Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Mulheres que comem mais peixe têm menos chance de ter problemas cardíacos

O risco de mulheres em idade reprodutiva terem problemas cardíacos é muito menor naquelas que consomem peixe, especialmente se for rico em ômega 3, do que as comem pouco ou nenhum pescado, destacou um estudo publicado esta segunda-feira.

A pesquisa dinamarquesa, publicada na revista da Associação Americana do Coração (American Heart Association), é o primeiro a analisar especificamente os benefícios do consumo de peixe na saúde cardíaca imediata das mulheres de 15 a 49 anos, ao invés do impacto em sua longevidade.

As mulheres "que consomem pouco peixe ou nenhum têm uma taxa de problemas cardiovasculares de 50% em oito anos em comparação com aquelas que o consomem regularmente", afirmaram os cientistas. No geral, as mulheres que consomem pouco ou nenhum pescado têm um risco de desenvolver problemas cardíacos superior a 90% em comparação com aquelas que comem peixe semanalmente.

O estudo foi realizado com 49.000 mulheres com idade média de 30 anos, durante um período de oito anos. "O maior desafio quando se quer passar estas mensagens de saúde pública às mais jovens é que, no geral, elas não recebem os benefícios (ds atitudes promovidas) antes de 30 ou 40 anos, mas o nosso estudo demonstra justamente que este não é o caso" e que se pode esperar benefícios a curto prazo, declarou Marin Strom, um dos autores do estudo.

A maioria das mulheres que consome pescado regularmente disse ingerir bacalhau, salmão, arenque ou cavala, todos peixes ricos em ômega 3, um ácido-graxo poliinsaturado, que se acredita que proteja contra problemas cardíacos ou vasculares.

"Para desfrutar os benefícios do consumo do pescado ou do óleo de pescado é necessário seguir as recomendações dietéticas que aconselhar o consumo do pescado como prato principal pelo menos duas vezes por semana", afirmou Strom.

Fonte Correio Braziliense

Cientistas testam com sucesso em ratos vacina contra Ebola

Cientistas americanos anunciaram esta semana ter feito avanços no combate ao vírus mortal Ebola, com uma vacina experimental que obteve 80% de eficácia em ratos.

O Ebola, um vírus africano raro mas conhecido, é temido por poder se tornar uma arma letal de bioterrorismo, pois mata suas vítimas devastando seu sistema imunológico, causando insuficiência em múltiplos órgãos e provocando a morte por hemorragia.

O vírus apareceu pela primeira vez há 35 anos, mas ainda não foi desenvolvida uma vacina para imunizar os humanos. Mas cientistas do Arizona (sudoeste dos Estados Unidos) anunciaram na segunda-feira, nas Atas da Academia Nacional de Ciências, o desenvolvimento de uma vacina que funde um anticorpo com plantas de tabaco.

Os cientistas captaram uma proteína da superfície do vírus, a fundiram com um anticorpo que reconhece a proteína viral e produziram a vacina em plantas de tabaco. Em seguida, o complexo imune derivado da planta foi injetado em ratos, juntamente com outra substância química de estímulo imunológico, denominada PIC.

Oito em dez ratos vacinados sobreviveram a uma infecção posterior de Ebola. Todos os ratos que não tomaram a vacina antes de ser infectados com o vírus morreram.

Os cientistas advertiram que é necessário fazer mais pesquisas para determinar se a vacina é segura e eficaz em humanos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), desde 1976 foram registrados 1.850 casos de Ebola, e 1.200 mortes.

O vírus tem um reservatório natural em várias espécies de morcego da fruta africano. Gorilas e outros primatas não humanos também são suscetíveis a contrair a doença.

Fonte Correio Braziliense

Cientistas reveem mitos sobre exposição a químicos e câncer de mama

Um estudo divulgado esta quarta-feira nos Estados Unidos atestou a inexistência de evidências científicas que demonstrem um vínculo direto entre a exposição a certos produtos químicos industriais e o risco de se desenvolver câncer de mama.

A revisão, feita pelo Instituto de Medicina (IOM), que faz parte das Academias Nacionais de Ciências dos Estados Unidos, buscou separar mito e realidade sobre este tema.

Os médicos sabem que o consumo de álcool, a terapia hormonal que combina estrogênios e progesterona, a exposição excessiva à radiação ionizante de tomografias computadorizadas e o excesso de peso após a menopausa são fatores de risco demonstrado para o desenvolvimento de câncer de mama.

Mas eles têm menos certeza com relação a ser fumante passivo, inalar gases liberados por escapamentos de carros ou a exposição a produtos químicos como o benzeno, encontrado no petróleo bruto e em pesticidas, e o bisfenol A (BPA), presente em plásticos e revestimentos.

"Vários estudos bem projetados não conseguiram demonstrar um risco maior de câncer de mama em duas exposições ambientais: o uso pessoal de tintas para cabelo e a radiação não ionizante (emitida pelos fornos de microondas e outros aparelhos elétricos)", destacou o relatório.

"Para muitos outros fatores, as evidências são menos convincentes, mas sugerem um possível vínculo com um risco maior", acrescentou.

Os outros fatores são a exposição à fumaça de tabaco, o trabalho por turnos durante a noite e a exposição a substâncias químicas como o benzeno, o óxido de etileno, ou o 1,3-butadieno, que pode ocorrer em alguns lugares de trabalho e na inalação de gases emitidos no escapamento dos carros, o fornecimento de gasolina ou a inalação de fumaça de tabaco.

Com relação ao BPA, presente no revestimento de latas de alimentos e em alguns plásticos, "os cientistas conseguem ver um mecanismo claro nos animais nos quais os agentes podem causar câncer de mama, mas os estudos para avaliar o risco em seres humanos são insuficientes ou inadequados", destacou o documento.

Os cientistas pediram que sejam feitas mais pesquisas a respeito, mas disseram que as mulheres podem fazer muitas coisas para evitar o risco de desenvolver câncer.

Entre as ações sugeridas estão evitar radiação desnecessária, não fazer terapia hormonal pós-menopausa que combine estrogênio e progesterona, não fumar, limitar o consumo de álcool, aumentar a atividade física e diminuir ao mínimo o aumento de peso na menopausa.

Fonte Correio Braziliense

Efeitos especiais em 3D ajudam a aperfeiçoar transplantes faciais

Modelagem em três dimensões do rosto de um paciente com necessidade de transplante facial: detalhes (Fotos: Darren M. Smith/Divulgação)
Modelagem em três dimensões do rosto de um paciente com necessidade de transplante facial: detalhes

Se Hollywood é capaz de dar vida a personagens que, de rascunhos, passam a circular pelas salas de cinema, a fábrica de efeitos especiais também pode ajudar a imprimir realidade aos humanos. Com a mesma tecnologia de modelagem tridimensional usada em filmes e animações, cirurgiões norte-americanos propõem um novo método de transplante facial, procedimento utilizado em casos gravíssimos, no qual o rosto foi parcial ou totalmente danificado, seja por acidente ou por doença.

Desde 2005, quando a francesa Isabelle Dinoire tornou-se a primeira pessoa a receber tecidos e órgãos faciais de um cadáver (veja quadro), já foram realizadas cerca de 20 cirurgias na Europa, na China e nos Estados Unidos. O problema é que, além dos desafios inerentes ao procedimento, que exige a ligação de nervos e vasos sanguíneos, por exemplo, a aparência final do paciente está longe de alcançar a perfeição.

“Mais importante que isso, porém, é conseguir um encaixe anatômico muito preciso, para que o paciente consiga mastigar, ter olfato; enfim, usufruir das sensações e funções normais de cada órgão do rosto”, diz ao Correio o cirurgião plástico Darren M. Smith. O residente do Centro Médico da Universidade de Pittsburgh (UPMC), nos EUA, apresentou a ideia na semana passada, durante o encontro anual da Sociedade Radiológica Norte-Americana.

Um transplante facial requer a realização de diversos exames por imagem, que mostrem em todos os detalhes o formato dos rostos do receptor e do doador. Geralmente, os cirurgiões fabricam os moldes com base em imagens obtidas por tomografia computadorizada tridimensional, que, aliada à ressonância magnética funcional, fornece informações importantes sobre a anatomia do paciente e do cadáver.

Segundo Smith, contudo, um programa de computador como os usados em Hollywood para dar três dimensões aos personagens do cinema e que combine, sozinho, os dados de todos os exames realizados consegue ser muito mais preciso do que apenas a análise visual dos médicos. Por isso, ele defende a aplicação da modelagem 3D computadorizada para pacientes que vão receber um novo rosto.

“Atualmente, as técnicas disponíveis para transplante facial em termos de imagens são usadas de forma isolada”, explica Vijay S. Gorantla, diretor do Programa de Transplante Reconstrutivo da UPMC. “O que se fez aqui foi combinar as imagens, o que nos ajudará não só a reproduzir com mais precisão a complexidade dos traços do rosto, mas a ter um melhor resultado funcional para o paciente”, diz. O cirurgião lembra que, em um transplante de face, seja parcial ou integral, cada estrutura e contorno de ossos, músculos, nervos e veias precisa ser previamente conhecido pela equipe que fará a reconstituição.

Transformação
Smith e Gorantla apresentaram seus resultados em uma semana na qual esse tipo de cirurgia voltou a ser assunto mundial. A emissora BBC contou, em 27 de novembro, a história do soldado americano Mitch Hunter, 30 anos, que há uma década ficou desfigurado, depois de salvar uma mulher e levar uma forte descarga elétrica. No início do ano, 30 médicos do Brigham and Women’s Hospital, em Boston, levaram mais de 14 horas para reconstituir todo o rosto de Hunter, fortemente comprometido por queimaduras. O ex-soldado, que agora exibe uma aparência completamente diferente, disse à emissora que seu sonho havia sido realizado. Hunter, geralmente alvo dos gritos de crianças desesperadas nas ruas, tornou-se pai e não gostaria de assustar o próprio filho.

 Passados seis meses da cirurgia, o americano afirma que as sensações começam a voltar. Ele consegue levantar a sobrancelha, controlar os movimentos dos lábios e sorrir. “Ainda há alguma pele extra em alguns lugares, mas acho que, quando tudo for finalizado, vou parecer com o que eu era antes do acidente”, disse Hunter à BBC. Apesar de ser uma história bem-sucedida, o site da emissora recebeu dezenas de e-mails de pessoas que são contra o transplante facial, alegando os problemas éticos inerentes ao procedimento.

O principal deles, alegam, é que esse tipo de cirurgia exige que o paciente tome imunossupressores para o resto da vida. Os medicamentos são necessários para evitar a rejeição, mas, em longo prazo, podem provocar o aparecimento de tumores malignos. Além disso, as substâncias deixam o organismo mais vulnerável a infecções e doenças autoimunes. Um ano antes do primeiro transplante de face, o Colégio de Cirurgiões Reais Britânicos publicou um artigo controverso, afirmando que haveria muitas complicações associadas ao procedimento. A ponderação de uma instituição tão renomada fez com que diversos especialistas se declarassem contra o transplante.

“Sinceramente, acho que sempre devemos debater questões éticas”, afirma o cirurgião plástico Vijay S. Gorantla. “Os benefícios do transplante, entretanto, são muito maiores que seus riscos. Os pacientes são informados sobre esses riscos, passam por avaliações para determinar se realmente podem passar pela cirurgia. Estamos falando de pessoas gravemente deformadas, que querem e têm o direito de se sentirem humanas novamente”, defende.

Fonte Correio Braziliense

Consumo exagerado de álcool e alimentos pode causar queimação no estômago

Quem exagera na bebida alcoólica ou na quantidade de comida no prato pode sofrer com o problema, assim como muitas grávidas.
 
Chegado dezembro, o mês de concentração de festas, confraternizações, Natal e réveillon, todos regados a um cardápio farto e bebidas de todo tipo, é bom redobrar a atenção com a saúde alimentar, pois a sensação de queimação na “boca do estômago”, bem conhecida pela população, pode atacar. A azia se manifesta em algumas pessoas ocasionalmente, por conta de um dia de excessos. Mas há quem conviva com o problema e precise procurar um médico para buscar uma solução definitiva, em vez de constantes medidas paliativas.

O mal aparece quando a acidez do estômago reflui para o esôfago, que não é preparado para recebê-lo, causando o desconforto e a sensação de queimação. Segundo José Carlos Ferreira Couto, vice-presidente do Departamento de Gastroenterologia da Associação Médica de Minas Gerais, “o mais comum é o refluxo ácido. Mas também há o refluxo alcalino, causado pela bile. Mas é bem mais raro”, revela.

Ele explica que o organismo tem uma boa capacidade de reagir à azia, com saliva e peristaltismo, que é o movimento muscular que auxilia no encaminhamento do alimento para o estômago. Mas nem sempre é o suficiente.

O caso costuma ser mais grave quando a pessoa tem a doença do refluxo gastroesofágico e hérnia de hiato. “A hérnia é uma posição anormal do estômago em relação ao diafragma. Entre eles há uma válvula muscular, chamada esfíncter esofágico inferior, com a função de lacrar a entrada do estômago. O esôfago se contrai para fechá-la. Quando há um relaxamento anormal dessa válvula, há refluxo e azia. Obesos têm maior propensão ao problema”, conta.

Álcool, café, chocolate, alimentos gordurosos, condimentos, chá mate, chá preto e tabaco são grandes potenciais relaxantes do esfíncter. A ingestão de muitos líquidos, especialmente os gasosos, durante uma refeição também é ruim. Assim como medicamentos corticoides e alguns sedativos. Também não é bom deitar depois das refeições — uma dica é colocar um calço de 15 centímetros na cabeceira da cama para deixar a cabeça mais alta em relação ao restante do corpo, o que dificultará o refluxo.

No caso das grávidas, a mulher passa por um processo de transformação hormonal grande, o que prejudica o funcionamento da musculatura da junção esôfago-gástrica. Associado com o crescimento progressivo do útero, faz um aumento da pressão sobre o estômago, que é empurrado para cima nas fases finais da gravidez, favorecendo o refluxo.

Tratamento
Para aliviar a sensação de queimação, pode-se tomar antiácidos à base de hidróxido de alumínio ou de magnésio. “Mas não se deve fazer uso contínuo. É para exceções, num dia de abuso de comida ou bebida. Quem tem azia frequentemente, precisa procurar um médico. Existem complicações como esofagite leve ou intensa, inclusive com úlceras (sangramentos) e em casos mais graves até a estenose (estreitamento) do esôfago. Em casos mais raros e graves, a inflamação crônica pode trazer mudanças nas células do esôfago e causar metaplasia intestinal, conhecida como esôfago de Barrett, que pode evoluir para um câncer”, esclarece José Carlos.

Para confirmar o diagnóstico e descartar a existência de complicações, às vezes é necessário fazer exames endoscópicos (endoscopia digestiva alta), com ou sem a prova de Bernstein (teste de infusão de ácido no esôfago, que quando positivo provoca dor) e mais raramente, testes de determinação do pH esofágico (pHmetria esofageana, que mede a presença e o teor da acidez patológica no esôfago). Uma ótima prova para demonstrar que os sintomas são causados pelo refluxo de ácido é a biópsia (exame ao microscópio de fragmentos da mucosa do esôfago) ou a prova de Bernstein, principalmente quando os achados endoscópicos da mucosa esofageana são normais.

A biópsia é também o método para diagnosticar o esôfago de Barrett. Em casos mais sintomáticos, faz-se o tratamento com medicamentos que são potentes inibidores da produção do ácido, cientificamente conhecidos como bloqueadores da bomba de prótons. É um tratamento mais longo. A opção cirúrgica só é feita em último caso, quando não se consegue uma boa resposta ao tratamento medicamentoso.

A relação da azia com atividades físicas não é preocupante. A pessoa com hérnia de hiato e doença de refluxo tem que evitar exercícios que aumentem a pressão intra-abdominal. “Basicamente, as abdominais devem ser realizadas em séries pequenas, de 10 repetições. Esportes como futebol, tênis e natação não influem”, afirma o gastroenterologista José Carlos Couto.

Mitos nada eficazes
Uma prática muito comum entre as pessoas com azia é o uso do bicarbonato de sódio ou do leite para amenizar o desconforto. Mas o médico mineiro José Carlos Couto alerta que a bebida é alimento e não remédio. Ao bloquear a acidez do estômago, acaba por induzi-lo a produzir mais ácido. O mesmo ocorre com o bicarbonato. “Leite e bicarbonato, no momento em que são ingeridos, promovem o alívio, mas causam o efeito rebote. Duas ou três horas depois, a pessoa está com mais azia. Isso porque o leite tem gordura, açúcar e proteínas que precisam ser digeridas. Assim, o estômago libera mais ácido”, ensina.

Há outras receitas caseiras, como chá de casca de batata ou água com limão, e ambos também devem ser evitados. “Não se consegue um tratamento confiável com esses procedimentos”, diz o médico. Além disso, há outros fatores a serem considerados. A batata, por exemplo, recebe muito agrotóxico para seu cultivo. E a maior parte se concentra na casca. “Outro mito é o de tomar uma colher de azeite antes de consumir bebida alcoólica. Não tem nenhuma influência na prevenção da azia”, completa.
 
Fonte Correio Braziliense

Prefeitura Municipal de Ponte Nova - MG

A Prefeitura Municipal de Ponte Nova, Minas Gerais, realiza concurso para provimento de 255 vagas.

Inscrições:
De 16 de janeiro a 9 de fevereiro de 2012, pelo http://www.consulplan.net/
 ou no Centro Vocacional Tecnológico, na Rua Assad Zaidan, nº. 165.

Valor:
De R$ 28 a R$ 55.

Remuneração:
De R$ 545,98 a R$ 2.867,85.

Provas:
Provas objetivas: 4 de março de 2012.
Haverá análise de títulos para Professor, provas práticas para Auxiliar Administrativo, Borracheiro, Cozinheiro, Eletricista, Eletricista de Automóveis, Marceneiro/Carpinteiro, Mecânico, Mestre de Obras, Motorista, Operador de Máquinas, Operador de Máquinas Agrícolas, Pedreiro, Pintor e Soldador, e teste de aptidão física para Auxiliar de Serviços Gerais, Fiscal de Trânsito e Agente de Controle de Zoonoses.

Cargos:
Superior - Assistente Social, Bioquímico, Cirurgião Dentista, Enfermeiro, Engenheiro de Alimentos, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico (Auditor, Cardiologista, Cirurgião, Clínico, Clínico Plantonista, Dermatologista, Endocrinologista, Ginecologista, Infectologista, Neurologista, Oftalmologista, Ortopedista, Pediatra, Plantonista, Psiquiatra, Radiologista, Reumatologista, Ultrassonografista e Urologista), Médico-Veterinário, Médico-Veterinário (Zoonoses), Nutricionista, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional, Especialista em Educação, Professor de Educação Básica, Professor de Educação Básica II (Artes, Ciências, Educação Física, Ensino Religioso, Geografia, História, Inglês, Matemática e Português) e Contador.
Médio - Técnico Agrícola, Técnico em Contabilidade, Técnico em Edificação e Construção Civil, Técnico em Enfermagem, Técnico em Higiene Bucal, Técnico em Laboratório, Técnico em Radiologia, Técnico em Segurança do Trabalho, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Almoxarifado, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Creche, Fiscal de Defesa do Consumidor, Fiscal de Meio Ambiente, Fiscal de Posturas, Fiscal de Trânsito, Fiscal de Tributação, Fiscal Sanitário e Telefonista.
Fundamental - Agente de Controle de Zoonoses, Recepcionista, Auxiliar de Obras e Oficinas, Auxiliar de Serviços Gerais, Borracheiro, Calceteiro, Cozinheiro, Eletricista, Eletricista de Automóveis, Marceneiro/Carpinteiro, Mecânico, Mestre de Obras, Motorista, Operador de Máquinas, Operador de Máquinas Agrícolas, Pedreiro, Pintor, Porteiro, Soldador e Vigia.

Prefeitura Municipal de Ponte Alta - SC

A Prefeitura Municipal de Ponte Alta, Santa Catarina, realiza concurso para preenchimento de 37 vagas.

Inscrições:
Até 20 de dezembro, na Prefeitura Municipal, Rua Geremias Alves da Rocha, nº. 130, centro.

Valor:
De R$ 40,00 a R$ 100,00.

Remuneração:
De R$ 614,25 a R$ 1.660,00.

Cargos:
Superior - Advogado, Assistente Social, Contador, Engenheiro-Agrônomo, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Médico, Médico-Veterinário e Nutricionista.
Médio - Agente Operacional, Agente Operacional, Auxiliar Contábil, Auxiliar de Enfermagem, Escriturário, Fiscal de Tributos, Técnico em Agropecuária e Tesoureiro.
Fundamental - Balseiro, Carpinteiro, Mestre de Obras, Motorista, Operador de Máquina Pesada, Operador de Trator Agrícola, Servente e Vigia.

Provas:
Haverá prova escrita, prova prática para Motorista, Operador de Máquina Pesada e Operador de Trator Agrícola, que serão realizadas em 15 de janeiro de 2012.

Prefeitura Municipal de Pompéu-MG

A Prefeitura Municipal de Pompéu-MG realiza concurso para preenchimento de 75 vagas.

Inscrições:
De 11 de janeiro a 14 de fevereiro de 2012, na Praça Governador Valadares, nº. 12, Centro, CEP 35.640.000 ou pelo http://www.libertas-mg.com.br/
.

Valor:
De R$ 35,00 a R$ 130,00.

Remuneração:
Até R$ 3.383,71.

Cargos:
Alfabetizado/Fundamental - Operário, Coveiro, Gari, Eletricista, Mecânico, Mecânico Eletricista, Pedreiro, Bombeiro Hidráulico, Motorista e Servente Escolar.
Médio - Agente de Fiscalização Tributária, Agente Administrativo, Assistente de Obras, Secretário Escolar, Auxiliar de Enfermagem, Técnico em Informática, Técnico em Radiologia e Professor do Ensino Infantil.
Superior - Professor de Educação Básica (Matemática, Educação Física e Ciências). Professor de Educação Básica de 1º a 5º Ano, Engenheiro Civil, Enfermeiro para Urgência, Fonoaudiólogo, Farmacêutico Bioquímico e Médico (do Trabalho, Dermatologista, Ginecologista, Neurologista, Oftalmologista, Urologista e Ortopedista).

Provas:
Prova Escrita: 25 de março de 2012, em Pompéu.
Haverá prova prática para Eletricista, Mecânico, Mecânico Eletricista, Pedreiro, Bombeiro Hidráulico e Motorista, e análise de títulos e redação para Professores.

Prefeitura Municipal de Nova Petrópolis - RS

A Prefeitura de Nova Petrópolis, Rio Grande do Sul, realiza seleção para preenchimento de vagas.

Inscrições:
Até 16 de dezembro pelo http://www.objetivas.com.br/
.

Valor:
De R$ 30,00 a R$ 140,00.

Cargos:
Alfabetizado/Fundamental - Operador de Máquinas, Operário, Vigia e Agente Comunitário de Saúde para atuar na Vila Germânia, Pinhal Alto, Vale do Caí, Piá e Vale Verde.
Médio - Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Desenvolvimento Infantil, Professor Educação Infantil, Professor Ensino Fundamental Anos Iniciais e Técnico de Enfermagem.
Superior - Médico Clínico Geral, Médico de Família e Comunidade, Médico Pediatra e Professor Ensino Fundamental Anos Iniciais e Finais (Informática e Música).

Provas:
Provas objetivas: 15 de janeiro de 2012.
Haverá prova prática para Operador de Máquinas e Operário, e prova de títulos para Professores.

Prefeitura Municipal de Carmo do Paranaíba - MG

A Prefeitura Municipal de Carmo do Paranaíba, Minas Gerais, realiza concurso para preenchimento de 49 vagas.

Inscrições:
Até 24 de fevereiro de 2012, pelo http://www.maximaauditores.com.br/
.

Valor:
Entre R$ 30,00 e R$ 125,00.

Cargos:
Fundamental - Agente Sanitário, Auxiliar de Serviços, Cantineira, Carpinteiro, Eletricista, Gari, Motorista de Veículo Pesado, Operador de Máquina Pesada, Pedreiro, Rondante e Servente de Obras.
Médio - Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Consultório Dentário PSF, Educador Infantil, Fiscal de Obras, Fiscal Sanitário, Técnico de Contabilidade, Técnico de Higiene Dental PSF e Técnico de Raio X.
Superior - Assistente Social, Bioquímico, Fiscal de Tributos, Médico Ortopedista, Médico Pediatra, Nutricionista, Professor, Professor de Educação Física, Psicólogo e Supervisor Pedagógico.

Remuneração:
De R$ 545,00 a R$ 2.564,75.

Provas:
Provas objetivas: 11 de março de 2012.
Haverá provas práticas para Carpinteiro, Eletricista, Motorista e Pedreiro e análise de títulos para cargos de nível Superior.

Prefeitura Municipal de Carbonita - MG

A Prefeitura Municipal de Carbonita, Minas Gerais, realiza seleção para preenchimento de 4 vagas.

Inscrições:
Entre 6 de dezembro de 2011 e 6 de janeiro de 2012, pelo http://www.seapconcursos.com.br/
 ou na Avenida Ministro Aureliano Chaves, nº.6.

Valor:
R$ 30,00 ou R$ 60,00.

Cargos:
Agente Comunitário Saúde, Assistente Social, Auxiliar de Enfermagem, Enfermeiro, Médico da Família e Psicólogo.

Remuneração:
De R$ 545,00 a R$ 3.475,78.

Provas:
Provas objetivas e de títulos ocorram: 5 de fevereiro de 2012.

Prefeitura Municipal de Capela de Santana - RS

A Prefeitura Municipal de Capela de Santana, Rio Grande do Sul, realiza concurso para preenchimento de 77 vagas.

Inscrições:
Até 9 de dezembro de 2011, na Prefeitura Municipal de Capela de Santana, Avenida Coronel Orestes Lucas, nº. 2335, centro.

Valor:
De R$ 30,00 a R$ 60,00 para Superior.

Remuneração:
De R$ 531,24 a R$ 4.430,55.

Cargos:
Superior - Advogado, Auditor de Controle Interno, Auxiliar de Saúde Bucal, Dentista, Enfermeiro, Médico ESF, Professor Língua Inglesa e Tesoureiro.
Médio - Atendente de Educação Infantil, Fiscal Ambiental, Fiscal de Tributário, Secretário de Escola, Técnico em Contabilidade e Técnico em Enfermagem.
Fundamental - Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Telefonista e Visitador do Programa Primeira Infância Melhor.

Provas:
Haverá prova escrita e análise de títulos para Professor Língua Inglesa.

Prefeitura Municipal de Alagoinhas - BA

A Prefeitura Municipal de Alagoinhas, Bahia, realiza concurso para provimento de 254 vagas.

Inscrições:
Até 22 de dezembro, pelo www.consultorialideranca.com.b ou até 16 de dezembro no Centro de Educação Profissional de Alagoinhas, Praça Barão do Rio Branco, nº. 55, Centro, CEP 48.005-135, telefones (75) 3422-8601 - 8839 - 1480/3223-4121.

Valor:
De R$ 25,00 a R$ 80,00.

Remuneração:
De R$ 545,00 a R$ 2.204,61.

Provas:
Provas objetivas: 29 de janeiro de 2012.
Haverá análise de títulos para Professor e redação para nível superior.

Cargos:
Superior - Auditor Contábil, Analista de Sistema Informatizado, Analista em Administração Finanças e Contabilidade/Contador, Assistente Social, Auditor de Saúde/Médico, Enfermeiro, (Formação Geral, Obstetrícia, Gerontologia, Neonatologia e Saúde Mental), Médico (Clínico Geral, Anestesiologia, Obstetrícia, Endocrinologia, Cirurgião Geral, Urologia, Angiologia, Infectologia, Radiologia, Ultrassonografia, Cardiologia, Dermatologia, Gastroenterologia, Gastroenterologia Infantil, Ginecologia, Hematologia, Mastologia, Nefro Pediatria, Neurologia, Neuropedriatria, Oncologia, Ortopedia, Pediatria, Pneumologia, Proctologia, Reumatologia, do Trabalho e Psiquiatria), Odontólogo/Cirurgião-Dentista, Técnico de Suporte Saúde (Fisioterapeuta, Nutricionista e Farmacêutico) e Professor Nível III (Português, Matemática e Educação Física).
Médio - Técnico em Enfermagem, Técnico em Contabilidade, Técnico Agrícola, Técnico em Radiologia, Professor Nível I, Motorista D e Guarda Municipal.
Fundamental - Auxiliar de Classe e Operador de Máquinas e Equipamentos.
Alfabetizado - Auxiliar de Infraestrutura.
r

Prefeitura e o Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores de Sorriso - MT

A Prefeitura e o Fundo Municipal de Previdência Social dos Servidores (Previso) de Sorriso, Mato Grosso, realizam concurso para preenchimento de 304 vagas.

Inscrições:
Até 12 de dezembro de 2011, pelo http://www.grupoatame.com.br/
 ou no site da Prefeitura.

Cargos:
Administração Geral, Educação, Saúde e Previso.

Remuneração:
De R$ 857,22 a R$ 10.418,32

Valor:
R$ 40,00, R$ 70,00 ou R$ 100,00.

Provas:
Provas objetivas: 15 de janeiro de 2012.
Haverá prova prática para Agente Municipal de Trânsito, Fiscal de Obras, Fiscal de Posturas, Fiscal de Tributos e Arrecadação, Fiscal de Uso do Solo e Meio Ambiente e Fiscal de Vigilância Sanitária.

Cargos:
Administração Geral
Fundamental - Auxiliar de Mecânico, Eletricista Automotivo, Eletricista de Energia Elétrica, Mecânico de Veículos e Máquinas Pesadas, Operador de Máquinas I - Trator de Pneu, Operador de Máquinas II - Motoniveladora e Pedreiro;
Médio - Agente de Controle Interno, Agente de Desenvolvimento de Esportes, Agente de Desenvolvimento Social, Agente Municipal de Trânsito, Assistente de Atividades Desportivas, Auxiliar Administrativo, Fiscal de Obras, Fiscal de Posturas, Fiscal de Tributos e Arrecadação, Fiscal de Uso do Solo e Meio Ambiente, Técnico Administrativo I, Técnico Administrativo II, Técnico Agrícola, Técnico em Informática e Técnico em Segurança do Trabalho;
Superior - Advogado, Analista Administrativo, Analista de Controle Interno, Analista de Esporte e Lazer, Arquiteto, Assistente Social, Biólogo, Contador, Educador Físico, Engenheiro Agrônomo, Engenheiro Ambiental, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Florestal, Engenheiro Químico, Engenheiro Sanitarista, Geólogo, Jornalista, Médico Veterinário, Motorista, Nutricionista, Pedagogo Social, Psicólogo 20h, Psicólogo 40h, Tecnólogo em Administração Rural e Terapeuta Ocupacional.
Educação
Fundamental - Motorista;
Médio - Técnico Administrativo I e Técnico em Informática;
Superior - Fonoaudiólogo, Nutricionista, Professor de Educação Básica nas disciplinas de Artes, Ciências, Educação Física, Inglês, Matemática e Pedagogia (20h) e Psicólogo.
Saúde
Fundamental - Motorista;
Médio - Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Saúde Bucal, Fiscal de Vigilância Sanitária, Técnico Administrativo I, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório Bioquímico, Técnico em Radiologia e Técnico em Segurança do Trabalho;
Superior - Assistente Social, Biólogo, Educador Físico, Enfermeiro, Farmacêutico - Bioquímico (20h), Farmacêutico - Bioquímico (40h), Fisioterapeuta (20h), Fisioterapeuta (30h), Fonoaudiólogo (20h), Fonoaudiólogo (40h), Médico Cardiologista, Médico Clínico Geral (20h), Médico Clínico Gera (40h), Médico Dermatologista, Médico do Trabalho, Médico Gastroenterologista, Médico Ginecologista, Médico Neurologista, Médico Oftalmologista, Médico Ortopedista, Médico Otorrinolaringologista, Médico Pediatra (20h), Médico Pediatra (40h), Nutricionista, Odontólogo, Odontólogo Cirurgião Bucomaxilo, Odontólogo Especialista em Pacientes Especiais, Odontólogo Especialista Endodontista, Odontólogo Especialista Odontopediatria, Odontólogo Especialista Periodontista, Odontólogo Especialista Protesista, Psicólogo (20h) e Psicólogo (40h);
Previso
Superior - Advogado e Contador.

Concurso Prefeitura de Capão Alto (SC) 2011

Foi divulgado edital (nº. 02/2011) para realização de concurso público da Prefeitura de Capão Alto, Estado de Santa Catarina. O concurso de Capão Alto visa o preenchimento de 26 vagas de nível fundamental, médio e superior, com remuneração de até R$ 2.200,00 e carga horária entre 20 e 40 horas semanais.
Serão reservados aos portadores de deficiência 5% do número de vagas oferecidas.

Cargos

Operário de Serviços Gerais, Vigia, Monitor de Transporte Escolar, Agente de Patrimônio, Tesoureiro, Auxiliar de Ensino na Informática, Auxiliar de Educação Infantil, Professor, Nutricionista e Engenheiro Agrônomo.

Inscrição

Interessados, podem se inscrever de forma presencial ou via Correios até o dia 29 de dezembro de 2011, na Prefeitura de Capão Alto. É de responsabilidade do candidato manter-se informado sobre possíveis alterações do horário de expediente da prefeitura, acessando o site http://www.capaoalto.sc.gov.br/ ou ligando para o número (49) 3237-2000.

Taxas

Cargos de:
Nível fundamental: R$ 50,00;
Nível médio: R$ 70,00;
Nível superior: R$ 100,00.
Pelos Correios, as inscrições serão aceitas somente via Sedex e enviadas para o seguinte endereço: Instituto Barriga Verde, situado à rua Coronel Feddersen, 1381 – 2º. Andar – Sala 01 – Centro 89.190-000 – Taió - SC. Deverá ser colocado anexo à ficha de inscrição um envelope com selo e endereçado ao próprio candidato para devolução do comprovante da inscrição, que será devidamente numerada e assinada pela empresa.

Prova

A prova objetiva está prevista para 14 de janeiro de 2012,em local a ser anunciado no momento da divulgação da homologação das inscrições nos seguintes horários: das 8h30min às 10h e das 8h30min às 11h30min.
O gabarito preliminar da prova objetiva será divulgado na data provável de 15 de janeiro de 2012, pela Prefeitura de Capão Alto, no Quadro de Atos Oficiais e no site www.iobv.com.br, no dia seguinte após a realização das provas.

Validade

O prazo de validade do concurso público é de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual período de tempo uma única vez.

Concurso Fundação Hospitalar de Correia Pinto - SC

A Fundação Hospitalar Municipal de Correia Pinto, Santa Catarina, lançou edital de concurso público destinado a contratação de pessoal para o preenchimento dos cargos existentes no quadro permanente de pessoal. São oferecidas 30 vagas para cargos de níveis fundamental, médio e superior. A remuneração varia de R$ 580,47 a R$ 2.703,45, por jornadas de 20 e 40 horas semanais.
Cargos
Nível Fundamental - Agente de Serviços Gerais, Motorista e Recepcionista;

Nível Médio - Agente Administrativo, Técnico de Enfermagem e Técnico de Radiologia;

Nível Superior - Contador, Enfermeiro, Farmacêutico e Médico Clínico Geral.
Inscrição

Os interessados poderão efetuar suas inscrições no período de 06 de dezembro de 2011 à 04 de janeiro de 2012, no site http://www.ibam-concursos.org.br/.

A taxa taxa de inscrição varia de acordo com o cargo escolhido, sendo R$ 30,00 para cargos de Nível Fundamental Completo e Incompleto, R$ 50,00 para cargos de Nível Médio e R$ 70,00 para cargos de Nível Superior.

Provas

Todos os candidatos farão provas escritas de caráter eliminatórias e classificatórias, e se constituirão de questões objetivas de múltipla escolha a ser realizadas no Município de Correia Pinto - SC, na data provável de 29 de janeiro de 2012, e terão a duração de 03 (três) horas. O local da realização das provas constará do cartão de confirmação de inscrição que poderá ser acessado via Internet no site do IBAM (www.ibam-concursos.org.br).

Os gabaritos serão divulgados no 1o dia útil, após a aplicação das provas, nos sites (www.ibam-concursos.org.br) e (www.correiapinto.sc.gov.br) e posteriormente nos meios de comunicação, conforme dispuser a legislação municipal em vigor.

Validade

O concurso Público terá validade de 2 (dois) anos, prorrogável por igual período, a critério da Administração Municipal.

CISAMURC (SC) realizará processo seletivo

O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Contestado - CISAMURC, em Santa Catarina, comunica aos interessados que realizará Teste Seletivo (nº. 01/2011) para contratação de pessoal. A seleção visa o preenchimento de 02 vagas de nível superior para o cargo de Enfermeiro, com remuneração de até R$ 1.886,66 e carga horária de 30 horas semanais.

Inscrições

No valor de R$ 70,00, serão realizadas entre 12 a 16 de dezembro de 2011, das 08h às 12h, no Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região do Contestado - CISAMURC, com sede administrativa situada à rua João da Cruz Kreiling, 1085, no município de Canoinhas/SC.

Prova

A prova escrita será realizada no dia 21 de dezembro de 2011, com início às 09h e término às 11h, nas dependências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - IFSC - Campus Canoinhas, situado na Av. Expedicionários, s/n, bairro Campo da Água Verde, neste município de Canoinhas/SC.
No mesmo dia, após a realização das provas, serão divulgados os gabaritos em mural específico no próprio local de realização das provas.

Prefeitura de Laranjeiras - SE abre processo seletivo

A Prefeitura de Laranjeiras, Estado de Sergipe, está com inscrições abertas para o processo de seleção para a contratação temporária de um Nutricionista.

As inscrições estão sendo feitas na sede da Secretaria Municipal de Educação, localizada na Rua José do Prado Franco, nº. 247, Centro, em Laranjeiras-SE, nos horários das 8h às 17h, até o dia 9 de dezembro de 2011.

A seleção será procedida mediante análise curricular e entrevista com o candidato.
A avaliação Curricular é de caráter classificatório, sendo classificados para a entrevista apenas os 5 primeiros candidatos que obtiverem o maior número de pontos.
A Classificação Final do candidato será obtida pela somatória da pontuação da avaliação do Curriculum Vitae e da Entrevista e será divulgada no site da Prefeitura Municipal (http://www.laranjeiras.se.gov.br/), e afixada no átrio da Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura do Município.

Fica criada a Comissão encarregada para realizar o processo seletivo simplificado  objetivando a contratação temporária por 12 meses, de 01 Nutricionista para a Secretaria Municipal de Educação.

Ipaba (MG) abre processo seletivo

Foi divulgado o edital 01/2011 para realização de processo seletivo da Prefeitura de Ipaba, Minas Gerais. A seleção de Ipaba oferece 78 vagas em todos os níveis de escolaridade, com remuneração de até R$ 5.400,00 e carga horária de 30 e 40 horas semanais.
Das vagas destinadas e das que porventura vierem a ser criadas durante o prazo de validade do concurso, 10% por cargo serão destinadas a candidatos portadores de deficiência.

Cargos

Técnico em higiene dental, psicólogo, pedagogo, orientador social, monitor, médico, atendente de consultório, assistente social, agente comunitário de saúde, enfermeiro e cirurgião dentista.

Inscrição

Para participar, o candidato deve, até o dia 16 de dezembro de 2011, se dirigir à Prefeitura de Ipaba, situada na Avenida José Rodrigues de Almeida, nº 212 – Centro de Ipaba, das 12h00 às 17h30, exceto sábados, domingos e feriados. Pela internet, o prazo final é dia 18 de dezembro de 2011, no endereço eletrônico da empresa Máxima Auditoria (http://www.maximaauditores.com.br/).

Taxas de inscrição

Nível fundamental: R$ 27,00 ou 30,00.
Nível médio: R$ 27,00 ou  R$ 30,00.
Nível superior: R$ 45,00, R$ 76,00 ou R$ 275,00.

Prova

A prova objetiva será aplicada provavelmente no dia 08 de janeiro de 2012, em local e horário a serem divulgados a partir do dia 22 de dezembro de 2011, no quadro de avisos da Prefeitura de Ipaba e através do site http://www.maximaauditores.com.br/.

Os títulos deverão ser protocolados no dia e local de realização das provas escritas, onde haverá fiscal credenciado para recebimento ao final da prova.
Os gabaritos serão publicados no quadro de avisos da Prefeitura Municipal e no site www.maximaauditores.com.br no dia seguinte ao da aplicação das provas escritas, às 09h00.

Validade

O Processo Seletivo de Ipaba terá prazo de validade de 1 ano, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura Municipal.

Saiba mais

Detectar problemas auditivos em recém-nascidos é possível?

Testes feitos em casa podem revelar surdez precocemente

Fonte R7

Carne processada provoca câncer

Um estudo da Universidade de Harvard comprovou que as carnes processadas fazem muito mal à saúde. Além de aumentar o risco de doenças coronarianas, elas também podem causar câncer.

Carnes processadas são aquelas embaladas que ficam na prateleira do supermercado embaladas para uma longa durabilidade.

São elas: linguiças, salsichas, bacon, presunto, carne seca e as usadas em sopas em lata.

Elas são mais danosas ao organismo do que as carnes frescas, concluiu o estudo. Tudo porque, para terem uma vida longa para consumo, elas são conservadas com uma substância cancerígena chamada nitrito de sódio e glutamato monossódico, toxina associada a problemas neurológicos.

Com uma grande concentração de sal e conservantes, as carnes processadas também aumentam o colesterol e a pressão arterial, levando à hipertensão. O alimento torna-se assim um risco para doenças coronarianas.

Fonte R7

Fumo prejudica mais rapidamente as mulheres do que os homens

Progressão da aterosclerose é cinco vezes maior nelas do que neles

Uma pesquisa da Universidade de Michigan comprovou que as mulheres fumantes sofrem mais cedo ataques cardíacos do que os homens. A progressão da aterosclerose é cinco vezes maior nas mulheres do que nos homens.

A aterosclerose é o espessamento das paredes das artérias. O tabagismo reduz a circulação sanguínea e contribui para o acúmulo de placa aterosclerótica, gordura, nas paredes das artérias. Isso causa um aumento do colesterol e faz surgir a obesidade.

Essa conjunção aumenta os riscos das mulheres sofrerem ataques cardíacos mais rápido do que os homens.

Fonte R7

Exercícios físicos diminuem a incidência de enxaqueca

Pressão exercida por vasos sanguíneos dilatados no tecido nervoso cerebral as dores

Um estudo publicado na revista Health & Life concluiu que os exercícios físicos ajudam a diminuir a incidência de enxaqueca. A descoberta constatou que a atividade física é tão eficiente quanto o uso de técnicas de relaxamento ou uso de medicamentos para combatê-la.
A enxaqueca se manifesta através de dores internas na cabeça. Ela resulta da pressão exercida por vasos sanguíneos dilatados no tecido nervoso cerebral. No estudo francês, pesquisadores colocaram 50 pacientes que sofriam de enxaqueca para praticar atividade física durante três vezes por semana durante 50 minutos. Esse grupo não fez uso de medicação.

Já os outros 50 só eram tratados com uso de medicamentos contra a doença. Ao fim de três meses, os cientistas descobriram que aqueles que praticaram exercícios tiveram uma melhora surpreendente na enxaqueca, tanto quanto os que tomaram só o remédio.

Fonte R7

Vinho tinto reduz colesterol e pressão

Ideal é ingerir duas taças de vinho tinto por dia


Muito se especula sobre os benefícios do vinho tinto para a saúde. No entanto, pesquisas recentes comprovam que a bebida na medida certa reduz o colesterol e a pressão alta.

Segundo um estudo italiano, o ideal é ingerir duas taças de vinho tinto por dia. Essa quantidade é o suficiente para proteger o coração e o cérebro, dizem os especialistas. A responsável por esses benefícios é uma substância chamada de resveratrol.

Ela é encontrada na casca da uva e dentre suas qualidades para a saúde estão em aumentar o colesterol bom, baixar a pressão arterial, rejuvenescer as artérias e manter equilibrado o nível de açúcar no sangue.

Fonte R7

Proposta de veto de adição de produto ao cigarro deve ser abrandada

Fumicultores asseguram que técnica é indispensável para um tipo de fumo

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deve abrandar a proposta de proibição de adição de produtos ao cigarro. Para tornar o texto menos polêmico e, com isso, garantir sua aprovação, a equipe técnica concordou em retirar o açúcar da lista de proibições. A ideia é banir os demais aditivos, como menta, chocolate e canela, e adiar a decisão sobre o açúcar até a realização de um painel de especialistas. A proposta terá de ser aprovada pela diretoria colegiada da agência.

Desde que o texto da resolução foi colocado em consulta pública, há um ano, a proposta de proibição de todos os tipos de substâncias ao cigarro provocou enorme polêmica. Aplaudida por grupos que lutam contra tabagismo, a medida foi duramente criticada pelo setor produtivo.

Fumicultores asseguram que a técnica é indispensável para um determinado tipo de fumo, o Burley. A justificativa é a de que a adição apenas repõe o açúcar que é perdido durante o processo de queima. A proibição, dizem, significaria um grande problema para parte dos produtores.

O diretor da Anvisa, José Agenor Álvares disse que "diante dos argumentos de fumicultores, a proposta é realizar uma grande discussão com especialistas". Se a medida vingar, poderá representar, pelo menos, mais um ou dois anos de folga para produtores de fumo burley.

Fonte R7

Propagandas antigas: Biotônico Fontoura

normal

4 pilares para organizar as informações de saúde

"Não se leva atendimento em massa com métodos artesanais", diz representante da International Medical Informatics Association. Especialista evidencia problemas e aponta soluções

Por mais que assuntos ligados ao uso do prontuário eletrônico do paciente sejam constantemente abordados no setor da saúde, ainda faltam estratégias para que a ideia de diminuir o uso do formulário convencional realmente saia do papel. Segundo o representante da International Medical Informatics Association – IMIA, Lincoln de Assis Moura Júnior, não se pode levar atendimento para as massas fazendo uso de métodos artesanais.

“É preciso usar ferramentas adequadas para proporcionar um atendimento de melhor qualidade. Quanto mais nos aproximamos do core business da área de saúde mais complexa a situação fica. Essa é uma realidade que o setor encontra”, afirma Moura.

De acordo com o especialista, a saúde é uma das poucas áreas onde os processos dependem da equipe de plantão. “O médico pode chegar no seu turno de trabalho e legitimamente mudar todas as prescrições feitas a uma paciente”. Por isso, é importante que existam procedimentos dentro das organizações.

Ele usa como exemplo os programas de Saúde da Família para exemplificar sua afirmação “Não há nada mais humano do que estar perto da família. É um conceito maravilhoso. No entanto, em uma cidade como São Paulo, se não houver um sistema de informação capaz de organizar as equipes, ela se perdem. As equipes podem ser trocadas, mas as informações são as mesmas”, completa.

O sistema de informação deve ser o motor da instituição, para Moura. Sendo assim, o representante da IMIA explica que para que a implantação de um sistema de prontuário eletrônico do paciente funcione é preciso organizar, gerenciar e operar essa ferramenta.

Moura conta que para reverter essa situação é necessário que o gestor olhe para dentro da sua organização, mas que não se limite a isso. “Só é possível sozinho melhorar até certo ponto, se os membros com quem você se relaciona não estão fazendo certo, o resultado não será positivo”.

Entendendo os problemas
Em sua explanação no Congresso Internacional eSaúde & PEP 2011, realizado no Royal Palm Plaza Resort, em Campinas, o executivo se aprofundou na complexidade do sistema de saúde brasileiro.

Fazendo uma comparação com os sistemas dos bancos, que são simples, funcionam de forma estruturada e com poucas classes de informações, a saúde possui dificuldades de estabelecer padrões estruturais, conta.

“Um dos problemas é a dificuldade de estabelecer padrões de vocabulário. Existe uma complexidade de vários termos dizendo a mesma coisa”. Ele exemplifica dizendo que a falta de padrão faz com que, por exemplo, existam dezessete maneiras de se exemplificar apendicite.

Existe uma grande complexidade também nos serviços de saúde. Os hospitais atendem uma grande demanda de pacientes cada um com um tipo diferente de diagnóstico, fazendo com que as informações fiquem fragmentadas.

“Não é para reclamar do mercado, mas é para entendê-lo, pois se isso não for compreendido, os profissionais ficarão frustrados.”

E ressalta que para que essa carência do setor seja sanada, é preciso que existe uma estratégia é uma tática para o setor denominada Arquitetura Organizacional.

Arquitetura organizacional
É uma maneira moderna de representar o que uma organização faz, conta. Sendo compreendido como um processo elaborado de auto conhecimento, onde é possível ver o que a instituição faz, como ela faz, para quem ela faz, com quem ela compete etc. “Ele surgiu na área de TI, mas na verdade ele está enraizado na administração e leva ao conhecimento de como os projetos de TI podem ajudar a melhorar a empresa”.

O problema é que esse projeto costuma ser muito oneroso para as instituições. Na opinião de Moura quem poderia implantar esse tipo de projeto seriam grandes instituições ou até mesmo o Ministério da Saúde.

No entanto, o especialista propõe que as empresas e hospitais de menor porte implantem a arquitetura organizacional simplificada dentro de casa. Para explicar esse método, ele divide em quatro pilares distintos compostos por Recursos Tecnológico , Recursos Metodológicos, Recursos Humanos e Recursos Organizacionais.

Recursos Tecnológicos:Conhecer a enfraestrutura de rede de comunicação, sistemas gerenciadores de bancos de dados, computadores, equipamentos e automação.

Recursos Metodológicos: Aprofundar-se na especificação, desenvolvimento e documentação de sistemas. Ter padrões de conteúdo, representação e transmissão da informação. Entender os sistemas em si e seus atributos. Gestão de projetos de TI e gestão dos projetos em si.

Recursos Humanos: Compreender a equipe de informática em si e o corpo de profissionais que utiliza a TI para exercer sua atividade.

Recursos Organizacionais: Saber qual é a estrutura da organização, seu negócio e seus macroprocessos. Da mesma forma, ter ciência dos requisitos de negócio a serem atendidos. Ter noção da área de TI, relacionamento interno e externo. E saber a quem pertence o sistema de informação.

Fonte SaudeWeb

6 dicas para se destacar num processo de fusão

Com as operações de junção de companhias crescendo, executivos precisam, no mínimo, mostrar espírito de liderança

Com as operações de junção de companhias crescendo, executivos precisam, no mínimo, mostrar espírito de liderança
Em uma operação de fusão ou aquisição é normal que o histórico prevaleça. Se o seu interesse é continuar no grupo após o processo, seja o melhor, deixe isso reconhecido e faça questão de mostrar em caso de uma fusão e aquisição. A seguir, seis dicas que podem te ajudar a conquistar sua permanência:

- Saiba inovar. A nova empresa irá precisar de boas cabeças com boas idéias.

- Prepare a escalabilidade da operação. Toda empresa precisa crescer e em uma fusão ou aquisição a demanda será imediata.

- Prepare um plano de integração. Treine, faça lista de parceiros e tecnologias necessárias para esse processo e não seja pego de surpresa.

- Não deixe a TI envelhecer. O legado fará parte do perfil do CIO escolhido para comandar a nova empresa e isso não pode ficar ultrapassado.

- Mostre liderança. A nova empresa traz desafios para comandar equipes e sempre há choques de culturas.

- Cuide da segurança. Evite ataques nesse período delicado e impeça vazamentos de dados estratégicos.

Fonte SaudeWeb

Autenticação forte é aliado na proteção dos dados de saúde

O St. Joseph Health System exige que todos os dispositivos tenham senhas reforçadas, para que o aparelho contenha ao menos um fator de autenticação para sua própria segurança pessoal

Se uma política de segurança e o uso de criptografia são essenciais quando se fala em segurança da informação, a autenticação forte, aliada à comunicação com pacientes e familiares sobre as políticas de segurança da organização, deve ser parte do arsenal de segurança de um prestador de serviços de saúde para proteger dispositivos móveis. No St. Joseph Health System (SJHS), que opera hospitais nos Estados Unidos, a organização em geral exige que todos os dispositivos tenham senhas reforçadas, para que o aparelho contenha ao menos um fator de autenticação para sua própria segurança pessoal, assim como para a segurança relacionada à empresa.

No entanto, não é o caso para pacientes, familiares e outros que frequentam as dependências do SJHS com dispositivos móveis. Eles têm permissão de acessar a rede de visitantes. Por exemplo, pacientes da pediatria podem jogar jogos online ou manter contato com os pais, no trabalho. “Isso é importante para o paciente”, comentou Bill Lazarus, VP de tecnologia e arquitetura do SJHS. “Não exigimos autenticação de dispositivos pessoais em nossa rede de visitantes, já que se trata de uma rede isolada da que usamos internamente.”.

A rede de visitantes do SJHS oferece acesso externo à internet, de onde o usuário também pode acessar o portal da organização. Se dados internos são pedidos, como por um médico utilizando um dispositivo pessoal, o portal pede autenticação. “Exigimos que todos os usuários com dispositivos pessoais que acessam a rede de visitante aceitem nossos termos e condições de uso, que incluem uma declaração de responsabilidade”, afirmou o executivo.

A autenticação também pode ser reforçada. Novas capacidades biométricas, como reconhecimento facial, impressões digitais ou scaneamento de retina – frequentemente usados em instalações governamentais – ainda são raras na maioria das organizações de saúde, mas está começando a surgir em alguns lugares, contou Mike Garzone, diretor de prática do US Commercial Health Delivery Sector da CSC. Conforme essas tecnologias se desenvolvem e se tornam mais baratas, seu uso deve se tornar mais frequente na área da saúde.

Senhas também devem ser consideradas. Uma pesquisa recente realizada pela fornecedora de produtos de segurança Confident Technology descobriu que mais da metade dos usuários de dispositivos móveis não protege smartphones e tablets com senhas, mesmo que estejam conectados em redes corporativas. Prestadores de serviços de saúde devem insistir que dispositivos móveis pessoais sejam protegidos por senha como condição para utilizarem as redes corporativas.

A mistura de dispositivos móveis que podem surgir em um cenário de saúde pode variar imensamente, dependendo de gadgets particulares e tendências preferidas por usuários em momentos específicos. Na Partners Healthcare, um versão móvel do EHR está disponível para médicos que usam iPhone ou iPad. Quando a Partners começou a contemplar uma versão móvel de seu EHR, há alguns anos, o BlackBerry era o dispositivo da vez. Hoje, há menos demanda para o aplicativo em BlackBerry, mas interesse crescente entre os médicos que utilizam devices Android.

Uma vez considerado menos seguro que o iPhone, “as lacunas do Android estão se fechando”, disse Steve Flammini, CTO da Partners.
“Fabricantes de dispositivos estão aprimorando a segurança do Android, tornando-o mais adequado para o uso corporativo”, comentou. “A Apple ainda domina na comunidade médica, mas já temos demanda para o Android.”

Em algum ponto desse percurso, o SJHS também deverá permitir que os médicos usem Android para acessar dados de pacientes. “Os dados passam por antivírus e antimalware e são limpos”, lembrou Karen Mihelic, diretora de compliance de segurança de TI na instituição.

Fonte SaudeWeb

Laboratório Silvany & Studart alcança recertificação Nível III da ONA

Empresa vem trabalhando para alcançar a certificação desde 1996. Em 2007, recebeu o selo e, no ano de 2010, manteve o título

O Laboratório Silvany & Studart, em Salvador, na Bahia vem trabalhando desde 1996 em um processo de adequação aos requisitos necessários para a Acreditação Plena da ONA. Em 2007, o laboratório conquistou a Acreditação com Excelência (Nível III), qualificação que mantem até hoje – a recertificação aconteceu em 2010, de acordo com a empresa, tornando-se assim, um dos primeiros laboratórios de Anatomia Patológica do Norte e Nordeste do Brasil a alcançar a certificação.

Segundo o diretor técnico da instituição, Eduardo Stuart, com a implantação do ciclo de planejamento estratégico no laboratório LSS, a gestão do Sistema da Qualidade foi definida como um dos sete fatores críticos para atingir a visão da empresa de tornar-se um centro de Excelência em Anatomia Patológica na Bahia.

Ele diz ainda que como o processo de acreditação na área de saúde encontrava-se em fase de definição, somente após a normalização da Organização Nacional Acreditação o laboratório decidiu buscar a certificação.

O laboratório acredita que a certificação da ONA, por ser voltada exclusivamente para área de saúde, seria uma importante ferramenta na busca contínua da melhoria da qualidade e desempenho dos serviços prestados, no aperfeiçoamento de processos visando à prática segura no nosso diagnóstico.


Benefícios
Stuart diz que com o processo de acreditação, a empresa alcançou um aumento na garantia de qualidade dos serviços prestada através dos padrões pré-determinados, o aperfeiçoamento de processos visando à prática segura no nosso diagnóstico e à racionalização dos serviços de maneira a garantir a qualidade do laboratório.

Entre as principais melhorias obtidas pode-se destacar o foco maior no cliente (paciente e médico solicitante); melhor gerenciamento dos riscos; consolidação da cultura da qualidade entre os profissionais que atuam no laboratório; a consolidação na padronização de procedimentos e gerenciamento dos processos.

Fonte SaudeWeb

Cisco e Walgreen formam parceria em telemedicina

Objetivo da parceria é comercializar equipamentos para profissionais realizarem atendimento à distância

A Walgreen e a Cisco firmaram uma parceria para comercializar seu sistema de telemedicina da Cisco para funcionários com múltiplos locais de trabalho.

Como primeiro passo para atingir esse objetivo, a Take Care Health Systems da Walgreen – operadora de clínicas de trabalho e clínicas de varejo – assumiu a gestão da clínica de trabalho da Cisco na empresa de San José, Califórnia.

A instituição atende cerca de 11 mil dos 40 mil funcionários e dependentes da empresa. Entre os serviços de saúde e cuidado que oferece, pode-se destacar o cuidado primário, fisioterapia, quiropraxia, acupuntura, oftalmologia, e farmácia da Walgreens no local.

Desde 2008 os médicos da clínica de San José usam a tele presença para tratar remotamente os funcionários que freqüentam à clínica no local de trabalho da Cisco em Durham, Carolina do Norte. Uma enfermeira no local realiza os exames físicos e os médicos em San José recebem os dados digitais dos instrumentos que elas usam, como o estetoscópio e o otoscópio.

Com os sons e visualização destes instrumentos e os vídeos de alta-definição “os exames (feitos pelos médicos em São José) são equivalentes aos exames realizados pessoalmente”, afirmou Nirma Patel, médica, diretora de programa médico de empresas da Cisco.

Nesse mês, a Cisco irá expandir os programas de telemedicina quando lançar o programa de “teledermatologia”, afirmou Patel. Os dermatologistas da Universidade de Stanford irão usar o HealthPresence para examinar remotamente as condições da pele dos pacientes na clínica de São José. O objetivo é aumentar a produtividade e “manter nossos pacientes dentro de nossos centros médicos”.

A Walgreens gostou da ideia e pretende testá-la na sua nova clínica de saúde, na sede da empresa em Deerfield, Illinois, segundo Peter Hotz, vice-presidente dos serviços de saúde da Walgreens. Hotz afirmou que o sistema de telemonitoramento “ponto a ponto” usado nas instalações da Carolina do Norte da Cisco pode ser aplicada em outros locais, mas ele acredita que a HealthPresence também pode ser “aproveitada” para consultas especializadas com fornecedores em clínicas de locais de trabalho.

Os funcionários da Carolina do Norte já recebem serviços de gestão de doença, bem como de cuidados por meio da HealthPresence. Segundo Holtz, a Take Care já se envolve nos cuidados crônico há algum tempo, e a tele medicina pode ajudar a melhorá-los por meio do encontro “cara-a-cara”. Mesmo sendo remoto, ele disse, esses contatos são melhores de gerenciar dos que os casos com telefones.

Até agora, afirmou Patel, a Cisco vendeu a HealthPresence principalmente para HMOs e instituições de ensino. Parte do valor da parceria com a Walgreens – informa – é comercializar o produto para empresas que estão em muitos lugares.

Fonte SaudeWeb

Carreta da Saúde quer atender 100 mil pessoas em 2012

Para o gastroenterologista Roberto Kikawa não devem existir fronteiras para levar cuidados e carinho a um paciente necessitado

Existe uma característica notável na personalidade do médico gastroenterologista, a dificuldade em ficar no mesmo lugar por muito tempo. Para os desavisados, o adjetivo pode soar como defeito ou falta de estabilidade. No entanto, para Kikawa, os hábitos nômades são sinônimos de realização pessoal, profissional e amor pelo ser humano. Isso porque o médico viajante é o idealizador do Projeto CIES – Centro de Integração de Educação e Saúde, que tem como objetivo levar atendimento médico-preventivo a comunidades carentes fazendo uso de um centro médico itinerante, também conhecido como Carreta da Saúde. A unidade móvel caiu na estrada em 2009 e já atendeu mais de 50 mil pacientes em todo Brasil.

Se alguns enxergam a morte apenas pela ótica da dor, Kikawa, que perdeu o pai durante a faculdade, decidiu transformar o sentimento em inspiração. Ele conta que seu pai descobriu um câncer na laringe em estado avançado. “Foi um diagnóstico tardio e as chances de cura clínica eram praticamente nulas”. Além disso, a família não dispunha de recursos financeiros e era obrigada a usar o serviço público de saúde.

Para amenizar a dor, um casal japonês de missionários praticantes do conceito Hospice de atendimento – onde são realizados cuidados paliativos aos pacientes em estado terminal e à família – possibilitou que o paciente recebesse carinho e tranquilidade nos últimos momentos de vida. Motivado pela situação, o pai de Kikawa fez o filho lhe prometer que um dia seria um médico de verdade, que não mede esforços para aliviar o sofrimento das pessoas.

Acatando a solicitação, a primeira ideia foi fazer um trabalho parecido ao realizado pelo casal de missionários. Porém, em um estágio na França, viu os containeres utilizados pelos Médicos sem Fronteiras e sentiu-se inspirado com o trabalho desenvolvido pela organização.

Mas Kikawa concluiu que prevenção primária é algo que já era realizado com frequência. Sendo assim, direcionou suas expectativas para a prevenção secundária. “Esse tipo de trabalho consiste na detecção precoce de lesões potencialmente cancerígenas ou neoplásicas, possibilitando um tratamento curativo”.

Ciente de que um dos fatores que faz com que os pacientes cheguem a condições terminais é a falta de acesso ao atendimento, o profissional decidiu que para chegar a esses pacientes seria necessário utilizar um automóvel robusto. Sua intenção era criar algo que fosse replicável e auto-sustentável. Vale lembrar que não pretendia limitar-se a apenas uma especialidade e sim desenvolver uma concepção que fosse abrangente e perene.

Desta ideia, nasceu o projeto Cies, com o conceito de educar, tratar e prevenir. Para colocar a concepção em prática, Kikawa apresentou o projeto para o presidente da empresa Olympus no Brasil e, posteriormente, para o presidente geral, que disponibilizou os equipamentos para a realização do projeto.

Foram necessários sete meses para finalizar a estrutura da Carreta da Saúde e colocá-la na estrada. Além da Olympus, foram firmadas parcerias com a Phillips, Engernet Baush Lomb, entre outras, juntamente com secretarias de saúde.

DNA do amor
Ao longo de três anos de existência, o projeto passou pelos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Alagoas, Paraíba, Ceará, Maranhão e Goiás.

Mais do que equipamentos, remédios e instrumentos de cuidado ao paciente, a Carreta da Saúde também transporta pelo País o DNA do amor. O termo diz respeito ao tipo de atendimento realizado no projeto. “Procuramos promover o resgate dos valores na relação com o paciente. Não adianta ir até uma população e tentar falar de prevenção se o paciente está com dor. É preciso dar carinho, tirar a dor, fazer os exames para em seguida falar de prevenção”.

Para Kikawa, tratar as pessoas desta forma é imprescindível para ganhar o respeito e obter bons resultados clínicos. “A humanização deve ser utilizada como ferramenta de gestão público-privada, pois a única forma de fazer uma saúde sustentável é formar médicos que tenham o resgate desses valores”.

Valorização do profissional
Para que a carreta possa percorrer as localidades necessitadas, o idealizador do projeto conta que é feito um mapeamento de quais cidades terão maior impacto social. Em seguida, são realizadas palestras e treinamentos com os agentes de saúde para que se assemelhem com os recursos utilizados e se sintam motivados a se envolverem com a causa.

Kikawa conta que, apesar de filantrópico, o projeto remunera todos os profissionais e não possui voluntários. Segundo ele, na saúde é necessário o comprometimento de todas as partes envolvidas e, com uma remuneração adequada, esse objetivo pode ser alcançado.

Saúde sem fronteiras
No intuito de alcançar localidades onde a Carreta da Saúde não consegue chegar devido aos fatores geográficos, o projeto Cies está trabalhando em novas formas de transporte.

Em parceria com a secretaria municipal da saúde do Rio de Janeiro foi inaugurada recentemente a Vã da Saúde, para ser utilizada em regiões montanhosas.

Da mesma forma, para atender populações ribeirinhas, será inaugurado em dezembro deste ano o Box da Saúde junto com o Projeto Saúde e Alegria, que faz uso do Navio Abaré. Kikawa ressalta que o Box da Saúde também pode ser transportado por aviões e trens.

Sem considerar limites territoriais uma dificuldade, Kikawa finaliza ao dizer que tem planos de estender o projeto para o âmbito internacional chegando a países como Haiti, Timor Leste e Angola.

Fonte SaudeWeb