Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


domingo, 24 de julho de 2016

Síndrome das Pernas Inquietas: Saiba como amenizar o problema

shutterstock 283359929Você já sentiu um desejo irresistível de mexer as pernas quando deveria ficar quieto?!

Mesmo sentado ou deitado, você está lá e deveria dormir, por exemplo, mas sente uma compulsão, uma agonia nas pernas que só passa quando você começa a andar pela casa. Você se mexe, faz vários movimentos e até sente alívio. O único problema é que aquela inquietação anterior volta com tudo quando você fica em repouso novamente.

Essa sensação estranha sentida nas pernas descrita na cena acima pode ser identificada como Síndrome das Pernas Inquietas. Esse é um distúrbio que acomete os membros inferiores, mas que pode também chegar aos braços, nos casos mais graves. Os sintomas dessa síndrome costumam aparecer com mais frequência à noite, impossibilitando quem a sente de dormir ou dormir bem. O incômodo nas pernas pode até impedir pessoas que tem SPI de fazer viagens compridas e assistir filmes muito longos.

“ A identificação da síndrome é basicamente clínica. Não há um exame de sangue que faça o diagnóstico. A queixa principal no consultório é o impulso irresistível de mover as pernas. Não é uma síndrome tão comum e nem tão rara”, explica o chefe do serviço de Ortopedia do Hospital Federal de Bonsucesso no Rio de Janeiro, Cláudio Mendes.

As consequências para quem sofre a síndrome são perceptíveis no dia seguinte: cansaço, sonolência, indisposição e irritação. As pernas inquietas não escolhem idade ou sexo. Qualquer pessoa pode apresentar os sintomas, mas, no geral, ela é mais comum a partir dos 40 anos.

“Para determinar se o paciente está com a Síndrome das Pernas Inquietas é muito importante que primeiramente sejam descartados doenças como Parkinson, epilepsia leve, hipertensão e diabetes entre outras, mas uma das principais causas que está diretamente ligada ao aparecimento dela é a gestação. É muito comum grávidas sentirem”, conta o ortopedista Cláudio Mendes. Para o alívio das gestantes, os sintomas logo desaparecem apóso parto.

O motivo que as pessoas ficam com essa inquietação nas pernas ainda é desconhecido e, infelizmente, não há cura. Mas já se sabe que a pessoa com SPI evitae cafeína (café e chá preto), além de energéticos, chocolates e outros estimulantes. Quem pratica natação, corrida ou atividades de alongamento, poderá sentir alívio já que essas atividades estimulam bastante as pernas e no final do dia elas estarão mais relaxadas. Se mesmo assim, com todas as condutas abordadas, o desejo irresistível de mover as pernas prevalecer, um neurologista poderá indicar medicamentos específicos.

Evite a automedicação sempre!

Anvisa suspende loção progressiva e coloração capilar

Foto: Reprodução
Anvisa interdita lote 284 da loção restauradora progressiva Palmindaya For Woman e suspende coloração capilar em todo território nacional 

A loção restauradora progressiva Palmindaya For Woman, 160 mL, da empresa Palmindaya Cosméticos Ltda., foi interditada de forma cautelar pela Anvisa.

A agência recebeu a denúncia de desvio de qualidade do produto no lote 284.

O Laudo de Análise Fiscal inicial 3842.1P.0/2015, feito pela Fundação Oswaldo Cruz, revela que a loção apresenta resultado insatisfatório no ensaio de determinação de chumbo.

O elemento químico faz parte da composição de várias tinturas capilares, entretanto, sua quantidade deve ser rigorosamente monitorada para que fique dentro dos limites seguros, menor ou igual a 0,6% (Resolução RDC n.º 15/2013).

Efeitos do chumbo no organismo
O chumbo, quando usado em quantidade superior a estabelecida, pode entrar no organismo e levar ao surgimento de problemas neurológicos, gastrointestinais, musculares, hormonais, surgimento de câncer, entre outros.

A Anvisa solicita que empresa cumpra a medida até que os resultados da perícia de contraprova sejam emitidos em definitivo.

Esta Resolução entra em vigor pelo prazo de noventa dias após a publicação no Diário Oficial da União (DOU).

Coloração capilar
A Anvisa suspendeu também a distribuição, divulgação, venda e uso da coloração especial 8.0 Louro Claro Reestrear, da empresa Phitoteraphia Biofitogenia Laboritorial Biota Ltda., em todo o território nacional.

Segundo o Laudo de Análise 4374.00/2015 da Fundação Ezequiel Dias (Funed), a coloração do lote L29/4 apresentou resultados insatisfatórios no ensaio de aspecto, pH e rotulagem.

A Anvisa determinou que a empresa recolha os produtos ainda disponíveis no mercado.

ANVISA

Agência suspende lotes da Bala Verde Marita e Café Marita

Foto: Reprodução
Anvisa determina suspensão de bala fabricada pela empresa Florestal Alimentos S/A e café da empresa World Blend Master Alimentos. Também foi proibida a publicidade

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária determinou a proibição da fabricação, distribuição, comercialização e publicidade de todos os lotes do produto Bala Verde Marita Green, fabricado pela empresa Florestal Alimentos S/A e dos produtos Café Marita Burn + Control 100g e Café Marita Memory 100 g, fabricados pela empresa World Blend Master Alimentos Ltda.

A medida foi motivada pela presença, na Bala Verde Marita Green, de substâncias que não possuíam registro e que não passaram pelos testes de segurança e eficácia prévios exigidos pela Agência, comprometendo as propriedades funcionais e de saúde alegadas pelo fabricante.

Já no Café Marita, foi constatada a presença de ingredientes fitoterápico nos produto, comprometendo seu enquadramento e uso como alimento

Proibição da publicidade
A Agência determinou também que a empresa que distribui esses produtos, Rede Brasil Fácil Ltda, não divulgue propagandas e publicidades que atribuam alegações de propriedades funcionais, de saúde ou terapêuticas aos seus produtos comercializados.

Com a decisão, as empresas devem recolher todo o estoque existente dos produtos no mercado. A medida está na Resolução publicada no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA