Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Muito cansado? Conheça 14 causas que podem estar por trás de sua fadiga

Fatores variam de problemas no coração até excesso de cafeína
 
O estresse do dia a dia e a necessidade de fazer diversas coisas ao mesmo tempo podem fazer a fadiga perturbar a rotina, o que torna difícil até mesmo atividades corriqueiras. No entanto, nem sempre essa fadiga quer dizer que você está precisando apenas de um descanso.
 
Confira o que pode estar por trás dessa sensação de cansaço incessante:
 
Pouco tempo de sono - Getty ImagesPouco tempo de sono
O período do sono serve para repor nossas energias. É nesse período que acontece a síntese de proteínas, fazendo com que o cansaço do dia desapareça. Assim, se não há o tempo de sono adequado, a fadiga bate à porta.

"A quantidade de sono necessária depende do cansaço físico e mental, da idade e até da genética de cada indivíduo. Em média, um adulto deve dormir entre sete e oito horas por dia", explica Shigueo Yonekura, neurologista e especialista em sono do Instituto de Medicina e Sono.

Para que o seu sono tenha qualidade, é necessário que ele passe por todos os estágios, sendo cinco ao todo. Os dois primeiros representam o sono superficial, consumindo entre 55 e 60% do tempo dormido. Nos estágios três e quatro, acontece o descanso "físico", que dura 20% do tempo. O quinto e último estágio ocupa os 20% restantes do tempo e nele acontecem os sonhos, considerados importantes para preservar a memória. 
                   
Apneia do sono - Getty ImagesApneia do sono
Esse distúrbio é caracterizado pelo fechamento repetitivo da passagem do ar pela garganta durante o sono, podendo interromper a respiração por até 40 segundos. Essas pequenas paradas fazem com que o indivíduo acorde durante a noite, interrompendo o sono. "Fadiga, falta de concentração, alteração de humor e perda de memória e libido são sintomas comuns de quem sofre de apneia", conta o neurologista Shigueo Yonekura.

Para detectar o problema, é necessário procurar ajuda médica, pois apenas exames em um laboratório de sono podem indicar o distúrbio. Em alguns casos, o tratamento se restringe à perda de peso, já que a gordura em excesso na região do pescoço estreita ainda mais a laringe, provocando a doença.  
 
Sedentarismo - Getty ImagesSedentarismo
Subir um lance de escadas e já ficar cansado é apenas um dos incômodos que a vida sedentária traz. É comum pessoas que não fazem nenhuma atividade física se sentirem fadigadas ao menor sinal de esforço.

Isso se deve à falta de condicionamento do sistema cardíaco, ou seja, o coração não bate saudável a ponto de mandar sangue para o corpo todo. Desse modo, explica o cardiologista João Vicente da Silveira, do Hospital São Luiz, por causa do acúmulo de ácido lático nos músculos, o sistema muscular acaba fraco.

Para resolver esse problema, não há outra solução: mexa-se! "O sedentário tem que se mexer, fazer caminhada, natação, hidroginástica", aconselha João Vicente, que lembra que a falta de tempo ou dinheiro não é desculpa para ficar parado. Descer do ônibus a dois ou três pontos de seu destino, caminhar até a padaria ou o banco, trocar o elevador pela escada são dicas valiosas para quem ainda insiste em dar desculpas. 
 
Anemia - Getty ImagesAnemia 
A sensação de fadiga pode estar ligada a essa doença, que nada mais é do que a diminuição da hemoglobina, responsável pelo transporte de oxigênio e nutrientes pelo corpo.

"Quem tem anemia acaba transportando menos substâncias, o que não é aceito pelo organismo. O coração exige mais trabalho, levando ao fracasso dos músculos", esclarece o nutrólogo José Alves Lara Neto, vice-presidente da ABRAN (Associação Brasileira de Nutrologia). Com tratamento, a fadiga desaparece completamente. 
 
Alergia ao glúten - Getty ImagesAlergia ao glúten
Quem possui essa alergia alimentar, segundo o nutrólogo José Alves Lara Neto, sente-se sem energia para nada. Ele explica que isso acontece porque a glutenina, proteína formadora do glúten, provoca uma irritação no intestino, diminuindo a absorção de outras substâncias. Por isso, é importante detectar rapidamente a alergia ao glúten. 
 
Consumo de café - Getty ImagesConsumo de café
Quem diria! A cafeína, conhecida por fornecer energia, pode ser o agente causador da fadiga inexplicável. Essa substância é termogênica, logo, obrigará teu organismo a gastar mais energia. No entanto, quando você não tem essa energia para gastar, tudo o que fica é o cansaço, a moleza... "Ela não dá energia, só estimula a gastar", sintetiza o nutrólogo José Alves Lara Neto. 
 
Desidratação - Getty ImagesDesidratação
O consumo de água adequado é vital para o bom funcionamento do organismo. Assim, o corpo desidratado está disfuncional. "A água serve pra manter a temperatura do corpo. Se você não toma muita água, o seu organismo vai esquentar e cansar muito rápido", conta o nutrólogo José Alves Lara Neto.

Para saber qual é a quantidade certa de água que você deve consumir diariamente, multiplique seu peso por 0,03. Seguindo esse cálculo, uma pessoa de 70 quilos deve tomar, aproximadamente, 2,1 litros de água por dia. 
 
Cigarro - Getty ImagesCigarro
Mais um motivo para largar o cigarro: ele te cansa, e por vários motivos. O primeiro deles, segundo a pneumologista Maria Vera Cruz de Oliveira Castellano, do Hospital do Servidor Público Estadual é que quem fuma tem maior concentração de monóxido de carbono no sangue, que compete com o oxigênio para fazer ligação com a hemoglobina. Assim, o fumante tem menor concentração de oxigênio correndo pelo sangue, o que dá a sensação de fadiga.

Outro motivo é que, entre os componentes do cigarro, estão alguns que aceleram o catabolismo - conjunto de reações metabólicas que liberam energia no organismo -, levando à perda desnecessária dessa energia. Além disso, a nicotina diminui a quantidade de oxigênio que chega à periferia do organismo, piorando o cansaço.

"Por último, quem fuma tem perda maior de função pulmão por causa da ação dos componentes do cigarro no órgão. Eles levam à inflamação dos brônquios, que ficam mais obstruídos. Vários componentes oxidantes destroem as ligações entre os alvéolos, causando enfisema pulmonar", completa a pneumologista, enfatizando que isso leva à fadiga. Se esse é o seu caso, não há saída além de apagar o cigarro.
 
Diabetes - Getty ImagesDiabetes
Quando mal controlada, essa doença também causa fadiga. O diabetes, explica o endocrinologista César Hayashida, do Hospital Santa Cruz, causa desequilíbrio no metabolismo, desequilibrando também a parte do controle de líquidos do corpo.

"Existe a deficiência relativa ou absoluta de insulina, então o metabolismo de nutrição não é feito de maneira adequada. Assim, há perda de liquido e desidratação", pormenoriza. Esse desarranjo é o grande responsável pela fadiga em portadores do distúrbio. Com o controle da doença, entretanto, a fadiga tende a melhorar consideravelmente. 
 
Distúrbios da tireóide - Getty ImagesDistúrbios da tireóide (hipotireodismo ou hipertireodismo)
Embora sejam dois distúrbios extremos, tanto o hipotireoidismo quanto o hipertireoidismo podem causar fadiga, embora não da mesma forma. No caso do hipertireoidismo, o doente tem o metabolismo acelerado, o que faz com que seu corpo faça um esforço desnecessário. Assim, mesmo sem qualquer atividade física, seu coração baterá mais acelerado. Em dias quentes, ela sente cansaço equivalente ao da prática de atividade física.

Já no hipotireoidismo, acontece o contrário. "Como também há alteração no funcionamento do coração, a pessoa fica cansada sem fazer esforço", conta o endocrinologista César Hayashida. É como se tudo ficasse mais lento, até mesmo o cérebro, dificultando a execução de tarefas.  
 
Síndrome da fadiga crônica (SFC) ou fibromialgia - Getty ImagesSíndrome da fadiga crônica (SFC) ou fibromialgia
A síndrome da fadiga crônica (SFC) é um mal sem causa identificada, comumente associada à fibromialgia, onde o quadro de cansaço não melhora nem com o descanso. É complicado, até mesmo para especialistas, separar essa síndrome da fibromialgia, que é uma síndrome de amplificação dolorosa não inflamatória e crônica de difícil diagnóstico. Isso porque a fadiga aparece na grande maioria dos casos de fibromialgia, que também pode estar relacionada a dores e distúrbios do sono do paciente.

"A fibromialgia é uma doença que tem a fadiga como um dos sintomas principais. Ao mesmo tempo, na síndrome da fadiga crônica, o principal sintoma também é a fadiga. Então, pode acontecer do paciente ter as duas doenças", conta Roberto Heymann, coordenador do ambulatório de fibromialgia da Unifesp.

A fadiga causada por esses distúrbios é arrebatadora. O doente já acorda de manhã muito cansado, o que piora durante o dia e, apesar de descansar, o cansaço não melhora. Se esse quadro persistir durante três meses, é importante procurar um reumatologista, que saberá diagnosticar. "A fibromialgia é um diagnostico de inclusão, ou seja, se o paciente preenche os critérios, ele tem. Na SFC, você tem que afastar outras doenças", explica Heymann, que reitera que, ao contrário de doenças virais ou autoimunes, nenhum dos dois distúrbios causa fadiga muscular, mas sim a falta de energia.

Embora ainda não exista tratamento adequado para essas síndromes, ele tem sido feito com o uso de antidepressivos, derivados de anfetaminas (para melhorar o quadro de falta de energia) e até mesmo GH (hormônio do crescimento), além de atividades físicas e medidas para a melhoria da qualidade de sono do paciente. 
 
Depressão - Getty ImagesDepressão
Para o depressivo, é ainda mais difícil conseguir forças para realizar qualquer atividade, até mesmo as mais corriqueiras. A extrema falta de energia e vontade é um dos principais sintomas da doença, que também incluem queda de concentração, alterações do apetite e sono e pensamentos negativos constantes.

Depressão é coisa séria e exige tratamento adequado, que envolve terapia e uso de medicação. "Em geral, a fadiga melhora com o uso de antidepressivos, principalmente os que aumentam a noradrenalina". 
 
Estresse - Getty ImagesEstresse
Nosso corpo tem um balanço de forças motivadoras e calmantes - os sistemas noradrenérgico e serotoninérgico. Enquanto o primeiro faz com que você tenha força e vontade, o segundo está ligado à calma. Toda vez que o indivíduo passa por situações de estresse, há um descompasso desse balanço. "Se há predomínio da serotonina em relação à noradrenalina, há a fadiga", explica Sérgio Klepacz, psiquiatra do Hospital Samaritano. Se esse é o seu caso, está na hora de relaxar! 
 
Doenças cardíacas - Getty ImagesDoenças cardíacas
A fadiga é o primeiro sintoma que indica que algo não está bem com o seu coração. Quando ele está fraco ou dilatado, não bombeia o sangue com eficiência, causando a fadiga. Por isso, a fadiga é o primeiro sintoma de inúmeras doenças cardíacas: angina, infarto agudo do miocárdio, pós-infarto, artérias entupidas, pressão alta, insuficiência cardíaca, arritmia, doenças valvulares, fibrilação atrial, entre outras.

"O sangue chega muito devagar em todas as partes do organismo, inclusive no cérebro, o que favorece o aparecimento do Alzheimer", alerta o cardiologista João Vicente da Silveira. Por isso, ele ressalta a importância do check-up, principalmente a partir dos 40 anos.  
 
Minha Vida

Ruivos têm maior risco de desenvolver forma grave de câncer de pele

Pesquisa revela que a mesma mutação genética responsável pelo cabelo vermelho também promove uma via causadora da doença
 
Pesquisadores da Harvard Medical School, nos EUA, descobriram que a ruivos são mais propensos a desenvolver uma forma grave do câncer de pele.
 
O estudo demonstra que a mesma mutação responsável pela cor avermelhada do cabelo também promove uma importante via causadora da doença.
 
A pesquisa revela que a descoberta da alteração no gene receptor de melanocortina-1 (MC1R) ajuda a explicar os mecanismos moleculares subjacentes ao risco de pessoas ruivas para desenvolver melanoma, proporcionando novas perspectivas para o tratamento e prevenção deste tipo perigoso de câncer de pele.
 
"Nesse estudo, nós demonstramos que a mutação MC1R-RHC promove a via de sinalização PI3K/Akt, quando um indivíduo de cabelos vermelhos é exposto à radiação UV", explica o coautor sênior Wenyi Wei.
 
PI3K/Akt é um caminho conhecido por causar câncer que tem sido implicado no câncer de mama, de ovário e de pulmão.
 
Trabalhos anteriores demonstraram que MC1R desempenha um papel fundamental na proteção de melanócitos de danos no DNA induzidos por UV. No presente estudo, a equipe quis entender como isso acontecia.
 
A equipe embarcou em uma série de experimentos tanto em culturas de células quanto em modelos de ratos. As experiências mostraram que, em circunstâncias normais, MC1R se liga a PTEN, gene supressor de tumor. PTEN age para proteger contra o câncer, sem PTEN, no entanto, o resultado final é uma maior sinalização na via P13K/Akt causadora de câncer.
 
A equipe então passou a demonstrar que mutações em MC1R-RHC encontradas em pessoas de cabelos vermelhos não tinham esse mecanismo de proteção. "Como resultado, após a exposição UV, vimos um aumento na destruição de PTEN em células de pigmento mutantes", afirma Wei.
 
A equipe verificou ainda que, nestas mesmas células de pigmento com MC1R-RHC, a atividade elevada de PI3K/Akt aumentou a proliferação celular e foi sincronizada com outra mutação causadora do câncer no gene BRAF.
 
Segundo os pesquisadores, a expressão da mutação no gene BRAF em melanócitos de camundongos portadores da mutação em MC1R levou a uma alta incidência de melanomas invasivos.
 
"Nossos resultados fornecem um possível mecanismo molecular que explica porque as pessoas de cabelos vermelhos que abrigam mutações em MC1R são muito mais suscetíveis a danos na pele induzidos por UV do que os indivíduos com pele mais escura", concluem os pesquisadores.
 
A equipe acredita que estes novos dados sugerem que os inibidores de drogas que visam a via de sinalização PI3K/Akt poderiam ser utilizados em combinação com Vemurafenibe, droga que tem como alvo a proteína oncogênica BRAF, para tratar pacientes com melanoma que têm tanto variantes BRAF quanto MC1R.
 
isaude.net

Tratamento com maconha pode curar depressão e doenças mentais

Tratamento com a droga pode levar à cura da depressão e de
 outras doenças mentais
Pesquisa confirma efeito do ingrediente THC sobre a resposta cerebral das pessoas a emoções e imagens negativas
 
Pesquisadores da Universidade de Utrecht, na Holanda, confirmaram o efeito da maconha sobre a resposta das pessoas a emoções e imagens negativas.
 
Os resultados indicam que o tratamento com a droga pode levar à cura da depressão e de outras doenças mentais.
 
Segundo os pesquisadores, o tetra-hidrocanabinóide (THC), principal componente psicoativo da planta cannabis, ativa o sistema endocanabinóide encontrado naturalmente no cérebro para alterar a resposta a imagens ou emoções negativas.
 
O estudo foi publicado na revista European Neuropsychopharmacology.
 
A equipe de pesquisadores testou um grupo de homens que eram usuários ativos da maconha. Para serem qualificados, eles tinham que ter usado a droga quatro vezes ou mais em um ano, mas não mais do que uma vez por semana.
 
O componente THC foi administrado a um grupo, enquanto outro foi dado a um placebo.
Os homens foram então convidados a imitar as imagens de expressões faciais 'boas' ou 'com medo', conforme visualizavam.
 
De acordo com o estudo, as pessoas que tinham THC na corrente sanguínea eram menos precisas em combinar as expressões faciais que remetiam ao medo.
 
No entanto, eles foram capazes de copiar perfeitamente aqueles que pareciam felizes.
 
Os resultados foram confirmados por exames de ressonância magnética dos cérebros dos homens que revelaram um efeito benéfico do THC em regiões cerebrais de processamento de emoção.
 
De acordo com o relatório, a administração de THC reduz o viés negativo no processamento emocional.
 
isaude.net

Consumo de carne vermelha em excesso desencadeia Alzheimer

Acúmulo de ferro, abundante na carne vermelha, pode causar danos oxidantes ao cérebro
Foto: Foxbury Farm
Acúmulo de ferro, abundante na carne vermelha, pode causar
 danos oxidantes ao cérebro
Descobertas de pesquisadores da UCLA desafiam o pensamento convencional sobre as possíveis causas do transtorno
 
O consumo excessivo de carne vermelha pode desencadear Alzheimer. É o que revela estudo de pesquisadores da Universidade da California, nos EUA.
 
Os resultados sugerem que o acúmulo de ferro, abundante na carne vermelha, pode causar danos oxidantes ao cérebro, que é particularmente vulnerável.
 
Segundo os pesquisadores, isso pode, por sua vez, aumentar o risco de doença de Alzheimer.
 
As descobertas desafiam o pensamento convencional sobre as possíveis causas do transtorno. A maioria dos pesquisadores acredita que a doença é causada por uma de duas proteínas, uma chamada tau e a outra beta amiloide.
 
Agora, o estudo sugere uma terceira possível causa: o acúmulo de ferro.
 
O líder da pesquisa, George Bartzokis e seus colegas analisaram duas áreas do cérebro de pacientes com Alzheimer. Eles compararam o hipocampo, que é conhecido por ser danificado no início da doença, e o tálamo, uma área que geralmente não é afetada até as fases tardias.
 
Utilizando técnicas de imagiologia cerebral sofisticadas, eles descobriram que a quantidade de ferro é aumentada no hipocampo e está associada a danos no tecido nessa área. No entanto, o aumento de ferro não foi visto no tálamo.
 
Segundo os pesquisadores, na presença de doenças tais como a doença de Alzheimer, conforme a estrutura das células se rompe, a quantidade de água aumenta no cérebro, o que pode mascarar a detecção de ferro. É difícil medir o ferro no tecido quando o tecido já está danificado. Mas a tecnologia de MRI utilizada neste estudo permitiu determinar que o aumento de ferro ocorre em conjunto com o dano tecidual. Descobrimos que a quantidade de ferro é aumentada no hipocampo e está associada a danos nos tecidos em pacientes com a doença de Alzheimer, mas não em indivíduos saudáveis mais velhos", afirma Bartzokis.
 
Assim, a equipe afirma que os resultados sugerem que o acúmulo de ferro pode contribuir efetivamente para a doença de Alzheimer.
 
isaude.net

Máscara respiratória para crises epiléticas em 20 segundos

Máscara respiratória será testada em pacientes com doença epiléptica
Foto: Aarhus University
Máscara respiratória será testada em pacientes com doença epiléptica
Equipamento tem potencial para prevenir e conter as crises convulsivas apenas através da regulação da respiração
 
Pesquisadores da Universidade de Aarhus, na Dinamarca, desenvolveram uma máscara respiratória que pode revolucionar o tratamento de crises epilépticas.
 
O equipamento tem potencial para prevenir e conter as crises epilépticas apenas através da regulação da respiração.
 
A máscara respiratória, desenvolvida pelo estudante de doutorado Troels Johansen, vai, agora, ser testada em pacientes com doença epiléptica.
 
De acordo com os pesquisadores, a máscara tem potencial para parar um ataque epiléptico em 20 segundos, enquanto outras drogas levam até 5 a 10 minutos antes de funcionar.
 
Por meio de um saco de re-inalação e uma membrana especial, a máscara aumenta a quantidade de dióxido de carbono no ar inalado, sem que o paciente fique sem oxigênio. Isto tem um efeito imediato sobre o sistema nervoso e para o ataque epiléptico. Porque quanto mais convulsões, maior o risco de danos.
 
A máscara respiratória, chamada BalancAir, recebeu um prêmio por causa de seu grande potencial.
 
"O júri salientou que é um produto inovador, que é único no tratamento desta doença e, portanto, tem um enorme potencial de mercado", afirma Johansen.
 
A máscara está prestes a ser testada clinicamente em colaboração do Aarhus University Hospital em um grupo de pacientes com diferentes tipos de epilepsia.
 
isaude.net

Genes herdados das mães afetam taxa de envelhecimento dos filhos

Envelhecimento é influenciado não só pelo acúmulo de danos no DNA mitocondrial durante a vida de uma pessoa, mas também pelo DNA herdado de suas mães
Envelhecimento é influenciado não só pelo acúmulo de danos
no DNA mitocondrial durante a vida de uma pessoa, mas também
pelo DNA herdado de suas mães
Resultados sugerem que se uma pessoa herda o mDNA com mutações da mãe, ela envelhece mais rapidamente
 
Equipe de pesquisadores do Karolinska Institutet, na Dinamarca, demonstrou que os genes herdados da mãe podem afetar o processo de envelhecimento dos filhos.
 
Pela primeira vez, os investigadores mostraram que o processo de envelhecimento é influenciado não só pelo acúmulo de danos no DNA mitocondrial durante a vida de uma pessoa, mas também pelo DNA herdado de suas mães.
 
"Também mostramos que o DNA mitocondrial de nossa mãe parece influenciar o nosso próprio envelhecimento. Se nós herdamos mDNA com mutações de nossa mãe, nós envelhecemos mais rapidamente", afirma o líder da pesquisa Nils-Göran Larsson.
 
Segundo os pesquisadores, o estudo mostrou ainda que baixos níveis de mDNA mutantes podem ter efeitos sobre o desenvolvimento e causar deformidades do cérebro.
 
A equipe acredita que as descobertas podem lançar mais luz sobre o processo de envelhecimento e provar que as mitocôndrias desempenham um papel fundamental no envelhecimento, mas também mostrar que é importante reduzir o número de mutações.
 
Os dados publicados no jornal vêm de experiências com ratos. Os pesquisadores agora pretendem continuar o trabalho em ratos e em moscas da fruta, para investigar se a redução do número de mutações pode estender a vida útil dos animais.
 
isaude.net

Prefeitura de Uberaba (MG)

A Prefeitura de Uberaba (MG) abriu concurso público para 430 vagas em cargos de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 967,07 a R$ 3.176,87.

Os cargos de nível médio são de agente de fiscalização, educador infantil e professor de educação básica de séries iniciais.

Os cargos de nível superior são de analista educacional nas áreas de biblioteconomia, nutrição, psicologia, pedagogia, fonoaudiologia, serviço social e terapia ocupacional, analista governamental nas áreas de administração, agronomia, arquitetura e urbanismo, auditoria, contabilista, economia, educação física, engenharia civil, engenharia do trabalho, engenharia elétrica, fisioterapia, medicina veterinária, nutrição, psicologia, serviço social e arquivologia, especialista pedagógico nas áreas de supervisão escolar e inspeção escolar, professor de educação básica nas disciplinas de artes, ciências, educação física, geografia, história, matemática, música, português, inglês, espanhol e valores humanos/ensino religioso.

As inscrições devem ser feitas de 1º a 30 de agosto pelo site www.gestaodeconcursos.com.br. A taxa é de R$ 29,50 para nível médio e de R$ 45,00 para nível superior.

 As provas serão aplicadas no dia 20 de outubro.

Prefeitura de Sarandi - PR

A Prefeitura de Sarandi, no norte do Paraná, abriu concurso público para contratar 109 servidores públicos na segunda-feira (12). As vagas são para professor de magistério (15) e de educação infantil (10), auxiliar de serviços gerais feminino (34), engenheiro florestal (1), médico plantonista clínico geral (5), médico plantonista pediatra (1) e orientador social (5).

Os salários variam de R$ 700 a R$ 7676,99. As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de agosto no site do concurso ou na Agência do Trabalhador de Sarandi, que fica na rua Salvador Jordano, nº 5480. O valor varia entre R$ 25 (auxiliar de serviços gerais) a R$ 90 (engenheiro florestal e médico).

As provas serão realizadas em 22 de setembro. A data de divulgação do resultado, no entanto, não foi informada pela prefeitura.

Prefeitura de Santana de Mangueira (PB)

A Prefeitura de Santana de Mangueira (PB) abriu concurso público para 199 vagas em cargos de nível fundamental, médio/técnico e superior. Os salários vão de R$ 678 a R$ 4.500.

Os cargos de nível superior são para médico, enfermeiro, odontólogo, farmacêutico, fisioterapeuta, psicólogo, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional, engenheiro civil, médico veterinário, assistente social, nutricionista, bibliotecário, pedagogo, professor fundamental I e professor fundamental II nas disciplinas de história, matemática, ciências, geografia, inglês, português e educação física.

As vagas de nível médio/técnico são para técnico em enfermagem, auxiliar de enfermagem, fiscal de tributos, fiscal de obras e posturas, técnico administrativo, técnico em informática, agente comunitário de saúde, educador artístico, brinquedista/animador, orientador social, artesão, monitor de creche e digitador.

Os postos de nível fundamental são para auxiliar de serviços gerais, agente de vigilância, eletricista, gari, coveiro, pedreiro, cozinheiro/merendeiro, carpinteiro, porteiro, encanador, podador, agente administrativo, auxiliar de consultório dentário, recepcionista, atendente de farmácia, motorista, tratorista e mecânico.

As inscrições podem ser feitas no período de 29 de julho a 29 de agosto pelo site www.realconcursospb.com.br. A taxa varia de R$ 30 a R$ 60.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 29 de setembro. Ainda haverá prova de títulos para os cargos de professor e pedagogo.

A validade do concurso será de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Prefeitura de Salinas (MG)

A Prefeitura de Salinas (MG) abriu nesta segunda-feira (12) as inscrições de um concurso público para 188 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários vão de R$ 678,00 a R$ 10 mil.

Os cargos de nível superior são para advogado, assistente social, bioquímico/farmacêutico, educador físico, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico clínico geral, nutricionista, dentista e psicólogo.

As vagas de nível médio são para auxiliar em saúde bucal, entrevistador/digitador, orientador social, técnico em enfermagem. Já os postos de nível fundamental são para agente comunitário de saúde.

As inscrições podem ser feitas somente pela internet, no site da organizadora, até às 18h (pelo horário de Brasília) do dia 28 de agosto. Após esse procedimento, será exibido, na tela do computador, o boleto bancário que deverá ser impresso para pagamento da taxa de inscrição também até o dia 28 de agosto. A taxa varia de R$ 40 a R$ 110.

As provas de múltipla escolha serão aplicadas em Salinas, no dia 15 de novembro deste ano, e terão duração de três horas. O horário de início será às 9h e o de término às 12h.

O endereço do local de provas será divulgado na internet, no endereço www.cotec.unimontes.br
O resultado final será divulgado até o dia 27 de setembro, com lista afixada nos quadros de avisos da Prefeitura Municipal de Salinas e também no site da Cotec, por um período de, no máximo, 30 dias.
O prazo de validade deste Processo Seletivo é de um ano, a contar da data de homologação do resultado, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

A escolaridade exigida e outras exigências para o exercício de cada cargo deverão ser comprovadas por ocasião da contratação.

Prefeitura de Riachinho (MG)

A Prefeitura de Riachinho (MG) abriu concurso para 167 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários variam de R$ 678,00 a R$ 4.950,00.

Os cargos de nível fundamental são de auxiliar de serviços gerais, cantineira, gari, mecânico, motorista, operador de máquina, operador de máquina pesada e rondante/vigia.

Os cargos de nível médio são de agente administrativo, assistente administrativo, auxiliar administrativo, auxiliar de biblioteca, auxiliar de laboratório, auxiliar de secretaria, fiscal de obras e posturas, fiscal de tributos, fiscal de vigilância sanitária, monitora de creche, recepcionista, secretário escolar, técnico em contabilidade, técnico em enfermagem e técnico em radiologia.

 Os cargos de nível superior são de assistente social, contador, enfermeiro, engenheiro civil, especialista de educação básica/supervisão escolar, farmacêutico bioquímico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico, nutricionista, professor de educação básica e psicólogo.

As inscrições devem ser feitas pelo site de 1º a 30 de agosto pelo site
www.liberalconsultores.com.br. A taxa de inscrição varia de R$ 27,00 a R$ 180,00.

A prova objetiva será aplicada no dia 29 de setembro.

Prefeitura de Pérola - PR

A Prefeitura de Pérola, no noroeste do Paraná, está com inscrições abertas para concurso público que irá contratar 48 servidores públicos para cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os interessados podem se inscrever pela internet até o dia 29 de agosto. As taxas de inscrição variam de R$ 35 a R$ 80 de acordo com o cargo escolhido. As provas objetivas serão realizadas no dia 22 de setembro.

As vagas são para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Agente de Obras, Agente de Serviços Especiais Feminino, Agente de Serviços Especiais Masculino, Assistente Social, Coordenador do CRAS, Dentista, Eletricista, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico, Motorista, Operador de Máquinas, Professor, Professor Auxiliar (Libras), Professor de Artes, Professor de Educação Infantil, Psicólogo, Técnico em Agropecuária, Técnico em Enfermagem, Técnico em Higiene Dental, Técnico em Informática e Técnico Esportivo.

Os salários variam de R$ 678 até R$ 10 mil. O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados a partir da data de publicação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Prefeitura de Glória de Dourados (MS)

A Prefeitura de Glória de Dourados (MS) abriu concurso público para 45 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 694,70 a R$ 5.250, com carga horária de 20 a 40 horas semanais.

Os cargos de nível fundamental alfabetizado são para lixeiro, merendeira, motorista, operador de máquinas, trabalhador braçal, tratorista e zelador.

Os postos de nível fundamental completo são para fiscal de obras e posturas.

 Para o nível médio, as vagas são para agente técnico administrativo, assistente de educação infantil, auxiliar de farmácia e técnico em radiologia.

Os cargos de nível superior são auditor de controle interno, bioquímico, engenheiro agrônomo, farmacêutico, fonoaudiólogo, nutricionista, professor e psicólogo.

As inscrições devem ser feitas entre às 11h de 31 de julho e às 11h de 6 de setembro (de MS) pelo site www.fapems.org.br . As taxas são de R$ 50 (para cargos de nível fundamental), R$ 60 (cargos nível médio) e R$ 90 (cargo nível superior).

Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva, que será realizada em 22 de setembro, e prova de títulos, para os candidatos aos cargos de nível médio e superior.

Além dessas provas, os concorrentes aos cargos de agente técnico administrativo, motorista e operador de máquinas e tratoristas também serão avaliados em prova prática. O teste de aptidão física será requisito para os candidatos aos cargos de lixeiro, trabalhador braçal e zelador.

O processo seletivo terá validade de dois anos a partir da data de homologação do resultado e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Concurso Polícia Civil de Minas Gerais

A nomeação dos servidores aprovados em concurso público para cargos administrativos da Polícia Civil de Minas Gerais deverá ocorrer ainda em setembro ou, no mais tardar em outubro, contribuindo para liberar policiais para atividades finalísticas da instituição. Enquanto isso, prosseguirão as outras etapas do concurso público para os cargos de perito criminal e médico legista, cujos profissionais deverão tomar posse logo no início de 2014. Além disso, a chefia da Polícia Civil prossegue os entendimentos para que um novo concurso, desta vez para investigadores de polícia, tenha o seu calendário divulgado, permitindo que esta carreira policial seja reforçada no próximo ano.

O projeto da Nova Lei Orgânica da Polícia Civil, em tramitação na Assembleia Legislativa, atende a um antigo sonho da instituição e já garante importantes avanços para a gestão da Polícia Civil e para todas as carreiras policiais. A proposta de ajustes ao texto original do governo, apresentada por entidades representativas dos policiais, estão sendo analisadas pelos deputados estaduais. A Polícia Civil entende que cabe ao Poder Legislativo a análise e a decisão sobre essa importante lei, que vai significar um marco na história da instituição.

Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES)

O Ministério do Planejamento publicou, no "Diário Oficial da União", autorização para o Ministério da Educação a realizar concurso público para o provimento de 40 vagas de professor do magistério superior da carreira do magistério superior e 15 vagas de técnico-administrativos em educação do plano de carreira dos cargos técnico-administrativos em educação. Todas as vagas são para o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).

São 40 vagas para professor do magistério superior, 5 vagas para técnico de tecnologia da informação e 10 vagas para assistente em administração.

De acordo com a portaria nº 242, o prazo para publicação do edital de abertura para realização de concurso público é de até seis meses, contados da data de publicação da portaria, ou seja, até janeiro de 2014.

O provimento dos cargos dependerá de prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, e está condicionado à existência de vagas na data da nomeação; e à declaração do respectivo ordenador de despesa, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.

Atualizado em 12/08/2013 - 11:08

Publicado nesta quinta-feira, 25 de julho, no Diário Oficial de Minas Gerais, o edital do concurso público para provimento de 285 vagas para os cargos das carreiras de Analista de Seguridade Social (nível superior) e 507 para Técnico de Seguridade Social (nível médio) do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG).

Os vencimentos básicos iniciais, sem contar gratificações e o adicional de desempenho, variam entre R$ 887,81 e R$ 2.674,12 para jornadas de 30 e 40 horas. As inscrições estarão abertas, via internet, das 9 horas do dia 01 de outubro de 2013 às 20 horas do dia 05 de novembro de 2013 com valores de R$ 42,00 para os cargos de nível médio e R$ 70,00 para nível superior.

Para a presidente do IPSEMG, Jomara Alves da Silva, a realização do concurso público, para o provimento de 792 vagas na instituição depois de 13 anos, representa, não só uma grande conquista dos servidores, mas, principalmente, a perspectiva de melhoria dos serviços ofertados aos beneficiários. " Com equipes mais estruturadas o Instituto ganha mais robustez para cumprir sua missão de assegurar os serviços integrados de atenção à saúde e previdência, com eficiência, qualidade, equidade e transparência." Ela lembra ainda que em breve será publicado o edital para 50 vagas de médico.

A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (FUNDEP) está responsável pela elaboração das provas. Este Concurso terá validade de 02 (dois) anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública.

O edital está disponível no menu principal deste portal em Editais>Concurso IPSEMG 2013.

Vagas e remunerações:
Analista de Seguridade Social (40 h)
Analista de Seguridade Social (30 h)
Analista de Seguridade Social - Cirurgião Dentista
Técnico de Seguridade Social (40 h)
Técnico de Seguridade Social - Técnico de Radiologia

Decreto 44.503 / 2007 Regulamenta a concessão do Adicional de Desempenho - ADE, no âmbito da administração pública direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo.

Concurso Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc)

O Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (Imesc) abriu concurso para 24 vagas em cargos de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 909,70 a R$ 3.389.

Os cargos de nível médio e técnico são de oficial administrativo (R$ 909,70), oficial operacional (R$ 909,70), técnico de enfermagem (R$ 1.334,74) e técnico de laboratório (R$ 1.178,24).

Os cargos de nível superior são de agente técnico de assistência à saúde – psicólogo (R$ 1.869,02), analista de tecnologia – informática (R$ 2.169,00), analista de tecnologia - estatístico (R$ 2.169,00) e executivo público (R$ 3.389,00).

As inscrições devem ser feitas de 29 de julho a 30 de agosto pelo site www.vunesp.com.br. O valor de inscrição é de R$ 55 para nível médio e de R$ 77,50 para nível superior.

As provas serão realizadas na cidade de São Paulo. As provas objetiva e de redação (neste caso para executivo público) têm data prevista para 6 de outubro, no período da tarde.

Concurso Governo de Minas Gerais

O Governo de Minas Gerais realiza concurso para provimento de 46 vagas para a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (SEPLAG)

Inscrições:
De 25 de julho a 2 de setembro pelo www.gestaodeconcursos.com.br

Valor:
R$ 40,00 a R$ 70,00

Cargos:
Técnico em Educação e Pesquisa em Saúde e Analista em Educação e Pesquisa em Saúde TEPS Nível I e II e AEPS Nível I, III e IV.

Provas:
Haverá provas objetivas

Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP/MG)

A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP/MG) abriu concurso público para 46 vagas de técnico em educação e pesquisa em saúde e analista em educação e pesquisa em saúde. Os salários vão de R$ 825,15 a R$ 3.963,91.

O cargo de técnico em educação e pesquisa em saúde I (TEPS I) exige nível médio completo. O cargo de técnico em educação e pesquisa em saúde II (TEPS II) é nas especialidades de técnico em informática e técnico em contabilidade.

Os cargos de analista em educação e pesquisa em saúde I (AEPS I) são nas áreas de administração/ciências contábeis /economia; ciência da computação/sistema de informação/tecnólogo na área de informática; tecnólogo na área de informática/engenharia de redes/engenharia de telecomunicações; tecnólogo em gestão de recursos humanos/administração; biblioteconomia; pedagogia; comunicação social com habilitação em jornalismo; design gráfico e bacharel em direito.

Os cargos de analista em educação e pesquisa em saúde III (AEPS III) são para graduação em administração ou administração pública ou gestão pública ou economia com especialização lato sensu em gestão ou planejamento ou administração pública; odontólogo com especialização lato sensu na área de saúde coletiva / saúde pública; qualquer formação na área da saúde com especialização lato sensu na área de saúde coletiva/ saúde pública / educação; pedagogia esp. lato sensu na área de educação a distância ou design instrucional; qualquer formação superior na área da saúde com especialização lato sensu na área de educação a distância ou design instrucional.

Os cargos de analista em educação e pesquisa em saúde IV (AEPS IV) são para qualquer formação na área da saúde com especialização stricto sensu na área de saúde pública / coletiva; e para qualquer formação superior e especialização stricto sensu na área de gestão ou planejamento em saúde ou avaliação em saúde.

As inscrições devem ser feitas de 25 de julho a 2 de setembro pelo site www.gestaodeconcursos.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 40 para nível médio completo, R$ 50 para nível médio técnico completo e de R$ 70 para nível superior completo.

As provas serão aplicadas no município de Belo Horizonte, no dia 29 de setembro.

As provas para os cargos de níveis médio e superior serão realizadas no mesmo dia e em horários (turnos) distintos. A duração de realização das provas será de 4 horas para os cargos/áreas de conhecimento de nível médio (TEPS I), nível médio técnico (TEPS II) e nível superior analista em educação e pesquisa em saúde (AEPS I); e 5 horas para os cargos/áreas de conhecimento de nível superior analista em educação e pesquisa em saúde (AEPS III e IV).

Concurso Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A (Trensurb)

A Trensurb (Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S/A) abre inscrições nesta terça-feira para concurso, conforme publicação no Diário Oficial da União (DOU) nesta segunda (12). São 74 vagas em cargos superior, sendo quatro imediatas e 70 para formação de cadastro de reserva. Serão contratados advogados, assistentes sociais e médicos do trabalho. A íntegra do edital pode ser conferida no DOU. Os salários vão de R$ 2.567,28 a R$ 3.854,94.

As inscrições via internet vão até as 23h59min do dia 2 de setembro. Após o preenchimento do formulário eletrônico, o candidato deverá imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) para pagamento da inscrição, que é de R$ 100 para todos os cargos.

Caso o candidato não tenha acesso à internet, será disponibilizado computador, das 9h às 11h e das 14h às 17h, de 13 de agosto a 2 de setembro, nos dias úteis, na sede da Objetiva Concursos, na Rua Casemiro de Abreu, número 347, Bairro Rio Branco, em Porto Alegre.

As provas serão aplicadas no dia 20 de outubro, em Porto Alegre.

Concurso CRM Santa Catarina

O Conselho Regional de Medicina de Santa Catarina abriu concurso público para 4 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível médio e superior. Os salários vão de R$ 1.367,43 a R$ 5.283,30.

Os cargos de nível superior são para médico fiscal.

As vagas de nível médio são para assistente administrativo.

As oportunidades são para as cidades de Florianópolis, Concórdia e Tubarão.

As inscrições devem ser feitas até o dia 6 de setembro pelo site www.cremesc2013.ieses.org. A taxa é de R$ 60 para nível médio e R$ 75 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada no dia 6 de outubro. Ainda haverá prova discursiva para os cargos de nível superior.

A validade do concurso será de 1 ano, podendo ser prorrogado pelo mesmo período.

Nova interpretação altera julgamentos de erros médicos

Instituto da perda da chance é caracterizado pelas situações em que vítima fica privada de alcançar uma vantagem, explica a advogada Gislene Barbosa da Costa
 
O pedido de indenização por perdas e danos pode ser formulado pelo paciente e/ou seus familiares nos casos de erro médico, desde que presentes os tradicionais requisitos da responsabilidade civil, que são: (i) a culpa (por negligência, imprudência ou imperícia do médico), (ii) o dano (prejuízo efetivo e concreto causado ao paciente) e (iii) nexo causal (relação entre o erro médico e o dano).
 
No entanto, é aconselhável que a classe médica esteja atenta a um novo gênero da responsabilidade civil que vem sendo aplicado pelos Tribunais, o qual relativiza esses requisitos. Trata-se do instituto da perda da chance, que surgiu na França na década de 60 e é caracterizado pelas situações em que, por culpa do agente, a vítima fica privada de alcançar uma vantagem ou evitar uma perda. Exemplo clássico é o do candidato impedido de prestar um concurso por culpa de terceiro. Na seara médica, pode ser citado o exemplo do paciente, acometido de doença grave, que é submetido a um tratamento médico equivocado e vem a falecer em razão daquela doença pré-existente ao tratamento.
 
Observe-se que, especificamente nesse último exemplo, não há nexo de causalidade direto entre o dano (falecimento) e a imperícia do médico que aplicou um tratamento equivocado, pois a causa do óbito foi a doença que já existia antes de haver sido cometido o erro médico, e não há garantia de que o tratamento correto impediria o falecimento. Na doutrina tradicional, ausente o nexo de causalidade, inexiste a responsabilidade civil e, portanto, não haveria obrigação do médico de indenizar. No entanto, os Tribunais têm entendido que o simples fato do paciente ser impedido de se submeter ao tratamento correto, o qual, ainda que somente em tese, poderia lhe trazer um benefício, representa um dano que deve ser indenizável. Vale dizer, a mera chance do tratamento já é um bem jurídico indenizável.
 
Esse tipo de situação foi recentemente objeto de julgamento pelo Superior Tribunal de Justiça no recurso especial nº 1.254.141-PR, decisão publicada em 20.02.2013, em ação proposta pelo viúvo da vítima e seus filhos, em face do médico que tratou da paciente. A ministra relatora do caso, Nancy Andrighi, aplicou a teoria da perda da chance, defendendo que “não há necessidade de se apurar se o bem final (a vida, na hipótese deste processo) foi tolhido da vítima. O fato é que a chance de viver lhe foi subtraída, e isso basta. O desafio, portanto, torna-se apenas quantificar esse dano, ou seja, apurar qual o valor econômico da chance perdida”. Esse entendimento, provavelmente, norteará decisões judiciais futuras sobre o tema.
 
Portanto, a defesa geralmente apresentada pela classe médica nas ações de indenização nos casos de erro médico, que via de regra defende a ausência dos requisitos tradicionais da responsabilidade civil (culpa, dano ou nexo causal), deve agora revista para contemplar também a situação sob a ótica da teoria da perda da chance, a qual relativiza esses requisitos.
 
* Gislene Barbosa da Costa, advogada integrante do escritório LO Baptista Schmidt Valois Miranda Ferreira e Agel Advogados
 
SaudeWeb

EMS e Furp assinam contrato de R$ 130 milhões

PPP prevê que montante seja investido nos próximos cinco anos na unidade de Américo Brasiliense (SP). Contrato prevê desenvolvimento e obtenção de 96 novos registros
 
O laboratório farmacêutico EMS assinou nesta quinta-feira (22) um contrato de Parceria Público Privada (PPP) para gestão de produção, desenvolvimento, registros de novos produtos e investimento na fábrica da Furp (Fundação para o Remédio Popular), em Américo Brasiliense (SP).
 
O laboratório investirá R$ 130 milhões nos próximos cinco anos e planeja, de acordo com o escopo do Contrato Público, o desenvolvimento e obtenção de 96 novos registros, que serão produzidos nos próximos quinze anos.
 
Conforme determina o Edital da licitação, a EMS constituiu uma nova empresa, chamada Concessionária Paulista de Medicamentos (CPM), que será a companhia responsável pela gestão da unidade fabril de Américo Brasiliense. A expectativa contratada de compras para os próximos quinze anos é de, no mínimo, R$ 200 milhões por ano. Entre empregos diretos e indiretos, as parceiras calculam gerar cerca de 500 novos postos de trabalho.
 
A EMS atua nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTCs e hospitalar. Os medicamentos desenvolvidos e produzidos pela companhia são comercializados no Brasil e exportados para mais de 40 países.
 
SaudeWeb

Confira dicas de trocas de alimentos que podem ajudar no emagrecimento

Confira dicas de trocas de alimentos que podem ajudar no emagrecimento Stock Photos,Divulgação/Stock Photos,Divulgação
Foto: Stock Photos,Divulgação / Stock Photos,Divulgação
Substituir os alimentos faz parte do processo de reeducação
alimentar para quem está buscando a perda de peso
Dietas restritivas ocasionam perda rápida de massa magra e podem causar efeito sanfona
 
Quem está em busca de saúde também não precisa seguir uma dieta radical. É o que garante uma pesquisa feita pela Universidade de East Anglia, nos Estados Unidos, que comprovou: para entrar em forma não há necessidade de cometer sacrifícios.
 
Segundo a pesquisa, para emagrecer com saúde é preciso apenas diminuir a quantidade de gorduras consumidas. Na prática isso significa cortar do cardápio alimentos como bolos, queijos gordurosos, salgadinhos industrializados, fast food e fazer combinações inteligentes durante as refeições. Trocar o leite e iogurtes integrais por versões de baixa caloria, por exemplo, pode ser uma alternativa para quem sonha eliminar a barriguinha. E essas trocas alimentares saudáveis ainda podem ajudar no controle do colesterol.
 
O nutrólogo André Veinert diz que substituir os alimentos pode garantir melhores resultados na balança.
 
— O ideal é trocar alguns alimentos por outros similares, porém, eles devem ser menos calóricos. Vale ressaltar que essas trocas devem ser feitas sob orientação e muito bem equilibrada para não comprometer a saúde — explica.
 
Substituir os alimentos faz parte do processo de reeducação alimentar para quem está buscando a perda de peso ou apenas uma boa saúde.
 
— A reeducação é a melhor saída para quem quer emagrecer e não as dietas da moda. Essas dietas muito restritivas só causam sofrimento e fome, causando uma perda de massa magra muito rápida e, ao mesmo tempo, a recuperação do peso, o que consiste no efeito sanfona — afirma o nutrólogo.
 
Veinert recomenda comer de três em três horas para manter o metabolismo acelerado.
 
— Procure fazer refeições coloridas, de baixo índice glicêmico, rica em fibras e pobre em açúcar, sal, gordura saturada e trans — diz.
 
O nutrólogo André Veinert elaborou uma lista com os alimentos que podem ser consumidos sem culpa por quem está de dita e também quem quer preservar a saúde:
 
No café da manhã
 
Pão branco ou Pão integral
Na dúvida opte pelo integral, pois ele é rico em fibras e aumenta a saciedade.
 
— O alimento integral alimenta as bactérias que moram no intestino e, quando estão bem nutridas, elas fornecem mais propionato, uma substância que está relacionada aos níveis de gordura na circulação — revela o nutrólogo.
 
Manteiga ou margarina
A margarina recebe vantagem porque não é gerada de gordura animal e colesterol, por isso é a melhor opção para quem deseja perder peso com saúde.
 
Leite integral ou desnatado
O leite desnatado garante a entrada do cálcio no organismo, o que é fundamental para os ossos. Já o leite integral é rico em gorduras e calorias.
 
Biscoitos recheados ou integrais
Faça uma troca saudável escolhendo o biscoito integral, que contém menos açúcar, menos gordura e mais fibras em relação aos biscoitos recheados e amanteigados.
 
Almoço
 
Arroz branco ou arroz integral
— O arroz branco apresenta cerca de 1,2mg de fibras, enquanto o integral apresenta quase o dobro, 2,1 mg — esclarece Veinert.
 
O arroz integral também é aliado do coração, pois o seu consumo diminui os riscos de inflamação das artérias e de desenvolver doenças cardiovasculares, além de melhorar a circulação do sangue.
 
Legumes in natura ou enlatados
Os legumes in natura são mais saborosos e possuem menos sódio, boa alternativa para quem se preocupa com a pressão arterial.
 
Picanha ou lombo
O lombo tende a ser mais magro que o pernil.
 
— Para consumir a carne, limpe bem a peça antes de cozinhá-la e retire toda a gordura aparente. Essa é a melhor forma de obter os benefícios da carne — sugere o nutrólogo.
 
Frango com pele ou frango sem pele
A pele deve ser retirada antes do cozimento, pois quando submetidos ao calor, a gordura saturada e o colesterol da pele conseguem se dissolver e penetrar na carne.
 
Lanche da tarde
 
Suco de laranja ou de uva
Opte pelo suco de uva, pois na casca da fruta contém o resveratrol, que atua na redução do colesterol e tem efeito antioxidante.
 
Bauru por peito de peru ou queijo branco
O queijo prato e o presunto contêm gordura saturada e colesterol. Procure substituí-los por um lanche com peito de peru ou queijo branco.
 
Jantar
Carne vermelha ou Salmão
O salmão é rico em proteína e em ômega 3, sendo um grande aliado na prevenção de doenças cardiovasculares e até de alguns tipos de câncer. Já a carne vermelha possui muita gordura saturada e calorias.
 
Salada de frutas ou tortinhas
Fuja dessas tortinhas, pois a sua massa contém muita manteiga e açúcar. Opte por uma salada de fruta como sobremesa que é muito mais saudável.

Zero Hora

Torcer para um time vencedor pode ser bom para a saúde

Torcer para um time vencedor pode ser bom para a saúde André Feltes/Agencia RBS
Foto: André Feltes / Agencia RBS
Ver o time vencer pode fazer com que você deixe de comer
gorduras saturadas, aponta estudo
No dia seguinte à vitória, os torcedores ingerem 9% menos gorduras saturadas e 5% menos calorias
 
Os fãs de esporte devem se focar sua torcida em um time de sucesso. O motivo? É bom para a saúde. Pelo menos é o que diz um estudo publicado na publicação especializada Psychological Science, que revela os torcedores de times perdedores comem 16% mais gorduras saturadas e 10% mais calorias no dia seguinte à derrota.
 
Quando um time perde, os fãs sentem sua identidade em risco e têm tendência de refletir a derrota em uma alimentação menos saudável. Ao contrário, uma vitória reforça a saúde mental, incentivando o autocontrole. Estas são as principais conclusões do estudo.
 
Assim, no dia seguinte a vitória, os torcedores ingerem 9% menos gorduras saturadas e 5% menos calorias.
 
As constatações não estão reservadas aos americanos. O estudo levou em conta também uma amostra de franceses, que contaram como se sentiram com as derrotas e vitórias de seus times. Os que vivenciaram a derrota optaram por comer chips e doces, enquanto os torcedores de times vencedores preferiram se alimentar com uva e tomates.
 
AFP/Zero Hora

Idosos precisam estar cientes dos perigos de ignorar os sintomas da catarata

Idosos precisam estar cientes dos perigos de ignorar os sintomas da catarata Pena Filho/Agencia RBS
Foto: Pena Filho / Agencia RBS
A catarata geralmente não causa dor, vermelhidão ou provoca
 lágrimas. No entanto, estas alterações de visão podem ser
sinais da doença
Retardar o tratamento da doença pode aumentar o risco de cegueira permanente e lesões
 
Idosos e seus cuidadores precisam estar cientes dos perigos de ignorar os sintomas da catarata, uma das principais causas de deficiência visual que afetará mais da metade de todos os americanos, a partir dos 80 anos. A doença é causada pela opacificação do cristalino. É mais comum entre os idosos, pois a doença geralmente se desenvolve devido ao envelhecimento.
 
— Muitos idosos com catarata aceitam a perda da visão como uma parte inevitável do processo de envelhecimento, em vez de procurar tratamento médico — observa o oftalmologista Virgílio Centurion.
 
Segundo o médico, a incapacidade causada pela visão turva, resultado da catarata diagnosticada e não tratada, pode colocar o idoso em risco de perigo físico em decorrência de lesões causadas por quedas ou batidas em objetos invisíveis, bem como danos psicológicos, como depressão e isolamento social. Além disso, as formas mais avançadas de catarata, deixadas sem tratamento, podem ser mais difíceis de serem reparadas.
 
— Adultos com 65 anos ou mais devem realizar exames oftalmológicos regulares para monitorar o desenvolvimento de catarata, além de outras doenças oculares comuns na terceira idade, a degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e o glaucoma. Pessoas com diabetes, história familiar de catarata e aqueles que fumam têm um risco aumentado de desenvolver catarata — diz Centurion.
 
A catarata geralmente não causa dor, vermelhidão ou provoca lágrimas. No entanto, estas alterações de visão podem ser sinais da doença:
 
— Visão turva, visão dupla, imagens fantasmas, a sensação de um "filme" sobre os olhos;
 
— Luzes parecem muito fracas para leitura ou trabalhos que exijam a visão de perto. Há a sensação permanente de estar sendo ofuscado por uma luz forte;
 
— Alterar prescrições de óculos muitas vezes. A mudança não ajuda a melhorar a qualidade da visão;
 
— Algumas vezes, o paciente consegue observar a catarata no próprio olho. Ela pode se parecer com uma mancha leitosa ou amarelada na pupila (o centro do olho é normalmente preto);
 
A catarata é quase sempre tratável por meio de uma cirurgia, que pode ser extremamente necessária até para que o idoso realize atividades diárias mais simples.
 
Quando completar as tarefas diárias torna-se um desafio para o idoso, a cirurgia de catarata deve ser discutida com um oftalmologista. Idosos que desistem de executar tarefas normais, como ler, fazer exercícios físicos e dirigir o próprio carro devido aos sintomas de catarata devem saber que eles não precisam sofrer em silêncio.
 
—  A cirurgia de catarata pode ajudar essas pessoas a recuperarem sua visão e sua independência.
 
Idosos devem ser esclarecidos e incentivados a procurar ajuda médica. Receber o tratamento adequado pode melhorar substancialmente a qualidade de vida — finaliza o especialista.
 
Zero Hora

Novo aparelho de radioterapia dá mais precisão na luta contra o câncer

Novo aparelho de radioterapia dá mais precisão na luta contra o câncer Jefferson Bernardes,Divulgação/Preview.com
Foto: Jefferson Bernardes,Divulgação / Preview.com
Acelerador linear Trilogy faz tomografias antes do início
 do tratamento
Equipamento do Hospital Mãe de Deus pode substituir um tratamento de 30 dias por uma única sessão
 
O Hospital Mãe de Deus vai acrescentar na próxima semana uma nova arma ao seu arsenal contra o câncer. A instituição adquiriu um dos mais completos aparelhos de radioterapia externa existentes no mercado, que permitirá avançar significativamente no tratamento da doença.

Fabricado pela americana Varian, o principal recurso do acelerador linear Trilogy é a precisão na localização dos tumores, permitindo atingir a área doente com doses mais potentes e concentradas de radiação e preservar, ao mesmo tempo, os tecidos saudáveis ao redor. Com isso, um tratamento que hoje demora cerca de 30 dias, pode ser substituído por uma única sessão com altas doses radioativas, conforme a situação.

A máquina também é dotada do sistema IGRT (Image Guided Radiation Therapy, ou radioterapia guiada por imagem), em que um dispositivo denominado On Board Imager (OBI), integrado ao acelerador, faz tomografias do paciente antes do início do tratamento, possibilitando a conferência diária da posição do tumor na máquina.

Outra inovação importante é o gating respiratório, sistema instalado no tomógrafo, onde são feitas as imagens prévias à sessão de radioterapia e no aparelho de tratamento.

 — Podemos monitorar, por exemplo, como um tumor de pulmão se movimenta ao longo desse ciclo e programar o equipamento para irradiá-lo apenas quando ele estiver na posição que desejamos, garantindo precisão e a segurança de não estarmos irradiando tecido sadio — explica William Trinca, físico do serviço de radioterapia do hospital.

Além do novo equipamento, o Centro de Radioterapia do Hospital Mãe de Deus renovou a unidade de braquiterapia e modernizou as instalações físicas de consultórios e salas de espera. Ao todo, o hospital investiu cerca de US$ 5 milhões.

Ficha técnica

Os recursos do Trilogy

Radioterapia Guiada por Imagem

— Faz tomografias do paciente antes e durante o tratamento, possibilitando a correção em tempo real do procedimento

Gating respiratório
— Monitora o movimento do tumor, permitindo irradiar apenas o tecido doente e preservar o sadio

Radioterapia externa com arco volumétrico (RapidArc)
—Reduz o tempo diário de tratamento, trazendo mais conforto e reduzindo o risco de movimentação durante a sessão

Zero Hora

Câncer de mama atinge um homem para cada cem mulheres

Câncer de mama atinge um homem para cada cem mulheres Steve Knight/Stock photo
Uma das razões para o crescente número de homens afetados
é a oferta de anabolizantes e hormônios
Desconhecimento de que o público masculino também pode ser afetado pela doença faz com que, comumente, o câncer seja descoberto em um estágio avançado
 
— Eu tinha tão pouca informação que nem pensei sobre a possibilidade de estar acontecendo algo anormal.

A declaração de José (ele só quis revelar o primeiro nome), embora pareça incomum, é recorrente em cerca de 50 homens por ano. Apesar de ser uma doença atribuída à população feminina, o câncer de mama atinge, sim, os homens — mais especificamente, um deles para cada cem mulheres vítimas da doença.

Uma das razões para isso, de acordo com a mastologista e presidente do Imama, Maira Caleffi, é a oferta de anabolizantes e hormônios. Embora atualmente o câncer de mama masculino seja detectado por volta dos 60 anos, devido ao uso dessas substâncias, a tendência é que vá ocorrer cada vez mais cedo. Existem ainda outros grupos de risco, como aqueles em que há um histórico familiar importante de câncer de mama e ovários, principalmente em mulheres jovens.

Segundo Maira, o câncer de mama nos homens manifesta-se da mesma forma que nas mulheres, normalmente com um caroço atrás do bico ou perto da região do mamilo, uma ferida que não cura ou gânglios inchados na região da axila.

O diagnóstico e o tratamento também são bastante semelhantes. Maira explica que o desconhecimento dos homens faz com que, comumente, o câncer seja descoberto em um estágio avançado. Então, é recomendada a cirurgia associada à quimioterapia e radioterapia — o que foi o caso de José.
 
Zero Hora

Mamografia não dispensa exames complementares

Radiografia da mama deve ser feita por mulheres com mais de 40 anos
Estudo "10 razões para não fazer mamografia" causou polêmicas no mundo da saúde
 
Desde meados dos anos 60, quando a GE apresentou o primeiro aparelho de mamografia (desenvolvendo o equipamento criado em 1913 pelo médico alemão Albert Salomon), o exame tornou-se o instrumento mais eficaz da medicina para diagnosticar precocemente o câncer de mama.

É possível detectar um tumor até dois anos antes de ele ser palpável — fator decisivo para a sobrevivência da paciente. Segundo tipo mais frequente de câncer no mundo, e o mais comum entre as mulheres, o câncer de mama tem 95% de chance de cura se diagnosticado precocemente.

O exame é recomendado anualmente para mulheres a partir dos 40 anos. Entre 2011 e 2012, conforme o Ministério da Saúde, o número de mamografias feitas no Brasil passou de 1.839.411 para 2.139.238. Na faixa prioritária, dos 50 aos 69 anos, o aumento foi ainda maior, de 21%.

Mas a mamografia não é unanimidade entre os médicos. Enquanto seus defensores, como o vice-presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, José Luiz Pedrini, garantem que o exame contribui para a redução da mortalidade (em média, cerca de mil pessoas por mês no Brasil), a presidente e fundadora da Sociedade Brasileira de Ultrassonografia, Lucy Kerr, diz que ele pode falhar — e muito.

Autora do artigo "10 razões para não fazer a mamografia", Lucy alega que exames complementares, como a ultrassonografia e a ressonância magnética, apresentam resultados mais efetivos. E lembra que muitos programas de rastreamento já diminuíram o tempo entre os exames de mamografia.

— Um terço dos casos de câncer de mama surge no intervalo entre as mamografias anuais sucessivas. São justamente os tumores mais agressivos  diz a médica. —

Ataque e defesa
No artigo "10 razões para não fazer a mamografia", a médica Lucy Kerr, presidente da Sociedade Brasileira de Ultrassonografia, Relaciona possíveis deficiências do exame para detectar o câncer de mama. Confira cinco delas e o contraponto dos médicos que defendem a radiografia do seio.

PONTO: Não detecta as lesões periféricas.
CONTRAPONTO: O exame médico e o autoexame (que sempre são feitos em combinação) são recomendados para isso.

PONTO: Existem exames mais modernos e eficientes. O melhor método, desde que utilizado com o protocolo completo, é o três em um: a ultrassonografia, a elastografia e a ressonância magnética.
CONTRAPONTO: A ultrassonografia, a elastografia e a ressonância magnética não são exames superados pela mamografia. Eles auxiliam muito na avaliação das mamas, porém sempre após a realização da mamografia.

PONTO: 70% das alterações percebidas na mamografia não evoluem para um câncer invasivo, mas, muitas vezes, ocorre um diagnóstico exagerado e um tratamento excessivo, o que pode fazer a mulher ter outras complicações decorrentes.
CONTRAPONTO: O diagnóstico exagerado e o tratamento excessivo são considerações apenas teóricas, já que não há dados consistentes sobre isso.

PONTO: A mamografia é falha para detectar cânceres causados por mutações genéticas, como no caso da atriz Angelina Jolie. Um estudo indica que a mamografia detectou 37% desses tumores, enquanto o exame de palpação pelo médico chegou a 60%.
CONTRAPONTO: Nas pacientes de alto risco, como as portadoras de mutações como a da atriz Angelina Jolie ou com forte histórico familiar de câncer, é indicada a ressonância, mas sempre combinada a mamografia.

PONTO: A mamografia tem dificuldade para detectar o câncer em mamas densas, característica de quase metade das mulheres. Além do risco de falso negativo, a radiação não penetra adequadamente na mama, diminuindo a capacidade de diferenciar entre o tecido normal e o canceroso.
CONTRAPONTO: A mamografia não é um exame tão efetivo para detectar o tumor nas mulheres que tem mamas densas. Para isso, recomenda-se a ultrassonografia.   

DICAS
Confira como e quando é hora de fazer a mamografia:

- Nas mulheres até 40 anos, é recomendada só quando há alto risco de um tumor ou estiver sendo investigada uma patologia na região do seio.

- Para as mulheres abaixo de 40 anos, é recomendado o auto toque e exame médico anual com um ginecologista ou mastologista.

- Em pacientes assintomáticos, a realização é recomendada somente após os 40 anos.

- Entre os 40 e 60 anos, o exame deve ser anual.

- Após os 70 anos, os riscos de desenvolver um câncer diminuem, e a recomendação deixa de ser anual.

- As mulheres devem fazer mensalmente o exame de auto toque, de preferência após a menstruação.

Fonte: mastologistas Maira Caleffi e José Pedrini

Zero Hora

Dieta rica em fibras pode ajudar na prevenção de hemorroidas

Dieta rica em fibras pode ajudar na prevenção de hemorroidas Cynthia Vanzella/Agencia RBS
Foto: Cynthia Vanzella / Agencia RBS
O feijão-preto, rico em fibras e proteínas, pode ser uma opção
Pelo menos metade das pessoas com mais de 50 anos são afetadas pela doença
 
Hemorroidas são bastante comuns e causam desconforto para quem sofre da doença. No entanto, uma dieta balanceada pode contribuir na prevenção. É preciso adotar uma dieta rica em fibras para prevenir as hemorroidas em desenvolvimento e, especialmente, para impedi-las de serem recorrentes.
 
— Hemorroidas são muito comuns. E principalmente devido à dieta ocidental contemporânea, repleta de alimentos processados, onde a fibra solúvel é removida e substituída por sal e açúcar — observa Gabor.
 
— As mulheres devem ingerir 25 gramas de fibra solúvel por dia, enquanto os homens precisam de 35 gramas. Os norte-americanos, em média, ingerem apenas cerca de 10 a 12 gramas por dia. Por isso, é muito importante aumentar a quantidade de fibras na dieta — diz o médico.
 
Na África, as hemorroidas são praticamente desconhecidas entre as pessoas que comem alimentos ricos em fibras tradicionais, embora isso esteja começando a mudar à medida que mais africanos adotam uma dieta ocidental.
 
— Hemorroidas são aglomerados de tecido contendo pequenas veias e artérias que tornaram-se inchados e inflamados. Elas podem ser internas, localizada no interior do reto, ou externas, desenvolvendo-se sob a pele ao redor do ânus e, muitas vezes, grandes o suficiente para se pendurarem para baixo — explica o cirurgião Silvio Gabor.
 
As hemorroidas internas geralmente não são dolorosas, mas estão muitas vezes associadas a outras condições. A condição mais comum é a fissura.
 
— Uma fissura é uma pequena ferida no revestimento do canal anal que pode ser aberta pela passagem de fezes durante a evacuação, o que torna a condição dolorosa, sujeita a sangramentos e coceira — explica o médico.
 
Segundo o médico, quando as próprias hemorroidas são doloridas, elas contêm coágulos de sangue.
 
Hemorroidas podem resultar de esforço durante as evacuações ou do aumento da pressão sobre os vasos sanguíneos, durante a gravidez, por exemplo. Muitas vezes existe um componente genético.
 
— Além do constrangimento público, o paciente com hemorroida está quase sempre incomodado. Primeiro, ele tem a sensação que há algo errado o tempo todo. Em segundo lugar, a hemorroida coça, e em terceiro lugar, o paciente pode estar sangrando sem saber, o que pode ser muito angustiante. E, além de sangue, pode haver também o vazamento de fezes e muco — explica o cirurgião.
 
Casos de hemorroidas não são raros, pelo menos metade das pessoas com mais de 50 anos são afetadas pelo crescimento dessas veias e artérias. Em cerca de 8% da população com hemorroidas, elas são reincidentes, apesar do tratamento.
 
Certos fatores e o estilo de vida podem contribuir para o desenvolvimento de hemorroidas ou agravá-las.
 
— Tudo o que aumenta a pressão intra-abdominal: obesidade, gravidez, halterofilismo, andar muito de bicicleta e até mesmo jogar golfe pode desencadear a doença — explica o médico.
 
E os homens e as mulheres são igualmente afetados. A percepção comum é que as mulheres são mais afetadas pelas hemorroidas devido à gravidez, mas na verdade isso não é verdade. O que acontece é que elas geralmente desenvolvem a doença mais cedo como resultado da gravidez. Elas desenvolvem hemorroidas três ou quatro anos antes do que normalmente desenvolveriam.
 
Para algumas pessoas, as hemorroidas provocam apenas um leve desconforto e podem ser tratadas com pomadas, supositórios ou almofadas que contêm ingredientes como hamamélis ou hidrocortisona, que podem aliviar a dor e coceira. Mas segundo Gabor, se as hemorroidas persistentemente sangram ou são dolorosas, elas precisam ser removidas.
 
Além de medicamentos como pomadas e supositórios, a hemorroida também pode ser tratada com uma ligadura elástica (um corte do abastecimento de sangue da hemorroida com uma faixa de borracha), escleroterapia (injeção de uma solução química), e fotocoagulação, (que utiliza o laser ou a luz infravermelha), todas com o objetivo de provocar a diminuição da passagem de sangue, levando ao endurecimento e ao encolhimento das hemorroidas, segundo o médico.
 
— As hemorroidas maiores podem não ser tratáveis com os procedimentos menos invasivos, como a ligadura, a escleroterapia ou a fotocoagulação e podem exigir uma cirurgia, conhecida como hemorroidectomia, que consiste na remoção dos vasos e dos tecidos comprometidos — explica o cirurgião.

Zero Hora