Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Há 5 tipos de dor de cabeça, saiba identificar o seu

Conheça os tipos de dor de cabeça mais comuns e saiba a importância do diagnóstico para ter mais qualidade de vida

A cefaleia é uma das reclamações mais frequentes nos consultórios médicos. E as causas do desconforto podem variar muito. Existem diferentes tipos de dor de cabeça . Saber identificá-los pode contribuir para a sua saúde.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% das pessoas sofrem ou já sofreram com dor de cabeça. Esse é, também, um dos problemas que mais geram no país. Conheça possíveis causas para esse sintoma e saiba o que fazer para se livrar do incômodo

Reconheça os tipos de dor de cabeça
Estresse, sinusite, enxaqueca e várias outras causas podem resultar no desconforto. Ao contrário do que muita gente pensa, o problema não causa uma dor no cérebro , mas, sim, nas veias, nos músculos e nas terminações nervosas. A dor que atinge, de fato, as células cerebrais é sinal de um problema mais grave.

Os tipos de dor de cabeça variam, também, em suas características. Enquanto algumas são latejantes, outras apresentam sensações de pontadas ou de pressão. Além disso, a duração e a frequência também estão associadas à causa do problema.

Confira algumas das mais comuns:

1. Enxaqueca
Uma crise costuma durar longas horas e acomete principalmente a região das têmporas , em ambos os lados da cabeça. Quem sofre de enxaqueca intensa também pode ter sensibilidade à luz e a sons. O tratamento deve ser feito com acompanhamento de um médico, já que as dores costumam ser frequentes e incapacitantes. Fora disso, compressas e massagens podem aliviar o quadro.

2. Tensão e estresse
Esse é um dos tipos de dor de cabeça mais comuns. A dor geralmente acomete a testa e o alto do crânio e pode ser desencadeada por problemas familiares, ou profissionais. Além disso, hábitos pouco saudáveis e consumo excessivo de álcool, café e outras substâncias também estão associados ao desconforto.

3. Alimentação
Alguns alimentos podem levar a dores de cabeça, especialmente em pessoas predispostas. Gordura em excesso , açúcar e café devem ser evitados por esses indivíduos. Esse último age dilatando os vasos sanguíneos, inclusive do cérebro, o que pode causar o problema.

4. Problemas oculares
Pacientes que passam por grandes esforços visuais também podem se queixar de cefaleia. Hipermetropia e astigmatismo sem uso de óculos ou lentes de contato tendem a causar o desconforto.

5. Sinusite
A inflamação dos seios da face também causa o sintoma. A dor costuma atingir as maçãs do rosto e a região acima dos olhos. Junto vêm outros incômodos, como secreção e coriza.

Converse com um especialista
Qualquer que seja a origem da dor de cabeça, é fundamental procurar um médico. Apesar de ser uma queixa comum, a cefaleia não deve ser frequente , nem durar longos períodos. O problema pode atrapalhar o dia a dia da pessoa e interferir em sua qualidade de vida. É importante prestar atenção aos sinais que o corpo envia. Fique atento à alimentação, busque alternativas saudáveis e encontre sempre um tempo para descansar e evitar o estresse.

Terra

Tosse por mais de 3 semanas pode ser tuberculose. Procure um posto de saúde!

Lean reduz em 61% espera por tratamento de câncer

O Hospital Regional do Vale do Paraíba (HRVP), entidade pública de Taubaté, Interior de São Paulo, conseguiu reduzir drasticamente o tempo de espera do paciente para o tratamento e cirurgia de câncer de mama ao adotar o sistema lean, modelo de gestão originário da Toyota que vem sendo adotado também na gestão da saúde

Após reformular os processos de atendimento seguindo os conceitos lean, o hospital diminui de 90 para 35 dias, cerca de 61%, o tempo médio de espera do paciente do cadastro até a cirurgia. Também reduziu de 114 para 56 dias, cerca de 50%, o período médio entre o cadastro e a primeira sessão de quimioterapia. E, além disso, reduziu de sete para duas as visitas necessárias do paciente ao hospital.

A melhoria representou uma importante economia de tempo para os cerca de 250 novos pacientes de câncer de mama a cada ano no hospital. Boa parte deles gasta até quatro horas de viagem e precisa de apoio para chegar à entidade, que conta com 300 leitos e é o principal local público para tratamento de câncer numa região que envolve 1,2 milhão de pessoas, distribuídas por 40 cidades.

A distância percorrida e o tempo de espera representavam uma combinação trágica para boa parte dos pacientes, que não só tinham de suportar a longa e cansativa jornada, mas também os atrasos e cancelamentos.

A ação de melhoria foi realizada por uma equipe envolvendo diversos profissionais do HRVP e do Instituto de Oncologia do Vale (IOV), de São José dos Campos, responsável pela administração do Centro de Câncer do hospital, como especialistas em mama, anestesistas, oncologistas, rádio terapeutas, gerentes, radiologistas, patologistas, técnicos, enfermeiras e serviços sociais.

O objetivo foi melhorar o processo de atendimento para garantir que pacientes com câncer de mama recebessem todo o cuidado necessário em apenas uma única visita ao hospital, num único fluxo lógico de tratamento, envolvendo consultas e procedimentos, o que na cultura lean é chamado de “estado futuro”.

O novo fluxo de tratamento realizado foi chamado de “via rápida para o tratamento de câncer de mama” e envolveu pacientes suspeitos de terem o problema ou que acabaram de ser diagnosticados.

A “via rápida” foi projetada para reunir, num único dia, todas as atividades que antes consumiam de quatro a sete semanas para serem realizadas. Tal melhoria só foi possível coordenando o cuidado, o paciente e o fluxo dos processos usando três intervenções básicas:

– estabelecimento de procedimentos-padrão para cada tipo de paciente;

– reformulação das programações do cuidado e dos exames médicos;

– definição de acordos de serviço entre os vários “atores” do processo.

Para tornar o novo fluxo eficiente, foi necessário utilizar um dos principais conceitos do sistema lean, a gestão visual, que significa criar maneiras de deixar os processos produtivos totalmente visuais para que todos os envolvidos no trabalho entendam, de forma rápida e fácil, os desvios de padrão.

Para isso, foi criado um processo de “kanban”, expressão japonesa que pode ser traduzida como “sinais”, um conceito tipicamente lean que significa ter um dispositivo sinalizador que autoriza e dá instruções para a produção ou para a retirada de itens em um processo produtivo.

No contexto do novo fluxo de tratamento feito no hospital de Taubaté, o “kanban” da “via rápida” passou a “acompanhar” o paciente por todo o processo, permitindo verificar o que ocorria em cada estágio, garantindo que todas as necessidades fossem atendidas.

Para isso, foram projetados dois fluxos diferentes. Um para pacientes altamente suspeitos de terem câncer de mama, cujo objetivo foi garantir a realização da biópsia no mesmo dia de atendimento, além de planejar para que a cirurgia fosse realizada em no máximo 21 dias.

E outro fluxo para pacientes já diagnosticados com o problema, com o objetivo de conseguir marcar a cirurgia ou o tratamento subsequente, como quimioterapia ou radiação, para o prazo mais rápido possível.

Para cada fluxo, foram definidos “pacotes de exames” que seguissem a sequência esperada de atividades. Ocorreu ainda uma reorganização para garantir que o cuidado acontecesse em apenas um andar do hospital, em apenas uma sequência e sempre no mesmo dia da semana.

Novos pacientes com câncer de mama tiveram, então, suas consultas marcadas às segundas-feiras, em um fluxo dedicado a exames de sangue, mamografias, ultrassons, tomografias de peito/abdômen (para pacientes com doença avançada) e eletrocardiogramas, conforme especificado em cada pacote padronizado de testes. Os acordos no nível de serviços feitos no hospital deixavam de um a três “espaços em aberto” a cada segunda-feira para a realização desses testes e procedimentos.

O experimento da nova “via rápida” teve um grande impacto nos pacientes, pois possibilitou diagnosticar a suspeita de câncer de mama em apenas um dia.

A reação dos pacientes foi reveladora. Alguns disseram que esperavam apenas vir para uma visita e ter de esperar por algumas semanas pelos resultados dos exames. A possibilidade de descobrir tão rapidamente se havia câncer parecia assustá-los. Com base nessa percepção, foi introduzido um novo passo no processo: um coordenador passou a explicar aos pacientes a dinâmica do cuidado e tratamento ao câncer de mama e as vantagens de um diagnóstico antecipado.

A experiência motivou a equipe, provando que é possível encontrar uma forma melhor para rapidamente diagnosticar e fornecer cuidado aos pacientes. E que esse sistema melhorado não necessita de maior trabalho, mas de um trabalho mais inteligente. O Instituto de Oncologia do Vale (IOV), de São José dos Campos, representa hoje uma das mais consistentes e duradouras experiências já feita no Brasil de aplicação lean na gestão da saúde.

O instituto adota o sistema lean há mais de sete, obtendo aumento da qualidade do atendimento, da segurança ao paciente, da produtividade e de redução de custos.

Tal experiência será detalhada por um dos maiores especialistas no assunto no país, o médico oncologista Carlos Frederico Pinto, diretor do IOV, durante o “Lean Summit Saúde” , encontro de organizações do setor da saúde que adotam o sistema lean, dia 3 de dezembro, em São Paulo. O médico é autor do livro “Em busca do cuidado perfeito”, primeiro livro brasileiro sobre o tema.

*Por Evelin Marotta, médica oncologista e Site Manager do Instituto de Oncologia do Vale (IOV) no Hospital Regional do Vale do Paraíba (HRVP); Sheila Vianna Reis, coordenadora de Cuidados do Instituto de Oncologia do Vale (IOV) no Hospital Regional do Vale do Paraíba (HRVP); e Stella Maris Coelho, gerente do Lean Office do Instituto de Oncologia do Vale (IOV).

Foto: Reprodução

Saúde Business

PROCON encontra formol em carnes da Friboi e empresa pode ser multada em até R$ 7 milhõe

Talvez não seja tão confiável assim

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) do Paraná confirmou na tarde dessa terça-feira (1) que encontrou uma substância química conhecida popularmente como formol em amostras de carnes da empresa JBS-Friboi.

A carne foi processada em Naviraí, município distante 350 km de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. No mesmo dia em que o PROCON do Paraná confirmou a irregularidade, o governo do Mato Grosso do Sul deu R$ 1 bilhão em incentivos para que a empresa construa 4 novos frigoríficos no estado.

O PROCON instaurou processo administrativo para investigar o caso e, por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), propôs que a empresa reconheça o erro e pague uma multa que pode chegar a R$ 7 milhões.

"Em outubro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a carne vermelha – mesmo sem formol – como “provavelmente cancerígena” . 
Na mesma ocasião, as carnes processadas como bacon, salsicha, linguiça, 
presunto e outras foram classificadas como cancerígenas."

Para a imprensa do Paraná, a comunicação da JBS-Friboi limitou-se a dizer que a substância química encontrada nas análises é produzida pela própria carne. Análises de diversas outras marcas, no entanto, deram negativo para a substância encontrada nos produtos Friboi.

Embora proibido, o uso de formol para conservar carnes e leite têm se mostrado comum nos últimos anos.

O formol é uma substância reconhecidamente cancerígena e sua ingestão traz diversos riscos à saúde.

Em outubro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou a carne vermelha – mesmo sem formol – como “provavelmente cancerígena” (relembre aqui). Na mesma ocasião, as carnes processadas como bacon, salsicha, linguiça, presunto e outras foram classificadas como cancerígenas.

Portanto, além de ser a empresa que mais mata animais no mundo, ocasionando sofrimento inenarrável, a JBS-Friboi não parece ser aquela empresa confiável dos comerciais milionários da televisão.

Foto: Divulgação

R7

Brasil recebe certificado de eliminação da rubéola em território nacional

Brasil recebe certificado de eliminação da rubéola Wilson Dias/Agência BrasilO país não registra casos da transmissão endêmica doença há cinco anos consecutivos

Certificado será entregue ao ministro da Saúde, Marcelo Castro, em cerimônia na OPAS O Brasil está oficialmente livre da rubéola e da Síndrome da Rubéola Congênita (SRC) de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Para receber o título, o país comprovou não registrar casos da transmissão endêmica das doenças desde 2008 e 2009, respectivamente. O anúncio foi marcado pela entrega do Certificado de Eliminação da Rubéola ao ministro da Saúde, Marcelo Castro, nesta quarta-feira (02/12), na Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), em Brasília.

"O certificado de eliminação da rubéola é muito significativo para o Brasil. Nada mais efetivo para a saúde pública do que a vacina e foi a vacinação em massa contra a rubéola e o sarampo que alcançamos esse status. Em breve, esperamos eliminar o sarampo também", destacou o ministro da Saúde, Marcelo Castro.

A entrega do documento ocorreu durante a Reunião do Comitê Internacional de Especialistaspara Eliminação do Sarampo e Rubéola nas Américas. O reconhecimento de território livre da rubéola e da Síndrome da Rubéola Congênita (SRC) foi possível a partir de dados epidemiológicos apresentados pela OPAS/OMS e por países membros. A partir deles, o Comitê concluiu que, no Brasil, não há evidência de transmissão endêmica da rubéola ou SRC por cinco anos consecutivos, período maior que os três anos requisitados para declarar a doença eliminada.

“É muito importante para o Brasil receber o certificado de eliminação da rubéola, para comemorarmos essa conquista exemplar do Sistema Único de Saúde do Brasil. Agradeço ao trabalho das instituições parceiras que nos ajudaram no trabalho de monitoramento e vigilância da doença no Brasil”, explicou o secretário de Vigilância em Saúde, Antonio Nardi.

Em abril deste ano, a OMS reconheceu toda a América como a primeira região do mundo a alcançar a eliminação da rubéola e da SRC – a exemplo do que ocorreu em 1971, com a erradicação da varíola, e em 1994, com a eliminação da poliomielite.

"A América é o primeiro continente do mundo que pode chegar a conclusão de que eliminou o vírus da rubéola. O Brasil se uniu ao seleto grupo de países em que não há mais circulação desse vírus. Esse é o motivo de estarmos aqui hoje e entregando este certificado”, ressaltou Joaquim Molina, representante da OPAS/OMS no Brasil.

O resultado positivo está alinhado à estratégia continental definida em 2003, pelo Conselho Diretor da OPAS, que estabeleceu a meta de eliminar a Rubéola e a SRC do Continente Americano até 2010. A meta foi alcançada um ano antes, quando os últimos casos endêmicos foram notificados.

AÇÕES
O Brasil desenvolveu uma série de ações estratégicas, ao longo dos anos, para atingir esse objetivo, como campanhas de prevenção e a intensificação das ações de rotina de vacinação. Em 2004, o Brasil participou da Semana Ibero-Americana de Imunizações priorizando as áreas de fronteira. Em uma semana, os serviços de saúde promoveram vacinação da população casa a casa e em postos fixos, em 87 municípios de fronteira.

Em 2008, o Ministério da Saúde, em parceria com estados e municípios, vacinou 67,9 milhões pessoas durante a campanha nacional contra a doença, que alcançou 96,7% do público-alvo, formado por 70,1 milhões pessoas, entre 20 e 39 anos. Em Minas Gerais, Maranhão, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte, a vacinação incluiu adolescentes de 12 a 19 anos. Nas Américas, foram vacinadas mais de 250 milhões adolescentes e adultos contra rubéola e sarampo.

VIGILÂNCIA
A melhoria da qualidade das ações de vigilância epidemiológica e do diagnóstico dos possíveis genótipos circulantes também foi fundamental nessa estratégia. Em maio de 2005, o Ministério da Saúde estabeleceu que todas as internações hospitalares, relativas a agravos de notificação compulsória da Classificação Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID 10), seriam avaliadas pela equipe da vigilância epidemiológica em âmbito hospitalar ou pela vigilância epidemiológica do estado ou do município.

A soma desses fatores levou a ausência de novos casos autóctones desde 2009. Em 2008, último ano com registros da doença, foram notificados 2.201 casos. Como a doença é endêmica em outros continentes, o ano passado foi registrado um caso importado da doença, ou seja, de uma pessoa que contraiu a rubéola fora do país. Neste caso, houve monitoramento e bloqueio vacinal das pessoas que tiveram contato com o infectado.

O próximo desafio é intensificar as medidas de alerta para as Olimpíadas de 2016, garantindo a divulgação e as condições para a efetivação dessas medidas, como já foi feito durante os eventos de massa ocorridos no Brasil nos últimos anos.

Atualmente, três vacinas são ofertadas pelo SUS contra a rubéola: a dupla viral (sarampo e rubéola), tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) e a tetra viral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela). As vacinas tríplice viral (introdução gradativa desde 1992) e tetra viral (introduzida em 2013) fazem parte do Calendário Nacional de Vacinação e estão disponíveis durante todo o ano nas 36 mil salas de vacinação.

SARAMPO
A Reunião do Comitê Internacional de Especialistas também tem como objetivo discutir e revisar as evidências para verificação da interrupção do surto da doença no Brasil. Diferentes regiões do mundo estão definindo metas para a eliminação do sarampo. No entanto, surtos recentes da doença têm ocorrido em países, que constituem uma ameaça para a eliminação, além da circulação endêmica em países da África, Ásia e Oceania.

Entre 2013 a 2015, foram registrados 1.310 casos da doença no país, dos quais 1.278 foram confirmados nos estados de Pernambuco e Ceará. Os surtos ocorreram devido ao chamado ‘vírus importado’, que encontra pessoas suscetíveis, havendo capacidade de transmissão da doença. Após a implementação de medidas de prevenção e controle como intensificação vacinal, bloqueio vacinal, varredura e monitoramento rápido de cobertura vacinal, os surtos foram interrompidos. No total de ações realizadas, especialmente nos dois estados, foram administradas 4,5 milhões de doses de vacina. Estes estados permanecem alertas para a identificação oportuna de casos suspeitos da doença e adoção imediata das ações de prevenção e controle.

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil

Agência Saúde

Dor abdominal, gases e diarreia podem ser sinal de intolerância à lactose

Especialista explica que há diferenças desta condição em relação à alergia ao leite

Você sofre com dores abdominais, gases ou diarreia? Saiba que pode ser intolerância à lactose.

De acordo com a nutricionista Andreia Naves, quem sofre desta condição tem deficiência de lactase — enzima responsável pela quebra da lactose em duas moléculas, a galactose e a glicose. De uma maneira mais simples, quando essa pessoa consome alimentos derivados do leite, ela apresenta sintomas gastrointestinais, como dor e distensão abdominal, gases, movimentos intestinais irregulares e até diarreia.

— A definição correta de intolerância alimentar é quando um indivíduo, após consumo de determinado alimento, vivencia uma série de sintomas exclusivamente gastrointestinais, como dor abdominal e diarreia. Eles são desencadeados por uma deficiência enzimática que impossibilita a completa digestão de um determinado nutriente, muito frequentemente um tipo de açúcar, que fermenta no intestino.

Por isso, nestes casos, a recomendação é a de exclusão dos alimentos que contém lactose da dieta.

De acordo com a especialista, é preciso procurar um médico se os sintomas persistirem por muito tempo, para não causar problemas mais sérios no organismo.

— Uma vez que os sintomas de intolerância alimentar são dor e distensão abdominal, gases, movimentos intestinais irregulares e diarreia, a pessoa pode sentir falta de apetite, deficiências nutricionais devido à reduzida ingestão e absorção intestinal de nutrientes e, em casos mais graves de diarreia, desidratação.

A doença é genética, mas há também outras maneiras de desenvolver a intolerância à lactose, explica Andreia.

— A deficiência enzimática é genética, mas podem existir outros fatores que contribuem para a reduzida produção da enzima. Qualquer agente irritante da mucosa intestinal pode prejudicar a produção da lactase. Além disso, pode haver deficiência de estímulo: quanto menor o consumo de lactose, menor a produção da lactase. Sem falar que a produção da enzima diminui com a idade.

Apesar de o leite ser uma grande fonte de cálcio, a nutricionista explica que é possível absorver a lactose de outros alimentos.

— O leite apresenta sim uma quantidade considerável de cálcio, mas devemos nos atentar ao fato de que o cálcio presente no leite e seus derivados não é totalmente absorvido. Apenas 32,1% do cálcio presente no leite é retido. A couve, repolho e brócolis, por exemplo, são alimentos fontes de cálcio com maior poder de absorção: 58,8%, 52,7% e 61,3%, respectivamente. Há também outros nutrientes para manutenção da saúde, como magnésio, ferro, vitamina C, vitamina K e compostos bioativos como glicosinolatos nestes alimentos. Com relação à vitamina D, o ovo de galinha, por exemplo, apresenta quantidade superior à de leite e seus derivados.

Então, se a pessoa tiver uma alimentação equilibrada, ela não terá prejuízos em seu organismo devido a falta de derivados do leite.

— A lactose é um tipo de açúcar presente em laticínios e não consumir essa classe de alimentos não implica em deficiências nutricionais, desde que o indivíduo tenha uma dieta equilibrada e rica em verduras e legumes.

É intolerância ou alergia alimentar?
Muitas pessoas confundem a intolerância à lactose com alergia ao leite, devido da similaridade dos sintomas, segundo Andreia.

— As reações adversas a alimentos são basicamente dividas em dois tipos: tóxicas e não tóxicas. As reações não tóxicas dividem-se em dois grandes subgrupos, nomeadamente reações mediadas pelo sistema imunológico [alergias alimentares] e não mediadas pelo sistema imunológico [intolerâncias alimentares].

As alergias alimentares são definidas como uma reação desencadeada pelo consumo de um determinado alimento que gera uma reação do sistema imunológico que, por sua vez, origina uma gama de sintomas tanto intestinais como extra-intestinais, explica Andreia

 — As alergias alimentares são basicamente divididas em dois tipos: alergia alimentar mediada por imunoglobulinas E, e alergia alimentar não mediada por imunoglobulinas E (IgE). A alergia alimentar mediada por IgE é aquela em que o indivíduo apresenta uma série de sintomas como erupções e placas avermelhadas na pele, coceira, inchaço nos olhos e lábios, falta de ar e, em casos mais graves, anafilaxia. Os sintomas podem surgir em até duas horas após o consumo do alimento desencadeante. O outro tipo de alergia alimentar, não mediada por IgE, é um tipo de alergia em que é difícil relacionar os sintomas com o consumo de alimentos, pois podem aparecer até 72 horas após da ingestão.

De acordo com a especialista, os sintomas do segundo tipo de alergia são muito variados: dor de cabeça e enxaqueca, constipação intestinal, dor articular, entre outros, e não correm da mesma maneira quando diferentes pessoas ingerem o mesmo nutriente.

— Nestas alergias alimentares, também chamadas de alergias tardias devido ao tempo de aparição dos sintomas, o teste mais confiável é a exclusão do alimento que se desconfia ser causador dos sinais e sintomas, acompanhado da reintrodução, após um determinado tempo, do mesmo na dieta do indivíduo de forma rotativa.

Segundo a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, a prevalência de alergia alimentar é maior em crianças (6% a 8% em crianças com menos de três anos de idade) do que em adultos (2% a 3% da população). Já com relação às intolerâncias alimentares, sua prevalência pode variar entre 10% a 90%, dependendo da etnia.

Foto: Thinkstock

R7

Doe Sangue, Doe Vida!

Processo seletivo da SES - SC 107/2015

Com duas vagas para Médicos nas especialidades de Anestesiologia e Ginecologia/Obstetrícia, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES-SC) tornou público o edital nº 107/2015 de processo seletivo.

As vagas são ofertadas no Hospital Doutor Waldomiro Colautti, na cidade de Ibirama e a remuneração somada aos benefícios é de R$ 8.009,74, por jornada trabalhista de 20 horas semanal.

Para concorrer à vaga, é necessário efetuar inscrição até o dia 15 de dezembro de 2015, via endereço eletrônico: www.saude.sc.gov.br, gratuitamente.

Será realizada avaliação de títulos, com documentação a ser entregue na Diretoria de Gestão de Pessoas da SES-SC, situada na Rua Esteves Júnior 160, Centro de Florianópolis, das 13h30 às 19h, somente em dias úteis ou no Setor de Recursos Humanos no Hospital Doutor Waldomiro Colautti, situado a Rua Três de Maio s/n, em Ibirama.

A classificação final consistirá na somatória de pontos, obtida com a contagem de títulos e experiência comprovada.

Fatores como maior idade e número de filhos menores de 14 anos também serão considerados.

Confiram o resultado homologado no Diário Oficial do Estado e no site da SES - SC.

Prefeitura de Nova Santa Helena - MT lança edital de processo seletivo

Lançado o edital nº. 006/2015 para a realização de processo seletivo, da Prefeitura de Nova Santa Helena, no Estado do Mato Grosso.

São ofertadas 63 vagas em caráter temporário para cargos de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 13.770,00. Ficam reservadas 10% das vagas às pessoas portadoras de necessidades especiais, desde que em condições de exercerem as atribuições exigidas para o desempenho das atividades da função.

Cargos Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeira, Motorista, Vigia, Zeladora, Auxiliar de Educação Infantil, Professor I/II, Técnico em Enfermagem, Enfermeiro, Engenheiro Florestal e Médico Clinico Geral.

Inscrição
As inscrições serão recebidas até o dia 15 de dezembro de 2015, no horário de 8h às 12h e das 14h às 17h, exceto sábado, domingo e feriados, nos seguintes locais:

Para os cargos Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Infantil, Professor I, Professor II, Merendeira, Motorista, Vigia e Zeladora, serão realizadas na sede da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto e Lazer, situada no Centro Dauri Riva, Av. Brasil nº 107, Bairro Centro – Nova Santa Helena - MT, CEP: 78.548-000;

Para os cargos de Técnico em Enfermagem, Enfermeiro, Médico Clínico Geral e Engenheiro Florestal, serão realizadas na sede da Secretaria Municipal de Saúde, situada na Praça João Alberto Zaneti s/nº, Bairro Centro – Nova Santa Helena - MT, CEP: 78.548-000.

Prova
A prova objetiva será aplicada na data provável de 20 de dezembro de 2015, na Escola Municipal Branca de Neve, situada na Av. Brasil, s/n. – Bairro Centro, em Nova Santa Helena – MT.

Os gabaritos preliminares das provas objetivas serão divulgados nos sites www.novasantahelena.mt.gov.br e www.amm.org.br, a partir do dia subsequente ao da realização da prova objetiva.

Validade
O prazo de validade do processo seletivo será de até o dia 31 de dezembro de 2016. Edital disponível no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, do dia 2 de dezembro de 2015, a partir da pág. 248.

Atenção Farmacêuticos: Processo seletivo da SES - SC 108/2015

Finda no dia 11 de dezembro de 2015, o prazo de inscrição do processo seletivo da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (SES-SC). São duas vagas para os cargos de Médico especialista em Neonatologia, com remuneração de R$ 8.009,74 e de Farmacêutico com especialização em Farmácia Hospitalar, com vencimento de R$ 2.999,37.

As vagas são para a Maternidade Darcy Vargas, no município de Joinville, com jornadas trabalhistas de 20 ou 30 horas por semana.

Para participar é necessário efetuar inscrição via endereço eletrônico: www.saude.sc.gov.br.

Não há cobrança de taxa.

Os candidatos devem apresentar documentação para análise, na Diretoria de Gestão de Pessoas da SES-SC, situada na Rua Esteves Júnior 160, Centro de Florianópolis, das 13h30 às 19h, somente em dias úteis ou no Setor de Recursos Humanos da Maternidade Darcy Vargas, situado a Rua Miguel Couto, 44 - Anita Garibaldi, Joinville.

O resultado será homologado e publicado no Diário Oficial do Estado e no site da SES - SC.

Concurso Prefeitura de Guarinos - GO

A Prefeitura de Guarinos, Estado de Goiás, torna público o edital nº 02/2015 da prorrogação das inscrições, referente ao edital n° 01/15 de concurso público, a ser executado pelo ITAME (Instituto de Consultoria e Concursos). De acordo com o documento o salário previsto vai de R$ 788,00 a R$ 2.205,44, em carga horária de 40 horas por semana.

Serão contratados 57 novos servidores de ensino fundamental, médio, técnico e superior, nos cargos de Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista de Veículos Leves, Motorista de Veículos Pesados, Motorista para Ambulância, Operador de Máquinas Agrícola, Operador de Máquinas Pesadas, Vigilante, Agente de Combate as Endemias, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Biblioteca, Auxiliar para Consultório Odontológico, Coletor Municipal, Controlador Interno, Fiscal de Obras, Posturas e Vigilância Sanitária, Técnico em Enfermagem, Gestor de Resíduos Sólidos e Professor.

Serão destinadas aos portadores de deficiência 5% do total de vagas existentes, desde que a deficiência de que são portadores não seja incompatível com as atribuições do cargo a ser preenchido.

As inscrições foram prorrogadas e devem ser feitas no período de 05 a 31 de janeiro de 2016, através do endereço eletrônico www.itame.com.br.

O valor da taxa de inscrição para cargos de ensino fundamental incompleto é de R$ 40,00, ensino fundamental completo e médio/técnico R$ 60,00 e ensino superior R$ 80,00.

Os candidatos serão submetidos à provas escrita objetiva, redação, prática e teste de aptidão física, obedecendo os métodos de avaliação do cargo desejado.

A prova objetiva foi alterada e está prevista para ser aplicada no dia 27 de março de 2016, em local e horário a serem divulgados com antecedência no site designado para a realização das inscrições.

O gabarito preliminar da prova objetiva provavelmente será divulgado no dia seguinte ao da aplicação da prova.

A divulgação da classificação final dos candidatos aprovados no concurso sairá na data prevista de 06 de maio de 2016.

O prazo de validade do concurso público será de dois anos, contados da data da homologação dos resultados finais, podendo ser prorrogado por uma única vez e por igual período, mediante ato do chefe do Poder Executivo Municipal.

Edital e demais informações: http://www.itame.com.br/site/concurso_detalhes.aspx?conid=24. Este edital será publicado no placar, jornal, Diário Oficial e sites www.itame.com.br e www.guarinos.go.gov.br.

Prefeitura de Apiacás - MT abre processo seletivo

No interior do Estado do Mato Grosso, a Prefeitura de Apiacás abriu o processo seletivo regido pelo edital n.º 003/2015, destinado à contratação temporária de 13 servidores (incluindo a reserva PNE) que possam ocupar postos de todos os níveis de escolaridade. Os candidatos contratados farão jus a remuneração de até R$ 11.395,00.

Vagas: Apoio Administrativo Educacional (Serviços Gerais), Auxiliar de Serviços Gerais
Enfermeiro, Médico Clínico Geral, Professor Nível Médio, Professor Nível Superior e Técnico em Enfermagem.

A inscrição será realizada no período de 7 a 18 de dezembro de 2015, somente presencial na Prefeitura de Apiacás - Departamento de Tributação e Fiscalização, situada na Avenida Brasil, n° 1059, Bairro Bom Jesus, Apiacás, no horário das 8h às 12h de segunda a sexta-feira.

A taxa de inscrição é de:

  • Nível fundamental: R$ 20,00;
  • Nível médio: R$ 30,00;
  • Nível superior: R$ 50,00. 


A seleção constará de provas objetivas e títulos (esta para Professor). A prova objetiva será realizada provavelmente no dia 24 de janeiro de 2016, das 8h às 11h, na Escola Municipal Centro de Promoção Educacional, localizada na Avenida Brasil nº 1331, Bairro Bom Jesus, em Apiacás.

A contagem dos pontos das provas de títulos serão realizadas no mesmo dia de realização da prova objetiva, com início às 15h, na Secretaria Municipal de Educação e publicado nos sites www.diariomunicipal.com.br/amm-mt, e www.apiacas.mt.gov.br.

Os gabaritos serão divulgados a partir do dia 25 de janeiro de 2016 e o prazo de validade do seletivo será de um ano, podendo ser prorrogado.

Edital publicado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, do dia 2 de dezembro de 2015, a partir da pág. 15, disponível no link https://diariomunicipal.org/mt/amm/edicoes/

Processo seletivo da CASSEMS

A Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (CASSEMS) abriu 106 vagas temporárias para profissionais de níveis médio e superior no Hospital CASSEMS, unidade Campo Grande. O comunicado foi feito através do edital nº 001/2015 de processo seletivo, que prevê remuneração de R$ 1.150,00 a R$ 3.000,00, por jornada semanal de 44 horas.

Sob a organização da empresa MS Concursos serão admitidos Assistente Administrativo, Assistente Financeiro, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar de Faturamento, Auxiliar Financeiro, Faturista, Técnico de Enfermagem, Técnico em Imobilização Ortopédica, Técnico de Segurança do Trabalho, Enfermeiro e Farmacêutico.

Interessados têm até o dia 7 de janeiro de 2016 para efetuarem inscrição via endereço eletrônico: www.msconcursos.com.br, mediante pagamento de taxa no valor de R$ 50,00 para cargo de nível médio e de R$ 70,00 para cargo de nível superior.

Os participantes serão submetidos à prova objetiva, prevista para ser aplicada no dia 24 de janeiro de 2016, avaliação psicológica e análise de títulos programadas para acontecer entre os dias 20 e 21 de fevereiro de 2016.

Provavelmente o gabarito será divulgado no dia seguinte a prova e a homologação no dia 19 de março de 2016.

UFES abre concurso para Professor

A Universidade Federal do Espírito Santo fez divulgar que estarão abertas as inscrições para provimento de cargos de Professor do Magistério Superior do Quadro Permanente.

As áreas/subáreas docentes com oferta de vagas são as seguintes:

Artes/Composição Musical, Ciência da Computação/Engenharia de Software, Geociências/Geologia, Matemática, Medicina/Anatomia Patológica e Patologia Clínica, Linguística/Teoria e Análise Linguística/Linguística Aplicada, Engenharias/Engenharia Civil/Construção Civil, Letras/Teoria Literária e/ou Literatura Brasileira e/ou Outras Literaturas Vernáculas, Administração/Administração de Empresas, Arquivologia, Enfermagem/Enfermagem Pediátrica, Engenharia de Produção/Gerência de Produção.

O período de inscrição será de 08 de dezembro de 2015 a 06 de janeiro de 2016, devendo os candidatos procurarem a secretaria do departamento ao qual está vinculado a vaga escolhida (os endereços e dados de contato estão no edital).

No caso de inscrição por via postal, indicar sempre qual o Centro e o Departamento de interesse para efetivar a inscrição.

Caso não haja inscritos no período regular, será reaberto o prazo de inscrição de 07 de janeiro a 05 de fevereiro de 2016, exigindo a mesma graduação e mestrado nas mesmas áreas exigidas para o doutorado.

Os concursos se constituirão de: prova escrita; prova de aptidão didático-prática; prova de plano de trabalho; prova de títulos e de publicação de trabalhos científicos referidos no curriculum vitae do candidato.

Todas as informações adicionais devem ser conferidas no edital, disponíveis na página da UFES: www.progep.ufes.br

 Fonte: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=02/12/2015&jornal=3&pagina=62&totalArquivos=272

Prefeitura de Itaperuçu - PR publica edital de processo seletivo

A Prefeitura de Itaperuçu, no Paraná, publicou o edital n.º 04/2015 de processo seletivo, destinado à contratação de sete profissionais por prazo determinado para atender as funções de médicos especialistas pata atender junto ao CAPS, médicos generalistas PSF e que também atendam em Unidades de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, além de educador social, para a Secretaria Municipal de Assistência Social.

Os candidatos aptos habilitados atuarão em regime de 40 horas por semana e receberão salários de até R$ 11.200,00.

Inscrição
As inscrições serão recebidas gratuitamente, entre às 8h30 do dia 4 de dezembro de 2015 até às 17h de 8 de dezembro de 2015, exclusivamente na Prefeitura de Itaperuçu, situada à Rua Crispim Furquim de Siqueira, nº 1.800, Butieirinho, Itaperuçu/PR.

Documentação a ser entregue no ato da inscrição:

  • Ficha de inscrição devidamente preenchida, a qual é disponibilizada no momento da inscrição;
  • Cópias dos títulos e cursos comprobatórios das informações prestadas na ficha de inscrição;
  • Cópia de documento de identidade civil ou equivalente;
  • Comprovante de endereço residencial;
  • Cartão do CPF;
  • Título de Eleitor e comprovante da última votação;
  • Declaração de autenticidade de tais documentos, assinada. 


Prova
O certame constará de análise de títulos.

Validade
O prazo de validade do processo seletivo será de um ano, prorrogável, uma única vez, por igual período. Edital publicado no Diário Oficial dos Municípios do Paraná, do dia 2 de dezembro de 2015, a partir da pág. 201.

Concurso da Prefeitura de Godoy Moreira - PR

A Prefeitura de Godoy Moreira, Estado do Paraná, divulgou o edital nº 027/2015 de concurso público. A intenção é selecionar profissionais que tenham níveis fundamental, médio e superior, para o provimento de 35 vagas imediatas, mais o cadastro de reserva.

Os salários vão de R$ 788,00 a R$ 10.408,00, em carga horária semanal de 20 até 40 horas.

Os cargos oferecidos no certame são:

Ensino Superior: Advogado, Assistente Social, Cirurgião Dentista, Enfermeiro Padrão, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico, Nutricionista, Psicólogo e Professor.

Ensino médio: Agente de Epidemiologia, Agente de Saúde, Assistente de Creche, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Dentista, Auxiliar de Serviços Internos, Educador Social, Escriturário, Técnico Agrícola, Técnico Ambiental e Técnico em Enfermagem.

Ensino fundamental: Balseiro, Cozinheira, Gari, Motorista, Operador de Máquinas, Operário, Pedreiro, Servente, Tratorista e Vigia.

Para concorrer à uma dessas vagas, realize a sua inscrição através do site www.concursosfau.com.br, até 22 de dezembro de 2015. Em seguida é preciso pagar a taxa que pode ser de R$ 60,00, R$ 80,00 ou R$ 100,00, a depender da vaga escolhida. 

Serão destinadas aos portadores de deficiência 3% do total de vagas existentes, desde que a deficiência de que são portadores não seja incompatível com as atribuições do cargo a ser preenchido.

O concurso será composto de provas escrita objetiva e dissertativa, prática e análise de títulos, obedecendo os métodos de avaliação de cada cargo.

A prova objetiva provavelmente será aplicada no dia 24 de janeiro de 2016, em local e horário a serem divulgados, através do site acessado para realizar as inscrições.

O concurso público, que está sob os cuidados da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da UNICENTRO, será válido por dois anos, a contar da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura de Godoy Moreira.

Processo seletivo da Prefeitura de Boa Esperança - MG

A Prefeitura de Boa Esperança, no Estado de Minas Gerais, abriu processo seletivo com 37 vagas temporárias para profissionais de níveis médio e superior. Os aprovados prestarão serviços junto a Secretaria Municipal de Promoção Social e Habitação, em prol de remuneração de R$788,00 a R$1.784,00, por jornadas trabalhistas de 30 ou 40 horas por semana.

Os cargos disponíveis são de Assistente Social, Assistente Jurídico, Nutricionista, Psicólogo, Agente Social, Cuidador de Criança e Adolescente de Abrigo Institucional, Orientador Social, Secretária e Técnico em Vigilância/Avaliação e Monitoramento.

Para participar será necessário efetuar inscrição entre os dias 4 e 8 de janeiro de 2016, na Casa dos Conselhos, situado na Rua Odilon Batista Pereira nº 18, Centro.

Será aplicada prova objetiva, provavelmente no dia 10 de janeiro de 2016, às 8h, na FAFIBE – IEDUCARE localizada na Avenida Aureliano Chaves, nº 192, Jardim Nova Esperança. Também haverá análise curricular, mas apenas aos aprovados.

A documentação deverá ser entregue no local da prova, do dia 25 e 26 de janeiro de 2016, das 8h às 17h.

Estima-se que o resultado preliminar seja divulgado no dia 18 de janeiro e o resultado final no dia 2 de fevereiro de 2016.

Concurso da Prefeitura de Porto Feliz - SP

A Prefeitura de Porto Feliz, Estado de São Paulo, lançou edital de concurso público n° 02/2015, com a intenção de preencher 28 vagas imediatas, mais cadastro de reserva, para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com vencimentos de até R$ 2.776,33 em carga horária de 20 a 40 horas por semana.

Cargos
As chances são para os cargos de Auxiliar de Cuidador/ Educador, Auxiliar Operacional, Jardineiro, Merendeira, Inspetor de aluno itinerante, Cuidador/ Educador, Recepcionista, Orientador Social, Assistente Administrativo, Auxiliar de Educação Infantil, Psicólogo, Nutricionista, Professor de Educação Básica II de Inglês, Professor de Educação Básica I e Médico do Trabalho.

Inscrições
Somente será admitida inscrição via internet, no endereço eletrônico da Cetro Concursos (www.cetroconcursos.org.br), até o dia 18 de dezembro de 2015, observado o horário oficial de Brasília/DF.

O candidato que não tiver acesso à internet poderá se inscrever através de posto de atendimento na Prefeitura de Porto Feliz – SP, situado à Rua: Ademar de Barros, 340– Centro – Porto Feliz/SP, de segunda a sexta-feira, até o dia 18 de dezembro de 2015, das 08h às 16h.

Taxas
R$14,00 para cargos de nível Fundamental; R$14,50 para cargos de nível Médio; R$15,50 para cargos de nível Superior.

Provas
As Provas serão realizadas na cidade de Porto Feliz, com data prevista para 10 de janeiro de 2016, em locais e horários a serem comunicados oportunamente, por meio de Edital de Convocação a ser publicado na Internet, no site da Cetro Concursos (www.cetroconcursos.org.br) e na Imprensa Oficial do Município de Porto Feliz, “Jornal Gazeta de São Paulo”, o qual poderá ser encontrado, também, no site da Prefeitura Municipal de Porto Feliz (www.portofeliz.sp.gov.br).

Validade
O prazo de validade do concurso público será de dois anos, prorrogável por mais dois anos, contados das datas das publicações dos Editais de Homologação dos Resultados Finais, a critério da Prefeitura Municipal de Porto Feliz.

UFLA abre processo seletivo - edital nº 90/2015

A Vice-Reitoria da Universidade Federal de Lavras (UFLA), no estado de Minas Gerais, divulgou o edital nº 90/2015, para a seleção de 12 Professores Substitutos de 40 horas semanais, das seguintes áreas do conhecimento:

Economia (1), Finanças no Setor Público (1), Sistemas de Computação (1), Sistemas de Informação (1), Filosofia da Educação (1), Ciência, tecnologia e sociedade; Sociologia da educação (1), Direito Administrativo (1), Direito Civil (1), Forragicultura e Pastagens (1), Nutrição: Patologia da nutrição e Dietoterapia (1), Robótica, Instrumentação e Controle (1) e Matemática (1).

As inscrições serão realizadas somente via internet e deverão ser efetuadas no site www.prgdp.ufla.br/selecao, a partir das 9h do dia 07 até às 18 horas do dia 14 de dezembro de 2015 (horário oficial de Brasília).

A taxa de inscrição é de R$ 100,00 e o pagamento deverá ser efetuado até o dia 14 de dezembro de 2015 (último dia de inscrição).

O processamento da seleção constará de prova didática e prova de títulos (que constará da apreciação do currículo comprovado - cópias simples).

A remuneração total dos aprovados e contratados será de até R$ 5.143,41.

Mais informações sobre o processo seletivo poderão ser obtidas na Coordenadoria de Seleção da PRGDP pelo telefone (35) 3829-1146, ou no site: www.prgdp.ufla.br/selecao, onde está disponível o edital completo.

Fonte: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=02/12/2015&jornal=3&pagina=68&totalArquivos=272

Inscrições abertas para curso sobre Doenças do Aparelho Digestivo

shutterstock 72152071A Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) abre as inscrições para o curso livre online Doenças do Aparelho Digestivo nesta segunda-feira (30/11)

Oferecido pela Universidade Federal do Mato Grosso (UNA-SUS/UFMS), em parceria com a Fiocruz Mato Grosso do Sul, o curso faz parte das iniciativas de educação do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB). O objetivo é fazer uma revisão a respeito do manejo de pacientes com doenças do aparelho digestivo.

As inscrições poderão ser realizadas de 30 de novembro de 2015 a 31 de janeiro de 2016, pelo site da instituição. Clique aqui para se matricular

O curso é composto de três unidades, que tratam dos temas: Atenção à Saúde; Dor Abdominal Aguda e Doenças do aparelho digestivo. A carga horária total é de 45 horas, voltadas para médicos em especialidades clínicas e medicina diagnóstica e terapêutica. A princípio, serão disponibilizadas 1.000 vagas, mas a demanda pode se expandir.

Para a coordenadora pedagógica da UNA-SUS/UFMS, Leika Ishiyama Geniole, a integralidade da atenção à saúde exige grande amplitude de conhecimentos do profissional de saúde, seja no manejo das condições clínicas, como na correta utilização dos recursos existentes na rede pública de saúde. “A formação dos profissionais médicos, geralmente centrada no atendimento de doenças, focada na utilização de tecnologias pesadas e na atenção terciária, dificulta a atuação dessa profissional na atenção básica. Lidar com quadros iniciais das patologias, utilizando com responsabilidade os recursos finitos do SUS, exige deles o estabelecimento de competências para qualificar a atenção à saúde dos usuários”.

Dessa forma, os conteúdos tratam de situações baseadas em vivências clínicas, a capacitação aproxima os alunos da realidade da Unidade de Saúde tanto quanto possível. O curso pode ser acessado em qualquer momento, de qualquer lugar e de qualquer equipamento, inclusive tablets e celulares.

Fonte: SE/UNA-SUS, com informações da UNA-SUS/UFMS

São Paulo vai oferecer exame para identificar vírus Zika

O estado de São Paulo começa a oferecer, na da semana que vem, o exame que identifica o vírus Zika

Se algum município identificar casos suspeitos, deverá encaminhar uma amostra do material genético do paciente ao Instituto Adolfo Lutz, ligado à Secretaria de Saúde do estado.

De acordo com a secretaria, o vírus Zika não está circulando no estado, onde a ocorrência de microcefalia está dentro da média, de 40 casos por ano. A secretaria confirmou que, no primeiro semestre, houve dois casos do Zika no estado, mas ressaltou que as pessoas estão curadas.

O primeiro resultado positivo de febre pelo vírus Zika em São Paulo foi confirmado em 22 de maio deste ano. O infectado era um homem de 52 anos, do município de Sumaré, na região de Campinas, interior paulista. A transmissão da doença, assim como a da dengue, ocorre por meio da picada do mosquito Aedes aegypti. Os sintomas foram constatados em 10 de março e, na ocasião do anúncio, o paciente já estava curado.

No último dia 26, o secretário municipal de Saúde, Alexandre Padilha, informou que dois casos de microcefalia registrados recentemente na cidade de São Paulo estavam sendo investigados por poderem ter relação com o vírus Zika, mas, em ambos, as mulheres apresentaram sintomas da doença no início da gravidez, quando ainda moravam no Nordeste.

Padilha ressaltou que a população precisa reforçar o combate ao Aedes aegypti, que transmite tanto o Zika quanto a dengue, doença potencialmente mais grave para uma gestante do que aquele vírus.

A capital paulista também não registrou aumento no número de casos de microcefalia em 2015. A cidade costuma registrar entre 10 e 15 casos a cada ano e, neste ano, foram notificados 12, o que Padilha considera dentro da média. Quanto aos casos de vírus Zika, o secretário disse que a cidade de São Paulo ainda não recebeu nenhuma notificação de transmissão.

Foto: Repodução

Agência Brasil

Governo federal anuncia plano de combate ao zika com 17 ministérios

O governo federal terá ajuda do Exército e de representantes da agência de saúde dos Estados Unidos para combater e estudar o vírus zika e complicações como a microcefalia, má-formação do cérebro de recém-nascidos

Em um avanço inédito, o país já registra nesta segunda-feira (30) 1.248 casos suspeitos de microcefalia, má-formação do cérebro que pode trazer sequelas ao desenvolvimento cognitivo e motor da criança.

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, anunciou nesta segunda-feira (30) um plano federal de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e do zika, que contará com a participação de 17 ministérios e do Exército a partir da próxima semana. Dois especialistas do Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos também acompanharão de perto os casos de microcefalia no Recife, capital do Estado com o maior número de casos (646).

As novas ações, segundo Castro, se somam à criação de centros de Operações de Emergência da Saúde e o de informações. “Ambos ajudam a formar uma grande rede na qual recebemos constantemente os números registrados nos municípios e repassados aos Estados. Eles têm auxiliado no monitoramento dos casos suspeitos em todos o país”, disse Castro. Os dados são divulgados todas as terças-feiras no site do ministério.

“Reconheço que nos últimos anos nós não vínhamos combatendo o mosquito para vencer e, por isso, estamos perdendo. Mas agora temos que mobilizar todas as nossas forças. Não estamos falando de números, mas de vidas”, afirmou o ministro.

Pressionado pelos prefeitos que participaram da reunião convocada pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), o ministro Marcelo Castro também prometeu rever a portaria 1025, que regulamentou, no ano passado, o piso dos agentes comunitários de saúde para R$ 1.014. De acordo com Câmara, só em Pernambuco o desfalque foi de 4.200 agentes, “pois as prefeituras não conseguiam pagar os salários”.

“Há um receio grande não só nosso, mas de vários países, pois tudo está sendo informado à Organização Mundial da Saúde, especialmente de que o surto do zika vírus se espalhe pelo continente”, declarou Castro. O ministro disse que o governo teme que a epidemia tenha consequências negativas para o turismo.

O ministro voltou a reafirmar que não há recomendação para que as mulheres evitem engravidar. “O que tem que ser feito é redobrar os cuidados para elas não serem picadas. Aconselho o uso de roupas compridas, meias e se possível a instalação de telas em casa”, afirmou.

Pernambuco
Estado com mais casos notificados, Pernambuco vai contar com um plano de enfrentamento a doenças transmitidas pelo Aedes aegypti. O governador disse que irá destinar R$ 25 milhões para campanhas informativas, a estruturação de 15 centros regionais de atenção a crianças com microcefalia e a aquisição de material para os agentes.

“Temos que unir toda a sociedade para acabar com os criadouros nesses próximos dois meses, pois é a partir de fevereiro que começa a subir a curva de casos. Nas próximas semanas vamos receber os diagnósticos das prefeituras e demandar ao Exército o número de soldados necessários para ajudar nessa luta”, disse Câmara.

Além da falta de informação, Câmara disse acreditar que o crescimento dos casos de doenças transmitidas pelo Aedes aegypti está ligado à seca. Segundo levantamento da Secretaria da Saúde de Pernambuco, 82,5% dos principais focos estão em baldes, caixas e tonéis que armazenam água.

“Sem água na torneira as pessoas precisam armazená-la e aí mora o perigo. Por isso, é preciso um trabalho intenso de conscientização. Mas também vamos recorrer a casos extremos como intervenção judicial para que os agentes possam entrar nas casas”, disse Câmara. O Comando do Exército do Nordeste disponibilizou seus 25 mil homens e mulheres para auxiliar no combate ao mosquito na região.

Folha de São Paulo

Agência vai regulamentar transporte de gás medicinal

A Anvisa vai regulamentar o armazenamento, a distribuição e o transporte dos gases medicinais

A autorização para o início do trabalho pela área técnica foi dada pela diretoria da Agência no último dia 20 de novembro e publicada nesta quarta-feira (2/12) no Diário Oficial da União.

Atualmente, a Anvisa já possui resoluções que tratam do registro, da fabricação e da autorização de funcionamento das empresas de gás medicinal. Quatro grandes indústrias internacionais dominam o mercado brasileiro do setor e contam com centenas de distribuidoras. Entre os gases medicinais mais comuns, está o oxigênio usado em hospitais. 

No Diário Oficial da União desta quarta-feira (2/12) também foi publicada iniciativa para o processo de Internalização para o Brasil da Resolução 04/2013, do Mercosul, que trata dos requisitos mínimos para elaborar planos de contingência para emergências de saúde pública em pontos de entrada no país. Ainda no âmbito do tratado, outra regra a ser elaborada será a que internaliza o Regulamento Técnico para uso de saneantes à base de Hipocloritos Aditivados (alvejantes).

Além dessas medidas, a Anvisa também aprovou as Boas Práticas de Fabricação de Bolsas de Sangue; a regulação para registro de produtos para terapias avançadas (terapias celulares avançadas, engenharia tecidual, terapias gênicas, etc) e a elaboração de um Guia sobre Programa de Controle de Alergênicos.


ANVISA

Lista de Denominações Comuns Brasileiras tem novas nomenclaturas

Foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (30/11) a Resolução-RDC nº 51, de 27 de novembro de 2015, que inclui 23 novas nomenclaturas na Lista de Denominações Comuns Brasileiras (DCB), além de corrigir a nomenclatura de uma substância e excluir uma DCB, ambas contidas na Resolução-RDC nº 64, de 28 de dezembro de 2012

A DCB é a nomenclatura genérica atribuída aos insumos farmacêuticos, soros hiperimunes, vacinas, radiofármacos, plantas medicinais e substâncias homeopáticas e biológicas, empregada nos processos de registro, rotulagens, bulas, licitação, importação, exportação, comercialização, propaganda, publicidade, informação, prescrição, dispensação e em materiais de divulgação didático e técnico.

A lista completa da DCB traz, aproximadamente, 11.300 mil nomenclaturas e encontra-se disponível no hotsite da Farmacopeia Brasileira por meio do link http://www.anvisa.gov.br/hotsite/farmacopeiabrasileira/dcb.htm.

ANVISA

O que comer à noite para saciar a fome sem acabar com a dieta

As saladas são ótimas opções magras
As saladas são ótimas opções magras
Aposte nas combinações corretas de alimentos para não dormir com fome e nem sabotar seu regime

Depois de um dia cheio de trabalho ou estudos, tudo o que você quer é descansar e fazer um lanche à noite para ir para cama. Mas o que preparar não levar sua dieta embora junto com a fome? A nutróloga Liliane Oppermann dá as dicas e ensina receitas para você se manter em forma e se alimentar bem à noite.

Cuidado com o índice glicêmico
Segundo a nutróloga, é preciso estar atento ao índice glicêmico dos alimentos que serão consumidos para fechar o dia. "Tudo o que tiver alto índice glicêmico vai rapidamente virar gordura porque o organismo terá tempo para gastar o que foi consumido", explica Liliane. "Prefira comer frutas como mamão papaia ou melancia, ou mesmo os pães, durante o dia, quando se tem mais tempo para gastar tudo isso", continua.

Pão é o grande vilão?
O pão é rico em carboidrato e os que são feitos com farinhas brancas representam alto índice glicêmico. Ele não estão proibidos, mas vale a pena substitui-los por versões integrais, indica a médica. Lista de alimentos A refeiçã noturna também deve ter alimentos de todos os grupos, como caboidratos, fibras e proteínas, recomenda Liliane. "Você pode comer uma fruta, maçã, pera, melão, ameixa fresca, nectarina ou morango. Também vale incluir um legumes no geral e as verduras verdes", sugere a nutróloga. "O carboidrato pode ser chia, quinoa ou linhaça. E como a proteína você pode comer peito de grande ou atum ou um iogurte desnatado, queijo branco, cotage ou leite desnatado", enumera.

Acerte nas combinações
Já temos uma lista de alimentos, mas como combiná-los de maneira correta? Liliane Opperman dá as dicas. "Você pode misturar um pote de igourte desnatado com maçã picada e uma colher de chia. Ou bater uma vitamina de leite desnatado, morango e linhaça. Com isso, consegue todos os grupos e ainda garante uma quantidade de fibras em seu lanche".

Qual o horário da última refeição?
Segundo Liliane, não é possível indicar um horário ideal para a última refeição. Tudo depende do ritmo de cada um. "Quem treina ou faz academia à noite e vai dormir mais tarde, pode comer mais carboidrato. Já quem dorme cedo e é mais matutino terá menos tempo para gastar esses alimentos à noite e, por isso, precisa tomar cuidado com o que tiver os maiores índices glicêmicos", explica.

Prepare-se para não se sabotar
A nutróloga ainda lembra que a maneira como você arruma a geladeira pode te ajudar a se manter na dieta até quando bater aquela fome à noite. "Deixe na geladeira, à primeira vista, o que for mais saudável. Sabe que à noite pode ter vontade de beliscar, então já deixe ali na frente da geladeira potinhos com pepinos fatiados ou cubos de cenoura", sugere.

Se quiser um docinho, aposte na gelatina. "Deixa gelatinas prontas. E para incrementar, pode bater a gelatina com um pote de iogurte desnatado e pedacinhos de fruta antes de colocar para gelar. Você vai ter aquela gelatina com uma camada de creme. E é melhor comer dois potinhos de gelatina diet do que um pote com creme de leite ou leite condensado", indica. "Enfeita os olhos e ainda terá fibras e vitaminas por causa da fruta que acrescentou a receita e proteína do iogurte. Em casa gosto muito de fazer gelatina de abacaxi com iogurte e pedacinhos da fruta", detalha.

Não se esqueça de beber água
Manter-se hidratado é um grande passo para evitar excessos à noite. "Se você não se hidratar durante o dia, vai ter mais fome à noite. O cérebro te engana. Aí aumenta a chance de você pegar um biscoito quando for buscar um copo de água na cozinha", afirma a médica.

Receitas e mãos à obra
Não importa qual o horário, os alimentos naturais, preparados em casa, geralmente são mais saudáveis do que os industrializados. Então, Liliane Opperman também passa uma série de receitas simples para fazer em casa e saciar a fome antes de dormir:

Prato principal:
Salada de alface com Carpaccio de Salmão 
- 4 folhas de alface americana 
- 4 folhas de alface roxa 
- 1 colher de sopa de nozes picadas 
- 1 pote de iogurte natural desnatado 
- 2 colheres de chá de mel 
- 1 colher de chá de pimenta rosa 
- 10 filetes de carpaccio de salmão 

Higienize as folhas, pique delicadamente e monte no prato. Em um recipiente, misture o iogurte, o mel e a pimenta e acrescente por cima da folhas. Salpique as nozes e distribua os filetes de carpaccio para finalizar.

Bruschetta Light 
- Uma fatia pequena e fina de pão italiano 
- Azeite 
- 3 dentes de alho 
- 1 tomate picado 
- Folhas de manjericão, pimenta do reino e sal a gosto 
- 1 fatia de queijo de cabra ou mussarela de búfala 

Corte fatias de pão italiano, coloque molho fresco (refogar 3 dentes de alho bem picadinhos no azeite e acrescentar tomate picado sem sementes, folhas de manjericão e temperar com sal e pimenta do reino moída) e cubra com uma fatia de queijo mussarela de búfala ou um bom queijo de cabra.

Bolinho assado de batata doce 
-200 grs de batata doce cozida 
- 2 fatias de queijo branco picado (eu usei ricota) 
- 20 grs de cenoura ralada 
- cebolinha e salsa picadinha

Esmague a batata doce, misture com os demais ingredientes em uma bacia pequena. Faça bolinhas pequenas com as mãos e leve ao forno a 180 graus por 20 minutos

Sanduíche light 
- 2 fatias de pão integral 
- Maionese light 
- Cebolinha 
- Ricota 
- Azeite 

Monte o pão integral com recheio de ricota com cebolinha e duas colheres de sopa de maionese light (bater no liquidificador). Tempere com sal e azeite.

Bebida: Suchá gelado de Maracujá e Cidreira 
- polpa de um maracujá 
- 300 ml de chá de erva cidreira 
- 1 colher de sopa de mel
- 200 ml de água de coco

Faça o chá de erva cidreira e espere esfriar. Depois, bata no liquidificador com água de coco a polpa do maracujá e mel. 

Sugestão: Colocar lascas de gengibre

Doces:
Sobremesa de Frutas Vermelhas com chocolate amargo
- 8 morangos
- 1 colher de sopa de mirtilo
- 40 gr de chocolate meio amargo 

Derreta o chocolate em fogo baixo em uma panela pequena e acrescente 1 colher de sopa de água. Pique as frutas e coloque numa taça. Acrescente o chocolate quente por cima e sirva.

Banana quente com Fibras e Aroma de Canela 
- 1 banana 
- 1 colher de aveia em flocos
- 1 colher de sobremesa de semente de chia
- 1 colher de chá de canela em pó 

Em uma panela em fogo baixo, coloque a banana picada com a aveia, a chia e a canela. Misture delicadamente por alguns minutos. Sirva quente.

Sugestão: pode colocar raspas de limão.

Foto: Getty Images

iG

Saiba se você tem escoliose e como tratar a coluna em forma de S

Adultos sem histórico prévio de cirurgia na coluna ou de deformidade também podem apresentar escoliose

Por Dr Paulo Porto de Melo

Comparação
ADAM: Comparação

A Escoliose é classificada como idiopática nos pacientes aonde não se pode encontrar a causa (até 85% dos casos).

A escoliose idiopática é subclassificada conforme o grupo etário à época do diagnóstico: infantil (diagnóstico feito antes dos três anos de idade), juvenil (até os dez anos) ou adolescente (dos dez anos até a maturidade esquelética).

Adultos sem histórico prévio de cirurgia na coluna ou de deformidade também podem apresentar escoliose. Quando a escoliose ocorre neste grupo, ela geralmente é secundária a alterações degenerativas dos discos inter-vertebrais e das articulações da coluna.

O quadro clínico da escoliose caracteriza-se por dor e deformidade. Os sinais mais claramente identificados são a assimetria entre os ombros (um ombro mais alto que o outro), entre as cristas ilíacas (o proeminência óssea visível na região lateral do abdome) ou entre um lado e o outro do tórax. Casos extremos podem cursar com alteração da capacidade respiratória e hemodinâmica do paciente.

Sintomas
Além dos sintomas clínicos, sintomas psíquicos podem estar presentes e, eventualmente, originar a principal indicação cirúrgica. Isto se deve ao fato da curvatura ser estigmatizante, levando usualmente o paciente a retração social que, em casos extremos, pode até atrapalhar o desempenho laborativo do paciente. Se ainda criança ou adolescente, usualmente leva a situações de brincadeiras constrangedoras para o paciente. A avaliação psicológica no momento do diagnóstico e o seguimento do paciente por profissional habilitada é importante pois garantirá não somente um desenvolvimento psíquico adequado como indicará a eventualidade da deformidade se tornar insuportável para o paciente do ponto de vista psíquico.

Diagnóstico
O diagnóstico é estabelecido através de exame clínico e confirmação radiológica. Os critérios estabelecidos pela Scoliosis Research Society (Sociedade para Pesquisa da Escoliose), ao qual sou filiado, são: assimetria visível com a flexão simples da coluna e curvatura superior a dez graus ao raio-x.

No raio-x (realizado em AP, ou seja, em incidência frontal) os ângulos mais comumente utilizados são os de Cobb e Costo-Vertebral. O primeiro é usualmente utilizado para diagnóstico e mensuração da progressão da doença. O segundo relaciona-se ao prognóstico.

É muito importante frisar que a escoliose não melhora com a idade, é uma doença progressiva. Desta forma, o diagnóstico e intervenção precoces podem minimizar a curvatura e impedir a progressão da doença. Pacientes que possuam curvaturas inferiores a 25 graus são usualmente acompanhados em consultas trimestrais, monitorados e tratados com fisioterapia e RPG.

Pacientes com potencial de crescimento e curvaturas entre 25 e 50 graus são tratados com coletes específicos, no intuito de direcionar o crescimento da coluna em um ângulo adequado, minimizando a possibilidade de cirurgia futura. Pacientes com curvaturas superiores a cinquenta graus, no entanto, são tratados cirurgicamente.

Mesmo para crianças existem materiais específicos, que expandem-se à medida que a criança cresce, evitando procedimentos tradicionais de fusão, que interromperiam o crescimento da coluna.

É importante frisar que o resultado pós-operatório visa a melhor condição funcional do paciente, o que não necessariamente implica em uma coluna perfeitamente alinhada e anatomicamente perfeita.

Isto se deve ao fato da mudança abrupta no alinhamento e na angulação da coluna potencialmente poderem originar danos à medula ou às raízes nervosas, com possíveis sequelas motoras.

Desta forma, a cirurgia deve ser realizada sempre com o auxílio de potenciais evocados, que registram mesmo as mais sutis mudanças no comportamento dos nervos ou da medula, indicando o limite a ser respeitado na correção. Sendo assim, pacientes podem sair da cirurgia sem a sua coluna perfeitamente reta, mas com sensível melhora estética e funcional.

É por esta razão e pela complexidade anatômica e biomecânica que o tratamento da escoliose deve ser realizado por equipe multi-profissional, em que o cirurgião, a psicóloga e os profissionais de reabilitação tenham experiência no manuseio deste grupo especial de pacientes.

Em casos aonde exista indicação cirúrgica, é fundamental a utilização da monitorização por potenciais evocados intra-operatórios, mesa cirúrgica própria (expansível e radiotransparente), raio-x de qualidade, materiais de implante confiáveis, etc.

A cirurgia da escoliose, por ser de grande porte, apresenta uma recuperação também longa. Usualmente o paciente é liberado para qualquer atividade depois de 180 dias, com liberação gradativa para atividades usuais a partir dos primeiros 30 dias pós-operatórios.

iG