Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Avalie prós e contras do anticoncepcional injetável

Conheça os benefícios e os efeitos colaterais do anticoncepcional injetável. Tire suas dúvidas e saiba quando optar pelo método

Com várias opções de no mercado, podem surgir algumas dúvidas na hora de escolher. O mais utilizado ainda é a pílula anticoncepcional, com mais de 90 milhões de adeptas no mundo. Mas o número de usuárias do anticoncepcional injetável vem aumentando, devido à praticidade de não precisar tomá-lo todos os dias.

Apesar dessa vantagem e de possuir alto índice de eficácia, a injeção apresenta alguns efeitos colaterais . Com uma concentração mais elevada de hormônios, principalmente na versão aplicada trimestralmente, o método pode contribuir para a retenção de líquidos e o aumento de peso. Saiba como recorrer a ele sem riscos.

Como funciona o anticoncepcional injetável
O anticoncepcional injetável pode ser usado de forma mensal, quando composto por estrogênio e progesterona , ou trimestral, quando há apenas progesterona, sempre na região glútea.A injeção deve ser comprada e aplicada na farmácia, perante a apresentação de receita, no primeiro dia de menstruação. No mensal, a próxima aplicação ocorre em 30 dias. Para o trimestral, depois de 90.

A ação dos hormônios acontece da mesma forma que na pílula, mas eles são absorvidos mais lentamente pela corrente sanguínea

"As injeções também suspendem a ovulação , reduzem a espessura endometrial e fazem com que o muco do colo do útero fique espesso, impedindo a passagem de espermatozoides. O fluxo menstrual pode diminuir, devido à maior quantidade de hormônios”, explica a ginecologista Sheila Mendes.

Sheila também aponta que todos os métodos contraceptivos apresentam falhas, ainda que baixas. O Índice de Pearl é uma fórmula que avalia a eficácia dos métodos, levando em consideração quantas mulheres em cada cem usuárias engravidam no primeiro ano. No caso do anticoncepcional injetável, a taxa é de 0,1 a 0,4%.

O contraceptivo injetável é indicado principalmente para mulheres que esquecem de tomar a pílula diariamente, o que compromete a eficácia do tratamento . O uso da injeção trimestral também é recomendado para quem não pode ou não deseja o uso do estrogênio, pois sua base é somente de progesterona.

Benefícios e efeitos colaterais do método
O principal benefício do anticoncepcional injetável é que não há necessidade de tomá-lo todos os dias , ao contrário da pílula. Além disso, ele também diminui a intensidade dos , como as cólicas menstruais, prevenindo ainda a anemia.

Porém, por outro lado, a opção pode causar retenção de líquidos , aumentar o apetite, estimular a formação de varizes e diminuir a libido da mulher. Principalmente a versão trimestral, feita com progesterona, também pode provocar inchaço e  retenção de líquidos.

Ao interromper o uso da injeção, o retorno da fertilidade geralmente ocorre vagarosamente, cerca de nove meses após a última dose trimestral.

Vale lembrar que a escolha do método contraceptivo sempre deve passar por orientação médica , pois depende de fatores como a da paciente, a idade e até mesmo o parceiro. Portanto, o uso da injeção deve ser recomendado pelo ginecologista e a sua aplicação deverá acontecer apenas com receita.

Terra

Proteja-se da micose na virilha neste verão

Infecções podem ser prevenidas com hábitos simples de higiene.Saiba o que causa micose na virilha e descubra maneiras de se prevenir do desconforto

Especialmente durante o verão, a micose na virilha é um problema bastante comum entre os homens, além de muito desconfortável. Porém, com alguns cuidados, é possível minimizar o risco e aproveitar as férias livre desse incômodo.

A médica dermatologista Dra. Priscila Marques de Macedo, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, conversou com o Vivo Mais Saudável e tirou algumas dúvidas sobre essas infecções causadas por fungos.

Confira a seguir:

Causas da micose na virilha
Segundo Dra. Priscila, as lesões fúngicas que comprometem as dobras do corpo são denominadas intertrigos . "A principal causa de intertrigo na região inguinal (virilha) masculina é a ", adiciona.

Algumas espécies do gênero Candida são saprobos no organismo humano. Isso significa que elas habitam a nossa pele sob a forma de leveduras, que são estruturas fúngicas arredondadas. Quando ocorre um desequilíbrio no organismo , seja imune ou mesmo relacionado a fatores como umidade, calor e ferimentos, o fungo pode produzir filamentos que acabam por invadir e gerar micose na virilha.

"Ela se apresenta como placas ou manchas vermelhas vivas associadas à maceração e com pápulas ou pústulas satélites, ou seja, na borda da lesão, e podem coçar ou arder", explica a médica.

Outra causa de micose na virilha são as tineas, doenças causadas por fungos do grupo dos dermatófitos. São conhecidas como tinea cruris. Os principais agentes causadores desse tipo de são o Trichophyton rubrum e o Epidermophyton floccosum . Esses fungos são adquiridos pelo contato com pessoas contaminadas ou por meio de objetos.

Por fim, o eritrasma é uma condição patogênica que pode simular os quadros já mencionados anteriormente, mas que é causado por bactérias do gênero Corynebacterium Segundo Dra. Priscila, é fundamental que o médico seja consultado para que o diagnóstico correto da micose seja estabelecido. A avaliação clínica dermatológica permite confirmar a suspeita da doença por meio de exame micológico para isolamento e identificação do agente causador.

Prevenção e tratamento da micose
Micoses na virilha podem causar desconforto local, ardência e prurido - às vezes intensos, levando à incapacidade de atividades rotineiras. No caso da tinea cruris, vale lembrar que pode haver transmissão interpessoal.

A prevenção dessas micoses deve ser feita mantendo-se a região seca, limpa e bem arejada. No caso da tinea cruris, é importante evitar o contato direto ou compartilhar objetos de uso pessoal com pacientes acometidos. Ou seja, tenha sua própria toalha ou seu próprio aparelho de depilação e tome cuidado, ainda, em piscinas e banheiros públicos .

O tratamento deve ser especificamente direcionado ao agente causador e, portanto, o médico deve avaliar e prescrever a medicação adequada. Em geral, antifúngicos tópicos devem ser utilizados e, em casos mais exuberantes, pode ser necessária a medicação por via oral.

Terra

Descoberta: artrite pode ser tratada com células do próprio paciente

Cientistas britânicos descobrem que minúsculas bolhas humanas conseguem chegar à cartilagem inflamada, até então tida como impenetrável

Pacientes com artrite podem, futuramente, usufruir dos benefícios de uma terapia em desenvolvimento nos laboratórios da Universidade Queen Mary de Londres, no Reino Unido. Publicado recentemente na revista Science Translational Medicine, o estudo indica que há possibilidade de as cartilagens, até então consideradas impenetráveis por medicamentos, serem tratadas com células do próprio doente, as chamadas microvesículas. Os autores demonstraram, na pesquisa inicial com ratos, que essas moléculas são capazes de ultrapassar as barreiras da cartilagem para aplicar medicamentos e outros agentes terapêuticos.

Microvesículas são estruturas subcelulares que não excedem um micrômetro de diâmetro. Parecidas com bolhas preenchidas por um líquido e responsáveis pelo transporte de lipídios e proteínas, elas são produzidas por células do sistema imunitário chamadas neutrófilos. Essas pequenas moléculas chamam a atenção por dois motivos: contêm mais de 300 tipos de proteínas, que variam conforme as funções, e se acumulam em grande quantidade nas articulações de pacientes com artrite reumatoide (AR), doença inflamatória crônica na qual as células imunes destroem tecidos articulares.

Os tratamentos atuais reduzem a inflamação e aliviam a dor, mas não conseguem alvejar diretamente as células dentro da cartilagem, tecido que reveste a superfície dos ossos. “Para a nossa surpresa, descobrimos que as vesículas liberadas por células brancas do sangue podem ‘viajar’ para a cartilagem e entregar seu conteúdo. Além disso, elas têm um efeito protetor sobre a cartilagem afetada pela artrite”, comemora Mauro Perretti, autor sênior da pesquisa. Para chegar a essa conclusão, ele e a equipe estudaram microvesículas de pacientes e roedores com AR.

Ao investigar os níveis elevados dessas pequenas moléculas no líquido das articulações, os estudiosos notaram que elas também estavam carregadas com anexina A1, proteína que ajuda a combater a inflamação e a reparar tecidos feridos. Em uma fase seguinte, constatou-se que camundongos com artrite e produção prejudicada de microvesículas tinham cartilagens mais inflamadas do que as cobaias sem a doença. Além disso, a injeção direta de microvesículas nas articulações dos animais protegeu-os da degradação no tecido.

Os resultados sugerem que as microvesículas podem ser usadas como uma espécie de “cavalo de troia”, penetrando na cartilagem e permitindo que a anexina A1 se ligue aos seus receptores nas células do tecido doente, o que gera uma reação anti-inflamatória acentuada. O tratamento de pacientes com as próprias vesículas requereria apenas um dia no hospital, e essas moléculas poderiam ser ainda “fortificadas” com outros agentes terapêuticos, por exemplo, ácidos graxos de ômega-3s.

Diretor médico da Pesquisa em Artrite do Reino Unido, Stephen Simpson acredita que a utilização do próprio sistema de transporte do corpo para movimentar agentes terapêuticos, novos e atuais, diretamente na cartilagem reduziria os danos articulares de forma mais eficaz do que nunca. “Uma cartilagem saudável e intacta significa menos dor e incapacidade, melhorando a qualidade de vida de milhões de pessoas que vivem com artrite”, considera.

O diretor científico da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, regional Distrito Federal, Julian Machado, explica que a nutrição da cartilagem se dá por difusão, “alimentando-se” de células dispersas na matriz ricas em colágeno e outras glicoproteínas.

Sabendo disso, médicos tentam restaurar a cartilagem danificada com tratamentos focados nessa estratégia. “Apesar de serem usados no mundo inteiro e prescritos por médicos, não sabemos ao certo se são eficientes em repor e restaurar a constituição da cartilagem”, ressalva Machado. “A grande coisa desse estudo é utilizar o expediente dessa capacidade de difusão para colocar as vesículas dentro do material danificado.” O especialista cita outros tratamentos inovadores para a artrite, como o uso de células-tronco da medula para gerar cartilagens.


Risco de incapacitação
A artrite reumatoide (AR) atinge mais os joelhos e o quadril, estruturas que suportam o peso do corpo. Pessoas com essas duas regiões comprometidas podem ficar disfuncionais. Segundo Marcelo Ferrer, ortopedista da Orto Sul, em Brasília, nessa enfermidade, a membrana sinovial hipertrofia e lança toxinas que invadem e destroem a cartilagem. O também membro da Sociedade Brasileira do Quadril e Cirurgia de Joelho acredita ser possível que os resultados britânicos contribuam para o desenvolvimento de outras doenças autoimunes.

Ilustração: O Globo

Correio Braziliense

Dor crônica e as bebidas alcoólicas durante o fim de ano

Portadores de dor crônica sabem muito bem que seus problemas não costumam tirar férias de final de ano

Mas, em meio às festividades de Natal e Ano Novo, há quem consiga e precise encontrar forças para celebrar com a família e os amigos o fim de mais um ciclo, regado a comidas e bebidas. Neste momento, muitos se questionam sobre os efeitos do álcool para quem é dependente dos remédios para o controle de suas crises e que são essenciais para o tratamento base do problema. Será que o consumo de bebida alcoólica é proibido para quem faz uso de medicamentos para o tratamento da dor?

Segundo o neurocirurgião funcional especialista em dor, Dr. Claudio Fernandes Corrêa, pacientes que têm, entre o tratamento da dor crônica, a indicação de medicamentos, não podem parar de tomá-los em meio às festividades, mas também não precisam se privar de beber socialmente nas festas de final de ano. O médico explica que as medicações de controle da dor crônica são essencialmente baseadas em antidepressivos e anticonvulsivantes, que não apresentam interações com o medicamento, porém, tendem a diminuir o seu efeito.

A despeito do efeito diminuído da medicação, Dr. Claudio explica que “cada caso é um caso, mas em geral a sociabilização típica destas festividades promovem bem-estar e liberação de endorfina, que ajuda amenizar quadros de dor. Isso explica aquelas cenas em que vemos pessoas geralmente queixosas no dia a dia, mais leves e falantes em reuniões de família”.

As orientações valem também para outras doenças que são tratadas de forma contínua como Mal de Parkinson e distonias em geral, que também não usam medicações que interagem com as bebidas alcoólicas. No entanto, doenças e medicações psiquiátricas não seguem as mesmas orientações, sendo o consumo de bebido alcóolica não permitido, já que os componentes do álcool, quando misturados com estes tipos de remédios, prejudicam a eficácia do remédio.

O neurocirurgião lembra que, em caso de dúvidas sobre em que quadro se encaixa a doença ou a medicação que o paciente consome, este deve sempre consultar o seu médico de referência.

Por último, o especialista adverte que independente do uso de medicações, o consumo de álcool deve ser sempre moderado, visto que em excesso ele pode interferir de forma importante sobre o sistema nervoso central e a percepção dos sentidos do indivíduo.

Cuidados com a coluna durante as férias

Arrumar as malas para ir viajar, ficar muitas horas no avião, passar horas na estrada, dirigir por longos períodos…

Estas situações são normais no fim do ano e podem prejudicar a coluna.

Para evitar o problema, que pode piorar com o passar do tempo, o ortopedista Dr. Rogério Vidal, especialista em coluna do Hospital das Clínicas:

Atenção com a postura – Principalmente quem dirige apresenta erro de postura. Ficar atento a posição: manter a lombar apoiada e não deixar o banco muito para trás nem muito para frente.

Alongamentos – Parar o carro ou se levantar do assento e alongar as pernas e os braços. De tempos em tempos, abra e feche a mão para melhorar a circulação e movimente o pescoço de um lado para o outro.

Cuidado ao carregar as malas – Não faça movimentos bruscos e não sobrecarregue de peso a mochila ou mala.

Para prevenir
Alongue-se ao longo do dia e pratique caminhadas. “Primeiro é preciso que a pessoa se conscientize que o alongamento tem que fazer parte do dia a dia dela, e esse já é um ponto fundamental para prevenir as dores. Lembrando que o alongamento deve ser feito antes, durante e depois da tarefa”, explica Vidal.

Concurso e seletivo da Prefeitura de Nova Independência - SP

A Prefeitura de Nova Independência, em São Paulo, lançou processo seletivo para formação de cadastro de reserva de profissionais de nível superior e concurso público para contratação efetiva de 22 profissionais de todos os níveis de escolaridade. Os eventos são organizados pela empresa CMM Assessoria e Consultoria em Gestão Pública LTDA.

O seletivo edital nº 001/2015, dispõe dos cargos de Educador Creche, Farmacêutico, Médico, Nutricionista, Psicólogo e Professores em diversas disciplinas. O concurso corresponde ao edital nº 002/2015 que oferece vagas para Merendeira, Motorista, Auxiliar de Enfermagem, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Farmacêutico e Professores em diversas disciplinas.

A remuneração varia de R$ 840,71 a R$ 4.820,05 e para os cargos de professor de R$ 6,86 a R$ 11,90 por hora aula.

Para concorrer a uma das vagas, é preciso efetuar inscrição até 3 de janeiro de 2016, via endereço eletrônico: www.cmmconcursos.com.br, mediante pagamento de taxa no valor de R$ 30,00 para cargo de nível fundamental, de R$ 45,00 para cargo de nível de médio e de R$ 60,00 para cargo de nível superior.

Será aplicada prova objetiva a todos os candidatos em data prevista para 24 de janeiro de 2016, em local e horário a serem informados no mesmo site acessado para a inscrição.

Provavelmente o gabarito será disponibilizado no dia seguinte a prova e o edital de homologação no dia 15 de fevereiro de 2016.

O processo seletivo será válido por um ano e o concurso por dois, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

Concurso da Prefeitura de Pato Branco - PR

Encerra no dia 5 de janeiro de 2016, o prazo de inscrição do concurso público da Prefeitura de Pato Branco, no Paraná, que visa contratar mais de 20 profissionais de todos os níveis de escolaridade, com remuneração que varia de R$ 913,66 a R$ 13.570,00, mais benefícios, em cumprimento a jornadas trabalhistas de 20 ou 40 horas semanais.

O comunicado foi feito através do edital nº 035/2015, que é organizado pela Fundação de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Vale do Piquiri (FADCT).

São ao todo 23 vagas aos cargos de Auxiliar de Educação Infantil (médio e superior), Auxiliar de farmácia, Auxiliar de Serviços Braçais, Enfermeiro, Farmacêutico, Gari de Rua, Médico (Ginecologista, Psiquiatra e Generalista), Motorista, Nutricionista, Odontólogo, Operador de Máquinas Rodoviárias, Orientador Fisiocorporal, Psicólogo, Técnico de RX e Terapeuta Ocupacional.

As inscrições são realizadas via endereço eletrônico: www.fadct.org.br, mediante pagamento de taxa de R$ 50,00 a R$ 100,00.

Será realizada prova objetiva provavelmente no dia 7 de fevereiro de 2016, em local e horário a serem informados em tempo oportuno.

Também haverá prova prática e avaliação de títulos provavelmente no dia 6 de março de 2016.

Estima-se que o gabarito seja divulgado no dia seguinte a prova e que a homologação final aconteça no dia 4 de abril de 2016.

O Concurso público terá validade de dois anos, contados da data de homologação dos resultados, prorrogável por igual período, a critério do município.

Concurso para Técnico-Administrativos UFPB

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) divulgou edital nº 53/2015 que rege as condições de realização do concurso público para recompor o quadro de Técnico-Administrativos em Educação, nos campi de João Pessoa, Bananeiras, Areia, Mamanguape e Rio Tinto. A nomeação dos novos servidores visa atender as demandas dos setores acadêmicos e administrativos, reforçando a força de trabalho necessária ao desenvolvimento pleno das atividades da IES.

São oferecidas 154 vagas em cargos das Classes E, D e C, anteriormente denominadas como de Níveis Superior, Intermediário e de Apoio. Os cargos disponíveis são: Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Arquiteto, Arquivista, Assistente Social, Bibliotecário-Documentalista, Contador, Engenheiro Civil, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Farmacêutico, Jornalista, Médico - Área Psiquiatria, Pedagogo, Psicólogo, Técnico em Assuntos Educacionais, Tecnólogo Formação Área de Gestão Pública, Assistente em Administração, Mestre de Edificações e Infraestrutura, Revisor de Texto Braille, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Arquivo, Técnico em Artes Gráficas, Técnico em Contabilidade, Técnico em Laboratório (Alimentos e Laticínios, Análises Clínicas, Biologia, Biossegurança, Rede de Computadores, Tecnologia de Alimentos, Tecnologia Sucroalcooleira), Técnico em Secretariado, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Telecomunicações, Tradutor Intérprete de Linguagem de Sinais, Assistente de Laboratório na Área de Alimento, Auxiliar em Administração e Auxiliar em Assuntos Educacionais.

O piso salarial dos servidores contratados será inicialmente variável de R$ 1.739,04 a R$ 3.666,54, acrescido de vantagens como vale alimentação, transporte e incentivo à qualificação. Já as jornadas de trabalho podem ser de 20, 25 e 40 horas.

As inscrições se realizarão somente via internet, de 14h do dia 4 de janeiro de 2016 até às 23h59min do dia 4 de fevereiro de 2016, no site www.idecan.org.br.

As taxas de inscrição serão de: R$ 57,00, R$ 42,00 e R$ 30,00, conforme o cargo pretendido.

As etapas seletivas deste concurso estão sob a responsabilidade do IDECAN e consistirão de provas objetivas de múltipla escolha para todos os cargos; e provas práticas apenas para os cargos de Técnico em Laboratório, exceto a área de Redes de Computadores.

Os conteúdos cobrados serão: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Conhecimentos Gerais, Noções de Administração Pública e Conhecimentos Específicos.

A previsão é de que as provas escritas objetivas sejam realizadas simultaneamente nas cidades de João Pessoa, Bananeiras, Areia, Mamanguape e Rio Tinto, com data inicialmente prevista para o dia 13 de março de 2016 (domingo), em turnos diferentes, conforme o cargo.

O concurso será válido por dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, prorrogável por período semelhante.

Edital, inscrições e todas as atualizações podem ser encontradas no : www.idecan.org.br

O edital encontra-se oficialmente publicado no Diário Oficial da União, em 23 de outubro de 2015, seção 3, página 93 (http://goo.gl/4mkRzF).

Retificação: http://goo.gl/mTYkpq

Prefeitura de Gaúcha do Norte - MT abre processo seletivo

Lançado o edital nº. 003/2015 para a realização de processo seletivo da Prefeitura de Gaúcha do Norte, no Mato Grosso.

A seleção visa o preenchimento de 36 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os vencimentos podem chegar a R$ 1.725,45, por jornada de 12x36 a 40 horas semanais.

Cargos
Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista, Vigilante, Agente Administrativo, Agente Ambiental, Agente de Endemias, Agente Comunitário de Saúde, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório e Educador Físico.

As inscrições deverão ser efetuadas gratuitamente pela internet, no site www.gauchadonorte.mt.gov.br, no período de 28 de dezembro de 2015 a 15 de janeiro de 2016.

As provas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 24 de janeiro de 2016, das 8 às 11h (horário de Cuiabá), na Escola Municipal Bem Me Quer, situada à Rua Minas Gerais, nº 974 - Centro, Gaúcha do Norte – MT.

O resultado final do teste seletivo público será homologado por decreto do Poder Executivo Municipal.

O processo seletivo terá o prazo de seis meses, podendo ser prorrogado por igual período.

Edital publicado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, do dia 24 de dezembro de 2015, a partir da pág. 101.

UFPR abre concurso público para professores

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) informa que estarão abertas, pelo prazo de 30 dias, contados a partir de 04 de janeiro de 2016, as inscrições para concurso público voltado ao provimento de cargos de Professor da Carreira do Magistério Superior, para o Quadro Permanente.

Os editais nº 611 e 614/2015, que informam sobre o concurso, estão publicados no Diário Oficial da União. Pelo edital 611/2015, serão selecionados Professores para o curso de Medicina, distribuídos pelas áreas de: Medicina, Ginecologia e Obstetrícia (1); Medicina, Clínica Médica (2); Medicina, Patologia (2); Medicina, Psiquiatria (1); Medicina, Medicina Geral da Família e Comunidade (1). O edital 614/2015 abre uma vaga para o setor de Ciências Exatas, na área de Ciência da Computação.

A inscrição, acompanhada da documentação relacionada no edital, será efetuada nos seguintes endereços: - Setor: Ciências da Saúde, rua Padre Camargo, no - 285 - 1º andar - Alto da Glória - CEP: 80060-240 - Curitiba/PR - telefones (41) 3360-7267 / 3360-7231 / 3360-7234.

Informações no endereço eletrônico - www.saude.ufpr.br. - Setor: Ciências Exatas, Prédio da Administração, 3º andar, av. Cel. Francisco H. dos Santos, no - 100, Centro Politécnico, Jardim das Américas Curitiba - PR - CEP 81531-980 - Caixa Postal 19081.

As inscrições via correio deverão ser encaminhadas via SEDEX e postadas até, no máximo, cinco dias antes do término do prazo.

As datas prováveis de realização das provas estão indicadas nos respectivos editais, que devem ser conferidos no site de seleções da UFPR: http://www.progepe.ufpr.br

Fonte: http://goo.gl/aa94kn

UFPE abre concurso público para professores

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) torna público que estão abertas as inscrições para concurso de provas e títulos, para provimento de cargos da Carreira do Magistério Superior, classes Adjunto e Auxiliar, em caráter permanente. A remuneração inicial máxima chega a R$ 8.639,50, segundo informações que constam no edital nº 81/2015.

Todas as vagas são para o Centro Acadêmico do Agreste (CAA), Secretaria do Núcleo de Ciências da Vida, do Curso de Medicina - Sede provisória.

São três oportunidades para a área de Saúde (Saúde Coletiva, Informática aplicada à Saúde e Bioquimica e Fisiopatologia) e nove para a área de Medicina, nas subáreas de: Ginecologia/ Obstetrícia; Pediatria; Anestesiologia; Cirurgia do aparelho digestivo; Clínica Medica/Reumatologia; e Psiquiatria.

As inscrições estarão abertas pelo período de 04 de janeiro a 02 de fevereiro de 2016, na Secretaria do Núcleo de Ciências da Vida do Centro Acadêmico do Agreste (CAA), de 2ª a 6ª feira. O endereço é: Polo Comercial de Caruaru - Rodovia BR 104, km 62 Nova Caruaru / CEP: 55014-908. Tel: (81) 992997516, 2126-7345 ou 2126-7390.

Horário de Atendimento: 9h às 12h - 13h às 16h.

O concurso constará de prova escrita, prova didática e/ou didático-prática, julgamento de títulos.

Para conferir os detalhes e atualizações deste concurso, os interessados devem consultar a página eletrônica da PROGEPE (www.ufpe.br/progepe).

O edital nº 81/2015 foi publicado no Diário Oficial da União: http://goo.gl/0zwoPy

Concurso e processo seletivo da Prefeitura de Ipuã - SP

A Prefeitura de Ipuã, em São Paulo, através da empresa Fumarc, abriu edital n° 002/2015 de concurso público e processo seletivo para o provimento de 69 novas vagas no quadro de funcionários. Dentro do total de vagas, há oportunidades para pessoas com deficiência. Os salários vão até R$ 3.001,00 mensais, conforme o cargo desempenhado, por jornadas semanais de até 44 horas.

Cargos
-Nível Alfabetizado: Ajudante de Manutenção; Ajudante de Manutenção para área de Esporte; Pedreiro e Tratorista. -Nível Fundamental: Agente Comunitário de Saúde; Agente de Campo; Auxiliar Odontológico; Merendeira; Motorista; Operador de Máquina e Vigia.

-Nível Médio: Auxiliar Administrativo; Auxiliar de Enfermagem; Fiscal Municipal; Monitor da Terceira Idade; Monitor de Creche; Oficineiro de Corte e Costura; Oficineiro de Culinária e Técnico de Segurança do Trabalho.

-Nível Superior: Assistente Social; Contador; Coordenador do CRAS; Diretor de Creche; Diretor de Educação Infantil; Diretor do CEARNE; Engenheiro Ambiental; Engenheiro Civil; Farmacêutico; Médico; Médico Pediatra; e Psiquiatra; Orientador Social; PEB II - Educação Artística; PEB II - Educação Especial; Procurador Jurídico; Psicólogo e Supervisor de Ensino.

Ainda por meio deste concurso serão preenchidas duas vagas de nível Superior, nas funções de Contador e Procurador Jurídico para o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Ipuã (SAAEI). Já o processo seletivo visa formar cadastro reserva de candidatos com nível superior, nas funções de Enfermeiro; Professor de Educação Infantil; Professor de Educação Básica I; Professor de Educação Básica II nas áreas de Matemática, Inglês, Ciências, Educação Física, Geografia, História e Português.

Inscrições
Os interessados devem acessar o site www.fumarc.org.br para efetuar a inscrição, a partir das 9h do dia 4 de janeiro de 2016 até 26 de janeiro de 2016. Lembre-se que nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da taxa de inscrição, que varia de R$ 35,00 a R$ 65,00

Provas
A classificação dos candidatos ocorre por meio de Provas Objetiva, Redação, Títulos e Práticas. As Provas Objetivas de Múltipla Escolha serão aplicadas provavelmente no dia 28 de fevereiro de 2016, na cidade de Ipuã/SP e, se necessário, em cidades próximas, com horário, dia e locais indicados no Cartão de Informação.

Validade
A validade do concurso é de dois anos, e do processo seletivo é de apenas um, no entanto, é possível que haja prorrogação dos períodos determinados. Confira em nosso site os editais com mais informações. 

UFRN abre concurso para cargos Técnico-Administrativos

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte comunica, por meio do edital nº 10/2015, que está realizando concurso público visando o provimento de cargos para Técnico-Administrativos em Educação para o seu quadro permanente. A responsabilidade pela seletiva é da Comperve/UFRN, com a coordenação da Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas da UFRN (PROGESP).

Cargos oferecidos: Secretário Executivo (1), Farmacêutico (1), Historiador - Arqueologia (1), Biólogo - Paleontologia (1), Engenheiro/Engenharia da Computação (1), Enfermeiro (2), Bibliotecário/Documentalista (1), Técnico de Tecnologia da Informação (2), Técnico em Contabilidade (1), Técnico em Secretariado (1), Técnico em Edificações (1), Auxiliar de Creche (1) e Auxiliar em Administração (1). A remuneração dos profissionais é variável, conforme o nível de classificação do cargo pretendido, podendo ser de R$ 1.739,04, R$ 2.175,17 ou R$ 3.666,54.

A lotação poderá ser em Natal, Santa Cruz, Macaíba. Inscrição UFRN A inscrição será feita, exclusivamente, via internet, a partir das 8h de 1º de fevereiro até 29 de fevereiro de 2016, observados o horário local de Natal e acessando-se o sítio da Comperve (www.comperve.ufrn.br).

A taxa de inscrição varia de R$ 40,00 a R$ 80,00, de acordo com a vaga pretendida.

Provas UFRN
A seleção para todos os cargos compreenderá provas escritas objetivas e discursiva (redação), de caráter eliminatório e classificatório. Os conteúdos programáticos para todas as provas do concurso serão disponibilizados, no sítio da Comperve, a partir de 1º fevereiro de 2016.

As provas serão aplicadas provavelmente em 03 de abril de 2016, no município de Natal.

O local de realização das provas será divulgado no sítio da Comperve, na data provável informada no edital, que deve ser lido por todos integralmente.

Os gabaritos oficiais preliminares serão divulgados uma hora após o término da aplicação.

O prazo de validade do concurso público será de um ano, prorrogável uma vez, por igual período.

Informações gerais: Comperve (BR 101, Campus Universitário - Lagoa Nova - Natal/RN); Secretaria da PROGESP (Prédio da Reitoria, BR 101 Campus Universitário, Lagoa Nova, CEP 59072- 970, Natal-RN) ou via internet, nos sítios www.comperve.ufrn.br e www.progesp.ufrn.br

Fonte: Diário Oficial da União (http://goo.gl/x8vbTv)

UFRB lança novo edital para professores

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) informa que vai realizar concurso público - pelo edital 14/2015 - para cargo de Professor da Carreira do Magistério Superior. A remuneração total oferecida pode chegar até R$ 8.639,50 e a lotação será no Centro de Ciências da Saúde, em Santo Antonio de Jesus, Bahia.

Ao todo, estão disponíveis seis vagas para Professor Adjunto A, uma vaga para Professor Assistente A e 20 vagas para Professor Auxiliar, distribuídas entre as áreas de: Neuropsicologia / Humanidades; Psicologia clínica na perspectiva fenomenológica existencial / Humanidades; Psicologia em instituições de saúde / Humanidades; Enfermagem na Atenção à Saúde da Criança e do adolescente / Práticas do Cuidado em Saúde; Bases Teóricas e Técnicas para o cuidar em enfermagem na Atenção à Saúde do Adulto: abordagem clínica e cirúrgica / Práticas do Cuidado em Saúde; Vivência Multiprofissional/ Práticas do Cuidado em Saúde; e diversas outras.

As inscrições estarão abertas no período de 28 de dezembro de 2015 a 25 de janeiro de 2016, na página eletrônica http://www.ufrb.edu.br/concursos, na tela inicial filtrar na seguinte seqüência - tipo: "Professor Efetivo", Centro: "CCS", clicar em "OK", selecionar o item "Professor Efetivo - Edital nº - 14/2015 e, finalmente, selecionar a opção Inscrição.

As inscrições presenciais podem ser feitas das 08h30 às 11h30 e das 14h às 16h30, de segunda a sexta-feira, no seguinte endereço: - Centro de Ciências da Saúde - CCS/UFRB A/C Gerência Técnica Administrativa Campus Universitário de Santo Amaro Avenida Carlos Amaral, no - 1015, Cajueiro - CEP: 44.570- 000 Santo Antonio de Jesus - Bahia Telefone: (75) 3632-4598 Sítio: http:// www.ufrb.edu.br/ccs

O valor total da taxa de inscrição é de R$ 90,00. O prazo pode ser automaticamente reaberto, para aquelas áreas em que não houver candidatos inscritos ou em que o número de inscritos for menor que o número de vagas, conforme critérios do edital.

O concurso constará das seguintes etapas de prova: escrita ou escrita/prática, didática (aula pública), prova de títulos e defesa de memorial, etapas que serão iniciadas a partir de 29 de fevereiro de 2016.

As provas e as etapas do concurso público serão realizadas no Campus Universitário da UFRB de Santo Antonio de Jesus, em local e período a serem divulgados pela UFRB, no mesmo sítio de inscrição.

UFFS abre concurso público

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), com campus em Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, abriu o edital nº 983/UFFS/2015 que expõe as normas para a realização de novo concurso público. A meta é selecionar candidatos para provimento de cargos da Carreira do Magistério Superior, para o Quadro Permanente, com remuneração máxima que pode chegar a R$ 9.012,50, para alguns profissionais.

As vagas são para as áreas de Bioquímica (1), Ensino de Física e Estágio Curricular Supervisionado (1), Ensino de Química (2), Fisiopatologia (1), Medicina de Família e Comunidade (2) e Física/Ensino de Física (1), com lotação nos câmpus Cerro Largo – RS, Chapecó - SC, Erechim - RS e Realeza - PR.

As inscrições vão de 05 a 31 de janeiro de 2016, por meio do acesso ao sítio https://concursos.uffs.edu.br/, preenchendo-se o Requerimento de Inscrição. A taxa é de R$ 100,00 ou R$ 200,00.

O edital informa que o candidato terá até o dia 1º de fevereiro de 2016 para enviar para o e-mail: inscricao.concursos@uffs.edu.br o comprovante de inscrição acompanhado do comprovante de pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU), com o assunto - Inscrição Concurso.

O concurso público constará das seguintes etapas: prova de conhecimentos, prova didática e prova de títulos. Todas as etapas serão realizadas em Chapecó - SC, em locais, datas e horários a serem divulgados no sítio do UFFS, futuramente.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, prorrogáveis, a critério da Administração, por igual período.

O edital e demais atualizações devem ser acessados no site https://concursos.uffs.edu.br/

Prefeitura de Betim - MG libera edital de concurso público

Em Betim, município de Minas Gerais, que faz parte da Região Metropolitana de Belo Horizonte, foi liberado o edital n° 001/2015 de concurso público que servirá para preencher 780 vagas em vários cargos que exigem ensino fundamental completo, médio e superior no quadro geral de pessoal efetivo da Prefeitura Municipal. A jornada de trabalho pode ser de 20, 30 ou 40 horas por semana.

De acordo com o edital aberto por meio do Instituto Pró-Município, do total de vagas abertas, 67 serão destinadas aos candidatos portadores de deficiência. Os salários variam entre R$ 771,21 e R$ 3.236,60.

Cargos *Para nível fundamental completo há vagas para Recepcionista; *Os interessados de nível médio e técnico podem tentar cargos de Educador Social, Oficial de Administração, Técnico de Informática, Atendente Pedagógico, Tradutor e Intérprete de Sinais, Atendente de Apoio Pedagógico, Auxiliar Administrativo de Centro Infantil Municipal, Técnico de Biblioteca, Técnico de Secretaria e Professor da Educação Infantil; *Já para nível superior as ofertas são para os cargos de Analista de Recursos Financeiros, Orçamentários, Contratos e Convênios, Analista de Sistemas, Analista Jurídico, Assistente Social, Geógrafo, Psicólogo, Sociólogo, Bibliotecônomo, Pedagogo, Professor Pedagogia, Professor de Arte, Professor de Ciências, Professor de Educação Física, Professor de Ensino Religioso, Professor de Geografia, Professor de História, Professor de Inglês, Professor de Matemática, Professor de Língua Portuguesa, Auditor Fiscal de Tributos Municipais e Procurador Municipal.

Inscrições e Taxas
As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, por meio do endereço eletrônico www.promunicipio.com, no período compreendido entre às 10h de 22 de fevereiro e às 23h59 de 21 de março de 2016. A taxa de inscrição será de R$ 50,00 para nível fundamental, R$ 66,00 para nível médio e R$ 90,00 para os empregos que exigem nível superior.

Provas
O concurso constará de provas objetivas, aplicadas a todos os candidatos, além de avaliação de títulos para os cargos de nível superior. As provas escritas serão aplicadas na data prevista de 24 de abril de 2016, em horário e locais a serem divulgados oportunamente.

Gabaritos
O gabarito preliminar será informado a partir das 16h de 24 de abril de 2016 e o gabarito definitivo sairá em 10 de maio de 2016.

Validade
O prazo de validade do concurso é de dois anos, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a contar da data de homologação do certame, de acordo com a conveniência e oportunidade da Administração Municipal de Betim-MG.

Processo seletivo da Prefeitura de São Sebastião do Passé - BA

Foi divulgado edital n° 006/25015 de processo seletivo da Prefeitura de São Sebastião do Passé, na Bahia, que pretende preencher, por tempo determinado, 109 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior, por rendimentos de até R$ 2.591,36, em carga horária de 24 ou 40 horas por semana.

O certame será executado por meio da empresa Solução.Gov - Consultoria em Gestão Pública e as chances são para os cargos de Auxiliar de Cozinha, Auxiliar de Higienização, Auxiliar de Lavanderia, Atendente de Farmácia, Maqueiro, Técnico em Enfermagem, Técnico em Radiologia, Enfermeiro, Farmacêutico Bioquímico, Fisioterapeuta e Fonoaudiólogo.

Os interessados poderão efetuar sua inscrição até 14 de janeiro de 2016, no endereço eletrônico Solução Gov - solucaogov.com.br. As taxas variam de R$ 25,00, R$ 35,00 e R$ 50,00.

Serão realizadas provas objetivas, para todos os inscritos, além de prova de títulos pelos candidatos aos cargos que exigem ensino médio e superior.

As provas objetivas serão aplicadas provavelmente no dia 14 de fevereiro de 2016, em locais que serão comunicados no dia 25 de janeiro de 2016.

Os gabaritos serão informados no dia 15 de fevereiro de 2016.

O prazo de validade do processo seletivo público será de um ano podendo ser prorrogado por igual período uma única vez a critério da autoridade competente.

Prefeitura de Santa Helena - SC abre processo seletivo

A Prefeitura de Santa Helena, Estado de Santa Catarina, publicou extrato do edital n° 001/2015 de processo seletivo com a finalidade de preencher vagas para formação de cadastro de reserva, nos cargos de Psicólogo, Auxiliar Administrativo e Técnico de Enfermagem (níveis médio e superior) por salários de até R$ 3.228,96 em carga horária de 20 e 40 horas semanais.

As inscrições poderão ser efetuadas pela internet ou via postal, no período das 08horas do dia 06 de janeiro às 23h59min do dia 04 de fevereiro de 2016, no site www.ameosc.org.br.

A prova objetiva será aplicada provavelmente no dia 05 de março de 2016, com início às 14h30min horas nas dependências da Escola Estadual Santa Helena, Sito a Rua Pedro Ivo Hickmann, 215, Centro, Santa Helena /SC), podendo ser transferido em parte e/ou total para outro local, dependendo do número de candidatos inscritos. Em caso de alteração de local da prova este será publicado e divulgado no Mural Público Prefeitura Municipal de Santa Helena – SC, e nos endereços eletrônicos www.ameosc.org.br e www.santahelena.sc.gov.br devendo o candidato ficar atendo as publicações e avisos nos endereços acima mencionados.

O processo seletivo é válido pelo prazo de um ano contado da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez por até igual período. A integra do edital estará disponível no mural público da Prefeitura Municipal de Santa Helena - SC e nos sites: www.ameosc.org.br e www.santahelena.sc.gov.br

"Única certeza: temos de eliminar o ‘Aedes aegypti’ em todo o País”, diz vice-presidente da Fiocruz

Microcefalia é das mais graves situações que temos na história da saúde, diz Valcler Rangel

A Fundação Oswaldo Cruz criou um gabinete de crise para coordenar os estudos sobre a epidemia de microcefalia e traçar estratégias para o enfrentamento do vírus zika. O grupo, que reúne pesquisadores de diferentes institutos ligados à Fiocruz, definiu como prioridades desenvolver um kit diagnóstico que permita identificar com um só exame se a pessoa foi contaminada pelos vírus da dengue, zika ou chikungunya e desenhar estudo de longo prazo para avaliar os efeitos da microcefalia. A ideia é acompanhar desde o diagnóstico de zika na grávida aos primeiros anos da criança.

“(No Brasil) temos uma posição de protagonismo (nas pesquisas) que não desejaríamos ter. Muitos países estão observando nosso modo de trabalhar para saber o que fazer. A epidemia de microcefalia, além de singular, é das mais graves situações que a gente tem na história da saúde pública”, afirmou Valcler Rangel, vice-presidente da Fiocruz e coordenador adjunto do Gabinete para Enfrentamento da Emergência em Saúde Pública.

O que já foi definido pelo gabinete de crise?
A grande prioridade é o desenvolvimento de tecnologia diagnóstica para ficar disponível nos laboratórios centrais brasileiros. Precisamos desenvolver kit diagnóstico que atenda dengue, chikungunya e zika ao mesmo tempo para facilitar o processo diagnóstico. Essa é uma carência que a gente tem hoje. Pesquisadores do Instituto Carlos Chagas, no Paraná, estão à frente desse estudo, que vem sendo feito em articulação com o Ministério da Saúde, com o Comitê da Operação de Emergência em Saúde. É preciso saber o nível de certeza que esse exame dá, se não há cruzamentos de reação, que possam confundir as doenças e dar falso negativo e falso positivo. Precisamos fazer isso porque será usado em larga escala. Também é fundamental que se iniciem estudos que documentem os casos que estão ocorrendo para fazer seu acompanhamento prospectivo.

Como será esse estudo?
Vamos acompanhar desde o momento de diagnóstico para avaliar as características que a microcefalia está apresentando. A ideia é acompanhar as gestantes desde o diagnóstico de zika, porque existem gestantes que os bebês não têm microcefalia. As mães passarão por investigação, responderão a perguntas, será feita coleta de exames. Não posso te afirmar o prazo de acompanhamento geral. A gente não sabe outras consequências que podem aparecer. A microcefalia certamente é das mais graves que poderiam ocorrer exceto o próprio óbito. Que outras má-formações ou que outras consequências podem estar ocorrendo? Esses estudos serão fundamentais para revelar isso também. É possível que elas tenham de ser acompanhadas por alguns anos.

O Brasil está construindo a literatura médica sobre zika. O País já teve protagonismo no estudo de uma doença como agora? É possível fazer um paralelo com a Doença de Chagas?
Eu diria que é mais ou menos parecido com Chagas. É claro que são épocas muito diferentes e a comparação é complexa. Carlos Chagas descreve todo o ciclo do Tripanossoma cruzi, o adoecimento, a sintomatologia, o ciclo do vetor. Não é à toa que Carlos Chagas foi cogitado para o Prêmio Nobel, em função de uma caracterização inédita para a ciência, de um país ter feito isso com um grupo de pesquisa. Certamente se assemelha à doença de Chagas nessa questão do protagonismo. Em outros aspectos, não: é uma doença aguda; é um vírus; tem capacidade de transmissão muito alta; casos que acontecem de uma hora para outra no território nacional, com condições de espraiamento regional e até para outros continentes. Certamente temos uma situação de protagonismo que não desejaríamos ter. As medidas de proteção são conhecidas, mas até o momento não são eficazes, que é o controle do vetor. O vetor está presente em mais de 100 países e portanto, não é característica brasileira. Tem muitos elementos de dificuldade. Mas eu acho que, com muita mobilização social, a gente tem condição de vencer esse desafio.

Esse ponto foi discutido pelo gabinete de crise?
É a única certeza hoje: temos de eliminar o Aedes. Seja no desenvolvimento de larvicidas ou na possibilidade de usar técnicas novas e mobilizar a população. Defendemos que sejam criados comitês populares para o controle do mosquito, que mobilizem o setor público a fazer ações de combate que tenham permanência. Não teremos resultado nessa situação se não houver maneiras de a sociedade se organizar em torno do controle do vetor.

R7

Profissionais de saúde devem ter cuidado com acidentes envolvendo agulhas

Dentre as doenças transmitidas pelo sangue o HIV é o que mais assusta, mas o risco de hepatite é muito maior

Qual a melhor maneira de evitar acidentes envolvendo agulhas? O que os acidentes podem causar aos profissionais de saúde? Para falar sobre o assunto, o Revista Brasil entrevistou a enfermeira, especialista em controle de Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde, Karina de Araújo. Ela explica que tem mais de 20 patógenos que podem ser transmitida pelo sangue.

“Fala-se muito no HIV, que é uma doença que assusta, mas o risco da hepatite é muito maior. A gente tem muitas pessoas contaminadas com hepatite dentro do ambiente hospitalar. A doença sífilis, toxoplasmose, gonorreia e herpes é tão perigoso quanto o HIV e muitas vezes o profissional vai descobrir que está contaminado depois de anos”, esclarece. Ela comenta que é preciso ter dispositivo de segurança dentro do hospital: ” a gente atende várias pessoas e dentre essas pessoas a gente não sabe quem pode está contaminada ou não”, diz.

A enfermeira conta que muitos acidentes ocorrem com as agulhas que são descartadas de maneira inadequada, e que é preciso usar dispositivo que previnam e protejam a ponta da agulha.


Agência Brasil

Exame fácil para zika com diagnóstico em apenas 20 minutos

Laboratório carioca desenvolveu técnica. Teste poderá ser feito a partir de janeiro


Daqui a um mês, os diagnósticos do zika vírus poderão ser feito em minutos, apenas com o espetar de um dedo. A técnica rápida e barata já diagnostica doenças como dengue, chikungunya, HIV, sífilis, hepatites B e C, toxoplasmose, hanseníase, malária, mioglobina, e creatinina. Ela está sendo desenvolvida pelo laboratório carioca Orange Life, que já exporta para vários países.

Os resultados saem em menos de 20 minutos e são feitos com o auxílio de um aparelho, o Smart Reader. Cada doença tem um teste específico com partes isoladas do vírus. O paciente fura o dedo, assim como um aparelho de teste de glicose, coloca uma gota de sangue em uma paleta e a insere no aparelho. É possível, ainda, inserir os sintomas apresentados pelo paciente para se obter o diagnóstico. O aparelho é aprovado pela Anvisa. A alternativa foi desenvolvida pelo médico italiano Marco Collovati. É considerada na área de saúde como uma opção mais barata e rápida em comparação a outros testes: o molecular e o sorológico, que não saem por menos de R$ 1 mil e o resultado pode demorar até dez dias.

“Temos várias comunidades ao redor do mundo sem acesso a diagnósticos”, aponta Marco ao justificar a criação da empresa. Segundo ele, não é possível afirmar, agora, o valor que os testes de zika terão. A Orange Life cobra hoje em média R$ 25, cada para o consumidor final. De acordo com Marco, a ideia de fazer diagnósticos populares surgiu quando ele, recém-chegado ao Brasil na década de 1990 foi morar no Pavão-Pavãozinho e sem condições de se alimentar, ficou doente e percebeu o quanto pessoas pobres morrem por doenças tratáveis.

“Comecei a elaborar métodos baratos para identificação dessas doenças”, lembra ele, que exporta anualmente mais de cinco milhões de testes para países como China, Peru, Angola, Irã, Tailândia, Camboja, Estados Unidos, Equador e Republica Dominicana.

“Com o método que já temos é possível chegar ao diagnóstico de zika por exclusão”, aponta Marco, que afirma que o diagnóstico pode ser feito por uma junção de exclusão e sintomatologia. Em nota, a Anvisa informou que a obtenção de resultados negativos para dengue e chikungunya não permite concluir que o indivíduo está infectado por zika com base simplesmente na sintomatologia. Uma amostra biológica deve ser testada por metodologia molecular (RNA-PCR) disponível, que ainda não é possível este tipo de diagnóstico.

Objetivo: Farmácias e campanhas
Quinta-feira, um grupo de estudantes de Social Business (Negócios Sociais) da National University of Singapore veio ao Brasil para conhecer a metodologia desenvolvida pela Orange Life. “O Brasil é um grande foco de economia social e solidária, é uma referência na área”, afirmou o professor Albert Teo.

O grupo de estudantes passou duas semanas no Brasil em busca de referenciais na área, além do Rio, visitaram São Paulo. “Fomos em várias empresas. É importante avaliar o que está sendo feito em várias áreas”, completa o professor que traz seus estudantes para o país há três anos e já planeja a volta para o Brasil em 2016. “A Orange Life é a única carioca que visitamos desta vez, precisamos de mais iniciativas assim”, aponta.

Atualmente os exames rápidos podem ser feitos nos laboratórios Sangue Bom, que a Orange Life possui no Rio. Um no Itanhangá e outro no Recreio, além de três outras unidades na Bahia, mas a empresa planeja distribuir para o país e que os exames possam ser feitos em farmácias. “Nossa ideia é que a técnica possa ser usada em campo, sejam em hospitais ou em campanhas”, aponta Marco. Ele planeja ainda a expansão de seus negócios em território nacional para o Rio de Janeiro e Minas Gerais.

“O estado da Bahia também importará a técnica para usar em hospitais”, diz Marco. Ele afirma que o governo estadual está apresentando a técnica para seus prefeitos.

O Dia

O câncer atinge de modo diferente em países pobres e ricos

Nos Estados Unidos, a idade média em que o câncer de colón surge é 69 anos para homens e 73 para mulheres. No Chade, a expectativa de vida média ao nascimento é cerca de 50 anos


As crianças que sobrevivem ao parto – e à má nutrição e à diarreia – têm grandes chances de morrer de pneumonia, tuberculose, influenza, malárias, Aids ou mesmos acidentes de trânsito antes que suas células acumulem as mutações que causam o câncer de colón.

Na verdade, nenhum tipo de câncer chegou às 15 maiores causas de morte no Chade – na Somália, na República Central Africana ou em outros lugares onde a expectativa média de vida está por volta dos 50 anos. Muitas pessoas morrem de câncer, e seus números estão se multiplicando porque as populações crescem rapidamente e por causa da falta de cuidados médicos. Mas primeiro vêm essas outras ameaças.

A situação é muito diferente da dos Estados Unidos, onde oncologistas estão trabalhando para livrar um ex-presidente de 91 anos de um melanoma metastático, um dos cânceres mais mortais. Um dos remédios que Jimmy Carter está tomando, um novo agente imunoterápico chamado Keytruda, custa US$ 12.500 por mês, além do custo da cirurgia e do tratamento com raios radioativos guiados por computador.

Carter, um homem religioso, diz que está preparado para conhecer o criador. Mas se encontra entre os afortunados que teve primeiro o luxo de experimentar os remédios mais caros que a medicina tem a oferecer. Até agora a abordagem parece estar funcionando, encolhendo seus tumores cerebrais até que ficassem invisíveis. Se houver uma reincidência, os médicos tem a opção de combinar o Keytruda com outra terapia do sistema imunológico recentemente aprovada, a próxima linha de defesa. Em meados deste ano, no encontro anual da Sociedade Americana de Oncologia Clínica, o doutor Leonard Saltz, chefe de oncologia gastrointestinal do Centro de Câncer do Memorial Sloan Kettering, estimou que as contas médicas para esses coquetéis podem chegar a US$ 300 mil por ano.

Isso apenas para uma pessoa. Para aqueles com a vontade e os recursos, a guerra contra o câncer passou a significar empurrar gradualmente, em direção a alguma imortalidade imaginada, o direito supremo à vida. Não parece haver nenhum limite ao que nós — a sociedade em abstrato — vamos concordar em pagar para estender vidas já longas e bem vividas.

O vice-presidente Joe Biden estava imaginando mais desses atos que desafiam a morte quando, tomando emprestada uma metáfora, pediu recentemente um “tiro na lua” para acabar com o câncer — infusões adicionais de dólares que, a julgar pelo passado, iriam em grande parte para a pesquisa que ajuda pessoas mais velhas a se tornarem ainda mais velhas.

Crianças com leucemia, linfomas ou osteosarcomas também podem se beneficiar, junto com alguns jovens e aqueles que estão chegando ao auge da vida, como o filho do vice-presidente, Beau Biden, que morreu este ano de um tumor no cérebro com 46 anos. Mas a média de idade de diagnósticos de câncer de todos os tipos no país é 66 anos. Setenta e oito por cento dos casos são diagnosticados em pessoas com 55 anos ou mais. Cânceres entre crianças, que estão entre os mais curáveis, continuam raros.

No mundo em desenvolvimento, o câncer é bem diferente, como ilustrado nos mapas feitos pela Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer da Organização Mundial de Saúde. Os países com maior incidência, como os Estados Unidos, o Canadá, a Austrália e os da Europa Ocidental, aparecem em azul escuro. Com exceção da África do Sul, quase todo o continente africano é azul claro ou branco. O mapa pode ter duas funções — mostrar os lugares com padrões de vida mais altos e, consequentemente, os com maiores expectativas de vida. Mas essa é apenas parte da história. Os cânceres que surgem em países pobres têm muito menos probabilidade de ser superados.

Um número desproporcionalmente grande desses casos é resultado da ação de agentes infecciosos. Veja os mapas internacionais de novo e pegue aqueles que mostram a incidência mundial de câncer cervical, que é causado pela infecção do papiloma vírus humano. Esse mapa é quase uma imagem reversa dos de câncer colorretal ou de mama – principais formas em lugares mais ricos. Para o câncer cervical, os azuis escuros que denotam problemas estão concentrados em lugares como o Mali, enquanto os países mais ricos, com taxas menores, ficam em branco.

Esse é um câncer que poderia praticamente ser extinto de todos os lugares com vacinação de HPV, e esses esforços estão acontecendo em regiões mais pobres. As infecções também são um fator importante para os cânceres de estômago e fígado. Um grande tiro na lua focado em todos esses problemas poderia salvar milhões de pessoas que ainda têm muito o que viver.

À medida que o desenvolvimento econômico e a saúde pública melhoram, as disparidades diminuem, como foi descrito em uma atualização na semana passada feita por epidemiologistas da Sociedade Americana de Câncer. A expectativa de vida vai aumentar devagar e, junto com ela, a taxa geral de casos de câncer. Os cânceres dos pobres gradualmente darão lugar aos dos mais afluentes. E vão crescer na lista dos mais mortais, substituindo as doenças antigas.

Isso já está acontecendo em países como a Índia, onde mais pessoas estão acima do peso e vivem vidas menos ativas – fatores de risco para casos malignos do cólon e seios. As mulheres que evitam ou renunciam a ter filhos também correm mais risco para câncer no seio e outros tipos ginecológicos.

Mais pessoas também conseguem pagar por um suprimento fixo de cigarros – e viver as décadas adicionais que multiplicam as mutações cancerosas. A China se uniu à América do Norte e à Europa nas taxas de câncer de pulmão, e outros países parecem determinados a fazer o mesmo.

O doutor Vincent T. DeVita Jr., famoso oncologista americano, nomeou seu novo livro “The Death of Cancer” (“A Morte do Câncer”, em tradução livre) prevendo uma época “em que todos seremos capazes de curar quase todos os cânceres” com um fluxo em constantemente aperfeiçoado de medicamentos e de outros tratamentos de ponta que ainda serão descobertos.

Talvez isso aconteça, se pudermos pagar. Mas há muitos tiros na lua menos tecnológicos, mais baratos e no final, mais heroicos contra o câncer ainda por fazer – aqueles que poderiam salvar as vidas de jovens na África e por todo o mundo. 

Uol/The New York Times

Não erre na hora de escolher nem de aplicar o protetor solar

O uso incorreto de protetor solar pode causar vários transtornos


Há quem esqueça de passar o filtro nos pés e depois não consiga calçar os sapatos, outros queimam a ponta da orelha e são obrigados a dormir sem virar a cabeça, e sempre tem alguém que acaba vermelho por inteiro.

Existe uma maneira correta para passar protetor solar. E ela inclui diversos detalhes que podem até parecer pequenos, mas são a diferença entre uma temporada feliz ou não sob o sol do verão.

O primeiro passo é escolher o protetor mais adequado. Existem diversas opções, com diferentes fatores de proteção e veículos de aplicação (creme, gel e spray). “O creme é mais eficaz, porém um pouco mais oleoso”, afirma o dermatologista Sérgio Schalka, tesoureiro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Para evitar a oleosidade excessiva, especialmente no rosto, a melhor opção é usar filtro em gel. “Mas é preciso de mais cuidado ao aplicar”, diz. Diferente do creme, o gel deve ser aplicado de forma delicada, apenas em uma direção, para não perder efeito.

O spray traz a vantagem ser mais prático em regiões com pêlos, porém é mais difícil mensurar a quantidade correta a ser aplicada. A dica é usar o jato contínuo para cobrir o corpo todo, sem espalhar com as mãos.

Cremes e géis devem ser aplicados na mesma quantidade, cerca de seis colheres de chá para o corpo todo. “Uma para o tronco, uma para as costas, uma para cada perna, ½ colher para cada braço e ½ colher para o rosto”, detalha o médico.

Fator de proteção
Diferente do que algumas pessoas imaginam, há pouca diferença no potencial de proteção contra raios ultravioletas entre os diversos fatores de proteção solar (FPS) existentes.

Um filtro com FPS 15 barra 93,3% dos raios UV-B, enquanto um fator 30 protege contra 96,7%. A diferença está no tempo de proteção. Quanto mais alto o FPS, por mais tempo ele irá proteger a pele.

No entanto, essa variação não é fixa, ela muda de acordo com o tipo de pele da pessoa. Existem testes de laboratório capazes de identificar o tempo preciso para repassar cada protetor, mas os dermatologistas recomendam uma regra mais simples, que pode ser seguida por qualquer pessoa: reaplicar a cada duas horas.

A escolha do fator de proteção também é simples. Quanto mais clara a pele, mais alto deve ser o FPS. E as pessoas com pele escura não devem usar fator menor que 15 para evitar outros efeitos danosos, como o envelhecimento acelerado provocado pelos raios ultravioleta do sol.

“Os raios UV-B provocam vermelhidão, a queimadura de sol, mas existem também os raios UV-A. Eles não queimam, mas também fazem mal à pele”, aponta o cosmetologista Maurício Pupo, consultor em desenvolvimento cosmético e coordenador da pós-graduação em cosmetologia da Unicastelo.

A proteção contra raios UV-A é menor que a proteção contra UV-B nos filtros solares, algo próximo da metade. Mas alguns protetores têm ação reforçada contra UV-A. “Por isso vale ficar atento aos rótulos”, recomenda.

Cuidados especiais
Ao passar filtro solar em creme ou gel, os médicos recomendam usar a palma da mão para obter uma aplicação mais homogênea. Além de repassar a cada duas horas, é preciso ficar atento para suor em excesso. “Se a pessoa transpirar muito ou entrar na água, também é bom repassar”, recomenda Schalka.

Mesmo os filtros resistentes à água perdem efeito de proteção no mar ou na piscina, dependendo do tempo de exposição. “Após 40 minutos, os filtros resistentes perdem 50% da proteção. O mesmo acontece após 80 minutos com os protetores muito resistentes”, afirma o dermatologista, lembrando que se secar com a toalha, deitar na canga ou até vestir e tirar uma camiseta pode contribuir para que um pouco de filtro seja removido da pele, o que diminui a proteção.

iG

Vai praticar esporte no verão? Aposte em um isotônico natural

Bebida é a base de laranja e ajuda a repor os sais minerais perdidos durante as atividades físicas

Uma grande preocupação de quem faz esporte ou atividades físicas nos dias mais quentes é a boa hidratação. Um atleta mal hidratado, segundo a nutricionista Liane Buchman, da Body Health, pode ter problemas como fadiga, tontura, enjoo, cãibra e desmaio.

Além de beber água antes e durante os exercícios, é possível também ingerir bebidas isotônicas, que ajudam na reposição de sais minerais. E você pode fazer o seu próprio isotônico. Essa é a ideia do chef Rogério Paes, que comanda o food truck "Veggies na Praça". Ele é adepto da bicicleta e serve a bebida a ciclistas.

"Nos inspiramos nos isotônicos que são consumidos pelos atletas após uma sessão de treino intenso para repor os sais minerais e vitaminas perdidos ao suar", explica o chef.

O isotônico criado por Rogério é no sabor laranja. "Porque a laranja é rica em açúcar e carboidratos. Ela fornece muita energia. Também é rica em fibras, vitamina C, vitamina A, vitamina B e vitamina E e minerais como ferro, zinco, potássio, cálcio, magnésio e manganês.

Com tudo isso, é uma fruta antioxidante, que combate os radicais livres e aumenta a imunidade. Uma fruta completa, com benefícios maravilhosos", afirma Rogério

Receita de Isotônico Natural
INGREDIENTES 
500 ml de suco de fruta natural (espremida na hora)
500 ml de água mineral 3g sal 5g açúcar

MODO DE PREPARO
Misture todos os ingredientes e sirva gelado. O ideal é tomar doses de 300ml a 500ml após atividade física

Mas vale um alerta para o consumo de isotônicos, naturais ou industrializados, como lembra a nutricionista Liane Buchman: "isotônicos têm calorias e são indicados para quem faz atividades mais longas, com maior gasto calórico".

iG