Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 17 de março de 2015

Há 2 anos na fila do SUS para cirurgia, mulher sangra o tempo todo: "Acho que vou morrer por uma coisa simples"

Reprodução: Dori está há meses à
espera de cirurgia
Sem retirar mioma, ela está revoltada com atendimento das redes estadual e municipal
 
Há dois anos, Maria das Dores Alves da Silva Santos, a Dori, de 46 anos, está com sangramento vaginal e ainda não encontrou solução para o seu caso dentro do SUS (Sistema Único de Saúde). De mulher corpulenta, ativa, cheia de disposição, hoje ela se vê desanimada, sem conseguir trabalhar. 
 
Já se sentindo bastante anêmica (como ficou constatado em exame, feito em abril passado), ela só levanta da cama só para se alimentar e, de tempos em tempos, ir à UBS (Unidade Básica de Saúde ) Novo Jardim, a mais próxima de onde mora, na região de Santo Amaro, bairro de São Paulo. Dori vai para saber se a tão esperada consulta com um cirurgião, indicada por uma médica da unidade municipal, já pode ser marcada. 
 
Vai e retorna cansada, pois, segundo ela, ouve a mesma resposta de sempre: está na fila, não há cirurgião. Então ela respira fundo e sai de coração apertado, sentindo a dor de muitos brasileiros, principalmente os que moram nas periferias, que não têm acolhimento adequado do serviço público. E fazendo de tudo para que o sangue não atrapalhe seu trajeto de volta.
 
— Tudo o que eu queria era conseguir uma consulta com um cirurgião. Do jeito que está, acho que vou morrer e não vou conseguir. Já vi algumas amigas minhas passarem por isso e morrerem sem o atendimento adequado.
 
As consultas na UBS, onde foi atendida quatro vezes nos últimos nove meses, têm servido mais para ela desabafar sua angústia com a médica. Já não pode passar as horas ativas em um salão de beleza, especializado em cabelos cacheados, trabalhando com a sobrinha.
 
A doutora, segundo ela, a escuta, lamenta a situação, indica a cirurgia mas diz que nada mais pode fazer além de lhe ter receitado o remédio Cerazette, que não está conseguindo conter o sangramento.
 
— Fico deitada o tempo inteiro, porque aí o sangramento melhora. Se me levanto, o sangramento volta forte. Tão forte que não uso mais absorvente, uso fralda.
 
Necessidade de cirurgia 
Nesta turbulenta pré-menopausa (transição do período reprodutivo para o não-reprodutivo), tudo se agravou há nove meses, quando os sangramentos ficaram muito fortes. No dia 3 de abril de 2014, Dori foi atendida no Hospital M'Boi Mirim, municipal.
 
Ao R7, tanto a Secretaria Municipal da Saúde, de São Paulo, quanto a Estadual consideram que atenderam a paciente de maneira adequada. A Secretaria Municipal diz que ela foi avaliada pelo médico plantonista da obstetrícia, que mediu sua pressão e não constatou alterações clínicas ou instabilidade hemodinâmica (alteração de pressão). Mesmo medicada, quatro dias depois, Dori foi parar na mesa de cirurgia do Hospital Regional Sul, estadual. 
 
Ela recebeu anestesia raquidiana e fez uma curetagem (retirada de material do útero). O hospital afirma que houve um aborto espontâneo e garante não ter detectado mioma no atendimento. Exame realizado dias depois pelo próprio Hospital Regional Sul, em parceria com o Centro Estadual de Análises Clínicas — Zona Sul e o Labpac (Anatomia Patológica e Citopatologia), apontou que ela tinha um mioma no útero.
 
— Não recebi informação nenhuma do hospital. Tive a impressão de que a cirurgia foi interrompida. Foi um descaso. Além do mais, não há como ter sido aborto espontâneo. Fiz laqueadura há 20 anos, após dar à luz ao meu filho mais novo.
 
Após novos exames em outro hospital municipal, o do Campo Limpo, pedidos pela UBS, ela retornou em 9 de junho à UBS, para marcar a cirurgia de retirada do mioma. Mas está esperando até agora, sem que o sangramento seja contido. Dori tem duas irmãs, mais velhas, que moram em Itabuna (BA) e, também com mioma, resolveram a situação no sistema de saúde local.
 
— Elas ficaram bem, tudo foi resolvido com rapidez. Não é possível que, no interior da Bahia, onde se imagina que o acesso à Saúde seja bem mais precário, minhas irmãs tiveram a situação resolvida e eu, em um centro grande como São Paulo, encontro tantos problemas.
 
Uma médica particular confirmou ser necessária uma histerectomia abominal (retirada do útero). O valor dessa cirurgia, porém, é inacessível para o padrão de vida de Maria das Dores, o que só aumentou seu desânimo.
 
— Sou humilde, pobre, se tivesse dinheiro já teria marcado uma particular. Isso é comum no Brasil, muitas mulheres estão na minha situação. Fui a um hospital privado e o valor cobrado é de R$ 7.020,00. Até as pessoas da unidade, que me veem por lá, lamentam por mim. 
 
Drama familiar 
Dori tem três filhos, de 27, 23 e 19 anos. O mais novo mora com os pais. O marido dela, atualmente desempregado, também está sentindo o peso da situação. O drama chega mais forte na hora de dormir, quando o silêncio da noite se alinha à falta de resposta do dia. Dori vira de um lado para o outro da cama, jogando os lençóis sem se livrar, no entanto, das preocupações. 
 
— À noite deito e penso que não vou acordar. Acho que vou morrer. Gosto da vida, gosto de trabalhar, choro muito por não conseguir. Fico desesperada. Não tenho expectativa de vida. Penso que vou acabar morrendo por uma coisa simples.
 
Na última sexta-feira (13), ela reacendeu suas esperanças, ao ter sido procurada pela UBS para um retorno. Mas logo se decepcionou, porque mais uma vez não marcou a consulta com o cirurgião. Apenas foram pedidos novos exames. Segundo ela, deve demorar quase um mês para chegar o resultado. E seu caso é urgente, segundo guias que ela tem em mãos.
 
Acima de tudo, Dori está se sentindo humilhada por depender do poder público para resolver seu problema.
 
— O que estou vivendo é uma desconsideração com o ser humano. Sou humana também. Tenho sentimentos, como todos têm. Rico ou pobre, o sentimento existe. Acho que o pobre até tem mais sentimentos. Estou dependendo mais da minha fé em Deus, que eu tenho, do que do atendimento médico.
 
Mioma não é câncer 
O mioma é um tecido diferente do uterino, que forma um tumor benigno e aparece em mulheres com menstruação.  Atinge por volta de 50% das mulheres na faixa etária dos 30 aos 50 anos, em geral em idade fértil. 
 
Segundo a ginecologista Fernanda Araújo Pepicelli, do Hospital Bandeirantes, o início do quadro ocorre em geral antes mesmo da pré-menopausa. As causas comumente são hereditárias ou por desequilíbrio hormonal, que pode favorecer o surgimento do tecido. 
 
— Pessoas cujas mães tiveram um mioma são mais propensas a terem também.
 
Também nas mulheres pré-menopausa, porém, pode haver a ocorrência do mioma. É o caso de Dori. A médica considera o mioma uma anormalidade, mas o incômodo e a gravidade dependem da localização deste tecido, que pode ser na superfície do útero (pediculado), na parte externa (subseroso) ou no interior da parede uterina (intramural).
 
— Quando estão para dentro, geralmente o sintoma dos miomas é aumentar a menstruação, a quantidade de sangramento fica maior. Varia de mulher para mulher, conforme a localização.
 
Existem mulheres que chegam a ficar 10, 15 dias menstruadas por causa do mioma.
 
Fernanda afirma que é importante as mulheres terem a consciência de que o mioma não significa nenhum tipo de tumor maligno.
 
— Sempre tranquilizo dizendo que mioma não é câncer e não vai virar câncer.
 
Para ela, a indicação de cirurgia depende dos sintomas. A médica observa que, quando a menstruação é grande, há cólicas e a situação não melhora com medicamentos à base de progesterona, a cirurgia em geral é indicada. Mesmo em mulheres que estão para entrar na menopausa (fim da menstruação), que chega por volta dos 50 anos, a intervenção não deve ser descartada, conforme afirma a ginecologista.
 
Na menopausa, o útero e todas as ocorrências relacionadas a ela se inibem e quase nunca cirurgias são necessárias. Mas às vezes, mesmo que, em tese, falte pouco, não é possível esperar ela chegar.
 
— Claro que é levada em conta a idade. Mas a mulher pode ter 46, 47 anos, teoricamente estando perto da menopausa, e estar sangrando, sem melhorar com a medicação. Nestes casos, a própria paciente quer a cirurgia e nós acabamos fazendo, porque não é nada agradável ficar o tempo inteiro sangrando. Além disso, não dá para saber ao certo quando a menopausa irá chegar.  

R7

Casal de médicos abre hospital que cobra R$ 10 por consulta e R$ 500 por cirurgia

BBC/Prashant Ravi: Após trabalhar no sistema privado, Atul Varma e
Jayashree Shekhar decidiram construir um hospital e oferecer tratamento
 a preços acessíveis
Milhões de indianos são levados à falência por preços de tratamentos de saúde
 
À primeira vista, os prédios vermelhos e brancos parecem um simples albergue público em meio ao barulho de Hajipur, uma cidade em rápido desenvolvimento no Estado de Bihar, no norte da Índia.
 
Mas olhe atentamente e você verá uma torrente de pessoas entrando no Hospital Aastha, administrado por um casal de médicos empreendedores que deixou empregos lucrativos no setor privado indiano para criar um lugar que oferecesse tratamento de qualidade a preços acessíveis.
 
O cirurgião Atul Varma e a oftalmologista Jayashree Shekhar estão conseguindo derrubar a ideia corrente de que só os ricos conseguem tratamento de saúde de qualidade na Índia.
 
O país gasta apenas 1% de seu PIB na saúde, um dos menores índices no mundo. Consequentemente, o gasto dos indianos com a saúde privada corresponde a 69% do total de despesas domésticas, um dos mais altos no mundo. Milhões de indianos são levados à falência pelo alto preço dos tratamentos.
Apesar de o governo oferecer saúde pública gratuita, somente 22% da população rural e 19% da população urbana frequenta os ambulatórios estatais.
 
Desorganização
Em Bihar, o sistema público de saúde é bastante desorganizado, apesar de o Estado ter 800 hospitais e centros de saúde primária públicos e cerca de duas mil clínicas ou casas de repouso privadas. As leis federais que regulam o sistema privado são pouco controladas.
 
A proporção de um médico para cada 18 mil pacientes faz com que os profissionais estejam sempre exaustos e os pacientes desconfiem do atendimento. É difícil para os mais pobres conseguir o reembolso do valor de consultas e procedimentos através de seus modestos planos de saúde estatais sem pagar propina.
 
Além disso, cerca de dois terços dos medicamentos no mercado são falsos, segundo estimativas.
 
Há sete anos, o casal de médicos voltou a seu Estado natal depois de trabalhar em outras partes da Índia e também em outros países. Varma trabalhava em um hospital público antes de decidir, juntamente com sua esposa, abrir o hospital popular.
 
"Em um dos maiores hospitais públicos de Nova Déli, onde eu trabalhei durante algum tempo, encontrei pacientes de Bihar esperando dias a fio para conseguir uma internação", diz o cirurgião de 43 anos.
 
"Podíamos fazer muito pouco, já que não havia leitos disponíveis. Fiquei pensando que precisávamos fazer algo em nossa casa."
 
O casal fez um empréstimo no banco para comprar um antigo edifício escolar – a escola havia mudado para um local próximo – e transformá-lo em um hospital de 334 metros quadrados e 12 leitos, que abriu no ano passado.
 
Eles cuidaram de cada detalhe: um consultório espaçoso, um centro cirúrgico limpo e funcional, instalações elétricas à prova de fogo, uma farmácia, colchonetes d'água para manter o local fresco no verão e um sistema de ventilação que mantém o local arejado.
 
'Nem tudo está perdido'
A sala de espera no térreo tem pacientes todos os dias e Varma realiza cirurgias gerais, vasculares e laparoscópicas em pacientes que muitas vezes vêm de vilarejos longínquos.
 
A clínica cobra 200 rúpias (cerca de R$ 10) por consulta e entre 8 mil e 12 mil rúpias (R$ 410 a R$ 616) por cirurgias. É uma pequena parte do que os outros 500 centros de tratamento de Hajipur cobram de seus pacientes.
 
Dois orientadores psicológicos treinados conversam com os pacientes e os "educam" sobre suas doenças.
 
Desde que foi aberto, o Hospital Aashtha já tratou pacientes que vão de um bebê nascido sem o reto até um homem de 108 anos que precisava de uma cirurgia de próstata.
 
No mesmo bairro, o casal de médicos administra outras clínicas, que oferecem tratamento de baixo custo a pacientes todos os dias.
 
O fornecimento de água e de eletricidade é cortado com frequência – a falta de luz é comum e um gerador a diesel é usado como substituto.
 
O casal leva mais de uma hora e meia para completar a jornada de apenas 18 quilômetros de sua casa, na cidade de Patna, até o hospital, passando por uma ponte famosa por seus engarrafamentos.
 
"Algumas vezes eu estou tão cansado quando chego ao hospital que não consigo atender os pacientes", admite Varma.
 
Mesmo assim, o cirurgião e a oftalmologista não pensam em desistir.
 
Pelo contrário, o plano é expandir o hospital e construir mais um andar. Eles também aguardam resposta do governo, há mais de três anos, sobre um terreno não aproveitado de quatro mil metros quadrados para construir um hospital de 100 leitos para os pobres.
 
"Não vamos desistir. Nem tudo está perdido", diz Atul Varma.
 
BBC Brasil / R7

Vacina contra malária é testada com sucesso em hospital da Guiné Equatorial

Foto: Reprodução
O resultado dos primeiros testes de uma vacina contra a malária realizadas no Centro Médico La Paz de Sipopo, perto de Malabo, foi bem-sucedido, segundo anunciaram autoridades da área da saúde da Guiné Equatorial
 
O Escritório do governo da Guiné Equatorial informa hoje em seu site que, "após quase mais de dois anos de trabalho, os três primeiros voluntários receberam com sucesso a vacina PfSPZ no Centro Médico La Paz de Sipopo".
 
A vacina PfSPZ, desenvolvida pelo laboratório americano Sanaria Inc., aplicada a três voluntários, "demonstrou ser a possível vacina mais segura e mais eficaz para lutar contra a malária".
 
O teste, realizado no último dia 7, foi feito por "membros da empresa biotecnológica de Maryland (EUA), Sanaria Inc. que viajaram a Malabo para capacitar os membros locais e ajudar com os preparativos e a formulação de vacinas", segundo a mesma fonte.
 
A fonte também informou que a vacina gerou "uma resposta imunitária suficientemente forte como para proteger o corpo contra a picada".
 
Na elaboração da vacina, além da empresa biotecnológica americana e o pessoal do Ministério da Saúde e Bem-estar Social guineano, também participou o Ifakara Health Institute (IHI) da Tanzânia.
 
Em 2013, o governo da Guiné Equatorial investiu cerca de US$ 3 milhões no Programa da Luta contra a Malária, que contribuiu para sua redução na ilha de Bioko.
 
EFE / Terra

Infarto: escovar dentes só uma vez ao dia aumenta riscos

Essa seria a primeira vez que se confirmou que a frequência da escovação também influencia na incidência de doenças cardiovasculares Foto: Gazlast  / Shutterstock
Essa seria a primeira vez que se confirmou que a frequência
da escovação também influencia na incidência de doenças
 cardiovasculares
Estudo diz que escovar os dentes menos de duas vezes por dia aumenta em 70% as chances de doenças cardíacas
 
De acordo com um estudo feito pelo University College London, as pessoas que não escovam os dentes pelo menos 2 vezes ao dia aumentam em 70% as chances de ter doenças cardíacas. A pesquisa foi feita durante oito anos com 11 mil adultos da Escócia. Durante o período de avalição, foram registrados 555 registros cardiovasculares (como enfartes), sendo 170 fatais. 
 
Segundo o jornal que publicou a pesquisa, já se sabia que inflamações na boca e na gengiva tinham um papel importante no entupimento das artérias, um dos fatores que levam a doenças cardíacas. No entanto, essa seria a primeira vez que se confirmou que a frequência da escovação também influencia na incidência dessas doenças. 
 
“A pouca ou má higienização da boca pode levar a quadros inflamatórios e/ou infecciosos, como cárie e periodontite, que podem afetar toda a saúde do indivíduo, já que os dentes mantem contato com outras estruturas do corpo, como ossos e corrente sanguínea”, diz Sandra Kalil Bussadori, professora da Escola de Aperfeiçoamento Profissional da APDC (Associção Paulista de Cirugiões-Dentistas). 
 
Endocardite bacteriana Segundo Sandra, um exemplo clássico de que doenças bucais podem acarretar problemas de saúde mais sérios é a endocardite bacteriana (inflamação nas válvulas do coração que pode ser causada por uma simples dor de dente). Essa doença é causada pela bactéria Streptococcus Viridans, normalmente encontrada na boca. O problema é que na cavidade bucal esse microrganismo não causa dano, porém, ao entrar na correte sanguínea, vai direto para o coração e provoca a inflamação. 
 
Três vezes por dia é o ideal
Para ficar longe desse tipo de complicação, o ideal é que a escovação seja feita pelo menos três vezes ao dia, após as principais refeições (café da manhã, almoço e jantar/antes de dormir) e com o uso do fio dental e de raspadores linguais. “A escovação é importante, tanto para desorganizar o biofilme (placa bacteriana), como para disponibilizar flúor ao meio bucal com a pasta de dente”, diz Sandra. 
 
Também é importante uma consulta com o cirurgião-dentista, que ensina a melhor técnica de escovação, a frequência ideal e o período de retorno. “Cada pessoa tem o seu, de acordo com o risco que apresenta para desenvolvimento das doenças bucais para evitar complicações em saúde oral e, consequentemente, saúde geral”, diz a especialista. 
 
Terra

‘Ficou claro que a gestação era um problema para a empresa’, diz advogado

Dollar Photo Club/@DN6 : Empresa demitiu funcionária após
 fim do período de estabilidade da licença-maternidade
Empresa é condenada a indenizar mulher que foi rebaixada ao retornar de licença-maternidade. Chefe chegou a recomendar aborto

Porto Alegre - Uma assistente de atendimento da Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Médicos de Porto Alegre (Unicred) receberá uma indenização de R$ 15 mil por assédio moral depois de ter sido rebaixada de função ao retornar de licença-maternidade.

A decisão, proferida por unanimidade pela segunda turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST), considerou como agravante o fato de a empresa ter sugerido que a funcionária realizasse um aborto para evitar a licença. A decisão, que referenda sentença obtida em primeiro grau, é definitiva.

O caso ocorreu em 2008, quando a especialista em previdência privada Jaqueline Goulart Pacheco ficou grávida de gêmeos. Como a funcionária apresentou complicações durante a gestação, a licença-maternidade se estendeu pelo período de julho e novembro daquele ano por recomendação médica.

A funcionária, segundo o advogado Flávio Rezende, estava em plena ascensão profissional na empresa quando constatou a gravidez de risco. A Unicred questionou a prescrição de repouso e passou a exercer pressão para que a especialista pedisse demissão – quando retornou a seu posto, depois do nascimento dos filhos, Jaqueline passou a exercer a função de caixa numa agência menor que a anterior.

A funcionária foi demitida após o período de estabilidade da licença-maternidade.

— A minha cliente passou a ser totalmente preterida no ambiente de trabalho, inclusive com insinuações para que fizesse aborto por sua chefia, para que pudesse continuar ascendendo profissionalmente, depois de constatada a gravidez. Ficou claro que a gestação era um problema para a empresa — lamentou o advogado.

Os danos posteriores à funcionária incluíram corte de acesso ao plano de saúde fornecido pela empresa seguido de depressão, diagnosticada por um profissional da área psiquiátrica. Uma das testemunhas relatou que Jaqueline passou a ter problemas com a diretoria e com a gerência por ser a única especialista em previdência privada da empresa.

Diante da incapacidade da Unicred em provar o motivo da transferência, a decisão de primeiro grau foi pela caracterização de assédio moral com fixação de indenização. A decisão foi mantida no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região.

O relator da ação no TST, ministro José Roberto Freire Pimenta, manteve a decisão e concluiu pela existência de provas capazes de demonstrar, “inequivocamente, a ocorrência do dano”. Rezende lamentou a ação judicial, mas disse que é uma forma de desestimular ações concertas de preconceito contra mulheres no ambiente de trabalho.

— Trata-se de uma situação típica de discriminação, que ainda, infelizmente, as mulheres sofrem frequentemente no seu ambiente de trabalho, gerando muita dor emocional e estresse e culminando com a depressão. Tais atitudes devem ser coibidas e uma das formas é fazendo com que as empresas no mínimo paguem uma indenização correspondente ao dano provocado — defendeu.

A Unicred não se manifestou sobre a decisão judicial.
 
O Globo

Poluição do ar pode ter relação com aumento de casos de AVC, diz estudo

Falta de manutenção do escapamento prejudica a saúde dos moradores de São Carlos, SP. (Foto: Paulo Chiari/EPTV)
Foto Paulo Chiari/EPTV: Fumaça emitida por escapamento
de automóveis lança materiais particulados que prejudicam
a saúde de quem respira o ar contaminado
Quem vive em áreas poluídas têm mais chance de entupimento de artérias. Investigação foi feita com 300 mil pessoas em cidades dos EUA, como NY
 
Um novo estudo divulgado nesta segunda-feira (16) sugere que a poluição do ar tem relação com um possível estreitamento das artérias carótidas, responsáveis por transportar o sangue arterial do coração para o cérebro.
 
O entupimento delas pode provoca um acidente vascular cerebral (AVC).

Pesquisadores do Centro Médico Langone, hospital da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, analisaram registros de mais de 300 mil pessoas que vivem em Nova York, Nova Jersey e Connecticut.
 
Com os dados, eles descobriram que quem vivia em endereços com maior presença de poluição particulada ficou mais propenso ao estreitamento de suas artérias carótidas internas em relação a quem vivia em áreas menos poluídas.
 
A análise foi feita entre os anos de 2003 e 2008, com a ajuda de índices de poluentes obtidos pela Agência de Proteção Ambiental (EPA)
 
O material particulado (que tem a sigla em inglês PM2,5) é uma denominação para um conjunto de poluentes como poeiras, fumaças e todo titpo de material sólido e líquido que fica suspenso na atmosfera por causa do seu tamanho pequeno.
 
As principais fontes de emissões desse tipo de material são os veículos automotores, processos industriais e queima de biomassa. Esses agentes contaminantes causam danos graves à saúde, segundo cientistas.
 
Menos poluição, menos risco
De acordo com o pesquisador Jeffrey Berger, da Divisão de Cardiologia da Universidade de Nova York, os dados reforçam a possibilidade de que a poluição do ar diária pode representar um alto risco de AVC, além dos fatores de risco tradicionais como a pressão arterial alta, colesterol, diabetes e tabagismo.
 
As duas artérias carótidas internas estão situadas em ambos os lados do pescoço e fornecem sangue ao cérebro. Normalmente, o AVC resulta do acúmulo de placas nessas artérias.
 
Segundo Jonathan Newman, cardiologista que liderou a investigação científica, ainda não é possível estabelecer a influência direta da poluição, mas a análise sugere que a hipótese de que a redução dos níveis de contaminação do ar influencia na queda da incidência de problemas nas artérias carótidas e, consequentemente, possíveis episódios de AVC.
 
G1

Diabetes 2 impacta não só a saúde, mas também o bolso dos pacientes

Além de comprometer a qualidade de vida, a doença demanda um tratamento caro para pacientes e governos, indica estudo de universidade inglesa
 
Doença que afeta 383 milhões de pessoas em todo o mundo, o diabetes 2 impacta não só a saúde, mas também o bolso dos pacientes. Um estudo divulgado hoje pela Universidade de East Anglia, na Inglaterra, demonstra que, justamente nos países pobres e em desenvolvimento, se gasta mais com tratamento. Também há um preço indireto pago por quem tem a doença: em muitas nações analisadas, a enfermidade está associada à redução nas chances de emprego e até mesmo no salário.

A pesquisa, publicada na revista especializada PharmacoEconomics, é resultado de uma revisão de 109 artigos sobre os impactos econômicos do diabetes realizados em países de alta renda e naqueles de baixa/média renda.
 
Em alguns casos, como o do Brasil, os autores não incluíram pesquisas individuais, mas regionais, como o boletim da Organização Mundial da Saúde Custos do diabetes na América Latina e no Caribe. Mas um levantamento de 2007 da Sociedade Brasileira de Diabetes dá pistas sobre a dimensão econômica da doença no país: por ano, um paciente custa R$ 5,2 mil ao Sistema Único de Saúde, gasto que aumenta para R$ 12 mil no caso de tratamento privado.

“Esse impacto varia muito de um lugar para o outro, mas, de forma geral, podemos dizer que o custo direto do diabetes está bastante associado ao Produto Interno Bruto (PIB) per capita”, conta Till Seuring, principal autor do estudo inglês.
 
A matemática expõe graves distorções sociais: quanto mais pobre um país, mais alto é o preço que se paga pelo tratamento.

Correio Braziliense

Unimed Brasil economiza R$ 419,4 milhões com avaliação de OPMEs

Conhecido como um grave problema para o setor de saúde, o superfaturamento de OPME´s (Órteses, Próteses e Materiais Especiais) ultrapassou os corredores e portas de hospitais e empresas e se tornou conhecido também por pacientes, principalmente depois das reportagens sobre a máfia das próteses no começo deste ano
 
Os pacientes são os principais prejudicados pelo conflito, que envolve não apenas fabricantes e médicos, mas também planos de saúde e as instituições hospitalares, ou seja, trata-se de mais um desafio setorial no qual todos os elos têm sua responsabilidade.
 
O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), por exemplo, divulgou uma medida para combater as más práticas de OPME´s, na qual “corresponsabiliza os diretores técnicos e clínicos dos hospitais quanto à normatização dos fluxos da correta utilização desses materiais especiais”. A Resolução nº 273/2015, publicada no dia 5 de fevereiro de 2015, no Diário Oficial, passa a vigorar em 60 dias a partir desta data.
 
Outro exemplo de ação de combate ao superfaturamento e más práticas na área de OPME´s vem da Unimed Brasil, que representa 352 cooperativas em todo o País. Em 2009, a cooperativa criou o Comitê Técnico Nacional de Produtos Médicos (CNTPM), com o objetivo de padronizar tecnicamente produtos de qualidade comprovada e negociar os valores máximos na aquisição de materiais que atendam todas as cooperativas do Sistema.
 
Em reuniões mensais com equipes técnicas de seis Unimeds (a Unimed Brasil não divulga os nomes) – na maioria federações que representam Unimeds de determinados estados e também algumas singulares escolhidas devido ao porte e volume de negociações -, é estabelecido um teto máximo para os produtos e como adquire em grande quantidade, consegue negociar os preços.
 
“Antes [da fundação do Comitê] aconteciam disparidades muito grandes. Foi quando a Unimed Brasil centralizou para ‘dar moralidade aos preços’ ”, explica o diretor de Integração Cooperativista e Mercado da Unimed do Brasil, Valdemário Rodrigues Júnior.
 
De 2009 a 2013, a Unimed do Brasil estima economia de R$ 419,4 milhões, o que representa uma redução de 45% nos custos com esses produtos ao considerar o valor inicial proposto e o negociado. “Ganhamos escala, racionalizamos custos e economizamos, pois foram combatidas disparidades absurdas”, conta o executivo, que acrescenta que cuidar de OPME é responsabilidade da cooperativa. “A prática médica é para os médicos, eles devem ser limitados aos procedimentos; a compra e o pagamento é função da cooperativa”.
 
Além do Comitê, a Unimed do Brasil tem uma Comissão Estratégica para Assuntos de OPME, idealizada por Rodrigues Junior. Nela são pensadas diretrizes para coibir os abusos de preços praticados em todas as Unimeds, ações que serão executadas pelo Comitê e também campanhas de esclarecimento e orientação para os profissionais e a sociedade.
 
Saúde Web

Concurso Prefeitura de São Bento do Sapucaí - SP

A Prefeitura de São Bento do Sapucaí, Estado de São Paulo, publicou edital n° 001/2015 de concurso público, destinado ao provimento de 24 vagas, mais cadastro de reserva, em cargos de níveis fundamental, médio e superior, por salários de até R$ 3.800,00 em carga horária variada de 20 a 44 horas semanais.

As vagas são para os cargos de Conservador de Estradas Rurais, Mecânico, Agente Comunitário de Saúde – PSF, Agente de Combate de Endemias, Auxiliar de Consultório Odontológico, Chefe do Departamento de Pessoal, Agente de Controle Interno, Enfermeiro - PSF, Fonoaudiólogo, Médico Clinico Geral, Médico Ginecologista, Médico Pediatra, Médico Psiquiatra e Procurador Jurídico.

As inscrições serão feitas exclusivamente via internet, no site www.consesp.com.br até o dia 31 de março de 2015. As taxas variam de R$ 30,00 a R$ 60,00 de acordo com a função escolhida.

As provas serão realizadas provavelmente no dia 03 de maio de 2015, às 9h, em locais a serem divulgados por meio de edital próprio que será afixado no local de costume da Prefeitura, por meio de jornal com circulação no município e do site www.consesp.com.br, com antecedência mínima de 3 (três) dias. As provas práticas serão realizadas na mesma data, em locais e horários a serem informados durante a realização das provas escritas.

O gabarito oficial e a prova objetiva (teste de múltipla escolha) serão disponibilizados no site www.consesp.com.br, entre as 13h e as 18h da segunda-feira subsequente à data da aplicação da prova e permanecerão no site pelo prazo de 2 dias.

A validade do concurso público será de 02 anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administraçã

Prefeitura de Novo Airão - AM abre processo seletivo

A Prefeitura de Novo Airão, no estado do Amazonas, através da Secretaria Municipal de Administração e Planejamento - SEMADP, publicou o edital nº. 002/2015 para a realização de Processo Seletivo Simplificado – PSS/SEMAS, objetivando a contratação de pessoal por tempo determinado na área urbana. São ofertadas 13 vagas em cargos de níveis médio e superior para as funções de psicólogo, assistente social, orientador social e agente social.
 
Para os cargos de psicólogo e assistente social o valor global do contrato será de R$ 23.177,52, divididos em nove parcelas iguais de R$ 2.575,28 valor bruto; Já para os cargos de Orientador Social e Agente Social o valor global de contrato será de R$ 7.092,00, divididos em nove parcelas iguais de R$ 788,00.
 
Aos candidatos portadores de necessidades especiais, ficam reservadas 5% das vagas.
 
Interessados, deverão se inscrever na Escola Municipal Violeta Alves de Matos Areosa, localizada na Av. Ademar de Barros, s/n - centro, em Novo Airão - AM, nos dias 1 e 2 de abril de 2015, das 8h às 17h.
 
No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar o curriculum Vitae e cópia dos seguintes documentos, com apresentação do documento original no ato da entrega:
Carteira de Identidade;
  • CPF;
  • Título de Eleitor e Comprovante de Quitação Eleitoral;
  • Certificado de Reservista ou Dispensa Militar (para candidatos do sexo masculino);
  • Comprovante de Residência (água, luz ou telefone);
  • Comprovante de Escolaridade (Diploma ou Declaração de Conclusão e Histórico);
  • Declaração de tempo de serviço com experiência de cargo na área de ASSISTÊNCIA SOCIAL, conforme inscrição efetuada;
  • Declaração de tempo de serviço prestado na esfera municipal, de cargo na área de ASSISTÊNCIA SOCIAL, conforme inscrição efetuada;
  • Comprovação dos requisitos básicos para o cargo; Comprovação de títulos se houver.
O processo seletivo será realizado por meio de exame de comprovação da qualificação e da autenticidade dos documentos apresentados pelo candidato, e da análise curricular/avaliação de títulos.
 
A análise curricular/avaliação de títulos serão realizadas no período entre 6 e 10 de abril de 2015.
 
O processo seletivo terá validade pelo período de nove meses, a partir da sua homologação.
 
Edital disponível no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas, do dia 16 de março de 2015. Edição 1310.

Prefeitura de Paineiras - MG divulga processo seletivo

Divulgado o extrato do edital de processo seletivo nº 003/2015 da Prefeitura de Paineiras, no estado de Minas Gerais. Estão sendo disponibilizadas 4 vagas nas funções de nutricionista, psicólogo, professor de educação física e terapeuta ocupacional. A jornada de trabalho é de 30  horas semanais, com salário de R$ 1.200,00.

As inscrições serão recebidas no período entre 17 e 18 de março de 2015, das 8h às 16hs, na Comissão de Seleção– localizada na Praça Terezinha de Vargas Mendonça nº 288 – Centro – Paineiras/MG.
 
O processo seletivo constará de prova de títulos.
 
O extrato do edital foi publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros do dia 16 de março de 2015. Edição 1455.

Seletivo UFPA abre vagas para professor substituto

A Universidade Federal do Pará (UFPA) comunicou por meio do edital nº 22/2015 de processo seletivo, que dispõe de quatro vagas para professor substituto no magistério superior, com salários, mais retribuição por títulos, que variam de  R$ 2.764,45 a R$ 4.699,21, por jornada semanal de 40 horas.
 
As vagas são para fisioterapia geral na unidade acadêmica do Instituto de Ciências da Saúde, ensino de língua e literatura hispanófonas no Campus Universitário de Abaetetuba e contabilidade geral e contabilidade pública, no Instituto de Ciências Sociais Aplicadas.
 
Os interessados deverão efetuar inscrições do dia 17 de março ao dia 26 de março de 2015, na unidade acadêmica correspondente a vaga pleiteada. O Instituto de Ciências da Saúde está situado à Rua Augusto Corrêa nº 01 e o atendimento ocorre das 9h00 às 16h00. O Campus Universitário de Abaetetuba localiza-se na Rua Manoel de Abreu, s/n, Bairro Mutirão, com atendimento das 8h00 às 12h00 e das 14h00 às 18h00. Por fim, o Instituto de Ciências Sociais Aplicadas, localizado no mesmo endereço que o Instituto de Ciências da Saúde, com atendimento das 9h00 às 14h00.
 
Será aplicada prova escrita, prova didática e avaliação de títulos. O edital completo estará disponível na página eletrônica da PROGEP.
 
Informações detalhadas podem ser extraídas no edital, publicado no Diário Oficial da União, no dia 16 de março de 2015, seção 3, página 77, número 50.

Concurso Prefeitura de Vargem Grande do Sul - SP

A Prefeitura de Vargem Grande do Sul, no estado de São Paulo, divulgou o edital nº 001/2015 de concurso público, tendo como objetivo a contratação de 21 profissionais de todos os níveis de escolaridade. Os aprovados receberão salários de até R$ 2.552,21, mais auxílio alimentação de R$ 220,00 e atuarão em jornadas de 30 e 40 horas semanais.
 
As vagas são para os cargos de agente comunitário de saúde, assistente social, auxiliar administrativo, auxiliar de enfermagem, auxiliar em saúde bucal, coordenador do CRAS, coordenador do CREAS, coveiro, escriturário, farmacêutico, merendeiro, motorista, operador de máquinas (motoniveladora), entre outras.
 
Os interessados deverão se inscrever através do endereço eletrônico: www.sigmarh.com.br, entre os dias 18 e 31 de março de 2015.
 
A taxa de inscrição varia de R$ 25,00 a R$ 60,00, conforme o cargo escolhido.
 
A data, horário e local das provas serão divulgados no dia 11 de abril de 2015, pelos endereços eletrônicos www.sigmarh.com.br e www.vgsul.sp.gov.br.

Concurso Prefeitura de Gaurama - RS

A Prefeitura de Gaurama, no Estado do Rio Grande do Sul, divulgou o edital nº 01/205 de concurso público. O objetivo é preencher 17 vagas imediatas, além de cadastro de reserva. A remuneração vai de R$ 671,19 a R$ 9.912,96, em carga horária de até 44 horas semanais.

As oportunidades são para profissionais de ensino fundamental, Médio e Superior, nos cargos de Agente Administrativo Auxiliar, Almoxarife, Atendente de Creche, Mecânico, Médico, Merendeira, Motorista, Operador de Máquinas, Operário, Pedreiro, e Professor de Artes, Ciências, Educação Física, Pedagogia/ Educação Infantil, Pedagogia Séries Iniciais, Letras - Língua Espanhola, Letras - Língua Inglesa e Língua Portuguesa, Geografia, História e Matemática.

As inscrições serão aceitas até o dia 14 de abril de 2015, pelos sites www.gaurama.rs.gov.br e www.sigmaconsultoriasc.com.br ou no Centro Administrativo, situado à Rua João Amandio Sperb, nº 338, Centro, em horário de expediente.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 67,80.

Os inscritos serão submetidos à prova objetiva, prática e de títulos, de acordo com o cargo pretendido.

A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 25 de abril de 2015, com início às 14h00min no Colégio Estadual Líbano Alves de Oliveira, sito à Rua José Sponchiado, nº 560, Centro.

A validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Municipal.

Prefeitura de Pracinha - SP publica edital de processo seletivo

A Prefeitura de Pracinha, Estado de São Paulo, divulgou edital resumido de processo seletivo n° 01/2015 para provimento de substituição temporária dos cargos de dentista, fisioterapeuta, educador físico, professor de educação básica I (área de atuação: creche, educação infantil, ensino fundamental e veja), professor de educação básica II – artes, educação física e inglês.

As chances ofertadas são para profissionais de níveis médio e superior, por salários de até R$ 1.691,97 em carga horária de 11 a 40 horas semanais. O processo seletivo será organizado e aplicado pela empresa Tavares e Silva Concursos Públicos Ltda ME.

As inscrições estarão abertas até o dia 20 de março de 2015 de março de 2015, no horário das 08 às 11h e das 13h às 17h, na Prefeitura Municipal, respeitando-se, para fins de recolhimento da taxa de inscrição, o horário bancário no município. A taxa é de R$ 60,00.

As provas objetivas estão previstas para o dia 12 de abril de 2015 em local a ser divulgado em Edital específico de Convocação, contendo o local, confirmação de datas e horários de prestação das provas, no Jornal Gazeta de Pracinha, no site primeconcursospublicos.com.br, no site da Prefeitura de Pracinha - www.pracinha.sp.gov.br e na Prefeitura Municipal de Pracinha, sendo da inteira responsabilidade do candidato seu acompanhamento, não podendo ser alegada qualquer espécie de desconhecimento.

Prefeitura de Três Coroas - RS realiza processo seletivo

A Prefeitura de Três Coroas, Estado do Rio Grande do Sul, tornou público o edital nº 003/2015 de processo seletivo. O objetivo é a contratação de cinco novos profissionais de ensino fundamental, que residam no município. A responsabilidade do seletivo será da empresa Una Gestão e Assessoria Ltda.
 
As chances são para o cargo de Agente Comunitário de Saúde. A remuneração prevista é de R$ 1.014,67, em jornadas de 40 horas semanais.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de março de 2015, através do site www.unars.com.br. O valor referente a taxa de inscrição é de R$ 30,00.
 
Aos interessados que não dispuserem de acesso à internet, será disponibilizado acesso na Prefeitura, situada à Avenida João Correa, nº 380, Centro, das 12h às 19h de segunda a quinta-feira, e das 9h às 16h na sexta-feira.
 
A prova objetiva provavelmente será aplicada no dia 12 de abril de 2015, sendo que o local e horário ainda serão divulgados, através do site www.unars.com.br.
 
A validade do processo seletivo será de dois anos, podendo haver prorrogação.

Concurso Prefeitura de Érico Cardoso - BA

A Prefeitura de Érico Cardoso, no estado da Bahia, publicou o edital nº 018/2015 de concurso público, cuja execução ficará a cargo da empresa S&R Concursos e Pesquisas. De acordo com a publicação, o salário vai de R$ 724,00 a R$ 8.000,00, em carga horária de 20 horas semanais.
 
São oferecidas 87 vagas para candidatos de níveis fundamental, médio e superior, nos cargos de Médico, Fisioterapeuta, Farmacêutico - Bioquímico, Médico Veterinário, Odontólogo, Técnico em Enfermagem, Enfermeiro, Digitador, Assistente Social, Guarda Municipal, Procurador Jurídico, Engenheiro Civil, Biólogo, Fiscal de Tributos, Supervisor de Veículo, Psicólogo, Nutricionista, Fonoaudiólogo, Educador Físico, Psicopedagogo, Secretário Escolar, Professores, Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeira, Pedagogo e Agente Administrativo.
 
As inscrições foram prorrogadas até o dia 29 de março de 2015, através do site: www.srconcursosepesquisas.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição varia entre R$ 40,00, R$ 50,00, R$ 70,00 e R$ 80,00.
 
Haverá prova objetiva para todos os cargos, além de análise de títulos para alguns cargos.

As provas estão previstas para serem aplicadas no dia 10 de maio de 2015, em locais e horário a serem divulgados através de edital publicado no quadro de informações desta Prefeitura e no site: www.srconcursosepesquisas.com.br.
 
O gabarito oficial provavelmente será divulgado no dia seguinte ao da aplicação das provas.
 
O prazo de validade do concurso será de 02 anos, contados da data de sua homologação, podendo antes de esgotado, ser prorrogado uma única vez, por igual período.

Prefeitura de Xapuri - AC realiza processo seletivo

A Prefeitura de Xapuri, no estado do Acre, divulgou o edital nº 001/2015 de processo seletivo. O objetivo é a contratação de 100 profissionais de ensino fundamental, médio, técnico e superior. Serão reservadas 08 vagas do total oferecido à pessoas com necessidades especiais.
 
As oportunidades são para os cargos de Merendeira, Vigia, Auxiliar de Serviços Gerais, Monitor de Transporte Escolar, Digitador, Agente Educacional, Nutricionista, Assessor Técnico para Projetos e Programas, Orientador Pedagógico/supervisor e Professor de Ensino Fundamental - 1º ao 5º ano e EJA. A remuneração prevista vai de R$ 788,00 a R$ 1.865,16, em jornadas de 20 a 40 horas semanais.
 
As inscrições foram reabertas e serão aceitas gratuitamente até o dia 20 de março de 2015, na Secretaria Municipal de Educação, situada a Rua Vinte Quatro de Janeiro, nº 100, Centro, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira.
 
A realização da prova objetiva está prevista para o dia 12 de abril de 2015, além de prova de títulos para alguns cargos, o local e horário de aplicação será divulgado antecipadamente. O gabarito sairá na data prevista de 14 de abril de 2015.

Já o resultado final será publicado na data prevista de 04 de maio de 2015.

Concurso Prefeitura de Chapecó - SC

Por meio da empresa Objetiva Concursos, a Prefeitura de Chapecó, em Santa Catarina, lançou o edital nº 001/2015 de concurso público em provimento de 220 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade. Os salários vão até R$ 10.369,95.
 
De acordo com o edital retificado n° 03/2015, foram excluídos os cargos de Agente Municipal de Trânsito e Técnico em Biblioteconomia.

As ofertas são para Assistente de Produção/Programação, Auxiliar de Administração, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Inspeção, Auxiliar de Serviços Externos, Auxiliar de Serviços Internos, Carpinteiro e demais cargos.

As inscrições via internet foram prorrogadas e poderão ser realizadas até às 23h59min do dia 27 de março de 2015, pelo site www.objetivas.com.br. As taxas variam de R$ 65,00 a R$ 140,00 de acordo com a função escolhida.

A prova objetiva será aplicada na data prevista de 17 de maio de 2015, em local e horário a serem informados por Edital. Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados nos endereços eletrônicos www.objetivas.com.br e www.chapeco.sc.gov.br a partir das 14h do dia 18 de maio de 2015.
 
O concurso terá validade de até 2 anos a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por igual período.

Prefeitura de Garopaba - SC divulga edital de processo seletivo

Mais uma oportunidade de emprego é disponibilizada no estado de Santa Catarina. A Prefeitura de Garopaba divulgou edital Nº. 004/2015 de processo seletivo, oferecendo 17 vagas em todos os níveis de escolaridade, com vencimento de até R$ 11.316,12.
 
Cargos: agente comunitário de saúde, agente de combate às endemias, atendente de consultório dentário, médico emergencista e técnico em enfermagem.
 
As inscrições serão recebidas de 17 a 31 de março de 2015, das 08h às 13h, na Policlínica, situada à Rua Antônio José Botelho - Centro, em Garopaba/SC.
 
Documentação a ser entregue no ato da inscrição:
  • Carteira de Identidade (RG);
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Comprovante de escolaridade – Ensino Fundamental (1º Grau);
  • Curso de auxiliar de consultório dentário;
  • Registro no órgão de classe de Santa Catarina;
  • Diploma conforme formação exigida para o cargo;
  • Tempo de serviço comprovado (caso possua);
  • Comprovante de Residência em nome do candidato, ou acompanhado de Declaração do proprietário.
O processo seletivo constará de análise dos documentos apresentados e entrevista.
 
A data, local e horário da entrevista serão divulgados após finalizadas as inscrições no site www.garopaba.sc.gov.br.
 
Edital publicado no Diário Oficial dos Municípios, edição de 16 de março de 2015.

Concurso Polícia Civil do Distrito Federal

A Academia de Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) publicou três editais referentes à realização de um grande concurso público. Todos os regulamentos foram datados de 30 de dezembro de 2014 e são identificados pelo nº 1-PCDF, distinguindo-se apenas pelo nome do cargo com demanda de vagas. 
 
O concurso disponibiliza 170 vagas imediatas para profissionais de nível superior, sendo 161 de ampla concorrência e 9 reservadas a pessoas com deficiência. Também será formado cadastro de reserva, contendo 247 classificados, totalizando 417 oportunidades. Os salários podem chegar a R$ 15.370,64 e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.
 
Cargos
Papiloscopista, Perito Médico-Legista e Delegado
 
Inscrições prorrogadas
O prazo para inscrição foi prorrogado até 10 de abril de 2015, podendo ser efetuada exclusivamente via internet, no site www.universa.org.br. A taxa de inscrição é de R$ 168,00 (para o cargo de papiloscopista) e R$ 192,00 (para os demais cargos).
 
Aos candidatos que não dispuserem de acesso à internet, a Fundação Universa disponibilizará computadores conectados em sua Central de Atendimento ao Candidato, localizada no SGAN 609, Módulo A, Asa Norte, Brasília/DF, no período mencionado no subitem acima, no horário das 10h às 17h, ininterruptamente, exceto sábados, domingos e feriados.
 
Provas
O concurso público será composto de provas objetivas, discursivas, de títulos, avaliação médica, capacidade física, avaliação psicológica (conforme o cargo) e curso de formação profissional.
 
Delegado
Provas Objetivas - previstas para 17 de maio de 2015, em locais e os horários que serão divulgados no site  www.universa.org.br e no Diário Oficial do Distrito Federal.

Prova Discursiva - a ser realizada na data provável de 09 de agosto de 2015, em locais e horários divulgados, no endereço eletrônico www.universa.org.br e no Diário Oficial do Distrito Federal, na data provável de 16 de julho de 2015.
 
Perito Médico-Legista
As provas objetivas e discursivas terão a duração de 4 horas e será aplicada na data provável de 31 de maio de 2015. Os locais, a data e o horário de aplicação das provas serão divulgados no site www.universa.org.br e no Diário Oficial do Distrito Federal.
 
Papiloscopista
A prova objetiva e discursiva serão aplicada provavelmente no dia 24 de maio de 2015, em locais e horários que serão divulgados, no endereço eletrônico www.universa.org.br e no Diário Oficial do Distrito Federal.
 
Validade
O prazo de validade dos concursos públicos será de um ano, contado a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.
 
Veja o edital e todas as retificações já publicadas no sítio de inscrições (http://inscricao.universa.org.br/).

Álcool e desinfetante são interditados por não passarem no ensaio de determinação de pH

Anvisa interdita lote 88 do saneante Álcool Gel Zulu 500g fabricado pela Companhia Nacional de Álcool e o lote 0.069 do saneante Desinfetante Lavanda Diviclean fabricado pela empresa Diviclean Indústria Comércio e Representações Ltda
 
Ambos os saneantes apresentaram resultados insatisfatórios, o Álcool Gel Zulu apresentou nos ensaios de determinação de pH (que mede o nível de acidez do produto) e rotulagem primária. Já o Desinfetante Lavada Diviclean apresentou nos ensaios de determinação de pH, contagem de bactérias aeróbias e rotulagem.
 
O Álcool Gel Zulu teve o laudo emitido pela Diretoria do Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen-DF) e o Desinfetante Lavanda Diviclean foi emitido pela Fundação Ezequiel Dias de Minas Gerais (Funed).
 
As medidas estão nas Resoluções nº 792 e nº 797, publicada nesta segunda-feira (16/3) no Diário Oficial da União (DOU).
 
 
ANVISA

Governo divulgará reajuste nos medicamentos

Nos últimos anos reajustes ficaram sempre abaixo da inflação

No dia 31 de março o governo federal vai divulgar o índice de reajuste nos preços dos medicamentos, conforme prevê a legislação. Mas ao contrário dos outros serviços de preços administrados, como combustíveis, energia e transportes, o reajuste não deverá ser tão rigoroso. Isso porque o setor já trabalha com a expectativa de o governo conceder um reajuste abaixo da inflação, como ocorre tradicionalmente a cada ano. Além disso, houve mudanças na fórmula do cálculo de reajuste que poderá diminuir o índice de reajuste, segundo o Ministério da Saúde.
 
No ano passado, quando a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para os últimos 12 meses marcou 5,68%, a Câmara de Regulação de Medicamentos (Cmed), organismo ligado à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que controla os reajustes do setor, autorizou um aumento de 3,35%.
 
A questão para o consumidor, no entanto, é que a inflação de 2015 está muito maior do que a registrada no início do ano passado. Ou seja, mesmo que o percentual de reajuste seja inferior ao medido pelo IPCA, o aumento este ano deverá ficar num patamar maior do que o registrado em 2014.
 
De acordo com o o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a inflação dos últimos 12 meses foi de 7,70%, 2 pontos percentuais a mais em relação ao ano passado.
 
Jornal do Comércio

Humor: Isso é grave?

Nova recomendação da OMS para o consumo de açúcar será anunciada em junho

Organização pede redução na quantidade de açúcar nos alimentos

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nos últimos anos houve um aumento global do consumo de alimentos altamente calóricos e ricos em gordura, sal e açúcar, mas pobres em vitaminas, minerais e outros micronutrientes. Ao mesmo tempo, ocorreu uma queda na atividade física por causa do aumento de atividades laborais de natureza sedentária, mudança nos meios de transporte e aumento da urbanização.
 
A OMS anuncia até junho sua nova recomendação para o consumo de açúcar. Em 2002, orientava até 10% do valor calórico ingerido no dia. Agora, orienta somente 5%.
 
Para a entidade, governos precisam restringir a publicidade infantil e elevar impostos sobre produtos ricos em açúcar, como refrigerantes e alimentos processados. Outra medida sugerida é reforçar leis sobre a etiquetagem de produtos para incluir detalhes sobre o volume de açúcar. A organização pede que governos e indústrias de alimentos negociem uma redução na quantidade de açúcar nos alimentos processados. Esta medida já foi colocada em prática em vários países.

Diário do Nordeste / Guia da Pharmacia

Coperalcool Higienizador de mãos tem lote interditado

A Anvisa realiza interdição em todo território nacional do lote nº 1008591312 do produto Coperalcool Higienizador de Mãos da Companhia Nacional de Álcool
 
O produto apresentou resultados insatisfatórios nos ensaios de rotulagem e pH no laudo emitido pelo Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen-DF).
 
A medida está na Resolução nº 794, publicada nesta segunda-feira (16/3) no Diário Oficial da União (DOU).
 
 
ANVISA

ANS se firma como principal canal de relacionamento com o consumidor de planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) vem se firmando, ano a ano, como o principal canal de relacionamento com o usuário de plano de saúde
 
Em 2014, a Agência recebeu um total de 328.870 solicitações, sendo 234.773 pedidos de informações e 94.097 reclamações de beneficiários junto à ANS. Por meio da mediação de conflitos, a ANS atingiu, no mesmo ano, o percentual de 86,8% de resolução de demandas de natureza assistencial – aquelas envolvendo relatos de não garantia de cobertura – o que se deu em curto prazo e em benefício do consumidor, sem necessidade de abertura de processos administrativos.

Demandas de consumidores junto aos canais de relacionamento da ANS


Planos de Saúde no SINDEC
Caiu o número de reclamações, denúncias e consultas nos Procons sobre serviços prestados por planos de saúde. Em 2014, foram registradas 25.255 demandas de consumidores nas unidades do Sistema Nacional de Informações (Sindec). Em relação ao ano de 2013, houve uma redução de 2.961 demandas relacionadas aos planos de saúde, o que representa uma queda de 10,5%. Com isso, o setor de saúde suplementar melhorou no ranking do Sindec, passando de 15º para 17º lugar entre os 20 assuntos mais citados no relatório de 2014. A quantidade de registros relacionados aos planos representou 1,1% dos 2,37 milhões de demandas do ano passado.
 
Os dados constam no relatório anual do Sindec, publicado pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), do Ministério da Justiça, informados pelos órgãos de Proteção e Defesa do Consumidor (Procons) de 26 estados, do Distrito Federal (DF) e de 336 municípios. Como várias unidades contam com mais de um ponto de atendimento, o sistema abrange 641 postos, em 440 cidades do país.
 
No cenário geral, a primeira posição do ranking de reclamações de 2014 foi ocupada pelo setor de telefonia fixa, com 231.575 demandas registradas nos Procons do país. Logo depois, vêm as empresas de telefonia celular (226.353) e bancos comerciais (165.778). Considerando os principais problemas apontados pelos consumidores, 884.052 (35,6%) são relacionados a cobranças. Em segundo lugar, com 420.334 demandas (17,7%), estão os problemas com oferta de serviços.

Rankings divulgados por órgãos de defesa do consumidor – 2013 e 2014



Regulação
Responsável pela regulação das operadoras dos planos de saúde, a ANS mantém canais ativos de comunicação para que o beneficiário possa esclarecer dúvidas e registrar reclamações.
 
Além da mediação de conflitos para demandas de natureza assistencial, a ANS implementou, em 19/3/2014, a mediação também para o tratamento de queixas não assistenciais, tais como cobranças indevidas e rescisão de contratos. Para esses casos, o percentual de solução já passa de 60%.
 
Em paralelo às ações para incentivo à mudança de comportamento do mercado, a fiscalização da ANS também atuou fortemente no exercício do poder de polícia, mediante aplicação de multas e outras sanções: em 2014, a Diretoria de Fiscalização lavrou 5.636 autos de infração contra operadoras de planos de saúde. Em 2013, foram 4.056 autos lavrados.

Com o programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, desde 2012, 1.043 planos de 143 operadoras já tiveram comercialização suspensa e 890 planos foram reativados após redução do número de queixas de usuários. Há hoje, 70 planos de 11 operadoras com comercialização suspensa.

Considerando o mesmo período do ano anterior, houve uma redução de 20,9% no total de reclamações e queda de 43,6% de reclamações procedentes, situações em que o consumidor tinha o direito à assistência.
 
“Esses dados demonstram a escolha acertada de uma ação fiscalizatória centrada na resolução de conflitos aliada a medidas preventivas focadas na melhoria da assistência à saúde e conjugada com a repressão das condutas que caracterizam infrações administrativas praticadas por esse mercado”, avalia a diretora de Fiscalização, Simone Freire.
 
O objetivo de todas essas medidas é a excelência no atendimento ao consumidor pelas operadoras de planos de saúde. Para isso, contribui ainda a disponibilização de canais de atendimento aptos a realizar a resolução de conflitos, propiciando monitoramento e acompanhamento continuado das informações e reclamações recebidas. Em 2014, 85,03% dos usuários do Disque ANS manifestaram satisfação com o atendimento recebido.

Satisfação do usuário do Disque ANS (central de atendimento telefônico)


Parcerias
A ANS estabelece parcerias para estimular a disseminação de informação aos beneficiários e reduzir processos judiciais. Esse trabalho é realizado por meio de termos de cooperação técnica e integração com órgãos de Defesa do Consumidor. Para tanto, conta com o programa Parceiros da Cidadania promove atividades de capacitação e troca de informações com Procons Estaduais e Municipais; Ministério Público e Defensoria Pública; Fóruns; Sindicatos; Comitês e Comissões; Promotorias e Secretarias. Em 2014, foram firmados e executados 17 acordos de parceria para melhorar a articulação entre esses órgãos.
 
Ouvidorias
No final de 2014, a ANS publicou uma nova Instrução Normativa que regulamenta os conteúdos e a forma de envio do Relatório Anual Estatístico das ouvidorias das operadoras de planos de saúde. Com isso, houve a padronização das informações que devem ser fornecidas, com base nas manifestações dos clientes junto à Ouvidoria das empresas da saúde suplementar. Além disso, a instrução torna obrigatório o fornecimento dos relatórios somente de forma eletrônica.
 
Os objetivos da medida são melhorar a coleta de dados e a análise das reclamações, sugestões, consultas, denúncias e elogios dos usuários de planos de saúde. Outro foco é aprimorar também o repasse das informações das ouvidorias das operadoras para a ANS, responsável pelo acompanhamento e avaliação da efetividade das ações desenvolvidas pelas ouvidorias das operadoras.
 
Panorama do setor
Atualmente, há 1.433 operadoras de planos de saúde que atendem 50,5 milhões de consumidores em planos de assistência médica e 21,3 milhões em planos exclusivamente odontológicos. Em 2013, os planos privados realizaram 51,8 milhões de terapias, 262,2 milhões de consultas médicas, 8 milhões de internações e 565,7 milhões de exames complementares. Naquele ano, o setor movimentou R$ 108,2 bilhões em receitas de mensalidades. Em 2014, no primeiro semestre, foram realizadas 26,8 milhões de terapias, 133,6 milhões de consultas médicas, 3,8 milhões de internações e 565,7 milhões de exames complementares.
 
Canais de relacionamento da ANS
 
DISQUE ANS (0800 701 9656): Atendimento telefônico gratuito, disponível de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas (exceto feriados).
 
Portal da ANS (www.ans.gov.br): Central de Atendimento ao Consumidor, disponível 24 horas por dia.
 
Núcleos da ANS: Atendimento presencial de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30 (exceto feriados), em 12 cidades localizadas nas cinco regiões do Brasil. Confira os endereços.
 

Estudo diz que exercício físico retarda o crescimento do tumor

Estudo diz que exercício físico retarda o crescimento do tumor Diego Vara/Agencia RBS
Foto: Diego Vara / Agencia RBS
A melhora do fluxo de oxigênio causa o retardo no avanço do câncer
 
Cientistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, descobriram que exercícios retardam o crescimento de tumores. Eles explicam que a atividade física provoca melhorias significativas na quantidade e funcionalidade dos vasos sanguíneos ao redor de tumores — o que significa que há melhora do fluxo de oxigênio e, por consequência, o retardo no avanço do câncer.
 
Em testes em ratos, os tumores de animais ativos fisicamente encolheram significativamente mais do que em roedores sedentários.
 
Os pesquisadores utilizaram dois modelos diferentes de células de câncer de mama e as implantaram em ratos. Os animais foram divididos em dois grupos: uns corriam em uma roda e os outros eram mantidos sedentários.
 
Os roedores ativos registraram quantidade de morte de células cancerígenas 1,5 vezes maior do que os sedentários.
 
Submetidos a quimioterapia, os tumores dos ratos que praticavam esforço físico também cresceram com menor intensidade em comparação com o outro grupo.
 
— Não poderia ter imaginado que exercícios são tão eficaz contra o câncer como verificamos", disse um dos autores, Mark W. Dewhirst.

Zero Hora

Medicamento Mesna tem lote suspenso por conter corpo estranho na ampola

A Anvisa realiza suspensão da distribuição, comércio e uso do lote nº 344878 do medicamento Mesna 100 mg solução injetável da empresa Eurofarma Laboratórios S.A.
 
O lote do remédio, usado para prevenção dos efeitos tóxicos de alguns medicamentos para tratamento de câncer, foi suspenso por conter corpo estranho na ampola.
 
A medida está na Resolução nº 793, publicada nesta segunda-feira (16/3) no Diário Oficial da União (DOU).
 
 
ANVISA

Exercícios no pós-parto aliviam dores e dão mais conforto para as mães

Aproveite seus exercícios para brincar e interagir com seu bebê
Aproveite seus exercícios para brincar e interagir com seu bebê
Caminhadas leves, musculação, pilates e exercícios na água: veja o que pode ajudar e aprenda alguns exercícios
 
O bebê nasceu e a rotina da nova mamãe muda completamente. O corpo ainda está tentando voltar ao que era antes da gravidez e, enquanto isso, a mulher precisa carregar o recém-nascido nos braços, amamentar, encarar noites de pouco sono e ainda ter pique para cuidar do filho durante o dia. 
 
Exercícios leves, de fortalecimento muscular e alongamento, são aliados nesta fase. E não pensando na boa forma ou em perder os quilos a mais da gravidez, mas para preparar para a nova rotina.
 
“Durante a gravidez, o eixo do corpo da mulher muda. O bumbum fica mais empinado, ela anda com as pernas afastadas. No pós-parto, os hormônios da gestação caem e vêm os da lactação. Com isso, a mãe volta à postura antiga, mas com o corpo ainda completamente diferente. Por isso, sentem tantas dores e incômodos. A maioria se queixa de dores na cervical”, explica Juliana Bambicini, fisioterapeuta do Hospital São Luiz, em São Paulo. A prática de exercícios diminui as dores e contribui para que a mulher retome mais rapidamente as condições pré-gestação.
 
Mas, antes de qualquer atividade física, é preciso liberação médica. Segundo fisioterapeutas, no caso de parto normal, geralmente a mulher pode retomar, ou mesmo começar a se exercitar, de 15 a 30 dias após o nascimento do bebê. Se o parto for cesárea, esse tempo aumenta para 45 dias.
 
Passado esse período, é hora de se mexer. Vale investir em alguns pontos. Um dos mais importantes é o assoalho pélvico, grupo muscular que fica entre uretra, vagina e ânus. "Conforme o bebê cresce, ele empurra essa região, que vai ficando cada vez mais fraca. Trabalhar isso durante a gestação e no pós-parto previne problemas como incontinência urinária, disfunções sexuais e prolapso genital (queda dos órgãos genitais)", ressalta Juliana. 
 
Especialistas ainda falam que também é importante fortalecer braços, afinal ela não irá apenas levantar o peso do bebê, mas sustentá-lo. E como ficará muito tempo na mesma posição, como durante a amamentação, a musculatura das costas deve estar fortalecida e alongada, para manter a postura e também aliviar as tensões. 
 
No vídeo abaixo, a fisioterapeuta Alessandra Yamazaki dá dicas de exercícios que a nova mamãe pode fazer em casa e trabalha todos esses grupos musculares:
 

 
Pilates pode ser praticado durante a gradivez e também é recomendado no pós-parto
Pilates pode ser praticado durante a gradivez e também
 é recomendado no pós-parto
Alternativas para a academia
A mãe precisa ficar atenta à intensidade do exercício escolhido. “A atividade muito intensa aumenta a produção de ácido lático e isso pode atrapalhar na amamentação. Quando a mulher produz muito ácido lático, o sabor do leite é alterado”, afirma Juliana Bambicini. “Alguns estudos mostram que isso acontece só por uma hora após o exercício, mas para não correr o risco de o bebê rejeitar o peito por causa do sabor do leite, não indicamos atividades muito intensas”, completa a fisioterapeuta.
 
A mãe pode se exercitar na academia ou em casa ou procurar algumas alternativas, como o pilates. “A atividade ajuda a fortalecer o assoalho pélvico e também trabalha a respiração, abdômen e fortalecimento global. Além disso, é uma atividade de baixa intensidade”, diz Alessandra Yamazaki.
 
Com a prática, a mulher vai adquirir uma consciência corporal. Durante os exercícios, terá que manter a postura correta e isso vai ajudá-la no dia a dia. “Quando ela estiver com o bebê, vai se lembrar das aulas e corrigir a postura. Vai ter mais cuidado ao abaixar, lembrar de contrair o abdômen e alinhar a coluna”, comenta Alessandra, que também é professora no estúdio Fit Body Pilates.
 
Adeus inchaço
Durante a gravidez e ainda no pós-parto, as mulheres sofrem com inchaço. A atividade física também ajuda a diminuir esses edemas. “Exercício e alongamento ajudam o sangue a voltar e circular melhor nos membros inferiores”, cita Alessandra.
 
Neste caso, a água também é uma aliada. Muitas mamães optam por hidroginástica ou hidroterapia como exercícios. “A pressão da água ajuda a eliminar os edemas. Ela massageia os gânglios e funciona como uma drenagem natural. Também inibe o hormônio antidurético e, com isso, acaba urinando mais e mais líquido sai do corpo”, afirma Sandra Jabur Wegner, professora de educação física, fisioterapeuta e especialista em fisioterapia aquática.
 
As atividades na água também trabalham todo o corpo, inclusive os seios, o que ajuda na produção do leite. Mas cuidado com os vazamentos. A água funciona como um tampão, mas na fase de lactação, vale conciliar as aulas às mamadas do bebê para evitar qualquer imprevisto.
 
Na água
Outra vantagem é que, geralmente, os exercícios são menos intensos na água. Após o parto, a mulher deve fortalecer o abdômen. “Conforme o útero vai crescendo, as fibras do abdômen vão se afastando. Em algumas mulheres, afasta muito. O abdominal ajuda a fortalecer a musculatura”, fala a fisioterapeuta Juliana Bambicini.
 
“Mas os abdominais não podem ser muito violentos ou há risco de distensão”, alerta Sandra Wegner. “Na água, a mulher levanta o joelho e já está fazendo o abdominal. E como não em a gravidade, o exercício é mais suave”, continua Sandra.
 
Além disso, a pressão também ajuda. “A pressão hidrostática é como uma mão empurrando para soltar o ar ou fazendo resistência para o exercício. E como não tem a gravidade, não sente o peso das mamas, por exemplo. Tudo é menos agressivo na água”, resume a professora.
 
Delas