Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Dieta: nas menores embalagens estão os maiores perigos

Dieta: nas menores embalagens estão os maiores perigos - por Enio Rodrigo
Seguindo a lógica de que os melhores perfumes estão nos menores frascos, os alimentos mais saborosos deveriam vir nos menores bocados. Em parte esse pensamento está correto: as pessoas valorizam mais chocolates e doces em embalagens diminutas. A parte ruim é que desta forma elas consomem mais e, como consequência, elevam seu consumo calórico.

Essa é a conclusão de um artigo que procurou saber menos sobre os hábitos nutricionais e mais nos padrões de consumo de doces em geral. Publicado no Journal of Marketing, o estudo feito por Jennifer Argo, observou que – para alegria dos fabricantes – doces com porções menores, embrulhados separadamente e em conjuntos pequenos (como aqueles encontrados em caixas de bombom) são vistos com mais desejo do que os mesmos produtos em tamanhos maiores ou ensacados em conjuntos grandes, por exemplo.

Isso quer dizer, sugere a pesquisa, que meia dúzia de brigadeiros em uma bela caixinha parece ser mais saboroso do que um “brigadeirão” na prateleita da padaria ou de uma bandeja de brigadeiros com uma centena de docinhos. A combinação de tamanhos pequenos e porções sensivelmente “finitas” (que você sabe que vai acabar rapidamente) é a pior possível para aqueles em dieta ou que querem controlar o próprio peso.

Autoestima e autoengano

Além disso, diz Argo, os níveis de autoestima influenciam o modo como as pessoas consomem estes doces apresentados de forma mais “luxuosa e exclusiva”. “Pessoas com a autoestima elevada tiveram um consumo maior desses alimentos na maioria das situações. Entretanto, quando as embalagens tinham informações afirmando que os doces eram versões menos calóricas do produto, por exemplo, esse consumo era muito maior”, aponta a pesquisadora.

A visibilidade do produto também influenciava esses dois tipos de consumidores: embalagens sem o produto à mostra eram mais consumidos por pessoas com maior nível de autoestima – que na pesquisa eram pessoas com maior poder aquisitivo e melhor resolvidos com sua aparência e peso – e as embalagens com os produtos visíveis eram mais desejados pelos consumidores com menores níveis de autoestima.

“Esse segundo grupo tendia a desconfiar mais dos produtos oferecidos em embalagens fechadas. Mas eram convencidos facilmente quando viam o produto e quando eles eram acompanhados de determinadas afirmações sobre seus benefícios”, diz Argo. A estratégia das empresas, claro, é fazer o consumidor pagar mais por embalagens mais “exclusivas”, mas de quebra este tipo de mecanismo de venda também eleva o risco de consumo calórico exagerado.

“Todo esse processo que observamos está no nível cognitivo. As pessoas nem sempre pensam no que estão comprando e parecem deixar de pensar na quantidade do que estão comendo quando há poucas unidades de um alimento”, finaliza a autora.

Fonte O que eu tenho

Estudo relaciona abusos na infância e esquizofrenia

Uma pesquisa publicada recentemente no periódico Schizophrenia Bulletin aponta que abusos sexuais, físicos e emocionais, assim como o bullying sofrido na escola e a negligência por parte dos pais durante a fase de desenvolvimento infantil aumentam em até três vezes o risco do desenvolvimento da esquizofrenia e eventos psicóticos na idade adulta.

O estudo, noticiado pelo jornal The Guardian, chegou a essa conclusão após analisar os dados de mais de 80 mil pessoas no Reino Unido e compará-los com os resultados de testes feitos com indivíduos que não sofreram qualquer tipo de abuso físico ou psicológico na infância.

De acordo com o jornal inglês, os resultados se somam aos de diversas outras pesquisas que relacionam maus tratos e abusos na infância com o aparecimento ou o aumento do risco para diversos transtornos mentais, incluindo depressão, transtornos de personalidade e ansiedade.

O responsável pelo estudo, Richard Bentall, pesquisador da Universidade de Liverpool, demonstrou que, no caso do desenvolvimento de psicose, esses riscos – quando comparados a crianças com uma infância saudável – são até 50% maiores. No caso da esquizofrenia (transtorno que atinge entre 1% e 3% da população mundial) estes riscos são até três vezes maior.

Metanálise de mais de 30 anos de estudos
Os resultados da equipe de Bentall vieram de uma metanálise – revisão de diversos outros estudos anteriores – de 36 pesquisas sobre maus tratos infantis (incluindo abusos sexuais, físicos, emocionais, impacto da morte dos pais, bullying e negligência por parte dos pais) realizados nos últimos 30 anos.

Crianças que sofreram mais de um tipo de abuso tinham o risco aumentado ainda mais. De acordo com o pesquisador, pessoas que tiveram traumas intensos e de diversos tipos durante suas vidas, apontaram os estudos, tiveram os riscos aumentados em até 50 vezes para psicose na idade adulta.

“Não há fatores genéticos que possam ser tão devastadores, em termos de efeitos na saúde mental, quanto esses que obervamos e os efeitos foram observados em diversos estudos diferentes, então é um problema bastante claro”, afirma Bentall.

Os mecanismos por trás da relação entre maus tratos infantis e esquizofrenia, entretanto, ainda não são claros. Uma hipótese, apontada por pesquisadores da Universidade de Harvard, indica mudanças na estrutura cerebral.

“É possível que essas mudanças no cérebro observada nos pacientes possa ser resultado de suas experiências de vida”, indica Bentall. “Mas ainda não sabemos se esse é o caso.”

“Estas conclusões trágicas podem nos ajudar a desenvolver novas soluções [para esses transtornos mentais]. Se entendermos como estas adversidades enfrentadas na infância influenciam o risco para trantornos psicóticos, nós renovaremos as esperanças para o desenvolvimento de intervenções visando a prevenção e o tratamento destes transtornos mentais”, aponta Andrea Danese, pesquisadora do Instituto de Psicologia da Universidade de Liverpool, o mesmo de Bentall.

Fonte O que eu tenho

Descarte incorreto de remédios pode causar danos ao meio ambiente

Em Porto Alegre, apenas duas farmácias fazem esse recolhimento

Todos já estão cientes de que o uso de medicamentos deve ser feito conforme recomendação médica, que a automedicação não soluciona os problemas e que deve-se comprar remédios conforme a necessidade de tratamento. Porém, quando há excedentes, como deve-se descartá-los?

É comum encontrar em casa sobras de comprimidos nas caixas, xarope nos vidros e até ampolas de injeção. Tudo isso fica guardado nos armários até perder a validade. Porém, na hora de jogá-los fora, algumas pessoas ainda não sabem como proceder.

Os resíduos provenientes dos remédios podem ser perigosos, principalmente quando descartados no lixo comum ou na rede de esgoto, pois há a possibilidade de contaminação do solo e da água. A representante da Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler (Fepam), órgão que regulamenta o recolhimento desses medicamentos, Amanda Vieira, explica:

— Às vezes, a pessoa nem sabe que está fazendo errado, falta informação e conscientização ambiental.

Em Porto Alegre, apenas duas farmácias estão cadastradas para fazer essa coleta, a Panvel e a Pharma & Cia. Os remédios são encaminhados a aterros industriais. Porém, de acordo com Amanda, ainda não há a obrigatoriedade no serviço, mas já existe uma lei em trâmite para que todos os estabelecimentos tenham que realizar esse serviço.

Fonte Zero Hora

Tecnologias móveis podem antecipar problemas oculares

Tecnologias móveis podem antecipar problemas oculares Emerson Souza/Agencia RBS
Tamanho das telas gera dificuldade de leitura, diz oftalmologista
Esforço visual para navegar em celulares e tablets podem gerar vista cansada antes dos 40 anos

As novas tecnologias estão cada vez mais difundidas entre a população. Em um ano, cresceu de 23,6 milhões para 47,2 milhões o número de acessos à internet móvel através de celulares, tablets, netbooks ou palms, segundo dados levantados pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil).

Porém, esse uso irrestrito pode estar antecipando a vista cansada ou presbiopia. O oftalmologista Leôncio Queiroz Neto, acompanhou durante dois anos 86 pacientes, com idades de 32 a 37 anos, que utilizavam a internet móvel por até quatro horas por dia. O médico constatou que 15% do grupo apresentou vista cansada aos 37 e 38 anos, quando o comum seria após os 40.

— O principal motivo é o tamanho das telas, que faz as pessoas aproximarem mais os equipamentos dos olhos do que costumam fazer com textos impressos — explica Queiroz.

O médico recomenda que, ao utilizar tais aparelhos, a pessoa deva aumentar o tamanho das letras, olhar para o horizonte a cada 20 minutos de navegação e evitar o seu uso em locais mal iluminados.

Principais sintomas
A vista cansada é a dificuldade de enxergar de perto, decorrente do envelhecimento ocular. No país, 50 milhões de pessoas têm o problema, mas estima-se que 58% desse total não saiba identificá-la, convivendo com dificuldades corriqueiras no dia-a-dia. Por isso, o especialista alerta:

— Os principais sintomas de vista cansada são a dificuldade para ler bulas, livros, jornais, aplicar maquiagem, se barbear ou não enxergar bem os textos no computador.

Queiroz afirma que a correção da vista cansada pode ser feita através de óculos para quem não tem outro problema, ou com lentes de refração e multifocais para quem tem miopia, hipermetropia ou astigmatismo. Pode-se também fazer cirurgias, mas até os 60 anos a vista cansada tende a progredir, assim, somente depois dessa idade o uso do óculos pode ser dispensado realmente em 95% dos casos.

Fonte Zero Hora

Médicos não conseguem se separar de registros em papel

Segundo pesquisas, apesar da proliferação dos registros médicos de saúde, 80% dos consultórios médicos ainda usam registros em papel

Mesmo com o crescente número de organizações de saúde adquirindo registros eletrônicos de saúde (EHRs), elas não estão necessariamente deixando o papel para trás. É o que diz uma pesquisa online aplicada aos hospitais, clínicas médicas e outros fornecedores de saúde realizada pela Anoto, uma fornecedora de caneta digital cuja tecnologia digitaliza anotações em papel e converte textos escritos a mão.

Três quartos dos questionados disseram que suas organizações possuíam EHRs. Ainda assim, das organizações que têm EHRs ou estão atualmente os implementando, quase 80% ainda usam registros de papel de uma maneira ou de outra.

Na pesquisa, os questionados precisavam comentar a forma que ainda usavam papel. A vice-presidente de merketing da Anotos, Virgina Carpenter, explica que viu prontuários, anotações de médicos, pedidos médicos e registros em suas respostas.

Como isso é possível se a maioria desses hospitais, clínicas, agências de saúde e instalações de cuidado a longo prazo têm EHRs? Umas das razões é que a definição de “EHR” varia muito. Em uma recente pesquisa independente de clínicas médicas ambulatoriais, 46% disseram que tinham EHRs, mas apenas 26% documenta suas anotações em registro eletrônico, usam o sistema para prescrições eletrônicas e fazem pedidos de exames ou resultados no EHR. Também, conforme os hospitais implementam o registro eletrônico de saúde, as anotações dos médicos são o último módulo a ser adicionado.

Mesmo se uma organização tenha aposentado os prontuários em papel, continua recebendo um imenso fluxo de fax e documentos em papel como relatórios hospitalares e de consultoria. Membros da equipe digitalizam os documentos para dentro dos EHRs; na pesquisa da Anoto, 48% dos questionados disseram usar escâneres para entrar dados no sistema.

Outro resultado da pesquisa mostrou que o uso de papel caiu significativamente nas organizações com EHRs. Quando questionados: Com qual regularidade os formulários em papel são usados (quando comparado com os formulários eletrônicos), em suas atividades diárias. 38% disseram que menos de um terço do tempo; 36% disserem que de um terço à metade do tempo; e o restante dos 25% disseram que usavam mais da metade do tempo. Já que 75% disseram ter o EHRs, essa descoberta sugere que as organizações com registros eletrônicos de saúde usam menos papel do que aquelas que não têm EHRs.

Rosemarie Nelson, uma consultora em TI de saúde que trabalha com clínicas médicas, disse à Information Week Healthcare que as clínicas reduziram sua confiança no papel quando adotaram EHRs. De acordo com ela, o uso de papel está claramente encerrado, mas acredita que as pessoas têm expectativas irreais de que o papel não mais existirá, então, acreditam ainda estar no mundo de papel, mas há, sem dúvidas, bem menos utilização.

Limitações dos sistemas EHR, maneiras ineficientes de usá-los e transmissões de dados não eletrônicos para fontes de fora, contabilizam com muito do uso de papel observado em consultórios médicos com registros eletrônicos. Por exemplo, Rosemarie notou que consultórios podem não ter interfaces com todos os grandes laboratórios, então, os resultados de exames são enviados por faxes e a equipe deve digitaliza-los para o EHR.

Se ninguém entrar esses resultados, mais documentos em papel serão gerados. Em uma clínica urológica, por exemplo, resultados de faxes são digitalizados dentro do módulo de gerenciamento de documentos do EHRs como PDFs. Um urologista que busca os últimos resultados do teste PSA de um paciente, precisa abrir cada documento no EHR e anotar os valores em um pedaço de papel.

Exames de imagem apresentam outro conjunto de problemas. Em algumas clínicas, em vez de ficar em dois monitores para comparar os eletrocardiogramas, o médico terá o antigo impresso para que possa comparar com o novo na tela de computador. Em uma clinica oncológica, Nelson viu um médico visualizando uma tomografia em um site enquanto lia o relatório de acompanhamento impresso em papel.

A boa notícia, segundo Rosemarie , é que ela raramente viu clínicas onde médicos usavam os registros eletrônicos e o prontuário em papel juntos. E ressalta que antes, costumava-se imprimir o resumo do paciente para o oncologista, agora isso não é mais utilizado. E sozinho, o médico solicita um exame dentro do EHR. Antigamente, ele pediria para outra pessoa fazer o pedido e mais tarde o aprovava.

Fonte SaudeWeb

Acreditação em saúde deslancha no Brasil

Para a Superintendente do Consórcio Brasileiro de Acreditação o aumento da demanda das instituições pela acreditação reflete um novo cenário político para a área de saúde

A importância de sistematizar os processos assistenciais para garantir a qualidade e a segurança dos pacientes vem se disseminando com mais força entre os gestores de instituições de saúde do Brasil nos últimos anos. Um importante reflexo disso foi o aumento de mais de 20%, entre 2010 e 2011, no número de instituições acreditadas segundo a metodologia da Joint Commission International (JCI), braço internacional da The Joint Commission, organização americana com maior experiência no mundo na área de acreditação. Atualmente, as instituições brasileiras acreditadas de acordo com os padrões internacionais da JCI formam um cenário de 33 organizações, entre hospitais, ambulatórios, programas de cuidados continuados e até operadoras de planos de saúde.

Ainda que esses números representem uma parcela pequena dentro do conjunto de mais de 6 mil hospitais no Brasil, eles apontam para o crescimento rápido do interesse dos gestores da saúde por comprovar a qualidade de seus serviços por meio da acreditação, uma ferramenta relativamente recente no País. Nos Estados Unidos, por exemplo, onde a The Joint Commission completa 61 anos de atuação, já foi atingida a marca de mais de 18 mil instituições acreditadas de acordo com as normas da organização — 85% do total do país. Além disso, a tradição norte-americana pela estandartização da prática de assistência hospitalar remonta ao início de década de 1910, sendo o primeiro manual de padrões lançado em 1926.

Dessa maneira, comparar o universo da acreditação em saúde nos dois países pode indicar uma visão limitada, senão temerária, da atual situação brasileira. A acreditação começou a entrar na pauta do setor de saúde do País no fim dos anos 1980 e início dos anos 1990 em São Paulo e Rio de Janeiro, estados hoje na vanguarda em número de instituições acreditadas. A partir de 2000, o Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), passou a atuar em parceria com a JCI, passando a oferecer a acreditação conjunta com a organização estrangeira, implantando no Brasil uma metodologia já reconhecida e atestada ao redor do mundo.

Desde então, o crescimento de instituições acreditadas tem sido constante. Apenas em 2011, 95 instituições de saúde estiveram em preparação para acreditação, entre elas 43 hospitais, 20 ambulatórios, 15 programas de cuidados clínicos e três operadoras de planos de saúde. Nesse panorama, o Nordeste tem se sobressaído como um importante pólo, com três instituições já acreditadas e outras cinco em processo de preparação. Esses números nos dão uma projeção de um crescimento de 30% em novas acreditações e certificações nos próximos três anos em todo o Brasil.

O aumento da demanda das instituições pela acreditação reflete um novo cenário político para a área de saúde. Os gestores públicos já estão atentando para a preocupação com a qualidade dentro dos hospitais e isso aponta, num futuro próximo, em novas políticas e procedimentos que deverão ser seguidos pelas instituições para atingir a excelência no atendimento. Nesse sentido, as organizações acreditadas, que seguem os padrões de segurança preconizados pela JCI, vão despontar como importantes exemplos de êxito em qualidade e segurança ao paciente.

*Por Maria Manuela Alves dos Santos, superintendente do Consórcio Brasileiro de Acreditação

Fonte SaudeWeb

Nestlé compra unidade de nutrição infantil da Pfizer

Empresa derrotou a rival Danone na disputa pela liderança no segmento de alimentação infantil nos mercados emergentes. Negócio permitirá sinergias de custos de US$ 160 milhões

A Nestlé, maior grupo de alimentos do mundo, anunciou nesta segunda-feira (23) a compra da unidade de nutrição infantil da Pfizer por US$ 11,85 bilhões. Dessa forma, a companhia torna-se a líder do segmento de alimentação infantil nos mercados emergentes, passando à frente da concorrente Danone.

De acordo com agências de notícias, a Nestlé já era vista como a provável vencedora na disputa pela maior disponibilidade de recursos após vender sua parcela no grupo Alcon para a Novartis.

Em nota, a Nestlé recordou que 85% das vendas da Pfizer Nutrition se originam em mercados emergentes. Para 2012, a expectativa é de que o negócio gere vendas de US$ 2,4 bilhões. No ano passado, segundo a Pfizer, a operação registrou receitas de US$ 2,1 bilhões.

A aquisição, que ainda está sujeita a aprovação regulatória, deve ser concluída em meados de 2013 e irá ajudar a Nestlé a ampliar a liderança no mercado de leite em pó infantil.

A Nestlé disse que o negócio vai adicionar valor ao seu lucro por ação a partir do primeiro ano, e permitirá sinergias de custos de US$ 160 milhões.

Fonte SaudeWeb

Rede D´Or compra hospitais Santa Luzia e Coração do Brasil

O grupo, que possui operação no Rio, São Paulo e nordeste, agora passa a operar também no centro-oeste do País. Neste mês de abril, o grupo anunciou também a compra do Hospital Nossa Senhora de Lourdes, em São Paulo

A Rede D’Or São Luiz, que tem como sócio o banco BTG Pactual, adquiriu o Hospital Santa Luzia e o Hospital do Coração do Brasil, ambos localizados em Brasília e pertencentes ao mesmo grupo. Neste mês de abril, o grupo anunciou também a compra do Hospital Nossa Senhora de Lourdes, em São Paulo.

A Rede D’Or, que possui operação no Rio, São Paulo e nordeste, agora passa a operar também no centro-oeste do País.

O Hospital Santa Luzia foi fundado em 1971 e o Hospital do Coração em 2007. Os dois hospitais realizam ao ano 150 mil atendimentos no pronto-socorro, 21 mil internações e 11 mil cirurgias.

A operação foi assessorada pelo Banco BTG Pactual pelo lado da Rede D’Or São Luiz, e pela Singular Assessoria Financeira por parte do Grupo Santa Luzia.

Fonte SaudeWeb

O que é um hospital inteligente?

Conceito vai muito além de uma instituição sem papel

Hospital Inteligente é o novo conceito cunhado pelos americanos para entidades de saúde totalmente digitalizadas. Este parece ser o futuro dos hospitais que buscam qualidade, eficiência e produtividade. Desapegar do papel talvez seja o primeiro passo para o alcance desse tamanho avanço tecnológico, mas está longe de ser o suficiente.

Para uma unidade “sem papel” (paperless) não basta digitalizar os prontuários eletrônicos, mas integrá-los a todas as áreas clínicas do hospital como farmácia, centro cirúrgico, departamentos de imagens, entre outros.

De acordo com o presidente da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) e Diretor de TI da Bionexo, Cláudio Giulliano Alves da Costa, o retorno de uma digitalização bem sucedida são:

-exclusão do papel
-maior eficiência e produtividade
-redução significativa de custos
-maior qualidade na atenção ao paciente
-melhores indicadores como, por exemplo, menores índices de eventos adversos

“A informação trafega de forma eletrônica e digital, melhorando o funcionamento do hospital”, afirma Costa durante o Encontro Nacional Unimed de Recursos e Serviços Próprios, desta quinta-feira (19).

Por onde começar?
Para tornar-se uma instituição inteligente, é preciso, segundo o presidente da SBIS, planejar com cautela as ações. Costa lista os passos fundamentais:

-Projeto
-Planejamento
-Organização dos Processos
-Padronização dos Cadastros
-Boa Infraestrutura de Sistemas/rapidez

Apesar da tendência apontar para a digitalização da saúde, e os resultados serem promissores, existem, atualmente, barreiras evidentes. Entre elas:

-Altos custos
-Mudança de cultura dos profissionais
-Interfaces ruins
-Desafios em relação à segurança, privacidade e confidencialidade
-Falta de visão ou conhecimento

Este foi o cenário exposto pelo presidente da SBIS, e fica evidente que uma quebra de paradgima terá que acontecer para a expansão de redes de saúde integradas e inteligentes.

Fonte SaudeWeb

Prefeitura de São Caetano inaugura Unidade de Tratamento ao Câncer e Hospital de Olhos

Instituição disponibilizará o preparo à promoção das terapias quimioterápicas. Já o centro voltado a oftamologia terá o conceito de hospital dia

A Prefeitura de São Caetano do Sul inaugurou um novo Complexo Municipal de Saúde, que será formado pelo Centro de Oncologia e Hemoterapia Luiz Rodrigues Neves, Unidade de Tratamento ao Câncer, e o Hospital de Olhos Dr. Jaime Tavares. Situado no prédio do antigo Pronto Socorro Municipal, esse espaço foi inaugurado oficialmente em cerimônia marcada neste sábado (21).

De acordo com a instituição, a Administração Municipal disponibilizará o preparo à promoção das terapias quimioterápicas que são necessárias aos pacientes que sofrem com essa doença – segundo estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), quase 13 milhões de pessoas são diagnosticadas todo ano com câncer e 7,6 milhões de pessoas morrem vítimas da doença (diante desse cenário, a Unidade de Tratamento ao Câncer sancaetanense será fundamental no esforço para tratar essa enfermidade no município).

Já Hospital de Olhos Dr. Jaime Tavares funcionará com consultórios, centro de diagnósticos e área cirúrgica, e realizará exames como refração (verificação do grau) e fundoscopia (fundo do olho), dentre outros. Nesse espaço, será adotado o conceito de Hospital Dia Oftalmológico – consiste numa ampliação da Unidade de Saúde Oftalmológica Dr. Jaime Tavares, que já atende a população com sucesso há alguns anos.

Obras
As partes hidráulicas e elétricas do prédio foram refeitas, com a instalação de um gerador próprio, revitalização de elevadores, e adaptação da infraestrutura para o padrão da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) voltado aos deficientes físicos.

O hospital também terá uma área de lazer adequada para o conforto e bem-estar dos pacientes de oncologia.

Fonte SaudeWeb

Acreditação: quais são os desafios segundo a ONA

Em paralelo ao aumento da demanda, a obrigatoriedade das acreditações e a capacitação dos profissionais são aspectos fundamentais para o avanço da qualidade

Os processos que avaliam as boas práticas de gestão das instituições de saúde ganharam importância há pouco mais de uma década no Brasil. A Organização Nacional de Acreditação (ONA), por exemplo, foi criada em 1999 com a pretensão de fornecer, além de um manual de orientação, sistemas de gerenciamento de desempenho.

Desde então, a conscientização do mercado em relação às acreditações tem avançado, mesmo com a não obrigatoriedade das acreditações. Dos 299 empresas de saúde certificados pela ONA, 156 são hospitais, o equivalente a 25.700 leitos – quase 10% dos leitos clínicos e cirúrgicos do País. O número ainda é incipiente, tendo em vista os mais de 300 mil estabelecimentos de saúde existentes, segundo o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES).

Para o coordenador técnico da ONA, Péricles Góes da Cruz, existem alguns aspectos que impulsionarão a maior abrangência das certificações no setor. São eles: políticas que sinalizem a acreditação como estratégia básica dos prestadores e atendimento da crescente demanda em paralelo com a capacitação dos profissionais.

“O ideal seria a extinção da ONA nível 1, e que a ONA nível 2 virasse a de nível 3, e assim em diante. Mas isso só acontecerá com uma mudança de cultura”, afirma o coordenador técnico da ONA, Péricles Góes da Cruz, durante o Encontro Nacional Unimed de Recursos e Serviços Próprios, nesta quinta-feira (19).

De acordo com Cruz, um dos benefícios mais significativos da acreditação para os hospitais e laboratórios está atrelado ao aumento de lucro. “Já escutei gestores me dizerem que o faturamento do hospital continuou exatamente o mesmo, mas o lucro aumento consideravelmente depois de uma acreditação”, ressalta.

Fonte SaudeWeb

Robótica em saúde: entenda sua aplicação hoje e futura

Utilizada hà pouco mais de dez anos, a cirurgia robótica ainda está em sua primeira geração, no entanto, especialistas já vislumbram novas aplicações. Um futuro que nem o visionário artista e inventor Leonardo Da Vinci poderia imaginar

Desde o início da Era Moderna, a sociedade imagina um futuro apoiado pela tecnologia, onde homem e máquina convivem e dividem funções em casa e no trabalho. Tal convívio parece não estar tão distante quanto se imagina, ao menos para alguns setores, como o de saúde, por exemplo, que já conta com modelos de robôs cirurgiões.

O mais comum e utilizado em larga escala por instituições de saúde é o da Vinci, produzido pela Intuitive Surgical Inc.. Seu nome foi inspirado no primeiro pensador a elaborar estudos sobre a anatomia humana, o gênio renascentista Leonardo Da Vinci.

Utilizado pela primeira vez em 1997, na Bélgica, o que antes era ficção científica hoje se tornou uma realidade. Grande parte dos hospitais em países da Europa, Estados Unidos e Japão já possuem ao menos um robô cirurgião por unidade de saúde.

Em entrevista exclusiva à FH, o presidente da Denbar Robotics e ex-astronauta da NASA, Dan Barry, afirma que a robótica está avançando exponencialmente à medida que aumentam o poder computacional e a velocidade das conexões que permitem uma mobilidade cada vez maior de máquinas inteligentes. “Definitivamente, a cirurgia robótica é o futuro das cirurgias, está evoluindo e mudará a medicina dos próximos 10 anos.”

As reduções consideráveis nos custos de sensores 3D e os novos algoritmos de processamento de imagens possibilitam aos robôs e seus usuários uma conscientização maior do meio ambiente em que as máquinas estão inseridas e sistemas cada vez mais avançados. “Já estão em fase de estudo, os procedimentos feitos somente com robôs, onde ninguém tocará no paciente”. Barry afirma, também, que a utilização dessas máquinas não se restringirá apenas ao centro cirúrgico, mas à prática assistencial com robôs enfermeiros.

No Brasil
Por aqui, este cenário é um pouco diferente. O primeiro procedimento robótico foi realizado pelo Hospital Sírio Libanês (HSL) apenas em 2008. Atualmente, o País conta com cinco robôs cirurgiões, sendo dois no HSL, um no Hospital Israelita Albert Einstein, um no Hospital Alemão Oswaldo Cruz e um no Instituto do Câncer (Inca)- única instituição pública brasileira a utilizá-lo.

O gerente médico do centro cirúrgico do HSL, Sergio Arap, também acredita na popularização do uso de robôs em cirurgias por todo o País, da mesma forma que ocorreu nos Estados Unidos. “Lá o uso de robôs teve um aumento assustador nos últimos anos. Praticamente todos os hospitais possuem ao menos um”, afirma.

Arap avalia que o efeito do marketing desse tipo de tecnologia é muito relevante e rentável ao hospital, pois os pacientes são atraídos pela imagem de uma instituição que investe em modernidade e tecnologia, o que causa um aumento no fluxo de pacientes seja para procedimentos realizados com o robô ou para outros tratamentos. Comparando custos, no Brasil, uma operação realizada com auxílio de robô pode custar até R$6 mil a mais do que um procedimento laparoscópico comum.

Com algumas cirurgias auxiliadas pelo da Vinci, no currículo, Arap acredita que a tendência é que no futuro os robôs serão cada vez menores. “O que vejo para este tipo de equipamento é a diminuição, tornando-o mais portátil e versátil dentro do centro cirúrgico.”

No Sírio-Libanês, o da Vinci já atuou em cirurgias torácicas, cardíacas, urológicas, ginecológicas, pediátricas, cabeça e pescoço e gástrica e bariátrica. Atualmente são realizadas cerca de 30 operações por mês. São dois dispositivos, um dedicado exclusivamente à capacitação de médicos nessa prática e outro para operações. Os treinamentos são realizados em porcos, o que leva o hospital a ter um biotério (lugar onde se conservam animais vivos, para estudos experimentais) para comportar esse tipo de prática.

Custos
De acordo com o diretor para América Latina do Global Robotics Institute, do Florida Hospital, que possui nove robôs, Kenneth J. Palmer, o custo é definitivamente um obstáculo, especialmente para países em desenvolvimento. “Já vemos uma movimentação de investidores do setor de saúde na América Latina que querem dar o primeiro passo em direção a este tipo de cirurgia, considerada, por eles, minimamente invasiva e futurista”.

“Na Venezuela, um robô foi adquirido pelo governo e instalado em um hospital público, portanto, oferecer este tipo de cirurgia sem nenhum custo para a população é possível”, diz Palmer.

Ao contrário do que muitos pensam o uso dessa tecnologia não se restringe aos hospitais privados. No Rio de Janeiro, o Inca adquiriu sua primeira unidade do da Vinci e já realizou a primeira cirurgia robótica pelo SUS. “Aqui no Inca, temos a missão de avaliar novas tecnologias para o sistema público de saúde, produzir conhecimento e treinar profissionais”, afirma o vice-diretor e coordenador de educação e pesquisa do Inca, Luiz Augusto Maltoni.

Mesmo com a aquisição, o vice-diretor ressalta que, especialmente na área oncológica, onde o conhecimento se multiplica a cada dia, o impacto desse tipo de tecnologia será positivo no futuro, mas se aplicado isoladamente, ele será mínimo. “Não existe nenhum tipo de tratamento ou procedimento isolado que trará resultado melhor.”

Segundo ele, com o conhecimento que tem sido desenvolvido pela história natural, em especial, dos tumores e alterações genéticas que foram definidas com o mapeamento do genoma humano e possibilidades de sequenciamento rápido para descobrir onde essas falhas ocorrem, em curto espaço de tempo haverá um impacto muito grande no tratamento oncológico. Tal reflexo contará com um procedimento cirúrgico mais refinado, com menos lesões e tratamentos complementares menos tóxicos e mais toleráveis. Tudo isso aumentará as chances de cura do paciente.

Futuro
Para o chefe do departamento de tecnologia do Nicholson Center, instalação no campus da Florida Hospital Celebration Health, nos Estados Unidos, que treina cirurgiões em técnicas minimamente invasiva e robótica, Roger Smith, os robôs cirurgiões estão na vanguarda do desenvolvimento tecnológico. “O da Vinci é um dispositivo incrivelmente bem projetado, em pé de igualdade com os melhores jatos de combate do mundo.”

O especialista compara a precisão do dispositivo a de um F-16 – jato de combate de alto desempenho fabricado pela General Dynamics. “O nível de controle que um cirurgião tem com equipamento é semelhante ao experimentado por um piloto de caça. Há um número de controles e hardwares únicos dentro do robô que conferem ao médico um nível extraordinário de precisão.”

Mesmo com tantos avanços, esse dispositivo é limitado pelo nível de tecnologia que estava disponível quando foi concebido. “Dado os avanços em materiais, motores e sensores, os futuros robôs cirúrgicos serão muito menores, mais leves e fáceis de manobrar. No futuro haverá versões que permitirão acoplar o equipamento ao teto do centro cirúrgico ou ligá-lo à mesa cirúrgica”, reforça Smith.

Uma das tendências é que em dez anos estes dispositivos terão ¼ ou menos do tamanho e peso dos robôs atuais. “Assim como vimos miniaturização significativa em todos os sistemas eletrônicos e mecânicos, veremos o mesmo fenômeno acontecer com os robôs cirúrgicos. Estas ferramentas estão ainda na sua primeira geração. Podemos esperar algumas melhorias surpreendentes no futuro.”, completa Smith.

O Nicholson Center recebeu uma concessão do departamento de Defesa norte -americano, no valor de US$ 4,2 milhões, para o desenvolvimento de práticas em cirurgia robótica e telecirurgia que, possivelmente, será utilizada em hospitais de campanha onde há deficiência de médicos e no campo de batalha.

Fonte SaudeWeb

São Paulo abre 30 vagas para formação de técnicos de enfermagem

Objetivo é melhorar os serviços de saúde prestados à população usuária do SUS e ampliar a escolaridade da população por meio da formação de profissionais de nível técnico com habilitações para o ingresso no mercado de trabalho

Técnicos de enfermagem que atuam em qualquer instância do serviço público no Estado de São Paulo poderão participar de um curso de especialização gratuito voltado para atendimentos de urgência e emergência. São 30 vagas disponíveis, mas, conforme o interesse, e escola poderá uma segunda turma em outro horário. A previsão é de que as aulas comecem em 8 de maio.

O curso tem duração de seis meses. As aulas acontecerão às segundas, quartas e quintas-feiras das 14h às 18h no Cefor-SP (Centro de Formação de Pessoal para Saúde) da Escola Técnica do SUS (Sistema Único de Saúde), na Vila Mariana, zona sul da capital paulista.

Segundo o diretor do Cefor, Ricardo Chaves de Carvalho, os participantes receberão ao final do curso um certificado de qualificação. Para ele, é importante que os profissionais busquem a qualificação porque há uma tendência hoje, no mercado de trabalho, de contratação de profissionais com especialização técnica. O Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) concede o registro de técnico especialista para profissionais que cursaram especializações.

Carvalho diz ainda que a ideia do curso é melhorar a qualidade dos serviços de saúde prestados à população usuária do SUS, mas também ampliar a escolaridade da população por meio da formação de profissionais de nível técnico com habilitações para o ingresso no mercado de trabalho.

As aulas serão ministradas por docentes de experiência na área. O objetivo é aperfeiçoar as técnicas de atendimento pré e intra-hospitalar para urgências e emergências, inclusive para serviços de resgate.

Para inscrições ou mais informações, basta ligar para os telefones (11) 5080-7458 ou 5080-7400. A Escola Técnica do SUS fica na rua Dona Inácia Uchoa,574, Vila Mariana.

Fonte SaudeWeb

Ivan Lessa: Coisas a não se dizer ao doente

Saiba algumas frases que parecem simpáticas, mas podem irritar uma pessoa doente

Doença a gente tira de letra. Ou ela tira a gente. Passam a ser secundárias as duas opções. Duro mesmo são os votos feitos por diletos ou indiletos amigos enquanto continua a se espirrar neste vale de atchins.

Eles, bem intencionados, via e-mail, viva voz ou cartão postal acompanhando cesta de flores ou frutas nos desejam coisas. Sentem-se na obrigação de dizer qualquer coisa e sempre dá besteira. Dá besteira por que - bolas! - a gente está doente e a sensibilidade se aguça como um porco espinho.

Baseado, em estudos e ruminações, e algum plágio de tabloide canalha, enumero algumas ocasiões em que o bico deve ser mantido diante disso que acho que ponderei - que vivemos, ou sobrevivemos, de doença a doença, de mal-estar a mal-estar.

Exemplificando:

"Estimo as melhoras"
Não há nada pior na face da terra do que o desgraçado do amigo, vizinho ou conhecido que encerra algo com esse refrão. Não estime nada a não ser este pobre indivíduo que o companheirinho veio visitar. Também não é pra ser "melhoras". É para ficar completamente bom. Novo em folha. "Melhoras" um "Melhoral", como o nome indica, resolve.

"Sinto muito por você"
Mentira, improbabilidade. Ninguém sente nem quer sentir o que estamos sentindo ou pressentindo no ar. Apenas, como tudo que se segue, irresponsabilidades ditas sem pensar. Falta de sensibilidade.

"Pode deixar que essa você supera isso"
Quer apostar quanto como não supera?, você deveria responder. Os doentes têm mais modos e contato com a realidade do que os que andaram ou, no domingo, correram a maratona.

"Você está está com bom aspecto"
E suas devidas variações. Mesmo caindo aos pedaços, sem forças, essa exige reação. Cuspa em quem disse, se conseguir. Ou jogue em cima um cinzeiro ou um dos controles remotos do que sobrou de sua vida. Aí ele ou ela vai ver o que é bom aspecto.

"Qualquer coisinha que eu possa ajudar, estamos aí"
Não. Não esteja aqui. Vai sua vida. Só o doente manja de doente. O doente prefere ficar sozinho à companhia de imbecis. Mande-se imediatamente. Nem cafezinho, nem suco e nem copo de água serão servidos.

"Tenho a certeza de que você está se preocupando sem razão"
Esse só com a resposta: "Não foi isso o que a sua mãe disse". Da cadeira de rodas, com o tubo de oxigênio atochado no nariz, fique descansado. Esse tipo não é de bater em doente.

"Sabe que esse treco pode ser pisscossomático?"
Calma. Contenha-se. O coração disparar só vai piorar as coisas. Só de sacanagem fique melhor mais rápido para aí então bolar vinganças - com torturas medievais - terríveis. Vocês dois merecem.

"Então, como vai indo de quimioterapia?"
Babe nas costas de mão direita e procure acertar na cara do bruto. Ria muito dizendo aos brados que esse troço pega. Como quem falou é ignorante, capaz de acreditar. Ou então vai ver que pega mesmo. A doença, não o tratamento.

Fonte R7

Estudo revela causas de dores de cabeça após ingestão de sorvete

Fluxo de sangue aumenta subitamente a pressão dentro da cabeça e causa desconforto

Um estudo conjunto realizado pela Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, e pela Universidade da Irlanda em Galway revelou porque as pessoas sentem dores de cabeça súbitas quando tomam sorvete.

Os autores da pesquisa acreditam ainda que ela pode apontar para possíveis tratamentos contra a enxaqueca.

Os resultados do estudo, realizado com 13 participantes, foram divulgados na revista científica online Live Science.

Os cientistas tentaram reproduzir as sensações de dor nas têmporas característica de quando se toma um sorvete ou se bebe algo muito gelado, fazendo os voluntários ingerir água gelada por meio de um canudo.

O voluntários tinham de sinalizar quando começavam a sentir dor e quando deixavam de senti-la.

Ao longo desse processo, o cérebro de cada voluntário era monitorado por meio de um método similar à ultrassonografia, em que ondas sonoras de alta frequência são usadas para observar as mudanças internas do corpo.

Fluxo sanguíneo
O estudo mostrou que enquanto os participantes sentiam a dor nas têmporas característica de quando se toma um sorvete, a artéria cerebral se abria e registrava um aumento do fluxo sanguíneo.

De acordo com Jorge Serrador, pesquisador-sênior da Escola de Medicina de Harvard, como o cérebro precisa estar trabalhando o tempo todo e ele é muito sensível à variações de temperatura, daí a ocorrência da vasodilatação (a ampliação dos vasos sanguíneos), que serve para levar sangue quente para dentro do tecido, de modo a fazer com que o cérebro permaneça aquecido.

O aumento do fluxo sanguíneo e a rápida dilatação da artéria situada no meio do cérebro e atrás dos olhos estariam diretamente ligados à ''dor de cabeça do sorvete'', que gradualmente era dissipada à medida que o fluxo sanguíneo voltava ao normal.

Segundo os autores do estudo, o súbito fluxo de sangue aumenta a pressão dentro da cabeça e provoca a dor.

A fim de impedir que a pressão alcance um nível perigoso, a artéria se contrai, causando a queda da pressão. Os pesquisadores concluíram que a contração da artéria que ocorre em seguida, como uma resposta à sensação de súbito esfriamento que ocorre quando se toma algo muito gelado, é um mecanismo de autodefesa que visa reduzir a pressão na cabeça antes que esta alcance um nível perigoso.

Os cientistas acreditam que outros tipos de dores de cabeça possam ter causas similares e que o estudo poderia levar ao desenvolvimento de novos tratamentos contra enxaquecas, como o uso de drogas para prevenir a dilatação de vasos sanguíneos ou de outras que induzem à contração de vasos sanguíneos.

Fonte R7

Anvisa pode flexibilizar anúncios de remédios

Agência pode reabrir discussão sobre propaganda da indústria farmacêutica

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) admite a possibilidade de reabrir a discussão sobre propaganda da indústria farmacêutica. Entre as reivindicações dos laboratórios está a redução dos alertas de efeitos adversos apresentados no fim das peças de publicidade e a volta de famosos como garotos-propaganda.

— A eficácia das advertências é questionável, diz o representante da Associação Brasileira de Indústria de Medicamentos Isentos de Prescrição (Abimip), Aurélio Saes.

Saes pede à Anvisa que as discussões sobre o assunto sejam reabertas e que se organize um grupo de trabalho para avaliar o assunto.

O presidente da Anvisa, Dirceu Barbano, considera possível rediscutir as regras para advertências, desde que não afete o cronograma da agência e que se leve em consideração o risco sanitário como primeiro ponto. Barbano, no entanto, não fez comentários sobre o retorno de celebridades como estrelas das propagandas.

A movimentação ocorre dias depois de a Anvisa colocar em consulta pública a permissão do retorno de remédios de venda livre para gôndolas das farmácias. O presidente da Anvisa afirma que a mudança que agora está em análise também teve início depois de um pedido do setor. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte R7

Concurso Prefeitura de Iranduba (AM) 2012

A Prefeitura de Iranduba, Estado do Amazonas, continua recebendo inscrições para o grande concurso público que está realizando. O planejamento oficial é de que sejam preenchidas 741 vagas mais cadastro reserva em todos os níveis de escolaridade, com remuneração que varia entre R$ 575,40 e R$ 2.071,73 e carga horária de 20 e 40 horas semanais.

Cargos

Administrador, Arquiteto, Assistente Social, Bibliotecário, Contador, Educador Físico, Enfermeiro, Engenheiro, Farmacêutico/Bioquímico, Fiscal de Tributos, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico, Nutricionista, Odontólogo, Psicólogo, Turismólogo, Agente Administrativo, Fiscal de Obras, Fiscal de Terras, Guarda Municipal, Técnico Agrícola, Técnico Ambiental, Técnico de Enfermagem, Técnico em Estrada e Topografia, Técnico de Biblioteca, Técnico de Contabilidade, Técnico em Edificações, Técnico em Higiene Dental, Técnico em Informática, Técnico em Patologia Clínica, Mecânico, Cozinheira, Eletricista, Motorista, Motorista Fluvial, Operador de Máquinas, Auxiliar de Serviços Gerais, Carpinteiro, Coveiro, Encanador, Gari, Pedreiro, Pintor e Vigia.

Inscrição

As inscrições foram reabertas e poderão ser realizadas, via internet, no endereço eletrônico http://www.institutoqualicon.org.br/, até às 21h do dia 09 de maio de 2012.
Os candidatos que não dispuserem de acesso à internet poderão utilizar, gratuitamente, os computadores do posto de atendimento do Instituto Qualicon, na Graftech (Av. Amazonas, 1110 B – Centro – Iranduba - AM), das 08 às 20h30min (horário local- Iranduba - AM) e nos domingos das 08 às 12h30min (horário local – Iranduba - AM), exceto feriados.

Taxas de inscrição

Nível fundamental: R$ 50,00;
Nível médio/técnico: R$ 60,00;
Nível superior: R$ 80,00.

Prova

As provas objetivas serão realizadas na cidade de Iranduba/AM nos dias 16 e 17 de junho de 2012, de acordo com o planejamento disposto em edital. O gabarito será divulgado provavelmente no dia 18 de junho de 2012.

Validade

O prazo de validade do concurso será de 2 anos, contados a partir da data da homologação do Resultado Final, podendo, a critério da Prefeitura de Iranduba, ser prorrogado uma vez por igual período.

Concurso Prefeitura de Aquidauana - MS

Com o objetivo de preencher 263 vagas, a Prefeitura de Aquidauana, no Estado de Mato Grosso do Sul, abriu inscrições  para seu mais recente concurso público (edital nº 01/2012). As oportunidades existentes são para profissionais dos níveis fundamental até o superior, os quais poderão ser remunerados com até R$ 4.494, 40.
Cargos
Assistente Social, Cirurgião Dentista, Enfermeiro do Trabalho, Enfermeiro ESF, Farmacêutico Bioquímico, Fisioterapeuta, Fonoaudióloga, Médico, Nutricionista, Instrutor de Atividade Física, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Agente Administrativo, Agente Saúde (endemias), Atendente Social, Monitor de Atividades Esportivas e entre outros.

Inscrições
As inscrições serão efetuadas exclusivamente via internet, até o dia 04 de maio de 2012, nos endereços http://www.idagem.com.br/ e http://www.aquidauana.ms.gov.br/.

Taxa de Inscrição
Nível Superior: R$ 90,00;
Nível Médio: R$ 60,00;
Nível Fundamental Completo e Incompleto: R$ 40,00.

Provas
As Provas Escritas deverão acontecer no dia 03 de junho de 2012, mas essa data ainda será efetivamente confirmada em edital, juntamente com o local e horário, tudo publicado no Jornal O Pantaneiro e disponibilizado nos sites http://www.idagem.com.br/ e http://www.aquidauana.ms.gov.br/. O gabarito oficial Preliminar com as respostas será divulgado em no máximo 48 horas após a realização das provas escritas.

Validade
O prazo de validade do concurso será de 02 anos, a contar da data da homologação do seu resultado, podendo ser prorrogado por período de até 02 anos.

Concurso Prefeitura de Itapema - SC

A Prefeitura de Itapema, Estado de Santa Catarina, abriu inscrições para concurso público nº 01/2012 destinado à contratação de 64 profissionais de nível fundamental, médio e superior. Os empregos públicos oferecem salários que podem chegar até R$ 8.430,20, sendo a carga horária de 20 a 44h semanais.

Cargos
- Fundamental: Auxiliar de Manutenção e Conservação, Motorista, Motorista do SAMU e Operador de Máquinas Leves e Pesadas;
- Médio: Agente Administrativo, Auxiliar de Consultório Dentário, Fiscal de Tributos, Fiscal do Meio Ambiente, Fiscal de Obras, Técnico de Enfermagem do SAMU e Técnico em Saúde Bucal;
- Superior: Advogado, Bibliotecário, Dentista Especialista nas áreas de Cirurgia Oral Menor, Endodontia, Pacientes Especiais, Periodontia e Radiologia, Fiscal de Obras, Fiscal de Tributo, Médico ESF, Médico Gastroenterologista, Médico Ultrassonografista e Professor nas disciplinas de Artes, Ciências, Educação Física, História, Matemática e Séries Iniciais.
Inscrições e Taxas
As inscrições serão realizadas, via internet, até o dia 20 de maio de 2012 no site http://www.esppconcursos.com.br/ ou http://www.itapema.sc.gov.br/. A taxa varia de R$ 30,00 a R$ 70,00 e deverá ser paga até o seu vencimento.
Provas, Gabaritos e Validade
A aplicação da prova objetiva está prevista para 10 de junho de 2012, podendo ser alterada por critério da ESPP e anuência da Prefeitura Municipal de Itapema.Os locais e o horário de realização da prova objetiva serão publicados na internet no endereço eletrônico http://www.esppconcursos.com.br/ e http://www.itapema.sc.gov.br/, na data provável de 04 de junho de 2012. O gabarito da prova objetiva será divulgado, em até 24 horas após a aplicação das mesmas.

O prazo de validade do concurso público será de 2 anos, contados a partir da data da homologação do resultado final, podendo, a critério da Prefeitura Municipal de Itapema, ser prorrogado uma vez por igual período.

Concurso Prefeitura de Mirassol D’Oeste (MT)

A Prefeitura Municipal de Mirassol D'Oeste, Estado de Mato Grosso, está com inscrições abertas para o concurso público destinado ao provimento de cargos vagos em seu quadro de funcionários. O certame disponibiliza 19 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior, com remuneração de até R$ 11.747,62.
Os interessados poderão se inscrever de 23 de abril  a 10 de maio de 2012, nos sites  http://www.mirassoldoeste.mt.gov.br/ e http://www.prismaconsultoria.net/ ou presencialmente na Sala de reunião Anexo José Luiz da Silva da Prefeitura Municipal, e as taxas são de R$ 30,00 e R$ 80,00.
A prova objetiva será aplicada no dia 27 de maio de 2012, das 8h00min às 11h00min, nas escolas Benedito  Cesário e Padre Thiago.
Os gabaritos preliminares da prova objetiva serão divulgados na internet, nos sites http://www.mirassoldoeste.mt.gov.br/ e http://www.prismaconsultoria.net/ às 16h00min do dia útil subsequente ao da realização da mesma e no Jornal Oficial do Município AMM no site http://www.amm.org.br/.
A prova prática e teste de aptidão física  serão  realizadas  no dia 10 de junho de 2012, ás 8h, no Estádio Municipal Agnaldo de  Freitas - Bairro Mutirão.
O prazo de validade do concurso público será de dois anos, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado.

Concurso Prefeitura de Cristal do Sul - RS

A Prefeitura de Cristal do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, publicou editais de concurso público e processo seletivo destinado ao provimento de 04 vagas mais cadastro de reserva para cargos de nível fundamental e superior. Os salários vão até R$ 5.289,72 em carga horária de 12 a 40h semanais.
Cargos
As chances são para os cargos de Médico Clínico Geral PSF Programa Saúde da Família, Nutricionista, Engenheiro Civil, Procurador Jurídico e Agente Comunitário de Saúde.
Inscrições
As inscrições serão efetuadas, através de formulário próprio, preenchido pelo candidato e disponibilizado na Biblioteca Pública Municipal na Rua Serafin Dapper, S/N° no centro do Município de Cristal do Sul, por funcionário da empresa Incapel que receberá e fará a conferência da documentação, até o dia 18 de maio de 2012, das 8h30min as 11h e das 14h as 17h. As taxas variam de R$ 150,00 para ensino superior e de R$ 50,00 para ensino fundamental.

Provas e Validade
As provas objetivas serão realizadas por todos os candidatos regularmente inscritos e com  inscrições homologadas, no dia 03 de junho de 2012, das 9h as 12h, na Escola Municipal de Ensino  Fundamental Padre Benjamin Rossato, Rua Arlindo Cardoso, s/n°. no centro do município de Cristal do Sul. O gabarito preliminar será publicado no 1º dia útil após a realização da prova objetiva.

Validade
O certame terá validade de 2 anos, a contar da data da publicação da homologação do  resultado final com a respectiva classificação, podendo ser prorrogado.

Concurso Prefeitura de Ibiporã - PR

A Prefeitura da cidade de Ibiporã, Estado do Paraná, abriu concurso público com validade de 02 anos, para a ocupação de 48 vagas em funções dos níveis Fundamental, Médio e Superior. Os vencimentos estão entre R$ 717,00 e R$ 9.000,00 para um regime semanal de 20, 30 ou 40 horas e as incrições já começaram.
Cargos
Ensino Fundamental: Agente de Apoio Operacional, Assistente de Obras e Limpeza, Coveiro, Mecânico, Operador de Máquinas Motrizes e Operador de Roçadeira.
Ensino Médio: Auxiliar de Consultório Dentário, Instrutor de Dança, Instrutor de Instrumentos Musicais, Técnico de Audiovisual, Técnico em Higiene Dental.
Ensino Superior: Engenheiro Civil, Fiscal de Obras, Tributos e Posturas, Instrutor de Artes Cênicas, Instrutor de Desenho, Jornalista, Médico Cardiologista, Clinico Geral, Médico do Trabalho, Ginecologista Obstetra, Pediatra, Psiquiatra e Terapeuta Ocupacional.
Inscrições
Por meio do site http://www.cops.uel.br/ os candidatos poderão garantir a participação neste certame até dia 06 de maio de 2012. Os valores da taxa de inscrição são de acordo o Nível de instrução:
Nível Fundamental: R$ 40,00.
Nível Médio: R$ 50,00.
Nível Superior: R$ 105,00.
Provas
As avaliações serão aplicadas através de provas objetivas, mas alguns cargos exigem provas práticas e de aptidão. Além do exame objetivo, candidatos aos cargos de Nível Superior serão submetidos a Prova de Títulos.

Processo Seletivo Prefeitura de Juiz de Fora – MG

A Prefeitura de Juiz de Fora, Estado de Minas Gerais, acaba de publicar edital de processo seletivo com intuito de preencher vagas para médico de nível superior. A remuneração será de R$ 1.491,00, para jornada de trabalho de 20 horas semanais.

As inscrições serão realizadas das 09h do dia 20 até às 23h59m do dia 24 de abril de 2012, no site oficial da Prefeitura de Juiz de Fora (MG), no endereço http://www.pjf.mg.gov.br/.

O candidato que já realizou inscrições anteriores em processos seletivos da Prefeitura de Juiz de Fora e não se lembra da sua senha, poderá encaminhar e-mail para decom@pjf.mg.gov.br até as 12h do dia 24 de abril de 2012, solicitando a senha, bem como deverá informar nome completo e número do CPF.

Lembrando que para participar deste certame, o candidato deverá possuir a formação e requisitos exigidos para o exercício profissional respectivo, ser brasileiro nato ou naturalizado, estar em dia com as obrigações eleitorais e também com as obrigações militares, se do sexo masculino.

O resultado final referente a este processo seletivo deve ser publicado no site da Prefeitura de Juiz de Fora (MG) e afixado no Quadro de Avisos da Prefeitura, na Av. Brasil, n° 2001 - 8° andar - Centro - Juiz de Fora - MG.

O certame terá validade de 01 ano, contados da homologação final dos resultados, devendo ser prorrogado por até igual período, a critério da Administração.

Concurso SEMASA de Santo André – SP

Para quem estava aguardando um Concurso Público que abrangesse todos os níveis de instrução na cidade de Santo André, Estado de São Paulo, informamos que foi reaberto pelo Serviço Municipal de Saneamento Ambiental o Edital que proverá vagas para os níveis Fundamental, Médio e Superior.
Ao todo serão 15 vagas para os seguintes cargos, de acordo a formação:
Ensino Fundamental:
Almoxarife ( 01), Atendente de Central de Operações Informações (01), Cadastrista de Consumo de Água e Esgoto (01), Continuo (01), Mecânico de Máquina Pesada (01), Nivelador (01), Operador de Máquina de Desobstrução de Esgoto (01).
Ensino Médio:
Fiscal de Instalação de Água/Esgoto  (01)
Ensino Superior e Técnico:
Assistente Social II (01), Auditor III (01), Engenheiro  I- Civil (01), Engenheiro Segurança do Trabalho (01), Médico Clínico (01), Médico do Trabalho (01), Técnico Químico (01).
Os vencimentos variam de R$ 812,01 a R$ 5.016,51 de acordo a função a ser exercida.
Inscrições
As inscrições serão realizadas de 20 de abril a 4 de maio de 2012, através do endereço http://www.caipimes.com.br/.
Existe ainda a opção de inscrição presencial através do Posto de Inscrição sito à Avenida Goiás, nº 3.400,  Bairro Barcelona, São Caetano do Sul, São Paulo. O horário de atendimento será de 09hs às 16 horas, sempre de segunda a sexta-feira.
Provas
As provas tem data de aplicação prevista para o dia 17 de junho, e a confirmação da data e as informações sobre horários e locais para realização das provas serão divulgadas, oportunamente, por meio de Edital de Convocação para Provas a ser publicado nos sites do CAIP/USCS e do Semasa.

Concurso Prefeitura de Valinhos - SP

A Prefeitura de Valinhos, Estado de São Paulo, através da ESPP - Empresa de Seleção Pública e Privada Ltda, publicou o edital de concurso público nº 01/2012 destinado ao provimento de 307 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os vencimentos são de até R$ 3.934,34 e há também chances para candidatos portadores de necessidades especiais, devidamente habilitados.
Cargos
Nível Alfabetizado: Ajudante de Carpinteiro, Ajudante de Eletricista, Ajudante de Encanador, Carpinteiro, Encanador, Marceneiro, Operador de Serra, Pedreiro II, Pintor de Obras, Serralheiro e Tratorista III;
Nível Fundamental: Motorista de Veículo Leve II;
Nível Técnico: Técnico Agrimensor, Técnico de Veterinário  e Técnico em Farmácia;
Nível Médio: Monitor Cultural - Acordeon, Técnico Desportivo – Atletismo, Auxiliar de
Desenvolvimento Infantil, Auxiliar de Topografia, Monitor Cultural – Cavaquinho, Técnico Desportivo - Dama e Xadrez, Monitor Cultural - Dança Flamenca, Monitor Cultural - Dança de
Salão, Fiscal de Limpeza, Monitor Cultural - Flauta Doce, Guarda Municipal – Feminino, Inspetor de Alunos, Monitor Cultural - Jazz, Monitor Cultural - Pintura em Tela, Supervisor Fiscalização de Trânsito, Monitor Cultural - Violão Clássico e Monitor Cultural - Violão Popular.
Nível Superior: Auditor Fiscal e Farmacêutico;
Nível Superior - Médicos-Secretaria da Saúde: Cardiologista, Cirurgião Plantonista, Clínico Geral , Clínico Geral Plantonista, Médico do Trabalho, Ecografista, Generalista da Família, Ginecologista, Neuro-Cirurgião, Neurologista, Ortopedista, Pediatra Plantonista, Pneumologista, Psiquiatra, Psiquiatra Infantil, Sanitarista e Urologista.

Inscrições e Taxas
As inscrições serão realizadas via internet, no período de 20 de abril a 15 de maio de 2012, através do site http://www.esppconcursos.com.br/. As taxas variam de R$ 25,00 a R$ 55,00 de acordo com o cargo escolhido.
Provas e Gabaritos
A aplicação da Prova Objetiva está prevista para 27 de maio de 2012, podendo ser alterada por critério da ESPP e anuência da Prefeitura do Município de Valinhos.  Os locais e o horário de realização da prova objetiva serão publicados na internet no endereço eletrônico http://www.esppconcursos.com.br/, na data provável 21 de maio de 2012. O gabarito da prova objetiva será divulgado no endereço eletrônico http://www.esppcncursos.com.br/, em até 24 horas após a aplicação das mesmas.
Validade
O prazo de validade do concurso público será de 2 anos, contados a partir da data da homologação do resultado final, mas poderá ser prorrogado, desde que a Prefeitura considere conveniente.

Concurso Prefeitura de Matos Costa (SC)

A Prefeitura Municipal de Matos Costa, Estado de Santa Catarina, anunciou a realização de concurso público para preenchimento de empregos vagos em seu quadro de funcionários. A seleção será organizada pela Empresa INTELECTUS - Instituto de Desenvolvimento LTDA e dispõe de 42 vagas em vários cargos de nível fundamental, médio e superior, com remuneração de até R$ 6.211,03.
Os interessados poderão se inscrever na Sede da  Prefeitura Municipal, de segunda a sexta-feira, no horário das 08:30 às 12:00 e das 13:30 às 17:30 a partir do dia 18 de abril  até o dia 08 de maio de 2012. O investimento poderá ser de R$ 25,00, R$ 40,00, R$ 60,00 ou R$ 80,00.
A prova objetiva para todos os cargos terá a duração de três horas e será aplicada no dia 27 de maio de 2012, das 9 às 12 horas, em locais a serem determinados e divulgados nos sites oficiais do concurso e mural oficial da prefeitura.
Todas as etapas do concurso público e eventuais retificações serão publicadas no site oficial http://www.intelectussc.com.br/, no site da prefeitura (http://www.matoscosta.sc.gov.br/), no mural oficial da prefeitura e no jornal local.
No dia 12 de junho de 2012 acontecerá a divulgação do resultado final do concurso. A homologação será no dia 19 e a entrega do relatório final ao prefeito municipal será no dia 22. A partir dessa data, o concurso passará a ter validade de dois anos.

UFPA abre concurso público

A Universidade Federal do Pará (UFPA), torna pública, a abertura de inscrições para a realização de concurso público, destinado ao preenchimento de 45 vagas para profissionais de níveis médio e superior. Os salários serão de até R$ 2.989,33, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Cargos

As vagas são para Assistente em Administração, Técnico de Enfermagem, Técnico de Laboratório, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Instrumentação, Administrador, Arquivista, Bibliotecário-Documentalista, Biólogo, Contador, Engenheiro, Médico, Odontólogo, Pedagogo, Químico e Secretário Executivo.

Inscrições e Taxas

As inscrições devem ser feitas das 10h do dia 20 de abril até às 20h do dia 07 de maio de 2012, pela internet, no endereço eletrônico http://www.ceps.ufpa.br/. As taxas de inscrição variam de R$ 65,00 a R$ 85,00, de acordo ao cargo pretendido.

Provas, Gabaritos e Resultados

A prova objetiva consistirá em 40 questões de múltipla escolha, valerá 40 pontos, terá a duração de três horas e será realizada no dia 27 de maio de 2012, sendo aplicada em dois turnos. Já a prova prática acontecerá no dia 3 de junho de 2012.

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão publicados até 48 horas depois da realização da prova, no endereço eletrônico http://www.ceps.ufpa.br/, lembrando que o resultado final do concurso será publicado no Diário Oficial da União e também divulgado no site http://www.ceps.ufpa.br/.

Validade
O certame terá validade de 02 anos, contados da homologação final dos resultados, devendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Pitanga - PR

Estão abertas as inscrições para a realização de concurso público destinado ao preenchimento de 78 vagas mais cadastro de reserva, para profissionais de nível fundamental, médio e superior da Prefeitura de Pitanga, Estado do Paraná.
Os salários oferecidos variam de R$ 622,00 a R$ 3.609,33, com carga horária de trabalho de 20 a 40 horas semanais.
Cargos
As vagas são para Auxiliar de Serviços Gerais, Gari, Guardião, Mecânico, Motorista, Operador de Máquinas, Auxiliar Administrativo, Fiscal Geral, Professor, Técnico em Cadastro Imobiliário, Desenhista, Técnico em Enfermagem, Topógrafo, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Bioquímico, Fonoaudiólogo, Médico, Nutricionista, Professor, Psicólogo e Veterinário.
Inscrições e Taxas
As inscrições devem ser realizadas até às 14h do dia 07 de maio de 2012, pela internet, no endereço eletrônico http://www.fauconcursos.org/.
Para participar, é necessário pagar uma taxa de inscrição de acordo com seu nível de escolaridade, sendo R$ 30,00 para nível fundamental, R$ 50,00 para nível médio e R$ 80,00 para nível superior.
Provas
As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 27 de maio de 2012, na cidade de Pitanga (PR), e em cidades vizinhas, caso o número de inscritos exceda a capacidade de alocação do município.
Validade
O certame terá validade de 02 anos, contados da homologação final dos resultados, devendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Porto Barreiro - PR

No município paranaense de Porto Barreiro, a prefeitura promulgou edital de concurso público para provimento de vagas legais e para formação de cadastro de reserva do quadro geral dos servidores. A seleção dos candidatos está a cargo da banca examinadora da empresa Objetiva Concursos LTDA.

Serão providas 15 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com salários até R$ 5.966,67, para carga horária de 20 a 40h semanais.

Cargos: Agente Comunitário de Saúde, Artífice de Obras, Auxiliar de Manutenção, Auxiliar de Odontologia, Balseiro, Inseminador, Médico, Operador de Máquinas, Professor II, Técnico em Enfermagem e Topógrafo.

As inscrições via internet poderão ser realizadas a partir das 9h do dia 20 de abril até as 23h59min do dia 29 de abril de 2012, pelo site http://www.objetivas.com.br/.  As taxas são de R$ 40,00 e R$ 70,00.

A Prova Escrita será aplicada provavelmente em 27 de maio de 2012, em local e horário a serem informados por Edital. 

O concurso terá validade por 2 anos a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por mais 2 anos, a critério da Prefeitura Municipal.

Concurso UNITAU - SP

A Universidade de Taubaté (UNITAU), em São Paulo, acaba de publicar edital de concurso público com intuito de preencher 44 vagas para profissionais de nível fundamental, médio e superior. A remuneração será de até R$ 1.839,77, para jornada de trabalho de 40h semanais.

Cargos

As vagas oferecidas são para os cargos de Auxiliar de Laboratório, Bibliotecário, Encarregado de compras, Inspetor de alunos, Porteiro, Secretário, Técnico de Laboratório, Técnico em Eletrônica, Técnico em Manutenção, Vigia e Zelador.

Inscrições e Taxas

Os interessados em participar devem realizar suas inscrições pela internet, no site www.epts.com.br, até às 24h do dia 29 de abril de 2012. As taxas de inscrição variam de R$ 30,00 a R$ 90,00, conforme o cargo pretendido. 

Provas

A prova objetiva deve ser aplicada no Departamento de ECA (Economia, Contabilidade, Administração e Secretariado) - Unitau, na Rua Expedicionário Ernesto Pereira, 225 - Portão 2 (acesso pela Rua 4 de março, prédio ao lado da Reitoria e do Departamento de Engenharia Civil da Unitau), na data provável de 20 de maio de 2012, para todos os cargos, com o fechamento do portão, impreterivelmente, às 09h.

O horário de início das provas poderá ser definido, em cada sala de aplicação, depois dos devidos esclarecimentos pelo fiscal de sala, lembrando que o candidato deve se fazer presente ao local designado para a prova com antecedência mínima de 30 minutos, munido de caneta esferográfica transparente azul ou preta.

Gabaritos
O gabarito da prova objetiva estará disponível no site http://www.epts.com.br/, na data prevista de 21 de maio de 2012.

Validade
O certame terá validade de 02 anos, contados da homologação final dos resultados, devendo ser prorrogado por até igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Iomerê (SC)

A Prefeitura de Iomerê, Estado de Santa Catarina, abriu inscrições para concurso público Nº 001/2012 destinado ao provimento de 19 vagas. As chances são para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 14.316,27.

Cargos
Operador de trator de esteiras, operador de retroescavadeira, faxineira, agente de serviços gerais, assistente de creche, assistente social, técnico agrícola, médico, engenheiro sanitarista e ambiental e professor.

Inscrições e Taxas
As inscrições estarão abertas até o dia 18 de maio de 2012, das 08h às 11h30min e das 13h às 16h30min, na Prefeitura de Iomerê/SC, Rua João Rech, 500 - Centro, cidade de Iomerê/SC, sendo disponibilizado o presente Edital em sua íntegra para realização de fotocópia e também na página oficial da Prefeitura (http://www.iomere.sc.gov.br/). As taxas variam de R$ 50,00 a R$ 100,00 de acordo com o cargo escolhido.

Provas e Gabaritos
A Prova será aplicada a todos os candidatos, provavelmente, no dia 03 de junho de 2012, das 09h às 12h (prova Escrita) nas dependências da Escola Frei Evaristo, sito na Rua São Luiz, Centro da cidade de Iomerê/SC, (ao lado da Igreja Matriz), e das 13h às 15h (prova Prática), no parque de máquinas da Prefeitura de Iomerê (garagem da prefeitura). O gabarito será divulgado na data prevista de 04 de junho de 2012.

Validade
O concurso público terá validade por 2 anos, a contar da data de publicação do Decreto de homologação do Concurso Público, prorrogável uma vez por igual período, nos termos da Constituição Federal/88.