Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 13 de julho de 2013

Cientistas criam orelha biônica com impressora 3D

Orelha biônica criada com impressora 3D (Foto: Mel Evans/AP)
Orelha biônica criada com impressora 3D (Foto: Mel Evans/AP)
Órgão é capaz de captar frequências mais amplas que ouvido humano. Técnica une células, polímero e nano partículas de prata
 
Cientistas da Universidade de Princeton, nos EUA, usaram a técnica de impressão em 3D para criar uma orelha composta de células de cartilagem, um tipo de polímero e nano partículas eletrônicas capaz de captar frequências num espectro mais amplo que o ouvido humano.
 
Com uma impressora 3D comum, capaz de criar objetos tridimensionais por meio da aplicação de finas lâminas de matéria-prima, os estudiosos depositaram células de bezerro sobre uma base de material polimérico. As células viraram cartilagem. Simultaneamente, a impressora inseriu partículas de prata na estrutura, formando uma antena capaz de “ouvir” variadas frequências.
 
Os pesquisadores, liderados por Michael McAlpine, iniciaram a pesquisa porque a orelha é uma das estruturas mais difíceis de recriar por meios cirúrgicos. O modelo criado na universidade americana ainda precisa de mais testes para poder ser de fato usado.
 
Mas, na opinião dos autores da pesquisa, publicada na revista “Nano Letters”, a técnica é promissora para a substituição de órgãos humanos com problemas ou mesmo para a criação de partes corporais artificiais com capacidades que excedem as naturalmente e encontradas.
 
Orelha é composta por células, polímero e nanopartículas de prata (Foto: Mel Evans/AP)
Orelha é composta por células, polímero e nano partículas de prata (Foto: Mel Evans/AP)

Pesquisadores manipulam impressora 3D em Princeton (Foto: Mel Evans/AP)
Pesquisadores manipulam impressora 3D em Princeton (Foto: Mel Evans/AP)
Fonte G1

Número elevado de farmácias favorece automedicação, diz médica

Pesquisa mostra que no Centro de Curitiba existem três farmácias para cada 1.000 habitantes (Foto: Bibiana Dionísio/ G1 PR)
Foto: Bibiana Dionísio/ G1 PR
Pesquisa mostra que no Centro de Curitiba existem
três farmácias para cada 1.000 habitantes
Pesquisa indica que em Curitiba há mais farmácias do que o indicado. Professora da UFPR fala dos riscos se tomar remédio sem prescrição
 
Ir a uma farmácia e comprar remédio por conta própria ou apenas a partir da indicação do balconista é comum entre brasileiro, ao ponto de ser um hábito. No caso da analisa de treinamento e desenvolvimento na área de Recursos Humanos Mariane Garbuio, de 30 anos, é um costume que foi passado de mãe para filha. “Desde que eu era pequena, eu cresci com a minha mãe me dando remédio. Eu sentia uma dor de garganta, minha mãe me dava um Cataflam. Eu ficava com febre, ela me dava um antitérmico, antes de me levar no médico. Eu acabei pegando este hábito”.

Mariane conta que se automedicava principalmente em casos de dor de cabeça, de garganta, dor de estômago e tosse. Mas, agora, esse hábito pertence ao passado. Por estar grávida de dois meses e meio, ela está impedida de ingerir qualquer remédio sem avaliação médica. “Estou sofrendo horrores.
 
Eu sinto uma dorzinha e não posso tomar remédio. Antes eu sentia uma dor de cabeça, tomava algo e passava. Agora, eu não posso tomar nada. Essa semana eu tive uma crise de enxaqueca e não pude tomar nada, então, isso me faz sofrer”, confessou.

A automedicação e os possíveis impactos são minimizados pela população e por isso acaba sendo tão corriqueira. Uma pesquisa, coordenada pela professora Domique Muzzilo do Departamento de Clínica Médica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e médica hepatologista do Hospital de Clínicas (HC), indica que no Centro de Curitibaexistem mais farmácias por habitante e por área do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Enquanto o indicado é uma farmácia para oito a 10 mil habitantes, na capital paranaense a proporção é de três para mil. “A oferta é tão grande porque tem procura e, como a oferta é tão grande, a procura permanece presente”, pontuou a professora.
 
Essa oferta, no entendimento da professora, é exuberante e corrobora com a automedicação. Segundo Muzzilo, um levantamento da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma) mostrou que cerca de 80 milhões de brasileiro se automedicam. Além disso, dados do Ministério da Saúde mostram que de cada três medicamentos vendidos em farmácia, apenas um tem receita médica. A pesquisa do governo federal apontou ainda que os outros dois medicamentos foram adquiridos após indicação, por exemplo, de parentes, amigos, vizinho e balconistas.

“Isso é muito grave. Quando a pessoa toma a medicação, sem a indicação médica, ela não sabe o que aquele remédio pode causar em termos de efeitos adversos. Ela não sabe se realmente tem uma doença que precise daquele medicamento ou se ela tem alguma situação que pode até piorar por causa daquele medicamento”, alertou a professora.

Segundo a professora, o medicamento mais vendido livremente nas farmácias é o anti-inflamatório não hormonal – indicado, por exemplo, para dor e inflamação -, que é o medicamento que mais pode causar complicações. “Uma das mais comuns são os problemas gástricos, a ponto de a pessoa ter hemorragia por reação do remédio. São remédios muito importantes para a população que tem a indicação adequada, no entanto, os colaterais podem ser graves”.
 
Aliado a esta questão numérica, existe um mecanismo criado para impulsionar a venda de medicamentos em detrimento da saúde. “Os balconistas são treinados para dar orientações breves, mas a função deles é literalmente vender. Eles têm cotas para atingir. Nós sabemos que existem subsídios e estímulos financeiros de quem vendem as medicações para as farmácias, que premiam esses balconistas quando eles atingem estas cotas”.

No entendimento da professora, o medicamento é tratado como se fosse um pacote de biscoito. Ela exemplifica com uma experiência própria. A professora e médica do HC foi comprar um remédio e o balconista sugeriu que ela levasse mais do que o necessário porque estava em promoção.
 
Além disso, lembrou Muzzilo, os balconistas estão despreparados para a função. Pelo menos, foi o que mostrou outra pesquisa realizada há dois anos também sob a supervisão da professora. Neste levantamento, alunos de medicina questionavam os balconistas sobre o paracetamol – que é um analgésico - com o intuito de saber o grau de conhecimento do balconista.  De acordo com Muzzilo, os balconistas não respondiam adequadamente sobre a dosagem e nem sobre efeitos adversos. “Eles estimulavam que fosse tomada uma dose muito maior do que a devida”. Esta é uma amostra, que na avaliação da professora, pode ser estendida a outros remédios.

A complexidade da automedicação, destaca a professora, não está nos balconistas. É preciso considerar que atualmente as farmácias ampliaram a oferta de produtos. Além do carro-chefe, os consumidores encontram uma infinidade de opção como cosméticos, chocolates, salgadinhos, pão, chás, eletrônicos, etc.

Há ainda a questão da legislação, que para a professora, é permissiva. “É ruim a facilidade que o cliente tem para obter qualquer tipo de medicamento”, disse.  Atualmente, a receita médica é exigida apenas na compra de antibióticos e remédios de tarja preta. As outras medicações são de aplicação livre.

Diante deste cenário, a professora levanta a questão: por que é dada a licença indiscriminada para a abertura de um número tão grande de farmácias? Muzzilo destaca que a farmácia está simplesmente cumprindo o papel dela que é ser simplesmente um comerciário. Não há nenhum desrespeito a lei. “Eles são livres para venderam o que quiserem, com exceção dos antibióticos e dos remédios tarja preta. O que eu entendo é que nossa legislação é muito frouxa, muito livre nisso”, argumentou. A professora também acredita que deveria ser proibida a publicidade de medicamentos nos veículos de comunicação para que fosse minimizada esta prática da automedicação.
 
Fonte G1

Aluno fará estágio obrigatório no SUS na cidade em que estuda, diz ministro

Objetivo é melhorar a formação, não suprir falta de médicos, diz Padilha. Ministro da Saúde diz que proposta será detalhada nos próximos meses
 
Os estudantes que começarem uma faculdade de medicina a partir de 2015 e tiverem que participar de um estágio de dois anos nos serviços básicos e de emergência de saúde não serão enviados a locais onde há falta de médicos, afirmou na sexta-feira (12) o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Pela proposta, todos os alunos farão o estágio na mesma cidade em que cursam a faculdade. "Esse período será ligado ao curso no qual ele está sendo formado, então ele continua na cidade, em unidades ligadas à universidade. Não é igual serviço social obrigatório, onde ele vai trabalhar em outra região", afirmou ele ao G1.
 
Além disso, a avaliação dos estagiários durante esse período será feita nos moldes do programa de residência médica do Programa Saúde da Família. Nele, o estudante que se especializa em determinada área tem o acompanhamento de um preceptor durante as visitas a campo. Para o estágio obrigatório, "vai ter contratação de preceptores totalmente custeados pelo Ministério da Saúde", disse Padilha.
 
A proposta de alteração do currículo da graduação em medicina foi anunciada pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, na segunda-feira (8). A ideia de ampliação do curso foi incluída na medida provisória promulgada pela presidente Dilma Rousseff que criou o programa Mais Médicos.
 
Porém, o estágio obrigatório proposto pelo governo federal não tem como objetivo suprir os postos de saúde com falta de profissionais, mas sim "que esse médico tenha uma formação melhor, mais preparada, com imersão e um banho da realidade de saúde da nossa população", explicou Padilha.
 
A avaliação do estudante será constante e, mesmo tendo sido aprovado em todas as disciplinas, um aluno poderá ser reprovado no estágio. Em casos de erro médico, o aluno, que terá um registro profissional provisório e atrelado à instituição de ensino, será responsabilizado, de acordo com o ministro.
 
Pela medida, os estágios começariam de fato a partir de 2021, quando a primeira turma de estudantes incluída no novo currículo entrar no sétimo ano de faculdade.
 
Debate no Conselho Nacional de Educação
Padilha explicou que o Conselho Nacional de Educação (CNE) terá seis meses para discutir e detalhar a proposta. Entre as características ainda não definidas do programa estão a grade horária a ser incluída no currículo atual e o dimensionamento da carga horária, incluindo quanto tempo o estudante deverá passar nos serviços de atenção básica e nos de urgência e emergência.
 
O CNE também vai definir quantos equipamentos de saúde precisarão estar ligados às faculdades e escolas de medicina. O estágio poderá ser feito nas unidades básicas de saúde (UBS), nas unidades de pronto atendimento (UPA), junto aos serviços de atendimento médico de urgência (Samu), nos prontos-socorros e emergências.
 
No caso das instituições particulares, uma coisa, segundo o ministro, já foi decidida: durante o estágio, o estudante não pagará mensalidade. Todos os alunos, de faculdades públicas ou privadas, serão remunerados no período.
 
Contra o registro provisório
Entidades médicas reagiram negativamente à notícia da reformulação do curso. Segundo o presidente do Conselho Federal de Medicina (CFM), Roberto Luiz d'Avila, uma das preocupações é sobre quem vai acompanhar os estagiários durante o serviço. "Ele é estudante, não pode atender sozinho sem supervisão direta presencial, não existe estudante que atenda sozinho por telefone."
 
Para d'Avila, o registro provisório é incompatível tanto com a formação quanto com a profissão.
 
"Não existe meio médico, ou você é médico para o país inteiro ou não tem licença", afirmou ele ao G1. No entendimento do CFM, os possíveis erros médicos cometidos pelos estudantes terão que ser respondidos pela pessoal responsável pela supervisão de seus atos.
 
O ministro Padilha, porém, disse que apenas em casos nos quais fique clara a negligência do supervisor ele também responderá pelo erro.
 
Fonte G1

Médicos de São Paulo marcam novo protesto contra Governo Federal

Ato irá repudiar o veto da Presidente Dilma Roussef à lei 12.842, que regulamenta a profissão médica e que havia sido aprovada pelo Senado e Câmara Federal
Foto: CRMSP
Ato irá repudiar o veto da Presidente Dilma Roussef à lei 12.842,
que regulamenta a profissão médica e que havia sido
aprovada pelo Senado e Câmara Federal
O Conselho Regional de Medicina convocou a imprensa para anunciar ações contra medidas "unilaterais" do governo
 
O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), está convocando médicos e estudantes de medicina para novo protesto na próxima terça-feira (16), na capital.
 
A Regional convocou uma coletiva à imprensa para anunciar as ações da entidade contra as medidas consideradas " unilaterais" do Governo Federal.
 
Entre os pontos considerados polêmicos do programa Mais Médicos, está a vinda de profissionais estrangeiros sem a revalidação de diploma e o serviço civil obrigatório no SUS para recém-formados em medicina, com acréscimo de dois anos aos atuais seis anos do curso de graduação.
 
O ato também irá repudiar o veto da Presidente Dilma Roussef à lei 12.842, que regulamenta a profissão médica e que havia sido aprovada pelo Senado e Câmara Federal. Os vetos atingiram principalmente o polêmico Artigo 4º, que motivou protestos de diversas categorias da saúde, como fisioterapeutas, enfermeiros e psicólogos. Este artigo teve nove pontos vetados, inclusive o Inciso 1º, que atribuía exclusivamente aos médicos a formulação de diagnóstico de doenças.
 
Após a coletiva~os médicos farão um ato na Praça Roosevelt, localizada ao lado do Cremesp.
 
Fonte isaude.net

África concentra 80% dos casos e nove em cada dez mortes por malária

Mohammed se recupera de Malária em clínica na capital da Somália. Nove em cada dez mortes pela doença em todo mundo são registradas na África.
Foto: UN Photo/Tobin Jones
Mohammed se recupera de Malária em clínica na capital
da Somália. Nove em cada dez mortes pela doença
em todo mundo são registradas na África
Especialistas da ONU estiveram reunidos em Luanda no Fórum de Parceiros Angolanos Contra a Malária
 
Um custo para economia de cerca de US$ 12 biliões por ano. Concentração de quase 80% dos casos mundiais. Nove em cada dez mortes pela doença em todo mundo registradas no continente.
 
Os números da malária no continente africano, considerados alarmantes pela Organização Mundial da Saúde (OMS), levaram especialistas a criarem um novo plano que tem como meta ser refletido nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável para o período pós-2015.
 
O vice-presidente do Fórum de Parceiros Angolanos Contra a Malária, Jaime Molossande, falou da necessidade da participação da sociedade no projeto "Fazer Recuar a Malária"
 
"Temos que refletir, profundamente, para o papel que as parcerias têm na luta contra a malária.
 
Assim o entendemos nós, os jornalistas, que estão envolvidos na comunicação. Tal como se diz 'água mole em pedra dura tanto bate até que fura'. Olhamos para os nossos contextos em que as pessoas devem saber o que deve ser o seu papel, porque as causas e as consequências estão identificadas", referiu.
 
De acordo com dados do Programa da ONU para o Desenvolvimento (Pnud) determinantes como condições das famílias, práticas agrícolas mais inteligentes e sistemas de saúde mais robustos ajudaram a garantir um maior acesso a programas de transmissão e tratamento da malária.
 
A diretora adjunta da agência, Rebeca Grynspan, disse que não foi somente por meio de redes mosquiteiras e de melhores remédios que a doença foi eliminada no norte da Europa e América do Norte.
 
Apesar do aumento da cobertura com as intervenções de controle dos vetores, considera-se que devem ser integrados os esforços em setores de desenvolvimento para permitir o controle e a eliminação da doença de forma sustentável.
 
Fonte isaude.net

Dias mais frios aumentam o consumo de sal

Sódio é um dos principais fatores de risco para o desenvolvimento de doenças renais
 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo diário de até cinco gramas de sal (equivalente a dois gramas de sódio). O consumo médio do brasileiro, entretanto, é de 12 gramas por dia, mais que o dobro do recomendado.
 
— É importante verificar o teor de sódio de alimentos industrializados e consumir aqueles com menores índices. Vale lembrar que um grama de sal contém 400 mg de sódio — alerta o médico nefrologista e presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), Daniel Rinaldi dos Santos.
 
A tendência de maior consumo de sal nos dias mais frios, decorrente de refeições mais calóricas e condimentadas, pode afetar a saúde do sistema cardiovascular e, consequentemente, do rim. Embora os rins sejam órgãos fundamentais na eliminação do excesso de sódio ingerido, quando há comprometimento da função dos rins a sua capacidade para filtrar e eliminar o excesso de sal é limitada.
 
— No inverno, as pessoas consomem mais alimentos condimentados e calóricos e 75% do sódio que elas ingerem vêm dos alimentos processados e industrializados — afirma Rinaldi.
 
O consumo excessivo de sal provoca a hipertensão, que é reconhecida hoje como uma das principais desencadeadoras de doença renal crônica. O excesso de sal também aumenta os riscos da formação dos cálculos renais ou pedra nos rins.
 
O governo federal assinou um termo de compromisso com as associações que representam os produtores de alimentos processados que estabelece um plano de redução gradual na quantidade de sódio presente nos alimentos industrializados. Segundo Rinaldi, a meta é uma queda anual de 6,9% no consumo médio de sal. A projeção é que a ingestão seja em torno de oito gramas em 2015, de seis gramas em 2019, e de cinco gramas a partir de 2021.
 
Veja as recomendações da SBN para consumir menos sal:
 
— Leia sempre os rótulos para verificar a quantidade de sódio. Os fabricantes são obrigados a informar, no rótulo do produto industrializado, o teor de sódio no alimento. Alguns alimentos processados concentram tanto sódio que uma única porção tem quantidade superior à recomendada para ingestão diária
 
— Tire o saleiro da mesa. É recomendável salgar os alimentos na panela, durante o preparo, para ter controle da quantidade usada
 
— Substitua o sal por condimentos e ervas. Há uma série de alimentos naturais que acentuam os sabores dos alimentos e podem substituir o sal, como salsinha, alecrim, orégano, pimenta-do-reino, louro, hortelã, páprica e outros
 
Fonte Zero Hora

Pelo direito de ser feliz... na cama!

Pelo direito de ser feliz... na cama! Gabriel Renner/Agencia RBSSuperando a fase em que deviam ser apenas boas mães e donas de casa, as mulheres passam a exigir o "direito de chegar lá"
 
No clima de manifestações que tomaram o país nas últimas semanas, mulheres de várias idades bem que poderiam sair às ruas para protestar. Motivos não faltam. Afinal, quando o assunto é o direito legítimo de "chegar lá", os mitos e tabus que permeiam a sociedade atrapalham, até os dias de hoje, a realização feminina entre quatro paredes.

"Posso me masturbar?", "Posso gemer?", "E se não conseguir gozar?".

As muitas dúvidas sobre orgasmo, libido e formas de excitação somam-se a questões emocionais, culturais, profissionais e biológicas, povoando com muitas caraminholas o imaginário sexual feminino.

Tão complexo como o painel de um Boeing
Se ela tem facilidade de dialogar com o (a) parceiro (a), às vezes empaca na inconstância comportamental, influenciada por seus hormônios. Se é bem informada e conversa sobre, às vezes o medo de ousar a impede de liberar suas fantasias mais íntimas.

Dona de um corpo cujo prazer é multifatorial e tão complexo quanto o painel de controle de um Boeing, a mulher também não foi muito privilegiada pela questão histórica.

Estudos sobre o prazer feminino só passaram a ganhar visibilidade depois dos anos 60, explica a ginecologista e sexóloga Jaqueline Brendler, diretora-executiva da Associação Mundial para Saúde Sexual (WAS). Impulsionadas pela entrada da mulher no mercado de trabalho, liberação sexual e uso da pílula anticoncepcional, as revistas voltadas a esse público passaram a desmistificar o assunto.

Até lá, tudo o que se esperava das mulheres no casamento era que "fossem boas mães e boas donas de casa".

— Não se previa o orgasmo para elas. As novas gerações de homens estão pensando mais nisso — diz Jaqueline.

Ainda bem. Com as mudanças do mundo contemporâneo, os casais tiveram que se adaptar. Ao ganhar seu dinheiro e comandar a própria vida, a mulher passou a cobrar do parceiro maior participação no jogo erótico. Superando essa fase em que deviam apenas servir, cada vez mais, passaram a exigir o "direito de chegar lá". Nem todas sabem, porém, que é preciso aprender o caminho até o cume da montanha.

Ela deve ser responsável pelo seu prazer — e não ele
Por melhor que seja o desempenho do homem, alerta a sexóloga, a mulher precisa entender que é ela — e não ele — a grande responsável por seu prazer, na medida em que se permitir e se tornar disposta a aprender como o orgasmo acontece. Ou seja: quanto mais falar o que gosta e o que considera bom, maiores são as chances de satisfação.

— É bom quando a mulher assume a sua responsabilidade sobre o prazer não deixa essa tarefa exclusivamente para o outro — diz a terapeuta sexual.

A falta de autoconhecimento é, inclusive, um dos principais entraves. De acordo com Carmita Abdo, coordenadora do programa de estudos em sexualidade da Universidade de São Paulo (USP,) as mulheres têm dificuldade de se tocar até para cuidar da própria saúde:

— Elas se culpam muito se têm necessidade de auto erotização. Se boicotam até para fazer autoexame de câncer na mama.
 
Quarto vermelho e outros mitos
Em agosto do próximo ano, salas de cinema mundo afora lotarão de leitoras eufóricas para ver o sedutor sádico Christian Grey, da obra Cinquenta Tons de Cinza. Isso mesmo: a trilogia de E.L. James, que levou ao delírio o público feminino com as perversões do magnata que sofrera abuso sexual na infância e tornara-se um dominador, vai virar filme. Cenário de toda sorte de tortura e jogos de sedução entre Grey e Anastásia, o quarto vermelho vai deixar muitas expectadoras assanhadas diante da tela.

O pudor que muitas mulheres têm para revelar seus desejos mostra que a muralha histórica erguida entre a excitação e os bons costumes permanece. O fenômeno "Grey" revela uma tentativa de se livrar desses fantasmas morais. Sedentas por histórias picantes, as amantes contemporâneas querem, mais do que ler e ver, viver essas cenas.

Sacanagem, sim, mas é a sutileza que leva ao delírio
Em parte, o fascínio pelas artimanhas de Grey se explica pelo fato de que o sexo começa antes e termina depois da cama. Segundo a sexóloga Florence Coelho Marques, do Hospital da PUCRS, são as sutilezas que as leva ao delírio.

— Mulher gosta de sacanagem, mas é exigente. Querem ser observadas, degustadas, instigadas — conjectura.

As lições aprendidas em filmes pornôs, que ensinam a repetir um mesmo movimento o mais rápido possível, segundo Florence, devem ser esquecidas. Mitos como procurar o ponto G também podem ser riscados do manual erótico. O ponto principal é a mente. Por isso, é importante investir em tudo o que precede a penetração: massagem nos pés, beijinho no cangote, língua passeando pelo corpo, safadezas ao pé do ouvido, mordidinhas no pescoço, beijo na boca.

Todas essas peças que, soltas, parecem brincadeira de adolescente, são o combustível do tesão, justamente porque ativam pontos na imaginação feminina.

Implodindo tabus
ZH reuniu dúvidas e curiosidades de mulheres, de diversas idades. A sexóloga e ginecologista Florence Coelho Marques, do Ambulatório de Sexologia do Hospital São Lucas, da PUCRS, respondeu.

Como saber se chegou lá?
Se em um momento de grande excitação a mulher percebe pequenas contrações rítmicas e involuntárias na entrada da vagina, seguindo-se uma sensação de relaxamento, possivelmente houve um orgasmo.

Por que é mais demorado para a mulher do que para o homem?
Diferenças em relação à resposta sexual. A mulher tem a pélvis mais larga e precisa de maior fluxo sanguíneo para estar pronta para a relação. Por isso, para elas as preliminares são fundamentais!

Quantos tipos de orgasmos diferentes existem?
O orgasmo sempre será clitoridiano. Pode ser desencadeado pela penetração vaginal ou anal. Mas ponto G, orgasmo vaginal, são mitos. Não existem.

Como escolher um vibrador?
Existe uma gama enorme de modelos, formas, etc. Os "da moda" são os "Rabbits", que prometem maravilhas (risos). Podem ser usados pela mulher sozinha ou com seu parceiro. Na prática, como o orgasmo vem sempre do clitóris, tanto faz se o vibrador é em forma de pênis avantajado, vibra dentro da vagina em multivelocidades. O que importa é que haja um estímulo prazeroso no clitóris, e para isso basta ser um vibrador discreto, de forma oval, por exemplo.

Há remédios que podem diminuir a libido?
Muitas medicações podem diminuir a libido. Eu diria que a maioria delas! Excetuando-se os analgésicos e os antibióticos, todas as demais medicações, com o uso crônico, podem ter alguma inferência. Para amenizar essa questão é imprescindível uma avaliação com um especialista (terapeuta sexual ou sexólogo), que poderá identificar se há associação de alguma medicação ou não. Muitas vezes culpamos doenças e medicações quando, na verdade, a relação não está bem, há depressão, crise financeira, doença em familiares ou outros fatores contribuindo para a redução do desejo sexual.

A idade influencia na libido?
Após os 40 anos começa a haver uma redução fisiológica, natural, nos níveis de testosterona circulante das mulheres. Após a menopausa esta redução se acentua. Naquelas submetidas à retirada dos ovários a situação é ainda mais importante. Os baixos níveis de testosterona podem se relacionar a menor desejo, impulso e fantasias sexuais. Com a proximidade da menopausa, muitas mulheres passam a apresentar redução dos níveis de estrogênio circulantes, fato associado à menor lubrificação vaginal (atrofia genital), causando desconforto ao coito.

A libido pode ser estimulada? Como?
Sempre pode e deve ser estimulada. Leituras, filmes, lingeries, performances, perfumes, jantares, viagens, agrados (flores, presentes, surpresas, mensagens, e-mails). Cada casal pode usar da criatividade para inovar, namorar, driblar a rotina. Costumamos promover mudanças em nossas vidas quando nos separamos: algumas pessoas cortam o cabelo, mudam o penteado, renovam o guarda-roupa, começam a frequentar academia, redecoram a casa... Por que não podemos fazer isso durante e para manter uma relação?

Muitas mulheres acham que se libertar na cama e deixar claro suas fantasias pode parecer vulgar. Isso é machismo da cabeça feminina?
De certa forma, sim. Aprendemos essas questões equivocadas ao longo de décadas, com nossos antepassados. Por isso "se permitir" é tão difícil. Com mais intimidade, a comunicação do casal tende a melhorar.

Por que o sexo anal é tabu?
Por que ainda existem os mitos de que é um local sujo, proibido, alusão à relação homossexual masculina, constrangimento em aceitar que pode ter prazer desta forma, em se permitir.

Sexualidade e saúde: a verdadeira história do vibrador
Este objeto ainda muito mistificado pelos mais conservadores, surgiu ainda no século XIX para fins medicinais. Sintomas como irritabilidade, insônia, ansiedade, dores de cabeça, choro, falta de apetite, entre outros eram diagnosticados medicinalmente como "histeria", uma doença exclusivamente feminina, que acreditava-se que o problema era causado por perturbações no útero.

E o tratamento? Massagem feita no clitóris pelo médico em consultório, até que a mulher atingisse o "paroxismo histérico", hoje conhecido como orgasmo. Depois da sessão, a mulher consequentemente ficava mais calma, e os sintomas desapareciam — pelo menos por um tempo.

As mulheres passaram a lotar os consultórios (casadas ou solteiras) em busca da "cura" para os seus problemas. Já os médicos, passavam horas masturbando-as.

A massagem clitoriana era um trabalho maçante e algumas pacientes demoravam horas para atingir o "paroxismo histérico". O esforço repetitivo fez com que os médicos desenvolvessem problemas nas mãos. Para agilizar os atendimentos, o médico americano George Taylor patenteou, em 1869, o primeiro vibrador, a vapor, e o batizou de "The manipulator".

O produto evoluiu de forma rápida, e em 1880 foi inventado o vibrador movido a manivela pelo inglês Joseph Mortimer Granville e o aperfeiçoamento se materializou pouco depois.

Em 1902 a empresa americana Hamilton Beach lançou o primeiro massageador elétrico, e foi nesse momento que as mulheres passaram a tratar a "histeria" em casa.

Mas o conceito de que aqueles sintomas caracterizassem uma doença só foi abolido pela Associação Americana de Psiquiatria em 1952. Até as duas primeiras décadas do século XX, os aparelhos eram anunciados livremente pelas revistas femininas como forma de aliviar os mais diversos problemas mas, com os filmes pornográficos, esta ideia foi subvertida, fazendo com que eles sumissem dos impressos.

O retorno veio nos anos 60 junto com a revolução sexual feminina, a descoberta da pílula anticoncepcional e o conceito de orgasmo como forma de prazer.

Entrevista
Se está disposta a sensualizar e adotar estratégias para melhorar a performance, pessoas como a personal sex Leda Martins podem ajudar. Consultora do assunto, ela costuma palestrar em despedidas de solteiro e eventos do gênero.

Veja algumas dicas no vídeo:



Fonte Zero Hora

Clima frio exige cuidados para prática esportiva

Clima frio exige cuidados para prática esportiva Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS
Hidratação e alimentação são fatores que merecem atenção
 
A chegada do inverno e a queda das temperaturas costumam afastar as pessoas da prática das atividades física e esportiva. Considerando que o sedentarismo deve ser evitado em qualquer época do ano, quem optar pelos exercícios mesmo nos dias mais frios deve estar atento a alguns cuidados especiais.
 
Um desses cuidados, segundo o ortopedista especialista em Medicina Esportiva do Hospital Samaritano de São Paulo, Rogério Teixeira, é com a hidratação. A atenção deve ser a mesma que em climas extremamente quentes.
 
— A hidratação deve ser iniciada antes da prática esportiva. No frio, temos o agravante de sentir menos sede, o que pode fazer com que não se tenha uma ideia adequada do estado hídrico. Atletas que não se encontram hidratados em climas frios sofrem com câimbras — afirma.
 
Atenção especial também deve ser dada à alimentação, com uma ingestão rica em carboidratos (como massas, batata e arroz), pois são a fonte principal de energia.
 
Teixeira lembra que quando o clima está frio, o mais óbvio é não descuidarmos do agasalho, mesmo que a sensação térmica seja de calor. O que pode ocorrer com a diminuição da temperatura é a hipotermia, que é a diminuição da temperatura central do corpo. As partes do corpo que mais sofrem com o frio são mãos, pés e cabeça.
 
— Saia de casa agasalhado e só tire o excesso de roupa à medida que for aquecendo o corpo — aconselha o especialista.
 
As lesões específicas mais frequentes em decorrência dos climas frios são a hipotermia e as lesões das extremidades. Segundo o especialista, um problema frequente e subestimado é o broncoespasmo induzido pelo frio.
 
— Pode-se sentir falta de ar súbita, podendo causar riscos graves a saúde. Geralmente sente-se dificuldade para respirar, chiado no peito, falta de ar e pode até sentir dor no tórax, sendo esse quadro mais frequente em climas frios e secos. Isso pode diminuir a função pulmonar e fazer com que prejudique o rendimento esportivo — afirma.
 
Lesões ortopédicas podem ocorrer também, como as lesões musculares, principalmente se o aquecimento e alongamento não foram feitos de forma adequada.
 
Fonte Zero Hora

Pesquisa aponta que pessoas optam por alimentos saudáveis em restaurantes por quilo

Pesquisa aponta que pessoas optam por alimentos saudáveis em restaurantes por quilo Fernando Salazar,Especial/Agencia RBS
Foto: Fernando Salazar,Especial / Agencia RBS
No almoço, nos restaurantes por quilo, a opção dos clientes
é por alimentos mais saudáveis
Vilão da dieta seria o que se come à noite, no jantar
 
Pessoas que utilizam restaurantes por quilo para realizar refeições sabem quais alimentos são saudáveis e quais não são. A maioria escolhe o que coloca no prato segundo os critérios de saúde. O grande problema é aquilo que se come à noite, durante o jantar, geralmente alimentos com maior teor de gordura e calorias, como alimentos congelados ou de preparo mais rápido. Os dados são de uma pesquisa realizada pela nutricionista Odete Santelle, na Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP.
 
A pesquisadora entrevistou 60 clientes de dois restaurantes de São Paulo com o objetivo de saber quais fatores influenciavam a escolha dos alimentos que os clientes colocavam no prato.
 
— Em ambos os restaurantes o fator saúde foi apontado por 43% dos clientes, o fator sabor por 26% e o equilíbrio entre sabor e saúde, por 31%. Quem come errado sabe o que está fazendo — aponta a pesquisadora.
 
Entre o saudável e o saboroso
De acordo com Odete, os entrevistados apontaram como exemplos de alimentos ligados à saúde: as folhas verdes, os legumes, os grelhados e o arroz integral. Já um alimento associado com sabor foi a batata frita.
 
Ao serem questionados sobre o que mudariam na alimentação, a maioria dos entrevistados disse que seria aquilo que comem durante o jantar, principalmente alimentos como fast-food, frituras, croissants, pizza e pão de queijo. Portanto, o grande problema é o jantar, devido ao consumo de alimentos congelados, comida pronta ou de preparo mais rápido, geralmente mais calóricos e com maior teor de gordura. No almoço, nos restaurantes por quilo, a opção dos clientes é por alimentos mais saudáveis.
 
Os entrevistados disseram que os fatores limitadores que levam à escolha desse tipo de alimento para o jantar são a falta de tempo para cozinhar, a falta de habilidade culinária, o fato de os congelados serem mais práticos e de rápida preparação, e a dificuldade em guardar a comida fresca.
 
— As pessoas que moram em grandes cidades, como São Paulo, saem do trabalho e muitas vão para cursos e nem sempre conseguem chegar em casa em tempo hábil para prepararem uma refeição saudável — diz.
 
Quando questionados sobre o que mudariam na alimentação, pensando na saúde, os entrevistados disseram comer menos pães, massas e doces à noite.
 
O que dizem os nutricionistas
A pesquisadora também entrevistou as nutricionistas que atuavam nos dois restaurantes. Odete relata que essas profissionais vivenciam uma situação em que precisam equilibrar o compromisso ético profissional com as metas de vendas. Então, essas profissionais buscam oferecer arroz branco e o integral, frutas e doces nas sobremesas, sucos naturais e refrigerantes como bebidas, e os clientes decidem o que escolher.
 
— Oferecer apenas alimentos saudáveis não é possível. Mas as nutricionistas sabem que a demanda por arroz integral é menor, então fazem de um modo para que não haja desperdício de alimentos — conta.
 
Outra estratégia relatada pelas profissionais é diminuir a quantidade de sal e gordura utilizada na preparação dos alimentos.
 
Alternativa
Odete acredita que as pessoas não comem errado por opção, mas por uma série de dificuldades que atrapalham a adoção de uma rotina alimentar mais saudável.
 
— Por isso, o profissional de nutrição deve entender o dia a dia dos clientes a fim de identificar quais as dificuldades da pessoa. E, a partir disso, fazer uma proposta de educação e saúde alimentar que seja adequada a cada realidade.
 
Fonte Zero Hora

Cuidado: Smartphones = sedentarismo

Smartphones = sedentarismo Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
Quanto mais os estudantes usam os aparelhos, mais sedentários eles ficam
 
Talvez não seja tão surpreendente assim, mas passar horas navegando no celular não ajuda em nada para manter a forma. Um estudo da Universidade Kent State (EUA) observou que universitários que gastam muito tempo em smartphones — até 14 horas ao dia — estão em pior forma física do que aqueles que gastam, em média, 90 minutos diários mexendo nos seus aparelhos.

Quanto mais os estudantes usaram os aparelhos, mais sedentários eles ficaram, revelou a pesquisa. E não é só isso: quem gasta mais tempo conectado tende a ter outras formas sedentárias de entretenimento, como videogames ou filmes.

Os usuários mais comedidos, no entanto, "diziam se comunicar com grupos ativos pelo celular e citavam usar esta comunicação como uma motivação para a atividade física".
 
Fonte Zero Hora

Água ajuda a perder peso?

Água ajuda a perder peso? Carlinhos Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Carlinhos Rodrigues / Agencia RBS
Estudo descobriu que beber água antes das refeições pode sim ajudar a queimar calorias
 
Uma nova pesquisa sugere que beber água antes das refeições ajuda você a perder um pouco de peso a longo prazo.

O estudo foi realizado pela Escola de Saúde Pública de Berlim, do Centro Médico da Universidade Charité, e descobriu que os adultos com sobrepeso que bebiam dois copos de água antes de comer acabaram perdendo em torno de 1,82 quilos a mais do que aqueles que não fizeram isso. A pesquisa foi uma análise de 11 estudos originais e duas revisões sistemáticas sobre a relação da água com a perda de peso.

Quanto ao porquê de isso funciona, os resultados não são conclusivos, mas os pesquisadores acreditam que a água simplesmente faz você se sentir saciado e, portanto, você come menos.

De qualquer maneira, beber mais água certamente não é ruim para a sua saúde, e substituir bebidas calóricas como café, refrigerantes e sucos por ela pode ajudar a reduzir a quantidade de calorias vazias do corpo.
 
Fonte Zero Hora

Quais são os erros mais comuns cometidos por quem faz dieta

Quais são os erros mais comuns cometidos por quem faz dieta Stock Images/Stock Images
Trocar alguns alimentos na hora de fazer as refeições do dia
a dia ou diminuir a quantidade de comida ingerida são
algumas medidas de quem deseja emagrecer
Acompanhamento de profissional da saúde é fundamental para um emagrecimento saudável
 
Trocar alguns alimentos na hora de fazer as refeições do dia a dia ou diminuir a quantidade de comida ingerida são algumas medidas de quem deseja emagrecer. Mas se você já está fazendo dieta e percebeu que não está perdendo peso, pode ser que você mesmo esteja sabotando o seu emagrecimento. Evitar alguns alimentos com medo de engordar pode prejudicar a sua saúde ao invés de ajudá-la.
 
De acordo com o nutrólogo André Veinert, é muito comum as pessoas que querem perder peso fazer uso de dietas radicais e, quando não notam o resultado, colocam a culpa nos alimentos.
 
— Quem decide da noite para o dia mudar o cardápio em busca do corpo perfeito, costuma cometer erros cruciais que podem colocar a saúde em risco — explica.
 
A mudança de hábito não é uma tarefa fácil, o que exige muito da pessoa para não cair na tentação.
 
— Antes de iniciar uma dieta é preciso aceitar o seu corpo atual e se comprometer, sendo necessário ter disciplina, além de seguir uma nova rotina. Essa é a maneira certa de começar a se reeducar — afirma o nutrólogo.
 
Quem decide fazer uma dieta sem orientação de um profissional tem mais chances de cometer erros que podem prejudicar a saúde. A dieta é algo que deve ser levada a sério e trocar o cardápio sem a conscientização de um médico pode provocar doenças.
 
— Quem começa uma dieta sem orientação acredita que fazendo jejum tem mais chances de emagrecer rápido. Mas isso não é verdade. Pular uma refeição faz com que você fique com mais fome do que o normal. Com isso, não vai se contentar com pequenas porções e certamente vai querer uma fritura e muito doce de sobremesa para ter a sensação de saciedade — alerta Veinert.
 
Para evitar que você cometa deslizes na sua dieta, preste atenção nos erros mais comuns:
 
Não consumir carboidratos
Algumas pessoas acreditam que comer alimentos fontes de carboidratos, como pão, arroz ou batata após às 18h engorda. Segundo o médico, o que acontece é que à noite o metabolismo tem menor atividade, mas o corpo continua funcionando normalmente. Ou seja, não faz diferença se você consumir carboidrato de dia ou de noite, desde que ele esteja em quantidade adequada.
 
Pular refeições
Esse é o erro mais comum de quem faz dieta. Pular o café da manhã ou almoço faz com que a pessoa fique com mais fome e na hora de comer ela não vai se contentar com pouca comida. Provavelmente vai optar por frituras ou doces para matar a sua fome, o que coloca a dieta em risco.
 
Só consumir produtos light e diet
Esses produtos podem ajudar a manter o limite calórico diário, mas não são uma opção saudável. Veinert alerta que eles devem ser consumidos com moderação, além disso, eles não garantem o sucesso da dieta. Dependendo da quantidade de alimento light consumido, ele pode causar problemas sérios de saúde.
 
Exagerar no final de semana
Quando chega o final de semana, algumas pessoas abusam e acabam comendo tudo que evitaram na semana inteira. É permitido comer uma pizza ou um churrasco, mas sempre com moderação. Se você abusar, a sua dieta pode ficar comprometida e não ter efeito nenhum sobre o seu peso.
 
Esquecer de comer proteínas
Por medo de engordar e falta de informação, muitas pessoas trocam os ovos, leites e seus derivados, peixes e outras fontes de proteínas, que são fundamentais para emagrecer com saúde. Segundo o nutrólogo, quem consome proteína na medida certa logo tem a sensação de saciedade, por isso, é importante seguir um cardápio feito por um especialista, assim, mesmo com dieta, a pessoa consegue consumir uma quantidade adequada de proteínas.
 
Fonte Zero Hora

Humor: Médicos estrangeiros?

Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho – Fundacentro

O Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso público para 30 vagas de assistente em ciência e tecnologia da carreira de Gestão, Planejamento e Infraestrutura em Ciência e Tecnologia do Quadro de Pessoal da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho – Fundacentro, ligada ao Ministério do Trabalho e Emprego. O cargo exige nível médio de escolaridade.

O salário é de R$ 2.546,13. A autorização foi publicada no “Diário Oficial da União” desta terça-feira (11), por meio da portaria nº 589.

O provimento dos cargos dependerá de prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, e está condicionado à existência de vagas na data de publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público; à declaração do respectivo ordenador de despesa sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e a sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados; e à total substituição dos trabalhadores terceirizados que executam atividades em desacordo com a legislação vigente.

O prazo para publicação do edital de abertura do concurso público será de seis meses, contado a partir da data da publicação da portaria.

Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo - RS

A Fundação de Saúde Pública de Novo Hamburgo (RS) abriu concurso para 221 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 759,68 a R$ 4.108,42.

No site da Fundação La Salle, é possível ver o edital (acesse o edital).

O cargo de nível fundamental é de auxiliar de nutrição.

Os cargos de nível médio e técnico são de agente de atendimento, agente de oficinas terapêuticas, assistente administrativo, atendente de farmácia, auxiliar de imobilização ortopédica, condutor ambulância/Samu, visitador do programa PIM, assistente de laboratório, técnico de enfermagem, técnico em contabilidade, técnico em nutrição, técnico em radiologia, técnico em saúde bucal, técnico em segurança do trabalho, técnico em manutenção eletrônica;

 Os cargos de nível superior são de administrador, advogado, analista de gestão do trabalho, analista de laboratório, arquiteto, assistente social, contador, educador físico, enfermeiro, enfermeiro do trabalho, enfermeiro de saúde coletiva, engenheiro de segurança do trabalho, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, monitor do programa PIM, nutricionista, psicólogo, odontólogo, tecnólogo em radiologia, terapeuta ocupacional e terapeuta psicossocial na área musicoterapia.

As inscrições devem ser feitas até 4 de agosto pelo site www.fundacaolasalle.org.br. A taxa é de R$ 31 para nível fundamental, de R$ 46 para nível médio e de R$ 76 para nível superior.

 A prova será aplicada no dia 8 de setembro, das 14h às 17h.

Fundação de Ensino de Contagem - Funec/MG

A Fundação de Ensino de Contagem (Funec), Minas Gerais, realiza seleção para preenchimento temporário de 6 vagas

Inscrições:
Entre 3 e 29 de julho pelo www.contagem.mg.gov.br/concursos

Valor:
R$ 35,00.

Cargos:
Professores de Educação Básica (PEB 2) de Ensino Médio nas áreas de Análises Clínicas, Farmácia, Logística e Química.

Remuneração:
R$ 1.902,01

Provas:
Prova objetiva: 11 de agosto

Conselho Regional de Odontologia de Goiás

O Instituto Quadrix fará os concursos do Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região, de Pernambuco e Alagoas, e do Conselho Regional de Odontologia de Goiás.

No Conselho Regional de Educação Física da 12ª Região, de Pernambuco e Alagoas, serão oferecidas vagas de nível médio e superior. Os salários variam de R$ 800 a R$ 2.520. As vagas são para Recife e Maceió.

As vagas de nível médio são para assistente administrativo e auxiliar administrativo. Os cargos de nível superior são para agente de fiscalização.

Já no Conselho Regional de Odontologia de Goiás, as vagas serão para nível fundamental, médio e superior. Os profissionais vão trabalhar nas cidades de Goiânia, Luziânia, Itumbiara, Ceres/ Rialma, Porangatu e Catalão.

Os postos de nível fundamental são para copeira. As vagas de nível médio são para assistente administrativo, auxiliar administrativo, assistente administrativo financeiro, auxiliar de informática e fiscal regional. Os cargos de nível superior são para fiscal cirurgião/dentista e jornalista.

Conselho Regional de Medicina Veterinária de Goiás

O Conselho Regional de Medicina Veterinária de Goiás prorrogou as inscrições do concurso público para 84 vagas em cargos de nível médio e superior. São 4 vagas imediatas e 80 para formação de cadastro de reserva. Os salários variam de R$ 1.984,07 a R$ 5.000.

 No site do Instituo Cidades, é possível ver o edital (acesse o edital).

 Os cargos de nível superior são para administrador, advogado e contador.

As vagas de nível médio são para auxiliar administrativo.

As oportunidades são para as cidades de Goiânia e Rio Verde.

As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de julho pelo site www.institutocidades.org.br. A taxa é de R$ 50 para nível médio e R$ 100 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 4 de agosto, nas cidades de Goiânia e Rio Verde.

O concurso terá 1 ano de validade e poderá ser prorrogado por igual período.

Banrisul Armazéns Gerais S/A

A Banrisul Armazéns Gerais S/A (Bagergs), no Rio Grande do Sul, abriu concurso público para 89 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 816,91 a R$ 2.650. As vagas são para Canoas (RS).

Os cargos de nível superior são para contador.

As vagas de nível médio são para despachante aduaneiro, técnico em contabilidade, assistente administrativo e agente de logística.

Os postos de nível fundamental são para agente operacional.

Os profissionais vão receber vale-transporte, vale-refeição de R$ 398,86, vale-alimentação de R$ 301,14 e auxílio creche de R$ 297,97.

As inscrições devem ser feitas até o dia 23 de julho pelo site www.fdrh.rs.gov.br. A taxa é de R$ 137,19 para nível superior, R$ 60,17 para nível médio e R$ 36,10 para nível fundamental.

A prova objetiva será realizada no dia 11 de agosto, em Canoas.

O concurso terá 1 ano de validade e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Concurso Consirj - SP

O Consórcio Público Intermunicipal de Saúde da Região de Jales (Consirj), no estado de São Paulo, promove concurso público por meio do edital nº 01/2013, com o objetivo de preencher 36 vagas para todos os níveis de escolaridade. Conforme a publicação, a remuneração para os cargos pode chegar a R$ 1.723,95 por jornada de 36 a 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de Assistente Social, Auxiliar de Serviços Gerais, Enfermeiro, Escriturário, Segurança, Técnico em Contabilidade e Técnico em Enfermagem.
 
Para participar do certame, o interessado deverá efetuar sua inscrição entre 15 de julho e 02 de agosto de 2013, mediante acesso ao site www.personacapacitacao.com.br. A taxa varia de R$ 43,50 a R$ 78,50.
 
A seleção será composta de prova objetiva, que será aplicada na data provável de 25 de agosto de 2013, em horário e local a serem definidos após a homologação das inscrições. Os gabaritos da prova estarão disponíveis no site da organizadora, no dia seguinte à realização da prova, a partir das 18 horas.
 
A validade do concurso será de dois anos, contados da data de homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período. 

Concurso SESAU - Roraima 2013

A Secretaria Estadual da Saúde do Estado de Roraima (SESAU) abriu seis editais de concurso público, com o objetivo de preencher 1.786 vagas em cargos da carreira da Saúde e outros postos do quadro da SESAU, com remuneração entre R$755,62 e R$ 4.783,31. Ao maior salário, que é para o cargo de médico (várias especialidades) será acrescida a gratificação de atividade médica, de 150%, fazendo com que o salário total chegue a R$ 11.958,27.
 
As oportunidades listadas em cada edital estão distribuídas para candidatos de nível fundamental (69), médio/técnico (878) e superior (839). Dentre os cargos oferecidos, há vagas para assistente social, médico, cirurgião-dentista, psicólogo, educador físico, nutricionista, biomédico, bioquímico, farmacêutico, fonoaudiólogo, enfermeiro, químico, tecnólogo em radiologia, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta, bioquímico, artífice, auxiliar de serviços de saúde e outros. A carga horária varia de 20 a 40 horas semanais e os concursos reservam 10% das vagas por cargo para pessoas com deficiência.
 
Os interessados deverão fazer a inscrição até o dia 04 de agosto de 2013, exclusivamente pela internet, na página de concursos da UERR (http://www.uerr.edu.br/concurso). As taxas variam de R$ 50,00 a R$ 120,00, de acordo com o cargo escolhido.

As provas serão realizadas simultânea e exclusivamente no Estado de Roraima, nos municípios de Boa Vista e Rorainópolis, de acordo com a opção do candidato no ato de efetivação da inscrição. A confirmação da inscrição e dos locais de realização das provas estará disponível no endereço eletrônico da UERR na data provável de 19 de agosto de 2013.
 
As provas objetivas serão aplicadas provavelmente no dia 25 de agosto de 2013, em horário local e com duração de quatro horas. O gabarito preliminar da prova objetiva será afixado nos murais internos da UERR - nos Campi de Boa Vista e Rorainópolis e no site a partir das 19 horas do dia da realização da Prova.

O prazo de validade deste certame será de dois anos, contado a partir da publicação do Edital de homologação do Resultado Final, podendo ser prorrogado por igual período.
 
Os editais dos concursos 003, 004, 005, 006, 007 e 008/2013 estão disponíveis na página de concursos da UERR (http://www.uerr.edu.br/concurso/)

Exército Brasileiro abre vagas para curso de oficiais

O Comando do Exército, por meio do Departamento de Ciência e Tecnologia (DCT) e do Instituto Militar de Engenharia (IME), publicou os editais nº. 2 e 3/2013 de concurso para admissão ao Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Ativa (CACFG/Ativa) e da Reserva de Segunda Classe  (CACFG/Reserva) do quadro de Engenheiros Militares, de 2013/2014.
 
São ofertadas 98 vagas, sendo 65 vagas do CACFG/Ativa e 32 vagas para o CACFG/Reserva.
 
Inscrição
Para participar do certame, o candidato deverá preencher o formulário de inscrição de forma eletrônica, no site www.ime.eb.br, e realizar o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 95,00, no período entre 15 de julho a 02 de setembro de 2013.
 
Provas
O processo seletivo será composto de Exame Intelectual (EI), Inspeção de Saúde (IS) e Exame de Aptidão Física (EAF), a serem realizados nas datas estabelecidas no calendário complementar às IRCAM/IME.
 
O Exame Intelectual será eliminatório e classificatório e será composto de duas fases: 1ª fase - Prova Objetiva e a 2ª fase - Prova Discursiva e Mista. O gabarito definitivo da prova objetiva (exame intelectual) será divulgado a partir do dia 21 de outubro de 2013, no site do IME juntamente com o acesso ao cartão resposta digitalizado de cada candidato.
 
A partir do dia 23 de outubro de 2013, os candidatos aprovados na prova objetiva devem acessar a página eletrônica do IME e imprimir o Cartão de Identificação com as datas e locais das provas discursivas e mistas da 2ª fase do EI.
 
O resultado preliminar das provas discursivas e mistas de todos os candidatos serão divulgados na página eletrônica do IME a partir de 05 de dezembro de 2013, após o encerramento dos trabalhos de identificação. Já os resultados finais dos EI serão disponibilizados a partir do dia 20 de dezembro de 2013.
 
Validade
O concurso de admissão terá validade apenas para o ano a que se refere a inscrição, podendo ser prorrogado nos casos previstos pelas IRCAM/IME.
 
O edital encontra-se publicado no Diário Oficial da União, de 11 de julho de 2013, seção 3, pág. 28 a 30.

Concurso Marinha do Brasil 2013

A Diretoria de Ensino da Marinha promove concurso público de admissão ao Colégio Naval (CN), com o intuito de prover 235 vagas para candidatos que já tenham concluído o 9º ano do Ensino Fundamental ou estejam em fase de conclusão. O Colégio Naval é um estabelecimento de ensino da Marinha sediado em Angra dos Reis (Rio de Janeiro), cujo propósito é selecionar alunos para o Curso de Graduação da Escola Naval. No CN é ministrado o ensino básico em nível médio, além do ensino militar-naval.
 
De acordo com o edital, o curso é totalmente gratuito, com direito a alimentação, uniforme, vencimentos e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa. Dentre outras exigências, os candidatos precisam ter idade entre 15 e 18 anos e não serem casados.
 
As inscrições poderão ser realizadas na página oficial da DEnsM, nos endereços www.ensino.mar.mil.br e www.ingressonamarinha.mar.mil.br ou nas Organizações Militares da Marinha, entre os dias 15 de julho e 16 de agosto de 2013. A taxa é de R$ 20. O edital completo está nos sites informados.
 
A seleção constará de Prova Escrita Objetiva, Redação, Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física e Verificação de Documentos. As cidades de realização das provas escritas e a redação serão escolhidas no ato da inscrição. As datas desses eventos serão definidas a partir de 26 de agosto de 2013.
 
O resultado final do certame será divulgado a partir de 13 de janeiro de 2014 e o prazo de validade do certame terminará na data do encerramento do Período de Adaptação, que finaliza em 10 de fevereiro de 2014. 

Prefeitura de Uruoca (CE) divulga edital de processo seletivo

Foi divulgado o edital GAB nº. 005/2013 para realização de processo seletivo na Prefeitura de Uruoca, no estado do Ceará. A seleção é destinada a formação de um banco de recursos humanos de servidores temporários, para atender as necessidades temporárias da administração pública.
 
Dentre as atividades temporárias estão: o combate a surtos endêmicos; admissão de professores; atividades finalísticas na rede municipal de saúde e assistência social; vigilância do patrimônio municipal; motorista e serviços administrativos.
 
As inscrições serão recebidas nos dias 16 e 17 de julho de 2013, das 09h às 12h e das 14h às 17 horas na Coordenadoria de Recursos Humanos e Desenvolvimento de Pessoal, localizada na Prefeitura de Uruoca, situada à Rua João Rodrigues, nº 135, centro, Uruoca-Ceará. Será reservado o percentual de 5% das carências surgidas aos portadores de deficiência física.
 
Os candidatos deverão apresentar no ato da inscrição fotocópias nítidas e autenticadas em cartório ou no local de inscrição quando apresentados originais, dos seguintes documentos:
  • Identidade (frente e verso, no mesmo lado da cópia);
  • CPF;
  • Título de Eleitor e comprovante que está em dia com as obrigações eleitorais;
  • Certificado de Reservista (se for do sexo masculino);
  • Carteira de Habilitação (no caso de motoristas).
Deverão ser entregues no ato da inscrição o Curriculum vitae acompanhado de documentos comprobatórios para fins de análise de títulos.
 
A seleção será constituída de Prova Escrita, Análise de Currículo e Títulos.
 
A prova escrita está prevista para 22 de julho de 2013, com início às 13:00 e término às 17:00, na Escola de Ensino Fundamental Murilo Aguiar.
 
O processo seletivo terá validade de 01 ano, a contar da data de sua publicação, podendo ser prorrogado por igual período.
O edital encontra-se disponível no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Ceará, de 11 de julho de 23013, pág. 18 a 21.

Prefeitura de Bauru - SP abre concurso público

A Prefeitura de Bauru, no estado de São Paulo, publicou os editais n° 07 e 08/2013 de concurso público destinado ao provimento de 03 vagas para cargo de Terapeuta Ocupacional e Fonoaudiólogo, com salário de R$ 2.366,46, em carga horária de 30 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, por meio do site www.bauru.sp.gov.br, no período de 11 a 29 de julho de 2013.  A taxa é de R$ 30.
 
O concurso constará de prova objetiva, que será aplicada provavelmente no dia 25 de agosto de 2013, e análise de títulos. Os títulos deverão ser entregues na data, local e horário, conforme edital de convocação publicado juntamente com a divulgação do resultado da prova objetiva.

O prazo de validade do concurso público será de dois anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, de acordo com a necessidade da Administração Pública.

Concurso Prefeitura de Mauá da Serra (PR)

A Prefeitura de Mauá da Serra, no estado do Paraná, por meio da empresa KLC Concursos, lançou edital de concurso público  N° 003/2013, para Admissão de Pessoal, pelo Regime Estatutário e formação de CR – Cadastro de Reservas. O concurso oferece 02 vagas para o cargo de Agente Comunitário de Saúde (nível médio) com salário de R$ 678,00 por carga horária de 40 horas semanais.

Os interessados deverão fazer suas inscrições até às 23h59min do dia 21 de julho de 2013, através do endereço eletrônico (www.klcconcursos.com.br). A taxa é de R$ 40,00.

O candidato que não tiver acesso à internet poderá efetuar sua inscrição junto à Prefeitura Municipal de Mauá da Serra, sito a Avenida Ponta Grossa, 480, até o dia 21 de julho de 2013, no horário das 08h00min às 11h00min e das 13h00min às 17h00min (com exceção de sábados, domingos e feriados).

Será divulgado no dia 26 de julho de 2013 a relação dos candidatos que tiveram suas inscrições homologadas, assim como o horário e local de realização das provas. A relação será disponibilizada, através de publicação no Órgão de Imprensa Oficial do Município, afixada em Edital na Prefeitura Municipal de Mauá da Serra e disponibilizado na página da empresa responsável pelo Concurso Público (www.klcconcursos.com.br).

A realização da prova está prevista para o dia 11 de agosto de 2013, na cidade de Mauá da Serra. O gabarito preliminar da prova escrita objetiva será divulgado no dia 12 de agosto de 2013, mediante edital, a partir das 15h00min, mediante edital afixado na Prefeitura Municipal de Mauá da Serra, disponibilizado no site (www.klcconcursos.com.br) e publicado no Órgão de Imprensa Oficial do Município.

A validade do concurso público será de dois anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

UNIOESTE – PR abre processo seletivo

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE -PR) publicou o edital n° 119/2013-GRE de processo seletivo. O certame tem como objetivo a contratação de 11 Agentes Universitários de todos os níveis de escolaridade. A remuneração varia entre R$ 862,04 a R$ 2.674,04, por jornada de 40 horas semanais.
 
Cargos: Advogado, Nutricionista, Técnico em Anatomia e Necrópsia, Auxiliar Operacional, Auxiliar Operacional - Agropecuária, Agente de Segurança Interna. Os candidatos que se declararem afrodescendente concorrerão a todas as vagas da função, sendo-lhes reservado, além disso, o percentual de 10% das vagas do processo seletivo.
 
As inscrições poderão ser efetuadas até 17horas do dia 24 de julho de 2013, através do site www.unioeste.br/concursos. A taxa de inscrição será de R$ 70,00 (nível superior), de R$ 30,00 (nível médio) ou de R$ 20,00 (nível operacional).
 
O processo seletivo será constituído de prova escrita e títulos.
 
A entrega da documentação para a prova de títulos deverá ser feita no mesmo período das inscrições, no setor de protocolo dos Campi da UNIOESTE ou no Protocolo Geral da Reitoria endereçado à COGEPS.
 
A prova escrita será realizada na data provável de 11 de agosto de 2013, das 14:00 às 18:00, nas cidades dos Campi da Unioeste. Haverá também avaliação de títulos. O gabarito provisório da prova escrita será divulgado a partir do dia 12 de agosto de 2013 e o resultado da prova de títulos será publicado até às 17 horas do dia 22 de agosto de 2013.
 
O resultado final do Processo Seletivo Simplificado – PSS2-2013 será publicado a partir no dia 06 de setembro de 2013, no endereço eletrônico www.unioeste.br/concursos e ficará à disposição na Unioeste, em forma impressa e no Diário Oficial do Estado do Paraná.
 
Os candidatos convocados serão submetidos, antes da contratação, a exames médicos pré-admissionais para avaliação de sua capacidade física e mental para o desempenho das atividades e atribuições da função.
 
A validade do certame será de 1 ano, a partir da publicação do edital de homologação do resultado final em Diário Oficial, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Unioeste.
 
O edital encontra-se disponível no site - cac-php.unioeste.br/cogeps/index.php/concurso.

Consaúde do Vale do Aço - MG realiza processo seletivo

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião do Vale do Aço (Consaúde), no estado de Minas Gerais, publicou edital de processo seletivo simplificado (04/2013) para contratação de 06 Agentes de Combate às Endemias, com exigência de ensino fundamental.

A remuneração para o cargo pode variar de R$ 678,00 a R$ 685,00, dependendo do município de atuação, por jornada de trabalho de 40 horas por semana.

Os interessados deverão fazer suas inscrições na Secretaria Municipal de Saúde dos municípios elencados no edital (cláusula primeira), no dia 15 de julho de 2013, segunda-feira, no horário de 12:00 às 17:00 horas.

A aplicação da prova está prevista para o dia 17 de julho de 2013, quarta-feira, no período de 14:00 horas às 17:00 horas, na cidade de Ipatinga, Minas. O resultado será publicado no site do CONSAÚDE www.consaudevaledoaco.com.br .

O prazo da contratação será de 90 (noventa) dias, podendo ser prorrogado a interesse do serviço público de acordo com a vigência do convênio.

Concurso Prefeitura de Santana de Cataguases - MG

A Prefeitura de Santana de Cataguases, no estado de Minas Gerais, através da JCM - Consultoria Municipal Ltda, publicou os editais n° 001/2013 de concurso público e processo seletivo destinados ao provimento de 58 vagas para profissionais de todos os níveis de ensino. Os salários vão até R$ 8.710,10.

As oportunidades são para as funções de Agente de Saúde, Cirurgião Dentista PSF, Enfermeiro PSF, Médico PSF, Coletor de lixo, Eletricista, Gari, Monitor de Esportes, Motorista - CNH D, Operador de Máquinas Leves, Operador de Máquinas Pesadas, Operário, Pedreiro, Serviçal, Vigia / Porteiro, Agente de Endemias, Agente de Vigilância Sanitária, Atendente de Saúde e demais cargos.

As inscrições serão efetuadas via internet, através do site www.jcmconcursos.com.br, no período de 8h do dia 30 de setembro até às 22 horas do dia 30 de outubro de 2013. As taxas variam de R$ 45,00 a R$ 100,00 de acordo com o cargo escolhido.

Estará disponível a qualquer interessado um posto de atendimento para inscrição, na Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases (Praça Agostinho Alves de Araújo, 26, Centro, Santana de Cataguases - MG), no período de 30 de setembro a 30 de outubro de 2013, exceto sábados, domingos e feriados, de 08h as 11h e de 13h as 16h.

Todos os candidatos serão submetidos às provas objetivas que serão realizadas no dia 1º de dezembro de 2013. O horário e local serão informados na ficha de inscrição definitiva. A partir das 13h do dia 02 de dezembro de 2013, na Prefeitura Municipal de Santana de Cataguases, estará à disposição dos candidatos interessados, para eventuais consultas, um exemplar de cada prova.

Os gabaritos serão divulgados no dia 02 de dezembro de 2013 e a listagem com o resultado estará disponível a partir do dia 10 de dezembro de 2013.

O certame  terá a validade de dois anos podendo ser prorrogada uma vez por igual período.

CIRUSPAR abre vagas para técnicos e médicos

O Consórcio Intermunicipal da Rede de Urgências do Sudoeste do Paraná - CIRUSPAR - SAMU 192, publicou edital nº. 001/2013 para realização de concurso público, com a intenção de preencher 56 vagas para profissionais de níveis médio/técnico e superior. A remuneração pode chegar a R$ 8.530,40, por jornada de trabalho de 12, 24 ou 30 horas semanais.
 
Cargos: Médico Intervencionista/Regulador e Técnico Auxiliar de Regulação Médica.
 
Os interessados deverão se inscrever até às 23h59min do dia 31 de julho de 2013, exclusivamente via internet, no site www.funtefpr.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 60,00 (nível médio/técnico) e R$ 150,00 (nível superior).
 
O certame constará de prova escrita, redação e títulos.
 
As provas escrita e de redação estão previstas para serem realizadas no dia 11 de agosto de 2013, das 13 horas às 17 horas, nos locais indicados na ficha de confirmação de inscrição e no edital de homologação das inscrições.
 
Os gabaritos preliminares e pontuação atribuída aos títulos serão divulgados a partir das 18 horas do dia 11 de agosto de 2013, no site www.funtefpr.com.br. Já o resultado final será divulgado até às 18 horas, do dia 06 de setembro de 2013, no site oficial e nos murais do CIRUSPAR.
 
A validade do concurso será de dois anos, podendo ser prorrogado uma vez por igual período, a contar da data de sua homologação.

SESAB - BA lança edital de processo seletivo

A Secretaria Estadual de Saúde da Bahia (SESAB) lançou o edital nº 003/2013 de processo seletivo para contratar 62 Médicos nas áreas de Fisiatria, Infectologia, Pediatria, Psiquiatria, Urgência/Clínico, Ultrassonografia e Cancerologia Clínico. Os salários vão de R$ 1.224,00 a R$ 5.304,00 por jornada de trabalho de 24 horas semanais. 
 
Para inscrever-se via internet, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico da Fundação CEFETBAHIA (www.fundacaocefetbahia.org.br/sesab/superh/concurso.asp) e efetuar sua inscrição, no período compreendido entre 10h do dia 18 às 23h59min do dia 24 de julho de 2013 (horário local). A taxa de inscrição é de R$ 60,00.
 
O processo seletivo será constitído de prova objetiva e de títulos.
 
A prova objetiva será aplicada na data provável de 11 de agosto de 2013, em local e horário que serão divulgados oportunamente pela organizadora. O gabarito estará disponível na sede da Fundação CEFETBAHIA e na página eletrônica do processo seletivo (www.fundacaocefetbahia.org.br/sesab/superh/concurso.asp), no primeiro dia útil após a realização da prova objetiva.
 
O prazo e os procedimentos para entrega dos títulos serão divulgados no dia 23 de agosto de 2013. Os títulos a serem avaliados deverão ser encaminhados do dia 26 a 30 de agosto de 2013, através de fotocópias autenticadas e discriminados em relação específica, sem rasuras ou emendas, identificada com o nome completo do candidato, número do documento de identidade e opção da Função Temporária, por meio de Sedex à Fundação CEFETBAHIA, endereço Boulevard América, nº. 749, Jardim Baiano, Nazaré, Salvador – BA, CEP 40.050-320.
 
O prazo de validade do processo seletivo será de 01 ano, contado da data da homologação do seu resultado final, prorrogável por igual período, a critério da administração, por ato expresso do Secretário da Saúde.

FUNAPE promove processo seletivo

A Fundação de Aposentadorias e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco (FUNAPE), através da empresa UPENET, publicou edital para realização de processo seletivo. A iniciativa visa ao preenchimento temporário de 18 vagas de nível superior, sendo 15 vagas para as funções de Analista Previdenciário, 1 vaga para Assistente Social, 1 para Psicólogo e 1 vaga para Analista de Dados Previdenciários. Os salários variam de R$ 2.370 a R$ 2.800 por carga horária de 40 horas semanais.
 
As inscrições, no valor de R$ 80,00, serão realizadas via endereço eletrônico www.upenet.com.br, durante o período de 12 de julho a 04 de agosto de 2013, observado o horário oficial do Estado de Pernambuco.
 
A prova objetiva de conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório, terá duração de 04 horas e será aplicada para todos os candidatos na data prevista de 25 de agosto de 2013, em locais e horários a serem divulgados na data provável de 19 de agosto de 2013, no site de inscrição.
 
A divulgação do gabarito preliminar das provas objetivas será na data provável de 25 de agosto de 2016.
 
O certame tem validade de 02 anos, prorrogáveis por igual período, a partir da data de homologação do seu Resultado Final.

Exames de DNA podem identificar milhares de doenças

BBC
Segundo organização americana, DNA já pode prever
 mais de 2,2 mil doenças
Com popularização dos testes, médicos temem que resultados mal interpretados gerem temor e decisões equivocadas sobre prevenção e saúde
 
A revelação de que a atriz e cineasta Angelina Jolie passou por um tratamento para remover as duas mamas , após descobrir uma predisposição genética que aumentava as suas chances para câncer de mama, trouxe à tona a vasta possibilidade – e incertezas de mesma escala – de identificar futuras doenças com base em testes de DNA.
           
Hoje, os testes de DNA, em geral feitos a partir de amostras de sangue, podem estipular as probabilidades de aparecimento de mais de 2,2 mil doenças genéticas hereditárias, incluindo tipos raros de Alzheimer e casos de câncer. É um recurso que ficou mais barato e acessível nos últimos anos, e que hoje está facilmente disponível para pacientes em laboratórios e clínicas. Veja abaixo alguns exemplos reunidos pela BBC Brasil.
 
O problema dos testes, alertam entidades de pesquisa em genética, é quando eles predizem a possibilidade, mas não a certeza, de uma doença.
 
"Minha preocupação, depois de uma notícia como essa (referente a Angelina Jolie), é que todo mundo vá correndo ao seu médico pedir um exame de DNA e os resultados sejam desastrosos", disse à BBC Brasil a diretora de aconselhamento genético do Centro do Câncer, em Yale, Ellen Matloff.
 
Em duas pesquisas recentes, uma na publicação "Connecticut Medicine" e a outra no "Cancer Journal", Matloff descreve exatamente os riscos associados à proliferação de testes como o que detectou a mutação no gene BRCA1 de Angelina Jolie, levando a atriz a optar pela dupla mastectomia.
 
Não parece ter sido o caso de Jolie, diz Matloff, mas sua pesquisa mostra que são vários os exemplos em que a requisição errônea de testes, a interpretação equivocada dos resultados e o aconselhamento inadequado dos médicos submeteram pacientes a "cirurgias profiláticas desnecessárias, exames desnecessários, estresses psicossociais e falso conforto".
 
"A percepção pública é de que os testes genéticos são simples e que o resultado é ou positivo ou negativo, e portanto, fácil de interpretar", escreveu a pesquisadora.
 
"A realidade é que existem dezenas de exames genéticos para predisposição para o câncer, com muitos mais no horizonte. Os resultados podem incluir positivos, não informativos, negativos, negativos verdadeiros, e variações com significados incertos."
 
Dilemas
Especialistas em genética sublinharam que os testes de DNA são altamente eficazes para determinar a existência de alguns tipos de doenças raras e hereditárias, como Huntington, uma enfermidade degenerativa que afeta o sistema nervoso. Mas Lawrence Brody, pesquisador sênior do Instituto Nacional de Pesquisa do Genoma Humano (NIH), disse à BBC Brasil que todo teste precisa antes levar em conta que ação será adotada depois – o que nem sempre ocorre ou é possível.
 
No caso particular da doença de Huntington, exemplifica, uma doença "devastadora, progressiva" e que não tem tratamento, muitos portadores preferem nem fazer o teste para não sofrer de antemão. Quando se trata de doenças complexas, que podem estar relacionadas a outros fatores e a múltiplas mutações genéticas, como o câncer e o Alzheimer, as conclusões são ainda menos determinantes e os dilemas, maiores.
 
Para a Sociedade Americana para a Genética Humana (ASHG, na sigla em inglês), os testes de DNA são uma faca de dois gumes: oferecem grandes possibilidades de identificar os genes que aumentam a predisposição de determinados indivíduos para determinadas doenças, mas suas conclusões nem sempre dirimem as incertezas.
 
"No futuro, a ciência descobrirá mais e mais maneiras de encontrar esses genes, porém as chances de absoluta certeza continuarão sendo pequenas", disse à BBC Brasil um porta-voz da organização.
 
"O que significa que mais e mais pacientes terão de tomar decisões difíceis a partir dos resultados destes testes."
 
A seguir, conheça algumas das doenças cuja predisposição pode ser indicada através de testes de DNA.
 
Huntington
A doença de Huntington é uma doença hereditária degenerativa que afeta o sistema nervoso central e leva à perda progressiva tanto das faculdades mentais quanto do controle físico de braços, pernas e rosto. Os sintomas normalmente começam entre os 30 e 50 anos de idade, e pioram ao longo de um período entre dez e 25 anos. Enfraquecidos, os pacientes acabam morrendo por complicações da doença, como pneumonia ou parada cardíaca.
 
Embora todos carreguemos o cromossomo relacionado a Huntington, apenas aqueles que herdam uma mutação do cromossomo 4 podem transmiti-la aos seus filhos. Mas, como ainda não existe tratamento para a doença – os médicos tratam apenas os sintomas dela –, a HDSA considera que a decisão de realizar o teste genético é uma "estritamente pessoal e não existe 'certo' nem 'errado'" nela.
 
Alzheimer
Mutações que possam ocorrer nos genes dos cromossomos 21, 14 e 1 são praticamente determinantes no aparecimento de um tipo raro de Alzheimer que ocorre em indivíduos entre 30 e 60 anos e afeta 5% dos pacientes. Médicos também analisam o histórico familiar de seus pacientes para encontrar indícios de que tenha havido essa mutação genética. Mas segundo o Instituto Nacional de Envelhecimento (NIA, por sua sigla em inglês) dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, a maioria dos casos de Alzheimer ainda aparece em indivíduos com mais de 60 anos e esse tipo de doença é incurável. Este tipo mais comum de Alzheimer, embora ainda não totalmente compreendido, provavelmente é causado e influenciado por uma combinação de fatores genéticos (no cromossomo 19), ambientais e de estilo de vida, segundo os cientistas.
           
A Associação para o Alzheimer dos EUA ressalva que a mutação genética que pode levar ao Alzheimer na idade avançada não significa necessariamente que uma pessoa vá desenvolver a doença e que, portanto, indivíduos precisam avaliar o benefício de realizar o teste contra o risco de sofrer "grande ansiedade" se o resultado for positivo.
 
Síndrome de Down
Embora não seja uma doença hereditária, a síndrome de Down é genética: ocorre por uma anormalidade no cromossomo 21 ainda na fase da gravidez. Os indivíduos com Down têm traços faciais característicos e deficiência intelectual leve a moderada. Na ausência de outros fatores, a idade da mulher é o mais importante elemento nas probabilidades de uma criança desenvolver Down e os testes são normalmente feitos durante a gestação. Mas os resultados não são simplesmente "positivo" e "negativo", e sim dados em relação à probabilidade de a criança desenvolver doença, segundo o Hospital Universitário de Georgetown.
           
Há diversos testes para detectar Síndrome de Down, o mais simples sendo um ultrassom. Mas os casos mais difíceis podem requerer procedimentos mais invasivos, como a obtenção de uma amostra de líquido amniótico que envolve o feto com uma agulha na barriga da gestante. Realizado por volta da 16ª semana de gravidez, este exame implica um risco de uma chance em 400 de aborto natural.
 
Síndrome de Lynch (câncer colorretal hereditário)
O câncer colorretal hereditário não polipoide (HNPCC), também conhecido como Síndrome de Lynch, representa cerca de 5% (nos EUA, entre 2% e 7%) dos casos de câncer do intestino grosso, em especial o cólon e o reto. Mutações genéticas nos genes MSH2, MLH1, MSH6 e PMS2 danificam o sistema de reparo de pareamento incorreto de DNA e aumentam o risco de câncer. Segundo a Clínica de Cirurgia e Oncologia (CCO), em São Paulo, indivíduos portadores da mutação têm 50% de chances de passá-la a seus filhos, e se estes herdarem os genes de um dois pais, têm 80% de chances de desenvolver câncer intestinal.
 
Fibrose cística e doenças hereditárias 'étnicas'
A fibrose cística é uma doença hereditária que ataca principalmente o pulmão e o sistema digestivo, podendo levar à morte prematura. Afeta as células que produzem o muco, o suor e os sucos digestivos. Um em cada 25 indivíduos caucasianos carrega a mutação do gene que causa a doença. Por meio de um teste de sangue ou saliva, pode-se identificar aproximadamente 70% a 90% deles.
 
Entre os judeus de ascendência ashkenazi, a frequência dos portadores de fibrose cística é de um em cada 30 indivíduos – mesma proporção dos portadores de outro mal genético, a doença de Tay Sachs. Os testes de sangue e saliva disponíveis atualmente podem detectar até 98% desses portadores.
 
Muitos portadores do gene de doenças genéticas muitas vezes não desenvolvem a doença, mas correm o risco de passá-la a seus filhos. Para desenvolvê-la, os filhos precisam herdar uma cópia do gene mutante do pai e outra da mãe. A probabilidade de que isto aconteça, mesmo quando ambos os pais sejam portadores dos genes da fibrose cística, é de uma em cada quatro probabilidades, segundo o Hospital Universitário Georgetown.
           
Segundo a Fundação para a Fibrose Cística, os bebês podem ser testados para a doença antes do nascimento, através de exame genético, ou no princípio da infância, através da análise de uma amostra de suor. Embora não tenha cura, a doença pode ser controlada através da nutrição adequada e comportamentos para prevenir bloqueios intestinais e infecções no pulmão.
 
Fonte iG