Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 7 de agosto de 2013

UPAs construídas com recursos federais garantem atendimento de qualidade

Criadas para funcionar como um intermediário entre os postos de saúde e os hospitais, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) construídas com recursos federais têm garantido atendimento de qualidade à população. O Ministério da Saúde está disponibilizando R$ 1,4 bilhão para obras de construção, reforma e ampliação de 877 unidades e vai repassar até o próximo ano mais R$ 630 milhões para criação de 225 novas UPAs.

UPA Monteiro (PB)
O município de Monteiro, na Paraíba, recebeu R$ 2,6 milhões do Ministério da Saúde para construir uma UPA. O espaço conta, diariamente, com uma equipe formada por um clínico geral, um pediatra, um assistente social, três enfermeiros, um bioquímico e cinco técnicos de enfermagem. O estabelecimento possui dois consultórios médicos e uma área de observação com três leitos para pediatria, seis leitos para clínica médica e dois leitos de atendimento de emergência. Também são oferecidos exames de raios-X, eletrocardiograma e exames laboratoriais.
 
A prefeitura de Monteiro estima em 61 mil a quantidade total de pessoas beneficiadas pela UPA – somados os mais de 30 mil habitantes do município com os pacientes vindos das cidades paraibanas de Zabelê, São Sebastião de Umbuzeiro, Camalaú, São João do Tigre, Prata e Ouro Velho. Segundo a coordenação da unidade, o número de pacientes atendidos por dia fica em torno de 140 durante a semana, e 180, no fim de semana.
 
A família do profissional autônomo Nelson Jekerson do Nascimento, 25 anos, faz parte dessa estatística. “Eu já fui atendido porque tive pressão alta. Minha mãe passou mal também e a atenderam muito rápido. Coisa de 10, 15 segundos, ela já estava sendo examinada”, conta Nascimento.  O autônomo lembra que, antes da inauguração da UPA, em 28 de junho de 2012, precisava se deslocar até o hospital de Monteiro ou se dirigir a outro município, como Campina Grande. “Chegava gente de muitas cidades nos hospitais e aí não tinha médico pra todo mundo”, relata.
 
De acordo com Nascimento, na unidade de saúde do município onde vive o atendimento é mais rápido e o encaminhamento para especialistas também. “Uma vez eu precisei de cardiologista, porque estava com aceleramento no coração. Fui atendido na UPA numa semana e na outra já me consultei com o especialista no hospital”, diz.

UPA São Bernardo do Campo (SP)
Já no município de São Bernardo do Campo, que tem uma população 24 vezes maior do que a de Monteiro, há nove Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Todas possuem consultórios de clínica médica e pediatria, laboratório de análises e salas de medicação e nebulização, além de leitos de observação para adultos e crianças e uma “sala vermelha”, dotada com equipamentos de UTI para a estabilização dos pacientes mais graves. As UPAs também estão preparadas para realizar pequenas suturas e realizar exames radiológicos e eletrocardiogramas, possuem farmácias 24 horas para distribuição gratuita de medicamentos aos pacientes e contam com uma base do SAMU 192 em período integral.
 
Das nove unidades, apenas uma foi construída em alvenaria. As outras foram erguidas usando o sistema de construção modular, com painéis isotérmicos, capazes de vedar com maior eficiência os ruídos externos e manter estável a temperatura. É o caso da UPA Paulicéia/Taboão, inaugurada em 11 de agosto de 2011 após um repasse de R$ 2 milhões do Ministério da Saúde. Segundo o comerciante José Fernandes Pinheiro, 49 anos, essa unidade melhorou muito a vida dos moradores do bairro. “Antes, se eu precisasse fazer raio-x ou alguns exames laboratoriais, tinha que ir para o hospital ou pra outro bairro. Com a UPA, isso mudou”, comemora.
 
Para ele, a maior vantagem de ter uma unidade de saúde perto de onde mora é a possibilidade de usar melhor o tempo. “Ter que se deslocar até outro lugar pra fazer um raio-x faz você perder cinco, seis horas. Na UPA, a radiografia sai em seguida. O exame fica pronto em duas, três horas. Essa transformação na saúde foi muito boa”.
 
De acordo com Pinheiro, há apenas duas situações que precisam de melhoria. “Um problema é a falta de médicos, que faz com que os pacientes se aglomerem e a gente espere mais tempo na fila para ser atendido. O outro é que, às vezes, o médico da UPA te indica para uma especialidade que é muito demorada. A reclamação geral quando converso com as pessoas nas unidades de saúde é essa demora para se consultar com um cardiologista, por exemplo.”
 
Para resolver essas questões, o Ministério da Saúde lançou o programa Mais Médicos, que apresenta uma série de medidas para ampliar o número destes profissionais em todo o país e aumentar a quantidade de especialistas. Entre elas, a criação de mais de 12 mil novas vagas de residência médica até 2017 – dessas, quatro mil serão abertas até 2015. A área de cardiologia é um dos focos da ação. Mas o Ministério da Saúde também vai incrementar o número de vagas de residência para outras especialidades onde há carência de profissionais, como pediatria, neurologia, anestesiologia, neurocirurgia, clínica médica e radiologia.
 
Fonte G1

Concurso Prefeitura de Ipuiúna - MG

A Prefeitura de Ipuiúna, Minas Gerais, realiza concurso para preenchimento de 88 vagas

Inscrições:
26 de agosto a 25 de setembro pelo www.concursosjcm.com.br, na Prefeitura Municipal de Ipuiúna, rua João Roberto Silva, nº. 40, centro

Cargos:
Nível Fundamental - (1) Eletricista de Veículos Automotores, (6) Gari, (10) Motorista, (3) Operador de Máquinas Pesadas, (15) Operário e (6) Zelador;
Nível Médio - (1) Agente de Esportes e Lazer, (1) Auxiliar de Enfermagem, (1) Auxiliar de Farmácia, (10) Escriturário, (24) Professor de Educação Básica I e (2) Técnico em Enfermagem;
Nível Superior - (1) Assistente Social, (1) Engenheiro-Agrônomo, (1) Engenheiro Civil, (1) Fisioterapeuta, (3) Médico Clínico Geral e (1) Médico Pediatra.

Remuneração:
R$ 678,00 a R$ 1.596,00

Provas:
Haverá prova objetiva, prova prática e prova de títulos

Prefeitura de Ipuaçu (SC)

A Prefeitura de Ipuaçu (SC) abriu processo seletivo para 31 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 383,62 a R$ 3.280,65.

Os cargos de nível alfabetizado e fundamental são de agente de copa e cozinha, gari, motorista, operador de máquinas rodoviárias, operador de trator agrícola e agente comunitário de saúde.

 Os cargos de nível médio são de auxiliar de odontologia, recepcionista, técnico em enfermagem, monitor de música e monitor de esporte.

Os cargos de nível superior são de enfermeiro, psicólogo, monitor de matemática, monitor de artes, monitor de português, monitor de pedagogia, farmacêutico e nutricionista.

As inscrições devem ser feitas de 15 de julho a 9 de agosto pelo site www.incapel.com.br. A taxa varia de R$ 45 a R$ 95.

A prova objetiva será no dia 25 de agosto.

Prefeitura de Icapuí (CE)

A Prefeitura de Icapuí (CE) divulgou edital de concurso público para 321 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 678 a R$ 5.500.

Os cargos de nível superior são para assistente social, auditor interno, bibliotecário, biólogo, bioquímico farmacêutico, cirurgião-dentista, educador físico, enfermeiro, engenheiro agrônomo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, geógrafo, maestro, médico cardiologista, médico ginecologista obstetra, médico pediatra, médico PSF, médico psiquiatra, médico traumatologista ortopedista, médico-veterinário, psicólogo, redator da rádio, terapeuta ocupacional, turismólogo, zootecnista, professor de educação básica II - educação infantil, professor de educação básica II - séries iniciais do ensino fundamental, professor de educação básica II nas disciplinas de educação física, geografia, história, língua portuguesa, língua portuguesa, ciências da natureza e matemática.

As vagas de nível médio são para agente administrativo, agente ambiental, agente de controle interno, agente de endemias, agente de inspeção sanitária, agente de trânsito, agente de turismo, almoxarife, auxiliar de secretaria escolar, desenhista de construção civil, digitador, eletricista, fiscal de tributos municipais, monitor de esportes, monitor de transportes, monitor em informática, operador de raio X, operador de som da rádio, recepcionista, técnico agrícola, técnico de higiene dental, técnico em aquicultura e pesca, técnico em enfermagem e técnico em informática.

Os postos de nível fundamental são para auxiliar de almoxarife, auxiliar rural, encanador, merendeira e operador de sistema do SAAE, auxiliar de serviços gerais, cozinheiro de hospital, maqueiro, motorista, porteiro, vigia e zelador de cemitério.

As inscrições devem ser feitas no período de 29 de julho a 15 de agosto pelo site www.ivin.com.br. A taxa é de R$ 25 para nível fundamental, R$ 30 para nível médio e R$ 50 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada no dia 15 de setembro para os cargos de nível fundamental e superior, e no dia 22 de setembro para nível médio e professores.

Ainda haverá prova de títulos para nível superior e exame físico, psicológico e investigação social para o cargo de agente de trânsito.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Concurso Prefeitura de Franca

A Prefeitura de Franca (SP) divulgou dois editais de concursos públicos para formação de cadastro de reserva em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 947,69 a R$ 3.411,76.

No edital nº01 todas as oportunidades são para formação de cadastro de reserva. Os salários vão de R$ 947,69 a R$ 3.411,76.

Os postos de nível fundamental são para ajudante geral, borracheiro, coveiro, encanador, jardineiro, marceneiro, mecânico, pedreiro, pintor, soldador, desenhista, desenhista projetista, eletricista, inspetor de alunos e telefonista.

As vagas de nível médio são para agente de apoio administrativo, auxiliar de saúde, escriturário, fiscal de obras e posturas, fiscal sanitário, supervisor de campo, técnico em contabilidade, técnico em enfermagem, técnico em informática, técnico de raio X e técnico em segurança do trabalho.

Os cargos de nível superior são para analista de sistemas, arquiteto, assistente social, bibliotecário, biomédico, cirurgião-dentista, cirurgião-dentista bucomaxilar, contador, enfermeiro, engenheiro do trabalho, farmacêutico, fonoaudiólogo, médico nas funções de cabeça e pescoço, cirurgião ambulatorial, clínico geral, cardiologista, cardiologista infantil, cirurgião gastroenterologista, emergencialista clínico geral, emergencialista pediatra, endocrinologista, endocrinologista infantil, especialista em doppler, fisiatra, geriatra, ginecologista, infectologista, mastologista, nefrologista, neurologista clínico, neurologista infantil, neurocirurgião, oftalmologista, otorrinolaringologista, ortopedista, patologista, pediatra, pneumologista, médico pneumologista cirurgião torácico, proctologista, psiquiatra, psiquiatra infantil, radiologista, urologista e vascular, monitor, psicólogo e terapeuta ocupacional.

No edital nº02 todas as vagas são para formação de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 1.209,59 a R$ 3.043,46.

Os cargos de nível superior são para coordenador pedagógico, orientador educacional, pedagogo, procurador municipal, professor de educação básica I – educação básica, professor de educação básica I – educação especial, professor de educação básica I – educação musical, professor substituto educação básica I – educação musical, professor de educação básica II nas disciplinas de educação física, filosofia, geografia, história, inglês, sociologia, biologia e química e supervisor de ensino.

As vagas de nível médio são para agente de defesa civil.

Os postos de nível fundamental são para guarda civil 1ª classe, motorista e servente merendeira.

As inscrições devem ser feitas entre os dias 1º e 22 de agosto pelo site www.ibamsp-concursos.org.br. A taxa varia de R$ 29 a R$ 62.

A aplicação da prova objetiva está prevista para os dias 21, 22, 28 e/ou 29 de setembro.

O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Prefeitura de Dois Vizinhos - PR

A Prefeitura de Dois Vizinhos, no sudoeste do Paraná, está com as inscrições abertas para o concurso público para preenchimento de 108 vagas. As provas serão realizadas no dia 1º de setembro e a taxa de inscrição é de R$ 50 para os cargos de ensino fundamental e médio e de R$ 80 para os de ensino superior. De acordo com os editais, os salários variam de R$ 835,10 a R$ 5.787,44.

Estão disponíveis vagas para entre outros, médicos, psicólogos, enfermeiros, dentistas, contadores, assistente social, advogados, técnicos, professores de educação infantil, vigias e fiscais de obras. As inscrições poderão ser feitas pela internet até o dia 21 de agosto. Excepcionalmente, quem não tiver condições de acesso à internet poderá fazer a inscrição no setor de atendimento da prefeitura.

O concurso será realizado pela Fundação de Apoio à Educação, Pesquisa e Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Funtef-PR). A prefeitura adiantou que no início de 2014 deverá ser realizado um novo concurso para preenchimento de vagas em outros setores do Executivo local.

Prefeitura de Curuá (PA)

A Prefeitura de Curuá (PA) abriu concurso público para 392 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 678 a R$ 6.000.

Os cargos de nível superior são para professor licenciado pleno em pedagogia, professor nas disciplinas de língua portuguesa, matemática, ciências naturais ou biologia, história, geografia, artes, inglês e educação física, técnico em educação, biólogo, psicólogo, médico clínico geral, odontólogo e fisioterapeuta.

As vagas de nível médio são para secretário escolar, agente de fiscalização, recepcionista, agente de vigilância sanitária, técnico em enfermagem, eletricista, auxiliar consultório dentário e professor de nível médio magistério.

Os postos de nível fundamental são para agente administrativo, motorista, motorista de máquina pesada, ajudante de eletricista, servente, operador de máquina, vigia e agente de limpezas públicas.

As inscrições devem ser feitas até o dia 2 de setembro pelo site www.fadesp.org.br. A taxa varia de R$ 40 a R$ 60.

As provas objetivas serão aplicadas no dia 15 de setembro. Ainda haverá prova de títulos para professores.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Polícia Federal (PF) (III)

A Coordenação de Recrutamento e Seleção (Corec) da Polícia Federal (PF) informou, na última segunda-feira, dia 8, que o concurso para 566 vagas em cargos dos níveis médio e superior da área administrativa do departamento será regionalizado. Com isso, os candidatos deverão escolher, já no ato da inscrição, em qual localidade desejam trabalhar. A distribuição das vagas pelos estados e Distrito Federal dependerá do resultado do processo de remoção interna de servidores, iniciado no último dia 5.

Ainda de acordo com a Corec, caso a organizadora do concurso já tenha sido contratada até lá (no momento, o departamento realiza pesquisa de mercado), o edital da seleção poderá ser divulgado imediatamente após o resultado provisório da remoção interna, que de acordo com a portaria que regulamentou o processo, está previsto para até o dia 24 de agosto, segundo informações da Coordenação de Recursos Humanos da PF. O prazo para a publicação do edital vai até 22 de novembro (seis meses a contar da autorização, em 22 de maio).

Serão 534 apenas para agente administrativo, cargo que tem com requisito o ensino médio completo e proporciona remuneração inicial de R$3.689,77, já com o auxílio-alimentação, de R$373. As 32 chances restantes serão para os cargos de engenheiro (11), assistente social (sete), contador (cinco), administrador (quatro), psicólogo (três) e arquivista (duas), todos de nível superior. Para esses, os ganhos iniciais são de R$5.454,18 (engenheiro) e R$4.412,32 (demais), também com o auxílio. a carga de trabalho será de 40 horas semanais.

Em todos os casos, as contratações serão pelo regime estatutário, que dá direito a estabilidade. A intenção da PF é, se possível, nomear os aprovados ainda este ano. A seleção dos novos servidores administrativos deverá ser feita, exclusivamente, por meio de provas objetivas. A Corec já informou anteriormente, que a maior referência para o concurso é a última seleção para a área de apoio do departamento, realizada em 2004. Na ocasião, a prova de agente administrativo versou sobre Língua Portuguesa, Noções de Informática, Atualidades e Conhecimentos Específicos. Alguns especialistas indicam também a seleção para apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), feita no ano passado.

Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) (III)

Segundo informações da FunRio, organizadora, o edital do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) será divulgado nesta sexta-feira, dia 9. A seleção será destinada ao preenchimento inicial de 300 vagas de analista do seguro social, com rendimentos de R$7.147,12. As inscrições começarão na próxima segunda-feira, 12, e irão até 13 de setembro, pela internet, no site da FunRio, e em postos distribuídos por 98 cidades, incluindo todas as capitais. A isenção da taxa, que será de R$67,21, deverá ser solicitada durante o período de inscrição. m

Haverá vagas para as cinco superintendências regionais do INSS (Sudeste I, Sudeste II, Sul, Nordeste e Norte/Centro-Oeste). Poderão concorrer os graduados nas áreas de Administração, Ciências Atuarias, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia Elétrica, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia (com especialização em Segurança do Trabalho), Arquitetura, Tecnologia da Informação, Terapia Ocupacional, Pedagogia, Psicologia, Comunicação Social (Jornalismo), Comunicação Social (Publicidade e Propaganda), Fisioterapia e Letras (Língua Portuguesa). Confira logo abaixo os pré-requisitos que serão exigidos em cada uma dessas especialidades. E, nos anexos, cidades de provas, unidades de superintendências regionais e quadro de vagas.

Da remuneração de R$7.147,12, R$788,51 são referentes ao vencimento básico, R$1.261,61 à Gratificação de Atividade Executiva (GAE), R$4.724 à Gratificação de Desempenho de Atividade de Seguro Social (GDASS) e R$373 ao auxílio-alimentação. A carga de trabalho será de 40 horas semanais e os contratos serão regidos pelo regime estatutário (estabilidade empregatícia). As provas do concurso serão marcadas para 13 de outubro nas capitais, além das demais cidades onde haverá postos de inscrição. A avaliação será composta pelas disciplinas de Língua Portuguesa, Ética no Serviço Público, Noções de Informática, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Previdenciário e Conhecimentos Específicos.

A exceção ficará por conta dos analistas na especialidade de Direito, uma vez que matérias de teor jurídico para quem se candidatar a essa função fará parte do programa da disciplina de Conhecimento Específico. Para todos, a aprovação estará condicionada à obtenção do mínimo de pontos estabelecidos para cada disciplina. O resultado final deverá ser publicado na primeira semana de dezembro.

Confira os requistos para cada especialidade

Analista do Seguro Social, formação em Estatística (código ESTAT)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Estatística devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Estatística - CONRE.

Analista do Seguro Social, formação em Ciências Contábeis (código CONTA)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Contabilidade - CRC.

Analista do Seguro Social, formação em Direito (código DIREI)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Direito devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Analista do Seguro Social, formação em Administração (código ADMIN)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Administração devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Administração - CRA.

Analista do Seguro Social, formação em Engenharia Civil (código CIVIL)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Civil devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA.

Analista do Seguro Social, formação em Engenharia Mecânica (código MECAN)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Mecânica devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA.

Analista do Seguro Social, formação em Engenharia Elétrica (código ELETR)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Elétrica devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA.

Analista do Seguro Social, formação em Engenharia de Telecomunicações (TELEC)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Engenharia de Telecomunicações ou Engenharia Eletrônica ou Engenharia Elétrica modalidade em Eletrônica devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA.

Analista do Seguro Social, formação em Engenharia com especialização em Segurança do Trabalho (código SEGUR)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Engenharia (qualquer) devidamente registrado e certificado de curso de especialização com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas em Segurança do Trabalho, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia - CREA

Analista do Seguro Social, formação em Arquitetura (código ARQUI)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Arquitetura devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo - CAU.

Analista do Seguro Social, formação em Tecnologia da Informação (código TEINF)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior de Bacharel ou Licenciatura na área de Tecnologia da Informação devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação ou diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior de Bacharel ou Licenciatura em qualquer área devidamente registrado, com curso de especialização, com carga horária mínima de 360 (trezentas e sessenta) horas, na área de Tecnologia da Informação, fornecidos por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação,

Analista do Seguro Social, formação em Terapia Ocupacional (código TERAP)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Terapia Ocupacional devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - CREFITO.

Analista do Seguro Social, formação em Pedagogia (código PEDAG)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Pedagogia devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Analista do Seguro Social, formação em Psicologia (código PSICO)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Psicologia devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Psicologia - CRP.

Analista do Seguro Social, formação em Jornalismo (código JORNA)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Jornalismo ou Comunicação Social (habilitação Jornalismo) devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Analista do Seguro Social, formação em Publicidade e Propaganda (código PUBLI)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Publicidade e Propaganda o ou Comunicação Social (habilitação Publicidade e Propaganda) devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Analista do Seguro Social, formação em Fisioterapia (código FISIO)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de conclusão de curso de nível superior em Fisioterapia devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - CREFITO.

Analista do Seguro Social, formação em Letras (código LETRA)
Pré-requisitos: diploma ou certificado de curso superior de Bacharel ou Licenciatura Plena em Letras com habilitação em Língua Portuguesa ou Português devidamente registrado, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) (II)

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) prorrogou, até o dia 11 de agosto, as inscrições para o concurso público para 206 vagas para técnicos administrativos em educação de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 1.547,23 a R$ 3.138,70, com carga horária de 40 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas apenas pela internet, no site da Copeve. As taxas são R$ 50 (nível fundamental), R$ 80 (nível médio) e R$ 100 (nível superior).

Para o nível fundamental, o cargo oferecido é de auxiliar em administração. Para as funções que exigem ensino médio, há vagas para assistente em administração, técnico de laboratório (várias áreas), técnico de tecnologia da informação, técnico em agropecuária, técnico em audiovisual, tradutor e intérprete de linguagem de sinais, revisor de texto em braile e assistente de alunos.

 Os cargos para o nível superior são: administrador, analista de tecnologia da informação, arquivista, assistente social, bibliotecário, contador, enfermeiro, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro de segurança do trabalho, médico/clínica médica/trabalho, pedagogo, programador visual, psicólogo, relações públicas, revisor de texto, secretário executivo e técnico em assuntos educacionais.

As vagas estão distribuídas entre os campi de Campo Grande, Aquidauana, Corumbá, Coxim, Ponta Porã, Nova Andradina e Três Lagoas.

A prova escrita objetiva está prevista para o dia 20 de outubro, às 14h (de MS). O resultado final do concurso será divulgado no Diário Oficial da União e no site da instituição.

 O concurso terá validade de dois anos, a contar da data de publicação do resultado final, e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Fundação Universidade de Brasília (FUB)

A Fundação Universidade de Brasília (FUB) aumentou o número de vagas do concurso público para 257, em cargos técnico-administrativos de nível fundamental, médio e superior. Os salários de nível superior são de R$ 3.138,70, os de nível médio são de R$ 1.913,00, e os de nível fundamental, de R$ 1.547,23.

São 23 vagas para administrador, 4 para analista de tecnologia da informação, 2 para arquiteto e urbanista, 2 para arquivista, 6 para assistente social, 1 para auditor, 2 para bibliotecário/documentalista, 6 para contador, 1 para estatístico, 1 para físico, 2 para jornalista,1 para médico do trabalho, 1 para médico psiquiatria, 3 para pedagogo, 9 para secretário-executivo, 7 para técnico em assuntos educacionais, 5 para administrador de edifício, 122 para assistente em administração, 1 para mestre de edificação e infraestrutura, 12 para técnico de tecnologia da informação,1 para técnico em agropecuária, 5 para técnico em audiovisual, 2 para técnico em segurança do trabalho, 6 para tradutor e intérprete de linguagem de sinais, 2 para auxiliar de veterinária e zootecnia e 30 para auxiliar em administração.

As inscrições devem ser feitas pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/FUB_2013 de 5 a 26 de agosto. As taxas são de R$ 78,00 para os cargos de nível superior, R$ 47,00 para os cargos de nível médio e de R$ 38,00 para os cargos de nível fundamental.

A seleção terá provas objetivas, prova discursiva somente para os cargos de nível superior e de nível médio, prova prática de interpretação e tradução de sinais - libras somente para o cargo de tradutor e intérprete de linguagem de sinais.

O concurso público será realizado no Distrito Federal. As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de nível superior terão a duração de 4h30 e serão aplicadas na data provável de 13 de outubro, no turno da manhã.

As provas objetivas e a prova discursiva para os cargos de médio terão a duração de 4h30 e serão aplicadas na data provável de 13 de outubro, no turno da tarde.

As provas objetivas para os cargos de nível fundamental terão a duração de 3h e serão aplicadas na data provável de 13 de outubro, no turno da manhã.

Na data provável de 3 de outubro de 2013, será publicado no Diário Oficial da União edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.

 Os empossados participarão de Curso de Ambientação após a sua posse na FUB. O local de realização do Curso será informado na fase de nomeação.

Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba)

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), vinculada à Secretaria da Saúde do Estado da Bahia,, abriu processo seletivo para 113 vagas de nível técnico e superior. Os salários vão de R$ 1.279,55 a R$ 2.782,00.

As vagas são para médico clínico, enfermeiro, farmacêutico – bioquímico, assistente social, contador, analista de sistemas, técnico de enfermagem e técnico em patologia clínica.

As inscrições devem ser feitas de 12 a 23 de agosto pelo site http://www.fundacaocefetbahia.org.br/sesab/hemoba/concurso.asp. As taxas são de R$ 50,00 para nível técnico e de R$ 70,00 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada em 8 de setembro, no turno da manhã.

Haverá ainda prova de títulos para os cargos de nível superior.

Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás) - II

Foi publicado nesta quarta-feira, dia 31 de julho, o edital do concurso para a Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), que está sob responsabilidade da Fundação Carlos Chagas (FCC).
 
Ao todo, são oferecidas 183 vagas (sendo 11 para deficientes), distribuídas entre os cargos de assistente administrativo e técnico em produção de hemoderivados e biotecnologia (ambos de nível médio), e analista de gestão corporativa, especialista em produção de hemoderivados e biotecnologia (nível superior, em diversas especialidades, como contabilidade, jornalismo, economia e engenharias, entre outras).
 
As vagas estão lotadas em Brasília e na região metropolitana do Recife/PE. Os vencimentos variam de R$1.575,72 a R$4.854,44, mais diversos benefícios. As taxas, por sua vez, são de R$60 (médio/técnico) e R$80 (superior). m

As inscrições estarão abertas a partir das 10h do dia 12 de agosto, com atendimento aos interessados até as 14h de 13 de setembro, na página da FCC na internet. As provas objetivas estão marcadas para 20 de outubro, turno da manhã, e serão aplicadas em Brasília/DF, Recife/PE, Fortaleza/CE, João Pessoa/PB e São Paulo/SP.
 
Os aprovados serão contratados por meio do regime celetista. Em paralelo, o governo federal deve aprovar, ainda este ano, o Plano de Cargos e Carreiras dos funcionários da Hemobrás.
 
O documento já foi aprovado pelo conselho de administração e agora está sendo analisado pelos ministérios do Planejamento e da Saúde. A empresa, hoje, conta com 47 concursados. A previsão é que as convocações dos classificados nesta seleção já comecem em janeiro de 2014. m

Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran)

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran) abriu concurso para 1.200 vagas: 600 de agente estadual de trânsito e 600 vagas de oficial estadual de trânsito.

Para oficial estadual de trânsito é exigido o ensino médio completo ou curso técnico profissionalizante de nível equivalente. O salário é de R$ 1.800,00.

Para agente estadual de trânsito é necessária graduação completa em qualquer área de formação, além de carteira nacional de habilitação, no mínimo, categoria "B". O salário é de R$ 4.500,00.

As vagas são para o órgão Central, as Superintendências Regionais e as Unidades de Atendimento ao Público do Detran-SP, sendo 192 para São Paulo, 141 para a região metropolitana de São Paulo (exceto capital), 28 para Araçatuba, 47 para Araraquara, 25 para Barretos, 51 para Bauru, 31 para Botucatu, 213 para Campinas, 20 para Fernandópolis, 28 para Franca, 12 para Itapeva, 33 para Marília, 64 em Mogi Guaçu, 29 em Presidente Prudente, 12 em Registro, 46 em Ribeirão Preto, 44 em Santos, 36 em São José do Rio Preto, 82 em Sorocaba e 66 em Taubaté.

O candidato contratado somente poderá solicitar transferência de unidade após 3 anos da data de sua contratação, levando-se em conta a compatibilidade do emprego público e a conveniência do Detran-SP.

 O oficial estadual de trânsito desempenha atividades de apoio à gestão e à execução dos serviços relativos ao exercício das competências institucionais e legais do Detran-SP, em conformidade com a normatização do Sistema Nacional de Trânsito. O agente estadual de trânsito desempenha atividades técnicas, de gestão e de execução dos serviços relativos ao exercício das competências institucionais e legais do Detran-SP, em conformidade com a normatização do Sistema Nacional de Trânsito.

As inscrições devem ser feitas pelo site www.vunesp.com.br de 22 de julho a 16 de agosto. O valor da taxa de inscrição para o cargo de oficial estadual de trânsito é de R$ 42,50, e para agente estadual de trânsito, de R$ 63,50.

O concurso terá prova objetiva de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, além de prova de títulos.

As provas serão realizadas em 29 de setembro, no período da tarde, para agente estadual de trânsito, e em 6 de outubro, no período da tarde, para oficial estadual de trânsito, nas cidades-sede das regiões que oferecem vagas.

O prazo de validade do concurso público é de 1 ano, a contar da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto (Daerp)

O Departamento de Água e Esgoto de Ribeirão Preto (Daerp) abre nesta sexta-feira (19) as inscrições para um concurso público que preencherá 110 vagas de nível fundamental, médio e superior com salários que variam de R$ 1.080 a R$ 2,7 mil.

Os cargos de nível fundamental e médio preveem 40 horas semanais de trabalho, enquanto os de nível superior são para 20 horas semanais. Entre as oportunidades oferecidas estão eletricista de alta tensão, carpinteiro, encanador, mecânico, motorista, assistente social, contador e médico do trabalho.

Os candidatos devem se inscrever até 15 de agosto pelos sites da Prefeitura de Ribeirão, do Daerp ou do Instituto Qualicon – que promove o concurso.

As provas estão previstas para serem aplicadas em 15 e 22 de setembro, dependendo da função escolhida. As avaliações consistirão de questões objetivas de língua portuguesa, raciocínio lógico, conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

Corpo de Bombeiros Militar de Tocantins

O Corpo de Bombeiros Militar de Tocantins abriu concurso público para 100 vagas de soldados no Quadro de Praças Bombeiro Militar (QPBM). São 90 vagas para sexo masculino e 10 para sexo feminino. O salário é de R$ 3.228,28.

Para participar da seleção, os candidatos devem ter ensino médio completo, idade mínima de 18 anos, no ato de inclusão na corporação, e máxima de 30 anos até o último dia do prazo de inscrições, e altura mínima de 1,63m para o sexo masculino e 1,60m para o sexo feminino.

As inscrições devem ser feitas até o dia 31 de agosto pelo site www.pontuaconcursos.com.br. A taxa é de R$ 60.

O concurso será composto de prova escrita objetiva e discursiva, exame de capacidade física, avaliação psicológica, exames médicos e odontológicos e investigação social.

Ainda haverá curso de formação de soldados, na cidade de Palmas, que terá duração média de sete meses. Durante o período de formação, o candidato receberá auxílio-financeiro de R$ 800. Após a provação em todas as fases, o candidato tomará posse no cargo de soldado, com remuneração de R$ 3.228,28.

As provas objetiva e discursiva serão aplicadas no dia 22 de setembro, das 8h às 13h, nas cidades de Palmas, Gurupi e Araguaína.

O prazo de validade do concurso será 2 de anos, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo

O Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo abriu concurso público para 10 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio e técnico. Os salários variam de R$ 1.467,87 a R$ 1.701,66.

No site do Instituto Quadrix, é possível ver o edital (acesse o edital).

 As vagas de nível médio e técnico são para assistente contábil, auxiliar de serviço de apoio e técnico em informática.

As oportunidades são para as cidades de São Paulo, Araçatuba, Campinas, Marília, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté.

As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de agosto pelo site www.quadrix.org.br. A taxa é de 45.

A prova objetiva será aplicada no dia 25 de agosto nas cidades de Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, São Paulo e Taubaté.

Conselho Regional de Educação Física da 12 Região

O Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região, em Pernambuco e Alagoas, abriu concurso público para cargos de nível médio e superior.

Os cargos de nível médio são de assistente administrativo (R$ 1.050) e auxiliar administrativo (R$ 800). O cargo de nível superior é de agente de fiscalização (R$ 2.520). As vagas são para Recife e Maceió.

As inscrições devem ser feitas de 15 de julho a 29 de agosto pelo site http://www.quadrix.org.br. As taxas de inscrição são de R$ 45,00 para os cargos de nível médio e R$ 60,00 para os cargos de nível superior.

A data da prova não foi informada.

Companha Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul

A Companha Estadual de Geração e Transmissão de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul abriu dois concursos para 36 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio/técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.072,50 a R$ 3.607,59.

Do total das vagas, 10% são reservadas para pessoas com deficiência e 16% para negros e pardos.

No edital nº 1 é oferecida 1 vaga e formação de cadastro de reserva. Os cargos de nível superior são para médico do trabalho. As vagas de nível médio/técnico são para técnico em enfermagem do trabalho e técnico em segurança do trabalho.

No edital nº 2 são 35 vagas e ainda haverá formação de cadastro de reserva. O cargo de nível superior é de médico do trabalho. As vagas de nível médio/técnico são para técnico em enfermagem do trabalho, técnico em segurança do trabalho, assistente administrativo – função tele atendimento e assistente técnico – função eletricidade e distribuição.

As inscrições podem ser feitas até o dia 26 de agosto pelo site www.fundatec.com.br. A taxa varia de R$ 50 a R$ 59.

 As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 20 de outubro. Ainda haverá prova prática para o cargo de assistente técnico – função eletricidade e distribuição.

Todas as provas serão realizadas na cidade de Porto Alegre.

Os concursos terão validade de 1 ano e poderão ser prorrogados, uma vez, pelo mesmo período.

Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba - MG

O Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba - MG realiza concurso para provimento de 13 vagas

Inscrições:
Até 22 de setembro pelo www.makiyama.com.br

Valor:
R$ 45,00.

Cargo:
Analista de Saneamento - Engenheiro Civil, Engenheiro Químico, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro Ambiental, Economista, Ciências Contábeis, Direito e Engenheiro Eletricista de Automação.

Remuneração:
R$ 2.779,05

Provas:
Haverá Prova Objetiva e Prova de Títulos

Prefeitura de Porteiras - CE prorroga inscrições de concurso

A Prefeitura de Porteiras, no estado do Ceará, prorrogou a inscrição do concurso público, referente ao edital 01/2013, que visa contratar 355 novos servidores, além de formar cadastro reserva para atender as necessidades da administração pública. O Concurso Público será realizado pela CONSEP – Consultoria e Estudos Pedagógicos Ltda.
 
Cargos
Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico (PSF, Psiquiatra, Pediatra), Dentista, Professor (diversas disciplinas), Agente Administrativo, Agente Rural, Digitador, Agente de Trânsito, Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Enfermagem, Agente Comunitário de Saúde, Motoristas categorias D e AB, Auxiliar de Serviços Gerais e Vigia. O vencimento pode  chegar a R$ 5.250
 
Inscrição, Seleção e Validade
As inscrições foram prorrogadas até 16 de agosto de 2013 e podem ser realizadas no site www.consep-pi.com.br. A taxa de inscrição varia de R$ 40 a R$ 100.
 
A prova escrita será aplicada no dia 22 de setembro de 2013, a partir das 9 horas. Os locais de aplicação da prova objetiva e prática serão divulgados até o dia 16 de setembro de 2013, na sede da Prefeitura de Porteiras e no site de inscrição. O concurso também constará de prova de títulos, somente para os candidatos ao cargo de Professor.
 
O prazo de validade do concurso será de dois anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

Odebrecht entra no mercado de empreendimentos para saúde

Vitrium, em Brasília, é o primeiro de uma série de edifícios da construtora para profissionais e empresas da área; São Paulo e Recife devem receber os próximos
 
Para atender a alta demanda dos profissionais liberais e empresas na área de saúde por estruturas físicas construídas especificamente para atendimento e internação, a Odebrecht Realizações Imobiliárias (OR) – divisão de empreendimentos residenciais, empresariais, comerciais e de turismo do grupo baiano – está construindo, em Brasília (DF), o Vitrium, primeiro de uma série de edifícios da empresa feitos especificamente para saúde. Os próximos devem ser construídos em São Paulo e Recife.
 
“Estes empreendimentos fazem parte do planejamento estratégico da Odebrecht em curto e médico prazo”, revelou ao portal Saúde Web o diretor de incorporação da OR, César Durão. A empresa atua em oito estados e no Distrito Federal, e registrou faturamento de R$ 1,5 bilhão em 2011.
 
O Vitrium, chamado pela construtora de “centro médico inteligente”, é o primeiro empreendimento da OR na área médica e deve servir de parâmetro para os próximos. As obras começaram em maio de 2013 e devem estar concluídas no mesmo mês de 2015. As unidades – que somam 235 em seis pavimentos, variando entre 26,82 m² e 215,92 m² – devem abrigar consultórios e clínicas.
 
Durão revela que aproximadamente 60% destas unidades já foram vendidas. A Odebrecht espera arrecadar com o negócio aproximadamente R$ 120 milhões.
 
“Fizemos pesquisas para saber qual era a demanda dos profissionais de saúde de Brasília”, explica Durão. “Percebemos que esses clientes precisam de edifícios diferentes dos comerciais tradicionais. Muitos compram imóveis para clinicar e desconhecem que, para o exercício de determinadas profissões, o prédio e as salas precisam seguir normas específicas.”
 
Fazem parte desses requisitos, por exemplo, corredores mais largos e elevadores capazes de transportar pacientes em macas, além de áreas exclusivas para a parada de ambulâncias. O terreno escolhido para o empreendimento, diz Durão, na Asa Sul da capital federal, possui “vocação natural para a área médica, pois é vizinho de uma unidade do Sírio Libanês, entre outros hospitais, e registra alta demanda por profissionais de saúde”.
 
Segundo a construtora, a estrutura atende às especificações do Conselho Federal de Medicina (CFM) para 53 especialidades – incluindo oncologia, cardiologia, cirurgia cardiovascular, geral, plástica, clínica médica e outros. Outro ponto destacado pela empresa é a obtenção do selo Aqua, conferido ao projeto pela Fundação Vanzolini, que certifica a preocupação ambiental do empreendimento.
 
O selo, diz Durão, leva em conta detalhes do projeto que consideram fatores como ventos, temperatura, visibilidade do céu, insolação e fluxo do trânsito na vizinhança. Também houve preocupação com a escolha integrada dos materiais e sistemas, com a qualidade do ar, da água e dos ambientes, com a gestão da água e com o conforto visual e olfativo dos futuros usuários da edificação.
 
Fonte SaudeWeb

Sandoz lança aplicativo para consulta de interações medicamentosas

Ferramenta é gratuita e pode ser baixada por profissionais de saúde nas lojas de aplicativos do Google e da Apple
 
A Sandoz, fabricante de medicamentos genéricos do grupo suíço Novartis, anunciou o lançamento de aplicativo para Interações Medicamentosas em Neurologia e Psiquiatria.
 
O objetivo é servir como material complementar de consulta para especialistas do segmento da saúde, para casos em que dois medicamentos são administrados em conjunto.
 
Estas substâncias podem agir de forma independente ou interagirem entre si, com aumento ou diminuição de efeito terapêutico ou tóxico de um ou de outro.
 
O desfecho de uma interação medicamentosa pode ser perigoso quando promove o aumento da toxicidade de um fármaco.
 
A ferramenta pode ser acessada gratuitamente no endereço guiainteracoessandoz.com.br ou ser baixada nas lojas de aplicativos dos sistemas operacionais móveis Android (do Google) e iOS (da Apple).
 
Profissionais de saúde habilitados a prescrever medicamentos podem realizar um cadastro para obter login e senha. O material também existe na versão impressa.
 
Fonte SaudeWeb

Primeiro hamburguer "in vitro" é considerado próximo do natural

Hamburguer
Reprodução: Maastricht University
Hambúrguer "in vitro" é degustado em apresentação em Londres
Com a participação de 200 jornalistas, o hambúrguer foi preparado por um chef holandês e provado ao vivo em Londres
 
Cerca de 200 jornalistas e acadêmicos participaram da primeira degustação de carne criada em laboratório, nesta segunda-feira (5), em Londres.
 
O bife de hambúrguer composto por cerca de 20 mil cordões musculares cultivados pelo cientista Mark Post, da Universidade de Maastricht (Holanda), foi confeccionado com pó de ovo e farinha de rosca e alguns outros ingredientes comuns a um hambúrguer.
    
Para preparar o prato que entra para história, foi convidado Chef Richard McGeown, do restaurante Couch's Great House, da Cornualha.

Os primeiros a provarem a nova carne, criada como uma esperança mundial para minimizar os problemas com a fome, foi seu próprio criador, o cientista Mark Post, o escritor especializado em comida, Josh Schonwald, e a nutricionista Hanni Rützler. De acordo as opiniões dos dois especialistas, o hamburguer mostrou sabor e consistência muito próximos do produto natural, mas não deixaram de observar a "ausência de gordura" do "bife in vitro".
 
Fonte isaude.net

Reprogramação celular pode tratar anemia aplástica

Anemia aplástica é caracterizada pela produção, em quantidade insuficiente, de glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas na medula óssea
Anemia aplástica é caracterizada pela produção, em quantidade insuficiente,
de glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas na medula óssea
Pessoas que desenvolvem a doença apresentam mutações ou defeitos genéticos na enzima telomerase
 
Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP e norte-americanos do National Institutes of Health, em Bethesda, Maryland (EUA), deram mais um passo para a busca de um tratamento alternativo à anemia aplástica. A doença é caracterizada pela produção, em quantidade insuficiente, de glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas na medula óssea, gerando anemia, sangramento e infecções nos pacientes.

Segundo o professor Rodrigo do Tocantins Calado de Saloma Rodrigues, professor da FMRP, existe no organismo uma estrutura chamada telômero, que funciona como "o plástico na ponta do cadarço do sapato", ou seja, um sistema de proteção. "No caso do organismo, o telômero protege a extremidade do cromossomo para ele não se desgastar. Durante as divisões celulares, esse telômero sofre um encurtamento natural."

Nas células-tronco, diz o pesquisador, inclusive a hematopoiética, que dá origem às células do sangue, existe uma enzima, a telomerase, que mantém o comprimento do telômero, impedindo que ele fique curto e dando uma capacidade quase ilimitada de produção de células do sangue (glóbulos vermelhos, brancos, plaquetas).

Pessoas que desenvolvem a anemia aplástica apresentam mutações ou defeitos genéticos na enzima telomerase. Isso faz com que os telômeros das células-troncos sofram encurtamentos e, consequentemente, parem de produzir as células do sangue de forma eficaz. "O tratamento ideal para esses pacientes seria o transplante de medula óssea, onde se produz as células do sangue. A desvantagem desse processo é ter que achar uma pessoa que seja doadora de medula óssea compatível com a pessoa que tem anemia aplástica."

Os pesquisadores brasileiros e norte-americanos reprogramaram essas células em laboratório para o estágio de uma célula-tronco pluripotente, que são células capazes de se converterem em qualquer outro tipo de célula do corpo. Essa técnica foi desenvolvida pelo britânico John B. Gurdon e pelo japonês Shinya Yamanaka, vencedores do Nobel de Medicina 2012.

De acordo com o professor Rodrigo Calado, com a reprogramação, percebeu-se que os telômeros de uma pessoa saudável chegou ao dobro do comprimento normal. "Mas nos pacientes com defeito genético na enzima telomerase, o alongamento do telômero foi discreto". Eles também observaram que fatores ambientais, como a baixa concentração de oxigênio durante a reprogramação, pode estimular o alongamento dos telômeros.

Calado explica que foi importante entender o que modula, altera ou influencia o alongamento do telômero. As pesquisas agora serão para alongar o telômero nas pessoas com anemia aplástica e possivelmente trazer um novo tratamento para a doença. "A nossa ideia é fazer essa célula madura da pele virar célula-tronco pluripotente, depois transformá-la em célula-tronco hematopoiética e transplantar essa célula de volta para o paciente, fazendo um autotransplante da medula óssea para que a pessoa volte a produzir as células do sangue."
 
Fonte isaude.net

Testes não invasivos podem ser mais eficazes no combate ao câncer de cólon

Estudo realizado entre pacientes sem planos de saúde mostrou resultados superiores do FIT em relação à colonoscopia
 
Campanhas de conscientização poderiam aumentar substancialmente os registros do câncer colo retal entre os pacientes que não têm planos de saúde, afirma estudo publicado em 05 de agosto edição online do JAMA Internal Medicine. A pesquisa também sugere que uma abordagem de triagem não-invasiva, como um Teste Immunochemical Fecal (FIT) pode ser mais eficaz para salvar vidas do câncer do cólon entre as populações carentes do que uma colonoscopia, procedimento mais caro e invasivo.
 
O estudo liderado por Samir Gupta, da Universidade da California San Diego, analisou pacientes sem planos de saúde com idades de 54 a 64 anos. Este pacientes foram convidados a realizar a FIT sem custo, ou incentivados se submeter a uma colonoscopia, através de um convite enviado por correio para agendar o exame, também gratuitamente. Além disso, ambos os grupos receberam incentivos para promover a conclusão do teste.
 
O estudo mostrou que a adesão ao FIT triplicou, e a participação nos exames de colonoscopia dobrou num universo de quase 6 mil pacientes, quando comparado às estratégias de atenção usuais para exames colorretais. De acordo com Gupta, a diferença era muito maior do que o esperado, e as descobertas podem ter implicações para criação de novas políticas de saúde.
 
Ele observou que as descobertas levantam a possibilidade de que os esforços de larga escala de saúde pública para aumentar a triagem podem ser mais bem sucedidos se testes não-invasivos, como a FIT, forem mais divulgados que a colonoscopia.
 
Médicos não deveria necessariamente supor que o uso de colonoscopia seja a melhor e única forma de reduzir as taxas de câncer de cólon, disse Gupta. Devemos nos perguntar se este tipo de rastreio é mais aceitável para as populações carentes.
 
Agora, os cientistas estão analisando formas de manter a grande participação conseguida no grupo FIT, já que o teste deve ser repetido a cada ano, e como as altas taxas de adesão vão impactar na eficácia de triagem geral e nos custos.

 
Fonte isaude.net

Estudios de tatuagem de SP colocam clientes em risco, afirma Emílio Ribas

Adoção de procedimentos adequados podem evitar doenças como o HIV e as hepatites B e C
Foto: Adriana Kastrup
Adoção de procedimentos adequados podem evitar doenças
como o HIV e as hepatites B e C
Pesquisa mapeou 71 estúdios da capital e detectou falhas nos cuidados básicos de higiene e biossegurança
 
Um estudo realizado pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas (referência nacional em doenças infectocontagiosas) mostrou que a maioria dos estúdios de tatuagem e body piercing da capital paulista coloca em risco a saúde de seus clientes, dos próprios profissionais tatuadores e da população como um todo, ao não adotarem cuidados básicos de higiene e biossegurança.

O levantamento mapeou 71 estúdios, e serve como advertência às pessoas que procuram os serviços e os profissionais tatuadores e perfuradores corporais que fazem parte do principal grupo de risco de contaminação por hepatites virais.

Dentre os profissionais pesquisados, apenas 35% estavam protegidos contra a hepatite B, isto é, tomaram as três doses da vacina necessárias para garantir a imunização contra o vírus.

A enfermeira Clementina Isihi, autora do estudo, afirma que 87% dos profissionais tinham conhecimento do risco de contrair hepatite trabalhando. "Eles sabiam do risco, mas mesmo assim não se preocupam com a saúde deles e nem a dos seus clientes. A vacina é o ponto de partida para a prevenção, mas o principal ímpeto está na falta de cuidado dentro dos estúdios" esclarece.

Um dos problemas detectados foi o uso indevido da autoclave para esterilização dos materiais. Dos 78% que referiram o uso do aparelho, 64% prepararam de forma incorreta o material antes de alocá-lo no equipamento. "Notei que eles não lavavam o material antes de colocar na autoclave, e isso é um erro grave. O ideal é que o material utilizado fique no mínimo uma hora no equipamento a uma temperatura mínima de 170°C, mas muitos nem tinham o controle de temperatura no aparelho ou não respeitavam o tempo mínimo", afirma a enfermeira.

Outro resultado preocupante foi que 70% dos profissionais lavaram as mãos antes e depois dos procedimentos sem técnicas adequadas para controle de infecção e 26% não lavaram as mãos. Segundo o infectologista e orientador do estudo, Roberto Focaccia, os riscos de transmissão de doenças em estúdios de tatuagem vão além das hepatites virais. "A lavagem de mão inadequada ou a ausência dela é algo gravíssimo, que aumenta a probabilidade de transmissão de vírus, bactérias e fungos", explica.

O descarte do material utilizado nos estúdios é outro fator preocupante apontado pela pesquisa. Dos estabelecimentos pesquisados, 83% não solicitam à prefeitura coleta para resíduos sólidos de saúde. Quando isso acontece, todo o material vai parar no lixo comum, colocando em risco a saúde de lixeiros e catadores de materiais recicláveis.

"Apenas 42% dos pesquisados tinham o curso de biossegurança, isso significa que a maioria deles não tem noção básica de cuidados com materiais perfurantes, e colocam em risco não só a saúde deles, como a de toda comunidade", explica Focaccia.

Segundo o especialista, as transmissões mais comuns em estúdios de tatuagem são de hepatite do tipo B e do tipo C. A contaminação da hepatite ocorre através do contato de uma agulha contaminada com a pele e pela reutilização de tinta.

Com informações da SP Notícias
 
Fonte isaude

Obesidade entre crianças pobres está em queda nos Estados Unidos

Um relatório dos CDCs (Centros de Controle e Prevenção de Doenças) mostrou que a obesidade entre crianças de famílias pobres está em queda em 19 Estados americanos, se forem comparados os números de 2008 e 2011. Naquele país, uma em sete crianças pobres em idade pré-escolar é obesa.
 
As causas para a queda, que foi modesta, de cerca de 1%, ainda são desconhecidas, mas um aumento nas taxas de amamentação, uma redução da ingestão de calorias vindas de refrigerantes e uma melhor educação nutricional estão entre as possíveis explicações.
 
Fonte Folhaonline

Nova gripe aviária tem episódio de transmissão entre humanos

Uma mulher que cuidava do pai doente foi a primeira vítima a contrair diretamente de outra pessoa o vírus de gripe aviária H7N9, altamente letal. Segundo autoridades de saúde da China que relataram o caso, a notícia é preocupante, mas o parasita ainda não conseguiria sustentar uma pandemia em humanos.
 
O pai, de 60 anos, e a filha, de 32, entraram na lista dos 43 mortos infectados com o vírus. Outros 91 pacientes contraíram o patógeno, mas sobreviveram ao contágio.
 
O caso isolado de transmissão de uma pessoa para outra foi descoberto após uma investigação liderada pelo virologista Xian Qi, do centro epidemiológico de Nanquim.
 
Para descartar a possibilidade de a mulher ter contraído o H7N9 de alguma ave, os pesquisadores entrevistaram pessoas próximas à família e vasculharam todo o bairro onde as vítimas moravam.
 
Apenas o pai tivera contato confirmado com aves, pois ia regularmente a um mercado de animais vivos para comprar codornas que cozinhava para a família. Um vizinho criava dois cisnes perto da casa das vítimas, mas os animais não estavam infectados, mostrou um teste.

Editoria de arte/Folhapress

Além de toda a investigação em campo, os cientistas sequenciaram a informação genética do vírus. A variedade que infectou o pai era tão similar à que infectou a filha que levou os pesquisadores a concluírem que, de fato, houve transmissão entre pessoas.
 
O episódio de transmissão foi descrito pelos pesquisadores em estudo na revista "British Medical Journal".
 
Segundo os cientistas, apesar de a transmissão entre humanos ser a explicação mais provável para o caso, não há indício de que o vírus tenha criado capacidade de se disseminar de modo consistente de pessoa para pessoa.
 
Os médicos entrevistaram 43 pessoas que entraram em contato com as duas vítimas citadas no estudo. Nenhuma delas foi contaminada --nem mesmo o genro do primeiro paciente, que também cuidara do homem adoecido.
 
A mulher que contraiu o vírus, além disso, disse ter entrado em contato direto com secreções orais do homem infectado. "Ela teve exposição prolongada, direta e desprotegida a seu pai", escreveram Qi e seus colegas no estudo.
 
Para especialistas, o fato de o caso de transmissão ter sido isolado não é motivo para relaxar a vigilância sobre o H7N9. "Eventos ocasionais de transmissão são a regra, e não a exceção, para vírus de gripe que esporadicamente cruzam a barreira de espécies e chegam a humanos", escrevem James Rudge e Richard Coker, sanitaristas britânicos que trabalham no Sudeste Asiático e assinam o editorial do "British Medical Journal".
 
Os dois alertam que os 134 casos da doença registrados até agora são a "ponta do iceberg", pois infecções menos graves nem chegam ao conhecimento dos médicos.
 
Letalidade
"O lado bom disso é que a taxa de fatalidade real do vírus provavelmente é bem menor do que aquela observada entre casos confirmados", dizem Rudge e Coker. O lado ruim, afirmam, é que "a oportunidade para que o H7N9 se adapte a humanos, ou se recombine por meio de infecções de gripes mistas, pode ser muito maior do que aquela para outros vírus de gripe aviária, como o H5N1".
 
Parte da preocupação dos cientistas saiu de um experimento feito com furões, mostrando que, entre esses mamíferos, o H7N9 já consegue se disseminar.
 
Esse trabalho, liderado por Yoshihiro Kawaoka, da Universidade de Tóquio, também mostrou que o vírus sobrevive em macacos, mas não passa de um para o outro.
 
Kawaoka sugere que o H7N9 passou a infectar humanos após um número relativamente pequeno de mutações, mas nenhum experimento de biologia molecular foi feito até agora para confirmar a suspeita.
 
Fonte Folhaonline

Ter hora certa para dormir pode ajudar no desenvolvimento do cérebro das crianças

Ter hora certa para dormir pode ajudar no desenvolvimento do cérebro das crianças Divulgação/stock.xchng
Foto: Divulgação / stock.xchng
Rotina irregular afeta a capacidade de lembrar e aprender novas informações
 
Um novo estudo descobriu que horas de dormir irregulares e a falta de uma rotina noturna podem atrapalhar o desenvolvimento saudável do cérebro em crianças mais novas.
 
Cientistas da University College de Londres sugerem que a falta de rotina pode prejudicar o desenvolvimento ao interromper o relógio biológico, o que afeta a capacidade do cérebro de lembrar e aprender novas informações. Os resultados mostraram que o efeito foi mais marcante nas crianças com três anos de idade, fase em que os meninos e meninas obtiveram as menores pontuações em matemática, leitura e testes de habilidades espaciais, se comparados às crianças da mesma idade que aderiram a horários rígidos para dormir.
 
— Se uma criança está tendo horas de dormir irregulares em uma idade jovem, elas não estão sintetizando toda a informação em torno delas nessa idade e têm mais dificuldade de fazer isso quando são mais velhas. Isso os estabelece em um caminho mais difícil — disse a pesquisadora Amanda Sacker.
 
Amanda e sua equipe analisaram dados de 11.178 crianças de sete anos de idade a partir do Millennium Cohort Study do Reino Unido, um registro de longo prazo sobre as crianças britânicas que estão agora se aproximando da adolescência.
 
As meninas que nunca tiveram horas de dormir regulares nas idades de três, cinco e sete anos tinham significativamente menor desempenho em leitura, matemática e pontuações especiais. Para os meninos, esse foi o caso para os que não têm horas certas de dormir, em qualquer uma dessas idades.
 
O estudo foi publicado online no Journal of Epidemiology and Community Health.
 
Um estudo à parte, de 2011, conduzido pela University of South Australia revela que as crianças que vão para a cama mais cedo são menos propensas a ser obesas do que aquelas que ficam acordadas até tarde.

Fonte AFP/Zero Hora

Especialista dá dicas para se manter saudável no ambiente de trabalho

Especialista dá dicas para se manter saudável no ambiente de trabalho Eduardo Uchôa/Agencia RBS
Foto: Eduardo Uchôa / Agencia RBS
Gerenciar o estresse e alimentar-se adequadamente podem melhorar a saúde durante o expediente
 
Em um mundo agitado como o atual, manter-se saudável e sentir-se bem em qualquer lugar ou em qualquer situação é a intenção de todos. Mas os imprevistos do dia a dia são um desafio para quem busca manter a mente e o corpo em equilíbrio, principalmente durante a carga horária de trabalho. Ficar sentado ou em pé por longos períodos e adotar posturas inadequadas, por exemplo, são apenas alguns dos maus hábitos dos trabalhadores.

Com a chegada do Dia Nacional da Saúde, comemorado em 5 de agosto, driblar essas dificuldades e alcançar uma saúde estável é uma meta a ser buscada. Para isso, a Enfermeira do Trabalho Maria Angélica Lehn listou algumas dicas para quem deseja melhorar a saúde no ambiente de trabalho:

— Satisfação pela escolha da atividade/ função laboral

— Prazer e motivação pelo trabalho

— Manter a postura adequada, preferencialmente ereta

—  Ergonomia no ambiente de trabalho

— Realizar pausas e alongamentos durante as jornadas de trabalho, principalmente para os colaboradores que ficam muito tempo em pé e/ou sentados

— Ginástica laboral no mínimo três vezes por semana

— Gerenciamento do estresse

— Alimentação saudável e adequada (pratos coloridos com mix de frutas, legumes, verduras e muita água)

—  Avaliar o sedentarismo: praticar atividades físicas, como caminhadas, periodicamente.

A especialista alerta que, embora possa ocupar algum tempo de trabalho e parecer exagero, tornar essas atividades um hábito pode ser compensador com o passar do tempo.

— Os maus costumes no ambiente de trabalho prejudicam o rendimento profissional e até pessoal do indivíduo — alerta
 
Fonte Zero Hora

Veja dicas de cuidados com a pele antes e após a depilação

Veja dicas de cuidados com a pele antes e após a depilação Tadeu Vilani/Agencia RBS
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS
Não é recomendável utilizar cremes hidratantes antes da depilação
Dermatologista ensina como evitar machucados na remoção dos pelos
 
O mercado brasileiro hoje conta com uma gama de métodos para a extração dos pelos, como ceras (quente e fria), lâminas, linha, pinça, aparadores, cremes depilatórios, laser, entre outros. Para cada técnica, no entanto, é preciso ter alguns cuidados, pois de alguma forma o procedimento depilatório pode agredir a pele.
 
— É muito comum que pelos encravados, irritação e manchas apareçam após a depilação e, para que isso não ocorra, alguns cuidados especiais devem ser tomados para preservar a pele e evitar riscos e lesões típicas desta prática — comenta a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Anelisa Lamberti.
 
Não é recomendável, por exemplo, utilizar cremes hidratantes antes da depilação, principalmente quando o método escolhido for a cera.
 
— A hidratação amolece os pelos e isso dificulta a remoção. O ideal é não usar nenhum produto antes e logo depois da extração. Isso porque o uso de óleos ou cremes logo após o processo pode ocasionar a foliculite (uma inflamação dos poros) já que estes ainda estão abertos — ressalta a médica.
 
Segundo a especialista, evitar o uso de roupas apertadas no local da inflamação também é outro cuidado muito importante.
 
Cuidados valem também para os homens
Assim como as mulheres, os homens também têm seus rituais de beleza. Alguns já estão aderindo aos métodos mais dolorosos para remoção dos pelos, como cera e laser. Porém, a maioria ainda utiliza a lâmina, principalmente na área do rosto.
 
— No pescoço, os pelos nascem em diversas direções e, por conta disso, os homens passam a lâmina muitas vezes no mesmo lugar, o que acaba agredindo e inflamando a pele. Para evitar que isso aconteça, é importante utilizar um creme de barbear espesso, que irá diminuir o atrito entre a lâmina e a pele. Outra dica é fazer a barba debaixo do chuveiro, pois o calor ajuda na abertura dos poros e, consequentemente, na remoção dos pelos — afirma a dermatologista.
 
A especialista também indica, para os homens que têm peles muito sensíveis, usar pós barba sem álcool, com ingredientes calmantes e descongestionantes.
 
Caso a foliculite já esteja instalada na pele é imprescindível não cutucar.
 
— O ideal é lavar o local com água morna, sabonete neutro e tratá-lo com uma pomada antibiótica — conclui a médica.

Fonte Zero Hora

Tamanho da cintura pode indicar risco de desenvolver diabetes

Tamanho da cintura pode indicar risco de desenvolver diabetes Rafaela Martins/Agencia RBS
Foto: Rafaela Martins / Agencia RBS
Valores de circunferência contribuem também para o diagnóstico
 de outras doenças
Segundo pesquisa, quanto maior a circunferência, maiores as chances de desenvolver a doença
 
As chances de desenvolver diabetes crescem à medida que os valores da circunferência da cintura também aumentam. Este foi o resultado de um estudo elaborado pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP, com o auxílio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), que realizou uma análise comparativa entre as medidas da circunferência da cintura de idosos e a pré-disposição para o desenvolvimento de diabetes.
 
A pesquisa da nutricionista Luiza Antoniazzi Gomes de Gouveia procurou identificar os valores de circunferência da cintura em idosos, que se associam ao desenvolvimento de doenças e agravos não transmissíveis, segundo sexo e grupo etário.
 
— Nesse grupo se encaixam as doenças cardíacas, hipertensão arterial e diabetes mellitus — ressalta a pesquisadora.
 
Durante o projeto, a pesquisadora realizou um estudo longitudinal baseado nos dados do chamado Estudo SABE: Saúde, Bem-estar e Envelhecimento. Esse levantamento foi realizado com idosos residentes no município de São Paulo, nos anos 2000 e 2006, sob coordenação de docentes do Departamento de Epidemiologia da FSP. Ao todo, 2.143 idosos participaram do estudo no ano 2000, dos quais 1.115 foram reentrevistados em 2006.
 
No período de análise, foram observados os dados dos idosos que, no ano 2000, não apresentaram as doenças referidas no estudo. A partir dos valores de circunferência da cintura obtidos em 2000, estabeleceu-se uma relação com os que passaram a referir essas doenças no ano de 2006 na mesma população.
 
— A partir dos idosos que não referiram essas doenças (doença cardíaca, hipertensão arterial e diabetes mellitus) no ano de 2000, verificou-se quais os valores de circunferência da cintura que apresentaram a melhor capacidade preditiva do desenvolvimento de doença, no período de seis anos — conta Luiza.
 
Os resultados das relações revelaram que, com relação à maior capacidade de desenvolvimento de diabetes, os pacientes nessa condição apresentaram valores de circunferência da cintura maior ou igual a 87 cm para mulheres, e maior ou igual a 99 cm para homens, na faixa etária de 60 a 74 anos.
 
— Esses valores são maiores do que os números usualmente trabalhados na área da saúde, que seriam maior ou igual a 80 cm e menor do que 88 cm, ou maior ou igual a 88 cm, para as mulheres, e maior ou igual a 94 cm e menor do que 102 cm, ou maior ou igual a 102 cm, para os homens, e que foram estabelecidos anteriormente em pesquisa com população adulta — completa.
 
Risco para outras doenças
Segundo a nutricionista, ainda que os valores de circunferência da cintura identificados na pesquisa sejam capazes de discriminar apenas o risco para diabetes, eles contribuem também para o diagnóstico de outras doenças.
 
— Isso acontece pois a diabetes mellitus além de doença, constitui fator de risco para outras enfermidades, como hipertensão arterial e aumento da chance de eventos cardiovasculares — afirma Luiza.
 
Dessa forma, valores de circunferência da cintura, capazes de discriminar a referência da doença, podem ser considerados preditores de enfermidades e agravos não transmissíveis. Luiza ressalta a importância do reconhecimento desses valores como indicativos de risco.
 
— Essa conclusão permite que intervenções sejam adequadamente direcionadas, constituindo grande benefício para a saúde pública, principalmente em se tratando da possibilidade de prevenção de doenças com elevada prevalência nesse grupo etário — conclui.
 
Fonte Agência USP

CFM reafirma que falhas impediram inscrição de brasileiros no Mais Médicos

Brasília – O Conselho Federal de Medicina (CFM) reafirmou que a baixa adesão ao Programa Mais Médicos ocorreu porque os profissionais brasileiros tiveram dificuldades para se inscrever. O conselho recebeu relatos de médicos que não conseguiram fazer a inscrição, sendo prejudicados. O CFM encaminhou denúncia ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal solicitando o acompanhamento do processo de inscrição.
 
“Infelizmente, as histórias contadas por nossos colegas mostram que há uma ação deliberada para dificultar a inscrição dos médicos brasileiros no Mais Médicos”, disse em nota o presidente do conselho, Roberto d’Ávila.
 
O Ministério da Saúde anunciou hoje (6) que 938 médicos com diploma brasileiro confirmaram participação no programa, equivalente a 6% da demanda de 15.460  profissionais solicitados pelos municípios.
 
Roberto d'Ávila apontou ainda a possibilidade de ter ocorrido facilitação de cadastros a partir de computadores registrados no exterior, em prejuízo dos que têm registro no Brasil. Segundo o conselho, há relatos de médicos do Maranhão, Amazonas, Mato Grosso do Sul e da Paraíba que não conseguiram concluir a segunda etapa do processo de inscrição.
 
Em relatos recebidos pela entidade, médicos contam que, apesar de terem selecionado trabalhar em cidades do interior, foram lotados em capitais ou regiões metropolitanas.
 
Na nota, o conselho cita o caso de um médico baiano que “inicialmente, solicitou inscrição para a cidade onde já morava, Canavieiras, mas foi encaminhado para Itaparica, município vizinho a Salvador, com mais equipamentos do que a primeira opção do candidato”.
 
Ao rebater as críticas de falhas nas inscrições, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, cobra a apresentação de provas, por se tratar de acusações sérias sobre a conduta de servidores. De acordo com Padilha, a maioria dos registros nos conselhos regionais de Medicina (CRMs) considerados inválidos no processo de inscrição foi digitada de forma aleatória propositalmente, e não invalidados por eventuais erros do sistema, como argumenta o CFM.
 
Desde o lançamento do Mais Médicos, as entidades representativas da categoria criticam o programa por prever a atuação de médicos estrangeiros sem revalidação do diploma. A categoria critica também o fato de o programa prever bolsa-formação como forma pagamento.
 
Na divulgação do balanço do programa, Padilha levantou a possibilidade de buscar parcerias com outros países para trazer médicos para o Brasil, medida contestada pelas principais entidades médicas - que argumentam não haver falta de profissionais no país.

Fonte Agência Brasil

Programa de combate ao crack está em todo o país

Brasília – O Programa Crack, É Possível Vencer", do governo federal, está agora em todas as unidades da Federação. Os estados do Amazonas, Amapá, Maranhão, Tocantins, de Rondônia, Roraima e da Bahia, que ainda não tinham aderido ao programa, assinaram ontem (6) a participação. Além dos estados, 28 municípios também se juntaram aos 90 que já desenvolvem ações contra o crack.
 
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, exaltou a articulação interministerial necessária para a execução do programa, lançado em dezembro de 2011. Ele também destacou que o resultado do programa é favorável. “O balanço que fazemos é extremamente positivo. É um programa onde muitos recursos serão alocados, envolvendo vários ministérios e uma integração entre estados brasileiros, municípios e entidades da sociedade civil. É um programa de difícil execução, ousado, mas que vai bem e vai atingir seus objetivos”, disse. O governo prevê gastar R$ 4 bilhões com o programa até 2014.
 
A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, participou do evento e também citou o trabalho entre os órgãos do governo. “Quando costuramos o programa, nos baseamos na articulação e na participação sistêmica de todos esses entes e áreas do governo. Temos trabalhado arduamente na articulação de todos esses atores”, declarou.
 
A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, chamou a atenção para a importância de dar oportunidades para aquele que conseguem se livrar da dependência do crack, reinserindo-o na sociedade. Para ela, o cidadão muitas vezes é bem-sucedido no tratamento, mas não tem expectativa de vida ou de futuro.
 
O Ministério da Saúde, por sua vez, anunciou o aumento da verba destinada aos centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps) em R$ 230 milhões. Os Caps atendem a dependentes químicos e pacientes com transtornos mentais durante 24 horas. Mais R$ 100 milhões serão investidos na construção de Caps em todo o país.
 
Fonte iG