Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 25 de março de 2014

Anvisa veta princípios farmacêuticos da chinesa Shenyang

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão da importação, distribuição e comércio do insumo farmacêutico rifampicina, bem como de outros princípios ativos farmacêuticos fabricados pela empresa Shenyang Antibiotic Manufacturer.
 
A medida foi divulgada nesta segunda-feira, 24, e publicada no Diário Oficial da União. A decisão foi tomada levando em consideração "as irregularidades detectadas durante inspeção para verificação de boas práticas de fabricação na empresa", diz a Anvisa.
 
Conforme material da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) disponível para consulta na internet, a rifampicina é utilizada para o tratamento de hanseníase, tuberculose ativa, quimioprofilaxia de portadores de meningococo - entre outros usos.

R7

Médico receita a bebê remédio para verruga em vez de colírio

Imagem ilustrativa retirada da internet
O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) abriu nesta segunda-feira, 24, uma sindicância para apurar a denúncia de que um médico da rede pública, em Rio Claro, receitou a um bebê de 11 meses com irritação nos olhos um ácido usado contra verrugas, em vez de colírio. A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro e a Polícia Civil também apuram o caso.

O caso foi denunciado pela babá Lucilene Ribeiro de Souza, que registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil após comprar o medicamento e perceber o suposto erro antes de usar na criança.
 
Segundo Souza, no dia 17 sua filha apresentou irritação nos olhos. Na Fundação de Saúde, o médico pediatra teria dito a ela que o bebê não tinha conjuntivite e receitou um colírio. Com a receita, ela foi até uma farmácia e comprou o produto indicado: Duofilm - medicamento à base de ácido salicílico e ácido láctico, que em contato com o olho pode provocar queimaduras.

A babá afirmou à polícia que estranhou o cheiro do produto e leu na bula que ele era indicado para verrugas. Ela foi à outra unidade de saúde e foi atendida por outra pediatra, Lucilene afirmou que a médica disse a ela que o colega pode ter confundido o nome e jogou fora a receita. Outros dois medicamentos, esses sim indicados para os olhos, têm nomes parecidos: Ecofilm e Lacrifilm. A mãe do bebê voltou à farmácia, pediu uma cópia da receita, e levou até a polícia no dia seguinte. O Cremesp vai apurar a conduta do médico, que pode enfrentar um processo de conduta ética e pode até perder o registro. A pediatra que jogou a receita também será investigada.
 
R7

Falta de higiene pode causar infecção urinária em crianças

Thinkstock
Falta de higiene pode causar infecção urinária em crianças
Especialista alerta que as causas do problema variam de acordo com o sexo e a faixa etária
 
Você tem filhos pequenos? Saiba que a infecção urinária infantil é mais comum do que se imagina. Choro na hora de fazer xixi, febre, falta de apetite, peso abaixo do normal, odor forte na urina ou presença de sedimento são alguns dos sinais que alertam para o problema.
 
Segundo o urologista Nuncio Vicente De Chiara, responsável pelo Setor de Urologia Pediátrica do Serviço de Cirurgia Pediátrica do departamento de Pediatria da Santa Casa de São Paulo, o problema é mais comum em meninos no primeiro ano de vida e em meninas na idade pré-escolar e escolar.
 
No caso das meninas, o médico ressalta que a infecção é, na maioria das vezes, causada por contaminação da bexiga e uretra por bactérias que são comuns nas suas próprias fezes ou por um hábito inadequado, como segurar a urina muito tempo ou até mesmo ir ao banheiro com frequência exagerada.
 
— Nessas pacientes, deve-se estimular para que urinem quando tiverem vontade, não inibindo o desejo miccional, e, se possível que não fiquem mais que três horas sem urinar. Associar uma higiene adequada, preferencialmente lavando o períneo após as evacuações e de frequentarem praia ou piscina.
 
Nos meninos, o especialista avisa que é importante verificar se não apresentam fimose, que é a fonte de proliferação de bactérias que causam infecção urinária.
 
— A prevenção é a higiene adequada no banho e, quando a fimose dificulta o processo, há indicação de operação.
 
O urologista avisa que a infecção urinária não é comum em recém-nascidos, portanto, quando ocorre, deve-se pensar numa malformação do trato urinário.
 
— Embora, hoje a maioria dessas malformações já sejam diagnosticadas durante a gestação, muitas podem passar despercebidas e serem diagnosticadas apenas nos primeiros meses de vida por ocasião de uma infecção urinária. Em geral, são quadros graves, que necessitam de internação hospitalar.
 
Sintomas variam com a idade
De acordo com Núncio, nos bebês de até um ano, os sinais mais frequentes do problema são febre, falta de apetite e dificuldade para ganhar peso, e, mais raramente, odor forte na urina e presença de sedimento. Em poucos casos, ocorre dor para urinar exteriorizada pelo choro.
 
Nas crianças maiores, a dor no momento de fazer xixi é o sintoma mais relatado, além de baixo ventre dolorido e urina com odor forte e sedimento. Quando essas manifestações também são acompanhadas de febre, a infecção deve ser considerada grave, pois pode haver comprometimento renal.
 
— Na suspeita de infecção urinária, o pediatra deve ser sempre consultado, pois somente o médico tem condições de avaliar adequadamente o paciente, confirmar o diagnóstico, pesquisar o motivo e tratar. Dessa forma, podem ser evitadas ou minimizadas significantemente as complicações futuras.
 
Tratamento
A infecção urinária infantil é inicialmente tratada com a ingestão de antibiótico. Quando o fator é uma malformação do trato urinário, além do medicamento, é indicada a cirurgia. O procedimento cirúrgico também é recomendado para meninos que possuem fimose que dificulta a limpeza, o que pode acumular as bactérias causadoras da doença.
 
Quando a infecção é recorrente ou a criança tem menos de um ano, é importante a pesquisa da causa com exames de imagem, pois há grande possibilidade de se tratar de uma malformação do trato urinário.
 
— Vale ressaltar que assim como o pediatra é importante no diagnóstico e tratamento da infecção urinária, o cirurgião pediatra especializado em Urologia Pediátrica é quem deve acompanhar as crianças portadoras de malformações do trato urinário.
 
R7

Concurso Prefeitura de Ipanema - MG tem inscrições prorrogadas

A Prefeitura de Ipanema, no estado de Minas Gerais, por meio  da empresa Tendência Assessoria e Consultoria Ltda, lançou edital de concurso público n° 01/2013, destinado ao provimento de 177 vagas imediatas, mais cadastro de reserva, para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, por salários de até R$ 7.200,00.
 
As chances são para os cargos de artesão, carpinteiro, eletricista, mecânico, motorista, operador de máquina, operário, pedreiro, servente administrativo, vigia, servente de creche, servente escolar, agente comunitário – PSF, agente de combate a endemias, assistente administrativo, encarregado de turma, auxiliar de cirurgião dentista, fiscal, instrutor de atividades, monitor, secretário escolar, médico, enfermeiro, zootecnista e outros.

As inscrições presenciais foram prorrogadas e serão realizadas no Ponto de Apoio (P. A.): Casa de Cultura, situada na Praça Herondina Moreira Xavier Nº 130 - Ipanema/MG, até 25 de março de 2014 (exceto sábados, domingos e feriados). As taxas variam de R$ 35,00 a R$ 85,00 de acordo com o cargo escolhido.

Pela internet, o endereço de inscrição é www.tendenciaconcursos.com.br e o prazo será o mesmo.

As provas objetivas de múltipla escolha serão realizadas em Ipanema, provavelmente no dia 27 de abril de 2014, podendo ser utilizado também o sábado, dia 26, caso haja necessidade. A prova de títulos será para os cargos de nível superior, desde que os candidatos sejam aprovados nas provas objetivas.
 
As provas práticas para os cargos de Motorista, Operador de Máquina, Carpinteiro, Eletricista, Mecânico e Pedreiro serão aplicadas para os 30 candidatos melhores classificados nas provas objetivas, sendo realizadas no dia 25 de março de 2014, em locais e horários a serem divulgados no dia 23 de maio de 2014.

A divulgação do gabarito oficial das provas objetivas será na data prevista de 28 de abril de 2014.

O prazo de validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Concurso EBSERH - Hospital Universitário de Brasília 2014

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares  (EBSERH) disponibilizou o edital 03/2014 para realização de mais um concurso público voltado para a contratação de pessoal que possa preencher vagas nas áreas Médica e Assistencial do Hospital Universitário de Brasília – HUB. O certame está sob a responsabilidade do Instituto AOCP e oferece 50 vagas imediatas para cargos de níveis médio e superior.
 
As oportunidades se distribuem entre diversas especialidades médicas e também para cirurgião dentista, enfermeiro, físico, psicólogo e técnico em prótese dentária. destinadas a candidatos de níveis superior e médio, por salários que variam de R$ 2.717,00 a R$ 7.774,00, para jornadas entre 24 e 40 horas semanais.
 
As inscrições via internet acontecerão até 22 de abril de 2014, observado horário oficial de Brasília – DF, no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br. Já a inscrição presencial será feita das 08h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira (exceto feriados), entre 25 de março até às 17h do dia 22 de abril de 2014, observado horário local, na Regus 1421, Brasília Varig, situado na SCN QD 4 Bloco B, Ed. Centro Empresarial Varig, Sala 1201, CEP: 70714-900, Brasília/DF.
 
A taxa para o nível médio é de R$ 45,00 e para o nível superior, R$ 85,00.
 
A aplicação das Provas Objetivas está prevista para o dia 18 de maio de 2014 e será realizada prioritariamente na cidade de Brasília, Distrito Federal. O local, a sala e o horário de realização das Provas serão disponibilizados no endereço eletrônico do Instituto AOCP, a partir de 07 de maio de 2014.
 
O concurso é válido por dois anos. 
 

Concurso EBSERH - Hospital Universitário da UFPI 2014

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) está promovendo mais uma seleção externa para preenchimento de vagas existentes no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí – HU-UFPI. As oportunidades deste concurso, organizado pelo Instituto AOCP peli edital 7/2014, se destinam ao preenchimento de 47 vagas imediatas e formação de cadastro em empregos das áreas Médica e Assistencial.
 
Há vagas para Técnico em Anatomia e Necropsia, Técnico em Saúde Bucal (nível médio) e para Médicos de diversas especialidades (superior). Os vencimentos oscilam entre R$ 2.717,00 e R$ 6.495,00 para jornadas de 24 ou 40 horas, a depender do cargo. 
 
As inscrições via internet prosseguem abertas até 22 de abril de 2014, no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br, e as inscrições presenciais podem ser feitas de 25 de março a 22 de abril de 2014 no endereço abaixo:
 
Colégio Mérito D' Martonne, situado na Rua: Goias, n° 100, Bairro Ilhotas, CEP: 64001-620, Teresina/PI.
 
A taxa de participação é de R$ 45 reais para o nível médio e de R$ 85,00 para o superior.
 
A aplicação das Provas Objetivas está prevista para o dia 18 de maio de 2014 e será realizada prioritariamente na cidade de Teresina, Piauí. Está prevista também a realização de de avaliação curricular de Títulos e de Experiência Profissional. 
 
O concurso tem validade de dois anos.
 

Concurso EBSERH - Hospital de Clínicas da UFTM 2014

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – EBSERH abriu concurso público (edital 04/2014), sob a responsabilidade do Instituto AOCP, para preenchimento de vagas do quadro de pessoal com lotação no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro – HC-UFTM, em Minas Gerais.
 
Serão preenchidas 23 vagas de nível superior, mais formação de cadastro reserva. Há chances para profissionais médicos de várias especialidades, com vencimento inicial deR$ 6.495, e também para Tecnólogo em Radioterapia, cujo salário é de  R$ 2.406. Todos os aprovados que forem contratados cumprirão jornada de 24 horas semanais.
 
Para a inscrição via internet, o candidato deve acessar, até o dia 22 de abril de 2014, o site da organizadora (www.institutoaocp.org.br). Quem preferir se inscrever no posto presencial, deverá se dirigir de 25 de março a 22 de abril de 2014 à Vitória Formação Profissional, situada na Rua: Antônio Pedro Naves, n° 130, Centro, Uberaba/MG.

A taxa é de R$ 85.
 
A aplicação das Provas Objetivas está prevista para o dia 18 de maio de 2014, e será realizada na cidade de Uberaba, Minas Gerais. Também haverá avaliação curricular de Títulos e de Experiência Profissional.
 
O concurso será válido por dois anos e o edital está disponível no sítio do Instituto AOCP, juntamente com outras atualizações.

Concurso Prefeitura de Reserva - PR

O Município de Reserva, estado do Paraná, publicou o edital nº 001/2014 de concurso público, destinado ao preenchimento de vagas existentes no quadro de pessoal efetivo da Prefeitura Municipal. Serão distribuídas 32 vagas em diversos cargos de nível fundamental, médio e superior por salários de até R$ 2.698,92. A jornada de trabalho para todos os cargos é de 40 horas semanais.
 
As oportunidades são para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate à Dengue, Atendente de Consultório Odontológico e Farmacêutico.

As inscrições serão efetuadas de 25 de março a 08 de abril de 2014, somente via internet, no endereço eletrônico da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina - FAUEL: www.fauel.org.br e também www.reserva.pr.gov.br. As taxas são de R$ 50 a R$ 100.

A Prova Objetiva e de Títulos serão realizadas na cidade de Reserva, estado do Paraná, na data provável de 11 de maio de 2014, em local e horário a serem divulgados em Edital Específico. O gabarito preliminar da prova objetiva será divulgado no dia 12 de maio deste ano.

O concurso terá validade por dois anos a contar da data da homologação dos resultados, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do Prefeito Municipal.

PRODAM/SP publica edital de processo seletivo

A Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo - PRODAM/SP - S.A, abriu edital de seleção pública n° 001/2014, destinado ao provimento de várias vagas para profissionais de níveis médio e superior, por salários de até R$ 8.016,32, sendo reservados 5% do total dessas vagas aos portadores de deficiência que se habilitarem.
 
A jornada de trabalho para todos os cargos é de 40 horas semanais, sendo que o horário (diurno ou noturno) poderá ser variado, dependendo da necessidade da empresa.
 
As chances são para as funções de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho, Técnico I (Assistente Administrativo), Técnico I (Eletricista Data Center), Técnico I (Incidentes), Técnico I (Microinformática), Técnico I (Preparação de Dados), Técnico I (Rede), Técnico I (Secretariado), Técnico de Segurança do Trabalho I, Analista Organizacional I (Controle Financeiro), Analista Organizacional I (Desenvolvimento de Pessoas), Analista Organizacional I (Serviço Social), Analista de TIC I (Infraestrutura), Analista de TIC I (Liberações), Analista de TIC I (Monitoramento e Apoio ao Suporte), Analista de TIC I (Operação e Apoio ao Suporte), Analista de TIC I (Processos), Analista de TIC I (Projetos), Analista de TIC I (Programação.NET/VB.NET), Analista de TIC I (Programação C++), Analista de TIC I (Programação Cobol DB2 e IMS), Analista de TIC I (Programação Delphi), Analista de TIC I (Programação Java), Analista de TIC I (Programação PERL), Analista de TIC I (Programação PHP), Analista de TIC I (Programação PL/SQL Oracle/Forms Report), Analista de TIC I (Qualidade), Analista de TIC I (Segurança da Informação), Analista de TIC I (Sistemas Mainframe), Analista de TIC I (Sistemas Plataforma Distribuída), Analista de TIC I (Suporte Baixa Plataforma Exchange Server/Comunicações Unificadas), Analista de TIC I (Suporte Baixa Plataforma Linux/Unix), Analista de TIC I (Suporte Baixa Plataforma Microsoft), Analista de TIC I (Suporte Banco de Dados Caché), Analista de TIC I (Suporte Banco de Dados MySQL), Analista de TIC I (Suporte Banco de Dados Oracle), Analista de TIC I (Suporte Banco de Dados Postgresql), Analista de TIC I (Suporte Banco de Dados SQL Server), Analista de TIC I (Suporte Mainframe CICS/CSP/Conectividade), Analista de TIC I (Suporte Mainframe IMS/DB2), Analista de TIC I (Suporte Mainframe Software Básico/Sistema Operacional), Analista de TIC I (Suporte Telecomunicações e Rede), Analista de TIC I (Treinamento), Analista de TIC II (Designer de Interface Web), Analista de TIC II (Processos), Analista de TIC II (Programação.NET), Analista de TIC II (Programação Java/SOA), Analista de TIC II (Programação Visual), Analista de TIC II (Qualidade), Analista de TIC II (Sistemas Plataforma Distribuída), Analista de TIC II (Sistemas Plataforma Distribuída – SOA), Analista de TIC II (Suporte Banco de Dados), Analista de TIC II (Suporte Telecom. e Rede), Analista de TIC Arquitetura SOA) e Analista de TIC (Metodologia).
 
As inscrições serão recebidas até o dia 21 de abril de 2014, via internet, no site www.caipimes.com.br e das 9h às 15h, de segunda à sexta feira, no Posto de Recebimento de Inscrições instalado na sede da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo - PRODAM/SP - S.A. Av.: Francisco Matarazzo, 1.500, Edifício Los Angeles - 1º andar , bairro da Água Branca, cidade de São Paulo - SP. As taxas variam de R$ 45,00 a R$ 150,00 de acordo com a função escolhida.
 
As provas serão realizadas provavelmente no dia 18 de maio de 2014, no município de São Paulo, em locais e horários a serem comunicados oportunamente por meio de publicação dos Editais de convocação no Diário Oficial da Cidade de São Paulo e Cartões de Convocação que serão encaminhados pelo endereço eletrônico do candidato e, se necessário, pelo Correio. O gabarito será divulgado na data prevista de 21 de maio de 2014.
 
A seleção pública será válida por um prazo de dois anos, a contar da publicação do Edital de Homologação da mesma no Diário Oficial da Cidade de São Paulo, podendo ser prorrogado, por igual período, a critério da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Município de São Paulo - PRODAM/SP - S.A.

Prefeitura de Brasnorte (MT) publica edital de processo seletivo

Com o objetivo de atender as demandas da Administração Municipal, a Prefeitura de Brasnorte, no Estado do Mato Grosso, publicou os editais nº  001 e 003/2014 de processo seletivo, para o preenchimento de 29 vagas em substituição a servidores em desvio de função, licença prêmio, licença particular, licença maternidade, licença de saúde e, vagas não preenchidas no concurso público, para compor a equipe de trabalho da Secretaria Municipal de Saúde do Município e atuar junto ao Programa de Saúde da Família de Brasnorte. A remuneração varia entre R$ 745,33 e R$ 3.286,33 com carga horária de 40 horas semanais.
 
Cargos
Edital 001: Agente Comunitário de Saúde;

Edital 003: Agente de Infraestrutura, Auxiliar de Consultório Dentário, Técnico de Saúde (Radiologia e Enfermagem), Fonoaudiólogo, Fisioterapeuta e Odontólogo.
 
As inscrições serão recebidas de forma gratuita no período de 31 de março a 04 de abril de 2014, na Secretaria Municipal de Saúde, situada na Avenida General Osório – 292, Centro – Brasnorte – MT, no horário das 08h às 11h e das 14h às 17h.
 
O processo seletivo será realizado através de prova objetiva, a ser realizada na data provável de 13 de abril de 2014, na Escola Municipal de Educação Básica 1º de Junho, localizada na Avenida General Osório nº 499, Centro, das 08h às 11h (horário local).
 
Ao cargo de Agente Comunitário de Saúde está prevista a realização de uma entrevista que será realizada na mesma data da prova objetiva, na sede da Escola Municipal 1º de Junho, com inicio às 14h.
 
O resultado final do processo seletivo será publicado no mural da Prefeitura, da Secretaria Municipal de Saúde, e no site www.brasnorte.mt.gov.br logo após a apuração do resultado.
 
O edital 003 encontra-se publicado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 24 de março de 2014, pág. 22 a 27. Já o edital 001 foi publicado na mesma edição anteriormente descrita nas pág. 185 a 190.

Concurso Prefeitura de Santa Maria do Herval - RS

O município de Santa Maria do Herval, no estado do Rio Grande do Sul, através da Secretaria Municipal de Administração e Fazenda, lançou edital de concurso público n° 001/2014, para provimento de vagas legais do quadro geral dos servidores da Prefeitura Municipal, com a execução técnico-administrativa da empresa Objetiva Concursos Ltda. O concurso oferece 15 vagas para contratações imediatas, voltadas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os salários vão até R$ 9.043,00 em carga horária de 30 ou 40 horas semanais.
 
As vagas são para os cargos de Assistente Social, Enfermeiro PSF, Fiscal Tributário, Médico PSF, Operador de Máquinas, Operário e Técnico de Enfermagem PSF.
 
As inscrições via internet poderão ser realizadas até 07 de abril de 2014, pelo site www.objetivas.com.br. As taxas variam de R$ 46,72 a R$ 70,10 de acordo com o cargo escolhido.
 
Caso o candidato não possua acesso à Internet, será disponibilizado computador para acesso, no horário das 7h às 13h, até o dia 07 de abril de 2014, nos dias úteis, no Museu Municipal, sito a Rua Professor Laurindo Vier, s/nº (esquina com Lojas Taqi).
 
A prova objetiva será aplicada na data prevista de 11 de maio de 2014, em local e horário a serem informados por Edital. Na mesma data da prova objetiva ou em data a ser informada quando da prova objetiva, os candidatos interessados poderão ter vista da prova padrão, que estará disponível no site da Prefeitura Municipal: www.santamariadoherval.rs.gov.br.
 
O concurso terá validade por dois anos, a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por mais dois anos, a critério do Município de Santa Maria do Herval.

Prefeitura de Bonito de Santa Fé (PB) abre vagas

A Prefeitura de Bonito de Santa Fé, Estado da Paraíba, divulgou o edital de processo seletivo nº 003/2014. O certame oferece 57 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, por vencimentos que variam de R$ 724,00 a R$ 1.463,98 em regime de 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de: Assistente de Saúde Bucal, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Assistente Social, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar Operacional de Sistema de Abastecimento D’água, Bioquímico, Motorista Socorrista SAMU, Eletricista, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico Clínico, Odontólogo, Operador de Máquina Pesada, Orientador Social, Preparador Físico, Professor de Educação Física, Psicólogo, Médico Radiologista e Técnico (Radiologia, Enfermagem e Referência do Serviço de Convivência/Fortalecimento de Vínculos para Crianças/Adolescentes).
 
As inscrições serão realizadas gratuitamente no período de 25 a 28  de março de 2014, no horário de 8h às 12h e de 14h às 17h, na Secretaria de Administração deste municipal de Bonito de Santa Fé, localizada na Rua Dr. Batista Leite, 80, Centro, Bonito de Santa Fé/PB.
 
No ato da inscrição deverá ser entregue a seguinte documentação:
  • Carteira de identidade;
  • CPF;
  • Título de eleitor e comprovante de última votação;
  • Comprovante de endereço;
  • Certificado de reservista (se for o caso);
  • Comprovante da escolaridade em conformidade com a habilitação exigida e histórico escolar;
  • Cédula de identidade do Conselho a que fizer parte;
  • Curriculum Vitae;
  • Títulos Acadêmicos com no mínimo 180hs aulas (se for o caso: pós-graduação, mestrado, doutorado etc.);
  • Se o candidato for portador de deficiência, deverá apresentar o laudo médico, atestando a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código correspondente do CID, bem como a sua provável causa, datado até a data da inscrição;
  • Comprovantes de experiência de trabalho só serão aceitos os emitidos por pessoa jurídica em papel timbrado que identifique o CNPJ, endereço e telefone da empresa;
  • Declaração assinada pelo representante legal, titular da pasta, órgão/instituição onde presta ou prestou serviços, acompanhado de atestado de qualificação de desempenho;
  • Cópia da Carteira Profissional autenticada em Cartório onde conste o início e o término da experiência, quando se tratar de estabelecimento Privado e atestado de qualificação de desempenho.
O processo seletivo será realizado por meio de avaliação de títulos, de caráter eliminatório e classificatório.
 
O resultado final será homologado pelo Prefeito Municipal e o Decreto de Homologação, será publicado no Diário Oficial dos Município/PB - www.diariomunicipal.com.br/famup, na sede da na Secretaria de Administração de Bonito de Santa Fé,localizada à Rua Dr. Batista Leite, 80, Centro, Bonito de Santa Fé/PB e na Sede da Prefeitura de Bonito de Santa Fé, localizada na Avenida Áurea Dias de Almeida,228,centro, Bonito de Santa Fé/PB.
 
A validade do processo seletivo será de 240 dias e/ou até que o concurso público se efetive.
 
O edital encontra-se disponível no Diário Oficial dos Municípios do Estado da Paraíba, de 24 de março de 2014, pág. 2 a 10.

Concurso Prefeitura de Marajá do Sena - MA

A Prefeitura Municipal de Marajá do Sena, no estado do Maranhão, abriu extrato do edital de concurso público nº01/2014, destinado ao provimento de várias vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior.
 
As chances são para os empregos de A.O.S.D, Motorista, Vigia, Operador de Máquinas Pesadas, Auxiliar Administrativo, Agente Sanitário, Técnico em Laboratório, Agente de Endemias, Digitador, Agente Comunitário de Saúde, Técnico Agrícola, Técnico em Enfermagem, Assistente Social, Enfermeiro, Médico Clínico Geral, Nutricionista, Médico Veterinário, Assessor Jurídico e Professor Nível Especial.
 
As inscrições deverão ser realizadas até o dia 04 de abril de 2014, na Avenida Dep. César Bandeira, s/nº, Centro (ao lado do Centro Administrativo).

Concurso Prefeitura de Ângulo - PR

A Prefeitura de Ângulo, no estado do Paraná, através da empresa KLC - Consultoria em Gestão Pública Ltda, publicou edital de concurso público n° 001/2014, com o objetivo de preencher 10 vagas nos cargos de Auxiliar de Enfermagem, Professor, Professor (Educação Física), Professor (Libras), Psicólogo, Psicopedagogo e Tecnólogo Ambiental (nível superior/magistéio). Os salários variam de R$ 885,67 a R$ 2.219,64 por carga horária de 20 ou 40h semanais.
 
As inscrições, nos valores de R$ 40,00, R$ 50,00 e R$ 100,00, podem ser realizadas até 02 de abril de 2014, através do endereço eletrônico www.klcconcursos.com.br.
 
A prova escrita objetiva será aplicada no dia 27 de abril de 2014, sendo que, o horário e o local serão divulgados quando da publicação do Edital de Homologação das Inscrições.
 
O gabarito oficial da prova escrita objetiva será divulgado no dia primeiro dia útil após a realização da referida prova, a partir das 15h, mediante edital afixado na Prefeitura Municipal de Ângulo – PR e no site da  empresa responsável pela organização do Concurso Público www.klcconcursos.com.br.
 
O resultado das provas objetivas será divulgado no dia 08 de maio de 2014, a partir das 15h, mediante edital afixado na Prefeitura Municipal de Ângulo - PR, disponibilizado no site www.klcconcursos.com.br e publicado no  Órgão de Imprensa Oficial do Município.
 
A validade do concurso público será de dois anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Prefeitura Municipal.

Concurso Prefeitura de Itu - SP: inscrições reabertas

A Prefeitura da Estância Turística de Itu, no estado de São Paulo, reabriu as inscrições do concurso público nº 001/2014, exclusivamente para o cargo de FARMACÊUTICO, que teve os requisitos de escolaridade retificados. O novo prazo se encerrará no dia 26 de março de 2014, por meio da internet, no site do IUDS – Instituto Universal de Desenvolvimento Social – www.iuds.org.br.
 
Os que preferirem poderão se inscrever no dia 26 de março de 2014 no Posto de Atendimento do IUDS, instalado no Paço  Municipal – Av. Itu 400 anos, nº 111, Bairro Itu Novo Centro, Itu/SP – CEP 13.303-500, das 09h às 16h.

Prefeitura de Feira Nova – PE realiza seleção

Com o objetivo de ocupar 250 vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior, a Prefeitura de Feira Nova, no estado de Pernambuco, publicou o edital nº 001/2014 de Processo Seletivo Simplificado. Os salários vão de R$ 724 a R$ 7.000, por jornada de até 40 horas semanais.
 
As vagas são para Médico em diversas especialidades, Fisioterapeuta, Odontólogo, Enfermeiro, Assistente Social,  Nutricionista, Psicólogo, Professor, Agente de Saúde, Agente de Combate à Endemias, Técnico em Enfermagem, Recepcionista, Educador Social, Motorista, Cozinheiro, Vigia, Serralheiro, entre outras vagas.
 
As inscrições podem se feitas  até 24 de abril de 2014, tanto presencialmente quanto pela internet. No presencial, o posto de inscrição fica sitiado no prédio localizado à Av. Júlio Carneiro, 121, Centro. Pela internet, o site indicado é www.idhtec.org.br. A taxa de participação é de R4 45 nível fundamental; R$ 50 nível médio e R$ 70 nível superior.
 
A seleção se dará por Prova Escrita, obrigatória para todos os inscritos, a ser aplicada provavelmente em 18 de maio de 2014, das 9h às 12h, em locais a serem divulgados com antecedência pelo www.idht
ec.org.br. Haverá avalição de títulos para alguns cargos.
 
O gabarito estará disponível a partir de 19 de maio em 2014, no mesmo portal onde deve ser feita a inscrição. O resultado final também será comunicado no sitio www.idhtec.org.br.
 
Será de dois anos a validade do Processo Seletivo, tendo chances de prorrogação.

Aplicativo lembra a pacientes a hora de tomar os remédios

Plataforma também possui leitor de barras para registrar medicamentos e informações sobre eles

Já aconteceu de você estar cuidando de um amigo ou parente doente e ficar responsável por controlar o horário em que ele deve tomar os seus remédios? Ou você é médico e costuma ter de administrar a rotina de pacientes?

O que poderia ser organizado por meio de papéis hoje pode ser substituído pela tecnologia. O aplicativo Caixa de Remédio é um exemplo.
 
Reprodução / R7
Perfil do paciente é salvo com caixas onde ficam registrados os horários dos remédios com avisos programados
 
A plataforma reúne informação farmacêutica, lembretes e permite fotografar caixa de medicamentos e ler o código de barras do remédio que pode ser registrado na rotina do paciente por meio de seu código.
 
O paciente é salvo com caixas como “ao acordar” e “almoço” que guardam lembretes com alarmes dos remédios que devem ser tomados.

Segundo a Ambiente Medicamento, empresa dona do aplicativo, mais de 16.000 medicamentos comercializados no Brasil estão salvos com informações na plataforma.

O aplicativo está disponível apenas para o sistema Android e roda a partir da sua versão 2.3.

Segundo a Ambiente, a plataforma estará disponível “em breve” para iOS.
 
R7

Cuidado! Leite estragado pode causar intoxicação alimentar

Getty Images
Leite estragado pode causar desde uma irritação gástrica até uma
intoxicação ou gastroenterite bacteriana severa
Nutricionista dá dicas de como conservar o leite após ser aberto
 
Bom dia! O leite é um dos alimentos que fazem parte da mesa de muitos brasileiros, não é mesmo? A bebida agrada desde as crianças até os mais idosos. Mas é preciso tomar cuidado ao armazenar o produto, pois o leite estragado ou adulterado pode causar vários problemas à saúde.
 
A nutricionista Gisela Peres explica que a bebida estragada pode causar desde uma irritação gástrica até uma intoxicação ou gastroenterite bacteriana severa (intoxicação alimentar que pode ser provocada por diferentes bactérias como a salmonela).
 
Os sintomas variam de acordo com o tipo de contaminação do produto, que pode ser por adulteração na sua composição original, manipulação inadequada ou armazenamento inadequado.
 
— Se ocorre alguma falha no processo, esse leite apresenta uma acidez maior, podendo ser adicionadas substâncias para mascarar esse sabor e aumentar o tempo de conservação, de forma que não talhe e que o conteúdo próprio seja separado do soro.
 
Segundo a nutricionista, o leite de boa qualidade tem o sabor suave e só deve ser deixado fora da geladeira depois de aberto se for para coagular, para fazer coalhada ou queijo, por exemplo. O importante é observar sempre a data de validade e, mesmo dentro desse prazo, descartá-lo na dúvida de cheiro ou aspecto duvidoso.
 
— Na hora de guardar na geladeira, deixe o produto com a abertura bem lacrada, para evitar a chamada contaminação cruzada com outros alimentos guardados próximo a ele. E descartar se o conteúdo não for consumido em até três dias.

R7

Libbs Farmacêutica constroi fábrica de biofármacos contra câncer

Foto: Reprodução
BNDES aprovou financiamento de R$ 250,8 milhões para unidade fabril localizada no complexo industrial da Libbs em Embu das Artes (SP)
 
Foi aprovado financiamento de R$ 250,8 milhões do BNDES para a construção de uma unidade de biofármacos da Libbs Farmacêutica, localizada no complexo industrial da Libbs em Embu das Artes (SP). O apoio, por meio do Programa BNDES de Apoio ao Desenvolvimento do Complexo Industrial da Saúde (BNDES Profarma), subprograma Profarma Biotecnologia, contribuirá para a independência do Brasil no setor farmacêutico.
 
Voltada para a produção de medicamentos biotecnológicos para tratamento de câncer e doenças autoimunes, a unidade terá capacidade de processar até 24 mil litros de células animais destinadas à produção de anticorpos monoclonais (proteínas específicas utilizadas como princípio ativo de medicamentos) e contará com sistema de produção com biorreatores com bolsa descartável.
 
De acordo com a empresa, a vantagem dessa tecnologia é sua flexibilidade e a redução do tempo gasto com descontaminação e limpeza. A conclusão da primeira fase das obras está prevista para 2016.
 
Para dar início a este projeto de biotecnologia, a Libbs firmou parceria com a Mabxcience (empresa pertencente à farmacêutica Chemo, ambas do grupo Insud), que prevê a transferência de tecnologia da produção de seis anticorpos monoclonais biossimilares (“cópias” de medicamentos biológicos).
 
Desse modo, passará a deter os bancos de células e a tecnologia empregada no cultivo das células em todas as operações para controle de processos e de qualidade. Espera-se que, ao final da transferência de tecnologia, todo o processo de produção desses medicamentos biológicos seja realizado no país.
 
A compra dos medicamentos será centralizada pelo Ministério da Saúde. O desenvolvimento e a produção dos produtos no País foi objeto de uma política de fomento denominada Parceria de Desenvolvimento Produtivo (PDP), modelo que envolve empresa privada e laboratório público. A PDP também prevê um período de compras garantidas dos medicamentos, até que a tecnologia de produção esteja integralmente transferida para o laboratório público.
 
A Libbs Farmacêutica é uma empresa de capital 100% nacional que atua na produção e comercialização de especialidades farmacêuticas e princípios ativos para tratamento nas áreas cardiovascular, ginecológica, respiratória, oncológica e do sistema nervoso central, entre outras.
 
SaudeWeb

Três tendências em tecnologia médica para 2014

Foto: Reprodução
Conectividade, consolidação e transformações são apontados pela Accenture como maiores impulsionadores de mudanças
 
Quais serão as três mais importantes tendências em tecnologia médica para 2014? Segundo análises da Accenture, as tendências são conectividade, consolidação e transformação – cada uma impulsionada pela conversão digital das empresas e pela mudança do comportamento dos consumidores.
 
A Conectividade Digital trará oportunidades para construir novos modelos de negócios e fluxos de receita, cortando custos dos sistemas de saúde e estabelecendo verdadeiras concessões para prevenção de doenças. Essas concessões precisarão de uma abordagem abrangente para a gestão de doenças infecciosas, incluindo o desenvolvimento de produtos para tratamento e planos de negócios para comercializá-los e vendê-los com lucro.
 
A Consolidação irá reduzir custos, complexidades e riscos, além de acelerar o número de fusões e aquisições.
 
A Transformação envolverá novos tipos de compradores, pressionando preços para baixo, e transferindo riscos dos hospitais para grandes empresas de equipamentos de tecnologia médica, para integrar mais processos ponta-a-ponta, equipamentos e serviços. Esta mudança fará com que as empresas de tecnologia médica transformem-se para se reorganizar, mudem a abordagem de venda e preços e entrem em novos serviços e mercados baseados em dados.
 
Explorando as três tendências:
 
Conectividade
 
Interoperabilidade mais ampla no fluxo de informações de saúde
O progresso ocorre por meio da mudança no registro das informações do paciente, atualmente baseada em papel, para um sistema de prontuário digital. Essa base de dados pode facilmente abrigar, atualizar ou permitir a consulta de registros rapidamente e com menos erros. Porém, muitas dessas bases de dados ainda residem em silos individuais, exigindo um esforço extra para compartilhar dados com terceiros, como planos de saúde, médicos especialistas, farmácias e pacientes. Além disso, continuará havendo deficiência nos dados que estão sendo compartilhados. Em 2014, os prontuários eletrônicos de saúde e de seguros serão ainda mais compartilhados, mas as trocas com fornecedores externos de uma organização e o compartilhamento de resumos de cuidados clínicos e de listas de medicamentos muitas vezes continuarão limitados.
 
Em 2014 a meta será tornar esses dados acessíveis a todas as partes envolvidas em um fluxo integrado de informações. As regulamentações governamentais têm apresentado progressos neste sentido com iniciativas destinadas a permitir, por exemplo, que pacientes acessem seus prontuários online para verificar e revisar dados médicos por meio de diversos órgãos de saúde. Uma vez que as ferramentas de análise estiverem empregadas para organizar dados em 2014, haverá um crescimento significante de oportunidades no mercado de dispositivos médicos. Um sistema como este irá impulsionar a coordenação médica e melhorar o atendimento ao paciente.
 
A criação desses fluxos irá demandar armazenamento, cloud, business intelligence, redes, interfaces padronizadas, aplicações móveis e segurança. As preocupações com privacidade continuam a ser um grande obstáculo para o compartilhamento de dados. Nenhum fornecedor atualmente possui um produto integrado e abrangente, embora muitos tenham se esforçado para isso. A próxima geração de soluções para troca de informações de saúde é esperada para chegar ao mercado em um futuro próximo.
 
Crescimento em home care e monitoramento remoto
A crescente demanda de admissão e readmissão de pacientes aos hospitais continuará a conduzir o home care como uma opção para pacientes crônicos e idosos. Esses pacientes buscam mais independência e uma melhor qualidade de vida. Novos avanços tecnológicos farão do monitoramento da saúde do paciente home care algo menos invasivo, mais simples e mais preciso. As tecnologias de monitoramento remoto, como gerenciamento do ritmo cardíaco, pressão arterial e glicose, se tornarão mais difundidas em 2014. Comparado ao tratamento em consultório médico ou hospital, o monitoramento remoto muitas vezes oferece uma opção mais barata e evita o risco de readmissão ao hospital.
 
Neste ano, as oportunidades para que fabricantes criem dispositivos digitais mais sofisticados, alimentados por ferramentas para tomada de decisão, irão crescer. As organizações médicas também estarão mais interessadas em ferramentas de monitoramento remoto que suportem análises clínicas.
 
Mais dispositivos médicos inteligentes chegam ao mercado
Um grande número de dispositivos médicos inteligentes será desenvolvido, impulsionado pelos preços reduzidos de componentes e por sofisticados avanços tecnológicos. Exemplos recentes incluem um bisturi especial que pode detectar um câncer, próteses ajustáveis, roupas para monitoramento da respiração e estetoscópios digitais altamente sensíveis. A demanda por tais dispositivos irá crescer em 2014, enquanto os profissionais da área médica atuarão mais próximos dos fabricantes para orientá-los no desenvolvimento de produtos.
 
* John D. Korry é diretor da prática de tecnologia de equipamentos médicos da Accenture
 
SaudeWeb

Bain Capital compra Intermédica por R$ 2 bilhões

Foto: Reprodução
Venda corrobora vontade do fundador Paulo Barbanti de não entregar operadora aos concorrentes
 
A Bain Capital, gestora americana de private equity, adquiriu integralmente a operadora de planos de saúde paulistana Intermédica por cerca de R$ 2 bilhões, após vários anos recebendo ofertas. A informação foi publicada nesta segunda-feira (24) pelo jornal Valor Econômico. Procurada pelo Saúde Web, a assessoria da empresa informou que deve se pronunciar oficialmente nas próximas horas.
 
As negociações concluídas no sábado (22) teriam começado em agosto de 2013 e terminaram com uma disputa entre três fundos, todos estrangeiros: Texas Pacific Group (TPG), KKR e Bain Capital – que também adquiriu no Brasil a Atento, do grupo Telefônica, por US$ 1,3 bilhão em outubro de 2012.
 
Segundo o jornal, com a aquisição o fundador da operadora, Paulo Barbanti, deixará as operações. Nos últimos anos, o executivo se opôs a ofertas feitas por operadoras brasileiras como a Amil, então de Edson Bueno, e chegou a manifestar predileção por uma venda para um fundo estrangeiro, o que acabou se concretizando. A operadora terminou 2012 com R$ 1,8 bilhão de receita, crescimento de 6,4% frente ao ano anterior, mas com lucro líquido 9% menos (R$ 50,6 milhões).
 
A Intermédica é dona da seguradora Notre Dame, voltada para um público de renda mais elevada e saúde preventiva, e pela operadora de planos dentais Interodonto, além de uma divisão voltada à saúde ocupacional. Nos últimos anos vinha fazendo uma série de investimentos na sua já grande infraestrutura própria, se valendo sempre de capital próprio e fugindo de empréstimos bancários, o que despertou a atenção de outros players do mercado.
 
* com informações do jornal Valor Econômico
 
SaudeWeb

ANS publica selos de qualificação para rede credenciada

Ícones que mostram atributos de prestadores de serviço serão informados pelas empresas e publicadas pela ANS
 
Desde sexta-feira (21) todas as operadoras de planos de saúde estão obrigadas à divulgar informações sobre a qualificação dos profissionais e estabelecimentos de saúde que fazem parte de suas rede credenciadas. Entre os dados estão especialização de médicos e profissionais ou acreditação de hospitais, por exemplo.
 
O livro de convênio e a página da operadora na internet deverão ter o ícone relativo a esses atributos nas listas de sua rede prestadora de serviços de saúde. Segundo a ANS, a medida busca ampliar o poder de avaliação e de escolha dos beneficiários, destacar os atributos que diferenciam os prestadores e estimular a adesão destes profissionais e estabelecimentos de saúde a programas de qualificação.
 
É de responsabilidade das operadoras conferir a veracidade e a procedência das informações fornecidas pelos prestadores de serviços de saúde antes da divulgação. O descumprimento da obrigação no prazo estabelecido poderão render multas de até R$ 35 mil.
 
A divulgação das informações sobre a rede assistencial deve seguir a padronização estabelecida pela ANS por meio de ícones dos atributos, especificados no anexo da Instrução Normativa nº 52. Os modelos podem ser vistos na página da ANS.
 
O Manual de Uso dos Ícones dos atributos de Qualificação podem ser vistos (em pdf) aqui.
 
SaudeWeb

Monitoramento remoto reduz internação hospitalar e consultas

'Big Brother' do coração monitora ritmo cardíaco e transfere informações clínicas à distância para médicos
 
Congresso da Socesp (XXXV), realizado entre os dias 21 e 23 de março, apresentou tecnologia que possibilita o controle do coração do paciente à distância, sendo uma importante ferramenta para portadores de marcapasso ou outros dispositivos cardíacos (DCEI – Dispositivo Cardíaco Eletrônico Implantével).
 
Apelidado pelos cardiologistas de Big Brother do coração, o dispositivo, que parece um celular e pode ser carregado no bolso, tem condições de obter informações diagnósticas que são encaminhadas periodicamente para uma central e um médico responsável. No caso de um dado muito relevante, um alerta é enviado por email ou até mesmo SMS para o celular do médico. O aparelho, que ainda não é pago pelo SUS no Brasil, custa em média o valor de um aparelho celular.
 
Além de monitorar o ritmo cardíaco e o estado do sistema de estimulação cardíaca artificial, o dispositivo também pode obter e passar informações clínicas do paciente tais como: arritmias atrial e/ou ventriculares, quantidade de fluidos no tórax, diagnosticando precocemente insuficiência cardíaca: “Se, por exemplo, as taxas de fluidos estiverem altas, pode ser uma indicação de que o paciente está entrando em insuficiência cardíaca de maneira bastante precoce, quando o paciente ainda não apresenta nenhum sintoma clínico” afirma o especialista.
 
Segundo o cardiologista Silas Galvão, existem dificuldades para o controle de pacientes portadores de DCEI no Brasil e no mundo. O acompanhamento de um paciente portador desses dispositivos, de acordo com os protocolos médicos, deve ser iniciado nos primeiros 30 dias após o implante; seguido de revisões geralmente de três em três meses no 1º ano e de seis em seis nos anos subsequentes, exceto para casos especiais.
 
Para isso, é demandada grande número de consultas que dificilmente são possíveis de ser efetuadas na sua totalidade pelas clínicas de estimulação cardíaca artificial. “A monitorização remota, já bastante utilizada nos Estados Unidos e Europa, além de minimizar esse problema pode até mesmo salvar vidas, ao aumentar a eficiência no acompanhamento” explica Galvão, em comunicado.
 
No Brasil o sistema já está disponível desde 2004, no entanto não conseguiu grande aderência da comunidade científica em virtude de diversas dificuldades encontradas na época. “Agora, com aumento da complexidade dos dispositivos, assim como a melhoria das telecomunicações e do sistema de transmissão em nosso País, estamos investindo em uma estrutura que conta com médico, enfermeira e auxiliar de enfermagem, exclusivamente dedicados para a avaliação e monitoramento remoto de seus pacientes”, conta o cardiologista/ritmologista e palestrante do evento, Carlos Eduardo Duarte.
 
Segundo Carlos Duarte, o monitoramento remoto promove melhor aderência do paciente, redução da taxa de internação hospitalar por insuficiência cardíaca, diagnóstico precoce de episódios de FA assintomáticos, assim como redução da taxa de choque inapropriado em portadores de cardioversor desfibrilador implantável (CDI). “A detecção de arritmias potencialmente graves foi antecipada em até 40 dias em alguns casos e redução de até 45% das consultas presenciais/paciente/ano”, conclui.
 
SaudeWeb

Dados e cenário econômico são os desafios da TI na saúde

Intersystems aposta em Health Informatics Platform (HIP) e espera que tecnologia simplifique os complexos banco de dados no setor
 
A área de saúde passa por um momento delicado. Em um negócio onde o principal ativo são as vidas dos pacientes, a tecnologia é aliada para realizar diagnósticos mais precisos. Por isso, não é de se espantar que as bases de dados desempenham papel fundamental nas mais diversas organizações do setor – desde operadoras até laboratórios e hospitais.
 
O primeiro obstáculo é o cenário econômico, que de certa forma impacta investimentos. “O mercado de saúde está sofrendo em todo o mundo com os problemas financeiros dos governos, mas mesmo assim vemos crescimento”, reconhece o vice-presidente de planejamento estratégico da Intersystems, Paul Grabscheid. O resultado se traduz em números – foram US$ 463 milhões de receita no ano passado, com expectativa de superar a marca dos US$ 500 milhões neste ano.
 
Para não ter que se submeter às regras de mercado, a Intersystems pretende se manter como uma companhia de capital privado. “Assim, direcionamos nosso foco no longo prazo, sem nos preocupar com investidores e Wall Street. Apenas com clientes”, esclareceu o fundador e CEO da empresa, Terry Ragon, na abertura do Intersystems Global Summit 2014, em Orlando, nos Estados Unidos*.
 
O segundo desafio é lidar com a complexidade existente no armazenamento e processamento de dados. A empresa frisa que, apesar de ser conhecida pelos sistemas de Health Informatics Exchange (HIE), o foco é se estabelecer com a plataforma mais abrangente, a Health Informatics Platform (HIP). A diferença, explica Grabscheid, é que, enquanto a primeira apenas extrai e compartilha as informações – seja ela dados de pacientes, diagnóstico, sintomas, etc –, com a segunda é possível ir além da informação puramente compartilhada, entendendo o que os dados dizem a fim de agir. Trocando em miúdos, a plataforma de processamento de dados dá insights e relatórios mais simples, porém enriquecidos ao usuário final.
 
Na prática, nada mais é do que o desafio de se ligar com big data, dentro do nicho de saúde. Um exemplo fácil de entender reside na área de pesquisa. “São publicados 1,1 milhão artigos médicos ao ano. Se você pensar que 1% deles pode ser relevante para um médico de uma única especialidade, ainda assim é muita informação”, elucida o executivo.
 
O vice-presidente de plataformas de base de dados, Robert Nagle, apresentou os resultados alcançados com a última versão das tecnologias Intersystems. Com o mesmo servidor 32x, foi possível chegar a 24 vezes mais capacidade de trabalhar com cargas de trabalho – e essa tecnologia começa a ser distribuída neste ano. “Entre nossos clientes, temos alguns grandes hospitais e instituições que trabalham com muitos médicos e por isso têm muitos dados, e eles devem ser os primeiros a contratar essa solução”, espera.
 
O objetivo, segundo ele, é permitir redução substancial de custos de manutenção e gestão de servidores e aumentar ao máximo a capacidade de processamento – qualquer que seja a tecnologia envolvida. “Há muitos aspectos tecnológicos nos quais os fornecedores focam seus produtos. Meu ponto vai além – isso não é importante, o que vale é o resultado alcançado, como o sistema atua e até onde ele pode ir”, enfatiza.
 
Dentre os segmentos de atuação da Intersystems, a área de saúde representa aproximadamente dois terços do faturamento. Além da HIP, a reorganização das áreas internas estabeleceu outras duas áreas-chave de investimento nos próximos anos: tecnologia avançada de dados e prontuário eletrônico do paciente (PEP).
 
* a jornalista viajou para Orlando a convite da Intersystems

SaudeWeb

Computador Watson será empregado no combate ao câncer

Colaboração entre IBM e o Centro de Genoma de Nova York utiliza o supercomputador para combinar mutações e potenciais tratamentos
 
A IBM e o Centro de Genoma de Nova York (NYGC) querem provar que o supercomputador Watson pode reduzir drasticamente o tempo necessário para identificar os tratamentos mais eficazes contra o câncer, baseado na análise de mutações genéticas específicas em pacientes.
 
Em parceria com hospitais regionais, o NYGC planeja avaliar a habilidade do Watson para ajudar oncologistas a desenvolverem atendimento mais personalizado a pacientes com glioblastoma, uma forma de câncer de cérebro agressiva e maligna que matou mais de 13 mil pessoas somente nos Estados Unidos, no ano passado. O NYGC é um consórcio sem fins lucrativos entre líderes de academia, médicos e universidades que trabalham no avanço de aplicações de genômica, ramo da genética que estuda sequências de DNA completas, ao invés de genes individuais.
 
Técnicas médicas precisas baseadas em análises genômicas possuem um potencial favorável ao combate ao câncer, afirmou Ajay Royyuru, biologista computacional da IBM Research.
 
“A diferença entre um indivíduo e outro para um mesmo diagnóstico de câncer é enorme – será possível descobrir qual é o tratamento certo pra você e qual não é”, explicou Royyuru. “Por que isso? Porque o câncer é uma doença do genoma.” As anormalidades causadoras do câncer não são diferentes de um indivíduo para o outro apenas, mas elas também mudam com o tempo, tornando-se mais e mais anormais.
 
Isso torna o Watson particularmente importante na condução dessas análises, já que o computador consegue proporcionar uma recomendação de tratamento o mais rápido possível, antes que o genoma se altere novamente.
 
A colaboração entre IBM e NYGC, anunciada esta semana, utiliza uma versão customizada do sistema de computação cognitiva do Watson, que tornou-se famoso por vencer um humano no jogo de perguntas e respostas do programa americano do Jeopardy, em 2011. Desde então, a IBM tem feito a saúde a principal indústria para comercialização da tecnologia, além de trabalhar com outras instituições para aplicar o supercomputador no suporte à decisão durante o tratamento de câncer.
 
O estudo usará um novo protótipo do Watson, que foi treinado para compreender os dados genômicos, aceitando análises de mutações de câncer como entrada. A partir das mesmas habilidades que lhe permitiram extrair diversas notícias e fontes de referência no jogo do Jeopardy, o Watson pesquisará a literatura científica na combinação de anormalidades genéticas com medicamentos associados ao tratamento dessas mutações.
 
O diretor adjunto de ciência informática do NYGC, Toby Bloom, afirmou que o processo atual para realizar essas pesquisas bibliográficas é relativamente manual e leva cerca de semanas ou meses. “Podemos sequenciar genomas de forma relativamente rápida, mas depois há este grande atraso na forma como se associa isso com as drogas.”
 
O Watson promete reduzir esse processo de semanas ou meses para minutos ou horas, revela o especialista. A realidade dessa afirmação, que se baseia em testes da IBM com dados de referência do Atlas Genômico do Câncer, conduzido pelo Instituto Nacional de Saúde dos EUA, continuará a ser comprovada através de ensaios clínicos que a empresa de tecnologia e o NYGC estão planejando.
 
A promessa não está relacionada ao fato do Watson produzir curas mágicas ou mesmo identificar a droga perfeita para cada caso. No entanto, ao acelerar o processo de identificação das opções mais promissoras em meio a uma lista de medicamentos, a tecnologia faz com que seja mais provável entregar um tratamento a tempo de fazer a diferença.
 
“Como um primeiro passo, nós estamos apenas fazendo o possível para selecionar drogas com rapidez suficiente, que serão direcionadas para pacientes específicos”, disse Bloom. “Assumindo que podemos encontrar qualquer melhoria em pelo menos um pequeno número de pacientes iremos estender esse estudo.” Além disso, se o projeto começar a obter resultados positivos, pode ser possível alimentar esses resultados de volta para Watson”, de modo que a parte de aprendizagem dinâmica do sistema encontre associações que não seriam encontradas tão rapidamente.”
 
* por David F. Carr, da InformationWeek Healthcare EUA

SaudeWeb

Tuberculose afeta um milhão de crianças por ano, aponta estudo

Tuberculose afeta um milhão de crianças por ano, aponta estudo Morguefile/Divulgação
Foto: Morguefile / Divulgação
Cientistas destacam a necessidade de melhorar os métodos
de diagnóstico nas crianças
Estimativas são duas vezes maiores que as da Organização Mundial da Saúde
 
Quase um milhão de menores de 15 anos desenvolvem tuberculose a cada ano no mundo, duas vezes mais do que se pensava até agora, segundo um estudo publicado pela revista médica britânica The Lancet, por ocasião do Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, celebrado ontem (segunda-feira).
 
Cientistas americanos calculam que pelo menos 999.800 menores de idade são afetados a cada ano pela tuberculose. Deles, 32.000 desenvolvem uma tuberculose multirresistente (TB-MR) aos medicamentos.
 
— Nossas estimativas são duas vezes maiores que as da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2011 e três vezes a mais que o número de casos notificados entre crianças a cada ano — disse Ted Cohen, um dos coautores do documento e professor na Harvard School of Public Health de Boston.
 
Segundo os dados mais recentes da OMS, 530 mil menores de idade contraíram tuberculose em 2012.
 
Esta é a primeira vez que os especialistas avaliam o número de casos de tuberculose multirresistente (TB-MR) em menores de 15 anos, que representam 25% da população mundial. A TB-MR é uma forma de tuberculose provocada por um bacilo que resiste à Isoniaziada e à Rifampicina, os dois medicamentes mais eficazes para combater a doença pulmonar.
 
Segundo o estudo, a Ásia meridional e oriental é a região mais afetada pelo fenômeno, com 400 mil casos a cada ano, sendo 10 mil de TB-MR, à frente da África (280 mil casos anuais, sendo 4,7 mil de TB-MR).
 
Os cientistas destacam a necessidade de melhorar os métodos de diagnóstico nas crianças e, em particular, nos menores de cinco anos que correm mais riscos de desenvolver formas severas de tuberculose.
 
De acordo com a OMS, 450mil pessoas desenvolveram TB-MR no mundo e 170mil morreram em 2012, mas apenas 20% receberam tratamento adequado, o que favorece a propagação da doença.
 
AFP / Zero Hora

Campanha busca prevenir afogamentos de crianças e adolescentes

Campanha busca prevenir afogamentos de crianças e adolescentes Diego Vara/Agencia RBS
Foto: Diego Vara / Agencia RBS
Os afogamentos ocupam o segundo lugar no ranking de mortes
de crianças até 14 anos por acidentes no Brasil
ONG Criança Segura indica como evitar os acidentes
 
Os afogamentos ocupam o segundo lugar no ranking de mortes de crianças até 14 anos por acidentes no Brasil, perdendo apenas para o trânsito, com 2 mil mortes por ano, incluindo os atropelamentos.
 
Para alertar a sociedade sobre esse risco, a ONG Criança Segura lançou uma campanha de prevenção afogamentos de crianças e adolescentes.
 
A cada ano, mais de 1,1 mil crianças morrem afogadas, segundo dados do Ministério da Saúde. A maior incidência ocorre com crianças entre um e qutro anos — 422 casos, o que representa 37% do total. Em segundo lugar, vêm as mortes de crianças com idades entre 10 e 14 anos — 407 registros e 36% dos casos.
 
— O objetivo da campanha é gerar um alerta para a população de que a prevenção é simples, mas precisa entrar no dia a dia das famílias. O adulto deve estar sempre com a criança quando ela estiver na água. Noventa por cento dos acidentes podem ser evitados — disse a coordenadora nacional da ONG, Alessandra Françoia.
 
Ela explica que o elevado número de mortes ocorre porque o afogamento é um acidente silencioso e muito rápido.
 
— A gente tem quatro minutos para salvar a vida da criança depois que ela perde a consciência. Um balde com dois dedos de água pode ser suficiente para uma criança de até três anos se afogar — afirma.
 
Os cuidados em casa devem ser redobrados: depois do uso, esvaziar e armazenar em locais altos baldes, bacias e banheiras, deixar abaixada a tampa do vaso sanitário e esvaziar tanques. Outras formas de prevenção importantes são ensinar a criança a nadar a partir dos quatro anos e ensinar, aos responsáveis, técnicas de primeiros socorros para o caso de uma emergência.
 
O alerta maior, no entanto, é para locais abertos como represas, rios, lagos e mares, que respondem por 424 mortes por ano, o equivalente a 38% dos casos. Piscinas também despertam preocupações, principalmente por causa dos ralos, já que há casos em que crianças ficam presas por partes do corpo ou pelo cabelo.
 
— Todo mundo sabe que tem que pôr a tampa no ralo. Um país sério determina tolerância zero para o acidente. Nenhuma família precisa sofrer essa dor. Quem tem que evitar somos nós mesmos, sendo consumidores exigentes e pais mais atentos — ressaltou Alessandra.
 
No caso das piscinas, as medidas de prevenção incluem instalar alertas sonoros de movimento e ralos cobertos anti-sucção, além de tampá-las com lona após o uso.
 
Com relação aos clubes, Alessandra informa que o Rio de Janeiro é o único estado que tem obrigatoriedade de ter salva-vidas.
 
— Essa responsabilização do prestador de serviço tem que acontecer — acrescentou.
 
Um projeto de lei que torna obrigatória a presença de profissionais salva-vidas em balneários ou locais aquáticos abertos ao público foi aprovado na quarta-feira, dia 19, em caráter conclusivo, pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados. O texto seguirá agora para apreciação do Senado, a não ser que haja recurso para que seja votado pelo plenário da Câmara.
 
A campanha da Criança Segura pode ser acompanhada pela página da ONG no Facebook e pelo site da ONG.
 
Agência Brasil / Zero Hora

Estresse reduz chances de mulher engravidar, demonstra estudo

Estresse reduz chances de mulher engravidar, demonstra estudo Simona Balint/Stock.xchng
Foto: Simona Balint / Stock.xchng
Pesquisa acompanha 501 mulheres que tentavam ter filhos e sugere que quanto maior a tensão, menor é chance de gestação
 
Altos níveis de estresse podem dobrar o risco de infertilidade em mulheres, apontam cientistas da Universidade de Ohio, Estados Unidos. Eles descobriram que mulheres que sofrem muita tensão têm apenas metade das chances de conceber um filho dentro de um ano. Os resultados do estudo foram publicados online na revista Human Reproduction .
 
O tema está sendo pesquisado pela equipe desde 2010, mas este é o primeiro estudo a apontar que tensões emocionais e mentais podem causar diretamente a infertilidade — problema clinicamente definido como a incapacidade de conceber um filho após de 12 meses de tentativas.
 
Os pesquisadores acompanharam 501 mulheres com idades entre 18 e 54 anos por um ano e mediram os seus níveis de alfa-amilase, um indicador de estresse que pode ser medido pela saliva. Cada participante realizou um teste de saliva no início do trabalho e outro após o começo do primeiro ciclo menstrual.
 
As mulheres que apresentavam quantidade elevada da substância eram 29% menos suscetíveis à engravidar a cada mês do que aquelas com níveis baixos. Depois de um ano de tentativa, elas se tornaram duas vezes mais propensas a não conceber a gravidez, o suficiente para que sejam classificadas como inférteis.
 
Segundo o professor da Universidade de Ohio, Courtney Denning-Johnson Lynch, os resultados da pesquisa devem incentivar as mulheres que enfrentam dificuldade em engravidar a gerir seu estresse por meio de técnicas como ioga, meditação ou uma simples caminhada. Ao mesmo tempo, afirmou que os casais não devem culpar a si mesmos se estiverem enfrentando problemas de fertilidade, pois o estresse não é o único e nem o mais importante fator envolvido na capacidade de engravidar.

Zero Hora

Cuidado com as calorias líquidas

Uma dose de uísque de 100ml contém 240 Kcal
Uma lata de refrigerante por dia acresce 1050 calorias à semana, o equivalente a quatro hambúrgueres
 
Quem gosta de controlar a alimentação, precisa tomar cuidado com o que os especialistas chamam de calorias invisíveis. Concentradas naquilo que você bebe, ganharam esse nome porque são frequentemente ignoradas por quem está fazendo dieta.
 
“As pessoas se preocupam com aquilo que comem e não atentam ao que estão colocando no copo. Daí a dieta não dá certo e elas não sabem por quê”, diz a nutricionista funcional Maria Angelina Souza, de Santa Catarina.
 
Uma lata de refrigerante contém, em média, 150 calorias. Se uma pessoa tomar uma por dia, na hora do almoço, por exemplo, terá acrescido 1050 calorias à semana, o equivalente a quatro hambúrgueres. “Dependendo do que a pessoa consome, a bebida pode representar até 50% do valor calórico de toda a refeição”, alerta a nutricionista Denise da Motta, de São Paulo.
 
Confira quantas calorias você está ingerindo a mais por dia, sem perceber
 
Água de coco verde - 1 copo de 240 ml - 62 kcal
 
Aguardente - ½ copo - 120 ml - 277 kcal
 
Aguardente - ½ copo - 120 ml - 277 kcal
 
Café com açúcar - 1 xícara de 50 ml - 33 kcal
 
Café sem açúcar 1 xícara de 40 ml - 3 kcal
 
Caldo de cana - 1 copo de 240 ml - 202 kcal
 
Champanhe - 1 taça de 125 ml - 85 kcal
 
Cerveja - 1 lata de 350 ml - 147 kcal
 
Chope - 1 tulipa de 300 ml - 180 kcal
 
Energético - 1 frasco de 473 ml - 109 kcal
 
Refrigerante - 1 lata de 350 ml - 137 kcal
 
Refrigerante Light - 1 lata de 350 ml - 1,5 kcal
 
Suco de abacaxi natural - 1 copo de 240 ml - 100 kcal
 
Suco de acerola natural - 1 copo de 240 ml - 36 kcal
 
Suco de maçã natural - 1 copo de 240 ml - 154 kcal
 
Suco de manga natural - 1 copo de 240 ml - 109 kcal
 
Vinho branco doce - 1 taça de 125 ml - 178 kcal
 
Vinho branco seco - 1 taça de 125 ml - 107 kcal
 
Vinho tinto seco - 1 taça de 125 ml - 107 kcal
 
Uísque - 1 dose de 100 ml - 240 kcal
 
Vodka - 1 cálice de 20 ml - 48 kcal
 
E os refrigerantes não são os únicos vilões. Suco de frutas em excesso, principalmente os de caixinha, além de serem ricos em conservantes, têm muitas calorias. Um copo de suco de laranja de caixinha, por exemplo, tem em média 140 calorias.
 
“No entanto, o natural têm fibras, que reduzem o valor calórico e são benéficas ao organismo”, afirma Angelina. “O melhor mesmo é comer uma laranja. Assim é possível aproveitar todas as fibras e reduzir a ingestão calórica”, recomenda Denise.A opção totalmente saudável e light e indicada pelas especialistas é a água, que pode até ser com gás. Para quem acha a escolha sem graça, Denise dá outras duas opções: suco de limão ou de maracujá. 
 
Mais eficiente
Quando o assunto é perda de peso, cortar os líquidos pode ser mais eficaz do que diminuir a quantidade de alimento. É o que diz um estudo realizado pelo Johns Hopkins Bloomberg School of Public Health, nos Estados Unidos. Os pesquisadores descobriram que reduzir apenas uma porção do consumo de bebidas açucaradas, como refrigerante ou sucos artificiais, pode emagrecer meio quilo em seis meses. Ao reduzirem as mesmas calorias em alimentos, o emagrecimento foi cinco vezes menor no mesmo período.
 
iG

Doe Órgãos, doe Vida!

47% das famílias se recusam a doar órgão de parente com morte cerebral

Foto: Reprodução
Falta de conhecimento sobre irreversibilidade da morte encefálica é principal causa de recusa de doação de órgãos
 
Não é a falta de estrutura, mas a negativa familiar o principal motivo para que um órgão não seja doado no Brasil. De todas as mortes encefálicas e que, portanto, os órgãos poderiam ser transferidos para pacientes que correm risco de morte, pouco mais da metade se transforma em doação. O número é alto e cresceu de 41%, em 2012, para 47% em 2013, segundo dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO).
 
De acordo com o nefrologista José Medina Pestana, a principal justificativa das famílias para não doar órgãos é o fato de nunca terem conversado sobre o desejo de doar. “Por isso, insistimos que isso tem que ser assunto de família”, diz o integrante da ABTO.
 
Quando isso não é um assunto resolvido, cabe a uma equipe do hospital responsável pela captação de órgãos explicar à família que a morte encefálica já é a morte. Quando ela é decretada é porque ocorreu a parada definitiva e irreversível do cérebro e do tronco cerebral, o que provoca em poucos minutos a falência de todo o organismo.
 
No Hospital Bandeirantes, coube a uma integrante desta equipe conversar com a professora de língua portuguesa Gizele Caparroz de Almeida, 50 anos. Na festa de Ano Novo, seu marido, Varlei de Almeida, sentiu uma forte dor de cabeça. Era mais uma vítima de um AVC hemorrágico.
 
Na segunda-feira do dia 6 de janeiro deste ano, menos de uma semana após o AVC, Varlei morreu. “A gente não sabia o que era morte cerebral. A gente nunca tinha falado sobre doação de órgãos. Se tem um mito em família é o mito da morte. Ninguém está preparado para isto. Eu não estava”, lembra Gizele. 
 
Gizele conta que a atuação da enfermeira captadora de órgãos foi fundamental não só para que os órgãos fossem doados, mas também para que a família entendesse o que estava acontecendo e trabalhasse o luto. Além de explicar que a morte cerebral é irreversível, a profissional explicou que tinham sido feitos testes neurológicos e clínicos que atestavam a morte.
 
“A enfermeira Tamires fez  muito mais que uma captação de órgãos. Foi um apoio psicológico para todos nós. Explicou o que estava acontecendo, o que era morte cerebral, respondeu nossas perguntas. É uma situação irreversível, mas não sabíamos disso e ainda tínhamos esperança que ele se recuperasse de uma espécie de coma. Principalmente minha filha mais nova ainda tinha muitas esperanças de que o pai sobrevivesse", lembra Gizele. 
 
Após a conversa - em que participaram Gizele, as duas filhas (de 14 e 20 anos), o sogro e a cunhada - o fígado, os rins e a pele de Varlei foram doados. A família não pode doar o coração, pois os remédios durante a internação de cinco dias comprometeu a doação do órgão.
 
“A doação é uma forma de transformar a dor em algo bom. As pessoas podem fazer algo bom de uma situação de extrema tristeza como esta que estou vivendo. Eu sei que é uma visão romântica, mas a doação ajuda a pensar que ele continua”, diz Gizele. “Estávamos casados há 25 anos, no ano passado fomos viajar, trocamos aliança. É uma dor imensa. A morte foi de uma hora para outra. A gente tem – e eu não vou falar tinha – uma família linda. Mas não tem ruptura quando se tem amor”, completa.
 
No início de março, Gizele voltou a dar aula. “Acho que é melhor não parar, né?”. Na primeira semana de aula os alunos fizeram um projeto sobre o acidente de Santa Maria, onde mais de 200 pessoas morreram. “Os meus alunos escreveram crônicas lindas sobre o que aconteceu e um dos temas abordados foi a necessidade de muitos receberem doação de pele. Não tinha banco suficiente no Brasil”, lembra.
 
iG