Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 25 de novembro de 2014

Nova gripe aviária chega à Europa e ameaça países com menos recursos

AP Photo/Vincent Thian
Alemanha, Países Baixos e Reino Unido já confirmaram a presença do vírus em fazendas avícolas
 
Um novo surto de gripe aviária detectado na Europa, similiar ao que se estendeu pela Ásia neste mesmo ano, ameaça o setor avícola, informaram nesta segunda-feira a Organização das Nações Unidas para a FAO (Alimentação e Agricultura) e a OIE (Organização Mundial da Saúde Animal).
 
Ambas organizações disseram que os países mais ameaçados são aqueles com menos recursos situados em torno do Mar Negro e no Atlântico oriental, atravessados por rotas migratórias de aves selvagens.
 
Na Europa, Alemanha, Países Baixos e Reino Unido já confirmaram a presença deste vírus em fazendas avícolas. Já o primeiro caso do continente detectado em animais selvagens no continente ocorreu com um pato, em território germânico.
 
Neste mesmo ano, a República Popular China, Japão e Coreia do Sul já constataram a presença do vírus H5N8 em fazendas e aves migratórias e aquáticas, afirmaram estas organizações internacionais.

As organizações apontaram, além disso, que o fato de ter localizado este vírus em três países europeus, tanto em aves selvagens como de curral em um período de tempo tão curto, sugere que os pássaros em liberdade têm um papel fundamental no contágio da doença. Apesar de não haver confirmação se o H5N8 pode afetar humanos, o vírus é altamente patogênico para aves domésticas e afeta em grande medida frangos e perus, assim como pássaros selvagens em menor medida.
 
A FAO e a OIE assinalaram que os países com condições de biosegurança mais baixas e uma preparação veterinária mais limitada são os que apresentam um maior risco de contágio, que pode se traduzir em efeitos devastadores para o sustento de seus habitantes e para a economia e o comércio.
 
A aparição e propagação do H5N8, de acordo com estes organismos, demonstram a capacidade de evolução destes vírus, com grande impacto na saúde e na alimentação, e evidencia a necessidade de implementar sistemas de vigilância e mecanismos de controle.
 
Com o objetivo de proteger a subsistência das famílias que baseiam sua economia no comércio deste tipo de aves, a FAO e a OIE recomendaram que os países ameaçados pelo vírus adotem de uma série de medidas de prevenção. Assim, aconselharam o aumento de esforços de vigilância para a pronta detecção do vírus, facilitação de uma resposta rápida por parte dos serviços veterinários, reforço das medidas de biosegurança para minimizar o contato entre aves domésticas e selvagens e conscientização dos caçadores e indivíduos do perigo deste vírus.
 
Até o momento, nenhum humano foi contagiado por este novo surto de gripe aviária, apesar de estar relacionado com o vírus H5N1 que se estendeu desde a Ásia até Europa e África entre 2005 e 2006.
 
Esta epidemia causada pelo H5N1, relacionada também com as pássaros em liberdade, provocou a morte de quase 400 pessoas e de centenas de milhões de aves domésticas.
 
EFE / R7

ONG realiza campanha de detecção da hepatite C na quinta-feira

Divulgação
ONG realiza mutirão de testes para detectar a hepatite C
Ação será em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo
 
Na próxima quinta feira (27), a ONG C Tem Que Saber C Tem Que Curar, em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, promove uma campanha de detecção precoce da hepatite C.
 
O evento vai ocorrer no Fórum de Santo Amaro, na capital paulista, das 11h às 17h. O resultado do exame será emitido na hora. As pessoas que apresentarem a doença serão encaminhadas pela ONG para a realização de exames complementares.
 
Segundo a entidade, o projeto vai percorrer todos os Fóruns do Estado de São Paulo com o objetivo de detectar a hepatite de forma precoce e salvar vidas.
 
Sobre a doença
A Hepatite C é uma doença silenciosa que atinge 170 milhões de pessoas no mundo e três milhões no Brasil. Quanto antes ela for descoberta, maior é a chance de cura, de acordo com especialistas.

R7

Prontuário eletrônico permitirá economias de US$ 78 bi em 5 anos

Segundo um relatório da Juniper Research, PEP vai servir de base para outras iniciativas de saúde digital, que se tornam cada vez mais populares
 
O prontuário eletrônico do paciente (PEP), ou EHR (Electronic Health Records no inglês), vai permitir que a indústria global da saúde economize cerca de US$ 78 bilhões entre 2014 e 2019, prevê um relatório da consultoria britânica Juniper Research, especialista no mercado de tecnologia da informação. O valor, bastante considerável, deve impulsionar ainda mais a adoção deste tipo de tecnologia.

Segundo os consultores, o PEP é crucial por servir de base a uma variedade de recursos de eHealth, incluindo mobilidade. Novas iniciativas de saúde populacional, no qual as fontes pagadoras recebem de acordo com o bem das vidas que atendem, também contribuem com a forma de repensar o setor e aumentar o interesse sobre recursos digitais.

Para Anthony Cox, autor do relatório e consultor da Juniper, o PEP é “a cola que mantem juntos dispositivos, stakeholders e prontuários eletrônicos em um futuro ambiente de saúde conectada”. Contribui a própria mudança dos trabalhadores do setor, cada vez mais engajados com o ideal de saúde digital.

No entanto, o autor adverte que o desenvolvimento de iniciativas digitais em saúde, embora positivo, ainda sofre com um ambiente setorial muito diverso, parte da própria natureza da indústria, e carece de mais testes controlados de recursos de mobilidade, por exemplo. Isto significa que as aquisições para projetos de saúde digital muitas vezes requerem a interferência de um grande número de stakeholders, que variam também de acordo com cada região geográfica.

O relatório alega no entanto que dois fatores principais devem balizar o crescimento da saúde digital: primeiro, as autoridades reguladoras começam a valorizar os cuidados de saúde digitais e reduzir exigências para empresas ingressantes neste mercado; em segundo lugar, e graças à interfaces de desenvolvimento de aplicações como o HealthKit da Apple e a SAMI da Samsung, a saúde digital começa a ser popularizada.

Um whitepaper com algumas das previsões do relatório
Taking the Pulse of Digital Healthcare (Medindo a Pulsação da Saúde Digital, em tradução livre) pode ser baixado no site da Juniper, em PDF.

Saúde Web

Quatro abobrinhas ou meio hambúrguer? App compara caloria dos alimentos

Reprodução
Um novo aplicativo para smartphones promete facilitar a ingrata tarefa de contar as calorias dos alimentos

O programinha, que está disponível tanto para IOS quanto para Android (e, em ambas as plataformas, é grátis), se baseia, primeiro, no seu sexo, idade, peso, altura, quantidade de peso que quer perder por semana e nível de atividade diário para selecionar um total diário aproximado de calorias que você deve seguir. Assim, você logará as suas refeições diárias no tal app. Até aí, mais do mesmo.

O diferencial é que ele vai muito além da necessidade de perda de peso. O Calorific coloca a importância da nutrição em primeiro lugar e utiliza a famosa (e cada vez mais esquecida) pirâmide alimentar para organizar quanto de cada tipo de alimento você deve comer – e, assim, montar um gráfico de alimentação ideal, para você se espelhar. Ou seja: muito mais do que te ajudar a perder peso, o programinha te incita a fazer uma reeducação alimentar! E outro ponto é que, na hora de registrar as suas refeições, você não contará calorias. Você se baseará no tanto de espaço que a comida ocupa no seu prato. Genial, sim ou claro?
 
Em vez de listas e tabelas, o app Calorific traz apenas fotos. E as imagens mostram quanto 200 calorias equivalem em diferentes tipos de alimentos.
 
Os criadores do aplicativo afirmam que a ideia surgiu da dificuldade que as pessoas têm em entender, na prática, o conceito de calorias.
 
Assim, o objetivo do app é revelar de maneira lúdica o valor calórico de um alimento sem que o consumidor tenha de recorrer ao rótulo.
 
Há dezenas de fotos que mostram legumes, frutas, pães, carnes, bebidas alcoólicas, bolachas, bolos e outras guloseimas – tudo em porções equivalentes a 200 calorias.
 
Com esse valor calórico é possível, por exemplo, consumir cinco abobrinhas, uma mini fatia de bacon, meio hambúrguer, uma colher de maionese, dois copos de refrigerante, meio abacate.
Fruta ou bolo?
 
O app também traz algumas comparações entre os alimentos, que deixam claro o quanto frutas e legumes são bem menos calóricos que bolos e afins.
 
Uma delas questiona: Você sabia que meio muffin de mirtilo (blueberry) tem as mesmas calorias que uma porção de mirtilos?
 
O aplicativo é gratuito, mas sua versão avançada sai por US$ 2,99 (cerca de R$ 7,50) ou por US$ 0,99 (R$ 2,50) se o usuário aceitar compartilhar que fez o download nas redes sociais.
 
BBC Brasil / R7/ Revista 21

Café pode ajudar a amenizar efeitos da cocaína, diz estudo

Cafeína pode bloquear as mudanças no cérebro que são associadas ao uso da droga
 
café pode ajudar a aliviar os efeitos da cafeína no organismo. A afirmação é resultado de um estudo realizado em Nova Iorque, nos Estados Unidos. De acordo com os pesquisadores, a cafeína pode bloquear as mudanças no cérebro, que estão associadas ao uso da droga, como alteração do ciclo hormonal nas mulheres.
 
Segundo os pesquisadores, mulheres que usam cocaína têm o ciclo menstrual modificado e alteração do nível de estrogênio ― hormônio sexual feminino. Pesquisas anteriores já mostraram que quanto maior os níveis de estrogênio, mais suscetíveis à cocaína as mulheres se tornam.
 
De acordo com Patricia Broderick, editora-chefe do Journal of Research Caffeine e principal autora do estudo, a pesquisa apontou que a cafeína ajuda a restaurar o ciclo menstrual.
 
― Resultados assim só foram observado após a administração da substância [cafeína]. Esse é apenas a ponta de um trabalho que nunca foi realizado antes.
 
Efeito da cocaína no corpo
Segundo a editora-chefe, a cocaína estimula o lançamento do hormônio dopamina no cérebro, o que cria uma sensação de euforia e de recompensa, o que pode levar ao vício.
 
― A cafeína, por sua vez, atua no sistema da adenosina, que está envolvido no controle do sono e no estado de vigília. Assim, a adenosina acaba regulando os níveis de dopamina no cérebro e, como consequência, diminui os sintomas do vício da droga.
 
R7

AVC: saiba quais os primeiros socorros durante um derrame

Identifique os sinais precoces e como proceder em uma emergência
 
A cada ano, cerca de seis milhões de pessoas morrem de acidente vascular cerebral (AVC), sendo essa a primeira causa de morte e incapacidade no Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Doenças Cerebrovasculares (SBDCV) e Academia Brasileira de Neurologia (ABN).
 
"O AVC, que atualmente é chamado de AVE (acidente vascular encefálico), ocorre quando existe a interrupção da oferta de oxigênio e nutrientes em um território do cérebro, cerebelo ou tronco cerebral", explica o cardiologista Rafael Munerato, do laboratório Pasteur. Essa interrupção pode ocorrer devido a um entupimento, que é o AVC isquêmico, ou rompimento de um vaso, caso do AVC hemorrágico.
 
Os fatores de risco são semelhantes aos do infarto do miocárdio: tabagismo, obesidade, sedentarismo, diabetes, hipertensão e colesterol elevado. Dessa forma, a adoção de hábitos saudáveis e controle de doenças metabólicas e cardiovasculares é essencial para prevenir esse mal. "E quando falamos de cuidado, é preciso reconhecer os principais sintomas do AVC para que o atendimento seja feito o mais rápido possível, uma vez que isso é decisivo para a boa recuperação do paciente", alerta o neurologista André Felício, de São Paulo.
 
Se você ainda tem dúvidas sobre o que fazer quando se tem um derrame cerebral, confira:
 
Nem toda a pessoa vai "cair dura"
É muito comum acharmos que, em caso de derrame cerebral, a pessoa irá passar mal e desmaiar, devendo ser encaminhada para o hospital. Entretanto, os sintomas são muito mais sutis. "Dormência e fraqueza em uma metade do corpo, alteração da fala e desequilíbrio são alguns dos sintomas de AVC", explica a neurologista e neurofisiologista Adriana Ferreira Barros Areal, do Hospital Santa Luzia, em Brasília.
 
É importante entender que o AVC se manifesta como uma perda neurológica súbita, ou seja, mudanças em seus movimentos, fala, visão ou qualquer outra coisa que funcionava de uma determinada maneira e parou de repente ou então você começou a fazer de outra maneira. É extremamente importante saber reconhecer o AVC o mais rápido possível, pois o tratamento precoce fará toda a diferente no futuro desse paciente.
 
Confira alguns dos principais sintomas de AVC:

- Diminuição ou perda súbita da força na face, braço ou perna de um lado do corpo;

- Sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo;

- Perda súbita de visão em um olho ou nos dois olhos; - Alteração aguda da fala, incluindo dificuldade para articular, expressar ou para compreender a linguagem;

- Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente;

- Instabilidade, vertigem súbita intensa e desequilíbrio associado a náuseas ou vômitos. 
 
Não espere o pior passar
Outra mania muito perigosa - principalmente quando o assunto é derrame cerebral - é esperar a dor passar para, então, procurar um médico. No geral, pensamos que é melhor deixar a pessoa se estabilizar, para evitar qualquer sofrimento em uma viagem ao hospital ou socorro. Entretanto, na suspeita de um AVC, o ideal é encaminhar essa pessoa para o hospital o mais rápido possível.
 
"É preciso entender que uma característica fundamental do AVC é a sua instalação súbita, e cada minuto perdido poderá fazer diferença lá na frente, na hora da recuperação, uma vez que quanto maior é o dano cerebral, maiores são as sequelas", lembra o neurologista André Felício, de São Paulo.
 
Os danos de um AVC são consideravelmente maiores quando o atendimento demora mais de três horas para ser iniciado. Inclusive, no caso de AVC isquêmico, o médico pode dar ao paciente um medicamento antitrombótico chamado alteplase, que deve ser aplicado em até quatro horas e meia após o início dos sintomas. Esse medicamento diminui em 30% o risco de sequelas do AVC isquêmico e em 18% a mortalidade. 
 
Não dê AAS
Muito se fala também sobre ministrar uma pílula de AAS (ácido acetilsalicílico) quando uma pessoa está sofrendo um AVC, já que ela afinaria o sangue e impediria um novo êmbolo. Apesar de ser um raciocínio correto, ele só traria algum benefício para pessoas que sofreram um AVC isquêmico - e ainda sim não é nada muito expressivo.
 
"Nos casos de AVC hemorrágico, o ácido acetilsalicílico pode piorar ainda mais o sangramento, agravando o quadro", explica a neurologista Adriana. E como não é possível saber qual tipo de derrame cerebral a pessoa está tendo sem avaliação médica, o conselho é não dar qualquer medicamento e encaminhá-la para o hospital.  
 
Não dê remédio para pressão
Aqui a lógica é a mesma do ácido acetilsalicílico: nenhum medicamento deve ser ministrado sem avaliação médica, ainda que o paciente seja hipertenso. Novamente, é impossível saber que tipo de AVC a pessoa está sofrendo e se o medicamento irá beneficiar ou não aquele quadro.
 
"Nos casos em que o paciente tem hipertensão, a atenção com o rápido atendimento deve ser redobrada, e o controle do nível de pressão vai depender do tipo de AVC, do tratamento proposto e da história prévia da pessoa", explica a neurologista Adriana.
 
Se a pessoa tiver diabetes, verifique a glicemia
Em pacientes do diabetes, explica a neurologista Adriana, a glicose muito alta ou muito baixa pode imitar os sintomas de AVC. "Portanto, a verificação da glicemia ajuda a distinguir um problema de outro", diz. Dessa forma, é importante fazer medição e, caso não seja o caso de uma alteração na glicemia, correr para receber o atendimento adequado.
 
 
Chamar a emergência ou correr para o hospital?
Se você estiver perto de um hospital ou pronto socorro de confiança e tem condições de ir ou levar o paciente para lá com rapidez, não há porque esperar a ambulância.
 
"Entretanto, se você está longe de um pronto atendimento, não tem carro, a viagem até lá seria muito difícil ou você não está em condições de ir sozinho, não hesite em chamar a emergência, pois o tratamento pode iniciar já na ambulância", aconselha a neurologista Adriana.
 
Além disso, o neurologista André Felício lembra que o ideal é dar preferência a hospitais que sabidamente tem um serviço dedicado ao tratamento agudo do AVC, que são aqueles capazes de realizar procedimentos neurológicos, como exames e cirurgias. 
 
É necessário procedimento cirúrgico?
Existem dois tipos de cirurgia que podem ser indicadas para o tratamento do AVC. Se o paciente tiver obstrução significativa das artérias carótidas no pescoço (caso de AVC isquêmico), pode precisar de uma endarterectomia de carótida.
 
Durante esta operação, o cirurgião remove a formação de placas nas artérias carótidas para reduzir o risco de ataque isquêmico transitório (TIA) ou AVC. Os benefícios e os riscos desta cirurgia devem ser cuidadosamente avaliados, pois a cirurgia em si pode causar um AVC.
 
Já para o AVC hemorrágico, o tratamento cirúrgico visa a retirar o sangue de dentro do cérebro. Em alguns casos, coloca-se um cateter para avaliar a pressão dentro do crânio, que aumenta por conta do inchaço do cérebro após o sangramento.
 
O tratamento cirúrgico para o caso de AVC hemorrágico pode não ser realizado logo na entrada do paciente no hospital, principalmente porque alguns têm um novo sangramento poucas horas depois do primeiro.
 
"Mas nem todo o paciente precisará desses procedimentos cirúrgicos para se recuperar de um derrame cerebral", diz a neurologista Adriana. "A indicação cirúrgica também depende da gravidade do quadro e da condição clinica do paciente, sendo avaliado caso a caso."  
 
Toda recuperação é igual?
Não, o andamento do paciente após um AVC pode variar muito. Tudo depende de fatores como extensão do AVC, local do cérebro onde ele aconteceu, demora no tratamento, idade, tipo de derrame, doenças relacionadas... Não há regra. "Cada caso evolui de um jeito", afirma Adriana Ferreira. "Todavia, quanto mais precoce e mais especializado o atendimento em geral os resultados são melhores." 
 
Minha Vida

11 dicas para evitar ou espantar a ressaca

Saiba como evitar ou aliviar o desconforto depois de exagerar na dose
 
Depois de exagerar na bebida, é comum sofrer com os desprazeres da indesejada ressaca do dia seguinte. Realmente, quem passa do ponto não está livre deste desconforto. Os sinais são clássicos: a cabeça parece que vai explodir, o enjoo, a tontura, a fraqueza e uma sede de matar fazem você desejar nunca ter esvaziado um copo antes.
 
Não é à toa que seu corpo está debilitado. Funciona assim: o organismo gasta glicose para metabolizar o álcool. Glicose é açúcar, açúcar é energia. Resultado: ficamos enfraquecidos.
 
O excesso de álcool também ataca o sistema nervoso central e provoca sono e irritação; corrompe mecanismos químicos cerebrais, ocasionando dor de cabeça; irrita as mucosas do aparelho digestivo, causando náuseas, vômito e diarreia; e inibe a ação do hormônio antidiurético, levando a sede e boca seca. A zonzeira não para aí.

A ingestão excessiva de álcool pode trazer diversos prejuízos à saúde como o ganho de peso e acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal. "O consumo crônico pode causar lesões cerebrais, diabetes tipo 2, úlceras e inflamações no estômago e intestino, hepatite, depressão, lesão nos rins, na bexiga, próstata e pâncreas, entre outras doenças" , alerta a nutricionista Fabiana Honda, da consultoria nutricional Patrícia Bertolucci.
 
1. Coma bem
Alimentar-se antes de beber é a regra de ouro contra a ressaca. "Quando bebemos de estômago cheio, os alimentos diminuem a difusão do álcool pelas paredes do estômago e retardam a passagem do álcool para o intestino, onde ele é rapidamente absorvido", explica Fabiana. Dessa forma, o álcool entra gradualmente na corrente sanguínea e demora mais tempo para chegar ao cérebro.
 
2. Atenção com o fígado
Procure ingerir alimentos que irão proteger o seu fígado. É ele que fabrica a enzima que digere o álcool e, quando sobrecarregado, produz uma toxina que causa dor de cabeça. Dias antes, encare um suco de beterraba e alho para turbinar o órgão. Inclua na sua refeição alimentos com gordura poli-insaturada, encontrada em peixes e no azeite de oliva extra virgem. Ou então, pegue a sua colher de azeite, despeje-a num prato, adicione sal e mergulhe pedaços de pão na mistura.
 
3. Beba moderadamente
A nutricionista Fabiana Honda aconselha intercalar a bebida com quitutes e copos de água. Dessa forma, o álcool não fica sozinho no estômago e, claro, você bebe menos, já que a barriga cheia reduz o espaço para as bebidinhas. "Os petiscos com carboidrato e/ou gordura retardam a absorção do álcool, por exemplo, uma torradinha com patê ou um pedaço de queijo", recomenda. Dê preferência aos queijos, ricos em gordura, e às carnes, fontes de proteína, que facilitam a digestão do álcool.
 
Castanha, amendoim, queijo e, para extrapolar, salaminho são bem-vindos. O sal e a gordura estimulam a secreção de substâncias estomacais que protegem o estômago do álcool. Mas evite petiscos muito salgados, que aumentam a sede a não ser que você opte por água.
 
4. Não beba apenas álcool
Outra dica é colocar gelo ou água no drinque para diluí-lo ou intercalar bebidas não alcoólicas e alcoólicas. Trocar a água por suco ou refrigerante também pode. Essas bebidas são ricas em carboidratos, que ajudam a metabolizar o álcool.
 
5. Não piore a situação
Embora a ressaca seja inevitável se você ingerir muito álcool, ela pode ser ainda pior: destilados, como batidas, licores e uísque, geram mais desconforto por causa da concentração e da mistura de substâncias. Álcool e fumo formam uma dupla nefasta para o organismo. Quanto mais nicotina, menos oxigênio no sangue e mais rápido se dá o processo de intoxicação.
 
6. Hidrate-se
A principal causa da ressaca é a desidratação provocada pelo álcool, um potente diurético que estimula a perda de líquido do corpo. Vá de água antes, durante e, principalmente, depois da bebedeira. Antes de dormir, ingira bastante água. Essa tática ajuda seu organismo a metabolizar o álcool enquanto você descansa.

Se acordar para fazer xixi, tome mais água. Além de hidratar seu corpo, ela ajuda a eliminar o álcool e livrar-se das toxinas. Suco de acerola, limão e laranja também ajudam, porque bombeiam antioxidantes protetores e vitamina C no seu corpo. Beba isotônicos, para repor os sais minerais perdidos e abuse da água de coco, rica em potássio.
 
7. Longe do café
Evite o famoso cafezinho amargo, muitas vezes recomendado para diminuir a dor de cabeça. A bebida também tem propriedades diuréticas, ou seja, desidrata ainda mais o seu corpo. 
 
8. Alimentação leve
Consuma alimentos de fácil digestão para não estressar ainda mais o organismo, já detonado pelo esforço de processar o álcool. "Para amenizar os efeitos da ressaca, deve-se ter uma alimentação leve, pobre em gorduras, rica em frutas, vegetais e líquidos", ensina Fabiana Honda. Inclua no cardápio os carboidratos complexos, como pão e biscoito de água e sal.

O álcool aumenta a acidez e irrita a mucosa estomacal. Os alimentos secos e salgados desaceleram a produção de ácido. Essas comidas também dão energia para o fígado na hora de processar as toxinas e o excesso de bebida. Deixe de lado molho branco, queijos amarelos e fritura.
 
9. Não exagere nos remédios
Embora alguns medicamentos ajudem a minimizar os estragos produzidos pelo álcool, como aqueles que unem analgésico (contra dor de cabeça), antiácido (contra a queimação no estômago) e antiemético (contra enjoos), nenhum é capaz de resolver tudo de uma só vez.
 
10. Descanse no dia seguinte
Por onde passa, o álcool causa baderna. Dentro da cabeça ele age nos neurônios daí a desinibição e a tonteira. Cerca de cinco horas depois da bebedeira as células cerebrais começam a se recuperar, mas ficam ultrassensíveis. É por isso que a luz e o barulho incomodam tanto.

No dia seguinte, os danos ainda são sentidos e é praticamente impossível se concentrar. Repouse. Mantenha a luz apagada, cortinas fechadas e fique deitado. Nesse momento o que o corpo mais pede é descanso. 
 
11. Invista nos chás
Algumas ervas ajudam a renovar as células hepáticas e, assim, acelerar o processo de purificação das toxinas do álcool que estão no corpo. Chás de salsaparrilha, erva-picão, macela e erva-cidreira são excelentes desintoxicantes. Depois das refeições, o chá verde e o de hortelã facilitam a digestão. E, para uma limpeza mais completa do organismo, selecionamos três receitas de sucos poderosos, elaborados pela consultoria nutricional Patrícia Bertolucci. 
 
Minha Vida

O melhor remédio do mundo. E de graça

Além de reduzir o colesterol, exercícios melhoram o condicionamento, reduzem a glicose e têm efeito positivo sobre a cognição
 
Poucos medicamentos tiveram tanta repercussão nos últimos anos quanto as estatinas, classe de drogas para reduzir os nível de colesterol. Conheço muita gente que toma para prevenir doenças cardiovasculares. Na verdade, é bem fácil encontrar um homem de meia idade — nós mulheres, pelo menos até a menopausa, costumamos ter taxas menores — que faça uso de alguma estatina para chegar aos níveis de colesterol considerados adequados pelos médicos. E por que falo de remédios para colesterol numa coluna sobre corrida? Porque um estudo de peso veio a reforçar o conceito de que não existe remédio melhor que exercício — e corrida é um dos melhores — para baixar o colesterol. Segundo os autores do estudo, uma parceria entre as universidades de Stanford (EUA) e UFRJ, exercício é tudo o que basta para muita gente.
 
E com vantagens. Muitas. Primeiro, porque estatina é remédio. E não existe remédio no mundo sem efeitos colaterais, por mais seguras que essas drogas sejam. Um deles é aumentar os níveis de glicose no sangue e, com isso, o risco de diabetes. Outro, apresentado por entre 5% a 10% dos usuários de estatinas, é o surgimento de dores musculares. Já os exercícios são só vantagens, diz o especialista em medicina do esporte Cláudio Gil de Araújo, professor da UFRJ e diretor médico da Clinimex, um dos autores do estudo. Além de reduzir o colesterol, melhoram o condicionamento, reduzem a mesma glicose, têm efeito positivo sobre a cognição. Em suma, são tudo de bom.
 
— Nos preocupa o fato de que muitos médicos receitam primeiro medicamentos e depois os exercícios. Quase nunca o contrário. E exercício deveria ser a primeira prescrição. É quase impossível encontrar alguém que não possa praticar algum tipo de atividade — afirma Claudio Gil, que tem entre seus pacientes pessoas com cardiopatias graves e que nem por isso deixam de se exercitar, muitos deles corredores.
 
A pesquisa foi realizada por Claudio Gil em parceria com Jonathan Myers, da Universidade de Stanford (Palo Alto, Califórnia); e Peter Kokkinos, do Centro Médico de Veteranos (Washington).
 
Para chegar a essas conclusões, eles realizaram uma análise de mais de 30 estudos, num total superior a dados de 100 mil pessoas investigados. O estudo pode ser lido na íntegra (em inglês) no botão à esquerda.
 
— Estatinas são paa um grupo específico de pacientes que realmente precisam por terem condições de saúde delicadas. A maioria não está nesse caso — afirma Cláudio Gil.
 
Para os corredores, a notícia é ótima. Quem consegue dar uma volta na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio, (7,6 quilômetros) em ritmo bem leve, de trote, já está no grupo dos que se beneficiam apenas com exercício.
 
— Nossa recomendação é simples. Quem já toma medicamento, deveria perguntar ao médico se é mesmo o caso de continuar ou se não seria uma opção optar por atividade física, o que, inclusive, sai bem mais barato — salienta ele.
 
O link para a íntegra do artigo científico (em inglês) é: http://departamentos.cardiol.br/sbc-derc/revista/2014/20-4/pdf/04-opiniao-coronary.pdf

O Globo

Câncer é a doença que mais mata crianças, mas diagnóstico prematuro é chave para cura

Guito Moreto / Agência O Globo: Ana Paula Tobias mostra livro para a
 filha Lays, de 3 anos, já em fase final de tratamento contra câncer
Estimativa deste ano do Inca é de 11.840 novos casos no Brasil, sendo 940 no Estado do Rio
 
Rio - Antes de completar 1 ano, Layz Tobias começou o tratamento contra o Tumor de Wilms, tipo de câncer que atinge os rins. O diagnóstico ocorreu apenas quatro dias após a primeira consulta, mas seu quadro, quando descoberto, já estava avançado, conta a mãe Ana Paula. A partir daí, já foram três anos de um processo que incluiu cirurgia, quimioterapia, enjoos, dores e mudança de toda a estrutura familiar, já que todos moram em Petrópolis, e o tratamento só está disponível em centros especializados do Rio. Mas agora está perto do fim. É provável que Lays, uma menina agitada e simpática, comece a estudar no próximo ano. (Até então, colegas, só os de tratamento.) E mais, ela provavelmente vai comemorar seu primeiro aniversário em casa.
 
— Estamos torcendo muito — conta Ana Paula, que acompanha 24 horas por dia a menina. — Passamos momentos difíceis, mas ela está bem agora. O pior período foi quando teve a recidiva, poucos meses depois de passar por uma cirurgia, há uns dois anos. Agora, ela está com o quadro sob controle, mas tem as defesas imunológicas muito fracas.
 
O câncer pediátrico não é como o de adultos. Sua evolução é muito mais rápida e, se no caso dos adultos o diagnóstico precoce já é importante para garantir a sobrevida, para crianças e adolescentes a agilidade é essencial. As chances de cura neste caso e com tratamento adequado são de 80%.
 
Acelerando o diagnóstico do tumor
Mas, por enquanto, o diagnóstico ainda é um dos entraves no combate ao câncer. Com isso, hoje é a doença que mais mata indivíduos entre 1 e 19 anos (19,7% e 2.740 mortes em 2012), seguido de doenças respiratórias (16,9%) e do sistema nervoso (14%). A estimativa deste ano do Inca é de 11.840 novos casos no Brasil, sendo 940 no Estado do Rio.
 
Um levantamento inédito sobre a situação do câncer infantil mostra que em 12% dos casos de tumores sólidos leva-se mais de dois meses entre a primeira consulta e o diagnóstico no estado. E entre o diagnóstico e o início do tratamento, 29% dos casos também levam mais de dois meses. Esse é o prazo estabelecido por lei para o início do tratamento de pacientes adultos, mas no caso da criança, pode ser tarde demais. Os dados divulgados hoje, por conta do Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil, foram compilados pela Fundação do Câncer e pelo Instituto Desiderata, integrantes do grupo Unidos pela Cura, composto de gestores de saúde e organizações civis, que vêm trabalhando para que os pacientes suspeitos de câncer sejam encaminhados a um hospital de referência do Rio num período de até 72 horas. Por enquanto, segundo o instituto, entre 2008 e 2013, apenas 32% das crianças encaminhadas com essa suspeita foram acolhidas pelos hospitais nesse tempo.
 
— Quanto antes acontecerem a descoberta e o tratamento, melhor para a criança — afirma Roberta Costa Marques, diretora executiva do Instituto Desiderata. — O diagnóstico precoce ainda é um desafio fundamental para as chances de cura. Como os sintomas do câncer são similares a doenças da infância, ele não é fácil de diagnosticar, além de ser uma doença rara. Essa é uma bandeira muito grande nossa.
 
Sintomas que confundem
Sintomas semelhantes ao de uma virose são os primeiros sinais a aparecerem e nem sempre são levados em conta por pais e até profissionais de saúde.
 
— A criança não mente sobre o que está sentido, então é muito importante prestar atenção na sua queixa — orienta Sima Ferman, chefe do Serviço de Oncologia Pediátrica do Inca.
 
O câncer infanto-juvenil representa de 1% a 3% do total de cânceres estimados para a população adulta. Sima explica que o princípio é o mesmo em qualquer faixa etária, ou seja, a proliferação descontrolada das células. Mas os tipos são bastante diferentes, dependendo da idade: enquanto no adulto as alterações ocorrem nas células epiteliais (como mama e pulmão), na criança atingem as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação. A doença afeta, portanto, células mais primitivas e indiferenciadas, que, apesar de se proliferarem mais rapidamente, respondem melhor ao tratamento.
 
— É mais curável em relação ao adulto — afirma Sima, explicando que suas causas ainda não estão totalmente definidas. — Muitos estudos são feitos, mas a maioria ainda não tem uma confirmação do motivo do câncer infantil, e não temos como preveni-lo como no adulto, que tem geralmente fatores ambientais, como o tabagismo ou a obesidade, associados.
 
Um dos principais objetivos do novo levantamento foi exatamente compilar informações cujo acesso ainda é dificultado até para quem trabalha na área. Segundo Roberta Costa Marques, embora obrigatório, apenas três dos seis centros de tratamento do Rio fazem o registro hospitalar de câncer:
 
— É uma exigência, mas não existe sanção para quem não o faz. Enquanto não houver informações transparentes e não fizermos uso delas, não vamos avançar. Como avaliar e planejar a rede de atenção se não sabemos como ela está e do que precisa? — afirma. — A ideia é realizar este boletim anualmente a partir de agora.
 
O Estado do Rio tem 14 hospitais especializados pediátricos, sendo 11 na capital. Por isso, a adesão ao tratamento é outro desafio. No caso de Layz, ela mora em Petrópolis, mas é atendida na UFRJ e no Inca no Rio, onde chegou a passar por sessões de oito horas de quimioterapia. Por conta do próprio tratamento, ela precisa ficar na capital e, por isso, a solução foi a Casa Ronald McDonald, onde a menina recebe cuidados complementares, e as duas passam a noite, têm transporte e alimentação. Nos finais de semana, recebe visita da família.
 
— Ela fica contando os dias, mas tem muitos amigos aqui também — conta Ana Paula.
 
Layz foi quem encaminhou a reportagem para a sala de recreação e, no caminho, contava aos colegas que ia tirar fotos.
 
— É surpreendente ver como as crianças lidam com a doença. A maturidade que adquirem com esta vivência é incrível; elas têm uma alegria natural, e dão força aos pais — diz Sima Ferman.
 
O Globo

Prefeitura de Campinas - SP promove processo seletivo

De 24 de novembro a 17 de dezembro de 2014, a Prefeitura de Campinas, em São Paulo, por meio do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), realizará inscrições de processo seletivo para admissão de 55 agentes comunitários de saúde.
 
Para participar da seleção é necessário ter ensino fundamental completo. A remuneração oferecida é de R$ 1.228,55, em cumprimento a jornada de 36 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas via endereço eletrônico: www.ibfc.org.br, com taxa de R$ 45,00.
 
O seletivo será composto por prova objetiva e curso de formação. Estima-se que a prova será aplicada no dia 25 de janeiro de 2015, com local e horário a serem informados provavelmente no dia 16 de janeiro de 2015.
 
O gabarito está previsto para ser publicado no dia 27 de janeiro de 2015. O curso de capacitação está programado para ocorrer do dia 9 ao dia 13 de março de 2015.
 
O resultado será divulgado no Diário e também no site da organizadora. A homologação é aguardada para o dia 15 de abril de 2015.
 
 O prazo de validade do processo seletivo será de dois anos, a contar a partir da publicação de sua homologação, em Diário Oficial do Município, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Prefeitura de Salvador - BA abre seleção para Condutor do SAMU

A Prefeitura de Salvador, na Bahia, divulgou o edital 05/2014 de abertura das inscrições para contratação temporária de profissionais, em caráter de emergência, que possam ocupar vagas no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) da capital. A contratação será feita por processo seletivo simplificado, em regime REDA.
 
No total, a oferta é de 63 vagas para a função de Condutor de veículo de emergência, que terá direito à remuneração mensal no valor de R$ 1.245,89, pelo cumprimento de 36 horas, em regime de plantão, de acordo com as necessidades do serviço.
 
As inscrições serão realizadas entre os dias 24 e 28 de novembro de 2014, devendo os interessados comparecer à sede da Secretaria Municipal de Gestão (SEMGE) situada na Avenida Vale dos Barris, 125 - Barris, Salvador, das 8h30 às 11h30.

A seleção será válida por dois anos, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogada, uma vez, por igual período.
 
O edital contendo informações completas sobre o processo seletivo está disponível na página de concursos no site da Secretaria de Gestão (www.gestaopublica.salvador.ba.gov.br).

Departamento Regional de Saúde de Piracicaba - SP abre seletivo

O Departamento Regional de Saúde de Piracicaba, no estado de São Paulo, informou, por meio do edital nº 01/2014 de processo seletivo, que estão abertas as inscrições para contratação de 14 técnicos de enfermagem.
 
Os aprovados trabalharão no Complexo Regulador da BRAS-14, em escalas de plantões de 12 por 36 horas, de domingo a domingo, que somadas equivalem a jornadas de 30 horas semanais, por vencimentos iniciais referentes ao cargo.
 
As inscrições seguirão até o dia 28 de novembro de 2014, no Núcleo de Recursos Humanos do Departamento, situado à Rua do Trabalhador, nº 602, Vila Independência, das 9h às 16h, somente em dias uteis.
 
A seleção ocorrerá mediante análise curricular e entrevista.  As contratações ocorrerão pelo período de 12 meses, ou até que os cargos sejam providos.
 
O processo seletivo terá validade improrrogável de um ano, a partir da data de publicação da classificação final, ou antes, do fim deste prazo, em razão de homologação de concurso público para provimento de cargos promovido para a classe.
 
O edital está disponível no Diário Oficial do dia 18 de novembro de 2014, página 124 (218).

Prefeitura de Garopaba - SC lança edital de processo seletivo

Com intenção de contratar um enfermeiro graduado e com registro no conselho de classe, a Prefeitura de Garopaba, no estado de Santa Catarina, deu início às inscrições de processo seletivo do edital nº 019/2014.
 
A remuneração é de R$ 1.682,10, por jornadas de 40 semanais, para isso é exigida experiência mínima de um ano em atendimento de emergência ou hospitalar.
 
A Secretaria Municipal de Saúde  receberá as inscrições, somente até o dia 28 de novembro de 2014, das 13h às 18h, no prédio do ESF, situado à Rua Antônio José Botelho.
 
A seleção ocorrerá mediante análise curricular e entrevista. A Prefeitura fornecerá mais informações em seu site: www.garopaba.sc.gov.br.
 
A homologação das inscrições e do resultado será publicada no DOM/SC, www.diariomunicipal.sc.gov.br.
 
O edital está disponível no site do Diário Oficial dos Municípios (DOM) de Santa Catarina: http://edicao.dom.sc.gov.br/1415984738_edicao_dom_1615_14.pdf, página 189.

Prefeitura de Votuporanga - SP lança editais de concurso público

Sob a organização da Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto (FAPERP), a Prefeitura de Votuporanga, em São Paulo, lançou dois editais de concursos públicos, com o intuito de, juntos, prover 78 vagas. Há chances para profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
O edital nº 03/2014 visa preencher 77 vagas em funções de serviços gerais, jardinagem, vigilância patrimonial, serviços funerários, alvenaria e construção, pintura, administração geral, desenho e card, topografia, inspetoria de alunos, cursos livres (artes musicais, artesanato, expressão corporal e informática), desenvolvimento infantil, técnico desportivo (basquete, hidroginástica, natação e vôlei), agente de combate às endemias, agente fiscal tributário, agrônomo, arquiteto e urbanismo, engenheiro civil, educador social, veterinário, nutricionista, bibliotecários e psicopedagogo.  As remunerações variam de R$ 881,12 a R$ 2.748,10, por jornadas de 30 a 40 horas semanais.
 
Já o edital nº 04/2014 dispõe de uma vaga para procurador jurídico, graduado em Direito e com registro na OAB. O aprovado fará jus ao salário de R$ 2.748,10, em cumprimento a jornada de 40 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas via internet, do dia 25 de novembro ao dia 18 de dezembro de 2014, através do endereço eletrônico: www.concursosfaperp.com.br, com taxa de R$ 30,00 para cargos de nível fundamental, R$ 50,00 para cargos de nível médio e R$ 65,00 para cargos de nível superior.
 
O concurso do edital nº 03/2014 será composto por prova objetiva, análise de títulos, prova prática, teste de aptidão física e avaliação psicológica. Já o concurso do edital nº 04/2014 será composto por prova objetiva, prova discursiva e prova de títulos.
 
Aplicável a todos os inscritos, a prova objetiva está programada para ser realizada no dia 18 de janeiro de 2015, em local e horário a serem informados futuramente. Provavelmente os cadernos de provas serão disponibilizados no dia 19 de janeiro de 2015.
 
Os resultados serão homologados, publicados no Diário Oficial do Município e divulgados no site da FAPERP.
 
Os concursos terão validade de dois anos, prorrogáveis uma vez por igual período, a critério da Administração Municipal, a contar da data da publicação oficial.

Concurso Prefeitura de Borebi - SP

A Prefeitura de Borebi, no estado de São Paulo, divulgou o edital de concurso público nº 001/2014, destinado a ocupar seis vagas de ensino fundamental, médio e superior. O salário previsto para os contratados pode chegar até R$ 1.385,30, em carga horária de 20, 25 e 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de agente de combate a endemias, auxiliar de enfermagem, professor educação básica I, farmacêutico, fonoaudiólogo e professor de educação básica II - geografia.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 02 de dezembro de 2014, através do site www.consesp.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição para cargos de ensino fundamental é de R$ 33,00, cargos de ensino médio R$ 39,00 e ensino superior R$ 51,00.
 
Os inscritos serão avaliados através de prova objetiva e de títulos, de acordo com o cargo pretendido.
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 21 de dezembro de 2014, em local e horário a serem informados, através do site www.consesp.com.br.
 
O Concurso Público, que será executado pela Consesp, terá validade pelo período de 02 anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Caseiros - RS

Com intuito de contratar 28 profissionais em diferentes cargos, a Prefeitura de Caseiros, no estado do Rio Grande do Sul, publicou o edital de concurso público nº 001/2014. A remuneração é de até R$ 8.524,33, já a jornada de trabalho vai de 20, 22 ou 40 horas semanais.

Às pessoas com deficiência é assegurado o direito de inscrição no presente concurso, para os cargos cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadores, num percentual de 5% do total das vagas oferecidas para cada cargo.

Cargos
Agente Comunitário de Saúde, Assistente Administrativo, Atendente Educação Infantil, Eletricista, Engenheiro Civil, Inspetor Tributário, Médico (Clínico Geral, Pediatra e Pneumologista), Veterinário, Monitor de Escola, Motorista, Nutricionista, Operador (Eletrônicos e Máquinas), Operário, Professor (Educação Especial e Ensino Fundamental Anos Finais - História), Psicólogo, Técnico (Agrícola e Enfermagem) e Visitador.

Inscrição
As inscrições poderão ser realizadas até as 23h59min do dia 03 de dezembro de 2014, pelo site www.objetivas.com.br.

A taxa de inscrição é de:

Nível fundamental e médio: R$ 45,60;
Nível superior: R$ 91,20.

Prova
O concurso será composto de provas objetivas, práticas, títulos, desempenho didático e avaliação psicológica.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 21 de dezembro de 2014, em local e horário a serem divulgados quando da homologação das inscrições, a partir do dia 12 de dezembro de 2014.

Validade
O concurso será válido por dois anos a partir da data de homologação dos resultados, prorrogáveis por mais dois anos, a critério do Município.

Concurso Prefeitura de Lagoa Bonita do Sul- RS

Com o objetivo de atender às demandas da administração municipal, a Prefeitura de Lagoa Bonita do Sul, estado do Rio Grande do Sul, lançou o edital nº 001/2014 de concurso público, visando o provimento de vagas legais e formação de cadastro reserva do quadro geral dos servidores do Executivo Municipal. Sob a execução técnico-administrativa da empresa Objetiva Concursos LTDA., o concurso oferece 21 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com salários de até R$ 8.035,00, por jornada de trabalho de 20, 22 e 40 horas semanais.
 
Às pessoas com deficiência é assegurado o direito de inscrição no presente concurso, em cargos cujas atribuições sejam compatíveis com a deficiência de que são portadores, num percentual de 5% do total das vagas oferecidas para cada cargo.
 
As chances são para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Assistente Social, Auxiliar de Saúde Bucal, Cirurgião – Dentista, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Médico, Monitor de Educação Infantil, Nutricionista, Professor (Educação Infantil, Ciências, Matemática, Português/Inglês e Anos Iniciais), Servente e Técnico em Enfermagem.
 
As inscrições serão efetuadas a partir das 9h do dia 24 de novembro de 2014 até as 23h59min do dia 07 de dezembro de 2014, pelo site www.objetivas.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 50,00 (nível fundamental), R$ 80,00 (nível médio) e R$ 120,00 (nível superior).
 
Caso o candidato não possua acesso à internet, será disponibilizado computador para acesso, no horário das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 16h30min, até  o dia 07 de dezembro de 2014, de segunda à sexta-feira, em dias úteis, na Prefeitura Municipal, situada na Av. José Luchese, nº 1199 - Centro.
 
O concurso será constituído de provas objetivas e de títulos.
 
A prova objetiva será realizada provavelmente no dia 10 de janeiro de 2015, em local e horário a serem divulgados quando da homologação das inscrições, a partir do dia 19 de dezembro de 2014.
 
O concurso terá validade de dois anos a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por mais dois anos, a critério do Município.

Concurso Prefeitura de Caldas Novas - GO tem inscrições prorrogadas

Divulgado o edital de concurso público nº 001/2014, da Prefeitura de Caldas Novas, no estado do Goiás. O concurso, a ser realizado pela Universidade Federal de Goiás, oferece 345 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. O salário varia entre R$ 762,00 e R$ 3.435,00.
 
Fica reservado aos candidatos inscritos como portadores de deficiência o percentual de 5% da totalidade das vagas ofertadas.
 
Cargos
Agente Administrativo, Analista em Tecnologia da Informação, Arquiteto, Assistente Social, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Serviços Gerais, Bibliotecário, Contador, Engenheiro Civil, Fonoaudiólogo, Músico, Nutricionista, Psicólogo, Oficial de Serviços Gerais, Programador de Microcomputador/Periféricos, Profissional de Apoio à Educação Infantil, Profissional de Apoio à Inclusão, Agente de Vigilância, Auxiliar de Manutenção, Auxiliar de Obras/Serviços, Mecânico de Máquinas/Veículos, Motorista de Veículos Leves/Pesados, Oficial de Obras/Serviços e Professor (Pedagogo, Língua Portuguesa, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Matemática e Língua Estrangeira Moderna – Letras/Inglês).
 
Inscrição
As inscrições foram prorrogadas até 25 de novembro de 2014 exclusivamente via internet, através do site http://vestibular.ufg.br/2014/concurso_caldas_novas/.
 
O candidato que não dispõe de acesso à internet poderá fazer sua inscrição dentro do prazo estipulado, exceto aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 17h, na Agência de Atendimento Poupa-Tempo, situada na Rua Antônio Coelho de Godoy, Qd. 25B, Lt 06, Centro, Caldas Novas-GO.
 
Os valores das taxas de inscrição são de:
 
Nível fundamental: R$ 50,00;
Nível médio: R$ 75,00;
Nível superior: R$ 130,00.
 
Prova
O concurso será composto de provas objetivas, práticas, redação e capacidade física.
 
As provas objetivas e a redação estão previstas para 14 de dezembro de 2014 (domingo) na cidade de Caldas Novas-GO. Os endereços dos locais das provas, assim como a confirmação da data e do horário, constarão do comunicado a ser impresso pelo candidato, a partir do dia 9 de dezembro de 2014, por meio do site http://vestibular.ufg.br/2014/concurso_caldas_novas/.
 
O gabarito preliminar da prova objetiva será divulgado no dia 14 de dezembro de 2014, após o término das provas.
 
A prova de capacidade física será realizada na data provável de 9 a 11 de janeiro de 2015, em locais e horários a serem divulgados no site informado, a partir do dia 6 de janeiro de 2015. Já a prova prática será aplicada provavelmente entre os dias 17 a 20 de janeiro de 2015.
 
Validade
O concurso público será válido por dois anos, começados a contar a partir da data de homologação do certame, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período.
 
O edital e todas as atualizações estão disponíveis no seguinte endereço eletrônico: http://vestibular.ufg.br/2014/concurso_caldas_novas/

Prefeitura de Itapaci - GO reabre concurso público

Por meio do aditivo nº 002/2014, publicado no site da organizadora Instituto Cidades, a Prefeitura de Itapaci, no estado de Goiás, reabriu o edital nº 001/2013 de concurso público. Desta vez, com 58 vagas imediatas mais formação de cadastro de reserva, para profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
As oportunidades são para licenciador municipal, fiscal do meio ambiente, agente comunitário de saúde, agente comunitário de endemias, motorista e professor para as disciplinas de matemática, português, educação física, inglês, química, física, história, geografia, ciências e pedagogia. As remunerações variam de R$ 678,00 a R$ 2.036,86, por jornadas de 40 horas semanais.
 
As inscrições estão abertas e seguem até o dia 21 de dezembro de 2014, através do endereço eletrônico: www.institutocidades.orgo.br, com taxas de R$ 35,00 a R$ 80,00.
 
O concurso contará com a aplicação de prova objetiva e análise de títulos. A prova está prevista para ser aplicada no dia 25 de janeiro de 2015, em local e horário a ser a informado brevemente.
 
A lista de classificação final será publicada no site do Instituto Cidades, em jornal de grande circulação e no órgão oficial de divulgação dos atos da administração local.
 
O inteiro teor deste edital e os demais aditivos relativos às etapas do concurso público serão publicados nos sites da organizadora ou da Prefeitura e seus extratos em jornal de grande circulação e no órgão oficial de divulgação dos atos da administração local.
 
A validade do concurso será de dois anos, prorrogável uma única vez, por igual período, a contar da data de sua homologação.

Concurso Prefeitura de Tangará - SC

A Prefeitura de Tangará, no estado de Santa Catarina, divulgou o edital de concurso público nº 001/2014. O objetivo é preencher 93 vagas em cargos de ensino fundamental, médio/técnico e superior. A remuneração prevista aos candidatos vai de R$ 503,81 a R$ 16.361,80, em carga horária de 10, 20 e 40 horas semanais. 
 
As chances são para os cargos de agente de defesa civil, auxiliar de consultório dentário, carpinteiro, comprador, contador, engenheiro civil, médico (várias especialidades), farmacêutico, motorista, operador de máquinas pesadas, operário braçal, vigia, merendeira, professor, servente, entre outros.
 
As inscrições podem ser feitas até o dia 23 de dezembro de 2014, através do site www.aprendersc.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição é de R$ 40,00, para candidatos a cargos de ensino fundamental/alfabetizado; R$ 80,00 para os inscritos em cargos de ensino médio/técnico e R$ 110,00 para quem concorrer às vagas de ensino superior.
 
Os inscritos serão avaliados através de prova objetiva e prática, de acordo com o cargo pretendido.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 25 de janeiro de 2015, na Escola de Educação Básica Prof. João Jorge de Campos, com endereço na Rua Rio Bonito, s/nº, Bairro Frei Rogério, em Tangará/SC, com início as 08h30min.
 
O prazo de validade do concurso público, que será executado pela empresa APRENDER.COM, é de dois anos, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, mediante justificativa, interesse e conveniência da Administração Municipal.

Hospital Municipal Dr. Mário Gatti - SP anuncia processos seletivos

Em Campinas, São Paulo, o Hospital Municipal Dr. Mário Gatti lançou três editais de processo seletivo para admissão de residentes na área de saúde. Por meio do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) são oferecidas 108 vagas para interessados que estejam cursando o 1º ano de residência nas áreas de atuação a baixo mencionadas.
 
O primeiro edital dispõe de 12 vagas para residência multiprofissional em saúde, aos cargos de enfermagem, fisioterapia e nutrição, com bolsa de estudos no valor bruto de R$ 2.976,26.
 
O segundo edital visa admissão de dois residentes de odontologia na área de cirurgia e traumatologia buco maxilo facial.
 
Por fim, o terceiro edital oferece 94 vagas para as áreas de anestesiologia, cirurgia geral, cirurgia plástica, cirurgia vascular, clínica médica, coloproctologia, medicina de família e comunidade, neonatologia, neurocirurgia, oftalmologia, ortopedia e traumatologia, otorrinolaringologia, pediatria, psiquiatria, terapia intensiva adulta e urologia.
 
O valor da bolsa de estudos do segundo e do terceiro edital corresponde ao estipulado pela Lei Federal nº 11.381 de 01/12/2006 e modificações legislativas posteriores.
 
As inscrições estão abertas via endereços eletrônicos: www.ibfc.org.br e www.hmmg.sp.gov.br, com taxas de R$ 250,00 a R$ 350,00 e término no dia 17 de dezembro de 2014.
 
A todos os inscritos será aplicada prova objetiva na data estimada de 18 de janeiro de 2015, em local e data a serem informadas provavelmente no dia 12 de janeiro de 2015. O caderno de questões será divulgado na mesma data da divulgação dos gabaritos e apenas durante o prazo recursal.
 
Os resultados preliminares das provas estão previstos para serem divulgados no dia 4 de fevereiro de 2015.

Prefeitura de São Gabriel do Oeste - MS abre vagas

A Prefeitura de São Gabriel do Oeste, no estado do Mato Grosso do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, publicou o edital de processo seletivo nº 001/2014, tendo como objetivo o preenchimento de vagas para profissionais habilitados a assumirem os cargos de Agentes Comunitário de Saúde (ACS), Médico para atuar em PSF e Técnico de Radiologia, todos em caráter excepcional e temporário.
 
As inscrições serão efetuadas nos dias 26, 27 e 28 de novembro de 2014, no horário compreendido das 7h às 11h e das 13h às 17h, na Secretaria Municipal de Saúde, situada à Rua Martimiano Alves Dias, nº 1.211, bairro Centro, nesta cidade, Pólo Administrativo da Prefeitura de São Gabriel do Oeste.
 
O processo seletivo consiste em análise curricular eliminatória e classificatória.
 
As cópias dos documentos e títulos comprobatórios da habilitação serão entregues no ato da inscrição, em envelope devidamente lacrado e identificado.
 
O resultado em ordem classificatória dos candidatos será divulgado a partir do dia 03 de dezembro de 2014, em edital específico, no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Mato Grosso do Sul - www.diariomunicipal.com.br/assomasul, no site da Prefeitura de São Gabriel do Oeste - www.saogabriel.ms.gov.br e no mural de avisos da Prefeitura.

Prefeitura de Chapadão do Lageado (SC) anuncia processo seletivo

Divulgado no Diário Oficial dos Municípios de Santa Catarina (24 de novembro de 2014) o extrato do edital nº. 01/2014/SMECE para realização de processo seletivo da Prefeitura de Chapadão do Lageado. O processo seletivo visa a contratação temporária e formação de cadastro de reserva no ano letivo de 2015, nas  funções de Professor (Educação Infantil, Anos Iniciais, Geografia, Matemática, Inglês, Ciências, Artes, Informática, Libras e Ensino Religioso), 2º Professor, Monitor (Violão, Teclado e Gaita), Orientador Social, Nutricionista, Engenheiro Agrônomo e Psicólogo. Os aprovados receberão salários de até R$ 2.448,75 mais vale alimentação no valor de R$ 5,00 por dia trabalhado. A jornada laboral varia de 10 a 40 horas por semana.
 
As inscrições estarão abertas do dia 01 de dezembro de 2014 a 04 de janeiro de 2015, somente via internet, pelo site www.clicksolucoesinteligentes.com.br.
 
A prova escrita será realizada na data provável de 18 de janeiro de 2015, com duração máxima de 3 horas e duração mínima de 30 minutos, com inicio às 9h, em local ser divulgado no edital da homologação das inscrições a partir do dia 13 de janeiro de 2015.
 
Os títulos serão recolhidos no mesmo dia de realização da prova objetiva, em local e horário a ser divulgado no edital da homologação das inscrições no dia 13 de janeiro de 2015.

Anvisa suspende 27 produtos para saúde sem registro e outros produtos irregulares

A Anvisa suspendeu, nesta terça-feira (25/11), a fabricação, distribuição, divulgação e comercialização e uso de 17 produtos para saúde sem registro na Anvisa, fabricados por Inodon Laboratório Industrial de Produtos Odontológicos Ltda. Em 29/08/2014, a empresa foi inspecionada e ficou comprovada a fabricação de produtos para saúde sem registro nesta Agência
 
Os produtos suspensos são os seguintes: Aftagil, Bicarnato de Sódio, Cimento Cirúrgico, Dentobuff Kit, Desensibident, Eugenol, Fluorchel, Fluorday, Gel Flúor Inodon, Gengi-Rapid, Hemostatic, Iodoform, Líquido de Dakin, Pedra Pomes Ultra-fina, Soda Clorada, Solução de Milton Tricresolformalina e Xilol. Outros dez produtos — Cariostatic, Clarident, Clorexiplac, Edta, Eucaliptol, Fluorphat, Formocresol, Pasta Maisto, Tergensol e Verniz Copalex — fabricados em nome da empresa Inodon Industrial Editora Exp. Imp. Produtos Odontológicos Ltda também foram igualmente suspensos.
 
Outra medida publicada pela Anvisa foi a suspensão de todos os produtos sujeitos à vigilância sanitária fabricados pela empresa N Francisco Emídio. A empresa não possui Autorização de Funcionamento (AFE) e os produtos não possuem registro, notificação ou cadastro.
 
Também foi determinada a suspensão do lote 325728 do produto Desinfetante para uso geral – Azulim perfumad – Eucalipto, marca Start. O lote foi fabricado pela empresa Lima & Pergher Indústria Comércio e Representações Ltda em 16/09/2013 e possui validade até 16/09/2016. De acordo com Laudo de Análise Fiscal da Fundação Ezequiel Dias (Funed), o lote de desinfetante apresentou resultado insatisfatório no ensaio identificação de formaldeído.
 
Todas as suspensões acima foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU).
 
Clique aqui e confira.
 
Assessoria de Imprensa da ANVISA

Perigo: Fumar narguilé aumenta exposição ao benzeno, podendo causar leucemia

O uso do tabaco é a principal causa evitável de mortalidade em todo o mundo, responsável pela morte de 6 milhões de pessoas por ano

Fumar narguilé - uma forma de uso do tabaco, que emprega uma jarra de ‘água parcialmente cheia - está sob análise de um novo estudo, que sugere que fumantes de narguilé e não fumantes expostos à fumaça do produto, têm maior captação de benzeno que o normal, uma substância associada ao aumento do risco de leucemia.

O estudo está publicado na Cancer Epidemiology, Biomarkers & Prevention, uma revista da Associação Americana para Pesquisa do Câncer.

De acordo com os pesquisadores - liderados por Nada Kassem, diretora associada do Centro Comportamental de Epidemiologia e Saúde Comunitária, na Universidade do Estado de San Diego, na Califórnia - a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Programa Nacional de Toxicologia dos Estados Unidos, o narguilé exala benzeno classificado como cancerígeno do Grupo 1. Relatório da OMS ainda diz que o benzeno é cancerígeno para os seres humanos, explicando que não existe nível seguro de exposição. O narguilé, no entanto, é uma fonte de exposição ao benzeno, sendo, portanto, um fator de risco ainda maior para a leucemia.
 
O mais popular tipo de tabaco do narguilé é conhecido como Moassel, que é adoçado e contém cerca de 30% do tabaco fermentado com melaço e frutas misturadas com glicerina e substâncias químicas.
 
Kassem e seus colegas observaram que, nos EUA, em 2013, 26,6% dos estudantes universitários homens e 23,2% do sexo feminino têm usado narguilé. De forma alarmante, 8,1% de estudantes do ensino fundamental e médio do sexo masculino e 6,6% do sexo feminino, também têm utilizado a substância.
 
Seu consumo não está apenas ligado a um maior risco de leucemia, mas também para intensificar as causas de câncer pulmonar e oral, doenças cardíaca coronárias e doença pulmonar.
 
Pelo fato de muitas vezes o consumo de narguilé ser praticado em ambientes sociais, os pesquisadores examinaram a absorção de benzeno tanto para os fumantes ativos, quanto passivos. Ambos tiveram aumento na captação de benzeno.
 
A equipe analisou os níveis de ácido fenilmercaptúrico - que é um metabólito de benzeno - na urina de 105 fumantes de narguilé e de 103 não-fumantes. As amostras de urina foram coletadas na manhã seguinte do consumo em uma casa particular.
 
Os resultados mostraram que, nos fumantes, a captação cresceu 4,2 vezes depois de fumar em um salão e 1,9 vezes depois de fumar em uma casa particular. Enquanto isso, a captação de não-fumantes aumentou 2,6 vezes depois de participar de um evento em um salão específico.
 
Curiosamente, não-fumantes tinham níveis semelhantes do ácido antes e depois de participarem de um evento de narguilé em uma residência privada. Kassem observa, no entanto, que não-fumantes se prejudicam muito por estar próximo de quem está fumando.
 
"O uso de narguilé envolve o carvão em brasa, que é necessário para aquecer o tabaco do cachimbo de água para gerar a fumaça inalada", explica Kassem. "Além de inalarem substâncias tóxicas e cancerígenas encontradas no fumo do tabaco, fumantes ativos e passivos de narguilé também inalam grandes quantidades de carvão em combustão, gerando emissões tóxicas e cancerígenas", completou.
 
Os pesquisadores também observam que os profissionais de saúde devem aumentar a consciência pública sobre os riscos de leucemia causados pelo fumo em questão. "Ao contrário do que se acredita, fumar narguilé não é uma alternativa segura a outras formas de tabaco”, diz Kassem.
 
O portal Medical News Today também informou recentemente, em um estudo, que o fumo do charuto é tão prejudicial quanto o do cigarro. Conclui-se que a melhor alternativa, é, de fato, interromper o consumo de qualquer tipo de fumo.

Jornal Ciência

O maior evento de radiologia do mundo completa 100 anos e instituição brasileira é destaque com o maior número de trabalhos aprovados

CDPI novamente se destaca e levará 34 estudos científicos à centésima edição da RSNA
 
Um século construído com muito debate acadêmico, aperfeiçoamento científico e incentivo ao desenvolvimento e às inovações do setor de radiologia e diagnóstico por imagem. É assim que a Assembleia Científica e Encontro Anual da Sociedade de Radiologia da América do Norte (RSNA) completa, em 2014, cem anos, consolidada como o maior evento de radiologia do mundo. O encontro, que acontece de 30 de novembro a 5 de dezembro, em Chicago, nos Estados Unidos, tem mais uma vez um destaque brasileiro. Isso porque a Clínica de Diagnóstico por Imagem (CDPI) é a instituição com o maior número de trabalhos aprovados: foram ao todo 34 estudos este ano.
 
Segundo o professor doutor Emerson Gasparetto, diretor médico da CDPI, o investimento em ciência e tecnologia é uma premissa da clínica. “A CDPI sempre procurou atuar no campo acadêmico com compromisso científico e social, e este ano é ainda mais emocionante participar da RSNA, pois a CDPI já faz parte da história do evento, uma vez que fomos destaque nos últimos seis anos com o maior número de trabalhos aprovados, e vários dos nossos médicos são conferencistas no congresso”, conta o neuroradiologista.
 
Entre os 34 estudos que serão mostrados pela CDPI em 2014, 10 trabalhos terão apresentações orais, ou seja, os próprios autores da clínica vão palestrar sobre suas pesquisas. A área de neuroimagem obteve destaque com trabalhos inovadores, como o case sobre o uso da ressonância magnética funcional como método de detecção de problemas neurocognitivos em pacientes com HIV, de autoria da médica carioca Niva Ventura e desenvolvido em conjunto com a Universidade de Harvard.
 
Outro trabalho que também será destaque na área de oncologia, de autoria dos médicos Bernardo Bizzo e Leonardo Kayat, comprova que a ressonância magnética, associada à técnica de difusão de imagens, é o método mais sensível para diagnosticar metástase abdominal ou avaliar a resposta ao tratamento em pacientes com câncer.
 
Este ano foram submetidos à Comissão do Programa Científico da RSNA mais 8 mil resumos, que, segundo a organização, representa um aumento em relação ao ano anterior. Além da apresentação dos trabalhos, a programação para a celebração do centenário contará com atividades que incluem palestras sobre novidades do setor de imagem diagnóstica, evento social para entretenimento e exposição interativa que apresenta a história da RSNA com o desenvolvimento da ciência e da tecnologia radiológica. Para obter mais informações e saber como participar, acesse o site www.rsna.org.
 
Rachel Lopes
Assessoria de Imprensa

Coloboma: Síndrome genética do Olho de Gato também pode ser causada por medicamentos e falta de vitamina A

Coloboma derivada da palavra grega koloboma, que significa cerceado

Trata-se de um defeito no desenvolvimento do olho ainda na fase embrionária, envolvendo estruturas oculares como a córnea, a íris, corpo ciliar, cristalino, retina, coroideia e disco óptico.

A síndrome do Olho de Gato congênita esconde por trás da condição supostamente isolada, uma série de diferentes síndromes, que envolvem defeitos neurológicos, craniofaciais e sistêmicos. Infelizmente, crianças com coloboma possuem de 3 a 11% de chances de cegueira.

Não só fatores hereditários e genéticos acometem os fetos. Causas ambientais como Síndrome Alcoólica Fetal, deficiência de vitamina durante a gestação, medicamentos teratogênicos como a talidomida e micofenolato de mofetil, além de infecções de toxoplasmose e citomegalovírus.

Quem possui a doença precisa ter cuidados extras ao se expor ao Sol, visto que a forma diferenciada da íris permite uma grande entrada de radiação UVA e UVB, o que pode provocar queimaduras e problemas oftalmológicos sérios.

Não existem cirurgias que possam curar, apenas algumas são realizadas para melhorar imperfeições e reduzir os efeitos negativos.

Jornal Ciência

Brasil vai produzir medicamento inovador contra tuberculose

O medicamento reúne quatro princípios
ativos em um só comprimido
O Instituto de Tecnologia em Fármacos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), obteve ontem (24) o registro de novo medicamento contra a tuberculose, o 4 em 1, que reúne quatro princípios ativos em um só comprimido
 
O deferimento foi dado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). De acordo com a Fiocruz, somente no ano passado, o Brasil registrou 71.123 novos casos da doença.
 
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), essa formulação em dose fixa combinada é a mais eficaz no combate à tuberculose. O medicamento permite melhor adesão e redução das taxas de abandono do tratamento, que é demorado. Os princípios são: rifampicina, isoniazida, pirazinamida e etambutol.
 
A fabricação do 4 em 1 por Farmanguinhos é fruto de parceria feita em 2010 com o laboratório indiano Lupin. De acordo com a gerente do projeto na Coordenação de Desenvolvimento Tecnológico da Farmanguinhos, Gisele Moreira, ao longo de três anos, o instituto receberá gradualmente a tecnologia para a produção no Complexo Tecnológico de Medicamentos (CTM), no Rio de Janeiro.

“De acordo com o cronograma, a produção em Farmanguinhos deve começar em 2017”, informou Gisele. Nesse período inicial, o laboratório indiano se compromete a abastecer o Sistema Único de Saúde (SUS) com o medicamento.

Segundo o Ministério da Saúde (MS), anualmente, o Brasil gasta cerca de R$ 11 milhões em ações contra a tuberculose. Com o 4 em 1, a Farmanguinhos ampliará para quatro a linha de medicamentos para tratamento da doença, já que produz também a etionamida, a isoniazida e a isoniazida + rifampicina.
 
A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível, que afeta principalmente os pulmões. São notificados anualmente cerca de 6 milhões de novos casos em todo o mundo. Embora curável em praticamente 100% das novas ocorrências, a doença mata mais de 1 milhão de pessoas por ano, informa a Organização Mundial da Saúde. A tuberculose matou mais de 4,4 mil brasileiros em 2012.
 
Entre os mais vulneráveis à doença estão os moradores de rua, cujo risco de infecção é 44 vezes maior do que o da população geral. Em seguida, vêm as pessoas com HIV/aids, cujo risco é 35 vezes maior, a população carcerária, com 28 vezes mais risco, e os indígenas, com risco três vezes maior.
 
Agência Brasil