Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Ambulâncias bancadas por moradores salvam vidas na periferia de Buenos Aires

Com os rostos de Che Guevara e do sacerdote Carlos Mugica na lataria, as ambulâncias da central de Emergências Villeras percorrem todos os dias as coloridas e irregulares vielas da periferia de Buenos Aires, suprindo a ausência do serviço oficial

Diante da recusa do Sistema de Atendimento Médico de Emergências do governo portenho (SAME) de entrar nos bairros mais pobres por considerar que não há condições de segurança, os 'vileiros' se mobilizaram.

Há pouco menos de um ano, a Corrente Villera Independiente, uma organização política e social, conseguiu coordenar seu próprio sistema com ajuda de todos os vizinhos.

"Antes, em uma situação de emergência, tínhamos que chamar a polícia para que as ambulâncias entrassem, o que causava demoras enormes, e nossas crianças morriam no caminho", explicou à Agência Efe Marina Joski, coordenadora da central.

Houve mortes por asfixia após ataques de epilepsia que "poderiam ter sido evitados".

"Além de alertar para a urgência dos casos, construímos saúde popular e fazemos campanhas de prevenção, diagnóstico de tuberculose e diabetes e eletrocardiogramas gratuitos", tudo isto com a ajuda dos próprios vizinhos e vizinhas, contou Joski.

O projeto não recebe ajuda de setores privados nem do Estado, e se autofinancia com festas, rifas e outros projetos que permitem a compra de remédios e equipamentos.

As quatro ambulâncias circulam pelas vilas de quatro bairros portenhos: Retiro, Bajo Flores, Villa Lugano e Barracas.

Em cada um desses bairro pobres há um centro que administra a organização, onde agentes de saúde capacitados para primeiros socorros fazem atendimentos básicos e respondem às emergências.

Além disso, existe um sistema de revezamentos que dão aviso sobre as emergências à central, localizada no bairro de Constituición.

A equipe da Villa 31 e do 31 bis, em Retiro, é formada por cinco agentes de saúde, um motorista da ambulância, Richard Palacios, e um paramédico, Carlos Franjo.

Palacios é morador do bairro e começou a dirigir o veículo quando fez um curso oferecido pela Corrente Villera, e foi selecionado por seu conhecimento das ruas e das vielas.

"Conheço todas as partes daqui, e isso é o que permite chegar mais fácil aos domicílios, já que vivo aqui dentro", contou.

As vilas estão organizadas por quarteirões com números, mas não têm denominação por nomes, o que torna o sistema para quem vive em outros lugares bastante confuso.

"A princípio, os vizinhos não me reconheciam porque eu estava envergonhado e não me deixava ver, mas com o tempo eles ficaram sabendo e passaram a me cumprimentar, porque a maioria do bairro me conhece", contou, sem disfarçar o orgulho pela função que desempenha.

Já Carlos Franjo, paramédico, trabalhou por mais de 27 anos no setor privado de emergências médicas, até que um conhecido o chamou para exercer sua profissão na vila.

"Há um ano entrei pela primeira vez na '31' e me surpreendi bastante com sua organização", disse.

Franjo viveu uma experiência-limite logo que começou no novo trabalho: "Uma mulher grávida deu à luz na ambulância, foi um momento de tensão, mas ao mesmo tempo muito bonito, porque estava trazendo uma vida ao mundo", relatou.

A equipe faz rondas todos os dias da semana, desde bem cedo na manhã até as quatro da tarde.

Diante da percepção de que a vila não é um lugar seguro para o SAME, Joski destacou que, "quando há organização, ferramentas comunitárias e participação", essa cena se constrói por si só.

A voluntária ressaltou que a ambulância é "querida e adorada por todos os vizinhos porque é deles, porque eles mesmos a sustentam".

O fato de o sistema de emergências público não querer entrar em lugares muito precários "é puramente um preconceito", avaliou Joski.

"Diante desse estigma e desse preconceito, nós avançamos e tentamos construir um mundo melhor", concluiu.

EFE Saúde / Terra

Por que mudar o horário das refeições pode ser mais saudável

Foto: ThinkstockMuitas pessoas querem uma dieta mais saudável mas têm dificuldade em mudar seus hábitos

O médico e apresentador da BBC Michael Mosley tentou descobrir o que acontece quando não mudamos o que comemos, mas mudamos quando comemos.

Sabemos há algum tempo que alterar a hora das refeições pode afetar seu peso e metabolismo. Pelo menos se você for um camundongo.

Com base em estudos feitos em camundongos, pesquisadores agora sugerem que o segredo para melhorar a saúde é restringir o intervalo no qual você come e, dessa forma, aumentar a quantidade de tempo em que você fica de jejum.

Há alguns anos o professor Satchidananda Panda, do famoso Instituto Salk, da Califórnia, mostrou que camundongos submetidos a uma dieta gordurosa, mas que tinham permissão para comer apenas em intervalos de oito horas, eram mais saudáveis e magros do que os camundongos que recebiam exatamente os mesmos alimentos mas podiam comer quando quisessem.

Em um estudo mais recente, os mesmos pesquisadores submeteram centenas de camundongos a períodos diferentes de jejum, variando entre 12 e 15 horas.

Novamente eles descobriram que os animais que passaram pelo menos 12 horas sem comer permaneceram mais saudáveis e magros do que aqueles que consumiram o mesmo número de calorias, mas espalhadas em intervalos menores.

E em humanos?
Mas isso funciona em humanos? Para descobrir isto recrutamos 16 voluntários para um estudo de dez semanas coordenado por Jonathan Johnston na Universidade de Surrey, na Grã-Bretanha.

A equipe de Johnston mediu a gordura corporal, o nível de açúcar no sangue, a gordura no sangue (triglicérides) e o colesterol dos voluntários no começo do estudo. Então, eles foram divididos de forma aleatória em dois grupos: os azuis e os vermelhos.

Aos azuis, que eram o grupo de controle, foi pedido que fizessem tudo normalmente. O grupo dos vermelhos também fez uma dieta normal mas tomou o café da manhã 90 minutos mais tarde que os azuis e antecipou o jantar em 90 minutos.

Isso significou que durante três horas a mais, a cada dia, eles ficaram sem comer. Todos os participantes registraram em diários suas refeições e suas horas de sono para assegurar-se que estavam consumindo a mesma quantidade que consomem normalmente.

Existem dois possíveis mecanismos que explicam as mudanças na saúde das pessoas que mudam os horários das refeições.

Primeiro, há muitos estudos que vêm mostrando que ficar sem comer por períodos mais longos é benéfico.

Também parece que o corpo lida melhor com as calorias em certos momentos do dia. Segundo Johnston, um dos piores momentos para consumir açúcar e gordura é tarde da noite, quando os níveis dessas substâncias no sangue já estão altos.

Experiência
Para testar isto, resolvi fazer uma experiência desagradável.

Depois de fazer jejum durante a noite fiz um exame de sangue. Então, às 10h tomei um café da manhã britânico clássico: muito bacon, ovos e linguiça.

Retiraram uma amostra de meu sangue logo depois desta refeição e a cada meia hora nas horas seguintes. Algo bem dolorido.

Doze horas depois, às 22h, fiz minha segunda refeição do dia. Comi exatamente as mesmas coisas do café da manhã e novamente meu sangue foi examinado regularmente nas horas seguintes até a hora que fui dormir.

Os exames mostraram que depois de minha refeição matinal o nível de açúcar no sangue voltou ao normal rapidamente, enquanto os níveis de gordura no sangue começaram a cair depois de cerca de três horas.

Durante a noite, entretanto, depois de consumir exatamente a mesma refeição, o nível de açúcar no sangue permaneceu alto por muito mais tempo e os níveis de gordura ainda estavam subindo horas depois que acabei de comer.

Então Johnston está certo – nossos corpos realmente não gostam de ter que lidar com muita comida tarde da noite. Um lanche à meia-noite terá um impacto pior no seu corpo do que a mesma comida consumida mais cedo no dia.

Há um antigo ditado que diz: "Tome café da manhã como um rei, almoce como um príncipe e jante como um plebeu", e parece que ele é verdadeiro. Se você precisar mesmo comer aquela fritura, coma no início do dia.

Mas e o experimento principal, de reduzir o período no qual nossos voluntários podiam comer? Ao fim de dez semanas, reunimos os voluntários e repetimos os testes.

O que concluímos é que o grupo que havia tomado café da manhã mais tarde e jantar mais cedo perdeu, em média, mais gordura corporal e percebeu quedas maiores dos níveis de açúcar e de colesterol do que o grupo de controle.

Foi o primeiro teste aleatório deste tipo feito em humanos, e teve um resultado muito positivo.

Manter-se rigorosamente com um intervalo restrito para a alimentação pode, para muitas pessoas, não ser completamente prático. Mas parece haver um benefício em fazer isso quando você puder – e continua sendo uma boa ideia evitar o x-burguer da meia-noite.

Foto: Thinkstock

BBC Brasil

Abertas inscrições para cursos autoinstrucionais em Atenção Domiciliar

Estão abertas as inscrições para novas turmas de cursos do Programa Multicêntrico de Qualificação Profissional em Atenção Domiciliar à Distância, oferecidos pela Universidade Federal do Maranhão, integrante da Rede UNA-SUS

São eles: Situações Clínicas Comuns Materno-Infantis, Intercorrências Agudas no Domicílio I e Intercorrências Agudas no Domicílio III. Ao total, são disponibilizadas 15 mil vagas para todo o Brasil.

As inscrições podem ser realizadas de 11 de janeiro a 7 de julho de 2016, pelo site.

Cada curso possui carga horária de 60 horas, voltadas a enfermeiros e médicos. Os cursos serão oferecidos na modalidade autoinstrucional, ou seja, sem a mediação de tutor. Os alunos devem realizar as atividades propostas no período de 7 de janeiro a 30 de setembro de 2016, com aproveitamento igual ou superior a 70% para a obtenção da certificação.

Intercorrências Agudas no Domicílio I
O objetivo é subsidiar ações de promoção, prevenção, tratamento e reabilitação das intercorrências clínicas mais comuns em atenção domiciliar.

Intercorrências Agudas no Domicílio III
O curso tem como visa subsidiar ações de prevenção, avaliação e manejo de intercorrências clínicas comuns em atenção domiciliar, tais como quedas, edemas em membros inferiores, choque, crise convulsiva, delirium, acidente vascular encefálico, sepse e cefaleia.

Situações Clínicas Comuns Materno-Infantis
O objetivo é subsidiar as ações dos profissionais de saúde acerca dos problemas mais comuns no atendimento às gestantes, às puérperas e aos recém-nascidos no âmbito da atenção domiciliar. Para se inscrever, clique aqui.

Programa Multicêntrico de Qualificação Profissional em Atenção Domiciliar à Distância
O programa é resultado de uma parceria entre o Ministério da Saúde e Universidades integrantes da Rede Universidade Aberta do SUS (UFMA, UFC, UFSC, UFMG, UFCSPA, UFPE, UFPel, UERJ). O objetivo é fazer com que gestores se tornem aptos a implantar e gerenciar serviços de atenção domiciliar e que profissionais da atenção à saúde desenvolvam habilidades para qualificar o atendimento prestado nessa modalidade.

É composto por 19 módulos e é totalmente autoinstrutivos. Também é possível acessar o conteúdo através de tablets e smartphones. Gestores e profissionais de saúde podem ainda compartilhar experiências através da Comunidade de Práticas e também participar de enquetes e fórum de discussão, promovidos na plataforma do curso. Destinado a profissionais de saúde de nível superior e técnico, que estejam inseridos nas Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e nas Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP) que compõem o Programa Melhor em Casa, nas Equipes de Atenção Básica e nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), bem como os profissionais de saúde que trabalhem na gestão dos serviços de atenção domiciliar (SAD) e demais gestores. Para saber mais sobre o Programa, acesse: http://unasus.gov.br/cursoAD.

Fonte: Comunicação UNA-SUS/UFMA

Agência proíbe produtos contra dependência química sem registro

A Anvisa determinou a suspensão de diversos produtos contra dependência química, comercializados pela empresa EAB Brasil Diagnósticos Representação, ou por qualquer outra empresa



Os itens não possuem identificação do fabricante. Além disso, não há registro, notificação ou cadastro na Agência.

Com a suspensão dos itens, a Anvisa determinou também, a apreensão e inutilização dos produtos listados abaixo divulgados pelo site www.testardrogas.com.br
  1. Quelanol
  2. Spartequim
  3. Renovy
  4. Complexo EFX Blocjer
  5. Becalm
A medida está na Resolução 89/2016 publicada sexta-feira (15/1), no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA

Humor: Nós não somos visitas....

55% não confia na segurança de apps de saúde

De acordo com um novo relatório da companhia de segurança de dados Arxan, a maioria dos aplicativos de saúde para dispositivos móveis aprovados pela Food and Drug Administration (FDA) e aplicativos recomendados pela National Health Service (NHS) do Reino Unido são vulneráveis a múltiplos riscos à segurança, segundo top dez de vulnerabilidades de segurança mobile, da Open Web Application Security Project

“O impacto para organizações de saúde e usuários de apps de saúde pode ser devastador”, afirmou CTO da Arxan, Sam Rehman. “Imagine seu aplicativo de saúde vazando suas informações de saúde pessoais ou seu app ser reprogramado para te instruir à ingerir uma dose letal de uma medicação”.

A Arxan encomedou pesquisa de terceiros sobre 815 consumidores que usam aplicativos de saúde e 268 tomadores de decisão em TI que inspecionam apps de saúde nos EUA, Reino Unido, Alemanha e Japão. Eles também encomendaram uma análise de segurança de terceiros dos 71 apps de saúde mais populares das quatro regiões, incluindo 19 com liberação do FDA e 15 aprovadas pela NHS.

A pesquisa mostrou que 55% dos consumidores pesquisados realmente esperam que seus apps de saúde sejam hackeados nos próximos seis meses, assim como também 48% do tomadores de decisão em TI.

Há uma inconsistência desconcertante pois a mesma pesquisa mostra que 78% dos usuários e 87% dos executivos consideram seu aplicativo para mobile como “adequadamente seguro”. Metade dos usuários e três quartos dos executivos sentiram que tudo que podia ser feito para proteger seus apps foi feito.

Porém, este não é o caso segundo análise de segurança, que descobriu que 86% dos 71 apps tinham no mínimo duas das dez vulnerabilidades críticas na lista da Open Web Application Security Project. As duas vulnerabilidades mais gritantes eram a falta de proteção binária, que afetou 97% dos aplicativos, e a proteção insuficiente de transport-layer, que afetou 79% dos apps.

Existe um custo em ter aplicativos não seguros, revelou a pesquisa feita com consumidores: 76% dos usuários de apps de saúde trocariam de fornecedor se soubessem que o app que utilizam não é seguro e 80% trocariam de fornecedor se um app alternativo oferecesse um serviço similar com mais segurança.

*Com informações da MobiHealth News em 13/01/16.

Saúde Business

Prefeitura de Jaraguá - GO anuncia concurso público

A Prefeitura de Jaraguá, em Goiás, lançou extrato de edital n° 01/2016 anunciando que realizará concurso público para preencher vagas em cargos de níveis superior, médio e fundamental.

As ofertas serão para os cargos de Assistente de Licitação, Contador, Analista de Controle Interno, Assistente Social, Enfermeiro PSF, Farmacêutico, Nutricionista, Odontólogo PSF, Psicólogo, Fiscal de Meio Ambiente, Técnico em Informática, Agente Municipal de Transito, Fiscal de Obra e Posturas, Telefonista, Auxiliar CMEI, Eletricista, Motorista de Veículos Pesados, Motorista de Veículos Leves, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate a Endemias, Motorista de Ambulância, Operário de Serviços Gerais, Operador de Máquinas Pesadas e Vigia Noturno.

Os interessados deverão fazer suas inscrições pelo período de 18 de fevereiro e 18 de março de 2016, observado o horário oficial de Brasília, no site da organizadora EBRACON (www.ebraconconcursos.com.br).

O concurso realizado através da empresa Ebracon Concursos e as provas serão aplicadas em dia, hora e locais a serem ainda divulgados pela organizadora.

O edital encontra-se disponível por meio do Diário Oficial da União do dia 13 de janeiro, n° 08, a partir da pág 173. http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=13/01/2016&jornal=3&pagina=173

Concurso Prefeitura de Flora Rica - SP

A Prefeitura de Flora Rica, em São Paulo, recebe até 26 de janeiro de 2016, as inscrições para o concurso público nº 001/2016. O objetivo é a contratação de 51 novos servidores de ensino fundamental, médio e superior, mais o cadastro de reserva. As vagas são para: Agente de Controle de Vetores, Agente de Controle de Zoonoses, Agente de Comunicação Social, Ajudante Geral, Almoxarife, Assessor Jurídico, Assistente Social, Auxiliar de Saúde Bucal, Coletor de Lixo, Controlador Interno, Dentista do PSF, Enfermeiro, Enfermeiro do PSF, Engenheiro Civil, Escriturário, Farmacêutico I, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Gari, Jardineiro, Mecânico, Médico do PSF, Monitor de Transporte Escolar, Motorista II, Motorista III, Office-Boy, Operador de Maquinas, Orientador Social, Pedreiro, Recepcionista, Supervisor do Departamento da Saúde, Tratorista, Técnico Agropecuário, Tesoureiro, Vigia, Zelador, Professor de Educação Básica II – PEB II – Arte, Auxiliar de Educação Infantil e Psicopedagogo.

As retribuições ofertadas vão de R$ 1.015,47 a R$ 7.890,00, exceto para o cargo de Professor de Artes, que será de R$ 11,03 a hora/aula.

Os contratados terão cumprir jornadas de trabalho que vai de 20 até 40 horas semanais.

Os interessados devem realizar suas inscrições através do endereço eletrônico: www.multigestaoconsultoria.com.br, no prazo citado acima.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 60,00 ( ensino superior), R$ 50,00 (ensino médio) e R$ 40,00 (ensino fundamental).

A prova escrita objetiva será aplicada na data provável de 21 de fevereiro de 2016, em local e horário a serem comunicados com antecedência no site  para efetuar a inscrição.

O concurso público será válido por dois anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

EBSERH prorroga inscrição para concurso dos hospitais universitários

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) comunicou que foram prorrogadas as inscrições para concurso público nacional nº 9/2015, que permitirá a recomposição de pessoal em 27 Hospitais Universitários, em diferentes unidades da federação. Serão preenchidas 951 vagas distribuídas nas áreas Médica, Assistencial e Administrativa, autorizadas por meio da publicação de diversas portarias.

Vagas por edital

- Edital nº 02/2015: 837 vagas na área Médica, nas especialidades de: Cancerologia Clínica, Anestesiologia, Cardiologia, Cirurgia Pediátrica, Hematologia e Hemoterapia, Patologia, Cirurgia Cardiovascular, Endoscopia Respiratória, Ginecologia e Obstetrícia, Nutrologia Pediátrica, Reumatologia, Ultrassonografia em Ginecologia e Obstetrícia, Medicina Intensiva e diversas outras (confira a lista completa no anexo do edital). O salário mensal da maioria dos profissionais médicos será de R$ 7.425,31, com exceção do emprego de Médico - Medicina do Trabalho, que terá salário mensal de R$ 12.375,53. -

Edital nº 03/2015: 93 vagas na área Assistencial: Físico - Física Médica - Radiodiagnóstico, Enfermeiro (diversas áreas de atuação), Técnico em Radiologia - Radioterapia, Fisioterapeuta – Saúde da Mulher, Técnico em Enfermagem, Técnico em Farmácia, entre outros empregos (confira a lista completa no respectivo edital). O salário máximo para estas ocupações será de R$ 8.887,51.

- Edital nº 04/2015: 21 vagas na área Administrativa: Analista Administrativo (várias formações e áreas de atuação), Arquiteto, Jornalista, Engenheiro Mecânico, Engenheiro Clínico, Engenheiro de Segurança do Trabalho, Engenheiro Mecânico, entre outros. O salário máximo será de R$ 8.887,51

Inscrições
De acordo com os editais retificadores, as inscrições foram prolongadas até 26 de janeiro de 2016, podendo ser feitas pela página do Instituto AOCP (www.institutoaocp.org.br), primeiramente, preenchendo o Formulário eletrônico de Solicitação de Inscrição. As taxas vão de R$ 60,00 a R$ 120,00.

Os interessados também poderão efetivar a sua inscrição por via presencial, ou por procuração legal, conforme as instruções contidas em cada edital. Demais detalhes sobre a retificação das datas estão disponíveis nos links ao final desta notícia.

Provas
A aplicação das provas objetivas está prevista para o dia 21 de fevereiro de 2016, e será realizada nas cidades de Aracaju (SE), Araguaína (TO), Belo Horizonte, Uberaba (MG), Brasília (DF), Campo Grande, Grande Dourados (MS), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal, Santa Cruz (RN), Pelotas, Santa Maria (RS), Petrolina, Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo, São Carlos (SP), São Luis (MA), Teresina (PI) e Vitória (ES).

Consulta aos editais, anexos e demais atualizações: 
Edital 02: http://www.institutoaocp.org.br/concurso.jsp?id=89
Edital 03: http://www.institutoaocp.org.br/concurso.jsp?id=90
Edital 04: http://www.institutoaocp.org.br/concurso.jsp?id=91

Documentos encontram-se também no site da EBSERH (http://www.ebserh.gov.br).

Prefeitura de Bugre – MG anuncia processo seletivo

Publicado o aviso do edital n.º001/2016 de processo seletivo, da Prefeitura de Bugre, em Minas Gerais, que é destinado à contratação de profissionais para Agente Administrativo, Auxiliar Administrativo, Agente Comunitário de Saúde, Agente Epidemiológico, Assistente de Saúde, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Biblioteca, Chefe de Serviços, Eletricista, Enfermeiro, Gari, Farmacêutico, Fonoaudiólogo, Motorista, Operador de Maquinas Pesadas, Professor da Educação Básica, Recepcionista, Servente Escolar e Técnico de Higiene Dental.

As inscrições, com taxa no valor de R$ 80,00, serão recebidas até 15 de janeiro de 2016, na sede da Prefeitura Municipal de Bugre.

Os candidatos farão as provas na data provável de 13 de fevereiro de 2016.

O aviso do edital foi publicado no Diário Oficial de Minas Gerais - Publicações de Terceiros e Editais de Comarcas - Caderno 2, do dia 14 de janeiro de 2016, pág. 4.

Prefeitura de Paulo Lopes - SC abre processo seletivo

A Prefeitura de Paulo Lopes, em Santa Catarina, através da empresa Acesse Concursos Ltda, publicou edital de processo seletivo n°01/2016, destinado ao provimento de vagas para cargos de todos os níveis de instruções. O salários vão até R$ 8.620,66 em carga horária que varia de 10 a 40 horas semanais.

Benefícios
Para todos os contratados, além do vencimento, haverá mais R$ 200,00 de vale alimentação; Para os cargos de professor além do vale alimentação, será permitido 20% de regência sobre o vencimento.

Cargos
As chances são para Professores habilitados e não habilitados, nas área de Alfabetizador, Educação Infantil, Anos Iniciais, Segundo, AEE, Educação Física, Artes, Inglês, História, Geografia, Ciências, Matemática, Língua Portuguesa, Ensino Religioso, Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculo, Motorista, Auxiliar de Serviços Gerais, Fisioterapeuta, Médico Clínico Geral, Enfermeiro ESF, Médico ESF, Psicólogo, Assistente Social e Agente Comunitário de Saúde.

Inscrições
O candidato deverá acessar o site www.acesseconcursossc.com.br e efetuar sua inscrição até o dia 21 de janeiro de 2016. A taxa de inscrição é de R$ 30,00 para todos os cargos

Provas
A prova objetiva para todos os inscritos será aplicada na data provável de 31 de janeiro de 2016, com início às 09h e término às 12h, na Escola Básica DR. Ivo Silveira, situada na rua Manoel Elizandro da Silveira, 521, Bairro Penha, Paulo Lopes - SC.

Gabaritos
A publicação do gabarito provisório sairá na data prevista de 31 de janeiro de 2016. Já a homologação do resultado final será no dia 15 de fevereiro de 2016.

Validade
Este processo seletivo terá validade de um ano, a contar de sua homologação final.

Prefeitura de Laranjal - MG anuncia processo seletivo

Anunciada a realização do processo seletivo n.º 01/2016 com o objetivo de contratar temporariamente três profissionais de nível superior para o quadro da Prefeitura de Laranjal, em Minas Gerais.

Os salários podem chegar a R$ 10.500,00 em regime de trabalho de 40 horas semanais. Cargos: Enfermeiro(a), Médico(a) e Odontólogo(a).

As inscrições serão gratuitas e realizadas em formulário padrão, na sede da Prefeitura Municipal de Laranjal, no setor de Recursos, até 20 de janeiro de 2016, das 12h às 17h.

Documentação necessária para inscrição:

  • Cópia Carteira de Identidade;
  • Cópia Cadastro Nacional de Pessoa Física (CPF);
  • Cópia do Diploma do Curso compatível com a função concorrida;
  • Cópia do Registro no Conselho Regional caso seja exigência da função concorrida;
  • Título de Eleitor, com comprovante de votação da última eleição ou certidão de quitação eleitoral;
  • Alistamento Militar, somente do sexo masculino;
  • Comprovante de Residência;
  • Atestado de Antecedentes Criminais, requerido através do site wws.pc.mg.gov.br/atestado/solicitarsel.do;
  • Certidão de contagem de tempo de serviço ou cópia autenticada da Carteira de Trabalho ou do contrato de trabalho;
  • Cópia dos Diplomas,
  • Certificados e Declarações.

A seleção constará de análise de títulos e pontuação por tempo de serviço prestado.

A validade do processo seletivo será de um ano, contado da data da divulgação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Edital publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, do dia 14 de janeiro de 2016, a partir da pág. 37.

Concurso Prefeitura de Mãe d'Água - PB

A Prefeitura de Mãe d'Água, na Paraíba, lançou edital de concurso público n° 001/2016, com a finalidade de preencher 19 vagas, mais cadastro de reserva, para cargos de níveis médio, médio/técnico e superior, por ganhos de até R$ 1.349,80 em carga horária de 20 a 40 horas por semana.

O concurso será executado através da Contemax – Consultoria Técnica e Planejamento Ltda. Oportunidads são para Advogado, Assistente Social, Digitador, Educador Físico, Educador Social, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico, Nutricionista, Odontólogo, Orientador Social, Psicólogo, Psicólogo Clínico e Técnico do SUAS.

As inscrições deverão ser efetuadas até 12 de fevereiro de 2016, exclusivamente pela internet, no site www.contemax consultoria.com.br.

As taxas variam para cargos de médio e Técnico R$ 80,00 e para nível superior será de R$ 100,00. A prova objetiva será realizada, preferencialmente, no Município de Mãe d'Água, na data provável de 28 de fevereiro de 2016.

O horário e local da prova serão divulgados no site da Contemax Consultoria Técnica e Planejamento Ltda, no endereço: www.contemaxconsultoria.com.br, em 05 de fevereiro de 2016.

O gabarito sairá na data prevista de 29 de fevereiro de 2016.

O prazo de validade deste certame será de dois anos, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado.

Prefeitura de Alambari - SP abre processo seletivo

A Prefeitura de Alambari, em São Paulo, tornou público dois editais de processo seletivo, visando selecionar profissionais de ensino fundamental, médio e superior, para preencher 24 vagas imediatas. Os certames ficam sob a responsabilidade da empresa PubliConsult.

O edital nº 1/2016 dispõe de 11 vagas nos cargos de Cirurgião Dentista do PSF, Enfermeiro - NASF, Enfermeiro - PACS, Enfermeiro do PSF, Médico do PSF, Motorista / Socorrista do SAMU e Técnico de Enfermagem do SAMU.

Já o edital nº 2/2016 tem 13 oportunidades no cargo de Monitor do Transporte Escolar. Os vencimentos ofertados vão de R$ 880,00 a R$ 6.575,62, em jornadas de trabalho de 20 a 44 horas semanais ou plantão de 12x36 horas.

As inscrições serão aceitas a partir de 16 de janeiro de 2016 até 31 de janeiro de 2016, através do site: www.publiconsult.com.br.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 20,00 (ensino fundamental), R$ 30,00 (ensino médio) e R$ 40,00 (ensino superior).

A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 14 de fevereiro de 2016, no município de Alambari/SP, em local e horário a serem previamente comunicados através do site acessado para efetuar a inscrição.

O processo seletivo nº 1/2016 terá validade de um ano. Já o seletivo de nº 2/2016 será válido até o dia 31 de dezembro de 2016, não sendo prorrogável.

Concurso Prefeitura e Câmara de Nova União - RO

A Prefeitura e a Câmara de Nova União, em Rondônia, através do Instituto Exatus Ltda - ME, tendo em vista o resultado do processo administrativo 539/2013, tornam público que realizarão seleção através de concurso público para provimento de cargos e cadastro reserva do quadro de servidores.

O edital n° 01/2016, oferta 107 vagas, sendo 17 imediatas e 90 para formação de cadastro de reserva, nos cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os rendimentos variam de R$ 788,00 a R$ 5.998,23 em carga horária de 20 a 40 horas por semana.

Cargos
A Prefeitura distribui 101 vagas para administrador, assistente social, contabilista, enfermeiro, engenheiro florestal, engenheiro agrônomo, engenheiro civil, médico fisioterapeuta, médico pediatra, médico clínico geral, nutricionista, odontólogo, psicólogo, professor de educação física, professor de matemática, professor de português e literatura, professor de ciências e biologia, professor de história, professor de geografia, professor de inglês, bioquímico, farmacêutico, tecnólogo em informática, professor do ensino infantil e séries iniciais, agente administrativo, agente de controle interno, agente de fiscalização e receita, técnico desenhista cadista, técnico em bioquímica, técnico em enfermagem, técnico em radiologia, técnico em eletricidade, agente comunitário de saúde, motorista de veículo pesado, motorista de veículo, operador de máquinas pesadas e trator. Já na Câmara de vereadores serão providas seis vagas para assessor jurídico, controlador interno, contador, agente administrativo, motorista de veículo e agente de limpeza e conservação.

Inscrições
As inscrições serão feitas até às 18h de 15 de fevereiro de 2016, através do endereço eletrônico www.institutoexatus.com.

Taxas
Para cargos de nível superior R$ 100,00; Cargos de Nível Médio e Técnico R$ 70,00; Cargos de Níveis Elementar e Fundamental R$ 50,00. O pagamento das inscrições será feito por meio de boleto bancário emitido no ato da inscrição.

Provas
O concurso terá aplicação de provas objetivas para todos, mais prova prática para os candidatos aos cargos de Motorista de Veículo Pesado, Operador de Máquinas Pesadas e Trator e Motorista de Veículo, além de prova de títulos para os candidatos de nível superior.

As provas escritas estão previstas para serem realizadas provavelmente no dia 28 de fevereiro de 2016.

A divulgação dos locais da prova escrita e Homologação das Inscrições será feita em 22 de fevereiro de 2016, pelo próprio Edital de Homologação das Inscrições, contendo os nomes de todos os inscritos, separados por cargo.

Já as provas práticas e de títulos estão previstas para serem realizadas na data prevista 27 de março de 2016, em locais e horários que serão posteriormente definidos no edital de convocação das provas práticas e de títulos. Se necessário poderão ser criados dias, horários e locais alternativos para a aplicação das provas.

Gabaritos
Os gabaritos com as respostas corretas das provas escritas estão previstos para serem divulgados na noite de 28 de fevereiro de 2016, a partir das 22 horas no endereço eletrônico www.institutoexatus.com.

Validade
O concurso terá validade de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período a critério da Administração.

Processo Seletivo Prefeitura de Votorantim - SP

A Prefeitura de Votorantim, em São Paulo, abre processo seletivo nº 1/2016. A intenção é suprir dez vagas em cargo de ensino médio completo, por tempo determinado.

As chances são para Agente de Controle de Endemias e o salário previsto é de R$ 1.113,75 mais R$ 324,95 de adicional de insalubridade, em carga horária de 40 horas por semana.

Os interessados devem realizar suas inscrições no período de 18 de janeiro a 11 de fevereiro de 2016, através do site www.publiconsult.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 17,76.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 28 de fevereiro de 2016, às 9h, em local a ser comunicado com antecedência no site acessado para efetuar a inscrição.

O processo seletivo terá validade de um ano, sendo facultada a sua prorrogação, uma vez, por igual período.

Concurso Prefeitura de Uruburetama - CE

Publicado o extrato do edital n.º 1/2016 para a realização de concurso público da Prefeitura de Uruburetama, no Ceará. O concurso destina-se ao preenchimento de 606 vagas, sendo 159 imediatas e 447 para cadastro reserva para vagas de todos os níveis de escolaridade.

As chances saõ para Auxiliar de Saúde Bucal, Agente Administrativo, Analista de Controle Interno, Auxiliar de Farmácia, Fiscal de Obras, Fiscal de Tributos Municipais, Fiscal de Vigilância Sanitária, Secretário Escolar, Técnico de Enfermagem, Técnico em Radiologia, Assistente Social, Bibliotecário, Educador Físico, Enfermeiro, Farmacêutico Bioquímico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico, Nutricionista, Odontólogo, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Veterinário, Professor PEB I (Pedagogo), Professor PEB II - ArtesEducação, Professor PEB II - Ciências, Professor PEB II - Educação Física, Professor PEB II - Ensino Religioso, Professor PEB II - Geografia, Professor PEB II - História, Professor PEB II - Inglês, Professor PEB II - Libras, Professor PEB II - Matemática, Professor PEB II - Português, Professor de Educação Infantil e Psicopedagogo.

Os candidatos aptos habilitados irão receber salários de até R$ 8.334,00.

As inscrições serão realizadas, exclusivamente pela internet, no www.cetrede.com.br, no período entre 18 de janeiro e 18 de fevereiro de 2016, das 7h às 23h. O extrato do edital foi publicado no Diário Oficial da União, do dia 13 de janeiro de 2016, pág. 171.

Patentes: Quais medicamentos perderão a proteção em 2016?

No ano de 2016, grandes mudanças irão acontecer no mercado farmacêutico. Vários medicamentos perderão a proteção do registro de patente, assim o espaço ficará livre para os fabricantes de genéricos

Para a indústria que investe no desenvolvimento de medicamentos tem em média 95% de insucesso no desenvolvimento dos medicamentos. Da parcela restante, 5%, apenas 2 de 10 medicamentos recuperam os custos de investigação e desenvolvimento.

Uma vez que o medicamento perde a proteção promovida pela patente, a indústria do genérico conquista 90% das vendas.

Em média, o custo na produção do genérico é 80% menor do que o medicamento patenteado.

A AstraZeneca possui dois medicamentos, Crestor e Seroquel XR, que perderão a proteção. As drogas geram anualmente 7,34 bilhões de doláres para a indústria farmacêutica. As outras indústrias que mais perderão são a Daiichi Sankyo (3,08 bilhões de doláres), Merck (2,06 bilhões de doláres) e Abbott (1,96 bilhões de doláres).

Várias indústrias pelo mundo perderão a proteção, os medicamentos são:
Kaletra e Norvir (Abbott)

Aczone (Allergan)

Crestor e Seroquel XR (AstraZeneca)

Solaraze (Bioglan)

Nuvigil (Teva) Azor,

Tribenzor e Benicar (Daiichi Sankyo)

Targretin cápsulas e AcipHex Sprinkle (Eisai)

Prialt (Perrigo)

Ambisome (Gilead)

Trizivir, Epivir-HBV e Advair Diskus (GlaxoSmithKline) 

Qutenza (Acorda Therapeutics)

Enablex (Novartis) Tygacil (Pfizer)

Visudyne e Glumetza (Valeant)

Zetia (Merck)

Intuniv (Shire)

Epzicom (ViiV HealthCare)

Muse (Vivus) 

Fonte: MedCityNews

Medicamentos: Setor teme que sejam necessários abatimentos nos descontos

Aumento de impostos em 12 estados pode afetar preço de medicamentos

Setor teme que sejam necessários abatimentos nos descontosApesar dos medicamentos no Brasil terem uma das mais altas cargas tributárias do mundo, 12 estados decidiram aumentar ainda mais o percentual de um dos principais impostos do setor, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), alegando problema de arrecadação por conta da crise econômica. O ICMS incide sobre todos os medicamentos comercializados no Brasil.

A maioria dos reajustes é de 1,2%, sendo que no Rio de Janeiro o imposto passou de 19% para 20%. Com isso, o setor teme que sejam necessários abatimentos nos descontos.

Veja os estados e o reajuste de ICMS previsto para 2016:

ESTADO ALÍQUOTA 2015 ALÍQUOTA 2016 Início da Vigência
Medicamentos Medicamentos 

Amapá 17% 18% 01/02/2016

Amazonas 17% 18% 06/01/2016

Bahia 17% 18% 10/03/2016

Maranhão 17% 18% 01/01/2016

Paraíba 17% 18% 30/12/2015

Pernambuco 17% 18% 01/01/2016

Rio de Janeiro 19% 20% 28/03/2016

Rio Grande do Norte 17% 18% 28/01/2016

Rio Grande do Sul 17% 18% 01/01/2016

Rondônia 17% 17,5% 21/03/2016

Sergipe 17% 18% 01/01/2016

Tocantins 17% 18% 01/01/2016

Hoje, os medicamentos no Brasil têm 34% do preço composto por tributos. O aumento da carga tributária pode forçar uma redução dos descontos oferecidos no varejo, especialmente porque a indústria farmacêutica também está sendo impactada por outros custos, como a desvalorização do Real e o preço da energia. “Se os descontos forem reduzidos e, por consequência, o preço do medicamento subir, há o risco de perder mercado. Por outro lado, o custo da indústria também está aumentando”, afirma Antônio Britto, presidente-executivo da Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma), Antônio Britto.

Guia da Farmácia

Alzheimer reduz sensibilidade gustativa ao sal, diz pesquisa

Estudo da USP mostrou que pessoas com a doença têm mais dificuldade para sentir o gosto salgado

Estudo pesquisou 130 pessoas; entre os idosos com Alzheimer, a sensibilidade ao sal era menor
Pixabay/Creative Commons
Estudo pesquisou 130 pessoas; entre idosos com Alzheimer, a sensibilidade ao sal era menor

Vários estudos mostram que, com o passar dos anos, as pessoas têm a sensibilidade gustativa em relação ao sal diminuída. Mas o que preocupa a comunidade de saúde é o fato dessa redução da capacidade de sentir os sabores se acentuar em presença de doenças como o Alzheimer.

Para entender a relação da sensibilidade gustativa com a doença de Alzheimer, a nutricionista e pesquisadora Patrícia Contri, do setor de geriatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP, estudou cerca de 130 pessoas.

Ela comparou diversos parâmetros, como idade, saúde, hábito alimentar, índice de massa corporal (IMC) e sensibilidade gustativa, de 30 adultos entre 30 e 50 anos; 30 idosos sem Alzheimer; 23 em estágio moderado da doença e 37 em estágio leve.

Os resultados mostraram que a doença de Alzheimer está diretamente associada com o prejuízo da sensibilidade gustativa. A percepção do gosto salgado ficou prejudicada desde o estágio inicial da doença. E, com avanço, verificou-se que essas pessoas também sentem menos os gostos doce e amargo.

O paladar pelos sabores básicos – doce, salgado, ácido, amargo – foi observado pela pontuação dada pelos participantes do estudo. Cada um deles recebeu tiras com quatro concentrações diferentes de cada sabor e duas, sem gosto. “A diminuição da sensibilidade gustativa ocorreu em 26% dos idosos com a doença moderada; 8,1%, com a doença leve e 3,3%, sem a doença”, afirma Patrícia.

A nutricionista adianta que, com a idade, a função de identificar os gostos pode ficar prejudicada. Mas esse problema nas pessoas com Alzheimer se agrava com o avanço da doença. E o fato preocupa, pois a dificuldade na identificação dos gostos pode acentuar danos nutricionais nos idosos e agravar indiretamente a saúde.

Desnutrição em idosos
Os resultados desse estudo “podem contribuir para atuação prática do profissional na área da saúde que trabalha com o idoso que tem a doença de Alzheimer”, afirma Patrícia, já que oferece informações importantes para tornar as refeições mais agradáveis e atrativas.

Patricia adianta que se deve ter cautela com orientações nutricionais restritivas para evitar possíveis complicações associadas à subnutrição.

Ela alerta também para que a dificuldade em reconhecer o gosto salgado não seja usada de forma isolada como um indicador no diagnóstico clínico da doença na população em geral.

“Pode ser utilizado como método complementar para auxiliar a diferenciação de indivíduos com alteração cognitiva, em um contexto clínico. Porém, o mais importante é permitir identificar o momento certo para uma intervenção nutricional precoce, prevenindo a desnutrição nestes idosos”, adverte.

Segundo Patrícia, na literatura, existem poucos trabalhos que avaliaram a sensibilidade gustativa em idosos com a doença de Alzheimer. Os estudos já realizados apresentam limitações como pequeno número de pessoas analisadas e inclusão de indivíduos com mais de uma doença o que afeta o paladar.

“Não existem pesquisas com este tema em idosos com a doença de Alzheimer, relacionando a progressão da doença”. O trabalho Associação da gravidade da demência devido à doença de Alzheimer com o paladar de idosos foi apresentado pela nutricionista Patrícia Contri, em novembro, à FMRP para a obtenção do título de doutorado. A tese foi orientada pelo professor da área Geriatria do Departamento de Clínica Médica da FMRP, Julio Cesar Moriguti.

Doença de Alzheimer
O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa que cresce mundialmente conforme a população acima dos 65 anos de idade aumenta. Estima-se que o crescimento da incidência da doença dobre a cada 20 anos.

Dados da Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz) mostram que cerca de 1,2 milhão de brasileiros e de 35,6 milhões ao redor do mundo possuem a doença.

A patologia foi descrita pela primeira vez em 1906 pelo psiquiatra e neuropatologista alemão, Alois Alzheimer. É caracterizada pela perda das funções cognitivas como: memória, atenção, linguagem e orientação. Não se sabe ao certo as causas da doença, que ainda é incurável. O único tratamento existente melhora os sintomas da doença, não sendo possível evitar sua progressão ou regressão.

iG

Sal de ervas é opção para reduzir sódio; veja qual erva usar com cada alimento

Nutricionistas indicam receitas simples e fáceis para substituir o produto convencional e ainda garantir sabor aos pratos

O sal é capaz de realçar o sabor e dar um gostinho a mais na comida. Entretanto, o abuso do ingrediente traz problemas. Se consumido em excesso, o sódio pode causar hipertensão, pedras nos rins, AVC e infarto, além de agravar a osteoporose, afetar o paladar e acelerar o envelhecimento. E segundo pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o sal de cozinha é responsável por 71,5% da ingestão de sódio pelo brasileiro.

Uma saída é reduzir o sal no preparo dos alimentos. E para não ter uma comida sem graça no final do preparo, aposte nas ervas. A mistura é simples e acumula os efeitos benéficos das plantas que podem variar de acordo com a preferência de cada um.

A receita básica inclui: sal grosso, orégano, alecrim e estragão(veja detalhes abaixo). O orégano tem alto poder antioxidante e propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas. O alecrim tem ação antioxidante e cicatrizante, inibindo o crescimento de bactérias, e o estragão ajuda na digestão e é diurético.

Leia também:

Sal de ervas é boa opção para reduzir sódio na comida


"Ervas frescas entram como a melhor opção para temperar as refeições, pois ervas secas já não possuem grandes quantidades dos seus componentes bioativos, que atuam como antioxidantes e anti-inflamatórios no organismo", explica a nutricionista clínica Regina Moraes Teixeira

Glutamato monossódico
A nutricionista Elaine de Pádua, da DNA Nutri, aponta outra vantagem no uso do próprio tempero caseiro. “O condimento não terá o glutamato monossódico, um intensificador de sabor capaz de causar dores de cabeça constantes”, alerta.

Pesquisadores identificaram que a ingestão de 5g diárias de glutamato monossódico aumentou em 30% a propensão a ganhar peso em homens e mulheres. A especialista afirma que em apenas dois meses é possível modificar o paladar e sentir menos falta do sal puro na alimentação.

Sódio x saúde
A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que a quantidade diária ingerida não ultrapasse 5 gramas (o equivalente a 2,4 gramas de sódio). Estudos já constataram que o brasileiro consome o dobro disso. Neste montante está incluso não apenas o sal de cozinha, mas também todo e qualquer alimento que contenha sódio, principalmente os industrializados.

“O excesso de sal é cumulativo, principalmente nas mulheres”, afirma a nutricionista Luciana Harfenist, da Clínica de Nutrição Funcional que leva seu nome. Duas pitadas a menos de sal por dia reduzem em até 13% o risco cardíaco, de acordo com uma recente pesquisa canadenese.

Faça misturas ou troque o sal por ervas
Sabendo dos problemas e riscos do consumo excessivo de sódio, mãos à obra. Nutricionistas ensinam como misturar o sal a ervas e garantir uma alimentação mais saudável.

Receita de sal de ervas

1 xícara de chá de sal grosso

1 xícara de chá de orégano

1 xícara de chá de alecrim

1 xícara de chá de estragão Lavar bem as ervas e secá-las com um pano limpo.

Depois, colocá-las junto com o sal no liquidificador ou no processador de alimentos e triturar tudo. Guardar a mistura em um recipiente fechado, em local fresco e seco.

Receitas de sal de ervas marinho

10g de alecrim*

25g de manjericão*

15g de orégano*

10g de salsinha*

100g de sal marinho

*Quantidades relativas ao peso das embalagens da erva seca disponíveis no mercado. Bater os ingredientes no liquidificador. Guardar em pote de vidro bem fechado. Usar no lugar do sal comum.

Adeus, sal
Também é possível fazer uma mistura de ervas e abrir mão do sal no tempero, como nessas receitas de Regina Moraes Teixeira:

Mistura de ervas para peixes e legumes:
1 colher de sopa de manjericão seco

1 colher de sopa de salsinha seca picada

2 folhas de louro seco picadas

1 colher de chá de alecrim seco

Casca de limão ralada

Misturar bem todos os ingredientes e conservar tampado em geladeira.

Mistura de ervas para assados (carne de boi, porco e aves):
1 colher de sopa de coentro em grão ou em pó

4 colheres de sopa de louro em pó

3 colheres de sopa de manjericão seco

2 colheres de sopa de cravo

1 colher de sopa de mostarda em grão

2 colheres de sopa de pimenta do reino branca em grão.

Bater todos os ingredientes no liquidificador e guardar tampado na geladeira.

Quem combina com quem?
A nutricionista ainda elabora uma lista de quais alimentos combinam com quais ervas.

Confira:
Arroz: salsa, açafrão, cúrcuma.

Aves: sálvia, alecrim.

Carnes vermelhas: sálvia, louro, alecrim, tomilho, salsa.

Feijão ou lentilha: louro, manjericão, salsa, zimbro.

Massas: manjericão, manjerona, alecrim.

Ovos: salsinha, manjericão.

Peixes: coentro, salvia, alecrim, tomilho, açafrão.

Saladas: hortelã, salas, erva-doce.

Sopas: louro, erva-doce, manjerona, pimenta, salsa, alecrim

Foto: Reprodução

iG

Enzima reduz efeitos tóxicos do excesso de açúcar

G3PP atua contra as consequências do consumo exagerado de doces

Um time de cientistas canadenses descobriu, dentro do corpo humano, uma potencial arma contra as consequências nocivas do consumo exagerado de doces. Pesquisadores da Universidade de Montreal identificaram uma enzima capaz de reduzir os efeitos tóxicos do excesso de açúcar no organismo, fazendo com que o corpo absorva apenas uma quantidade benéfica de glicose. O achado pode abrir caminho para o desenvolvimento de novos tratamentos para obesidade e diabetes tipo 2 — aquele contraído ao longo da vida por causa, especialmente, de maus hábitos alimentares.

Chamada de glicerol 3-fosfato fosfatase (G3PP, na denominação em inglês), a tal enzima tem papel-chave na regulação da quantidade de glicose que cada célula utiliza. Segundo os autores da pesquisa, publicada ontem na revista “Proceedings of the National Academy of Sciences”, a G3PP está presente em todos os tecidos do corpo de mamíferos e pode ter um efeito “detox” no organismo, eliminando o excedente de glicose.

Esta enzima é um dos principais agentes que participam da quebra das moléculas de açúcar dentro das células. Porém, esse processo sempre gera um subproduto — chamado de glicerol-3 fosfato — que, quando em excesso, é tóxico ao organismo: prejudica vários tecidos e danifica as células-beta do pâncreas, que são as produtoras de insulina, hormônio que regula o nível de glicose no corpo. O que chamou a atenção dos cientistas canadenses foi a característica única da enzima G3PP de transformar o glicerol-3 fosfato em glicerol simples e retirá-lo da célula, impedindo, assim, que atinja os órgãos.

— Quando a glicose está anormalmente elevada no corpo, o glicerol-3 fosfato derivado da glicose atinge níveis excessivos dentro das células. Este metabolismo exagerado pode danificar vários tecidos. Constatamos que a G3PP é capaz de repartir uma grande parcela deste excesso de glicerol-3 fosfato e desviá-lo para fora da célula, protegendo, assim, as células-beta produtoras de insulina e vários órgãos dos efeitos tóxicos gerados pelo alto nível de glicose — explica o cientista Marc Prentki, um dos autores do estudo.

Droga ainda deve demorar
De acordo com a pesquisa, o corpo não produz, naturalmente, uma quantidade de G3PP suficiente para inibir os efeitos do excesso de glicose que levam ao diabetes. A equipe quer descobrir quais são “as pequenas moléculas ativadoras de G3PP”, para desvendar o que exatamente impulsiona essa enzima a entrar em ação. O objetivo é, no futuro, desenvolver drogas para tratar distúrbios metabólicos, obesidade e diabetes tipo 2. Para que isso aconteça, porém, ainda faltam muitas pesquisas. De acordo com a presidente da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, Olga Amancio, pode levar décadas entre a descoberta de uma molécula como esta e o lançamento de uma droga a partir dela.

— É preciso ter outras pesquisas do mesmo grupo e de outras equipes até que essa descoberta se consolide. É um resultado muito interessante, e será ótimo se realmente servir para diabéticos. Mas ainda temos muitas perguntas a serem respondidas: será que esta enzima só funciona até certo ponto e é por isso que a gente engorda? Será que algumas pessoas, dependendo da herança genética, podem tirar mais proveito dessa enzima? São dúvidas que somente novos estudos esclarecerão — analisa Olga. Para Marc Prentki, não se pode negar que a pesquisa abre horizontes em relação à compreensão do metabolismo.

— Desde a década de 1960, é muito raro encontrar uma nova enzima no coração do sistema metabólico em todos os tecidos de mamíferos, e é provável que esta enzima passe a fazer parte dos manuais de bioquímica — acredita o canadense.

Cerca de 50g de açúcar por dia
Segundo recomendação feita no ano passado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo diário de açúcar não deve ultrapassar 10% das calorias ingeridas diariamente, em uma dieta saudável, o que representa cerca de 50g. Neste cálculo, não entra o açúcar presente naturalmente em frutas, verduras, legumes e leite fresco. Ao contrário, o consumo desses alimentos in natura é estimulado pela OMS para toda a população, em todas as faixas etárias. A restrição a 10% se refere ao açúcar de produtos industrializados, como biscoitos, bolos e refrigerantes

 — Em geral, entende-se que até 60% da dieta podem ser compostos por carboidratos, o que inclui os diversos tipos de açúcar. A preferência, claro, deve ser dada a ingredientes naturais — esclarece o endocrinologista Pedro Assed, pesquisador do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (Iede). De acordo com Assed, o grande malefício do excesso de açúcar no nosso corpo é um “estresse oxidativo no organismo”.

— O indivíduo com diabetes tem mais risco de ter cegueira, doenças do coração etc. O processo de quebra de glicose é danoso a diversas partes do corpo. A grande ideia da pesquisa é que essa quebra passe a ser inofensiva.

O Globo

Anvisa proíbe comercialização de medicamento sem registro

A Anvisa proibiu a importação, distribuição, comercialização e uso do produto Todapox (dapoxetina +tadalafil ), além da divulgação no site www.farmarciabrasil.com.br

O produto não tem registro e estava sendo vendido irregularmente.

A Anvisa determinou, ainda, a apreensão e inutilização das unidades existentes no mercado.

A medida está na Resolução 87/2016 publicada quinta-feira (14/01), no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA