Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Burocracia dificulta importação de material de pesquisa, dizem cientistas

Pesquisadores da Unicamp desenvolveram material para auxiliar na cicatrização (Foto: Reprodução/ EPTV)
Foto: Reprodução/ EPTV
Pesquisadores reclamam da demora para receber insumos importados
Demora pode manchar imagem da pesquisa brasileira, afirmam. Anvisa e Receita Federal dizem cumprir prazos corretamente
 
O excesso de burocracia de órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Receita Federal têm atrasado a liberação de insumos importados para pesquisas científicas realizadas por diversas instituições brasileiras, emperrando o desenvolvimento científico do país, de acordo com pesquisadores ouvidos pelo G1.
 
Segundo eles, a exigência de documentos, termos de responsabilidade e pagamento de taxas para liberação de materiais -- que acabam não acontecendo na data prevista -- pode manchar a imagem da pesquisa brasileira com instituições do exterior.
 
O caso mais recente foi divulgado na internet pela pesquisadora Lygia da Veiga Pereira, do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (USP).
 
Segundo ela, células-tronco utilizadas em sua investigação foram enviadas em um pacote com gelo seco pela Universidade Harvard, nos Estados Unidos, e ficaram retidas no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP) entre o dia 5 e 14 de dezembro, quando foram liberadas pela da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) após o preenchimento de vários documentos.
 
Sua preocupação era que o material genético pudesse estragar devido ao tempo de espera para liberação, considerado demorado pela pesquisadora.

O material chegou para a cientista no último dia 17 e, aparentemente, as células estão em bom estado. No entanto, segundo Lygia, há relatos de cientistas que passaram por experiência parecida que não tiveram a mesma sorte porque os materiais estragaram.
 
“Pedem para internacionalizar a pesquisa e, quando a gente faz isso, tem essas barreiras legais. Existe um labirinto jurídico que nem o próprio governo consegue resolver”, disse. Sobre o caso de Lygia da Veiga, a Anvisa afirma que a carga só foi apresentada para inspeção no dia 10 e liberada no mesmo dia.
 
Problemas não são pontuais, diz entidade
Com mais de 2.600 associados, a Sociedade Brasileira de Profissionais em Pesquisa Clínica (SBPPC), que integra cientistas atuantes em pesquisas com humanos, afirma existirem dificuldades para importação de vários materiais necessários para dar continuidade aos trabalhos.

Entre os itens estão camundongos próprios para análises, tecidos de cultura celular, kits de laboratório e diagnósticos.

Greyce Lousana, presidente-executiva da SBPPC, aponta falta de comunicação entre os órgãos federais de fiscalização. A Anvisa, afirma, exige uma série de documentos, mas quando “chega na ponta”, ou seja, nos portos e aeroportos, a falta de diálogo trava a liberação. “Como se já não bastasse a dificuldade na condução da pesquisa, temos problemas para conseguir insumos para ela”, explica.
 
Cláudia Vasconcelos, médica do Grupo Brasileiro de Estudos do Câncer de Mama, que conta com 60 médicos de 38 hospitais do país, relata ainda dificuldades na exportação de materiais para análise de instituições do exterior.
 
Ela conta que não conseguiu enviar amostras de tumores mamários para fora do Brasil por conta da burocracia da Anvisa. "O governo não enxerga que não são os cientistas que perdem, mas sim os pacientes e a economia", critica.

Anvisa alega desconhecer problemas
De acordo com a Anvisa, baseada na resolução 01/2008, que são diretrizes técnico-administrativas para importação de materiais, o prazo para liberação de material para pesquisa no Brasil é atualmente de 24 horas “e tem sido cumprido pela agência”.
 
“Isto só não é possível quando não há informação correta de identificação do material que o classifique como material de pesquisa”, complementa a agência federal, que afirma desconhecer quaisquer problemas registrados por outros cientistas. “Temos pouquíssimos questionamentos de pesquisadores sobre este assunto”.

A Receita Federal informou que trabalha para diminuir o tempo de espera na importação de produtos voltados à pesquisa científica. De acordo com o órgão, já existem procedimentos simplificados para importações voltadas à ciência.

Além disso, segundo a Receita, o tempo médio para liberação de mercadorias pela alfândega destinadas a cientistas, pesquisadores e entidades ligadas ao CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) caiu de 7,34 dias, em 2006, para 1,1 dia, em 2013.

Mudança na legislação
Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), disse que no Brasil a pesquisa está “totalmente burocratizada”.
 
“Qualquer pesquisa tem dificuldade de importação: desde a Receita Federal, passando pela Anvisa.
 
As importações no Brasil [voltadas para ciência], as mais rápidas, levam seis meses. Vários laboratórios de multinacionais estão nos abandonando e indo para outros países. A ciência não caminha na velocidade em que caminham os papeis”, diz a presidente.
 
Segundo ela, a SBPC articula junto ao Congresso a PEC 290, já aprovada na Comissão Especial da Câmara, que altera e adiciona dispositivos na Constituição Federal para atualizar o tratamento das atividades de ciência, tecnologia e inovação.
 
Além disso, está em análise no governo uma proposta de Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que, segundo Helena, promete agilizar a compra de equipamentos e materiais voltados à ciência. “A lei atual é anticiência”, complementa.

G1

Homem pede retirada de aparelhos que mantêm sua mulher grávida viva

Erik Muñoz, ao lado de Marlise e do primeiro filho deles, luta para os aparelhos que mantém sua mulher viva sejam desligados (Foto: Divulgação/ Facebook/ Erick Muñoz)
Foto: Reprodução/ Facebook/ Erick Muñoz
Erik Muñoz, ao lado de Marlise e do primeiro filho deles,
luta para os aparelhos que mantêm sua mulher viva
sejam desligados
Antes de ficar inconsciente, ela disse que não quer viver neste estado, afirma. Lei do Texas, nos EUA, proíbe a morte consentida de pessoas grávidas
 
O americano Erick Muñoz luta para que o desejo de sua mulher, de não depender de máquinas para viver, seja realizado. No entanto, uma lei do estado do Texas, onde ela está internada sem consciência, determina que uma paciente não pode ter tratamento de suporte à vida interrompido caso esteja grávida. E este é o caso de Marlise Muñoz.
 
No dia 26 de novembro, Marlise desmaiou no chão da sala de sua casa. Ela foi atendida pelo marido, que é paramédico, e levada ao hospital John Peter Smith, na cidade de Fort Worth, no Texas. Na ocasião, ela estava em sua 14ª semana de gestação. Segundo familiares disseram ao rede de TV ABC, os médicos suspeitavam de que ela sofria de embolia pulmonar, mas não tinham certeza.
 
Desde então, Marlise está inconsciente e sobrevive com a ajuda de aparelhos. Os médicos realizaram uma série de testes no feto e os resultados apresentaram batimento cardíaco normal.
 
No mesmo dia em que Marlise chegou ao hospital, sua família foi informada de que os médicos providenciariam todas as medidas necessárias para salvar vidas, já que ela estava grávida e deveriam seguir o Código de Saúde e Segurança do estado do Texas. Essa lei determina que uma pessoa não pode ter tratamento de suporte de vida suspendido em caso de pacientes grávidas.
 
Erick diz não concordar com a lei, porque ela impede que ele honre a promessa feita à sua mulher.
 
Após a morte trágica do irmão de Marlise, os dois haviam conversado sobre o que fazer se o pior acontecesse. Na ocasião, de acordo com Erick, ela disse que nunca queria ser mantida viva por máquinas.
 
Segundo reportagem de uma emissora da rede ABC, advogados dizem que a família de Marlise pode tentar recorrer à Justiça para ganhar uma liminar que permita que seus desejos sejam levados em conta, mas que seria difícil encontrar um juiz no Texas que aceitasse isso.
 
A próxima série de testes no feto será feita a partir de meados de fevereiro, quando os médicos poderão saber quando ele poderá ser removido em segurança.

G1

Verdadeira ou falsa, acupuntura alivia calores provocados pela quimioterapia

O tratamento com acupuntura, tanto faz se verdadeira ou falsa, alivia as ondas de calor e outros efeitos secundários da quimioterapia aplicada a pessoas com câncer de mama, de acordo com um estudo feito nos Estados Unidos divulgado nesta segunda-feira pela revista "Cancer".
 
Os pesquisadores no Centro Greenebaum do Câncer, da Universidade de Maryland, e do Centro Kimmel de Câncer, da Universidade Johns Hopkins, queriam determinar se a acupuntura podia reduzir a gravidade dos efeitos secundários vinculados com os inibidores de aromatase.
 
Estes compostos, usados para impedir que o câncer de mama reapareça depois da cirurgia, bloqueiam a sínteses do hormônio estrogênio nas pacientes pós-menopáusicas e por isso podem causar calores de moderados a graves, similares aos experimentados durante a menopausa, e problemas nos músculos e nos ossos.
 
Para a pesquisa, foram recrutadas 47 mulheres pós-menopausa com câncer de mama com receptor positivo de hormônio, nas fases 0 a III, que tinham recebido a quimioterapia por pelo menos por um mês. Metade das pacientes recebeu oito semanas de acupuntura autêntica e outras 23 uma versão falsa. Além disso, os pesquisadores colheram a informação registrada pelas participantes em anotações diárias sobre os calores desde o começo do estudo até a 12ª semana.
 
Outros questionários se referiram a sintomas da menopausa, humor, qualidade do sono, depressão, ansiedade e qualidade de vida, organizados no começo do estudo, e quatro, oito e 12 semanas mais tarde. Entre as mulheres que receberam acupuntura real os pesquisadores perceberam melhoras estatisticamente significativas quanto à depressão, a gravidade e frequência dos calores, a interferência deles na vida cotidiana e outros sintomas da menopausa.
 
Entre as que tiveram um tratamento de acupuntura falso os pesquisadores também perceberam melhoras estatisticamente significativas, mas em percentual bem melhor, na qualidade de vida, na interferência dos calores e dos outros sintomas na rotina da mulher.
 
Nos grupos com acupuntura real e com acupuntura falsa, as mulheres viram uma redução média da gravidade dos sufocos de 31 e 54%, respectivamente.
 
Para comparar os efeitos das sessões de acupuntura real com os de acupuntura falsa, a equipe usou agulhas retráteis, que não penetram na pele, postas em 14 pontos empregados na acupuntura real.
 
As agulhas não penetrantes produzem a sensação de uma picada na pele de modo que as mulheres não podiam saber se recebiam o tratamento real ou não.

EFE/R7

Mulher de 60 anos dá à luz filhas gêmeas na China

Reprodução / Site news.com.au
Sexagenária tornou-se a mulher mais idosa da China a dar à luz
Sheng Hailin, 63 anos, recebeu o tratamento de fertilização in vitro
 
Uma sexagenária tornou-se a mulher mais idosa da China a dar à luz, após trazer ao mundo, aos 60 anos, duas gêmeas concebidas mediante fertilização in vitro, noticiou nesta terça-feira (24) um jornal oficial.
 
O caso é extremamente incomum na China, que manteve por muitos anos a política do filho único, devido à idade da mulher. No resto do mundo, muitos países e clínicas impõem limites a tratamentos de fertilização in vitro, que se torna menos eficaz com a idade e devido a preocupações com o bem-estar da criança.
 
Segundo o jornal China Daily, Sheng Hailin, que hoje tem 63 anos, perdeu a primeira filha por envenenamento acidental com gás há mais de quarenta anos.
 
— Para sobreviver e me libertar da solidão, eu decidi ter outro filho, apesar da minha idade avançada.
 
Um hospital militar na cidade de Hefei (leste) concordou em dar a ela e ao marido fertilização in vitro, acrescentou o periódico. O China Daily não explicou porque Sheng foi aceita para receber o tratamento.
 
A mulher, então, deu à luz a Zhizhi, que nasceu com 1,85 kg, e Huihui, com 1,45 kg, em 25 de maio de 2010 no Hospital Nº 105 do Exército de Libertação Popular, continuou o jornal.
 
Segundo o Livro Guinness dos Recordes, a mulher de mais idade a dar à luz no mundo foi a espanhola Maria del Carmen Bousada de Lara, que teve gêmeos por cesariana em 2006, quando tinha 66 anos e 358 dias. A mulher faleceu de câncer três anos depois.
 
Por mais de trinta anos, a China implementou sua lei de planejamento familiar, algumas vezes recorrendo à brutalidade, restringindo a maior parte dos casais a ter um único filho, com algumas exceções em algumas famílias rurais cujo primeiro filho era uma menina, minorias étnicas e casais em que os dois eram filhos únicos.
 
Estima-se que um milhão de famílias em todo o país tenham perdido o único descendente desde que a medida entrou em vigor nos anos 1970 e outros quatro a sete milhões devem passar por isto nos próximos 20 a 30 anos.
 
Estas famílias enfrentam incertezas no futuro, sem ninguém para ajudá-los com as fragilidades ou os altos custos médicos trazidos pela idade avançada, e diante do sentimento de perda em uma cultura que enfatiza a família.
 
A notícia foi divulgada em um momento em que o alto comitê legislativo da China prepara-se para formalizar uma exceção mais ampla ao limite do filho único e permitir a casais em que apenas um dos membros é filho único terem dois filhos.
 
Sheng, uma funcionária de serviços médicos aposentada, e seu marido recebem boas pensões, segundo a mídia chinesa.
 
Mas Sheng voltou a trabalhar, viajando por todo o país para dar palestras sobre saúde para ganhar dinheiro extra para poder sustentar as crianças, inclusive mais de R$ 3.200 (US$ 1.600) por mês para pagar duas babás, uma vez que ela não consegue mais executar tarefas que demandam esforço físico, como dar banho nas pequenas.
 
AFP/R7

Vacina antigripal é menos eficaz nos homens do que nas mulheres

Vacina é menos eficaz nos homens do que nas mulheres
Segundo estudo, eficácia está relacionada aos altos níveis de testosterona
 
A vacina contra a gripe geralmente é menos eficaz nos homens do que nas mulheres, aparentemente devido aos altos níveis de testosterona, o hormônio masculino, que detêm as reações do sistema imunológico, revelou um estudo publicado nos Estados Unidos.
 
Há tempos se sabe que os homens são mais vulneráveis do que as mulheres a infecções bacterianas, virais ou parasitárias, mas até agora se desconhecia a razão.
 
O sistema imunológico masculino tampouco responde com a mesma força que o das mulheres às vacinas contra a febre amarela, o sarampo e a hepatite, afirmaram os autores deste trabalho, que visa a explicar este fenômeno.
 
O estudo, feito com 34 homens e 53 mulheres, mostra que os anticorpos da vacina contra a gripe têm uma resposta geralmente mais forte nas mulheres do que nos homens.
 
Mas a reação imunológica média destes últimos com baixos níveis de testosterona foi mais ou menos similar aos das mulheres, afirmaram os pesquisadores da Universidade de Stanford na Califórnia (oeste) e o Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica (Inserm) da França.
 
O estudo foi publicado na edição semanal das Atas da Academia Americana de Ciências (PNAS), datada de 22 a 27 de dezembro.
 
Pesquisas anteriores feitas em células humanas in vitro ou em animais também revelaram que a testosterona tem propriedades anti-inflamatórias, o que leva a crer que poderia haver uma interação entre este hormônio masculino e a resposta do sistema imunológico, que provoca uma inflamação quando ocorre a invasão de um patógeno.
 
O estudo não mostrou, no entanto, uma relação direta entre a testosterona e um grau menor de resposta imunológica. No entanto, aparentemente a reação do sistema imunológico é reduzida pela ativação de um grupo de genes vinculado a níveis elevados de testosterona, explicou Mark Davis, professor de imunologia da Universidade de Stanford, principal autor do estudo.
 
Segundo ele, "trata-se do primeiro estudo a mostrar uma correlação clara entre os níveis de testosterona, a atividade dos genes e a resposta imune em humanos".
 
Os pesquisadores se questionaram também sobre o aparente paradoxo na evolução de um hormônio responsável por características masculinas, como a força muscular ou a atração pelo risco que contribui, ainda, para debilitar o sistema imunológico no homem.
 
Visto o papel dos guerreiros e dos caçadores, os homens historicamente são mais expostos do que as mulheres a infecções e ferimentos, revelaram.
 
Se ter um bom sistema imunológico para combater os patógenos é desejável, uma reação excessiva pode, ao contrário, ser pior para o organismo por provocar muita inflamação, um fenômeno que afeta mais as mulheres do que os homens.
 
Assim, um sistema imunológico menos sensível poderia se adaptar mais à sobrevivência, argumentaram os autores do estudo.

AFP/R7

Prefeitura de Bauru - SP promove concurso público

A Prefeitura de Bauru, no estado de São Paulo, publicou os editais 15 e 16/2013 de concurso público, destinados ao provimento de 16 vagas para os cargos de Médico Pediatra e Médico Clínico (nível superior). A remuneração pode chegar a R$ 7.572,68 por jornada semanal de até 40 horas.
 
As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, por meio do site www.bauru.sp.gov.br, entre 20 de janeiro e 03 de fevereiro de 2014. A taxa de participação é de R$ 30. 
 
O concurso constará de provas objetiva e de análise de títulos. A prova objetiva será realizada na data prevista de 23 de fevereiro de 2014.
 
O prazo de validade do concurso público será de dois anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, de acordo com a necessidade da Administração Pública.

Concurso Prefeitura de Dourado - SP

A Prefeitura de Dourado, no estado de São Paulo, lançou editais nºs. 001 e 002/2013 para realização de concurso público e processo seletivo, destinados ao provimento de 18 vagas imediatas, mais cadastro de reserva, nos cargos de níveis fuundamental, médio e superior. Os salários podem chegar a R$ 2.415,00 e a jornada de trabalho será variável de 20 a 44 horas semanais.
 
A organização, aplicação e correção do certame serão de responsabilidade da S. R. Digitalizações e Serviços Ltda.
 
Cargos
Ensino Fundamental - Auxiliar de Serviços Gerais - Braçal, Coletor de Lixo, Garagista, Guarda de Segurança, Pedreiro, Motorista e Operador de Máquinas;
 
Ensino Médio - Técnico em Material e Patrimônio;
 
Ensino Superior - Assistente Social, Diretor de Escola, Professor PEB I, Professor de Educação Básica I e PEB II de Ciências, Língua Portuguesa, Matemática, Educação Artística, História, Geografia, Inglês e Educação Física.
 
Inscrições
As inscrições serão feitas exclusivamente via internet no site www.srconcursos.com.br, até às 23h59 do dia 30 de dezembro de 2013. As taxas variam de R$ 20,00 a R$ 50,00 de acordo com o cargo escolhido.
 
Provas
As provas serão realizadas provavelmente nos dias 11 e 12 de janeiro de 2014, na EMEF Senador Carlos José Botelho, sita na Rua José Modesto de Abreu, 269 – Centro – Dourado – SP.
 
Os gabaritos preliminares e as provas objetivas (teste de múltipla escolha) serão disponibilizados no site www.srconcursos.com.br, entre as 15h e as 18h da terça-feira subsequente à data da aplicação da prova e permanecerão no site pelo prazo de 2 dias.
 
Validades
A validade do concurso público será de dois anos e a validade do processo seletivo será de 01 ano, contados das datas das respectivas homologações finais, podendo haver prorrogação.

Amparo - SP prorroga inscrições de concurso público

Ainda dá tempo de se inscrever para o concurso público nº. 03/2013 da Prefeitura de Amparo, em São Paulo. O certame servirá para a ocupação de 129 vagas, mais cadastro de reserva, em cargos de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 756,12 a R$ 9.128,49 por jornadas de 20h, 30h ou 40h semanais.

Cargos
- Nível Médio - Agente Escolar, Auxiliar em Saúde Bucal, Guarda Municipal e Técnico em Enfermagem do Trabalho;

- Nível Superior - Professor Auxiliar do Desenvolvimento Infantil, Professor Adjunto de Educação Básica, Contador, Engenheiro de Segurança o Trabalho, Jornalista, Médico PSF, Médico do Trabalho, Médico Plantonista Clínico Geral, Médico Plantonista Cirurgião Vascular, Médico Plantonista Reumatologista, Médico Plantonista Urologista, Médico Plantonista Psiquiatra, Médico Plantonista Gastroenterologista, Médico Plantonista Clínico Geral - Auditor, Médico Plantonista Cirurgião Geral, Médico Plantonista Nefrologista e Professor Adjunto de Educação Básica - PAEB.

Inscrições
As inscrições devem ser feitas pelo site www.conrio.com.br, até às 24h do dia 21 de janeiro de 2014. As taxas variam de R$ 30,00 e R$ 50,00 de acordo com o cargo escolhido.

Provas e Validade
O certame constará de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, para todos, avaliação de títulos para Professores e prova de redação, teste de aptidão física, investigação social e avaliação psicológica para Guarda Municipal.

As provas serão aplicadas provavelmente no dia 09 de fevereiro de 2014, em horários e locais a serem divulgados. O concurso terá a validade de dois  anos, contados da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado pelo prazo máximo de dois anos.

Processo Seletivo Prefeitura de Osasco - SP

A Prefeitura de Osasco, no estado de São Paulo, lançou os editais nº 122, 123 , 124/2013, de processo seletivo, para contratação de 5 Médicos (Verificador de Óbito e Psiquiatra). Os vencimentos podem chegar a R$ 3.583,62 por jornada semanal de 12 ou 20 horas.
 
As inscrições serão realizadas, gratuitamente, nos dias 23, 26 e 27 dezembro de 2013, das 9 às 16 horas, no Departamento de Administração de Recursos Humanos, localizado na Rua da Saudade, 62, Bela Vista, Osasco.
 
O processo seletivo se dará por meio de Avaliação de Documentos e Entrevista técnica. O resultado da seleção será publicado na Imprensa Oficial do Município de Osasco - IOMO e o prazo de validade deste certame será de 01 ano, contado a partir da data de sua homologação.
 
O edital está publicado na Imprensa Oficial do Município de Osasco, edição de 29 de novembro de 2013. 

Concurso Hospital das Forças Armadas - HFA

O Hospital das Forças Armadas (HFA) divulgou edital para abertura de processo seletivo simplificado, com a finalidade de contratar temporariamente profissionais Médicos das especialidades de Anestesiologia, Cardiologia, Clínica Médica, Cirurgia Pediátrica, Geriatria, Ginecologia/Obstetrícia, Intensivista Neonatal, Intensivista UTI Adulto, Nefrologia/Hemodiálise, Nefropediatria, Neurologia, Neurofisiologia, Pediatria, Radiologia, Traumato-Ortopedia e Medicina nuclear.
 
Ao todo, são oferecidas 106 vagas, por remuneração de R$ 3.394,64, para o desempenho das atividades em jornada de 20 horas semanais.
 
As inscrições estarão abertas no período de 20 a 31 de janeiro de 2014 no HFA - Hall de entrada da Divisão de Recursos Humanos - Prédio da Administração. A documentação necessária para a inscrição está listada no edital.
 
Para todas as especialidades, a avaliação dos candidatos considerará os currículos recebidos, classificando-0s com pontuação de zero a 100 pontos. O certame será executado pelo próprio HFA e realizado em Brasília.
 
O edital nº o5/DRH/SDPC/2013 está publicado no Diário Oficial da União (24/12/2013, seção 3, a partir da página 20).

Prefeitura do Recife - PE promove processo seletivo

A Prefeitura de Recife, no estado do Pernambuco, através do Instituto de Assistência Social e Cidadania (IASC), publicou edital de processo seletivo, com o objetivo de ocupar 31 vagas para profissionais de nível superior, sendo 02 para pessoa com deficiência.

O salário dos profissionais será de R$ 1.801,21 e os profissionais atuarão em jornada de 30h semanais.

As oportunidades são para as funções de Assistente Social e Psicólogo e destinam-se às Unidades de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, geridas pelo IASC.

Para efetivar a participação, o candidato deve enviar envelope lacrado com indicação do concurso, contendo todos os documentos solicitados em edital, à sede do IASC (Rua Imperial, nº. 203, 3º. andar, bairro de São José, Recife) até o dia 30 de dezembro de 2013.

A Seleção Pública Simplificada será realizada em etapa única, denominada Avaliação Curricular, de caráter classificatório e eliminatório.

Aberto processo seletivo em Bela Vista do Toldo - SC

A Prefeitura de Bela Vista do Toldo, estado de Santa Catarina, divulgou edital n° 004/2013, de teste seletivo, destinado à contratação de profissionais nas áreas de saúde e educação, por remuneração de até R$ 8 mil.
 
O certame oferta chances para Professor em várias disciplinas e Médico Clínico Geral. 
 
A inscrição deverá ser feita por meio da internet até o dia 06 de janeiro de 2014, no site www.pmbvt.sc.gov.br. Será cobrado o valor de R$ 35 para Professor e  R$ 100 para Médico, referente à taxa de participação. 
 
Seleção
A prova escrita será realizada na data provável de 18 de janeiro de 2014, nas dependências da EEB Estanislau Schumann, sito na Rua Professor Alfredo Ludka, Centro, Bela Vista do Toldo - SC. O resultado da prova escrita será divulgado no mural público ou átrio da Prefeitura de Bela Vista do Toldo e no site www.pmbvt.sc.gov.br.

Concurso UNIFESP 2014 Edital

A Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) publicou edital de concurso público n° 1079/2013, destinado ao provimento de 102 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os  salários vão até R$ 2.989,33 em carga horária de 20 a 40 horas semanais. A organização desta seleção está a cargo da Fundação VUNESP.
 
As vagas são para as funções de Administrador, Analista de Tecnologia da Informação, Arquiteto, Assistente Social, Auditor, Bibliotecário, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico, Engenheiro Mecânico, Farmacêutico - Bioquímico, Fisioterapeuta, Jornalista, Médico (áreas: Anestesiologia, Ginecologia, Otorrinolaringologia, Clínica Médica, Endoscopia), Médico Veterinário, Nutricionista, Odontólogo, Pedagogo, Psicólogo, Secretário Executivo, Técnico em Assuntos Educacionais, Tecnólogo - área Materiais/Mecânica, Tecnólogo em Eletrônica, Terapeuta Ocupacional, Assistente de Administração, Mestre em Edificações Infraestrutura, Técnico em Contabilidade Técnico em Eletricidade, Técnico em Laboratório – área Farmácia, Técnico em Mecânica, Técnico em Tecnologia da Informação, Técnico em Equipamento, Médico Odontológico, Tradutor, Intérprete de Libras e Auxiliar em Administração.
 
A inscrição deverá ser efetuada, das 10 horas de 20 de janeiro às 16 horas de 19 de fevereiro de 2014, exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico da Fundação Vunesp - www.vunesp.com.br. As taxas variam de R$ 36,50 a R$ 74,50 de acordo com a função escolhida.
 
As provas serão realizadas provavelmente no dia 27 de abril de 2014, nas cidades de São Paulo - Capital, São José dos Campos e Santos. A prova discursiva, para os cargos de Administrador, Arquiteto, Auditor, Contador, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Civil, Engenheiro Elétrico, Engenheiro Mecânico, Jornalista e Técnico em Laboratório – Área Farmácia, está prevista para 27 de abril de 2014, às 14 horas, juntamente com a prova objetiva.

O prazo de validade do concurso será de 1 ano, contado da data da sua homologação, podendo ser prorrogado, a critério da Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP, uma única vez e por igual período.
 
O edital completo está disponível no site da VUNESP.

Prefeitura de Divinópolis - MG libera edital de seleção pública

A Prefeitura de Divinópolis, no estado de Minas Gerais, publicou o edital nº. 068/2013 de processo seletivo que irá preencher vagas temporárias para profissionais de nível superior. As chances são para Assistente Social, Fisioterapeuta e Farmacêutico.
 
O salário oferecido é de até R$ 1.406,66 por jornada de trabalho de 20 horas semanais.
 
Inscrição
As  inscrições serão realizadas na Secretaria Municipal de Saúde, em atenção aos Recursos Humanos, localizada na Rua Minas Gerais, 900, Centro, Divinópolis/MG – CEP: 35500-007, nos dias 24 de 7h às 11h; 26 de 7h às 11h e de 13h às 17h e 27 de dezembro de 2013 de 7h às 11h e de 13h às 17h, o Currículo Padronizado.
 
Critérios para avaliação e classificação:
A avaliação final será feita através do currículo e a classificação dar-se-á por meio de experiência mínima de 01 ano na área de Saúde Pública, no cargo em que se inscreveu comprovada em documento oficial da Instituição, como servidor público, contratado ou estagiário.
 
São condições essenciais para contratação:
  • Comprovação de todos os requisitos constantes do Currículo;
  • Estar quite com a Justiça Eleitoral;
  • Estar quite com o Serviço Militar;
  • Que não tenha sido demitido ou exonerado do serviço público na Administração Direta ou Indireta dos Municípios, Estados e União.
O edital foi publicado no Diário Oficial dos Municípios Mineiros, de 24 de dezembro de 2013, pág. 13 e 14.

Concurso Prefeitura de Barra do Guarita - RS

A Prefeitura de Barra do Guarita, no Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria de Administração, abriu edital de concurso público n° 001/2013, destinado ao preenchimento de 19 vagas imediatas, mais cadastro de reserva, para profissionais de níveis fundamental, médio e superior.
 
O concurso será realizado por meio da empresa Objetiva Concursos Ltda e os salários variam de R$ 662,57 até R$ 4.028,30 por carga horária de 20 a 44 horas semanais.
 
As vagas são para os cargos de Agente Administrativo, Agente de Serviços Gerais, Agente Legislativo Secretário, Engenheiro Civil, Guarda, Médico Pediatra, Médico Veterinário, Operador de Máquinas, Professor e Técnico em Enfermagem.
 
As inscrições via internet poderão ser realizadas até às 23h59min, do dia 12 de janeiro de 2014, pelo site www.objetivas.com.br. As taxas variam de R$ 40,00 a R$ 150,00, de acordo com o cargo.
 
A prova objetiva, para todos os cargos será aplicada provavelmente em 09 de fevereiro de 2014, em local e horário a serem divulgados quando da homologação das inscrições em 24 de janeiro de 2014.
 
O concurso terá validade por dois anos a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por mais 2 anos, a critério do Município.

Município de Alto Taquari - MT lança processo seletivo

A Prefeitura de Alto Taquari, município distante 480 km da capital, no estado de Mato Grosso, divulgou edital de processo seletivo nº. 004/2013. A finalidade é a contratação temporária de 18 profissionais mais cadastro reserva de níveis fundamental e superior, com vencimento base entre R$ 733,01 e até R$ 10.216,47.
 
As chances são para Agente de Serviço Público, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Mãe Social, Médico Clínico Geral, Nutricionista, Operador de Máquinas, Psicólogo e Telefonista. 10% do total das vagas serão destinados às pessoas com necessidades especiais.
 
Os interessados deverão se inscrever gratuitamente no período de 03 a 14 de janeiro de 2014, na sede da Prefeitura de Alto Taquari, Avenida Macário Subtil de Oliveira, 848, Centro, Alto Taquari/MT, das 7:30 às 11:30 e das 13:00 às 17:00 (horário oficial de Cuiabá-MT). No ato da inscrição, será necessário entregar os documentos listados em edital.
 
A prova escrita será aplicada na data provável de 19 de janeiro de 2014, na Escola Municipal Elzinha Lizardo Nunes, e o gabarito será divulgado um dia depois, podendo também ser consultado no site www.prefeituradealtotaquari.com.br.
 
O teste psicológico e a prova prática, para os cargos que os requeiram, serão realizados provavelmente no dia 26 de janeiro de 2014. Já a apresentação de comprovação Títulos/Experiência para os cargos de nível superior deverá ser feita na sede da Prefeitura de Alto Taquari, no período de 06 a 13 de fevereiro.
 
A validade do processo seletivo será de 1 ano, a contar da data de sua homologação final, podendo ser prorrogado por igual período, conforme necessidade da Prefeitura de Alto Taquari.
 
O edital encontra-se publicado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso, de 24 de dezembro de 2013, pág. 9 a 21.

Concurso Prefeitura de São José do Cedro - SC

A Prefeitura de São José do Cedro, em Santa Catarina, lançou o edital 01/2013, de concurso público, com intuito de preencher 14 vagas para cargos de todos os níveis escolares e formação de cadastro reserva. Os salários oferecidos são de até R$ 15.707,47.
 
As oportunidades são para Agente Comunitário de Saúde, Médico, Dentista, Enfermeiro, Fiscal de Tributos, Contador Geral, Engenheiro Civil, Bioquímico, Engenheiro Sanitarista, Agente Operacional de Serviços, Agente de Serviços Gerais, Pedreiro e Motorista.
 
As inscrições estarão abertas até o dia 20 de janeiro de 2014, nas dependências da Secretaria Municipal de Educação de São José do Cedro, situada na Rua Santa Maria, nº 22. As taxas de inscrição variam de R$ 40 a R$ 100.
 
As provas objetivas serão aplicadas a todos os candidatos na data provável de 25 de janeiro de 2014, das 8h e 30min às 11h, nas dependências do Centro Municipal De Educação Girassol - CEMEG, localizada na Rua Nereu Ramos, nº 105, na cidade de São José do Cedro - SC.
 
O edital está disponível no site http://ameosc.actconcursos.com.br. 

Edital Concurso Prefeitura de Iporã – PR

No Paraná, a Prefeitura de Iporã publicou os editais 021 e 022/2013  de concurso público para provimento de cargos e formação de cadastro reserva. Sob coordenação técnica da FADCT, o certame pretende recompor parte do quadro efetivo de servidores, ofertando 05 vagas de níveis fundamental e médio, com salários de até R$ 780,00, para carga horária de 20 ou 40 horas semanais.
 
Cargos: Atendente de Consultório Dentário, Borracheiro, Servente de Serviços Gerais (feminino), Auxiliar de Serviços Gerais (masculino), Gari e Operador de Trator Agrícola. Aos candidatos portadores de necessidades especiais, ficam reservadas 2% das vagas.
 
Inscrição
As inscrições serão efetuadas no site www.fadct.org.br, no período entre 09:00 do dia 27 de dezembro de 2013 e 23:59 do dia 27 de janeiro de 2014, observado o horário oficial de Brasília/DF.
 
Taxa de inscrição: Nível fundamental: R$ 40,00; Nível médio: R$ 60,00.

Etapas
O concurso compreenderá as seguintes etapas: provas objetivas, práticas e avaliação de títulos.
 
A prova objetiva será aplicada na data provável de 01 de março de 2014, em  locais e horários que serão divulgados nos sites www.fadct.org.br e www.ipora.pr.gov.br, a partir da data provável de 25 de fevereiro de 2014. Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados um dia depois das provas, a partir das 19 horas. A prova prática será realizada em data, local e horário a serem oportunamente informados.
 
O prazo de validade dos concursos públicos será de dois anos.
 
Os editais encontram-se publicados no Diário Oficial dos Municípios do Paraná, de 24 de dezembro de 2014, pág. 41 a 57.

Prefeitura de Lajeado Grande - SC abre edital de seleção

Concurseiros catarinenses interessados já podem se inscrever para o processo seletivo nº. 002/2013 da Prefeitura Lajeado Grande. O certame, que está sendo organizado pela empresa S & B Auditoria e Consultoria Pública Ltda, oferece 10 vagas em cargos de nível superior, por salários de até R$ 10.664,94 em regime de trabalho de 20 ou 40 horas semanais.
 
A validade do processo seletivo será de 1 ano, a contar da data de publicação da homologação do resultado final com a respectiva classificação
 
Cargos
Médico Clínico Geral, Nutricionista e Professor (Anos Iniciais do Ensino Fundamental, Artes, Educação Física e Inglês).
 
Inscrição
As inscrições serão realizadas do dia 27 de dezembro de 2013 até às 23h59min do dia 27 de janeiro de 2014, no site www.sbauditoria.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 50,00 (professor e nutricionista) e R$ 100,00 (médico).
 
Prova
O certame constará de prova objetiva e avaliação de títulos (para professor).
 
As provas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 09 de fevereiro de 2014, com inicio às 9h e término às 12h, no Centro de Educação Municipal, situado à Rua Vitória, 210 - centro, na cidade de Lajeado Grande – SC. O gabarito preliminar será divulgado a partir do dia 10 de fevereiro de 2014 no site de inscrição.

Maior estudo genético já feito associa artrite reumatoide ao DNA

James Heilman/Wikimedia Commons
Na pesquisa, a equipe de pesquisa comparou o DNA de pessoas
 com artrite com o de pessoas sem o mal, encontrando as 42 áreas
 'defeituosas', onde há polimorfismos
Pessoas com a doença desenvolvem inflamações nas articulações
 
Cientistas nos Estados Unidos descobriram 42 regiões do DNA humano que estão associadas ao desenvolvimento da artrite reumatoide, uma doença que provoca uma inflamação dolorosa das articulações e que frequentemente acomete idosos.
 
A descoberta foi resultado do maior estudo genético já feito, envolvendo cerca de 30 mil pacientes e publicado na prestigiada publicação científica Nature.
 
Segundo os cientistas, a conclusão pode ajudar no desenvolvimento de novas drogas que poderiam, um dia, levar a uma cura para o mal, além de mostrar o caminho para pesquisas envolvendo outras doenças.
 
Alguns cientistas vinham argumentando que pesquisas como esta, em que se busca identificar áreas genéticas com variações associadas a doenças complexas — áreas conhecidas como polimorfismos de nucleotídeo único —, não têm utilidade, já que há pouca ou nenhuma evidência que indique que 'silenciar' essas áreas irá aliviar os sintomas desses males.
 
Mas o professor Robert Plenge, da Escola de Medicina de Harvard (nordeste dos EUA) e líder do estudo, diz que sua pesquisa prova a validade da abordagem, porque sua conclusão é reforçada pelo fato de que, antes de sua pesquisa, já existia um remédio usado para tratar os sintomas da artrite reumatoide associados a um particular polimorfismo.
 
'Tremendo potencial'
Na pesquisa, a equipe de pesquisa comparou o DNA de pessoas com artrite com o de pessoas sem o mal, encontrando as 42 áreas 'defeituosas', onde há polimorfismos.
 
Segundo Plenge, os efeitos de uma dessas áreas vinham sendo tratados por um remédio desenvolvido por tentativa e erro, em vez de ser criado tendo em mente a correção específica do problema genético.
É essa descoberta que poderia ser aproveitada em pesquisas de medicamentos para outros males.
 
'Ela oferece tremendo potencial. Essa abordagem poderia ser usada para identificar os alvos para drogas para doenças complexas, não apenas artrite reumatoide, mas diabete, mal de Alzheimer e doenças coronarianas', disse Plenge.
 
Câncer
A mesma pesquisa indicou que polimorfismos encontrados nos pacientes com artrite reumatoide são encontrados também em portadores de alguns tipos de câncer no sangue.
 
De acordo com a professora Jane Worthington, diretora do Centro de Genética de Manchester, essa observação sugere que drogas desenvolvidas para combater esses tipos de câncer poderiam ser eficientes para tratar a artrite reumatoide - e, por isso, deveriam ser analisados em testes clínicos.
 
'Já há terapias que foram criadas no campo da oncologia que poderiam abrir novas oportunidades para mudar os alvos de remédios', disse ela à BBC.
 
'Isso (a descoberta da pesquisa) poderia ser um caminho simples para ampliar as terapias que temos hoje em dia voltadas a pacientes com artrite reumatoide.'
 
BBC Brasil/R7

Encontrado em latino-americanos gene que predispõe ao diabetes tipo 2

Cientistas dos Estados Unidos descobriram uma variante genética comum entre mexicanos e outros latino-americanos que parece aumentar o risco de ter diabetes de tipo 2, informou nesta quarta-feira a revista "Nature".
 
A equipe liderada por David Altshuler, do ++Broad++ Institute, filiado às universidades de Harvard e Massachusetts Institute of Technology, se centrou pela primeira vez em estudar este grupo da população, depois que estudos comparativos anteriores de maior extensão geográfica não tivessem resultados claros.
 
Ao examinar unicamente latino-americanos, os pesquisadores observaram que metade deles apresenta uma variação genética associada ao maior risco de contrair diabetes tipo 2, enquanto esta variante só está presente em 10% dos asiáticos orientais e é incomum em europeus e africanos.
 
Acredita-se que esta mutação causa uma alteração no metabolismo dos lipídios e explicaria pelo menos um quarto das disparidades no risco de adquirir diabetes 2 entre essa população. Além disso, explicaram à "Nature", a variante coincide com uma sequência genética achada no genoma de um neandertal, o que sugere que foi transferida dos antigos humanos aos modernos.
 
 De acordo com a revista britânica, a descoberta "reforça nossa compreensão desta doença tão comum e sugere que os genomas neandertais podem ser a raiz deste legado genético".
 
O diabetes tipo 2, mais comum que a do tipo 1, é uma doença crônica que costuma surgir na idade adulta. A doença se caracteriza por uma resistência à insulina, responsável por quebrar as moléculas de glicose, o que provoca um excesso de açúcar não metabolizado no organismo.
 
Em geral a doença se desenvolve lentamente e a maioria das pessoas que têm a doença diagnosticada tem também sobrepeso, pois o aumento do gordura dificulta ainda mais a produção de energia pela quebra da insulina.

EFE/R7

Siga as dicas para correr no verão sem passar mal

Cansaço - Foto: Getty Images
Problemas como desidratação e insolação podem atrapalhar o ritmo de treino

Para praticar atividade física ao ar livre, é preciso saber se proteger do calor. Caso contrário, vários problemas podem colocar seu treino em risco: hipertermia, moleza, desidratação ou até mesmo cãibras, ainda mais se você for um corredor que pegou leve o ano todo e resolveu investir no exercício só na estação mais quente.
 
"É essencial se preocupar com o horário da corrida ao ar livre, priorizar tecidos leves e manter o corpo sempre hidratado", afirma o fisiologista Diego Barros, do HCor.
 
Confira os problemas mais comuns dessa época e veja o que especialistas recomendam para evitá-los:
 
1. Hipertermia
A hipertemia acontece quando o corpo atinge uma temperatura muito alta, prejudicando o funcionamento de muitos órgãos e o próprio metabolismo. "A partir de 41 graus, começam os riscos graves à saúde, incluindo desmaios e perda de consciência, além de sangramentos no nariz", afirma o médico do HCor. Para evitar essa reação do corpo, é preciso praticar exercícios em horários em que o sol esteja mais ameno, utilizar roupas que facilitem a transpiração e não se esquecer de beber água.                      
 
2. Desidratação
"Com a redução de líquidos no corpo, o sangue fica mais espesso, a pressão arterial cai e rins, fígado e coração passam a ter funcionamento prejudicado", afirma o fisiologista Diego Barros. "Em estágios mais severos, ocorre perda de coordenação, confusão mental e até a morte."

Além de água, o corpo perde sais minerais quando exposto ao sol. "Numa corrida de intensidade moderada, o atleta pode perder até um quilo do peso corporal", afirma o especialista. O cardiologista Nabil Ghorayeb, do HCor, afirma que a reposição apenas com água costuma ser suficiente. "Caso a perda ultrapasse dois quilos, isotônicos são indicados. Além de água, eles contêm altas doses de sais minerais", diz.

Terminada a corrida, o cardiologista recomenda outro cuidado: 'Evite bebidas alcoólicas em seguida ao treino. Tome apenas água ou suco de frutas na primeira hora para repor carboidratos e líquidos". 
 
3. Cãibra
Durante a corrida, as altas temperaturas do verão podem levar à perda de água e à queda no nível de sódio do corpo. "Além da perda de sódio pelo suor, há o uso deste sal, presente no músculo, quando acaba o glicogênio (substância que serve de fonte de energia para as atividades). Como resultado, há o aumento de contrações espontâneas dos músculos, ou seja, as cãibras", afirma o ortopedista Moisés Cohen, da UNIFESP.

Para evitar esse problema, é importante:
1. Alongar e aquecer a musculatura antes de iniciar a atividade física;

2. Hidratar-se antes, durante e após a atividade física;

3. Tomar isotônicos durante os intervalos de corridas intensas;

4. Ingerir carboidratos nas refeições, evitando o uso de proteína muscular como forma de energia. 
 
4. Preguiça típica do calor
A causa dessa moleza do verão pode ser a redução da pressão arterial, provocada pelas altas temperaturas. "Para reduzir a preguiça, é conveniente fazer refeições mais leves, de fácil digestão, e manter uma garrafa de água sempre próxima", recomenda o fisiologista Diego Barros, do HCor. 
 
5. Insolação
O excesso de sol pode causar sintomas como falta de ar, dor de cabeça, náuseas e tontura. "Para evitar a insolação, é necessário evitar os raios entre 10 e 15 horas, passar sempre protetor solar, usar bonés e beber água sempre", indica Diego Barros. 
 
6. Queimaduras na pele
Não adianta passar protetor solar uma vez só no dia e achar que ele vai durar durante toda a corrida. "É preciso repassar a cada duas horas, pois o suor atrapalha a durabilidade do protetor", afirma a dermatologista Gabriela Casabona, de São Paulo.

Tenha cuidado também na escolha da camiseta, preferindo um modelo com proteção UV no tecido. "Nada de roupas que impeçam a troca de calor com o ambiente, como tecido de nylon e moletom. Use algodão ou dry-fit, já que ambos também ajudam a prevenir desidratação e hipertermia", aconselha o cardiologista Nabil Ghorayeb.
 
7. Desconforto na vista
O uso de óculos escuros é muito mais do que uma questão estética. "Óculos de qualidade, que absorvem e refletem os raios solares durante a prática de esportes, ajudam a prevenir doenças oculares, como a catarata", esclarece o oftalmologista Virgílio Centurion, diretor do Instituto de Moléstias Oculares. Segundo ele, a luz ultravioleta pode causar sensação de corpo estranho nos olhos, dor e irritação ocular. "O desconforto costuma aparecer de seis a dez horas após a exposição aos raios solares e pode chegar à perda da visão com o passar do tempo", afirma.  
 
Minha Vida

Diabetes: você sabe qual a sua hemoglobina glicada?

Exame mostra a variação da glicemia no sangue nos últimos três meses
 
Por Dra. Andressa Heimbecher Soares
 
Se você perguntar a um endocrinologista qual é o primeiro exame que ele quer saber quando está em consulta com um paciente diabético, pode ter certeza: a resposta será a hemoglobina glicada.
 
 A hemoglobina glicada, ou hemoglobina glicosilada, é um exame de sangue usado nos pacientes com diabetes para mostrar se a doença está ou não controlada. Ela mede a quantidade de glicose ligada a uma proteína chamada hemoglobina.
 
 Os valores da hemoglobina glicada são dados em porcentagem. Números mais altos indicam que os níveis de glicose no sangue ficaram altos, mostrando que a doença está sem controle. Além disso, o exame também reflete o controle do diabetes nos últimos três meses, como se fosse um ?filme? contando como as taxas de açúcar no sangue se comportaram em média.
 
 Mas não é só isso: a hemoglobina glicada também serve para fazer diagnóstico de diabetes em quem não sabe se tem a doença. São considerados valores normais níveis de hemoglobina glicada menores que 5,7%. Níveis entre 5,8% e 6,4% são considerados pré-diabetes. Já níveis acima de 6,5% correspondem ao diagnóstico de diabetes.
 
Para quem tem diabetes, níveis de hemoglobina glicada entre 6,5 e 7,0% são considerados bom controle - nossa meta - e níveis acima de 10% são considerados muito altos. Uma hemoglobina glicada de 7% equivale a uma glicemia de 154 mg/dL, e uma de 10% equivale a uma glicemia média de 240  mg/dL.
 
 Todos os pacientes diabéticos devem ter sua hemoglobina glicada dosada regularmente, pois será analisada em conjunto com as medidas de glicemia capilar (controle da ponta de dedo) e da glicemia de jejum. Logo, é um exame que nos dá um panorama do controle do diabetes e ajuda a tomar decisões importantes para o tratamento.
 
Também sabemos que quanto maior a hemoglobina glicada, maior é o risco de complicações da doença, como retinopatia ou neuropatia. Dessa forma, quando deixamos de acompanhá-la perdemos uma informação essencial sobre como o diabetes se comportou nos últimos meses e também sobre o risco de complicações.
 
 E você? Sabe qual é a sua taxa?                                                      
 
Minha Vida

Sete cuidados para melhorar o bem-estar da gestante no verão

Gestante no sol - Foto Getty ImagesSaiba o que fazer para evitar o inchaço, a queda de pressão e as manchas na pele
 
A estação mais quente do ano é esperada ansiosamente por muitas pessoas, mas tende a ser um pouquinho complicada para mulheres em período de gestação.
 
 Segundo o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli Borges Filho, de São Paulo, os principais desafios que a futura mãe enfrenta são a sensação de inchaço, a queda de pressão e o aparecimento de manchas na pele.
 
Todos esses problemas, entretanto, podem ser evitados com simples cuidados, como levar uma garrafinha de água na bolsa, praticar exercícios e se proteger do sol.
 
O Minha Vida separou essas e outras dicas sugeridas por especialistas para gestantes que querem aproveitar ao máximo esse calorzinho.
 
Carregue uma garrafinha de água
O alto consumo de líquidos no verão é uma recomendação geral, mas que ganha importância ainda maior no caso de gestantes. De acordo com a ginecologista e obstetra Luciana Taliberti, do Hospital e Maternidade São Luiz, a gestante precisa de água para repor o que perde na transpiração e também para a manutenção do líquido amniótico, espécie de aquário em que o bebê vive dentro da mãe. Além disso, aumentando o volume de líquido no corpo, a pressão arterial também se eleva, evitando a sensação de tontura típica da queda de pressão. Em média, uma pessoa deve ingerir 2 litros de água diariamente, lembrando que sucos, sopas e frutas também são ótimas fontes de líquidos.                   

Use protetor solar
"Devido às inúmeras mudanças hormonais ocorridas durante a gestação, a melanina - proteína que pigmenta pele e cabelos - pode ficar hiperestimulada dando origem as manchas", explica Domingos. Por isso, o cuidado com a pele neste período deve ser redobrado. O ginecologista recomenda o uso diário de filtro solar com FPS 30, no mínimo, e a não exposição ao sol entre 10h e 16h. Tais manchas são permanentes e, algumas delas, difíceis de sair mesmo com tratamentos dermatológicos, então, a melhor atitude é a prevenção.

Pratique exercícios
Além de melhorar a disposição da gestante, a prática de exercícios físicos estimula a circulação, evitando, assim, a sensação de inchaço, comum principalmente nos membros inferiores.
 
"Recomenda-se que a grávida dê preferência a atividades na água para que seu peso não a deixe sobrecarregada e para diminuir ao máximo o impacto dos movimentos", esclarece Luciana.
 
Entretanto, o melhor exercício para a gestante deve ser aquele com o qual ela se sente confortável. Qualquer sinal de dor, falta de ar ou cansaço excessivo deve ser informado ao médico.

Experimente a drenagem linfática
Nem sempre a prática regular de exercícios é suficiente para aliviar a sensação de inchaço típica da gestação e intensificada pelo verão. Nesses casos, a drenagem linfática faz toda a diferença, pois além de relaxar, drena o líquido acumulado nas pernas e coxas. "Procure um profissional qualificado para realizar o procedimento e, de preferência, que tenha experiência de drenagem em gestantes", aconselha a ginecologista e obstetra Luciana.

Hidrate sua pele
"Gestantes estão mais propensas ao aparecimento de estrias, principalmente nas pernas, bumbum e mamas. Por isso, a hidratação deve ser feita todos os dias, mesmo no calor, quando a oleosidade da pele costuma aumentar", afirma o especialista Domingos. Nessa época, recomenda-se optar por hidratantes oil-free, mas sempre com acompanhamento de um dermatologista para evitar reações alérgicas a determinadas substâncias do produto.

Prefira banhos e lugares frios
O calor promove a dilatação dos vasos sanguíneos, o que diminui a pressão arterial, favorecendo a estagnação do sangue nos membros inferiores. Por isso, a gestante deve evitar lugares quentes e de grande aglomeração. Além disso, os banhos quentes dilatam ainda mais os vasos do corpo. "Se, mesmo tomando todos os cuidados, ela perceber que está com tontura, deve se sentar no chão imediatamente para não correr o risco de cair e machucar o bebê", alerta a Luciana Taliberti.

Cuidado com a esfoliação
No caso de gestantes, o principal benefício da esfoliação, que é a eliminação da pele morta, também pode ser um grande perigo. De acordo com o ginecologista e obstetra Domingos, eliminar essa camada da pele implica tirar uma proteção extra contra os raios solares. Além disso, com as mudanças hormonais é possível que a gestante esteja mais sensível a determinados produtos, o que pode desencadear reações alérgicas.
 
Minha Vida

Você sabe o que é hiperidrose? Tire suas dúvidas!

Especialista responde perguntas dos internautas sobre suor excessivo
 
Suar demais pode ser hiperidrose, doença que se caracteriza pela produção exagerada de suor, que pode ser no corpo todo ou em partes específicas.
 
"A definição de hiperidrose começa quando aquele suor passa a incomodar a pessoa e a sua qualidade de vida começa a ser alterada", considera o dermatologista Luiz Guilherme, dermatologista formado pela Faculdade de Medicina da USP, membro fundador do Núcleo de Oncologia Cutânea do Hospital Albert Einstein. Para esclarecer mais sobre esse assunto, realizamos um chat com o especialista, que respondeu perguntas de nossos leitores.
 
Confira o chat na integra ou leia a seguir as melhoras respostas: 
 
Tatiana: Existe algum tratamento definitivo para acabar com a hiperidrose?
Dr. Luiz Guilherme: Sim, existem vários tratamentos, mas o único que resolve de forma definitiva é a cirurgia, em que você inutiliza o nervo que estimula a produção de suor. 
 
Márcia: A aplicação de toxina botulínica melhora o problema e qual o desodorante adequado nesse caso?
Dr. Luiz Guilherme: A toxina botulínica é um dos tratamentos mais eficazes que existem, mas tem um efeito limitado a 6 meses, ai tem que reaplicar. Os desodorantes antitranspirantes são os melhores e você pode identificá-los contém essa informação no rótulo.
 
Vilma: A hiperidrose aparece em crianças a partir de que idade?
Dr. Luiz Guilherme: Não existe uma idade específica, teoricamente a hiperidrose pode se manifestar a qualquer momento da vida. Mas em geral aparece na infância e adolescência, mas pode até mesmo surgir na vida adulta. 
 
Michelli: Tenho usado leite de magnésia nas axilas e tem sido eficaz. Existe algum risco para minha saúde ou pele?
Dr. Luiz Guilherme: Não existe risco, mal para sua pele não fará. Mas com o tempo ele perde a eficácia, desodorantes antitranspirantes trazem melhores resultados.
 
Beth: O excesso de peso tem a ver com a hiperidrose?
Dr. Luiz Guilherme: Sim, pessoas acima do peso tendem a suar mais. É normal as pessoas suarem mais em algumas partes do corpo do que em outras. 
 
Luana Monar: O fator genético influencia na hiperidrose?
Dr. Luiz Guilherme: Sim, é muito comum pais que tem hiperidrose terem filhos com essa tendência. Mas existe uma série de causas, nem todas são bem compreendidas ainda. 
 
Glaciana: O suor excessivo pode ser um dos fatores que ocasiona manchas escuras nas axilas?
Dr. Luiz Guilherme: Sim, existe uma doença chamada cromoidrose que a pessoa tem suor com cor, mas mesmo o suor normal pode alterar a cor das roupas. E eventualmente o próprio desodorante pode manchar as roupas. 
 
Paulo: Mesmo com os devidos cuidados de higiene minha transpiração tem um odor bem desagradável, tem como amenizar?
Dr. Luiz Guilherme: Quando essas medidas não são eficazes, é necessário fazer coisas mais completas, como experimentar a toxina botulínica ou a cirurgia. Fale com seu dermatologista. 
 
Liege Morales: Qual o tratamento para bromidrose?
Dr. Luiz Guilherme: Bromidrose é o nome médico para o mau cheiro. São várias etapa para cuidar desse problema: primeiro o uso constante de desodorantes antitranspirantes, diminuindo o suor, reduzindo o mau cheiro. Em segundo lugar, ter cuidados intensivos com a higiene da pessoa e da roupa. 
 
Tereza: Como posso tirar o cheiro de suor de camisetas?
Dr. Luiz Guilherme: Lavar a camiseta após cada uso ajuda a melhorar e evitar o cheiro. Evite roupas dry fit, que retêm o suor, e prefira peças de algodão, que são mais fáceis de limpar. 
 
Aline Pacheco: Peguei uma blusa emprestada de uma amiga e o mau cheiro dela passou pra mim. O que faço?
Dr. Luiz Guilherme: Aline, normalmente você não "pega" o cheiro da pessoa usando uma blusa emprestada. Mas se você está com odor ruim nas axilas, invista na higiene das axilas e roupas e use desodorante antitranspirante. 
 
Aurélia Tavares: Por que fico com as axilas irritadas no calor?
Dr. Luiz Guilherme: Umidade excessiva pode deixar a pele mais sensível. Se você estiver suando mais no calor e a pele da dobra ficar úmida, ela ficará irritada. Use antitranspirante e talco e areje as axilas. 
 
Michelli: A região da axila deve ser esfoliada?
Dr. Luiz Guilherme: Não de forma rotineira, a pele das dobras já é naturalmente mais fina e sensível, então usar esfoliantes nessas regiões pode causar irritações. Se quiser tratar alguma mancha, existem produtos específicos para serem usados com esse fim. 
 
José Henrique Simões: O suor de pessoas mais velhas tem odor mais forte do que dos mais novos?
Dr. Luiz Guilherme: Com a idade existe uma variação da composição do suor, e caso a pessoa não tome as medidas de higiene habituais, esse odor pode ser mais intenso. 
 
Minha Vida

Dez dicas para reverter os exageros das festas

Restrição alimentar - foto: Getty Images
O exagero nas comemorações do final de ano não deve ser
compensado por dias e dias de uma excessiva restrição
Saiba como amenizar os abusos das festividades de fim de ano
 
Se você não resistiu e abusou nas festas de fim de ano, é hora de assumir os deslizes e tratar de consertar o estrago. O verão está só começando e não é hora de esconder o corpo em roupas largas.

A nutricionista Roberta Stella, do MinhaVida, quer ajudar você a recuperar a boa forma e, por isso, separou algumas dicas para pôr em prática desde já. Elas trazem resultado imediato e valem para os dias de preguiça em casa e também para os passeios e viagens.
 
Não faça restrições excessivas
O exagero nas comemorações do final de ano não deve ser compensado por dias e dias de uma excessiva restrição. O resultado poderá ser o oposto do que o desejado caso você não suporte a fome. O ideal é, nas refeições principais (café da manhã, almoço e jantar), consumir alimentos com maior volume e menor quantidade energética como frutas, legumes, verduras, além de cereais integrais (por exemplo, arroz integral).

Dessa maneira, o organismo irá receber o alerta de saciedade, levando à interrupção da ação de se alimentar. Além disso, esses alimentos são ricos em fibras, fazendo com que o esvaziamento gástrico ocorra lentamente. Roberta Stella, nutricionista do Dieta e Saúde dá a dica: estipule horários para pequenos lanches entre as refeições principais, isso evita ficar beliscando.                     
 
Faça um diário alimentar
Na primeira semana do ano, faça um diário alimentar. Anote tudo o que você come e a hora em que isso acontece. Sabendo identificar os períodos de maior fome e os erros alimentares, ficará mais fácil reorganizar a alimentação.

Anotar os alimentos consumidos é uma rotina diária fundamental para o emagrecimento. É com ela que você observa como está se alimentando e percebe seu erros e acertos. Esta é a base de reeducação alimentar. É com esse controle que você passa a fazer adaptações em sua alimentação e aprende a ter uma alimentação saudável mesmo comendo o que gosta.
 
Fracione sua alimentação
Faça pequenos lanches entre as refeições principais. Opte por frutas, biscoitos integrais, barrinhas de cereais ou iogurtes desnatados.Os lanches mais fracionados não fazem mal nenhum à saúde nem à dieta e até podem, dependendo da pessoa, estimular o metabolismo e reduzir o apetite da próxima refeição, porém, deve-se prestar atenção as calorias ingeridas, nesses intervalos: "precisam ser alimentos que matem a fome sem acabar com a sua dieta", explica a nutricionista Anita Sachs, professora de nutrição da Unifesp. 
 
Tenha uma dieta equilibrada
A relação entre ingerir carboidratos após às 18 horas e ganhar peso não passa de mito. Entretanto, é importante que os alimentos estejam bem distribuídos durante o dia, evitando uma elevada concentração no período noturno, principalmente se você vai dormir logo após o jantar. 
 
Faça substituições inteligentes
O uso de massas integrais dá mais saciedade que alimentos feitos com farinha branca ou com muito açúcar. Isso se deve ao índice glicêmico. Alimentos com alto índice glicêmico (acima de 70) estimulam uma liberação muito grande de insulina. Já opções com baixo índice glicêmico, até 50, evitam a liberação de insulina. "A grande liberação de insulina dá uma saciedade temporária, mas, depois de um curto período de tempo, a fome volta ainda maior", aponta Roberto Navarro. "Por isso, troque alimento de alto índice glicêmico por alimentos de baixo índice glicêmico". Exemplos: em de sorvete de massa, tome um picolé de frutas e use molho de tomates no lugar de molho branco.ubstitua os alimentos tradicionais por outros com menos teor de gorduras. Leites desnatados, iogurtes light, queijos brancos são as melhores opções. 
 
Leia o rótulo
Compare os rótulos dos alimentos para verificar se a substituição do integral pelo light vale a pena. A restrição de calorias é o princípio básico de quem deseja emagrecer. A restrição calórica é necessária para que haja o emagrecimento. Entretanto, é importante conciliar uma alimentação com baixas calorias com uma elevada qualidade nutricional dos alimentos. Não é correto, por exemplo, ingerir doces, bolos, tortas diariamente, mesmo estando dentro da quantidade calórica necessária para a eliminação de peso. Faça preparações que não acrescentam muitas calorias aos alimentos como, grelhados, cozidos e assados. 
 
Pratique exercícios
A atividade física favorece a eliminação de peso. Faça exercícios diariamente. Quanto mais intensa a atividade, mais calorias você queima e é mais fácil manter o peso sob controle. Algumas dicas da personal trainner especialista do Minha Vida Teresa Maria Passarella são: vá pelas escadas ao invés do elevador, leve seu cachorro para passear, caminhe durante a pausa de seu almoço, levante-se no intervalo da TV, ou melhor, movimente-se o máximo que puder, pois ao longo do dia, você verá que gastou mais calorias do que imagina. 
 
Minha Vida

Empresas investem em assistência à distância para idosos

Pulseiras com identificação, relógios e colares com alarme e interfones móveis são algumas das tecnologias oferecidas pelos serviços de teleassistência a idosos.

 Pioneira no mercado brasileiro, a Telehelp atende 6.000 idosos em 19 Estados. Quase 80% deles moram sozinhos. A idade média é de 79 anos e, em 50% dos casos, são eles próprios que contratam o serviço.
 
O carro-chefe da empresa é um aparelho instalado na residência do idoso que, em caso de emergência, com um único toque, aciona uma central de atendimento 24 horas.
 
Há também a opção de um botão de emergência pessoal, sem fio e à prova d'água, que pode ser utilizado em forma de colar ou pulseira para que o idoso possa circular por todos os cômodos da casa.
Caso o idoso caia, por exemplo, basta apertar qualquer um dos botões para avisar a central de atendimento.
 
Se não conseguir falar com a pessoa, a central avisa familiares e conhecidos.
 
Editoria de Arte/Folhapress
 
"Já tivemos o caso de idoso que caiu e não conseguia avisar o acompanhante que estava no quarto ao lado. Eles nos avisou e a gente tocou o telefone de casa até o acompanhante acordar", diz José Carlos Vasconcellos, diretor da empresa.
 
A taxa de instalação do serviço dentro de casa é de R$ 120, e a mensalidade vai de R$ 100 a R$ 180, dependendo do serviço escolhido.
 
Há opção, por exemplo, de o idoso receber ligações diárias ou semanais da central. "Em muitos casos, é o único momento do dia em que eles falam com alguém", conta.
 
Há um mês, a empresa lançou mais dois produtos para ajudar idosos fora de casa: uma pulseira com identificação e um celular com GPS e botão de emergência.
 
"A demanda surgiu entre os próprios clientes da empresa. Um idoso com alzheimer pode se perder, outro pode cair e, na confusão, esquecer o endereço da própria casa", explica Vasconcellos.
 
Com teclas grandes, áudio amplificado e botão de emergência conectado à central de atendimento, o celular serve para localizar o idoso.
 
Já a pulseira de identificação traz o nome completo do idoso e o telefone da central de atendimento.

Folhaonline

Número de idosos que moram sozinhos triplica em 20 anos

O aposentado Augusto Sonesso, 89, que vive só e utiliza serviços de uma teleassistência para idosos
Leonardo Soares/Folhapress
O aposentado Augusto Sonesso, 89, que vive só e utiliza serviços
de uma teleassistência para idosos
Aos 89 anos, o militar aposentado Augusto Sonesso esbanja saúde. Vai ao clube diariamente, faz musculação, nada e joga bilhar com os amigos. Viúvo há três anos, tem filho, nora e netos, mas prefere morar sozinho.
 
Ele faz parte de um contingente que cresce no país: o de idosos vivendo sós.
 
Entre 1992 e 2012, o número deles triplicou, passando de 1,1 milhão para 3,7 milhões –um aumento de 215%, segundo as PNADs (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio), do IBGE.

 No mesmo período, a população de idosos acima de 60 anos passou de 11,4 milhões para 24,8 milhões, um crescimento de 117%.
 
Há várias hipóteses para explicar a tendência, entre elas a feminização do envelhecimento. Entre os idosos hoje morando sozinhos, 65% são mulheres.

Editora de Arte Folhapress
 
"Em geral, elas já criaram os filhos, estão viúvas ou separadas e querem manter autonomia", diz Alexandre Kalache, que já dirigiu o programa de envelhecimento da Organização Mundial da Saúde e preside o Centro Internacional de Longevidade.
 
Mas mesmo entre os homens, há sinais de uma maior independência. O percentual dos que vivem sozinhos passou de 31% para 35% nas últimas duas décadas.
 
Segundo Kalache, outra explicação é o fato de que hoje existe uma maior dispersão e fragmentação das famílias, com muitos filhos não morando na cidade dos pais.
 
Essas mudanças, associadas ao aumento da longevidade, têm levado as pessoas a ver com mais naturalidade a decisão de um idoso morar sozinho, de acordo com Marília Berzins, doutora em saúde pública pela USP e presidente do Observatório da Longevidade.
 
"O que antes era tido como sinal de abandono, agora é visto como autonomia."
 
Suporte
De olho nesse filão, empresas estão investindo em produtos que dão suporte aos idosos que vivem sós.
 
É a chamada teleassistência, por meio da qual centrais que funcionam 24 horas monitoram o idoso dentro e fora de casa (veja texto ao lado).
 
Augusto Sonesso é um dos usuários dessas tecnologias. Tem uma pulseira com identificação e alarme e já precisou de ajuda duas vezes, quando sofreu queda de pressão e desmaiou. "Isso me deixa mais mais seguro de viver sozinho", diz ele.
 
O filho, Eduardo, e a nora, Maria Teresa, moram na Granja Viana, a 20 km do apartamento onde Sonesso vive, no Paraíso (zona sul).
 
"Em uma emergência, não dá tempo de chegar. Ficamos mais tranquilos sabendo que, se acontecer algo, a empresa nos avisa imediatamente e providencia socorro rápido", afirma Maria Teresa.
 
Serviços públicos
Mas, segundo os especialistas, há muitos idosos vivendo sozinhos, sem amparo da família e sem condições de bancar assistência privada.
 
Alguns municípios começam a se organizar para oferecer serviços públicos de teleassistência. A cidade de Joinville (SC), por exemplo, já implantou um e Santos desenvolve um projeto piloto.
 
"Com o envelhecimento da população, esse tipo de assistência será fundamental. O poder público precisa se organizar para isso, como já fizeram países como Portugal e Inglaterra", diz Kalache.
 
Em São Paulo, há um projeto da prefeitura de oferecer teleassistência a 10 mil residências onde moraram idosos sozinhos ou que ficam muito tempo a sós porque os filhos trabalham fora.

 A proposta, segundo Marília Berzins, autora do projeto, é priorizar idosos acima de 70 anos, com pelo menos três doenças crônicas, como diabetes e cardiopatias.
 
Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal da Saúde, há um processo de abertura de licitação em andamento para a contratação do serviço em 2014.
 
Folhaonline