Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 18 de março de 2015

Aditivos no cigarro geram batalha entre indústria e órgãos de saúde

Conferência mundial pensa estratégia para baní-los, enquanto, no Brasil, recurso judicial da CNI questiona autoridade da Anvisa
 
 
Rio - Os cigarros aromatizados — adocicados e mentolados — são populares em todo mundo. São opções mais palatáveis, que, segundo alerta da Organização Mundial de Saúde (OMS), aumentam o apelo ao consumo do tabaco, principalmente entre os mais jovens. A restrição de aditivos com sabores e aromas é hoje, portanto, um dos maiores alvos dos grupos antitabagistas e, não à toa, motivo de discórdia entre legisladores e indústrias do fumo de vários países, a exemplo do Brasil.
 
Para propor estratégias mais eficazes no combate aos aditivos, cientistas, representantes de organizações e governos darão especial atenção ao tema na Conferência Mundial do Tabaco, que começou ontem, em Abu Dhabi.
 
Austrália, Canadá, Chile, Estados Unidos, Turquia e a União Europeia estão em processo de restrição ou banimento dos aditivos. Essas medidas seguem na esteira da Convenção Quadro pelo Controle do Tabaco da OMS, um tratado internacional assinado por 192 países e que recomenda a proibição ou limitação deles. Entretanto, elas enfrentam forte resistência das empresas, sob o argumento de que seus produtos ficariam inviabilizados com essa restrição.
 
No Brasil, a briga é intensa e ameaça, inclusive, a autonomia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A disputa começou há exatos três anos, quando a agência lançou uma norma (RDC 14/2012) proibindo substâncias como açúcares e aromatizantes no cigarro. A guerra prosseguiu até que a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), aprovou, em setembro de 2013, uma liminar que liberou os aditivos no mercado brasileiro, e continua em vigor.
 
Norma da ANVISA posta em xeque
Nas mãos da ministra corre outro processo motivado pela polêmica dos aditivos. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) propôs uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin 4874) que questiona dois dispositivos da lei federal da Anvisa (9.782/99): um tratando da competência para estabelecer normas e executar políticas de vigilância sanitária e outro sobre a proibição de fabricação e importação de produtos que representem riscos à saúde.
 
— Se a ação for aceita pelo STF, na prática isto acarretará um efeito cascata, em que todas as normas editadas pela Anvisa se tornarão inconstitucionais. As consequências disto seriam muito sérias e iriam além dos efeitos na indústria do tabaco — alerta o presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB/RJ, Leonardo Vizeu, que acompanha o debate.
 
O processo encontra-se no STF como “concluso ao relator”, o que significa que pode haver um parecer em breve. Em nota, a CNI explica ter ajuizado a ação porque a Anvisa “extrapolou suas competências, usurpando as do Congresso Nacional,” ao banir ingredientes “sem a demonstração de risco imediato e urgente”. E acrescenta estar “confiante que o STF reconhecerá que a Anvisa não possui poder normativo genérico”. Vizeu, no entanto, discorda:
 
— Compete à Anvisa regular o que é ou não nocivo. Isso não é atribuição da Câmara dos Deputados — afirma o especialista, destacando que a ação teria efeitos, inclusive, sobre a lista de substâncias ilícitas do país, podendo ocorrer algo semelhante ao recente caso irlandês, em que um processo de inconstitucionalidade de um indivíduo levou o país a liberar, sem querer, o uso de uma série de drogas, como a maconha. — Seria uma total irresponsabilidade.
 
O diretor-presidente da Anvisa, Jaime Oliveira, também demostra preocupação com a polêmica, mas adota um tom apaziguador.
 
— A Adin pode causar impactos grandes, tanto jurídicos quanto técnicos. Todas as informações já foram passadas ao STF, e não acreditamos que ele tome uma posição extrema — afirma Oliveira, que explica: — Para questionar os aditivos, a CNI aborda outras matérias que sequer dizem respeito ao tabaco e que afetariam outros setores, como medicamentos, alimentos, cosméticos...
 
Sobre a lista de substâncias ilícitas, Oliveira diz que há outros dispositivos legais que a resguardariam. Ele explica ainda que a liminar em favor da indústria do tabaco ocorreu por questões técnicas do processo, as quais já foram superadas. Por isso, espera um parecer favorável em relação à proibição dos aditivos.
 
Enquanto isto, a Associação Brasileira da Indústria do Fumo (Abifumo) garante não haver comprovação científica de que o banimento dos aditivos torna os produtos menos prejudiciais ao consumidor e critica a agência por adotar a medida “antes de realizar as necessárias análises técnicas e de impacto regulatório”, afirmando que ela é mais restritiva no Brasil do que em outros países. A Abifumo diz ainda ter documentos demonstrando que os aditivos “não tornam o cigarro mais ou menos atrativo ou tóxico e que não há relação direta entre o consumo de cigarros com ou sem aditivos e as faixas etárias dos consumidores”.
 
Em janeiro, a Anvisa divulgou um relatório de um grupo de trabalho composto por cientistas independentes e internacionais no qual afirma que os documentos fornecidos pela indústria do tabaco não são suficientes para convencer que os aditivos não seriam mais viciantes ou atraentes ao consumidor.
 
Além disso, quem contesta o argumento da indústria é a secretária-executiva da Convenção-Quadro para Controle de Tabaco do Instituto Nacional de Câncer (Conicq/Inca), Tânia Cavalcante, que participa da conferência em Abu Dhabi. Ela cita outro relatório, produzido pelo grupo, que compilou estudos científicos e documentos da indústria do tabaco (abertos ao público nos EUA e no Reino Unido) e mostra que os aditivos são usados pelos fabricantes para potencializar os efeitos farmacológicos da nicotina e tornar o sabor das marcas mais apelativo para os jovens.
 
— O que a indústria não explica publicamente é que alguns ingredientes, por exemplo o açúcar, aumentam a dependência. Após sofrer combustão e ser inalado, ele resulta em produtos tóxicos, potencializando a nicotina — afirma Tânia, lembrando que os aditivos estão presentes não só nos cigarros, mas em outros produtos como o narguilé, outro tema forte de debate da conferência.
 
O Globo

Hospitais sem higiene causam morte de meio milhão de bebês ao ano em países em desenvolvimento

Reprodução/ http://www.wateraid.org/
O relatório foi publicado pela organização WaterAid
Falta d'água e saneamento são os maiores obstáculos para os tratamentos adequados
 
Mais de um terço dos hospitais e clínicas em países em desenvolvimento não tem lugar para funcionários e pacientes lavarem as mãos com sabão, e quase 40 % não possuem nenhuma fonte de água, de acordo com uma avaliação internacional feita com o apoio da OMS (Organização Mundial de Saúde), publicada na terça-feira (17).
 
O relatório, feito pela entidade beneficente WaterAid, do setor de saneamento e a OMS, diz que a cada ano meio milhão de bebês morrem antes de atingirem um mês de idade por causa da falta de água potável e saneamento seguro.
 
Para um de cada cinco desses bebês, ser lavado em água limpa e receber cuidados em um ambiente limpo e seguro por pessoas que tenham lavado as mãos com sabão poderia ter evitado sua morte prematura, afirma o relatório.
 
"A capacidade de manter um hospital ou clínica limpo é um requisito tão fundamental nos cuidados com a saúde que é preciso questionar se uma instalação sem água corrente limpa ou saneamento básico pode atender adequadamente seus pacientes", disse Barbara Frost, executiva-chefe da WaterAid. "Nascer em condições anti-higiênicas condena muitos bebês a uma morte precoce e tragicamente evitável."
 
Maria Neira, especialista da OMS em saúde pública, social e ambiental, disse que os resultados da avaliação — a primeira desse seu tipo que cobre 54 países em desenvolvimento — são ainda mais chocantes porque, mesmo quando as clínicas de saúde são classificadas como tendo acesso a água, o abastecimento pode estar a até meio quilômetro de distância, em vez de a água ser canalizada diretamente para o local.
 
"Mulheres grávidas dependem de um ambiente de parto que, no mínimo, não deixe seu bebê em risco, sem falar na necessidade de água potável ou de ter de deixar a instalação para procurar um banheiro", disse ela em um comunicado.
 
Além de causar a morte de recém-nascidos, as mesmas condições de falta de higiene também alimentam grandes surtos de doenças, tais como epidemias de cólera na República Democrática do Congo, Haiti, Malauí, Tanzânia e Sudão do Sul, constatou o estudo.
 
Reuters / R7

Bolhas em corpo de criança pode ser sinal de Chikungunya

Crianças apresentam sintomas diferentes dos adultos para
 dengue e Chikungunya
De acordo com especialistas, doença e dengue podem ser ainda mais graves nos pequenos
 
Várias cidades do Sudeste estão em surto de dengue e tem deixado a população em alerta. Nas crianças, a dengue pode ser ainda mais grave. De acordo com especialistas, a dengue pode ser assintomática ou apresentar sinais e sintomas inespecíficos, como fraqueza, sonolência, recusa da alimentação e de líquidos, vômitos, diarreia ou fezes amolecidas.
 
Já a febre Chikungunya, transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, pode causar bolhas na pele das crianças. Nos pequenos também é observado maior ocorrência de comprometimento neurológico devido à infecção, tais como meningoencefalites e convulsões, além de comprometimento cardíaco.
 
Por isso, especialmente para crianças menores de dois anos e recém nascidos, é preciso que os pais e responsáveis estejam atentos aos cuidados para evitar a picada do mosquito e, havendo sintomas, é essencial o tratamento correto, afirma Francisco Ivanildo de Oliveira Junior, médico infectologista do Hospital Infantil Sabará.
 
— A sintomatologia das duas doenças é muito parecida, mas é importante que se faça o diagnóstico correto, já que ambas podem ter complicações graves nas crianças pequenas.
 
A febre Chikungunya, apesar de ter menor taxa de letalidade se comparada à dengue, tem possibilidade de evolução para fase sub aguda (10 a 90 dias de sintomas) e até mesmo crônica (90 dias até 3 a 5 anos – essa mais comum em mulheres adultas).
 
Nos menores de dois anos de idade — especialmente em crianças com menos de seis meses — sintomas como cefaleia, dor retro-orbitária, mialgias e artralgias (dor muscular e dor articular) podem manifestar-se por choro persistente, fraqueza e irritabilidade, geralmente com ausência de manifestações respiratórias, podendo ser confundidos com outros quadros infecciosos febris, próprios da faixa etária.
 
— Na criança, o início das duas doenças pode passar despercebido e o quadro grave ser identificado como a primeira manifestação clínica. O agravamento, em geral, é súbito, diferente do que ocorre no adulto, que é gradual, em que os sinais de alarme são mais facilmente detectados.
 
De acordo com o pediatra e neonatologista, Jorge Huberman, os sintomas podem ainda regredir alguns dias depois de aparecerem deixando uma falsa impressão de melhora para os pais dos pequenos, mas o quadro clínico depois pode voltar a piorar. Existe ainda uma forma mais grave, a dengue hemorrágica. Ela acontece quando a pessoa já foi infectada anteriormente por um tipo diferente do vírus.
 
— Na dengue hemorrágica os sintomas são mais intensos. Podem acontecer hemorragias nasais, gengivais, urinárias e gastrointestinais. Há também ocorrências raras em que a pressão arterial baixa tanto que pode levar a um choque e até a morte.
 
Huberman ressalta que não é indicado medicar a criança antes de consultar um médico.
 
— Mais importante do que medicar, além de levar ao médico caso algum sintoma apareça, é
 prevenir a contaminação e não deixar água acumulada em casa. 
 
R7

França estuda proibir implantes nos seios após descoberta de novo tipo de câncer

De Paris para a BBC Brasil
 
Governo francês estuda proibir próteses mamárias após instituto relacioná-las a tumor no sistema linfático
 
Um estudo realizado pelo Instituto do Câncer da França, divulgado nesta terça-feira, revela que implantes nos seios podem causar um tipo raro de tumor no sistema linfático.
 
Em razão das conclusões dos especialistas, o governo francês estuda atualmente a proibição de próteses mamárias no país.
 
Os pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer (INC) da França revelaram a existência de uma nova doença, o "linfoma anaplásico de grandes células associado a um implante mamário (LAGC-AIM)" e propõe que esse tipo de câncer seja incluído na classificação de doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
"Existe uma relação claramente estabelecida entre o surgimento dessa doença e o uso de um implante mamário", diz o relatório do instituto francês. "Esse tipo de câncer não foi diagnosticado em nenhuma mulher sem próteses nos seios."
 
Os oncologistas franceses estimam que o risco desse linfoma nas mulheres com implantes mamários é 200 vezes maior do que na população feminina em geral.
 
Eles ressaltam, no entanto, que a frequência dessa complicação médica é muito baixa. Desde 2011, apenas 18 mulheres desenvolveram esse tipo de câncer na França (uma delas já morreu), segundo o INC.
 
Vigilância
O estudo foi realizado a pedido das autoridades francesas da área de saúde após o rápido aumento de casos desse tipo de câncer em um período relativamente curto.
 
Apesar do número de pessoas afetadas ainda ser bem limitado, o que preocupa as autoridades é a velocidade da progressão: o total de novos casos passou de dois em 2012 para 11 no ano passado.
 
A ministra da Saúde, Marisol Touraine, declarou nesta terça-feira que as mulheres com implantes nos seios "não precisam retirá-los" e nem devem ficar "excessivamente preocupadas".
 
Estudo foi realizado após o rápido aumento de casos desse tipo de câncer em período relativamente curto
 
"Nossa vigilância é total", disse a ministra, acrescentando que nenhuma marca de prótese mamária está sendo visada especificamente em relação à descoberta desse novo tumor.
 
Touraine também afirmou que as informações às mulheres que desejam colocar implantes nos seios será reforçada.
 
Alerta obrigatório
A Agência Nacional de Segurança do Medicamento (ANSM) da França já anunciou que as mulheres que desejam colocar próteses nos seios deverão ser "obrigatoriamente alertadas sobre esse novo risco, apesar de ele ser baixo", afirmou, em entrevista ao jornal Le Parisien, François Hébert, diretor-geral adjunto da agência.
 
Segundo ele, documentos informativos e alertas sobre a questão já foram enviados aos médicos do país.
 
"Se for necessário proibir os implantes, nós o faremos", disse o diretor da ANSM.
 
A agência francesa realizará uma reunião com especialistas até o final deste mês para decidir sobre o assunto. A eventual proibição das próteses dependerá das conclusões dos pesquisadores.
 
"Os sinais são convincentes. Os casos aumentam. Estamos trocando informações com a FDA (Food and Drugs Administration) americana", afirma o professor Benoît Vallet, diretor-geral da Saúde, que determina as políticas públicas francesas na área.
 
"Os profissionais da saúde devem ficar muito mais vigilantes diante desse risco. As mulheres que usam próteses devem ser examinadas por um médico todos os anos."
 
Escândalo
A descoberta de novos riscos envolvendo próteses mamárias ocorre apenas cinco anos após o escândalo das próteses da marca francesa PIP, que chocou o país.
 
Elas eram fabricadas com um gel de silicone não autorizado para fins médicos e que continha aditivos de combustível não testados para uso clínico.
 
A PIP era o terceiro maior fabricante mundial de próteses mamárias e exportava para inúmeros países, incluindo o Brasil.
 
Segundo a ANSM, cerca de 400 mil mulheres na França têm próteses nos seios, sendo 80% delas por motivos estéticos.

BBC Brasil / R7

Coma mais alho e cebola e proteja a sua saúde

Eles fortalecem as defesas, controlam o diabetes e protegem o coração
 
Muita gente torce o nariz para esta dupla. A cebola e o alho carregam juntos a fama de causar mau hálito, intensificar o odor do suor e causar irritação ao olhos e à pele. Mas essa dupla também ocupa o topo da lista dos alimentos considerados "funcionais" - aqueles que, além de alimentar, são capazes de prevenir doenças e manter o organismo tinindo. Estudos comprovam que o alho e a cebola podem prevenir e tratar doenças, como gripe, diabetes e até reduzir os riscos de câncer. A seguir, a nutricionista Daniela Cyrulin apresenta os benefícios desses alimentos para o nosso corpo e dá dicas de como consumi-los. 
 
Muitos nutrientes do bem
Entre os carros chefe nutricionais da cebola e do alho está o selênio, um poderoso antioxidante que fortalece o sistema imunológico e afasta o risco de tumores. "Os dois também são ricos em vitamina C, outro agente antioxidante que combate infecções e aumenta as defesas do nosso organismo", explica Daniela. Além disso, o alho e a cebola possuem boas doses de vitaminas do complexo B, importantes para combater o estresse e o desânimo. 

Proteja-se contra o câncer
Estudos feitos por pesquisadores italianos do Istituto di Ricerche Farmacologiche "Mario Negri", em Milão, na Itália, comprovaram que indivíduos que consomem maiores quantidades de alho e cebola (cerca de 22 porções por semana) correm um risco menor de desenvolver alguns tipos de câncer, como o de boca, laringe, esôfago, cólon, mamas, ovário e rins. O benefício se dá graças a uma substância chamada alicina, um composto sulforoso presente nesses alimentos, mas que só se forma quando eles são triturados. "Esta substância previne a ativação das nitrosaminas, compostos químicos cancerígenos encontrados principalmente em embutidos da carne, como a lingüiça", explica Daniela.  
 
Combate gripes e resfriados
Com eles, as vias respiratórias se mantêm abertas e descongestionadas. O alho e a cebola são ricos em substâncias anti-inflamatórias, antivirais, antiparasitárias, antibacterianas e antifúngicas, dentre elas a própria alicina. Por isso, é um ótimo remédio para afastar gripes, resfriados e infecções em geral. A nutricionista diz, ainda, que alho reduz e ajuda a diluir o muco nos pulmões, sendo eficaz contra tosse persistente e bronquite, podendo ser consumido junto a antibióticos. Além disso, a dupla contém vitaminas A, C e E, nutrientes que reforçam o sistema imunológico. 
 
Controle da diabetes
Quem sofre com o diabetes e com as altas taxas de açúcar no sangue pode se valer desta dupla para controlar as taxas. A cebola carrega uma substância chamada glucoquinina, que, segundo Daniela Cyrulin, é uma espécie de insulina vegetal que, se consumida, ajuda no controle da diabetes. "Para melhor absorção da glucoquinina, o indivíduo pode consumir a cebola batida em sucos naturais, já que ela libera essa substância quando é triturada", explica a nutricionista. A cebola pode ser acrescentada a outras receitas de sucos com vegetais, inclusive, como laranja com rúcula ou cenoura, misturas ricas em vitaminas e nutrientes.
 
Poder antioxidante
Não é à toa que a cebola protege o organismo de doenças e do envelhecimento precoce. Ela é bastante rica em bioflavonoides, a quercetina, que são substâncias antioxidantes capazes de varrer os radicais livres das células. "Este mesmo componente é encontrado na maçã. Porém, o poder de absorção da quercetina pelo nosso corpo é 30% maior com a ingestão da cebola", aponta Cyrulin.
 
Substitutos do sal
A cebola e o alho só trazem vantagens para quem quer ficar de bem com a balança. Os dois têm baixas calorias e baixo índice glicêmico (demoram mais para serem digeridos e transformados em açúcar, prolongando a sensação de saciedade), podendo ser consumidos puros, misturados aos pratos ou como temperos de preparações. O alho e a cebola, inclusive, são ótimos aliados para reduzir as quantidades de sal usadas nas receitas. Seu prato ganha tempero e sabor sem prejudicar o coração. Isso porque, o sódio, presente no sal, é um dos maiores vilões da hipertensão.
 
Peito blindado
O coração ganha reforço com o alho e a cebola. A alicina é mais uma vez a responsável por nos manter saudáveis, pois atua equilibrando as taxas de colesterol sanguíneo. "Se forem ingeridos diariamente, o alho e a cebola pode ajudar a reduzir as taxas de LDL, o colesterol ruim, prevenindo doenças cardiovasculares", explica Daniela Cyrulin.  
 
Mas e o mau cheiro?
Com tantos benefícios há pelo menos uma desvantagem: o cheiro forte que o alho e a cebola deixam em nossas mãos e no nosso hálito acontece porque, quando cortamos ou trituramos esses legumes, uma substância chama allium é liberada, e ela é a responsável por esse cheiro. Também é essa substância que deixa nossos olhos irritados e nos dá vontade de chorar. Ingerir cebola e alho também pode deixar o suor com um cheiro mais forte. Isso acontece porque ambos contêm enxofre, que normalmente é liberado pelo suor.
 
Algumas medidas podem ser tomadas para evitar o cheiro desagradável:
 
- Depois de comer, mastigue salsa ou qualquer planta que tenha clorofila, pois elas mantêm o hálito fresco. Beber um copo de leite ou de vinho também dá bons resultados.

- Depois de cortá-los, esfregue bem as mãos com sal grosso ou açúcar depois lave em água corrente.

-Para não chorar quando for cortar cebola ou alho, o ideal é deixar a torneira de água aberta enquanto corta, lavando o alimento. Cortá-los em uma bacia cheia de água tem o mesmo efeito. 
 
Receitas

Creme de Cebola
Ingredientes:
1 kg de cebolas descascadas e cortadas em fatias
500 ml de caldo de galinha
100 ml de vinho tinto
300 ml de creme de leite fresco
20 g de manteiga
2 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de sopa de mel
Sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo:
Doure as cebolas em uma panela com azeite e manteiga, inicialmente em fogo brando. Acrescente o mel e aumente o fogo para que fiquem bem douradas, sem deixá-las queimar, acrescente vinho tinto e mexa até que o álcool evapore. Junte caldo de galinha, creme de leite fresco e deixe em fogo brando até reduzir 1/3 do creme. Tempere com sal, pimenta-do-reino e bata a mistura no liquidificador. Acompanhe com crôutons e decore, se quiser, com cebolinha francesa picada. 
 
Espaguete ao alho e cebolinha Ingredientes:
½ pacote de macarrão tipo espaguete (250g)
1 colher (sopa) de sal
3 colheres (sopa) de óleo
2 dentes de alho amassados
2 colheres (sopa) de cebolinha picada
2 envelopes de tempero e sabor para massas, batatas e arroz

Modo de preparo:
Em uma panela, cozinhe o macarrão em 2 litros e meio de água e o sal até que fique "al dente". Em uma frigideira grande, aqueça o óleo e doure o alho. Desligue o fogo, acrescente a cebolinha, o macarrão já cozido e o Tempero e Sabor e misture bem. Sirva. Dica: Se desejar, polvilhe queijo parmesão ralado. 
 
Minha Vida

Picolé funcional de iogurte, amora e chá de hibisco

Aprenda a fazer um picolé funcional de iogurte, amora e chá de hibisco - Imagem ilustrativa - Foto: Getty Images
Imagem ilustrativa
Aprenda a fazer este doce delicioso e com poucas calorias
 
Aprenda a fazer um delicioso picolé funcional de iogurte, amora e chá de hibisco. Esta receita é da culinarista Malu Lobo do site Pé da Cozinha.                             
 
Ingredientes:
 
- 2 potes de iogurte natural desnatado
 
- 2 xícaras de amoras ou outra fruta vermelha
 
- 150 ml de chá de hibisco
 
- Adoçante culinário a gosto
 
- 1 colher de sopa de semente de chia
 
Modo de preparo:
Prepare o chá de hibisco, colocando em água quente, mas não fervente. Leve o chá pronto, o adoçante e 1 xícara de frutas vermelhas para cozinhar, deixe ferver até engrossar. Retire, reserve e misture com a semente de chia. Misture o iogurte com essa calda ,até ficar homogêneo. Em forminhas de gelo ou próprias de picolé , faça camada de iogurte e 1 de amoras frescas inteiras ou amasse um pouco. Se for fazer como picolé, coloque os pauzinhos e leve ao congelador. Para desenformar, retire antes do congelador e mergulhe em água.                             
 
Rendimento:
A receita rende 6 picolés com 60 calorias cada. 
 
Minha Vida

Fiocruz isola vírus chikungunya e avança na criação de teste rápido

Vírus chikungunya (Foto: CDC/PHANIE)
(Foto: CDC/PHANIE) - Vírus chikungunya foi isolado a partir
 de amostras humanas por laboratório do Instituto Carlos Chagas,
 da Fiocruz Paraná
Desde o ano passado, doença já infectou 3.822 pessoas no Brasil. Doença transmitida como a dengue provoca sintomas dolorosos
 
Pesquisadores do Instituto Carlos Chagas (ICC), da Fiocruz Paraná, estão mais perto de desenvolver um teste rápido para detectar o chikungunya, doença que já infectou 3.822 pessoas desde que chegou ao Brasil no ano passado.
 
Este mês, a equipe conseguiu isolar o vírus a partir do soro do sangue de pacientes infectados. Ter o vírus isolado significa, segundo a pesquisadora Claudia Nunes Duarte dos Santos, chefe do Laboratório de Virologia Molecular do ICC, obter matéria-prima permanente para pesquisas sobre a doença.
 
Info Chikungunya V1 (Foto: Editoria de Arte/G1)“Conseguimos crescer o vírus em cultura e podemos manipular, infectar outras células, usar como reativo para teste diagnóstico e estudar diferentes aspectos do vírus”, diz. 

O foco de sua equipe agora é validar um kit diagnóstico desenvolvido pelo laboratório para detectar a doença em apenas 15 minutos a partir de uma gota de sangue.
 
Atualmente, o teste padrão para detecção do chikungunya usado pelo Ministério da Saúde é do tipo Elisa (Enzyme-Linked Immunosorbent Assay). Ele é capaz de detectar os anticorpos produzidos pelo organismo em reação ao vírus. Por isso, o exame só é eficaz a partir do quinto dia do aparecimento dos sintomas. O resultado também não é imediato: demora alguns dias para sair.
 
Por causa das limitações relacionadas a esse teste, depois que os primeiros casos são constatados com exame laboratorial em determinada região, ocorrências posteriores são confirmadas apenas por critérios clínicos e epidemiológicos, segundo determinação do Ministério da Saúde.
 
Um teste rápido e acessível poderia mudar essa situação, segundo Claudia.

“É importante que o paciente sabia na beira do leito a doença que tem para que possa ter um prognóstico melhor.”
 
Segundo balanço divulgado nesta quinta-feira (12) pelo Ministério da Saúde, só neste ano já houve 1.049 casos confirmados da doença no país: 590 no Amapá e 459 na Bahia.
 
A pesquisa sobre o vírus chikungunya começou a ser feita no ICC antes mesmo de a doença chegar ao país, há três anos.

“Tínhamos tudo pronto para validar o kit, mas nunca conseguíamos amostras de pacientes”, diz Claudia. Agora, com uma amostra grande de pacientes disponível, a validação do teste rápido é uma questão de meses, segundo a pesquisadora.
 
A pesquisadora lembra que já há um teste rápido para detectar chikungunya que está sendo aplicado em algumas cidades da Bahia. Ele foi desenvolvido por uma empresa privada e promete informar o resultado em 20 minutos.
 
Sintomas dolorosos
A infecção pelo vírus chikungunya provoca sintomas parecidos com os da dengue, porém mais dolorosos.
 
No idioma africano makonde, o nome chikungunya significa "aqueles que se dobram", em referência à postura que os pacientes adotam diante das penosas dores articulares que a doença causa.
 
Em compensação, comparado com a dengue, o novo vírus mata com menos frequência.
 
Em idosos, quando a infecção é associada a outros problemas de saúde, ela pode até contribuir como causa de morte, porém complicações sérias são raras, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).
 
G1

Aspirina diminui risco de câncer colo retal — mas não para todos

Estudo revela que o uso do remédio reduz em 30% a incidência desse tumor. Benefício não vale, porém, para pessoas com uma variação genética nos cromossomos 12 e 15
 
Tomar aspirina ou ibuprofeno tende a reduzir o risco de desenvolver câncer de cólon para a maioria das pessoas, mas não funciona em uma minoria que possui algumas variações genéticas. A revelação é de um estudo publicado nesta terça-feira no periódico Jama.
 
Pesquisadores revisaram dez estudos da Austrália, Canadá, Alemanha e Estados Unidos que reuniram, no total, mais de 16.000 pessoas. Os dados confirmaram que o uso regular de aspirina e outros anti-inflamatórios não-esteroides, como o ibuprofeno, diminui em 30% a probabilidade de desenvolver câncer colo retal para a maior parte das pessoas. O benefício preventivo, no entanto, não foi observado em indivíduos com variantes incomuns em genes nos cromossomos 12 e 15.
 
Uma vez que o uso de aspirina e outros anti-inflamatórios têm efeitos adversos como sangramento intestinal, os médicos devem avaliar junto aos pacientes os potenciais perigos e benefícios do seu consumo. "O estudo sugere que o perfil genético de uma pessoa pode ajudar na tomada desta decisão", afirmou Andrew Chan, coautor da pesquisa e professor da Escola de Medicina de Harvard.
 
Teste genético
Chan ressalva que ainda é cedo para o mapeamento genético guiar os cuidados clínicos, uma vez que as descobertas precisam ser validadas em grupos mais heterogêneos de pacientes. A pesquisa não incluiu negros, por exemplo, que têm taxas elevadas de câncer colorretal.
 
Em um editorial associado à pesquisa, Richard Wender, da Associação Americana de Câncer, afirma que, em futuro não muito distante, testes genéticos eficientes e baratos poderão ajudar a definir intervenções que diminuem os riscos de doenças. "A habilidade de traduzir o mapeamento genético em tratamentos preventivos personalizados ainda está um pouco longe, mas, com estudos como este, o caminho fica mais iluminado", afirmou.
 
Guia da Pharmacia

Concurso IMPREVI - Itacoatiara (AM)

Foi lançado edital de concurso público nº 001/2015 do Instituto Municipal de Previdência dos Servidores de Itacoatiara (IMPREVI), no estado do Amazonas. Serão oferecidas 12 vagas em cargos de ensino fundamental, médio e superior no concurso, que está sendo organizado pelo Centro de Educação Tecnológica do Amazonas - CETAM.
 
As oportunidades são para as funções de Auxiliar de Serviços Gerais, Office Boy, Recepcionista, Vigia, Assistente Administrativo Previdenciário, Almoxarife, Médico Perito Previdenciário, Assistente Social e Analista de Sistema, que terão salários entre R$ 900,00 e R$ 3.000,00, por jornada de trabalho de 30 ou 40 horas semanais.
 
As inscrições deverão ser feitas exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.concursoscopec.com.br no período de 19 de abril a 3 de maio de 2015. A taxa de inscrição custa R$ 40,00 para cargos de nível fundamental, R$ 65,00 para nível médio e R$ 80,00 para empregos de nível superior.
 
O concurso público será realizado em apenas uma etapa, constituída de prova objetiva para todos os cargos. A prova será aplicada em Itacoatiara, provavelmente no dia 12 de julho de 2015, em local e horário específicos informados no cartão de confirmação da inscrição do candidato.
 
O gabarito oficial preliminar da prova será disponibilizado no site www.concursoscopec.com.br no dia 13 de julho de 2015.
 
O edital completo está divulgado por meio do Diário Oficial dos Municípios do Amazonas do dia 17 de março de 2015, entre as páginas 68 e 79.

Concurso Prefeitura de Luiziana - PR

A Prefeitura de Luiziana, no Estado do Paraná, divulgou o edital nº 01/2015 de concurso público. O concurso está sob a responsabilidade do Instituto Saber e de acordo o edital, o salário varia de R$ 853,51 a R$ 4.826,53, em carga horária de 20, 30 ou 40 horas semanais.
 
São oferecidas 23 vagas, para candidatos de ensino fundamental, médio, técnico e superior, além de formar cadastro de reserva, nos cargos de Agente (Administrativo, Comunitário de Saúde, Departamento Pessoal, Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária), Ajudante Geral, Arquiteto, Assistente de Recursos Humanos, Assistente Social, Auditor de Tributos, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Desenvolvimento Infantil , Auxiliar de Serviços Gerais, Carpinteiro , Cirurgião Dentista, Contador , Coveiro, Cozinheira, Eletricista de Veículos , Eletricista I , Enfermeiro, Motorista, Professor, entre outros.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 1º de abril de 2015, através do site www.saber.srv.br.
 
O valor da taxa de inscrição para cargos de até ensino fundamental é de R$ 50,00, cargos de ensino médio R$ 80,00 e cargos de ensino superior R$ 100,00.
 
Os inscritos serão submetidos a prova objetiva, além de prova prática e de títulos, para alguns cargos.
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 26 de abril de 2015, em local e horário a ser divulgado no edital de homologação das inscrições.
 
O gabarito preliminar provavelmente será divulgado a partir das 21 horas do mesmo dia de aplicação da prova.
 
O Concurso Público terá validade por 01 ano, a contar da data de publicação da homologação do resultado final, prorrogável uma vez, por igual período, a critério do Poder Executivo Municipal.

Prefeitura de São Carlos - SC abre vagas de estágio

As inscrições para o processo seletivo da Prefeitura catarinense de São Carlos, foram prorrogadas até o dia 22 de março de 2015. O seletivo é realizado pelo Instituto Oeste de Planejamento & Consultoria LTDA (IOPLAN).
 
O edital nº 001/2015 visa formar cadastro de reserva de estagiários de níveis médio e superior nas áreas de farmácia, psicologia, odontologia, técnico em enfermagem, direito, administração, contador, agronomia, engenharia civil e educação. Aos aprovados será concedida bolsa-auxilio no valor de R$ 513,60, mais auxilio transporte de R$ 128,00 mensais, em cumprimento a jornada semanal de 30 horas.

As inscrições são efetuadas via endereço eletrônico: www.ioplan.com.br, com taxa de R$ 30,00.

Será aplicada prova objetiva na data estimada de 28 de março de 2015, com início as 9h00, na Universidade do Norte do Paraná (UNOPAR), situada na Rua do Comércio nº 300, Centro. Provavelmente o gabarito será publicado no dia seguinte à realização da prova.

Todas as informações referentes ao seletivo serão afixadas no mural da Prefeitura e também divulgadas no site da organizadora.

O prazo de validade do processo seletivo será de um ano, a partir da data de sua homologação, podendo, conforme interesse do Departamento de Gestão de Pessoas, ser prorrogado por igual período.

Concurso Prefeitura de Santa Luzia - PB

A Prefeitura de Santa Luzia, no estado da Paraíba, abriu edital n° 001/2015 de concurso público, com a intenção de ocupar 205 vagas em funções de todos os níveis de escolaridade na autarquia. O certame será organizado e coordenado pela Universidade Estadual da Paraíba.
 
Os salários dos cargos variam entre R$ 788,00 e R$ 1.582,16, com reserva de 5% das vagas para pessoas com deficiência.

Cargos
- Nível fundamental completo: Auxiliar de Serviços Gerais, Eletricista, Merendeira, Motorista "D", Músico, Operador de Máquinas Pesadas, Porteiro e Vigilante;

- Nível médio/técnico: Agente Administrativo, Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Saúde, Condutor Socorrista, Fiscal em Vigilância Sanitária, Educador Social, Facilitador de Oficina, Motorista "D", Orientador Social, Técnico em Laboratório, Técnico de Enfermagem, Técnico em Radiologia, Técnico em Saúde Bucal e Técnico em Farmácia;

- Nível superior: Assistente Social, Advogado, Bibliotecário, Educador Físico, Enfermeiro, Farmacêutico/Bioquímico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Veterinário, Nutricionista, Odontólogo, Pedagogo Ensino Fundamental/Educação Infantil, Professor de Inglês, Professor de História, Professor de Ciências, Intérprete de Libras, Psicólogo e Tecnólogo em Radiologia.

Inscrições e Taxas
As inscrições serão realizadas por meio da internet, no site www.cpcon.uepb.edu.br a partir das 10h do dia 30 de março até às 23h:59min do dia 19 de abril de 2015. A taxa de inscrição varia entre R$ 40,00 e R$ 80,00.

Provas e Gabaritos
O concurso terá prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos, prova de títulos para Professor e prova prática de caráter eliminatório e classificatório, para os cargos de Operador de Máquinas Pesadas, Motorista e Condutor Socorrista.

A prova escrita será aplicada provavelmente no dia 31 de maio de 2015, sendo que o local e horário serão divulgados no dia 18 de maio de 2015. O gabarito preliminar será disponibilizado no dia 31 de maio de 2015.

A prova prática para o cargo de Operador de Máquinas, e Motoristas, será realizada na data prevista de 21 de junho de 2015. A publicação do resultado final do concurso sairá na data provável de 10 de julho de 2015.

Validade
O prazo de validade do concurso é de 02 anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período, a critério da Prefeitura do Município de Santa Luzia, respeitando a legislação eleitoral vigente, e para os demais considerados aprovados e não classificados gerará expectativa de direito.

Concurso Prefeitura de Caparaó -

A Prefeitura de Caparaó, no estado de Minas Gerais, publicou o extrato do edital de concurso público nº. 01/2015. O concurso a ser executado pela Tendência Assessoria e Consultoria Ltda, tem como objetivo preencher vagas para os cargos de pedreiro, auxiliar de serviços gerais, coveiro, motorista, operador de máquinas, servente de pedreiro, auxiliar administrativo, auxiliar de enfermagem, auxiliar de saúde bucal, escriturário, fiscal municipal, oficial administrativo, recepcionista/telefonista, secretário escolar, técnico em enfermagem, analista de controle interno, analista de recursos humanos, assistente social, bioquímico/farmacêutico, enfermeiro 20 horas, fisioterapeuta, nutricionista, procurador assistente, professor, professor de educação física, psicólogo, supervisor pedagógico e terapeuta ocupacional.
 
As inscrições ficarão abertas no período de 18 de maio a 18 de junho de 2015, na Câmara Cidadã, situada à rua José Paulo Gerônimo, Nº 15.
 
Extrato publicado no Diário Oficial de Minas Gerais - Publicações de Terceiros e Editais de Comarcas, do dia 17 de março de 2015, pág. 69.

Prefeitura de Caparaó - MG abre processo seletivo

Lançado o extrato do edital nº 01/2015 de processo seletivo da Prefeitura de Caparaó, em Minas Gerais, que, sob a organização do Tendência Assessoria e Consultoria Ltda, prevê a contratação de profissionais nas  funções de médico e odontólogo.
 
As inscrições serão recebidas do dia 18 de maio a 18 de junho de 2015, na Câmara Cidadã, localizada à Rua José Paulo Gerônimo, Nº 15.
 
Extrato publicado no Diário Oficial de Minas Gerais - Publicações de Terceiros e Editais de Comarcas, do dia 17 de março de 2015, pág. 69.

Concurso Prefeitura de Flórida Paulista - SP

Foi divulgado edital n° 002/2015 de concurso público da Prefeitura de Flórida Paulista, no estado de São Paulo, para o provimento de 21 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários vão até R$ 2.679,27 em carga horária de 20 a 40 horas semanais.
 
As chances são para as funções de nutricionista, farmacêutico, fonoaudiólogo, enfermeiro, auxiliar de enfermagem, agente de controle de vetores, motorista, ajudante geral, escriturário I, secretário I, secretário de escola, procurador jurídico, chefe da seção de contabilidade, PEB II - educação física, fiscal de tributos municipais, coordenador - CRAS, psicólogo - CRAS, auxiliar administrativo - CRAS, auxiliar de serviços gerais - CRAS, coveiro, tratorista, operador de máquinas pesadas, médico veterinário, PEB II - inglês, PEB II - artes e fisioterapeuta.

Os interessados deverão fazer suas inscrições por meio do site www.idapdias.com.br, até às 24h do dia 22 de março de 2015, podendo ser quitado o boleto até o dia seguinte ao término das inscrições dentro do horário Bancário. As taxas variam de R$ 30,00 a R$ 55,00 de acordo com a função escolhida.

As provas objetivas serão realizadas nos dias, horários e locais a serem oportunamente publicados no Jornal “Folha Regional” de Flórida Paulista, no site www.flóridapaulista.sp.gov.br, no mural da sede da Administração Pública Municipal de Flórida Paulista e no site www.idapdias.com.br

A Classificação Final será publicada por Edital e afixada no Mural de Avisos da sede da Prefeitura Municipal de Flórida Paulista, divulgada também no Jornal “Folha Regional” de Flórida Paulista, no site www.floridapaulista.sp.gov.br e no Portal www.idapdias.com.br.

A validade do concurso público será de 01 ano, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Pacaembu - SP

A Prefeitura de Pacaembu, Estado de São Paulo, divulgou o edital nº 16/2015 que estabelece normas para o concurso público nº 001/2015. O objetivo é preencher 24 vagas imediatas, de ensino médio e superior, além de formar cadastro de reserva. A remuneração varia de R$ 1.014,00 a R$ 1.726,01, em carga horária de 30 e 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Assistente Social, Professor de Educação Básica II, nas disciplinas de Artes, Educação Física, Língua Estrangeira Moderna (inglês) e Professor de Educação Básica I.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 22 de março de 2015, pelo site http://www.concursosidap.com.
 
O valor referente a taxa de inscrição vai de R$ 48,00 a R$ 55,00, de acordo com o cargo pretendido.
 
Todos os inscritos serão avaliados por prova objetiva e alguns além da prova objetiva serão submetidos à análise de títulos, sendo que o dia, local e horário de cada avaliação serão informados através de Jornal e no mural da sede da Administração Pública de Pacaembu.
 
O concurso público terá validade de dois anos, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Bonito de Santa Fé - PB

A Prefeitura de Bonito de Santa Fé, no estado da Paraíba, através da empresa Conpass, divulgou o edital de concurso público nº 001/2015. O objetivo é preencher 59 vagas de níveis fundamental, médio e superior, com remuneração prevista que vai de R$ 788,00 a R$ 1.500,00, em carga horária de 30 ou 40 horas semanais.
 
As oportunidades são para os cargos de Médico Clínico, Enfermeiro, Odontólogo, Psicólogo, Bioquímico/Biomédico, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Assistente Social, Preparador Físico, Assistente Jurídico, Analista Administrativo, Supervisor Educacional, Professor A - ( Zona Rural, Urbana, Educação Física, e Português), Técnico em Enfermagem -Parteira, Assistente de Saúde Bucal, Técnico em Radiologia, Agente Administrativo, Cuidador de Creche, Motorista, Operador de Máquinas, Eletricista, Auxiliar nas áreas Operacional de Sistema de Abastecimento D´Água, Serviços Gerais I e II Merendeira.
 
Será reservado o percentual de 5% do total das vagas de cada cargo para candidatos com deficiência.
 
As inscrições foram prorrogadas até o dia 22 de março de 2015, e podem ser feitas no site www.conpass.com.br. O valor da taxa de inscrição vai de R$ 30,00 a R$ 69,00.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 19 de abril de 2015. O local e horário de realização da mesma serão divulgados antecipadamente. Haverá também prova de títulos para os candidatos a alguns cargos específicos.
 
Os gabaritos preliminares serão afixados no quadro de aviso da prefeitura e na internet, na página da organizadora do certame: www.conpass.com.br, no dia seguinte ao da aplicação da prova.
 
O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data de publicação da homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

IMESF de Porto Alegre - RS publica edital de processo seletivo

O Instituto Municipal de Estratégia de Saúde da Família (IMESF), vinculado à Prefeitura de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, publicou o edital de processo seletivo nº. 01/2015, destinado à contratação de 1 médico e 5 enfermeiros, através de contrato temporário. Os candidatos aptos contratados cumprirão carga horária de 40 horas semanais e receberão salários de até R$ 8.849,56.
 
As inscrições serão admitidas somente através do e-mail processoseletivo@imesf.prefpoa.com.br, devendo a solicitação ser enviada no período entre às 9 horas do dia 20 de março até às 17 horas do dia 30 de março de 2015, observado o horário oficial de Brasília – DF. Não será cobrada taxa de inscrição.
 
Provas
Todos os inscritos serão avaliados por meio de avaliação de currículo, em que serão considerados os aspectos de qualificação e experiência profissional.
 
A validade do processo seletivo será de seis meses, a contar da homologação do resultado final do processo seletivo, podendo ser prorrogado por igual período.
 
Edital disponível no endereço - dopaonlineupload.procempa.com.br/dopaonlineupload/1364_ce_120059_1.pdf.

Prefeitura de Giruá - RS lança edital de processo seletivo

A Prefeitura de Giruá, no estado do Rio Grande do Sul, lançou edital n° 029/2015 de processo seletivo destinado ao preenchimento de sete vagas em cargos de níveis médio e superior, para a Secretaria Municipal de Saúde, para o período de até 12 (doze) meses.
 
As ofertas são para Médico Auditor, Odontólogo Geral, Psicólogo, Motorista, Agente de Combate a Endemias/Motorista e Visitador do Pim (Primeira Infância Melhor). Os salários variam de R$ 883,22 a R$ 8.256,80 em carga horária de 10 e 40 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas até o dia 20 de março de 2015, das 08:30 às 12:00 horas e das 13:30 às 17:00 horas, na Secretaria Municipal de Saúde, Rua Borges de Medeiros, 100, Giruá/RS.
 
A Referida seleção pública constará de 2 (duas) etapas: Análise de Títulos e Prova Objetiva. As provas objetivas serão aplicadas provavelmente no dia 26 de março de 2015 com início às 09 horas e término previsto às 10 horas no Centro Cultural Adelina Dias.
 
A divulgação do gabarito da seleção pública será divulgado no dia 26 de março de 2015, no turno da tarde.
 
A divulgação do resultado preliminar da seleção pública será divulgado no dia 27 de março de 2015. O edital de resultado final será publicado até o dia 31 de março de 2015, após o sorteio público.

Prefeitura de Santiago - RS realiza processo seletivo

A Prefeitura de Santiago, no interior do Estado do Rio Grande do Sul, informa que realizará processo seletivo, estabelecido pelo edital nº 013/2015, destinado a contratação temporária de profissionais de ensino superior.
 
As oportunidades são para os cargos de Médico ESF e Odontólogo.
 
Os interessados podem efetuar suas inscrições até o dia 20 de março de 2015, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min, na Secretaria Municipal de Gestão.

Prefeitura de Betânia - PE publica edital de processo seletivo

Seguem reabertas até o dia 20 de março, as inscrições para o processo seletivo da Prefeitura de Betânia, no estado de Pernambuco. O processo seletivo tem a finalidade de preencher 37 vagas temporárias em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os vencimentos variam entre R$ 1.000,00 e R$ 9.500,00.

As inscrições serão realizadas das 08h às 13h, na sede da Secretaria de Administração Geral do Município de Betânia, localizada na Praça Anfilófio Feitosa, nº 60, Centro, Betânia. A taxa de inscrição vai de R$ 30,00 a R$ 70,00.

As oportunidades são para os empregos de Médico Clínico Geral, Enfermeiro, Odontólogo, Médico Cirurgião, Médico Anestesista, Médico Ortopedista, Médico Veterinário, Médico Clínico Geral Plantonista, Bioquímico /Farmacêutico, Médico Cardiologista, Médico Pediatra, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Médico Ginecologista, Educador Físico, Fonoaudiólogo, Fisioterapeuta, Psicólogo, Assistente Social, Monitor e Professor de Matemática.

A seleção dos candidatos se dará por meio de avaliação curricular. O resultado preliminar sairá no dia 30 de março e o resultado final no dia 06 de abril de 2015.

FURG - RS abre concurso público

A Universidade Federal do Rio Grande (FURG), no Rio Grande do Sul, realizará inscrições de concurso público, em provimento de sete vagas para as localidades de São Lourenço do Sul e Rio Grande. As oportunidades são para os cargos de administrador, arquivista, nutricionista, técnico de laboratório (biotecnologia e botânica), técnico em tecnologia da informação e técnico em restauração, com salário de R$ 2.071,59 e de R$ 3.491,95, em cumprimento a jornada semanal de 40 horas.
 
Os interessados deverão efetuar inscrições das 09h do dia 1º de abril até às 23h59min do dia 15 de abril de 2015, via endereço eletrônico: www.proged.furg.br, mediante pagamento de taxa de R$ 70,00 ou R$ 110,00, conforme cargo pleiteado.
 
Haverá prova teórica, com aplicação prevista para o dia 17 de maio de 2015, na cidade de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, em local e horário a ser informado.
 
O gabarito provavelmente será disponibilizado em até 48 horas, após a realização da prova. O resultado final será homologado por edital e publicado no Diário Oficial da União.
 
O prazo de validade deste concurso público é de 02 (dois) anos, prorrogável por igual período.
 
O anúncio foi feito através do edital nº 2/2015, lançado na Imprensa Nacional, link: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=17/03/2015&jornal=3&pagina=30&totalArquivos=204.

Concurso Eletrobras - PI (CEPISA) 2015: Edital e Inscrição

A Eletrobras Distribuição Piauí, também conhecida como Companhia Energética do Piauí (CEPISA), reabriu as inscrições para o concurso público nº 2/2015, organizado pelo IADES. A iniciativa se destina ao provimento de 345 vagas, entre imediatas e formação de cadastro de reserva, em cargos efetivos de todos os níveis de escolaridade.
 
Há oportunidades para profissionais de nível superior, que possuam formação nas áreas de Arquivologia e Medicina do Trabalho, sendo o salário inicial de R$ 4.524,71. Para profissionais com formação no ensino médio Operacional/Suporte, as chances são para Técnico em Eletrotécnica e Eletricista Motorista, cujo salário poderá chegar a até R$ 2.292,75. Já para os candidatos que tenham o nível fundamental, as vagas são para Eletricista Auxiliar e Leiturista, devendo o salário mensal ser de R$ 1.196,70.
 
Inscrições reabertas
As inscrições custam entre R$ 41,90 e R$ 56,00, a depender do cargo pretendido, e podem ser feitas exclusivamente via internet, de 18 de março a 17 de maio de 2015, no endereço eletrônico: www.iades.com.br. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado até o dia 22 de maio de 2015.
 
O edital estabelece que em razão da reabertura das inscrições, é facultativo aos candidatos já inscritos a devolução do valor da inscrição paga, mediante envio de requerimento administrativo até o dia 26 de março, seguindo os procedimentos informados pelo IADES.
 
Provas
O concurso compreenderá as etapas de:
 
- Provas objetivas para todos os inscritos, com 50 questões de múltipla escolha; e
 
- Teste de aptidão física para os candidatos a cargos de Nível Médio Suporte – PMS/Eletricista Motorista, Nível Fundamental - PF/Eletricista Auxiliar e PF/Leiturista.
 
As provas serão aplicadas na cidade de Teresina, provavelmente no dia 14 de junho de 2015, devendo os locais, datas e horários de aplicação serão divulgados no sítio do IADES, a partir do dia 08 de junho.
 
Todas as informações do concurso podem ser conferidas integralmente no endereço eletrônico http://www.iades.com.br/inscricao/ProcessoSeletivo.aspx?id=4fc4bfa4

Aplicativo criado por pesquisadores mineiros é nova frente de combate ao barbeiro

Luta contra o transmissor da doença identificada por Carlos Chagas ganha mais armas
 
Descoberta há mais de 100 anos pelo médico sanitarista, cientista e bacteriologista mineiro Carlos Chagas, a tripanossomíase americana (mais conhecida como doença de Chagas) ainda intriga médicos e cientistas de 21 países da América da Latina, onde é considerada endêmica. Só no Brasil, onde representa um custo anual de mais de US$ 129 milhões, são cerca de 6 mil mortes por ano (16 por dia). No mundo, o gasto anual supera os US$ 7,2 bilhões. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) estima que existam de 2 milhões a 3 milhões de portadores da forma crônica no país. Para auxiliar na identificação do barbeiro transmissor, pesquisadores mineiros da Fiocruz desenvolveram um aplicativo para celular e tablets que atualmente é usado para ensino. Agora, buscam parceiros para aperfeiçoá-lo e torná-lo disponível para o público em geral.

Os números mostram que nem 1% dos pacientes da doença é tratado. O benzonidazol, medicamento mais usado – comercialmente chamado de Rochagan ou Rodanil –, requer 60 dias de acompanhamento, é considerado pouco eficaz na fase crônica e pode trazer fortes efeitos colaterais. Portanto, encontrar novos métodos de combate – seguros e fáceis de usar, como o aplicativo em desenvolvimento em Minas –, permanece um desafio. “Os problemas são comuns aos países da América Latina e o maior deles é a falta de acesso ao medicamento. Mas alguns exemplos podem germinar. Na Argentina, o número de tratados aumentou, assim como em outros países do continente”, afirma Carolina Batista, gerente de medicina da iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi, na sigla em inglês), criada há mais de 10 anos para pesquisa e desenvolvimento de remédios.

A especialista sustenta que o Brasil e o Sistema Único de Saúde (SUS) foram bem-sucedidos no controle do mal, mas diz que existem muitas espécies silvestres do barbeiro, inseto vetor da doença, no meio ambiente. “Ainda ocorrem muitos surtos de Chagas por causa de pessoas que tomam açaí contaminado, não pasteurizado.” O produto em geral é contaminado quando um barbeiro ou as fezes dele se misturam à polpa durante o processamento. “Os governos precisam continuar investindo nas condições de moradia e saneamento das populações, assim como no controle do vetor nos países em que isso ainda não foi feito”, alerta.
 
Identificando o inimigo
Na busca por métodos mais eficazes, o aplicativo criado por pesquisadores da Fiocruz Minas dá importante passo na identificação dos triatomídeos, como são chamados os barbeiros. Desenvolvido nos últimos dois anos, o Triatokey funciona sem internet e de forma simples: o usuário responde a um questionário sobre características visíveis do inseto a ser identificado. A cada pergunta as possibilidades se estreitam – ao todo, 38 espécies (24 pertencentes ao gênero Triatoma, sete ao gênero Panstrongylus e sete ao gênero Rhodnius) foram catalogadas. Para facilitar a pesquisa, cada questão aponta fotos que podem ser ampliadas. No fim do processo, é possível saber qual o gênero do inseto do qual a picada foi originada.

A doutora e pesquisadora Rita de Cássia Moreira de Souza, do Laboratório de Triatomíneos do Centro de Pesquisas René Rachou (Fiocruz-Minas), criadora do projeto, ressalta que para a elaboração da lista foram considerados a ocorrência da doença no Brasil e a importância epidemiológica. A ferramenta, segundo ela, se torna útil principalmente em municípios distantes, uma vez que há alta rotatividade de agentes em campo e longa espera para capacitação. “Para a próxima versão, estamos trabalhando para conseguir ampliar esse número e melhorar a qualidade das imagens disponibilizadas. Uma vez disponível na rede, esperamos que o aplicativo também possa ser usado pelo público em geral, com a finalidade de ajudar a população a reconhecer os vetores da doença de Chagas e como ferramenta para fins educativos.”

Inicialmente, o Triatokey tem sido usado em treinamentos e ensino, nos cursos do serviço de referência e nas aulas da pós-graduação da Fiocruz. Porém, já está disponível na internet por meio do site triatokey.cpqrr.fiocruz.br. A versão para celulares e tablets estará disponível em breve para download gratuito na loja virtual Play Store. Para aperfeiçoá-lo, pondera Rita, é necessário financiamento externo. “Até o momento, todo o desenvolvimento do aplicativo foi realizado pelo esforço pessoal de cada colaborador que atuou no projeto.”
 
Estado de Minas

Médicos fazem campanha para desmistificar ocorrência de incontinência urinária

A incontinência urinária tem cura e não pode ser considerada um problema normal atrelado ao envelhecimento das pessoas
 
“Qualquer pessoa pode ter incontinência urinária, desde criança, adultos e até idosos”, disse o chefe do Departamento de Urologia Feminina da Sociedade Brasileira de Urologia, Marcio Augusto Averbeck. Março é o mês em que a entidade promove uma série de ações para esclarecer a sociedade sobre a doença.
 
O objetivo da campanha da  Sociedade Brasileira de Urologia, que vai até o fim deste mês, é conscientizar a população sobre o impacto da incontinência urinária na para a qualidade de vida, provocando o isolamento das pessoas e até a depressão social.
 
A incontinência urinária é mais comum em mulheres, por uma questão anatômica. A uretra feminina – canal que conecta a bexiga ao meio externo –, tem de 3 a 4 centímetros (cm), enquanto a do homem tem de 18 e 20cm. “Anatomicamente, é mais fácil a mulher apresentar perda de urina, porque a uretra é mais curta”. Outros fatores, ao longo da vida, também podem predispor à ocorrência de incontinência urinária em mulheres. É o caso de gestações e partos que muitas vezes alteram os ligamentos que deveriam manter a uretra na posição correta, e da menopausa, que pode influenciar a incidência e prevalência da doença nas mulheres.
 
O primeiro passo para as pessoas que sofrem da doença, independentemente do gênero ou da idade, é  procurar ajuda médica. Segundo Averbeck, a crença de que a incontinência urinária é algo normal, que acontece com o envelhecimento, faz as pessoas deixarem de buscar tratamento precocemente.
 
Outro fator inibidor é o constrangimento em falar do assunto, que leva as pessoas a procurar ajuda tardiamente, quando as chances de cura são menores.
 
Há três tipos de incontinência urinária: a de esforço, quando há perda de urina ao tossir, rir ou fazer exercícios; a de urgência, também chamada síndrome da fechadura, quando ocorre uma súbita vontade de urinar e não se consegue chegar a tempo ao banheiro, e a  mista, que é a associação dos dois tipos anteriores.
 
O médico explicou que a síndrome da fechadura é a situação de bexiga hiperativa que se contrai involuntariamente, quando não deveria se contrair. Estima-se que 18% da população adulta brasileira sofram de bexiga hiperativa. Já na incontinência urinária mista “pode ser necessário um tratamento mais abrangente”, ressaltou.
 
Em qualquer tipo de incontinência urinária em homens e mulheres, o tratamento inicial consiste em exercícios para fortalecer a musculatura do assoalho pélvico, que é importante para o controle da micção. Deve-se contrair o assoalho pélvico durante 10 segundos e manter 10 segundos de relaxamento em seguida. O movimento deve ser repetido dez vezes por sessão, pelo menos três vezes ao dia, recomenda Averbeck. “Existe uma chance boa de que a incontinência de reduza e que haja uma boa resposta clínica ao fortalecimento desses músculos.”
 
Para o tipo de incontinência por esforço, existe a cirurgia para implante de esfíncter urinário artificial. No ano passado, esse procedimento entrou no rol de Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para pacientes com planos de saúde, beneficiando homens portadores da doença após cirurgia para remoção da próstata em tratamentos de câncer. A incontinência acomete de 5% a 10% de homens que extraem a próstata.
 
Agência Brasil

Medicamentos contra hipertensão estão sendo usados para tratar ansiedade

O uso inadequado desses produtos pode causas riscos à saúde

Medicamentos indicados no tratamento da hipertensão estão sendo usados por estudantes para aliviar a ansiedade. Teoricamente, os betabloqueadores deveriam ser vendidos com prescrição médica, pois podem causar efeitos colaterais, como insuficiência cardíaca e respiratória. Quando ingerida, a droga reduz a frequência cardíaca, inibindo suores e tremores.
 
O primeiro risco vem do principal objetivo do produto, que é controlar a pressão arterial. Se a pessoa não tem hipertensão nem doenças do coração, o uso contínuo, mesmo em pequenas doses, pode baixar a frequência cardíaca e interferir na pressão. Outro perigo é desencadear episódios depressivos se a pessoa já tiver alguma tendência.
 
Além disso, quem tem asma, bronquite ou doença pulmonar crônica não deve usar esse medicamento, porque o quadro pode se agravar. O uso dessas substâncias deve ser feito com orientação médica, não só para evitar efeitos indesejados, mas também por causa da eficácia do uso episódico, já que uma dose isolada de betabloqueador pode não ter muito efeito no controle de sintomas como tremores e palpitação.
 
O tratamento padrão para transtornos de ansiedade como síndrome do pânico ou fobia social inclui antidepressivos, ansiolíticos e psicoterapia. É necessário acompanhamento médico adequado.
 
O Nacional / Guia da Pharmacia

Automedicação pode agravar risco de dengue

Ácido acetilsalicílico e anti-inflamatórios apresentam os maiores riscos

Com a epidemia de dengue e aumento de casos, a preocupação com a automedicação aumenta, pois há alto risco de agravar o quadro clínico e fazer com que a doença evolua para o tipo hemorrágico. A orientação é não ingerir qualquer medicamento, principalmente os que contêm ácido acetilsalicílico - o popular AAS - e anti-inflamatórios.
 
O médico Edgard Steffen alerta que, com o alto número de casos, qualquer sinal de febre deve ser suspeito de dengue, e o indicado é procurar imediatamente uma unidade de saúde. Como os sintomas podem confundir-se com um quadro gripal ou com outras doenças infecciosas, muitas pessoas acabam procurando medicamentos para aliviar as dores, e isso pode ser perigoso se houver realmente o contágio da dengue.
 
Steffen explica que os principais medicamentos a serem evitados são os que contêm acetilsalicílico, presente em antigripais, e também os anti-inflamatórios. Isso porque eles inibem a coagulação do sangue, pois são antiagregantes plaquetários, o que pode provocar hemorragias internas e externas. O médico lembra que não há medicamentos indicados para o tratamento da dengue. O que se prescreve é repouso, hidratação e vigilância quanto a possíveis complicações.

CruzeiroNet / Guia da Pharmacia

Período de chuvas aumenta as chances de contaminação pela leptospirose

Fonte: Vira Mylyan-Monastyrska
Fonte: Vira Mylyan-Monastyrska
Durante o período das chuvas, cresce o perigo de infecção pela leptospirose, doença transmitida pela urina dos ratos, principalmente em regiões onde há alagamentos em decorrência das enxurradas
 
Somente em 2013, mais de quatro mil pessoasforam infectadas pela doença.. O comerciante, Gutemberg Gameiro, por exemplo, lutou bastante para vencer a leptospirose."Basta você pisar na urina do rato, você estando descalço a possibilidade de você pegar a leptospirose é grande. Você começa a sentir inicialmente como se fosse gripar. Começa a doer os músculos da perna. Olha, é uma dor que você nem consegue nem botar os pés no chão para caminhar. Quando eu dei por mim, eu estava dentro de uma UTI. Passei 29 dias dentro de uma UTI. É a coisa pior que passou na minha vida até hoje."
 
O diretor de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Cláudio Maierovitch, explica o que fazer para evitar a contaminação pela leptospirose. "Essa é uma época do ano que nós temos tido várias regiões com alagamento. Esses alagamentos podem atingir alimentos, podem deixar resíduos de lama dentro de casa. Um alimento que teve contato com água do alagamento, esse alimento deve ser inutilizado, não deve ser aproveitado. A limpeza de casa que teve alagamento, também deve ser feita com cuidado. Com uso de luvas, uso de botas, e com uso de uma solução de água sanitária de aproximadamente um como de água sanitária para 20 litros de água, que dessa forma, matará as bactérias presentes naquele ambiente."
 
O diretor de Vigilância das Doenças Transmissíveis, Cláudio Maierovitch, explica ainda o que deve ser feito em caso de suspeita de contaminação pela leptospirose."Quando uma pessoa começa a apresentar sintomas como febre, dor de cabeça forte, mal estar, e ela tenha estado recentemente em contato com água de enchentes, alagamentos ou lama de alagamentos, que isso seja informado ao serviço de saúde, porque isso caracteriza suspeita de leptospirose. Ela deve procurar um serviço de saúde que faça o atendimento imediato, como uma UPA ou pronto socorro."
 
Não existe uma vacina para uso humano contra a leptospirose, mas quando diagnosticada precocemente, o tratamento da doença é eficaz.
 
Fonte: Diane Lourenço/ Agência Saúde

Publicadas interdição e suspensão de lotes de álcool gel

A Anvisa realizou a interdição cautelar do lote nº 10 do produto Carrefour Álcool Gel Lavanda da empresa Luar Mágico Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza Ltda-ME
 
O produto foi interditado após resultado de laudo analítico emitido pelo Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen-DF). O documento indicou resultados insatisfatórios nos ensaios de rotulagem primária e no teor de álcool etílico.
 
A Agência suspendeu a comercialização, distribuição e uso do lote nº 1014 do Álcool gel Sol, produzido pela empresa Super Sol Indústria e Comércio Ltda. O produto foi suspenso após laudo de análise revelar resultados insatisfatórios nos ensaios de rotulagem primária e no teor de álcool etílico.
 
As Resoluções foram publicadas nesta terça-feira (17/3) no Diário Oficial da União (DOU).
 
 
ANVISA

Lote do medicamento Sinot Clav, da Eurofarma, é suspenso por presença de parafuso numa unidade

A Anvisa realizou suspensão da distribuição, comercialização e uso do lote nº 347798 do medicamento Sinot Clav 400 mg + 57 mg/5 ml suspensão oral, fabricado pela empresa Eurofarma Laboratórios S.A.
 
A Agência foi comunicada sobre o desvio de qualidade pela própria empresa, que constatou a presença de um parafuso numa das unidades do lote do medicamento.
 
O laboratório irá promover o recolhimento dos produtos existente no mercado.
 
A medida consta da Resolução nº 824, publicada nesta terça-feira (17/3) no Diário Oficial da União (DOU).
 
 
ANVISA

Mulheres que assistem a programas de culinária têm IMC maior

Estudo publicado pela revista Appetite apontou que pode ser perigoso incluir as refeições da telinha na rotina
 
Se você é fã de programas de comida na televisão, não há problema em se divertir assistindo com as receitas. Mas um estudo publicado pela revista Appetite apontou que pode ser perigoso incluir as refeições da telinha na rotina.
 
— Comida de TV deve ser apenas uma experiência de visualização, não uma experiência culinária — afirma a principal autora do estudo, Lizzy Papa, da Universidade de Vermont, nos Estados Unidos.
 
O estudo investigou 501 mulheres, com idade entre 20 e 35 anos. Elas forneceram informações sobre peso, altura e alimentação e responderam com que freqüência preparavam refeições inspiradas em receitas de programas de TV.
 
As mulheres que faziam comida de acordo com a televisão tiveram índice de massa corporal (IMC) maior e registraram, em média, 10 quilos a mais que as outras mulheres.
 
A explicação está no baixo valor nutritivo que as receitas apresentadas em programas têm, dizem os pesquisadores.
 
Zero Hora

Obesidade eleva em até 40% risco de sete tipos de câncer em mulheres

Pequenas mudanças no estilo de vida já podem ajudar a evitar a doença em mulheres
Pequenas mudanças no estilo de vida já podem ajudar
 a evitar a doença em mulheres
Possibilidade é que doença esteja ligada a hormônios produzidos em células de gordura, como o estrogênio
 
Uma pesquisa da organização britânica Cancer Research UK sugere que a obesidade aumenta em até 40% as chances de mulheres desenvolverem sete tipos de câncer.
 
O problema pode aumentar o risco de câncer de intestino, câncer de mama depois da menopausa, de vesícula biliar, rins, pâncreas, útero e câncer de esôfago.
 
Segundo os pesquisadores, a obesidade pode aumentar o risco de desenvolver câncer de muitas formas. Uma possibilidade é que a doença esteja ligada à produção de hormônios em células de gordura, especialmente o estrogênio.
 
Acredita-se que o estrogênio seja o combustível para o desenvolvimento de câncer.
 
A pesquisa analisou um grupo de mil mulheres obesas e descobriu que, neste grupo, 274 tinham maior tendência a desenvolver câncer ao longo de sua vida.
 
Os pesquisadores também analisaram um grupo de mil mulheres com o peso considerado normal e descobriram que 194 mulheres tinham chances de ser diagnosticadas com câncer durante suas vidas.
 
'Pequenas mudanças'
Para Julie Sharp, chefe do setor de informações para saúde da Cancer Research UK, 'pequenas mudanças' no estilo de vida já podem ajudar a evitar a doença em mulheres obesas.
 
"Perder peso não é fácil, mas você não tem que entrar para uma academia e correr quilômetros todo dia, ou desistir de sua comida favorita para sempre."
 
"Fazer pequenas mudanças que você consegue manter no longo prazo pode ter um impacto real. Para começar, tente sair do ônibus uma parada antes da sua e cortar alimentos gordurosos ou com muito açúcar", afirmou.
 
"Perder peso demora, então, gradualmente, aumente (exercícios e alimentação saudável) para chegar a um estilo de vida mais saudável que você consegue manter", acrescentou.
 
"Sabemos que nosso risco de desenvolver câncer depende de uma combinação de nossos genes, nosso ambiente e outros aspectos de nossas vidas, muitos dos quais podemos controlar. Ajudar as pessoas a entender como elas podem reduzir o risco de desenvolver câncer ainda é crucial para enfrentar a doença", afirmou.
 
Para a médica, mudanças no estilo de vida como "parar de fumar, manter um peso saudável, ter uma dieta saudável e diminuir o consumo de álcool" são grandes oportunidades para reduzir o risco de desenvolver a doença.
 
"Fazer estas mudanças não é uma garantia contra o câncer, mas aumenta as possibilidades a nosso favor", disse.
 
BBC Brasil / iG