter-se sempre hidratado, com uma garrafa de água sempre à mão”, diz o nutricionista Carlos Basualdo.
 
O especialista faz ainda um alerta quanto ao uso de produtos que teoricamente dão um ‘gás’ na atividade.
 
“Muitos viajantes aventureiros tomam café e produtos energéticos para aumentar a atividade corporal. É preciso muita atenção ao ingerir tais bebidas, já que pessoas com problemas cardíacos e hipertensão podem sofrer com os efeitos colaterais, como ansiedade e irritabilidade, além de ter um aumento descontrolado da adrenalina”, diz Basualdo. A recomendação é de não tomar mais de uma latinha de energético por dia ou três xícaras de café.
 
5. Fique atento ao fuso e às mudanças de temperatura
Em viagens de longa duração, é importante se informar com antecedência sobre as diferenças de horas entre o lugar de origem e o destino e como isso pode causar problemas à saúde.
 
“O fuso horário pode acarretar sérios problemas antes mesmo da viagem. Com uma diferença muito grande de tempo, o organismo mantém seu funcionamento no horário antigo e até ele se adaptar a pessoa corre o risco sofrer uma queda na imunidade”, esclarece o infectologista Antonio Pignatari.
 
As diferenças de altitude e de temperatura, associadas à queda da imunidade por causa do fuso também podem resultar em doenças.
 
“Ainda no avião, idosos ou pessoas com sobrepeso podem sofrer de problemas vasculares, trombose e embolia pulmonar", alerta o médico.
 
Ainda com relação às mudanças na temperatura, os jovens levam vantagem e se adaptam às diferenças climáticas mais facilmente. Porém pessoas com problemas pulmonares crônicos ficam mais expostas a infecções devido ao frio e correm mais risco de contrair pneumonia, independente da idade. Já onde o clima é de extremo calor o perigo da desidratação é permanente. Por isso, recomendam os especialistas, é importante se hidratar constantemente.
 
Remédios na mala: medicamentos de uso contínuo devem
ficar acompanhados das prescrições médicas
6. Remédios: não esqueça as prescrições
Em caso de alguma condição que necessite tomar remédios durante uma viagem ao Exterior, a boa medicina do viajante recomenda levar a prescrição do medicamento feita pelo médico no Brasil e, se possível, escrita em inglês. No entanto, não é garantido adquirir remédios em drogarias fora do país.
 
“Em alguns lugares é proibido vender remédios com prescrição estrangeira”, diz o infectologista Antonio Pignatari. Para evitar esse tipo de inconveniente, o médico recomenda que se reserve a quantidade de medicamento necessária para os dias de viagem.
 
“Levar um relatório do histórico do paciente, em inglês, também é recomendável”.
 
7. Contrate um seguro saúde com cobertura internacional
No caso de algum problema de saúde durante a viagem, o ideal é sempre procurar auxílio médico. Se o viajante estiver em algum lugar fora do Brasil, contratar um plano internacional é a melhor indicação. Alguns países da Europa, por exemplo, exigem que o turista contrate esse seguro para passar pela imigração.
 
Com este serviço a pessoa tem direito a consultas clínicas e laboratoriais com médicos especializados, que podem analisar a situação com agilidade, especialmente se tiverem em mãos o histórico do paciente. Mesmo em algumas regiões com pouco acesso à medicina, é importante pensar na contratação, já que alguns planos têm até mesmo o serviço de transporte para lugares com maior estrutura de atendimento.
 
8. Cuidado aos detalhes que fazem a diferença
Independente do destino da viagem ser no Brasil ou no Exterior, é muito importante buscar informações sobre o local. Certifique-se que toda a documentação pessoal esteja em um lugar seguro e sempre acessível, como identidades, passaportes, bulas e prescrições dos medicamentos mais importantes, além de endereços que podem ser úteis, como hospitais, embaixadas e consulados.
 
Fonte iG

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

SP envia 15 milhões de torpedos para incentivar doação de sangue no fim do ano

Campanha do governo estadual visa evitar baixa nos estoques durante um período em que há quedas no número de doações
 
Com o slogan " Não dê férias para a doação de sangue" , a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo começou a disparar cerca de 15 milhões de torpedos em todo estado para convocá-los a doarem sangue durante o período das festas. As mensagens serão encaminhadas até o início de janeiro para os clientes da operadora Claro.
 
Além de incentivar a doação de sangue, a mensagem também indicará o site da Secretaria, onde é possível consultar o endereço dos mais de 100 postos de coleta de todo o Estado (www.saude.sp.gov.br/doesangue) e o horário de funcionamento das unidades, inclusive no feriado prolongado de Ano Novo. Os torpedos também irão informar o endereço da página da Secretaria no Facebook (www.facebook.com/spsaude).
 
Em média, nesta época do ano, as doações de sangue chegam a cair até 30% no Estado.
 
O objetivo da iniciativa é garantir os estoques nos hospitais em uma época em que costuma haver aumento no número de acidentes e, com isso, um grande volume de atendimentos de emergência e cirurgias que necessitam de transfusões de sangue.
 
Para doar sangue basta ter entre 16 e 67 anos, estar em boas condições de saúde, estar alimentado, pesar mais de 50 kg e levar documento de identidade original com foto. É recomendável evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e, no caso de bebidas alcoólicas, 12 horas antes. Se a pessoa estiver com gripe ou resfriado, não deve doar temporariamente.
 
"A doação de sangue é fundamental o ano inteiro. Porém, neste período de festas de fim de ano, este ato de solidariedade torna-se ainda mais necessário para evitar a redução dos estoques neste período e também no início do próximo ano", afirma Osvaldo Donini, coordenador da Hemorrede da Secretaria.
 
Fonte isaude.net

Paraná dobra estrutura do Samu para garantir atendimento no Litoral

Paraná vai dobrar o número de ambulâncias e colocar mais uma UTI móvel à disposição do Samu durante a temporada de verão.
Foto: SES/PR
Paraná vai dobrar o número de ambulâncias e colocar
mais uma UTI móvel à disposição do Samu durante
a temporada de verão
Região também conta com a Central de Regulação Médica do Litoral, que vai qualificar o atendimento em saúde
 
O governo do Paraná vai dobrar o número de ambulâncias e colocar mais uma UTI móvel à disposição do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) durante a temporada de verão. Será a primeira temporada com o Samu Litoral em operação. A região também conta, a partir deste ano, com a Central de Regulação Médica do Litoral, que vai qualificar o atendimento em saúde.
 
" A Central será responsável por ordenar os atendimentos de urgência e emergência na região, possibilitando que o paciente seja atendido de forma ágil" , destacou o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto.
 
O Samu Litoral em funcionamento desde julho, com sete ambulâncias de suporte básico distribuídas nos municípios da região e uma de UTI móvel posicionada em Paranaguá será reforçado durante a Operação Verão. Os profissionais poderão contar com mais sete ambulâncias de simples remoção (uma em cada município) e mais uma de UTI móvel, com base em Guaratuba.
 
Segundo o coordenador de Políticas de Urgência e Emergências da Secretaria da Saúde, Vinícius Filipak, o solicitante será orientado pelo médico, que coordenará todo o processo pré-hospitalar. Caso haja necessidade, ambulância ou helicóptero será deslocado para prestar os primeiros socorros e encaminhar o paciente para uma unidade de referência.
 
Além disso, o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência (Siate) também estará em funcionamento, com três ambulâncias posicionadas nos quartéis do Corpo de Bombeiros de Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba.
 
Nos feriados de Ano-Novo e Carnaval, o número de profissionais de saúde será ampliado, principalmente em Pontal do Paraná, Matinhos e Guaratuba, que concentram o maior número de balneários. A ações tiveram início no Natal.
 
As mudanças fazem parte das ações da Operação Verão Paraná 2012-2013, lançada pelo governador Beto Richa, na quinta-feira (20), em Matinhos. Os principais postos de atendimento e hospitais de referência para atendimento no litoral começam a funcionar com reforço de profissionais. Haverá cerca de 2 mil plantões médicos, 900 de enfermagem e 2 mil de técnicos de enfermagem, além de ambulâncias, helicóptero, equipamentos, medicamentos e outros insumos de saúde.

Afogados
O Centro de Recuperação de Afogados, instalado no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes (Matinhos), volta a funcionar nesta Operação Verão. Situado em local estratégico, entre Pontal do Paraná e Guaratuba, a unidade é especializada em atender acidentes aquáticos, como afogamentos, acidentes com águas-vivas, caravelas e outros animais marinhos.
 
Como no ano passado, o resgate no litoral também contará com aeronave do Grupamento Aeropolicial e Resgate Aéreo do Paraná (Graer-PR). Uma equipe médica estará de plantão no helicóptero nos fins de semana e feriados. Os casos mais graves serão encaminhados diretamente ao Hospital Regional do Litoral (Paranaguá) ou até mesmo para Curitiba.
 
O Hospital Regional do Litoral será a principal referência para alta complexidade na região. Com 162 leitos gerais e 21 leitos de UTI, o hospital também terá mais profissionais durante a temporada de verão. Serão dois enfermeiros, um médico e oito técnicos de enfermagem a mais para o pronto-socorro do hospital.
 
Fonte isaude.net

Aveia é um dos maiores aliados nas dietas de emagrecimento

Alimento é altamente nutritivo, rico em fibras e controlador natural do apetite
 
Cereal altamente nutritivo, além de ser fonte de carboidrato, vitaminas e minerais, a aveia é rica em fibras. Por retardar o esvaziamento gástrico, funciona como um controlador natural do apetite. Atualmente é um dos maiores aliados nas dietas de emagrecimento.
 
Estudo recente realizado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo aponta que dietas de baixa caloria que incluem aveia, a perda de peso é 60% maior.
 
A aveia é rica em beta-glucana, fibra solúvel que, além de deixar o bolo alimentar por mais tempo no trato digestivo o que mantém uma pessoa satisfeita reduz a absorção de gordura e glicose, que terminam por ser eliminadas nas fezes.
 
A fibra, que também é encontrada em outros grãos integrais como centeio, cevada e trigo, auxilia também na redução de diabetes e doenças cardiovasculares, doenças ligadas ao excesso de peso.
 
Mas, atenção, a quantidade diária recomendada é de apenas duas colheres de sopa por dia. Em excesso ela diminui consideralvelmente a absorção da gordura corporal, prejudicando a captação de outros nutrientes.
 
Fonte R7

Esclerose múltipla: saiba mais sobre essa doença

Patologia atinge 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo
 
Mal que atinge 2,5 milhões de pacientes em todo o mundo, a esclerose múltipla é uma doença inflamatória autoimune do sistema nervoso central, que provoca dificuldades motoras, sensitivas e visuais, além de comprometer a qualidade de vida dos pacientes.
 
O comprometimento cognitivo é comum em pacientes diagnosticados, sendo alguns domínios neurológicos mais afetados pela doença como a velocidade de processamento de informação, necessária, por exemplo, quando uma pessoa dirige um carro, o raciocínio abstrato, que irá auxiliar no equilíbrio do orçamento doméstico, a memória recente de evocação, usada quando é necessário relembrar o nome de um antigo colega, a fluência verbal, quando a pessoa não encontra a palavra correta durante uma conversa, e o julgamento e tomada de decisão, essenciais para que a pessoa julgue os pró-s e contras ao fazer uma escolha.
 
As alterações cognitivas, assim como os sintomas motores e visuais, costumam aparecer precocemente e podem agravar com o passar dos anos. O grau de comprometimento e gravidade pode variar muito de um paciente a outro.
 
Os sintomas mais comuns da doença são: perda visual em um ou ambos os olhos, perda de força muscular em um braço ou perna, parestesia (sensação tátil anormal, como formigamento), visão dupla, dificuldade de coordenação, tremor, disfunção da bexiga e dos intestinos (incontinência).
 
Esses sintomas se desenvolvem em duas a quatro semanas em pacientes jovens (20-40 anos) e podem melhorar espontaneamente nos primeiros anos de doença.
 
Com o passar dos anos, o paciente pode ainda apresentar apatia, desatenção, euforia, choro súbito, entre outros. Alguns desses sintomas são evidentes e outros sutis, por isso, é preciso consultar um especialista para esclarecimento adequado.
 
O tratamento proporciona uma estabilização da doença e permite que o paciente tenha melhor qualidade de vida. A intervenção precoce com o uso de medicamentos no estágio inicial do diagnóstico pode retardar o desenvolvimento de novos surtos e riscos de incapacidade neurológica causada pela doença.
 
Fonte R7

Câncer no estômago tem maior incidência em homens

Homens que fumam e bebem são as principais
vítimas do câncer de estômago
Fumantes que ingerem bebidas alcoólicas são as principais vítimas
 
Também denominado câncer gástrico, a doença tem sua maior incidência em homens e se dá por volta dos 70 anos. Cerca de 65% dos pacientes diagnosticados com câncer de estômago têm mais de 50 anos.
 
No Brasil, esses tumores aparecem em terceiro lugar na incidência entre homens e em quinto, entre as mulheres. No resto do mundo, dados estatísticos revelam declínio da incidência, especificamente nos Estados Unidos, na Inglaterra e outros países mais desenvolvidos.
 
É possível prevenir a doença seguindo uma dieta balanceada, composta de vegetais crus, frutas cítricas e alimentos ricos em fibras, desde a infância. Uma dieta pobre em carnes e peixes e nas vitaminas A e C ou ainda alto consumo de alimentos defumados, enlatados, com corantes ou conservados em sal, são fatores de risco para esse tipo de câncer.
 
Fumantes que ingerem bebidas alcoólicas ou que já tenham sido submetidos a operações no estômago têm maior probabilidade de desenvolver esse tipo de câncer, assim como pessoas com parentes que foram diagnosticados com câncer de estômago.
 
Fonte R7

Calor e chuva elevam em 30% acidentes com animais peçonhentos

Saiba quais cuidados devem ser tomados em caso de picadas
 
O tempo quente e chuvoso, característico entre os meses de dezembro e março, eleva em cerca de 30% os acidentes com animais peçonhentos. A estimativa é do Instituto Butantan, da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, que alerta para os cuidados a serem tomados em caso de picadas.
 
Ao contrário do que se costuma ouvir, não se deve amarrar o local do ferimento, pois pode produzir necrose, além de não evitar a disseminação do veneno, informa o site da secretaria.
 
Em caso de acidentes com cobras, por exemplo, o Instituto Butantan recomenda, se possível, lavar o local afetado somente com água e sabão e não passar outro produto ou medicação.
 
Quanto à ferroada de escorpião, a primeira medida que deve ser adotada é pôr compressas de água morna sobre a ferida. Essas medidas ajudam a aliviar a dor até a chegada ao serviço de saúde mais próximo.
 
Em caso de picadas de aranhas e queimaduras de taturanas, o instituto destaca que é importante não mexer no ferimento e procurar atendimento médico imediatamente.
 
Para evitar os acidentes, alguns cuidados devem ser adotados: manter limpos quintais, jardins e terrenos baldios; vedar soleiras de portas com saquinhos de areia ou friso de borracha; colocar telas nas janelas; vedar ralos de pia, tanque e de chão com tela ou válvula apropriada; examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de usá-las; andar sempre calçado e usar luvas ao trabalhar com diferentes materiais.


Fonte R7

Concurso Prefeitura de Araçatuba - SP

A Prefeitura de Araçatuba, São Paulo, realiza seleção para preenchimento de 94 vagas

Inscrições:
De 21 a 31 de dezembro de 2012 pelo www.consesp.com.br


Valor
R$ 25,00, R$ 35,00 e R$ 50,00

Remuneração:
R$ 703,18 a R$ 2.713,10.

Provas:
Provas objetivas: 3 de fevereiro

Cargos:
Fundamental - Atendente, Atendente - Samu, Motorista categoria D e E e Motorista - Samu;

Médio - Técnico de Enfermagem;

Superior - Enfermeiro - Samu, Médico Alergista e Imunologista, Médico Auditor e Autorizador, Cardiologista, Cirurgião Geral, Cirurgião Pediatra, Cirurgião Plástico, Cirurgião Vascular, Clínico Geral, Endocrinologista e Metabolista, Ginecologista, Hematologista, Nefrologista, Neurocirurgião, Neurologista, Oftalmologista, Ortopedista e Traumatologista, Pediatra, Plantonista, Pneumologista, Proctologista, Psiquiatra, Reumatologista e Ultrassonografista.

Prefeitura de Água Branca - AL

A Prefeitura de Água Branca - AL realiza concurso para provimento de vagas

Inscrições:
Até 28 de dezembro pelo http://www.fapec-al.com.br


Provas:
Haverá prova objetiva

Cargos e vagas:
Nível Fundamental Completo: Eletricista (01); Motorista CNH B (07); Motorista CNH D (08); Motorista Escolar CNH D (02); Operador de Máquina (01).

Nível Fundamental Incompleto: Auxiliar de Serviços Administrativos Educacionais (40); Auxiliar de Serviços Gerais (08); Auxiliar de Vigilância Escolar (08); Coveiro (01); Jardineiro (01); Operador de Trator Agrícola (02); Pedreiro (01).

Nível Médio: Agente Administrativo (16); Agente Comunitário de Saúde PACS 07 (Tabuleiro) (04); Agente Comunitário de Saúde PACS 08 (Zona Urbana) (01); Agente Comunitário de Saúde PSF 02 (Alto dos Coelhos) (03); Agente Comunitário de Saúde PSF 04 (Quixabeira) (03); Agente Comunitário de Saúde PSF 06 (Estreito) (05); Agente de Arrecadação (01); Agente de Endemias (06); Almoxarife (01); Assistente Administrativo Educacional (08); Assistente de Bibliotecário (03); Auxiliar de Consultório Dentário (03); Auxiliar de Enfermagem (04); Digitador (13); Digitador (PD) (01); Guarda Municipal (10); Técnico de Enfermagem (01); Técnico em Nutrição (01).

Nível Superior: Assistente Social (05); Biomédico (01); Contador (01); Educador Físico (01); Enfermeiro (02); Enfermeiro (CAPS) (01); Enfermeiro para PSF (03); Engenheiro Civil (01); Farmacêutico (01); Fisioterapeuta (03), Fonoaudíologo (01); Médico Cardiologista (01); Médico Cirurgião Geral (01); Médico Dermatologista (01); Médico Endocrinologista (01); Médico Gastroenterologista (01); Médico Generalista (01); Médico Generalista para PSF (01); Médico Ginecologista Obstetra (01); Médico Laringologista (01); Médico Oftalmologista (01); Médico Ortopedista (01); Médico Pediatra (01); Médico Pneumologista (01); Médico Urologista (01); Médico Veterinário (01); Nutricionista (02); Odontólogo para PSF (03); Procurador (02); Professor de Educação Física (04); Professor de Ensino Fundamental I (41); Professor de Língua Inglesa (01); Professor de Matemática (02); Psicólogo (03); Psicólogo Escolar(01); Secretário Escolar (08).

Concurso Instituto Lauro de Souza Lima - Bauru - SP

O Instituto Lauro de Souza Lima - Bauru - SP realiza concurso para provimento de vagas

Inscrições:
De 17 de dezembro de 2012 a 10 de janeiro de 2013, no Setor de Sessão de Pessoal, Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros, Km 225/226, Aimorés, Bauru-SP ou pelo www.saud
e.sp.gov.br

Valor:
R$ 60,85.

Remuneração:
R$ 1.993,02

Área:
Médico Especialidade: Medicina do Trabalho

Provas:
Prova objetiva: 20 de janeiro de 2013

Instituto Benjamin Constant - IBC/RJ

O Instituto Benjamin Constant (IBC) – RJ, Centro de Referência Nacional na área de Deficiência Visual, realiza concurso para provimento de 69 vagas

Inscrições:
Até 14 de janeiro de 2013 pelo www.institutoaocp.org.br


Valor:
De R$ 40,00 a R$ 55,00

Remuneraçao:
De R$ 1.473,58 a R$ 2.989,33

Cargos:
Médio/Técnico - Assistente de Alunos, Assistente em Administração, Tradutor e Intérprete de Língua Brasileira de Sinais, Técnico de Enfermagem, Técnico de Tecnologia da Informação e Técnico em Contabilidade;

Superior - Analista de Tecnologia da Informação, Assistente Social, Enfermeiro, Fonoaudiólogo, Médico Oftalmologista/Órbita, Oftalmologista/Retina, Psicólogo, Professor da Carreira de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico para Educação Física, Educação Infantil, Física, Geografia, Matemática, Química, Ambiente, Saúde e Segurança/Massoterapia, Artes/Artes Plásticas, Artes/Música, Ciências Físicas e Biológicas, Ensino Fundamental (1º segmento), História, Inglês, Língua Portuguesa, Orientação e Mobilidade, Sistema Braille e de Estimulação Precoce.

Concurso Hospital Guilherme Álvaro da cidade de Santos - SP

O Hospital Guilherme Álvaro da cidade de Santos, São Paulo, realiza concurso para provimento de 27 vagas

Inscrições:
Até 3 de janeiro de 2013 pelo www.cetroconcursos.org.br


Cargos:
Oficial de Saúde, Técnico de Enfermagem e Enfermeiro

Remuneração:
R$ 782,17, R$ 1.028,74 e R$ 1.464,83

Valor:
R$ 25,00, R$ 35,00 e/ou R$ 45,00

Provas:
Prova objetiva: 17 de fevereiro de 2013
Haverá prova de títulos.

Concurso Hospital Geral de São Mateus Dr. Manoel Bifulco – SP

O Hospital Geral de São Mateus Dr. Manoel Bifulco – SP realiza concurso para provimento de 4 vagas

Inscrições:
De 10 de dezembro de 2012 a 4 de janeiro de 2013 na rua Ângelo de Cândia, nº. 540, São Mateus-SP, CEP 03.958-000.

Cargo:
Médico - Cirurgia Geral

Seleção:
Haverá análise Curricular

Conselho Regional de Farmácia do Estado do Pará - CRF/PA

O Conselho Regional de Farmácia do Estado do Pará (CRF - PA) realiza concurso para preenchimento de 13 vagas para Belém, Marabá e Santarém.

Inscrições:
Até 18 de janeiro de 2013 pelo www.portalfic.com.br


Valor:
Entre R$ 90,00 e R$ 140,00.

Cargos:
Agente Administrativo, Auxiliar Administrativo Geral e Técnico em Contabilidade, Assessor de Comunicação Social, Fiscal e Secretária Executiva Bilíngue.

Remuneração:
De R$ 753,23 a R$ 4.584,14

Provas:
Prova escrita: 3 de fevereiro de 2013

Conselho Regional de Farmácia de São Paulo

O Conselho Regional de Farmácia de São Paulo realiza concurso para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva

Inscrições:
Até 3 de janeiro pelo www.quadrix.org.br


Valor:
De R$ 40,00 a R$ 60,00.

Cargos:
Nível Médio:
Agente Administrativo: (CR) - Araçatuba, Araraquara, Avaré, Barretos, Bauru, Bragança Paulista, Campinas, Caraguatatuba, Fernandópolis, Franca, Guarulhos, Jundiaí, Marília, Mogi das Cruzes, Osasco, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São João da Boa Vista, São José do Rio Preto, São José dos Campos.
Agente de Manutenção: (1) (CR) - São Paulo.
Motorista (das 8h30 às 17h30): (2) (CR) - São Paulo.
Motorista (das 14h30 às 23h00): (2) (CR) - São Paulo.
Nível Superior:
Advogado (CR); Analista de Sistemas (CR); Arquiteto (CR); Consultor Departamento de Gestão de Pessoas (CR); Consultor Departamento Ética (Bacharel em Direito) (CR); Consultor Contábil (CR).

Remuneração:
R$ 1.319,99 a R$ 4.320,08.

Provas:
Haverá Prova objetiva, Prova de redação para Agente Administrativo, Motorista, Analista de Sistemas, Arquiteto, Consultor Depto. de Gestão de Pessoas, Consultor Depto. Ética (Bacharel Direito) e Consultor Contábil; Prova discursiva para Advogado; e Prova prática para Motorista e Agente de Manutenção.

Prefeitura de Garopaba (SC) lança edital de processo seletivo

Foi aberto pela Prefeitura de Garopaba o processo seletivo nº 23/2012, com o objetivo de preencher cargos e formar cadastro reserva para os quadros da rede municipal de saúde. São ofertadas 04 vagas temporárias de níveis fundamental, médio e superior, com vencimentos que variam entre R$ 488,10 e R$ 2.975,55 por jornada de trabalho de 8, 20 e 40 horas semanais.
 
Cargos
Odontólogo, Professor de Educação Física, Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista, Recepcionista, Vigilante, Fiscal de Vigilância Sanitária, Monitor de Oficina Terapêutica e Agente Comunitário de Saúde.
 
Inscrição
As inscrições serão recebidas do dia 27 de dezembro à 11 de janeiro de 2013, das 14h às 17h, na Secretaria Municipal de Saúde de Garopaba, situada na Rua Antonio José Botelho - Prédio do ESF, Centro.
 
ProvaO processo seletivo será constituído de Análise dos documentos apresentados e entrevista.
 
A análise dos documentos apresentados, consiste na observância da entrega dos documentos, dos títulos acadêmicos, da experiência profissional e do perfil para desempenho na atenção à saúde.
 
A data, local e horário da entrevista serão divulgados, após finalizadas as inscrições no diário oficial dos municípios e na página oficial da Prefeitura de Garopaba - www.garopaba.sc.gov.br.

Concurso Prefeitura de Capistrano - CE

No Estado do Ceará foi divulgado o edital Nº. 001/2012 para realização de concurso público na Prefeitura de Capistrano. O certame destina-se ao preenchimento de 1.136 vagas, sendo 284 imediatas e 852 para cadastro reserva em todos os níveis de escolaridade. A remuneração pode chegar a R$ 5.000,00.
 
São reservadas 5% das vagas aos portadores de necessidades especiais.
 
Cargos
Agente Administrativo, Agente de Vigilância a Saúde, Assistente Social, Assistente Social - CAPS, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar Saúde Bucal, Dentista - PSF, Enfermeira - PSF, Enfermeira Hospital, Fisioterapeuta, Gari, Médico, Merendeira, Motorista, Pedagogo, Professor PEB II (Ciências, Educação Física, Geografia, História, Inglês, Matemática, Música e Português), Psicólogo, Recepcionista, Técnico de Enfermagem, Técnico em Radiologia, Técnico Saúde Bucal, Terapeuta Ocupacional - CAPS, Veterinário e Vigia.
 
Inscrição
As inscrições serão realizadas do dia 28 de dezembro de 2012 a 28 de janeiro de 2013, através do site www.neoexitus.com.br.
 
A taxa de inscrição é de:
Nível fundamental: R$ 60,00;
Nível médio: R$ 80,00;
Nível superior: R$ 120,00.
 
Prova
A prova está prevista para ser realizada no dia 03 de março de 2013, das 08h00min às 12h00min e das 14h00min às 18h00min, em locais a serem divulgados através dos cartões de inscrição a partir do dia 20 de fevereiro de 2013.
 
Os títulos deverão ser entregues ou enviados via sedex para:
 
SAC - Serviço de Atendimento ao Candidato - situado na rua Barão de Aracati, 2820 - bairro Joaquim Távora - Cep: 60115-082 - Fortaleza/CE.
 
Validade
A validade do concurso público será de 2 anos, contados a partir da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Edital / Publicações

Prefeitura de Divinópolis (MG) divulga edital de processo seletivo

A Prefeitura de Divinópolis, Estado de Minas Gerais, através do Diário Oficial dos Municípios, divulgou editais nº. 082 e 083/2012 – SEMUSA para realização de processo seletivo. Serão preenchidas 05 vagas de níveis médio/técnico e superior, com salário de até R$ 3.012,28, mais 20% insalubridade sobre o salário mínimo.
 
Cargos: Técnicos em Enfermagem (3) e Dentista (2).
 
Os interessados deverão enviar a Secretaria Municipal de Saúde, em atenção aos Recursos Humanos, localizada à Rua Minas Gerais, 900, Centro, Divinópolis/MG – CEP: 35500-007, até o dia 28 de dezembro de 2012 o Curriculum Vitae.
 
A avaliação final será feita através do Curriculum Vitae, pelo Setor de Recursos Humanos da Secretaria Municipal de Saúde Pública e a classificação e desempate ocorrerão, impreterivelmente, na seguinte ordem:
 
Residência no Município de Divinópolis;
Maior tempo de experiência profissional na área;
Estar quite com o Serviço Militar;
Que não tenha sido demitido ou exonerado do serviço público na Administração Direta ou Indireta dos Municípios, Estados e União.

Hospital das Clínicas – SP abre concurso público

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - HCFMUSP lançou edital n°146/2012 de concurso público destinado ao preenchimento de uma vaga para Agente Técnico de Assistência a Saúde, na função de Fonoaudiólogo para a Diretoria Executiva do Instituto Central. Os interessados deverão ter a formação em curso superior de Fonoaudiologia e registro no Conselho Profissional.
 
O contratado será submetido ao regime da Consolidação das Leis do Trabalho e receberá o salário de R$ 1.269,02 em jornadas de 30h semanais, além de auxílio alimentação e vale-transporte.

Os interessados deverão preencher a ficha de inscrição disponível no site www.hcnet.usp.br e entregá-la até o dia 18 de janeiro de 2013, para o Serviço de Recrutamento, Seleção e Movimentação de Pessoal da Divisão de Recursos Humanos do HCFMUSP (Rua Doutor Ovídio Pires de Campos, nº 225, Prédio da Administração, 1º. Andar, Cerqueira César, São Paulo - CEP: 05.403- 010), juntamente com a cópia da cédula de identidade e original do comprovante de depósito bancário individual da taxa de inscrição de R$ 60,85.

A previsão é de que os candidatos sejam avaliados por meio de prova escrita com 25 questões objetivas de múltipla escolha, além de prova prática oral para avaliar conhecimentos e habilidades do candidato relacionadas com as atribuições inerentes à função e prova de títulos.

O prazo de validade do concurso será de 2 anos, a contar da data da publicação da homologação.

Processo seletivo da Prefeitura de Santa Maria de Jetibá - ES

A Prefeitura de Santa Maria de Jetibá, Espírito Santo, lançou edital n° 004/2012 de processo seletivo, objetivando a contratação temporária de profissionais na área de Saúde. O certame disponibiliza 69 vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior com remuneração de até R$ 2.295,01, por jornadas de 20 a 40 horas semanais.
 
Vagas
Nível Fundamental: Auxiliar Geral (08), Pedreiro (CR), Vigia (CR), Motorista (CR).
 
Nível Médio: Atendente Ambulatório (13), Auxiliar de Escritório (02), Auxiliar de Enfermagem (06 + CR), Assistente de Gestão (01), Atendente de Farmácia (03), Técnico em Radiologia (02), Escrituário (CR).
 
Nível Superior: Angiologista (01), Cardiologista (01), Clínico Geral (04), Dermatologista (01), Endocrinologista (01), Ginecologista (02), Infectologista (01), Médico do Trabalho (01), Neurologista (01), Oftamologista (01), Ortopedista (01), Otorrinolaringologista (1), Pediatra (02), Psiquiatra (1), Radiologista (01), Urologista (01), Terapeuta Ocupacional (01), Psicólogo (02), Farmacêutico (05), Farmacêutico/Bioquímico (CR), Biólogo (CR), Enfermeiro (02), Odontólogo (02), Fonoaudióloga (CR), Assistente Social (01), Nutricionista (CR).
 
As inscrições serão gratuitas e realizadas em formulário padrão, na Secretaria Municipal de Saúde, situada na Rua Hermannn Miertschink, nº 23, Centro - Santa Maria de Jetibá, no período de 2 a 04 de Janeiro de 2013 das 08:00 às 11:000 e de 13:00 às 16:00 horas.
 
A seleção será realizada por meio de Análise Curricular e Entrevista individual de caráter classificatório e eliminatório.

O resultado final do processo será publicado no dia 21 de Janeiro de 2013 no quadro interno de avisos da Prefeitura Municipal de Santa Maria de Jetibá e no Site Oficial do Município.
 
O certame terá validade de 01 ano, contado a partir da data de publicação do resultado, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Concurso Prefeitura de Poços de Caldas - MG 2013

A Prefeitura de Poços de Caldas, Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas e a Divisão de Recursos Humanos, divulgou edital de concurso público destinado ao provimento de 82 vagas em diversos cargos. O concurso será executado através da empresa Cetro Concursos Públicos, Consultoria e Administração.
 
As vagas oferecidas são para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com salários variados de R$ 550,89 a R$ 2.637,62.

Cargos
As chances são para os cargos de Agente Funerário, Auxiliar de Manutenção Civil, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Públicos, Esteticista, Jardineiro, Massagista, Operador de Máquina Agrícola, Operador de Usina de Asfalto, Salva-Vidas, Auxiliar de Desenvolvimento Infantil I, Condutor de Veículo de Urgência do SAMU, Instrutor de Bandas, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Odontologia, Técnico de Informática, Técnico de Laboratório de Análise Clínica, Técnico de Segurança do Trabalho, Agente Fiscal do PROCON, Técnico de Enfermagem do SAMU, Médico, Advogado, Analista de Sistemas, Fiscal de Tributos Municipais, Bioquímico, Psicólogo, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo e Enfermeiro Assistencial do SAMU.

Inscrições
As inscrições ocorrerão em duas etapas:
- Primeira Etapa: atualização do cadastro para os candidatos inscritos no Concurso Público Edital 01/2011, no período de 14 a 31 de janeiro de 2013;

- Segunda Etapa: inscrições para novos candidatos, no período de 01 a 28 de fevereiro de 2013.

As inscrições poderão ser realizadas:
- Via internet, no endereço eletrônico (www.cetroconcursos.org.br), no período de 01 a 28 de fevereiro de 2013;

- Pessoalmente ou por procuração, no período de 01 a 28 de fevereiro de 2013, das 12h às 18h, exceto sábados, domingos e feriados, na Divisão de Recursos Humanos da Prefeitura Rua Minas Gerais, nº 664, 1º andar, sala 102, centro, Poços de Caldas-MG.
 
As taxas variam de R$ 15,00 a R$ 45,00 de acordo com o cargo escolhido.

Provas, Gabaritos e Validade
As provas objetivas (para todos os empregos públicos) e Dissertativa (para o emprego público de advogado) serão realizadas na cidade de Poços de Caldas - MG, na data provável de 21 de abril de 2013, em locais a serem comunicados oportunamente através de Edital de Convocação para as Provas, a ser publicado em Jornal de Circulação Local, por meio de listas que serão afixadas no Prédio da Prefeitura Municipal de Poços de Caldas, e divulgado no endereço eletrônico (www.cetroconcursos.org.br)), observado o horário oficial de Brasília/DF.

Os gabaritos da Prova Objetiva serão divulgados na data prevista de 23 de abril de 2013.

O prazo de validade do concurso será de 2 anos, contados a partir da data da homologação do resultado final, para cada emprego público, podendo, a critério da Prefeitura do Município de Poços de Caldas - MG, ser prorrogado uma vez por igual período.

Edital / Publicações

Concurso UFMT 2013

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) publicou edital n° 12/2012 de concurso público, destinado ao provimento de 39 vagas técnico-administrativas em Educação. As oportunidades serão para as classes C, D e E com lotação nos campi Sinop, Rondonópolis, Barra do Garças e Cuiabá.

Os salários poderão variar de R$ 1.473,58 a R$ 2.989,33, conforme o cargo e as jornadas de trabalho serão de 40h semanais para todos, exceto para Jornalista e Músico - Violino, que atuarão por apenas 25h por semana e para Médico - Clínico Geral, que terá jornada de 20h.

Cargos disponibilizados

 - Fundamental/Médio-Técnico - Classe C : Assistente de Laboratório e Auxiliar em Administração.

 - Médio - Classe D : Assistente em Administração, Técnico em Enfermagem, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Telecomunicações e Técnico em Laboratório/Química.

 - Superior - Classe E: Administrador, Biólogo, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Geólogo, Jornalista, Médico - Clínico Geral, Músico - Violino, Tecnólogo - Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Tecnólogo/Rede de Computadores.

Para concorrer os interessados deverão dispor de R$ 40,00, R$ 55,00 e R$ 75,00, valores relativos à taxa de participação, e realizar inscrição de 14 a 24 de janeiro de 2013 pelo site www.ufmt.br.

Haverá prova objetiva, prevista para ser aplicada no dia 24 de fevereiro de 2013 em local e horário a serem informados a partir do dia 18 do mesmo mês, pelo site da instituição. Também será aplicada prova prática para Músico - Violino e Tecnólogo - Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Tecnólogo - Redes de Computadores no dia 17 de março de 2013, em Cuiabá.

O presente concurso público terá validade de 01 (um) ano, contado a partir da data da publicação do Edital de Homologação, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Administração Superior da UFMT.

O assento do vaso sanitário é mesmo o local mais sujo da casa?

Se as pessoas tivessem que adivinhar qual o lugar mais sujo de suas casas, diriam normalmente “o vaso sanitário” ou pelo menos algum outro item do banheiro, não é o mesmo?
 
Apesar de qualquer coisa que tenha a ver com evacuação levar fama de “suja”, sinto-lhe informar que é mais seguro cortar seus legumes em um assento de vaso sanitário do que em uma tábua de cortar alimentos (utensílio de cozinha), já que a segunda tem 200 vezes mais bactérias fecais.
 
Quem chegou a essa conclusão foi o Dr. Chuck Gerba, professor de microbiologia da Universidade do Arizona (EUA), que estuda como as doenças são transferidas através do ambiente.
 
Seu trabalho envolve medir quantas bactérias são encontradas em utensílios domésticos, e de que tipos são. Ele particularmente procura por bactérias fecais, tais como a E. coli e a Staphylococcus aureus.
 
Em seus estudos, Gerba descobriu que no assento de toalete médio há cerca de 50 bactérias a cada 2,54 centímetros quadrados.
 
“É uma das coisas mais limpas da casa, em termos de micro-organismos”, diz. “É um padrão de ouro, não há muitas coisas mais limpas do que um assento de vaso sanitário quando se trata de germes”.
 
Isso pode ser porque todos temem que o banheiro fique sujo, então o limpam mais regularmente do que outras coisas, deixando-o sempre impecável.
 
O mesmo não é verdade para outros itens domésticos, no entanto. Bactérias vêm para a cozinha, por exemplo, por meio de produtos de carne crua ou vísceras de animais, onde um monte de bactérias fecais se origina.
 
E qual o item mais sujo em nossas casas? A esponja ou pano de cozinha. De acordo com Gerba, existem cerca de 10 milhões de bactérias por 2,54 centímetros quadrados em uma esponja, e um milhão em um pano de prato.
 
Em outras palavras, uma esponja de cozinha é 200.000 vezes mais suja do que um assento de vaso sanitário, e um pano de prato é 20.000 vezes mais sujo.
 
E é assim no mundo todo. “Sempre a coisa mais suja, de longe, é a esponja de cozinha”, diz John Oxford, professor de virologia da Universidade de Londres (Reino Unido) e presidente do Conselho de Higiene, um organismo internacional que compara os padrões de higiene em todo o mundo.
 
Seu mais recente estudo examinou amostras de casas em nove países diferentes, e descobriu que 21% dos panos de cozinha “visivelmente limpos” continham, na verdade, níveis elevados de contaminação. Os panos também falharam no teste bacteriano que procura por E.coli.
 
O estudo internacional também identifica bactérias fecais em outros lugares ao redor da casa. Essas já variam mais de um país para outro.
 
A Arábia Saudita tem os mais sujos frigoríficos, com 95% dos frigoríficos no estudo falhando no teste de bacteriologia para E.coli. Na África do Sul, o mais sujo item é a selagem em banheiros, com quase dois terços com níveis insatisfatórios de E. coli.
 
Embora seja indelicado dizer quais países são mais “sujos”, Oxford afirmou que países como Austrália e Canadá estão particularmente no topo da lista de higiene, enquanto países mais abaixo nessa lista são rotineiramente Índia e Malásia.
 
Fora de casa também há sujeira
Se a sua própria casa é suja, imagine outros locais. O escritório é um deles. O telefone, que as pessoas usam bastante, colocam perto da boca e não limpam com frequência, pode ser particularmente sujo.
 
Segundo Gerba, o ambiente de trabalho médio tem 400 vezes mais bactérias do que um assento sanitário.
 
O supermercado é outro local bastante sujo. Carrinhos de compras são especialmente ruins. E cerca de metade dos sacos de compras reutilizáveis têm bactérias fecais. Alguns têm mais bactérias fecais que roupas íntimas, porque estas são lavadas frequentemente, enquanto as sacolas não.
 
E agora, José?
E o que tudo isso significa para nós, em termos de riscos para a saúde?
 
A E. coli é uma bactéria indicadora. Ela pode não causar, por si só, alguma doença horrível, mas indica que há fezes por perto, e ela pode conter outros organismos, como Salmonella e Shigella, que são muito virulentos.
 
Mas também não há razão para pânico, visto que todos nós tocamos essas coisas surpreendentemente sujas todos os dias, e no geral não ficamos constantemente doentes.
 
“Temos sorte que, como evoluímos mais de dois milhões de anos atrás, temos todo um conjunto de genes cuja única função é fazer com que o sistema imunológico entre em ação”, diz Oxford.
 
Porém, não fique tão dependente da sorte. Levante-se agora mesmo, esterilize-se sua tábua de cortar alimentos, troque sua esponja de lavar louça e lave sua sacola de compras.
 
Fonte Hypescience

Ejaculação feminina

 
A ejaculação feminina é caracterizada pela excreção de líquidos pelas glândulas de Skene e expulsão durante o orgasmo. Esse líquido é claro, às vezes viscoso, ralo e geralmente inodoro, varia de 15 a 350 mg.

O líquido da ejaculação feminina não deve ser confundido com o líquido da lubrificação que permite uma penetração mais fácil e também não deve ser tratado como se fosse urina, pois sua constituição é diferente desta.

Nem todas as mulheres ejaculam e, mesmo as que o fazem, não ejaculam sempre, ela ocorre com maior facilidade pela estimulação do ponto G. Considerando o ponto G um homólogo da próstata masculina, podemos entender por que o líquido que algumas mulheres expelem é similar ao do homem, sem conter espermatozóides.

Historia da ejaculação feminina
Embora até hoje ainda muitos afirmam que a ejaculação feminina é uma lenda ou mito, a ejaculação feminina é um fato observado em laboratório e descrito por Aristóteles e na medicina grega da antiguidade, que acreditava que o líquido expelido era importante na fecundação (Cláudio Galeno 131 - 200). A ejaculação feminina está descrita em várias culturas, por exemplo nos rituais tântricos da Índia.



O anatomista italiano da Renascença Realdo Colombo (1516 - 1559) referiu a ejaculação feminina quando ele explicou as funções do clitóris. E o anatomista holandês Reigner de Graaf (1641 – 1673) descreveu a mucosa membranosa da uretra em detalhes e escreveu que "a substância podia ser chamada muito adequadamente de prostatae feminina ou corpus glandulosum' (...). A função da prostatae é gerar um suco pituito-seroso, que torna a mulher mais libidinosa. (...) Aqui também deve-se notar que o corrimento da prostatae feminina causa tanto prazer quanto o da próstata masculina". De Graaf associou a ejaculação feminina a glândulas presentes ao longo da uretra. Essas glândulas foram descritas em 1880 pelo ginecologista escocês Alexander Skene (1837 – 1900), levando então o seu nome.
 

Ainda no início do século XX, o meio científico defendeu que a ejaculação feminina seria um sintoma de histeria, somatizado na forma de incontinência urinária.

Em 1926, o médico e sexologista holandês Theodoor Hendrik van de Velde (1873-1937) publicou um manual sobre o casamento, onde mencionava que algumas mulheres expelem um líquido durante o orgasmo. Em 1950, o sexólogo alemão Ernst Gräfenberg (1881-1957) descreveu detalhadamente a ejaculação da mulher em relação ao prazer: "Esta expulsão convulsiva de fluidos ocorre sempre no apogeu do orgasmo e simultaneamente com ele. Se se tem a oportunidade de observar o orgasmo dessas mulheres, pode-se ver que grandes quantidades de um líquido límpido e transparente são expelidas em esguichos, não da vulva, mas pela uretra (...). As profusas secreções que saem com o orgasmo não têm um objetivo lubrificador, pois nesse caso seriam produzidas no início do coito e não no auge do orgasmo."
 
Análise química do líquido ejaculado
Pela análise química do líquido expelido, mostrou-se que este nada tinha a ver com a urina, e sim assemelhando-se ao líquido expelido pela próstata masculina. Algumas mulheres de hoje ainda acham que urinam ao ejacular, já que a sensação que antecede a ejaculação é muito semelhante à vontade de urinar. Porém a anatomia também comprova que isso é impossível, uma vez que o músculo pubococcígeo, que se contrai na hora do orgasmo, também é responsável pela contenção urinária.
 
O líquido ejaculado também não tem relação com a lubrificação vaginal, uma vez que a lubrificação é feita antes do orgasmo e é produzida pelas glândulas de Bartholin, enquanto a ejaculação acontece no clímax do ato sexual e seu líquido é produzido na glândula de Skene e liberado através das glândulas de Skene e do canal da uretra.
 
Cultura sexual
Antropólogos relataram rituais de puberdade na tribo batoro de Uganda, onde a ejaculação feminina tem um papel importante num costume chamado "kachapati", que significa "aspergir a parede". Nele, a jovem batoro é preparada para o casamento pelas mulheres mais velhas da aldeia, que lhe ensinam como ejacular.
 
No Japão a ejaculação feminina é chamada "shiofuki", uma palavra que também é utilizada para a fonte que sai do buraco de respirar no alto da cabeça das baleias.
 
Nem todas as mulheres podem ejacular, e isso é absoutamente normal. A questão é que a grande maioria nem sabe que isso é possível, portanto, quando a cultura sexual numa sociedade reconhece a existência da ejaculação feminina, um número maior de mulheres desenvolverá essa capacidade. Se algumas mulheres têm mais sensibilidade no ponto G, e uma conjunção de fatores psicológicos, biológicos e sociais e o conhecimento do próprio corpo, então haverá maior probabilidade de ocorrer o fato, embora não se deva esperar ver uma ejaculação similar à masculina, uma vez que a própria anatomia feminina é diferente.
 
Fonte Wikipedia

Carreira médica passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2013 em SP

Apesar de aprovada em Assembleia, o projeto fica aquém das expectativas, segundo Sindicato dos Médicos
 
Projeto de Lei Complementar do Executivo 39/2012 que institui a Carreira Médica é aprovado por unanimidade no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. A votação ocorreu na terça-feira (18) deste mês, exatamente dois meses após sua apresentação pelo governo do Estado.
 
Entretando, o sindicato dos médicos afirma que o texto está aquém das expectativas que os profissionais nutriram durante quase um ano, tempo que o governo do Estado demorou para apresentar o projeto sem que antes fosse apreciado pela categoria por meio de suas entidades representativas.
 
A Carreira Médica passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2013, sendo assim, a remuneração do médico no próximo ano não deve ultrapassar R$ 3.655 por 20 horas semanais, já contabilizando as gratificações e prêmios, podendo em 2014 chegar a R$ 3.990, ou R$ 6 mil, se considerado o Prêmio de Produtividade Médica, chamado PPM, de 100%. O PPM extingue diversos prêmios e gratificações, sendo que onze foram incorporadas ao novo prêmio. No entanto, para garanti-lo, terá de cumprir algumas regras, entre as quais, ter 100% de comparecimento ao trabalho ou nenhuma falta sem justificativa.
 
Ainda em outubro, o Sindicato dos Médicos apresentou uma série de propostas de emenda ao projeto. A principal era justamente em relação aos critérios do PPM, com melhorias nos critérios de avaliação. Pelo texto sugerido, até cinco faltas injustificadas não haveria nenhuma redução no Prêmio. A proposta segue o que diz o artigo 130 das CLT – Consolidação das Leis do Trabalho. Nem essa nem nenhuma das 22 propostas de emendas – publicadas no Diário Oficial do Poder Legislativo de 30 de outubro – foram acatadas.
 
O PLC 39 estabelece a carreira médica em três diferentes jornadas de trabalho: uma de 40 horas semanais, uma de 24 e uma de 20 horas semanais. Na jornada de 40 horas, os vencimentos variam aproximadamente de R$ 3.800 a R$ 4.350; na de 24 horas, de R$ 2.280 a R$ 2.610,37; e no regime de 20 horas, vão de R$ 1.900 a R$ 2.175,31. “Esses valores não vão fixar nem atrair profissionais, que, de fato, terão cerca de 20% a 25% de aumento na remuneração atual. É um projeto bem dissociado do que havíamos acertado com a administração estadual, e bem distante do que pretendemos”, lamenta o presidente do Simesp, Cid Carvalhaes.

Fonte : Com informações do Simesp
 
Por SaudeWeb

Ministério habilita mais equipes da Saúde da Família em 13 estados

Iniciativa amplia o acesso da população à Atenção Básica e libera recursos para melhorar a qualidade do atendimento
 
O Ministério da Saúde habilitou mais 1.488 Equipes de Saúde da Família (ESF) e 9.261 Agentes Comunitários de Saúde (ACS), de 13 estados – Amapá, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo -, que também passam a receber os recursos, com o objetivo de ampliar o acesso da população à Atenção Básica. O trabalho das equipes está inserido na nova Política Nacional de Atenção Básica– Saúde Mais Perto de Você, lançada em 2011, que visa incentivar a melhoria da qualidade do atendimento na Atenção Básica, combater o desperdício e monitorar as ações já existentes.
 
Atualmente, o país conta com 33.434 mil Equipes de Saúde da Família implantadas em 5.298 municípios que cobrem 105,5 milhões de brasileiros. São 5,5 milhões a mais de habitantes com acesso à saúde básica em relação a 2010, quando atuavam 31.660 equipes. O número de Agentes Comunitários de Saúde (ACS) também subiu de 244.883 em 2010 para 257.265 em 2012, representando aumento de mais de 5%.
 
As equipes são multidisciplinares, formadas por médicos, enfermeiros, técnicos ou auxiliares de enfermagem e até 12 agentes que atuam junto às comunidades, desenvolvendo ações de promoção da saúde, prevenção de agravos, diagnóstico e tratamento, recuperação, reabilitação de doenças. Hoje, são 256.959 mil Agentes Comunitários de Saúde em todo Brasil. Os valores repassados aos municípios integram o Piso da Atenção Básica Variável (PABV), que prevê incentivo que varia de R$ 85,5 mil a R$ 128,3 mil por ESF, e R$ 10 mil por ACS, ao ano.
 
A Estratégia da Saúde da Família é a principal meta do Ministério da Saúde para reorientar o modelo de atenção à saúde da população, a partir da atenção primária, considerada a mais próxima da porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS), além de ser capaz de resolver até 80% dos problemas de saúde das pessoas. A execução da estratégia é compartilhada entre o Ministério da Saúde com os Estados, Distrito Federal e Municípios.
 
Entre 2010 e 2012, houve crescimento dos recursos na Atenção Básica, passando de R$ 9,73 bilhões (2010) para R$ 13,36 bilhões (2012). Um incremento de 37%.
 
Credenciamento
O Ministério da Saúde também credenciou 30 municípios de 10 estados, por meio de portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), a receber incentivo às ações de Saúde Bucal, no âmbito da Estratégia Saúde da Família. Bahia, Amapá, Ceará, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo, Ceará, rio Grande do Norte e Tocantins serão beneficiados.
 
Melhor em casa
Além das portarias referentes às Equipes de Saúde da Família foi publicada outra portaria liberando R$ 2,2 milhões para custeio e manutenção das equipes de Atenção Domiciliar nos estados do Acre, Amazonas, Bahia e o Distrito federal irão receber.O benefício faz parte das ações do Melhor em Casa, programa que visa reorganizar o processo de trabalho das equipes que atendem os pacientes em suas casas. No primeiro ano de funcionamento do programa, foi constatado que as equipes atendem principalmente casos de Acidente Vascular Cerebral (20%), seguido de casos de hipertensão (9,3%) e de pacientes com a doença de Alzheimer (5,4%). Outros atendimentos frequentes incluem pacientes com diabetes mellitus, com a doença de Parkinson, doenças pulmonares e fraturas de fêmur. A maior parte desses pacientes são mulheres (58%).
 
Os pacientes que são atendidos pelas equipes do Melhor em Casa são encaminhados principalmente pelas Equipes de Saúde da Família (53,7%) ou estavam internados em hospital (28,9%). Esse dado mostra que o programa está articulado com a Atenção Básica, ajuda a reduzir as internações desnecessárias e as filas dos serviços de urgência e emergência.
 
NASF
Em outra portaria o Ministério da Saúde credenciou 14 Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) nos estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo. Atualmente, o país conta com 1.909 núcleos. Nos núcleos Tipo I, os profissionais devem cumprir, no mínimo, 200 horas semanais de trabalho e, nos tipo II, os servidores a obrigatoriedade é para 120 horas semanais mínimas.
 
Os municípios que aderirem ao NASF Tipo I recebem R$ 20 mil do Ministério da Saúde para a implantação da unidade e mais R$ 240 mil anuais para o custeio das equipes. A modalidade Tipo II conta com R$ 8 mil para implantação e mais R$ 96 mil de custeio/ano. Os recursos são repassados do Fundo Nacional de Saúde para os fundos municipais.
 
Os núcleos são constituídos por equipes multiprofissionais que trabalham afinadas e vinculadas às Equipes de Saúde da Família e os profissionais são responsáveis pelas consultas, discussões de casos e ações de educação permanente em saúde com a população.
 
Fonte SaudeWeb

Cremesc solicita Intervenção Federal em Santa Catarina

Medida foi tomada para garantir o acesso da população ao atendimento hospitalar, pois há insuficiência de profissionais e insumos nos hospitais catarinenses
 
O Conselho Regional de Medicina do Estado de Santa Catarina (CREMESC) comunica que entrou com representação no Ministério Público Estadual e Federal, na Procuradoria Geral da República, no Ministério Público do Trabalho, nos Tribunais de Contas da União e do Estado e na Assembleia Legislativa solicitando das respectivas instituições – de forma urgente – a intervenção da Secretaria de Estado da Saúde. Com isso, o Conselho busca a garantia de que a população catarinense tenha acesso aos serviços de saúde nos hospitais públicos. A ação tem apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM).
 
A decisão de solicitar a intervenção Federal foi firmada após reunião realizada nesta segunda-feira, 17, no CREMESC, com a participação de diretores técnicos, diretores clínicos e presidentes de Comissões Éticas dos Hospitais Públicos da Grande Florianópolis.
 
A gravidade da situação nos hospitais catarinenses deve-se à insuficiência de profissionais e insumos. Médicos, enfermeiros e técnicos estão atendendo a população com limite de recursos, correndo riscos, devido à falta de condições mínimas de trabalho e, consequentemente, quem está sendo penalizada é a população catarinense com a falta de atendimento hospitalar.
 
Fonte SaudeWeb