Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Bactéria presente em 60% da população pode causar câncer de estômago

Esse tipo de tumor maligno é o terceiro mais frequente nos homens, o quinto nas mulheres e responsável por 700 mil mortes anuais no mundo
 
Belo Horizonte — Em 1984, os médicos australianos Robin Warren e Barry Marshall publicaram a versão completa do estudo em que descreveram uma bactéria capaz de sobreviver à acidez do suco gástrico, de infectar a mucosa do estômago e causar inflamações.
 
A Helicobacter pylori, popularmente conhecida como H. pylori, já atingia a população há milhares de anos. Por “reescreverem” a literatura científica no que diz respeito à causa de úlceras gástricas e gastrites, os pesquisadores ganharam o Prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia em 2005. Trinta anos depois da descoberta histórica, a bactéria transmitida por água e alimentos contaminados continua causando doenças gástricas, entre elas, o câncer de estômago.
 
Esse tipo de tumor maligno é o terceiro mais frequente nos homens, o quinto nas mulheres e responsável por 700 mil mortes anuais no mundo. Todos os anos, são descobertos no Brasil 20 mil casos, uma incidência considerada moderada pelos especialistas. Países com alta incidência desse câncer, como Japão e Coreia do Sul, recentemente consideraram a infecção pelo H. pylori um problema de saúde pública e criaram programas de tratamento em toda a população infectada com o propósito de reduzir ocorrências futuras.

Mas, segundo o presidente do Núcleo Brasileiro para Estudo da Helicobacter pylori, Luiz Gonzaga Vaz Coelho, não só a bactéria causa o câncer. “Ela é um fator necessário para o desenvolvimento do câncer, não a causa”, alerta o também professor titular da Faculdade de Medicina e chefe do Instituto Alfa de Gastroenterologia do Hospital das Clínicas, ambos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Segundo o especialista, também estão envolvidos fatores ambientais, como alimentação, e hereditários. “A simples presença da bactéria no organismo não é suficiente para o desenvolvimento da doença”, explica.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% dos casos de câncer gástrico poderiam ser evitados com a erradicação da bactéria. Essa é a razão pela qual a Agência Internacional para Pesquisa em Câncer (IARC), da OMS, classificou a H. pylori como um carcinógeno classe I para o câncer de estômago. Isso quer dizer que o micro-organismo está na mesma categoria do tabagismo para o câncer de pulmão e do trato respiratório e dos vírus da hepatite B e C para o câncer do fígado.

Como qualquer bactéria com transmissão fecal-oral, por meio da ingestão de alimentos e água contaminados, os casos de H. pylori são mais comuns em países em desenvolvimento, com saneamento deficiente. No estômago humano, a bactéria causa uma inflamação. Segundo Luiz Gonzaga, a imensa maioria das pessoas fica por toda a vida com o micro-organismo sem ter nenhum tipo de problema. “Entretanto, cerca de 10% desenvolvem os sintomas da gastrite, como a dor no estômago, ou ainda mais graves, como os da úlcera gástrica. Um percentual ainda menor, menos de 1%, pode desenvolver o câncer de estômago”, explica o especialista. A maioria das pessoas se contamina antes dos 10 anos de idade.

Correio Braziliense

Doença celíaca faz hóstias de baixo glúten tornarem-se mais comuns em igrejas dos EUA

Tendência vem beneficiando fiéis que não conseguem digerir as hóstias tradicionais, devido à presença de glúten em sua composição
 
Cleveland — Recentemente, Rachel Rieger se viu diagnosticada com a doença celíaca, o que a levaria a eliminar o glúten de sua dieta e interromper o consumo da hóstia à base de trigo da comunhão, algo fundamental para a sua fé católica. No entanto, a jovem de 23 anos ficou emocionada quando o seu padre em Cleveland, no estado de Ohio, lhe disse que a igreja permitiria o uso de uma hóstia de baixo glúten, num movimento que tem se multiplicado pelos EUA.
 
Consideradas seguras para pessoas que sofrem danos no seu intestino delgado caso comam a proteína do glúten, presente no trigo, cevada e centeio, as hóstias especiais estão se tornando disponíveis em diversas igrejas americanas, com líderes religiosos respondendo ao aumento da prevalência de pessoas com intolerância à proteína, e com fabricantes cada vez mais de olho neste mercado.
 
Os pesquisadores dizem que a doença celíaca é agora quatro vezes mais comum do que era há 60 anos, embora aproximadamente uma em cada cem pessoas que a têm não são diagnosticadas. A desordem auto-imune pode causar dor de estômago grave, perda de peso e fadiga.
 
A irmã Lynn D'Souza passou vários anos ajudando a criar uma receita para hóstia de baixo glúten feitas pelas Irmãs Beneditinas da Adoração Perpétua em Clyde, Missouri, depois de ouvir de fiéis que não poderiam mais receber a comunhão, devido à sua sensibilidade ao trigo.
 
Assim, desde que as freiras começaram a produção das suas hóstias especiais, há quase 11 anos, as vendas do produto têm disparado. Tanto que, este ano, elas estimam vender o equivalente a cerca US$ 150 mil em hóstias, um aumento de cinco vezes frente aos US$ 30 em vendas em 2007, disse a irmã.
 
ADVERTISEMENT

— Nós continuamos a obter novos clientes a cada semana, se não todos os dias — afirmou.
 
O Globo

Sono ruim, mau humor e vontade excessiva de ir ao banheiro podem ser sinais de dependência do álcool

Especialistas listam sintomas de quem está exagerando na bebida alcoólica
 
Beber uma cervejinha, um vinho e até mesmo um drink após o expediente e aos finais de semana pode parecer normal para algumas pessoas, mas, mesmo quem está habituado a beber, pode não saber quando a quantidade ingerida já está fora de limites.

Mas como saber se você está passando dos limites? Especialistas consultados pelo site britânico DailyMail mostra quais são os principais sintomas de quem está começando a se tornar dependentes do álcool.
 
Veja a seguir!
 
Ir muito ao banheiro durante a noite 
O cirurgião urológico Rizwan Hamid afirma que acordar várias vezes durante a noite para ir ao banheiro pode ser um sinal de que você está bebendo mais álcool do que seu corpo pode aguentar. Segundo ele, naturalmente, o corpo produz um hormônio antidiurético que envia sinais aos rins para eles tornarem a urina mais concentrada.

— Durante a noite produzimos mais quantidade desse hormônio e, por isso, não precisamos ir ao banheiro. Mas quem ingere mais álcool acaba diminuindo a quantidade desse hormônio no organismo.
 
Mau humor e pouca memória 
Muitas pessoas bebem álcool para conseguirem pegar no nosso mais rapidamente, mas, de acordo com o diretor clínico da Escola do Sono de Londres, a bebida fragmenta os ciclos do sono e deixa as pessoas mais cansadas ao longo do dia.

— O álcool libera açúcares e outras substâncias que nos fazem despertar mais. Ele também impede que entremos na parte mais ativa do nosso sono, fase que ajuda a melhorar nosso humor e memória.
 
Olhos secos ao acordar 
Rob Scott, oftalmologista do Hospital de Birminghan, na Inglaterra, afirma que o excesso da bebida pode deixar os olhos mais secos. Segundo ela, o álcool desidrata o corpo inteiro e, assim, acaba com a lubrificação natural dos olhos.

— Seus olhos se tornam mais secos quando você bebe. Então, se você estiver com esse sintoma, veja se a bebida não é a culpada.
 
Sono ruim   
O consumo excessivo de bebida alcoólica pode fazer com que seu cérebro “esqueça”  a melhor maneira de dormir. De acordo com o Médico Meadows, cerca de 60% dos alcoólatras sofrem com insônia.

— Esses pacientes fica pouco tempo no sono de ondas curtas e na parte mais ativa do sono. Curiosamente, mesmo que a pessoa pare de beber, esses padrões de sono podem continuar por um bom tempo.
 
Problemas digestivos 
O gastroenterologista David Sanders afirma que ter muito problema digestivo também pode ser um sinal de que você está passando dos limites.

— Se suas fezes “boiam” no vaso, há uma chance de que seu fígado não está processando gordura corretamente. E como a bebida afeta diretamente o órgão, ela pode ser uma possível causa.
 
Ansiedade para beber 
Se você passa o dia pensando em beber no fim do expediente, você pode estar com um problema mais grave. De acordo com a psiquiatra do Hospital Priory, em Londres, beber após um dia conturbado não é um problema, mas a partir do momento em que você gasta um tempo do seu dia para pensar na bebida, você deve prestar atenção.

— Usar o álcool como “remédio” para tristeza ou estresse pode piorar as coisas, já que o álcool funciona como um depressor natural.

R7

Suspenso prazo para adequação do registro de radiofármacos

A Anvisa publicou, na última terça-feira (23/12), a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) Nº70/2014, que trata sobre a suspensão do prazo para adequação do registro de radiofármacos – medicamentos com finalidade diagnóstica ou terapêutica produzidos a partir de substâncias radioativas e de uso restrito a hospitais e clínicas especializadas – estabelecido na RDC Nº 66/2011
 
A suspensão aplica-se aos radiofármacos comercializados dentro do prazo para adequação indicado na RDC 66, que é de três anos.
 
As empresas, radiofarmácias, clínicas e institutos produtores de radiofármacos têm o prazo de seis meses (180 dias) para protocolar pedido de registro junto à Anvisa.
 
A RDC Nº70/2014 foi publicada no Diário Oficial da União (DOU). Confira também as outras normas relacionadas – RDC 66/2011, RDC Nº63/2009 e RDC Nº 64/2009.
 
Assessoria de Imprensa da ANVISA

Vai fazer uma viagem longa? Deixar de beber água pode provocar irritação e sonolência

Alongamento, água e saúde em dia são fundamentais para evitar complicações no período
 
Seja de avião, ônibus ou navio, as viagens de fim de ano podem se tornar mais longas e demoradas, principalmente pela grande quantidade de pessoas que resolvem passar as férias longe de casa.
 
Para garantir o bem-estar e a diversão do passeio é importante tomar alguns cuidados antes e durante o trajeto, como manter a hidratação e ter uma alimentação leve.  O clínico geral José Marcos Góis, da Beneficência Portuguesa de São Paulo, da algumas dicas.
 
Veja a seguir!
 
De acordo com o médico, procure, mesmo que sentado, fazer movimentos com as pernas e rotacionar tornozelos para evitar inchaços e dores nas pernas.   

— Se puder, levante-se e faça alongamentos.
 
Outra dica é alimente-se com moderação.

— Não embarque com a barriga cheia ou com fome e evite refeições pesadas antes da viagem, desta forma você diminui os riscos de enjoo.
 
Góis ainda afirma que a hidratação também é fundamental em viagens longas. Segundo o especialista, o ideal é beber um copo de água a cada uma hora para evitar a desidratação, que causa irritação, sonolência. A água também ajuda a reduzir a pressão arterial.
 
Mantenha seus medicamentos habituais em um local de fácil acesso, como nécessaire, e informe para seus acompanhantes onde estão guardados. 

— Em casos de crises e dores, você terá facilidade para se medicar. Lembre-se que nenhum medicamento pode ser administrado sem orientação médica.
 
De acordo com o especialista, se você sofre com doenças como hipertensão ou diabetes, avise a equipe responsável pela viagem ou seus acompanhantes. 

— Caso você tenha alguma alteração, todos estarão preparados para eventuais emergência.
 
O clínico geral salienta que, se o período longe de casa for longo, é fundamental que um check-up preventivo seja realizado.

— Não corra riscos e aproveite os dias de descanso.

R7

Concurso Prefeitura de Piranguçu - MG

A Prefeitura de Piranguçu, no estado de Minas Gerais, através da empresa Tendência Assessoria e Consultoria Ltda., lançou o edital de concurso público n° 01/2014, com a finalidade de ocupar 18 vagas de níveis fundamental, médio e superior. Os salários variam entre R$ 724,00 e R$ 2.100,90, por jornada de trabalho de 40 horas por semana.

As funções disponíveis são: Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista "D", Oficial Especializado, Operador de Máquinas, Operário, Assistente Administrativo, Auxiliar Administrativo e Auxiliar de Farmácia.

As inscrições deverão ser realizadas pela internet, através do site www.tendenciaconcursos.com.br, ou na Sede da Prefeitura Municipal de Piranguçu, situada à Rua João Antunes Siqueira, 420, Centro – Piranguçu/MG, no período de 23 de fevereiro a 24 de março de 2015. A taxa de inscrição oscila entre R$ 36,00 e R$ 105,00.

O concurso público terá provas objetivas para todos os inscritos, além de prova prática para os candidatos às vagas de Motorista e Operador de Máquinas. As provas objetivas de múltipla escolha e práticas serão realizadas no município de Piranguçu, na data prevista de 12 de abril de 2015, em locais que serão divulgados no dia 08 de abril de 2015.

O gabarito das provas será divulgado na data prevista de 13 de abril de 2015, às 15h.

Concurso Prefeitura de Remanso - BA

A Prefeitura de Remanso, no estado da Bahia, lançou dois editais com a numeração 001/2014, sendo um de concurso público e outro de processo seletivo. O objetivo de ambos é preencher diversas vagas no quadro geral de pessoal. Juntos, eles somam mais de 650 postos de trabalho.
 
Além das vagas imediatas, será formado um cadastro reserva em cargos que contemplam candidatos de todos os níveis de escolaridade. As remunerações podem chegar até R$ 5.600,00.
 
O concurso será realizado por meio do Instituto Machado de Assis. Para os candidatos portadores de deficiência serão reservadas 5% das vagas previstas nos editais.

Só o edital de concurso público oferta 532 vagas para os empregos de Agente de Arrecadação, Agente de Trânsito, Almoxarife I, Assistente Social, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Fisioterapia, Auxiliar de Frigorífico, Auxiliar de Informática, Auxiliar de Pedreiro, Auxiliar de Redes e Sistemas, Auxiliar de Serviços Gerais, Biomédico/Bioquímico, Cirurgião Dentista, Coletor de Lixo, Contador, Coveiro, Farmacêutico, Fiscal de Limpeza, Fiscal de Obras, Fiscal de Posturas, Fisioterapeuta, Gari, Instrutor de Música, Magarefe, Motorista de Veículo Leve, Motorista de Veículo Pesado, Office Boy, Operador de Máquina, Pedreiro, Porteiro, Professor de Educação Infantil, Professor de Ensino Fundamental, Professor de Ciências Naturais, Matemática e suas Tecnologias, Professor de Linguagens e Códigos, Professor de Ciências Humanas, Técnico em Enfermagem, Técnico Agrícola, Técnico de Saúde Bucal, Técnico em Informática, Técnico em Laboratório e Vigilante.

Já o processo seletivo disponibiliza 129 vagas para as funções de Advogado, Assistente Social, Auxiliar de Apoio, Auxiliar de Consultório Odontológico, Auxiliar de Limpeza, Auxiliar de Saúde Bucal, Auxiliar de Segurança, Condutor SAMU, Cozinheira, Digitador, Educador Físico, Educador Social, Enfermeiro, Entrevistador, Facilitador, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico, Médico Autorizador, Médico Plantonista, Motorista, Nutricionista, Odontólogo, Orientador Social, Psicopedagogo, Psicólogo, Recepcionista, Técnico em Enfermagem e Vigilante.

As inscrições serão feitas via internet no endereço eletrônico www.institutomachadodeassis.com.br.
 
Atenção para as datas limites: os interessados em participar do concurso público têm até o dia 29 de janeiro de 2015 para efetuar sua inscrição. Já para os concorrentes aos empregos do processo seletivo o prazo se encerra antes, no dia 23 de janeiro de 2015.
 
As provas objetivas terão duração de quatro horas e também estão previstas para serem aplicadas em datas diferentes, sendo o dia 08 de fevereiro de 2015, no horário das 08h às 12h, para os empregos do concurso público; e no dia 01 de fevereiro de 2015 para cargos do processo seletivo.

O prazo de validade do concurso será de 02 anos podendo ser prorrogado por igual período, a critério da administração pública.

Concurso Prefeitura de Taboão da Serra - SP

A Prefeitura de Taboão da Serra, no estado de São Paulo, por meio do Instituto Zambini, lançou o edital n° 07/2014 de concurso público, através do qual pretende admitir 60 médicos, especialistas em diversas áreas. Das 66 vagas abertas, 6 serão reservadas para os candidatos portadores de deficiência.
 
A remuneração será de R$ 60,00 por hora de atuação com jornada de trabalho mínima de 20 horas semanais, além de gratificação por produtividade de até 40% do salário referido, conforme lei 296/2013.
 
As oportunidades estão distribuídas entre áreas de Clínica Geral, Generalista, Ginecologia, Pediatria, Psiquiatria e Socorrista.
 
As inscrições poderão ser efetuadas até as 21h de 15 de janeiro de 2015, exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico www.zambini.org.br. O valor da inscrição é de R$ 72,90.
 
As provas objetivas serão aplicadas no município de Taboão da Serra, provavelmente no dia 01 de fevereiro de 2015, em locais e horários a serem divulgados oportunamente. O gabarito preliminar será publicado no dia 2 de fevereiro de 2015.
 
O concurso público destina-se ao provimento dos cargos atualmente vagos e dos que vagarem ou forem criados dentro do prazo de validade de 2 anos, podendo ser prorrogado este prazo por igual período.

Concurso Polícia Científica - Goiás 2014: Editais e Inscrição

A Superintendência da Polícia Técnico-Científica de Goiás (SPC - GO) disponibilizou os editais  002/2014 – SPTC e 002-ML/2014 – SPTC, que promovem concurso público para provimento de vagas nos cargos de Auxiliar de Autópsia (nível fundamental), Médico Legista e Perito Criminal (superior completo).
 
No total, serão preenchidas 460 vagas, assim distribuídas: 150 vagas para Médico Legista de 3ª Classe; 250 chances para Perito Criminal de 3.ᵃ Classe; e 60 para Auxiliar de Autópsia de 3.ᵃ Classe. O salário inicial dos dois primeiros cargos é R$ 7.648,67, enquanto que o último cargo proporciona remuneração de R$ 3.978,19.
 
Inscrições prorrogadas
Foram prorrogadas as inscrições até o dia 10 de janeiro de 2015, podendo ser efetuadas pelo site da Fundação Universa, mediante o pagamento do valor R$ 85,00 ou R$ 110,00, de acordo com o cargo escolhido.
 
Em virtude dos feriados de Natal e de Reveillon, a Central de Atendimento ao Candidato da Fundação Universa não funcionará nos dias 24, 25 e 31 de dezembro de 2014 e no dia 01 de janeiro de 2015. Os postos de atendimento estão localizados nos seguintes endereços:
 
- SINE/GO – Unidade Universitária Avenida Universitária, 609, sala 2, Setor Universitário – Goiânia/GO

Horário de atendimento: 8h30 às 17h;
 
- Fundação Universa SGAN 609 Módulo A L2 Norte – Brasília/DF

Horário de Atendimento: 10h às 17h.
 
Provas
A seleção dos candidatos será realizada por meio das seguintes etapas:
- Avaliação da equipe multiprofissional para candidatos portadores de deficiência;
 
- Provas Objetivas e Prova Discursiva, a acontecerem no dia 08 de fevereiro de 2015;
 
- Curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizado pela Fundação Universa e supervisionado pela Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) e de avaliação de vida pregressa, de caráter eliminatório, a ser realizada pela Superintendência da Policia Técnico-Cientifica.
 
Os locais, a data e o horário de aplicação das provas serão divulgados, nos endereços eletrônicos citados anteriormente, na data provável de 30 de janeiro de 2015.

SESC - PE abre mais de 150 vagas de estágio

Boa oportunidade para estudantes do Estado de Pernambuco que estiverem em busca de vagas de estágio

É que o SESC Pernambuco está recebendo inscrições de candidatos para o preenchimento de 153 vagas imediatas e cadastro de reserva para estágio de nível superior e 01 vaga para estágio de nível técnico em Segurança do Trabalho. O processo seletivo é regido pelo regulamento nº 01 - 2015.
 
A iniciativa faz parte do Programa de Incentivo à Formação Profissional do Sesc Pernambuco e as inscrições podem ser feitas até o dia 11 de janeiro de 2015 no endereço eletrônico do Sesc-PE < http://estagio.sescpe.com.br/>. A taxa é de R$ 20,00.
 
A bolsa de estágio é de R$ 656,00 para os estagiários de nível superior, e de R$ 430,00 para a vaga de nível técnico. Também será concedido auxílio-transporte (R$ 140). A jornada a ser cumprida será de 20 horas semanais. Também há reserva de vagas para pessoas com deficiência.
 
Há vagas para estudantes que tenham disponibilidade para trabalhar nas cidades de Recife, São Lourenço da Mata, Belo Jardim, Jaboatão dos Guararapes, Caruaru, Arcoverde, Garanhuns, Petrolina, Surubim, Buíque, Araripina, Bodocó, Triunfo e Goiana. Para os que pleitearem vaga nas áreas de Química e Biologia, lembramos que o local de trabalho será em Petrolina. Já para a vaga de Técnico em Segurança do Trabalho, a vaga é para atuação no Recife.
 
Requisitos
O SESC - PE está buscando jovens que possuam, dentre outros, os seguintes requisitos:
 
- Pertencer a Instituição de Ensino Superior e Instituições de Ensino Técnico credenciadas e com cursos reconhecidos legalmente;
 
- Cursos de Graduação - estar cursando um dos quatro últimos períodos da graduação regular, no ato da convocação para assumir a vaga. Para o curso de Medicina, exclusivamente, o candidato deverá estar cursando 7º, 8º ou 9º período;
 
- Curso de Segurança do Trabalho - estar cursando 2º ou 3º período, no ato da convocação para assumir a vaga;
 
- Não possuir reprovação pendente em matérias básicas do currículo específico de sua formação;
 
- Possuir conhecimento básico em Informática (Windows, Word, PowerPoint, Excel e Internet).
 
Processo Seletivo
Os candidatos serão avaliados por uma prova de conhecimentos gerais, prevista para 18 de janeiro de 2015, mas também passarão por entrevista e prova prática de informática (áreas de Administração, Arquitetura, Design, Web Design, Psicologia e Segurança do Trabalho).
 
O resultado final está previsto para o mês de fevereiro.
 
O processo seletivo terá validade até dezembro de 2015, podendo ser prorrogado até dezembro de 2016 por ato da Administração Regional do SESC/PE.
 
O regulamento completo e demais documentos do processo seletivo podem ser encontrados no endereço http://estagio.sescpe.com.br/

Prefeitura de Nova Araçá – RS realiza processos seletivos

A Prefeitura de Nova Araçá, no estado do Rio Grande do Sul, divulgou dois editais de processo seletivo nºs 009 e 010/2014, destinados à contratação de quatro profissionais de ensino fundamental, médio e superior. A remuneração prevista vai de R$ 941,25 a R$ 3.345,71, em jornadas que vão de 12 a 44 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de enfermeiro, auxiliar ou técnico em saúde bucal, terapeuta ocupacional e motorista com habilitação em transporte escolar e CNH "D" ou "E".
 
As inscrições para o processo seletivo nº 009/2014, já estão abertas, já o de nº 010/2014 estarão abertas a partir do dia 29 de dezembro de 2014 e podem ser feitas até o dia 16 de janeiro de 2015, das 8h às 11h e das 13:30h às 16:30h, na Prefeitura de Nova Araçá, situada na Rua Alexandre Gazzoni, nº 200.
 
Os candidatos serão submetidos a prova de títulos, o quais devem ser entregues no ato da inscrição.
 
Os processos seletivos terão validade de 12 meses, podendo ser prorrogado por igual período.

Prefeitura de Imbé de Minas - MG promove processo seletivo

A Prefeitura de Imbé de Minas, no interior de Minas Gerais, tornou público o extrato do edital de processo seletivo nº 001/2014. O objetivo é selecionar profissionais de ensino fundamental e médio, para os cargos de agente comunitário de saúde e agente de combate a endemias.
 
As inscrições serão aceitas a partir do dia 29 de dezembro de 2014 até o dia 09 de janeiro de 2015, na sede da Prefeitura de Imbé de Minas.
 
A Prova Objetiva provavelmente será aplicada no dia 17 de janeiro de 2015, em local e horário a serem informados antecipadamente.

Prefeitura de Tangará da Serra - MT abre processo seletivo

A Prefeitura de Tangará da Serra, no estado do Mato Grosso, divulgou o edital de processo seletivo nº 005/2014. O objetivo é a contratação de 20 profissionais de ensino médio e superior, mais cadastro de reserva. O salário previsto para os contratados vai de R$ 1.156,52 a R$ 7.982,58, e a carga horária a ser desempenhada vai de 20 a 40 horas semanais ou plantão de 12 horas.
 
As chances são para os cargos de médico clínico geral - plantonista, gesseiro, médico ortopedista, cardiologista, pediatra e cirurgião.
 
As inscrições serão aceitas através do site www.tangaradaserra.mt.gov.br, até o dia 07 de janeiro de 2015.
 
O valor da taxa de inscrição é de R$ 30,00 cargos de ensino médio e R$ 50,00 ensino superior.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 18 de janeiro de 2015, em local e horário a serem divulgados através do site www.tangaradaserra.mt.gov.br e em jornal oficial (AMM).
 
A validade do processo seletivo é de 01 ano, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez por igual período.

Prefeitura de Santa Bárbara - MG publicou edital de processo seletivo

No estado de Minas Gerais, a Prefeitura de Santa Bárbara publicou por meio do Diário Oficial dos Municípios Mineiros (24 de dezembro de 2014) o edital de processo seletivo nº. 018/2014. A seleção é destinada ao preenchimento de 10 vagas para o cargo de Agente Comunitário de Saúde - nível médio. O salário pode chegar a R$ 745,80.
 
As inscrições serão realizadas no período de 29 de dezembro de 2014 a 14 de janeiro de 2015, no horário das 8h às 11h e das 13h30min às 17h, em dia de expediente, na Secretaria Municipal de Saúde, localizada na Rua Padre Lucindo, s/n.º, Centro, Santa Bárbara – MG.
 
O processo seletivo constará de análise de títulos.
 
A validade do processo seletivo será de um ano, período durante o qual as convocações observarão a lista de classificação.

Prefeitura de Jardim de Angicos - RN abre processo seletivo

Anunciada a realização do processo seletivo simplificado nº 002/2014 da Prefeitura de Jardim de Angicos, no Rio Grande do Norte. O objetivo é a formação de cadastro de reserva para a contratação temporária de profissionais da saúde.
 
São ofertados empregos que exigem formação de níveis médio/técnico e superior, os quais poderão proporcionar remuneração de R$ 400,00 (por plantão) a até R$ 10.000,00 mensais.
 
Vagas disponíveis: 
  • Médico Plantonista - (40 hs)
  • Enfermeiro PSF - (40 hs)
  • Dentista ESF - (40 hs)
  • Educador fisico do NASF - (20 hs)
  • Fisioterapeuta do NASF - (20 hs)
  • Psicólogo NASF - (20 hs)
  • Farmacêutico - (20 hs) 
  • Enfermeiro Plantonista - (Plantão de 24 hs, 8 plantões mês)
  • Médico do Trabalho - (8 horas mês)
  • Técnico de Enfermagem ESF - (40 hs)
  • Técnico de Higiene Bucal ESF – (40 hs)
  • Enfermeiro NASF – (20 hs)
  • Enfermeiro ZONA RURAL – (40 hs)
Inscrição e processo de seleção
A inscrição será feita mediante o encaminhamento do currículo e comprovação de títulos no período entre 26 a 30 de dezembro de 2014, no horário das 08:00 às 12:00 horas, na Secretaria Municipal de Saúde de Jardim de Angicos (Comissão de Seleção Pública, sede da Prefeitura - Praça da Matriz, 10 – Centro – CEP: 59.544-000, Jardim de Angicos/RN).
 
Veja a lista dos documentos comprobatórios necessários para a inscrição, consultando o edital completo, disponível no sítio do Diário Oficial dos Municípios - http://www.diariomunicipal.com.br/femurn/materia/1755373
 
O currículo e a comprovação dos títulos serão entregues, pessoalmente ou mediante procuração com firma reconhecida em

Cartório, momento em que será preenchida ficha de inscrição. 
 
Não haverá cobrança de taxa de inscrição.
 
Para os cargos disponibilizados, o processo seletivo constará das seguintes etapas: análise de currículo; comprovação e análise de títulos e entrevista. Confira o cronograma de eventos ao final desta notícia.
 
Os candidatos aprovados serão convocados para preenchimento das vagas, conforme a necessidade do Programa.
 
O prazo de validade da seleção será de 10 meses, prorrogável, e o resultado do processo seletivo e todos os comunicados

relativos à seleção estarão disponíveis no Diário Oficial do Município.

Degeneração macular da visão é a principal causa de cegueira na velhice

Pesquisa indica que 81% dos brasileiros nunca ouviram falar da degeneração macular relacionada à idade
 
Especialistas advertem: doenças oculares não são sinônimo de envelhecimento. A maior inimiga da visão não é a idade, mas a falta de informação. De acordo com a pesquisa Saúde Ocular na Terceira Idade, da Associação Retina Brasil com apoio da farmacêutica Bayer, 81% dos brasileiros nunca ouviram falar em degeneração macular relacionada à idade (DMRI), a principal causa de perda da visão em países desenvolvidos e em desenvolvimento.
 
A pesquisa foi feita no mês passado com 5 mil pessoas em áreas de grande movimentação de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Porto Alegre, Recife, Curitiba e Fortaleza. A maioria dos entrevistados tinha de 32 a 39 anos e 52% relataram algum problema oftalmológico. Embora 57% tenham dito que conhecem uma pessoa de idade avançada que perdeu a visão, 91% não sabiam o que é a degeneração da mácula.

Daniel Lavinsky, da Clínica de Oftalmologia do Mãe de Deus Center, em Porto Alegre, conta que não imaginava que a desinformação fosse tão grande no país. “A degeneração é pouco comentada nos meios domésticos, embora hoje em dia já seja mais conhecida. Oitenta e um por cento é um número expressivo de pessoas.” Segundo o também professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a DMRI é uma doença comum que provoca a deterioração da visão central em pessoas com mais de 60 anos. Basicamente, provoca lesões na mácula, um ponto de 2 milímetros de diâmetro próximo ao centro da retina.

Se compararmos a estrutura do globo ocular a uma câmera tradicional, a retina corresponde a uma película. O tecido rico em pigmento, a coroide, seria uma câmera escura. E a mácula — uma das regiões da retina com alta densidade de fotorreceptores, as células responsáveis pela nitidez da visão e pela cor da visão central —, pode ser considerada uma película especial com alta sensibilidade à luz intensa. Quando danificada, as imagens processadas pela mácula são turvas e deformadas.

No Brasil, cerca 3 milhões de pessoas acima dos 55 anos têm o problema, sendo que até 800 mil delas poderão desenvolver a forma exsudativa (veja infográfico) em menos de 10 anos. Nos países subdesenvolvidos, as principais causas continuam sendo a catarata e o glaucoma. A previsão é de que o crescimento exponencial do envelhecimento da população no planeta eleve a prevalência do problema. “Teoricamente, a extensão de faixa etária nessas regiões, principalmente nas nações desenvolvidas, é maior. Consequentemente, as doenças relacionadas ao avanço da idade são mais comuns”, explica Lavinsky.

Prevalência
Outra curiosidade da DMRI é que ela é mais prevalente entre os caucasianos. Por isso, no Brasil, é mais frequente na Região Sul, onde há maior presença de indivíduos de pele clara e de origem europeia. Luis Fernando Rabelo Barros, oftalmologista do Visão Institutos Oftalmológicos, em Brasília, diz que a hereditariedade, a alimentação e principalmente o tabagismo podem desencadear a doença. Ele explica que a DMRI ocorre devido à oxidação das células da retina e, por isso, os tratamentos incluem vitaminas antioxidantes. “O cigarro causa esse envelhecimento e predispõe à degeneração. O alerta é para as pessoas procurarem o médico uma vez ao ano, evitar o vícios e ter alimentação saudável, com alimentos como couve e peixes”, aconselha.

A ida regular ao oftalmologista, porém, não é um hábito dos brasileiros. Dos 5 mil entrevistados, 42% dizem só recorrer à assistência quando acham estar com algum problema oftalmológico. Em Brasília, o índice é ainda maior: 53%. “O brasileiro é imediatista, gosta mais de remediar do que prevenir. Isso acontece em todas áreas. Aqui, as pessoas morrem muito por infarto e AVC (acidente vascular cerebral). É falta de prevenção mesmo”, avalia Barros.

A capital federal também está além da média no quesito desconhecimento sobre a DMRI. Dos 700 entrevistados, 89% nunca ouviram falar sobre a doença e 91% desconhecem os sintomas dela. Para Barros, a informação é uma questão primordial na prevenção do problema. Por isso, a falta dela precisa ser remediada pelos órgãos de saúde. “Esta questão de mais especialidades disponíveis, uma bandeira deste governo, poderá ajudar a população com atendimento e esclarecimento”, acredita.

Antonieta Leopoldi, vice-coordenadora da Associação Retina Brasil, completa avisando que existem mecanismos para testar cada olho e verificar se há sintomas da DMRI. “Assim como as mulheres fazem testes de câncer de mama, é preciso fazer acompanhamento da visão. Se você enxergar postes tortos e objetos deformados, converse com o especialista. As pessoas acham que pode ser um problema da lente e a trocam, mas pode ser mais grave, como um mal da retina.”

Pesquisa publicada neste ano na revista The Lancet Global Health indicou que 8,7% da população mundial têm DMRI e que, até 2020, mais de 196 milhões sofrerão com a doença. Para 2040, a previsão é de que o número chegue a 288 milhões. Segundo a Associação Retina Brasil, a prevalência de cegueira é de 8,7% entre os pacientes de DMRI.

Saúde Plena

Framboesa previne doenças, protege o cérebro e atua na redução do colesterol

A fruta pode ser consumida in natura ou em receitas diversas. Confira algumas receitas
 
Presença pouco comum na dieta dos brasileiros, a framboesa é uma arma poderosa na prevenção e no combate a doenças. A começar pelo Alzheimer, Parkinson e outras enfermidades que causam a perda cognitiva.
 
“Por ser rica em flavonoides, a fruta é capaz de proteger o cérebro contra episódios como esquecimentos e apagões de memória”, explica Larissa Mathias, nutricionista da rede Hortifruti.

Uma porção de apenas 50 gramas por semana já é capaz de garantir a barreira que o cérebro precisa contra as adversidades que surgem, principalmente com o avanço da idade.
 
Esses flavonoides ainda conseguem se ligar a açúcares, formando complexos chamados de glicosídeos, que apresentam ação antioxidante, anticancerígena e anti-inflamatória, além de atuar como retardadores do envelhecimento.
 
A frutinha vermelha já é, por si só, fonte de antocianinas, um antioxidante potente. “Como é vasodilatadora, essa antocianina ajuda no controle da pressão arterial. Além disso, atua na redução do colesterol e previne o envelhecimento precoce. O consumo regular também evita câncer e problemas cardíacos”, detalha Flavia Morais, coordenadora de nutrição da Rede Mundo Verde.

Larissa Mathias lembra que a framboesa tem 10 vezes mais antocianinas que o tomate, alimento popular por sua ação antioxidante. “É inclusive mais rica nesse nutriente que outras frutas vermelhas, como o morango e a amora”, adverte a especialista. A presença de vitamina C também ajuda a potencializar a ação de combate aos radicais livres e envelhecimento celular. Quanto ao coração, ele ainda é beneficiado pela ingestão do potássio, que, além de favorecer o funcionamento adequado do músculo, atua como arma contra a hipertensão.

As vantagens não param por aí. O alimento funcional é rico em fibras solúveis e insolúveis, que auxiliam na regulação da flora intestinal, diminuem a prisão de ventre e aumentam a saciedade, ótima notícia para os interessados em perder peso.

Versátil
É recomendável comer até 25 gramas ao dia – o equivalente a duas colheres de sopa – e, de preferência in natura. “Ela é extremamente versátil, então pode ser incluída em iogurtes, sucos, smoothies e bolos”, afirma Flavia. Em sucos, o ideal é consumir imediatamente após o preparo para evitar a ação oxidativa do ar. “Quanto mais tempo passar, menor será a quantidade de nutrientes disponíveis por conta desse contato com o oxigênio”, explica Larissa.

Apesar de já haver produção nacional da fruta, não é fácil encontrá-la em sua versão fresca. Normalmente, está disponível de forma congelada, o que não significa que há perdas nutricionais. “Os benefícios são preservados”, garante Flavia.
 
A produção de calda e geleia está entre as opções menos indicadas, apesar de serem ótimas alternativas para aumentar a durabilidade da fruta. “Não apenas pela adição de açúcar, mas também pelo calor ao qual a framboesa é submetida, o que pode comprometer suas propriedades.” Se ainda assim, a opção for a escolhida, o ideal é evitar o açúcar refinado e dar preferência a versões mais saudáveis, como o demerara, por exemplo.

Redução de peso
Vendido em cápsulas, o extrato de cetona de framboesa (ou raspberry ketone) tem ganhado notoriedade pela promessa de redução de peso. “Ela é vendida como suplemento e contém extrato concentrado dessa substância”, explica Flavia Morais, coordenadora de nutrição da rede Mundo Verde.
 
Cetona é um composto fenólico responsável pelo aroma da fruta. No organismo, além de auxiliar a queima de gordura, prolonga a sensação de saciedade. Nas quantidades consumidas regularmente em casa não se conseguem todos os benefícios dessa substância, por isso a existência de cápsulas com o composto em sua forma concentrada.
 
Receitas
 
Charlotte de frutas vermelhas

Ingredientes:
1/2 xícara de cream cheese light
1 xícara de ricota light
1/2 xícara de iogurte desnatado
1/2 xícara de sucralose culinária, stevia ou demerara
1 colher de sopa de farinha de arroz
4 colheres de sopa de suco de limão siciliano
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
4 claras
Geleia de frutas vermelhas
Frutas vermelhas para decorar
Biscoito champanhe sem glúten

Modo de Fazer:
Bata o cream cheese e a ricota. Adicione o iogurte, o demerara, a farinha, o suco de limão e a baunilha. Acrescente as claras (uma a uma) e continue a bater até misturar tudo. Transfira para três ou quatro formas de 12cm (dependendo da altura que você queira). Leve ao forno médio por 35 minutos. Após gelar, coloque a geleia de frutas no topo e em volta para colar os biscoitos e decore com as frutas.

Brownie branco com framboesas

Ingredientes:
200g de chocolate belga sem açúcar
150g de açúcar demerara
100g de manteiga ghee
80g de farinha de arroz
20g de amido de milho
1 colher de sopa de extrato de baunilha (opcional)
1 xícara de framboesas picadas

Modo de fazer:
Derreta o chocolate e a ghee em banho-maria. Reserve. Separe as claras de três ovos e bata essas gemas com mais três ovos inteiros, o extrato de baunilha e metade do demerara. Bata as claras com o restante do demerara até formar um merengue firme. Junte a mistura de ovos ao creme de chocolate com ghee, depois incorpore o merengue e, por último, adicione a farinha com o amido. Coloque as frambosas picadas e leve ao forno pré-aquecido a 200 graus em banho-maria por 30 minutos.
 
Saúde Plena

Uso indiscriminado de esteroides oferece riscos incalculáveis à saúde

Tumores no fígado, disfunção erétil e problemas cardíacos atingem quem abusa desse tipo de medicamento
 
Restrições quanto ao uso de medicamentos deveriam ser seguidas à risca pelas pessoas. Todavia, a automedicação é prática comum até mesmo pela facilidade com que se pode obter um fármaco específico.
 
Comercializados com o objetivo de auxiliar pacientes com hipogonadismo, déficit de crescimento ósseo ou muscular, que necessitem de estímulo para desenvolver apetite, os esteroides androgênicos anabólicos acabam sendo “vilanizados” por causa de um grupo que os usa (geralmente em excesso) sem prescrição médica apenas para ter um corpo escultural sem a necessidade de maiores esforços. Tal uso descabido pode acarretar diversos problemas que comprometem a saúde do usuário e pode levá-lo à morte.
 
Os anabolizantes são administrados tanto por via oral quanto por meio de injeções. As substâncias variantes da testosterona adentram o organismo e se espalham por órgãos e tecidos.
 
“Há a estimulação das células musculares com retenção de líquido em demasia, o que acaba provocando um inchaço”, comenta o oncologista Volney Soares Lima.
 
A capacidade de contração do tecido também aumenta, devido ao crescimento da produção de proteínas nas células. Com o maior poder de contratilidade aliado ao inchaço celular, fica mais fácil para o músculo “crescer” e esse processo é o primeiro passo para se adquirir o tônus muscular tão desejado.

Apesar desses benefícios, alguns efeitos colaterais em decorrência do uso dos esteroides androgênicos anabólicos – principalmente quando em excesso e sem acompanhamento médico – devem ser ressaltados. Como são metabolizados no fígado, os anabolizantes tendem a provocar maior dano nesse órgão.
 
“Aumenta-se e muito o risco de desenvolvimento de tumores hepáticos”, destaca o médico. Além da elevação da pressão sanguínea, aumento do LDL (lipoproteína de baixa densidade) em detrimento do HDL (lipoproteína de alta densidade) e alterações no ventrículo esquerdo do coração, os hormônios esteroides podem comprometer a fertilização tanto feminina quanto masculina e causar disfunção erétil no homem. De acordo com o especialista em ginecologia e obstetrícia Antônio Eugênio Motta Ferrari, no caso da mulher a nocividade é ainda maior.

“A quantidade exacerbada de hormônios masculinos no organismo feminino desregula totalmente a ovulação e a menstruação. Além disso, há grande aumento do risco de cisto nos ovários”, afirma Ferrari. Ademais, as alterações corporais também são mais perceptíveis nas mulheres.
 
“O engrossamento da voz é irreversível, ocorre um aumento no clitóris e há também o surgimento da acne na pele, tal qual nos homens”, destaca. “A mulher sofre um processo de masculinização que pode chegar a interferir na relação entre gêneros inclusive”, completa o médico.

No caso do homem, a atrofia do testículo é dos problemas mais corriqueiros, já que produz-se testosterona em menor quantidade e ingere-se ou injeta-se o hormônio com frequência maior. “O cérebro atua como um estimulante da produção do hormônio. No entanto, quando se usam anabolizantes em excesso, o principal órgão do sistema nervoso supõe que a produção segue normalmente. Isso acaba levando à atrofia dos testículos”, informa o especialista.

Os homens ainda são acometidos por um problema que lhes causa extremo constrangimento, além de outros prejuízos à saúde: a ginecomastia.
 
“Indivíduos que sofrem deste problema, o crescimento anormal das mamas, geralmente têm ou já tiveram um histórico de uso de esteroides anabólicos androgênicos”, afirma Clécio Lucena, presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Minas Gerais.
 
O especialista acrescenta que muitos dos pacientes que o procuram passam por determinado embaraço. “O público masculino acaba passando por certo constrangimento. Muitos pacientes chegam para mim já com esse comportamento. Ressalto que a única forma de reverter o quadro é por meio de intervenção cirúrgica. Medicamentos não ajudam em absoluto na reversão”, ressalta.
 
Na academia
O personal trainer Gustavo Malva reforça o coro dos outros profissionais e revela que a convivência com os anabolizantes num ambiente de academia é constante.
 
“Na minha área pode-se ver a todo momento pessoas à procura ou fazendo uso de anabolizantes, algumaspor total falta de informação e outras por vontade própria mesmo”, explica.
 
“Atualmente, esse culto ao corpo que a mídia tanto difunde faz que alunos me perguntem com frequência sobre os efeitos dos esteroides, sobre os benefícios e malefícios. Até mesmo os que já utilizam os hormônios estão a todo momento buscando informações de venda de novas substâncias no mercado”, explica o profissional.

Malva informa que muitos ainda confundem suplementos alimentares com anabolizantes. “Como já diz no nome, suplementos são complementos com o objetivo de suprir a dieta, fornecendo vitaminas, nutrientes, entre outros que sejam consumidos de maneira insuficiente pela pessoa. Muitos confundem estes com os esteroides anabólicos”, destaca.
 
Quanto à melhor maneira de ficar em boa forma, o personal trainer comenta que é de suma importância ter acompanhamento médico e de profissionais para auxiliar nos treinamentos e afins.
 
“Para ganhar massa muscular, manter o corpo saudável e em forma sem se agredir ou prejudicar a saúde tem de praticar exercícios físicos, especialmente os que mais lhe deem prazer, e ter uma alimentação balanceada. Além disso, é mandatório o acompanhamento de profissionais que possam orientar adequadamente”, finaliza.
 
Nos esportes
Caso emblemático, o multicampeão da Volta da França, o ciclista Lance Armstrong, foi banido do esporte pelo uso de diversas substâncias ilegais, incluindo esteroides anabolizantes. Vale frisar que uma crise se instaurou no mundo do ciclismo, levando um grande número de profissionais a admitir a culpa quanto à utilização dessas drogas. No Brasil, a nadadora Rebeca Gusmão foi flagrada no exame antidoping que detectou o uso de esteroides anabolizantes em 2007, durante a disputa dos Jogos Pan-Americanos, no Rio de Janeiro. Tal qual Armstrong, Rebeca não mais pode competir.
 
Eritropoietina
A eritropoietina, comumente conhecida como EPO, não deve ser confundida com esteroides anabolizantes. Seu uso médico tem como enfoque o tratamento de anemias graves. O estímulo provocado pelo hormônio de glicoproteína na produção de hemácias faz com que a substância seja a favorita de muitos atletas que enfrentam provas que demandam bastante esforço. Lance Armstrong utilizava eritropoietina a fim de ajudá-lo nas competições.
 
Saúde Plena

Sedentarismo é a maior causa da má saúde dos brasileiros, dizem especialistas

Foto: EFE/ROSARIO CANFRANC
Foto: EFE/Rosario Canfranc 
Em relação ao estilo de vida, o relatório teve o objetivo de captar a intensidade e a duração média da realização de exercício físico ou esporte em pessoas com mais de 18 anos, dividindo a prática em lazer, trabalho, deslocamento e atividades domésticas
 
Após uma semana da divulgação da Pesquisa Nacional de Saúde (PNS) 2013, organizada pelo IBGE, especialistas afirmam que os dados mais preocupantes são reflexos de um mal que se firma entre os brasileiros: o sedentarismo.
 
Segundo o médico, a pesquisa ainda não mensura quantos sedentários podem ficar doentes.
 
“Há um risco iminente para a saúde pública, uma vez que a falta de atividades físicas agrava o cenário de doenças crônicas e cardiovasculares no país. Essa realidade é alarmante”, avalia.
 
Segundo a PNS, as doenças crônicas – que têm sido associadas com o excesso de peso, o baixo consumo de verduras e frutas e o sedentarismo – respondem por mais de 70% das causas de morte no Brasil.
 
Em relação ao estilo de vida, o relatório teve o objetivo de captar a intensidade e a duração média da realização de exercício físico ou esporte em pessoas com mais de 18 anos, dividindo a prática em lazer, trabalho, deslocamento e atividades domésticas.
 
Com isso, dois grupos foram identificados: um de pessoas ativas, que praticam mais de 150 minutos de exercícios por semana, e o outro de pessoas insuficientemente ativas, que praticam menos do que esse índice.
 
A proporção de adultos insuficientemente ativos foi de 46% da amostra, enquanto os ativos dividiram-se em 22,5% de pessoas que praticam atividade no lazer, 14% no trabalho, 31,9% no deslocamento e 12,1% nas atividades domésticas.
 
De acordo com Magliocca, a pesquisa reforça a necessidade da prática de atividade física, que deve ser estimulada por políticas públicas.
 
“O governo tem que incentivar a prática de atividade física por meio de ações que estimulem a população, começando pelas crianças nas escolas, onde, por exemplo, a disciplina de educação física já não é mais obrigatória em alguns estados.”
 
Para ele, o sedentarismo começa já na infância e, por isso, trata-se de uma questão cultural.
 
“Temos que mudar paradigmas, senão tais dados só irão justificar o aumento das doenças crônicas daqui a dez anos”.
 
Como solução, o médico é enfático em propor atividades simples, como dar 10 mil passos por dia. “As pessoas precisam entender que se elas derem 10 mil passos por dia, elas deixam de ser sedentárias. Se ficassem mais ativas no trabalho ou optassem por uma caminhada em família, ajudaria muito a sair dessa condição”, recomendou.
 
Ele também associa o desinteresse do brasileiro pela atividade física à falta de ambientes públicos próprios ou adaptados para a prática de exercícios, o que seria uma possível função de parques e praças.
 
Outro ponto importante para a melhora do estilo de vida do brasileiro é a questão alimentar.
 
Para a nutricionista Desiree Coelho, a pesquisa não registrou muitas novidades sobre o comportamento nutricional da população, e o sedentarismo e a falta de informação sobre hábitos saudáveis destacam-se como os pilares para a mudança de hábitos.
 
“Em um país com oferta de grande variedade de frutas, há um consumo muito baixo desses alimentos; e ainda há o desconhecimento do brasileiro em relação a sua própria saúde”, avaliou Desiree.
 
Segundo a especialista, a grande urgência é tratar o sedentarismo e a busca por uma alimentação equilibrada. “É preciso atrair a atenção das pessoas para esses temas, que podem impactar a expectativa de vida da população e a mudança para uma vida mais saudável e ativa”.
 
EFE Saúde

Alguns países pagam para que seus cidadãos emagreçam

O governo oferece um grama de ouro a cada quilo perdido em projeto
iniciado há dois anos e que espera beneficiar mais de 15.000 pessoas
Na Grã-Bretanha, onde mais de dois terços dos adultos são obesos, o Serviço Nacional de Saúde gasta o equivalente a 20 milhões de reais por ano no tratamento de doenças causadas pelo sobrepeso
 
Diante disso, o governo anunciou que irá implantar em 2015 um programa que oferecerá isenções fiscais e vale-compras para quem emagrecer. O empurrão do governo para tornar a população mais saudável já foi repetido em outros países, como Dubai, onde o Estado oferece um grama de ouro (cerca de 30 dólares) a cada quilo perdido.
 
Veja abaixo outros lugares onde os cidadãos recebem dinheiro e outros benefícios para perder peso:
 
Varallo, na Itália
Em 2007, Gianluca Buonanno, prefeito da cidade de Varallo, na região de Piemonte, no norte da Itália, ofereceu 50 euros para quem conseguisse emagrecer 3 quilos em um mês — no caso dos homens, era preciso perder 4 quilos. Se, após emagrecer, o cidadão conseguisse manter o peso por cinco meses consecutivos, ganhava mais 100 euros. Por um ano, 500 euros. A medida pretendia diminuir a incidência de obesidade na cidade de 7.500 habitantes.
 
Inglaterra
O Serviço de Saúde Pública da Grã-Bretanha estuda colocar em prática em 2015 um projeto que vai conceder benefícios fiscais e bônus em dinheiro para quem emagrecer. A medida visa diminuir a projeção de gastos de 30 milhões de libras até 2020 para tratar doenças causadas pelo excesso de peso.
 
Dubai
O governo oferece um grama de ouro a cada quilo perdido em projeto iniciado há dois anos e que espera beneficiar mais de 15.000 pessoas. Imigrantes e até turistas podem participar.
 
Oklahoma City, nos Estados Unidos
A cidade de Oklahoma City ocupava o 15º lugar no ranking de municípios com maior incidência de obesidade nos Estados Unidos em 2007. Foi quando o governador Mick Cornett lançou um desafio: se os moradores perdessem, em conjunto, 500 toneladas, a cidade seria remodelada. O número foi atingido 5 anos depois, e o esforço contou com a participação de mais de 50.000 pessoas. Um fundo de 970 milhões de dólares foi criado para a reurbanização de Oklahoma City, que ganhou um novo parque, um sistema de bonde e calçadas mais largas.

Veja

Nova cartilha orienta que diabéticos acima de 40 anos tomem estatina

Para Associação Americana de Diabetes, mesmo que não tenham colesterol alto, diabéticos a partir dessa idade devem ingerir o remédio
 
A Associação Americana de Diabetes divulgou nesta terça-feira suas novas diretrizes, o Standards of Medical Care, para o tratamento de pacientes com diabetes. Entre as novas recomendações, está a de que praticamente todos os diabéticos acima de 40 anos tomem doses moderadas a altas de estatina, um medicamento utilizado para controlar os níveis de LDL, o colesterol “ruim”. Para os mais jovens, o fármaco é indicado se a pessoa tiver outros fatores de risco para doenças cardiovasculares: colesterol alto, hipertensão, tabagismo, sobrepeso e obesidade.
 
Portadores de diabetes têm de duas a quatro vezes mais risco de sofrer um derrame ou um ataque cardíaco. Por esse motivo, entidades como o Colégio Americano de Cardiologia e a Associação Americana do Coração passaram a recomendar o uso regular de estatina para diabéticos.
 
A Associação Americana dos Diabetes seguiu as outras organizações e recomendou que diabéticos de 40 a 75 anos, ou mais, e sem fatores de risco para doenças cardiovasculares tomem doses moderadas da droga. Pacientes de qualquer idade que possuam histórico de doença cardiovascular ou outro fator de risco precisam tomar regularmente doses altas do fármaco. Apenas as pessoas com menos de 40 anos e sem fator de risco nem histórico de doenças cardiovasculares não precisam da droga.
 
“A grande mudança é recomendar estatinas em doses moderadas ou altas com base no perfil de risco do paciente, não apenas pelo seu nível de LDL. Uma vez que todos os pacientes com diabetes têm maior risco para doenças cardiovasculares, é apenas uma questão de decidir a dose do remédio”, diz Richard Grant, pesquisador do Comitê de Prática Profissional da Associação Americana de Diabetes.
 
Pressão
A nova diretriz também orienta que a pressão diastólica (mínima) ideal para os diabéticos seja 90 mmHg, em vez de 80 mmHg. “Embora estudos observacionais tenham mostrado que a pressão baixa seja melhor, novas pesquisas revelaram que a pressão diastólica ideal é 90 mmHg”, diz Grant.
 
Outra recomendação é que os diabéticos façam treinos de musculação pelo menos duas vezes por semana. Além disso, para descendentes de asiáticos, o limite de índice de massa corpórea (IMC) cai para 23, ante 25 do resto da população.
 
“Nós revisamos nossas recomendações, como fazemos todos os anos, com base nos mais recentes modelos de tratamento e cuidados de pessoas com diabetes”, explica Jane Chiang, vice-presidente da Associação Americana de Diabetes para Assuntos Médicos e Informações para a Comunidade.

Veja

Uso intenso de smartphones provoca alteração no cérebro

A utilização intensa de certos tipos de telefones celulares está provocando uma alteração no cérebro de usuários pela adaptação à nova atividade motora. Conclusão faz parte de um estudo feito pelo Instituto de Neuroinformática da Universidade de Zurique
 
Segundo os pesquisadores, os cérebros dos usuários dos chamados smartphones estão sendo alterados pela operação repetida das telas de toque.
Para medir a atividade cerebral do grupo, os cientistas utilizaram a técnica conhecida como eletroencefalografia ou EEG na sigla em inglês. Eles perceberam diferenças marcantes entre os usuários de smartphones e aqueles que utilizavam celulares "convencionais".
 
Analisando os resultados do EEG, os cientistas concluíram que os usuários de smartphones demonstravam maior destreza no uso dos dedos.
 
Dos 37 voluntários, 26 eram usuários de smartphones com telas de toque e 11 se mantinham fieis aos modelos mais antiquados de celulares.

BBC
O EEG monitora e registra a atividade elétrica do cérebro
EEG
O teste de EEG monitorou os impulsos elétricos trocados entre o cérebro e as mãos dos indivíduos através dos nervos.

A atividade foi monitorada por diversos eletrodos colocados no couro cabeludo de cada voluntário, capazes de captar esta troca de mensagens na forma sensorial.
 
A partir dessas informações, os pesquisadores puderam criar um "mapa" que indica a porção do tecido cerebral dedicada à operação de uma determinada parte do corpo.
 
Os resultados revelaram diferenças distintas entre os usuários de smartphones com telas de toque e os que usam telefones celulares convencionais.
 
Os usuários de smartphones apresentaram maior atividade cerebral em resposta aos toques dados na tela dos aparelhos pelos dedos médio, polegar e indicador.
 
E, aparentemente, isto está ligado à frequência com que se usa o smartphone – quanto mais frequente é o uso, maior é a resposta registrada pelo EEG.
 
Segundo os cientistas, o resultado – publicado na revista científica Current Biology – faz sentido, uma vez que o cérebro é maleável e, portanto, pode ser moldado pela utilização prática repetidamente.
 
Eles citam como exemplo os violinistas, que têm a área do cérebro dedicada ao controle dos dedos usados para tocar o instrumento maior do que a mesma área do cérebro de alguém que não toca violino.
 
Os pesquisadores acreditam que o mesmo está acontecendo com os usuários de smartphone – eles estariam tendo seus cérebros "esculpidos" pelo uso repetido pelos toques nas telas dos aparelhos.
 
Arko Ghosh, que liderou o grupo de pesquisadores da Universidade de Zurique, disse que ficou surpreso pela "escala das mudanças introduzidas (no cérebro) pelo uso de smartphones".
 
Ele acrescentou que o estudo reforça a ideia de que a onipresença dos smartphones está tendo um grande efeito na nossa vida cotidiana.

BBC Brasil / R7

Santa Casa tinha até quatro vezes mais funcionários por leito do que outros hospitais, diz secretário

Segundo David Uip, auditoria revelou erros de gestão no hospital, que passa por crise
 
O secretário estadual da Saúde, David Uip, voltou a falar nesta quarta-feira (24) sobre falhas na gestão da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, que enfrenta uma grave crise financeira. A auditoria contratada pelo governo de SP mostrou, segundo ele, “que os contratos não favoreceram a Santa Casa”.
 
— Há problemas nos recursos humanos, muitos funcionários por leito. Uma média de 21. Nós trabalhamos com quatro a cinco [nos hospitais estaduais]. Tem problemas de pagamento de insalubridade, hora extra.
 
Segundo ele, o problema do hospital não é a falta de dinheiro e sim a má gestão.
 
— De 2009 a 2014, o Tesouro do Estado repassou para a Santa Casa mais de R$ 826 milhões. É um recurso adicional ao que a Santa Casa recebe do SUS. É uma Santa Casa que não é subfinanciada.
 
Hoje, a dívida da instituição está avaliada em mais de R$ 820 milhões. Em setembro, o novo superintendente, Irineu Massaia, iniciou um plano de restruturação da Santa Casa. Segundo ele, a operação do hospital não dará mais prejuízo em um prazo de até dois anos.
 
Mas a situação momentânea ainda é preocupante. Nesta quarta-feira, o governo do Estado liberou R$ 3 milhões emergenciais para a compra de medicamentos e insumos. Tudo para evitar que o atendimento à população seja prejudicado.
 
Massaia garantiu que as urgências não serão comprometidas. Mas admitiu que pacientes possam ter dificuldades para cirurgias ou exames que não sejam emergenciais. O hospital adotou um esquema de contingenciamento e está decidindo quais procedimentos têm condições de serem realizados.
 
Muitos funcionários continuam com os salários e até o 13º atrasados. A promessa de que receberiam até o dia 29 deste mês não vai se concretizar. Isso porque a Santa Casa depende de um empréstimo de R$ 44 milhões da Caixa Econômica Federal que só deverá sair no começo de janeiro. Para obter o valor, a instituição vai dar como garantia um imóvel que possui na avenida Paulista, avaliado em R$ 70 milhões.
 
Uma sindicância interna também apura as falhas no hospital. Ontem, foi formalizado o afastamento do provedor da instituição, Kalil Rocha Abdalla, que tirou uma licença de 90 dias, ou até o fim da apuração. No lugar dele, assume Ruy Altenfelder. 
 
R7

"A Santa Casa precisa continuar", diz Alckmin após liberar R$ 3 milhões emergenciais

Adriana Spaca/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo
Governador participou de evento para anunciar recursos
Dinheiro será usado para compra de medicamentos e outros materiais necessários
 
Na última quarta-feira (24) véspera de Natal, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, foi a público para anunciar a liberação de R$ 3 milhões emergenciais para ajudar a Santa Casa de Misericórdia, que enfrenta grave crise financeira. O recurso servirá para compra de materiais e insumos.
 
Acompanhado do secretário estadual da Saúde, David Uip, e do superintendente da Santa Casa, Irineu Massaia, o governador disse que o objetivo dessa verba é, mais uma vez, “garantir o atendimento ao SUS”.  Ele justificou que “a Santa Casa precisa continuar”.
 
Apesar desse dinheiro, os salários e o 13º atrasados de funcionários vão ter que esperar. Isso porque o montante não é capaz de quitar as dívidas da folha de pagamento. A instituição vai fazer, no começo de janeiro, um empréstimo de R$ 44 milhões para acertar, entre outros, esse débito. O superintendente voltou a reforçar que o atendimento emergencial está garantido e que procedimentos eletivos estão sendo contingenciados. Dessa forma, o hospital decide quais exames ou cirurgias podem ser realizadas.
 
A dívida total da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo ultrapassa os R$ 820 milhões, segundo o governador. Ele sugeriu que a instituição use os muitos imóveis que tem durante a fase de recuperação financeira.
 
— A Santa Casa, que tem patrimônio, prédios em vários lugares, vai ter que disponibilizar parte desse patrimônio para poder fazer o seu ajuste, o seu saneamento financeiro. É um assunto interno da Santa Casa, que é uma entidade privada, mas é óbvio que algum patrimônio vai ter que dispor. 
 
O secretário David Uip falou que o Estado está ajudando o hospital a renegociar a dívida e que é preciso repensar as garantias dos empréstimos.
 
— Nós somos absolutamente contrários que qualquer serviço dê como garantia de empréstimo o dinheiro do SUS. Hoje, do que vem do governo federal, metade é retido para pagar dívida. Tem que trocar a garantia. A ideia é a Santa Casa dar como garantia imóveis e não a receita de operação. 
 
Uip ainda disse que o Ministério Público e a Procuradoria Geral do Estado devem fazer, na primeira semana de janeiro, uma reunião com a Prefeitura de São Paulo, Ministério da Saúde e Santa Casa para “fazer os novos acertos”. O objetivo é que todos participem das discussões sobre o processo de recuperação financeira do hospital.
 
R7

Cientistas criam esperma e óvulos humanos artificiais, diz jornal

Média de idade de doadores cresceu na Grã-Bretanha desde que anonimato foi suspenso, em 2005 (Foto: BBC)
Esperma e óvulos foram criados a partir de pele humana
Pesquisadores utilizaram pele humana para obter material. Avanço poderia ajudar no combate a doenças de idade e infertilidade
 
Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, criaram formas primitivas de esperma e óvulos a partir de células de pele humana, relatou o jornal "The Guardian", na última quarta-feira (24).
 
De acordo com a pesquisa, esse avanço médico poderia transformar doenças relacionadas com a idade e problemas de fertilidade. Estas células teriam a capacidade de se transformarem em espermatozoides e óvulos maduros, algo que nunca foi feito em laboratório.
 
A lei britânica proíbe clínicas de fertilidade de utilizar esperma e óvulos artificiais para tratar casais inférteis. Em 2012, cientistas japoneses criaram óvulos de camundongos a partir de células-tronco e os utilizaram para o nascimento de filhotes.
 
G1