Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Anvisa pode propor proibição de termômetros com mercúrio

A Diretoria Colegiada da Anvisa faz, nesta terça-feira (1/12), sua 24ª Reunião Ordinária Pública de 2015

Na pauta está a proposta de iniciativa regulatória que trata da Regulamentação da Proibição de Termômetros Clínicos e Esfigmomanômetros com Coluna de Mercúrio e Indicados para Uso em Diagnóstico em Saúde. A iniciativa regulatória é o primeiro passo para a proposição de norma pela Anvisa.

Também está em pauta a revisão da Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) 48/2009, que dispõe sobre mudanças pós-registro e cancelamento de registro de medicamentos.

Haverá análise de cinco propostas de Consultas Públicas, sobre inclusão de ingredientes ativos em agrotóxicos.

A reunião ocorre a partir das 14h, na sala de reuniões da Diretoria Colegiada da Agência, na sede da Anvisa em Brasília.

Confira a pauta.

ANVISA

As doenças relatadas por diferentes gerações [Estudo]

V Estudo Saúde Ativa – Gerações realizado pela SulAmérica avaliou os índices e ocorrências de diabetes, colesterol, hipertensão e dados referentes à massa corpórea (IMC) nas gerações Baby Boomer, X, Y e Z

É importante observar que em todas essas variáveis há diferença entre a informação relatada e a encontrada nas aferições. O levantamento analisou 43.641 questionários respondidos por uma população distribuída em 262 empresas clientes do grupo, em 13 capitais do país, de 2010 a 2013.

A amostra é composta de 40% de mulheres e 60% de homens. O questionário aplicado é parte integrante do Programa de Gerenciamento de Fatores de Risco (GFR) da companhia.

O estudo permite ainda promover análise comparativa entre os perfis populacionais de acordo com as diferentes gerações.

As gerações analisadas foram classificadas da seguinte forma:


Diabetes e Glicemia acima do normal
O estudo constatou que em todas as gerações há uma sensível diferença entre o diabetes mellitus relatado e o encontrado em testes realizados. Entre os Baby Boomers, 8,2% declararam ter diabetes, porém 12,9% já apresentavam índices de glicemia acima do tolerado. Na Geração X essa diferença é ainda maior, já que apenas 2% tinham conhecimento da diabetes, quando na verdade 6,3% apresentaram sintomas da doença. Pouquíssimas pessoas das Gerações Y e Z sabiam já ter diabetes com percentuais, respectivamente, de 0,5% relatados versus 3,3% encontrados, e 0,3% de diabetes relatada versus 2% encontrada.


Nas medições de glicemia, 50% da Geração de Baby Boomers possuem o índice acima do limite, porém 38% destes afirmaram não ter glicemia alterada. A diferença no percentual de pessoas que desconhecem ter glicemia elevada diminui nas demais gerações.

Esse dado pode ser um indício de que, independente da geração, as pessoas não estão realizando exames de rotina, já que desconhecem o aparecimento de uma doença que pode atingir alto nível de cronicidade em pouco tempo.


Colesterol
O colesterol é um tipo de gordura que circula na corrente sanguínea e que, se encontrado em excesso, aumenta significativamente o risco de doenças cardiovasculares, como derrame e infarto. O Estudo Saúde Ativa aponta que o índice de pessoas com colesterol considerado alto é muito próximo entre as Gerações Baby Boomers e X, sendo que 15,9% da primeira geração têm colesterol alto contra 13% da segunda.

Na Geração Y, 8% encontram-se nesse estado e, na Z, esse percentual é de 4,7%. Vale ressaltar que outros fatores de risco como obesidade, sedentarismo e hábitos alimentares inadequados elevam o nível do colesterol no organismo.


Hipertensão
Em relação às doenças mencionadas pelos participantes do Programa Saúde Ativa, a hipertensão liderou os relatos. A Baby Boomers é a Geração mais afetada pela pressão elevada (30,1%), seguida pelas X, Y e Z, com 11,8%, 3,3% e 0,9%, respectivamente. Nota-se também uma significativa elevação da taxa de hipertensos entre as Gerações X e Baby Boomers, em fato esperado devido ao avanço da idade, porém que chama a atenção. Também nessa avaliação é grande o percentual de pessoas que desconhecem ter pressão alta. Dos Baby Boomers, 12% dos que apresentaram medição elevada declararam não possuir pressão alta.


A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, ano a ano, cerca de 7 milhões de pessoas morrem por consequência da pressão arterial elevada.


IMC
O cálculo do índice de massa corpórea (IMC) da base pesquisada pelo estudo Saúde Ativa revelou que quase metade da Geração Baby Boomers apresenta sobrepeso (46,8%). O percentual de pessoas acima do peso diminui nas outras gerações, sendo que 44,4% da Geração X apresentam sobrepeso, seguidos de 37,2% da Geração Y e 24,7% da Geração Z.


De acordo com o Vigitel, IMC acima do normal e a obesidade têm crescido no Brasil. Levantamento do órgão realizado em 2011 pelo Ministério da Saúde mostra que a proporção de pessoas com IMC acima do normal no país avançou de 42,7%, em 2006, para 48,5%, em 2011. No mesmo período, o percentual de obesos subiu de 11,4% para 15,8%.


Saúde Business

Suspenso lote do medicamento Cefalexina do Laboratório Teuto Brasileiro

Após identificar desvio de qualidade, a Anvisa determinou, nesta terça-feira( 01/12), a interdição cautelar do lote 3225286 do medicamento Cefalexina 500 mg, comprimidos, medicamento genérico, com validade até outubro de 2016, do Laboratório Teuto Brasileiro S/A.

O lote citado apresentou resultados insatisfatórios no ensaio de aspecto, conforme consta no Laudo de Análise Fiscal 619.00/2015, emitido pelo Laboratório Central do Estado do Paraná (LACEN-PR).

A interdição cautelar é uma medida preventiva que vale pelo prazo de 90 dias. Enquanto a Anvisa aguarda o resultado de análise definitivo, é recomendado aos usuários que suspendam o uso do medicamento.

A medida está na Resolução 3.308/2015, publicada no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA

Interações medicamentosas com alimentos e com medicamentos

Interações medicamentosas sempre representaram um verdadeiro fascínio para mim, desde a época de faculdade de Farmácia & Bioquímica

Entender como as interações se dão quimicamente e o que isso pode provocar em um organismo sempre foi objeto de extrema curiosidade em mim.

Mas além do fascínio, o tema sempre me preocupou pessoalmente, tanto como profissional de saúde quanto como ser humano, que se vê indignada com a falta de orientações fornecidas por alguns médicos (note que eu não generalizei) e até por farmacêuticos que ao invés de "dispensar" o medicamento (fornecendo todas as informações cabíveis), apenas "vendem" os medicamentos.

Vamos ao texto, propriamente dito: As interações medicamentosas ocorrem quando as substâncias encontradas nos medicamentos interagem de alguma forma com outro medicamento, com álcool ou com os alimentos.

Algumas interações prejudicam a absorção do fármaco pelo organismo, outras interferem na ação do mesmo no organismo. 

Conheça algumas dessas interações medicamentosas.

1. interação medicamentosa de Anticoncepcional + antibiótico
Há mais de duas décadas, estudos mostraram que alguns tipos de antibióticos, como rifampicina, cefalosporina, penicilina e metronidazol, podem interferir na ação das pílulas anticoncepcionais no organismo, levando a uma gravidez indesejada.

Pesquisas recentes não validaram o resultado, mas também não conseguiram provar o oposto. "Não se sabe por qual mecanismo, mas os antibióticos alteram a eficácia de anticoncepcionais em um pequeno número de mulheres.

Quem seriam essas pacientes e a dose que pode causar interação ainda não podemos estimar", explica o ginecologista Inácio Teruo, professor da Universidade Estadual de Londrina (PR). Ou seja, melhor prevenir em dose dupla! Quem toma pílula e recebe a prescrição de um antibiótico deve procurar outro método contraceptivo complementar durante o tratamento e ainda por uma semana após o término. Como os ativos de antibióticos estão presentes em vários medicamentos (inclusive alguns usados para tratamentos de pele, como os com tetralysal), o ideal é perguntar ao médico sobre o risco de interações.

Acréscimo Saúde com Ciência: É sabido que alguns laxantes naturais também interferem na absorção de anticoncepcionais como sene e cáscara sagrada.

2. Interação medicamentosa entre álcool + vitamina
O álcool é uma substância hepatotóxica. O problema é que as bebidas fazem com que o órgão fique confuso, o que pode comprometer a absorção de outras substâncias que estejam no organismo ao mesmo tempo, como os complexos vitamínicos.

"Vitaminas em geral são seguras nas doses recomendadas, mas o álcool pode acelerar a velocidade com que são metabolizadas no nosso organismo, reduzindo a sua eficácia", explica o farmacêutico Maurício Pupo, diretor do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Maurício Pupo de Educação e Pesquisa (Ipupo), em São Paulo. Ou seja, se você quer ficar saudável, o primeiro passo é enxugar um copo... de suco!

Acréscimo Saúde com Ciência: O álcool não interage apenas com vitaminas, mas com muitos outros medicamentos também. Ele pode potencializar a ação de um medicamento, sua própria ação também pode ser aumentada e a toxicidade também.

3. Interação medicamentosa entre antiácido + medicamentos
Feito para ajudar na digestão, o antiácido aumenta o pH gástrico (que normalmente é bem ácido = 2), alterando a dissolução da comida e de outros medicamentos. "Quando isso acontece, a absorção de alguns fármacos, como uma simples aspirina, é aumentada bruscamente, causando intoxicações ou reações adversas.

O contrário também pode acontecer e o medicamento perder completamente a sua função, já que ele foi feito para ser absorvido em um pH específico", alerta o clínico-geral Julio César de Oliveira, da Universidade Federal de Mato Grosso. Os antiácidos ainda diminuem o pH da urina, afetando a eliminação de toxinas. Para reduzir o efeito, respeite o intervalo de três horas entre a ingestão do antiácido e outro remédio.

4. Interação medicamentosa entre energético + Café
Quando você precisa trabalhar até tarde, um café ou um energético podem dar um gás extra. Se você resolver tomar os dois em um intervalo menor que três horas, porém, o tiro acaba saindo pela culatra: você não vai conseguir desligar a bateria nem quando terminar as tarefas. Isso porque as duas bebidas contêm cafeína, um estimulante. "Os sintomas mais comuns do excesso dele no organismo são insônia, agitação, tremedeira, taquicardia, náusea e dilatação de pupilas", diz Goldspan.

Muitas vezes os energéticos trazem também açúcar e ervas (como o guaraná), substâncias que agitam o organismo. Em geral, uma xícara de café (que contém em média entre 65 e 120 miligramas de cafeína) e uma latinha de energético (de 50 a 145 miligramas) já podem causar incômodo. Se acontecer, beba muita água e coma uma proteína leve. O efeito deve passar em torno de duas horas.

5. Interação medicamentosa entre antibióticos + leite ou outros alimentos
(tópico acrescido por Saúde com Ciência)

Alguns antibióticos interagem com leite e outros alimentos, o que retarda sua absorção. O exemplo clássico é a tetraciclina, cuja absorção é muito afetada por alimentos. Deve ser administrada longe das refeições e sempre com água.

Contudo, há exemplos de antimicrobianos que têm a absorção aumentada com alimentos. Exemplo: ácido fusídico. 

Comentário Saúde com Ciência: Além dos exemplos citados acima, há muitas outras interações medicamentosas, muitas delas estão explícitas nas bulas. Quando se consultar com um médico, se ele não falar, pergunte se deve tomar ou não próximo às refeições e com água ou leite.

Saúde com Ciência

Anvisa suspende lotes de medicamento fitoterápico do Laboratório Simões

A Anvisa determinou, nesta terça -feira (01/12), a suspensão de alguns lotes do medicamento fitoterápico Alcachofra 600mg, comprimidos, do Laboratório Simões Ltda.

Após inspeção na empresa, foi comprovada a fabricação do medicamento com alteração na fórmula, sem aviso prévio à Agência.

A empresa deve promover o recolhimento dos lotes descritos abaixo

Número do lote
Data de fabricação
Data de validade
001.14
01/14
01/16
002.14
01/14
01/16
003.14
01/14
01/16
004.14
02/14
02/16
005.14
03/14
03/16
006.14
04/14
04/16
007.14
04/14
04/16
008.14
05/14
05/16

A medida está na Resolução 3.291/2015, publicada no Diário Oficial da União (DOU). 

ANVISA

Concurso Magistério UFAM: edital 76/2015

A Universidade Federal do Amazonas divulgou as normas nº 76/2015 de abertura de concurso público, voltado ao provimento de vagas do cargo Professor do Magistério Superior, resultantes de vagas redistribuídas pelo MEC para expansão do curso de Medicina - Fase I. Serão preenchidas 34 vagas docentes para lotação no Instituto de Saúde e Biotecnologia de Coari, com remuneração de até R$ 8.639,50, mais R$ 373,00 de auxílio alimentação.

Vagas por área do conhecimento: Comunicação (atuação em língua portuguesa), Fisiologia (atuação em fisiologia, citologia, biologia molecular), Enfermagem (atuação em fundamentos de assistência ao paciente, TOCE e internato rural), Farmacologia (atuação em farmacologia, citologia e bioquímica), Citologia e Histologia (atuação em bases moleculares, citologia, histologia, embriologia e patologia), Biofísica (atuação em biologia molecular, biotecnologia, biofísica e fisiologia), Bioquímica (atuação em biologia molecular, biotecnologia, bioquímica e fisiologia), Genética (atuação em biologia molecular, biotecnologia e genética), Anatomia, Patologia (atuação em patologia e serviço de verificação de óbito), Imagem (atuação em anatomia, propedêutica, áreas clínicas e cirúrgicas e internato), Cardiologia (atuação em família e comunidade, propedêutica, cardiologia e internato), Infectologia (atuação em família e comunidade, microbiologia, parasitologia, propedêutica, doenças infectocontagiosas e internato), Ginecologia (atuação em família e comunidade, anatomia, fisiologia, propedêutica, ginecologia e internato), Pediatria (atuação em família e comunidade, fisiologia, propedêutica, pediatria e internato), Gastroenterologia (atuação em anatomia, fisiologia, propedêutica, gastroenterologia e internato), Endocrinologia (atuação em bioquímica, fisiologia, propedêutica, endocrinologia e internato), Neurologia (atuação em anatomia, fisiologia, propedêutica, neurologia e internato), Ortopedia (atuação em anatomia, técnica operatória, propedêutica e cirurgia, internato), Cirurgia Geral (atuação em anatomia, técnica operatória, propedêutica e cirurgia, internato), Saúde da Família e da Comunidade - ÁREA II e Saúde da Família e da Comunidade - ÁREA I.

A inscrição deve ser realizada no período de 04 de janeiro a 05 de fevereiro de 2016, diretamente na secretaria do Instituto de Saúde e Biotecnologia ou da Faculdade de Educação Física e Fisioterapia, cujos endereços são: 

- ISB (Instituto de Saúde e Biotecnologia): Estrada Coari-Mamiá, nº 305, Bairro Espírito Santo, CEP 69460-000, Coari/AM. Telefone: 97 3561-3025. E-mail: cadisbcoari@gmail.com; 

- FEFF (Faculdade de Educação Física e Fisioterapia): Av. General Rodrigo Octávio, nº 6.200, CEP 69077-000, Manaus/AM (Campus Universitário Senador Arthur Virgílio Filho - Setor Sul). Fone: 92 3305-4091; e-mail: fef@ufam.edu.br.

Também serão aceitas inscrições por correspondência, desde que sigam rigorosamente as instruções explicitadas no edital.

A taxa é de R$ 90,00 ou R$ 180,00, a depender da titulação requerida.

O concurso será realizado em três etapas: prova escrita, prova didática e prova de títulos. 

O prazo de validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período, no interesse da Administração. Todo o processo de execução do presente concurso público, com o edital completo e demais informações, estará disponível no sítio http://progesp.wix.com/ddpessoas, no campo "Concursos".

Fonte: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=30/11/2015&jornal=3&pagina=41&totalArquivos=232

Processo Seletivo na Prefeitura de Analândia - SP

A Prefeitura da Estância Climática de Analândia, Estado de São Paulo, abre processo seletivo nº 001/2015. A finalidade é selecionar candidatos de ensino superior, para contratação, por tempo determinado e em caráter emergencial. O certame fica sob os cuidados do INDEC - Instituto Nacional de Desenvolvimento Educacional e Capacitação.

As chances são para os cargos de Médico Pediatra, Professor (Educação Básica I - Infantil e Fundamental, Educação Básica II - Artes, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Língua Estrangeira - Inglês, Língua Portuguesa e Matemática.

Os vencimentos ofertados para o cargo de Médico é de R$ 2.772,50 mensal em jornada de trabalho de 20 horas semanal, e para os cargos de Professor é de R$ 12,36 hora-aula, em carga horária semanal de 30 horas aula.

As inscrições devem ser feitas até o dia 13 de dezembro de 2015, através do endereço eletrônico www.institutoindec.com.br.

O valor da taxa de inscrição para todos os cargos é de R$ 47,00.

A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 17 de janeiro de 2016, no município de Analândia, sendo que o local e horário serão divulgados com antecedência no site usado para a realização das inscrições.

Haverá prova de títulos, apenas para os candidatos aos cargos de Professor, que devem enviar os documentos dentro do período de inscrição para o INDEC.

O processo seletivo terá validade por um ano, a contar da data de sua homologação.

Concurso na Prefeitura de Itirapina - SP

A Prefeitura de Itirapina, no Estado de São Paulo, lançou o edital nº 001/2015 de concurso público. A finalidade é a contratação de 14 novos servidores de ensino fundamental, médio e superior. Os vencimentos ofertados vão de R$ 920,00 a R$ 4.260,00 mensal, em carga horária que vai de 20 a 40 horas semanais, exceto para o cargo de Médico Plantonista, que será de R$ 5.875,00, em jornada de trabalho de 60 horas mensais, sendo cinco plantões de 12 horas no mês .

Serão contratados Agente Comunitário da Saúde, Fiscal de Obras, Fiscal de Tributos, Lixeiro, Médico Plantonista Clínico de Urgência e Emergência, Motorista de Transporte Coletivo, Operador de Máquina de Terraplenagem, Professor de Educação Básica II – Artes, Tratorista e Médico Ortopedista.

As inscrições serão aceitas a partir das 17h do dia 30 de novembro até às 12h do dia 14 de dezembro de 2015, pelo endereço eletrônico www.institutoexcelenciapr.com.br.

O valor da taxa de inscrição varia entre R$ 50,00 e R$ 80,00.

Serão destinadas aos portadores de deficiência 5% do total de vagas existentes, desde que a deficiência de que são portadores não seja incompatível com as atribuições do cargo a ser preenchido.

Os inscritos serão submetidos à provas escrita objetiva, prática e análise de títulos, obedecendo os métodos de avaliação do cargo pretendido. A prova objetiva será aplicada na data provável de 17 de janeiro de 2016, em local e horário a serem comunicados com antecedência, no site usado para a formalização das inscrições.

A validade do concurso público será de dois anos, contados a partir da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma vez por igual período, a critério da administração.

Concurso na Prefeitura de Montividiu - GO

A Prefeitura de Montividiu, no Estado do Goiás, divulgou o edital nº 01/2015 de concurso público. A intenção é selecionar profissionais de níveis fundamental, médio e superior, pra a contratação imediata de 115 novos servidores. O certame fica sob os cuidados da empresa KLC - Consultoria em Gestão Pública.

As chances são para os cargos de Merendeira, Auxiliar de Serviços Gerais, Motorista de Veículos Leves, Motorista de Ambulância, Auxiliar Administrativo, Fiscal de Posturas e Edificações, Fiscal de Tributos, Técnico em Enfermagem, Professor I – Pedagogia, Educação Física, Língua Portuguesa, Geografia, História, Ciências Biológicas, Assistente Social, Enfermeiro, Odontólogo , Fisioterapeuta, Educador Físico, Psicólogo / Assistência Social, Psicólogo Escolar, Farmacêutico, Nutricionista e Nutricionista Escolar.

Os vencimentos ofertados vão de R$ 788,00 a R$ 2.500,00, em carga horária de 30 ou 40 horas por semana.

As inscrições devem ser feitas até o dia 15 de dezembro de 2015, pela internet no endereço eletrônico www.klcconcursos.com.br.

O valor da taxa de inscrição para os cargos de nível fundamental é de R$ 40,00, nível médio R$ 60,00 e nível superior R$ 80,00.

Serão destinadas aos portadores de deficiência 10% do total de vagas existentes, desde que a deficiência de que são portadores não seja incompatível com as atribuições do cargo a ser preenchido.

Os candidatos serão submetidos à provas escrita objetiva, prática e avaliação de títulos, de acordo com os métodos de avaliação de cada cargo.

A prova objetiva provavelmente será aplicada no dia 17 de janeiro de 2016, em local e horário a serem divulgados com antecedência no site usado para a realização das inscrições.

A validade do Concurso Público será de dois anos, prorrogável uma única vez, a critério da Administração, por igual período.

Prefeitura de Água Doce - SC libera edital de concurso público

A Prefeitura de Água Doce, Estado de Santa Catarina, torna público, para o conhecimento dos interessados, que se acham abertas, até o dia 15 de dezembro de 2015, as inscrições do concurso público destinado ao provimento de 16 vagas, mais cadastro de reserva, para cargos de níveis alfabetizado, fundamental, médio, médio/técnico e superior, por ganhos de até R$ 7.064,05 em carga horária de 10 a 40 horas por semana.

O concurso do edital n° 011/2015, será organizado por meio da Fundação Universidade do Oeste de Santa Catarina (Funoesc) e distribui vagas para os empregos de Agente Operacional, Agente Operacional Manutenção e Limpeza, Merendeira, Agente de Construção e Manutenção, Motorista, Técnico de Informática, Atendente de Farmácia, Técnico em Higiene Dental (THD), Auxiliar Consultório Dentário, Técnico Esportivo – Judô (Instrutor de Judô), Instrutor Musical, Instrutor de Banda e Fanfarra, Instrutor de Karatê, Médico Pediatra, Médico Ginecologista e Obstetra, Educador Físico e Instrutor Canto Coral.

As inscrições devem ser realizadas no site www.unoesc.edu.br, até às 23h59min do dia 15 de dezembro de 2015. As taxas variam de R$ 30,00, R$ 50,00 a R$ 80,00 de acordo com o nível esolar.

As provas escritas objetivas de múltipla escolha serão realizadas na cidade de Água Doce, SC, com data previstas para o dia 10 de janeiro de 2016 (domingo), às 9h, com duração de 3h para sua realização.

Os locais de realização das provas escritas, para os quais deverão se dirigir os candidatos, serão divulgados no dia 22 de dezembro de 2015, nos sites www.unoesc.edu.br e www.aguadoce.sc.gov.br. São de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização das provas escritas e o comparecimento no horário determinado.

Os gabaritos oficiais preliminares das provas objetivas serão divulgados na internet, nos sites www.unoesc.edu.br e www.aguadoce.sc.gov.br, a partir das 14h do dia subsequente ao da realização das provas escritas objetivas de múltipla escolha (segunda-feira).

A validade deste concurso público é de dois anos, contados da data da homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Processos seletivos da Prefeitura de Nova Veneza - SP

No Estado de São Paulo, a Prefeitura de Nova Veneza lançou dois editais de processos seletivos para admissão temporária de profissionais de todos os níveis de escolaridade, com ganhos mensais de R$ 900,00 a R$ 3.106,00, por jornadas trabalhistas de 20 e 40 horas semanais.

São ao todo quatro vagas, sendo duas ofertadas através do edital nº 002/2015, para Médico Veterinário, Auxiliar de Consultório Dentário e Agente Comunitário de Saúde (ACS) e duas por meio do edital nº 003/2015, para Biólogo e Fiscal do Meio Ambiente. Além das vagas imediatas, o evento também realiza cadastro de reserva.

Para participar é preciso que o interessado realize pré-inscrição via endereço eletrônico: www.processosseletivos.com.br/novaveneza, até o dia 7 de dezembro de 2015. Feito isso, será necessário comparecer a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Veneza, situada na Rua Alfredo Bortoluzzi nº 420, Bairro Bortoluzzi, nos dias 7 ou no dia 8 de dezembro de 2015, para validar a inscrição.

Será aplicada prova na Escola Básica Municipal Bairro Bortolotto, localizada na Rua Antônio Destro nº 15, Bairro Bortolotto, provavelmente no dia 19 de dezembro de 2015, com início as 8h30.

Estima-se que o gabarito seja divulgado no dia da prova e que o resultado final seja homologado no dia 8 de janeiro de 2016.

Concurso Prefeitura de Aragoiânia - GO

Em Goiás, a Prefeitura de Aragoiânia divulgou novas informações e deu prosseguimento ao concurso público, regido pelo edital 01/2015, organizado pela empresa Itame Consultaria e Concursos.

A meta é preencher mais de 100 vagas imediatas e formar cadastro de reserva para postos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os cargos disponíveis são de Agente comunitário de saúde, Agente de combate às endemias, Auxiliar de consultório dentário, Biólogo, Enfermeiro, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Gari, Geógrafo, Médico, Motorista de veículo pesado, Motorista de ambulância, Nutricionista, Odontólogo, Operador de máquinas pesadas, Professor, Psicólogo, Recepcionista, Técnico em enfermagem, Técnico em higiene dental, Técnico em gestão ambiental, Vigia, entre outros.

Os salários oferecidos vão de R$ 788,00 a R$ 5.766,19. As inscrições foram reabertas e serão realizadas no período entre 7 e 31 de dezembro de 2015, pelo site da organizadora (http://www.itame.com.br), mediante pagamento de taxa no valor de R$ 50,00 a R$ 90,00. 

Na primeira etapa do concurso, serão aplicadas provas escritas teórico-objetivas para todos os cargos, provavelmente no dia 5 de março de 2016.

Os candidatos aos cargos de Operador de Máquina Pesada e Motoristas de Veículos Pesados e de Ambulância aprovados nas provas objetivas serão submetidos à prova prática, que será realizada na data provável de 2 de abril de 2016 (sábado), em local e horários previamente divulgados.

A prova de aptidão física para Gari será realizada provavelmente no dia 2 de abril de 2016 (sábado), cujos horários e locais serão previamente divulgados pela CECP.

Os títulos deverão ser protocolados na Comissão Especial do Concurso - CECP até o dia 2 de abril de 2016 (sexta-feira), em horário de expediente, na sede da Prefeitura Municipal, através de requerimento em duas vias para conferência e avaliação que será feita pela CECP com suporte técnico da organizadora do concurso.

Edital e demais atualizações devem ser conferidos no link: http://www.itame.com.br/site/concurso_detalhes.aspx?conid=23

CFF regulamenta atribuições do farmacêutico que atua na hemoterapia

Na semana em que se comemora o Dia Nacional do Doador de Sangue, 25 de novembro, o Conselho Federal de Farmácia aprovou resolução regulamentando as atribuições do farmacêutico nos Hemocentros Nacional e Regionais bem como em serviços de hemoterapia e/ou bancos de sangue

“A normativa é uma homenagem do CFF aos doadores e uma contribuição aos colegas farmacêuticos que atuam na área, para que se sintam mais amplamente respaldados na execução do seu trabalho”, comentou a conselheira federal de Farmácia pelo estado do Rio de Janeiro, Ana Paula Queiroz, durante a apresentação da proposta ao Plenário do Conselho na manhã desta quinta-feira, dia 26.

A conselheira destacou que a nova resolução foi construída com o apoio da classe farmacêutica e a sociedade, pois esteve submetida à consulta pública no período de 11 de agosto até 10 de setembro. Foram recebidas 34 contribuições e 88% dos participantes se declararam fortemente favoráveis, o que reflete a pertinência da regulamentação.

Os hemocomponentes têm sido descritos tanto como produtos biológicos, como medicamentos. Em consonância com as farmacopéias americana e britânica, os hemocomponentes foram incluídos, no final do ano de 2012, no rol de especialidades farmacêuticas da 5ª Edição da Farmacopéia Brasileira (FB5), atualizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

“Com efeito, na qualidade de medicamentos de infusão venosa de alta criticidade, os hemocomponentes demandam um controle de qualidade adaptado aos mais altos padrões e exigências de segurança e eficácia compatíveis com a produção de injetáveis da indústria farmacêutica”, comenta Ana Paula Queiroz, no texto de justificativa da resolução. “Neste diapasão, a integralidade da atuação do farmacêutico nos serviços de hemoterapia e/ou bancos de sangue confunde-se também com um dos maiores desafios da assistência à saúde do país, que é o de ampliar a atenção aos portadores de coagulopatias e hemoglobinopatias com o menor risco possível de transmissão de doenças”, acrescenta.

Efetivamente, o farmacêutico que atua em serviços de hemoterapia e/ou bancos de sangue deve manter-se frequentemente atualizado e solícito à prática assistencial, sobretudo prestigiando o trabalho em equipe. “E neste sentido, a nova normativa se reveste de importância capital tanto para a consolidação do farmacêutico na Hemoterapia, quanto para a oferta de hemocomponentes e hemoderivados com qualidade, eficácia e segurança elevados para a população do SUS”, assinala o presidente do CFF, Walter Jorge João. 

Entre as atribuições previstas na nova resolução estão fazer a anamnese farmacêutica, verificar sinais e sintomas, acessar e conhecer as informações constantes no prontuário e realizar a reconciliação medicamentosa do receptor; registrar no prontuário do receptor a evolução farmacêutica e, quando se fizer necessário, informações úteis sobre a assistência prestada ao paciente, inclusive laboratorial e solicitar exames laboratoriais de receptores para fins de monitorização dos efeitos tranfusionais.

De acordo com a proposta, o profissional também deverá avaliar e monitorar, no âmbito da vigilância sanitária, materiais, equipamentos, substâncias e insumos industrializados, como bolsas, equipos de transfusão, seringas, filtros, conjuntos de aférese, agulhas, anticoagulantes, dentre outros, utilizados para a coleta, preservação, processamento, armazenamento e transfusão de hemocomponentes, assim como os reagentes usados para os testes imuno-sorológicos e imunohematológicos. A resolução deve ser publicada nos próximos dias. 

 Fonte: CFF

Brasil aumenta número de médicos, mas mantém desigualdade na distribuição

Dados do relatório Demografia Médica no Brasil 2015 indicam que cerca de 400 mil médicos atuam no Brasil

De acordo com os números divulgados ontem (30) pelos conselhos Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e Federal de Medicina (CFM), o total de registros de médicos no país é de 432.870, mas 33.178 registros se referem a registros secundários, ou seja, são de profissionais com mais de um registro nos conselhos regionais.

A segunda inscrição ocorre quando o médico trabalha em áreas fronteiriças entre dois estados [e ele têm registro em mais de um conselho] ou quando ele muda temporariamente para fazer cursos ou especializações. Deduzidos os registros secundários, o total de médicos no país soma 399.692 profissionais.

Considerando-se o total de registros médicos no país, já que um médico pode atuar em estados diferentes, o Brasil tem, em média 2,11 médicos para cada grupo de mil pessoas. A taxa é muito próxima a de países desenvolvidos como Estados Unidos [média de 2,5 médicos por grupo de mil habitantes], Canadá (2,4) e Japão (2,2). Segundo Mário Scheffer, coordenador do estudo, nessa média não é considerada o número total de médicos, mas o de registro, porque “um médico com dois registros tem de ser contado nos dois estados, porque ele é mão de obra para ambos”.

Desigualdade
A distribuição desses médicos pelo país é muito desigual tanto entre as unidades da Federação quanto em relação a capitais e interior do país. A região Sudeste, por exemplo, concentra mais da metade dos médicos do país (55,3%), enquanto a região Norte tem apenas 4,4% desse total, seguida pelo Centro-Oeste, com 7,9%.

O estado do Maranhão dispõe de 5.396 médicos, o que corresponde a 1,3% do total de profissionais brasileiros, enquanto sua população corresponde a 3,4% do total nacional. A média é a mais baixa do país, de 0,79 profissionais para cada grupo de mil pessoas. O estado de São Paulo concentra 117.995 médicos (28,1% do total), para uma população que corresponde a 21,7% do país [2,7 médicos a cada grupo de mil]. O Distrito Federal é a unidade federativa com maior concentração de médicos por grupo de pessoas do país: 4,28 médicos a cada mil pessoas.

As 27 capitais do país concentram 55,24% do total de registros de médicos, embora a população dessas cidades represente apenas 23,80% do país. Todas as 5.543 cidades do interior têm 44,76% dos médicos, enquanto sua população soma 76,2% do Brasil. Com isso, a taxa de médicos por grupos de mil habitantes soma 4,84 nas capitais e 1,23 médicos no interior. “O médico é um profissional que demora 12 anos para se formar. Ele não vai trabalhar em lugares distantes se não houver boas condições para sua família. O relatório mostra que abrir escolas não resolverá o problema porque a maioria deles [médicos] vai trabalhar em cidades com mais de 50 mil habitantes. O governo precisa desenvolver uma política de interiorização”, defendeu Braúlio Luna, presidente do Cremesp.

Perfil
Em 2014, os homens eram maioria dos médicos no país (57,5% do total), mas há uma tendência de feminização da medicina no Brasil. “Desde 2010, há mais registros de mulheres que de homens. A profissão ainda é masculina, mas isso está mudando”, afirmou Mário Scheffer. Desde 2011, 52,6% dos médicos eram mulheres. No ano passado, esse número já correspondia a 54,8% do total.

Segundo Scheffer, a maior presença das mulheres na medicina vem acompanhada de desigualdade. “As mulheres recebem menos, embora tenham vínculos e carga horária equivalentes aos homens.”

A idade média dos médicos em atividade no país chega a 45,7 anos. Conforme o estudo, essa média vem caindo ao longo do tempo, resultado da entrada de novos médicos no mercado de trabalho.  

Salário
A maioria dos médicos tem mais de um emprego e se submete a longas jornadas semanais de trabalho. Do total de médicos do país, apenas 22% têm somente um empregador. O restante tem entre dois ou mais vínculos.

A maioria dos médicos [75,5% do total] trabalha mais de 40 horas semanais. O salário da maioria [62,4%] é de R$ 16 mil mensais. No entanto, o salário é considerado baixo pelo presidente do CFM, Carlos Vital. Segundo ele, o ideal seria um salário de R$ 11 mil por 20 horas semanais ou R$ 22 mil por 40 horas.

“Essa é a proposta que a categoria médica tem defendido. Mas o governo paga, em média, R$ 6 mil por 40 horas semanais. Isso é extremamente desmotivador”, afirmou Braúlio Luna, presidente do Cremesp.

Para Vital, a PEC 459, em tramitação na Câmara dos Deputados desde 2009 e que institui a carreira de estado para o médico brasileiro, poderia ajudar a resolver esse problema salarial e garantir condições dignas para o exercício da profissão. “A PEC reconhece o exercício da medicina como essencial ao estado. A lei é que irá, posteriormente, regulamentar e determinar esses salários”, concluiu.

Agência Brasil

Pesquisa diz que é três vezes mais fácil achar médico particular do que público

Um relatório divulgado ontem (30), em São Paulo, revela que é três vezes mais fácil encontrar um médico no setor privado do que no Sistema Único de Saúde (SUS)

Segundo o relatório Demografia Médica no Brasil 2015, divulgado pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM), apenas 21,6% do total de médicos do país – cerca de 400 mil profissionais – atende unicamente no serviço público, enquanto 26,9% atende no setor privado. O restante atende a ambos.

Segundo as entidades, o equilíbrio numérico entre os setores público e privado é apenas aparente, já que há uma grande desigualdade quando se considera a quantidade de público atendida: no SUS ela é muito maior. Cerca de 75% da população brasileira utiliza exclusivamente o SUS, enquanto o restante tem cobertura de plano ou seguro de saúde.

Uma estimativa feita em junho deste ano pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apontou que os clientes de planos de saúde somavam 50.516.992 pessoas no país, enquanto os demais 150,5 milhões de habitantes recorriam exclusivamente ao SUS. Com isso, a população atendida pela rede privada, que é três vezes menor, encontra mais facilidade de médicos que no SUS.

“O paciente tem três vezes mais dificuldade de ter disponibilidade de um médico no SUS do que na área privada. Isso pode melhorar com políticas públicas de saúde, com prioridade e atenção na saúde, mais investimento, maior capacidade administrativa e com carreira de estado para os médicos e profissionais de saúde, que possa trazer perspectiva de progressão”, disse Carlos Vital, presidente do Conselho Federal de Medicina.

“A desigualdade entre os setores público e privado precisa ser revista. Esse é o grande desafio para o sistema de saúde que se quer universal”, afirmou Mário Scheffer, coordenador do estudo. De acordo com o levantamento, os médicos que atuam apenas no setor privado ou em ambos os setores ganham mais do que aqueles que atuam apenas no SUS. Dos médicos que atuam no sistema público de saúde, 37,8% ganham menos que R$ 8 mil mensais.

Entre os que atuam apenas no setor privado, essa porcentagem cai para 21,8%. A grande maioria dos profissionais que atuam no setor público [84,5% do total] tem dois vínculos empregatícios. Entre os profissionais do setor privado, essa taxa cai para 27,1% do total.

Mais da metade dos médicos [51,5% do total] que atuam no setor público trabalham em hospitais, 23,5% em unidades básicas e no programa Saúde da Família e apenas 4,8% em serviços de atenção secundária e especializada. Entre os que atuam no serviço privado, o lugar de trabalho mais frequente é o consultório particular [40,15 do total] e o hospital privado [38,1%].

Mais Médicos
Segundo Mário Scheffer, coordenador do estudo, o relatório não considerou a totalidade de médicos do Programa Mais Médicos, estimada em 18 mil profissionais, pois a pesquisa trabalha apenas com dados de registros de médicos brasileiros nos conselhos regionais de medicina e não estrangeiros. Segundo ele, apenas os 7 mil profissionais brasileiros dentro do programa foram considerados para essa pesquisa. Por isso, disse Scheffer, não foi possível prever o impacto do programa dentro do relatório.

Foto: Arauto

Agência Brasil

Anvisa suspende lotes de medicamentos

A Anvisa determinou a suspensão da distribuição, comercialização e uso dos lotes listados abaixo dos medicamentos Dyspnéinhal (epinefrina) 10 ml e Pomada Parisiense (acido salicílico 20)

Os produtos são fabricados pela empresa Laboratório Brasileiro de Biologia Ltda.

A determinação ocorreu após o fabricante comunicar à Agência o recolhimento do produto por alteração do fabricante dos fármacos dos medicamentos sem autorização da Anvisa.

A empresa deve promover o recolhimento do lote existente no mercado.

A medida consta da Resolução 3.292../2015, publicada nesta segunda-feira (30/11), no Diário Oficial da União (DOU).


DYSPNÉ-INHAL (epinefrina) 30 MG/ML SOL P/INAL CT FR VD AMB X 10 ML
LoteValidade
0791S1330/12/2015
0792S1330/12/2015
0791A1425/01/2016
0791H1416/07/2016
0792H1416/07/2016
0791H1323/07/2016
0791J1420/08/2016
0792J1321/08/2016
0791M1315/10/2016
0791E1513/05/2017
0792E1513/05/2017
0791G1516/06/2017
0791H1515/07/2017
POMADA PARISIENSE (ácido salicílico 20%)
LoteValidade
0871J1427/08/2016
0871K1408/09/2016
0871B1506/02/2017
0872C1506/02/2017
0871E1520/05/2017
0782E1520/05/2017

ANVISA

Anvisa proíbe produtos irregulares da empresa Hilê Indústria de Alimentos

Nesta segunda-feira (30/11), a Anvisa determinou a proibição de diversos produtos fabricados por Hilê Industria de Alimentos Ltda.

A empresa já havia sido notificada e impedida de atuar em todo o Estado de Santa Catarina porque os produtos listados abaixo contém extratos vegetais sem avaliação prévia para comprovação de segurança na Anvisa e por conter espécies vegetais não autorizadas para o preparo de chás.

Além disso, a empresa também possui produtos enquadrados irregularmente como Suplemento Mineral e Vitamínico em cápsulas, mas que, por conter ingredientes ativos, são considerados Novos Alimentos com obrigatoriedade de registro na Agência.

Confira abaixo a lista dos produtos suspensos:
Motivo A - PRODUTOS COM EXTRATOS VEGETAIS SEM AVALIAÇÃO PRÉVIA

PRODUTO
MARCA
Pó para o preparo de bebida para dietas com redução de peso por substituição parcial das refeições ou ganho de peso por acréscimo as refeições com Chá Verde, Colágeno Hidrolisado e Mix de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de chá verde e extrato de café verde).

Termogênic mais Chá Mais

Pó para o preparo de bebida para dietas com redução de peso por substituição parcial das refeições ou ganho de peso por acréscimo as refeições com Canela, Hibisco, Colágeno Hidrolisado e Mix de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de hibisco).
Biofemme Termogênic mais Chá Mais
Pó para preparo de bebida à base de Chia semente com Chá Verde (Contém extrato de chá verde).

Vitafrux

Pó para preparo de bebida à base de Maca com Vitaminas e Minerais (Contém extrato de maca e extrato de açaí).

Vitafrux

Alimento para dietas com ingestão controlada de açúcar – Livretox (Contém extrato de limão, extrato de couve, extrato de espinafre e extrato de chá verde).

Vitafrux

Pó para preparo de bebida à base de Café Verde, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de café verde e extrato de chá verde).

Vitafrux

Pó para preparo de bebida à base de Oliveira com Chá Verde, adicionado de Colágeno (Contém oliveira em pó e extrato de chá verde).

Vitafrux

Pó para preparo de bebida à base de Oliveira, Chá Verde e Colágeno Hidrolisado enriquecido com Vitaminas e Minerais (Contém Oliveira (Olea europaea L.)).

Chá mais

Pó para preparo de bebida à base de Chá Verde com Colágeno Hidrolisado enriquecido de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de chá verde).

Chá mais

Pó para preparo de bebida à base de Manga Africana adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de manga africana).

Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Lichia com Colágeno Hidrolisado, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de amora e extrato de lichia).

Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Açaí, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de amora e extrato de lichia).

Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Oliveira, Chá Verde e Colágeno Hidrolisado enriquecido com Vitaminas e Minerais (Contém Oliveira (Olea europaea L.), extrato de acerola e extrato de chá verde).

Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Maca adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de maca e extrato de açaí).

Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Semente de Chia com Chá Verde (Contém extrato de chá verde).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Café Verde, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de café verde e extrato de chá verde).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Chá Verde, Laranja amarga (Citrus aurantium) e Guaraná com Vitaminas e Minerais (Contém extrato de chá verde e polpa de laranja amarga).

TermoQuanty
QuantyVitta
Alimento para dieta com ingestão controlada de açucares (Contém extrato de limão, extrato de couve, extrato de espinafre, extrato de chá verde e extrato de blueberry).

Livretox
QuantyVitta
Pó para preparo de bebida à base de Graviola, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém polpa de graviola e extrato de limão).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de GojiBerry, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de Gojiberry e extrato de uva).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Cranberry, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de cranberry e extrato de amora).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de chá Branco com Proteína Isolada de Soja E Cálcio (Contém extrato de chá branco).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Blueberry, com Colágeno Hidrolisado adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de blueberry e extrato de amora).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Romã, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de romã e extrato de uva).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Colágeno Hidrolisado com Betacaroteno, enriquecido com Vitaminas e Minerais (Contém extrato de cenoura e extrato de beterraba).

QuantyVitta

Pó para preparo de bebida à base de Chá Verde, Acerola e Laranja, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de chá verde e polpa de laranja amarga).

QuantyVitta

Farinha de Maca

Vitafrux
Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Chá Verde com Abacaxi e Hortelã, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de chá verde).


Chá mais
Alimento para dietas com ingestão controlada de açucares (Contém extrato de limão, extrato de couve, extrato de espinafre, extrato de chá verde e extrato de blueberry).

Livretox
Chá mais
Pó para preparo de bebida à base de Romã, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de romã e extrato de uva).

Chá mais

Pó parar preparo de bebida à base de Graviola, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de graviola).

Chá mais

Pó para preparo de bebida à base de Folia (Cordia ecalyculata Vell) com Chá Verde enriquecido com Colágeno Hidrolisado, adicionado de Vitaminas e Minerais (Contém extrato de chá verde e Folia (Cordia ecalyculata Vell)).

QuantyVitta


Motivo B - PRODUTOS QUE CONTÉM ESPÉCIES VEGETAIS NÃO AUTORIZADAS PARA O  PREPARO DE CHÁS

PRODUTOMARCA
Folia Magra com Chá verde (Contém Folia magra (Cordia ecalyculata Vell)).

Vitafrux

Chá de folha de Oliveira (Contém Oliveira (Olea eurpaea L.)).

Biomagry

Chá misto 30 ervas (Contém Carqueja - caule alado (Baccharis trimera), Rosa branca – Flor (Rosa centifólia L.), Rosa rubra – flor (Rosa gallia L.).


Vitafrux

Chá misto Fitness com Algas (Contém Poranguaba-Folha (Cordia ecalyculata Vell), Sene – Folha (Cassia angustifólia Vahl) e Fucus Vesiculosos – talos (Fucus vesiculosus L.).

Chá da Índia

Amora Branca (Contém Amora-branca (Morus alba L.)).

Vitafrux

Malva (Contém Malva (Malva sylvestris L.))

Hilê

Chá Misto Bela Forma com Hibisco (Contém Carqueja - caule alado (Baccharis trimera)).

Vitafrux


Motivo C - PRODUTOS ENQUADRADOS IRREGULARMENTE, CONSIDERADOS NOVOS ALIMENTOS

PRODUTO
MARCA
Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Maca (Contém maca solúvel em pó).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Açaí (Contém extrato de açaí).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Cranberry (Contém extrato de cranberry).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Berinjela (Contém extrato de berinjela).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Raspberry (Contém extrato de raspberry).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Graviola (Contém extrato de graviola).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Chá Verde (Contém chá verde pó solúvel).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Goji Berry (Contém Goji Berry pó solúvel e chá verde pó solúvel).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Oliveira (Contém Oliveira em pó).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Fórmula Negra (Contém extrato de Illex paraguariensis)

Quanty Vitta

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Romã (Contém romã em pó solúvel).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Café Verde (Contém café verde pó solúvel).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Maqui Berry (Contém extrato de maquiberry).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Jabuticaba (Contém extrato de jabuticaba).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Maca (Contém extrato de maca).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Hibisco (Contém hibisco pó)

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Manga Africana (Contém extrato de manga africana).

Chá Mais

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Oliveira (Contém extrato de oliveira).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Café Verde (Contém extrato de café verde ).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Maqui Berry (Contém maquiberry pó solúvel).

Quanty Vitta

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com extrato de Jabuticaba (Contém extrato de Jabuticaba).

Vitafrux

Suplemento de Vitamina C a base de Acerola com Goji Berry (Contém Goji Berry pó solúvel e chá verde pó solúvel).

Vitafrux
Nutryer

Confira a resolução no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA