Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 2 de novembro de 2013

Depois de 10 anos, fábrica de remédios contra Aids começa a produzir na África

Amanda Rossi
Funcionário da fábrica de medicamentos realiza procedimentos no
equipamento doado pelo Brasil
Projeto da Fiocruz em Moçambique é o mais longo e que mais consumiu recursos brasileiros na África
 
O mais emblemático projeto de cooperação brasileiro na África completa dez anos em novembro e vive hoje seu momento mais decisivo. É uma fábrica pública de medicamentos contra a Aids, instalada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Moçambique. Em agosto, ela finalmente realizou seu objetivo: produziu pela primeira vez um remédio genérico que faz parte do coquetel anti-HIV, a lamivudina. Em outubro, repetiu a dose com um segundo componente do coquetel, a nevirapina. Toda a operação foi feita por moçambicanos, com a supervisão da Fiocruz.
 
A Sociedade Moçambicana de Medicamentos (SMM), o nome oficial da fábrica, é a única unidade pública de produção de medicamentos contra a Aids na África, o continente mais afetado pelo vírus e onde o acesso ao tratamento é escasso. No caso de Moçambique, a SMM é também a primeira indústria farmacêutica. Todos os medicamentos consumidos no país são importados.
 
Agora, os medicamentos precisam obter um selo de qualidade do órgão regulador em Moçambique. Enquanto isso, a fábrica deve começar a embalar um antibiótico e um medicamentos contra o HIV produzidos pela Fiocruz no Brasil e doados para que as vendas já possam ser iniciadas.
 
No próximo ano, a fábrica deve tentar obter certificação da Organização Mundial da Saúde. A organização Médicos Sem Fronteira (MSF), que atua na área do HIV no país, diz que "ainda é cedo para tecer comentários profundos sobre como a fábrica irá beneficiar as pessoas que vivem com HIV em Moçambique".
 
Amanda Rossi
Fachada da fábrica de medicamentos, localizada na cidade de Matola, vizinha da capital do país

Nenhum outro projeto de cooperação do Brasil na África está em curso há tanto tempo ou consumiu um volume tão alto de recursos. A Fiocruz estima que ele terá custado ao País cerca de US$ 20 milhões. "Demorou muito? Eu olho para trás e digo: ninguém tem noção do quanto a gente trabalhou", afirma a coordenadora do projeto, Lícia de Oliveira, da Fiocruz.
 
"Nem Moçambique nem o Brasil sabíamos onde estávamos nos metendo", diz ela. O País não tinha experiência na realização de um projeto de cooperação de tão grande porte no exterior. Além disso, a operação de uma indústria farmacêutica é um processo de alta complexidade. Toda a tecnologia de produção foi transferida para Moçambique, que vai operar a fábrica sem a intervenção do Brasil. A expectativa é que ao final de cinco anos a venda dos remédios custeie as operações e que a produção atenda a todo o mercado da parte sul da África.
 
Amanda Rossi
Instalações da fábrica de medicamentos em Moçambique
 
"A fábrica é a primeira aqui em Moçambique, até em África. Temos muita expectativa e muita responsabilidade. Depois de vermos essa fábrica cheia, com movimento, nós vamos ficar já descansados, felizes da vida. Porque realmente é difícil, é muito difícil para chegar nessa fase", diz Feniosse Macuacua, operador da fábrica que atuou nas primeiras produções de medicamentos.
 
Aids
A incidência de HIV em Moçambique é uma das maiores do mundo - 13% das mulheres e 9% dos homens, totalizando 2,4 milhões de pessoas infectadas. No Brasil, calcula-se que 630 mil pessoas são soropositivas, menos de 1% da população.
 
É a comunidade internacional que custeia 100% do coquetel anti-Aids, a maioria deles genéricos comprados na Índia a preço baixo. "Até hoje me surpreendo com as dificuldades que esse país enfrenta quanto ao financiamento para a área da saúde, que depende de doadores internacionais", diz a enfermeira brasileira Kelly Cavalete, que trabalha no MSF no país.
 
A fábrica prevê a transferência de tecnologia e conhecimento para a produção de 21 medicamentos. Além dos usados para tratar a infecção por HIV, há remédios para atenção básica – entre julho e setembro, foram produzidos os primeiros, contra hipertensão. A capacidade instalada é de 400 milhões de comprimidos por ano.
 
A estrutura da fábrica é pequena, mas de ponta. Em um corredor vedado do exterior, com luz artificial, ar condicionado e protegido por portas de segurança codificadas, ficam as salas de produção e embalagem. Os equipamentos são iguais aos usados pela Fiocruz no Brasil. Segundo a fundação, é que há de melhor no mundo. São duas linhas de produção: uma específica para componentes do coquetel anti-HIV e outra para medicamentos em geral, além de uma unidade de soros.
 
História
Assinado em novembro de 2003 durante a primeira viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à África, o projeto da fábrica se tornou um símbolo das dificuldades do Brasil em realizar projetos de cooperação de grande porte. A primeira delas foi a concorrência com a China. Apenas cinco meses depois da assinatura, um grupo chinês começou a negociar com o governo moçambicano a construção de uma fábrica de antirretrovirais privada. Prevaleceu o projeto do Brasil.
 
De 2003 a 2007, as características do projeto foram discutidas e foi realizado um estudo de viabilidade. Depois, haviam dúvidas sobre como financiar a fábrica. Em 2008, o governo brasileiro encaminhou para o Congresso um projeto de lei para a doação de R$ 13,6 milhões. Um ano e dois meses depois, ele foi aprovado. "Nunca na minha vida eu tinha lidado tanto com advogados e procuradores. Virei figurinha fácil da Câmara dos deputados", lembra a doutora Lícia.
 
O parecer favorável do senador Eduardo Azeredo ao projeto de lei evidencia a importância da cooperação para o avanço brasileiro no continente. "A eventualidade de apropriação do projeto da fábrica de antirretrovirais por terceiros países acarretaria a perda de valioso instrumento de cooperação e de afirmação dos interesses brasileiros na África", escreveu Azeredo. A Vale, que já estava operando em Moçambique, doou outros UR$ 4,5 milhões. De 2009 a 2012, a infraestrutura física da fábrica foi preparada, os equipamentos adquiridos e os funcionários treinados no Brasil.
 
A fábrica é citada em discursos de governantes brasileiros como exemplo da ajuda que o Brasil pode dar à África e o diferencial da cooperação brasileira em relação a outros países. Enquanto a Europa e os Estados Unidos doam medicamentos, o Brasil doaria toda a tecnologia de produção. Apesar da importância dada ao projeto, ele ainda é um desconhecido em Moçambique. A largada da venda de medicamentos pode ampliar sua visibilidade.
 
Antes do início da produção, a comunidade internacional era descrente que o projeto pudesse dar certo. "Não sei se os medicamentos moçambicanos vão ser mais baratos que os indianos, se o preço vai ser competitivo", afirmou em 2010 o então coordenador do MSF em Moçambique, Alain Kassa. Agora que a produção finalmente começou, o desafio é manter a fábrica no âmbito público. Indústrias farmacêuticas privadas, sobretudo indianas, estão interessadas no projeto - visto como uma porta de entrada para o mercado de medicamentos na África.

Estadão

Você sabe a diferença entre gordura boa e ruim?

O consumo de gordura saturada é um assunto recorrente, e na Grã-Bretanha produtores e vendedores de alimentos se comprometeram em reduzir os níveis deste tipo de gordura em seus produtos.
 
Porém, além da gordura saturada, outros tipos de gordura estão presentes, naturalmente ou artificialmente, nos alimentos, como as insaturadas e as gorduras trans.
 
Nem toda gordura é ruim, uma pequena porção na dieta pode ajudar o organismo a absorver determinados nutrientes.
 
E gordura pode ser também uma fonte de energia, proporcionando ácidos graxos essenciais e algumas vitaminas, como as vitaminas A e D.
 
Então, qual é a diferença entre a gordura boa e a ruim? E quais devemos consumir em maior ou menor quantidade?
 
A BBC listou algumas informações importantes sobre os diferentes tipo de gorduras encontradas em nossa dieta.
 
Gordura saturada
De acordo com o NHS Choices, o site do serviço nacional de saúde da Grã-Bretanha que dá conselhos de como ter uma vida saudável, diminuir o consumo de comidas que são ricas em gordura saturada é importante como parte de uma boa dieta.
 
Tais alimentos incluem manteiga, banha de porco, chocolate, bolos, massas folhadas, e produtos feitos com carne, como salsichas e tortas salgadas.
 
A maioria das pessoas consome gordura saturada em grande quantidade: cerca de 20% mais que o máximo recomendado, segundo estudos feitos pela British Dietetic Association.
 
A recomendação atual do Departamento de Saúde da Grã-Bretanha diz que em média os homens não devem comer mais que 30g de gordura saturada por dia, enquanto as mulheres não devem comer mais que 20g.
 
Uma dieta rica em gordura saturada pode aumentar os níveis de lipoproteína de baixa densidade, ou 'colesterol ruim', no sangue ao longo do tempo, aumentando o risco de doenças cardiovasculares. Mas esse risco foi recentemente contestado.
 
Em um artigo no British Medical Journal, o cardiologista Aseem Malhotra diz que gordura saturada tem sido 'demonizada por décadas', e evidências científicas não comprovaram sua relação com doenças cardíacas.
 
Ele diz que a indústria alimentícia compensou a diminuição dos níveis de gordura saturada com o aumento da quantidade de açúcar.
 
Gordura insaturada
Uma dieta composta por gorduras insaturadas pode ajudar a diminuir os níveis do colesterol ruim no sangue e aumentar os níveis de lipoproteína de alta densidade, também conhecido como bom colesterol.
 
Gorduras saturadas podem ser substituídas em uma dieta balanceada com gorduras mais saudáveis, como as monoinsaturadas e as poli-insaturadas, que são encontradas em muitos alimentos, que incluem: peixes como salmão, sardinha e cavalinha sementes e nozes óleos de girassol e oliva frutas, legumes e verduras, incluindo o abacate. Estes peixes têm uma boa quantidade de gordura poli-insaturada ômega-3, e são a fonte mais rica desse tipo específico de gordura.
 
O ômega-3 ajuda a diminuir os níveis de diacilglicerol no sangue, a prevenir a coagulação do sangue, e a manter um ritmo cardíaco regular.
 
A British Heart Foundation, diz que devemos comer duas porções de peixe por semana, e uma delas deve ser rica em ômega-3.
 
A fundação também recomenda o consumo de uma pequena quantidade de gordura monoinsaturada, encontrado no óleo de oliva, no abacate e nas nozes, para ajudar a manter os níveis de colesterol saudáveis.
 
Gorduras trans
O terceiro tipo de gordura também encontrada na dieta é a trans.
 
Gorduras trans naturais são encontradas em níveis baixos em alguns alimentos, como carne e produtos derivados do leite.
 
As gorduras trans artificiais são feitas a partir de um processo de hidrogenação do óleo, e são conhecidas como gordura hidrogenada.
 
Esse tipo de gordura pode ser usado para fazer frituras.
 
Gorduras trans artificiais também podem ser encontradas em comidas processadas, como biscoitos e bolos, e são as vezes usadas para prolongar a vida dos produtos nos prateleiras.
 
Uma dieta rica em gorduras trans pode também levar a altos níveis de colesterol ruim no sangue.
 
Porém, o NHS Choice diz que reduzir a quantidade de gordura saturada é mais importante do que reduzir a quantidade de gordura trans.
 
BBC Brasil/R7

Unicef lança portal para alertar sobre a ética em pesquisas com crianças

Projeto on line do Unicef tem como objetivo preservar o direito de crianças em pesquisas
Foto: Unicef
Projeto on line do Unicef tem como objetivo preservar o direito de crianças
em pesquisas
Site traz uma série de pesquisas internacionais sobre o tema e tem como objetivo garantir o respeito ao direito dos menores
 
O Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef) lançou um site sobre questões éticas envolvendo crianças, com uma compilação de várias pesquisas internacionais sobre o tema.
 
Segundo o Unicef, o projeto busca ajudar a garantir "que a dignidade de todas as crianças seja honrada e seus direitos humanos e bem-estar sejam respeitados" em todas as pesquisas, independente de seu contexto.
 
A agência da ONU destaca que os métodos de estudos envolvendo menores estão aumentando rapidamente e por isso, mudando a maneira como são vistas as crianças.
 
No portal, pode ser encontrada a Carta Internacional para Pesquisa Ética sobre Crianças e mais de 20 estudos de caso e questões sobre o tema.
 
Segundo o Unicef, o site vai garantir ainda que a abordagem desses levantamentos respeite as crianças e que as visões e perspectivas dos menores sejam relatadas com integridade. Os principais usuários devem ser pesquisadores e organizações.
 
O projeto é uma iniciativa conjunta do escritório de pesquisas do Unicef com instituições e ONGs relacionadas a estudos sobre crianças.

 
Isaude.net

Mais de 10% dos portadores de HIV já ultrapassaram a casa dos 50 anos

A grande maioria dos idosos com Aids está em países pobre. Mas 30% da população contaminada do primeiro mundo já ultrapassaram a casa dos 50
Foto: Unaids
A grande maioria dos idosos com Aids está em países pobre.
Mas 30% da população contaminada do primeiro mundo já
ultrapassaram a casa dos 50
A cada ano 100 mil pessoas com mais de 50 anos são infectadas. O envelhecimento dos portadores preocupa autoridades mundiais
 
O Programa Conjunto da ONU sobre HIV/Aids (Unaids) está chamando a atenção para a epidemia do vírus em pessoas com mais 50 anos
 
Segundo a agência, mais de 35 milhões no mundo convivem com o HIV e deste total, 3,6 milhões (cerca de 10%) já ultrapassaram a casa dos 50 anos. A maior parte (2,9 milhões) vive em países de renda baixa e média. Nos países desenvolvidos as pessoas com mais de 50 anos convivendo com o vírus já ultrapassa a marca dos 30% do total de pacientes com Aids.
 
O diretor do Unaids, Michel Sidibé, alerta que os adultos com esta idade muitas vezes não recebem tratamento e precisam estar integrados aos serviços de saúde.
 
A agência acredita que o "envelhecimento da epidemia de HIV" tem três causas: o sucesso da terapia antirretroviral, que vem prolongando a vida das pessoas com o vírus e diminuindo a incidência entre jovens adultos; uma combinação de comportamentos de risco, como sexo sem proteção e uso de drogas injetáveis; e o diagnóstico tardio da doença.
 
Números da Epidemia
A cada ano, são infectadas com o vírus 100 mil pessoas nessa faixa etária nos países de baixa e média rendas. Cerca de 75% na África Subsaariana.
 
A agência destaca que a prevenção voltada à pessoas dessa idade, como testes de HIV, é essencial.
 
Os serviços de saúde precisam refletir as necessidades desse grupo, já que a imunidade é mais baixa em pessoas mais velhas.
 
O Unaids revela ainda que pessoas com mais de 50 anos que convivem com o HIV são mais vulneráveis e por isso, a taxa de sobrevivência entre elas é menor.
 
Isaude.net

OMS pede a eliminação do uso de mercúrio de dispositivos médicos até 2020

O mercúrio é um dos 10 produtos químicos mais prejudiciais para a saúde pública e permanece em ecossistemas por gerações
 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a "Health Care Without Harm" uma coligação internacional de organizações e profissionais da saúde uniram forças e lançaram uma nova iniciativa para fazer com que o mercúrio seja removido de todos os dispositivos de medição utilizados na medicina até 2020.
 
A iniciativa "Saúde Sem Mercúrio até 2020" foi lançada junto com a assinatura da Convenção de Minamata, no Japão, e pede pelo fim gradativo do uso do mercúrio em termômetros e aparelhos de pressão arterial.
 
Segundo a OMS, esse objetivo só poderá ser atingido com o fim da fabricação, importação e exportação desses dispositivos, e através do apoio da implantação de alternativas seguras e acessíveis do produto.
 
"Com a assinatura da Convenção de Minamata percorremos um longo caminho para a proteção do mundo das consequências devastadores do mercúrio", disse a diretora-geral da OMS, Margaret Chan.
 
"O mercúrio é um dos 10 produtos químicos mais prejudiciais para a saúde pública e é uma substância que se dispersa e permanece em ecossistemas por gerações, causando graves problemas de saúde e deficiência intelectual às populações expostas a ele."
 
A diretora da OMS para a Saúde Pública e Meio Ambiente, Maria Neira, disse que a agência abordará as áreas críticas de exposição ao mercúrio e trabalhará com os governos para garantir que eles possam cumprir as suas obrigações nos termos da Convenção, especialmente na área de cuidados à saúde.
 
A OMS e seus parceiros do setor da saúde trabalharão para eliminar gradualmente os antissépticos tópicos e cosméticos para o clareamento de pele que utilizam mercúrio; desenvolver estratégias de saúde pública para lidar com os impactos do uso do mercúrio na mineração artesanal e de pequena escala; desenvolver medidas para diminuir o uso de amálgama dental; e incentivar o intercâmbio de informações de saúde, sensibilização e pesquisa em saúde pública.
 
Isaude.net

Região da América Latina e Caribe ganha rede de educação alimentar e nutricional

Obesidade, que afeta 23% dos adultos, e a subnutrição, que atinge 47 milhões, são os principais objetivos do programa
 
Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) e a iniciativa "América Latina e Caribe sem Fome 2025" criaram a primeira Rede de Informação, Comunicação e Educação Alimentar e Nutricional (ICEAN, em espanhol) da América Latina e do Caribe.
 
O projeto tem como objetivo promover o intercâmbio de conhecimentos e melhores práticas e o reforço dos recursos humanos para desenvolver hábitos alimentares e estilos de vida saudáveis nos países da região.
 
"É melhor prevenir o aparecimento da desnutrição do que tratá-la, por isso a educação nutricional é cada vez mais importante, assim como programas de segurança alimentar e nutricional em todo o mundo", disse a diretora na área de nutrição da FAO, Ellen Muehlhoff, na quarta-feira (30).
 
A Rede ICEAN é destinada a profissionais das áreas de saúde, agricultura, educação e desenvolvimento social que trabalham em entidades regionais, ministérios, instituições acadêmicas, organizações não governamentais e da sociedade civil, doadores e especialistas técnicos.
 
"O projeto será uma importante contribuição para as universidades latino-americanas e caribenhas que estão realizando estudos cujos resultados serão compartilhados através da rede", disse a professora do Instituto de Nutrição e Tecnologia de Alimentos da Universidade do Chile, Sonia Olivares.
 
As atividades da Rede ICEAN serão orientadas por um comitê consultivo composto por representantes das principais instituições envolvidas no desenvolvimento e implementação de políticas e programas de nutrição e saúde.
 
Segundo a FAO, a obesidade e o excesso de peso afetam 23% dos adultos e mais de 7% das crianças em idade pré-escolar na América Latina e no Caribe. Atualmente, a subnutrição atinge 47 milhões de pessoas, mas nos últimos 20 anos grandes progressos foram feitos para a sua erradicação.
 
Isaude.net

Prefeitura de Jaraguá - GO

A Prefeitura Municipal de Jaraguá - GO realiza seleção para preenchimento de vagas

Inscrições:
Até 31 de dezembro de 2013, na Secretaria Municipal de Saúde

Áreas:
Estratégia de Saúde da Família - PSF, Núcleo de Atendimento a Saúde da Família - NASF, Profissionais em Especialidades, Serviços de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU, Profissionais e Técnicos.

Informações:
(62) 3326-4445 e 3326-2089.  

Prefeitura de Feliz Natal - MT

A Prefeitura de Feliz Natal abriu o período de inscrições para o concurso público para contratação imediata e formação de cadastro reserva. São 128 vagas para os níveis fundamental, médio e superior. Os salários são entre R$ 783,50 e R$ 6.103,77 em jornadas de 20h e 40h semanais. As inscrições variam entre R$ 30 e R$ 100 e podem ser feitas até o dia 17 de novembro através do site da organizadora do concurso.

Conforme o edital, a prova objetiva será realizada no dia 8 de dezembro, das 8h às 11h30. Já a prova subjetiva será realizada no mesmo dia, porém no horário das 13h às 16h. O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 30 desse mesmo mês, no mural da prefeitura e no site da instituição.

Os cargos para nível fundamental são nas funções de agente de serviços gerais, carpinteiro, marceneiro, monitor de corte e costura, motorista, operador de máquinas, pedreiro, merendeira, padeiro, vigia, apoio em manutenção e vigilante. E para nível médio são oferecidos os cargos de assistente administrativo, professor com magistério, técnico agrícola, técnico em desenvolvimento infantil, técnico em enfermagem, técnico em informática e visitador sanitário.

Para nível superior, os cargos são de contador, enfermeiro, engenheiro civil, farmacêutico bioquímico, fisioterapeuta, fonoaudióloga, médico clínico geral, nutricionista, professor de ciências, professor pedagogo e psicólogo.

Prefeitura de Cristalândia - PI

A Prefeitura de Cristalândia, no extremo Sul do Piauí, abriu inscrições para concurso público que visa o preenchimento de 95 vagas em diversas áreas da administração municipal. A seleção acontece por meio de provas de conhecimentos e provas e títulos. Os salários podem chegar a R$7,2 mil.

O período de inscrição iniciou na quarta-feira (23) e segue até o dia 14 de novembro. O valor da taxa de inscrição varia de acordo com o cargo pretendido e pode ser de R$ 54 a R$ 90. A inscrição deve ser realizada pela internet na página da Consep, organizadora do certame.

As oportunidades são para vários cargos que exigem dos candidatos comprovação de nível fundamental, médio e superior. Segundo edital, há vagas para auxiliar administrativo, auxiliar de biblioteca, auxiliar de contabilidade, assistente de controladoria, fiscal de tributos e obras, monitor, motorista, auxiliar de Serviços, coveiro, vigia, tratorista e eletricista, médico, enfermeiro, dentista, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, professor.

De acordo com o edital, a data prevista para a aplicação das provas é dia 15 de dezembro. Serão cobrados conhecimentos de Língua Portuguesa, matemática, conhecimentos do SUS, SUAS, conhecimento de Informática, conhecimentos específicos e LDB/Fundamentos da Educação, dependendo do cargo almejado.

Concurso Petrobras Transporte - Transpetro

A Petrobras Transporte - Transpetro abriu dois processos seletivos para o total de 602 vagas: 273 imediatas e 329 para cadastro de reserva.

Um dos processos seletivos é para 83 vagas imediatas e 185 para cadastro de reserva para os cargos de condutor mecânico, auxiliar de saúde, moço de convés, moço de máquinas e taifeiro. Os salários vão de R$ 3.148,99 a R$ 5.614,81.

Para condutor mecânico são 6 vagas imediatas e 20 para cadastro de reserva, para auxiliar de saúde há 1 vaga imediata e 10 para cadastro de reserva, para moço de convés são 60 vagas imediatas e 110 para cadastro de reserva, para moço de máquinas são 15 vagas imediatas e 35 para cadastro de reserva, e para taifeiro há 1 vaga imediata e 10 para cadastro de reserva.

Os candidatos devem ter registro de aquaviário, de acordo com a Norma da Autoridade Marítima, Norman 13, da Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário - Lesta e do Regulamento de Segurança do Tráfego Aquaviário em Águas sob jurisdição Nacional – Relesta.

Para validar a inscrição os candidatos deverão apresentar o ECIN - Curso Especial de Combate a Incêndio ou o ECIA - Curso Avançado de Combate a Incêndio, o certificado EFNT (Especial de Familiarização em Navios Tanque) ou os certificados EBPQ (Especial Básico de Petroleiro e Químico) e EBGL (Especial Básico de Gás Liquefeito) juntos. Para auxiliar de saúde é preciso ter Coren (Conselho Regional de Enfermagem).

As etapas do processo de seleção são inscrição, prova de títulos, avaliação teórica (todas as categorias) e avaliação prática (para condutor mecânico e auxiliar de saúde), exames médicos, exame toxicológico, exames de aptidão física, avaliação psicológica e avaliação sociofuncional.

O outro processo seletivo é para 190 vagas imediatas e 144 para cadastro de reserva para 2º oficial de náutica e 2º oficial de máquinas. São 120 vagas imediatas e 84 de cadastro para 2º oficial de náutica e 70 imediatas e 60 de cadastro para 2º oficial de máquinas. O salário é de R$ 9.545,40.

Os candidatos devem ter registro de aquaviário, de acordo com a Norma da Autoridade Marítima, Norman 13, da Lei de Segurança do Tráfego Aquaviário - Lesta e do Regulamento de Segurança do Tráfego Aquaviário em Águas sob jurisdição Nacional – Relesta.

Para validar a inscrição os candidatos deverão apresentar o ECIN - Curso Especial de Combate a Incêndio ou o ECIA - Curso Avançado de Combate a Incêndio, o certificado EFNT (Especial de Familiarização em Navios Tanque) ou os certificados EBPQ (Especial Básico de Petroleiro e Químico) e EBGL (Especial Básico de Gás Liquefeito) juntos. Para 2º oficial de náutica é exigido o Curso Especial de Radioperador Geral.

As etapas do processo de seleção são inscrição, prova de títulos, conhecimento para operação de navios tanques, exames médicos, exame toxicológico, exames de aptidão física, avaliação psicológica e avaliação sociofuncional.

Os interessados em participar do processo seletivo deverão retirar o formulário de ficha de inscrição e o manual do candidato no site www.transpetro.com.br ou nos endereços listados no edital. As inscrições devem ser feitas até 31 de janeiro de 2014.

Ministério Público do Paraná (MP-PR)

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) divulgou na quarta-feira (23) o edital para o concurso público que pretende contratar 131 profissionais, de nível fundamental, médio e superior. As vagas são para atuar em várias cidades, de todas as regiões do estado. Os salários podem chegar a R$ 7.300,39 para os aprovados nos cargos de nível superior.

Já nos cargos de nível médio, o MP-PR oferece salário inicial de R$ 3.875,49, enquanto os servidores que possuem apenas o ensino fundamental vão receber 2.387,55.

Para o nível fundamental, as vagas são para atuar como auxiliar administrativo, motorista e oficial de promotoria. Nos cargos de nível médio, há vagas para trabalhar como auxiliar técnico, técnico em edificações e técnico em hardware

No nível superior, há vagas para administrador, analista de administração de banco de dados, analista de comunicação, analista de operações e segurança, arquiteto, assistente social, auditor, engenheiro civil, engenheiro eletricista, estatístico, médico, pedagogo e psicólogo.

As inscrições serão abertas a partir do dia 28 de outubro e devem ser realizadas até 26 de novembro pelo site www.esppconcursos.com.br. A taxa de inscrição varia de R$ 50 a R$ 120, conforme o cargo pretendido.

As provas estão marcadas para o dia 15 de dezembro. Os candidatos serão submetidos a provas discursivas e objetivas, além de uma redação. Além disso, também haverá prova de títulos.

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior abriu concurso para 105 vagas em cargos de nível médio e superior. São 75 vagas para analista técnico-administrativo e 30 para agente administrativo. Os salários são de R$ 3.980,62 e R$ 2.570,02, respectivamente.

Para analista técnico-administrativo o candidato deve ter nível superior em qualquer área. Para agente adminstrativo deve ter nível médio.

As inscrições devem ser feitas de 31 de outubro a 20 de novembro pelo site http://www.cespe.unb.br/concursos/mdci_2013. As taxas são de R$ 60 para agente e de R$ 90 para analista.

As provas objetivas e discursivas serão realizadas em Brasília, em 9 de fevereiro, no turno da manhã para analista e da tarde para agente.

Instituto de Terras de Roraima (Iteraima)

Começaram as inscrições para o concurso do Instituto de Terras de Roraima (Iteraima). São ofertadas 115 vagas para os níveis fundamental, médio, médio técnico e superior. As inscrições podem ser feitas pela internet, no site da Universidade Estadual de Roraima (UERR).

Os candidatos podem se inscrever até o dia 5 de novembro. As provas do concurso serão apenas objetivas, com data para serem aplicadas no dia 8 de dezembro para todos os cargos. Ainda conforme o cronograma de atividades do certame, a homologação final está prevista para o dia 30 de dezembro.

A taxa de inscrição é de R$ 50 para o nível fundamental, R$ 70 para os níveis médio e médio técnico, e R$ 100 para o nível superior. O pedido de isenção pode ser feito do dia 14 ao dia 21. Os salários variam de R$ 561,44 a R$ 3.847,04 e carga horário semanal para todos os cargos é de 40h.

Vagas
São ofertadas 21 vagas para o nível fundamental, distribuídas em 10 para o cargo de auxiliar de serviços gerais, sete para motorista e quatro para vigias. Dessas, duas vagas são para pessoas com deficiência.

Para o nível médio e médio técnico são 66 vagas, distribuídas em 41 para assistente administrativo, uma para almoxarife, duas para desenhista/cartografia, duas para programador de microcomputador, quatro para técnico em Agrimensura, 10 para técnico em Agropecuária, quatro para técnico em Imobiliária e duas para topógrafo. Às pessoas com deficiência são destinadas sete vagas.

Para o nível superior são ofertadas 28 vagas, dessas duas são para pessoas com deficiência. As oportunidades são: uma para administrador, uma para analista em Comunicação Social, três para técnico jurídico, duas para assistente social, duas para contador, duas para economista, duas para engenheiro agrimensor, quatro para engenheiro agrônomo, uma para engenheiro florestal, uma para geógrafo, uma para promotor cultural, duas para secretário executivo, duas para tecnólogo em Agronegócio, duas para tecnólogo em Gestão Pública e duas para tecnólogo em Meio Ambiente.

Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais

O Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais abriu concurso para 792 vagas em cargos de nível técnico e superior, para os cargos de técnico de seguridade social e analista de seguridade social. Os salários vão de R$ 887,81 a R$ 2.674,12.

As 285 vagas de nível superior são para analista de seguridade social nas áreas de administração, ou tecnologia em gestão pública, ou ciências contábeis, ou direito, ou ciências econômicas, ou estatística, ou ciências atuariais, ou tecnologia em gestão de recursos humanos, ou biblioteconomia; qualquer curso superior; tecnologia da informação e comunicação, ou ciência da computação, ou tecnologia em banco de dados, ou sistema de informação, ou engenharia da computação, ou tecnologia em redes de computadores; direito; comunicação social (jornalismo, publicidade ou propaganda); enfermagem; psicologia; arquitetura e urbanismo ou engenharia civil ou engenharia elétrica; engenharia de segurança do trabalho; farmácia; bioquímica; odontologia, com especialização em cirurgia e traumatologia buco maxilofacial, ou prótese dentária, ou odontologia para pacientes com necessidades especiais; fonoaudiologia; terapia ocupacional; nutrição; tecnologia em gestão ambiental ou tecnologia em gestão hospitalar ou tecnologia em gestão da qualidade; fisioterapia; assistência social; fisioterapia com especialização em terapia intensiva ou em outra especialidade relacionada à assistência ao paciente grave - modalidade terapia intensiva adulto; fisioterapia com especialização em terapia intensiva ou em outra especialidade relacionada à assistência ao paciente grave - modalidade terapia intensiva neonatal ou pediátrica.

As 507 vagas de nível médio são para técnico de seguridade social nas funções de técnico em enfermagem; técnico em farmácia; técnico em saúde bucal; técnico de segurança do trabalho; técnico em patologia clínica; e técnico de radiologia.

As inscrições devem ser feitas de 1º de outubro a 5 de novembro pelo site www.gestaodeconcursos.com.br. A taxa é de R$ 42 para técnico de seguridade social e de R$ 70 para analista de seguridade social.

A prova objetiva será aplicada no dia 8 de dezembro.

Hospital Geral de São Mateus - SP

O Hospital Geral “Dr. Manoel Bifulco” de São Mateus, em São Paulo, abriu concurso público para 15 vagas para técnico de enfermagem e enfermeiro. Os salários são de R$ 1.052,44 e R$ 1.789,44, respectivamente.

Para o cargo de técnico de enfermagem, os candidatos devem ter nível médio, curso técnico de enfermagem e registro no Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo.

Os cargos de nível superior são para enfermeiro nas especialidades de obstetrícia, neonatologia e saúde do trabalhador. Também é necessário ter registro no Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo.

As oportunidades também são para o Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, o Hospital Geral “Jesus Teixeira da Costa” e o Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros.

As inscrições podem ser feitas no período de 28 de outubro a 18 de novembro pelo site www.cetroconcursos.org.br. A taxa é de R$ 28 para técnico de enfermagem e R$ 38 para enfermeiro.

A prova objetiva será aplicada no dia 12 de janeiro de 2014, na cidade de São Paulo. Ainda haverá prova de títulos para todos os cargos e prova de redação para enfermeiros.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri)

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) abriu nesta terça-feira (22) inscrições do concurso público para 92 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. O valor dos salários varia entre R$ 832,71 e R$ 5.996,83.

Os cargos são para extensionista Rural, Analista Financeiro, Advogado, Meteorologista, Analista em Tecnologia da Informação e Comunicação, Pesquisador, Estatístico, Analista de Economia, Analista de Pesquisa de Mercado, Analista de Pesquisa, Técnico de Laboratório, Técnico em Meteorologia, Operário Rural e Tratorista e as vagas são para cidades de todas as regiões de Santa Catarina.

As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de novembro e as provas serão realizadas no dia 1º de dezembro. Para mais informações, acesse o edital do concurso.

De acordo com a Epagri, as pessoas que não têm acesso à internet podem comparecer às agências da Epagri e solicitar auxílio operacional.

Conselho Regional de Educação Física da 7 Região - DF

O Conselho Regional de Educação Física da 7ª Região, em Brasília, abriu nesta segunda-feira (21) as inscrições do concurso público para duas vagas e formação de cadastro reserva em cargos de nível fundamental e superior. Os salários variam entre R$ 1.539,28 e R$ 2.083,55.

As vagas para nível médio são para auxiliar de atendimento e administração. Os candidatos com nível superior podem concorrer na formação de cadastro reserva para agente de orientação e fiscalização.

As inscrições seguem até o dia 1º de dezembro, na internet. A taxa varia entre R$ 45 e R$ 60.

As provas terão duração de quatro horas e estão previstas para o dia 15 de dezembro. Ainda haverá avaliação de títulos para concorrentes de nível superior. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por outros dois anos.

Concurso SES - RS 2013 oferece 1.500 vagas

A Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul (SES - RS) disponibilizou o regulamento do concurso público nº. 01/2013, que se destina ao provimento de cargos efetivos do seu quadro de pessoal. Os candidatos serão selecionados através da aplicação de provas teórico-objetivas, sob a coordenação técnico-administrativa da FUNDATEC. 
 
No total, a oferta é de 1.500 vagas distribuídas entre funções de Nível Superior - Especialista em Saúde (Administrador, Analista de Sistemas, Analista de Políticas e Sistemas de Saúde, Arquiteto, Arquivista, Assessor Jurídico, Assistente Social, Analista em Políticas Públicas, Bibliotecário, Biólogo, Contador, Economista, Enfermeiro, Engenheiros de diversas especialidades, Estatístico, Farmacêutico, Físico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Jornalista, Médicos de várias áreas, Nutricionista, Odontólogo, Pedagogo, Psicólogo, Químico, Recreacionista, Relações Públicas, Sanitarista, Sociólogo e Terapeuta Ocupacional), Nível Técnico - Técnico em Saúde (Técnico em Edificações, Técnico em Enfermagem, Técnico em Informática, Técnico em Radiologia, Técnico em Vigilância em Saúde) e funções de Nível Médio - Assistente em Saúde.
O maior salário oferecido é de R$ 6.234,14.

As inscrições foram prorrogadas e podem ser feitas até o dia 25 de novembro de 2013,  somente pela internet, na página da FUNDATEC (www.fundatec.org.br), link referente ao concurso da Secretaria da Saúde do RS – 2013. A taxa de inscrição poderá ser de R$ 137,19 para as funções de nível superior e R$ 60,17 para as funções de nível médio/técnico.
 
As provas para todas as funções serão realizadas nas cidades de Porto Alegre, Pelotas, Santa Maria, Caxias do Sul, Passo Fundo, Bagé, Cachoeira do Sul, Cruz Alta, Alegrete, Erechim, Santo Ângelo, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa, Palmeira das Missões, Lajeado, Ijuí, Osório e Frederico Westphalen.
 
O edital contendo informações referentes à realização das provas teórico-objetivas (data, hora e locais) será disponibilizado no dia 17 de janeiro de 2014. A previsão é de que essas provas sejam aplicadas no dia 26 de janeiro de 2014, em dois turnos, conforme a função pretendida, com divulgação dos gabaritos no dia seguinte.
 
 Veja o edital completo e todos os outros documentos do concurso no site da FUNDATEC.

Chá-mate: a bebida que reduz o colesterol

O chá-mate ajuda a diminuir o colesterol
O alimento também combate o diabetes e ajuda a emagrecer
 
O chá-mate é uma bebida produzida a partir da erva-mate (Ilex paraguariensis) tostada. Esta erva tem sido preparada como bebida desde a época pré-colombiana no Paraguai, Argentina e Brasil. No século XVI, os espanhóis provaram a adoraram o alimento. 
 
Outras espécies de ervas também são comercializadas como se fossem a erva mate, são elas: Ilex argentina, Ilex dumosa, Ilex brevicuspis, Ilex taubertiana, Ilex theezans, Ilex pseudobuxus entre outras. 
 
Além da versão em chá, a erva mate também pode ser consumida de outras formas:  
- Chimarrão: elaborado por meio da infusão de folhas e ramos, possui um gosto amargo e costuma ser consumido no sul do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai
 
- Tererê: feito com água fria na cuia e consumido principalmente na região centro-oeste do Brasil e no Paraguai
 
- Mate cozido: preparado com folhas secas e moídas da erva-mate em saquinhos ou saches e costuma ser consumido na Argentina ou no Paraguai.
 
Entre os nutrientes da erva-mate, e consequentemente de seu chá, destacam-se as metilxantinas (cafeína e teobromina), compostos fenólicos, flavonoides e as saponinas. 
 
As metilxatinas aumentam o desempenho atlético e cognitivo após períodos de estresse ou privação de sono e estimulam a queima de gordura. Já os compostos fenólicos tem uma ação antioxidante e ajudam a combater o diabetes. Enquanto as saponinas são substâncias com efeito anti-inflamatório que auxiliam na redução do colesterol. 
 
Principais nutrientes do chá-mate
Chá-mate - 1 litro (recomendação diária)
Calorias30 kcal
Proteínas0 g
Lipídeos1 g
Carboidratos6 g
Cálcio 10 mg
Magnésio 20 mg
Manganês 2,7 mg
Potássio50 mg
Vitamina B1 (Tiamina)8,9 mg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco - versão 2, UNICAMP (convertida para a porção de 1 litro).
 
Confira qual é a porcentagem do Valor Diário* de alguns nutrientes que o chá-mate carrega em um litro da bebida: 
  • 741% de vitamina B1 (tiamina)
  • 117% do manganês
  • 7,6% de magnésio
  • 1% de cálcio.
*Valores Diários de referência para adultos com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kj. Seu valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. 
 
O chá-mate possui vitamina B1. Todas as vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro.
A bebida ainda é fonte de manganês, magnésio, potássio, ferro, crômio, cobre, zinco e níquel que são interessantes para a saúde humana devido à sua importância no metabolismo e desenvolvimento do organismo. 
 
O chá-mate ainda é rico em cafeína. Este nutriente é um estimulante com capacidade de aumentar o desempenho atlético e cognitivo após períodos de estresse ou privação de sono. Por ter efeito termogênico, ela ainda estimula a queima de gordura, ajudando no emagrecimento. 
 
Os principais componentes químicos da erva-mate são: metilxantinas (cafeína e teobromina), que auxiliam no emagrecimento e tem ação diurética, os compostos fenólicos, que possuem forte ação antioxidante e saponinas, que tem um efeito anti-inflamatório e colerético (promove a produção de bile).
 

Erva mate é boa para os diabéticos
Benefícios da erva-mate
Diminui o colesterol: A erva-mate é rica em saponinas, que tem um efeito anti-inflamatório, e compostos fenólicos, que possuem forte ação antioxidante. Estes nutrientes contribuem para a diminuição do colesterol total e do colesterol ruim, o LDL. Isto porque ajudam a bloquear a absorção de colesterol no intestino delgado e ainda inibem a síntese do lipídeo no fígado. 
 
Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) constatou os benefícios da erva-mate para a diminuição do colesterol. Após 40 dias de consumo de cerca de um litro de chá-mate diariamente pessoas com dislipidemia, doença que provoca alteração nos níveis de gordura no sangue, apresentaram diminuição de cerca de 4,6% do colesterol total e 8,6% do LDL. Este grupo não ingeriu nenhum medicamento para a doença. 
 
Bom para os diabéticos: O chá-mate é interessante para diabéticos tipo 2 porque ajuda a diminuir a glicose no sangue. Os responsáveis por isso são os compostos fenólicos e eles podem agir de duas maneiras possíveis. 
 
Na primeira, os compostos fenólicos podem inibir uma enzima responsável pela síntese de glicose no fígado e no segundo eles diminuiriam a capacidade do receptor de glicose no intestino provocando a menor absorção de açúcar. 
 
Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de Santa Catarina com pessoas portadoras de diabetes tipo 2 constatou que após 60 dias de consumo de um litro diário de chá-mate o nível de glicose no sangue destes indivíduos diminuiu em média 25 mg/dl em jejum. 
 
O estudo também notou que após 20 dias de ingestão de um litro de chá-mate diariamente houve uma diminuição de 0,85% da hemoglobina glicada (HbA1c). HbA1c é a fração da hemoglobina (proteína dentro do glóbulo vermelho) que se liga a glicose. Durante o período de vida da hemácia, 90 dias em média, a hemoglobina vai incorporando glicose, em função da concentração deste açúcar no sangue. Se as taxas de glicose estiverem altas durante todo esse período ou sofrerem aumentos ocasionais, haverá necessariamente um crescimento nos níveis de hemoglobina glicada. 
 
Protege o coração: Ao diminuir a concentração de hemoglobina glicada (HbA1c) em 0,85%, conforme constatou o estudo da UFSC, a erva-mate também beneficia o coração. De acordo com o United Kingdom Prospective Diabetes Study, do Reino Unido, para cada redução de 1% na HbA1c, os riscos de infarto agudo do miocárdio caem cerca de 14% e as chances de complicações microvasculares são reduzidas cerca de 37%. É importante ressaltar que para indivíduos que tenham pressão alta ou alguma doença cardíaca o uso de chá-mate assim como outro alimento rico em cafeína é contraindicado. 
 
Ajuda a emagrecer: O chá-mate possui as metilxantinas (cafeína e teobromina) em sua composição. Essas substâncias conferem ao chá o efeito termogênico, pois ele acelera o metabolismo e aumenta o gasto calórico em repouso. Esse mecanismo aumenta a queima de gordura, por isso a bebida pode contribuir para o emagrecimento. 
 
Ação diurética: As metilxantinas (cafeína e teobromina) presentes no chá-mate também possuem propriedades diuréticas. Assim, a ação diurética da bebida ajuda na eliminação de toxinas que fazem mal para o organismo e dificultam o emagrecimento. 
 
Melhora a digestão: As saponinas presentes no chá-mate auxiliam na liberação de sucos digestivos, principalmente a bile, por isso, podem facilitar a digestão de alimentos. 
 
Efeito antioxidante: Os compostos fenólicos presentes no chá-mate são os nutrientes que mais possuem ação antioxidante, especialmente o ácido clorogênico. Os antioxidantes tem efeitos positivos sobre os problemas mencionados anteriormente, como diabetes, colesterol alto e complicações cardíacas. Os antioxidantes ainda são essenciais para praticantes de atividade física uma vez que estes produzem mais radicais livres. Além disso, ao combater os radicais livres no organismo, os compostos fenólicos podem diminuir o envelhecimento celular e os riscos para alguns tipos de cânceres. Porém, ainda não há pesquisas que comprovem a capacidade anticancerígena da erva-mate. 
 
Bom para o cérebro: O chá-mate possui grandes quantidade de vitamina B1. Todas as vitaminas pertencentes ao complexo B ajudam o nosso corpo na captação de energia nas células, principalmente ao auxiliar no metabolismo do oxigênio e da glicose, as principais fontes de combustível celular. A B1, ainda por cima, tem essa ação principalmente nos neurônios, células que formam nosso cérebro. 
 
Além disso, as metilxantinas (cafeína e teobromina) presentes no chá-mate aumentam o desempenho cognitivo após períodos de estresse e privação de sono. 
 
Quantidade recomendada de chá-mate
A quantidade recomendada de chá-mate é de cerca de um litro por dia no qual é utilizado 20 gramas das folhas de erva-mate ou entre 15 e 20 saquinhos de chá. É interessante dividir a bebida em porções de 330 ml e tomá-las durante ou antes das principais refeições, café da manhã, almoço e jantar. 
 
Como consumir o chá-mate
O chá-mate é preparado deixando as folhas em infusão com a água quente a cerca de 80 graus. É utilizado um litro de água filtrada e 20 gramas de folhas de erva-mate tostada. Assim que a chaleira começar a chiar, deixe as folhas em infusão por cinco minutos. É interessante dividir a bebida em porções de 330 ml e tomá-las durante ou antes das principais refeições, café da manhã, almoço e jantar. 
 
O melhor é ingerir o chá-mate um pouco antes das principais refeições. Desta forma, as propriedades que diminuem a absorção de colesterol já estarão a postos no momento em que os alimentos chegarem e assim evitarão a absorção de colesterol no intestino delgado. 
 
O processo para preparar as folhas utilizadas no chá-mate envolve expor elas por alguns segundos a uma alta temperatura. O resultado deste processo será utilizado no chimarrão e no tererê. Para o chá há uma etapa adicional que é a torrefação, esta tostagem faz com que o sabor da bebida fique mais suave. O chá-mate industrializado não é tão interessante para a saúde por conter mais açúcar do que a versão preparada em casa. 
 
Compare o chá-mate com outros alimentos
 
Nutrientes Chá-mate (1 litro)Café (200 ml)Chá-preto (450 ml)
Calorias30 kcal18 kcal9 kcal
Proteínas 0 g1,4 g0 g
Lipídeos1 g0,2 g0 g
Carboidratos6 g3 g2,7 g
Cálcio10 mg 6 mg0 mg
Magnésio20 mg20 mg4,5 mg
Manganês2,7 mg 0,08 mg 0,405 mg
Potássio50 mg312 mg 58 mg
Vitamina B1 (Tiamina) 8,9 mg0 mg 14 mg
Fonte: Tabela Brasileira de Composição dos Alimentos / Taco - versão 2, UNICAMP     
 
Um copo de infusão de erva-mate possui aproximadamente 80 mg de cafeína, quantidade semelhante a encontrada em um xícara de café que tem 85 mg. Porém, o consumo de chá-mate em um dia pode ser maior do que a do café, de modo que pessoas que optam pelo chá ingerem mais cafeína. 
 
Além disso, o chá-mate possui uma grande quantidade de saponinas, compostos fenólicos, minerais, entre outros nutrientes a mais do que o café, o que faz o chá ser nutricionalmente mais completo do que a outra bebida. 
 
Em relação aos nutrientes, a bebida semelhante ao chá-mate é o chá-verde que também é rico em cafeína e em flavonoides. Com relação aos antioxidantes, o chá-mate possui uma quantidade maior do que o do vinho tinto, que é rico em polifenois.
 
O chá-mate também pode ser consumido gelado
Combinando o chá mate
Chá-mate + fontes de cálcio: A cafeína presente no chá-mate pode prejudicar a absorção de cálcio no organismo quando a bebida é consumida junto com um alimento fonte do mineral (leite e seus derivados, brócolis, espinafre, grão de bico, sardinha, entre outros). Quem é fã da famosa dupla chá mate com leite ou gosta de consumir a bebida durante as refeições, precisa ficar atento à essa combinação e buscar outras fontes de cálcio na alimentação. 
 
O ideal é que em refeições como café da manhã e lanches em que tenham leite ou derivados não se faça a ingestão do chá. Afinal, apesar de todos os benefícios o índice de pessoas com osteopenia e osteoporose cresce a cada dia. 
 
Chá-mate + canela ou gengibre: Para potencializar o efeito termogênico do chá acrescente gengibre ou canela a bebida. Isto porque estes alimentos também são considerados termogênicos, ou seja, aceleram o metabolismo fazendo o organismo queimar mais calorias para digeri-los. 
 
Contraindicações
Pessoas que apresentam maior sensibilidade a cafeína, desenvolvendo algum tipo de queimação gástrica como a azia, devem evitar o consumo do chá-mate. Também devido à cafeína, o chá não é recomendado para pessoas com insônia e de forma geral não é interessante consumi-los um pouco antes de dormir. 
 
Riscos do consumo excessivo
O consumo de chá-mate além do um litro recomendado diariamente pode fazer mal. Isto porque ele é rico em cafeína que em grandes quantidades pode causar insônia, taquicardia e gastrite, pois aumenta a secreção gástrica. 
 
Onde encontrar
A erva-mate, essencial para a elaboração do chá, pode ser encontrada em lojas de produtos naturais e também em supermercados. 
 
Fontes consultadas:

Farmacêutico bioquímico Edson Luiz da Silva, professor doutor de bioquímica clínica da Universidade Federal de Santa Catarina e autor de estudos sobre os benefícios da erva-mate.

Farmacêutica Valquiria Linck Bassani, professora da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Nutricionista Karina Valentim, da PB Consultoria em Nutrição.  
 
Minha Vida

Sexo oral pede proteção redobrada

O sexo oral sem proteção pode causar doenças como o câncer
Preservativo feminino não protege contra a transmissão de doenças
 
Os estudos sobre o sexo oral comprovam que a prática é bem vista pelos brasileiros. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Projeto de Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, 66,8% dos homens e 63,4% das mulheres admitem realizar a modalidade. Mas será que os brasileiros se protegem na hora do sexo oral? "A prática também pode transmitir todos os tipos de Doenças Sexualmente Transmissiveis (DST)", afirma a ginecologista Rosa Maria Neme.

De acordo com a especialista, de cada 10 mulheres que são atendidas no consultório, 7 confessam que não usam camisinha para fazer sexo oral em seus parceiros. Um dado preocupante devido os riscos que o sexo oral sem proteção pode trazer ao organismo. Doenças como herpes, sífilis e gonorreia podem ser facilmente transmitidas a partir da prática. "Uma pequena área lesada permite a entrada de um vírus. E vale lembrar que pequenos machucados na boca são muito comuns", explica o ginecologista e obstetra Linderman Alves Vieira.

Até mesmo o HIV, vírus causador da Aids, pode ser transmitido através do sexo oral, embora as chances de contaminação sejam menores do que quando ocorre a penetração. "O pH da boca (neutro e/ou levemente ácido) e o contato somente com a superfície do pênis ou da vagina diminuem os riscos de contágio. Mas, mesmo apesar de pequeno, o perigo existe", diz a ginecologista Maria Rosa Neme.

Proteção na mulher
Os ginecologistas são taxativos ao dizer que a proteção da vagina para a prática do sexo oral é totalmente deficiente. "No caso das mulheres o problema é maior, porque não existe nenhum amparo específico, como há a camisinha masculina, para a prática do sexo oral", diz a ginecologista Rosa Maria Neme.

Mas existe algum jeito de se proteger? "Mesmo a camisinha feminina não vai proteger, então, a dica é utilizar o papel filme (o mesmo usado na cozinha para embalar alimentos) para cobrir a vagina e não existir o contato direto da boca com a pele", diz a especialista. "O papel deve fazer a cobertura de toda a região da vagina. A boca só pode entrar em contato com o plástico, e não com a vulva", ressalta.

Outra dica da ginecologista é usar a camisinha masculina como escudo. "Cortar a camisinha ao meio e colocá-la sob a vulva pode ser uma alternativa. O lado positivo é que elas apresentam sabores e até texturas diferenciadas, fatores que favorecem a utilização", diz.

Proteção no homem
Os problemas são menores quando o sexo oral é realizado no homem, pois a camisinha apresenta uma proteção bastante eficiente. "O preservativo impede que a boca entre em contato direto com o pênis, oferecendo a proteção necessária", diz o ginecologista Linderman Alves Vieira.

Mas, vale lembrar que a camisinha deve ser usada para todas as variações da relação sexual . "Existem pessoas que só colocam a camisinha no meio da prática do sexo oral, hábito que anula a proteção. Ela deve ser colocada logo que o sexo passar das preliminares", afirma o especialista.

Os riscos que envolvem o sêmen
O contato do sêmen com a boca pode transmitir doenças como a gonorréia. "Se existir alguma lesão na boca, a contaminação das DSTs podem acontecer. O contágio pode ocorrer mesmo quando o esperma não é engolido", afirma a ginecologista Rosa Maria Neme.

Higiene em dia
A falta de higienização das partes íntimas sugere um risco de contaminação ainda maior. "Quando o parceiro não apresenta nenhuma contaminação de doenças, como herpes ou sífilis, mas não prioriza a higienização, as doenças também podem aparecer. Infecções por fungos e bactérias, que causam corrimentos e coceiras, são as principais preocupações", diz Linderman Alves Vieira.
 
Mistura segura e saborosa
Quem procura sexo oral com sabor, deve dar atenção para produtos específicos para a prática, em geral antialérgicos, que garantem o prazer sem prejuízos. Utilizar alimentos como leite condensado, chantily, mel, entre outros elementos gastronômicos, pode causar irritações e alergias nos órgãos genitais.

Camisinha de língua
Há produtos à venda no mercado, conhecidos como camisinha de língua, mas o aparato não tem função de proteger, e sim a de funcionar como um estímulo para a hora do sexo oral, já que possui textura, sabor e até massageador, "O produto protege apenas a região da língua, deixando o resto da boca vulnerável", explica a ginecologista.
 
Prática consciente
Mesmo com tantas considerações, os especialistas afirmam que a prática do sexo oral não precisa ser abolida da rotina. "Toda relação sexual apresenta riscos, o que podemos frisar é que a proteção precisa existir. O sexo com penetração, por exemplo, apresenta diversos riscos de contaminação, mas se realizado com consciência tem os perigos eliminados", afirma Linderman.
 
Minha Vida

Existe um mínimo necessário de gordura no corpo?

Há um mínimo necessário de gordura no corpo?Apesar de ser encara como vilã, ela exerce funções essenciais no organismo
 
Por Dra. Andressa Heimbecher Soares
 
Ela é o carrasco das dietas, e uma das maiores preocupações para quem quer ter o corpo saudável: a temida porcentagem de gordura corporal. Mas, será que ela é tão ruim assim?
 
A porcentagem de gordura corporal é a quantidade de gordura que temos no nosso corpo, que inclui a gordura "essencial" e a gordura "de estoque" - nossa reserva de energia. Esta gordura essencial é uma parte da gordura que vem da nossa alimentação e tem a função de manter o nosso organismo funcionando de forma equilibrada.

Algumas funções da gordura essencial incluem a formação de membranas das células do nosso corpo (que são estruturas importantes para o funcionamento dos órgãos) e a produção dos chamados hormônios esteroidais, entre eles os hormônios sexuais (testosterona nos homens e estrógenos nas mulheres). Também é junto com a gordura da alimentação que são absorvidas as vitaminas A, D, E e K, vitaminas importantes para a regulação de processos-chave no nosso metabolismo, como controle do cálcio no corpo e da coagulação.

De olho no excesso!
Do outro lado está a gordura de estoque, aquela que é acumulada quando nosso corpo ingere calorias em excesso. Esta gordura fica estocada em células chamadas de adipócitos, e quando requisitada, é usada para gerar energia. Nos últimos anos, muito tem se estudado sobre os danos que o excesso de gordura estocada causa no funcionamento do organismo. Quando acumulada dentro do abdome (entre os órgãos) ou na região subcutânea, os efeitos podem ser diferentes no metabolismo. Sabe-se que, por exemplo, o aumento da gordura abdominal determina aumento do risco de diabetes tipo 2 em adultos.
 
A porcentagem de gordura saudável vai variar de idade para idade, e inclui a gordura essencial e uma pequena quantidade de gordura de estoque. Assim como para altura e peso, existem tabelas de referência para os valores do percentual de gordura corporal. Nos homens jovens valores entre 15 a 20% são considerados desejáveis. Já entre as mulheres jovens, entre 20 a 25% em média.
 
O ponto é: reduzir a gordura estocada, pois é ela que irá causar os maiores riscos à saúde - mas sem ir ao extremo de afetar o funcionamento do corpo. Infelizmente não existe fórmula mágica, a redução da gordura estocada vai acontecer com a melhora dos hábitos alimentares, restringindo o consumo de gorduras ruins (gorduras saturadas e trans) aliando a isso a prática de exercícios físicos de forma regular.
 
Encarando o risco
Para saber seu percentual de gordura corporal existem alguns métodos, como a realização do exame de bioimpedânciometria. É um exame simples, rápido e indolor, que mede os percentuais de gordura e massa muscular, permitindo uma melhor avaliação da composição corporal. Além de saber seu percentual ideal de gordura, é importante uma avaliação médica e nutricional para poder atingir os objetivos de forma correta e sem trazer riscos à saúde e ao equilíbrio do organismo.
 
Minha Vida

Soja e alimentos integrais podem fazer mal às crianças, afirmam nutricionistas

As fibras dos alimentos integrais, quando em excesso, podem
 impedir a absorção de outros nutrientes pelas crianças,
prejudicando o crescimento
Eles têm fama de saudáveis, mas podem atrapalhar o crescimento e até mesmo provocar alterações hormonais em crianças; melhor é sempre optar por alimentos orgânicos
 
Quando o assunto é alimentação saudável, os alimentos integrais e a soja aparecem sempre no topo da lista. São de fato muito benéficos à saúde, mas as crianças, no entanto, devem consumi-los com muita moderação, pois o excesso desses alimentos pode prejudicar o crescimento e proporcionar alterações hormonais, explicam nutricionistas.
 
“A soja possui fitoestrógeno, que é uma substância vegetal parecida com o estrógeno, o hormônio feminino. Este fator parece sim interferir no desenvolvimento de crianças que consomem um volume exagerado. Os resultados ainda não determinaram um consenso científico, por isso a nossa recomendação é não exagerar no consumo, muito menos consumir diariamente”, explica a nutricionista Paola Moreira, da Super Healthy.
 
Por ser alergênico, esse grão não deve ser consumido antes dos seis meses de idade, afirma Fabiana Honda, nutricionista da PB Consultoria em Nutrição. Além disso, ela recomenda que as crianças que substituem o leite de vaca pelo de soja devem aumentar o consumo de outros alimentos fontes de cálcio. “Além de conter pouco cálcio, a soja ainda contém fitatos que atrapalham a absorção do cálcio e de outros minerais”, alerta.
 
Fabiana explica que a preocupação hoje em dia deve estar relacionada ao alto consumo de soja presente em alimentos industrializados. “A maioria contém proteína de soja na composição, como biscoitos, alimentos prontos, nuggets, salsichas, frios, além de outros”, recomenda.
 
Os alimentos integrais não escapam ilesos. Conhecidos por conter fibras que ajudam no trânsito intestinal e também na saciedade, eles também devem ser consumidos com parcimônia pelas crianças.
 
- Soja: crianças devem consumir com moderação, por conta das possíveis alterações hormonais que esse grão causa.
 
- Crianças que substituem o leite de vaca pelo de soja devem aumentar o consumo de cálcio, pois a soja é pobre nesse mineral.
 
- Além disso é necessário prestar atenção ao consumo de proteína de soja pelas crianças, já que ela está presente em muitos industrializados.
 
- A nutricionista Fabiana Honda explica que a salsicha, por exemplo, contém proteína de soja na sua composição.
 
- Os nuggets, segundo a nutricionista, também são fonte de proteína de soja.
 
- As fibras dos alimentos integrais, quando em excesso, podem impedir a absorção de outros nutrientes pelas crianças, prejudicando o crescimento, explica Fabiana.
 
- A partir de 1 ano de idade, das 5 porções de cereais recomendadas diariamente, somente 2 podem ser integrais, recomenda a nutricionista Paola Moreira.
 
“A criança só pode começar a comer integrais acima de um ano de idade e, a partir de então, das cinco porções de cereais recomendadas diariamente, apenas duas podem ser integrais, assim não haverá comprometimento no crescimento”, recomenda Paola.
            
Fabiana explica que o excesso de fibras e a presença de fitatos em alguns alimentos integrais, vegetais e leguminosas pode atrapalhar a absorção de alguns nutrientes. Ela, no entanto, acha difícil que a quantidade de alimentos integrais que as crianças costumam ingerir hoje em dia chegue a atrapalhar o crescimento. “O que vemos atualmente é que as crianças comem pouca fibra, devido ao alto consumo de alimentos refinados”, explica.
           
Alimentos naturais proibidos até um ano de idade
Além dos cuidados na infância com a soja e os integrais, a recomendação de Paola é de poupar as crianças do leite de vaca, frutos do mar, peixes, mel, amendoim e açúcar até completarem um ano de idade.
 
“Depois de um ano, quando não há casos de alergia alimentar, não há alimentos que necessitamos restringir às crianças. Os alimentos que devem ser evitados na alimentação infantil são exatamente os industrializados com alto teor de gordura saturada ou trans, alto teor de sódio, com corantes e conservantes, com edulcorantes (substâncias adoçantes), tais como, salgadinhos, bolacha com recheio, suco de caixinha com açúcar, embutidos em geral (linguiça, salsicha, presunto, peito de peru, salame, mortadela), balas com corantes, iogurtes e sucos com corantes e conservantes".
           
Além disso, Paola recomenda sempre optar por alimentos orgânicos.
 
“Assim se evita uma exposição exagerada das crianças às substâncias agrotóxicas. Sempre que possível devemos comprar os alimentos com casca fina ou folhas que sejam da agricultura orgânica. Quando isso não for possível ou o alimento apresentar casca dura, é preciso retirar essa casca, porque o agrotóxico se acumula em maior quantidade na casca”, explica a nutricionista da Super Healthy.

iG

Operadoras tentam enterrar suspensão de venda de planos de saúde

Antonio Cruz/ABr
Padilha (Saúde): frase do ministro sobre o programa ser uma
'punição' é usada como argumento pelas operadoras no STF
Associações que representam as grandes empresas levam o caso ao STF, mesmo com bloqueio determinado pela ANS próximo do fim
 
Grandes operadoras de saúde do Brasil tentam impedir a suspensão da venda de seus planos com base no número de reclamações de consumidores. O bloqueio da venda de novos contratos é feito pela Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS), que fiscaliza o setor. E uma declaração do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, tem sido usada pelas empresas com esse objetivo.
 
O programa existe desde 2011 e, a cada três meses, prevê a divulgação de uma lista de planos cuja venda deve ser suspensa por 90 dias. A definição é feita com base em queixas dos beneficiáros à ANS. A última edição é de agosto e atingiu 246 planos de 26 operadoras .
 
A Federação Nacional de Saúde Suplementar (Fenasaúde) e a Associação Brasileira de Medicina de Grupo (Abramge), às quais pertencem dez dessas operadoras, pediram ao Supremo Tribunal Federal (STF), separadamente, para que a Corte volte a liberar a venda dos planos de suas filiadas do bloqueio de vendas, iniciado no começo de outubro.
 
Essa suspensão acaba nos próximos dias – a previsão da ANS era que terminasse até a última quinta-feira (31)  –, mas uma decisão contrária do mais alto Tribunal do País pode colocar futuros bloqueios em xeque.
 
“[ O questionamento ] não se resume ao 6º ciclo, mas ao processo de monitoramento como um todo e a sua pertinência ante os princípios constitucionais e a própria regulamentação da ANS”, diz o advogado André Tavares, do escritório Sergio Bermudes, um dos mais prestigiados do País – tem entre seus clientes o empresário Eike Batista – e que representa a Fenasaúde.
 
O pedido da Fenasaúde está nas mãos do presidente do STF, Joaquim Barbosa, a pedido da federação. O da Abramge, que é representada por Dagoberto Steinmeyer, está sob avaliação do ministro Teori Zavascki.
 
"O Supremo vai declarar inconstitucional [ o programa ]. Se ele [ Zavascki ] der uma decisão técnica, eu vou ganhar a reclamação", diz Steinmeyer.
 
As duas associações também aguardam o resultado de um questionamento ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), responsável pela carta branca à suspensão, e de outros aos Tribunais Regionais Federais da 2ª e da 3ª Região.
 
Wilson Dias/ABr
Diretor da ANS, André Longo: agência pode perder um dos
instrumentos de controle do mercado
Precaução ou punição
Um dos argumentos centrais da tese da Fenasaúde é que a suspensão é uma penalidade aplicada às operadoras da qual elas não tiveram condições para se defender – mesmo as reclamações que demandariam maior apuração pela ANS foram contabilizadas no cálculo para definir o bloqueio de vendas, alegam.
 
A ANS nega. Ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), a agência disse que o bloqueio é uma medida preventiva, e não uma penalidade – que ensejaria um processo administrativo completo. O argumento colou.
 
Em agosto, entretanto, o próprio ministro Padilha disse que a suspensão é “a principal punição” do programa de monitoramento. A frase, então, foi parar na reclamação da Fenasaúde ao STF.
 
“De fato a, a punição é uma questão central”, afirma o advogado Tavares. “Se você é privado de sua liberdade ou de patrimônio, é uma restrição à sua esfera de direitos.”
 
Procurado, o Ministério da Saúde não comentou as informações. A ANS defendeu o programa e sua metodologia informou que “no que o normativo da criação do grupo técnico” que vai analisar melhorias no processo “já está sendo elaborado”.
 
A agência não informa quando o atual ciclo de suspensão termina, e quando começa o próximo.
 
Gigantes punidas
Segundo uma fonte do setor, sempre houve questionamentos judiciais às suspensões, feitas individualmente pelas operadoras. Dessa vez,  o tom subiu em razão do porte das operadoras atingidas.
 
"As associações foram com tudo. É normal”, disse a fonte, que falou sob condição de anonimato por não estar autorizada a comentar o assunto. "Está nas mãos do Joaquim Barbosa."
 
O Grupo Amil, que detém cerca de 10% do mercado de saúde suplementar do País e é o único a ser representado tanto por Abramge como Fenasaúde, responde por 133 dos 246 planos atingidos pela suspensão de vendas. São produtos importantes da casa: em média, eles serviram para a captação de cerca de 54% dos clientes que as três operadoras do grupo atingidas (Amil, Amico e Excelsior) têm atualmente.
 
A SulAmérica, que teve 13 planos bloqueados, responde por outros 3,4% do mercado. Seus planos suspensos, por outro lado, são menos importantes: representam 27% de sua carteira de beneficiários atual. Os grupos foram procurados, mas não se pronunciaram.
 
“Tem casos, por exemplo, em que um produto responde por 70% do faturamento da operadora. Vai quebrar a operadora”, diz o advogado Dagoberto Steinmeyer, que atua na ação da Abramge. “A ANS cometeu uma violência contratual absurda.”
 
iG