Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Utilização de cães, gatos e cavalos para promoção do bem-estar do paciente é cada dia mais comum e eficaz

Pesquisa divulgada na revista científica 'Journal of Urology' afirma que o olfato dos cães é capaz de detectar, com 98% de acerto, a presença do câncer de próstata em homens

São muitas as funções que os animais têm no mundo dos homens, em uma relação que segue em contínua evolução e tem milhares de anos de convivência. Alimento, guarda, ferramenta, meio de transporte, companheiro e até membro da família. Não é difícil imaginar que os bichos ganhem papéis cada vez mais elaborados na nossa sociedade. Na área da saúde não é diferente e, mesmo enfrentando certa resistência na comunidade médica, a utilização de cães, gatos e cavalos em terapias é cada dia mais comum.

Um dos métodos mais conhecidos e utilizados mundo afora é a equoterapia ou hipoterapia, que emprega o uso de cavalos como agentes promotores de saúde física e psíquica para pessoas com deficiências físicas ou doenças mentais. E ele não é nada recente. Hipócrates, médico e filósofo grego, considerado o Pai da Medicina, em 400 a.C. já utilizava equinos para recuperar a saúde de pacientes que sofriam de insônia. Ele também afirmava, há mais de 2 mil anos, que a equitação melhorava o tônus muscular. Mesmo assim, levou algum tempo para o método ser reconhecido como realmente eficaz.

O impulso que essa alternativa terapêutica precisava para ser levada a sério veio no século passado. E pelas mãos de uma mulher muito obstinada. Lis Hartel, amazona norueguesa, contraiu o vírus da poliomelite aos 23 anos, que a deixou paralisada permanentemente dos joelhos para baixo e com graves sequelas de movimentos nos braços e mãos. Contrariando a orientação médica, ela continuou a montar e, em Helsinque, na Finlândia, em 1952, foi uma das primeiras mulheres a disputar as competições equestres contra homens em Olimpíadas. Na mesma competição, conquistou uma medalha de prata – primeira de uma mulher em disputa direta contra homens na história dos Jogos. O público só notou a dificuldade de movimento de Lis Hartel quando ela foi carregada ao pódio pelo cavaleiro sueco e medalhista de ouro na prova, Henri Saint Cyr. Depois de se aposentar, ela fundou o primeiro centro de equoterapia da Europa.

Brincadeira séria
Geralmente, a utilização de cães em terapia é vista como um momento lúdico, de brincadeira. Mas com profissionais especializados e bem conduzido, o papel do melhor amigo do homem e de outros animais em processos terapêuticos pode ser bem mais profundo.

“A mídia tem divulgado muito esse trabalho, mas como um processo lúdico. Assim, o senso comum enxerga essa alternativa terapêutica apenas como uma brincadeirinha com um cachorrinho. O trabalho é muito mais do que isso. É científico. Um cachorro dentro da casa faz bem, mas um que é selecionado, manejado, trabalhado e bem conduzido por um profissional pode trazer impacto direto na saúde, no bem-estar e até na inclusão social do paciente”, esclarece Leonardo Curi, psicólogo, que, desde 2003 utiliza animais em terapia.

Curi explica que existem diferenças entre as formas de inserir os bichos nos tratamentos. Um modelo é a atividade assistida por animais (AAA), que segue a linha lúdica da interação. Já a terapia assistida por animais (TAA) é diferente. Nela, o animal tem papel direto no tratamento da doença, fazendo parte do processo de cura. Sempre conduzido por um profissional de saúde especializado, é indicado para problemas físicos, psicológicos e cognitivos. Existe também a educação assistida por animais (EAA), que inclui os bichos em processos pedagógicos. “Normalmente, começamos com atividades assistidas e o próprio grupo vai desenvolvendo e demandando o processo terapêutico”, aponta Curi, que trabalha com grupos de idosos e pessoas com deficiência.

Ele alerta que não é somente pegar um cachorro qualquer e começar a levá-lo a hospitais. Aspectos, como raça e índole devem ser levados em conta antes do início do treinamento para a atividade.

“Trabalho com diferentes animais e vivo com eles. Minha casa é como se fosse um laboratório de TAA. Vejo nitidamente que os laços afetivos que estabeleço com cães e gatos são completamente diferentes. O cão 'atropela' um autista, que não dá conta de estabelecer a relação afetiva na velocidade que o cão exige. O gato não. Chega sutilmente, devagar e afeta o íntimo da pessoa delicadamente. Ele estabelece um laço afetivo muito mais profundo, porém, de forma mais delicada, sutil”, exemplifica.

O psicólogo lembra que o treinamento do animal é fundamental para o bom andamento da terapia. Ele não pode reagir agressivamente em hipótese alguma, deve gostar do contato humano e não pode se estressar ao sair de seu ambiente habitual. Cuidados com lambidas e higiene também são essenciais.

Bons de faro
Pesquisa divulgada na revista científica Journal of Urology este ano afirma que o olfato dos cães é capaz de detectar, com 98% de acerto, a presença do câncer de próstata em homens. O estudo, realizado por cientistas italianos, em Milão, que utilizou pastores-alemães, constatou que os cachorros conseguem diagnosticar o câncer a partir de compostos presentes na urina dos pacientes. Mais de 900 homens participaram da pesquisa, 360 com a doença e 540 saudáveis. Ainda não existe um teste único e definitivo para o câncer de próstata, mas o mais confiável segue sendo o exame de toque.

Estado de Minas

Grupos de homens criam táticas para transmitir HIV de propósito

Em 2015, um dos assuntos que criou polêmica foi o dos grupos de homens que davam dicas e ensinavam outros a transmitir o HIV para infectar seus parceiros de propósito, como furar a camisinha, por exemplo

Getty Images: Furar a camisinha e fazer sexo sem que o outro saiba da doença são técnicas que os
membros do grupo usam para transmitir a doença

Além disso, adeptos da modalidade bareback, na qual gays fazem sexo sem camisinha, eles compartilham dicas de como transmitir o HIV sem que o parceiro perceba. A prática é considerada crime e tem causado preocupação na área da saúde e também no meio LGBT.

Espalhados em sites e blogs pela internet, presentes em saunas, casas de sexo e nas baladas, os barebackers formam o "clube do carimbo", nos quais compartilham diferentes técnicas para fazer sexo sem proteção ou furar a camisinha. Fotos e vídeos ilustram o "passo a passo".

Uma dessas páginas chamou a atenção e foi compartilhada nas redes sociais. Nas postagens, um aviso de que as férias escolares e o carnaval são os melhores momentos para "carimbar" (ato de transmitir o vírus), principalmente os jovens. "Todo macho recém-convertido ao bare, lá no fundo, quer ser carimbado para ser convertido para o nosso lado, para o bare 'vitaminado'", escreveu o autor. O "vitaminado" é uma clara referência aos portadores do HIV.

Nos textos seguintes, os internautas encontravam dicas de como contaminar os parceiros soronegativos. Após inúmeras denúncias, o site foi retirado do ar.

Outro blog, que pertence a M.M.B., de 26 anos, além das dicas de transmissão proposital, adverte sobre a discrição na hora da transmissão e incentiva o ato.

"Não fez ainda? Faça! Pois é bem provável que já tenham feito com você", afirmou.

Em entrevista ao Estado, o jovem nega que já tenha transmitido DST (doença sexualmente transmissível) propositalmente e alega que publicou as dicas porque seus seguidores gostam do assunto.

— Não vou ser hipócrita e dizer que não curto (sexo sem camisinha). Curto, sim, assim como a maioria curte. Nunca faço sexo com camisinha e postei as dicas porque a galera gosta e sente fetiche.

Orgias
Da internet, onde os encontros são marcados, o clube do carimbo parte para a ação em festas sigilosas. Apartamentos em bairros de classe média alta, saunas e boates de sexo gay são usados para a disseminação do vírus. As orgias são chamadas de "conversion parties" ou "roleta-russa". No meio dos convidados, há os "bug chasers" (caçadores de vírus), o soronegativo que prefere sexo sem camisinha, e os "gift givers" (presenteadores do vírus), que são os soropositivos dispostos a contaminar propositalmente ou com consentimento.

R.H., de 36 anos, é empresário e soropositivo há cinco anos. Semanalmente, frequenta clubes de sexo e saunas.

— É um prazer incontrolável. Sem a camisinha o meu prazer triplica. Eu odeio camisinha. Ele afirma que não é adepto da transmissão proposital. Só faz sexo sem camisinha quando "é consensual", mas já viu colegas de bareback infectando sem consentimento. É só você ir a qualquer suruba que vê casos de camisinha furada, pessoas estourando sem o outro saber. Considero um esporte do sexo. Eu não pratico, mas sei de muita gente que gosta.

Marcello Sampaio, de 45 anos, é dono de uma casa de sexo há sete meses no Largo do Arouche, centro de São Paulo. Por dia, são mais de cem homens. Logo na entrada, camisinhas estão disponíveis. Apesar dos avisos sobre os riscos, as transgressões acontecem.

— Sempre alerto os meus clientes, mas eu não tenho controle e vejo muita gente transando sem camisinha. A minha parte eu faço. Seria muito duro colocar a cabeça no travesseiro sabendo que eu fui o responsável por infectar 20, 30 pessoas por noite.

A preocupação de Sampaio é comprovada pelo Ministério da Saúde. O aumento da infecção é maior entre gays. Para Áurea Abbade, advogada e presidente do Grupo de Apoio à Prevenção à Aids, a geração mais jovem desconhece o perigo da doença.

— A gente tenta conscientizar e como resposta recebe risadas. Sinto medo de uma nova epidemia.

R7

Anvisa determina interdição cautelar de lote de medicamento para hipertensão

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a interdição cautelar do lote nº L627883 (Val. 04/2016) do medicamento Captopril 25 mg comprimidos, fabricado pela empresa EMS S/A.

A Resolução está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 21, e a interdição do lote do medicamento, usado para controle da hipertensão, foi motivada pelo laudo de análise fiscal, emitido pela Fundação Ezequiel Dias de Minas Gerais, reportando resultado insatisfatório nos ensaios de teor e limite de dissulfeto de captopril do medicamento.

Estadão Conteúdo

Em tempos de zika vírus, saiba usar de forma correta os contraceptivos e afaste o risco de gravidez

Conheça todos os métodos disponíveis no Brasil e faça a escolha de acordo com seu perfil

Com a explosão de casos de microcefalia decorrentes do zika vírus no País, especialmente na região Nordeste, as entidades médicas sugerem que as mulheres adiem os planos de gravidez. O governo teme que com as festas de fim de ano a doença se espalhe e faça ainda mais vítimas. Até o momento, as notificações de casos suspeitos de microcefalia em bebês subiram de 1.761 para 2.401 em apenas uma semana — chegando a quase quatro registros por hora. Diante deste cenário, a melhor forma de afastar qualquer chance de um bebê “aparecer” repentinamente é eliminar todas as dúvidas sobre os métodos contraceptivos e apostar naquele que mais se adequa ao seu estilo de vida. Apesar de não existir nenhum anticoncepcional 100% eficaz, as opções disponíveis nas redes pública e privada do Brasil apresentam índices baixíssimos de falha e de efeitos colaterais, “desde que usados corretamente”, alertam os médicos ouvidos pelo R7.

Recentemente, o laboratório Bayer promoveu um encontro com 35 jornalistas de 15 países, incluindo o Brasil, em Turku, na Finlândia, para debater os avanços dos anticoncepcionais.

A triste notícia é que, mesmo com opções capazes de atender diferentes perfis, a incidência de gravidez não planejada ainda é alta nos países em desenvolvimento, lamenta Lieven Hentschel, executivo da área de Saúde Feminina da Bayer.

— Infelizmente, ainda há algumas barreiras que impedem o uso dos contraceptivos, como mitos, religião, cultura, acesso limitado, baixa educação e medo de efeitos colaterais.

Uma pesquisa realizada este ano pela Escola Paulista de Medicina da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) em parceria com a Bayer revelou que 81% das brasileiras conhecem alguém que engravidou antes dos 16 anos.

No entanto, de acordo com o Ministério da Saúde, a taxa de gravidez na adolescência (10 a 19 anos) caiu 26% no País nos últimos 13 anos. Mesmo assim, a pasta garante que “é preciso reduzir ainda mais”, por isso investe em políticas de educação em saúde e ações para o planejamento reprodutivo.

Desde a década de 60, com o surgimento da pílula, a mulher ganhou o poder de decidir quando quer ser mãe. Atualmente, ter a liberdade de planejar a gravidez é uma realidade para 660 milhões de mulheres adeptas dos contraceptivos no mundo. Se você não faz parte deste grupo, está na hora de eliminar todas as dúvidas e medos.

O segredo na hora de escolher qualquer método é sempre levar em consideração o histórico clínico e o estilo de vida da mulher, revela o ginecologista Sérgio dos Passos Ramos, membro da Sogesp (Associação Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo). Na opinião dele, a compra na farmácia deveria ser feita apenas com receita médica.

— Isso já acontece no SUS [Sistema Único de Saúde] e nos Estados Unidos, o que garante o uso muito mais seguro.

Enquanto isso não é uma realidade absoluta no Brasil, Ramos orienta que a escolha seja sempre feita em conjunto com o médico e que atendam as necessidades e preferências de cada mulher.

Pílula é a "queridinha" das mulheres
Se você acha que o pequeno comprimido é um tremendo vilão, engana-se. A pílula é o método mais procurado pelas brasileiras para prevenir gravidez, conforme dados do Ministério da Saúde. Entre 2011 e 2015, foram distribuídas 77,6 milhões de cartelas de pílula combinada e 12,1 milhões de minipílula.

Atualmente, as pílulas têm cerca de 20 vezes menos hormônios do que aquelas usadas antigamente, “que costumavam causar muitos efeitos colaterais e comumente eram deixadas de lado”, lembra Ramos. Para o especialista, a pílula traz mais benefícios do que riscos à saúde feminina, contrariando o grupo de ativistas que defende o uso de métodos não hormonais para evitar a chegada de um bebê indesejado.

— Engravidar após os 40 anos é muito mais arriscado do que tomar pílula.

Além de prevenir a gravidez, a pílula também “melhora a pele, a sexualidade, as cólicas, os sintomas da TPM [tensão pré-menstrual] e ainda causa menos inchaço”. O ginecologista e mastologista Afonso Nazário, presidente da Comissão Nacional de Mastologia da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obsterícia), concorda com o colega e acrescenta que o comprimido de baixa dosagem hormonal também reduz a incidência de alguns tipos de cânceres.

— Com o uso de um ano ou mais da pílula, o risco de a mulher desenvolver câncer de ovário cai pela metade assim como o câncer de endométrio. Vale ressaltar ainda que esses dois tipos de tumores não têm prevenção.

Em relação ao câncer de mama e de colo de útero, o médico alerta que “pode haver um aumento bem discreto na incidência da doença, mas só isso não é suficiente para qualquer contraindicação”.

Já sobre a trombose associada ao uso de pílula, os especialistas garantem que o problema é extremamente raro. Inclusive, Ramos ressalta que a incidência de trombose é cinco vezes maior com a gravidez.

— De 100 mil mulheres, quatro podem ter trombose por causa da pílula enquanto 20 vão apresentar o problema na gestação.

O médico da Febrasgo adverte que “o risco de a mulher morrer na gravidez, no parto ou no pós-parto por causa de trombose é muito maior do que o de tomar pílula diariamente”. —

Só contraindicamos o método para subgrupos específicos, como mulheres acima dos 40 anos e aquelas que fumam de um a dois maços de cigarro por dia.

Considerada um método eficiente na prevenção da gravidez, o índice de falha da pílula é de apenas 0,1%. Para driblar essa pequena porcentagem, o segredo é tomar o comprimido todos os dias, de preferência no mesmo horário, ensina Nazário.

— Em caso de esquecimento, não se deve deixar ultrapassar oito horas. Se isso acontecer, é válido manter a rotina do comprimido e incluir a camisinha na relação, que, aliás, nunca deveria ser deixada de lado.

Ramos acrescenta que misturar os métodos não traz mais proteção. Segundo ele, a pílula do dia seguinte pode inclusive interferir na ação do método usado diariamente.

— A pílula de emergência equivale a uma caixa de contraceptivo, então como o nome sugere deve ser usada com cautela. Lembrando que ela só vai funcionar para aquela relação sem proteção e não pelo mês inteiro.

DIU é o método mais eficaz
Depois da pílula, o método mais procurado pelas brasileiras é o DIU (Dispositivo Intrauterino), de acordo com o Ministério da Saúde. Atualmente, existem dois tipos de dispositivos: o hormonal, comercializado com o nome Mirena, e o não-hormonal, chamado DIU de cobre. A grande vantagem é que ambos não dependem da correta administração da mulher e garantem proteção no período de cinco a dez anos, dependendo do produto. DIU de cobre X DIU hormonal. Descubra a diferença entre os dois métodos contraceptivos

O DIU é inserido dentro do útero pelo médico e, como atrofia o endométrio, traz o benefício de reduzir ou eliminar totalmente o fluxo menstrual, explica Nazário.

— A chance de falha dos dois métodos é extremamente baixa, sendo parecida com a da laqueadura e vasectomia, técnicas cirúrgicas definitivas. Dessa forma, o DIU está entre os métodos mais eficazes que existem atualmente.

Apesar de não haver nenhuma restrição ao uso, os médicos costumam indicá-lo com mais frequência para mulheres que já tiveram filhos, explica Nazário.

— É raro, mas o DIU pode causar infecção genital, o que leva à infertilidade. Mas, se a escolha da mulher for por esse método, não há qualquer contraindicação.

Injeção e outros métodos anticoncepcionais
Além das pílulas e do DIU, o SUS também oferece à população feminina injeções mensal e trimestral. Embora tenham o mesmo mecanismo de ação da pílula, esse método possui maior quantidade de hormônio. Exatamente por isso, pode causar efeitos colaterais desagradáveis, como desregular o ciclo menstrual, aumentar o peso, causar dor de cabeça, náuseas e até depressão.

Na opinião de Ramos, a injeção trimestral é mais indicada para as mulheres que não podem usar estrogênio, pois sua base é somente de progestágeno, “e também para as adolescentes com muitos parceiros, por garantir uma proteção mais longa”.

— Como a injeção trimestral pode causar infertilidade prolongada, ela é contraindicada para as mulheres que querem ter filhos nos próximos anos. Já o anel vaginal, adesivo subcutâneo e o implante hormonal são opções disponíveis apenas na rede privada, não sendo tão utilizados no Brasil como os métodos citados anteriormente, alertam os especialistas.

Com baixa dosagem hormonal, o anel só precisa ser inserido uma vez ao mês e não interfere na relação sexual. A introdução e retirada são feitas pela própria mulher com o auxílio do dedo indicador, explica Ramos.

— O anel é discreto, mas é descartado para aquela paciente que não usa nem absorvente interno porque tem aflição de colocar o dedo a vagina.

Apesar de muito usado na Europa, o adesivo subcutâneo não é tão disseminado entre as brasileiras. Por viverem em um País tropical, as mulheres exibem mais o corpo e, como o adesivo é grande, elas optam por outras alternativas.

Enquanto o adesivo precisa ser trocado toda semana, o implante hormonal é inserido pelo médico no antebraço e dura três anos. Segundo os médicos, é uma boa opção, mas ainda com poucas adeptas.

Cuidado com o coito interrompido e o diafragma!
Levanta a mão quem nunca recorreu ao coito interrompido e a tabelinha? O ato de o homem pressentir a ejaculação e retirar o pênis da vagina para “gozar fora é um dos métodos mais antigos e também mais usados no Brasil para prevenir a gravidez”, lamenta Ramos. O grande problema é que são métodos considerados de baixíssima eficácia para prevenir gravidez.

O coito interrompido, além de nem sempre satisfazer a mulher, tem 20% de chance de falhar. Segundo Ramos, a principal causa do insucesso desse "método" é a falta de controle masculina.

Já o diafragma, que impede a entrada dos espermatozoides no útero, só é usado durante a relação sexual. Isso significa que a mulher deve colocá-lo dentro da vagina cerca de 30 minutos antes da relação e retirá-lo 12 horas após o ato sexual, explica Nazário.

— Entre optar pelo coito ou o diafragma é melhor usar camisinha, assim não é necessário programar a relação sexual e, de quebra, ainda evitamos as DST´s [Doenças Sexualmente Transmissíveis].

A grande vantagem do diafragma é que por se tratar de um procedimento de barreira e não hormonal, está livre de efeitos colaterais. Por outro lado, alerta o especialista da Febrasgo, tanto o diafragma como a camisinha apresentam uma chance de falha entre 8% a 20%. Dessa forma, em tempos de surto de zika vírus é melhor não arriscar, certo?

Foto: Reprodução

R7

Sistema automatizado reduz pela metade erros de medicação

Um sistema automatizado de hospital, que rastreava administração de medicação, reduziu para mais da metade os erros de medicação, de acordo com um estudo publicado no European Journal of Hospital Pharmacy

Os pesquisadores introduziram um sistema automatizado de medicação (AMS, na sigla em inglês) em um hospital dinamarquês, na ala de hematologia. A equipe de farmacologia checou o sistema que automaticamente dispensou medicação pré-embalada para cada paciente e ainda incorporou um código de barras para a verificação na cabeceira das camas nos leitos.

Usando o sistema automatizado de medicação por um período de mais de três semanas e rastreando 700 doses, a ala presenciou erros na administração de medicamentos caírem para 0,17 por dose, uma diminuição de 0,18. O risco de erro baixou 57% quando se comparou a ala onde o sistema era utilizado e uma ala onde nenhum sistema do tipo foi utilizado.

Segundo os pesquisadores, o sistema automatizado de medicação reduziu a taxa de erros no processo de administração de medicamentos e melhorou a segurança do paciente no processo de medicação.

Erros de medicação são uma enorme barreira para a segurança do paciente na indústria da Saúde, um estudo publicado em Outubro mostrou que eles ocorrem em metade dos procedimentos cirúrgicos e, além disso, um em cada três erros causam danos enquanto os outros podem potencialmente levar à efeitos adversos.

Como os resultados e a relação médico-paciente vêm se tornando cada vez mais importantes na área da saúde, farmacêuticos estão cada vez mais assumindo um papel maior na saúde na esperança de reduzir tais erros.

*Com informações de FierceHealthcare, em 17/12/2015.

Saúde Business

Prefeitura de Garopaba - SC lança edital de processo seletivo

Para atender as necessidades da administração da Prefeitura de Garopaba, no Estado de Santa Catarina, o governo municipal lançou por meio do Diário Oficial dos Municípios (17 de dezembro de 2015, a partir da pág. 359) o edital nº 017/2015 para teste seletivo.

O certame servirá para contratação temporária de 11 profissionais nas funções de Técnico em Raio X, Médico Emergencista, Técnico em Enfermagem, Vigilante, Enfermeiro, Assistente Social e Fonoaudiólogo. A remuneração é de até R$ 11.316,12, por jornada de 20 a 40 horas semanais. As inscrições devem ser realizadas via internet, pelo site www.garopaba.sc.gov.br até às 18h de 30 de dezembro de 2015.

Documentação necessária para inscrição:

  • Cópia autenticada da Carteira de Identidade (RG);
  • Cópia autenticada do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Cópia do comprovante de residência;
  • Curriculum vitae (com apresentação dos títulos originais);
  • Registro no órgão de classe de Santa Catarina;
  • Diploma conforme formação exigida para o cargo;
  • Tempo de serviço comprovado (caso possua);
  • Curso técnico em Radiologia e registro no órgão competente;
  • Comprovante de escolaridade – Ensino Fundamental (1º Grau);
  • Comprovante de Curso de formação de vigilantes com carga horária mínima de 110 horas/aula;
  • Comprovante de tempo mínimo de exercício profissional 2 (dois) anos;
  • Comprovante de serviço prestado, para fins de comprovação de experiência no exercício de atividades inerentes a função concorrida.

A seleção consistirá de entrevista e avaliação dos candidatos, prevista para 18 de janeiro de 2016 até às 13 horas.

O local da entrevista será divulgado a partir do dia 15 de janeiro de 2016.

Edital publicado no Diário Oficial dos Municípios, do dia 17 de dezembro de 2015, a partir da pág. 359.

Prefeitura de Itabirito - MG promove processo seletivo

A Prefeitura de Itabirito, no interior de Minas Gerais, torna público que fará realizar processo seletivo para a contratação temporária de Agentes de Combate às Endemias, sob a responsabilidade da Fundação de Apoio e Desenvolvimento da Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais - Fundação Renato Azeredo. Segundo o edital n° 06/2015, são distribuídas 15 vagas, sendo 13 para ampla concorrência e duas para pessoas com deficiência, no cargo de nível fundamental completo, por salário de R$ 1.014,00, mais vale alimentação de R$ 140,00 em carga horária de 40 horas por semana.

A inscrição será efetuada exclusivamente via internet, no endereço eletrônico www.gestaoconcurso.com.br, até às 22h de 29 de dezembro de 2015, considerando como horário oficial o de Brasília. Taxa de inscrição é de R$ 50,00 e deverá ser efetuado o pagamento da taxa de inscrição até o dia 30 de dezembro de 2015.

Para os candidatos que não dispuserem de acesso à internet, a Fundação Renato Azeredo, disponibilizará em sua sede, à Rua das Tangerinas, 933, Bairro Vila Clóris, Belo Horizonte/MG, CEP 31.744-108, nos dias úteis, das 09h00min às 11h00min ou das 13h30min às 17h00min ou no Guichê de Atendimento da Fundação Renato Azeredo/Gestão Concurso em Itabirito, na Casa de Cultura Maestro Dungas, localizada à Rua Carlos Michel, 1 - Centro, Itabirito - MG, 35450-000, nos dias úteis, das 09h00min às 12h00min ou das 13h30min às 17h00min, posto de inscrição presencial com computador e impressora.

A prova objetiva será realizada em Itabirito, prevista para o dia 10 de janeiro de 2016, sendo que o local e o horário de sua realização serão confirmados no Comprovante Definitivo de Inscrição.

Os gabaritos das provas objetivas serão disponibilizados no site da Fundação Renato Azeredo www.gestaoconcurso.com.br, a partir de 11 de janeiro de 2016.

O prazo de validade deste processo seletivo será de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério exclusivo do Poder Executivo do Município de Itabirito.

Concurso da Prefeitura de Sete Lagoas - MG

Localizado aproximadamente a 70 quilômetros de Belo Horizonte, o município de Sete Lagoas, em Minas Gerais, abrirá no dia 29 de fevereiro de 2016 as inscrições de um novo concurso público para preencher 128 vagas e formar cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade na Prefeitura Municipal. As remunerações ofertadas vão de R$ 788,00 a R$ 2.128,59. A jornada de trabalho é de 40 horas por semana.

O concurso público será executado pela empresa SEAP Consultoria e há reserva de 6 vagas aos portadores de deficiência.

O edital n° 001/2015, disponibiliza vagas para Administrador de Empresas, Agente Administrativo, Almoxarife, Assistente Social, Atendente de Portaria, Auxiliar de Serviços Gerais, Condutor de Veículos, Cirurgião Dentista, Educador Físico, Enfermeiro, Farmacêutico Bioquímico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Clínico, Médico do Trabalho, Médico Infectologista, Médico Pediatra, Médico Pneumologista, Médico Psiquiatra, Médico Veterinário, Monitor de Atividades Terapêuticas, Nutricionista, Psicólogo, Segurança, Técnico de Enfermagem, Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico em Laboratório, Técnico em Saúde Bucal e Terapeuta Ocupacional.

As inscrições poderão ser efetivadas no site da SEAP - www.seapconcursos.com.br entre os dias 29 de fevereiro de 2015, como já citado, seguindo o prazo até 30 de março de 2016, mediante taxas de R$ 30,00 e R$ 50,00.

Os candidatos interessados no certame, que não tiverem acesso à internet, poderão se inscrever na sede da Prefeitura Municipal de Sete Lagoas, situada à Praça Barão do Rio Branco – 16 - Centro - Sete Lagoas/MG - CEP: 35700-024 - no porão, entrada pela Rua Conego Raimundo de segunda a sexta, de 08:30 às 11:00 e 12:30 às 16:30, exceto sábado, domingo, feriado ou ponto facultativo.

As provas objetivas do concurso serão aplicadas nos dias 07 e 08 de maio de 2016, em locais e horários a serem informados em 18 de abril. Já os gabaritos preliminares serão publicados em 09 de maio de 2016.

O resultado final será informado provavelmente no dia 13 de junho de 2016, pelos endereços eletrônicos www.seapconcursos.com.br e www.setelagoas.mg.gov.br.

O prazo de validade do concurso público é de dois anos, contados da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Administração Pública.

Prefeitura de São Martinho - RS divulga edital de concurso público

A Prefeitura de São Martinho, no Rio Grande do Sul, abriu edital n° 01/2015 de concurso público, destinado ao preenchimento de 18 vagas para contratações imediatas, mais cadastro de reserva, em cargos de todos os níveis de escolaridade. A administração oferece salários iniciais entre R$ 950,17 e R$ 7.493,63, em carga horária de 20 a 44 horas por semana. O certame está sob a coordenação técnico-administrativa da empresa Legalle Concursos e Soluções Integradas Ltda.

Cargos
Nível fundamental: Eletricista, Operador de Máquinas e Telefonista/Recepcionista; Nível médio: Agente Comunitário de Saúde, Secretário de Escola e Tesoureiro;

Nível superior: Enfermeiro, Fiscal Tributário, Médico, Procurador Jurídico, Professor de Educação Artística, Professor de Educação Física, Professor de Espanhol/Inglês e Professor de Séries Iniciais.

Inscrições e Taxas
Os candidatos devem acessar o site da empresa que coordenará o certame - Legalle Concursos - www.legalleconcursos.com.br, até 19 de janeiro de 2016. A taxa de participação vai de R$ 43,45 a R$ 130,35 dependendo do cargo.

A seleção dos inscritos terá avaliações objetivas para todos, mais prova de títulos para professor, prova dissertativa para Procurador Jurídico e prova prática para Eletricista e Operador de Máquinas.

A data prevista para realização da prova objetiva e dissertativa é dia 13 de fevereiro de 2016, sendo que os locais e horários serão liberados no dia 03 de fevereiro de 2016

Gabaritos
Os gabaritos provisórios serão disponibilizados em 15 de fevereiro de 2015, pelo site da organizadora. 

Validade
O concurso público terá prazo de validade de dois anos, a contar da data de publicação da homologação do certame, prorrogável por até mais dois anos.

Concurso UNIFESP - vagas para Técnico-Administrativos

A Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, faz saber que, de 04 de janeiro até às 16h de 05 de fevereiro de 2016, se encontrarão abertas inscrições do concurso público para cargos da carreira de Técnico-Administrativos em Educação. As 214 oportunidades abertas são para a capital (179 vagas), Guarulhos (11), Diadema (9), Osasco (5), São José dos Campos (5) e a Baixada Santista (5). A organização e aplicação das provas ficarão por conta da Fundação VUNESP e a inscrição deverá ser efetuada exclusivamente pelo site: www.vunesp.com.br.

Os cargos disponíveis são os seguintes: Fundamental: Contra-mestre (Civil), Hialotécnico, Operador de Estação de Tratamento de Água e Esgoto e Auxiliar em Administração. Médio/Técnico: Assistente em Administração, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico de Laboratório – Área:Biologia, Técnico em Contabilidade, Técnico em Audiovisual, Técnico em Cinematografia, Técnico em Enfermagem, Técnico em Equipamento Médico-Odontológico, Técnico de Laboratório (áreas: Banco de Olhos e Biologia), Técnico de Tecnologia da Informação e Técnico em Radiologia. Apostilas para o concurso UNIFESP - cargos Técnico-Administrativos em breve. Aguarde! Superior: Engenheiro/Área Elétrica, Secretário Executivo, Técnico em Assuntos Educacionais, Contador, Biólogo, Biomédico (áreas: Bioquímica, Análises Clínicas, Genética Humana), Enfermeiro (áreas: Formação Geral, Cuidados Críticos e Terapia Intensiva, Transplante e Captação de Órgãos, Urgência e Emergência), Estatístico, Fonoaudiólogo, Médico (áreas: Cardiologia, Cirurgia Cardiovascular, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Gastroenterologia, Genética, Imunização, Medicina Intensiva, Medicina do Trabalho, Neurofisiologia, entre outras), Psicólogo, Sanitarista, Tecnólogo (áreas: Oftálmica, Analista de Ciência e Tecnologia).

A remuneração inicial dos contratados pode variar de R$ 1.739,04 a R$ 3.666,54 e as taxas de inscrição oscilam entre R$ 43,00 e R$ 92,00.

A jornada de trabalho varia entre 20 e 40 horas por semana.

O concurso é composto de prova escrita objetiva para todos os cargos, prevista para 03 de abril de 2016.

Também haverá prova de títulos para os cargos de Médico – todas as especialidades, a ser realizada na mesma data do exame escrito objetivo.

O prazo de validade da seletiva será de dois anos, podendo ser prorrogado.

Edital, inscrições e atualizações: http://www.vunesp.com.br/ufsp1503/ 

Edital / Publicações

Prefeitura de Pariquera-Açu (SP) abre concurso público

A Prefeitura de Pariquera-Açu, em São Paulo, publicou no site da organizadora Instituto Maytenus, o edital de concurso público 001/2015, visando realizar contratações para profissionais de nível médio e superior. Os salários dos efetivados podem chegar a R$ 10.976,00, em jornadas de trabalho de 20 a 40 horas semanais.

São 29 oportunidades para contratações imediatas, além da formação de cadastro de reserva, nos seguintes cargos: Auxiliar de Consultório Dentário, Cirurgião Dentista, Educador Esportivo, Encarregado de Junta Militar, Enfermeiro de Saúde da Família, Fiscal de Tributos, Fisioterapeuta, Médico em diversas especialidades e Professor para lecionar em várias disciplinas.

Interessados têm o prazo entre 22 de dezembro de 2015 e 07 de janeiro de 2016 para efetivarem a inscrição, pelo site www.maytenus.org.br, com pagamento da taxa que varia de R$ 35,00 a R$ 75,00, de acordo com a vaga pleiteada.

A Prova Escrita Objetiva para todos os cargos será realizada provavelmente em 24 de janeiro de 2016, na própria Pariquera-Açu, em local e horário a serem divulgados oportunamente. Haverá análise de títulos para os cargos de Professor.

O concurso será válido por dois anos, com chances de prorrogação por mais dois anos, desde que seja conforme os critérios da Administração Municipal.

Edital, anexos e demais atualizações: http://www.maytenus.org.br/concurso/21/prefeitura-municipal-de-pariquera-acusp-22-12-2015

Prefeitura de São Caetano do Sul - SP libera edital de concurso

A Prefeitura de São Caetano do Sul, no Estado de Sâo Paulo, divulgou edital de concurso público com a finalidade de preencher 881 para preenchimentos imediatos, mais as separadas para cadastro de reserva, em cargos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações vão até R$ 6.594,49, em jornada de trabalho que varia de 24 a 44 horas por semana.

O concurso será realizado, sob responsabilidade da Coordenadoria de Apoio a Instituições Públicas ‐ CAIPIMES e 5% do total de vagas serão reservadas aos candidatos portadores de deficiência.

Cargos
Nível fundamental: Agente administrativo, agente de apoio do canil, agente de defesa civil e monitor aquático;

Nível médio: Agente ambiental, agente cultural, agente de controle de zoonoses, agente de trânsito e transporte, agente sanitário, agente social, assistente administrativo, assistente de recursos humanos, assistente econômico financeiro, assistente técnico de cerimonial, assistente técnico de edificações, assistente técnico em fotografia, assistente técnico desenhista, assistente técnico em áudio e iluminação, auxiliar de enfermagem, auxiliar odontológico, fiscal, fiscal de obras, fiscal tributário, inspetor de alunos, mestre de cerimônia, técnico de enfermagem, técnico de imobilização ortopédica, técnico de laboratório, técnico em manutenção semafórica, técnico projetista, topógrafo e visitador sanitário;

Nível superior: Administrador de redes, administrador de banco de dados, Analista (contábil, avaliação de desempenho, cargos e salários, contratos, controle interno, empregos e carreiras, licenciamento ambiental, mídias digitais, processo de registro público, recursos humanos, sistemas, suporte técnico, econômico financeiro, projetos de inclusão, tecnologia assistiva, jurídico, programador, técnico em educação física adaptada, técnico em libras); arquiteto, assistente social, biólogo, biomédico, bombeiro civil, cinegrafista, contador, dentista, designer gráfico, educador sanitário, educador social, enfermeiro, engenheiro ambiental, engenheiro civil, engenheiro de tráfego, engenheiro eletricista, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, instrutor de libras, jornalista, médico (alergista, cardiologista, cirurgião vascular, clínico geral, dermatologista, do trabalho, endocrinologista, ginecologista/obstetra, hebiatra, hematologista, infectologista, nefrologista, neurologista, ortopedista, otorrinolaringologista, pediatra, psiquiatra, reumatologista e urologista); procurador judicial, professor de educação especial, ciências físicas e biológicas, educação infantil, ensino fundamental, artes, artes cênicas, biologia, contabilidade, dança, educação física, física, geografia, historia, inglês, matemática, musica, português, publicidade e química; psicólogo, publicitário, relações publicas, secretária especializada e terapeuta ocupacional para atuar em diversas especialidades

Inscrições e Taxas
As inscrições serão recebidas até 17 de janeiro de 2016, via internet, no site da CAIPIMES - www.caipimes.com.br. As taxas de inscrição variam entre R$ 30,00 e R$ 60,00, de acordo com a vaga pleiteada.

Provas
As provas objetivas poderão ser realizadas provavelmente nos dias 21 e 28 de fevereiro de 2016, em locais e horários a serem oportunamente divulgados no mesmo site acessado para inscrição.

Os gabaritos preliminares serão divulgados nas datas prováveis de 22 e 29 de fevereiro de 2016, enquanto a publicação das notas das provas poderá ocorrer em 02 e 09 de março de 2016.

Validade
O concurso será válido por dois anos, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período, a contar da data de homologação do certame, a critério do Município de São Caetano do Sul/SP.

Concurso da Prefeitura de Cachoeira do Piriá - PA

A Prefeitura de Cachoeira do Piriá, no Pará, lançou o edital n° 001/2015 para a realização de concurso público. São oferecido o total de 454 vagas para cargos de níveis superior, médio, fundamental completo e incompleto. Os salários variam de R$ 788,00 a R$ 5 mil.

O concurso público será executado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa - FADESP e das 469 vagas, uma é para o nível fundamental incompleto, 239 para o completo, 70 para o médio e 159 para o superior.

Pessoas com Deficiência podem concorrer à quota de 5%, conforme estabelece o edital. E também podem solicitar isenção da taxa de inscrição, no período de 23 de dezembro a 08 de janeiro, enviando a documentação que comprove a sua situação.

Cargos
Para candidatos de nível fundamental, as ofertas são para coveiro, auxiliar de serviços gerais, gari, vigia, motorista de veículos pesados, operador de equipamentos leves, operador de pá mecânica, mecânico de veículos e máquinas e agente de fiscalização; De nível médio e/ou técnico há oportunidades para agente de vigilância sanitária, agente de vigilância epidemiológica, agente de combate a endemias, agente administrativo, fiscal de tributos, técnico em enfermagem, técnico em informática, técnico em saúde bucal e agente comunitário de saúde; Com requisito de nível superior na área há vagas em cargos de assistente social, enfermeiro, médico clínico geral, médico veterinário, odontólogo, psicólogo, administrador de empresas, analista ambiental, professor de educação básica, artes, biologia, educação física, ensino religioso, geografia, história, inglês, português e matemática.

Inscrições e Taxas
As inscrições para o concurso começam no dia 23 de dezembro de 2015 e prosseguem até 11 de janeiro de 2016.

A taxa de inscrição custa R$ 45,00 para cargos de nível completo e incompleto, R$ 50 para médio e R$ 70 para superior, podendo ser paga em qualquer agência ou lotérica até o dia 12 de janeiro de 2016.

Provas
O concurso terá duas etapas. Uma será a prova objetiva, a ser aplicada dia 31 de janeiro de 2016, para todos os candidatos e outra, de títulos (em data a ser informada através de convocação), para os que concorrerão às vagas para professor.

A publicação do gabarito definitivo das provas objetivas, assim com a decisão sobre qualquer recurso impetrado por candidato, será dada a conhecer no prazo de até cinco dias úteis, a contar do último dia do prazo de recebimento dos recursos.

Validade
O prazo de validade do concurso público é de dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, a critério da Prefeitura.

Concurso e processo seletivo Prefeitura de São Joaquim - SC

A Prefeitura de São Joaquim, no Estado de Santa Catarina, divulgou editais n°s 02 e 03/2015 de concurso público e processo seletivo para preenchimento de 33 vagas em diversos cargos de níveis superior, médio e fundamental. Os salários variam entre R$ 589,13 e R$ 3.727,64.

O processo seletivo n° 03/2015 abre 20 vagas para cargos de Professor de Educação Infantil, Professor Pré-Escolar, Professor Anos Iniciais, Professor Anos Iniciais, Professor de Língua Portuguesa, Professor de Matemática, Professor de História, Professor de Geografia, Professor de Ciências, Professor de Educação Física, Professor de Artes, Professor de Língua Inglesa, Segundo Professor, Professor do AEE, Professor de Projetos Educacionais/Ginásio, Professor de Turismologia, Professor de Música, Orientador de Pintura, Orientador de Tecelagem, Professor de Dança, Merendeira, Faxineira, Motorista, Enfermeiro de SAMU e Agente Comunitário de Saúde. O concurso público n° 002/2015 tem 13 vagas para Professor de Matemática, Professor de História, Professor de Geografia, Professor de Ciências, Professor de Educação Física, Professor de Artes, Professor de Língua Inglesa, Professor de Anos Iniciais, Coordenador Jurídico, Contador, Farmacêutico, Técnico Administrativo, Técnico em Informática, Agente Administrativo, Motorista e Operador de Máquinas.

O certame será conduzido por meio da empresa Infinity Assessoria Pedagógica Ltda e as inscrições seguem abertas até o dia 03 de janeiro de 2016, pela internet, no site www.infinityprovas.com.br.

As taxas variam entre R$ 50,00 e R$ 90,00. Serão aplicadas provas objetivas para todos, mais prova prática para Motorista, Operador de Máquinas, Professor de Música, Merendeira e Faxineira e prova de títulos para todos os cargos de nível superior e Técnico em Informática.

As provas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 17 de janeiro de 2016, em locais e horários que serão divulgados no dia 06 de janeiro de 2016.

Após as 20 horas do dia 17 de janeiro de 2016, serão publicadas os gabaritos preliminares das provas objetivas pelo site www.infinityprovas.com.br.

Já os gabaritos definitivos sairão em 27 de janeiro de 2016.

O certame terá validade de dois anos, a contar de sua homologação final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

Já o processo seletivo terá validade até fim do ano letivo de 2016.

Concurso público da Prefeitura de União Paulista - SP

Com 30 vagas efetivas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, a Prefeitura de União Paulista, no interior de São Paulo, abriu concurso público. O comunicado foi feito através do edita nº 01/2015, organizado pela empresa Mil Consultoria em Concursos Públicos LTDA - ME.

Os cargos ofertados são de Tesoureiro, Analista de RH, Analista Administrativo, Analista de Comunicação, Engenheiro Civil, Analista de Licitação e Contratos, Dentista, Psicóloga, Motorista, Coveiro, Auxiliar de Serviços Gerais (feminino), Técnico em Enfermagem, Agente de Gestão de Patrimônio, Analista de Tecnologia da Informação, Analista de Gestão Social, Agente de Controle de Vetores, Agente Fiscal, Professor de Educação Infantil, Fisioterapeuta, Nutricionista e Técnico Desportivo.

A remuneração será de R$ 845,00 a R$ 2.680,00, por jornadas semanais de 20 a 40 trabalhistas. Interessados têm até às 17h do dia 30 de dezembro de 2015, para efetuarem inscrição via endereço eletrônico: www.milconsultoria.com.br.

É cobrada taxa no valor de R$ 30,00 para cargos de nível fundamental, de R$ 40,00 para cargos de nível médio e de R$ 60,00 para cargos de nível superior.

Será aplicada prova objetiva em data prevista para 14 de fevereiro de 2016, com início as 9h, em local a ser informado.

Provavelmente o gabarito será disponibilizado três dias após a prova, a partir das 18h.

A validade do concurso público será de dois anos, podendo ser prorrogável uma vez, por igual período, a critério da administração municipal.

Concurso Prefeitura de Mozarlândia - GO

Foi divulgado edital n° 001/2015 para realização de concurso público na Prefeitura de Mozarlândia, no Estado de Goiás. A empresa MS Concursos coordenará a seleção que tem 71 vagas mais cadastro de reserva de profissionais de ensino fundamental, médio e superior.

Os salários oferecidos aos candidatos empossados variam entre R$ 1.014,00 e R$ 13.321,90.

Serão destinadas 5% do total das vagas oferecidas para cada cargo às pessoas com deficiências, cujas atribuições, recomendações e aptidões específicas sejam compatíveis com a sua deficiência.

As oportunidades são para os empregos de Agente Arrecadador de Tributos Municipais, Agente de Combate Endemias, Agente de Fiscalização Ambiental Municipal, Agente de Fiscalização Municipal, Auditor de Controle Interno, Auxiliar de Controle Interno, Enfermeiro, Farmacêutico, Médico, Professor de Pedagogia, Professor Ciências, Professor Educação Física, Professor Geografia, Professor História, Professor Letra/Inglês e Professor Matemática.

As inscrições deverão ser realizadas entre os dias 14 de janeiro e 12 de fevereiro de 2016, exclusivamente por meio da internet, através do site MS Concursos - www.msconcursos.com.br.

O valor da inscrição será de R$ 60,00 para cargos de nível fundamental, R$ 80,00 para nível médio e R$ 100,00 para superior.

As provas objetivas do concurso estão marcadas para o dia 13 de março de 2016, nos locais e horários que serão divulgados até o dia 07 de março de 2016, pelo site da organizadora do concurso.

O gabarito preliminar sairá no dia 13 de março e o gabarito definitivo no dia 29 de março de 2015.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data da homologação do resultado final, podendo, a critério da Prefeitura Municipal de Mozarlândia, ser prorrogado uma vez por igual período.

Concurso na Prefeitura de Arroio do Tigre - RS

A Prefeitura de Arroio do Tigre, no Estado do Rio Grande do Sul, prorrogou as inscrições referentes ao concurso público de edital nº 001/2015. Com a iniciativa, o Município pretende selecionar profissionais de níveis fundamental, médio e superior, visando a contratação imediata de mais de 70 novos servidores, além de formar cadastro de reserva.

Serão contratados profissionais nos cargos de Agente Administrativo, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Controle Interno, Almoxarife, Arquiteto, Assistente Social, Auxiliar de Consultório Dentário, Biólogo, Cirurgião Dentista, Contador, Eletricista Instalador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fiscal, Fisioterapeuta, Gari, Inspetor Tributário, Mecânico, Médico, Médico-Veterinário, Merendeira, Monitor de Escola, Motorista, Nutricionista, Operador de Máquinas, Operário Especializado, Professor de varias disciplinas, Psicólogo, Secretário de Escola, Servente, Soldador, Técnico Agrícola, Técnico em Enfermagem, Telefonista, Vigilante e, conforme retificação, Técnico de Segurança do Trabalho.

Os vencimentos ofertados vão de R$ 574,78 a R$ 17.243,49, em carga horária semanal que vai de 20 até 44 horas por semana.

Para se candidatar ao certame que está sob a responsabilidade da empresa Objetiva Concurso, acesse o site www.objetivas.com.br, até o dia 13 de janeiro de 2016.

A taxa de inscrição para cargos de ensino superior é de R$ 140,00, ensino médio R$ 100,00 e ensino fundamental R$ 70,00.

Caso o candidato não possua acesso à internet, será disponibilizado computador para realização da inscrição na Prefeitura, localizada na Rua Dom Guilherme Muller, nº 753, Bairro Centro, Arroio do Tigre (SC), até o dia 22 de dezembro de 2015, de segunda a sexta-feira, em dias úteis, no horário das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17h.

Os inscritos serão selecionados através de provas escrita objetiva, prática e análise de títulos, de acordo com os métodos de avaliação do cargo pretendido.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 21 de fevereiro de 2016, em local e horário a serem previamente divulgados, no site acessado para efetuar as inscrições.

O concurso público será válido por dois anos, contados a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por igual período, a critério do Município.

Edital e retificações: http://www.objetivas.com.br/site/concurso/1496/arroio-do-tigre-rs-2015-municipio/

Comissão de HIV/Aids do Mercosul lança revista eletrônica


A Comissão Intergovernamental de HIV/Aids no Mercosul (CIHIV Mercosul) lança na web a revista Aids/HIV no Mercosul, uma iniciativa dos países membros do bloco para compartilhar informações sobre suas epidemias nacionais, divulgar avanços, aprendizados e desafios

Também é um novo espaço de diálogo para que cooperações técnicas sejam sugeridas e pactuadas. As fronteiras do bloco são áreas de livre circulação para os cidadãos, e, por isso, é preciso discutir iniciativas inovadoras de um lado que possam ser bem-vindas do outro. A proposta da revista surgiu a partir da experiência do Boletim Epidemiológico Mercosul. O Boletim se dispunha a apresentar vários dados no intuito de comparar as epidemias dos países - tarefa nem sempre fácil, pois vários conceitos que subsidiam os sistemas de informação não convergiam.

A revista tem uma abordagem mais aberta, permitindo uma apresentação dinâmica das respostas dos países ao HIV, com o uso de gráficos, tabelas e fotos, na versão PDF interativo, em português e espanhol. Para navegar, use as setas e demais controles no campo inferior de cada página da publicação.

Clique e conheça a revista: http://www.aids.gov.br/publicacao/2015/aidshiv-no-mercosul

A revista compartilha informações que geralmente ficam restritas a um pequeno grupo de técnicos. O Brasil se propôs a apoiar esta primeira edição com a elaboração do leiaute e a consolidação dos conteúdos remetidos pelos países. As próximas edições serão produzidas pelos países que estiverem à frente da Comissão Intergovernamental de HIV/Aids (CIHIV). Nas reuniões da Comissão, o grupo pode reavaliar o formato, o conteúdo e as expectativas em torno da iniciativa.

Na reunião do primeiro semestre de 2015, as delegações presentes definiram os tópicos que seriam contemplados, a depender da disponibilidade de cada país em enviar os conteúdos: retrato da epidemia, as metas 90/90/90 de cada país, suas experiências bem-sucedidas, entrevistas com lideranças da área e mais informações sobre a resposta de cada nação. O objetivo da publicação é se tornar um material útil e ilustrativo sobre o caminhar da epidemia na região.

Uma das conquistas recentes do trabalho conjunto foi o compromisso assumido pelos Ministros da Saúde do Mercosul em Buenos Aires, em novembro de 2014, para o alcance das metas 90-90-90 até 2020. A Revista Aids/HIV no Mercosul deseja envolver todos os atores para que trabalhem de forma cada vez mais articulada nessa direção.

Fonte: Assessoria de Comunicação/ Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais

Nota de repúdio ao boato que relaciona microcefalia com vacinas

A Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) manifesta seu veemente repúdio em relação às recentes informações, principalmente veiculadas em redes sociais, sobre a possível relação entre vacina de rubéola e microcefalia

A vacina de rubéola, por ser composta de vírus vivo, NÃO é administrada durante a gestação e antes de ser distribuída aos estados e municípios para ser utilizada, passa por rigoroso controle de qualidade. Portanto, o boato é completamente desprovido de qualquer confiabilidade.

Em momento tão importante para a Saúde Pública do nosso país, informações irresponsáveis só desviam a atenção da investigação e prevenção da microcefalia relacionada ao Zika vírus. Além disso, este tipo de desinformação pode potencialmente enfraquecer o consolidado Programa Nacional de Imunização (PNI), responsável por tantos êxitos, sendo o mais recente a eliminação do vírus da rubéola em nosso meio.

A SBI, sempre atenta aos acontecimentos relacionados à infectologia, divulga informações baseadas em evidência científica, apoia o PNI e está à disposição para esclarecer, de forma responsável, dúvidas da sociedade brasileira.

Rosana Richtmann – Coordenadora do Comitê de Infectologia Pediátrica da SBI.

Marta Heloisa Lopes – Coordenadora do Comitê de Imunizações da SBI.

Érico Arruda – Presidente da SBI.

Fonte: Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI)

Anvisa confirma prorrogação do prazo de implantação da rastreabilidade de medicamentos

Primeira fase consistia na entrega de três lotes rastreáveis para realização de testes

A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu suspender o prazo para a primeira etapa do Sistema Nacional de Controle de Medicamentos (SNCM), inicialmente previsto para o final deste ano. A chamada rastreabilidade dos medicamentos.

Essa primeira fase consistia na entrega, pelas indústrias farmacêuticas, de três lotes rastreáveis para realização de testes. A decisão da Anvisa levou em conta a necessidade de dar continuidade às discussões sobre os riscos inerentes ao compartilhamento de dados gerados pela rastreabilidade, bem como dos elevados custos envolvidos na implementação do sistema.

O objetivo do SNCM é controlar toda movimentação do medicamento, por unidade, através de um número único de identificação (IUM), desde o processo de fabricação até a venda, a fim de combater a falsificação de medicamentos, roubo de cargas e venda ilegal, a sonegação de impostos e o contrabando.


TI Inside / Guia da Farmacia

Repelente some das farmácias do País com procura recorde

Na maioria das drogarias, não há perspectiva de quando o item deverá ser reposto

A explosão de demanda por repelentes à base das substâncias DEET ou icaridina fez esgotar os estoques do produto nas drogarias de Minas Gerais. O uso do repelente é uma das principais recomendações do Ministério da Saúde para evitar infecções pelo zika vírus, principalmente em gestantes.

No Brasil inteiro a reação ao Aedes aegypti causou o mesmo efeito nas farmácias e drogarias. O produto está em falta em grandes redes, como nas drogarias Pacheco, São Paulo, Onofre, Drogasmil, Drogaria Venâncio e Farmalife.

Após o Ministério da Saúde anunciar que faria uma parceria com o laboratório do Exército para a produção de repelentes que seriam distribuídos para as gestantes do País, o Comando Militar do Leste, ao qual o laboratório é subordinado, divulgou uma nota na última quinta-feira (17/12) informando que não tem condições de produzir o item em larga escala. Com o revés, o ministério decidiu convocar os fabricantes nacionais de repelente para negociação.

A oferta do produto para grávidas seria uma das estratégias do ministério para tentar frear a alta no número de casos de microcefalia associados ao zika. Boletim divulgado na terça-feira (15/12) aponta 1.761 casos da má formação em 14 unidades da federação.

O Tempo

Relação com o chefe influencia pressão arterial

Um novo estudo mostrou que manter uma relação negativa com o chefe pode aumentar as taxas da pressão sanguínea. O efeito dura até depois do expediente


Ter uma relação estressante com o chefe traz malefícios duradouros para a saúde. É o que diz uma pesquisa publicada recentemente no periódico científico Journal of Occupational Health Psychology.

Para o estudo, os pesquisadores da Universidade Santa Maria, em Halifax, no Canadá, recrutaram 55 trabalhadores com, em média, 43 anos de idade e 11 anos de profissão no mesmo local. Durante um dia inteiro os participantes usaram um monitor de pressão arterial que media as taxas sanguíneas automaticamente de hora em hora. Em cada medição os voluntários precisavam responder perguntas sobre o que estavam fazendo no momento, como estavam se sentindo, quando haviam conversado com o chefe pela última vez e se a interação havia sido positiva ou negativa, em uma escala de 0 a 10.

Os resultados mostraram que quando a interação era negativa, a pressão arterial subia. Para surpresa dos pesquisadores, as taxas mantinham-se elevadas até mesmo depois que o funcionário ia para casa.

“Essa descoberta é importante porque mostra que quando passamos por uma situação estressante no trabalho, nosso corpo não responde apenas instantaneamente. Os efeitos permanecem mesmo quando vamos para casa”, disse Kevin Kelloway, coautor do estudo.

Os pesquisadores acreditam que a tendência de reproduzir mentalmente e continuamente um episódio negativo, seja uma das principais responsáveis pelo stress prolongado. “De certa forma, as pessoa se “retraumatizam” e isso pode contribuir para a relação entre condições de trabalho estressantes e o desenvolvimento de problemas cardiovasculares, como hipertensão”, explicou Kelloway.

De acordo com a revista americana Time, pesquisas anteriores mostraram que o vínculo patrão-empregado pode ser uma fonte de apoio social ou um grande fator estressante, isso porque o chefe tem um grande controle sobre o empregado. “O chefe/supervisor irá decidir quais tarefas o empregado irá realizar, se ele irá receber um bônus ou um aumento. Isso é um relacionamento poderoso e, quanto mais positivo, melhor para o coração” disseram os autores.

Veja

Conselho recomenda redução de remédios a crianças com déficit de atenção

O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) publicou resolução, nesta sexta-feira, 18, em que recomenda o fim da prescrição excessiva de medicamentos para crianças e adolescentes que enfrentam problemas de aprendizagem, comportamento ou disciplina

A decisão se deu após a análise de pesquisa da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), que apontou aumento, no Brasil, de 775% no consumo de metilfenidato (Ritalina), entre 2003 e 2012. O documento estabelece que os jovens tenham o direito de acesso a outras alternativas, que não o uso de medicamento.

O alerta é de que a indicação do metilfenidato pode ser o caminho “mais fácil”, mas nem sempre o que está em questão é um problema de saúde. “É preciso ter a análise de uma equipe multidisciplinar para de fato ter um diagnóstico preciso de que não se trata de um problema social, cultural, de adaptação ou integração”, afirma o presidente do Conanda, Rodrigo Torres.

Há também uma preocupação com o fato de, com a banalização do remédio, pessoas saudáveis buscarem se automedicar para, simplesmente, aumentarem o rendimento em alguma tarefa intelectual, como a produtividade no trabalho ou o tempo de estudos para um concurso.

O metilfenidato é utilizado no tratamento de crianças e adolescentes com Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). O Instituto de Medicina Social da Uerj mostra que o País só “perde” para os Estados Unidos, sendo o segundo mercado mundial no consumo do fármaco – só em 2010, foram 2 milhões de caixas vendidas. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em 2013 esse número aumentou para 2,6 milhões.

Uol

Perigosa pílula que promete queimar gordura volta à moda entre os jovens

Substância conhecida como DNP era usada originalmente para a fabricação de explosivos, mas está sendo cada vez mais comercializada de forma ilegal pela internet

O aumento do consumo de um perigoso composto que promete "queimar" a gordura do corpo está preocupando autoridades de saúde pública em todo o mundo.

A substância 2,4-dinitrofenol, mais conhecida como DNP, era usada originalmente para a fabricação de explosivos, mas está sendo cada vez mais comercializada de forma ilegal pela internet em forma de cápsulas, pó ou creme, sendo procurada por pessoas que querem emagrecer ou reduzir a porcentagem de gordura em seu corpo.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o DNP "já causou doenças graves e mortes em vários países nos últimos três anos".

O uso do DNP como emagrecedor não é novo: na década de 30 foi descoberto que essa substância aumentava a taxa metabólica e permitia a perda de peso.

Mas o alto número de efeitos colaterais e mortes fez com que a Food and Drug Administration (FDA), órgão regulador de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos, proibisse o composto em 1938 e ele acabou catalogado como uma "substância extremamente perigosa e não apta para o consumo humano".

O uso do DNP, no entanto, parece estar crescendo novamente, especialmente graças à facilidade de se adquirir essa substância pela internet.

Segundo um estudo do Departamento de Medicina de Emergência do Hospital Whittington, de Londres, publicado em 2011 pela revista especializada Journal of Medical Toxicology, desde a década de 60 até o fim do século 20 não foram registradas mortes devido ao consumo de DNP.

Os pesquisadores observaram, porém, um ressurgimento dos casos fatais na primeira década do século 21 – foram 12 mortes entre 2001 e 2010 -, o que, segundo eles, reflete "o aumento da disponibilidade do DNP na internet, onde (esse produto) é comercializado particularmente para o uso de fisiculturistas".

Em 2015, apenas na Grã-Bretanha foram 30 casos de intoxicação pela substância (contra 9 casos em 2014). E dos intoxicados, cinco acabaram morrendo.

Por isso, o Departamento de Saúde Pública da Inglaterra decidiu fazer um alerta no dia 11 de dezembro, advertindo sobre o "ressurgimento" desse tipo de intoxicação, principalmente entre adolescentes e jovens.

"Essa droga deveria ser classificada como veneno, já que só traz danos (ao organismo)", disse à BBC Ryck Albertyn, anestesista e consultor do Hospital Worthin, na Grã-Bretanha

Morte
Um dos casos mais recentes de intoxicação por DNP foi o da jovem britânica Eloise Aimee Parry, que sofria de bulimia e morreu aos 21 anos em abril, após ingerir a substância.

Fiona Parry, sua mãe, disse à BBC que Eloise tomou oito pílulas e que os médicos "não puderam fazer nada para salvar sua vida".

Parry também pediu que fossem adotadas medidas mais duras contra as empresas que distribuem o DNP.

"As pessoas precisam saber do perigo que são essas pílulas. A busca por uma boa aparência nunca deveria custar a saúde ou (causar) a morte de alguém", disse a jornais britânicos.

Em maio, Rachel Cook, que sofria de transtorno alimentar, também morreu, aos 25 anos.

De acordo com uma investigação recente, Rachel, que já estava muito magra, tomou as pílulas de DNP porque "queria queimar gordura e perder peso rapidamente".

"Sei que existe uma pressão entre os jovens para ficarem magros e muitos tomam medidas drásticas para conseguir isso. Mas eles devem estar cientes das consequências inevitáveis de ingerir essa substância mortal", disse um dos peritos que investigou o caso de Rachel

Alerta mundial
A Agência Espanhola de Consumo, Segurança Alimentar e Nutrição (Aecosan) fez recentemente um alerta de que algumas páginas na web que vendem o DNP se passam por empresas farmacêuticas.

A OMS e a Interpol (a agência internacional de polícia criminal) também emitiram informes alertando sobre o aumento do consumo desse composto.

"(Trata-se de uma substância) ilícita e potencialmente mortal. Além disso, os riscos ligados a seu consumo são agravados pela condição ilícita de sua fabricação", afirmou a Interpol em um Alerta Laranja mundial emitido em maio e distribuído a seus 190 países membros.

Segundo a Aecosan, o efeito adverso mais comum associado ao uso do DNP são as erupções cutâneas (vermelhidão e inflamação da pele, muitas vezes com presença de bolhas).

"Outros efeitos são a neuropatia periférica (problemas no sistema nervoso), gastroenterite (inflamação que afeta o estômago e o intestino), anorexia, catarata ou surdez permanente", entre outros.

Há também outros problemas derivados dos efeitos tóxicos do DNP: confusão, agitação, coma, convulsão, hipertermia, taquicardia, sudorese e colapso cardiovascular.

E não há nenhum antídoto para a intoxicação por essa substância.

"As pessoas precisam estar conscientes e atentas, especialmente no que diz respeito a vulnerabilidade de pessoas com transtornos alimentares que pode levar ao uso dessa substância", diz Ryck Albertyn, anestesista e consultor do Hospital Worthin.

BBC Brasil / iG

Laboratório carioca recebe prêmio como empresa com a melhor experiência para o consumidor

O laboratório Sérgio Franco Medicina Diagnóstica foi eleito por consumidores de todo o país a empresa com a melhor experiência para os clientes, na categoria Laboratórios, em uma pesquisa feita pela HSR Specialist Researchers, em parceria com o jornal O Estado de São Paulo

Foram mais de mil pessoas entrevistadas que avaliaram a percepção em relação a preço, estrutura, funcionários, produtos e processos de cada empresa.

A avaliação foi baseada na experiência dos consumidores, considerando o tripé que ponderou o desempenho (racional), o serviço (emocional) e a eficiência (resolução de problemas), que originou o Índice de Experiência Estadão. Nesse contexto, o Sérgio Franco garantiu o primeiro lugar na categoria Laboratórios, de acordo com o levantamento nacional. Por essa razão, o laboratório receberá um selo pela qualidade dos serviços prestados.

Segundo Mônica Freire, diretora médica do Sérgio Franco, a conquista diferencia as instituições que se preocupam de fato com os clientes: “Nosso compromisso é sempre com a qualidade médica, o diagnóstico preciso e a segurança do paciente aliados com o atendimento de excelência. Por isso, disponibilizamos um parque tecnológico equipado com o que há de mais moderno na medicina diagnóstica, além de proporcionar a nossos pacientes uma experiência diferenciada em nossas unidades de atendimento. Dessa forma, investimos constantemente em novos exames e em treinamentos de atualização profissional para garantir a satisfação de nossos pacientes, que contam com um atendimento acolhedor e uma equipe de profissionais capacitados.”

Foto: Reprodução

Rachel Lopes
Assessoria de Imprensa
rachel@saudeempauta.com.br