Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 4 de junho de 2013

Médicos municipais entram em greve na Bahia

Quem precisar de unidades de saúde municipais, inclusive Posto de Saúde da Família (PSF) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), pode não ser atendido hoje. A paralisação dos médicos, deflagrada no dia 28 de maio, foi confirmada nessa segunda-feira (3/6) à noite em uma assembleia da categoria, realizada no Hotel The Plaza, em Ondina. Nela foi rejeitada a contraproposta da Prefeitura apresentada numa reunião realizada à tarde.
 
Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed-BA), Francisco Magalhães, a adesão pode não ser de 100% no primeiro dia, mas a categoria vai trabalhar para a paralisação total dos médicos. “Os cerca de 700 profissionais que trabalham para a Secretaria Municipal da Saúde estão unidos para enfrentar uma situação de descaso que já não é mais tolerável. Pelo envolvimento nas reuniões e assembleias, acredito que alcançaremos a paralisação total até que a Prefeitura nos responda positivamente”, disse.
 
Além das precariedades que enfrentam nos ambientes de trabalho, os médicos apresentam a defasagem no salário como principal justificativa para a greve. “Para se ter uma ideia, os médicos de Aracaju têm uma média salarial que beira os R$ 9 mil, enquanto em Salvador existem alguns com mestrado e doutorado no exterior que ganham um pouco mais de R$ 2 mil”, argumenta Magalhães.
 
Ele acrescenta ainda que a defasagem salarial tem levado muitos médicos a pedirem demissão de seus cargos. “Há muitos pedidos de demissão, inclusive entre os mais recentemente contratados no concurso realizado em 2009. Eles percebem rápido que a situação não é nada boa”, informou.
 
Segundo a nota divulgada à imprensa pelo Sindimed-BA, vem se somar também a essa situação a redução de vencimentos de plantonistas que trabalham na UPA Subúrbio, a qual alega não ter como arcar com as remunerações. Há também a denúncia de que os psicólogos ligados aos Centros de Atenção Psicossocial (CAP’s), além de enfrentarem problemas de segurança no trabalho, têm que sobreviver com um salário de R$ 1.200.
 
Durante toda manhã dessa segunda-feira (3/6), a Secretaria Municipal de Saúde não se pronunciou sobre a greve, alegando que nenhuma notificação havia chegado à Prefeitura informando sobre a “suposta” paralisação. O que pode ter sido consequência do recesso de Corpus Christi, iniciado na quarta-feira, 29, um dia depois dos médicos terem decidido entrar em greve.
 
A posição da Secretaria de Saúde
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) esclarece que, este ano, já foram realizadas seis reuniões com o Sindimed para tratar sobre a precarização dos serviços, infraestrutura e contratação de médicos. Em nenhum momento, os pleitos anunciados agora pelo sindicato abrangendo todos os médicos foram apresentados à Prefeitura. Alguns desses pleitos foram apresentados apenas em relação ao Samu. Nesta segunda-feira (03), às 16h, na Secretaria de Gestão, será instalada uma mesa permanente de negociação, dando prosseguimento à pauta já discutida e às demais reivindicações apresentadas pelos representantes dos servidores/funcionários da SMS.
 
Adicionalmente, a SMS informa que, desde o início da atual gestão, todos os esforços estão sendo empenhados para qualificar a assistência em Salvador. A primeira iniciativa foi fazer um levantamento sobre recursos humanos e a necessidade de melhorias na infraestrutura da rede, com o objetivo de efetuar investimentos em cada unidade de saúde.
 
Apenas com a organização dos serviços e a chegada de novos profissionais, a cobertura do Programa de Saúde da Família subiu de 13 para 18%. Com isso, a Prefeitura ampliou o acesso à assistência por parte da população. Outro investimento que está sendo feito diz respeito à requalificação de 17 unidades de saúde, já em andamento. Com as demais intervenções que serão realizadas ainda este ano, cerca de 70% da estrutura municipal deverá estar requalificada, o que inclui novos mobiliários e equipamentos. 
 
Fonte iG

Técnica detecta câncer de mama em amostra de urina em 10 minutos

Dr. Yinfa Ma (a dir.), envolvido no processo de pesquisa
Foto: B.A. Rupert/Missouri S&T
Dr. Yinfa Ma (a dir.), envolvido no processo de pesquisa
Teste também determina a gravidade da doença antes que ela possa ser diagnosticada através do exame de mamografia
 
Pesquisadores da Missouri Science and Technology University, nos EUA, desenvolveram um novo método de rastreio que usa a urina para diagnosticar o câncer de mama.
 
O exame também determina a gravidade da doença antes que ela possa ser detectada por meio da mamografia.
 
O líder da pesquisa Yinfa Ma e seus colegas usaram um dispositivo chamado P-scan, para detectar a concentração de determinados metabolitos chamado pteredines em amostras de urina. Estes marcadores estão presentes na urina de todos os seres humanos, mas concentrações anormalmente elevadas podem indicar a presença de câncer.
 
O exame rastreia seis pteridinas e um composto específico, chamado oncopterina. Ma acredita que os níveis continuam a aumentar à medida que o câncer avança, o que permite um exame mais preciso.
 
"A tecnologia da mamografia não é sensível. Alguns cânceres precoces não podem ser detectados pelo exame tradicional. Se esta tecnologia P-Scan funcionar, será muito fácil incorporá-la em rastreios físicos regulares. A paciente entrega a urina e, 10 minutos depois, nós temos um resultado. Se isso funcionar, será uma ferramenta de diagnóstico incrível," afirma Ma.
 
P-Scan
O P-scan funciona utilizando um capilar para levar uma pequena amostra de urina para dentro do dispositivo, separar diferentes moléculas de pteredine e, em seguida, passar a amostra através de uma fonte de luz.
 
Os pesquisadores, então, usar um espectrofotômetro para identificar e medir os pteredines na amostra.
 
"As células cancerosas crescem muito mais rapidamente do que as células normais. Então, elas liberam mais resíduos através da urina e começamos a ver um aumento nos níveis de metabólitos", explica Ma.
 
O pesquisador acredita que estes marcadores são indicadores de tipos específicos de câncer e ele espera provar isso em estudos futuros.
 
A equipe tem obtido bons resultados em testes limitados e agora está expandindo testes em um estudo maior para demonstrar que a técnica funciona. Este estudo cego faz parte do processo de validação exigido pela FDA para, eventualmente, tornar o P-Scan disponível em clínicas de todo o país como um teste barato, não invasivo que pode ser usado durante exames físicos de rotina.
 
Em abril, Ma começou um ensaio clínico com 300 pacientes com câncer de mama e um grupo de 100 indivíduos que foram clinicamente testados e considerados isentos de Controle do Câncer. Ele espera concluir o estudo dentro de um ano.
 
Fonte isaude.net

Criado antibiótico 100 vezes mais eficaz contra a tuberculose

Mycobacterium tuberculosis
Molécula, que perturba passo chave na síntese de proteínas em bactérias e as torna incapazes de se replicar, pode combater antraz
 
Pesquisadores da Penn State, nos EUA, desenvolveram um novo tipo de antibiótico 100 vezes mais eficaz contra tuberculose e que pode combater a infecção pelo antraz.
 
A equipe descreveu uma molécula capaz de perturbar um passo importante no processo de síntese de proteínas em bactérias, fazendo com que as bactérias sejam incapazes de se replicar.
 
Este passo importante, conhecidas como "trans-tradução", é um mecanismo de controle de qualidade que é encontrado em todas as espécies de bactérias. "Se imaginarmos a síntese de proteínas de uma bactéria como uma linha de montagem da fábrica, a trans-tradução é responsável por manter a linha de montagem em movimento. O RNA mensageiro defeituoso, que transmite a informação genética do DNA às proteínas, pode bloquear o mecanismo de síntese da bactéria, mas o mecanismo de trans-tradução remove esses bloqueios da linha de montagem, mantendo assim o sistema da bactéria em funcionamento", explica o líder da pesquisa Kenneth Keiler.
 
Segundo os pesquisadores, as bactérias não seriam capazes de sintetizar as proteínas de que necessitam para a sobrevivência sem o mecanismo de trans-tradução.
 
Para identificar quais moléculas pequenas podem ser capazes de destruir a trans-tradução, a equipe começou com um método capaz de testar milhares de moléculas pequenas e descobrir uma ou mais que pode ser eficaz na luta contra determinados agentes patogênicos. "Nossa equipe testou cerca de 663 mil moléculas diferentes contra uma cepa de bactérias E. coli e monitorou como elas afetaram seu processo de trans-tradução", afirma Keiler.
 
No final desta fase de teste, os pesquisadores tinham encontrado 46 moléculas diferentes que parecem ser eficazes em interromper o processo de trans-tradução.
 
O próximo passo foi testar o desempenho dessas moléculas em outro gênero de bactérias (Shigella), que é conhecida por causar intoxicação alimentar. Este gênero está relacionado com a Salmonella e com o organismo que provoca antraz (Bacillus anthracis), que, por vezes, pode ser letal em seres humanos e outros animais. "Das 46 moléculas que foram mostradas para afetar trans-tradução, uma chamada KKL-35 se destacou como a mais promissora", observa Keiler.
 
A equipe descobriu que a molécula KKL-35 inibe o crescimento das bactérias muito distantemente relacionadas, e isto sugere que ela pode ter atividade antibiótica contra um amplo espectro de espécies.
 
Para as bactérias Shigella e Bacillus anthracis, os cientistas foram capazes de mostrar que, "na presença da molécula KKL-35, estas células morreram devido especificamente à interrupção do processo de trans-tradução."
 
Keiler e seus colegas também descobriram que, em comparação com terapias medicamentosas atualmente utilizadas contra a tuberculose, a molécula KKL-35 era 100 vezes mais eficaz na inibição do crescimento da estirpe de bactéria que causa a doença (Mycobacterium tuberculosis).
 
De acordo com os pesquisadores, nos experimentos de laboratório não foram encontradas cepas mutantes que eram resistentes à KKL-35.
 
Fonte isaude.net

Sexualidade na velhice não se resume à consumação do ato sexual

Estudos apontam que a sexualidade dos mais velhos é um dos aspectos do envelhecimento que mais sofre preconceito
Estudos apontam que a sexualidade dos mais velhos é um dos
 aspectos do envelhecimento que mais sofre preconceito
"Embora sejam observadas mudanças afetivas e fisiológicas, os sentimentos e as sensações não se degeneram
 
" Embora sejam observadas mudanças afetivas e fisiológicas na velhice, os sentimentos e as sensações não se degeneram, implicando a vivência contínua da sexualidade, apesar das interferências que as doenças podem gerar" , afirma a enfermeira Danielle Lopes de Alencar. Em sua pesquisa de mestrado " Fatores associados ao exercício da sexualidade de pessoas idosas" , realizada no Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, ela entrevistou 235 idosos inscritos nos cursos da Universidade Aberta à Terceira Idade (UnATI) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). O trabalho contou com a orientação da professora Ana Paula de Oliveira Marques.

" Os estudos mostram que a cultura da assexualidade dos idosos, a viuvez, o padrão da beleza jovem, a presença das doenças crônicas, o uso de medicamentos e as mudanças na fisiologia do indivíduo são fatores que interferem na sexualidade" , explica Danielle. Ela correlacionou o exercício da sexualidade (pensamento sobre sexo, o que faz quando tem desejo por sexo, atividade sexual e autoerotização) a dados sociodemográficos, condições de saúde e imagem corporal autopercebida. Entre os entrevistados, 51,5% afirmaram pensar em sexo, embora 71,1% disseram ser indiferentes ao desejo sexual; 32,3% contaram ter atividade sexual; e 23% disseram realizar autoerotização.

Ligada à Pró-Reitoria de Extensão (Proext), a UnATI existe desde 1996 e oferece cursos sobre assuntos tão diversos como psicologia e família, laboratório da memória, desconstrução da velhice, psicoenvelhecer, construindo a saúde, nutrição e envelhecimento, ioga, iniciação a língua portuguesa, alfabetização, espanhol, inglês, italiano, bordado em fitas, renascença e tricô. Como havia mais mulheres do que homens matriculados nas turmas durante o período da pesquisa, no primeiro semestre de 2012, a amostragem foi proporcional, incluindo 224 entrevistadas e 11 entrevistados. Curiosamente, os idosos que praticavam atividade física apresentaram probabilidade menor de pensar sobre sexo e ter atividade sexual.

" Os recentes estudos apontam que a sexualidade dos mais velhos é um dos aspectos do envelhecimento que mais sofre preconceito, muitas vezes considerado como um período de assexualidade e de renúncias, devendo o idoso reservar seu tempo para adotar o papel de avô e avó, reprimindo os desejos e vontades no campo sexual" , afirma Danielle. Segundo ela, a sexualidade deve ser compreendida não apenas pelo ato sexual, mas também por sentimentos como amor, carinho e companheirismo. " A sexualidade faz parte da vida do ser humano, estando presente em todas as fases de desenvolvimento, desde o nascimento até a morte" , conclui a enfermeira.

Outro aspecto que deve ser levado em consideração é o aumento da taxa de incidência de casos de aids e doenças sexualmente transmissíveis na população brasileira com 60 anos ou mais. " A ideia subestimada do risco para essa faixa etária traduz o preconceito e a marginalização da sexualidade dos idosos" , considera Danielle. Por isso, a promoção da educação sexual dos mais velhos e a educação em saúde, ferramenta importante na atuação do profissional de enfermagem, deve levar em conta essa realidade. O objetivo é abordar as especificidades da sexualidade nessa fase da vida, pois ela se modifica, mas não se extingue, como indica a pesquisa de mestrado da enfermeira.
 
Fonte isaude.net

Método reduz pela metade tempo de identificação de cepas de Salmonela

Nikki Shariat (a dir.) trabalhando com Edward Dudley no processo de pesquisa
Foto: Allie Coleman/Pennsylvania State University
Nikki Shariat (a dir.) trabalhando com Edward Dudley
 no processo de pesquisa
Abordagem vai ajudar a acelerar a resposta de agentes de saúde a surtos de doenças transmitidas por alimentos
 
A bordagem desenvolvida por pesquisadores do Penn State's College of Agricultural Sciences, nos EUA, pode ser capaz de reduzir em mais da metade o tempo que os cientistas gastam para identificar cepas de Salmonela.
 
A descoberta tem potencial para acelerar significativamente a resposta a muitos surtos de doenças transmitidas por alimentos, permitindo que os investigadores epidemiológicos identifiquem as cepas de salmonelas que tornam as pessoas doentes e encontrem, e eliminem, mais rapidamente a fonte da doença.
 
"Há mais de um milhão de casos estimados de salmonelose por ano nos Estados Unidos, resultando em cerca de 400 mortes, cerca de 20 mil hospitalizações e um impacto econômico de milhões de dólares. Neste momento, os laboratórios de saúde pública usam uma técnica chamada eletroforese em gel de campo pulsado, ou PFGE, para classificar subtipos de cepas de Salmonela, e normalmente leva de um a três dias para identificar uma cepa específica. A técnica que inventamos muitas vezes leva apenas um dia", afirma a principal autora do estudo Nikki Shariat.
 
 
Trabalhando com Edward Dudley, Shariat desenvolveu uma nova abordagem para identificar cepas do sorotipo Newport da Salmonela.
 
O método se concentra em dois genes de virulência e duas novas regiões do DNA da Salmonela chamadas CRISPRs.
 
Os investigadores desenvolveram um método de sequenciamento de multi-locus de virulência, ou MVLST, que pode detectar diferenças específicas de cada estirpe no DNA nestas quatro posições. Os investigadores designaram o método como CRISPR-MVLST.
 
De acordo com Shariat, Newport é a terceira variante sorológica mais comum de Salmonela e sua incidência aumentou 46% entre 1999 e 2009. Em 2009, Newport representou 9,3% do total de casos de salmonelose.
 
"A importância do nosso trabalho não é só que podemos detectar subtipos de Salmonela na metade do tempo em comparação com o protocolo que é usado agora, mas também a nossa abordagem é muito semelhante em termos de dados, nosso método produz resultados que são precisos e semelhantes ao método de PFGE agora amplamente utilizado", destaca Shariat.
 
Os pesquisadores testaram a precisão do seu método CRISPR-MVLST em um estudo cego. Eles aplicaram sua análise a um surto de Salmonela associado com tomates que ocorreu na Pensilvânia no verão de 2012, em que 37 pessoas ficaram doentes.
 
"O Departamento de Saúde da Pensilvânia nos enviou 20 amostras isoladas, 10 de surto e 10 normais, e nós fizemos a análise sem saber quais eram de que. Fomos capazes de identificar exatamente aquelas que foram associadas com o surto", afirma Shariat.
 
A equipe acredita ainda que o método CRISPR-MVL também é provável que seja muito mais barato que as técnicas atuais.
 
Fonte isaude.net

Descoberta pode permitir criação de fígado artificial para tratamento de doenças

Equipe do MIT identificou compostos químicos que ajudam as células hepáticas a crescerem fora do organismo humano
 
Pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA, identificaram uma dúzia de compostos químicos que podem ajudar as células do fígado a crescer fora do organismo humano.
 
Essas células não só mantém a função do órgão normal, enquanto cresce em laboratório, mas também multiplicam a produção de novos tecidos.
 
Células cultivadas desta forma poderiam ajudar os pesquisadores a desenvolver fígados artificiais para o tratamento de pessoas que sofrem de doenças crônicas do fígado, como a hepatite C, de acordo com os pesquisadores.
 
 
Em estudos anteriores, a pesquisadora Sangeeta Bhatia desenvolveu uma forma de manter temporariamente a função normal das células do fígado após as células serem removidas do corpo, precisamente misturando-as com as células de fibroblastos de ratos.
 
Agora, os pesquisadores adaptaram o sistema para que as células do fígado pudessem crescer, em camadas com as células de fibroblastos, em pequenas depressões em laboratório. Isto permitiu que os pesquisadores realizassem estudos de grande escala e rápidos sobre como 12.500 diferentes produtos químicos afetam o crescimento de células do fígado e sua função.
 
Após a triagem de milhares de células do fígado de oito doadores de tecidos diferentes, os pesquisadores identificaram 12 compostos que ajudaram as células a manter suas funções principais e promoveu a divisão das células do fígado, ou ambos.
 
Dois desses compostos parecem funcionar especialmente bem nas células de doadores mais jovens, por isso os pesquisadores também os testaram em células do fígado geradas a partir de células-tronco pluripotentes induzidas (iPSCs). Os cientistas tentaram criar hepatócitos de iPSCs antes, mas essas células não costumam chegar a um estado totalmente maduro. Contudo, quando tratadas com estes dois compostos, as células amadureceram mais completamente.
 
Em estudos posteriores, a equipe pretende incorporar as células do fígado dos tecidos tratados em andaimes de polímero e implantá-las em ratos, para testar se poderiam ser utilizadas como substituição de tecidos do fígado. Eles também estão buscando a possibilidade de desenvolver os compostos como medicamentos para ajudar a regenerar os próprios tecidos do fígado dos pacientes.
 
Fonte isaude.net

Pressão arterial elevada prejudica funcionamento do cérebro

As medidas de pressão arterial são tomadas a partir da artéria braquial no braço, mas olhar para a saúde das artérias centrais pode ser uma maneira mais sensível de avaliar as capacidades cognitivas
Foto: Hakan Kiziltan/Foto Stock
No estudo, a equipe analisou se a associação entre pressão
arterial e cognição foi mais forte para medições feitas
no braço ou nas artérias centrais
Pessoas com hipertensão nas artérias aorta e carótidas tiveram pior processamento visual e pensamento mais lento
 
A pressão arterial elevada, particularmente nas artérias que fornecem sangue para a cabeça e pescoço, pode estar relacionada com o declínio da capacidade cognitiva, de acordo com um novo estudo da Swinburne University, na Austrália.
 
Os resultados mostraram que pessoas com hipertensão nas artérias centrais, incluindo aorta e as artérias carótidas no pescoço, tiveram um desempenho pior em testes de processamento visual, e tiveram o pensamento mais lento e piores habilidades de reconhecimento.
 
Segundo os pesquisadores, normalmente as medidas de pressão arterial são tomadas a partir da artéria braquial no braço, mas olhar para a saúde das artérias centrais pode ser uma maneira mais sensível de avaliar as capacidades cognitivas.
 
As artérias centrais são flexíveis, expandindo e contraindo para manter constante o fluxo de sangue para o cérebro. Na medida em que as pessoas envelhecem, as artérias centrais endurecem, e com menor elasticidade, o cérebro recebe o sangue em uma pressão mais alta, o que pode danificar a cognição.
 
No estudo, a equipe analisou se a associação entre pressão arterial e cognição foi mais forte para medições feitas no braço ou nas artérias centrais.
 
Os pesquisadores examinaram 493 australianos com idades entre 20 e 82 anos. Os participantes eram, na maioria, brancos, e todos eram não fumantes sem histórico de acidente vascular cerebral ou demência.
 
Os participantes do estudo realizaram tarefas para medir vários tipos de conhecimento, tais como o processamento visual, memória de trabalho, habilidades de reconhecimento e velocidade de processamento. Os pesquisadores também tomaram medidas de pressão arterial do braço e das artérias centrais.
 
A equipe descobriu que a pressão arterial braquial elevada foi associada a pior desempenho no teste de processamento visual, mas que a hipertensão nas artérias centrais foi correlacionada com pior desempenho em vários testes, incluindo processamento, reconhecimento e velocidade de processamento visual.
 
De acordo com os pesquisadores, isto sugere que a pressão arterial central é um indicador mais sensível do envelhecimento cognitivo.
 
A equipe agora pretende avaliar se a redução da pressão arterial central, o que pode ser feito por mudanças de hábitos como parar de fumar, fazer exercício físico regular ou limitar a ingestão de sal, pode proteger as pessoas contra a deterioração mental.
 
Fonte isaude.net

Nove dicas para ajudar quem você ama a parar de fumar (sem ser chato!)

Incentive - Foto: Getty Images
A motivação é sempre importante, para mostrar que o
esforço contra as vontades do próprio corpo vale a pena
Encarar o tabagismo como uma doença e ter a abordagem certa são os primeiros passos
 
Quem não ama alguém que consome um cigarro atrás do outro não consegue imaginar a dimensão da vontade de fazer uma pessoa largar o fumo. Mas a dificuldade em abordar esse assunto é proporcional ao problema, afinal eles nunca querem deixar o hábito. E quando você insiste demais corre o risco de se tornar um... chato! O que pode acabar afastando o fumante ainda mais e levando a solução do problema por água abaixo.

Existem formas e formas de começar a se abordar esse assunto com um fumante. E culpá-lo por não parar com o cigarro não é a melhor maneira! "É preciso primeiro entender que o tabagismo é uma doença e como tal precisa ser tratada", reforça Jaqueline Issa, cardiologista e coordenadora do Programa de Tratamento do Tabagismo do Incor (Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da FMUSP).

Como no alcoolismo, o apoio da família e dos amigos é fundamental. Muitas vezes, depende deles inclusive o sucesso ou o fracasso do processo. "O familiar pode ajudar não pressionando, nem cobrando; não boicotando; sendo empático, assertivo e afetuoso", resume a psicóloga Ana Carolina Schmidt de Oliveira, do Vida Mental Serviços Médicos e especialista em dependência química.
 
Se você faz parte do time que precisa de lições para saber como ajudar uma pessoa a largar o vício, siga as dicas dos nossos especialistas logo abaixo:
 
Pode ser rígido - Foto: Getty ImagesVocê pode ser rígido
No começo, o fumante nunca cogita largar o cigarro. E um dos argumentos mais comuns é o famoso: "oras, eu posso parar quando eu quiser". De acordo com Jaqueline Issa, cardiologista e coordenadora do Programa de Tratamento do Tabagismo do Incor, nesse ponto as políticas públicas que impedem o fumo acabam sendo efetivas. "Com isso, ele acaba percebendo a necessidade de fumar em situações inconvenientes, precisando se locomover e às vezes até enfrentar chuva e frio para fumar", explica a médica. E os familiares podem se aproveitar dessa técnica, ao dizer que não querem que a pessoa fume na casa delas. Desculpas não faltam! Dá para alegar que não gostam do cheiro e querem evitar o fumo passivo e de terceira mão, causado por alguns resíduos do cigarro continuam no ambiente e também fazem mal à saúde. No fim, os argumentos não deixam de ser verdadeiros.

Mesmo sem essas proibições, deixar claro que você não gosta é importante. "Se a pessoa não gosta que fiquem lhe dizendo toda hora que pare de fumar, quem convive com o fumante pode expor isso colocando seus limites, mas sempre de forma empática", acredita o psiquiatra Hewdy Lobo Ribeiro, do ProMulher, do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP e diretor do Vida Mental Serviços Médicos. 
 
Não fique relembrando - Foto: Getty ImagesNão precisa relembrar a todo instante
Muitas vezes ser sútil faz toda a diferença. "Você não precisa ficar falando toda hora 'está vendo?' para o fumante. Isso mais atrapalha e existem maneiras indiretas, como deixar uma matéria de revista sobre o tema aberta perto de onde ele passa... Não precisa cutucar toda hora, mas passar a mensagem em doses homeopáticas e com jeito", explica Jaqueline Issa. A especialista já percebeu em seu trabalho que o que faz o fumante mudar de ideia muitas vezes é um clique, e é impossível saber o que moverá cada um para isso. Por isso, ser insistente nem sempre adianta, se você não bater na tecla certa. 
 
Incentive - Foto: Getty ImagesMotivar é preciso
Por se tratar de uma dependência, a dificuldade do fumante não é falta de força de vontade e sim não conseguir combater as mudanças orgânicas que o tabaco causou em seu organismo. Por isso que a motivação é sempre importante, para mostrar que o esforço contra as vontades do próprio corpo vale a pena. "O que vai mudar é a maneira de estimular a motivação da pessoa. Por exemplo, quando ele percebe que precisa parar de fumar, os familiares podem ajudar dando informações, de preferência novas, e se dispondo a ajudar e a facilitar o tratamento", reitera o psiquiatra Hewdy Lobo.

E mesmo no caso de um fumante que nem pensa em parar ainda, motivar também vale a pena. "Nessa fase é necessário verificar o que geraria dúvidas, o que faria o indivíduo pensar que seria mesmo melhor parar de fumar. Muitas vezes não são os prejuízos diretos do cigarro, mas as reclamações da família, ou algum problema que esteja mais em evidência, por exemplo, a dificuldade em manter a ereção na relação sexual", explica a psicóloga Ana Carolina Schmidt de Oliveira, psicóloga do Vida Mental Serviços Médicos e especialista em dependência química.
 
Relações diferentes, abordagens diversas - Foto: Getty ImagesA cada tipo de relação, uma abordagem diferente
Como existem diversas formas de se entrar nesse assunto o tipo de relacionamento que você tem com o fumante influencia. "Os filhos pequenos, por exemplo, convencem os pais muito mais do que os mais velhos. Tenho vários pacientes que vem falando que querem parar porque a criança em idade escolar pediu e está preocupado. Acho que os pais se sentem com mais responsabilidades com eles do que com os outros que já estão criados", acredita a cardiologista Jaqueline.

Para os casais, por exemplo, vale apontar os malefícios estéticos que o parceiro tem por causa do cigarro, como os dentes amarelados ou o cheiro e gosto de cigarro nos beijos. Funciona principalmente com os casais mais novos. Mas tudo com cuidado! "Pense em como você preferiria escutar uma crítica. É importante ser honesto, empático, assertivo, estar disposto a ouvir a opinião do próximo e a propor combinados. Vale sempre estar atento se o contexto é adequado, se não será humilhante para a pessoa, e prestar atenção à linguagem corporal e ao tom de voz", explica o psiquiatra Hewdy Lobo. 
 
O que não dizer - Foto: Getty ImagesO que não se deve dizer
Existem diversas frases que são desmotivadoras, como dizer: "não tem jeito mesmo, ele nunca vai parar de fumar"; "sabia que ele ia recair"; "ele precisa ficar com um câncer para parar de fumar"; "eu não acredito mais nele"; entre diversas outras. E as atitudes também podem atrapalhar o processo. "Alguns comportamentos boicotam o propósito, como o familiar comprar cigarros para a pessoa que quer parar, ou dizer que ele pode fumar aos finais de semana, ou que ele pode fumar um cigarro por dia, ou tentar esconder o cigarro", explica a psicóloga Ana Carolina. 
 
Quando ele decide parar - Foto: Getty ImagesQuando ele decide parar
Quando a decisão é tomada, o primeiro passo, de acordo com Jaqueline Issa, é procurar ajuda específica. "Dentro das especialidades, vários médicos podem ajudar cardiologistas, pneumologistas, psiquiatras... Vale entender se o médico tem experiência nisso. Normalmente nos grandes hospitais existem centros para isso. E é a maneira mais tranquila e rápida de parar", explica a cardiologista, que acredita que incentivar esse fumante a procurar esse tipo de tratamento é o mais importante.

Também é preciso ajudar a evitar situações em que o cigarro será lembrado. Evitar locais que tenham muita gente fumando ou não incentivar hábitos que eram ligados ao tabagismo é importante. "Seria um boicote, por exemplo, insistir em ir a um barzinho, que em geral tem muitas pessoas com cigarro, e ainda por cima, provavelmente o tabagista irá beber, o que muitas vezes dá vontade de fumar", explica o psiquiatra Hewdy Lobo. 
 
Elogie - Foto: Gettu ImagesPreste atenção aos progressos
Perguntar ou não perguntar? Essa parte depende muito da personalidade do indivíduo. "Tenho pacientes que contam a todos a novidade. Alguns outros até me pedem sigilo quando começam a seguir o tratamento, até para não criarem expectativas", separa a cardiologista Jaqueline. No primeiro tipo de estilo pessoal, vale a pena perguntar sim como está indo o progresso dele no tratamento, sem mostrar cara feia quando ele disser que não está indo bem.

Mas para ambos os tipos de personalidade, sempre vale a pena reforçar as qualidades que estão sendo demonstradas com o abandono do cigarro. "Vale elogiar e mostrar satisfação pelas pequenas mudanças que a pessoa que está parando de fumar promove em sua vida, como jogar o cinzeiro fora, e as roupas estarem cheirosas. Reconheça as vitórias que quem está parando de fumar conquista", aconselha a psicóloga Ana Carolina. É uma forma de fazer um reforço sempre positivo sem estar cobrando. 
 
Abstinência causa brigas - Foto: Getty ImagesAbstinência faz parte do jogo
Nessa fase nem tudo são flores... Aliás, o clima fica muito mais cinzento do que um jardim colorido. "Normalmente quem está parando de fumar enfrenta duas fases principais. A primeira, nos 3 primeiros meses, consiste em vencer a abstinência, o que pode ser aliado com medicamentos por exemplo. Já a segunda, que vai dos 3 aos 12 meses seguintes, ele começa a enfrentar as situações em que antes ele recorria ao cigarro", explica a Jaqueline.

No primeiro ato, é normal que o tabagista se torne uma pessoa mais difícil de lidar. "É comum sentir alguns sintomas da síndrome de abstinência, como ansiedade, irritabilidade, humor deprimido, inquietação, insônia, desconcentração, dor de cabeça, muita vontade de fumar, entre outros", enumera Hewdy Lobo. Mas ele mesmo avisa que depois de uma semana, isso tende a passar, portanto nada de desejar que seu fumante querido volte aos antigos hábitos. Muitas vezes, também é comum que o futuro ex-fumante se sinta mais deprimido. "A nicotina tem efeito antidepressivo e algumas pessoas não conseguem uma neuroadaptação a sua ausência, desenvolvendo o problema", explica a cardiologista. 
 
Recaídas acontecemNão recaía no erro
"É sempre importante lembrar que a recaída faz parte do processo", salienta a cardiologista Jaqueline. E nessa hora, acusar só pode ser pior, pois até tira o incentivo de a pessoa continuar com o processo. É importante lembrar mais uma vez que o tabagismo é uma doença, e muitas vezes mais de uma tentativa é necessária para que dê certo. Muitas vezes, vale procurar se é necessária outra mudança na estratégia e reavaliar o processo como um todo.

Claro que se a família está incomodada com isso, deve demonstrá-lo, mas de forma sempre empática, sem humilhar o fumante. "É importante ajudar a pessoa a renovar seu compromisso em parar de fumar, levantar a autoestima dele mostrando que ele é capaz, que já teve algumas vitórias, afinal passar mesmo que um dia sem fumar já é uma conquista", ensina a psicóloga Ana Carolina. É um pouco parecido com a abordagem para incentivar a pessoa a querer parar de fumar, e por isso é importante não recair no erro da acusação. 
 
Fonte Minha Vida

Conheça os prós e contras da Dieta Paleolítica para emagrecer

Oleaginosas e gorduras - Foto: Getty Images
A OMS preconiza que o consumo total de gorduras
não ultrapasse 30% das calorias diárias, sendo no
máximo 10% de saturada
Jejum prolongado, carne à vontade e zero carboidrato são alguns dos pilares da dieta
 
Há mais de 15 mil anos nossos ancestrais viviam em cavernas, não tinham cozinhas nem supermercados e obtinham sua comida principalmente da caça e coleta, ou seja, a alimentação era muito diferente da que temos hoje, com massas, produtos industrializados e uma infinidade de opções.
 
Mas qual seria sua reação se alguém lhe dissesse que o melhor para sua saúde é voltar àquele estilo de vida do período Paleolítico?

Na verdade, isso foi feito pelo biólogo e ex-atleta norte-americano Mark Sisson. Ele prega um estilo de vida da Idade da Pedra, que inclui não só mudanças na dieta, como também no dia a dia, insistindo para as pessoas trabalharem em pé, se movimentarem mais e até mesmo andarem descalças por aí.
 
Mas o que caiu mesmo na boca do povo foi a alimentação, e a chamada dieta paleolítica está sendo adotada por muitas pessoas com promessas de emagrecimento e também de um estilo de vida mais saudável e considerado naturalista.
 
E o atrativo principal está justamente em seu lado mais inusitado, ao pregar jejum prolongado, o consumo de carne à vontade e a restrição de carboidratos no maior estilo homem das cavernas.
 
Desvendamos, com ajuda de especialistas, os pilares desse cardápio e quais os prós e contras de cada um deles. Confira: 
 
Carne à vontade - Foto: Getty ImagesCarne à vontade
A carne proveniente de todos os tipos de animais era a base da alimentação no período Paleolítico, e de acordo com Sisson ela deve voltar a ter esse mesmo papel. Realmente, o consumo adequado delas é importante. "Elas são fontes de proteínas, nutrientes de extrema importância na nossa alimentação uma vez que fazem parte da composição muscular e recuperação dos tecidos, além de ser substrato para produção de hormônios, enzimas, anticorpos e outros agentes metabólicos", considera a nutricionista Paula Crook, da PB Consultoria em Nutrição. E é nas carnes que estão concentradas as maiores quantidade de aminoácidos essenciais, aqueles que não produzimos naturalmente em nosso organismo.

Por outro lado, é preciso tomar cuidado com esse "à vontade". Proteínas em excesso podem causar efeitos colaterais, como a retirada do cálcio dos ossos, a acidificação do sangue e uma sobrecarga nos rins. O limite indicado pela OMS é o consumo de no máximo 30% das nossas calorias diárias corresponder à proteína. Uma conta mais fácil de adotar é consumir ao dia dois gramas de proteínas a cada quilo que você pese. Por exemplo, se você pesa 60 quilos, deve consumir 120 gramas desse macronutriente. E vale lembrar que a quantidade de proteína não equivale ao peso total do alimento. Um bife de contrafilé de 100 gramas possui 30 gramas do nutriente, por exemplo.

Além disso, é preciso tomar cuidado com a carne escolhida. "Os peixes são ótimas escolhas, por terem gorduras importantes para o nosso corpo, já as carnes vermelhas tem um índice alto de gordura saturada, dependendo do corte, e estudos relacionam seu consumo com o aumento da incidência de câncer", alerta o nutrólogo Roberto Navarro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). 
 
Massas - Foto: Getty ImagesNada de grãos e massas
Como não havia cozinha na época e os homens ainda não plantavam trigo, milho, arroz, por exemplo, que dirá moíam e misturavam grãos no período paleolítico, as massas não existiam e, portanto, são naturalmente excluídas da dieta. Por isso, as fontes de carboidratos se tornam as naturais, o que o nutrólogo Roberto Navarro considera uma vantagem. "Isso é bem mais interessante para a saúde, pois as fontes de carboidratos se tornam os legumes, verduras e frutas, que nos trazem a quantidade que precisamos desse macronutriente e uma boa quantidade de fibras, tendo um menor índice glicêmico do que as massas", explica o especialista.

Além disso, os carboidratos em alta podem atrapalhar o emagrecimento de diversas maneiras. Eles se convertem em glicose na digestão, que dá energia ao nosso corpo e é levada às células pela insulina. Quando a glicose está sobrando, ela é convertida em triglicérides, uma energia armazenada para mais tarde, mas que se não usada, se acumula na forma de gordura localizada, os famigerados "pneuzinhos". "Pesquisas mostram que a insulina também inibe a quebra da gordura dos adipócitos (lipólise), causando aumento de peso", explica a nutricionista Paula. Portanto essa é uma boa ideia para ser aplicada, desde que de forma correta, aumentando bastante o consumo de frutas e verduras para compensar, afinal a falta de carboidrato pode causar náuseas, dores de cabeça, tonturas e fraqueza. 
 
Vegetais e frutas - Foto: Getty ImagesAbusar dos vegetais e frutas
E já que eles são a principal fonte de carboidratos nessa dieta, vale sim seguir essa recomendação e encher o prato com frutas e verduras, inclusive para equilibrar o seu consumo com as carnes. Mas fique de olho para não cometer abusos, seguindo esse pilar à risca demais: "a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda o consumo de no mínimo cinco porções (400g) de ambos os itens ao dia", ensina Paula. As frutas são mais perigosas, pois acabam sendo mais calóricas do que os vegetais. E os especialistas indicam o consumo cru desses alimentos, pois assim eles conservam suas propriedades e suas fibras, ajudando na saciedade e consequentemente causando a perda de peso pela menor ingestão de alimentos.

Vale lembrar que alguns desses alimentos têm mais carboidratos do que outros e fora desta dieta é preciso tomar cuidado com essa ingestão. Entre as frutas, as com maior quantidade deste nutriente são a banana, abacate, melancia, melão e coco. No caso dos vegetais, podemos listar batata, cebolas, pimentão e abóbora. É importante equilibrá-las com os outros tipos de alimentos com menos carboidratos, não só para garantir uma quantidade que não seja exagerada desse nutriente como também para variar a quantidade de fitoquímicos e outras substâncias importantes para a saúde que são consumidas no nosso dia a dia. "Se você come até 30 alimentos diferentes por dia, garante uma oferta maior de nutrientes, por isso é bom comer frutas e vegetais variados", explica o nutrólogo Navarro.  
 
Oleaginosas e gorduras - Foto: Getty ImagesNão se preocupar com as gorduras
Na Idade da Pedra, ninguém estava muito preocupado com o tipo de gordura que estava sendo ingerido. E esses itens realmente são importantes para o organismo, por isso elas não devem ser cortadas totalmente da dieta. Mas trazer esse tipo de comportamento para os dias de hoje, como prega Mark Sisson, liga a luz vermelha de alerta de nossos especialistas. "A OMS preconiza que o consumo total de gorduras não ultrapasse 30% das calorias diárias, sendo no máximo 10% de saturada", frisa a nutricionista Paula.

Entre elas, as gorduras mais importantes são as insaturadas, que trazem o efeito de reduzir o colesterol LDL, considerado ruim quando em grande quantidade, além de aumentar o HDL, conhecido como colesterol bom. "Temos basicamente as gorduras animais e vegetais, e precisamos equilibrar o consumo das gorduras monoinsaturadas (encontrada no azeite de oliva, castanhas e nos peixes), as poli-insaturadas (cuja principal fonte nessa dieta são os peixes) e a saturada (presente nas carnes).

As últimas estão relacionadas ao aumento do colesterol, o que pode causar problemas cardiovasculares", divide o nutrólogo Navarro. Por isso, se a ideia é comer como nossos ancestrais, é mais garantido sim ficar de olho nas gorduras e priorizar o consumo de peixes, principalmente os de águas profundas como sardinha, atum e bacalhau, e de oleaginosas, como castanhas, nozes, pistache, amêndoas e amendoim. 
 
Água - Foto: Getty ImagesÁgua e nada mais!
O Período Paleolítico foi a época em que os primeiros utensílios foram criados, e nenhum deles ajudava na cozinha. Portanto, a bebida principal era a água, a forma realmente mais natural de hidratação.
 
Consumir apenas esse líquido não tem desvantagens segundo os especialistas, a maior dificuldade talvez seja gustativa, já que a água não tem sabor. Mas apenas ela já é o suficiente para a hidratação do nosso organismo, que precisa da água para diversas funções. E, do ponto de vista nutricional, acaba sendo uma vantagem consumi-la com mais frequência do que outros itens. "De uma maneira indireta, você reduz a quantidade de calorias que poderia ingerir numa bebida, por exemplo, algo que nem sempre é computado ao pensar no valor energético das refeições", explica Navarro.
 
Industrializados - Foto: Getty ImagesIndustrializados vetados na despensa
"A maioria dos alimentos industrializados possuem carboidratos refinados como farinha e açúcar branco na composição, considerados alimentos de alto índice glicêmico, e com baixo teor de fibras, ou seja, quando são ingeridos estes alimentos são rapidamente absorvidos pelo organismo através da ativação de grande quantidade de insulina", explica a nutricionista Paula.
 
A desvantagem desse processo, além de evitar a quebra das gorduras, é que o organismo comece a ficar resistente a esse hormônio, e isso ocasione uma resistência à insulina, condição associada à pré-diabetes. Além disso, há a grande quantidade de compostos químicos presentes nesses produtos, como corantes, conservantes e estabilizantes, que em grandes quantidades intoxicam nosso corpo e podem causar alergias.
 
Um detalhe importante: tudo isso vale não só para alimentos como para as bebidas também. "Sabemos que na sociedade em que vivemos é praticamente impossível abolir os industrializados do dia a dia e que também há produtos de ótima qualidade no mercado, mas também vale ponderar que o consumo em excesso pode ser nocivo ao organismo", avalia o nutrólogo Roberto Navarro. 
 
Jejum - Foto: Getty ImagesJejuar de vez em quando
Por fim, a Mark Sisson prega o jejum, provavelmente inspirado na dificuldade que os homens do Paleolítico tinham de encontrar comida todos os dias. O indicado na dieta é ficar de 16 até 24 horas sem ingerir nenhum alimento. Nesse ponto, ambos os especialistas consultados por nós discordam desse método. "O ideal é mantermos índices estáveis de glicose para o corpo ficar bem.
 
O jejum prolongado pode causar hipoglicemia, dificuldade de concentração, perda de massa muscular, entre outros males", lista Navarro. Normalmente nosso corpo tende a consumir os músculos para conseguir energia, o que causa ainda mais problemas para o organismo. "Temos como metabólitos finais da degradação muscular a formação de ácido úrico, ureia e amônia, compostos tóxicos ao organismo que podem levar a sobrecarga renal e hepática", considera Paula. Portanto, a prática não é tão indicada, até porque se nossos ancestrais tivessem a oferta de alimentos que temos hoje, dá para apostar que eles não ficariam sem comer! 
 
Fonte Minha Vida

Grávida de cinco bebês deu à luz neste fim de semana

Foto: Associated Press
Alexandra passaria por uma cesárea, no 1º parto do tipo na República Tcheca
 
Alexandra Kinova, um tcheca de 23 anos, ficou grávida de quíntuplos sem usar métodos de fertilização in vitro — o que torna a gestação um caso raro, inclusive o primeiro registrado na República Tcheca
 
Ela mora em uma cidade chamada Milovice, a 30 km de Praga.
 
Alexandra já tinha um filho e, quando engravidou, nem imaginava que teria mais cinco
 
O número de bebês foi aumentando cada vez que ela fazia ultrassom: primeiro, disseram que ela teria gêmeos; em março, aumentaram para quatro; agora, o quinto rostinho surgiu nas imagens.
 
 “Quando eu finalmente vi a quinta cabeça, comecei a chorar”, afirmou Alexandra a um canal de TV local.
 
Fonte R7

Médicos fazem consulta online e já identificam até AVC pela internet

Procedimento realizado em SP é tendência mundial para acelerar atendimento
 
Uma mulher de 48 anos dá entrada na emergência do Hospital Municipal do M´Boi Mirim, zona sul da capital. Os sintomas apontam para um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Após ser submetida a exames e procedimentos de urgência, a paciente recebe uma segunda avaliação. A consulta é online. A 17,5 km de distância, o neurologista Agnaldo da Costa confirma o diagnóstico e orienta o tratamento. Tendência mundial para acelerar o atendimento e otimizar recursos, a telemedicina já é realidade em São Paulo.

A conferência, presenciada pela reportagem na semana passada, ocorreu em uma sala de plantão do Albert Einstein, no Morumbi, também zona sul. O hospital mantém convênio com o Ministério da Saúde para dar suporte a outros de menor complexidade. Além da unidade do M´Boi Mirim, participam do programa centros de Manaus, João Pessoa e Brasília de Minas (MG). Outros oito candidatos serão avaliados.

A comunicação é simples e não exige tecnologia sofisticada. Para que duas equipes médicas entrem em contato, bastam dois computadores equipados com câmeras de alta resolução, microfone e softwares específicos, além de acesso à internet sem fio. Pelo canal, médicos emergencistas e especialistas discutem procedimentos, avaliam exames, indicam medicação, cirurgias e até fecham diagnóstico de morte encefálica.

Pela câmera, nosso colega de São Paulo pode ver o paciente e conversar com ele. Pode ainda acompanhar uma ronda médica pela UTI, já que o sistema funciona em um carrinho portátil. Para quem está distante, como nós, essa é uma chance de integração, diz Alexandre Bichara da Cunha, diretor do Hospital Doutor Platão Araújo, na periferia de Manaus.

Com investimento de R$ 14 milhões, o programa funciona 24 horas, sete dias por semana. No plantão do Einstein, 280 casos foram atendidos nos últimos 12 meses. O balanço mostra que a opinião de um neurologista é a que registra maior demanda. O déficit explica a procura — segundo censo médico, há apenas 3,2 mil neurologistas no Brasil e a grande maioria está concentrada no Sudeste.
 
O programa tenta igualar um pouco esse desequilíbrio. A telemedicina é uma ferramenta possível hoje e deve ser considerada. Ela encurta distâncias, otimizando tempo, economizando recursos e aumentando a chance de salvação, diz Milton Steinman, responsável pela Telemedicina no Albert Einstein.

Para Agnaldo da Costa, trata-se de uma troca de experiências que só pode ser favorável. No cenário da emergência, a abordagem inicial faz toda a diferença. E não importa a distância. Quem eu atendo pela câmera é meu paciente.

Tablet
A tecnologia que permite consultas a distância já proporciona a realização de exames e até avaliações clínicas corriqueiras, como a ausculta cardíaca. Por meio de um software específico, as batidas do coração podem ser compartilhadas pela rede. E tudo pode ser visualizado diretamente do tablet ou smartphone com Wi-Fi.

Fundadora e presidente da Hospitalar — principal feira do setor —, Waleska Santos afirma que o mercado cresce vertiginosamente. A telemedicina, que hoje é usada também para ajudar na confecção de laudos de exames, ainda será a principal arma para aprimorar e humanizar o homecare e reduzir as idas ao hospital.
 
As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Alerta: Anvisa suspende medicamento irregular

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou nesta segunda-feira, 3, a suspensão da distribuição, comércio e uso do lote 0004 do medicamento Sene Tiaraju (Senna alexandrina) 400mg/cápsula, fabricado pelo Laboratório Químico Farmacêutico Tiaraju Ltda.

Conforme o site da agência reguladora, "o medicamento teve resultados insatisfatórios em quatro testes específicos".

Segundo o órgão, "as análises feitas foram de rotulagem, identificação de senosídeos A e B, perda por dessecação e teor de senosídeos, o que levou à suspensão do lote do medicamento".
 
A empresa responsável não solicitou análise de contraprova.
 
A medida está publicada no Diário Oficial da União.

A Anvisa destaca que as pessoas que tiverem adquirido o produto suspenso devem interromper o uso imediatamente.
 
Fonte Agência Estado

Portugal: Crise económica pode agravar estado nutricional das crianças - especialista

A crise económica que se vive atualmente em Portugal poderá contribuir para o agravamento do estado nutricional das crianças, uma vez que o menor poder económico limita a realização de uma alimentação nutricionalmente equilibrada, alertou hoje uma especialista.
 
Carla Rêgo, fundadora e presidente do Grupo Nacional de Estudo e Investigação em Obesidade Pediátrica e coordenadora do Estudo do Padrão de Alimentação e Crescimento Infantil (EPACI Portugal 2012), citou como exemplo os leites de fórmula infantil que são mais dispendiosos do que o leite de vaca e que começa a ser dado ao bebé precocemente, a partir dos 8 a 9 meses.
 
Segundo a Sociedade Portuguesa de Pediatria é aconselhável a utilização de "leites infantis" desde os 12 até aos 24 a 36 meses de vida, dada a baixa qualidade nutricional do leite de vaca.
 
Fonte Destak/Lusa

Portugal: Excesso de ansiolíticos e antidepressivos pode prejudicar alunos

O Observatório de Interações Planta--Medicamento (OIPM) advertiu hoje que o "uso excessivo" de ansiolíticos e antidepressivos pelos alunos, em época de exames, pode "funcionar em contracorrente", porque a memória fica diminuída.
 
Os jovens são o alvo desta semana da campanha "Aprender Saúde entre as Plantas e os Medicamentos", do observatório da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra (FFUC).
 
"O uso de medicamentos na época dos exames traz vários problemas aos alunos", disse à Lusa a investigadora Ana Rute Nunes, adiantando que "muitas destas substâncias aumentam os níveis de neurotransmissores, mas o custo na atividade neuronal a curto e longo prazo pode ser muito elevado, dado que muitas [destas substâncias] são produzidas sem nenhum controlo e o impacto que causam no organismo muitas vezes é imprevisível".
 
Fonte Destak/Lusa

Portugal: Hospitais não estão a enviar medicamentos pelo correio a doentes com HIV/Sida

A presidente da associação Abraço, Margarida Martins, denunciou hoje que alguns hospitais deixaram de enviar pelo correio os medicamentos para o VIH/Sida destinados a doentes com dificuldades financeiras, privando-os de tratamento.
 
"As pessoas não têm mesmo dinheiro e veem-se com muitas dificuldades em deslocar-se aos hospitais", lamentou à agência Lusa.
 
Estes casos têm chegado à Abraço através de pedidos de ajuda dos doentes e também dos médicos, disse a responsável, adiantando que a associação está a enviar medicamentos para a Madeira, Açores, para a área do grande Porto, da grande Lisboa e Setúbal.
 
Fonte Destak/Lusa

Médicos de El Salvador realizaram cesariana a jovem impedida de abortar

Um grupo de médicos de El Salvador realizou na segunda-feira uma cesariana a uma jovem doente de lúpus e grávida de um feto sem cérebro a quem foi negada a realização de um aborto, informou uma organização não-governamental.
 
"Fomos informados que Beatriz [nome fictício] está bem.
 
Ela teve uma filha, mas disse-nos que lhe faz pena olhar para a bebé", declarou a presidente da organização não-governamental ACDATEE, Morena Herrera, citada pela agência AFP.
 
Em El Salvador, o aborto é proibido em todos os casos, incluindo por razões terapêuticas.
 
Fonte Destak/Lusa

Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar - Famesp

A Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar realiza seleção para preenchimento de 1 vaga para o Hospital Estadual Bauru e Hospital Manoel de Abreu

Inscrições:
Entre 5 e 14 de junho de 2013

Valor:
R$ 20,00

Cargo:
Auxiliar de Cozinha

Seleção:
Haverá Prova Escrita e Prova Prática

Consórcio Intermunicipal Aliança para a Saúde de Minas Gerais

O Consórcio Intermunicipal Aliança para a Saúde de Minas Gerais realiza concurso para 900 vagas

Inscrições:
24 de maio a 21 de junho pelo www.gestaodeconcursos.com.br

Valor:
R$ 50,00 a R$ 120,00

Cargos e vagas:
Nível Superior: Enfermeiro (80), Farmacêutico (1), Médico (190), Psicólogo (1);
Nível Médio: Auxiliar Administrativo (10), Auxiliar de Farmácia (2), Condutor Socorrista (356), Técnico de Enfermagem (260).

Remuneração:
R$ 869,33 a R$ 5.039,00

Centro Universitário Estadual da Zona Oeste

O Centro Universitário Estadual da Zona Oeste realiza concurso para provimento de vagas

Inscrições:
Até 26 de junho de 2013

Cargos:
Laboratorista e Técnico de Laboratório

Remuneração:
R$ 1.897,87 a R$ 2.550,53

Autarquia Hospitalar Municipal de São Paulo - AHM/SP

A Autarquia Hospitalar Municipal (AHM) de São Paulo realiza concurso para provimento de 140 vagas

Inscrições:
6 e 7 de junho no HM Dr. José Soares Hungria - Avenida Menotti Laudisio, nº. 100, Pirituba, Noroeste; HM Dr. Alípio Correa Neto - Alameda Rodrigo de Brum, nº. 1989, Ermelino Matarazzo, Leste I; HM Dr. Cármino Caricchio - Avenida Celso Garcia, nº. 4815, Tatuapé - Leste II; HM Dr. Arthur Ribeiro de Saboya - Rua Francisco de Paula Quintanilha Ribeiro, nº. 860, Jabaquara, Sudeste; HM Dr. Fernando Mauro Pires Rocha - Estrada de Itapecerica da Serra, nº. 1661, Vila Maracanã, Sul

Área:
Técnico em Saúde - Imobilização Ortopédica.

Remuneração:
R$ 453,65

Seleção:
Haverá análise curricular

Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina - SPDM

A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) realiza concurso para provimento de vagas para o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Purus, em Rio Branco, Acre.

Inscrições:
Até 4 de junho pelo www.saudeindigena.spdm.org.br

Cargos:
Técnico de Saneamento/Ambiental, Médico, Geólogo e Enfermeiro

Remuneração:
R$ 1.435,20 a R$ 12.480,00

Seleção:
Haverá entrevista

Ambulatório Médico de Especialidades de Bauru

A Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar realiza seleção para preenchimento de vaga para Assistente Social do Ambulatório Médico de Especialidades - AME de Bauru.

Inscrições:
De 5 a 14 de junho pelo www.famesp.fmb.unesp.br

Valor:
R$ 60,00

Remuneração:
R$ 1.767,00

Provas:
Haverá Prova Escrita e Análise curricular

Concurso Prefeitura de Américo Brasiliense - SP

A Prefeitura de Américo Brasiliense, no estado de São Paulo, publicou edital de concurso público N° 001/2013, com o objetivo de preencher 04 vagas, mais cadastro de reserva, para cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários podem chegar a R$ 3.299,73 em carga horária de 20 a 40 horas semanais.

A organização, aplicação e correção do concurso público serão de responsabilidade da CONSESP – Concursos, Residências Médicas, Avaliações e Pesquisas Ltda.

Cargos
As vagas são para os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Técnico de Enfermagem do Trabalho, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Médico de Segurança do Trabalho.

Inscrições e Taxas
As inscrições serão feitas exclusivamente via internet, no site www.consesp.com.br até o dia 09 de junho de 2013. As taxas variam de R$ 30,00 para cargo de nível fundamental, R$ 40,00 para cargo de nível médio e de R$ 50,00 para cargo de nível superior.

Provas
As provas serão realizadas provavelmente no dia 30 de junho de 2013, às 9h, em locais a serem divulgados por meio de Edital próprio que será afixado no local de costume da Prefeitura, por meio de jornal com circulação no município e do site www.consesp.com.br, com antecedência mínima de 3 dias.

O gabarito oficial e a prova objetiva (teste de múltipla escolha) serão disponibilizados no site www.consesp.com.br, entre as 13h e as 18h da segunda-feira subsequente à data da aplicação da prova e permanecerão no site pelo prazo de 2 dias.

Validade
A validade do concurso público será de dois anos, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

Concurso Prefeitura de Campo Mourão - PR

A Prefeitura de Campo Mourão, no estado do Paraná, abriu os editais N°s 001 e 002/2013 de concurso público e processo seletivo para a contratação de 37 vagas, sendo 09 para médicos e 28 para agente comunitário de saúde e agente de endemias (níveis fundamental e superior).
 
Segundo os editais, as incrições para os médicos custam R$ 100,00 e os salários serão de 8.496,00 para 40 horas semanais. Já os agentes terão salário de  R$ 752,28 para a mesma carga horária. O valor da inscrição para este grupo é de R$ 35,00.
 
A inscrição será feita, exclusivamente, pela internet, no endereço eletrônico: www.campomourao.pr.gov.br, até as 23h59min do dia 28 de Junho de 2013.
 
A prova objetiva será realizada provavelmente no dia 04 de agosto de 2013, de forma unificada e simultânea, na Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campo Mourão - FECILCAM, Av. Comendador Norberto Marcondes, 733, Centro, Campo Mourão, Paraná.
 
Os cadernos das provas objetivas e o gabarito oficial, contendo as alternativas corretas às respectivas questões, serão divulgados a partir das 18 horas do dia da aplicação da Prova no site www.campomourao.pr.gov.br.
 
Será publicado no Órgão Oficial do Município e no site www.campomourao.pr.gov.br, o edital de resultado da prova objetiva após analises de possíveis recursos do gabarito e da prova objetiva, a partir do dia 16 de Agosto de 2013.
 
O certame tem validade de 02 (dois) anos a contar da data de publicação e homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Administração Municipal.

Concurso Prefeitura de Cândido Godói - RS

O município de Cândido Godói, no estado do Rio Grande do Sul, publicou o extrato de edital nº 001/2013, de concurso público, para comunicar que necessita contratar profissionais que ocupem as vagas de farmacêutico, assistente social, motorista II e operador de motoniveladora.
 
As inscrições estarão abertas entre os dias 03 e 16 de junho de 2013, pelo site http://www.unijui.edu.br/asc.
 
O concurso será composto de prova escrita, prova de títulos e prática. A prova escrita será aplicada, provavelmente, em 07 de julho de 2013, com início às 9h e término às 12h, no Instituto Estadual Cristo Redentor, situado na Rua Liberato Salzano, 497, na cidade de Cândido Godói/RS.
 
Todos os candidatos passarão por esta prova escrita, enquanto a prova de títulos será feita apenas pelos candidatos aos cargos de nível superior e a prática para a vaga de motorista II e operador de motoniveladora.
 
Informações complementares estão estabelecidas no Edital Completo, afixado no quadro de publicações Oficiais da Prefeitura Municipal de Cândido Godói, bem como nos sites http://www.unijui.edu.br/asc e http://www.candidogodoi.rs.gov.br, a partir do dia 03 de junho de 2013.

Concurso Prefeitura de Santa Teresinha (BA) 2013

A Prefeitura de Santa Teresinha, no estado da Bahia, abriu edital de concurso público N° 01/2013, com a intenção de ocupar 159 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 678 a R$ 960 em carga horária de 20 e 40 horas semanais.

O concurso público será executado pela SEPROD – Serviço de Processamento de Dados. Vale lembrar que 5% das vagas serão destinadas a portadores de necessidades especiais.

Cargos
As oportunidades são para os cargos de auxiliar serviços gerais, vigia, telefonista, motorista B, motorista D, agente de combate a endemias - ACE, auxiliar de infraestrutura, técnico em enfermagem, técnico em vigilância sanitária, técnico em vigilância epidemiológica, agente administrativo, auxiliar administrativo, professor I, nutricionista, assistente social, professor II - português, professor II - matemática, professor II - inglês, professor II - história e professor II - ciências.

Inscrições
As inscrições,via internet, ficarão abertas até o dia 14 de junho de 2013, no site www.seprod.com.br. Já as inscrições presenciais serão realizadas na Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo localizada à Praça Ápio Medrado, centro, neste Município das 08:00hs às 14:00hs, na mesma data.

A partir do dia 26 de junho de 2013 o candidato deverá conferir, no endereço eletrônico www.seprod.com.br, se os dados da inscrição efetuada via Internet foram confirmados. Em caso negativo, o candidato deverá entrar em contato com a SEPROD pelo número (75) 3422-3042, no horário comercial para verificar o ocorrido.

Taxas
Valor da Taxa de Inscrição
Ensino Superior Completo - R$ 70,00;
Professor Nível I - R$ 60,00;
Ensino Médio Completo/Curso Técnico - R$ 50,00;
Ensino Fundamental - R$ 30,00.

Provas e Gabaritos
As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 14 de julho de 2013, em locais e horários a serem divulgados na data provável de 05 de julho de 2013. O gabarito para conferência dos candidatos será divulgado pela SEPROD através do site www.seprod.com.br até o 2º (segundo) dia útil após a realização das respectivas provas.

Validade
O prazo de validade do concurso será de dois anos, contados da data da publicação de sua homologação, podendo, antes de esgotado o prazo, ser prorrogado uma vez, por igual período, a critério da Prefeitura Municipal por ato expresso do chefe do Poder Executivo.

SANEFRAI (SC) abre de processo seletivo

A Autarquia Municipal de Saneamento de Fraiburgo (SANEFRAI), lançou extrato do edital 0008/2013 de processo seletivo, cuja finalidade é a contratação em caráter temporário para o cargo de Farmacêutico-Bioquímico.
 
As inscrições serão realizadas até o dia 07 de junho de 2013, das 08:30 às 11:30 e das 14:00 às 17:00, em dia de expediente, na Secretaria de Administração e Planejamento, Departamento de Gestão de Pessoal, localizado na Av. Rio das Antas, 185, Centro, município de Fraiburgo/SC.
 
O processo seletivo será válido para o ano de 2013, podendo ser prorrogado.
 
Mais informações podem ser obtidas junto a Prefeitura de Fraiburgo ou pelo telefone (49) 3256-3013.
 
O extrato do edital foi publicado no diário Oficial dos Municípios, de 30 de maio de 2013, pág. 71 a 72.

Prefeitura de Rodrigues Alves (AC) abre processo seletivo

A prefeitura de Rodrigues Alves, no estado do Acre, divulgou os editais  de processo seletivo nº. 001 e 002/2013. A seleção está oferecendo 74 vagas mais cadastro de reserva de níveis fundamental, médio/magistério e superior, com vencimentos que variam de R$ 678,00 a R$ 5.000,00, por jornada de trabalho de 30 e 40 horas semanais.
 
Cargo
Médico Clínico Geral, Fisioterapeuta, Nutricionista, Educador Físico, Enfermeiro, Cozinheira, Motorista Fluvial, Auxiliar de Serviços Gerais e Professor.
 
Inscrição
As inscrições serão efetuadas até o dia 10 de junho de 2013, das 08:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:00, na Secretaria Municipal de Saúde e na Secretaria Municipal de Educação (para o cargo de professor), do município de Rodrigues Alves. A taxa de inscrição é de R$ 35,00 (nível fundamental) e R$ 45,00 (nível superior).
 
No ato da inscrição deverá ser entregue a cópia da seguinte documentação:
 
Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoa Física – CPF, Comprovante de Endereço(conta energia ou documento do posse da terra);

Comprovante de escolarização (diploma, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelos órgãos normativos), bem como a entrega de seu curriculum, com copias dos cursos que houver declarado, em envelope próprio, com o nome do candidato e cargo(nível de ensino) para o qual concorre, o qual será lacrado no ao da inscrição;

Deve-se ainda juntar o comprovante original de depósito do valor referente a taxa de inscrição.
 
Prova
O certame será constituído de prova escrita e avaliação curricular.
 
As provas serão realizadas em dia, hora e local a ser divulgado em edital próprio, com no mínimo 48 horas antes da realização das provas, cujas publicações se darão nos locais de aviso da Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Educação, Câmara dos Vereadores, rádios e jornais oficiais.
 
O gabarito das provas objetivas será divulgado pela comissão organizadora até o dia útil subsequente após a realização da respectiva prova no local de realização da mesma, na Secretaria Municipal de Educação e na sede da Prefeitura.
 
Validade
A validade do processo seletivo será de 12 meses, a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez, mediante decreto, por igual período.
 
O edital está publicado no Diário Oficial do Estado, de 03 de junho de 2013, pág. 149 a 158.