Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Herpes: Cientistas descobrem como o estresse estimula o surgimento de lesões orais

Em experimentos com ratos infectados pelo vírus HSV, o causador das formas mais comuns do herpes, eles identificaram um esquema cerebral ligado à doença. Nos animais testados, os pesquisadores conseguiram impedir a manifestação do víru

Uma das infecções virais mais comuns, o herpes é conhecido pela eclosão das crises em períodos de estresse. O mecanismo por trás do elo entre os dois fenômenos, porém, não é completamente conhecido. Um estudo recentemente divulgado por pesquisadores dos Estados Unidos deixa esse vínculo menos obscuro. Em experimentos com ratos infectados pelo vírus HSV, o causador das formas mais comuns do herpes, eles identificaram um esquema cerebral ligado à doença e conseguiram impedir que ela se manifestasse novamente nos animais.

A aposta na análise do cérebro deu-se porque estudos anteriores apontam que o vírus do herpes se instala nos neurônios pelo fato de serem células resistentes do corpo. “Nossa colega, a doutora Anna Cliffe, interessou-se pela ideia de que o HSV pode tirar vantagem da capacidade de sobrevivência a longo prazo dos neurônios e usá-los como hospedeiros, podendo se esconder neles por muitos anos”, destacou ao Correio Mohanish Deshmukh, professor do Departamento de Biologia Celular e Fisiologia da Universidade de Carolina do Norte e um dos autores do novo trabalho.

Deshmukh juntou-se a Cliffe para desvendar essa manobra do micro-organismo e identificar como e em quais situações ele sai do esconderijo. Para isso, utilizaram camundongos infectados pelo vírus e simularam situações de tensão usando corticosteroide — o hormônio do estresse natural. “Quando o nosso corpo está estressado, liberamos altos níveis de corticosteroides. Então, usá-lo nessa experiência foi uma boa maneira de imitar o que poderia acontecer no organismo”, explicou, em comunicado à imprensa, Anna Cliffe, pesquisadora da Universidade de Carolina do Norte e também autora do trabalho.

Observando os animais, os investigadores descobriram que a proteína JNK — também ligada aos episódios de estresse — foi ativada antes de o vírus começar a deixar os neurônios. Com base nessa informação, resolveram interferir no mecanismo. “Usamos inibidores químicos para cessar a atividade da JNK e uma tecnologia que ajudou a acabar com as proteínas dos neurônios, a DLK e a JIP3, que são necessárias para ativar a JNK”, explicou Deshmukh.

As intervenções obtiveram sucesso e, segundo os cientistas, o resultado pode contribuir para o desenvolvimento de novos tratamentos em humanos. “Também ajuda a explicar por que o estresse celular pode causar a reativação do vírus. Esperamos que novos tratamentos possam ser desenvolvidos com base na inibição da DLK e JIP3 no futuro”, complementou Deshmukh.

Como o  HIV Para Gustavo Guida, geneticista do Laboratório Exame, em Brasília, o comportamento do HSV observado pelos pesquisadores norte-americanos pode ser comparado ao de outros micro-organismos. “O que foi observado é que, quando existe um ambiente propício para o herpes se manifestar, como a ativação de JNK, ele age. Fica escondido nos neurônios até observar uma oportunidade. É a mesma coisa que muitos vírus fazem, inclusive o HIV”, detalha.

O próximo passo dos pesquisadores é testar a técnica em outros animais para saber se a estratégia utilizada nos experimentos com ratos pode se repetir. “Estamos, agora, examinando o papel da via JNK em modelos de animais com latência pequena do HSV. Investigaremos ainda os mecanismos de ativação e reativação de JNK. Nós também estamos interessados em examinar esse fenômeno em neurônios humanos”, adianta Deshmukh.

Se confirmados os efeitos em pessoas, avalia Guida, a estratégia poderá simplificar o tratamento do herpes e torná-lo mais eficaz. “A possibilidade de usar inibidores para interromper a ação de JNK ou das duas proteínas necessárias para a sua ativação pode ser uma opção mais simples de terapia e que também trará menos efeitos colaterais. Seria uma alternativa aos antivirais, usados com o objetivo de agredir o vírus. Essa nova estratégia apenas impede um procedimento de ativação dele”, compara.

O geneticista explica que essa linha de tratamento tem crescido no campo científico, inclusive no combate à Aids. Em vez de atacar o vírus diretamente para eliminá-lo, o medicamento cria condições para que ele não consiga agir no paciente infectado. “Atualmente, a busca por maneiras de interferir em processos de um micro-organismo se mostra muito mais atraente do que o ataque ao vírus. Não só pela eficiência, mas também porque, em grande parte das vezes, evita procedimentos caríssimos”, diz.

Prevenção
Para prevenir o herpes é necessário evitar o contato com pessoas que possuem a doença no momento em que elas estão lesões aparentes. Para os indivíduos infectados, resta agir para evitar que as lesões retornem. Para isso, é importante saber os fatores que podem fazer com que as crises surjam. Elas geralmente são causadas por fatores de estresse, como febre, sol, período menstrual e mudanças hormonais, além da exposição a determinados medicamentos.

Correio Braziliense

SP já pede apoio do Exército contra o 'Aedes'

Comando informou que o início previsto para a operação é segunda-feira

Com previsão de até 250 mil casos de dengue em 2016, mais do que o dobro do registrado no ano passado, a Prefeitura de São Paulo se antecipou em três meses e pediu ajuda ao Exército no combate à dengue, previsto para iniciar ainda em janeiro. Desta vez, cem homens foram solicitados às Forças Armadas, o dobro de 2015, quando a administração municipal pediu em abril o apoio de 50 militares.

Os oficiais e soldados auxiliaram a entrada dos agentes de saúde nas residências em abril e maio. Em 2016, os militares devem atuar por três meses, segundo o CMSE (Comando Militar do Sudeste).

O Comando informou que o início previsto para a operação é segunda-feira.

"Nas tratativas, foram solicitados cem militares: 70 atuarão na Coordenadoria Regional de Saúde Norte e 30, na Coordenadoria Regional de Saúde Oeste", informou o CMSE.

Até o momento, conforme o Comando, não foram solicitados médicos do Exército. Em 2015, as Forças Armadas cederam dez profissionais.

Na terça-feira (12), o secretário municipal da Saúde, Alexandre Padilha, disse que a Prefeitura adiantou desde outubro as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.

Além do apoio do Exército e das tendas de atendimento, Padilha destacou o uso de drones para fazer o monitoramento de focos do mosquito e a lei que permite a entrada à força nos domicílios, sancionada pelo prefeito Fernando Haddad (PT). "Agora temos uma lei que permite entrar numa casa que se negue a ter visitas domiciliares. Vamos poder entrar e fazer ação e inspeção para exterminar os focos."

Segundo o secretário, o uso dos drones começa também em janeiro, período em que são mínimas as transmissões. Em um primeiro momento, ele sobrevoará as casas. Caso identifique o foco, o agente de saúde solicitará a entrada no domicílio. Se o morador impedir o acesso dos agentes, no entanto, a Prefeitura vai fazer uso da lei que permite entrada forçada.

Bloqueio
"Mais de 85% dos focos do mosquito estão dentro das casas das pessoas. Nas visitas que fizemos em novembro e dezembro em residências de quem já teve dengue em 2015, ficou claro que não mudaram os seus hábitos." A cada caso de dengue que surgir, a Prefeitura fará um bloqueio de 300 metros em torno do foco.

Estadão Conteúdo

Arruda é aliada contra as varizes e diminui a ansiedade


Planta só pode ser consumida após orientação de médico ou nutricionista, o consumo sem recomendação pode gerar problemas de saúde

A arruda é uma planta aromática e pertence à família Rutaceae. Ela tem origem européia e um cheiro intenso, é considerada um herbácea, utilizada desde a antiguidade, muito conhecida também na medicina natural e para o preparo de sucos. Em algumas religiões de matriz africana, ela é muito utilizada, pois acreditam que tenha o poder de afastar mau-olhado, no entanto isso não é comprovado cientificamente.

Nutrientes
A arruda conta com boas quantidades de rutina, substância que aumenta a resistência dos vasos sanguíneos. Ela ainda facilita a absorção da vitamina C, nutriente que também está presente na arruda e que ajuda a melhorar a imunidade. O óleo essencial que contém undecanona, metilnonilcetona e metilheptilcetona também estão presentes na arruda e possuem propriedades calmantes.

A planta ainda conta com quercetina que tem propriedades analgésicas e psoraleno, que é empregado em casos de vitligo e psoríase. A alantoína, que é responsável pelo efeito cicatrizante, está presente na arruda.

Benefícios em estudo da arruda

Boa contra varizes: A rutina presente na arruda é responsável por aumentar a resistência dos vasos sanguíneos, evitando rupturas. Por isso a planta é utilizada no tratamento contra varizes. Contudo, o uso da arruda deve ser tópico.

Diminui a ansiedade: A arruda possui o óleo essencial, que contém undecanona, metilnonilcetona e metilheptilcetona. Quando essas substâncias são aspiradas, elas possuem propriedades calmantes e diminuem a ansiedade.

Diminui dores: A arruda também é muito utilizada para aliviar dores de cabeça. Isto porque ela conta com o óleo essencial que contém undecanona, metilnonilcetona e metilheptilcetona, todas essas substâncias possuem propriedades calmantes ao serem aspiradas e aliviam as dores.

Quantidade recomendada
O consumo de cerca de 30 mg de arruda por dia não apresentou nenhum dano à saúde de pessoas saudáveis e que não estavam grávidas. Mais de 100 ml de óleo ou 120 gramas de folhas em um única dose pode causar problemas sérios de saúde.

Como consumir
Não beba chás, sucos ou qualquer outro alimento com a arruda, pois em excesso há risco de vômitos, sonolência, convulsões e fortes hemorragias. O consumo da arruda só pode ser feito após a orientação médica ou de um nutricionista. Após essas orientações a planta costuma ser inalada quando está na forma de óleo ou é passada na pele na forma de pomada.

Efeitos colaterais
A arruda em contato com a pele e a exposição solar pode causar bolhas na pele. Isso foi observado em pessoas que coletam a arruda fresca e também em quem esfrega a arruda fresca na pele como um repelente de insetos. O óleo volátil da arruda é irritante, podendo resultar em danos renais e degeneração hepática se ingerido.

Riscos do consumo em excesso
Ingerir mais de 100 ml de óleo de arruda ou aproximadamente 120 gramas de folhas da planta em 1 única dose podem causar uma dor gástrica violenta, vômito, e complicações sistémicas, incluindo a morte. A ingestão oral de 400 mg por kg administradas às cobaias animais foi relatada ser fatal, causando hemorragias das glândulas adrenais, do fígado, e do rim.

Fontes consultadas
Nutricionista Rita de Cássia Leite Novais, da empresa Consultoria Alimentar

Estudo da Composição Química e Atividade Biológica do Óleo Essencial de Ruta graveolens Lenneau da Universidade Federal da Paraíba

Minha Vida

Por que você ainda vai tomar 'água da privada'

O nome assusta e é pouco fiel à realidade de uma iniciativa que já está sendo adotada em algumas partes do mundo

A ideia é ir além da água da privada e renovar toda a água que escorre pelos ralos

O "toilet-to-tap" (ou "da privada para a torneira", em tradução literal) é uma técnica que reutiliza, para o consumo interno e externo, toda a água que escorre pelos ralos (inclusive a da descarga das privadas). Se a ideia parece, literalmente, dura de engolir, é bom saber que técnica envolve a filtragem e o tratamento da água "suja", deixando-a tão pura como a água de uma nascente – talvez ainda mais. Alguns bons exemplos disso vêm da Austrália.

Cientistas acreditam que reciclagem de águas residuais pode diminuir o consumo de fontes tradicionais

A água residual reciclada é segura para o consumo e tem o mesmo gosto que qualquer outra água potável. "Na realidade, podemos dizer que esse tipo de água é até relativamente doce", afirma Anas Ghadouani, engenheiro ambiental na Universidade Western Australia.

Estimuladas por problemas causados pelo aumento populacional e por secas intensas semelhantes às enfrentadas pelo Brasil recentemente, muitas cidades do mundo já estão incorporando água residual reciclada no abastecimento para o consumo.

Reciclar não é apenas uma necessidade – um futuro sustentável no gerenciamento da água vai exigir projetos como esses. "Não há dúvidas de que isso vai acontecer", opina Ghadouani

Recurso abundante
Águas residuais são muito mais do que a água da privada. Pense em toda a água que escoa pelo ralo toda vez que você lava uma fruta ou o seu carro. Trata-se de um recurso abundante e pouquíssimo explorado. "É uma fonte de água garantida e mais barata", afirma Peter Scales, engenheiro químico da Universidade de Melbourne, na Austrália. Segundo ele, se uma cidade de porte médio reciclasse todas as suas águas residuais, seu consumo de fontes tradicionais cairia em 60%.

O uso das águas residuais para irrigação e outros fins não alimentares já é comum. Sua tecnologia é a mesma usada para tratar o suprimento de água potável que tenha sido contaminado.

Ela consiste em, primeiramente, filtrar todos os depósitos sólidos contidos na água. Depois, em um processo chamado de osmose inversa, faz-se a filtragem das partículas menores. Em seguida, como medida extra de precaução, a água é exposta rapidamente a radiação ultravioleta, para exterminar possíveis micróbios.

"Somos capazes de oferecer água muito pura – mais pura do que a água que atualmente é retirada de rios e reservatórios", diz Scales.

Fator ‘nojo’
Inevitavelmente, o fator "nojo" também tem seu papel. Recentemente, o psicólogo Paul Rozin, da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, realizou uma pesquisa com 2 mil pessoas e descobriu que, apesar de 49% se dizerem dispostas a experimentar a água residual reciclada, 13% se recusaram, enquanto o resto se mostrou indeciso.

Para algumas pessoas, nem mesmo as circunstâncias mais dramáticas conseguem fazê-las mudar de ideia. Em 2006, por exemplo, a cidade de Toowoomba, no leste da Austrália, tentou implementar a reciclagem de águas residuais após anos de seca. Mas os planos foram literalmente por água abaixo, com 62% da população tendo votado contra o projeto em um referendo. "A reciclagem de água é algo com enorme força, mas politicamente é um problema", afirma Scales.

A dessalinização da água do mar é outro recurso para driblar as secas

Hoje, empresas como a Water Corporation, que administra o fornecimento de água em Perth e todo o oeste da Austrália, têm integrado água reciclada a sua própria rede de abastecimento.

O oeste da Austrália já é um dos locais mais secos da Terra, sofrendo com a falta de água há mais de 15 anos. As mudanças climáticas só tendem a piorar a situação. Para aliviar, a Water Corporation recorreu à dessalinização em 2006, usando usinas de tratamento para transformar água do mar em água doce.

O processo é caro, mas eficiente. Hoje, ele responde por 39% do fornecimento de água da região. As águas subterrâneas representam 43% do suprimento, enquanto o resto vem de reservatórios. Mas com a seca persistente, a água residual reciclada pode oferecer mais segurança a um custo mais baixo.

A empresa adotou um modelo semelhante ao que foi visto no Orange County, na Califórnia: bombear as águas residuais para aquíferos a fim de reabastecer o suprimento de águas subterrâneas. Os aquíferos servem como "armazenamento" gratuito e agem como uma espécie de fator psicológico que ajuda a minimizar o "nojo".

Os planos da Water Corporation são de aumentar o uso dessa água reciclada até que ela responda por 20% do abastecimento da cidade de Perth.

Riquezas da chuva
A combinação de reciclagem, dessalinização e preservação ambiental está ajudando Perth a se tornar resistente a secas. "Nós nos tornamos um exemplo internacional no que se refere à maneira como respondemos às mudanças climáticas", afirma Clare Lugar, porta-voz da Water Corporation.

Essa abordagem interdisciplinar é fundamental. Segundo Scales, outra fonte de água ainda subaproveitada são as chuvas. "Se conseguirmos reciclar as águas residuais e coletarmos toda a água da chuva que cai pelas calhas, seria possível abastecer uma cidade inteira", diz.

Mas convencer a população e construir toda a infraestrutura necessária para aproveitar a água das chuvas levaria anos ou até décadas.

Lugares como Cingapura, Bélgica, a cidade de Windhoek, na Namíbia, e Wichita Falls, no Texas, já começaram reciclar águas residuais.

Na maioria das grandes metrópoles mundiais, como as da Ásia ou da América do Sul, a falta de água potável pode levar a doenças - no Brasil, por exemplo, é comum haver focos de dengue em locais de seca.

"O suprimento de água nesses locais é contaminado por águas residuais", afirma Scales. "Mas o tratamento dessa água contaminada é semelhante ao que é feito na reciclagem."

Por isso, não importa o nome dado à iniciativa – purificação, reciclagem ou "toilet-to-tap". Todos estão por trás da mesma ideia: oferecer água limpa a todos.

BBC Brasil

Cuidados com a hidratação durante os dias de calor

shutterstock 197291756Mais da metade do peso do corpo humano é constituído por água, ela é o componente fundamental de todas as células do organismo

A água ajuda a regular a temperatura corporal e o funcionamento dos órgãos, elimina toxinas, ajuda na lubrificação de mucosas e age como um veículo de transporte de nutrientes. Essencial para a manutenção da vida, sem ela não sobrevivemos mais do que poucos dias. Como qualquer alimento, a quantidade de água que precisamos ingerir por dia é muito variável e depende de vários fatores. Entre eles estão a idade e o peso da pessoa, a atividade física que ela realiza e, ainda, o clima e a temperatura do ambiente onde vive. Por isso, principalmente durante o verão, quando o calor aperta, é preciso ficar atento e caprichar na ingestão de água.

A água pode ser ingerida de diversas formas, in natura ou por meio dos alimentos que consumimos. A maior parte das frutas, por exemplo, contêm entre 80% e 90% de água. Verduras e legumes cozidos ou na forma de saladas costumam ter mais do que 90% do seu peso em água. Quando a alimentação é baseada nesses alimentos, eles podem fornecer cerca de metade da água que precisamos ingerir.

Uma boa dica para complementar a hidratação nos dias de calor, principalmente os que passamos ao ar livre, é incluir nos lanches frutas como laranja e melancia, que são refrescantes e possuem um alto teor de água. Picolés preparados em casa com suco da fruta também é uma ótima opção, principalmente para as crianças.

Diferente dos alimentos in natura ou minimamente processados, os alimentos ultraprocessados são, em geral, escassos em água, exatamente para que durem mais nas prateleiras. Este é o caso de salgadinhos “de pacote” e biscoitos que costumam ter menos do que 5% de água na sua composição. (colocar link para matéria sobre alimentos processados).

A preferência deve ser sempre pelo consumo da água pura ou saborizada com rodelas de limão ou folhas de hortelã. Café ou chá também podem estar presentes, mas é preciso maneirar na quantidade de açúcar adicionado. Outros produtos como refrigerantes e vários tipos de bebidas adoçadas possuem alta proporção de água, mas contêm açúcar ou adoçantes artificiais e vários aditivos, e não podem ser considerados fontes adequadas para hidratação.

Em casos de desidratação grave – que nas crianças geralmente está associada à diarreia ou vômitos – deve-se buscar na unidade de saúde mais próxima para a prescrição de soluções de hidratação oral, que são soros para repor o líquido perdido durante a desidratação.

Então, antes de aproveitar os dias de verão com atividades ao ar livre, prepare-se:


Hidratação

Blog da Saúde

500 novas bolsas de residência para profissionais de saúde

shutterstock 172496525Profissionais de saúde nas áreas de biomedicina, ciências biológicas, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia, serviço social, terapia ocupacional, física médica e saúde coletiva terão nova oportunidade para se especializar em áreas prioritárias para o Sistema Único de Saúde (SUS)

O Ministério da Saúde vai financiar mais 500 bolsas de residência para várias áreas de atuação, o que representa 100% do quantitativo disponibilizado pelo edital. Os projetos foram selecionados em 12 estados (CE, GO, MG, PA, PE, PI, PR, RJ, RS, SC, SP e SC) e no Distrito Federal.


As novas vagas estão presentes nas cinco regiões do país e abrangem 46 programas de residência em 12 áreas prioritárias para o SUS: Atenção Básica, Atenção ao Câncer, Saúde mental, Enfermagem Obstétrica, Física Médica, Urgência/Trauma, Neonatologia, Saúde Bucal: Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Intensivismo, Saúde Funcional e Reabilitação, Saúde Coletiva e Atenção Clínica Especializada.

A ação faz parte do Programa Nacional de Bolsas para Residência em Área Profissional da Saúde, que financia a formação em todas as áreas de saúde (Pró-Residência em Saúde) – exceto medicina, que está contemplada por meio do Pró-Residência Médica. O Pró-Residência em Saúde tem o objetivo de incentivar a formação de especialistas, caracterizada pela integração ensino-serviço, em campos de atuação estratégicos para o SUS a partir das necessidades regionais identificadas.

Fonte: Agência Saúde

Prefeitura de Taboão da Serra - SP realiza processo seletivo

A Prefeitura de Taboão da Serra, em São Paulo, torna público o edital nº 01/2016 de processo seletivo, visando selecionar 160 profissionais de ensino superior, para a contratação imediata, bem como para formação cadastro de reserva.

As chances são para Médico Clínico Geral, Ginecologista, Neurologista Adulto, Pediatra e Psiquiatra. As retribuições ofertadas são de R$ 60,00 a hora, em jornadas de trabalho de 20 horas semanal.

Os interessados devem realizar suas inscrições a partir das 14h de 11 de janeiro até às 22h de 3 de fevereiro de 2016, através do endereço eletrônico www.zambini.org.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 84,00.

A prova objetiva está prevista para 14 de fevereiro de 2016, em horário e local a serem divulgados na imprensa oficial do município de Taboão da Serra e também no site de inscrição.

O prazo de validade do processo seletivo será de um ano, contado da data de homologação dos resultados, prorrogável por igual período, a critério da Prefeitura.

Ministério da Saúde lança edital para o Programa Mais Médicos

Os médicos brasileiros interessados em participar do Programa Mais Médicos têm uma nova oportunidade. É que o Ministério da Saúde publicou novo edital para reposição das vagas desocupadas desde o último processo de seleção, realizado em outubro de 2015.

A seleção também irá suprir os postos que serão abertos pelos profissionais que poderão deixar o Programa após concluir o prazo de um ano de participação - aqueles que optaram pela pontuação nas provas de residência.

Inscrições
As inscrições podem ser feitas de 12 a 15 de janeiro de 2016, por meio do endereço www.maismedicos.gov.br, onde é possível acessar o formulário de adesão e o edital com os critérios de participação.

A lista com as cidades com vagas abertas pela desistência de profissionais do Programa será publicada no dia 25 de janeiro. Os candidatos inscritos poderão escolher os municípios que querem atuar entre 25 e 27 de janeiro.

A previsão é que os profissionais selecionados na primeira chamada iniciem as atividades em fevereiro de 2016.

Caso todas as vagas não sejam preenchidas nas duas chamadas para os médicos com CRM Brasil, o edital será aberto aos brasileiros que se formaram no exterior e, em seguida, aos profissionais estrangeiros.

Formas de concorrência e permanência no Programa No momento da seleção, os novos candidatos deverão escolher entre o direito de concorrer a pontuação adicional de 10% nas provas de residência ou permanecer no município por até três anos.

Os profissionais disputam somente com aqueles que optarem pelas mesmas cidades e, quem não conseguir alocação, terá acesso às vagas remanescentes em outra oportunidade (em fevereiro).

Os municípios também devem aderir ao edital e confirmar, no mesmo prazo de inscrição, se está mantida a necessidade dessas vagas.

A previsão é que este chamamento tenha a maior quantidade de vagas desde que foi implementado pelo Ministério da Saúde, em 2015, os editais trimestrais de reposição do Programa.

Para os profissionais que optaram pelas 10% nas provas de residência em janeiro de 2015 e estão encerrando a participação, o edital prevê a opção de continuar no Mais Médicos por mais três anos, desde que continuem no mesmo município em que já atuam.

O período para que esses médicos confirmem a permanência no Programa também será de 12 a 15 de janeiro.

Reposição
O Ministério da Saúde garante a reposição constante de todas as desistências, por meio de editais trimestrais para preenchimento dessas vagas.

No primeiro edital de reposição, lançado em julho de 2015, foram ofertadas 276 vagas, e no segundo, em outubro, 326. Todas as vagas foram ocupadas por médicos com CRM Brasil.

No primeiro chamamento de 2015, os médicos brasileiros ou brasileiros graduados no exterior preencheram todas as 4.139 oportunidades oferecidas.

Com a expansão, o programa conta com 18.240 médicos em 4.058 municípios e 34 Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI), levando assistência para aproximadamente 63 milhões de pessoas.

O Programa Mais Médicos
Criado em 2013, o Programa Mais Médicos ampliou à assistência na Atenção Básica fixando médicos nas regiões com carência de profissionais. Além do provimento emergencial de médicos, a iniciativa prevê ações voltadas à infraestrutura e expansão da formação médica no país.

As informações são da Agência Saúde (http://goo.gl/ZQSifP)

Concurso Prefeitura de Itaporanga - PB

A Prefeitura de Itaporanga, na Paraíba, divulgou o edital de concurso público nº 001/2016. A meta é preencher 140 vagas imediatas e formar cadastro de reservas em cargos de níveis médio, médio/técnico e superior, por salários de até R$ 1.582,00, em jornada de trabalho de 30 ou 40 horas por semana.

Será assegurada aos candidatos com deficiência a reserva de vaga neste concurso público, na proporção de 5% das vagas oferecidas, para preenchimento de cargo cujas atribuições sejam compatíveis com a(s) deficiência(s) de que é portador.

As oportunidades são para Advogado, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Desenvolvimento, Agente de Desenvolvimento Rural, Agente Municipal de Trânsito, Assistente Administrativo, Assistente de Gabinete Dentário, Assistente Social, Auditor de Tributos Municipais, Bibliotecário, Biomédico, Educador Social (Educador Físico), Enfermeiro, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Civil, Facilitador, Farmacêutico, Fiscal de Obras e Serviços Urbanos, Fiscal de Tributos Municipais, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico, Médico Veterinário, Monitor, Nutricionista, Odontólogo, Orientador Educacional, Pedagogo, Prof. de Educação Infantil, Prof. De Ensino Fundamental I, Prof. De Ensino Fundamental II (artes, ciências e educação física), Psicólogo, Psicopedagogo, Técnico em Agropecuária, Técnico em Enfermagem, Técnico em Informática, Técnico em Laboratório, Técnico em Radiologia e Técnico em Segurança do Trabalho.

As inscrições ficarão abertas via internet até 12 de fevereiro de 2016, no site www.contemaxconsultoria.com.br.

A taxa de inscrição é de R$ 50,00 (níveis médio e técnico) e R$ 70,00 (nível superior).

O concurso consistirá de provas objetivas, avaliação de títulos e curso de qualificação básica. A prova objetiva será realizada na data provável de 13 de março de 2016.

O horário e local da prova serão divulgados no cartão de confirmação de inscrição (CCI), através do site www.contemaxconsultoria.com.br, a partir de 21 de fevereiro de 2016. O gabarito será divulgado a partir de 14 de março de 2016, no site www.contemaxconsultoria.com.br.

Os títulos deverão ser enviados entre os dias 28 e 30 de março de 2016. As informações sobre local, horário e demais especificações para entrega dos títulos serão posteriormente divulgadas através de edital específico.

O concurso público será válido por dois anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado, a critério da Prefeitura de Itaporanga, uma única vez e por igual período.

Processo seletivo da Prefeitura de Eldorado - MS

A Prefeitura de Eldorado, no Mato Grosso do Sul, torna público o edital retificador nº 06/2016 do processo seletivo n.º 003/2015, cujo objetivo é selecionar profissionais temporários de ensino fundamental, médio e superior, no âmbito da Secretaria de Saúde.

As oportunidades são para Auxiliar de Enfermagem, Enfermeiro e Motorista, para atuarem no âmbito do Sistema Único de Saúde.

As inscrições serão recebidas de 18 a 29 de janeiro de 2016, na Secretaria Municipal de Saúde, situada na Rua Irma Aristela, n° 531 Centro, na cidade de Eldorado, das 8h às 11h.

As provas serão aplicadas na data provável de 19 de fevereiro de 2016, das 8h às 11h, na Universidade Anhanguera UNIDERP, situada na Rua São Paulo, nº 1066, bairro Centro, no município de Eldorado-MS.

O resultado final será publicado no órgão oficial do Município de Eldorado (www.eldorado.ms.gov.br), diário dos municípios da Assomassul (www.assomasul.org.br), locais onde também podem ser lidos os editais.

O edital retificador encontra-se publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Mato Grosso do Sul, do dia 11 de janeiro de 2016, a partir da pág. 8.

Concurso Prefeitura de São João do Arraial - PI

A Prefeitura de São João do Arraial, no Piauí, através do Instituto Bezerra Nelson Ltda, divulgou edital de concurso público n° 001/2016, destinado ao provimento de 65 vagas, sendo 60 para ampla concorrência e 05 para pessoas com deficiência. As chances são para profissionais de níveis fundamental, médio, médio/técnico e superior e os rendimentos vão até R$ 4.000,00 em carga horária de 30 ou 40 horas por semana.

Oportunidades são para Auxiliar de Serviços Gerais, Bombeiro Hidráulico, Eletricista, Motorista, Vigia, Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar Administrativo, Operador de Microcomputador, Técnico em Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal - TSB, Assistente Social, Cirurgião-Dentista, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico PSF, Nutricionista, Pedagogo, Psicólogo e Professor de diversas disciplinas.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, através do site www.ivin.com.br, no período de 13 de janeiro a 05 de fevereiro de 2016.

As taxas variam de R$ 35,00, R$ 55,00 e R$ 80,00 de acordo com a função escolhida.

As provas serão aplicadas na data prevista de 21 de fevereiro de 2016.

Os locais e os horários de aplicação das provas serão divulgados no site da Organizadora: www.ivin.com.br, no Portal do Candidato, na sede da Organizadora e na sede do Município de São João do Arraial, com antecedência mínima de até cinco dias da data de realização.

O gabarito preliminar será informado na data provável de 21 de fevereiro de 2016. Já o resultado final será publicado provavelmente no dia 23 de março de 2016.

O concurso terá validade de dois anos, contados da data da homologação de seu resultado final, prorrogável por até dois anos, através de ato do chefe do poder executivo municipal.

Concurso Prefeitura de Campinápolis - MT

No Mato Grosso, a Prefeitura de Campinápolis, por meio do edital nº 001/2016 de processo seletivo, abre 34 vagas, sendo 17 imediatas e 17 para cadastro reserva, em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os aprovados irão atuar em regime de 30 ou 40 horas por semana e receberão salários de até R$ 8.505,60.

Cargos: Operador de Máquinas, Motorista, Auxiliar de Consultório Odontológico, Agente Comunitário de Saúde, Fonoaudiólogo, Assistente Social, Médico, Odontólogo, Professor, Apoio Adm. Educ./Transp./Nutrição/Limpeza e Nutricionista. Interessados, deverão se inscrever até 15 de janeiro de 2016, das 8h às 11h e das 13h às 17h, de segunda à sexta-feira, no Paço Municipal, situado na Av. Benônico José Lourenço, 2.170 – Setor União, Campinápolis – MT (Sala Adjunta ao Gabinete). Não será cobrada taxa de inscrição.

Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, práticas e entrevistas. As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 7 de fevereiro de 2016, às 8h (horário oficial de Mato Grosso), nas dependências da Escola Municipal Anastácio Feliciano Alves, situada na Avenida Flávio Ferreira Lima, nº 630, Setor “Zé Viola”.

A entrevista para os candidatos as vagas de Assistente Social será realizada provavelmente no dia 7 de fevereiro 2016, às 14h, na Escola Municipal Anastácio Feliciano Alves, situada na Avenida Flávio Ferreira Lima, nº 630, Setor “Zé Viola”. Já os candidatos ao cargo de motorista deverão comparecer no Departamento de Estradas e Rodagens – DMER, para a realização das provas práticas de direção veicular, no mesmo dia de realização da prova objetiva, também às 14h, munidos de documento de identificação.

O prazo de validade do processo seletivo será de um ano, prorrogável por até igual período, se assim o interesse público exigir.

Edital disponível no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso (https://diariomunicipal.org/mt/amm/), do dia 12 de janeiro de 2016, a partir da pág. 21.

Prefeitura de Inhaúma - MG lança edital de concurso público

Com mais de 100 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, a Prefeitura de Inhaúma, em Minas Gerais, abriu edital n° 001/2016 de concurso público, sob a responsabilidade da empresa SEAP – Serviço Especializado em Administração & Projetos Ltda. Os salários são de até R$ 7.500,00, em carga horária de até 40 horas por semana.

De acordo com as informações, são 107 vagas para os cargos de Técnico em Radiodiagnóstico, Técnico em Enfermagem, Assistente Administrativo I, Assistente Social, Auxiliar de Administração, Auxiliar de Cadastro Imobiliário, Auxiliar de Contabilidade, Auxiliar de Pedreiro, Auxiliar de Serviços de Manutenção, Auxiliar de Serviços Gerais, Dentista ESF, Enfermeiro, Enfermeiro ESF, Especialista em Educação Básica, Fiscal de Tributos, Fisioterapeuta, Inspetor de Aluno, Médico ESF, Médico Ginecologista Plantonista, Médico Pediatra Plantonista, Médico Plantonista, Monitor de Alunos, Motorista III, Nutricionista, Operador de Máquina II, Pedreiro, Pintor, Professor de Educação Física, Professor I, Professor II, Psicólogo e Servente Escolar.

As inscrições poderão ser realizadas através do endereço eletrônico www.seapconcursos.com.br das 09h de 15 de março até às 21h de 15 de abril de 2016.

As taxas de inscrição variam de R$ 30,00 a R$ 80,00 de acordo com a vaga escolhida.

Os candidatos interessados no certame, que não tiverem acesso à internet, poderão se inscrever no seguinte endereço: à Praça Expedicionário Claudovino Madaleno, nº 25, Centro, Inhaúma – MG – CEP.: 35.763-000 – Tel: (31) 3716-4201 de 08h às 11h e de 12h30 às 17h30h, exceto sábado, domingo, feriado ou ponto facultativo.

As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 15 de maio de 2016.

Os locais e horários das provas objetivas serão divulgados no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Inhaúma e no endereço eletrônico www.seapconcursos.com.br.

A divulgação dos gabaritos oficiais das provas objetivas será feita no quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Inhaúma e no endereço eletrônico www.seapconcursos.com.br, no dia 16 de maio de 2016.

O prazo de validade do concurso público é de dois anos, contados da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Administração Pública.

Prefeitura de Tocos do Moji - MG anuncia processo seletivo

A Prefeitura de Tocos do Moji, em Minas Gerais, torna público que estarão abertas no período de 12 a 14 de janeiro de 2016, na sede da Prefeitura Municipal, no horário de 8h às 11h e das 13h às 16h, as inscrições do processo seletivo para contratação temporária de Auxiliar de Enfermagem.

Extrato do edital publicado no Diário Oficial de Minas Gerais - Publicações de Terceiros e Editais de Comarcas - Caderno 2, do dia 12 de janeiro de 2016, pág. 8.

Processo seletivo Prefeitura de Serra - ES

A Prefeitura da Serra, no Espírito Santo, lançou editais n° 001 e 002/2016 de processo seletivo na área da saúde. Os salários variam de R$ 3.499,60 a R$ 6.494,23, mais benefícios.

As oportunidades do edital n° 001/2016, são para Médicos Ginecologista/ Obstetra, Clínico Geral (diarista) para atuar na Saúde Mental, Pediatra, Clínico Geral, Pediatra, Cardiologista - Adulto, Cardiologista - Pediatra, Endocrinologista - Adulto, Endocrinologista - Pediatra, Ortopedista - Adulto e Psiquiatra. Já no edital nº 002/2016, as chances são para Médico Clínico Geral - Plantonista; Pediatra - Plantonista; Pediatra - Plantonista para atuar na Maternidade.

As inscrições são feitas pelos sites www.serra.es.gov.br ou app.serra.es.gov.br/inscricao-sesa , até 18h de 25 de janeiro de 2016.

Para avaliar os inscritos, haverá Análise de Títulos ou Tempo de Serviço na Urgência e Emergência, de caráter eliminatório e classificatório, conforme cada documento.

Os processos seletivos têm validade de um ano cada e podem ser prorrogados.

Concurso Prefeitura de Tabapuã - SP

A Prefeitura de Tabapuã, em São Paulo, divulgou o edital nº 01/2015 de concurso público. A finalidade é a contratação de 78 novos servidores de ensino fundamental, médio e superior. Os vencimentos ofertados vão de R$ 530,79 a R$ 2.267,78, em jornadas de trabalho de até 44 horas semanais.

Serão contratados Agente administrativo, Agente comunitário de saúde, Agente de combate às endemias, Agente administrativo de trânsito, Agente de vigilância sanitária, Agente de crédito do banco do povo, Analista técnico jurídico, Assistente administrativo, Assistente administrativo da diretoria administrativa, Assistente social, Atendente, Auxiliar de áreas administrativas, Auxiliar da assistência social, Auxiliar de arquivo, Auxiliar de enfermagem, Biomédico, Coletor de lixo, Cozinheiro, Cuidador infantil, Eletricista, Eletricista de veículos, Encanador, Enfermeiro, Engenheiro civil, Escriturário, Professores, entre outros.

Os interessados devem realizar suas inscrições até 25 de janeiro de 2016, no site www.proamac.com.br. A taxa de inscrição vai de R$ 50,00 (ensino fundamental), R$ 70,00 (ensino médio/técnico) e R$ 100,00 (ensino superior).

Os inscritos serão selecionados através de provas escrita objetiva, prática e análise de títulos, obedecendo os métodos de avaliação de cada cargo.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 28 de fevereiro de 2016, às 9h, em local a ser previamente divulgado no mesmo site acessado para efetuar a inscrição.

A validade do concurso público é de dois anos, podendo ser prorrogado por até igual período, uma única vez, a critério da Administração Municipal, a contar da data da publicação de sua homologação.

Concurso da Prefeitura de Afonso Cláudio - ES

A Prefeitura de Afonso Cláudio, no Espírito Santo, lançou edital 001/2016 de concurso público para preenchimento de 100 vagas em diversos cargos vagos do quadro geral de pessoal, dispondo de oportunidades para profissionais de todos os níveis de formação escolar. Ficam reservados 5% das vagas oferecidas para os candidatos portadores de necessidades especiais, desde que não os incompatibilize para o exercício da função ao cargo pretendido.

O concurso será realizado, sob a responsabilidade da empresa a G-Strategic Gestão, Assessoria, Serviços e Logística e os ganhos chegam a R$ 3.637,20. A jornada de trabalho será de até 40 horas por semana.

Cargos

Nível fundamental: gari, merendeira, serviçal, trabalhador braçal, vigia, auxiliar de serviços gerais, coveiro, calceteiro, auxiliar de mecânico, pedreiro, soldador, operador de máquina, operador de trator agrícola, auxiliar de creche, técnico em prótese dentária, técnico em raio-x, técnico para laboratório, agente fiscal, auxiliar de escriturário, telefonista, eletricista, mecânico, motorista e atendente para consultório odontológico;

Nível médio: auxiliar de biblioteca, auxiliar de secretaria escolar, agente de defesa civil, escriturário, almoxarife, desenhista, fiscal de renda, técnico agrícola, técnico em meio ambiente, assistente administrativo, tesoureiro, topógrafo, supervisor de endemias, técnico em enfermagem, técnico em segurança do trabalho e atendente de farmácia;

Nível superior: advogado, auditor público interno, engenheiro agrônomo, biólogo, procurador municipal, contador, engenheiro civil, assistente social, enfermeiro, farmacêutico/bioquímico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médicos (várias especialidades), nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional e professor de várias disciplinas. Inscrições.

Os interessados poderão efetuar suas inscrições, via internet, no endereço eletrônico da organizadora Gualimp - www.gualimp.com.br, até 26 de janeiro de 2016. Será cobrada taxa de inscrição com valores de R$ 40,00 e R$ 80,00.

Provas e Gabaritos
A aplicação das provas objetivas de múltipla escolha ocorrerá na data prevista de 13 de março de 2016 em locais e horários que serão comunicados a partir das 16h de 07 de março de 2016.

Os gabaritos provisórios serão informados a partir das 17h do dia 14 de março e os gabaritos definitivos serão publicados no dia 04 de abril do ano de 2016.

Validade
O prazo de validade deste concurso público é de dois anos, contados a partir da data de sua homologação, podendo a critério do Poder Público, ser prorrogado por igual período, de conformidade com Art. 37, III, da Constituição da República Federativa do Brasil

Verão sem dor: cuide do ouvido na piscina e no mar e evite problemas

Casos de otite aumentam no verãoCasos de otite externa aumentam 80,5% no verão; veja dicas para evitar dores e infecções

Verão é sinônimo de sol e banhos de mar e piscina. E é muito comum nem se lembrar de proteger os ouvidos na hora de entrar na água. A consequência pode ser dores, coceiras e até inflamações ou infecções.

"A água do mar ou da piscina acumulada nos ouvidos, juntamente com a exposição ao sol, é um ambiente propício para que os fungos e as bactérias presentes na água se proliferem, podendo causar uma infecção no canal externo dos ouvidos, a conhecida otite externa”, explica Cristiane Passos Dias Levy, otorrinolaringologista do Hospital Paulista.

Sintomas da otite externa e outras doenças
A doença, de acordo com Eduardo Landini Lutaif Dolci, otorrinolaringologista da Clínica Dolci, apresenta um maior número de casos durante o verão, com 80,5% comparado a 19,5% no restante do ano. E entre os sintomas estão dor intensa no ouvido, coceira e sensação de entupimento. O tratamento é feito com remédios e paciente deve ficar 10 dias longe do mar e da piscina.

O médico ainda cita a otomicose ou otite externa fúngica, uma infecção causada por fungos da pele do conduto auditivo externo, como comum nesta época do ano. Nesse caso, o sintoma é a coceira intensa no ouvido.

"Como forma de tratamento, o indicado é a limpeza do conduto auditivo em um consultório otorrinolaringológico para remoção completa dos fungos e secreções do ouvido, associado à proteção contra o contato com água por pelo menos 10 dias e uso de gotas otológicas contendo antifúngicos", diz Dolci.

Previna-se de doenças
Para a médica do Hospital Paulista, a prevenção é o melhor remédio. “Como medidas preventivas, nunca introduza cotonetes no canal auditivo externo, nunca pingue nada além dos remédios indicados pelo médico”, indica Cristiane.

6 dicas para evitar as dores de ouvido
A fonoaudióloga Andréa Abrahão, da rede de Direito de Ouvir, lista alguns cuidados simples para evitar problemas e dores de ouvido:

1. Após nadar, seque os ouvidos com a ponta de uma toalha.

2. Se sentir a presença de água dentro do conduto, deite a cabeça para o lado e encoste a orelha em uma toalha para que o líquido saia.

3. Se a água não sair e ao menor sinal de secreção no ouvido, que pode ser escura ou amarelada, procure ajuda de um otorrinolaringologista.

4. Evite o uso de hastes flexíveis dentro do ouvido: elas servem apenas para limpar a parte externa, e não devem ser introduzidas no canal auditivo.

5. O ouvido úmido pode causas coceira, mas é extremamente importante não introduzir nenhum tipo de objeto dentro do ouvido para aliar a sensação. É preciso prestar atenção principalmente nas crianças, para que não se machuquem.

6. Em caso de dores, não se deve pingar remédios caseiros. Apenas o médico poderá dar a orientação adequada.

iG

Brasil tem mais de 3.500 casos suspeitos de microcefalia associada ao vírus Zika

Em novo balanço divulgado ontem (12), o Ministério da Saúde informou que 3.530 casos suspeitos de microcefalia relacionada ao vírus Zika em recém-nascidos foram notificados no país entre 22 de outubro de 2015 e 9 de janeiro

O boletim também traz a confirmação de que a morte de dois recém-nascidos e dois abortos de bebês com a malformação no Rio Grande do Norte foram em decorrência do vírus Zika.

O ministério ainda investiga se a morte de outros 46 bebês com microcefalia na região Nordeste também tem relação com o Zika.

As notificações da malformação estão distribuídas em 724 municípios de 21 unidades da federação. O estado de Pernambuco, primeiro a identificar aumento de microcefalia, continua com o maior número de casos suspeitos (1.236), o que representa 35% do total registrado em todo o país.

Em seguida, estão os estados da Paraíba (569), Bahia (450), do Ceará (192), Rio Grande do Norte (181), de Sergipe (155), Alagoas (149), do Mato Grosso (129) e Rio de Janeiro (122).

Transmitido pelo Aedes aegypti, o vírus Zika começou a circular no Brasil em 2014, mas só teve os primeiros registros feitos pelo Ministério da Saúde em maio de 2015. O que se sabia sobre a doença, até o segundo semestre de 2015, era que sua evolução é benigna e que os sintomas são mais leves do que os da dengue e da febre chikungunya, transmitidas pelo mesmo mosquito.

Porém, no dia 28 de novembro, o ministério confirmou que, quando gestantes são infectadas por esse vírus, podem gerar crianças com microcefalia, uma malformação irreversível do cérebro, que pode ser associada a danos mentais, visuais e auditivos.

A microcefalia não é uma malformação nova, é sintoma de algum problema no organismo da gestante e do bebê, e pode ter diversas origens, como infecção por toxoplasmose, pelo citomegalovírus e agora ficou confirmado que também pelo vírus Zika. O uso de álcool e drogas durante a gravidez também pode levar a essa condição.

Foto: Reprodução

Agência Brasil

Ação hormonal da soja gera debate sobre consumo entre crianças

O tema aparece com frequência em blogs e fóruns de maternidade, com pais mostrando-se temerosos acerca do consumo de sucos de caixinha por parte das crianças

A preocupação não é totalmente infundada.

A soja é rica em isoflavonas, substâncias que têm estrutura química similar aos hormônios femininos, os estrógenos.

A ideia é que as isoflavonas seriam então reconhecidas pelo organismo como se fossem o estrógeno e desencadeariam a ação hormonal.

Segundo os profissionais ouvidos pela Folha, porém, não existe uma resposta definitiva sobre a relação entre o consumo de soja e puberdade precoce devido à escassez de grandes estudos sobre o tema.

"Em meninas,essa relação é mais pesquisada. Já os efeitos nos meninos são menos estudados, e as pesquisas foram feitas em animais, com resultados extrapolados para os humanos. São inconclusivas" , diz Jane Oba, pediatra e médica gastroenterologista do Hospital Albert Einstein.

Continue sua leitura no site: Folha de São Paulo

Pesquisa avalia suplementos “naturais” contra disfunção erétil

Assim como no Brasil, nos Estados Unidos há diversos suplementos disponíveis no mercado que prometem melhorar a vida sexual de homens e mulheres

Se você pensa ou já pensou em experimentar um deles vale a pena dar uma olhada em uma revisão científica que acaba de ser publicada no Journal of Sexual Medicine.

Os pesquisadores, liderados pelo professor de urologia Ryan Terlecki, do Wake Forest Baptist Medical Center, na Carolina do Norte, avaliaram testes feitos com diversas substâncias e concluíram que faltam evidências de eficácia para boa parte delas.

O dado mais preocupante da revisão é o fato de que muitos produtos comercializados como “naturais” possuem traços de inibidores de fosfodiesterases, mesma classe de medicamento da qual faz parte o Viagra.

Um dos estudos levantados pela equipe revela a presença da droga em 81% das amostras de suplementos vendidos sem receita nos Estados Unidos e na Ásia. Vale lembrar que homens com doença cardíaca, que tomam nitratos, podem ter efeitos colaterais graves com o uso de Viagra, bem como aqueles que usam remédios para tratar o aumento da próstata.

De 40 a 70% dos homens apresentam algum grau de disfunção sexual durante a vida. Como o tema envolve certa vergonha, é comum recorrer a produtos de venda livre. Os autores comentam que muitos norte-americanos gastam mais de cinco dólares por dia com suplementos que não têm eficácia comprovada.

Além de alertar contra a falta de evidências, a equipe também chama a atenção para o fato de os suplementos não serem classificados como remédios (no Brasil também é assim), por isso não há como garantir a qualidade e pureza dos produtos “naturais”, ou seja, sua segurança.

Veja o resumo do que os pesquisadores concluíram sobre alguns suplementos bastante vendidos para melhorar o desempenho sexual:

O suplemento de DHEA foi considerado relativamente seguro, já que os dados não demonstraram efeito significativo nos níveis hormonais. Mas as informações que sugerem benefício são fracas.

O feno grego, encontrado em um terço dos suplementos mais vendidos para homens nos EUA, também não apresentou efeitos adversos nos estudos. Em um deles foi registrada melhora na excitação e no orgasmo, bem como na força muscular e no bem-estar.

O Ginkgo biloba, também vendido para várias outras doenças, não tem resultados convincentes no que se refere à disfunção erétil. Além disso, pode provocar dores de cabeça, tontura e sangramentos graves, especialmente em pacientes que tomam anticoagulantes.

O ginseng, o ingrediente mais comum nos suplementos para homens, pode causar dores de cabeça, queimação, prisão de ventre, insônia, feridas na pele e reduzir a glicose (o que pode ser perigoso para diabéticos).

O Epimedium, conhecido nos EUA como Horny Goat Weed, foi considerado seguro, no geral, apesar de alguns relatos de euforia e taquicardia. Mas também não há evidência em humanos de que a erva medicinal melhore o sexo.

A L-arginina, um aminoácido comum em suplementos, foi associada a queda na pressão arterial, apesar de considerada segura. Ela teria o potencial (em teoria) de melhorar a função erétil.

A maca, que também está em diversos produtos, teve resultados positivos em estudos com animais no que se refere à melhora no interesse sexual, com relatos raros de efeitos tóxicos, como aumento de enzimas hepáticas e da pressão sanguínea.

Não foram encontradas evidências de benefícios em humanos para a Tribulus, outra erva comum nos suplementos. Houve dois relatos de efeito tóxico para o fígado e os rins em altas doses.

A ioimbina, uma substância vasodilatadora utilizada há bastante tempo, apresentou resultados positivos em alguns estudos, mas também pode causar efeitos colaterais como hipertensão, dor de cabeça, agitação, sudorese e insônia.

Por fim, o zinco também foi considerado seguro, mas não há evidência de que indivíduos saudáveis, ou seja, que não tenham deficiência comprovada, possam ter algum benefício ao consumir o suplemento.

Assim, o poder atribuído às ostras, assim como a muitos suplementos, talvez não passe de efeito placebo.

Uol