Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 31 de janeiro de 2015

Quem usa, recomenda: econômico, seguro e ecológico, coletor menstrual ganha adeptas no Brasil

Reprodução: O preço do coletor menstrual varia entre
R$ 80 e R$150 de acordo com a marca
Em formato de cálice, o coletor é feito de silicone totalmente maleável e tem duração de 10 anos
 
Imagine que durante dez anos você não precise comprar absorventes. Some-se a isso, a contribuição para o meio ambiente: durante a vida fértil, uma mulher usa entre 10 e 15 mil absorventes. Como não são biodegradáveis, demoram em média cem anos para se decompor na natureza. Acrescente ainda um risco menor de alergias e a praticidade de passar 12 horas sem lembrar que existe menstruação. Apesar de não ser uma novidade, só agora o coletor menstrual tem ganhado mais adesão entre as brasileiras.

O objeto nada mais é que um copo de silicone totalmente maleável que é inserido dobrado e se abre dentro na vagina. À primeira vista, pode parecer grande, mas quem usa garante que é confortável e que se adapta bem ao corpo. “O absorvente interno é colocado bem acima de onde o coletor menstrual fica. Ele precisa ser empurrado muito mais para o alto e ainda temos que aguentar a cordinha pendurada. Já o coletor, fica logo ali na entrada da vagina, é super fácil de colocar, pois existem dobras que ajudam a inseri-lo. Como é feito de silicone medicinal, é mole, então tudo fica mais simples e fácil”, afirma a professora de língua portuguesa, Bianca Ferreira, 21 anos.

 
Uma dica para as iniciantes é passar o dedo em volta do copo de silicone para garantir que ele esteja em contato com toda a parede da vagina. “Assim não acontecerá vazamentos e ficará confortável. Na prática, tudo fica mais fácil depois que a gente pega o jeito. Normalmente, demora de dois a três ciclos para se adaptar bem com o coletor”, diz a professora que uso o copo há um ano. Bianca aponta ainda como vantagem o fim das assaduras e das alergias. “Você pode ir para a praia, piscina, fazer esporte, atividade física sem se preocupar”, garante.
 
A produtora audiovisual, Amanda Tristão Parra, de 29 anos, usa o coletor menstrual desde 2013. Ela reforça que, nos primeiros meses, o traquejo de dobrar e colocar é mais delicado. “No início, eu colocava muito no fundo e é o contrário, mas depois que a gente pega o jeito, faz até no escuro”, diz. O interesse pelo produto surgiu quando uma amiga estrangeira, “de estilo de vida bem saudável”, contou que usava. “Achei interessante ecologicamente, tinha aflição de pensar no impacto dos absorventes descartáveis para o meio ambiente”, conta.

Para as mulheres que já fazem uso do absorvente interno, Amanda acredita que a adaptação ao copo de silicone é mais fácil. “Eu sempre preferi o externo, achava o interno incômodo de colocar, não gostava da sensação e não me sentia segura porque vazava muito. Colocar o coletor é mais simples”, diz.

No Brasil, o preço do coletor menstrual varia entre R$ 80 e R$ 150 e a maneira mais simples de comprá-lo é pela internet. As marcas geralmente oferecem dois modelos e a indicação leva em conta a idade da mulher, se ela já teve filhos ou não e o tipo de parto – normal ou cesariana.

 
Antes do coletor menstrual, Bianca era adepta do absorvente externo. Para ela, o absorvente faz com que o fluxo menstrual pareça mais intenso. “É ótimo saber quanto estamos eliminando. É tudo um grande aprendizado. Com o uso do coletor, descobrimos que nosso sangue não tem cheiro nenhum, o sangue que fica no absorvente só tem aquele odor característico porque já entrou em contato com o oxigênio”, diz.

A professora passa 12 horas com o copo e, se precisa trocar na rua, usa uma garrafinha com água para limpá-lo e colocá-lo novamente “depois de lavar muito bem as mãos”. Outra dica de Bianca é sobre a haste do coletor: “cortei a minha porque sentia uma pontinha me cutucando e aperto a base para ele sair”, detalha.  


Tabu para as brasileiras
O coletor menstrual é desconhecido de grande parte das brasileiras e até de especialistas. Amanda Tristão Parra conta, por exemplo, que em uma consulta com uma ginecologista mencionou que fazia uso do coletor menstrual e a médica nem sabia do que se tratava. Bianca Ferreira tem a mesma impressão: “a maioria nunca nem ouviu falar”.

Até a adesão ao absorvente interno no Brasil é pequena em comparação com Europa e Estados Unidos, por exemplo. Por aqui, a preferência ainda é o externo. Uma das razões conhecidas é o fato de a mulher brasileira não gostar de tocar sua genitália mesmo quando o motivo é médico como aplicar um remédio contra a candidíase. “Além das questões culturais, outros fatores também influenciam neste quesito. A educação tradicional de um grande extrato da população brasileira corrobora para a falta de autoconhecimento da mulher brasileira no que se refere a sua genitália e, em muitas situações, o nível socioeconômico também limita o acesso a diversos produtos de higiene íntima”, afirma a médica ginecologista do Ambulatório de Infecções Genitais do CAISM/Unicamp, Joziani Beghini

Para Bianca Ferreira, é importante falar sobre esse toque. “Aprendemos desde cedo o errado, que só os homens podem ter prazer, que nossa vagina é só um caminho para procriar e nada além disso. Só que precisamos conhecer nosso corpo, nos tocar, saber como funcionamos”, defende.

SegurançaJoziani Beghini afirma que o coletor menstrual é uma opção segura desde que as instruções do manual de utilização e higienização do produto sejam seguidas corretamente. Ela explica, por exemplo, que o copo não deve ser utilizado para coletar o sangramento que permanece por alguns dias após o parto e é chamado tecnicamente de loquiação. “Ele deve ser utilizado apenas para coletar o sangue menstrual e não para conter corrimentos ou outras secreções vaginais”, ressalta. A especialista lembra ainda que mulheres com qualquer sintoma de infecção vaginal devem procurar um ginecologista para tratá-la antes de começar a usar o copo.

Higienização
O coletor menstrual deve ser esvaziado conforme a necessidade de cada mulher, mas Beghini defende que não se deveria permanecer com ele na vagina por um prazo superior a 8 horas, já que aumenta o risco de maior proliferação bacteriana local. “Sempre que esvaziá-lo, lave-o com água e sabão neutro, outros produtos podem danificar o silicone. Enxágue bem para retirar resíduos químicos do sabão que podem causar irritação vaginal”, explica.

Ao final de cada ciclo, a especialista recomenda fervê-lo por cinco minutos em um recipiente específico: “Seque bem e armazene-o na embalagem própria do produto. Fique atenta para informações específicas do manual do fabricante e é interessante higienizá-lo novamente antes de iniciar seu uso no ciclo seguinte”.

Candidíase
A relação entre o uso do coletor menstrual e a diminuição da reincidência de candidíase ainda não está comprovada na literatura científica. “O que se sabe é que a maior umidade da vulva durante a menstruação é um fator de risco para candidíase recorrente pois facilita a proliferação do fungo e surgimento dos sintomas”, salienta Joziani.

A especialista diz que já foi evidenciado que o uso dos absorventes externos e o menor número de trocas estão associados ao aumento das recorrências da doença na população geral. Segundo ela, faz sentido pensar que a utilização de absorventes internos ou coletores menstruais evitaria o excesso de umidade vulvar em decorrência da menstruação e do abafamento causado pelos absorventes externos, o que diminuiria as crises. “Segundo relatos de fabricantes, diversas mulheres relataram a diminuição nas crises de candidíase ao usar o coletor menstrual. Por outro lado, sabe-se também que o próprio sangramento menstrual coletado pode promover alterações na microflora vaginal aumentando a predisposição a infecções bacterianas e fúngicas neste período”, pontua.

 
Para ela, como as evidências científicas são escassas e ainda não são claras, existe a necessidade de estudos mais detalhados e com um melhor nível de evidência para analisar adequadamente a correlação entre o uso do coletor e a diminuição dos episódios da doença.

Alergias
Em relação às alergias, o coletor menstrual tem o benefício de ser feito de silicone, um material inerte e pouco alergênico. Já os absorventes externos têm a desvantagem de irritarem a pele devido ao aumento da umidade local. Em relação aos absorventes internos, a médica diz que a qualidade dos produtos têm mudado no decorrer dos anos na tentativa de diminuir as manifestações alérgicas.

Infecções
Joziani cita um estudo de 1962 que analisou cultura de bactérias obtidas a partir de coletores, absorventes internos e externos previamente utilizados por mulheres no período menstrual. “A contagem de bactérias encontrada nos coletores foi menor do que nos absorventes e o resultado pode sugerir um risco menor de infecção no caso dos coletores”, afirma.

No entanto, segundo ela, o simples fato de haver um número maior de bactérias nos absorventes não implica necessariamente uma infecção vaginal. “É claro que a mudança na flora vaginal normal pode predispor o desenvolvimento de infecções, porém, para que exista uma infecção propriamente dita é necessário que o sistema de defesa do indivíduo falhe e permita a proliferação exagerada do agente o que, em geral, causa os sintomas genitais”.

Cólicas
O uso do coletor menstrual não diminuiu as cólicas. A ginecologista afirma que cólicas menstruais acontecem pela contração do útero para eliminar o sangue menstrual e também pela passagem de grandes coágulos de sangue através do colo do útero. “A mulher também pode apresentar cólicas menstruais em decorrência de determinadas doenças como endometriose, adenomiose, miomatose”, salienta.

Joziani reforça: “Quando utilizado, o coletor menstrual fica localizado na vagina para coletar o sangue que já saiu de dentro do útero. Portanto, não modifica a dor da cólica”.

Sobre o hímen
A médica diz que o coletor menstrual pode romper o hímen, no caso de mulheres virgens. “Essa ruptura acontece com maior ou menor facilidade a depender das características anatômicas desta membrana (formato e elasticidade) e do autoconhecimento da mulher ao manipular o coletor através do hímen”, esclarece.

Para ela, se o conceito de ‘virgindade’ da mulher envolver a manutenção da membrana himenal intacta, o uso de coletores menstruais não estaria indicado. “Mas isso não é uma regra, entendemos que o conceito de ‘virgindade’ é diferente para cada mulher. Para as mulheres virgens que manifestarem desejo de usar o coletor, elas podem buscar orientações com um especialista”, sugere.
 
Saúde Plena

Anvisa suspende distribuição e comercialização de medicamento anticonvulsivante

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu ontem (30), em todo território nacional, a distribuição, comercialização e uso do medicamento Carbamazepina 20 mg/ml. Publicada no Diário Oficial da União, a medida é referente ao lote 1081/132, com validade até setembro deste ano
 
A carbamazepina é um medicamento anticonvulsivante, indicado para diversas doenças, como epilepsia, transtorno bipolar e abstinência alcoólica, entre outras.
 
De acordo com a Anvisa, o recolhimento do medicamento ocorreu em razão de um laudo de análise fiscal emitido pelo Laboratório Central do Estado do Rio Grande do Sul. A análise obteve resultado insatisfatório, por apresentar sedimento de cor branca que não se dispersa, mesmo sob forte agitação.
 
A agência explicou que o medicamento é uma suspensão oral. Nesse tipo de medicamento, o pó deve ser ressuspenso no liquido após agitação, formando uma suspensão homogênea antes da administração. No medicamento analisado, mesmo após forte agitação, o pó não ressuspendia, permanecendo no fundo do frasco.
 
A Anvisa determinou, ainda, que a empresa recolha o estoque encontrado no mercado. O medicamento é fabricado por Hipolabor Farmacêutica Ltda. A empresa será autuada por disponibilizar no mercado produto com desvio de qualidade.

Agência Brasil

Pílula e cigarro, combinação perigosa para mulheres

Segundo o Inca, mulheres que fumam e tomam pílula, têm dez vezes mais chance de sofrer ataques cardíacos e embolia pulmonar do que as que não fumam e utilizam o medicamento
 
Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o cigarro é responsável por 40% dos óbitos nas mulheres com menos de 65 anos, mas para aquelas que fumam e tomam pílula, os riscos de sofrer ataques cardíacos e embolia pulmonar é dez vezes maior em relação as que não fumam e utilizam a pílula para o controle da natalidade.
 
“O cigarro é fator agravante para o risco de doenças arteriais, como infarto e o acidente vascular cerebral (AVC) e existem estudos de que mulheres acima dos 35 anos que fumam e tomam pílula têm mais risco de AVC do que as que somente fumam, e é por isso que a recomendação da OMS é a de que não se prescreva anticoncepcionais com estrogênio”, explicou ao EfeSaúde o médico Rogério Bonassi, membro da Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo.
 
O especialista diz que mulheres fumantes nessa faixa etária podem tomar pílulas que tenham o componente estrogênio, responsáveis pelo processo de vasoconstrição, ou seja, contração de vasos sanguíneos.
 
Em oposição ao que se pensa, o cigarro não tem relação direta com doenças venosas, é o que explica o médico Pedro Komlós, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBACV).
 
“O cigarro, que é maléfico para outras tantas coisas, é um vasoconstritor. Por outro lado, a trombose venosa depende da coagulação do sangue dentro de uma veia e também da existência de pré-disposição (à doença) e existem pessoas que nascem com deficiência de um ou mais fatores de coagulação” esclarece Komlós.
 
Bonassi também concorda: “realmente o cigarro não é o fator mais importante para ter trombose venosa”, além de apontar outros riscos para o cigarro se aliado à pílula.
 
Combinação perigosa
De acordo com ele, a interação com o hormônio etinilestradiol, estrogênio bioativo utilizado por via oral na pílula, é um hormônio que diminui o calibre das artérias e ativa algumas substâncias do fígado que vão reter líquido, “o que dá boas chances para o infarto, fora isso tem a atuação sobre o fator de coagulação também.
 
Apesar dos riscos para fumantes, o anticoncepcional é “extremamente necessário na vida moderna”, ressalta Komlós, que considera este método como “a grande proteção da mulher para uma gravidez indesejada” e não deve ser transformado em “vilão”.
 
Para o médico, quem deve dar a opinião final para as pacientes é um especialista, quando surgir dúvida e necessidade, analisando as informações “caso a caso”.
 
“Eu não relacionaria o cigarro como um dos fatores mais importantes da geração de trombose venosa. Acho que não é um fator, hoje, a ser considerado”, disse Komlós.
 
Mito ou verdade?
 
Ex-fumantes não podem usar anticoncepcionais
Mito. Para ter problemas, quem toma a pílula tem que ser uma fumante atual, ao parar de fumar, o uso de anticoncepcionais não apresenta risco.
 
Emendar uma cartela de anticoncepcional com outra é perigoso
Mito. Contanto que sejam respeitadas as contraindicações, a paciente pode emendar uma cartela na outra sem problema.
 
Anticoncepcionais são responsáveis pelo surgimento de varizes
Depende. Os anticoncepcionais modernos contém uma mínima dose de hormônios, e eles não estão mais envolvidos na geração de varizes, mas podem contribuir em casos de predisposição.
 
EFE Saúde

Novo medicamento para tratar psoríase em placas é aprovado pela FDA

O Cosentyx (secukinumabe) foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), dos Estados Unidos, para o tratamento de adultos com psoríase em placas moderada a grave
 
A psoríase é uma doença auto-imune, crônica e não contagiosa. A psoríase em placas é uma forma comum da doença e apresenta placas secas, avermelhadas com escamas prateadas ou esbranquiçadas.
 
Essas placas coçam e algumas vezes doem, podendo atingir todas as partes do corpo, inclusive as regiões genitais e a mucosa da boca. Em casos graves, a pele em torno das articulações pode rachar e sangrar.
 
A substância ativa do Cosentyx é o secukinumabe
Secukinumabe é um anticorpo que se liga a uma proteína que está envolvida na inflamação, a interleucina 17 A (IL-17A). Ao ligar-se à IL-17A, o secukinumabe a impede de se ligar ao seu receptor e inibe a sua capacidade para desencadear resposta inflamatória, que desempenha um papel importante no desenvolvimento das placas de psoríase.
 
O Cosentyx é administrado por uma injeção sob a pele. Ele é destinado a pacientes que são candidatos à terapia sistêmica (tratamento com substâncias que agem através da corrente sanguínea depois de serem tomadas por via oral ou injetável), fototerapia (tratamento com luz ultravioleta) ou uma combinação de ambos.
 
A segurança e eficácia do Cosentyx foram estabelecidas em quatro ensaios clínicos com um total de 2.403 participantes com psoríase em placas que eram candidatos à fototerapia ou à terapia sistêmica.

Os participantes foram aleatoriamente designados para receber Cosentyx ou placebo. Cosentyx mostrou maior resposta clínica do que o placebo , deixando a pele limpa ou quase clara, como avaliado pela pontuação da dimensão, natureza e gravidade das alterações psoriáticas da pele.
 
Cosentyx está sendo aprovado com um alerta para informar aos pacientes que, por ser um medicamento que afeta o sistema imunológico, os pacientes podem apresentar maior risco de contrair uma infecção. Reações alérgicas graves foram relatadas com o uso de Cosentyx.

Devem ser tomadas precauções quando se considera o uso desta nova medicação em pacientes com infecção crônica ou história de infecção recorrente e em pacientes com doença de Crohn ativa. Os efeitos colaterais mais comuns incluem diarreia e infecções respiratórias superiores.
 
Cosentyx é comercializado pela Novartis Pharmaceuticals Corporation, em East Hanover, New Jersey.
 

O que dizem as tarjas dos medicamentos?

Para imediata compreensão do perigo para a saúde do paciente e do grau de necessidade da prescrição médica, os medicamentos são distinguidos com uma linguagem de tarjas impressas em suas embalagens
 
Para esta classificação, foi adotado o critério de tarjas (faixas):

- Não tarjados (ou OTC)

- Tarja vermelha

- Tarja preta

- Tarja amarela

Não tarjados (OTC - over the counter ou de venda livre)
A ausência de tarja não é um indicador de que o medicamento possa ser usado sem contra-indicação, mas apenas que pode ser vendido sem a apresentação da receita médica, assim, o consumidor deve manter os mesmos cuidados recomendados para os demais medicamentos com tarja. Tais medicamentos dispensados sem a prescrição médica são utilizados para o tratamento de sintomas ou males menores como resfriados, azia, má digestão, hemorróidas, varizes, dor de dente, pé de atleta e etc.
 
A instância sanitária reguladora federal considera que as características de toxicidade destes medicamentos apontam para inocuidade ou são significativamente pequenas. Sua utilização deve ser feita dentro de um conceito de automedicação responsável.

Tarja vermelha
Na tarja vermelha está impresso "venda sob prescrição médica" ou "venda sob prescrição médica - só pode ser vendido com retenção de receita". Estes medicamentos têm contraindicações e podem causar efeitos colaterais graves.
 
Aqueles medicamentos em que na tarja vermelha está escrito "só pode ser vendido com retenção da receita" são os medicamentos controlados ou psicotrópicos e só devem ser vendidos com retenção de receituário especial de cor branca.

Tarja preta
São os medicamentos de alto risco para o paciente e que exercem ação sedativa ou que ativam o sistema nervoso central. Também fazem parte dos chamados controlados ou psicotrópicos. Na tarja vem impresso "venda sob prescrição médica – o abuso deste medicamento pode causar dependência". Só podem ser vendidos com receituário especial de cor azul.
 
As receitas destes tipos de medicamento ficam retidas no estabelecimento distribuidor do medicamento e são recolhidas, periodicamente, pelos serviços públicos de saúde1.

Tarja amarela
Esta tarja deve constar na embalagem dos medicamentos genéricos e deve conter a inscrição G e Medicamento Genérico escritos em azul.
 


Fonte: Legislação para Consumidores Brasileiros

Equipe Médica Centralx
 

Protetor solar para beber

Proteção da pele já pode ser feita com protetor solar para beber
 
Mistura de 2 ml do produto a 60 ml de água para obter o mesmo efeito que um creme fator 30 espalhado pelo corpo; versão protetora e bronzeadora estão a venda nos EUA por US$ 30
 
Todo mundo sabe que proteger a pele é importante. Mas tem sempre um momento de descuido ou mesmo reclamações. Algumas pessoas não gostam do cheiro ou da textura, outras acham que não protege o corpo todo porque esquecem de passar em algumas partes. Para acabar com isso, agora existe um protetor solar para ser bebido.
 
A Osmosis Skin Care criou o Harmonized H2O, que é um protetor solar que pode ser adicionado a um copo de água e bebido. Basta misturar 2 ml do produto a 60 ml de água para obter o mesmo efeito que um creme fator 30 espalhado pelo corpo.
 
Para que a proteção seja contínua é necessário que o líquido seja ingerido de quatro em quatro horas, assim como os protetores convencionais precisam ser reaplicados.
 
O produto está disponível na versão bronzeadora e protetora e já está sendo vendido nos Estados Unidos pelo preço de US$ 30.

O Tempo

No RS ações de fiscalização detectam irregularidades em farmácias e drogarias da Capital e do norte do Estado

Ações de fiscalização detectam irregularidades em farmácias e drogarias da Capital e do norte do Estado
Reprodução
Operações conjuntas envolvendo CRF-RS e Vigilância Sanitária verificaram comercialização imprópria de produtos, medicamentos sendo manipulados em escritório, entre outras ilegalidades

Na última terça-feira (27), o Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul (CRF-RS) realizou ação de fiscalização conjunta em drogaria da região de Passo Fundo, no norte do Estado.
 
A operação contou com o apoio da Vigilância Sanitária municipal e estadual e detectou diversas irregularidades sanitárias no estabelecimento, como fracionamento de medicamentos; comercialização de produtos alheios (óculos, alimentos, bijuterias); presença de medicamentos manipulados de outros estabelecimentos e ausência de vínculo com o SNGPC, considerando que a empresa comercializava antimicrobianos que têm retenção de receitas. O estabelecimento não possuía diretor técnico há mais de 30 dias e foi autuado.
 
Ainda nesta semana, duas outras ações de fiscalização também encontraram irregularidades sanitárias em farmácia e drogaria de Porto Alegre. No primeiro local foi constatada produção de medicamentos em larga escala e sem rastreabilidade de receituários, sendo verificada a existência de mais de 130.000 cápsulas prontas, além do uso de matérias-primas vencidas.
 
Já na drogaria foi detectada manipulação de medicamentos em escritório, clandestinamente. Ambos os estabelecimentos possuem farmacêutico responsável, cabendo ao CRF-RS tomar as providências cabíveis relacionadas à ética profissional.
 
Fonte: CRF/RS

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Longe de serem vegetarianas, batatas do McDonald’s têm carne e leite nos ingredientes

Não é só batata e sal
 
Em um vídeo publicado no canal oficial da rede no Youtube (assista aqui, em inglês), o McDonald’s explica detalhadamente o processo de fabricação das suas batatas fritas, chamadas de McFritas. Em uma lista de impressionantes 19 ingredientes, a empresa mostra que há “sabor natural de carne” e “leite hidrolisado” na mistura.
 
No site da empresa também é possível confirmar a informação por escrito (leia aqui, em inglês): “No momento, nenhum dos nossos itens do cardápio são certificados como vegetarianos ou veganos. O óleo que nossos fornecedores utilizam para parcialmente fritar nossas batatas famosas em todo o mundo tem um saborizador natural de carne que também contém leite hidrolisado como um ingrediente inicial, adicionado para realçar o sabor.” – diz o texto.
 
Além de carne e leite, as McFritas têm dimetil polissiloxano, que é um derivado não tóxico do petróleo que serve para evitar que a batata espume durante a fritura. Açúcar também entra na fabricação da guloseima. Outro ingrediente que chama atenção é o TBHQ (butil hidroquinona), um antioxidante que é usado para conservar as batatas.
 
Nos Estados Unidos o ingrediente é liberado pela Food and Drug Administration (FDA) e aqui no Brasil a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) também o considera seguro. Mas, nos dois países, o limite é de 0,02% do total de gordura ou de óleo do alimento. Já no Japão e no Canadá, o TBHQ é proibido porque vários estudos relacionam o seu consumo ao aparecimento de câncer.
 
Se vegetarianos não tinham motivos para entrar em um restaurante do McDonald’s antes, agora é que não têm mesmo.

Vista-se

Conheça os benefícios da Groselha

Típica de climas temperados da Europa, América do Norte e da Sibéria, a groselha é um fruto redondo ou oval que nasce de forma selvagem. Parente próxima do Corinto, a groselha pertence à família dos Grossulariaceae

A planta cresce rapidamente em locais onde o verão predomina de forma mais úmida, e o inverno é mais frio e severo. Com altura entre 4 e 6 pés, a planta é um pequeno arbusto que apresenta espinhos ao longo dos ramos lenhosos.

Seus frutos começam a nascer em torno de 2 ou 3 meses depois do plantio, podendo aparecer com formatos diversos, assim como a coloração que, normalmente, é avermelhada ou arroxeada. Cada fruto apresenta entre 15 e 30 sementes que podem ser ingeridas com o fruto sem causar danos à saúde.

No Brasil, a planta pode ser um pouco mais difícil de ser encontrada, mas você pode procurar em mercados municipais e grandes feiras. O óleo pode ser encontrado em farmácias de manipulação, lojas físicas e online de produtos naturais.
 
Os benefícios
A groselha, por ser um fruto com baixas quantidades de calorias, é excelente para aqueles que estão de dieta. É rica em flavonas e antocianinas, sendo eficaz no combate ao cancro, envelhecimento precoce, inflamações e doenças neurológicas. Com grandes quantidades de antioxidantes, a fruta apresenta vitamina C, ajudando a aumentar a imunidade do corpo e combater agentes infecciosos. Além disso, atua eliminando os radicais livres que podem ser prejudiciais ao corpo.

A vitamina A, presente em pequenas quantidades, é usada pelo corpo para manter a saúde da pele, mantendo sua integridade. Além disso, é importantíssima para o ciclo visual. É rica em vitamina B6, B5, folatos, vitamina B1, entre outras que são essenciais para o bom funcionamento do corpo, além de minerais como potássio, cobre, magnésio, cálcio, manganês e fósforo.

Entre seus benefícios podemos encontrar melhorias na visão e na saúde da pele, melhorias no sistema imunológico, na saúde dos cabelos, do sistema nervoso, da memória, do cérebro e da saúde cardiovascular, além de atuar no combate à constipação e ao envelhecimento das células e na prevenção da anemia.

Como escolher e consumir?
Quando for comprar groselhas, procure as frutas que estão com cores vibrantes e firmes que não apresentam sinais de estar murchando. É extraído desse fruto, também, um óleo de groselha que carrega todos os seus benefícios. Seu consumo, no entanto, deve estar sempre associado a uma saúde equilibrada e à prática de exercícios.
 

Chás para tratar problemas do intestino

Chás para o intestinoUma das mais incômodas sensações que o nosso organismo pode apresentar são os desconfortos intestinais em decorrência de alguma complicação no tal órgão

As causas para tais complicações no intestino podem ser as mais diversas, como intolerância alimentar ou à lactose, dieta inadequada, super-crescimento bacteriano, fúngico e parasitário e até mesmo o estresse, entre outras.

Sensações mais comuns

- Dor e distensão abdominal constante

- Urgência para evacuar seguida de alívio da dor

- Sensação de evacuação incompleta

- Alternância entre diarreia e constipação

- Gases, náuseas, azia e excreção excessiva de muco

- Ansiedade ou depressão, dor de cabeça, anorexia e fadiga

- Intolerância a dissacarídeos (sacarose, maltose, lactose, manitol, sorbitol, lactose e frutose)

Tratando em casa
O tratamento de problemas intestinais com chás é algo simples e bem eficaz, desde que seja feito da maneira correta. E atenção: para qualquer que seja o transtorno intestinal, o liquido da infusão da erva desse ser tomado morno, ao acordar e em jejum.

Prisão de ventre

Chá de sene: Essa erva é dotada de substâncias denominadas de glicosídeos hidroxiantracênicos, estes que elevam os fluidos líquidos no intestino humano, o que favorece a motilidade e auxilia na regulação da atividade do órgão.

Preparo: Adicione uma colher das de café de folhas de sene  em uma xícara com água fervente. Deixe esfriar e em seguida coe.

Importante: Não indicado para lactentes ou mulheres em período menstrual, assim como para pacientes que estiverem com inflamações no intestino. Também não se deve beber esse liquido por mais de uma semana.

Diarreia

Chá de capim-limão: Devido a presença do citral, essa erva atua como antiespasmódico, diminuindo as contrações intestinais e aliviando cólicas, dores abdominais e a diarreia.

Preparo:  Em um litro de água fervente acrescente quatro xícaras de folhas picadas da erva. Após descansar por 10 minutos, o chá deve ser coado. Tomar apenas três colheres das de sopa do chá depois de cada evacuação durante o período em que estiver com diarreia. Não há contraindicações.

Gases

Chá de alecrim: Essa erva é bastante eficaz na prevenção do acúmulo de gases e na eliminação de gorduras.

Preparo: Adicione meia colher das de chá de folhas de alecrim em uma xícara com água fervente. Em seguida, deixe o recipiente tampado por um período de cinco a 10 minutos, coe e tome. Importante: esse chá não é indicado para diabéticos, pessoas com problemas de próstata e gastrenterites.

http://www.remedio-caseiro.com/chas-para-o-intestino/

Gravidez pede cuidados especiais com a saúde bucal

Veja os mitos e verdades sobre a saúde bucal da gestante

Por Dra. Fabiola Bernardeli Lanfredi Odontologia - CRO 84547/SP

Atualmente sabe-se da importância do tratamento preventivo da criança a partir mesmo da gravidez, aumentando assim as chances do bebê ter uma boa saúde bucal. Além disso, existe a necessidade de cuidados com a saúde odontológica da própria gestante, diminuído as chances de transmissão de microrganismos da mãe para a criança. Diagnosticar e tratar doenças bucais que podem comprometer a saúde da mulher e do seu bebê são medidas fundamentais para a garantia de um pré-natal seguro.

Existem crenças, receios e resistências que dificultaram o cuidado com a saúde bucal durante a gestação, e, ainda hoje, confundem pacientes e profissionais. A atenção odontológica durante a gestação é indicada e necessária e, com certas precauções, o tratamento é totalmente protegido.  
 
A cárie é uma doença transmissível e, sendo a mãe a cuidadora, ela é uma das principais fontes de bactérias cariogênicas para seus filhos. Contatos frequentes e repetitivos entre a mãe e a criança, tais como beijos na boca, uso comum de talheres e hábitos de limpar a chupeta colocando-a na boca do adulto podem ser responsáveis pela transmissão precoce das bactérias causadoras de cáries em bebês. Assim sendo, as infecções e cáries não tratadas podem prejudicar a saúde da futura mamãe e a de seu bebê.
 
O cirurgião-dentista está apto a realizar este tipo de atendimento e deve sempre se atentar às condições físicas e psicológicas da gestante e, quando julgar necessário, pode e deve entrar em contato com o médico da mesma. 
                           
As consultas podem ocorrer em qualquer momento da gestação, mas o período mais indicado é o segundo trimestre (entre o 4º e o 6º mês). Evita-se o primeiro trimestre, pois é quando ocorre a organogênese completa, isto é, formam-se o corpo, os membros, a cabeça e todos os órgãos internos, período em que o feto é mais suscetível à ação de medicamentos e o índice de aborto espontâneo é maior. Evita-se também o terceiro trimestre por haver um maior risco de parto prematuro e causar um desconforto maior para a paciente devido à posição deitada da cadeira odontológica. 
                           
Durante os atendimentos odontológicos, alguns cuidados devem ser tomados. As radiografias só devem ser feitas em casos indispensáveis e de preferência evitando o primeiro trimestre, e a gestante tem que estar protegida usando o avental de chumbo, proteção indicada, na verdade, a qualquer outro paciente. Ao receitar medicamentos, o profissional deve ser criterioso durante a gravidez, evitando os excessos e avaliando a relação custo-benefício, pois sabe-se que a droga administrada à gestante atravessa a barreira placentária e chega ao feto. 
                           
O acompanhamento odontológico da gestante é importante para uma boa condição bucal e para fornecer informações sobre a saúde e desenvolvimento do seu bebê. Assim, os profissionais devem conversar sobre os efeitos maléficos do álcool e drogas, orientar sobre uma dieta equilibrada para uma boa saúde da gestante e do bebê, incentivar e explicar a importância da amamentação natural, higienização antes e depois da erupção dos dentes, consequências da sucção de dedos e chupetas, meios de transmissão de doenças bucais, momento da primeira visita e etc. 
                           
Ao contrário do que muita gente diz, a gestação não está diretamente relacionada à cárie, perda de dentes e enfraquecimento dos dentes devido à perda de cálcio, sendo esses alguns mitos em relação à saúde bucal da gestante. 
                           
Durante a gestação, a mulher acaba por diminuir os cuidados com a higiene bucal, pois sua atenção e preocupação estão focadas no pré-natal e no bebê, principalmente depois do parto, com os cuidados com o recém-nascido. O descuido com a higiene oral também pode ocorrer devido ao enjoo que os cremes dentais podem provocar nessas pacientes durante as escovações. É importante, portanto, que faça uma correta escovação, com uso de fio dental e creme dental com flúor, e visitas regulares ao dentista. 
                           
Durante a gravidez percebe-se a ocorrência de grandes mudanças fisiológicas e alterações hormonais que podem ter efeitos adversos na saúde bucal. A gestante passa a ter uma alimentação desregulada, com uma maior frequência de ingestão de alimentos e muitas vezes alimentos mais cariogênicos (que causam cáries) e isso pode contribuir para a ocorrência e problemas bucais nessa fase, como o aumento do risco de cáries e problemas periodontais (nas gengivas e ossos que servem de sustentação para os dentes). Outro fator que pode ser observado na gestação é a erosão do esmalte dentário, que consiste em perda de estrutura dentaria ocasionada por substâncias ácidas e nestes casos pode ser decorrente da exposição ao suco gástrico por frequentes enjoos e vômitos. 
                           
Não existe relação entre a gravidez e a perda de minerais dos dentes. Já está comprovado que os dentes não participam do processo de captação do cálcio, pois o cálcio que irá formar as estruturas do bebê provém da alimentação da gestante. 
                           
Existem evidências que sugerem a existência de uma relação entre os problemas gengivais e os nascimentos prematuros e de bebês que nascem com peso abaixo do normal. Os microorganismos presentes na placa bacteriana e que causam inflamação nos ossos e gengivas ao redor dos dentes percorrem a corrente sanguínea e estimulam a produção da prostaglandina, que é substância hormonal, provocando contrações do útero e acelerando o trabalho de parto. 
                           
O ideal é que as mulheres que estejam em idade fértil e que desejam ser mães passem por uma avaliação odontológica detalhada antes mesmo de engravidar para que possam realizar todo o tratamento necessário e receber as orientações previamente. 
                           
Por todos esses motivos é importante o pré-natal odontológico priorizando a saúde bucal da gestante e a prevenção do bebê. Os hábitos saudáveis de higiene bucal e uma boa alimentação devem ser adotados desde a gravidez, pois o nível de saúde bucal da mãe tem relação com a saúde bucal da criança e estão ligadas diretamente a uma boa saúde geral.  
 
Minha Vida 

Com cheia, Amazonas já registra 52 casos de leptospirose neste ano

Ruas da cidade estão alagadas (Foto: Defesa Civl do Amazonas/Divulgação)
Foto: Defesa Civil do Amazonas/Divulgação
Período de cheia favorece aparecimento de sintomas
da leptospirose, segundo FVS
Número é superior a 2013, que registrou 32 casos no mesmo período.  Homem chegou a ser diagnosticado e tratado no AM antes de morrer no AC
 
O Amazonas registra 52 casos de leptospirose notificados neste ano, segundo levantamento da Fundação de Vigilância em Saúde do estado (FVS-AM), informado ao G1.
 
Manaus é a cidade com a maior incidência da endemia, com 32 diagnósticos, seguida de Humaitá, com 14. Por conta da cheia dos rios no estado, comunidades isoladas enfrentam risco de contágio de doenças devido aos alagamentos e o contado com água contaminada.

Até o momento não foi registrado nenhum óbito no estado, segundo a FVS. No entanto, um homem de 70 anos teve os primeiros sintomas e foi diagnosticado em Boca do Acre , a 1.065 km de distância de Manaus. Ele chegou a ser atendido no ambulatório do município antes de ser levado para Rio Branco (AC), onde morreu no dia 3 de abril.

Em um comparativo com o mesmo período em 2013, houve aumento de 15,6% de casos - já que, no ano passado, foram notificados 45 casos entre os meses de janeiro e março. Durante todo o ano de 2013, a FVS registrou 147 pessoas com leptospirose no Amazonas e oito óbitos - seis deles, em Manaus. Os casos estão registrados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.

Segundo o diretor-presidente da Fundação, Bernardino Albuquerque, essa endemia é mais comum nos primeiros meses do ano, durante a cheia do Rio Madeira. "A leptospirose é uma doença esperada para acontecer nessa época. A maior concentração é em Manaus, devido à concentração de periferias na cidade", frisou.

FVS descarta cólera
A FVS descartou um possível surto de cólera no estado. De acordo com Bernardino Albuquerque, foi constatado que os sintomas identificados nos habitantes de comunidades ribeirinhas afetadas pela cheia dos rios resultam de uma possível diarreia bacteriana, causada pelo consumo de água contaminada.

Segundo o diretor, a análise do material colhido em Humaitá - um dos mais afetados pelas inundações - apontou resultado negativo para a presença de cólera no município. "Não há nenhuma confirmação da presença do vibrião colérico na região (Calha do Rio Madeira)", explica.
 
Albuquerque informou ainda que amostras do material colhido em Rondônia, onde são investigados suspeitas da doença, foram levadas para análise laboratorial na Universidade de São Paulo (USP), na capital paulista.

Bernardino afirmou que desde 1998 o Amazonas não registra nenhum isolamento motivado pela presença de cólera. A doença é perigosa, segundo ele, pois leva a estados de desidratação grave e é transmitida facilmente.

Diarreia
Em Nova Olinda do Norte, a 135 km de Manaus, duas comunidades ribeirinhas enfrentam um surto de diarreia bacteriana. Nas últimas semanas, 88 pessoas foram diagnosticadas com a infecção. A água contaminada é apontada como agente proliferador da doença. As comunidades enfrentam alagamentos por causa da cheia do Rio Madeira. Órgãos estaduais afirmam que iniciaram ações de assistência às vítimas e combate a novos casos de diarreia.
 
Os primeiros casos da doença foram registrados no dia 13 de março, nas comunidades Santa Luzia e Boa Esperança, que ficam localizadas na Zona Rural da cidade. O local fica no limite entre Itacoatiara e Nova Olinda do Norte e o acesso fluvial dura mais de 45 minutos. Devido à subida das águas do Rio Madeira, as comunidades ficaram isoladas.
 
Cidades afetadas
De acordo com a Defesa Civil do estado, o número de pessoas afetadas pela cheia no Amazonas chega a 56.737, sendo 11.345 famílias afetadas. O município de Humaitá é o único em Estado de Calamidade, outros 13 seguem em Situação de emergência os municípios: Guajará, Ipixuna, Envira, Boca do Acre, Pauini, Canutama, Lábrea, Apuí, Manicoré, Novo Aripuanã, Borba, Nova Olinda do Norte e Tapauá. Três municípios estão em alerta: Eirunepé, Parintins e Tabatinga.
 
G1

Tomar muito antibiótico aumenta as chances de engordar

Algumas bactérias têm funções que ajudam no metabolismo. Além de tomar nos dias corretos, paciente tem que tomar na hora certa
 
Qual é a sua relação com o antibiótico? Você sempre segue a orientação do seu médico na hora de tomar? Ou é daqueles que suspende a medicação assim que se sente melhor? E será que o uso excessivo de antibiótico engorda?
 
Você sabia que quem toma muito antibiótico tem mais chance de engordar? Pois é! Por isso, é preciso muito cuidado na hora de se automedicar ou não seguir a prescrição médica.
 
E sabe qual a explicação? Os antibióticos também agem no intestino e podem modificar a microbiota. Algumas bactérias têm funções que ajudam no metabolismo, como a absorção de gorduras e regulação do peso. Quando elas são mortas, as funções são prejudicas e pode levar o ganho de peso.
 
Os antibióticos matam tanto as bactérias ruins, quanto as boas. Por isso, o paciente precisa fazer o tratamento completo, sem parar no meio. De acordo com a nossa consultora Ana Escobar, se você interrompe o tratamento antes da hora, a bactéria vai aprender a lidar com o antibiótico e vai voltar mais poderosa. “As bactérias aprendem como o antibiótico funciona, quando ele foi tomado errado e ficam cada vez mais resistentes.”
 
E se engana quem pensa que só é preciso respeitar o período determinado pelo médico. Os erros mais comuns de quem toma antibiótico, de acordo com a infectologista Rosana Richtmann são: começar o tratamento, melhorar e parar; não tomar no intervalo correto; guardar o antibiótico e se automedicar, sem procurar orientação. O horário entre uma dose e outra deve ser seguido à risca. Assim, o paciente garante que o antibiótico permaneça no sangue 24 horas para matar as bactérias.
 
Bem Estar / G1

União Química comprará fábrica da Novartis

As companhias não informaram valores para a transação

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a venda da fábrica de Taboão da Serra (SP) da farmacêutica suíça Novartis para a brasileira União Química. O aval foi publicado no Diário Oficial da União.
 
Em documento apresentado ao Cade, as companhias informaram que a transação também contempla a celebração de um acordo pelo qual a fábrica deverá fornecer para a Novartis determinados produtos que continuarão sendo produzidos no local.
 
"Novartis manterá a sua independência na determinação da quantidade de produção, vendas e marketing dos produtos beneficiados na planta de Taboão da Serra, assim como dos produtos importados", afirmou trecho do documento.
 
Snif Brasil

Humor: Falta de bom senso!

Cientistas encontram vínculos entre plástico e menopausa precoce

Pesquisadores examinaram o sangue e a urina de 1.442 mulheres procurando sinais de 111 componentes químicos suspeitos de interferir na produção e distribuição dos hormônios no corpo
 
Mulheres cujos corpos contém níveis altos de certos componentes químicos encontrados em plásticos e cosméticos têm menopausa de dois a quatro anos mais cedo do que mulheres com níveis mais baixos destes em seu sistema, disseram pesquisadores americanos nesta quarta-feira (28/01).
 
"Químicos ligados à menopausa precoce podem levar ao precoce declínio da função ovariana, e nossos resultados sugerem que nós enquanto sociedade devemos nos preocupar", disse o experiente pesquisador Amber Cooper, professor adjunto de obstetrícia e ginecologia na Universidade de Medicina de Washington.

Os resultados foram baseados numa amostra representativa de 1.442 mulheres em menopausa, com idade média de 61 anos. Nenhuma das mulheres estava tomando reposição hormonal de estrogênio, nem fizeram cirurgia para retirada dos ovários.

Pesquisadores examinaram o sangue e a urina das mulheres procurando sinais de 111 componentes químicos suspeitos de interferir na produção e distribuição dos hormônios no corpo, diz o estudo. Eles encontraram 15 componentes químicos que são efetivamente associados com a menopausa precoce e com o declínio das funções dos ovários.

Os pesquisadores incluíram nove bifenilas policloradas (PCBs), três pesticidas, dois ftalatos - tipicamente encontrados em plásticos, itens domésticos comuns, produtos farmacêuticos, loções, perfumes, maquiagens, esmaltes, sabonete líquido e spray de cabelo - e químicos tóxicos conhecidos compostos furânicos "que garantem uma maior avaliação", diz o estudo.

A função ovariana é importante porque sem ela as mulheres ficam inférteis e pode ser um risco para o desenvolvimento precoce de doenças do coração, osteoporose e outros problemas de saúde. "Muitas dessas exposições químicas estão além do nosso controle porque eles estão no solo, na água e no ar", diz Cooper. "Mas nós podemos nos educar sobre nossas exposições químicas do dia-a-dia e ficarmos mais atentos sobre os plásticos e outros itens domésticos que utilizamos", destaca.

Ela recomenda que as pessoas usem vidro ou recipientes de papel quando usam o micro-ondas, e minimizem a exposição a químicos nocivos na escolha de cosméticos e produtos de cuidado pessoal.

O estudo foi financiado pelo Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos.

Saúde Plena

Concurso Prefeitura de Engenheiro Coelho - SP

Com intuito de contratar 72 profissionais e ainda formar cadastro reserva para suprimento de diversos cargos, os quais contemplam candidatos de níveis fundamental, médio e superior, a Prefeitura de Engenheiro Coelho, em São Paulo, publicou o edital de concurso público nº 002/2014. A remuneração é de até R$ 6.106,85, por jornada de 12 a 40 horas semanais.
 
Fica reservado um percentual de 5% do total de vagas oferecidas para pessoas portadoras de deficiência física e sensorial.
 
Cargos
Ajudante Geral, Coveiro, Cozinheira, Gari, Jardineiro, Merendeira, Monitor de Ônibus Escolar, Motorista, Operador de Máquinas, Pajem, Servente de Limpeza, Supervisor de Campo Vig. Sanitária, Tratorista, Vigia, Agente Comunitário de Saúde, Agente Controle Vetor da Vig. Sanitária, Coletor de Lixo, Eletricista de Automóveis, Inspetor de Alunos, Mecânico de Automóveis, Oficial Administrativo, Agente de Manutenção de Transito, Agente de Fiscalização de Transito, Assistente de Consultório Odontológico, Auxiliar de Diretoria, Auxiliar de Laboratório, Fiscal de Posturas, Fiscal Tributário, Oficial Administrativo, Recepcionista, Secretaria, Secretario de Escola, Técnico (Enfermagem, Segurança do Trabalho, Laboratório de Análises Clínicas, Nutrição e Radiologia), Telefonista, Advogado, Arquiteto, Assistente Social, Bibliotecário, Biomédico, Contador, Controle Interno, Coordenador de Saúde, Coordenador Pedagógico, Dentista, Diretor de Escola, Educador Ambiental, Educador Infantil, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico (Programa de Saúde Família, Gastroenterologista, Ginecologista, Oftalmologista, Pediatra, Plantonista e Psiquiatra), Monitor de Informática, Monitor de Educação Básica, Nutricionista, Oficial Administrativo, Professor, Pregoeiro, Psicólogo, Químico e Vice Diretor de Escola.
 
Inscrição
Os interessados deverão se inscrever até as 23h59min do dia 08 de fevereiro de 2015, exclusivamente no site www.institutoindec.com.br.
 
A taxa de inscrição é de:
Nível fundamental: R$ 40,00;
Nível médio: R$ 50,00;
Nível superior: R$ 70,00.
 
Prova
As provas objetivas serão aplicadas na data provável de 01 de março de 2015, no turno da manhã, a partir das 9h; e da tarde, com início às 13h; em locais que serão oportunamente divulgados. O gabarito será divulgado na data prevista de 06 de março de 2015.
 
Os candidatos que possuírem títulos deverão enviar cópia autenticada, via Sedex, durante o período de inscrição, com nome completo, número de inscrição, RG, CPF, função a que concorre e município onde será realizado o processo seletivo para o INDEC, na Rua Bernardino de Campos, nº 1108. Cj. 02 - Ribeirão Preto – SP, CEP: 14.015-130. 
 
Validade
O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Concurso Prefeitura de Ipiaú - BA

A Prefeitura de Ipiaú, no estado da Bahia, abriu o edital n° 01/2015 de concurso público visando o provimento de 89 vagas, das quais 5% serão destinadas aos candidatos portadores de deficiência. Podem concorrer aos cargos profissionais de todos os níveis de escolaridade. As remunerações variam entre R$ 724,00 e R$ 2.036,76.
 
O concurso será executado pela Empresa MSCVELOSO Assessoria e Consultoria Ltda - ME.

Para os cargos de nível superior há vagas de Assistente Social, Coordenador Pedagógico, Psicólogo, Nutricionista, Professor de Ensino Fundamental, Professor de Português, Professor de Matemática, Professor de Inglês, Professor de Educação Física, Professor de Ciências e Professor de História.

Os profissionais de nível médio podem tentar o cargo de Operador de Computador. Já para candidatos com nível fundamental de ensino as chances envolvem funções de Agente de Endemias, Carpinteiro, Motorista, Pintor, Eletricista, Encanador e Pedreiro.

As inscrições poderão ser feitas via internet, através do endereço eletrônico www.ipiau.saatri.com.br, até as 23h59 do dia 04 de fevereiro de 2015. O valor da inscrição varia entre R$ 30,00 e R$ 60,00, com pagamento da taxa por meio de boleto bancário até o dia 05 de fevereiro de 2015.

Serão realizadas provas objetivas para todos os inscritos, além de prova de títulos para os candidatos de nível superior e prova prática para os que concorrem às vagas de motorista. As provas objetivas serão aplicadas na cidade de Ipiaú, estado da Bahia, provavelmente no dia 22 de fevereiro de 2015, com início previsto para às 08h.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados até o segundo dia útil após a realização das mesmas.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados da data de publicação de sua homologação, podendo, antes de esgotado, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da administração pública.

Concurso CIAPS - SC

O Consórcio Intermunicipal de Atenção Psicossocial - CIAPS, da cidade catarinense de Apiúna, divulgou o edital de concurso público nº 01/2015, destinado à contratação de oito profissionais, em funções de níveis fundamental, médio e superior. A remuneração prevista vai de R$ 871,39 a R$ 4.249,20, e a carga horária de 10 a 40 horas semanal.
 
As chances são para médico, enfermeiro, assistente social, psicólogo, técnico em enfermagem, auxiliar administrativo, motorista e auxiliar de serviços gerais.
 
As inscrições serão aceitas a partir do dia 02 de fevereiro até o dia 16 de fevereiro de 2015, pelo site www.infovr.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição para cargos de nível fundamental é de R$ 20,00, de nível médio R$ 40,00 e nível superior R$ 60,00.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 01 de março de 2015, em local e horário a serem divulgados antecipadamente.
 
O gabarito oficial da prova objetiva será divulgado no 1º dia útil posterior ao da aplicação da prova, no site oficial do CIAPS/AMMVI (www.ammvi.org.br) e também na home page da organizadora: www.infovr.com.br.
 
O prazo de validade do concurso, que está sob a responsabilidade da empresa InfoVR, será de 02 anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.

Prefeitura de Manacapuru - AM divulga edital de processo seletivo

A Prefeitura de Manacapuru, no estado do Amazonas, através da Secretaria Municipal de Educação, divulgou edital processo seletivo nº 001/2015, para admissão de 414 profissionais, em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os vencimentos vão até R$ 1.200,00 e as jornadas de trabalho variam de 20 a 40 horas semanais.
 
Ficam reservadas 5% do total das vagas aos portadores de necessidades especiais.
 
Cargos
Cozinheiro(a) de embarcação, digitador, auxiliar de almoxarifado, técnico de contabilidade, motorista (categoria D), merendeira, auxiliar de serviços gerais, assistente administrativo e professor.
 
Inscrição
As inscrições serão realizadas nos dias 03, 04 e 05 de fevereiro de 2015, na Secretaria Municipal de Educação – SEMED, situada no Bulevar Pedro Rates de Oliveira, 753, Centro, Manacapuru/AM, no horário de 8h às 14h.
 
Prova
O processo seletivo consistirá de análise de títulos (experiência e formação, com exceção do(s) título(s) correspondentes ao requisito básico), de caráter eliminatório e classificatório.

Validade
A validade deste certame será de 12 meses, podendo ser prorrogado por mais 12 meses.
 
A íntegra do edital foi publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas, edição do dia 29 de janeiro de 2015.

Prefeitura de Nova Bandeirantes - MT abre processo seletivo

A prefeitura mato-grossense de Nova Bandeirantes divulgou no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Mato Grosso (29 de janeiro de 2015), o edital de processo seletivo n° 02/2015. São ofertadas 110 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 788,00 a R$ 3.105,00, com carga horária de 20 a 40 horas por semana.
 
Do total das vagas abertas e das que vierem a surgir durante o prazo de validade do certame, 5% das vagas serão providas a candidatos portadores de necessidades especiais e a convocação para a posse será proporcional a dos demais candidatos aprovados.

Cargos
Psicóloga, Assistente Social, Fisioterapeuta, Nutricionista, Farmacêutico/Bioquímico, Farmacêutico especialista em análises clínicas, Odontólogo, Enfermeiro, Técnico em Enfermagem, Técnico em Raio X, Agente de Manutenção (eletricista residencial e Industrial), Agente Administrativo, Agente de Fiscalização (Fiscal Tributário), Agente de Manutenção (Mecânico), Agente Operacional (Motorista de Caminhão, Operador de Máquinas e Motorista de Ambulância e Ônibus) e Agentes de Serviços Públicos (Coveiro, Serviços Gerais/Coleta de Lixo, Agente de Conservação, Cozinheira, Zeladora, Lavanderia, Lavador e Guarda Vigia).

Inscrições
As inscrições serão recebidas somente na Prefeitura de Nova Bandeirantes-MT, situada na Avenida Comendador Luiz Meneguel, nº 62, Centro, no período de 29 de janeiro a 4 de fevereiro de 2015, das 7h às 11h e das 13h às 17h, em  dias úteis. Não será cobrada taxa de inscrição.

Provas
O processo seletivo será composto de provas objetivas, práticas e de títulos.
 
As provas objetivas serão aplicadas na Escola Municipal Ernesto Neiverth, situada na Avenida José Francisco Otenio, s/n, Centro, na data provável de 8 de fevereiro de 2015, com início às 08h e duração máxima de 3 horas. Já a prova prática será realizada na mesma data da prova objetiva, começando às 13h, nas dependências da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Transportes (Obras), situada na Estrada Abatiá, s/n°, Bairro Industrial, município de Nova Bandeirantes.
 
O resultado final do processo seletivo será publicado a partir do dia 25 de fevereiro de 2015, no paço municipal e nos sites www.diariomunicipal.com.br e www.novabandeirantes.mt.gov.br.
 
Validade
A validade do processo seletivo será de 10 meses, contados a partir da publicação de sua homologação pela prefeita, podendo ser prorrogado por igual período havendo conveniência administrativa e autorização legislativa.

Prefeitura de São Sebastião do Umbuzeiro - PB abre processo seletivo

Foi anunciado, por meio do Diário Oficial dos Municípios do Estado da Paraíba (edição de 29 de janeiro de 2015), o extrato do edital de processo seletivo nº 001/2015 da Prefeitura de São Sebastião do Umbuzeiro, no estado da Paraíba.
 
O processo seletivo tem como objetivo o preenchimento de 18 vagas nas  funções de enfermeiro, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, médico clínico geral, odontólogo, cirurgião dentista traumato-buco-maxilo-facial, cirurgião dentista endodontista, farmacêutico, agente de endemias, agente comunitário de saúde, protético, técnico de enfermagem e técnico em saúde bucal.
 
Os interessados deverão se inscrever do dia 02 a 06 de fevereiro de 2015, das 08h às 13h, no prédio da Prefeitura Municipal, situada à Rua Frei Fernando, s/n, Centro. Não será cobrada taxa de inscrição.
 
Os candidatos serão avaliados por meio de análise curricular.

Prefeitura de Governador Jorge Teixeira - RO abre vagas para médicos

A administração municipal da cidade de Governador Jorge Teixeira, no estado de Rondônia, lançou o edital nº 01/2015 referente à realização de processo seletivo, através do qual pretende contratar 11 médicos clínicos gerais - 40 horas.
 
O ingresso na função de médico depende da conclusão da graduação no curso de Medicina, reconhecida pelo sistema federal ou estadual de ensino, e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).
 
As inscrições serão recebidas na Secretaria de Saúde, situada na Travessa Copaíba, 2527B, no período entre 29 de janeiro e 3 de fevereiro de 2015, das 7h30min às 12h e das 14h às 17h, e pelo e-mail - semsaugjt@hotmail.com. Não será cobrado nenhum valor a título de taxa de cadastramento.
 
O processo seletivo será realizado em duas etapas, de caráter classificatório e eliminatório, através da avaliação dos curriculum e entrevista.
 
O edital encontra-se publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Rondônia do dia 29 de janeiro de 2015.

Concurso Prefeitura de Capinópolis - MG

A Prefeitura de Capinópolis, no estado de Minas Gerais, através da empresa MGA Concursos, abriu o edital n° 001/2015 de concurso público, com a finalidade de ocupar 259 vagas, com chances para candidatos de todos os níveis de escolaridade. Os cargos são nas áreas administrativa, educação, saúde e operacional, sendo 20 deles reservadas para pessoas com deficiência.

Os salários variam de R$ 800,02 a R$ 2.492,64, por jornadas de trabalho de 24 a 44 horas semanais.

As chances são para arquiteto, assistente social, contador, engenheiro civil, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, professor de dança, instrutor de educação física, professor de música/flauta, professor de música/cordas, professor de música/percussão, professor de teoria inicial musical, psicólogo, supervisor administrativo, terapeuta ocupacional, professor, supervisor pedagógico, professor de educação física, farmacêutico, médico veterinário, odontólogo, instrutor de educação física da saúde, enfermeiro, médico, assistente de administração, cuidador de educação infantil, desenhista, fiscal de rendas, fiscal de obras, técnico agrícola, técnico em contabilidade, técnico em segurança do trabalho, recepcionista, técnico em laboratório, técnico em enfermagem, técnico em higiene dental, auxiliar de administração, auxiliar de fiscalização, auxiliar de serviços gerais, auxiliar em saúde bucal, guarda noturno, operário, operador de som e imagem, serviçal, pedreiro, eletricista, mecânico, motorista e operador de máquinas.

As inscrições deverão ser efetuadas única e exclusivamente através do endereço www.mgaconcursospublicos.com.br, no período das 08h do dia 01 de abril às 23h59min do dia 30 de abril de 2015. A taxa de inscrição varia entre R$ 30,00 a R$ 80,00.

O concurso constará de prova escrita objetiva, aplicada a todos os inscritos, mais prova prática para os candidatos às vagas de mecânico, motorista e operador de máquinas, além de prova de títulos para todos os cargos de nível superior.

As provas objetivas serão aplicadas provavelmente no dia 17 de maio de 2015, em locais a serem oportunamente divulgados. O gabarito das provas objetivas estará disponível para consulta no site da organizadora do concurso, no dia subsequente à realização da prova.

A validade do concurso público será de um ano, prorrogável, a critério da administração, por igual período.

Prefeitura de Sigefredo Pacheco - PI abre processo seletivo

A Prefeitura de Sigefredo Pacheco, no estado do Piauí, por meio do Instituto Machado de Assis, lançou o edital de processo seletivo nº 002/2014, visando o provimento de 15 vagas de trabalho. O salário que será pago aos contratados varia de R$ 724,00 a R$ 1.500,00, conforme o cargo exercido e jornada de trabalho desempenhada, podendo esta ser de 30 ou 40 horas semanal.
 
As oportunidades são para candidatos que tenham formação em cursos técnico ou superior nas seguintes áreas: serviço social, odontologia, enfermagem, fisioterapia, medicina (para atuar em PSF), nutrição, psicologia e técnico em higiene bucal.

As inscrições foram reabertas e podem ser efetuadas até o dia 20 de fevereiro de 2015, somente através do site da organizadora: www.institutomachadodeassis.com.br.
 
O valor das taxas de inscrição vai de R$ 30,00 a R$ 50,00, a depender do cargo escolhido.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 01 de março de 2015, em local e horário a serem divulgados antecipadamente.
 
Os gabaritos preliminares referentes às provas objetivas serão divulgados no site do Instituto Machado de Assis em até 48 horas após a realização das mesmas.
 
O certame terá validade de um ano, a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública Municipal de Sigefredo Pacheco - PI.

Prefeitura de São José da Boa Vista - PR divulga edital de seletivo

A Prefeitura paranaense de São José da Boa Vista está cadastrando agente comunitário de saúde e auxiliar de enfermagem para futuras contratações. A remuneração oferecida é de R$ 1.014,00 e a carga semanal é de 40 horas. O anúncio foi feito através do edital nº 07/2015 de processo seletivo.
 
O período de inscrição terá início no dia 9 de fevereiro e término no dia 20 de fevereiro de 2015. Os interessados devem recorrer ao Setor de RH da Prefeitura, situada à Rua Reinaldo Martins Gonçalves, nº 85, Centro, das 9h às 16h30, ou via e-mail: saojosedaboavista@pref.pr.gov.br. Haverá recolhimento de taxa no valor de R$ 35,77.
 
Os participantes passarão por prova objetiva, prevista para o dia 01 de março de 2015, com gabarito a ser disponibilizado no dia seguinte. Provavelmente o resultado será divulgado no dia 12 de março de 2015.
 
O prazo de contratação é de 12 meses, rescindível e prorrogável, e a validade do processo seletivo será de até dois anos.

Vagas de estágio no TJ - PE (diversas áreas)

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJ-PE) abriu edital de processo seletivo para contratar 110 estagiários de nível superior em diversas áreas de atuação. Podem participar da seleção estudantes matriculados em Instituição de Ensino Superior reconhecida pelo Ministério da Educação, e que estejam no penúltimo ano do tempo total de duração do curso.
 
O estágio será remunerado mediante a concessão de bolsa complementar educacional, no valor de R$ 723,00, mais auxílio-transporte, seguro anual contra acidentes pessoais e período de recesso de trinta dias remunerados, integral ou proporcionalmente ao período cumprido, por jornada de trabalho de 20 horas semanais.

As oportunidades são para graduandos nas áreas de Arquitetura, Biblioteconomia, Ciências da Computação, Ciências Contábeis, Design, Ciências Econômicas, Educação Física, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Fisioterapia, História, Jornalismo, Museologia, Nutrição, Odontologia, Pedagogia, Relações Públicas, Serviço Social, Administração, Psicologia, Secretariado e Direito. Do total de vagas ofertadas, oito serão destinadas aos candidatos portadores de deficiência.
 
As inscrições serão realizadas até o dia 12 de fevereiro de 2015, no endereço eletrônico da organizadora da seleção: www.makiyama.com.br/TJPE. A taxa de inscrição é de R$ 16,00.

No ato da inscrição, o candidato deverá indicar entre as cidades de Araripina, Petrolina, Serra Talhada, Garanhuns, Caruaru e Recife para realizar a prova objetiva, que está prevista para ser realizada provavelmente no dia 08 de março de 2015. O gabarito preliminar será divulgado no site da CKM Serviços até o segundo dia útil após a realização da respectiva prova.

A seleção pública destina-se ao recrutamento de estagiários de cursos do ensino superior e formação de cadastro de reserva para o programa de estágio do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco por um período de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da administração.

Prefeitura de Bom Sucesso - MG realiza processo seletivo

A Prefeitura de Bom Sucesso, no estado de Minas Gerais, através da empresa SEAP, tornou público o edital de processo seletivo nº 001/2015, destinado à contratação de 25 profissionais com formação nos ensinos fundamental, médio e superior, sendo um desses, portador de necessidades especiais. A remuneração prevista pode chegar até R$ 4.500,00, em carga horária de 20 ou 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de agente comunitário de saúde, fisioterapeuta, médico (ginecologista, pediatra, psiquiatra e para atuar na área de controle de avaliação), nutricionista, odontólogo, técnico em saúde bucal, terapeuta ocupacional.
 
As inscrições podem ser feitas a partir das 9h do dia 09 de fevereiro até as 21h do dia 24 de fevereiro de 2015, pelo site www.seapconcursos.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição para cargos de nível superior é de R$ 80,00, nível médio R$ 50,00 e nível fundamental R$ 40,00.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 15 de março de 2015, em local e horário a serem divulgados antecipadamente.
 
O prazo de validade do processo seletivo é de dois anos, contados da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Administração Pública.