Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 12 de janeiro de 2013

Revelamos o segredo da dieta que parece milagre

Com preços salgados e marcação cerrada nos pacientes, médico argentino diz já ter "secado" 50 mil pessoas em todo o mundo
 
Danielle emagreceu 15kg em três meses, Tatiana perdeu 27kg em seis meses e Amélia se livrou de 43kg em nove meses. Nenhuma delas se submeteu à cirurgia bariátrica, ou tomou remédios. O que espanta em suas histórias, além do emagrecimento rápido e significativo, é a ausência de qualquer outro aparato, químico ou físico, que possa ter levado essas mulheres a perderem tanto peso em tão pouco tempo. Em comum, a gerente de marketing, a estilista e a pedagoga dividiam o objetivo – perder peso – e o sentimento de que esta seria a última tentativa em busca de um corpo mais magro e saudável.
 
Pílulas, academia, dietas, consultas ao endocrinologista, ao nutricionista e receitas “infalíveis” já haviam sido tentadas, sem sucesso. O que mudou a vida das três, segundo elas, foi o método criado pelo terapeuta argentino Máximo Ravenna, que alia psicologia, psiquiatria, restrição e reeducação alimentar com exercícios físicos controlados.
 
Os resultados obtidos com esses quatro pilares são o maior chamariz do centro terapêutico, que funciona como um spa. Com três unidades no País (Salvador, Brasília e São Paulo), desde que se instalou por aqui, calculam os diretores, já foram atendidas mais de 14 mil pessoas. Em todo o mundo, o número soma 50 mil.
 
O principal diferencial, diz Ravenna, é levar em consideração a subjetividade de cada indivíduo e tratar também o psicológico.
 
“Além de seguir uma dieta, realizar atividades físicas e acompanhar a saúde, a pessoa participa de grupos terapêuticos em que é possível falar sobre seu vínculo alimentar, dificuldades e conquistas, reconhecendo a obesidade como um problema que não é só seu”, afirma.

Ao conversar com seus pacientes, Ravenna tem uma postura dura e assertiva. Em seu livro "Entre abrir e fechar a boca" o médico relata o caso da paciente Natália, desgostosa com a própria aparência:

"Aparentemente existem muitas coisas que você não sabe, Natália: não sabe do que você tem medo, não sabe se quer ter filhos, não sabe que vida teria gostado de levar, não sabe por que não pode emagrecer... Não são questões pouco imporantes. No entanto, parece que obedecer é a única coisa que, sim, você sabe fazer."
 
Em um encontro com pacientes durante o lançamento do mesmo livro, em São Paulo, disparou após ser perguntado sobre o efeito sanfona: "É um efeito ligado à mudança de comportamento, a pessoa não é um gordo feliz e nem um magro tranquilo. Falta certeza sobre qual lugar você pertence e ainda existe o sentimento de querer ser invisível, ou melhor, de não querer ser visto assim, gordo."
 
No livro, "A Teia de Aranha Alimentar" o médico defende que todos estão presos a algum tipo de compulsão – seja por cegueira, distração, ignorância, angústia, ou simplesmente por acaso – o que impede de encontrar o caminho para o emagrecimento. Descobrir o que está levando a pessoa a comer e porque a comida tornou-se uma grande fonte de prazer é um dos focos.

Na prática, são três os objetivos que norteiam o projeto: corte (de calorias e de atitudes e pensamentos que possam levar à compulsão), medida (diminuir as porções e encontrar a medida adequada) e distância (ações para não voltar a comer em excesso).
 
Comprometimento também é uma peça fundamental. Ao manifestar interesse no método, não basta se inscrever e pagar a salgada mensalidade – são R$1300 no plano básico, incluindo todos os acompanhamentos médicos, menos a alimentação.
 
Estar disposto a seguir as orientações nutricionais e comparecer aos grupos terapêuticos é essencial. Alegar falta de tempo, trânsito pesado ou horas extras não é permitido. A marcação é cerrada e faltar não é uma opção. É preciso ajustar o horário de trabalho com a agenda da clínica: na sexta-feira, por exemplo, o único grupo terapêutico do dia começa às 8h15, inviável para quem precisa entrar às 9h.
 
“É preciso dar prioridade ao emagrecimento, decidir e se entregar”, frisa Camila Nunes, gerente da clínica paulista e ela mesma uma ex-obesa.
 
O passo seguinte é identificar, por meio de um exame de bioinpedância, a quantidade de água, gordura e músculo presente no corpo para então definir a meta de emagrecimento. O tempo é curto e o resultado aparece rápido. As mulheres perdem de 5% a 7% do peso logo no primeiro mês, enquanto os homens podem chegar a até 10% do próprio peso. Mas esse resultado varia também de pessoa para pessoa.
 
Até chegar ao peso ideal, não é possível tirar folga da rotina de dieta hipocalórica e hipossódica, exercícios de resistência e terapias individuais e em grupo. São indicadas quatro refeições por dia, num total de apenas 800 calorias. No cardápio, cortam-se carboidratos complexos, açúcares, gordura e o álcool.
 
“São retirados os alimentos com alto índice glicêmico, que se transformam em glicose e energia. O corpo precisa aprender a gastar a gordura”, explica Camila.
 
“Tudo isso contribui para estabilizar o comportamento da secreção de insulina, geradora da sensação de fome, evitando picos e, dessa forma, ativando mecanismos de saciedade. Assim, o paciente adquire tranquilidade para realizar a dieta, o que viabiliza a decisão de emagrecer a cada momento”, diz o médico.
 
Nesse período, a abstinência química e emocional é grande e são comuns sintomas como dor de cabeça, sonolência, irritação e falta de concentração.
 
“A comida tem uma grande força química, ou seja, nosso organismo fica viciado. Um estudo recente de um pesquisador norte-americano prova que alimentos como pão e milk-shake de chocolate, por exemplo, atuam no cérebro humano sob os mesmos critérios de dependência química de usuários de cocaína. Acreditamos que mantê-los distantes, na etapa de eliminação de peso, é mais eficaz e confortável do que permiti-los em pequenas porções”, completa Ravenna.
 
Com medo de cair em tentação, é normal que os pacientes se afastem do convívio social. Festas de família, aniversário, happy-hour com os amigos e outras situações em que o apelo da comida seja muito intenso costumam ser evitados.
 
A atitude não é recomendada pelo médico, mas ele admite que essa pode ser uma saída enquanto a pessoa não se sentir confortável para dizer não à extravagância alimentar. Com o tempo, relata Ravenna, diante dos resultados e com a confiança fortalecida, a decisão de se manter no processo torna-se mais fácil, num movimento em que o paciente decide pelo projeto de ser magro, sem mais o jogar na caixa das frustrações e insucessos.
 
Por esse mesmo motivo, muitos almoçam e jantam na própria clínica, onde os pratos são preparados de acordo com as orientações das nutricionistas. Cada refeição custa, em média, R$40.
 
A malhação, embora indicada, não é pesada. Os exercícios são apenas os de resistência, como musculação, ou alongamento, como pilates e ioga. Correr ou caminhar de forma intensa são desaconselhados.
 
“Porque o organismo deixa de gastar a gordura e procura outras formas de obter energia”, explica Camila Nunes. A ideia é apenas tonificar os músculos para que não haja a temida flacidez, comum em métodos de emagrecimento rápido.
 
Manutenção
Ao alcançar o peso ideal, a dieta deverá ser readequada. É a fase de maior insegurança: depois de emagrecer muito retirando alguns ingredientes, é natural que a reinserção dos mesmos no cardápio traga um pouco de ansiedade e medo, sentimentos tratados na terapia. A reintrodução destes alimentos é feita aos poucos e acompanhada. O objetivo é identificar qualquer possível alteração de conduta provocada por alimentos que tendem a ser "gatilhos" alimentares.
 
Atente-se
Dietas muito restritivas, como a recomendada pelo método, pode gerar o famoso efeito rebote, ou seja, ao voltar à alimentação, o organismo responde acumulando ainda mais gordura do que o necessário. O corpo entende como se aquele momento fosse um período atípico de doença ou escassez de alimento e tenta se recuperar para “voltar ao normal”.
 
Fonte iG

Dieta rica em fibras pode impedir progressão do câncer de próstata

Alimentos ricos em fibras como cereais impedem progressão do câncer de próstata em pacientes diagnosticados em fases mais precoces da doença.
Alimentos ricos em fibras como cereais impedem progressão
do câncer de próstata em pacientes diagnosticados em fases
 mais precoces da doença
Fibra não permite que os tumores da próstata criem novos vasos sanguíneos necessários para abastecê-los com energia
 
Uma dieta rica em fibra pode ajudar a controlar a progressão do câncer de próstata em pacientes diagnosticados em fases mais precoces da doença. É o que revela estudo de pesquisadores da Universidade do Colorado, nos EUA.
 
A taxa de ocorrência de câncer de próstata em culturas asiáticas é semelhante à taxa em culturas ocidentais, mas no Ocidente, o câncer de próstata tende a progredir, enquanto em culturas asiáticas não. O recente estudo, publicado na revista Cancer Prevention Research, mostra que a resposta pode ser uma dieta rica em fibras.
 
O estudo comparou ratos alimentados com hexafosfato de inositol (IP6), um dos principais componentes de dietas ricas em fibra com ratos de controle que não receberam o composto.
 
Em seguida, os pesquisadores usaram a ressonância magnética para monitorar a progressão do câncer de próstata nesses modelos.
 
"Os resultados do estudo foram realmente bastante profundos. Vimos uma redução drástica no volume do tumor, principalmente devido aos efeitos antiangiogênicos de IP6", afirma a pesquisadora Komal Raina.
 
Basicamente, a alimentação com o ingrediente ativo de uma dieta rica em fibras impediu os tumores da próstata de criar novos vasos sanguíneos necessários para abastecê-los com energia. Sem esta energia, o câncer de próstata não pode crescer. Da mesma forma, o tratamento com IP6 abrandou a taxa em que o câncer metaboliz a glicose.
 
Os mecanismos possíveis para os efeitos da IP6 contra o metabolismo incluem a redução de uma proteína chamada GLUT-4, que é fundamental para o transporte de glicose.
 
"Os pesquisadores têm procurado variações genéticas entre povos asiáticos e ocidentais que poderiam explicar a diferença nas taxas de progressão do câncer de próstata, mas agora parece que a diferença pode não ser genética, mas está na dieta", conclui Raina.
 
Fonte isaude.net

Paciente virtual pode preparar melhor médicos para prevenir o suicídio

Dr. Adriana Foster, responsável pela pesquisa
Foto: Georgia Health Sciences University
Dr. Adriana Foster, responsável pela pesquisa
Pesquisa indica que alunos que interagem com 'Denise' serão mais capazes de avaliar o risco de suicídio em pacientes reais
 
Cientistas da Georgia Health Sciences University, nos EUA, descobriram que um paciente virtual chamado Denise que pode ajudar os médicos a avaliar o risco de suicídio de cada paciente real no futuro.
 
"Os médicos de cuidados primários tendem a ser a linha de frente no atendimento a pessoas com doença mental, de modo que precisamos aplicar o mesmo tipo de esforço educacional na avaliação do risco de suicídio que aplicamos no reconhecimento de um ataque cardíaco", explica a pesquisadora Adriana Foster.
 
Segundo Foster, a avaliação do risco de suicídio deve ser imprescindível e ela espera que Denise, mãe e esposa procurando atendimento psiquiátrico para insônia e transtorno de humor, possa ajudar.
 
Suicídio está ocorrendo mais cedo e com mais frequência nos Estados Unidos do que nunca. Taxas aumentaram até 25% na última década, para 12,4 por 100 mil indivíduos por ano. É a segunda principal causa de morte entre estudantes universitários e terceira para pessoas com idades entre 15 e 24 anos, de acordo com a Fundação Americana de Prevenção ao Suicídio. Cerca de 20% dos alunos do ensino médio relatam ter considerado seriamente o suicídio nos últimos 12 meses.
 
O novo trabalho com estudantes de medicina está ajudando a determinar se a oportunidade de fazer perguntas difíceis sobre o risco de suicídio para um paciente virtual (simulado por computador) pode ajudar as famílias reais a evitar esta tragédia.
 
Quarenta estudantes de medicina do segundo ano assistiram a um vídeo de um médico entrevistando um paciente com um transtorno de humor. A entrevista incluiu uma avaliação de risco de suicídio. Outros 40 alunos entrevistaram Denise eletronicamente.
 
Mais tarde, todos os alunos vão para o centro de habilidades clínicas entrevistar um ator interpretando um paciente com transtorno de humor. Um subgrupo vai também interagir com um segundo ator com problema de saúde mental diferente. Estes atores são treinados para retratar e denunciar sintomas associados a uma determinada condição.
 
"Esperamos que esta abordagem possa ajudar futuros praticantes a lidar com questões realmente difíceis, como o suicídio, psicose, ansiedade e depressão", observa Foster.
 
Os pesquisadores acreditam que os alunos que interagem com Denise serão mais capazes de avaliar o risco de suicídio em pacientes padronizados. Se eles estiverem certos, os pesquisadores querem compartilhar Denise com outros estudantes de medicina.
 
"A maioria dos suicídios não acontece do nada e a maioria dos indivíduos suicidas está aberta à intervenção. A maioria das pessoas é realmente ambivalente sobre isso e procura ajuda, tornando a avaliação do médico e a atenção da família e dos amigos ainda mais importante. Há vários estigmas que supões que amigos e familiares nunca devme falar. Mas quando você é um médico, muitos de seus pacientes vão ter esses tipos de transtornos, além de distúrbios físicos. Queremos que nossos alunos estejam preparados e não tenham medo de fazer perguntas", conclui Foster.
 
A equipe pretende ainda estudar o impacto a longo prazo de Denise sobre os alunos.
 
Fonte isaude.net

Ultrassonografia deve ser conduzida por médicos, diz CFM

Especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, do CFM, explicou que a ultrassonografia implica conhecimento de anatomia, fisiologia, patologia e mesmo técnica cirúrgica e, por isso, deve ser realizada por médicos
 
O emprego de algumas técnicas radiológicas e imagenológicas – como a ultrassonografia, por exemplo – requer alto nível de treinamento e deve ser conduzida por médicos. Esta foi a posição do Conselho Federal de Medicina (CFM) durante audiência pública na Câmara dos Deputados, no dia 6 de dezembro, que discutiu o PL 3.661/12, que regulamenta o exercício de atividades radiológicas.
 
Representando o CFM, o conselheiro Aldemir Humberto Soares, especialista em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, explicou que a ultrassonografia implica conhecimento de anatomia, fisiologia, patologia e mesmo técnica cirúrgica, pois há procedimentos endoscópicos, transvaginais, que são invasivos, e procedimentos intervencionistas guiados por ultrassom, como biópsia de tireoide, fígado, rim, próstata etc. “Hoje a ultrassonografia é uma especialidade médica reconhecida e estabelecida no mercado, que requer seis anos de graduação mais especialização que varia de três a quatro anos, ou seja, um preparo de até dez anos. Por isso, a nossa ultrassonografia ganhou alto reconhecimento no mundo. Ela tem a vantagem de ser exame sem radiação, e muito barato dentro do contexto de imagem”, explica.
 
Durante a reunião, a entidade criticou alguns pontos do PL, como a autorização para que bachareis em ciências radiológicas, tecnólogos em radiologia e técnicos em radiologia empreguem algumas técnicas como a ultrassonografia.
 
O representante do CFM destacou ainda que a Radiologia é uma das áreas da medicina que apresentou o maior desenvolvimento técnico-científico. A entidade entende que a profissão de técnico em radiologia é fundamental na atualidade e deve ser adequada ao atual nível da especialidade de radiologia.
 
“Estamos em um nível muito alto de qualidade de exame, de equipamentos, procedimentos e técnicas que o tradicional curso de técnico não atende mais. O nível superior pode ser reconhecido e regulamentado no nível tecnológico, mas não deve trazer confusão e desencontro entre as diversas profissões, deixando sempre claro os limites entre cada uma. O que buscamos é que todos tenham o seu espaço, progridam e melhorem em função da população, e que prestemos um serviço melhor”, defendeu. A audiência foi proposta pelos deputados Benedita da Silva (PT-RJ) e Eleuses Paiva (PSD-SP). “Cada profissão tem obrigações e deveres de acordo com seu conhecimento e habilidades adquiridas. Me preocupa muito quando começamos a ultrapassar os limites para os quais cada profissional é treinado e capacitado”, destacou Paiva.
 
Também participaram representantes do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem, Associação Brasileira de Física Médica, Comissão Nacional de Energia Nuclear, Instituto Federal de Santa Catarina, Conselho Federal de Biomedicina e Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia.
 
Fonte SaudeWeb

Atualizada resolução sobre especialidades médicas

Novo texto traz mudanças para o reconhecimento de programas de residência médica, tempos de formação e regras sobre o funcionamento da CME
 
O Conselho Federal de Medicina (CFM), por meio da Resolução 2005/12, atualizou a Resolução 1.973, que estabelece critérios para o reconhecimento de especialidades e áreas de atuação na medicina, e a forma de concessão e registros de títulos.
 
Um novo relatório da Comissão Mista de Especialidades (CME), referendado na sessão plenária de novembro, manteve a lista das 53 especialidades médicas vigentes no texto anterior. A nova redação, no entanto, trouxe mudanças para o reconhecimento de programas de residência médica, tempos de formação e regras sobre o funcionamento da CME. Como novidade, foi incluída a Toxicologia Médica na relação das áreas de atuação reconhecidas no país.

A CME tem a finalidade de deliberar sobre o reconhecimento de especialidades médicas e as áreas de atuação. Também propõe as inclusões ou exclusões.
 
Veja os destaques da Resolução 2005/12
 
ADAPTAÇÃO DOS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA
• Foi estabelecido o prazo de dois anos para adaptação dos programas de residência médica às mudanças determinadas pela resolução. Antes, a Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM) somente autorizava os programas de residência médica nas especialidades e áreas de atuação listadas na diretriz.
 
ALTERADOS TEMPOS DE FORMAÇÃO
• Alguns tempos de formação também sofreram mudanças. A especialidade Cancerologia/Cancerologia Clínica teve sua formação alterada de dois para três anos.

• Também tiveram o tempo de formação aumentado de um para dois anos as seguintes áreas de atuação: Cardiologia Pediátrica, Endocrinologia Pediátrica, Gastroenterologia Pediátrica, Nutrição Parenteral e Enteral Pediátrica, Nutrologia Pediátrica, Pneumologia Pediátrica e Reumatologia Pediátrica.
 
NOVA ÁREA DE ATUAÇÃO
• A área de atuação Toxicologia Médica foi incluída, com interface nas especialidades de Clínica Médica, Medicina Intensiva, Pediatria e Pneumologia.
 
INTERFACES MAIS AMPLAS
• A área de atuação Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista foi estendida também para médicos especialistas em Pediatria com certificado de área de atuação em Cardiologia Pediátrica.

• A área de atuação em Dor foi estendida também para especialistas em Clínica Médica.
 
REGRAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DA CME
• A nova redação da resolução especificou o trâmite para os pedidos – externos à CME – de criação ou extensão de especialidade ou área de atuação. Estes deverão ser originários da associação brasileira da respectiva área, instruídos com a devida justificativa e com apreciação prévia da diretoria da Associação Médica Brasileira (AMB).

• Outra nova conduta prevista, durante a apreciação das propostas, é a possibilidade de convocação das respectivas associações de especialidade para comparecimento em reunião da CME, para exposição oral e sustentação documental, se necessário.

• A CME emitirá, por meio de relatores e revisores designados, pareceres conclusivos a serem apreciados em reunião plenária da Comissão.
 
Fonte : CFM

Biblioterapia poderá ser aplicada em hospitais do SUS

De acordo com o deputado Giovani Cherini (PDT-RS), esse tipo de técnica humaniza o ambiente hospitalar e ameniza até 80% dos sintomas sentidos pelos pacientes, a depender da doença
 
A Câmara analisa proposta que estabelece o uso da biblioterapia, ou seja, a terapia por meio da leitura, nos hospitais públicos e naqueles contratados ou conveniados pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A medida está prevista no Projeto de Lei 4186/12, do deputado Giovani Cherini (PDT-RS).
 
O deputado explicou que esse tipo de terapia é usado desde a Idade Antiga e que pesquisadores já recomendam o uso da leitura em tratamentos médicos desde o início do século 19. “Hoje, vem sendo desenvolvida por equipes interdisciplinares com constante participação dos bibliotecários, psicólogos e médicos, sendo no Brasil as regiões Sul e Nordeste as que concentram os maiores índices de aplicabilidade”, afirmou.
 
De acordo com Cherini, esse tipo de técnica humaniza o ambiente hospitalar e ameniza até 80% dos sintomas sentidos pelos pacientes, a depender da doença.

Autorização
Pela proposta, os materiais de leitura com função terapêutica só poderão ser prescritos e vendidos após autorização específica do Ministério da Saúde. Os livros autorizados terão um selo com a inscrição: “Recomendado pelo Ministério da Saúde”.
 
Os familiares dos pacientes também poderão participar das atividades de biblioterapia, desde que após prescrição médica. O texto também autoriza a venda de obras biblioterápicas em farmácias, drogarias e livrarias.
 
Tramitação
O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
 
Fonte SaudeWeb

Medicamentos sem tributos será votado em Plenário

Para o senador Paulo Bauer (PSDB-SC), autor da proposta, a medida vai beneficiar toda a população , já que as prefeituras poderão comprar mais fármacos sem pagar imposto para o Estado e para a União
 
A tributação de medicamentos para uso humano pode ser praticamente eliminada com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 115/11, que já passou pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e está pronta para ser votada em Plenário. Atualmente a fabricação, a importação e a venda de remédios é tributada, incidindo em diferentes etapas o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), o Imposto de Importação (II), o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a Contribuição para o Financiamento da Seguridade social (Cofins) e a Contribuição para o Programa de Integração Social (PIS) e para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep).
 
A proposta acrescenta o inciso VI ao artigo 150 da Constituição da República, vedando à União, aos estados e aos municípios instituirem impostos sobre os medicamentos, assim como já ocorre, por exemplo, com livros, jornais, periódicos e templos religiosos.
 
De acordo com o autor da iniciativa, senador Paulo Bauer (PSDB-SC), a medida vai beneficiar toda a população direta ou indiretamente, já que as prefeituras, por exemplo, poderão comprar mais fármacos para os postos de saúde porque não vão mais pagar imposto para o Estado e para a União.
 
Ao justificar a proposta, ele ressalta que, no Brasil, 1/3 dos preços dos remédios corresponde à carga tributária. Na Franca, em Portugal e no Japão, a incidência é de 10%. Há países que acenam até com isenção total, como Canadá, Estados Unidos e Reino Unido.
 
“Chega a ser revoltante que, além de não terem o direito fundamental à saúde garantido pelas políticas públicas de Estado, sejam os brasileiros obrigados a transferir recursos, sob a forma de tributos, aos governos federal e estaduais toda vez que adquirem medicamentos essenciais”, disse o senador em sua justificativa.

Tramitação
A PEC 115/11 passou pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado em novembro passado. Na ocasião, os parlamentares aprovaram o substitutivo do senador Luiz Henrique (PMDB-SC), que optou por manter a cobrança do Imposto de Importação, que seria eliminado pela proposta inicial.
 
Segundo o relator, o imposto de importação serve como instrumento de política econômica do governo, que “deve continuar dispondo de flexibilidade para manobrar suas alíquotas conforme a conjuntura internacional e a necessidade de proteger o mercado interno da entrada indiscriminada de produtos estrangeiros”.
 
Fonte SaudeWeb

GreenLine vai recorrer administrativamente de decisão da ANS

De acordo com o comunicado, a operadora registrou uma queda “significativa” no número de reclamações “em decorrência da efetiva melhora no atendimento prestado aos seus beneficiários”
 
A GreenLine, operadora de planos de saúde com 527 mil usuários, informou que irá recorrer administrativamente da decisão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) de manter a operadora impedida de vender seus planos.
 
“A empresa GreenLine Sistema de Saúde foi surpreendida pela notícia de continuidade da suspensão da comercialização de seus produtos e recorrerá da decisão da agência reguladora, tão logo receba a formalização da penalidade”, informou nota, assinada pelo gerente jurídico da GreenLine, Haroldo de Azevedo Carvalho.
 
De acordo com o comunicado, a operadora registrou uma queda “significativa” no número de reclamações “em decorrência da efetiva melhora no atendimento prestado aos seus beneficiários”, informou.
 
Fonte SaudeWeb

Prefeitura de Arez (RN) abre processo seletivo

A Prefeitura de Arez, estado do Rio Grande do Norte liberou o edital nº. 01/2013 de processo seletivo destinado à contratação de profissionais para prestação de serviço na área da Assistência Social do município. São ofertadas 19 vagas com carga horária de 30 e 40 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas até o dia 12 de janeiro de 2013, das 08:00 às 12:00 horas, na Secretaria Municipal de Assistência Social, situada na Praça Getúlio Vargas, 31 – Centro – Arez/RN.
 
A seleção constará, exclusivamente, de analise de currículo.
 
O resultado do processo seletivo será publicado no site da Prefeitura e afixado na sede da Prefeitura, como também nos locais das inscrições.
 
O processo seletivo será válido por 01 ano, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério exclusivo da administração.

Prefeitura de Nova Olímpia – MT abre Processo Seletivo

Foi divulgado através do Diário Oficial dos Municípios o edital nº. 01/2013 para realização de processo seletivo da Prefeitura de Nova Olímpia, estado do Mato Grosso. A seleção destina-se ao preenchimento de 33 vagas de níveis médio/técnico e superior, com salário de até R$ 10.331,55, por jornada de trabalho de 20, 30 e 40 horas semanais.
 
Aos candidatos portadores de necessidades especiais serão reservadas 10% das vagas.
 
Cargos
Professor, Médico, Técnico em Enfermagem,Enfermeiro, Odontólogo, Psicólogo, Assistente Social e Pedagogo.
 
Inscrição
A inscrição será realizada gratuitamente no departamento pessoal, situado na rua Rio de Janeiro, snº, centro, até o dia 25 de janeiro de 2013, das 07:00 às 11:00 e das 13:00 às 17:00 horas.
 
Prova
A prova objetiva será aplicada na data provável de 31 de janeiro de 2013, das 19 às 22 horas na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, na rua Wilson e Almeida, sn, bairro Ouro Verde (próximo ao centro de eventos), Nova Olímpia/MT.
 
O gabarito oficial será divulgado no primeiro dia útil após a realização da prova objetiva, através do site www.novaolimpia.mt.gov.br, na sede da Prefeitura de Nova Olímpia/MT, situada na Av. Mato Grosso, nº 175, centro.
 
Validade
A validade do processo seletivo será de 01 ano.

Prefeitura de Jateí - MS lança edital de processo seletivo

A Prefeitura de Jateí, Estado de Mato Grosso do Sul, através da empresa SIGMA Assessoria em Gestão Pública Ltda, publicou edital N° 001/2013 de processo seletivo para provimento de 26 vagas em cargos de níveis médio e superior, com salários de até R$ 2.435,60 por carga horária de 20 a 40h semanais.

Cargos
As chances são para os cargos de assistente social, fonoaudiólogo, professor e técnico em enfermagem.

Inscrições e Taxas
As inscrições deverão ser realizadas, via internet, no endereço eletrônico www.sigmams.com.br, a partir das 00h00 do dia 11 de janeiro até as 23h59min do dia 16 de janeiro de 2013. As taxas variam de R$ 45,00 e R$ 60,00 de acordo com o cargo.

Para os candidatos que não possuem acesso à Internet será disponibilizado um Posto de Atendimento situado no Paço Municipal de Jateí/MS, situado na Avenida Bernadete Santos Leite, nº 382, centro, na cidade de Jateí – Estado de Mato Grosso do Sul, nos dias úteis.

Provas
A prova objetiva, de caráter classificatório, será realizada na cidade de Jateí - Estado de Mato Grosso do Sul, para todos os cargos com data provável de realização em 31 de janeiro de 2013, às 18h00, com duração máxima de 3 horas. A comunicação sobre o local de realização da prova será divulgado, oportunamente, através de Edital publicado no veículo de Imprensa Oficial do Município e no site: www.sigmams.com.br.

Validade
O processo seletivo simplificado visa a contratação de pessoal, em caráter excepcional e temporário, em postos de trabalho, por 1 ano, podendo ser prorrogável à critério da administração municipal, por igual período.

Edital / Publicações

UEL (PR) abre processo seletivo

A Universidade Estadual de Londrina - UEL publicou o edital n° 016/2013 para o processo seletivo, com o objetivo de contratar professores colaboradores por tempo determinado. O certame apresenta 10 oportunidades de emprego para profissionais de nível superior com vencimentos que oscilam de R$ 2.036,81 a R$ 5.151,03, conforme a titulação de cada docente com jornada de trabalho de 20 ou 40 horas.

As vagas são para a área de Literatura/Estudos Literários (1) Biologia Celular (1), Psicanálise (1), Microbiologia/Virologia (1), Matemática Aplicada (1), Departamento de Serviço Social (1), Medicina/Pneumologia (1), Obstetrícia (1), Ciência da Informação/Biblioteconomia/Representação (1) e Fundamentos de Serviço Social (1).

os interessados em concorrer a uma das vagas, terão que se inscrever entre os dias 21 a 25 de janeiro de 2013, das 8h30min às 11h30min e das 14h às 17h, na Secretaria do Departamento de Serviço Social do Centro de Estudos Sociais Aplicados. No ato, os candidatos deverão estar munidos de cópia de RG, CPF, requerimento de inscrição preenchido (www.uel.br/prorh), curriculum vitae comprovado e comprovante pagamento da taxa de inscrição, cujos valores variam de R$ 50,92 a R$ R$ 101,84.

O certame realizará Prova Didática e Análise de Curriculum Vitae, sendo as duas fases de caráter eliminatório.

O prazo de validade do processo seletivo será de 02 (dois) anos, prorrogável uma vez, por igual período.

Concurso Prefeitura de Maringá - PR

O município de Maringá, estado do Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Recursos Humanos (SERH), divulgou edital Nº. 001 e 002/2013 de processo seletivo visando o preenchimento de 26 vagas de níveis médio e superior. O vencimento varia entre R$ 952,61 e R$ 8.509,89 mais abono salarial de R$ 30,00.
 
Aos portadores de deficiência, serão reservados 5% do número total de vagas providas durante a validade do presente concurso, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com a deficiência.
 
Cargos
Médico (Clinico Geral, Psiquiatra, Pediatra e PSF), Auxiliar de Enfermagem e Enfermeiro.
 
Inscrição
As inscrições serão realizadas no período das 08:00 do dia 18 de janeiro às 14:00 horas do dia 15 de fevereiro de 2013, através do site www.fafipa.org/concurso.
 
A taxa de inscrição varia de R$ 28,50 a R$ 255,25, de acordo com o cargo escolhido.
 
Prova
O concurso será constituído de prova objetiva e de títulos.
 
A prova objetiva será aplicada provavelmente no dia 10 de março de 2013, em horário e local a ser informado através de edital disponibilizado no endereço eletrônico www.fafipa.org/concurso e no cartão de informação do candidato, a partir de 01 de março de 2013.
 
O gabarito preliminar será divulgado 01 dia após a aplicação da prova objetiva, através do site www.fafipa.org/concurso.
 
Os candidatos aprovados na prova objetiva (cargos de nível superior), interessados em participar da prova de títulos, deverão: Preencher o Formulário de Cadastro de Títulos disponível no endereço eletrônico www.fafipa.org/concurso.

Após completado o preenchimento, imprimir duas vias do comprovante de cadastro dos títulos, reter uma para si e enviar a outra juntamente com os documentos comprobatórios via Sedex com AR (Aviso de Recebimento) para o endereço informado nas etiquetas geradas.
 
Validade
A validade do concurso público será de 2 anos, a contar da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Prefeitura de Maringá.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de Osasco - SP

A Prefeitura de Osasco, Estado de São Paulo, divulgou edital n° 001/2013 para o processo seletivo, o qual disponibiliza 187 vagas para médicos, no regime da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT. As remunerações podem variar de R$ 2.522,75 a R$ 3.380,78 por jornada de 12 a 20 horas semanal.

Os cargos ofertados são para Médico: Socorrista (60), Anestesista (2), Cardiologista (1), cirurgião Geral (03), Infectologista (02), Pediatra (30), Ginecologista (42), Clínico Geral (35), Psiquiatra (04), Intensivista (02), Neurologista (01), Endocrinologista (03), Neonatologista (02).

As inscrições serão realizadas, gratuitamente, e estarão abertas até o dia 16 de janeiro de 2013, no horário das 09 às 16 horas, no Departamento de Administração de Recursos Humanos - Rua da Saudade, 62, Bela Vista - Osasco - SP.

O processo seletivo se dará através de Avaliação de Documentos e Entrevista técnica de caráter eliminatório.

A convocação para preenchimento das vagas será feita por meio de Edital a ser publicado na Imprensa Oficial do Município de Osasco - IOMO, ou pela internet, no site oficial da Prefeitura (www.osasco.sp.gov.br).

O prazo de validade do Processo Seletivo será de 01 (um) ano, contado a partir da data de sua homologação.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de Pracinha - SP

A Prefeitura de Pracinha, Estado de São Paulo, publicou editais N° 001/2013 de concurso público e processo seletivo de provas, que será realizado pelo INSTITUTO INDEC (Instituto Nacional de Desenvolvimento Educacional e Capacitação), para o provimento de várias vagas aos cargos de Professor e Farmacêutico, com salários de até R$ 1.447,81 por carga horária de 11 a 40h semanais.

As inscrições, nos valores de R$ 50,00 e R$ 60,00, serão recebidas a partir das 0homin do dia 14 de janeiro até ás 23h59min do dia 24 de janeiro de 2013, exclusivamente no endereço eletrônico www.institutoindec.com.br.

As provas objetivas serão aplicadas, provavelmente, às 09h00min do dia 03 de fevereiro de 2013, nas dependências da Escola Estadual Taieca Takahashi Gimenes, situada a Rua Costa Aguiar n°. 233 – Centro, Pracinha/SP.

O prazo de validade do concurso público será de dois (02) anos, contados da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

A validade do processo seletivo será de 01 ano, contados da data da publicação da homologação.

ETEC de Jales - SP abre concurso público

Foi divulgado edital n°073/2013 para o concurso público da ETEC de Jales - Escola Técnica Estadual Dr. José Luiz Viana Coutinho, com a finalidade de selecionar professores para diversos cursos. Os contratados serão remunerados com salários mensais de R$ 13,70 a hora/aula e atuarão nos cursos de Enfermagem nas disciplinas de Assistência à Saúde da Mulher e da Criança I e II (1), Proteção e Prevenção em Enfermagem (1), Enfermagem em Clínica Médica e Cirúrgica I e II (1), Fundamentos de Enfermagem (1), Saúde Coletiva I e II (1) e Semiotécnica em Enfermagem (1).

As inscrições poderão ser realizadas pessoalmente no período de 14 a 18 de janeiro de 2013, no horário das 13h às 17h, na ETEC Dr. José Luiz Viana Coutinho, Chácara Municipal, s/n°, Bairro Córrego Tambory (Zona Rural).

O certame abrangerá três fases:
- 1ª fase - Prova Escrita, que será realizada na forma de questões objetivas.
- 2ª fase - Prova Didática.
- 3ª fase - Prova de Títulos.

O Concurso terá validade de 2 anos, contado a partir da data da publicação da homologação em DOE, podendo ser prorrogada por igual período, a critério do Diretor de Escola Técnica da ETEC.

Prefeitura de Garopaba (SC) abre vagas para Médicos

A Prefeitura de Garopaba, estado de Santa Catarina, através da Secretaria Municipal de Saúde publicou edital de processo seletivo Nº. 02/2013. O certame tem como objetivo preencher 02 vagas mais cadastro reserva para o cargo de Médico, com vencimento de até R$ 7.321,32, por jornada de trabalho de 30 horas semanais.
 
Os interessados deverão se inscrever até o dia 21 de janeiro de 2013, das 14h às 17h, na Secretaria Municipal de Saúde de Garopaba, situada na Rua Antonio José Botelho - Prédio do ESF, Centro, em Garopaba/SC.
 
A seleção constará de análise de curriculum vitae, entrevista e avaliação.
 
A data, local e horário da entrevista serão divulgados, após finalizadas as inscrições na página oficial da Prefeitura Municipal de Garopaba - www.garopaba.sc.gov.br.

Edital / Publicações

UFAM lança edital de processo seletivo

Foi divulgado o edital n° 1/2013 para o processo seletivo da UFAM - Universidade Federal do Amazonas, destinado a seleção de docentes nas unidades de Parintins e Benjamin Constant. O certame disponibiliza 25 vagas sendo, 02 para o cargo de docente Assistente e 23 para Auxiliar. A remuneração varia de R$ 1.597,92 a R$ 3.137,18, mais auxílio alimentação de R$ 152,00 para jornada de 20h e de R$ 304,00 para 40h.

Os novos contratados atuarão no Centro de Artes, Faculdades de Ciências Farmacêuticas, Medicina, Tecnologia, Institutos de Ciências Exatas, Ciências Sociais, Educação e Zootecnia de Parintins e de Natureza e Cultura de Benjamin Constant.

As inscrições serão recebidas de 14 a 18 de janeiro das 9h às 11h e das 14h às 16h na secretaria das Unidades Acadêmicas. A taxa de inscrição varia de R$ 39,95 a R$ 79,72, de acordo com o cargo pretendido.

O processo seletivo contará de três etapas, análise documental, prova de títulos e prova didática. O resultado final tem como data prevista para ser divulgado a partir do dia 04 de Fevereiro de 2013.

Processo Seletivo UFPA

Foi divulgado edital n° 6/2013 para o processo seletivo da UFPA - Universidade Federal do Pará, com a finalidade de contratar professores substitutos para três Institutos. As seis vagas disponibilizadas são para lotação nos Institutos de Tecnologia, Ciências Sociais Aplicadas e de Ciências da Saúde. Os vencimentos mensais vão de R$ 2.265,78 (especialista) a R$ 4.300,00 (doutorado), em jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Os profissionais aprovados e contratados atuarão nas áreas de Termodinâmica, Contabilidade Geral/Contabilidade Pública, Contabilidade Geral, Habilidades Médicas e de Cálculo.
 
Para se inscrever os candidatos deverão se deslocar até as Unidades Acadêmicas para onde se destinam as vagas, até o dia 23 de janeiro de 2013, em horário comercial, ou se preferir, poderá efetuar a inscrição pelo serviço de postagem rápida - SEDEX, encaminhada para o endereço de cada Unidade responsável pela seleção, com data de postagem até o último dia.
 
Os candidatos inscritos no processo passarão pelas seguintes avaliações: julgamento de títulos prova escrita e prova didática, conforme o cargo.

O prazo de validade do Processo Seletivo será de 01 (um) ano a contar da data de sua homologação no D.O.U.

Prefeitura de Santa Rita do Trivelato (MT) abre processo seletivo

O município de Santa Rita do Trivelato, cidade localizada a 327 km de Cuiabá, no Mato Grosso, lançou através do Diário Oficial dos Municípios edital Nº. 001/2013 de processo seletivo. São ofertados 49 vagas de níveis fundamental, médio e superior, a remuneração varia entre R$ 463,86 e R$ 10.929,05, por jornada de trabalho de 20, 30 e 40 horas semanais.
 
Ficam reservadas 5% das vagas às pessoas portadoras de necessidades especiais.
 
Cargos
Auxiliar de Biblioteca, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Mecânico, Gari, Auxiliar de Serviços Gerais, Zelador de Patrimônio, Motorista, Agente de Saúde Ambiental, Técnico em Enfermagem, Bioquímico, Odontólogo, Operador de Máquinas Pesadas, Mecânico, Operador de Motoniveladora, Professores, Recepcionista, Monitor de Ônibus Escolar, Monitor de Creche, Médico, Merendeira, Secretaria Escolar e Zeladora Limpeza.
 
Inscrições
Os interessados deverão se inscrever e entregar para análise dos documentos, até o dia 23 de janeiro de 2013, das 09h00 às 11h00 e das 13h00 às 16h00, na Prefeitura de Santa Rita do Trivelato, localizada na Avenida Flávio Luis, n°. 2.201, Bairro Centro, nesta cidade de Santa Rita do Trivelato/MT.
 
Provas
A prova teórica será realizada na data provável de 27 de janeiro de 2013, com início às 07h30 e término às 10h30, na Escola Municipal 03 de Novembro, localizada à Rua dos Estudantes, Santa Rita do Trivelato/MT.
 
O resultado da prova teórica será divulgado no dia 31 de janeiro de 2013, nos quadros de avisos da Prefeitura e da Câmara Municipal e no site www.mutumnoticia.com.br.
 
Validade
A validade do processo seletivo será de 1 ano.

Concurso UFLA - Universidade Federal de Lavras

A Universidade Federal de Lavras - UFLA, em Minas Gerais, lançou edital N° 02/2013 de concurso público destinado ao provimento de cargos técnico-administrativos em Educação. O concurso será coordenado pela Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PRGDP) e realizado pela Diretoria de Processos Seletivos (DIPS) da UFLA.
 
São ofertadas 24 vagas para profissionais de níveis fundamental e médio, com salários variados de R$ 1.473,58 e R$ 1.821,94, auxílio alimentação e auxílio transporte.
 
Cargos
Nível Fundamental: Auxiliar de Veterinária e Zootecnia, Contramestre/Marcenaria, Operador de Estação de Tratamento de Água e Esgoto, Operador de Máquinas Agrícolas e Operador de Máquinas de Terraplanagem;

Nível Médio/Técnico: Desenhista-Projetista, Técnico de Laboratório nas áreas de Bioquímica, Eletrônica e de Química, Técnico em Eletrotécnica e Técnico em Móveis e Esquadrias.
 
Inscrições e Taxas
Os interessados deverão fazer suas inscrições no período de 23 de janeiro a 7 de fevereiro de 2013, pelo endereço eletrônico www.prgdp.ufla.br. As taxas variam de R$ 50,00 e R$ 65,00.
 
Provas e Validade
A prova objetiva será realizada em Lavras-MG, na data provável de 17 de março de 2013. O endereço completo do local de realização da prova será indicado no Comprovante Definitivo de Inscrição do candidato.

O caderno de prova e os gabaritos preliminares serão divulgados no sítio eletrônico www.prgdp.ufla.br/concurso/ta, a partir das 14 horas do dia da aplicação da prova.
 
O prazo de validade do concurso será de 2 anos, contados a partir da data da publicação da homologação do resultado, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da UFLA, conforme previsto no inciso III do artigo 37 da Constituição Federal

Torne o corpo mais inteligente por meio do treinamento funcional

treinamento funcional Torne o corpo mais inteligente por meio do treinamento funcionalAssim como aconteceu com o Pilates e a Yoga, em pouco tempo o treinamento funcional conquistou muitos adeptos pelo país com seus movimentos próximos daqueles que costumamos usar no dia a dia e focados em ações fundamentais, como empurrar, puxar, agachar, girar, entre outros.
 
A ideia desse método, criado pelo americano Gray Cook, é que os movimentos realizados pelo corpo sejam corretos, evitando o desequilíbrio e a redução de agilidade. Dessa forma os praticantes do treinamento funcional podem trazer para o seu cotidiano as atividades exercidas, a fim de evitar problemas causados pela má postura.
 
De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 85% da população mundial sofre de dores na coluna devido à postura inadequada, problemas congênitos, artrose ou osteoporose. Além da correção postural e a tonificação muscular, o treinamento funcional implica numa maior complexidade do movimento, fazendo com que o organismo gaste mais energia.
 
Indicado para todas as pessoas, esse método abrange desde a regeneração até o desenvolvimento atlético, que colaboram para aumentar a eficiência na hora de realizar as tarefas. “O treinamento funcional desenvolve os músculos não somente para torná-los mais fortes, mas também mais eficientes”, explica Renata Mello, coordenadora de atividade física. Segundo a profissional, em cada tarefa e exercício executado trabalham-se simultaneamente diferentes grupos musculares, o que torna o nosso corpo “inteligente”, já que ele repassa o resultado obtido no treino para qualquer atividade do nosso dia a dia.
 
O treinamento funcional também é responsável por outras contribuições, “Os movimentos estimulam a sinergia entre os músculos, que por ativar o sistema nervoso central, queimam mais calorias e aumentam a coordenação motora e a agilidade”, afirma Renata. A profissional acrescenta, “além do treinamento de força e potência, os exercícios funcionais aprimoram de forma conjunta a velocidade e flexibilidade”. A coordenadora ainda lembra que todos os exercícios realizados pelo treinamento funcional recrutam a musculatura estabilizadora do tronco, a região central do corpo, tornando o abdômen muito mais forte e definido.
 
De acordo com Renata, treinando regularmente de 3 a 4 vezes por semana é possível obter um resultado significativo em um mês, “Além de o treino ser dinâmico e divertido”, finaliza.
 
Fonte Corposaun

Diga não as rachaduras e o suor excessivo dos seus pés nesse verão

Sinta o frescor e a maciez, com dicas valiosas para arrasar na estação.
 
O verão chegou! E com ele todas as tendências em sandálias, rasteiras e chinelos para usar e abusar. Mas para isso é importante preparar os pés, que vão além das unhas bem feitas. Hidratação, esfoliar e eliminar o suor excessivo e odores indesejáveis é uma boa pedida.
 
Com a temperatura elevada e em alguns lugares do país com o tempo seco a pele precisa de um cuidado especial. A pele dos pés necessita do mesmo cuidado para que as terríveis rachaduras não apareçam e evitar a proliferação de bactéria, causa de doenças como: pé de atleta e outras micoses.
 
Para prevenir esse desconforto, o ideal é esfoliar os pés semanalmente com o esfoliante Tenys Pé Spa – Chá Verde Menta da Baruel. Além refrescar e provocar uma sensação revigorante, o produto tira as células mortas e ajuda na renovação celular e revitalização da pele.
 
Outra dica importante é usar o desodorante anti-séptico Jato Seco – Canforado da Baruel. Ele combate os odores, mantendo os pés perfumados e protegidos. O jato seco é rapidamente absorvido e, por isso, não deixa resíduos brancos, proporcionando uma agradável sensação de bem-estar.
 
Outras dicas para manter os pés bonitos e saudáveis nesse verão:
 
- Limpar as unhas de 15 em 15 dias e retire pouca cutícula para não adquirir bactérias;
 
- Evitar andar descalço para não engrossar a pele dos pés;
 
- Usar pó-pédico anti-séptico e desodorante para manter os pés secos e livres de mau cheiro;
 
- Fazer esfoliação uma vez por semana, sendo os esfoliantes com esferas de arroz e argila aqueles que dão um melhor resultado;
 
- Usar hidratantes anti-sépticos para hidratar e amaciar a pele.
 
Cuidados bem simples com os pés podem garantir um verão leve, bonito e saudável!
 
Fonte Corposaun

Cistite: diga não neste verão

Sensação de bexiga cheia, urgência para urinar e ardência no canal uretral. A cistite, infecção na bexiga causada por bactérias, costuma perseguir o público feminino e se manifestar durante o ano todo, mas é no verão que se torna mais freqüente. O calor e a umidade típicos da estação favorecem o quadro infeccioso. Os especialistas alertam: uma em cada quatro mulheres terá o problema no decorrer da vida.
 
Os homens não estão totalmente livres, mas é raro a doença acometer a ala masculina. Segundo Rogério de Fraga, urologista, a explicação é a anatomia: “a uretra na mulher é muito mais curta que no homem e bastante próxima do canal vaginal e do ânus, o que favorece a infecção por bactérias”. Aliás, mais de 70% dos quadros infecciosos são causadas pela Escherichia coli, bactéria que integra a flora intestinal.
 
Segundo Fraga, mau cheiro e sangue na urina também podem fazer parte dos sintomas da cistite, que atinge com maior freqüência mulheres adultas jovens, embora também seja incidente na terceira idade, devido às alterações hormonais provocadas pela menopausa. Hábitos higiênicos inadequados, segurar demais a urina, imunidade baixa e prática sexual freqüente são fatores que podem favorecer o aparecimento da doença.
 
Mulheres grávidas também apresentam maior predisposição às infecções urinárias. De acordo com Fernando Koleski, urologista, quando não tratada adequadamente, a doença pode evoluir e até causar parto prematuro e aborto no primeiro trimestre de gestação. “Por isso, a mulher deve ficar atenta a qualquer sinal de infecção e procurar o médico assim que detectar algo errado”, ressalta.
 
Tratamento
Ao sentir algum dos incômodos da cistite dando as caras, o primeiro passo é fazer um exame de urina para detectar o tipo de bactéria causadora do problema. “Somente depois será prescrito o antibiótico para o tratamento, que pode durar entre três e sete dias. Analgésicos também podem ser indicados para atenuar a dor”, explica Fraga.

Automedicação está fora de questão. “Isso só atrapalha. O erro está em fazer uso de antibióticos que são ineficazes contra a bactéria em questão, o que a torna resistente, ou tomar analgésicos que mascaram os sintomas, mas não eliminam a infecção”, diz o urologista. Segundo ele, a doença pode evoluir e atingir o rim, causando pielonefrite, cujos sintomas são dor nas costas na altura dos rins, febre alta, calafrios e toxemia (presença de toxinas no sangue).
 
Os especialistas ressaltam o perigo de parar de tomar o medicamento quando os sintomas desaparecem. “Isso torna as bactérias resistentes e as infecções, recorrentes“, contam. Isso só agrava a situação – cerca de metade das mulheres que procuram o médico por conta da cistite apresenta de duas ou mais infecções urinárias ao ano.
 
Fraga lembra que vale chamar a atenção para a ocorrência de mais de dois episódios ao ano, pois pode caracterizar a cistite recorrente, quadro que deve ser avaliado pelo urologista para identificar e tratar os fatores que geram a predisposição.
 
Prevenção natural
A mais nova aliada na prevenção de infecções urinárias é uma frutinha vermelha muito parecida com a cereja e pouco comum no Brasil: o Cranberry.
 
Estudo realizado pela Universidade de Harvard, feito com 1.049 participantes, mostrou que o consumo diário de produtos à base da fruta, ao longo de um ano, reduzia a incidência de infecções urinárias em 35%. O efeito foi ainda maior em mulheres. Nelas, a redução foi de 39%.
 
Segundo os urologistas, a exótica fruta americana possui substâncias que regulam o pH da vagina e protegem o tecido da bexiga da aderência bacteriana. “O suco funciona mesmo na prática. Ele não trata o problema, mas ajuda na prevenção das infecções, principalmente as recorrentes”, avalia Koleski.
 
Fonte Corposaun

Clareamento dental a laser: sorriso amarelo nunca mais!

Um sorriso bonito, além de ser um belo cartão de visitas, é sinônimo de uma boa saúde dental e ainda ocasiona a sensação de bem-estar e autoconfiança. O desejo dos dentes brancos e brilhantes, sonhado por muitos, é realizável com facilidade graças às conquistas da Odontologia.

Os hábitos alimentares influenciam severamente na cor dos dentes. O consumo prolongado de alimentos altamente pigmentados como tomate, cereja, amora e ainda, a ingestão de café, chá ou vinho tinto, alguns medicamentos e o cigarro são considerados vilões: a cor natural dos dentes é afetada deixando-os mais amarelados ou manchados. Atualmente, existem várias maneiras de branqueamento dos dentes. O clareamento dental a laser é o procedimento mais moderno, rápido e eficaz para clarear o sorriso. A técnica se resume na aplicação de um gel a base de peróxido de hidrogênio na superfície externa do dente, que é acionado por um laser de baixa intensidade, gerando o branqueamento.
 
As vantagens do procedimento se resumem na rapidez e confortabilidade: apenas uma hora por sessão, sem anestesia ou dor, contrapondo-se aos até trinta dias utilizados para efetivar o tortuoso e demorado clareamento com moldeira. Para que os efeitos do clareamento atinjam os melhores resultados, são necessárias duas sessões. Outro fator, a sensibilidade dentária, tão temida pelos pacientes, não ocorre, e caso ocorra, a intensidade é bem menor. O clareamento a laser é inteiramente seguro, já que o agente clareador não tem contato com a gengiva, que é protegida durante o tratamento e a estrutura dental não é afetada pelo procedimento.
 
Para ter um belo sorriso, é necessário alguns cuidados básicos para que o tártaro ou o amarelado dos dentes não ocorra; nem antes, nem depois de realizado o clareamento dental: os alimentos e bebidas altamente pigmentados devem ser evitados e a escovação é imprescindível, logo após a ingestão dos alimentos. Além disso, a utilização de enxaguantes bucais com flúor é recomendada para proteger os dentes da pigmentação externa dos alimentos e também da sensibilidade dentária.

Fonte Corposaun

Cinco dúvidas mais frequentes sobre cirurgia ocular a laser

A cirurgia a laser para correção de miopia, astigmatismo e hipermetropia é tão segura e a tecnologia utilizada tão avançada que se tornou o procedimento cirúrgico mais realizado no mundo todo.

Trata-se de um feixe de luz ultravioleta invisível e sem calor que, através de um controle digital, retira camadas de tecidos com precisão microscópica, devolvendo a visão normal ao paciente.
 
De acordo com o cirurgião-oftalmologista Renato Neves, “para a correção de miopia o laser é aplicado na área central da córnea; na hipermetropia, realiza-se a retirada de tecido na periferia da córnea; e no astigmatismo o tratamento é realizado em áreas selecionadas, aplanando ou encurvando a região central”. Mas, por mais popular que esse procedimento tenha se tornado, ainda persistem dúvidas entre os pacientes ou prováveis candidatos à cirurgia. A seguir, o especialista comenta as cinco dúvidas mais comuns sobre cirurgia ocular a laser:
 
1. Como é o procedimento e o pós-operatório?
– “Na sala de cirurgia, o paciente é acomodado em uma cadeira especial, em posição horizontal. Suas pálpebras são limpas com substância esterilizante e em seguida são aplicados colírios anestésicos. O olho a ser operado é aberto com um equipamento próprio para mantê-lo imobilizado durante o procedimento – que é rápido e eficiente. O pós-operatório consiste no uso de colírios lubrificantes, antibióticos e esteroides que previnem infecção e auxiliam na cicatrização”.
 
2. Quando volto às atividades normais?
– “No dia seguinte à cirurgia já é possível trabalhar, assistir televisão e usar o computador. Atividades físicas sem contato podem ser retomadas na sequência, mas mar, piscina e sauna devem ser evitados por um mês. Para voltar a dirigir vai depender do quanto o paciente se sente seguro para isso, já que luzes noturnas podem confundir a visão durante um tempo por causa do brilho intenso que se forma ao seu redor”.

3. Vou ter de usar lentes de contato após a cirurgia?
– “Nas cirurgias de antigamente, a córnea era tão alterada que se tornava impossível usar qualquer tipo de lente, mesmo as cosméticas e coloridas. Com a cirurgia a laser isso mudou, sendo possível usar lentes com ou sem grau. Porém, poucas vezes é necessário fazer uso de lentes, por conta da alta precisão que os lasers apresentam”.
 
4. O resultado é duradouro?
– “Estudos mostram uma estabilidade da visão nos cinco anos subsequentes à cirurgia. Pessoas com mais de 60 ou 70 anos também costumam apresentar resultados estáveis e sem complicações. Além da estabilidade na correção, a nova geração de lasers não representa contraindicação à cirurgia de catarata”.
 
5. E se voltar a miopia depois de um tempo?
– “Normalmente, a correção é total e estável. Pode ser necessária uma correção para perto em pacientes com 40 ou 45 anos que tenham sido operados e estejam apresentando dificuldades de foco na leitura. Embora pouco comum, caso isso ocorra, um retratamento pode ser realizado”.
 
Na opinião de Renato Neves, para obter um resultado ideal na cirurgia ocular a laser é importante, primeiramente, que o paciente procure saber com seu oftalmologista qual será o tipo de laser utilizado e se ele já foi aprovado por estudos em outros países. Além disso, uma avaliação pré-operatória criteriosa é fundamental para que o paciente tenha todas as suas dúvidas esclarecidas – ficando ciente inclusive das complicações que, embora raras, existem. “A escolha correta da técnica, do laser adequado, e a atualização constante acerca do procedimento com certeza levam o médico a um melhor resultado”.
 
Fonte Corposaun

Qualidade de vida começa pela respiração correta

Respirar pela boca é prejudicial à saúde
Respirar é fundamental para a sobrevivência – e isso todo mundo já está cansado de saber. Mas faz alguma diferença para o organismo se a respiração é feita pela boca ou pelo nariz?
 
Segundo o ortodontista e ortopedista facial, Gerson Köhler, integrante da equipe interdisciplinar da Köhler Ortofacial, respirar pela boca é prejudicial à saúde. “Respirar bem, sempre pelo nariz, é fundamental para uma boa saúde. O oxigênio precisa passar pelo nariz, que filtra, aquece, umidifica e pressuriza o ar inspirado, deixando-o na forma adequada para ser recebido pelos pulmões”, explica.
 
As causas da respiração bucal são variadas e podem envolver alterações no nariz, na faringe e na chamada região dentofacial – que engloba as arcadas dentárias e a posição de todos os dentes. Gerson ressalta que a boca pode ser considerada o andar inferior abaixo do nariz na arquitetura do rosto e tudo o que acontece de forma inadequada no nariz acaba refletindo na sua estrutura. “A respiração bucal é considerada uma síndrome e não uma doença e possui sinais e sintomas característicos”, destaca o profissional, que é professor convidado desde 1988 do curso de pós-graduação em Ortodontia e Ortopedia Facial da UFPR.
 
Juarez Köhler, outro especialista em ortodontia e ortopedia facial da Köhler Ortofacial, aponta que são inúmeras as consequências da respiração incorreta para o organismo. Alterações ortodônticas e ortopédicas da face, problemas relacionados ao sono, halitose, danos a memória e a concentração, aumento da pressão arterial , dor torácica, doenças cardiovasculares, redução do hormônio do crescimento – inclusive nas pessoas adultas – , resistência à insulina, patologias do labirinto, cefaléias, zumbidos, diminuição da libido, sobrepeso e obesidade constam na lista das consequências.
 
Outra má notícia é que a respiração incorreta pode acontecer em qualquer idade – desde crianças, adolescentes, adultos e até idosos, prejudicando o desenvolvimento e a qualidade de vida destes indivíduos. “Normalmente a respiração bucal tem início na infância, quando a criança sofre com amígdalas palatinas, adenóide e rinite. As obstruções nasais também ocorrem em adultos, como, por exemplo, o desvio de septo nasal ou de cornetos. Por causa da resistência nasal à passagem do ar, o indivíduo se vê obrigada a respirar pela boca”, acrescenta Juarez.
 
Fonte Corposaun

Estudo revela que a qualidade de vida dos pacientes artríticos é afetada pela doença

thumbs.sapo .pt  Estudo revela que a qualidade de vida dos pacientes artríticos é afetada pela doençaUm novo estudo publicado na edição on line do Arthritis Care & Research relata que a qualidade de vida dos pacientes adultos que sofrem com artrite reumatóide é inferior à de vida de adultos com a mesma idade, que não apresentam a doença. O estudo revela que tanto a saúde física, quanto a saúde mental são seriamente afetadas pela artrite reumatóide.
 
No estudo realizado por Sylvia Furner da Escola de Saúde Pública da Universidade de Illinois em Chicago, dados do Behavioral Risk Factor Surveillance System (BRFSS) foram comparados com a o índice de qualidade de vida dos adultos americanos com e sem artrite.
 
O BRFSS é um banco de dados das secretarias estaduais de saúde que reúne dados sobre qualidade de vida, demográficos e informações sobre os fatores de risco comportamentais de uma amostra representativa de adultos nos EUA. Questões relacionadas com a artrite reumatóide são incluídas na pesquisa anual nos anos ímpares, e o estudo de Furner usou dados de 2003, 2005 e 2007. Mais de 1 milhão de entrevistados foram incluídos na análise, durante o período de 3 anos do estudo.
 
Dos 27% entrevistados que relataram ter artrite reumatóide declararam um estado de saúde pior em comparação aos 12% dos participantes sem artrite. O número médio de dias de saúde física abalada (7 vs.3), de saúde mental afetada (5 vs.3), o total de dias insalubres (10 versículo 5), e os dias com atividades limitadas (4 vs.1) foi maior para indivíduos com artrite do que para aqueles sem a doença.
 
A análise mostrou que os valores para os cinco índices que avaliam a qualidade de vida foram 2-3 vezes piores em pessoas com artrite, em comparação com aqueles sem a doença. E dentre o grupo de pacientes com artrite reumatóide, os indivíduos que eram fisicamente ativos apresentaram índices de qualidade de vida significativamente melhores em comparação com aqueles que estavam inativos. Além disso, quem tinha artrite e conseguiu permanecer ativo apresentava menor probabilidade de relatar problemas de saúde graves.
 
Fonte Corposaun

É o momento de monitorar a qualidade

Pessoas do mundo inteiro aguardam ansiosas a realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo no Brasil. Para assegurar que, durante e depois dos eventos, turistas estrangeiros e brasileiros tenham acesso a serviços de qualidade, hotéis, restaurantes, clubes, cinemas, teatros e shoppings passam por vistorias.
 
Dados da Vigilância Sanitária do Distrito Federal apontam que metade dos estabelecimentos fiscalizados já foram notificados. Segundo o Gestor Técnico, Rodrigo Alfani, as empresas precisam implementar medidas de prevenção e controle para evitar riscos à saúde dos usuários dos serviços. “Além de treinamento dos funcionários e manutenção da higiene, é indicado fazer o monitoramento dos aspectos microbiológicos e físico-químicos em alimentos, água e ambientes climatizados. Os resultados dessas análises irão atestar a segurança alimentar e ambiental ou alertar sobre o risco de contaminações”, explica.
 
A Vigilância Sanitária recomenda a análise da água e do sistema de abastecimento do local, pelo menos a cada seis meses. “Conforme a Portaria MS nº 2914 de 12/12/2011, que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade, a avaliação permite verificar se o sistema de armazenamento, como caixa de água, está livre de contaminações e se a água pode ser distribuída sem preocupações”, afirma Alfani. No caso das piscinas dos hotéis, a análise das bactérias, dos níveis de cloro e ph da água deve ser realizada mensalmente.
 
Alfani explica que os alimentos também podem apresentar riscos físicos, químicos e biológicos aos consumidores finais. “Essas contaminações ocorrem pelas condições inadequadas na produção e possíveis falhas nos sistemas de inspeção, conservação e distribuição dos produtos”. Por isso, se faz necessário monitorar a qualidade da matéria-prima dos alimentos, das comidas prontas e da higiene dos processos.“O uso de touca, máscara, luvas, com trocas a cada procedimento, são indispensáveis”, alerta o especialista.
 
Os estabelecimentos também devem estar atentos aos ambientes climatizados, realizando as análises como prevê a Resolução RE nº 09, de 16/01/2003 (ANVISA). Sem os devidos cuidados, o ar interno pode carregar poluentes químicos e biológicos, prejudiciais à saúde, como dióxido de carbono, fungos e bactérias. Para evitar essas complicações, a manutenção do ar condicionado e a análise de qualidade do ar devem ser realizadas a cada seis meses.
 
Fonte Corposaun

Estudo conclui que a acupuntura é mais eficaz para a síndrome do cólon irritável

A acupuntura, combinada com moxabustão, é mais eficaz do que a medicina convencional ocidental para o tratamento da Síndrome do Intestino Irritável (SII) – que causa desconforto abdominal e gases, soluço, arrotos, má digestão, entre outros problemas. A conclusão foi encontrada após uma nova meta-análise que reuniu 11 investigações de pesquisa com uma amostra de mais de 950 pacientes da província de Jiangsu, em Nanjing (China).

“O resultado mostra que a acupuntura com moxabustão leva a melhores resultados clínicos que o tratamento medicamentoso convencional e farmacêutico. Além disso, o estudo mostra que a acupuntura combinada com moxabustão não é apenas eficaz, mas também seguro”, explica Dr. Márcio De Luna, presidente da Associação Brasileira de Acupuntura (ABA-RJ) e do Instituto Brasileiro de Medicina Tradicional Chinesa (IBMTC).
 
Gastroenterologistas trabalharam em uma combinação com ervas medicinais chinesas, e separaram em dois grupos os pacientes. O estudo descobriu que a medicina tradicional chinesa melhora a saúde de pacientes com síndrome do intestino irritável, incluindo melhorias significativas 14 semanas após a conclusão dos tratamentos fitoterápicos.
 
Esta não é a primeira vez que a medicina chinesa tem sido demonstrada eficaz no tratamento da Síndrome do Intestino Irritável. Segundo Dr. Márcio De Luna, este mais recente levantamento mostra que a combinação de diversos elementos da medicina chinesa pode contribuir e muito para a saúde humana.
 
Para ele, o resultado é mais uma nova comprovação de que a acupuntura é eficaz. “O Jornal da Associação Médica Americana já publicou descobertas inovadoras que mostraram que ervas medicinais chinesas trazem melhorias nos sintomas de alguns pacientes com a síndrome”, lembra Dr. De Luna.
 
Sobre a Síndrome do Cólon Irritável
A síndrome do cólon irritável (ou síndrome do intestino irritável) ou doença intestinal funcional, abreviado em português como SCI, SII ou SIR e, em inglês, como IBS (irritable bowel syndrome) é uma doença funcional crónica, ou seja, não há lesão orgânica presente no intestino, mas causa grande desconforto nas pessoas que a apresentam. Segundo alguns médicos, por vezes chega a causar uma incapacidade comparável à deficientes motores. A SCI apresenta o início dos sintomas mais comummente na juventude e é caracterizada por dor abdominal com cólica, distensão abdominal por gases,obstipação (“intestino preso”, constipação severa, obstrução intestinal) ou diarréia.

Fonte Corposaun

Secretaria de Saúde do Distrito Federal demite médico que faltou ao plantão de Ano-Novo

Brasília - A Secretaria de Saúde do Distrito Federal demitiu ontem (11) um dos 40 médicos que faltaram ao plantão do Ano-Novo e no último fim de semana. O demitido trabalhava no Hospital Regional de Samambaia, tinha contrato temporário e foi exonerado porque não apresentou justificativa para a falta.
 
De acordo com resultado preliminar de sindicância aberta pelo secretário-adjunto, Elias Fernando Miziara, 22 médicos do quadro efetivo não compareceram ao trabalho. O levantamento chegou a 40 casos de falta sem justificativa.
 
Os médicos responderão à processo administrativo, e todos os processos serão encaminhados ao Conselho Regional de Medicina. A secretaria realiza auditorias nas unidades de saúde pública desde 2010, para analisar as faltas dos profissionais, as altas, os atestados médicos apresentados e as escalas de plantão.
 
No último fim de semana, quatro dos 14 hospitais públicos do Distrito Federal e uma Unidade de Pronto Atendimento limitaram as consultas devido ao número de pacientes e a carência de profissionais. As pessoas que aguardavam ficaram revoltadas, e muitas voltaram para casa sem atendimento médico.
 
Fonte Agência Brasil