Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 6 de junho de 2016

Teste de zika passa a ter cobertura obrigatória por plano de saúde

Resolução da ANS foi publicada nesta segunda no Diário Oficial da União. Medida entra em vigor no dia 6 de julho e vale para três tipos de testes

Imagem de micrografia eletrônica de transmissão colorida digitalmente mostra o vírus da zika;  na imagem colorida digitalmente, o vírus é representado pelos pontos vermelhos (Foto: CDC/Cynthia Goldsmith)
Imagem de micrografia eletrônica de transmissão colorida digitalmente mostra o vírus da zika; na imagem colorida digitalmente, o vírus é representado pelos pontos vermelhos (Foto: CDC/Cynthia Goldsmith)

Os testes para diagnosticar a infecção pelo vírus da zika passarão a ter cobertura obrigatória pelos planos de saúde, segundo uma resolução da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) publicada nesta segunda-feira (6) no Diário Oficial da União.

De acordo com a resolução, que entra em vigor no dia 6 de julho, três tipos de testes de zika passam a fazer parte do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde no Âmbito da Saúde Suplementar: o teste de zika por PCR, IgM e IgG.

O teste PCR, ou de biologia molecular, consiste em multiplicar a quantidade de RNA do vírus na amostra coletada, ou seja, amplificar o material genético do vírus para que seja possível identificá-lo quimicamente. O teste molecular, apesar de ser preciso, é capaz de detectar a presença do vírus em um período muito curto de tempo: só até cinco dias depois do aparecimento dos sintomas.

Já os testes IGM e IGG, ou testes sorológicos, são capazes de detectar anticorpos produzidos em resposta à infecção pelo vírus da zika. O IgM (imunoglobulina M) detecta anticorpos produzidos na fase aguda da doença e o IgG (imunoglobulina G) detecta se houve infecção anterior pelo vírus.

G1

Agência suspende saneantes da empresa Química Dy Vitória

Nesta segunda-feira (6/6), a Anvisa determinou a suspensão dos produtos saneantes da empresa Química Dy Vitória Ltda.

A decisão ocorreu porque a fabricação estava sendo feita em um local não autorizado, em desacordo com o notificado na Agência.

Além de cancelar a fabricação, a distribuição, a divulgação e a venda de todos os produtos, a Anvisa determinou ainda, que a empresa promova o recolhimento do estoque no mercado.

Confira a Resolução nº 1483/2016 no Diário Oficial da União.

ANVISA

Pulseira de citronela Bye Bye Mosquito está proibida

Reprodução
Uma alteração na fórmula motivou a suspensão da Pulseira de citronela bye bye mosquito, da empresa GPI Costa Industrial Ltda.

A composição do produto não confere com a registrada na Anvisa.

Com a suspensão da fabricação, da distribuição, da divulgação da venda e do uso, a empresa deve promover o recolhimento do estoque no mercado.

A medida está na Resolução nº 1482, publicada nesta segunda-feira (6/6) no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA

Empresa da França tem importação de medicamentos proibida

Desde a última sexta-feira (3/6) está proibida a importação dos medicamentos produzidos pela empresa Catalent France Beinheim SA. 

 A determinação da Anvisa ocorreu porque a empresa não possui Certificado de Boas Práticas de Fabricação de Medicamentos na França, seu país de origem.

Confira a Resolução nº 1433/2016, publicada no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA

Mais opções de atendimento em saúde na zona sul do Rio de Janeiro

Reprodução
O Hospital São Lucas Copacabana inaugura consultórios com diversas especialidades médica

O Hospital São Lucas, em Copacabana, inaugurou recentemente uma unidade de especialidades médicas com consultórios cuja capacidade de atendimento é de cerca de 1.800 pacientes por mês. O objetivo da unidade é oferecer consultas de forma ágil e acessível.

As especialidades disponíveis são cardiologia; ortopedia; urologia; proctologia; otorrinolaringologia; tratamento bucomaxilofacial, de cabeça e pescoço; neurocirurgia; cirurgia geral; cirurgia da coluna; cirurgias vascular e cardíaca.

Segundo Wilson Nakasato, diretor médico do HSL e coordenador do serviço, a unidade tem um conceito diferenciado: “Diferentemente de consultórios particulares, o São Lucas reúne o acesso a consultas médicas – acompanhadas por um time de médicos altamente especializados – e toda a estrutura e retaguarda de um hospital geral. Temos a concepção de um serviço centrado no paciente e o uso racional da tecnologia disponível no São Lucas, o que contribui para uma experiência de atendimento completa, diferenciada, humana e resolutiva.”

Os consultórios funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Para informações sobre agendamento: (21) 2545-4286 ou consultorios@saolucascopacabana.com.br.

Rachel Lopes
Assessoria de Imprensa
rachel@saudeempauta.com.br