Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


domingo, 30 de março de 2014

Sete dicas para regular o intestino do seu bebê

Bebê chorando - foto: Getty ImagesEscolha alimentos que equilibram as funções intestinais da criança
 
Por estar em período de transformação e adaptação, o intestino do bebê é mais frágil e requer muito mais atenção que o de um adulto.
 
Problemas como intestino preso, fezes ressecadas e gases são muito mais frequentes.
 
"É importante que pais e médicos observem como costuma ser o funcionamento do intestino, pois cada criança tem o seu próprio ritmo", explica a nutricionista Fernanda Granja, especialista em nutrição materno-infantil, de São Paulo.

Se o seu bebê apresentar problemas intestinais ou alteração no número e no aspecto das evacuações, especialistas recomendam alterar a alimentação para que a digestão seja novamente regulada.
 
Confira essa e outras dicas de profissionais da saúde para que o seu filho fique livre de desconfortos.  
 
Mamãe e bebê - foto: Getty ImagesObserve seu bebê
"O recém-nascido evacua cerca de oito vezes por dia e, com o tempo, esse número diminui para duas ou três evacuações diárias", explica Andréia de Avelar, nutricionista especialista do Minha Vida, de São Paulo. "As fezes do bebê que recebe leite materno geralmente são mais claras e pastosas".

Se o seu bebê estiver com o abdômen distendido, fizer muita força para evacuar ou chorar muito com as cólicas, ele pode estar com o intestino preso. Número de evacuações maior do que o normal e fezes amolecidas indicam desarranjo intestinal.                     
 
Bebê comendo - foto: Getty ImagesAlimentos que ajudam a regular o intestino preso
Alguns alimentos, ricos em fibras naturais, melhoram a obstipação. Frutas laxativas (mamão, laranja com bagaço, ameixa preta, mexerica e banana-nanica), vegetais de folha cozidos (escarola, almeirão, brócolis e couve), quiabo, vagens, feijão, lentilha, aveia e farelo de trigo, são alguns exemplos que ajudam a soltar o intestino preso. 

Se o bebê já tiver com quatro meses de idade, a mãe pode oferecer sucos laxativos. A nutricionista Andréia de Avelar dá a receita: laranja lima, mamão, ameixa preta e farinha de linhaça. Bata tudo no liquidificador e ofereça ao bebê quando ele estiver obstipado. Para os bebês que tomam leite em pó ou de fórmula, a mãe pode ferver água filtrada com duas ou três ameixas, coar e depois preparar o leite com essa água. 
 
Bebê comendo papinha - foto: Getty ImagesAlimentos reguladores do intestino solto
Para regular o intestino solto, pode-se oferecer sucos coados de maçã, pera ou goiaba. Também vale fazer sopas com batata, mandioquinha, mandioca, macarrão, cará ou inhame.

A nutricionista Simone Freire, doutoranda em comportamento do consumidor pela Unifesp, lembra que o creme de arroz, administrado junto com o leite, pode minimizar os efeitos da diarreia.  
 
Bebê - foto: Getty ImagesEvite a flatulência
Se o bebê estiver com muitos gases, evite oferecer leguminosas - como feijão, ervilha, lentilha e grão de bico.
 
"O açúcar também deve ser diminuído ou retirado da dieta, pois ele causa fermentação e distende o abdômen", explica Simone Freire.  
 
Bebê chorando - foto: Getty ImagesCólicas
O choro é o principal sinal de que o bebê está com cólica.
 A nutricionista Fernanda Granja orienta observar em que horário surgiu a cólica e qual foi o último alimento ingerido. Evite refrigerante, café, alho e, em alguns casos, a retirada de leite e derivados também ajuda. Mesmo assim, alguns bebês podem continuar a apresentar cólicas até os quatro ou cinco meses de vida.
 
"Isso se deve ao amadurecimento do sistema digestivo da criança, é normal", afirma a nutricionista Andréia de Avelar. 
 
Bebê tomando leite - foto: Getty ImagesAtenção ao leite
Com o fim da licença maternidade no trabalho, muitas mães começam a introduzir outros tipos de leite na dieta do bebê por facilidade. "Mas essa mudança deve ser feita com muito cuidado, pois é importante observar a reação a cada tipo de fórmula", explica Simone.

Reações alérgicas são comuns nessa fase. O leite, quando inadequado à criança, pode causar muita flatulência, obstipação ou diarreia. É importante observar a diluição destas fórmulas industrializadas. "Muitas mães tendem a fazer um leite mais forte, mas isso diminui a ingestão de água e as fezes ficam ressecadas", explica Simone.   
 
Bebê brincando - foto: Getty ImagesOutras técnicas
"Deixar o bebê solto, se movimentando livremente, ajuda na regulação do intestino", conta Fernanda Granja.
 
Massagens na região abdominal e movimentação das perninhas também podem ajudar a eliminar os gases. Por fim, um banho com água morna pode ajudar a criança a relaxar.  
 
Minha Vida 

O que é Aracnodactilia?

Foto: reprodução
Aranodactilia
Dolicostenomelia; Dedos de aranha; Acromacria
 
A aracnodactilia é uma condição física na qual os dedos são longos, delgados e curvados, assemelhando-se a pernas de aranha.

Considerações
Dedos longos e delgados podem ser normais e não associados a qualquer problema clínico. Em alguns casos, entretanto, os dedos de aranha podem ser um sinal de uma doença subjacente.
 
Causas                       
- Homocistinúria
 
- Síndrome de Marfan
 
- Outros distúrbios genéticos raros
 
Observação: Ter dedos longos e delgados pode ser normal.
 
Buscando ajuda médica
Algumas crianças nascem com aracnodactilia, embora ela possa se desenvolver ao longo do tempo.
 
Pergunte ao seu médico durante uma consulta de rotina se seu filho tem dedos longos e delgados e diga que está preocupado que possa existir uma doença subjacente.
 
Na consulta médica        
                
O médico realizará exames físicos e fará perguntas sobre o histórico médico do paciente, inclusive:
 
- Intervalo de tempo Quando você notou pela primeira vez que o formato dos dedos estava assim?
 
- Histórico familiar -Existe histórico familiar de morte prematura?
 
- Existe qualquer pessoa no histórico familiar com distúrbios hereditários conhecidos?
 
- Sintomas -Quais outros sintomas também estão presentes?
 
- Você percebeu quaisquer outras coisas incomuns?
 
Normalmente, não são necessários exames diagnósticos, a menos que haja a suspeita de um distúrbio hereditário.
 
Minha Vida

Concurso Prefeitura de Poço Fundo - MG

A Prefeitura de Poço Fundo, no estado de Minas Gerais, publicou edital de concurso público n° 01/2014, cuja realização ficará sob a responsabilidade da organizadora Sociedade de Desenvolvimento Vale dos Bandeirantes – Noroeste Concursos. O certame oferece 50 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, por salários de até R$ 1.884,25, em carga horária de 112,30h mensais para o cargo de professor e para os demais cargos a carga horária será de 10 a 40 horas semanais.

As vagas são para os cargos de Calceteiro, Coveiro, Jardineiro, Lixeiro, Mecânico, Motorista II, Operador de Máquinas Pesadas, Pedreiro, Profissional Braçal, Profissional de Serviços Gerais, Servente Escolar, Agente de Administração, Agente Fiscal, Auxiliar de Vigilância Sanitária, Monitor, Assistente Social, Enfermeiro, Fonoaudiólogo, Médico Cardiologista, Médico Ortopedista, Médico Pediatra, Nutricionista e Professor Nível Superior – Pré-Escolar 1º a 4º ciclo do Ensino Fundamental.

As inscrições, nos valores de R$ 20,00 a R$ 70,00, deverão ser efetuadas, única e exclusivamente, pela internet no endereço eletrônico www.noroesteconcursos.com.br no período de 26 de maio até 16 de junho de 2014.

A prova objetiva será aplicada no Município de Poço Fundo/MG, na data provável de 20 de julho de 2014, das 9h até às 12h para os cargos do período da Manhã, e das 14h às 17h para os cargos do período da Tarde, com duração de 03h de prova em ambos os períodos.

A confirmação da data e as informações definitivas sobre horário e local para a realização das provas serão divulgadas oportunamente por meio de Edital de Convocação, através dos endereços eletrônicos www.pocofundo.mg.gov.br e www.noroesteconcursos.com.br.

A validade do concurso será de 2 anos, prorrogável, a critério da Administração, por igual período.

Prefeitura de Bonito de Santa Fé - PB prorroga inscrição

A Prefeitura de Bonito de Santa Fé, Estado da Paraíba, divulgou o edital de processo seletivo nº 003/2014. O certame oferece 57 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, por vencimentos que variam de R$ 724,00 a R$ 1.463,98 em regime de 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de: Assistente de Saúde Bucal, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Assistente Social, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar Operacional de Sistema de Abastecimento D’água, Bioquímico, Motorista Socorrista SAMU, Eletricista, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico Clínico, Odontólogo, Operador de Máquina Pesada, Orientador Social, Preparador Físico, Professor de Educação Física, Psicólogo, Médico Radiologista e Técnico (Radiologia, Enfermagem e Referência do Serviço de Convivência/Fortalecimento de Vínculos para Crianças/Adolescentes).
 
As inscrições foram prorrogadas e serão realizadas gratuitamente até o dia 31 de março de 2014, no horário de 8h às 12h e de 14h às 17h, na Secretaria de Administração deste municipal de Bonito de Santa Fé, localizada na Rua Dr. Batista Leite, 80, Centro, Bonito de Santa Fé/PB.
 
No ato da inscrição deverá ser entregue a seguinte documentação:
  • Carteira de identidade;
  • CPF;
  • Título de eleitor e comprovante de última votação;
  • Comprovante de endereço;
  • Certificado de reservista (se for o caso);
  • Comprovante da escolaridade em conformidade com a habilitação exigida e histórico escolar;
  • Cédula de identidade do Conselho a que fizer parte;
  • Curriculum Vitae;
  • Títulos Acadêmicos com no mínimo 180hs aulas (se for o caso: pós-graduação, mestrado, doutorado etc.);
  • Se o candidato for portador de deficiência, deverá apresentar o laudo médico, atestando a espécie e o grau de deficiência, com expressa referência ao código correspondente do CID, bem como a sua provável causa, datado até a data da inscrição;
  • Comprovantes de experiência de trabalho só serão aceitos os emitidos por pessoa jurídica em papel timbrado que identifique o CNPJ, endereço e telefone da empresa;
  • Declaração assinada pelo representante legal, titular da pasta, órgão/instituição onde presta ou prestou serviços, acompanhado de atestado de qualificação de desempenho;
  • Cópia da Carteira Profissional autenticada em Cartório onde conste o início e o término da experiência, quando se tratar de estabelecimento Privado e atestado de qualificação de desempenho.
O processo seletivo será realizado por meio de avaliação de títulos, de caráter eliminatório e classificatório.
 
O resultado final será homologado pelo Prefeito Municipal e o Decreto de Homologação, será publicado no Diário Oficial dos Município/PB - www.diariomunicipal.com.br/famup, na sede da na Secretaria de Administração de Bonito de Santa Fé,localizada à Rua Dr. Batista Leite, 80, Centro, Bonito de Santa Fé/PB e na Sede da Prefeitura de Bonito de Santa Fé, localizada na Avenida Áurea Dias de Almeida,228,centro, Bonito de Santa Fé/PB.
 
A validade do processo seletivo será de 240 dias e/ou até que o concurso público se efetive.
 
O edital encontra-se disponível no Diário Oficial dos Municípios do Estado da Paraíba, de 24 de março de 2014, pág. 2 a 10. O edital de retificação encontra-se publicado no Diário Oficial dos Municípios do Estado da Paraíba, de 28 de março de 2014, pág. 2 a 8.

Prefeitura de Goioerê - PR abre processo seletivo

Divulgado edital n° 001/2014 para realização de Processo Seletivo da Prefeitura de Goioerê, no Estado do Paraná. A seleção tem como objetivo o preenchimento de 08 vagas de nível fundamental para o cargo de Agente de Combate às Endemias, por salários de até R$ 724,00 em jornada de 40 horas semanais.
 
Das vagas existentes, 5% serão destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais.
 
Inscrição
As inscrições, no valor de R$ 30,00, serão realizadas no período entre 31 de março a 14 de abril de 2014, através do site www.exatuspr.com.br.
 
Também serão disponibilizados computadores com acesso ao portal das inscrições na Secretaria Municipal de Educação– PR, situada na Rua José Bonifácio, 840-Centro, durante os dias úteis e no mesmo período informado, das 08h30 às 11h e das 13h30 às 17h.
 
Provas
O certame será realizado através de prova objetiva e de títulos.
 
A prova objetiva será realizada provavelmente no dia 27 de abril de 2014, em local e horário a serem divulgados junto com o edital de homologação das inscrições a ser publicado em edital nas dependências da Prefeitura de Goioerê, nos sites www.exatuspr.com.br e www.goioere.pr.gv.br.
 
Os gabaritos serão divulgados após a aplicação das provas, em edital nas dependências da Prefeitura Municipal, e nos sites www.exatuspr.com.br e www.goioere.pr.gov.br.
 
Validade
A validade do processo seletivo será de dois anos, a contar da data da publicação do ato de homologação do resultado final do certame, prorrogável uma única vez, por igual período.
 
O edital encontra-se publicado no Diário Oficial dos Municípios do Paraná, edição de 28 de março de 2014, pág. 31 a 35.

Prefeitura de Mucugê - BA abre vagas através do Reda

A Prefeitura de Mucugê, no estado da Bahia, publicou edital n° 001/2014 de processo seletivo, por tempo determinado, em regime especial de direito administrativo (REDA), para preenchimento de 57 vagas do Quadro de Pessoal do Município. As chances são para as funções de Técnico em Enfermagem e professor em diversas áreas (níveis médio e superior).

O certame será executado por meio da empresa Concepção Consultoria Técnica Especializada Ltda. Os vencimentos vão até R$ 861,85 por carga horária de 20h semanais.

As inscrições serão realizadas no período de 1º a 10 de abril de 2014 via internet, através do site www.concepcaoconursos.com.br. As taxas variam de R$ 40,00 e R$ 50,00 de acordo com a função escolhida.

A aplicação das provas objetivas será no município de Mucugê/BA. As informações referentes à data, ao horário e ao local de realização do exame de habilidades e conhecimentos (nome do estabelecimento, endereço e sala), cargo, função, assim como orientações para realização das provas, estarão disponíveis, a partir do dia 23 de abril de 2014, no site da Concepção www.concepcaoconursos.com.br devendo o candidato efetuar a impressão desta Confirmação de Inscrição.
 
Os gabaritos e os resultados dos exames serão divulgados no site www.concepcaoconursos.com.br.

O prazo de validade do certame será de dois anos, contados da data da respectiva homologação, podendo este prazo, antes de esgotado, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Administração Municipal de Mucugê.

Processo Seletivo da Prefeitura de Mucugê - BA

A Prefeitura de Mucugê, no estado da Bahia, lançou edital n° 002/2014 de processo seletivo para contratação de Pessoal para preenchimento de 09 vagas da função de Agente Comunitário de Saúde-ACS e de 10 vagas da função de Agente de Combate a Endemias do Quadro de Pessoal da Secretaria Municipal de Saúde.

O certame será executado por meio da empresa Concepção Consultoria Técnica Especializada Ltda. Os vencimentos vão até R$ 724,0 por carga horária de 40h semanais.

As inscrições, no valor de R$ 30,00, serão realizadas no período de 01 a 10 de abril de 2014 via internet, através do site www.concepcaoconursos.com.br.

A aplicação das provas objetivas será no município de Mucugê/BA. As informações referentes à data, ao horário e ao local de realização da prova (nome do estabelecimento, endereço e sala), função, assim como orientações para realização das provas, estarão disponíveis, a partir do dia 23 de abril de 2014, no site da Concepção www.concepcaoconursos.com.br devendo o candidato efetuar a impressão desta Confirmação de Inscrição.

Os gabaritos e os resultados dos exames serão divulgados no site www.concepcaoconursos.com.br.

O prazo de validade do certame será de 02 anos, contados da data da respectiva homologação, podendo este prazo, antes de esgotado, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Administração Municipal de Mucugê.

Concurso CEFET - RJ 2014

O Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca do Rio de Janeiro – CEFET-RJ, abriu edital n° 0011/2014 de Concurso Público destinado ao provimento de cargos do Quadro Permanente de Pessoal Técnico Administrativo em Educação deste Centro Federal de Educação Tecnológica, do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE).
 
São ofertadas 203 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, por salários de até R$ 3.318,00.

O concurso público será regido por este Edital sob a responsabilidade da FUNDAÇÃO CESGRANRIO e do CEFET-RJ. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais para todos os cargos.

As vagas são para os empregos de Assistente de Alunos, Auxiliar de Administração, Assistente em Administração, Desenhista Projetista, Técnicos de Contabilidade, Edificações, Eletrônica, Eletrotécnica, Mecânica, Química, Tecnologia da Informação e de Laboratório nas áreas de Eletrônica, Eletrotécnica, Informática, Mecânica, Química, Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Arquiteto e Urbanista, Arquivista, Assistente Social, Auditor, Bibliotecário - Documentalista, Contador, Economista, Enfermeiro, Engenheiro Eletricista, Jornalista, Médico Clínico/ Área Clínica, Nutricionista, Odontólogo, Pedagogo, Psicólogo, Relações Públicas, Revisor de Texto, Técnico em Assuntos Educacionais e Tecnólogo/Web.

A inscrição ocorrerá, no período de 31 de março a 28 de abril de 2014, na página da FUNDAÇÃO CESGRANRIO (www.cesgranrio.org.br). O recolhimento do valor de inscrição será nos valores de R$ 30,00 para os cargos de nível de classe C, R$ 38,00 para os cargos de nível de classe D e de R$ 65,00 para os cargos de nível de classe E.
 
Todos os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, a aplicada na data provável de 1º de junho de 2014. As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Angra dos Reis, Itaguaí, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis, Rio de Janeiro e Valença.

O Cartão de Confirmação de Inscrição dos candidatos inscritos estará disponível no endereço eletrônico da FUNDAÇÃO CESGRANRIO (www.cesgranrio.org.br), a partir de 28 de maio de 2014, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento.

O concurso público terá validade de 1 ano, contada a partir da data de publicação do Edital de Homologação no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período, conforme previsto no art. 12 da Lei nº 8.112/90, no Decreto nº 4.175/2002 e Portaria MP nº 450/2002.

Prefeitura de Carbonita - MG abre processo seletivo

A Prefeitura de Carbonita, Estado de Minas Gerais, publicou edital de Processo Seletivo 001/2014, para contratação de pessoal, por tempo determinado, de 174 profissionais em cargos de todos os níveis de escolaridade. O salário varia entre R$ 724,00 e R$ 9.800,00, por jornada de 20 a 40 horas semanais.
 
O certame será realizado sob a responsabilidade da empresa Liberal Consultores Associados Ltda.
 
Cargos: Educador Social, Técnico em Enfermagem, Psicólogo, Servente Escolar, Dentista, Médico, Operador de Motoniveladora, Monitor de Ensino Infantil, Gari, Assistente Social, Técnico em Radiologia, Enfermeiro, Bioquímico e Professor.
 
As inscrições serão realizadas no período de 1º a 11 de abril de 2014, pela internet no site www.liberalconsultores.com.br e/ou no posto de apoio às inscrições que funcionará na sede da Prefeitura de Carbonita, situada na Praça Edgard Miranda, 202, Centro, Carbonita/MG
 
A taxa de inscrição varia de R$ 20,00 a R$ 100,00, de acordo com o cargo desejado.
 
A data, local e horário da prova objetiva será divulgada no prazo de até 10 dias antecedentes à data da realização da mesma.
 
Os gabaritos preliminares serão divulgados no primeiro dia útil após a aplicação da prova objetiva, a partir das 13:00 horas, no site www.liberalconsultores.com.br.
 
A validade do processo seletivo será de 01 ano, contado a partir da data da homologação do seu resultado final, prorrogável, por igual período.

Concurso Educação - Piauí 2014: Edital e Inscrição

A Secretaria de Estado da Educação e Cultura do Piauí - SEDUC-PI, lançou edital n° 003/2014 de concurso público de provas e títulos para o Quadro Permanente de Professor com Licenciatura e de Provas para o cargo de Agente Superior de Serviços – Nutricionista. A remuneração inicial para Professor de 20 horas é de R$ 1.076,14 e para Nutricionista com 40 horas é de R$ 1.070,43.
 
Serão oferecidas 3.000 vagas totais, sendo 2.965 vagas, para o Cargo de Professor “SL” – Nível “I” nas áreas de Letras Português, Letras Inglês, Letras Espanhol, Matemática, Física, Química, Biologia, Geografia, História, Filosofia, Sociologia, Educação Física, Informática, Ensino Religioso, Artes e 35 vagas para o cargo de Agente Superior de Serviços – Especialidade Nutricionista – Classe “I” – Padrão “A” distribuídas nas Gerências Regionais de Educação.
 
O concurso será realizado sob a responsabilidade da UESPI, com o auxílio do NUCEPE e as inscrições serão realizadas no endereço http://nucepe.uespi.br, no período compreendido entre as 9h de 31 de março e as 18h de 16 de abril de 2014 (horário do Piauí). A taxa de inscrição custará R$ 60,00.
 
O candidato deverá imprimir o Cartão de Informação, no qual constarão as informações de data, horário e local de realização de sua Prova Escrita Objetiva, que estará disponível a partir de 19 de maio de 2014, no endereço eletrônico www.nucepe.uespi.br.
 
A prova escrita objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, terá 60 questões e será realizada no dia 1º de junho de 2014 (domingo), no horário de 9 horas às 13 horas (horário do Piauí), nas cidades de Barras, Bom Jesus, Campo Maior, Corrente, Floriano, Fronteiras, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Picos, Piripiri, Regeneração, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Teresina, Uruçuí e Valença do Piauí.
 
Os gabaritos e as questões das provas aplicadas, para fins de recursos, estarão disponíveis no endereço eletrônico do NUCEPE até o dia 03 de junho de 2014.
 
O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado, por igual período, a critério da Secretaria de Educação do Estado do Piauí.

Concurso Prefeitura de Carmo de Minas - MG

A Prefeitura de Carmo de Minas, no estado de Minas Gerais, publicou edital n° 01/2014 de Processo Seletivo, com o objetivo de preencher 13 vagas para os cargos de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate a Dengue (nível fundamental) por salário de R$ 726,00 em carga horária de 40h semanais.
 
O certame será executado pela empresa Impellizzieri Assessoria e Consultoria S/C LTDA.
 
As inscrições serão realizadas através do endereço eletrônico www.impellizzieri.com.br, no período de 14 de abril a 16 de maio de 2014, ou no Departamento Municipal de Saúde, localizado na Rua Maria Aparecida Chaib nº 134, já qualificado, no mesmo período, no horário de 8h às 17h.
 
As provas serão realizadas, na cidade de Carmo de Minas – MG, provavelmente, no dia 05 de Julho de 2014, em horários e locais a serem divulgados futuramente.
 
O resultado parcial, referente as Provas Objetivas Eliminatórias, será divulgado no site www.impellizzieri.com.br e nos quadros de avisos do Departamento Municipal de Saúde e na sede da Prefeitura Municipal de Carmo de Minas-MG, à partir das 17h de 18 de julho de 2014.

O prazo de validade do processo seletivo para contratações é de até dois anos.

Concurso Prefeitura de Cabaceiras - PB

No Estado da Paraíba, a Prefeitura de Cabaceiras publicou edital nº. 001/2014 para realização de Concurso Público. Sob coordenação técnica da Associação Técnico Científica Ernesto Luiz de Oliveira Júnior - ATECEL, o certame pretende recompor parte do quadro efetivo de servidores, ofertando 97 vagas para cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários são de até R$ 1.300,00, para carga horária de 20 a 40h semanais.
 
Fica reservado o percentual de 5% das vagas existentes aos candidatos portadores de necessidades especiais, que vierem a surgir ou forem criadas no prazo de validade do concurso.
 
Cargos
Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico (Clinico Geral, ESF e Pediatra), Nutricionista, Bioquímico, Odontólogo, Professor, Psicólogo, Supervisor Escolar, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Administração, Agente de Combate às Endemias, Agente de Vigilância Sanitária, Auxiliar de Farmácia, Auxiliar de Saúde Bucal, Condutor de Veículos categoria D – Socorrista, Recepcionista, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório de Análises Clínicas, Agentes de Vigilância, Auxiliar de Serviços Gerais, Merendeiro, Condutor de Veículos (categorias A/B, B e D) e Tratorista.
 
Inscrição
As inscrições serão efetuadas das 09h de 7 de abril até 15 de maio de 2014, horário local, através do site www.comprov.ufcg.edu.br.
 
A taxa de inscrição é de:
Nível fundamental: R$ 60,00;
Nível médio: R$ 80,00;
Nível superior: R$ 100,00.
 
Prova
A prova objetiva está prevista para 08 de junho de 2014, em local e horário que serão divulgados a partir de 26 de maio de 2014, no site www.ufcg.edu.br.
 
O gabarito provisório será disponibilizado a partir do dia 09 de junho de 2014, no site www.ufcg.edu.br.
 
A divulgação dos candidatos para os cargos de Professor, classificados para prova de títulos e experiência profissional, será no período de 30 de junho a 2 de julho de 2014, no site www.ufcg.edu.br.
 
A partir do dia 12 de agosto de 2014, será divulgado o resultado final do certame por meio do site www.ufcg.edu.br.
 
Validade
O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, por igual período, a critério da Prefeitura de Cabaceiras.

Concurso Prefeitura de Fruta de Leite – MG

O edital nº 01/2014 de Concurso Público publicado pela Prefeitura de Fruta de Leite, em Minas Gerais, comunica que estarão abertas as inscrições para preenchimento de  60 novos postos de trabalho no funcionalismo público municipal. Os salários vão de R$ 678 a R$ 8.000, por jornada de 40 horas semanais.
 
O certame dispõe de vagas para todos os níveis de escolaridade, visando contratar profissionais que atuem como Auxiliar de Serviços Gerais, Agente Comunitário, Agente Comunitário de Saúde, Assistente Administrativo I, Atendente, Enfermeiro, Escriturário, Farmacêutico, Mecânico, Médico, Motorista I, II e III, Nutricionista, Odontólogo, Operador de Máquinas Pesadas, Porteiro, Professor I, Psicólogo e Vigilante.
 
As inscrições poderão ser feitas de 26 de maio de 2014 até 18h de 27 de junho de 2014, pelo site www.cotec.unimontes.br. A taxa de inscrição varia de R$ 50 a R$ 150, de acordo com o cargo escolhido pelo candidato.
 
Todos os participantes serão avaliados por meio de Prova Objetiva, a qual será aplicada provavelmente em 10 de agosto de 2014, na cidade de Fruta do Leite, Minas Gerais. Será realizada também Análise de Títulos para alguns cargos em específico.
 
O resultado definitivo do certame, com a lista de aprovados, constará no www.cotec.unimontes.br, a partir de 02 de outubro de 2014.
 
Dois anos será a validade desse concurso, sendo que há possibilidades de nova prorrogação, por mais dois anos.

Entenda por que o brasileiro cresce mais do que cidadãos dos países ricos

Reprodução / Instagram bruninho1
O levantador titular, Bruno Mossa de Resende, o Bruninho
exibe seu talento em 1,90 metro de corpo. Oito centímetros a mais
do que William e cinco além do pai e comandante de seleção
População do País “esticou” entre quatro e seis centímetros nos últimos 40 anos
 
Hoje é Lepo Lepo — mas no final dos anos 1970 era Lero Lero.
 
Em 1978, estourou nas rádios e tevês do País a bonita Lero Lero, parceria de Edu Lobo com o poeta Cacaso que abre o “long play” (LP, vinil) Camaleão, 13º dos 27 lançados até agora pelo excelente cantor, compositor, arranjador e instrumentista carioca.
 
Aqueles com pelo menos 45 anos vão se lembrar de cor, salteado e sem força dos primeiros versos de Lero Lero: Sou brasileiro de estatura mediana/Gosto muito de fulana mas sicrana é quem me quer...
 
A “estatura mediana” da letra era uma manifestação poética de boa vontade dos autores diante da realidade: o homem médio brasileiro em 1978 não media mais do que acanhados 1,67 metro de altura. Nestes anos em que um elemento a partir de 1,80 metro destoava da paisagem como se fossem um ET, o cidadão do Lero Lero era mediano para o padrão geral, mas pequeno ao olhar do alto cidadão do Primeiro Mundo, por baixo oito centímetros mais crescidos. Embora ainda não se tenha descoberto por aqui o elixir do gigantismo eterno, a boa notícia é que, de lá para cá, a coisa mudou de forma concreta – e para melhor.
 
Duas instituições tradicionais dão formas, números e estatísticas ao espichar nativo: o Exército e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os militares fazem a média ponderada do tamanho de seus recrutas desde o início dos anos 1980, quando constatou o topo médio masculino de 1,67 metro. Nos últimos dados concluídos no Exército, de 2011, a altura média saltou para 1,74 metro. Muito próxima das medianas dos países ricos (1,77 metro) e europeia (1,78).
 
A Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2002-2003, do IBGE, apontou que o homem brasileiro tinha altura mediana ponderada de 1,69 metro aos 19 anos. A última POF disponível, de 2008-2009, revelou três centímetros a mais: 1,72 metro. No caso das mulheres, a média aumentou apenas um centímetro, de 1,60 metro para 1,61 metro.
 
Entre os jovens de 18 anos nos grandes centros, o IBGE registrou em 2008 as médias de 1,77,8 metro para homens e 1,67,3 metro para mulheres. Isso significa que pelo menos essa parte dos brasileiros – mais urbana, instruída, rica e cercada de conforto – já olha olho no olho em linha reta os bem criados dos países ricos (média de 1,77 metro para os homens).
 
Os especialistas creditam a maior parte do esticão brasileiro, a partir dos anos 1980, à melhoria das condições econômicas. E também aos primeiros resultados efetivos das políticas sociais implantadas em grande escala pelos governos.
 
Três em cada dez brasileiros oscilavam entre a alimentação deficiente e a desnutrição até o início dos anos 1980. A partir daí, passamos todos – sobretudo os pobres - a comer mais e melhor. E a viver em ambientes com índices mais dignos de saneamento básico, luz elétrica, higiene, água potável, oferta de remédios, tratamentos médicos e vacinas.
 
Em resumo: muito mais do que o DNA, foi a proximidade de um padrão mínimo de dignidade que deixou o brasileiro médio posicionar seus olhos um pouco mais altos em direção ao horizonte. O que leva à desconfiança de um fortalecimento ainda maior da tendência de crescimento literal à medida em que os resultados das políticas públicas sociais, educacionais e de saúde implantadas nos governos Fernando Henrique, Lula e Dilma produzirem resultados nas novas e próximas gerações.
 
Um sintoma deste fenômeno de espicha, talvez o mais óbvio e relevante, é a evolução da altura média nas seleções brasileiras de vôlei nas últimas três décadas. Nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, a média dos brasileiros convocados chegava a 1,95,3 metro. Quatro anos depois, em Londres, pulou para 1,98,5 metro. Um crescimento de 3,2 centímetros em apenas quatro anos.
 
Em 2013, o técnico Bernardo Rocha de Resende, o Bernardinho, reuniu o mais alto grupo masculino da história do vôlei brasileiro, com média de 1,99 metro e oito atletas com mais de 2 metros de altura. O mais esticado deles (e também do vôlei do País), o oposto Renan Buiatti, 23 anos, bate o topo do telhado na marca de 2,17 metro da régua.
 
A chamada geração de prata masculina, de William, Bernard, Renan & Cia, segunda colocada nas Olimpíadas de Los Angeles 1984, tinha média de altura de 1,90,7 metro na equipe titular e de 191,5 entre todos os convocados. Vinte e oito anos depois, o grupo de Londres 2012, também prata, marcou 2,00,7 metros (dois metros e sete décimos de centímetros) entre os titulares e 1,98,5 centímetros (1,98 metro mais meio centímetro) no total de convocados.
 
Na prática, um salto de dez centímetros. Para que se tenha ideia do quanto isso pode representar em pontos, vitórias e títulos, o diâmetro médio da bola oficial de vôlei, ou seja, a altura interna entre o seu ponto mais alto e o mais baixo, é de 21 centímetros. Isso significa que todos os jogadores ganharam no corpo, na média, no mínimo “meia bola” para somar aos seus talentos, impulsões, características físicas e táticas e, assim, aprimorar bloqueios, cortadas, saques, pancadas e cravadas.
 
Em um jogo cada vez mais resolvido em detalhe, filigrana, raspada de bola no toque e exploração de bloqueio, a conquista é de alta relevância. Mesmo frutos da combinação deste com uma série de outros fatores, os ótimos resultados do vôlei brasileiro em competições nacionais e internacionais nestes 30 anos comprovam a tese.
 
Outras comparações interessantes: o levantador titular da geração de prata, William, media “apenas” 1,82 metro. O reserva, Bernardo Rocha de Resende, o Bernardinho, atual técnico da seleção masculina, tinha três centímetros a mais, 1,85 metro. Hoje, o levantador titular, Bruno Mossa de Resende, o Bruninho – filho de Bernardinho e da ex-jogadora do vôlei feminino Vera Mossa (1,83 metro) – exibe seu talento em 1,90 metro de corpo. Oito centímetros a mais do que William e cinco além do pai e comandante de seleção.
 
No feminino, o bronze de 1996 em Atlanta foi conquistado por um grupo com 1,81,7 metro de altura. Dezesseis anos depois, o ouro em Londres 2012 veio com um elenco quase três centímetros maior, na média de 1,84,4 metro.
 
No final de 2013, a revista inglesa Oxford Economic Papers divulgou um estudo realizado em 15 países da Europa mostrando que o homem europeu médio demorou 110 anos, ou seja, um século e uma década (de 1871 a 1980), para esticar onze centímetros. Foi de 1,67 metro em 1871 para 1,78 metro em 1980.
 
Entre os 15 países europeus pesquisados, os mais altos são os holandeses, que foram de 1,66 metro para 1,83 metro de média no período. Podem olhar por cima os portugueses, o mais baixos do grupo de nações estudadas.
 
Os homens nascidos em Portugal no ano de 1911, quando os registros de estatura mediana começaram por lá, cresceram em média até 1,64 metro. No mesmo ano os holandeses atingiram 1,73 metro. A média masculina portuguesa em 1980 foi de 1,72 metro, onze centímetros menor do que a dos nascidos na Holanda.
 
A se julgar pelas conclusões do estudo da revista, a altura média na Europa subiu um centímetro por década no último século. Quanto mais longe do chão mais próximo do teto, afinal.
 
Os brasileiros, que não têm nada com isso, querem mais é continuar a espichar – ainda mais quando crescer significa, como no caso, também aparecer.

R7

Castanha-do-pará contra a depressão

Foto: Reprodução
Depressão é um transtorno muito comum nos dias de hoje. Muitas pessoas, mesmo sem tomar conhecimento, passam por crises dessa doença
 
Em uma crise, a pessoa sente falta de energia, alterações de humor, falta de interesse e falta de vontade de fazer coisas habituais. Além destes, existem os sintomas físicos que podem ser dor de cabeça e de estômago.
 
Segundo o Ministério da Saúde, estima-se que 24 milhões de pessoas sofram com este transtorno mental na América Latina. Nosso cérebro produz uma substância chamada serotonina, um neurotransmissor capaz de trazer a sensação de bem-estar, de regular o humor e também dar a sensação de saciedade. 
 
Hábitos alimentares podem auxiliar na produção dessa substância, ajudando a combater a depressão concomitante ao tratamento médico. Um dos alimentos que ajuda neste tratamento é a castanha-do-pará.

Conhecida por muitos brasileiros, a castanha-do-pará é também um alimento muito bom para o organismo. Por conter gordura mono e poli-insaturadas, mantém o nível de açúcar no sangue estável, e ainda ativa o metabolismo para a queima da gordura. Diminui também o nível de insulina liberada pelo pâncreas, ajudando a converter a gordura corporal em energia.
 
Rica em selênio e ômega 3, a castanha-do-pará contribui com a produção da serotonina, auxiliando ainda na redução do estresse. A substância responsável pela redução deste sintoma é o antioxidante selênio. A produção cerebral da serotonina exige substâncias como o triptofano, o magnésio, o cálcio, a vitamina B6 e o ácido fólico. No entanto, não é indicado substituir um tratamento pelas castanhas. Elas devem ser ingeridas como um complemento ao tratamento seja ele por meio de medicamentos ou terapia. A quantidade ideal recomendada para o consumo da castanha-do-pará é de duas a três unidades ao dia.
 
Outros benefícios
Os minerais presentes no alimento ajudam a proteger o cérebro, preservando as células nervosas e evitando doenças provenientes da idade chamadas neurodegenerativas. O cálcio e o magnésio são eficazes na manutenção da saúde dos ossos, e também combatem as doenças cardiovasculares.
 
O emagrecimento
O selênio, presente na castanha, controla ainda os níveis de colesterol, ajudando a tireoide na síntese dos hormônios, e também acelera o metabolismo. Uma castanha-do-pará ao dia é o suficiente para aumentar em cerca de 65% o teor de selênio no sangue. Os ácidos graxos permitem que aja diretamente na região abdominal, queimando gorduras e diminuindo a barriga. No entanto, é preciso ter cuidado, pois o selênio quando consumido em grandes quantidades pode ser prejudicial, podendo causar dores de cabeça fortes, unhas fracas e queda de cabelos.

Remedio-caseiro.com

Pesquisa sugere melhor período para mulher perder peso após gravidez

Foto: Reprodução
Uma pesquisa conduzida por médicos do Canadá sugere que o período entre três e 12 meses depois do parto é o ideal para perder os quilos a mais ganhos durante a gravidez.
 
Segundo o estudo, publicado na revista especializada Diabetes Care, as mães que não conseguem perder o excesso de peso dentro de um ano depois do nascimento do bebê, ou engordam neste período, podem correr sérios riscos de saúde.
 
Os pesquisadores afirmam que esse grupo pode vir a sofrer problemas como hipertensão e outros fatores que provocariam diabetes e doenças cardíacas no futuro.
 
O estudo revelou que os fatores de risco mais elevados para a saúde das mulheres - observados um ano depois do parto e naquelas que não emagraceram - não foram verificados três meses após o nascimento do bebê.
 
A conclusão sugere que o período crítico para as mulheres perderem pelo menos uma parte do peso extra ganho durante a gravidez se estende de três a 12 meses depois do parto.
 
Os pesquisadaores canadenses acompanharam o emagrecimento depois do parto de um grupo de cerca de 300 mulheres saudáveis. Eles também monitoraram fatores de risco para diabetes e doenças do coração, como a pressão sanguínea, o LDL (colesterol ruim) e a resistência à insulina (hormônio responsável pela redução da glicemia, a taxa de glicose no sangue).
 
'A maioria das mulheres não está voltando ao peso de antes da gravidez logo imediatamente (depois do parto) e descobrimos que o padrão típico é que mais de 80% não fazem isto durante três meses', disse Ravi Retnakaran, pesquisador em diabetes e clínico do Hospital Mount Sinai, de Toronto, responsável pela pesquisa.
 
'Sugerimos que, entre três e 12 meses, a mulher já deva estar na trajetória do emagrecimento', acrescentou.
 
'Percebemos que o período entre três e 12 meses depois do parto é crucial. Neste período, médico e paciente devem prestar atenção ao controle do peso, o que poderá ser muito importante para a saúde metabólica e vascular a longo prazo', afirmou Retnakaran.
 
Ganho de peso
Por causa do crescimento do bebê, é normal o aumento de peso durante a gravidez. Em média, ao longo dos nove meses de gestação, mulheres costumam ganhar cerca de 20% ou mais de seu peso total.
 
Depois do parto, as tentativas de perder peso podem ser prejudicadas pela falta de exercícios e também pela falta de sono.
 
A pesquisa também mostrou que o peso de uma mulher um ano depois do parto é um forte indício de como será seu peso 15 anos depois.
 
A hipótese, segundo os médicos do Hospital Monte Sinai, é que o efeito cumulativo do ganho de peso durante cada gravidez contribui para que a mulher tenha um risco maior de desenvolver doenças como diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.
 
Ao fim do estudo, os médicos descobriram que 75% das pesquisadas perderam peso entre três e 12 meses após o parto.
 
Eles acrescentaram que a prática de exercícios foi importante para alcançar a meta.
 
As 25% restantes que não emagreceram ou que engordaram tinham um perfil que mostrava um risco maior de desenvolver diabetes e doença cardíacas no futuro.
 
Maureen Talbot, enfermeira cardíaca da organização especializada em cuidados com o coração British Heart Foundation, reconhece que pode ser difícil perder peso depois da gravidez, mas lembra que ficar acima do peso aumenta o risco de ataque cardíaco e derrame.
 
'Com um bebê novo você vai, sem dúvida, ficar ocupada, então não tente correr para dietas e uma rotina extenuante de exercícios', diz Talbot.
 
'Ao invés disso, volte a fazer exercícios de forma equilibrada encaixando atividades físicas em sua rotina, por exemplo, uma caminhada na hora do almoço ou uma aula de ginástica com o bebê', acrescentou.
 
BBC Brasil / R7

Novas reações à vacina contra HPV fazem RS sustar lote

Daia Oliver/R7
Vacinação HPV
A campanha, com foco em meninas de 11 a 13 anos, começou em 10 de março em todo o País
 
A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul registrou mais três casos de reação à vacina contra o HPV e suspendeu a aplicação do lote, com 89 mil doses. Com os novos registros, o número de ocorrências chega a seis. Nesta sexta-feira (28) a secretaria emitiu nota reiterando que o imunizante é seguro e recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).
 
A campanha, com foco em meninas de 11 a 13 anos, começou em 10 de março em todo o País. A aplicação de doses do mesmo lote foi suspensa enquanto não fique claro se os casos de alergia têm conexões com a vacina ou não. A vacinação com os demais lotes segue normalmente.
 
Dados do governo do estado indicam que, até o momento, mais de 116 mil meninas, com idade entre 11 e 13 anos, receberam a dose. O número representa 45% do total da público-alvo previsto no Rio Grande do Sul — 258 mil meninas.
 
De acordo com a OMS a vacina introduzida no calendário brasileiro este ano é também utilizada como estratégia de saúde pública em outros 51 países que já aplicaram cerca de 175 milhões de doses desde o ano de 2006, sem registros de eventos que pudessem pôr em dúvida a segurança da vacina
 
R7

Mulheres que comem muitas frutas e legumes previnem doenças

Getty Images
De acordo com o estudo, um adulto que consome 2.000 calorias
 por dia deve comer 280 gramas de vegetais e 280 gramas de frutas
A ingestão do alimento preserva as artérias e reduzem em 40% o risco de aterosclerose 
 
As mulheres jovens que comem muitas frutas e verduras preservam suas artérias e reduzem em 40% o risco de aterosclerose na idade adulta, segundo um estudo publicado nesta sexta-feira (28).
 
No entanto, essa dieta não produz os mesmos efeitos benéficos em homens, afirmam os autores da pesquisa, tema de uma apresentação na conferência anual do ACC (American College of Cardiology), realizada neste fim de semana em Washington.
 
Neste estudo realizado em duas décadas, as mulheres consumiram de oito a nove porções de frutas e vegetais por dia em uma dieta de 2.000 calorias, contra três a quatro porções do grupo de controle.
 
De acordo com Michael Miedema, do Instituto do Coração de Minneapolis e principal autor do estudo, uma porção corresponde a uma taça de frutas frescas ou um prato de legumes.
 
Os resultados deste estudo apoiam a hipótese de que o desenvolvimento de placas nas artérias é um processo que começa cedo na vida e pode ser retardado com uma dieta saudável em uma idade jovem.
 
Para o cardiologista, quando você é jovem, adquire seus hábitos alimentares. Portanto, é importante saber que as boas escolhas alimentares têm efeitos benéficos ao longo da vida.
 
Estudos anteriores demonstraram que adultos de meia-idade com uma dieta rica em frutas e legumes tinham um risco menor de ataque cardíaco ou de acidente vascular cerebral.
 
Miedema observa que outros estudos sugerem que uma dieta rica em frutas e vegetais tem efeitos menos positivos em homens jovens, sem que haja uma "explicação biológica válida".
 
A pesquisa foi realizada com 2.508 indivíduos, como parte de um estudo do governo federal para avaliar como doenças cardiovasculares se desenvolvem nos adultos.
 
O estudo começou em meados da década de 1980 com um grupo de homens e mulheres de 18 a 30 anos.
 
Os resultados desta pesquisa são consistentes com as recomendações do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, segundo o qual um adulto que consome 2.000 calorias por dia deve comer 280 gramas de vegetais e 280 gramas de frutas, uma quantidade significativamente maior em comparação com a dieta média americana.

R7

Com R$ 10 por mês e boa escovação é possível evitar a cárie, garante especialistas

Thinkstock
Escova, pasta de dente e fio dental ajudam a prevenir cárie
Conheça os sinais da principal doença bucal do País, mas aposte na prevenção
 
Escova, pasta de dentes e fio dental são os três aliados essenciais para deixar os dentes livres da principal doença bucal que atinge os brasileiros, a cárie. Com investimento de R$ 10 por mês nos três produtos, combinados com escovação correta, é possível evitar a doença. E, consequentemente, poupam de ter um gasto de R$ 100 (média) por dente para fazer o tratamento, garantem os especialistas entrevistados pelo R7.
 
Na boca, há uma bactéria que se alimenta dos açucares ingeridos na alimentação para sobreviver. Como resultado dessa metabolização, o “bichinho” libera um ácido que “desmineraliza os dentes” e consequentemente aparece a cárie, conforme explica a cirurgiã-dentista e professora de odontologia Elaine Cristina Escobar. A cárie não é transmissível.
 
— Só o açúcar ou só a bactéria não vão provocar a cárie. Quem terá a doença é aquele indivíduo suscetível e que não higieniza adequadamente o açúcar da dieta, ou seja, não escova bem os dentes.
De acordo com a especialista, os primeiros sinais da cárie são manchas brancas no dente, que podem progredir para amareladas, e até mesmo sinais de cor marrom.
 
— Depois aparece a cavidade de cárie em que torna necessária fazer a restauração no dente. Na fase da mancha branca, o tratamento é mais simples, pois basta remineralizar com o flúor. Já quando existe a cavidade, a cárie deve ser removida e estrutura dental que foi retirada será substituída pela resina. Se não for tratada, a cárie progride ainda mais, atinge a polpa do dente e gera a dor. Nesse caso, já é necessário tratamento de canal ou até o uso de prótese dentária.
 
Dado do mais recente estudo do Ministério da Saúde, realizado em 2010, mostra que a maioria dos adultos brasileiros “busca o dentista para realizar tratamento” e não para prevenir.
 
Por isso, em muitos casos, a pessoa só percebe que está com dentes cariados quando a dor aparece e, só por conta isso, procura o especialista, alerta a professora de odontologia da USP (Universidade de São Paulo) Maria Salete Nahás Pires Corrêa.
 
— A pessoa deve procurar o dentista antes de sentir dor como forma de prevenir o aparecimento da cárie. Quando o incômodo aparece, o dente já está lesionado e o tratamento é inevitável.
 
O odontopediatra e presidente da ABO (Associação Brasileira de Odontopediatria), Paulo César Rédua, afirma que a visita ao dentista deve ser realizada de seis em seis meses. A consulta preventiva aliada à higiene adequada realizada em casa vai garantir a saúde e a manutenção dos dentes.
 
— Crianças que passam o dia em escolinha, por exemplo, devem ir ao dentista a cada quatro meses e as mães devem priorizar a escovação antes de dormir, já que não acompanham a higiene bucal do dia-a-dia.
 
Segundo o Ministério da Saúde, 18% dos adolescentes de 12 anos nunca foram ao dentista no Brasil. Ainda de acordo com o mesmo estudo de 2010, 37,8% dos adolescentes, da mesma idade, sofreram reflexo da falta de condições bucais em sua vida diária. Entre os principais impactos foram relatadas dificuldades para comer, incômodo para escovar os dentes, nervosismo ou irritação e vergonha para sorrir. O quadro também foi semelhante entre jovens de 15 a 19 anos e entre os adultos na faixa etária de 35 a 44 anos, a maioria também apresentou algum impacto.
 
Só açúcar é culpado?
Apesar de ser visto como grande vilão da cárie, a especialista da USP explica que não é “só o açúcar o problema” e sim a frequência da ingestão de alimentos adocicados associados à falta de higiene.
 
Como o perigo não está na quantidade de doces, o odontopediatra reforça que “o recomendado é comer na hora certa”.
 
— Comer várias vezes ao dia faz mal aos dentes porque o açúcar diminui o Ph [grau de acidez] da saliva e quando ele está baixo, ou seja, mais ácido, propicia o ambiente ideal para a formação de placa bacteriana.
 
Portanto, a orientação é escovar sempre após as refeições e caprichar na limpeza antes de dormir porque neste período a língua está em repouso e não há secreção salivar para fazer a limpeza mecânica da boca, segundo Rédua.
 
— Não é o tipo de escova de dente que impede a cárie, mas a qualidade da escovação.
 
Cárie pode provocar perda do dente
Cárie não tratada pode evoluir para um canal (quando afeta a parte interna do dente) e até mesmo a perda do dente, lembra a dentista Juliana Thompson. Além disso, a bactéria causadora do problema “pode cair na corrente sanguínea e atingir outros órgãos do corpo, como o coração”.
 
— Embora raro, é possível que a bactéria se espalhe para outros órgãos do corpo. Se chegar ao coração, por exemplo, quem tem uma pré-disposição genética a doenças cardíacas, a bactéria poderá desencadear algum problema ou agravar a situação.  
 
Bebê também necessita de cuidados
Durante a primeira infância, principalmente até a idade de 24 meses, a dieta do bebê depende exclusivamente dos pais. A introdução precoce e incorreta do açúcar pode levar a um caminho complicado para o futuro dos dentes, afirma a professora da USP Maria Salete.
 
— Uma mãe não orientada, quanto ao uso do açúcar para o bebê, constitui um aumento de risco e futuro desenvolvimento da doença cárie. A cárie aguda que ocorre de zero a três anos e o aleitamento é um dos fatores determinantes, talvez o mais forte, e é denominada de várias formas, tais como “cárie de mamadeira”, “cárie de aleitamento”, “cárie da mamadeira noturna” e “cárie por líquidos adocicados”. No Brasil, esse quadro tem sido denominado de “cárie precoce na infância”.
 
Por isso, a orientação à gestante feita pelo odontopediatria é fundamental para que ela conheça este tipo de doença.
 
— A cárie na criança entre três e 12 anos de idade ocorre devido ao uso abusivo com grande frequência de balas, chicletes, refrigerantes, bolachas e doces sem o controle da higiene.
 
R7

Conheça seis erros que devem ser evitados ao escovar os dentes


Conheça seis erros que devem ser evitados ao escovar os dentes Stock Images/Stock Images
Foto: Stock Images
Especialista explica que uma boa escovação dental não acontece
 em menos de dois minutos
Especialista explica por que uma escovação malfeita pode comprometer a saúde bucal
 
Por mais que os cirurgiões-dentistas reforcem sempre a importância de uma boa escovação dental para a saúde geral da população, são poucos os adultos e crianças que fazem uma perfeita higiene dos dentes e da boca. De acordo com o dentista especialista em saúde da boca Artur Cerri, a correta higiene dos dentes e da gengiva é um ponto crítico para toda a saúde bucal.
 
— Mesmo quem escova os dentes no mínimo duas vezes por dia não está livre de doenças se essa tarefa não é realizada de maneira adequada. A cárie é a principal delas, mas a situação pode piorar com o tempo caso não haja uma mudança no padrão adotado. É o caso das inflamações e infecções, que podem, inclusive, migrar para outras partes do corpo — afirma.
 
A seguir, Cerri aponta os seis principais erros cometidos ao escovar os dentes e ensina a adultos e crianças o que deve ser feito:
 
Escovar os dentes imediatamente depois de comer
— Logo depois das principais refeições, ou mesmo após comer uma fruta ou um doce, algumas pessoas seguem direto ao toalete para escovar os dentes. Apesar de ser uma atitude louvável — sinalizando que a pessoa se importa com a saúde bucal — vale ressaltar que o ideal é, primeiramente, fazer um bochecho com água para reduzir a acidez e só depois realizar a escovação. Dessa forma, a acidez bucal diminui e a correta higienização é facilitada — protegendo o esmalte dos dentes.
 
Ser rápido demais ao escovar os dentes
— Infelizmente, ainda tem muita gente que escova os dentes 'por obrigação'. Ou seja, a pessoa compreende a importância desse hábito diário saudável, mas é vencida pela preguiça — e acaba escovando os dentes rapidamente, sem fazer uma boa limpeza. É importante saber que uma boa escovação dental não acontece em menos de dois minutos. As pessoas ficariam surpresas ao saber quanto um minuto a mais de escovação pode fazer pela saúde bucal.
 
Não dar a mesma atenção a todos os dentes
— É comum pessoas começarem a escovar os dentes com vontade e ir perdendo interesse aos poucos, limpando muito mal algumas partes. Tem gente, inclusive, que só usa fio dental nos dentes da frente. Isso está completamente errado! Dividindo a boca em quatro partes (lados direito e esquerdo, em cima e embaixo), devemos escovar cada parte por pelo menos trinta segundos — sem esquecer de escovar também a língua. Só assim estamos garantindo uma boca saudável, livre de cáries.
 
Colocar muita força na escovação
— Está certo que um dos propósitos da escovação é remover manchas e restos de comida. Mas não é necessário limpar os dentes como se estivesse polindo prata. Ao aplicar muita pressão na escovação, quem acaba saindo no prejuízo é o esmalte dental, que tem justamente a função de proteger os dentes das bactérias. Além disso, o esmalte é a parte mais clara do dente. O ideal é fazer movimentos circulares, tendo em vista que escovar não significa esfregar com força. Para os que têm dificuldade em controlar a força, uma solução é adotar escovas elétricas com sensores de pressão.
 
Não enxaguar o suficiente
—Depois de uma correta escovação, enxaguar a boca é um passo muito importante e que muitas pessoas, por pressa, não dão a devida atenção. Ao lavar bem a boca, o indivíduo se livra de várias partículas, como restos de comida, que poderiam contribuir para a formação das temíveis placas bacterianas. Por isso, vale a dica: enxágue bem a boca antes e depois da escovação, com bastante água limpa e fria.
 
Descuidar da limpeza e da substituição da escova
— A escova de dente é uma ferramenta fundamental para que seja feita uma perfeita higiene oral algumas vezes ao dia. Por ser bastante requisitada, ela também deve ser devidamente limpa logo após cada escovação para não acumular restos de alimento e se transformar numa colônia de bactérias.
 
Além disso, esse instrumento tão importante para a saúde deve ser substituído por um novo ao menos três vezes ao ano. Existem modelos de escovas que indicam quando sua vida útil está chegando ao fim. O custo-benefício vale muito a pena, já que manter a saúde bucal é fundamental para ter boa saúde geral.
 
Zero Hora

Dieta mediterrânea pode reduzir o risco de diabetes


Dieta mediterrânea pode reduzir o risco de diabetes Diego Guichard/Stock Photos
Foto: Diego Guichard / Stock Photos
Pesquisas anteriores já mostraram que seguir a dieta
mediterrânea também está ligado à perda de peso
Redução é ainda maior para pessoas com alto risco de doenças cardiovasculares
 
Quem escolhe seguir uma dieta mediterrânea pode ter um risco menor de diabetes, especialmente para as pessoas com alto risco de doenças cardiovasculares. Essa constatação faz parte de uma estudo apresentado na 63ª Sessão Científica Anual de Cardiologia da "American College", nos Estados Unidos.
 
A pesquisa analisou dados de diversos estudos e concluiu que a dieta mediterrânea está associada a uma redução de 21% do risco de desenvolver diabetes. Para as pessoas com alto risco de doenças cardiovasculares — entre as quais a prevenção do diabetes é ainda mais importante — a queda é até maior, chegando a 27%.
 
— Esses resultados mostram que nunca é tarde demais para começar uma dieta saudável, mesmo para quem já está em um grupo de alto risco — disse o principal autor da análise e professor da Universidade Harokopio, na Grécia, Demóstenes Panagiotakos.
 
Os pesquisadores revisaram sistematicamente os dados de 19 estudos que acompanharam mais de 162 mil pessoas por um período médio de cinco anos. A dieta mediterrânea prioriza frutas, legumes, cereais integrais, feijões, nozes, peixes, azeite de oliva e, até mesmo, um copo de vinho tinto.
 
O número de casos de diabetes em todo o mundo dobrou nos últimos 30 anos e a doença tem sido associada com a crescente epidemia de obesidade. Se não controlado, o diabetes pode levar a complicações como cegueira, insuficiência renal, doenças cardiovasculares e amputações.
 
— Diabetes é uma epidemia em curso e sua relação com a obesidade é bem conhecida. Nós temos que fazer algo para prevenir o diabetes e mudar a dieta pode ser um tratamento eficaz — conclui Panagiotakos.
 
Pesquisas anteriores já mostraram que seguir a dieta mediterrânea também está ligado à perda de peso, redução do risco de doenças cardíacas e mortes relacionadas, bem como redução da pressão arterial e dos níveis de colesterol no sangue.
 
Zero Hora

Primeiros casos de transmissão de tuberculose de gato para homem são registrados

Primeiros casos de transmissão de tuberculose de gato para homem são registrados Morguefile/Divulgação
Foto: Morguefile / Divulgação
A tuberculose afeta principalmente os pulmões
A descoberta ocorreu na Grã-Bretanha durante um estudo com nove gatos domésticos portadores da bactéria
 
Os dois primeiros casos no mundo de transmissão de tuberculose de gato para o homem foram registrados na Grã-Bretanha, anunciaram nesta sexta-feira as autoridades sanitárias.
 
A descoberta da PHE (Public Health England) aconteceu durante o estudo com nove gatos domésticos portadores da Mycobacterium bovis em Berkshire (leste da Inglaterra) e Hampshire (sul).
 
Os gatos foram provavelmente infectados por roedores, segundo os cientistas.
 
— As duas pessoas infectadas reagiram bem ao tratamento — assegurou o PHE.
 
Outros dois donos de gatos também contraíram a bactéria, mas sem desenvolver a doença.
 
A tuberculose afeta principalmente os pulmões, mas também pode atingir outras partes do corpo, como ossos e o sistema nervoso.
 
Em 2012, foram detectados 8.751 casos de tuberculose no Reino Unido.
 
AFP / Zero Hora

Conheça mitos e verdades sobre o cálculo renal

Conheça mitos e verdades sobre o cálculo renal Divulgação/stock.xchng
Foto: Divulgação / stock.xchng
Ingerir água é uma das principais formas de prevenir o problema
Doença, mais comum nos períodos de calor, afeta homens e mulheres
 
A ingestão de água previne uma das piores dores que um ser humano pode sentir: a cólica renal. Conhecido popularmente como "pedra no rim", o problema ocorre devido a uma disfunção metabólica que faz com que algumas substâncias, como o cálcio, não sejam eliminadas naturalmente, acumulando-se no órgão e formando pedras que podem se alojar no rim ou ir para o canal da urina.
 
Segundo o urologista Adriano Cardoso Pinto, o cálculo costuma ser diagnosticado durante uma crise de cólica renal.
 
— O tratamento varia de acordo com o caso. Quando o cálculo é pequeno, é possível utilizar medicações que ajudam a expulsá-lo do corpo. Para cálculos de maior tamanho, pode ser necessário realizar a litotripsia extracorpórea que, por meio de ondas de choque, fragmenta as pedras para que possam ser eliminadas gradativamente na urina, ou a endoscopia urinária, que utiliza o laser para a mesma finalidade — detalha.
 
O especialista esclarece mitos e verdades sobre o problema. Veja:
 
A ingestão de água ajuda a prevenir o cálculo renal: verdade
Beber água ajuda a diluir as substâncias acumuladas no rim e, com isso, a prevenir a formação de pedras
 
Chá de quebra-pedra dissolve os cálculos: mito
O chá de quebra-pedra (erva cientificamente chamada de Phyllanthus) possui uma substância que promove o relaxamento e ajuda a diminuir o acúmulo de cálcio no rim, mas não dissolve os cálculos já formados
 
No verão, há um aumento no número de casos de cálculo renal: verdade
No verão, assim como em regiões mais quentes, há uma maior incidência de casos do problema. Isso acontece porque há uma perda maior de água por meio do suor, por exemplo, que deixa a urina mais concentrada e promove a formação de pedras
 
Quem tem cálculo renal, sente dor: mito
O cálculo renal só causa dor quando obstrui a passagem da urina. Em alguns casos, não há nenhum sintoma
 
A cólica renal é uma das piores dores que um ser humano pode sentir: verdade
Os nervos do sistema urinário são compartilhados com outros órgãos, como estômago e intestino e isso faz com a dor se expanda pelo abdômen. Por isso, é comum, durante a cólica, o indivíduo ter náuseas, vômito e diarreia
 
Frutas e verduras com sementes podem ocasionar cálculos: mito
Não são as sementes que causam cálculos, mas determinados alimentos. Folhas verdes escuras, por exemplo, não têm sementes, mas são grandes causadoras do problema
 
Quem já teve um quadro de cálculo renal, tem mais chances de voltar a desenvolver o problema: verdade
Pessoas que já sofreram com o problema têm 50% mais chances de voltar a desenvolvê-lo nos próximos três anos. Isso acontece porque, geralmente, o paciente não continua o acompanhamento médico e volta a acumular a substância que forma a pedra
 
Ingerir frutas cítricas ajuda a prevenir o cálculo renal: verdade
Substâncias cítricas, como suco de laranja e limão, ajudam a dissolver o cálcio presente na urina, prevenindo o acúmulo e a formação de pedras
 
Zero Horo

Oftalmologista explica a maneira correta de pingar colírio nos olhos

Oftalmologista explica a maneira correta de pingar colírio nos olhos Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Lavar as mãos antes de mexer nos olhos é essencial
Falta de cuidados na hora de aplicar produto pode comprometer tratamento
 
Assim como todas as outras partes do corpo humano, os olhos precisam de atenção e cuidados. A consulta regular ao oftalmologista é essencial e, no caso de alguma irregularidade, a indicação para uso de colírios é bastante comum.
 
De acordo com o médico do Departamento de Oftalmologia da Escola Paulista de Medicina/Unifesp César Lipener, para que o tratamento seja mais eficaz é preciso tomar alguns cuidados. Segundo ele, existe uma maneira correta de pingar colírios e não aplicá-la pode comprometer o tratamento. Lavar as mãos antes de mexer nos olhos é um dos cuidados.
 
— Essa é uma região muito sensível e vulnerável do corpo humano, por isso é fundamental estar com as mãos higienizadas antes de aplicar o colírio — lembra o médico.
 
Depois desse procedimento, o indivíduo deve inclinar a cabeça para trás, puxar levemente a pálpebra inferior, de maneira a deixar um espaço para a penetração do colírio, colocar o produto em cima do olho, sem encostar, e pingar a quantidade exata indicada pelo oftalmologista.
 
— O ideal é que a pessoa olhe para cima no momento da aplicação e não feche os olhos imediatamente após ter colocado o colírio — explica, enfatizando que ao fechar os olhos bruscamente pode haver extravasamento e, com isso, comprometer a eficácia do tratamento.
 
Para crianças e adultos que não consigam pingar o colírio de forma correta e convencional, o médico recomenda o seguinte procedimento: deitar o indivíduo com os olhos fechados e pingar o conteúdo indicado pelo oftalmologista no canto do olho próximo ao nariz e depois inclinar levemente a cabeça do paciente, já com os olhos abertos, até o colírio penetrar.
 
Muitas doenças oculares são tratadas com colírios e uma das mais comuns é a síndrome do olho seco, disfunção na produção ou na qualidade da lágrima que pode provocar o ressecamento da superfície ocular, principalmente da córnea e da conjuntiva.
 
— Estima-se que 15% da população brasileira seja acometida pela doença, que tem maior incidência em mulheres acima dos 40 anos, devido a causas hormonais, mas que também pode se desenvolver nos homens — afirma o especialista.
 
O uso de alguns medicamentos sistêmicos também pode interferir na produção da lágrima, causando sintomas de olho seco. Além do cuidado em pingar o colírio para garantir a eficácia do tratamento, a armazenagem e validade do produto também são fatores importantes.
 
— O paciente deve se ater a data de validade da medicação e, além disso, deve obedecer às indicações de conservação. Deixar no carro ou em bolsas, geralmente, não interfere na atuação do medicamento.
 
Zero Hora