Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Feliz Ano Novo! Feliz 2015!

Obrigado a você que esteve conosco em 2014!



Que em 2015 tenhamos:

Mais calor humano e menos aquecimento global,

Menos relações humanas frias e mais gelo nas calotas polares,

Mais tolerância e paz entre todas as nações,

Mais conversas entre pais e filhos,

Mais árvores plantadas e menos desmatamento,

Muita falta de ar por grandes emoções e menos poluição,

Mais saúde e menos doenças,

Mais água pura para todos!

Mais alegrias e menos tristezas!

Combatamos em nós a ignorância, a tirania, o egoísmo e todas as mazelas que nos aviltam!

Seja você a mudança que deseja ver no mundo!

"A única revolução possível é dentro de nós"
(Mahatma Gandhi)

Sete cuidados garantem férias saudáveis

Siga as dicas dos especialistas para descansar sem riscos à dieta ou à saúde
 
Férias é tempo de relaxar. Mas isso não significa deixar de lado cuidados essenciais com a saúde e a alimentação.
 
"Manter a dieta, escolher bem os seus alimentos e dormir bem devem aparecer entre as suas prioridades", afirma o nutrólogo Roberto Navarro.
 
O especialista, no entanto, dá espaço para alguns deslizes. Só não dá para passar as férias inteiras nos exageros.
 
O corpo pode sofrer com essas alterações bruscas de rotina e dar trabalho para retomar o ritmo normal ou, pior ainda, sofrer com a baixa imunidade.
 
A seguir, uma equipe de especialistas ensina como você faz para aproveitar os dias de folga sem prejudicar a saúde ou alimentar preocupações exageradas. 
 
Confira:
 
Seu organismo sente as mudanças
Se as mudanças não forem bem planejadas, seu organismo pode sofrer vários tipos de desequilíbrio.
 
"A falta de atividade física e os excessos na alimentação levam ao aumento de insulina circulando no sangue. A curto prazo, isso provoca o aumento de peso e, sem o controle adequado, casos de diabetes", afirma o nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia. O cuidado é para que as mudanças sejam positivas, com horas a mais de sono e de descanso, além de mudanças para tornar a alimentação mais saudável. 
 
Comer fora
A nutricionista Andréia Ceschin, especialista do Minha Vida, afirma que a variedade de opções dos restaurantes não deve ser vista como uma ameaça à dieta. "O melhor é buscar um restaurante por quilo, self-service, com muitas opções de salada, legumes e grelhados". Planeje seu prato antes de montá-lo e evite pegar pequenas porções de tudo o que é oferecido, cuidando para restringir ao máximo o consumo de frituras. 
 
Acordar tarde e pular o café da manhã
A primeira refeição do dia é a mais importante, por isso nunca deve ser deixada de lado. "O organismo tem o dia inteiro pra metabolizar o café da manhã. Você ganha mais energia e disposição com uma refeição balanceada", afirma o nutrólogo. O especialista recomenda compor, especialmente, o jantar com uma salada e uma proteína, como uma carne ou ovo. E nada de exageros: o metabolismo do jantar acontece, em parte, durante o sono. Nesta fase, todas as funções são mais lentas e a digestão pode ser prejudicada.    
 
Protetor solar na sombra
A dermatologista Flávia Toledo Piza, diretora do espaço Guedala, recomenda o uso de protetor solar com FPS 15, no mínimo, a cada três horas. "Muitos ambientes na sombra refletem os raios ultravioletas. Por isso, mesmo que a pele não sofra com as queimaduras, há o risco de envelhecimento precoce".  
 
Barraquinhas de comida
É melhor evitar o consumo de alimentos de barraquinhas e ambulantes. Normalmente, nenhum dos dois oferece higiene ideal ou tem preocupação adequada com a conservação dos alimentos. A maionese, por exemplo, deve ficar na geladeira e não em temperatura ambiente. E o manuseio dos alimentos pede luvas e toucas descartáveis, nem sempre usadas. "Muitos desses alimentos ficam em contato com a poluição, fumaça do trânsito e insetos, o que pode gerar contaminação e levar a uma intoxicação alimentar, cujos sintomas mais comuns são a diarreia, os vômitos e as dores abdominais", afirma a nutricionista Andréia.  
 
Consumo de álcool na medida
Uma dose de bebida alcoólica por dia pode ser ingerida sem lesar o sistema digestivo. No caso dos destilados, uma dose são 30 ml. Para os vinhos, a medida é uma taça pequena e uma lata é sua cota de cerveja (300ml). O nutrólogo Roberto Navarro enfatiza que a cerveja tem muitas calorias e deve ser evitada se você quer emagrecer. Uma dica é escolher os dias de festa para ingerir bebidas alcoólicas, e procurar alternar os drinks com copos de água ou sucos, reduzindo naturalmente o consumo de álcool. 
 
Depois de atacar a geladeira
O nutrólogo Roberto Navarro frisa que, ao comer e em seguida dormir, muita glicose fica armazenada. Quando isso acontecer, entretanto, o ideal é começar o dia seguinte com um café da manhã balanceado e a prática de exercícios físicos, estimulando o organismo a gastar a energia acumulada e acelerando o metabolismo.  
 
Minha Vida

Quatro em cada dez casos de câncer podem ser evitados

Thinkstock/Veja.  Estilo de vida: tabagismo e consumo de
álcool estão associados ao câncer
Pesquisa britânica verificou que, só na Inglaterra, 600.000 casos da doença poderiam ser evitados com hábitos saudáveis, como dieta balanceada e consumo moderado de álcool
 
De cada dez casos de câncer, quatro poderiam ser evitados nos últimos cinco anos se as pessoas seguissem um estilo de vida mais saudável, de acordo com números do Cancer Research UK, um grande estudo sobre o câncer na Inglaterra, divulgados nesta sexta-feira. Em números absolutos, 600.000 casos de câncer poderiam ter sido evitados no mesmo período no país.
 
Após uma revisão de estudos recentes sobre o assunto, os pesquisadores concluíram que o tabagismo é o fator de risco que mais leva ao câncer, com mais de 314.000 casos da doença na Inglaterra ligados ao vício. Em seguida vem a má alimentação, como consumo exagerado de sódio, carne processada e pouca ingestão de vegetais, frutas e fibras. Esse fator de risco ocasionou 145.000 casos da doença.
 
A instituição também atenta para a necessidade de ingerir bebidas alcoólicas moderadamente — o consumo exagerado causou mais de 62.000 casos de câncer. Além disso, usar protetor solar diariamente, evitar o sobrepeso e praticar exercício físico regularmente ajudam a afastar a doença.
 
“Pesquisas ao redor do mundo apontam cada vez mais para os mesmos fatores de risco. Certas escolhas no estilo de vida podem ter um grande impacto no risco de câncer”, afirma Max Parkin, pesquisador do Cancer Research UK. “Esse fim do ano é um bom momento para pensarmos em começar a praticar hábitos saudáveis em 2015 e, assim, evitarmos o desenvolvimento de um câncer.”
 
Guia de prevenção contra o câncer

Como controlar alguns dos principais fatores de risco da doença:
 
1. Álcool
 
Tipos de câncer que poda causar: Boca, esôfago, estômago, fígado, laringe, mama e pâncreas.
 
Como se prevenir: Evitar o consumo exagerado de bebida alcoólica, nunca ultrapassando duas doses ao dia.
 
2. Tabagismo
 
Tipos de câncer que poda causar: Ana, bexiga, bucal, colo do útero, esôfago, estômago, laringe, pâncreas e pulmão.
 
Como se prevenir: Não fumar derivados do tabaco e evitar ficar em ambientes com a presença de fumaça de cigarros.
 
3. Obesidade
 
Tipos de câncer que poda causar: Colorretal, mama, esôfago, próstata e rim.
 
Como se prevenir: Diminuir e manter o peso de forma saudável, praticando atividades físicas e se alimentando de maneira correta sob a supervisão de um médico.
 
4. Exposição ao sol
 
Tipos de câncer que poda causar: Pele e bucal (lábios).
 
Como se prevenir: Evitar a exposição ao sol entre às 10 e 16 horas e usar protetor solar com fator de proteção de no mínimo 15, além de chapéus e óculos escuros.
 
5. Carne vermelha
 
Tipos de câncer que poda causar: Colorretal, estômago e pâncreas.
 
Como se prevenir: Não consumir carne vermelha em excesso, especialmente se for carne processada. Estudos recomendam a ingestão de até 70 gramas do alimento por dia, o equivalente a meio bife.
 
6. Papiloma Vírus Humano(HPV)
 
Tipos de câncer que poda causar: Colo do útero, ânus, pênis, garganta e boca.
 
Como se prevenir: O uso de preservativo diminui o risco de contaminação do vírus pela relação sexual, e a vacina contra o HPV oferece proteção contra algumas variantes do vírus.
 
Veja

SP: Animais de estimação visitam seus donos em hospital

Além de cachorro, gato e passarinho também podem visitar seus donos.(fotos:divulgação)
Foto: Divulgação. Além de cachorro, gato e passarinho
também podem visitar seus donos
Após três anos de testes e preparo de equipes, o hospital liberou, sob rígido protocolo, que bichos de estimação, às vezes considerados membros da família, visitem pessoas internadas
 
Não estranhe se, ao entrar em uma das unidades do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, você ver cachorros, gatos e até passarinhos passando pelos corredores. Eles estão lá para visitar seus donos – uma  medida aplicada pelo hospital, que faz parte do Programa de Terapia Integrativa.
 
Para alguns médicos, o contato com os bichos pode levar felicidade, paz e bem-estar e auxiliar na recuperação de algumas pessoas.
 
A implantação do projeto levou algum tempo. Foram três anos de testes e estudos até o Albert Einstein conseguir, em 2013, um selo da organização americana Planetree, que certifica instituições de saúde quando o assunto é humanização no atendimento.
 
Essa humanização tem sido a aposta do hospital em termos de serviço nos últimos anos. O Albert Einstein oferece, hoje, diversos tipos de terapias cujo objetivo é dar mais conforto e auxiliar de alguma maneira no tratamento do paciente, como é o caso da visita dos bichos de estimação.
 
“O que nós queremos oferecer é um acolhimento de outras demandas que o paciente tem, além do tratamento convencional”, diz Paulo de Tarso Lima, coordenador do Grupo de Medicina Integrativa do Albert Einstein.
 
No entanto, o protocolo a ser seguido por donos e mascotes é rígido. Funciona assim: o paciente faz o pedido à enfermagem ou à central de atendimento do hospital. Essa solicitação deve ser aprovada pela equipe e também pelo médico responsável por aquela pessoa. Se for aceita, o animal precisa passar por uma consulta veterinária para receber um atestado de que está apto a fazer a visita. No dia do encontro, o bicho de estimação tem de tomar banho e não esquecer de levar a carteirinha de vacinação em dia.
 
O cão Twister, da médica Cristiane Isabela, foi um dos mascotes que cumpriu todas as exigências da instituição de saúde. Sua dona havia passado por uma cirurgia e teve de ficar 35 dias internada. Durante o tempo em que ficou no hospital, a médica perguntava sempre sobre o cachorro. Por isso, seus familiares se organizaram para programar o encontro dela com Twister, que ganhou até um crachá especial quando foi visitar a dona.
 
Vale destacar que não são todos os donos internados que podem receber esse tipo visita. Segundo a assessoria de imprensa do Albert Einstein, pacientes entubados, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou com problemas de ordem psicológica não recebem autorização para trazer seus animais. Além disso, o mascote só tem autorização para andar nas dependências sociais do hospital.
 

 
Segundo Lima, a implantação de uma medida assim funciona como uma maneira diferente de enxergar a própria atuação do hospital com o paciente. “É uma forma de fazer medicina de um jeito mais amplo, que não só visa o controle e a cura da doença, mas também o bem estar do paciente”, diz.
 
Época

Estudo mostra relação entre consumo de carne em excesso e câncer no fígado

Bruno Agostini
Carne: dose diária deveria ser de 70g  
Açúcar do alimento causaria permanente processo inflamatório; pesquisa foi feita com ratos
 
Rio - Embora a carne vermelha seja rica fonte de proteínas, vitaminas e minerais, cada vez mais pesquisas sugerem que o consumo excessivo é danoso para a saúde a longo prazo.
 
Especialistas recomendam a ingestão de, no máximo, 70 gramas por dia, o equivalente a três fatias de presunto, uma costeleta de cordeiro ou duas fatias de rosbife. Agora, um estudo publicado na prestigiosa revista “Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS)” parece ter encontrado o elo entre a carne e o câncer de fígado.
 
Os resultados da pesquisa, feita com ratos mas, segundo seus autores, potencialmente aplicável a humanos, sugerem que a carne vermelha libera a produção de anticorpos ao ser ingerida. São essas substâncias do sistema imunológico que elevam os riscos de câncer, ao manter o organismo do carnívoro excessivo em permanente estado “inflamatório”.
 
A reação ocorre porque as carnes de boi, porco e cordeiro contêm um açúcar, chamado Neu5Gc, que não é produzido por nós, diferentemente do que ocorre com animais integralmente carnívoros. Entendidos como corpos estranhos por nosso sistema imunológico, são esses açúcares que acabam “combatidos”, provocando o estresse.
 
Os cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, mostraram que camundongos geneticamente modificados para não produzir Neu5Gc acabaram desenvolvendo tumores no fígado quando alimentados com o açúcar.
 
De acordo com Ronaldo Silva, oncologista e sanitarista da rede Clínicas Oncológicas Integradas (COI), o grande mérito do estudo foi analisar os impactos da carne sobre um tipo de câncer não tão frequentemente associado a ela:
 
— Diversas pesquisas tentam provar associações, mas quase todas se concentraram no câncer de intestino. Esta é a primeira vez em mais de 40 anos que se tenta demonstrar o nexo entre carne vermelha e câncer de fígado. Isso, por si, já é um fato relevante.
 
Novos testes
O oncologista explica que o estudo ainda revela fragilidades que deverão ser debatidas e testadas no futuro:
 
— Primeiro, eles só utilizaram ratos, o que deixa em dúvida se o mesmo fenômeno ocorreria com humanos. Segundo, os ratos foram alimentados apenas com aquele açúcar, e nossa dieta é mais diversificada que isso.
 
O Globo

25 alimentos para montar o seu suco detox

A dúvida é: o que colocar em sucos nutritivos para desintoxicar o fígado e melhorar o funcionamento do organismo?

Alguns modismos na alimentação são considerados ruins, mas a entrada dos sucos detox no cardápio de muitas pessoas é um modismo do bem. Pudera, os sucos verdes, vermelhos e funcionais ajudam o fígado a se desintoxicar e trabalhar melhor, mantendo as funções do organismo em bom estado, fortalecendo a imunidade do corpo e fechando a porta para infecções oportunistas.

Alguns torcem o nariz quando veem um copo cheio de um líquido verde, sem tampouco ter provado o suco. Embora o paladar seja algo bem pessoal, é difícil encontrar quem resista à combinação de couve, limão, laranja e maçã, por exemplo. Até mesmo o pepino, que é recusado por muitas crianças na forma de salada, quando adicionado ao suco doa um sabor fresco e leve ao combinado. E faz muito bem. 

O ideal é beber o suco ainda pela manhã, em jejum, assim as vitaminas serão absorvidas de uma forma mais acentuada. É bom, também, depois de bater os ingredientes no liquidificador, beber o suco sem coar, pois ali se concentram as fibras. É, literalmente, uma salada líquida e saborosa. 

O que não vale é substituir o almoço ou jantar pelo suco verde. Por mais completo em vitaminas que ele seja, o corpo ainda precisa de carboidratos, proteínas e outros nutrientes, como manda a regra da alimentação balanceada. Uma refeição não consegue ser completa com apenas suco.

Veja 25 alimentos que combinam entre si para fazer um suco detox perfeito:

Abacaxi

Acerola

Agrião

Água de coco

Beterraba

Cenoura

Chá-verde

Chia

Couve

Erva Cidreira

Espinafre

Framboesa

Gengibre

Hortelã

Laranja

Limão

Linhaça

Maça

Manjericão

Melancia

Melão

Morango

Pepino

Salsa

Salsão

iG

Beber sem ressaca? Veja o que consumir antes de partir para o primeiro gole

Da colher de azeite ao docinho, alguns alimentos para comer antes da folia e poder curtir a folia sem medo da ressaca
 
Verdade seja dita: a única forma garantida de não ter ressaca é nem sentir o cheiro de álcool. Mas, como já diz o samba: "Tem gente que não bebe e está morrendo. Eu bebo sim, e estou vivendo."
 
Mas, se a ideia é ficar vivo e disposto durante os quatro dias de folia, vale apostar em alguns truques de alimentação que amenizam o efeito do álcool. Isso, claro, se o folião não beber descontroladamente. Daí não tem samba que resolva.
 
A lista abaixo traz dicas dos melhores alimentos para comer antes da folia e poder sambar sem cair de bêbado. Confira:
 
Amêndoas: comer uma porção antes de beber ajuda a evitar a ressaca
 
Azeite de oliva: uma colher antes de começar a beber evita a absorção do álcool no estômago
 
Carne: o álcool 'suga' as vitaminas do complexo B do organismo. A carne é um alimento rico nessas vitaminas
 
Leite: ele vai forrar o estômago, impedindo um pouco a absorção do álcool
 
Morango: estudos mostraram que o morango protege o estômago dos danos do álcool
 
Ovos: eles contém um aminoácido que ajuda a eliminar as toxinas do álcool
 
Pão: não beba de estômago vazio. Pães e massas são ótimos para forrar o estômago e regular a glicose
 
Pepino: comer fatias de pepino antes de dormir é bom porque contêm açúcar, além de vitaminas A e B, que repõe alguns nutrientes que foram embora com a bebida
 
iG

Santa Casa rescinde contrato com terceirizada e fica sem serviço de limpeza

Foto: IG/Anderson Passos
Instituição aguarda resposta a pedido de empréstimo de
R$ 44 milhões para saldar dívidas com servidores e
fornecedores; serviço de limpeza é inexistente
Contratação emergencial de 800 funcionários de limpeza é uma das prioridades para janeiro; entidade depende de liberação de empréstimo bancário
 
Embora o atendimento aos pacientes esteja acontecendo normalmente na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, graças a uma verba extra do governo do Estado de R$ 3 milhões, os serviços de limpeza do hospital não estão sendo realizados.
 
A reportagem esteve na Santa Casa nesta terça-feira (30) e a situação dos banheiros, por exemplo, era crítica. Além do mau cheiro, faltava papel higiênico – só havia papel para enxugar as mãos – e as lixeiras estavam lotadas.
 
A explicação para este quadro de abandono se deve ao término do contrato que a Santa Casa mantinha com uma empresa de asseio e conservação. O mesmo se esgotará no próximo dia 5 de janeiro e a empresa já demitiu todos os 1.150 funcionários, que estão cumprindo aviso prévio.
 
Pela manhã, duas servidoras da limpeza fumavam no pátio. Questionadas pela reportagem sobre a quitação dos salários e a má conservação dos sanitários, uma delas respondeu que estavam ali "de boa".
 
"Infelizmente, parece que eles não estão indo trabalhar", disse um assessor da entidade. A Santa Casa afirma que vai contratar, em regime emergencial, 800 pessoas para cuidar da limpeza.
 
A assessoria de imprensa da entidade informa que a Santa Casa pediu um empréstimo de R$ 44 milhões à Caixa Econômica Federal (CEF) para quitar as dívidas com funcionários e fornecedores. No entanto, o mesmo só deve ser analisado em janeiro pelo banco. Como garantia, a Santa Casa ofereceu um imóvel localizado na Avenida Paulista.
 
A entidade também espera com esse recurso quitar as dívidas salariais e do 13º salário dos 11 mil funcionários da Santa Casa de Misericórdia.
 
'Pede para sair'
O provedor da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Kalil Rocha Abdalla, pediu afastamento do cargo por 90 dias no último dia 22, em meio a acusações de má gestão e um endividamento que ultrapassa os R$ 773 milhões, segundo auditoria realizada pela Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo.
 
O vice-provedor Rui Altenfelder responderá pela entidade no período em que Rocha Abdalla estiver ausente. Abdalla, eleito pela terceira vez para o cargo, pediu licença sob alegação de garantir transparência nas denúncias de desvios e de contratos superfaturados pela entidade.
 
No último dia 19, a Santa Casa chegou a suspender consultas e cirurgias, mas um recurso emergencial do governo do Estado está garantindo as consultas e demais procedimentos.
 
A crise na Santa Casa ficou evidente em julho deste ano, quando a emergência do hospital ficou fechada por 28 horas por falta de materiais e medicamentos. Em agosto, o Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde protagonizaram uma queda de braço já que o governo federal cobrava explicações da pasta estadual sobre os recursos enviados à Santa Casa. O governo federal afirmava ter liberado R$ 73 milhões para a Santa Casa e encaminhado o recurso à Secretaria Estadual da Saúde. Uma auditoria ainda em curso apura qual o destino desse dinheiro.

iG

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Compare calorias de cerveja, caipirinha e bebidas na praia

Nem só dos alimentos sólidos vêm as calorias; fique ligado
 nas bebidas também
Bebidas alcoólicas em excesso podem causar aumento de peso e prejuízos à saúde
 
Quando o verão se aproxima, muito se fala sobre as calorias dos petiscos de praia. Mas você já parou para pensar que as bebidas também podem resultar em indesejáveis quilinhos a mais, principalmente as alcoólicas, amplamente consumidas sob o sol?
 
A nutricionista Alessandra Paula Nunes, da Salutem Nutrição e Bem Estar, avisa que "o álcool contém 7,3 kcal/g". Ela completa. "Se não for administrado em quantidades adequadas, o seu excesso pode acabar implicando em um ganho de peso extra."
 
Por exemplo, um copo de 180 ml da tradicional caipirinha de limão pode chegar a 272 calorias quando feita com vodca e açúcar. Para quem prefere cerveja, uma lata traz 168 calorias. Uma taça de vinho branco tem 122 calorias. Somando todas as latinhas, copos e taças do dia, a conta fica alta!
 
Além da dieta, a saúde também pode ser comprometida com excessos alcoólicos. “O fígado só consegue metabolizar, em média, uma dose de bebida alcoólica por hora, o que significa que, se a pessoa consumir quatro latas de cerveja, demora, em média, quatro horas para metabolizar.
 
Enquanto está metabolizando uma lata, o restante fica circulando no organismo, causando intoxicação e alterações”, disse a nutricionista. “Além disso, o álcool é irritante da mucosa gástrica e da mucosa do esôfago. O resultado do excesso pode ser esofagite, gastrite e diarreia”, completou.
 
Tudo isso sem falar nos tradicionais sintomas da bebedeira, como perda de reflexo e de senso crítico, alteração de atenção, euforia ou letargia.
 
Para aqueles que evitam comer na praia porque estão de dieta, mas, mesmo com a “barriga vazia”, não abrem mão dos drinques, um alerta. “Além de também resultar em ganho de peso, pode levar à hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue, geralmente quando a glicose no sangue fica abaixo de 70mg/dl) e à desidratação pelo aumento da diurese causada pelo álcool”, alertou o endocrinologista Pedro Assed, pesquisador do Grupo de Obesidade e Transtornos Alimentares da PUC-Rio-IEDE.
 
“Uma pessoa que está sem comer nada, ao tomar apenas bebidas alcóolicas, faz com que a taxa de álcool no sangue aumente mais rapidamente do que em uma pessoa bem alimentada, podendo causar gastrite e até mesmo úlcera”, acrescentou Alessandra.
 
Portanto, moderação é a palavra chave. Se for provar algo alcoólico, não se esqueça de intercalar com água e sucos naturais, que auxiliam na hidratação, e de se alimentar de maneira balanceada. “Outra lembrança importante é com relação aos drinks à base de limão e frutas ácidas, que, se derramados na pele sob a exposição solar, podem causar queimaduras e deixar cicatrizes na pele”, lembrou Assed.
 
Bebidas não-alcoólicas
“Na praia, deve-se também ter cuidado com as bebidas não-alcoólicas, como refrigerantes, que têm em média de 80 a 100 calorias em 200 ml e engordam”, alertou Assed. “Mesmo os refrigerantes light, naturalmente sem adição de açúcar, por conterem ácidos e gases, podem aumentar a celulite e a retenção de líquido. Além do mais, pessoas que são sensíveis a ácidos podem ter o estômago prejudicado”, completou Alessandra.
 
O endocrinologista recomenda apostar em chás gelados, limonada, água de coco, isotônicos. “Além de refrescantes, são menos calóricos e engordam menos”, disse. A nutricionista lembra que as águas saborizadas também são uma boa pedida para essas ocasiões.
 
Calorias (Fonte: nutricionista Alessandra Paula Nunes, da Salutem - Nutrição e Bem Estar) 
 
1 – Cerveja (calorias por lata)
Cerveja - 168 calorias
Cerveja preta - 132 calorias

Malzbier - 60 calorias
 
2 – Caipirinha de limão (calorias por copo de 180 ml)
De pinga com açúcar - 195 calorias
De pinga com adoçante - 164 calorias
De vodca com açúcar - 272 calorias
De vodca com adoçante - 130 calorias
 
3 – Caipirinha de morango (calorias por copo de 180 ml)
De pinga com açúcar - 147 calorias
De pinga com adoçante –127 calorias
De vodca com açúcar - 151 calorias
De vodca com morango e adoçante - 131 calorias
 
4 – Caipirinha de abacaxi (calorias por copo de 180 ml)
De pinga com açúcar - 163 calorias
De pinga com adoçante –143 calorias
De vodca com açúcar - 167 calorias
De vodca com adoçante – 147 calorias
 
5 – Vinho (calorias por taça)
Vinho branco – 122 calorias
Vinho rose – 73 calorias
Espumante – 87 calorias
 
6 – Água de coco (calorias por 200 ml)
45 calorias
 
7 – Refrigerante (calorias por lata)
Normal - 85 calorias
Zero – 0 calorias
 
8 – Suco de laranja
1 lata -  103 calorias
1 copo de suco natural (200 ml) - 230 calorias
 
9 – Suco de manga
1 lata – 37 calorias
1 copo de suco natural (200 ml) - 104 calorias
 
10 - Suco de pera
1 lata – 84 calorias
1 copo de suco natural (200 ml) - 91 calorias
 
11 – Suco de uva
1 lata – 96 calorias
1 copo de suco natural (200 ml) - 124 calorias
 
Terra

Imunização | Vacina deve ser tomada em diversas faixas etárias

A vacinação é a principal forma de prevenir doenças infectocontagiosas como poliomielite, sarampo, rubéola e coqueluche
 
O Brasil é referência mundial em vacinação e o Sistema Único de Saúde (SUS) garante à população brasileira acesso gratuito a todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Ainda assim, muitas pessoas deixam de comparecer aos postos de saúde para atualizar a carteira de vacinação, e também de levar os filhos no tempo correto de aplicação das vacinas.
 
 
Atualmente, são disponibilizadas pela rede pública de saúde de todo o país 17 vacinas no Calendário Nacional de Vacinação, para combater mais de 20 doenças, em diversas faixas etárias. Há ainda outras 10 vacinas especiais para grupos em condições clínicas específicas, como portadores de HIV, disponíveis nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE).
 
Desde a implantação do Programa Nacional de Imunizações (PNI), em 1973, o Brasil já conseguiu erradicar a poliomielite, além de interromper a transmissão de sarampo a partir do ano 2000 e, desde 2009, não há mais registros de casos de rubéola e da síndrome de rubéola congênita. “Nas últimas décadas é possível verificar um importante impacto na redução dos casos de óbitos por doenças imunopreveníveis no nosso país”, ressalta a coordenadora geral do PNI, Carla Domingues.
 
Apesar da maioria das pessoas acreditarem que a vacina é somente para crianças, é importante manter a carteira de vacinação em dia em todas as idades para evitar o retorno de doenças já erradicadas. Os adultos devem ficar atentos à atualização da caderneta em relação a quatro tipos diferentes de vacina contra a hepatite B, febre amarela, difteria, tétano, sarampo, rubéola e caxumba. Para as gestantes, existem três vacinas disponíveis no Calendário Nacional de Vacinação: hepatite B, dupla adulto e dTpa, que protege, além da hepatite, contra difteria, tétano e coqueluche.
 
Dependendo da vacina, o esquema vacinal completo pode ser composto de uma, duas ou três doses e ainda há a necessidade de se receber reforços. “Só quando esse esquema estiver completo é que o indivíduo estará devidamente protegido. Se a nossa população não estiver devidamente vacinada, essas doenças que já foram eliminadas do território nacional podem voltar a acontecer”, esclarece a coordenadora do PNI.
 
 
Preocupação do retorno das doenças – A autônoma Ana Paula da Silva, de 25 anos, sempre se preocupou em levar a filha para receber as doses que previnem contra diversas doenças da infância. No entanto, há cerca de um ano a moradora de Recife (PE) foi surpreendida com o diagnóstico de sarampo na criança, na época com sete meses de idade. “Por conta do surto de sarampo em Pernambuco, eu a levei para tomar a vacina. O problema foi que quando eu a levei ao posto de saúde pra receber a dose, ela já estava com o vírus e eu não sabia”, conta a mãe.
 
No calendário de rotina do Programa Nacional de Imunizações, as doses de vacina que protegem contra o sarampo são recomendadas aos 12 meses e aos 15 meses de idade. No caso de Pernambuco e Ceará, a campanha foi ampliada, em 2013 e 2014, para as crianças de seis meses de idade, devido ao surto da doença que ocorreu nesses estados. No total, foram registrados 637 casos da doença nos últimos dois anos, sendo todos importados ou relacionados à importação.
 
Para Carla Domingues, o surto de sarampo em Pernambuco e no Ceará serve como alerta à população a respeito da importância de dar continuidade à vacinação, mesmo para doenças que não tenham mais transmissão dentro do país. “Doenças que já foramgraves, que já tiveram milhares de casos, com milhares de óbitos, hoje não são consideradas mais como problema de saúde pública no nosso país. Mas, para isso, é necessário mantermos não só as crianças vacinadas, mas adolescentes e adultos também. Não só iniciando o esquema, mas tomando as demais doses”.
 
Proteção contra o HPV
O câncer de colo do útero é o terceiro tipo de tumor que mais mata mulheres no Brasil. Diagnosticada com a doença, Anna Fukumura passou por radioterapia associada à quimioterapia para enfrentar o câncer e sabe da importância da existência de uma vacina que previne a doença. “A vacina é prevenção. Sou a favor da prevenção para que muitas mulheres não tenham que passar pelo o que eu passei. E quanto mais cedo possível, melhor”, opina.
 
Tomar a vacina na adolescência é o primeiro de uma série de cuidados que a mulher deve adotar para a prevenção do HPV e do câncer do colo do útero. Em 2014, a população-alvo da vacina contra o HPV é composta por meninas de 11 a 13 anos. Em 2015, serão vacinadas as adolescentes de 9 a 11 anos e, a partir de 2016, serão vacinadas as meninas que completam 9 anos de idade. Consciente do risco da doença, a estudante Pietra Amarante, de 12 anos, é uma das mais de 4,9 milhões de adolescentes que já receberam a primeira dose da vacina. "Eu acho a vacina importante, porque você vai garantir que não vai ter doença (câncer). Então é uma boa ideia", avalia.
 
O SUS trabalha com três doses para que seja garantida a eficácia da vacina HPV. O intervalo entre as duas primeiras é de seis meses e a terceira é dada, como reforço, cinco anos depois da segunda dose. "É importante ressaltar que meninas que ainda não foram vacinadas e que estejam na faixa etária, poderão ser vacinadas em qualquer momento nos serviços de saúde ou nas escolas, dependendo da estratégia de vacinação adotada pelos municípios. Só com o esquema de vacinação completo a vacinação é efetiva", explica Carla Domingues.
 
Coordenadora do PNI, Carla Domingues, fala sobre o programa
 
1 - Quem deve tomar as vacinas oferecidas na rede pública?
Todo mundo deve tomar vacina. O Programa Nacional de Imunizações disponibiliza vacina para todas as idades. Por isso, é importante manter a caderneta de vacinação guardada, com o mesmo cuidado de outros documentos importantes, e levá-la sempre que for procurar um serviço de saúde.
 
2 - Quantas vacinas o SUS oferta para a população?
O Programa Nacional de Imunizações oferece 44 tipos de imunobiológicos utilizados na prevenção e tratamento de doenças. Ao todo, são 27 vacinas, das quais 17 estão no Calendário Nacional de Vacinação, e 17 soros para tratamento de doenças.
 
3 - Quantas doses são distribuídas anualmente?
A cada ano, o Ministério da Saúde distribui cerca de 300 milhões de doses de vacinas e soros para estados e municípios.
 
Agência Saúde

Ministério da Saúde alerta sobre o uso de preservativo no período de fim de ano

Em todo o país, o período de fim de ano é marcado por muitas festas e diversão e para aproveitar as comemorações é importante lembrar do uso do preservativo
 
De acordo com o Ministério da Saúde, no Brasil, a incidência de casos de doenças sexualmente transmissíveis aumenta principalmente no período de festas populares. Por isso a forma mais eficiente de prevenção é o uso da camisinha.
 
"Viver com aids é possível, a gente pode garantir a qualidade de vida, mas é muito melhor viver sem aids. Em qualquer lugar desse país, se lembre de ter camisinha porque pode rolar e, se rolar, você vai fazer protegido sem ter nenhum problema depois. Aproveitem bem e viva essa luta nossa contra a Aids", explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa.
 
O analista de redes sociais de 24 anos, George Marques, sabe da importância de usar o preservativo. "Eu acho muito importante a gente levar camisinha para todos os lugares. Até porque é algo tão leve, não tem peso, não incomoda. Às vezes o sexo não tem hora marcada. Melhor prevenir não só uma gravidez precoce, mas como também alguma DST. Então eu estou sempre nessa que prevenir é melhor que remediar", afirma.
 
O Ministério da Saúde já encaminhou cerca de 104 milhões de preservativos para os estados brasileiros. A camisinha é distribuída de graça nas unidades básicas de saúde em todo o país. Para saber mais, acesse a Fan Page oficial do Ministério da Saúde no Facebook.
 
Blog da Saúde

Termina hoje o prazo para as inscrições para especialização em ensaios clínicos

Promovido pelo Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), junto com a Vice-Presidência de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fiocruz, por meio do Programa de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde Pública (PDTSP)/ Plataforma de Pesquisa, o curso oferece quatro vagas e tem duração de seis meses
 
Podem se inscrever profissionais com graduação em ciências da saúde (medicina, biologia, biomedicina, enfermagem, nutrição, psicologia, farmácia, medicina veterinária, serviço social, fisioterapia, fonoaudiologia etc.).
 
Os candidatos deverão ter experiência prévia em pesquisa clínica, comprovados por declaração. A inscrição custa R$ 50 e deve ser realizada via plataforma Sigals, de acordo com a Chamada Pública.
 
Direito e saúde
O curso de especialização em Direito e Saúde da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) tem inscrições abertas até 29 deste mês. A capacitação é destinada a profissionais da área de saúde e direito, vinculados aos órgãos públicos e privados, relacionados com a área do direito e da saúde.
 
O curso tem o objetivo de promover a construção do conhecimento no campo do direito e saúde, desenvolvendo competências gerais e específicas por meio da compreensão dos conteúdos programáticos.
 
Além disso, busca criar no estudante uma compreensão geral sobre a área do direito e saúde, facilitando a aplicação destes conhecimentos em sua atuação profissional, assim como formar profissionais das ciências jurídicas para atuar no campo da saúde.
 
Fundação Oswaldo Cruz

Alimentos que afetam o leite materno

Saiba quais comidas e bebidas podem passar para o leite materno e afetar a saúde do bebê
 
Em princípio, a mulher que amamenta não precisa restringir nenhum alimento e deve manter uma dieta natural e saudável. Mas sabemos que assim como medicamentos, drogas e toxinas podem passar para o bebê através do leite, o mesmo acontece com os componentes da alimentação materna. Cada criança é única, e sempre existe a chance do seu filho apresentar alguma sensibilidade aos componentes de um alimento.
 
A seguir veja alguns alimentos que podem afetar o leite materno:                
 
Chocolate: A maioria das mães podem comer chocolate sem exageros, mas devem sempre ficar atentas para possíveis efeitos negativos no comportamento do bebê. O chocolate contém teobromina, substância que pode provocar irritabilidade e diarreia no bebê se quantidades elevadas forem consumidas pela mãe.  
 
Cafés, chás e refrigerantes: O café, chás, mate e refrigerante tipo cola em quantidade excessiva podem causar irritabilidade e padrão deficiente de sono. Mas se seu bebê for mais um que não tem o sono alterado pelo consumo de café pela mãe, existem outros bons motivos para não exagerar no consumo de cafeína. Nos primeiros meses de vida, a exaustão é grande e cada minuto de sono é valioso. Se a mãe utiliza o café para se manter acordada, pode ser que ela perca a oportunidade de descansar enquanto o bebê dorme a tarde. Além disso, a cafeína tem efeito diurético e durante a amamentação a hidratação adequada é essencial para uma boa produção de leite.                           
 
Bebidas alcoólicas: Enquanto os efeitos nocivos do consumo de bebida alcoólica durante a gestação estão bem estabelecidos, as consequências o álcool durante o período da amamentação foram pouco estudados. Mas alguns dados já foram identificados como: sabemos que metade das mulheres dos países ocidentais consomem álcool durante o período da amamentação; o consumo de bebida alcoólica pode reduzir a produção de leite; o etanol passa no leite materno nas mesmas concentrações presentes no sangue da mãe e quando comparados aos adultos, o recém nascidos tem a metade da capacidade de metabolizar, ou seja, eliminar o etanol de seu corpo. Como não existem recomendações especiais para mães que amamentam, é bom evitar qualquer tipo de bebida alcoólica durante esta fase de extrema importância para a saúde do bebê.                             
 
Leite e derivados: O bebê pode apresentar tanto intolerância à lactose como alergia a proteína do leite de vaca e seus derivados. A mãe ao consumir laticínios passa pelo leite proteínas que podem causar alergias no bebê, pois seu sistema digestivo não é capaz de digerir as proteínas e seu sistema imunológico entende que essa proteína é um agressor ao organismo do bebê. Na intolerância a lactose, um carboidrato do leite de vaca, o bebê não tem ou produz pouca lactase, uma enzima de digere a lactose que também é passada no leite materno. No bebê amamentado, tanto a intolerância como a alergia ao leite de vaca podem causar sintomas parecidos como sangue nas fezes, diarreia, cólicas, assaduras e choro intenso. Na alergia, a pele e o sistema respiratório também podem ser afetados e o grau de alergia pode variar de imediato e grave até uma forma mais crônica e branda de alergia.                              
 
Oleaginosas: Algumas crianças desenvolvem hipersensibilidades ou alergias a oleaginosas consumidas pela mãe. O grupo das oleaginosas é formado por nozes, castanhas, amêndoas, amendoim, pistache entre outros. Não é muito comum no Brasil, mas nos EUA, por exemplo, o amendoim é uma causa importante de alergia alimentar.
 
Outros alimentos
Os primeiros meses de vida da criança são de acelerado desenvolvimento e formação de tecidos e ainda não se sabe todos os fatores que interferem positivamente e negativamente na saúde da criança.
 
Os estudos com aditivos alimentares durante a amamentação ainda são escassos. Mas sabe-se que corante artificial tartrazina (FD&C amarelo#5), sulfitos e glutamato monossódico são causadores de reações alérgicas. A tartrazina pode ser encontrada em produtos industrializados como sucos, gelatinas e balas enquanto o glutamato monossódico pode estar presente nos produtos salgados como temperos industrializados. Já os sulfitos são usados como preservativos em alimentos como frutas desidratadas, vinhos e sucos industrializados.                             
 
Se o bebê não apresenta sinal ou sintoma, não é recomendado excluir um alimento da alimentação. A retirada de um grupo de alimento da dieta sem orientação profissional pode causar desequilíbrio na qualidade nutricional do leite. Além disso, pode potencializar o aparecimento de alergias alimentares. Muitas mães acreditam que ao excluir da dieta alimentos potencialmente alergênicos como, leite de vaca, trigo, amendoim, soja, ovo e milho, previnem o aparecimento de alergias alimentares no bebê.
 
Estudos mostram que o efeito pode ser oposto e em alguns casos predispor a criança a alergias no futuro. Mães que consomem alimentos potencialmente alergênicos transferem anticorpos para seu filho através do leite materno, tornando-os mais resistentes a alergias alimentares.                             
 
Se você acha que algum alimento pode estar perturbando o bem estar do seu bebê, pode-se retirar o alimento suspeito e observar a reação do bebê. E assim que possível, procurar um profissional capacitado, médico ou nutricionista, para identificar as verdadeiras causas do problema. Lembrando que, cólica, coriza, agitação e sono desregrado não são sintomas exclusivos de hipersensiblidade a componentes da dieta materna e podem ter outras causas não relacionadas a alimentação.                              
 
Minha Vida

Manjericão alivia problemas intestinais e tem ação anti-inflamatória

Planta também tem ação antibacteriana e pode aliviar sintomas de artrite reumatoide
 
Estudos sobre o manjericão demonstraram efeitos benéficos à saúde em dois aspectos básicos: os flavonoides e os óleos voláteis.                             
 
A disposição dos componentes ativos do manjericão, denominados flavonoides, fornece proteção à célula. A orientina e a vicenina são dois flavonoides solúveis em água que têm sido de especial interesse no manjericão devido aos estudos sobre os leucócitos do sangue humano. Estes componentes protegem as estruturas celulares e os cromossomos contra a radiação e contra danos relacionados com oxigênio.                             
 
Além disso, foi demonstrado que o manjericão protege contra o crescimento de bactérias indesejáveis. Estas propriedades antibacterianas não estão relacionadas com os flavonoides característicos do manjericão, mas sim com os seus óleos voláteis que contêm estragol, linalol, cineol, eugenol, sabineno, mirceno e limoneno. Estudos laboratoriais demonstraram a eficácia do manjericão na restrição do desenvolvimento de bactérias diversas, incluindo listeria monocytogenes, staphylococcus aureus, escherichia coli, yersinia enterocoliticae e pseudomonas aeruginosa.                             
 
O componente de eugenol dos óleos voláteis do manjericão tem sido objeto de estudo aprofundado, dado que esta substância pode bloquear a atividade de uma enzima no organismo denominada ciclooxigenase (COX). Este efeito inibidor da enzima do eugenol qualifica o manjericão como um alimento anti-inflamatório que pode proporcionar importantes benefícios curativos, para além do alívio dos sintomas em indivíduos com problemas de saúde inflamatórios, como artrite reumatoide ou doenças intestinais inflamatórias. 
 
Nutrientes do manjericão
O manjericão é uma excelente fonte de vitamina K e manganês; uma fonte muito boa de cobre, vitamina A (sob a forma de carotenóides tais como beta-caroteno ), e vitamina C ; e uma boa fonte de cálcio, ferro, ácido fólico e magnésio. 
 
Quantidade recomendada
Existe pouca informação sobre a dosagem segura ou eficaz do manjericão. Normalmente é usado 10 a 20 ml de suco de folhas frescas de manjericão uma vez ao dia ou chás com a infusão de 2 gramas de manjericão fresco ou erva seca em água fervente duas vezes ao dia. 
 
Como consumir o manjericão
Folhas de manjericão são usadas para dar sabor a qualquer vegetal, aves ou carnes . A erva também é usada em tomate, ovos, ensopados, sopas e saladas.                             
 
O manjericão fresco pode ser macerado com alho e azeite de oliva para fazer uma variedade de pesto sem derivados do leite, que pode cobrir uma variedade de pratos, incluindo massas, salmão e brushetta de trigo integral.
 
Ou então, pode ser colocado em camadas inteiras sobre fatias de tomate e queijo mussarela de búfala para criar uma salada colorida e saborosa.                             
 
Podemos bater o manjericão com azeite de oliva e cebolas em um processador de alimentos ou liquidificador, formando um purê de manjericão que pode ser adicionado a uma deliciosa sopa de tomate.                             
 
Além disso, podemos desfrutar de uma xícara de chá revigorante de manjericão, infundindo folhas frescas de manjericão picadas ou a erva em água fervente por 8 minutos.                      
 
Manjericão roxo
O manjericão roxo é uma erva híbrida, desenvolvida, pela primeira vez, nos anos 50, na Universidade de Connecticut, nos Estados Unidos. Suas folhas apresentam sabor similar e são usadas para decorar diversos tipos de pratos. Apresentam propriedades terapeuticas similares à do manjericão verde. 
 
Sementes e chá de manjericão
As sementes de manjericão fornecem uma ampla gama de benefícios para a saúde, como tratamento de desordens digestivas como: dor de estômago, flatulência, constipação, evacuações irregulares e indigestão. Além disso, por apresentarem efeitos anti espasmódico, podem ajudar a tratar a tosse.
 
Para usar a semente, coloque 2 colheres de chá de sementes de manjericão para 1 xícara de água quente ou líquido de sua escolha. Se você quiser mais concentrada de um sabor, drenar o excesso de água após o inchaço das sementes de manjericão com água pura. A água quente (não ferver) ajuda a inchar totalmente as sementes de manjericão, liberando antioxidantes e enzimas digestivas. Deixe a mistura repousar por pelo menos 2 minutos com a água quente e consuma-as. 
 
O chá de manjericão pode ser usado para problemas de indigestão ou pode ser usado de forma tópica para acelerar a cicatrização de feridas. 
 
*Texto elaborado com a colaboração de Paula Crook, nutricionista da PB Consultoria em Nutrição. 
 
Minha Vida

O que é cárie?

Prevenção é o melhor remédio contra o problema
 
O que são cáries?
"Cárie" é uma outra forma de se denominar a deterioração do dente. A deterioração do dente é fortemente influenciada pelo estilo de vida do indivíduo - o que se come, como se cuida dos dentes, a presença de flúor na água ingerida e o flúor no creme dental.

A hereditariedade também tem um papel importante na predisposição de seus dentes para se deteriorarem. Embora as cáries sejam mais comuns em crianças, adultos também estão sujeitos a elas.

Os tipos de cáries incluem:

- Cárie coronária
- o tipo mais comum que ocorre tanto em criança como em adultos, as cáries coronárias se localizam nas superfícies de mastigação ou entre os dentes.

- Cárie radicular
- à medida que envelhecemos, as gengivas se retraem, deixando partes da raiz do dente expostas. Como não existe esmalte cobrindo as raízes do dente, estas áreas expostas se deterioram facilmente.

- Cárie recorrente
- a deterioração pode ocorrer em volta das restaurações e coroas existentes. Isto porque estas áreas tendem a acumular placa, que acabam levando à deterioração. 
 
Os adultos estão especialmente sujeitos a apresentar cárie quando sofrem de xerostomia (boca seca), uma doença causada pela falta de saliva.

A xerostomia pode ser decorrente de uma doença, de medicamentos, da radioterapia e da quimioterapia, e pode ser temporária (dias ou meses) ou permanente, dependendo de suas causas.

A cárie constitue um sério problema. Se não for tratada, uma cárie pode destruir seu dente e matar os delicados nervos na sua parte central, o que pode resultar em um abscesso, uma área de infecção na ponta da raiz. Uma vez formado o abcesso, ele só pode ser tratado através do tratamento do canal, de cirurgia ou da extração do dente. 
 
Como eu sei se estou com uma cárie?
Apenas seu dentista pode dizer com certeza se você tem uma cárie. Isto porque as cáries se desenvolvem embaixo da superfície do dente, onde você não pode vê-las.

Quando você ingere alimentos que contenham carboidratos (açúcar e amido), estes carboidratos são digeridos pelas bactérias da placa, produzindo ácidos que corroem o interior do dente. Com o tempo, o esmalte do dente começa a fraturar por debaixo da superfície, enquanto a parte externa permanece intacta.

Quando uma quantidade suficiente de esmalte sob a superfície já tiver sido destruída, a superfície se desmorona, expondo a cavidade de cárie. É maior a probabilidade das cáries de se desenvolverem em fóssulas e fissuras nas superfícies de mastigação dos dentes posteriores, nos espaços entre os dentes e próximo à linha da gengiva. Mas, independentemente de onde ocorrem, a melhor maneira de identificá-las e tratá-las, antes que se tornem sérias, é visitando seu dentista regularmente para avaliações. 
 
Como posso ajudar a evitar as cáries?
 
- Escove os dentes pelo menos três vezes ao dia, e use o fio dental diariamente, a fim de remover a placa bacteriana entre os dentes e sob a gengiva.
 
- Faça avaliações regulares. O cuidado preventivo pode evitar que os problemas ocorram e que problemas menores se tornem sérios.
 
- Adote uma dieta balanceada, com pouco açúcar e amido. Quando ingerir estes alimentos, procure comê-los durante a refeição, e não como um lanche, para minimizar o número de vezes que seus dentes são expostos ao ácido.
 
- Utilize produtos dentários que contenham flúor, incluindo o creme dental.
 
- Certifique-se de que a água que suas crianças bebem contenha flúor. Se a água fornecida em sua localidade não contém flúor, seu dentista ou pediatra pode prescrever suplementos de flúor diários.
Artigo fornecido pela Colgate-Palmolive. Copyright 2014 Colgate-Palmolive.
 
Minha Vida

Prefeitura de Macatuba -SP divulga edital de concurso público

Com nove vagas, mais cadastro de reserva para cargos de todos os níveis de escolaridade, a Prefeitura de Macatuba, São Paulo, deu início as inscrições de concurso público, do edital nº 001/2014, regido pela empresa CONSESP Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas LTDA.
 
As chances são para as funções de cozinheiro, auxiliar de serviços gerais, motorista, agente fiscal, almoxarife, auxiliar de consultório, inspetor de alunos, oficial administrativo, técnico de atendimento em farmácia, técnico de enfermagem, visitador sanitário, professor substituto, arquiteto, enfermeiro, engenheiro civil, médico (clínico geral, ginecologista, neuropediatra, pediatra e psiquiatra), veterinário, psicólogo e terapeuta ocupacional. As remunerações variam de R$ 822,90 a R$ 2.457,16, em jornadas de 10 a 44 horas semanais e de R$ 9,91 a hora aula para o cargo de professor. 
 
Os interessados terão até o dia 18 de janeiro de 2015, para efetuarem inscrição, via endereço eletrônico: www.consesp.com.br, com taxas de R$ 22,78 a R$ 60,43.
 
O concurso será composto por prova escrita, prova prática e avaliação de títulos. As provas estão programadas para serem aplicadas no dia 22 de fevereiro de 2015, nos período matutino, a partir das 9h00 e vespertino com início as 14h30, em local a ser informado posteriormente. Estima-se que o gabarito seja disponibilizado no dia seguinte a prova e que fique publicado por dois dias no site da organizadora.
 
A validade do concurso será de dois anos, a contar da homologação, prorrogável por período semelhante, a critério da administração.

Concurso Prefeitura de Imbé - RS

Foram prorrogadas e termina no dia 02 de janeiro de 2015 o prazo para inscrições ao concurso público da Prefeitura de Imbé, no Estado do Rio Grande do Sul. Por intermédio da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (FUNDATEC), o edital nº 001/2014 visa o cadastramento de reserva de profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
As vagas ofertadas são para os cargos de fonoaudiólogo, nutricionista, orientador educacional, professor (diversas disciplinas), secretário de escola, atendente de biblioteca, auxiliar de educação infantil, auxiliar de disciplinas e cozinheira. As remunerações propostas variam de R$ 584,72 a R$ 1.900,36, em jornadas de 20 a 40 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas em um prédio situado na Avenida Paraguassú nº 2325, Centro, das 8h00 às 18h00. Haverá taxa de inscrição de R$ 30,00 a R$ 120,00.
 
Será aplicada prova objetiva provavelmente no dia 8 de fevereiro de 2015. O gabarito será disponibilizado no dia seguinte.
 
A entrega de títulos deverá ocorrer entre os dias 16 e 17 de março de 2015 e o resultado é aguardado para o dia 14 de abril de 2015.
 
O concurso será válido por dois anos, contado da publicação dos respectivos resultados finais, facultada a prorrogação desse prazo por uma vez, por igual período, a critério do Prefeito.

Prefeitura de Imbé - RS abre concurso público

A Prefeitura de Imbé, no Rio Grande do Sul, anunciou por meio do edital nº 003/2014 de concurso público, que fará cadastro de reserva para profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
Por intermédio da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (FUNDATEC), são ofertadas vagas para arquiteto, bacharel em turismo, biólogo, contador, engenheiro civil, geólogo, fiscal ambiental, técnico em contabilidade, técnico em informática, tesoureiro, assistente de execução fiscal, assistente de fiscalização ambiental, guarda civil municipal, assistente de tesouraria, técnico tributário, assistente administrativo, oficial geral de manutenção, auxiliar administrativo, contínuo, fiscal de obras, fiscal de tributos, mecânico de máquinas (leves e pesadas), oficial administrativo, recepcionista, cadastrador imobiliário, motorista, operador de máquinas, operário especializado, servente, serviços gerais, telefonista e vigia. A remuneração será de R$ 584,72 a R$ 3.362,18, em jornadas de 20 a 40 horas semanais.
 
Os interessados deverão comparecer a Avenida Paraguassú nº 2325, em um prédio para efetuarem inscrições. O atendimento ocorre até o dia 02 de janeiro de 2015, das 8h00 as 18h00, com taxas que variam de R$ 30,00 a R$ 120,00.
 
O concurso será composto por prova objetiva, análise de títulos e teste de aptidão física. A prova objetiva será aplicada a todos os participantes provavelmente no dia 1º de março de 2015, em local e horário a ser informado brevemente.  Estima-se que o gabarito será disponibilizado no dia seguinte a prova. Os títulos deverão ser entregues entre os dias 7 e 8 de abril de 2015.
 
Prevê-se que a prova prática e o teste de aptidão física sejam aplicados no mesmo dia, 12 de abril de 2015.  A homologação é aguardada para o dia 13 de maio de 2015.
 
O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados da publicação dos respectivos resultados finais, facultada a prorrogação desse prazo por uma vez, por igual período, a critério da Prefeitura.

UFCSPA abre concurso público

A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), estado do Rio Grande do Sul, lançou através do Diário Oficial da União, o edital de n° 53/2014 de concurso público com a finalidade de preencher oito vagas ao cargo de Professor da carreira do magistério superior, na classe Adjunto. O cargo exige graduação na área de atuação, mais titulação em nível de doutorado, e proporciona remuneração que chega a R$ 8.344,64 mensais.
 
As vagas são para áreas da Nutrição (Tecnologia de Alimentos de Origem Animal, Fenômenos de Transporte e Operações Unitárias), Educação e Informação em Saúde, Algoritmos e Complexidade, Programação Orientada a Objetos, Informática Aplicada, Administração Geral, Gestão em Saúde, Inovação Tecnológica, Matemática, Genética Médica e Endocrinologia.
 
As inscrições serão realizadas entre os dias 05 e 16 de janeiro de 2015, pessoalmente ou por procuração, com firma reconhecida, no Protocolo da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, na Rua Sarmento Leite, 245, Centro, Porto Alegre - RS, no horário das 09 às 12 horas e das 14 às 17 horas. A taxa de inscrição varia entre R$ 130,00 e R$ 200,00.

O concurso será constituído de prova escrita, prova didática, defesa da produção intelectual, prova prática, a critério do departamento e exame de títulos. O cronograma contendo data, hora e local das provas será divulgado no site www.ufcspa.edu.br em até 30 dias após a publicação deste edital no Diário Oficial da União.

O prazo de validade do concurso é de um ano, renovável por mais um ano, a critério da UFCSPA.

Prefeitura de Imbé - RS lança edital de concurso público

Sob a organização da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (FUNDATEC), a Prefeitura de Imbé, no Rio Grande do Sul, lançou o edital nº 002/2014 de concurso público, para cadastro de reserva de profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
As vagas são para os cargos de assistente social, cirurgião dentista, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, médico (cardiologista, cirurgião, clínico geral, dermatologista, gastroenterologista, geriatra, ginecologista, neurologista, neuropediatra, otorrinolaringologista, pediatra, pneumologista, psiquiatra, radiologista, traumatologista e urologista), veterinário, psicólogo, técnico (enfermagem e radiologia), auxiliar de radiologia, agente pulverizador de zoonoses, auxiliar de saúde bucal, agente comunitário de saúde, vigilante e auxiliar de higienização. Os salários variam de R$ 584,72 a R$ 2.894,40, em jornadas de 12 a 40 horas semanais.
 
As inscrições foram prorrogadas e serão aceitas até o dia 02 de janeiro de 2015, no prédio da Avenida Paraguassú nº 2325, Centro, das 8h00 às 18h00, com taxas de R$ 30,00 a R$ 120,00.
 
A todos os participantes será aplicada prova objetiva e para algumas funções haverá análise de títulos. A prova está programada para ser aplicada no dia 22 de fevereiro de 2015, em local a ser informado posteriormente. Com isso o mais provável é que o gabarito seja disponibilizado no dia seguinte.
 
A entrega de títulos está prevista para ocorrer entre os dias 26 e 27 de março de 2015. Estima-se que o resultado será divulgado no dia 30 de abril de 2015.
 
A validade do concurso será de dois anos, contado da publicação dos respectivos resultados finais, facultada a prorrogação desse prazo por uma vez, por igual período, a critério da Prefeitura.

Concurso Prefeitura de São Mamede - PB

A Prefeitura de São Mamede, no estado da Paraíba, abriu editais n° 001/2014 de concurso público e processo seletivo destinado ao preenchimento de diversas vagas no quadro geral de pessoal. Serão oferecidas 23 vagas para candidatos de níveis médio e superior. Os vencimentos variam entre R$ 724,00 e R$ 1.500,00.

As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico www.educapb.com.br entre os dias 07 e 26 de janeiro de 2015. A taxa de inscrição varia entre R$ 40,00 e R$ 90,00.

O concurso público oferece nove vagas em cargos de Atendente de Consultório Dentário, Psicólogo, Assistente Social, Odontólogo, Professor Matemática e Professor de Educação Física.

Já o processo seletivo dispõe 14 oportunidades para Assistente Social, Nutricionista, Fisioterapeuta, Psicólogo, Enfermeiro Hospitalar e Técnico em Enfermagem Hospitalar.

Serão aplicadas provas objetivas a todos os candidatos, além de prova de títulos de caráter classificatório para os cargos que exigem ensino superior. As provas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 22 de fevereiro de 2015, nos locais e horários que serão ainda comunicados.

O gabarito preliminar das provas objetivas será divulgado, até três dias após a realização das mesmas.

O concurso terá validade de dois anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado a critério do poder executivo municipal, por igual período. Já a validade do Processo Seletivo será de seis meses, com possibilidades de prorrogação.

Concurso Sorocaba - SP: Prefeitura, FUNSERV e SAAE

A Prefeitura de Sorocaba - PMS, a Fundação de Seguridade Social dos Servidores Públicos Municipais - FUNSERV e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto - SAAE, comunicam, a quem interessar possa, que foi aberto o edital n° 08/2014 de concurso público, sob a responsabilidade da Consesp – Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas Ltda.

Há 183 vagas, distribuídas da seguinte forma: 119 para lotação na PMS, 62 em cargos do SAAE e 2 na FUNSERV. Podem participar do certame profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os salários ofertados vão até R$ 4.415,37 e a jornada de trabalho varia de 15 a 40 horas semanais.
Entre os cargos ofertados estão os de Agente de Vigilância Sanitária, Auxiliar de Administração, Encanador,  Inspetor de Alunos, Agente de Fiscalização, Agente Social, Auxiliar de Educação, Auxiliar em Saúde Bucal, Motorista, Secretário de Escola, Analista de Sistemas I, Engenheiro Mecânico, Engenheiro de Saneamento, Enfermeiro, Economista, Assistente Social, Operador de Telemetria, Telefonista, Técnico de Tratamento, Técnico em Eletrotécnica, e outros.

As inscrições serão feitas exclusivamente via internet no período de 05 de janeiro a 06 de fevereiro de 2015, no site www.consesp.com.br. As taxas variam de R$ 35,00, R$ 45,00 e R$ 75,00.

A prova e o teste de aptidão física serão aplicados na cidade de Sorocaba. A prova objetiva será aplicada na data prevista de 22 de março de 2015. Toda convocação oficial para realização da prova e do teste de aptidão física será feita por meio de edital de convocação a ser publicado no Jornal Município de Sorocaba, preferencialmente, podendo ser acessado pelo site oficial da Prefeitura de Sorocaba (www.sorocaba.sp.gov.br – link Jornal do Município) e/ou imprensa local e no site da www.consesp.com.br.

O gabarito oficial e a prova objetiva (teste de múltipla escolha) serão disponibilizados no site www.consesp.com.br, entre as 13h e as 18h da segunda-feira subsequente à data da aplicação da prova e permanecerão no site pelo prazo de dois dias.

Concurso UFOP - MG

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), no estado de Minas Gerais, abriu os editais n°s 74/2014 e 75/2014 de concurso público, destinado ao provimento total de 84 vagas, sendo um percentual destinado a Pessoas Negras (PN) e Portadores de Necessidades Especiais (PNE), preferencialmente em algumas funções.

As ofertas são para profissionais de níveis fundamental, médio/téncnico e superior. Os aprovados cumprirão jornadas semanais de 40h e receberão vencimentos que variam de R$ 1.562,23 a R$ 8.344,64.

As chances são para os cargos de Assistente de Laboratório, Auxiliar em Administração, Administrador de Edifícios, Assistente em Administração, Técnico de Laboratório/ Edificações, Técnico de Laboratório/Química, Técnico de Tecnologia da Informação, entre outros.

Os interessados deverão fazer suas inscrições no período de 13 de janeiro a 19 de fevereiro de 2015, pelo site www.concurso.ufop.br. A taxa de inscrição variam de R$ 38,00 a R$ 166,00.

Todos os inscritos no concurso público 75/2014 passarão por provas escrita, didática, prática, projeto de pesquisa e avaliação de títulos e currículo.

Já os que disputarem às vagas oferecidas no concurso público 74/2014 serão avaliados por provas objetiva. Para algumas funções haverá também provas discursiva e prática.

O prazo de validade do concurso público 74/2014 é de dois anos, e do concurso público 75/2014 é de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado. Ambos podem ser prorrogáveis apenas uma vez, por igual período, a critério da Universidade.