Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Saúde ainda registra 500 mil casos de Leishmaniose todos os anos no mundo

Tão rápidas quanto a transmissão da leishmaniose, considerada uma das piores epidemias mundiais dos tempos atuais, são as campanhas de socorro que se espalham pela internet na tentativa de sensibilizar governantes brasileiros a encontrar o fim para esse mal.

Depoimentos de famílias que perderam parentes e cães para a doença “pipocam” na rede. Não é à toa. De um canto a outro do país, o mal provoca barulho, tendo contaminado quase 30 mil brasileiros somente em 2009. Se, então, é tão ameaçador e antigo no mundo, por que até hoje uma vacina não foi desenvolvida? Na verdade, ela já foi criada, e está sendo usada no interior de Minas Gerais, onde 16 mil pessoas receberam a imunização e ficaram protegidas. “Mas pergunto: existe interesse farmacêutico por doença de pobre?”, provoca Wilsom Mayrink, médico e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que há 40 anos se empenha na busca pela cura da leishmaniose e é responsável pelo projeto, desenvolvido no Departamento de Parasitologia da universidade.

Na penúltima reportagem da série sobre doenças negligenciadas, a estrela é a leishmaniose — que já invadiu o meio urbano, fez vítimas de diferentes classes sociais e ainda enfrenta preconceitos, como lamenta Mayrink. Ele e sua equipe estão atrás da cura desde a década de 1970. É para o tipo de leishmaniose tegumentar e cutânea, que acomete a pele e as mucosas do contaminado, que eles inventaram a vacina. Somente em 2009, a doença atingiu 21 mil brasileiros e, em Minas Gerais, onde ela é mais comum, foram 1.021 infectados, segundo dados do Ministério da Saúde.

A pesquisa coordenada pelo médico foi baseada em estudos do pesquisador paulista Sales Gomes realizados em 1939. Em 2001, depois de 30 anos de trabalho, a imunização foi liberada pelo governo federal para uso terapêutico. Na época, a injeção apresentava resultados positivos, mas mesmo assim não foi aprovada para o uso de efeitos de resistência à doença. Em 2002, a equipe a aplicou em 16 mil pessoas em Caratinga, no Vale do Rio Doce. “Até este ano, nenhum deles pegou a doença”, revela Wilsom, destacando alguns ocorridos que comprovam a eficácia da dose. “Teve um senhor que nos procurou e disse que estava doente, e estranhava, pois ninguém da sua família estava. Aí, ele lembrou que sua esposa e filhos tinham se vacinado, e ele não” , conta, animado.

Além de uso humano, os pesquisadores também desenvolveram um antígeno para uso canino. “A Fundação Ezequiel Dias (Funed) sinalizou interesse em fabricar em larga produção, mas, enquanto isso não ocorre, continuamos a aplicá-la em Caratinga. Temos resultados altamente satisfatórios, mas a indústria farmacêutica não quer investir”, lamenta o pesquisador, garantindo que isso não impede os cientistas de continuarem o trabalho. “Acreditamos no que criamos e temos bons resultados para isso.”

Para o tipo visceral da leishmaniose, que acomete as vísceras, como o fígado e o baço, e é considerada a forma mais grave, tendo contaminado 3 mil brasileiros em 2009, também há avanços. Foi comprovada em agosto a eficácia de 96,4% da vacina canina Leish Tec, criada por pesquisadores do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG e produzida pelo laboratório Hertape Calier Saúde Animal SA. Os mesmos cientistas encaram agora outro desafio: o de criar a vacina para os humanos, que, se aprovada, deve chegar ao mercado em cinco anos, estima-se.

A vacina recombinante foi produzida pela Hertape Calier, por meio de acordo de transferência de tecnologia. Em 2008, ela chegou ao mercado. Aprovada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a imunização desde então é indicada por veterinários para cães — cujos donos chegam a pagar R$ 100 por cada uma das três doses necessárias na primeira vez que o animal é vacinado. Depois, é dada uma dose anualmente.

Como preconizado pelo ministério, a empresa responsável pela Leish Tec fez a análise da eficácia das doses em campo, na cidade de Porteirinha, no norte de Minas Gerais. Metade da população inicial de 1,2 mil cães saudáveis recebeu a vacina. “Depois de dois anos, 96,41% dos animais imunizados não apresentaram a doença. Isso é o primeiro passo para a proteção entrar no calendário nacional”, aposta o veterinário e gerente de marketing da empresa, Luciano Resende.

De acordo com ele, além da eficácia da dose foi avaliada a possibilidade de transmissão da doença. “O cão, ao entrar em contato com o protozoário, se vacinado, reduz em 50% sua capacidade de transmitir a doença para o ser humano.”

Os pesquisadores mineiros querem agora dar um passo maior. Segundo conta um dos responsáveis pela vacina, Ricardo Gazinelli, coordenador-geral do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Vacinas (INCT), professor do Departamento de Bioquímica e Imunologia do Instituto de Ciências Biológicas (ICB/UFMG) e pesquisador do Centro de Pesquisas René Rachou da Fiocruz Minas, já foram dados os primeiros passos para desenvolver a mesma vacina em humanos. A fase é de escolha do adjuvante imunológico.

“Estamos testando em camundongos os vários tipos existentes. Vai demorar. Não é rápido, pois está em teste a capacidade de induzir a resposta imunológica do ser humano. Quando criamos a vacina, há 10 anos, usamos um adjuvante aprovado para o uso em animais, e não em pessoas”, diz, reconhecendo que não será preciso outra década para encontrar a fórmula certa. A expectativa é de que a novidade esteja pronta em cinco anos. “Para o financiamento da proposta, haverá a parceria com uma grande indústria farmacêutica, com quem já estão em andamento os últimos acertos”, revela.

Diagnóstico
Enquanto Minas Gerais se mexe para encontrar a vacina certa contra a leishmaniose, em São Paulo pesquisadores se debruçam para encontrar um meio menos invasivo para diagnosticar a doença. Segundo explica a pesquisadora do Laboratório de Parasitologia do Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (USP) Lúcia Maria Almeida Braz, hoje, para saber se a pessoa está ou não doente, é feita uma pulsão da medula. “É uma forma muito invasiva, a pessoa que se submete fica com dor, precisa ser internada”, diz.

A intenção da USP é mostrar, segundo ela, que é possível fazer o teste usando amostra de sangue. “Estamos na fase dos experimentos e a expectativa é de que em 2012 já tenhamos uma resposta em mãos”, aposta, explicando que o atual teste leva o que é recolhido de medula óssea na lâmina para ser analisado em microscópio. “O mesmo pode ser feito com o sangue, pois a sensibilidade é igual. É o que queremos provar”, destaca Lúcia, revelando que serão coletados 3ml de sangue de 40 pacientes. “Em meados de março, teremos o resultado disso”, promete.

Fonte Correio Braziliense

Presidentes da República costumam viver mais que a média de suas épocas

Ex-presidentes dos Estados Unidos e do Brasil, respectivamente, Bill Clinton e Fernando Hneiruqe Cardoso são exemplos de líderes longevos (Carlos Eduardo/CB/D.A Press - 14/10/97)
Cumprir as promessas feitas à população, lidar com questões orçamentárias, crises financeiras e políticas, e ainda aparecer em uma série de eventos públicos com boa aparência. A rotina de presidentes é tão cansativa e estressante que é comum causar uma multiplicação de cabelos brancos naqueles que ocupam os cargos.

Não foi diferente com o mandatário dos Estados Unidos, Barack Obama, cuja cabeça grisalha e rugas viraram tema comum na imprensa americana. O tema também chamou a atenção de S. Jay Olshanky, demógrafo da Divisão de Epidemiologia e Bioestatística da Universidade de Illinois em Chicago (UIC), que se perguntou se o estilo de vida a que os líderes de países são submetidos pode fazer com que morram mais cedo. E a resposta que ele encontrou foi não, muito pelo contrário. O poder costuma ser exercido por pessoas que costumam viver mais tempo que a média das demais.

“Para minha análise, avaliei a expectativa de vida de cada presidente levando em consideração o envelhecimento acelerado desde o dia que assumiram o poder e comparei com o quanto eles realmente viveram. Dos 34 presidentes dos Estados Unidos que morreram de causas naturais — porque excluí da pesquisa os quatro assassinados —, 23 superaram a idade esperada, mostrando que a presidência não encurta, em geral, a vida de seus ocupantes”, detalha Olshanky, em entrevista ao Correio.

O estudo, publicado este mês no Journal of the American Medical Association, aponta que os presidentes avaliados viveram até em torno dos 78 anos, enquanto a expectativa média de vida para as pessoas de suas épocas era de 67 anos. “Embora seja possível que os presidentes dos EUA fiquem grisalhos e com rugas mais rapidamente, as pessoas não morrem por esses fatores. Os primeiros oito líderes viveram mais ou menos 79,8 anos, em um período que a expectativa de vida no país era metade disso”, ressalta o pesquisador.

De acordo com o demógrafo, a pesquisa não indica que o cargo simplesmente forneça anos de vida a mais a quem o ocupa, mas ilustra bem os benefícios do alto status socioeconômico. Afinal, só chegaram à presidência do país pessoas com uma vida bem mais confortável que a média da população. Para o cientista político da Universidade de Brasília (UnB) David Fleischer, a conclusão de Olshanky faz sentido. “Isso porque quando chegam à presidência, esses homens são pessoas bastante ricas, mesmo os que vieram de famílias classe média. Outra questão é que, durante o governo, eles têm acesso aos melhores cuidados médicos do período”, enumera. Fleischer destaca que Obama é uma exceção, por a família paterna dele ser de origem africana.

Fenômeno mundial
O médico Alexandre Kalache, ex-chefe do Programa de Envelhecimento e Saúde da Organização Mundial da Saúde (OMS), diz que pessoas com nível universitário, acesso a bons tratamentos médicos e a uma alimentação adequada evidentemente vivem mais tempo. E isso vale tanto para os Estados Unidos quanto para qualquer lugar do mundo, em qualquer época. “Veja o (ex-presidente Bill) Clinton: com seu sobrepeso e passado médico de problemas no coração, possivelmente estaria morto se não tivesse tido acesso a uma cirurgia cardíaca. Esse procedimento e todo o apoio hospitalar que teve sem dúvida explicam, em grande parte, por que continua vivo”, exemplifica.

“No Brasil, veja o exemplo de Fernando Henrique Cardoso, que está com 80 anos. A maioria dos homens nascidos em 1931 morreu há muito tempo. Poucos sobreviveram e menos ainda estão tão bem de saúde como ele. Sua vida foi marcada por estresse, mas ele não apresenta nenhum sinal de envelhecimento precoce”, esmiúça. “Fundamentalmente, isso acontece porque ele nasceu em berço privilegiado. Compará-lo com homens de sua época sem considerar o contexto em que viveram é covardia”, determina o doutor em saúde pública.

O especialista em longevidade Rodrigo de Abreu e Lima, hematologista e presidente do Grupo Acreditar, garante que as principais variáveis que contribuem com o aumento da expectativa de vida são o acesso a saneamento básico, educação e boa alimentação. “Esses fatores fazem com que a população deixe de morrer por doenças infecciosas. Além disso, pessoas com mais condições financeiras costumam ter a possibilidade de adotar hábitos saudáveis, fazer exercícios físicos habitualmente e se alimentar melhor. Elas também apresentam menores níveis de vícios como tabagismo e alcoolismo”, detalha Lima.

Ele acrescenta que presidentes têm uma equipe médica própria, com assistência de mais qualidade do que a grande maioria da população. “Eles são mais preparados para controlar fatores de risco e ter acompanhamento médico em qualquer ocasião, quando surge qualquer sintoma de um problema de saúde”, ressalta. Embora considere que o estresse devido à pressão do trabalho seja um fator que pode diminuir — e muito — a qualidade de vida, Lima afirma que essa característica pode ser administrada de forma que o indivíduo continue a ter saúde. Kalache complementa: “Quem vive bem sob estresse tem um estímulo para continuar vivo. E há outro fator presente na vida desses líderes que certamente os ajuda na longevidade, mas é difícil de medir. Chama-se poder. Quem tem poder sabe que é bom e dele desfruta, desde que tenha vocação para tal”, afirma. Ele diz que a autoestima elevada é mais uma questão ligada à qualidade de vida de qualquer pessoa, inclusive chefes de Estado e governo.

Crítica
Segundo o ex-chefe do Programa de Envelhecimento e Saúde da OMS, o artigo relaciona a vida dos presidentes com a de analfabetos, negros —notoriamente discriminados nos Estados Unidos —, trabalhadores braçais, enfim, grupos de indivíduos que certamente não tiveram as mesmas condições de vida dos chefes de Estado. “A grande falha metodológica do artigo é comparar a duração da vida de homens de alto nível educacional e socioeconômico com a de homens comuns. Para o método ser realmente correto, seria necessário avaliar qual a probabilidade de os presidentes americanos viverem tanto ou mais do que homens de mesma idade e com o mesmo nível educacional, social e financeiro de sua época”, aponta. “Isso seria virtualmente impossível de fazer, no entanto”, pondera.

Dos 34 presidentes dos Estados Unidos que morreram de causas naturais, 23 superaram a idade esperada, mostrando que a presidência não encurta, em geral, a vida de seus ocupantes"

Fonte Correio Braziliense

Arando Vermelho ou Amora Alpina

Resumo
Arando vermelho: planta medicinal utilizada principalmente na prevenção e como desinfetante das vias urinárias (por ex. cistite). Pode ser encontrada frequentemente como suco.

Nomes
Nome em português: Arando vermelho, Amora alpina
Nome latim: Vaccinium vitis-idaea
Nome inglês: Cowberry
Nome francês: Airelles rouges
Nome alemão: Preiselbeere
Nome italiano: Mirtillo rosso

Família
Ericaceae (ericáceas)

Constituintes
Fenol glicosídeos (arbutina), taninos, proantocianinas

Partes utilizadas
Bagas (frutos de arando vermelho)

Propriedades do arando vermelho
Desinfetante das vias urinárias, adstringente

Indicações do arando vermelho
- Contra os distúrbios urinários como as cistites: o efeito é principalmente preventivo. Tomar regularmente suco de arando vermelho diminui bastante a freqüência das cistites.

- Para tratar as diarréias.

- Pode exerce também um efeito benéfico contra a herpes labial (isso não está comprovado, ainda há a necessidade de pesquisas suplementares).

Efeitos secundários
Desconhecidos

Contra-indicações
Desconhecidas

Interações
Desconhecidas

Preparações à base de arando vermelho
- Cápsulas de arando vermelho (contra as cistites)

- Sucos de arando vermelho (contra as cistites)

- Cataplasma de arando vermelho (contra as infecções)

Onde cresce o arando vermelho ?
O arando vermelho cresce na Europa, principalmente no Norte.

Observações
O arando vermelho é uma das plantas medicinais mais eficazes e mais extraodinárias. O seu suco tem um efeito preventivo comprovado nas mulheres que sofrem de cistites. Estudos efeutados na Finlândia demonstraram um redução importante das cistites nas mulheres que bebiam regularmente o suco. É comprovado que as moléculas presentes no arando vermelho modificam a adesão da bactéria (Eschericha Coli (principal causa das cistites), diminuindo assim o número e a freqüência das infecções urinárias.

Fonte criasaude.com.br

TI deve fazer parte do perfil dos profissionais de saúde

Para a diretora da Unifesp, Heimar de Fátima Marin, quem atua no setor precisa saber processar as informações e direcionar aplicações de maneira responsável e adequada

Assim como as necessidades do setor da saúde mudam com o passar do tempo e a modernização do setor, as características dos profissionais que atuam no segmento também passam por alterações. De acordo com a professora e diretora do Programa de Pós Graduação em Informática em Saúde da Unifesp, Heimar de Fátima Marin, o RH na área da saúde deve analisar os currículos levando em consideração o custo crescente, o acesso aos serviços e o envelhecimento da população.

“Saúde exige trabalho e esforço constante. Os cuidados com a dor e a doença não podem ser adiados. Os profissionais de saúde devem ter em mente que informação é sinônimo de cuidado”.

Segundo Heimar, na área da saúde, há o regimento do Ministério da Educação, mas, além disso, os profissionais do setor têm também o Ministério da Saúde como direcionador para a formação de recursos humanos. “As instituições de ensino e os profissionais não estão somente presos a formação do MEC, embora sejam avaliados por ele. Para formar tem que estar de acordo com o Ministério da Saúde preconiza”.

Heimar explica que o tipo de profissional visto como adequado pelas entidades do setor precisa saber processar as informações e direcionar aplicações de maneira responsável e adequada. Ela diz que a convergência de dados, o desenvolvimento da tecnologia e o volume de documentos pedem que os profissionais tenham essas habilidades.

No entanto, ressalta que no ensino de saúde do Brasil tem-se uma grande quantidade de informações fragmentadas nas escolas. Com aproximadamente 800 escolas de enfermagem e uma média de 400 escolas de medicina, Heimar acredita que existe uma intenção do Ministério da Saúde de aplicar um exame como o da Ordem dos Advogados para os profissionais de enfermagem, para de forma mais assertiva quem está apto para ingressar no mercado.

“Se olhamos os Estados Unidos, as escolas de enfermagem são obrigadas a ensinar tecnologia no curriculo, caso contrário não são reconhecidas.” A diretora da Unifesp completa ao dizer que no Brasil, existem apenas dois cursos de graduação que formam profissionais graduados em tecnologia e saúde.

E lamenta ao expor que o País não tem massa crítica suficiente para formar profissionais de informática e saúde. “Na organização universitária é preciso de professores livre docentes intitulados para formar os departamentos e as disciplinas e infelizmente ainda não se chegou a esse patamar”.

Os cursos de pós graduação disponíveis, os cursos de especialização e mestrado profissionalizantes, o não reconhecimento da área para disponibilização de recursos são fatores que dificultam a formação de bons profissionais de informática em saúde, na opinião de Heimar. Ela completa ao dizer que é necessário que haja uma integração entre as empresas e as instituições de ensino para que esse quadro seja revertido.

“É preciso ter um substancial treinamento em gestão em saúde e governança em TI e direcionar estudos e pesquisas para obter resultados mais práticos e precisos para implantar uma melhoria na assistência global”, finaliza.

Fonte SaudeWeb

Cerner chega ao Brasil com soluções de TI utilizadas no exterior

Empresa americana, com expertise na troca de informações clínicas, vê potencial no Brasil e oferta soluções utilizadas nos EUA e Europa

De olho no mercado brasileiro, a Cerner, empresa americana que atua no segmento de soluções tecnológicas, anuncia que vai entrar no Brasil no ano de 2012. De acordo com a médica executiva da empresa, Andrea Dantas, a empresa tem o objetivo de oferecer aos hospitais brasileiros soluções de TI em saúde utilizadas em instituições dos Estados Unidos e Europa.

“O Brasil está crescendo muito com o SUS e com a rede privada de prontuário eletrônico. Os hospitais estão prontos e sabem que precisam de algo a mais para se equiparar com instituições do exterior”.

A Cerner é uma empresa global, presente em 23 países, que começou suas atividades em 1979 nos Estados Unidos. “Iniciamos com um sistema de patologia somente para laboratórios. Era um módulo que digitalizava exames laboratoriais e foi expandindo para hospitais, fazendo com que a companhia se tornasse provedora de softwares hospitalares”

As razões que contribuíram para que a Cerner adquirisse autonomia e estabilidade no mercado estão atreladas, em parte, ao seu empenho em pesquisa e desenvolvimento. “Nos últimos anos a empresa implantou um projeto denominado “Cool Stuffs” (podendo ser traduzido como Coisas Novas), onde a empresa tem a meta de investir uma quantia de US$ 2,5 bilhões nestas áreas”.

De acordo com a executiva, a expertise da empresa consiste em trazer para o Brasil o conceito de Health Change que consiste em uma troca de informações entre instituições.

A troca de informações é um banco de dados onde o médico digita os dados do paciente e encontra informações clínicas do indivíduo. Desta forma, mesmo que o cliente mude de endereço e seja atendido por outro hospital, com a troca de informações é possível ter acesso aos dados da pessoa, podendo assim fazer um diagnóstico mais assertivo e preciso, explica.

Ela diz que informações como diagnósticos anteriores, problemas de saúde, alergias e medicação são pedaços-chave, que podem evitar os erros médicos e salvar vidas.

Andrea conta que esse esquema já vem sendo utilizado na Inglaterra e acredita que pode ser implantado no Brasil. “Assim como o Brasil, a Inglaterra possui um sistema de saúde pública similar ao SUS”.

Além disso, Andrea conta que a empresa está trabalhando na implantação do conceito de paperless em hospitais do Chile e Espanha e tem o objetivo de levar isso para outros países.

Atenção ao médico
Um das características que Andrea acredita ser um diferencial existente na empresa diz respeito aos funcionários. Isso porque dos 9500 colaboradores da empresa 1200 são clínicos.

“Uma das coisas que mais vemos é que quando os médicos entram no prontuário eletrônico dizem que não foi feito por médico. Devido a isso, a empresa conta com uma equipe formada por profissionais da saúde e engenheiros de softwares”.

Levando em consideração a rotina atribulada dos médicos, Andrea explica que os sistemas da Cerner tem o intuito de funcionar utilizando o mínimo possível de clicks, possibilitando que tenha acessos as informações necessárias em apenas duas etapas.

A executiva diz que a empresa tem a meta de firmar parcerias com empresas locais e instituições de saúde e finaliza ao dizer que o hospital está em negociação com grandes hospitais paulistanos para implantar suas soluções.

Fonte SaudeWeb

Irmandade Nossa Senhora das Graças prevê construção de novo prédio

Após recente revitalização do hospital, a Irmandade de Nossa Senhora das Graças prentende expandir suas instalações

Ser reconhecida como referência em qualidade e resolutividade é o objetivo principal da Irmandade de Nossa Senhora das Graças, instituição filantrópica de Sete Lagoas, Minas Gerais. Administrado pela empresa MMeister, o hospital tem sua gestão dividida em duas diretorias, a administrativa-financeira e a técnica, ambas com responsabilidades distintas e visão única: o desenvolvimento contínuo da marca.

Em 2008 a instituição idealizou seu primeiro Planejamento Estratégico, com duração de quatro anos e foco em crescimento e na busca pela acreditação da ONA (Organização Nacional de Acreditação). Operacionalizado pelo escritório de qualidade, que atua como staff dentro da instituição, o Planejamento Estratégico tem a participação do conselho de administração, das diretorias e gerências.

“Cada gestor de negócio é responsável por desenvolver a análise Swot, ferramenta utilizada para avaliar o cenário, sendo usada como base para encontrar pontos fortes e fracos dentro do ambiente interno e ameaças e oportunidades no ambiente externo”, explica a gestora de qualidade da Irmandade de Nossa Senhora das Graças, Camila Pena. Após as análises, o resultado é encaminhado para o escritório de qualidade, responsável pela tabulação e construção da matriz gerencial.

“A partir disso são definidos os objetivos estratégicos, que são alocados com as perspectivas do hospital”, esclarece Camila ao informar que cabe a cada gestor definir seus projetos, para que o hospital cumpra os objetivos e a visão estratégica seja atingida.

Como resultado, o hospital já revitalizou toda a estrutura do prédio, onde estava localizado o antigo Pronto Socorro. A UTI adulto passou de 10 para 20 leitos, sendo que outros 10 devem ser inaugurados em janeiro de 2012; os andares de internação passam por adaptação, conforme legislação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). “Hoje temos um andar todo rosa, com hotelaria diferenciada, de uso exclusivo para mulheres”.

Segundo Camila, o Pronto Atendimento também passou por reformas e atualmente conta com leitos em torno do posto de enfermagem, para um melhor atendimento. “Estamos em crescimento, não estamos prontos e nunca vamos estar, porque o nível de exigência do corpo de gestão e da própria legislação é sempre crescente. Mas é preciso reconhecer o quanto evoluímos, temos crescido a olhos vistos”, destaca.

Incentivo
O hospital ganhou um leito por causa da ideia de uma das técnicas de enfermagem, que sugeriu alocar o Posto de Enfermagem para outra área, o que possibilitou o ganho de espaço. Este fato incentivou a criação do “Boas Ideias Praticadas”, programa que permite a participação dos funcionários em reuniões estratégicas. “Para cada boa ideia existe uma classificação de pontos, que podem ser trocados por prêmios em nossas loja de conveniência, que tem desde toalhas a iPads”, explica a gestora de qualidade do Nossa Senhora das Graças.

Investimentos Futuros
O primeiro passo do segundo Planejamento Estratégico, que terá início em 2012 e validade de cinco anos, é dar início, em março, à construção de um prédio, que abrigará o Centro de Imagens. Cerca de R$ 1,5 milhão já foi investido na expansão do hospital até agora. Serão sete andares, sendo os dois primeiros de estacionamento subterrâneo, três voltados para exames de imagens e consultórios e dois para um hospital de ensino. Até a conclusão, prevista para dezembro de 2012, o total investido chegará a R$ 3 milhões.

Com equipamentos de ponta, a instituição já adquiriu um novo servidor para garantir segurança em todos os processos e o banco de imagens passou a ter linguagem Oracle. Para o próximo ano, será implantado o Protocolo de Manchester, que estabelece procedimentos operacionais capazes de realizar uma triagem dos pacientes que necessitam efetivamente de pronto atendimento.

Ações Sustentáveis
Ser ambientalmente sustentável faz parte dos projetos da Irmandade de Nossa Senhora das Graças. Uma das ações previstas no próximo planejamento estratégico é o reaproveitamento da água usada na hemodiálise, que, por ser livre de contaminação, pode ser reutilizada na área de serviços como, por exemplo, na lavanderia.

Outro projeto em estudo é o de monitorar, por meio de parcerias com organizações de responsabilidade socioambiental, o plantio de sementes doadas para a família de cada recém-nascido dentro do hospital. “Cada bebê que nasce em nossa instituição deveria significar uma nova planta no planeta, mas não temos ainda o gerenciamento dessas mudas. Já são cerca de 3,5 mil sementes doadas”, diz a gestora de qualidade.

O projeto Fortalecer também se destaca entre as ações do hospital. Com o objetivo de estreitar as relações com as secretarias de saúde de 35 munícipios, a ação pretende monitorar 60 mil vidas de maneira efetiva. “Nossa responsabilidade vai além da saída do paciente da nossa casa. Queremos cuidar dele fora do hospital, aí atingiremos a efetividade na nossa visão”, finaliza.

Fonte SaudeWeb

Saúde lidera ranking de CEOs mais bem pagos

Em primeiro lugar, está o executivo da McKesson Corporation, John H. Hammergen. O CEO mais bem pago dos EUA recebeu US$ 145,3 milhões em 2010

A nona edição de uma das mais extensas pesquisas sobre remuneração de executivos feita nos Estados Unidos pela GIM mostra que no ranking dos 10 CEOs mais bem pagos no país, os dois primeiros são empresários ligados ao setor de saúde, assim como o nono colocado. O relatório ainda conclui que houve um aumento médio de 36,6% nos salários dos líderes das empresas.

De acordo com o estudo, o primeiro lugar, está o executivo da McKesson Corporation, John H. Hammergen. O CEO mais bem pago dos EUA recebeu US$ 145,3 milhões em 2010. A empresa em que ele trabalha é uma distribuidora de produtos farmacêuticos e fornecedora de tecnologias da informação na área de saúde. A companhia também tem filiais no Canadá, França, Holanda e Reino Unido.

Na sequência do ranking, o CEO da Omnicare, Joel F. Germunder, ficou em segundo lugar ao ser remunerado com US$ 98,3 milhões em 2010. A companhia, que fornece serviços de assistência farmacêutica voltadas para o público da terceira idade, é também a maior fornecedora de software clínico e financeiro para locais de cuidados prolongados nos EUA.

A lista, que foi composta a partir da analise de mais de 2 mil companhias, ainda contou com a participação de mais um CEO do setor de saúde, na nona posição. Ronald A. Williams, executivo da Aetna Inc., recebeu US$ 57,8 milhões em 2010. A empresa em que ele trabalha oferece serviços de seguro em saúde.

Fonte SaudeWeb

Siemens pode cortar 8% da força de trabalho na área de diagnósticos

O chefe financeiro da unidade de saúde da Siemens, Michael Sen, afirmou que medidas de austeridade em clínicas privadas e do governo estão pesando sobre o setor

A Siemens planeja cortar mais de mil postos de trabalho em seu negócio voltado à área de saúde, segundo informações do jornal suíço Finanz & Wirtschaft, reproduzidas por agências internacionais. Somente na área de diagnósticos, a redução pode chegar a 8% do quadro global, de 15 mil funcionários.

Em entrevista ao jornal, o chefe financeiro da unidade de saúde da Siemens, Michael Sen, afirmou que medidas de austeridade em clínicas privadas e do governo estão pesando sobre o setor, que já enfrente problemas de excesso de oferta.

A área de equipamentos para diagnóstico, que representou 29% das vendas da unidade de saúde da Siemens no ano fiscal de 2011, reportou margem operacional de 6,7% no trimestre mais recente, menos da metade do verificado no início de 2010.

Fonte: Valor Econômico/ com agências internacionais)

LEIA MAIS

Fleury vai extinguir a marca Campana, comprada em 2009

A partir de fevereiro, as oito unidades do Campana serão transformadas em a+ Medicina Diagnóstica, nova marca criada há oito meses pelo Fleury e que agora reúne 14 laboratórios

O Fleury vai extinguir a bandeira Campana, laboratório de medicina diagnóstica adquirido em 2008. A partir de fevereiro, as oito unidades do Campana serão transformadas em a+ Medicina Diagnóstica. Essa é a nova marca criada há oito meses pelo Fleury e que agora reúne 14 laboratórios adquiridos pelo grupo nos últimos nove anos.

Com isso, a bandeira a+ passa a contar com 21 unidades em São Paulo e mais de 100 pontos no Brasil. Os laboratórios adquiridos que compõem a marca a+ são: Criesp, Lego, URP, Biesp e Di (São Paulo), Qualitech (Bahia), Champagnat (Paraná), Paulo Loureiro (Pernambuco), Helion Póvoa, Daflon, Maiolino e Centro de Mastologia (Rio) e Faillace (Rio Grande do Sul), além do Campana. Ficam preservadas as marcas Fleury, Weinmann (RS), Lab’s (RJ) e Diagnosson (BA).

LEIA MAIS

Fonte SaudeWeb

CNS é contra privatização e terceirização na gestão do SUS

Conselho defende o ressarcimento ao SUS pelo atendimento a clientes de planos de saúde privados, tendo o Cartão SUS como estratégia para sua efetivação, e proibir o uso exclusivo de leitos públicos por esses usuários

O Relatório final da 14ª Conferência Nacional de Saúde, aprovado em 04/ de dezembro, defende que o SUS tenha gestão 100% pública, sem privatização, funcionando com um “sistema único e comando único, sem “dupla-porta”, contra a terceirização da gestão e controle social amplo”.

A proposição reflete a decisão de representantes da área da saúde pública de todo o país, que fizeram as suas conferências municipais de saúde, as estaduais, e por fim a 14ª Conferência Nacional, realizada em Brasília.

Dessa forma, as decisões da conferência passam a nortear as ações do Conselho Nacional de Saúde, órgão criado pela Constituição Federal de 1988.

A convocação da 14ª Conferência foi realizada por decreto da presidente Dilma Rousseff, fato que reforça a institucionalidade das decisões dos delegados reunidos na capital federal.

“A gestão deve ser pública e a regulação de suas ações e serviços deve ser 100% estatal, para qualquer prestador de serviços ou parceiros”, afirma a carta à sociedade, com as principais resoluções da conferência.

“Defendemos a eliminação de todas as formas de subsídios públicos à comercialização de planos e seguros privados de saúde e de insumos, bem como o aprimoramento de mecanismos, normas e/ou portarias para o ressarcimento imediato ao SUS por serviços a usuários da saúde suplementar”, continua a carta.

A proposta nº 15 aprovada expressa a vontade dos participantes de limitar a participação privada no sistema público de saúde, defendendo o “ressarcimento ao SUS pelo atendimento a clientes de planos de saúde privados, tendo o Cartão SUS como estratégia para sua efetivação, e proibir o uso exclusivo de leitos públicos por esses (as) usuários”.

Para efetivar estes princípios, os conferentes propõe a construção de um marco legal para regular as relações com o terceiro setor. “Defendemos a profissionalização das direções, assegurando autonomia administrativa aos hospitais vinculados ao SUS, contratualizando metas para as equipes e unidades de saúde”, diz o texto aprovado.

Além disso, os delegados também propuseram uma flexibilização dos gastos com pessoal, que devem ficar fora do limite “estabelecido para as Prefeituras, Estados, Distrito Federal e União pela Lei de Responsabilidade Fiscal”.

Para obter mais recursos do o SUS no país a 14ª conferência quer que a União destine 10% da sua receita corrente bruta para a saúde, sem incidência da Desvinculação de Recursos da União (DRU). Royalties do petróleo (pré-sal) constam como uma das principais fontes de financiamento do SUS.

Governo estadual quer ampliar participação privada na saúde
Desde 23 de setembro, a Assembleia Legislativa do MS está analisando o projeto de lei 177/11, do governador André Puccinelli e da secretária de Saúde, Beatriz Dobashi, que amplia a participação de empresas privadas, sem fins lucrativos, nos serviços e na cogestão do SUS estadual.

O artigo 21 do “a Secretaria de Estado de Saúde poderá complementar seus serviços utilizando serviços de entidades privadas lucrativas, mediante contrato de prestação de serviços de assistência à saúde”.

Já o artigo 15 consagra o que já vem sendo feito no estado com a contratação de assessorias e entes privados, como a SPDM e a AFIP, empresas de um poderoso grupo de médicos paulistas, ligados à direção da Universidade Federal de São Paulo.

“Somente poderão ser objeto de cogestão os serviços de assistência à saúde prestados na área de gestão hospitalar, nos serviços de apoio ao diagnóstico e terapias e em serviços especializados, de modo que a cogestão não englobe toda a faceta do serviço público prestado, mas apenas parte dele”, reza o artigo 15.

Fonte SaudeWeb

Input cria terminais eletrônicos para a marcação de consultas

Terminal é similar a um caixa eletrônico, onde o paciente manuseia via touch screen (tela sensível ao toque). De acordo com o gerente de marketing da empresa

A Input, empresa que atua no segmento de tecnologia para gestão hospitalar, desenvolveu terminais de auto-atendimento que tem o objetivo de facilitar a checagem dos resultados de exames, informações sobre um paciente internado e ainda fazer a marcação de consultas com apenas um clique de maneira fácil e rápida.

O terminal é similar a um caixa eletrônico, onde o paciente manuseia via touch screen (tela sensível ao toque). De acordo com o gerente de marketing da empresa, Jonas Shartener, a solução foi implantada pela necessidade de agilizar processos de marcação de consultas e exames, dando mais autonomia ao paciente e evitando filas.

Ele acrescenta ainda, que o sistema foi desenvolvido pela equipe de produto da empresa, que estuda a necessidade de cada hospital ou clínica para customizar a tecnologia adequada. Nesse caso, o objetivo é facilitar e agilizar os processos para o usuário, além de evitar filas e gerar menor custo no procedimento.

Shartener diz ainda que as informações contidas nos terminais são atualizadas simultaneamente e por isso, não há possibilidade de dois exames serem marcados no mesmo horário. Assim, o paciente pode escolher o melhor dia e horário para seu retorno, sem imprevistos. A marcação é feita automaticamente, e ao final, o usuário recebe um protocolo impresso com a confirmação do agendamento.

E finaliza ao dizer que essa tecnologia se faz cada vez mais necessária. Diante da necessidade de otimizar processos, reduzir custos e principalmente garantir a qualidade de vida.

Fonte SaudeWeb

Mentalidade Enxuta nos Hospitais – Lean em hospitais

Em artigo, especialista diz que acredita que a filosofia da mentalidade enxuta nasceu para ser aplicada em hospitais

Quanto mais eu leio sobre LEAN Manufaturing (ou Mentalidade Enxuta, ou Sistema Toyota de Produção), mais me convenço que esta filosofia de gestão nasceu para ser aplicada em organizações hospitalares.

Esta filosofia, já amplamente utilizada pelas industrias, já tomou corpo no setor de serviços e somente agora começa a ser pensada pala sua implementação em hospitais, apesar de já ter começado a ser implantado desde a década de 1990.

O LEAN em hospitais é a revolução, é a inovação, é a peça que está faltando para melhorar a gestão nos hospitais (complementada pela Acreditação Hospitalar). Os hospitais ficam no mínimo 10 anos atrasados nos modelos de gestão já utilizados nas indústrias e nos serviços. Algo impede que os gestores pensem pro-ativamente na busca de resultados melhores. Basta ver quanto tempo levou para que os programas de qualidade saíssem das indústrias e chegassem aos hospitais. E as certificações de ISO ou de Acreditação? Muitos hospitais ainda não são certificados, mesmo com os excelentes resultados positivos já alcançados por inúmeros hospitais. A grande maioria dos hospitais ainda não possuem seus processos mapeados, impossibilitando a sua discussão e melhoria.

Os conceitos e princípios do LEAN parecem que foram feitos sob medida para hospitais: determinação de valor ao cliente, análise da cadeia de valor, conscientização do que o cliente quer (saber realmente quem é o cliente), fluxo contínuo e eliminação de gargalos, fazer somente o necessário na quantidade necessária e no momento necessário, análise e eliminação dos focos do desperdícios, saber diferenciar custos necessários de desperdícios, ir até o local onde está o problema e “sentir” porque ele ocorre, não se importar com quem resolva o problema desde que ele seja resolvido, e, principalmente, a melhoria contínua em busca da perfeição.

Muitas outras coisas podem ser ditas, muitas ferramentas são utilizadas, muito treinamento e conversas devem ser feitas, mas esta filosofia de gestão é algo que falta nos hospitais, onde as mesmas coisas são feitas da mesma maneira há muito tempo e não se tem noção do porque os prejuízos se acumulam. É mais fácil ficar na zona de conforto, sem fazer nada que possa fazer a diferença e colocar a culpa nos valores pagos pelo SUS e pelas Operadoras de Planos de Saúde.

Mas o grande foco é mudar a cultura existente de “como se faz”. Em resumo, esta filosofia de gestão procura sempre “fazer mais com menos”. Ou melhor, procura mudar o culturalismo, pois, como já citei em artigo anterior (veja em http://goo.gl/ju2hk), nas organizações hospitalares temos a tendência de classificar tudo que é errado como “cultural”, quando na verdade isso não tem a ver com cultura, no sentido acadêmico da palavra. Mesmo assim, o LEAN tem a intenção de mudar a cultura (e acabar com os culturalismos) em prol de um organização mais produtiva, sem que haja necessidade de investimentos em obras civis ou aquisição de equipamentos, contando apenas com treinamentos e repensar processos.

Algumas iniciativas de hospitais brasileiros já mostram resultados animadores a respeito de diminuição de desperdícios e melhor utilização de sua capacidade instalada com a utilização do LEAN. É sabido que grande parte dos esforços e recursos aplicados na saúde são desperdiçados. É justamente aí que entra o LEAN. E não são só recursos materiais, visíveis. Muitos dos desperdícios são em processos mal feitos, movimentações desnecessárias, informações inadequadas, pessoas não capacitadas, etc.

Infelizmente ainda não há literatura em português sobre a sua utilização na área da saúde. Encontrei alguns poucos artigos sobre este assunto. Em inglês já existe alguns bons livros sobre o assunto.

Então, mãos a obra: vamos ler sobre o assunto, contratar consultorias, desenhar os processos atuais, discutir o que pode ser melhorado, reduzir desperdícios e tornar as organizações hospitalares sustentáveis.

Jaime Gil Bernardes* – Mestre em Administração de Empresas, com dissertação sobre construção de cenários prospectivos no setor hospitalar. MBA em Gestão Empresarial. Consultor empresarial, diretor da JBernardes Consultoria, dedicada a gestão hospitalar.

Fonte SaudeWeb

Humor: Protetor Solar

Concurso da Universidade Federal Fluminense - UFF

A Universidade Federal Fluminense - UFF, Estado do Rio de Janeiro, lançou edital de concurso público disponibilizando 231 vagas para cargos Técnico-Administrativos em Educação. A remuneração será de acordo com o nível de cada função, sendo o vencimento básico de R$ 2.989,33 para a classificação E, de R$ 1.821,94 para a D e de R$ 1.453,78 para a C. O concurso público será realizado pela Coordenação de Seleção Acadêmica (COSEAC).

O concurso público visa à contratação de 36 profissionais para cargos de Nível de Classificação E, de 152 profissionais para cargos de Nível de Classificação D e de 43  profissionais para cargos de Nível de Classificação C, vinculados ao Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação.

Cargos

Nível de Classificação E - Analista de Tecnologia da Informação, Arquivista, Auditor, Contador, Economista, Enfermeiro, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Farmacêutico, Farmacêutico, Bioquímico, Geógrafo, Médico Cardiologista, Médico Hematologista, Médico Pneumologista, Médico-Veterinário, Nutricionista e Relações Públicas.

Nível de Classificação D - Assistente em Administração, Técnico de Laboratório na área de Informática, Técnico de Laboratório área Mecânica, Técnico de Laboratório área Microbiologia, Técnico de Laboratório área Análises Clínicas, Técnico em Agropecuária, Técnico em Anatomia em Necropsia, Técnico em Arquivo, Técnico em Artes Gráficas, Técnico em Contabilidade, Técnico em Eletromecânica, Técnico em Enfermagem, Técnico em Farmácia, Técnico em Higiene Dental, Técnico em Radiologia, Técnico em Refrigeração e Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais.

Nível de Classificação C - Assistente de Laboratório, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar em Administração e Operador de Luz.

Inscrições

A inscrição será realizada exclusivamente via internet por meio do endereço eletrônico, das 12 horas do dia 28 de novembro até as 12 horas do dia 21 de dezembro de 2011 (horário de Brasília), no site www.coseac.uff.br/concursos/uff/2012.

Taxas

A taxa de inscrição será de R$ 40,00 a R$ 65,00 e deverá ser paga até o seu vencimento.

Provas

O certame será realizado por meio de prova escrita para todos, além de prova de conhecimentos práticos para Técnico em Anatomia e Necropsia e Operador de Luz.

As avaliações estão previstas para serem aplicadas no dia 15 de janeiro de 2012, nas seguintes cidades do estado do Rio de Janeiro: Campos dos Goytacazes, Niterói, Rio de Janeiro, Rio das Ostras, Santo Antônio de Pádua, São Gonçalo e Volta Redonda.

A confirmação da data, local e horário de aplicação das provas será disponibilizada no site www.coseac.uff.br/concursos/uff/2012 a partir do dia 4 de janeiro de 2012.

Gabaritos

Os gabaritos preliminares serão divulgados no site www.coseac.uffbr/concursos/uff/2012 no dia 17 de janeiro de 2012, a partir das 10 horas.

Validade

O concurso será válido por 2 anos a contar da data da publicação do Edital de Homologação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período.

Concurso UERJ 2012: Médicos

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, através da Superintendência de Recursos Humanos - SRH, lançou editais de concursos públicos para Técnico Universitário de nível Superior. Há oportunidades abertas tanto para provimento imediato quanto para formação de cadastro de reservas.
Vagas ofertadas
  • 7 vagas para Médico Urologista
  • 3 vagas para Médico Infectologista
  • 12 vagas para Médico de Doenças Infecciosas e Parasitárias
  • 4 vagas para Angiologista
Será reservado ao candidato com deficiência o percentual de 5% das vagas oferecidas e durante o prazo de validade do Concurso Público, conforme a legislação vigente, desde que a deficiência não seja  incompatível ao exercício do cargo e conforme consta no regulamento dos Concursos Públicos da UERJ. Também será reservado o percentual de 20% para negros e índios, conforme a legislação vigente e conforme consta no regulamento dos Concursos Públicos da UERJ.
Os interessados poderão fazer suas inscrições, pela internet, no endereço eletrônico www.srh.uerj.br/concurso, até o dia 04 de janeiro de 2012.
Caso o candidato não possua acesso à  internet, poderá fazer sua  inscrição comparecendo ao Campus da UERJ, situado à Rua São Francisco Xavier, 524, térreo, sala 115, bloco F, no horário de 10 às 12 horas e das 14 às 16 horas, de 2ª a 6ª feira, nos dias úteis.
A taxa de inscrição será de R$ 100,00.
As provas serão realizadas nas datas previstas de 03 e 10 de fevereiro de 2012, devendo o candidato chegar com 1 hora de antecedência, do horário definido pela Coordenação Organizadora. 
A realização das provas objetiva e discursiva ocorrerá de forma simultânea e terá  duração de no máximo 4 horas, em horário e local estabelecido pela Comissão Organizadora do Concurso Público, divulgado no endereço eletrônico www.srh.uerj.br/concurso do concurso público e no mural da SRH/UERJ.
O gabarito será divulgado nas datas previstas de 08 e 15 de fevereiro de 2012.

Saiba mais

Concurso Prefeitura de Caarapó - MS

Já se encontram disponíveis os dois editais (nsº 001/2011 e 002/2011) do concurso público da prefeitura da cidade sul-mato-grossense de Caarapó, situada a pouco mais de 267 km de Campo Grande. O objetivo dos certames é recompor parte do quadro funcional do município, através do preenchimento de 98 vagas que serão distribuídas em funções de nível fundamental, médio e superior. Os vencimentos básicos para tais cargos variam de R$ 556,52 a R$ 5.365,40, por jornadas de 20 a 40 horas semanais. Os certames serão realizados pela empresa SIGMA Assessoria em Gestão Pública Ltda.
Cargos do concurso de Caarapó
Edital Nº 001/2011

Nível Fundamental - Agente Comunitário de Saúde-ESF I e II, Agente de Controle de Vetores, Ajudante Geral, Tratorista, Ajudante de Serviço e Tratorista;

Nível Médio - Guarada Vidas, Instrutor Cultural-PETI, Técnico em Enfermagem, Técnico em Segurança do Trabalho, Agente Administrativo, Instrutor de Infomática e Inspetor de Alunos;

Nível Superior - Advogado, Arquiteto Urbanista, Assistente Social, Engenheiro (Agrônomo, Ambiental, Civil), Médico (Anestesista, Ortopedista e Veterinário).

Edital Nº 002/2011

Professor Anos iniciais - 1 ° ao 5 ° ano, Professor Educação infantil, Professor - Artes, Professor - Ciências, Professor - Educação Física, Professor - Geografia, Professor - História, Professor - Língua Materna (Guarani), Professor Língua Portuguesa e Professor - Matemática.
Inscrições e taxas

As inscrições deverão ser realizadas, via Internet, no endereço eletrônico http://www.sigmams.com.br/, até as 23h59min do dia 23 de dezembro de 2011.

Para os candidatos que não possuem acesso à Internet será disponibilizado um Posto de Atendimento situado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, localizada na Avenida Presidente Vargas, n ° 861, centro, na cidade de Caarapó - Estado de Mato Grosso do Sul, nos dias úteis, até as 23h59min do dia 23 de dezembro de 2011, no horário das 8h00 às 11h00 e das 13h00 às 16h00.

Os valores das inscrições para os cargos estão assim definidos: Nível Superior - R$ 75,00, Nível Médio e Fundamental Completo - R$ 50,00 e Nível Fundamental Incompleto - R$ 30,00.
Provas
Os candidatos serão avaliados através das seguintes provas:
  • Prova Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos a todos os cargos, com data provável de realização em 22 de janeiro de 2012, em horário e local a ser definido.
  • Prova Prática, de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos aos cargos Agente Administrativo, Guarda Vidas, Instrutor de Informátical (nível médio) e Tratorista (fundamental incompleto), aprovados na prova objetiva, com data provável de realização em 12 de fevereiro de 2012, em horário e local a ser definido.
  • Avaliação Física, de caráter eliminatório, para os candidatos aos cargos Agente Comunitário de Saúde e Agente de Controle de Vetores (fundamental completo) e Ajudante de Serviços e Ajudante Geral (fundamnetal incompleto), aprovados na prova objetiva, com data provável de realização em 12 de fevereiro de 2012, em horário e local a ser definido.
  • Redação, que será realizada juntamente com a prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para os candidatos aos cargos de Professor Anos iniciais - 1 ° ao 5 ° ano, Professor Educação infantil, Professor - Artes, Professor - Ciências, Professor - Educação Física, Professor - Geografia, Professor - História, Professor - Língua Materna (Guarani), Professor Língua Portuguesa e Professor - Matemática.
  • Avaliação de Títulos, de caráter classificatório, para os candidatos a todos os cargos aprovados nas etapas anteriores, com data provável de realização entre os dias 10, 20 e 21 de fevereiro de 2011, em horário e local a ser definido.
Validade

O prazo de validade do concurso será de 02 anos, contados a partir da data da publicação do edital de homologação de seus resultados, prorrogável por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura e Câmara de Santa Rita do Trivelato (MT) 2012

A Prefeitura e Câmara de Santa Rita do Trivelato, Estado de Mato Grosso, lançou edital de concurso público destiando ao provimento de 62 vagas para cargos de todos os níveis de escolaridade. A remuneração prevista varia de R$ 658,14 à R$ 8.549,94 por jornada de 30h ou 40h semanais, conforme função exercida e de acordo com a empresa Atame Assessoria Consultoria e Planejamento Ltda.

Cargos

Prefeitura:

-Fundamental - Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Manutenção, Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeira, Motorista CNH C, Motorista CNH D, Operador de Escavadeira Hidráulica, Operador de Máquinas Pesadas, Zelador de Limpeza e Zelador de Patrimônio;
-Médio - Agente Administrativo, Agente de Saúde Ambiental, Agente Sanitário, Almoxarife, Assistente Odontológico, Auxiliar de Biblioteca, Auxiliar de Saneamento, Fiscal Tributário, Instrutor de Informática, Monitor de Creche, Recepcionista, Secretária Escolar e Técnico em Enfermagem;
-Superior - Assistente Social, Contador, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico Clínico Geral, Nutricionista, Odontólogo, Professor - Educação Infantil, Professor - Ensino Fundamental do 1º ao 5º ano, Professor, Psicólogo e Treinador de Esportes;

Câmara:
-Fundamental - Recepcionista e Serviços Gerais de Limpeza;
-Médio - Auxiliar Administrativo I;
-Superior - Contador e Controlador Legislativo.

Inscrições
As inscrições poderão ser realizadas entre os dias 19 de dezembro de 2011 e 5 de janeiro de 2012, através do endereço eletrônico http://www.grupoatame.com.br/ até as 18h.
Taxas
As taxas serão cobrados conforme escolaridade, R$ 30,00, R$ 50,00 ou R$ 70,00. Será disponibilizado ainda, terminal com internet, de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h e das 13h às 16h (Horário Oficial do Mato Grosso) na Agência dos Correios (Rua Marechal Rondon, nº. 2.259, Centro) e no Departamento de Água e Esgoto (DAE) localizado na Avenida Luiz, nº. 2.210, Centro.
Provas
Haverá prova objetiva, prática e entrega de títulos, sendo que a primeira acontecerá no dia 29 de janeiro de 2012 e a segunda poderá ser aplicada no dia 12 de fevereiro, em locais e horários a serem divulgados.
Gabaritos
O gabarito será divulgado no 1º dia útil após aplicação das provas escritas a partir das 16:00 horas.
Validade
O período de validade do concurso público de provas e provas e títulos será de 2  anos, a contar da data da publicação da homologação do seu resultado, prorrogável, 1 vez, por igual período, a critério da autoridade competente.

Concurso Prefeitura de União do Sul (MT) 2012

A Prefeitura de União do Sul, Estado do Mato Grosso, abriu concurso público com a finalidade de preencher 87 vagas no seu quadro de funcionários. As oportunidades contemplam todos os níveis de escolaridade, desde o ensino fundamental até o superior. O salário oferecido varia de R$ 630,00 a R$ 6.500,00, para uma jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais. Confira o edital.
Do total das vagas abertas neste concurso, durante o prazo de validade do mesmo, 5% das vagas serão providas a candidatos portadores de deficiências físicas.

Cargos

Gari, Auxiliar Administrativo da Saúde, Agente Comunitário de Saúde, Condutor de Veículo Escolar, Inspetor de Alunos, Agente Administrativo Educacional, Assistente de Controle Administrativo, Técnico em Enfermagem, Técnico em Modalidades Desportivas, Ouvidor do SUS, Secretário Escolar, Bibliotecário, Técnico em Laboratório de Informática, Advogado, Assistente Social, Contador, Controlador Interno, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Gestor Administrativo e Financeiro, Médico, Veterinário, Monitor de Esportes, Nutricionista, Odontólogo, Professor e Psicólogo.

Inscrição

A inscrição será realizada somente via internet no site http://www.uniaodosul.mt.gov.br/, no período entre 20 de dezembro de 2011 e 08 de janeiro de 2012.
As taxas de inscrições são de:
Nível fundamental: R$ 30,00 e 40,00;
Nível médio: R$ 50,00;
Nível superior: R$ 100,00.

Prova

A prova objetiva e subjetiva I terão a duração de 4 horas e serão aplicadas na data provável de 22 de janeiro de 2012, no turno da manhã, das 08h00min às 12h00min e será confirmada por edital complementar na divulgação das inscrições homologadas, através do site www.uniaodosul.mt.gov.br, na data provável 13 de janeiro de 2012.
A prova subjetiva II e prática terão a duração improrrogável de 3 horas e serão aplicadas na data provável de 22 de janeiro de 2012, no turno da tarde, das 14h00min às 17h00min (horário de verão) e independe do conhecimento do resultado da prova objetiva e subjetiva I.
O gabarito das provas objetivas será publicado no mural do paço municipal e no site www.uniaodosul.mt.gov.br no dia seguinte à realização das provas.

Validade

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período, a critério da administração.

Saiba mais

Prefeitura de Nova Lacerda - MT abre processo seletivo

Foi publicado edital de processo seletivo da Prefeitura de Nova Lacerda, Estado de Mato Grosso, para Contratação por Tempo Determinado para Atender Necessidade Temporária de Excepcional Interesse Público de profissionais para o ano de 2012. O certame será executado pela Empresa Cidade-MT Consultoria e Assessoria Educacional Ltda.

São providas 65 vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior. A remuneração para os cargos varia de R$ 577,70 a R$ 11.123,64, de acordo com o nível de escolaridade, por carga horária de 20 a 40h semanais.

Cargos

- Nível Superior: Bioquímico (1), Médico (2), Nutricionista (1), Odontólogo (2), Professor de Educação Infantil (2), Professor de Ensino Fundamental (5), Professor de Ensino Pedagógico Sede (16);
- Nível Médio: Técnico em Prestação de Contas (1);
- Nível Fundamental: Auxiliar de Enfermagem (5), Motorista Nível II (2);
- Nível Fundamental Incompleto: Carpinteiro de Ponte (1), Eletricista de Energia Elétrica (1), Operador de Motoniveladora (2), Operador de Pá Carregadeira (1);
- Nível Alfabetizado: Agente de Serviços Braçais (10), Agente de Serviços Gerais (5), Coveiro (1), Vigia (4).

Inscrições
As inscrições poderão ser efetuadas até o dia 23 de dezembro de 2011 na Prefeitura Municipal, Rua 16 de Julho, nº. 815, Centro, CEP 78.243-000, TeleFax (65) 3259-4045 / 4149 no horário das 7h às 11h e das 13h às 17h.
Provas
As provas serão realizadas na data provável de 28 de dezembro de 2011, na Escola Municipal de 1.º Grau Getúlio Vargas, Rua 5, Centro no horário das 8h.

É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar os Editais e demais publicações referente a esta seleção.

Concurso de Tapurah (MT): Prefeitura divulga edital

A Prefeitura Municipal de Tapurah, Estado de Mato Grosso, abre concurso público com objetivo de preencher 94 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. A remuneração é de até R$ 9.072,00.
Os cargos oferecidos são os seguintes:
Nível Fundamental - Ajudante de serviços gerais, ajudante de serviços urbanos, cozinheiro, motorista de ônibus,motorista de veículos leves/ambulância, motorista de veículos pesados, operador de máquinas (trator de pneus), operador de pá carregadeira e operador de retro-escavadeira.
Nível Médio - Agente administrativo, fiscal de obras, técnico escolar, técnico em desenvolvimento infantil (educação), técnico em enfermagem, técnico em higiene dentaria e técnico em radiologia.
Nível Superior - Assistente social, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico/bioquímico, médico clínico geral, médico veterinário e psicólogo.
Os interessados devem se inscrever através da internet, no site http://www.tapurah.mt.gov.br/, no período compreendido entre as 08:00 horas do dia 18 de janeiro de 2012 até as 18:00 horas do dia 31 de janeiro de 2012 (horário oficial do Estado de Mato Grosso).
A taxa de inscrição custa R$ 30,00 para os cargos de nível fundamental, R$ 50,00 para os de nível médio e R$ 100,00 para os de nível superior.
As provas objetivas serão realizadas em 12 de fevereiro de 2012, segundo o cronograma oficial, das 08h00 às 12h00, sendo os locais divulgados no mesmo site em que o candidato efetuou a inscrição.
O gabarito da primeira fase será disponibilizado a partir do dia 13 de fevereiro de 2012 e as provas práticas, de caráter eliminatório, serão realizadas em 12 de fevereiro de 2012, no pátio da garagem da Prefeitura Municipal de Tapurah, das 13h00 às 17h00.

Concurso Prefeitura de São José do Xingu (MT)

A Prefeitura de São José do Xingu, Estado de Mato Grosso, publicou edital Nº 001/2011 de concurso público de provas e títulos para preenchimento de vagas. O concurso público será realizado sob a responsabilidade da empresa  Exata, Assessoria, Consultoria e Planejamento.

São providas 89 vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior com salários de até R$ 4.823,40, por jornadas de trabalho de 30 e 40h semanais. Do total de vagas, 5% são reservadas a portadores de deficiência.

As vagas serão distribuídas da seguinte forma:
Quadro Gestão Social
Assistente Social, Auxiliar de Administração, Auxiliar de Serviços Gerais, Guarda, Motorista, Psicólogo e Recepcionista.
Quadro GeralAgente Administrativo, Auxiliar de Administração, Auxiliar de Serviços Gerais, Borracheiro, Contador, Controlador Interno, Fiscal de Tributos, Gari, Guarda, Motorista, Operador de Moto-niveladora, Operador de Retro-escavadeira, Recepcionista, Técnico em Contabilidade e Trabalhador Braçal.
Escola Municipal "Maria Marlene de morais"Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista, Professor de Pedagogia e Professor de I a IV.
Creche Municpal "José Ramos Rodrigues"Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeira e Professor de Pedagogia.
Escola Municipal "Comandante Fontoura"
Auxiliar de Serviços Gerais, Guarda e Professor de Pedagogia.
Secretaria de EducaçãoAuxiliar de Serviços Gerais.
Quadro de SaúdeAgente de Combate às Endemias, Agente Sanitário, Auxiliar de Serviços Gerais, Bioquímico / Farmacêutico, Guarda, Motorista, Recepcionista, Técnico de Registro de Sistemas da Saúde, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório e Técnico em Sistema do Processo Regulatório.

Inscrições
Os interessados deverão fazer suas inscrições de 01 a 28 de dezembro de 2011, através da internet, no site: http://www.exataplanejamento.com.br/.

Serão disponibilizados computadores para os candidatos que não possuem acesso no  endereço localizado na Avenida Pires Gomes, 41 Centro, em São José do Xingu - MT no horário de 08h00min as 11h00min e das 13h00 as 17h00min.
Taxas
A taxa de inscrição varia de R$ 25,00 para cargos de nível alfabetizado e fundamental; R$ 40,00 para nível médio e R$ 80,00 para nível superior.
Provas

As informações referentes à data, ao horário e ao local de realização das provas (nome do estabelecimento, endereço e sala), assim como orientações para realização das provas, estarão disponíveis no site (www.exataplanejamento.com.br), no mural da  Prefeitura Municipal de São José do Xingu e no Jornal Oficial dos Municípios, disponível no endereço: (www.amm.org.br), com data prevista para 16 de janeiro de 2012, a partir das 13h00min.

As provas objetivas de múltipla escolha será realizada na cidade de São José do Xingu/MT, com data prevista para o dia 22 de janeiro de 2012, com duração máxima de 03h00min e tempo mínimo de permanência de 01h00min.
Gabaritos
Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na internet,  no site www.exataplanejamento.com.br, no dia subseqüente ao da realização da prova objetiva e no mural da Prefeitura Municipal de São José do Xingu e no jornal Oficial dos Municípios (www.amm.org.br).
Validade
A validade do concurso público é de 02 anos, contados da data de sua homologação,  podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério do Prefeito Municipal.

Saiba mais

Concurso Metrô SP

Já está disponível no site da Fundação Carlos Chagas (http://www.concursosfcc.com.br/) o edital do concurso público da Companhia do Metropolitano de São Paulo. A seleção tem o intuito de ocupar 63 postos vagos e também formar reserva de aprovados, ressaltando no entanto que este concurso priorizará possíveis candidatos aprovados em concurso anterior para a mesma função, que permaneceram cadastrados como reserva.

As oportunidades para o nível superior são para Advogado, Analista de várias áreas (geologia, matemática, ciências sociais, contábeis, da computação, pscicologia, economia, desenho industrial, comunicação social, biblioteconomia, arquitetura, administração), Engenheiro de várias especialidades (ambiental, civil, elétrica, eletrônica, mecatônica, segurança do trabalho) e Médico.

Para o nível médio há chances para  Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico de Sistemas Metroviários, Auxiliar de Enfermagem do Trabalho, Assistente Administrativo, Oficial de Logística, Operador Transporte Rodoviário.

Por fim, aqueles que possuem nível fundamental poderão concorrer às vagas nos cargos de Oficial de Manutenção (civil, pintura, solda, elétrica, serralheria e mecânica) e Usinador Ferramenteiro.

Os convocados para admissão irão seguir o regime celetista (Consolidação das Leis do Trabalho -CLT) e poderão receber um salário básico na faixa de R$ 1.304,04 a até R$ 5.473,35, mais benefícios como Bilhete de Acesso ao sistema metroviário, Previdência Suplementar, Plano de Saúde e Seguro de Vida em Grupo.

A carga horária para alguns cargos será em escala de revezamento, enquanto que outros cargos podem ter jornadas entre 20 a 24 horas.

As inscrições serão realizadas exclusivamente no site da Fundação Carlos Chagas, por meio do Formulário de Inscrição via Internet, no período de 10 horas do dia 02 até às 14 horas do dia 23 de janeiro de 2012, observado o horário de Brasília.

Conforme o grau de instrução requerido, a taxa de inscrição poderá ser de:
Ensino Superior Completo - R$ 95,00 (noventa e cinco reais)
Ensino Médio Completo - R$ 65,00 (sessenta e cinco reais)
Ensino Fundamental Completo - R$ 45,00 (quarenta e cinco reais).

A aplicação das Provas Objetivas para todos os cargos está prevista para o dia 11 de março de 2012, prioritarimanente na Cidade de São Paulo – SP. Com duração de 3 horas, as Provas ocorrerão em dois períodos: MANHÃ (cargos de Ensino Médio e/ou Técnico) e  TARDE (todos os cargos de Superior e Fundamental).

Haverá também avaliação psicológica para as diversas especialidads dos cargos de Técnico Sistemas Metroviários.

Todas as informações sobre datas e horários dessas provas poderão ser obtidas no site da Fundação Carlos Chagas e pelos Cartões Informativos que serão encaminhados aos candidatos por e-mail.

Os convocados serão contratados em caráter experimental por até 90 dias iniciais e depois disso o contrato será firmado automaticamente por prazo indeterminado, caso o funcionário tenha desempenho satisfatório. No mais, a validade do certame é de um ano, contado assim que for divulgado o resultado final por cargo, sendo passível de prorrogação por igual período.

Saiba mais

Concurso INSS: publicado Edital para 1875 vagas

O edital do concurso INSS 2011/2012 já está disponibilizado, concretizando-se assim um planejamento iniciado há um bom tempo. Quem aproveitou o tempo para programar os estudos tem agora apenas que efetuar a inscrição, fazer as últimas revisões e aguardar as provas.

As inscrições já estão abertas, exclusivamente pelo site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br) e se encerram  às 14h do dia 11 de janeiro de 2012. Também serão disponibilizados Postos de Inscrição credenciados pela Fundação Carlos Chagas, sempre em funcionamento no período das inscrições, em dias úteis, das 9h às 12h e das 13h às 17h. Lembrando que está prevista uma possível prorrogação do período de inscrições.

Todos os candidatos poderão conferir no site da Fundação se a inscrição foi devidamente confirmada, a partir de 16 de janeiro de 2012. Caso haja alguma divergência, será necessário que o interessado entre em contato com o Serviço de Atendimento ao Candidato - SAC da Fundação Carlos Chagas, pelo telefone (11) 3723-4388, de segunda a sexta-feira, em dias úteis, das 10h às 16h (horário de Brasília).

Cargos e vagas

Confirmando o que já estava previsto na Portaria nº 442 do MPOG, o certame será destinado ao provimento de 375 vagas no cargo de Perito Médico Previdenciário e 1.500 vagas de Técnico do Seguro Social, perfazendo um total de 1.875 postos de trabalho.

A realização do concurso INSS  está mais do que justificada: se deve ao fato de que o órgão tem necessidade evidente de atender às demandas do Plano de Expansão da Rede de Atendimento (PEX). Nas palavras do presidente Mauro Hauschild, a admissão de novos servidores irá "garantir o encurtamento das distâncias das pessoas ao INSS". A previsão para os próximos anos, portanto, é de que 720 novas agências serão inauguradas em municípios que atendam aos requisitos estipulados pelo Ministério (o principal deles é que a cidade tenha a partir de 20 mil habitantes e não contem com agência plena alguma).

Vale lembrar que às pessoas com deficiência é assegurado o direito de inscrição no Concurso, já que lhes será reservado 5% das vagas existentes ou das que surgirem ou forem criadas dentro do prazo de validade do Concurso.

Requisitos mínimos

Para disputar a uma das vagas de Técnico do Seguro Social (novo nome para o antigo cargo de Técnico Previdenciário), os candidatos devem possuir o Ensino Médio completo, enquanto que para Perito Médico Previdenciário, a exigência é que se tenha Nível Superior (em Medicina).

Atribuições de cada cargo

O Técnico do Seguro Social realiza basicamente atividades inerentes ao reconhecimento, à manutenção e à revisão de direitos concernentes aos benefícios que o INSS administra. Ele também é o servidor responsável pela execução de atividades diárias de orientação e apoio técnico relacionado às atividades fins do órgão. O Perito Medico Previdenciário, por sua vez, desenvolve atribuições relacionadas à emissão de pareceres conclusivos quanto à capacidade laboral de trabalhadores, bem como a inspeção de ambientes de trabalho, para efeitos de concessão de benefícios previdenciários.

Remuneração

A remuneração Inicial para o cargo de Técnico do Seguro Social será de composta pelo vencimento básico de R$ 532,65, mais a Gratificação de Atividade Executiva – GAE, no valor de R$ 852,24 e da Gratificação de Desempenho da Atividade do Seguro Social – GDASS, que poderá alcançar até R$ 2.808,00. Fora isso, há o auxílio alimentação no valor R$ 304,00, perfazendo um total de R$ 4.496,89.
Já a remuneração do Perito Médico Previdenciário será composta por R$ 4.536,53 de vencimento básico, acrescido de Gratificação de Desempenho de Atividade de Perícia Médica Previdenciária – GDAPMP, de até R$ 4.230,40, mais R$ 304,00 de auxílio alimentação, totalizando R$ 9.070,93.

Provas

Quem optar pelo cargo de Perito Médico Previdenciário fará Provas Objetivas e de Títulos. Já os inscritos no cargo de Técnico do Seguro Social farão apenas Provas Objetivas.

Segundo o edital, a aplicação das Provas Objetivas para o cargo de Perito Médico Previdenciário está prevista para o dia 12 de fevereiro de 2012, no período da manhã e para o cargo Técnico do Seguro Social, no período da tarde dessa mesma data.

Todos os candidatos terão conhecimento acerca da confirmação da data e de outras informações sobre horários e locais de Provas, que serão divulgadas oportunamente no Diário Oficial da União e por Edital de Convocação específico, também a ser disponibilizado no site da Fundação Carlos Chagas. Os Cartões Informativos serão encaminhados aos candidatos por correio eletrônico (e-mail) e, portanto, é necessário que as contas de e-mail dos inscritos estejam digitadas correta e completamente.

Validade do Concurso INSS
A validade do Concurso do INSS 2011/2012 é de um  ano, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do INSS.

Saiba mais