Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Vitamina B6 previne a anemia e é aliada do cérebro

Carne de porco e batatas são ricos em vitamina B6 - Foto: Getty Images
Carne de porco e batatas são ricos em vitamina B6
Nutriente também é bom para a pele, coração e alivia sintomas da TPM

A vitamina B6 também conhecida como piridoxina compõe o complexo B. Ela é necessária para o funcionamento adequado de mais de sessenta enzimas e essencial para a síntese normal do ácido nucléico e das proteínas. Participa da multiplicação de todas as células e da produção das hemácias e das células do sistema imunológico. Influencia o sistema nervoso através de seus efeitos sobre vários minerais e neurotransmissores cerebrais. 
 
A principal função metabólica da vitamina B6 é como coenzima. Tem um papel importante no metabolismo das proteínas, hidratos de carbono e lipídios. As suas principais funções são: a produção de epinefrina, serotonina e outros neurotransmissores, a formação do ácido nicotínico da vitamina, a decomposição do glicogénio e o metabolismo dos aminoácidos. 
                                               
 
 
Além disso, a vitamina B6 faz a quebra do glicogênio, ajuda na formação da hemoglobina, anticorpos e certos hormônios. Promove o bom funcionamento do sistema nervoso e imunológico e proporciona pele, músculo e sangue saudáveis. Ajuda na degradação da homocisteína, uma substância que, em excesso na circulação sanguínea, pode causar doenças cardiovasculares. 
 
Benefícios comprovados da Vitamina B6
 
Previne e trata a anemia: A vitamina B6 ajuda na produção de hemoglobina, que é responsável por carregar ferro pelo corpo. Com a falta dessa vitamina, a pessoa possuiria glóbulos vermelhos pouco desenvolvidos, com pouca hemoglobina e teria carência principalmente de ferro, causando anemia. Uma dieta rica na vitamina é um dos fatores necessários para reverter casos de anemia extrema.                                                  
 
Aliada do cérebro: A falta da vitamina B6 pode causar Nevrite periférica e degeneração nervosa. Esta vitamina influencia na formação da bainha de mielina, que envolve as células nervosas do cérebro. Assim, uma alimentação rica em B6 se mostra aliada contra perda de memória e diminuição cognitiva relacionada com a idade, diminuindo o risco de Alzheimer.
 
Boa para a pele: A vitamina B6 metaboliza as proteínas consumidas, fazendo com que a pele se torne elástica. A falta da vitamina causa dermatite e outros problemas de pele. 
                                               
Boa para o coração: Estudos sugerem que uma ingestão deficiente de vitamina B6 aumenta os riscos de doenças cardíacas. Afinal, esta vitamina diminui os níveis de homocisteina no sangue, que está relacionado com doenças cardíacas. 
                                               
Alivia a TPM: Estudos relatam que a deficiência de vitamina B6 pode estar relacionada com os sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), a suplementação desta vitamina diminui os sintomas causados pela TPM, devido ao envolvimento da vitamina B6 na eliminação do excesso de estrogênio. 
                                               
Combate a depressão: A vitamina B6 auxilia na melhora dos sintomas da depressão. Isto porque ela é importante para a produção de serotonina, um neurotransmissor importante nos processos bioquímicos do sono e do humor. 
 
Bom para quem amamenta: As mulheres grávidas e as que amamentam precisam de uma dose adicional de vitamina B6 de 0,5 a 0,6 mg para compensar as necessidades aumentadas feitas pelo feto ou pelo bebê. A vitamina B6 auxilia no metabolismo da proteína consumida, que será usada na produção de leite pela mãe. 
                                               
Importante para a visão: A vitamina B6 é fundamental no combate às inflamações crônicas e doenças da retina. 
                                               
Alivia sintomas da menopausa: Na menopausa, a suplementação da vitamina B6 diminui os efeitos colaterais da reposição hormonal. Ela ajuda a regular os níveis de estrogênio no organismo, amenizando o desconforto causado por seu excesso ou sua falta. 
                                               
Bom para quem tem Síndrome de Down: A vitamina B6 ajuda na diminuição das perdas cognitivas causadas pela Síndrome de Down, com melhora no tempo de reação e na memória. 

Deficiência de vitamina B6 
A deficiência severa pode provocar anemia, distúrbios nervosos e diversos problemas de pele. Na gravidez, a deficiência grave pode ocasionar deterioração da capacidade mental do recém-nascido.

Além disso, a deficiência de vitamina B6 pode causar convulsões nas crianças pequenas e confusão nos adultos. Outros sintomas incluem a língua vermelha, fissuras nas laterais dos lábios e adormecimento com sensação de formigamento nas mãos e nos pés.

Interações com a vitamina B6 
Existem cerca de 40 medicamentos que interferem nas funções exercidas pela vitamina B6, sendo que os principais são: desoxipiridoxina, isoniaside, hidralazina, ciclosserina e penicilamina.
 
Combinações da vitamina B6
Para que a vitamina B6 consiga proporcionar todos os seus benefícios é importante que a dieta também conte com as outras vitaminas do complexo B.
 
Fontes de vitamina B6
A vitamina B6 é encontrada com maior frequência em alimentos de origem animal,como carnes, de porco, principalmente, leite e ovos. Entre os alimentos de origem vegetal, as principais fontes são: batata inglesa, aveia, banana, gérmen de trigo, abacate, levedo de cerveja, cereais, sementes e nozes.
 
Quantidade recomendada de vitamina B6
A recomendação diária de vitamina B6 é de 1,3mg para homens e mulheres adultos de até 50 anos. Após esta idade, o valor sobe para 1,7mg para homens adultos e 1,5mg para mulheres adultas. Crianças necessitam de 0,5 a 0,6 mg por dia.
 
Riscos do consumo em excesso de vitamina B6
A hipervitaminose de vitamina B6 pode causar danos nos nervos, nos braços e pernas. Os efeitos variam entre: dor de cabeça, insônia, náuseas, neuropatia sensorial e periférica. Apenas concentrações muito elevadas de vitamina B6 podem causar problemas, por isso, o risco de excesso é maior devido à suplementação, mas também pode ocorrer por meio da alimentação.

Fonte consultada: 
Nutricionista Rita de Cássia Leite Novais, da empresa Consultoria Alimentar.

Minha Vida

Leite materno cria flora intestinal mais benéfica e ajuda na transição para outros alimentos, afirma estudo americano

Hora do almoço. Bebês alimentados com leite materno
 seriam menos propensos a diabetes, obesidade e síndrome
 metabólica
Pesquisa diz ainda que alimento pode ter efeitos no bem-estar da criança a longo prazo
 
Rio - Logo após o nascimento, começa uma bela relação entre o bebê e os bilhões de micróbios que em breve irão colonizar o seu trato gastrointestinal. Em estudo publicado recentemente na revista “Frontiers in Microbiology Cellular and Infection”, pesquisadores da Escola de Medicina e da Faculdade de Artes e Ciências da Carolina do Norte descobriram que a dieta de um bebê durante os primeiros meses de vida tem profunda influência sobre a composição, a diversidade e a estabilidade do microbioma intestinal. Esses fatores, por sua vez, atuam na capacidade do organismo infantil de efetuar a transição do leite para alimentos sólidos, e pode ter efeitos na saúde a longo prazo.
 
- Já o processo entre bebês que se alimentam também com fórmula pode ser mais dramático. Achamos que os microbiomas de bebês que não são exclusivamente amamentados podem contribuir para mais dores de estômago e cólicas - diz a coautora do estudo e professora assistente no departamento de biologia celular e fisiologia da UNC, Andrea Azcarate-Peril.
 
A descoberta aumenta a percepção crescente de que o microbioma intestinal desempenha um papel importante para nos ajudar a digerir alimentos e combater patógenos, entre outras funções.
 
- Este estudo fornece ainda mais suporte para as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e outros órgãos para que as mães amamentem exclusivamente durante os primeiros seis meses de vida do bebê - afirma Amanda Thompson, professora associada do Departamento de Antropologia e autora principal do estudo. - Podemos ver a partir dos dados que a inclusão da fórmula na dieta de uma criança muda as bactérias do intestino, mesmo se você também estiver amamentando.
 
De acordo com a ginecologista e obstetra Wanessa Rezende, o leite materno tem enzimas que já são conhecidas da criança desde que ela está na barriga da mãe. Assim, quase todos os nutrientes do alimento são aproveitados pelo neném.
 
- Diferente do leite animal, o materno é constituído por mais globulinas, que são proteínas de digestão mais fácil, do que caseínas (proteínas de difícil digestão). Assim, o leite materno vai fermentar menos, e a flora intestinal ficará mais preservada - explica. - Isso pode favorecer a introdução de outros alimentos.
 
Enzimas auxiliam digestão 
No estudo, a equipe de pesquisadores coletou amostras de fezes e informações sobre as dietas e saúde de bebês desde duas semanas de vida até 14 meses. Aplicando técnicas de sequenciamento de genomas em amostras de fezes, os cientistas deduziram os tipos e as funções das bactérias no microbioma do intestino dos bebês.
 
O que surpreendeu Thompson e Azcarate-Peril foram as diferenças genéticas drásticas em amostras de fezes colhidas depois que os bebês começaram a comer alimentos sólidos. Os pesquisadores descobriram diferentes quantidades de cerca de 20 enzimas bacterianas em bebês exclusivamente alimentados com leite materno, contra 230 enzimas em bebês alimentados com fórmula e leite materno. Os microbiomas de bebês alimentados exclusivamente com leite materno tendiam a ser menos diversificados e foram dominados pela Bifidobacterium, um tipo de bactéria considerada benéfica para a digestão. Já aqueles alimentados com uma mistura de leite materno e fórmula tinham uma proporção menor do gênero.
 
O estudo sugere, ainda, que a composição do microbioma pode afetar a capacidade de um bebê para digerir os alimentos no curto prazo e influenciar a saúde a longo prazo.
 
- Os bebês que forem amamentados poderão ter menos riscos de síndrome metabólica, diabetes, obesidade e doença celíaca, causada pela intolerância ao glúten - diz Wanessa.
 
O Globo

Ministro da Saúde e Carlinhos Brown se juntam na luta contra a Aids

Nesta sexta-feira (06), o ministro da Saúde Arthur Chioro apresenta em Salvador (BA) a campanha de prevenção a Aids para o Carnaval
 
 
Conhecido por ser um dos maiores carnavais do Brasil, o estado da Bahia deve receber 707 mil turistas durante a folia, segundo dados do Ministério do Turismo.
 
No evento, Chioro se junta ao músico Carlinhos Brown e anuncia resultados do uso do teste oral para diagnóstico do vírus HIV e dados regionais sobre o uso de preservativos pela população brasileira, com base na última Pesquisa de Conhecimentos, Atitudes e Práticas na População Brasileira. 
 
O evento é o pontapé inicial da campanha que reforça prevenção às DST e aids, o uso de camisinha e a testagem para o vírus.
 
Fonte: Blog da Saúde

Saiba por que o Ministério da Saúde quer reduzir as cesarianas desnecessárias no Brasil

Em 2013, a economista Sâmia Lacerda engravidou pela primeira vez. Assim que descobriu a gravidez, ela já teve certeza que deixaria o bebê chegar ao mundo de forma natural
 
"Quando eu engravidei do meu primeiro filho em 2013, eu já tinha isso na cabeça. Parto normal ou parto natural. Eu não tive dúvidas, quando a bolsa rompeu e as contrações começaram a apertar eu fui para a casa de parto, fui muito bem recebida. Foi uma experiência incrível, tanto que assim que eu terminei de parir eu adorei parir, quero parir outro, tanto que não demorou um ano e cinco meses que eu tive meu segundo filho. Essa experiência que no caso eu tive pela segunda vez, eu acho que é isso. É questão do respeito. Tanto do corpo da mulher e do bebê, quanto das práticas médicas mesmo, entende. As mulheres sabem parir e os bebês sabem nascer. Abri mão do plano duas vezes para parir pelo SUS e não me arrependo. Acho que vale a pena experimentar isso."
 
De acordo com o Ministério da Saúde, a decisão da Sâmia não poderia ter sido melhor. Afinal, o parto natural oferece a mulher a oportunidade de ter uma recuperação rápida, livre de infecções, hemorragias, além de aumentar o vínculo entre a mãe e o bebê. Para a coordenadora de Saúde da Mulher, do Ministério da Saúde, Esther Vilela, o melhor parto é aquele com o menor número de intervenções.
 
"Todo parto normal deveria ser o mais natural possível. Sem intervenções, sem medicamentos. São feitos alguns procedimentos que tornam o parto mais sofrido, mais doloroso. Mas o parto não precisa ser assim. Por isso, nós falamos do parto natural. O parto natural é o parto que respeita o corpo da mulher com acolhimento, com privacidade, com respeito às mulheres, tornando o momento do parto significativo para as mulheres, reduzindo essas intervenções desnecessárias."
 
A coordenadora de Saúde da Mulher, Esther Vilela, lembra ainda que o Ministério da Saúde incentiva a redução das cesarianas desnecessárias no Brasil.
 
"A Organização Mundial da Saúde diz que somente 15% das mulheres é que precisariam de cesariana, ou seja, de 100 mulheres, só 15 vão precisar de cesariana. A mulher deve sempre encarar que ela tem competência para o parto normal. Então, o Ministério da Saúde está induzindo a todas as maternidades, as equipes e os profissionais a adotarem as boas práticas
 

Novo teste rápido de HIV/Sífilis obtém registro da Anvisa

Reprodução
O Instituto de Tecnologia e Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) recebeu o registro da Anvisa para fornecer um novo teste de reativo para diagnóstico: o DPP® HIV/Sífilis combo
 
Assim como os demais testes rápidos da carteira do Instituto, esse também traz resultados precisos em até 20 minutos.
 
Com uma única gota de sangue, soro ou plasma, o usuário fica sabendo se está contaminado por alguma das duas doenças. Como o teste é de triagem, em casos positivos, o paciente é encaminhado para realizar o exame confirmatório.
 
A identificação precoce do problema e a busca imediata pelo tratamento são atitudes que aumentam a qualidade de vida da pessoa. Em 2014, Bio-Manguinhos entregou ao Ministério da Saúde 5,84 milhões de reações de reativos.
 
A demanda para este ano é de 10,5 milhões de reações.
 

Doenças da infância: Coqueluche

Crédito: JPC-PROD
Crédito: JPC-PROD
A coqueluche é uma doença infecciosa aguda, transmissível, de distribuição universal, que compromete especificamente o aparelho respiratório (traqueia e brônquios) e se caracteriza pela tosse seca
 
Transmitida pela bactéria Bordetella pertussis, pode ocorrer com o contato direto entre a pessoa doente e a pessoa suscetível, por meio de gotículas de secreção da orofaringe eliminadas durante a fala, a tosse e o espirro. Suas principais complicações são a pneumonia, otite média, ativação de tuberculose latente, enfisema pneumotórax, entre outras.
 
A doença inicia com manifestações respiratórias e sintomas leves (febre pouco intensa, mal-estar geral, coriza e tosse seca), seguidos por gradual de surtos de tosse, cada vez mais intensos e frequentes, até que passam a ocorrer às crises de tosses paroxísticas (tosse súbita incontrolável, com tossidas rápidas e curtas em uma única expiração), seguidas de vômito.
 
A coqueluche possui elevada incidência e mortalidade, especialmente nos menores de seis meses de idade. Também há registro de casos da doença em adolescentes e adultos, considerados fontes de transmissão mais frequente para esse grupo etário, principalmente os menores de um ano. Entre 2011 e 2013, o Ministério da Saúde registrou 4.921 casos de coqueluche em menores de três meses no Brasil, o que corresponde a 35% dos casos. Essa faixa-etária é ainda mais afetada na mortalidade, com 81% dos óbitos registrados nesse período.
 
A vacinação é o principal meio de prevenção e faz parte do esquema vacinal da infância e é distribuída gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde. Recentemente, grávidas também passaram a receber uma dose da vacina para proteger seus recém-nascidos, que iniciam o esquema de vacinação da coqueluche, a partir dos dois meses. 
 
Fonte: Gabriela Rocha / Agência Saúde

American Hospital Association: 8 dicas para a gestão da água em tempos escassos

Reprodução
Agora é uma boa hora para começar a implementar ações de redução de água e entender como se faz a gestão hídrica de uma instituição de saúde

Por Rodrigo Henriques

Neste novo cenário de escassez de água, o que as organizações de saúde tem feito para a gestão dos recursos naturais?
 
Embora este não seja um assunto novo no campo da Sustentabilidade na Saúde, a gestão da água muitas vezes era, e ainda é, subestimada por algumas organizações de saúde. Para um setor onde qualquer redução de custos pode fazer a diferença, a gestão dos recursos hídricos , não só se faz necessária, como pode ser uma oportunidade , de reforçar os valores da organização frente a sustentabilidade.
 
Por essa razão, o artigo deste mês traz como exemplo uma iniciativa da AHA (American Hospital Association), que desde 2010 reforça a importância da gestão da água para todos os seus associados, a partir da aplicação de oito componentes essenciais:
 
1. Mensurar - O estabelecimento de uma base de dados é o primeiro passo no acompanhamento do progresso. Uma vez que uma linha de base foi estabelecida, a organização de saúde pode continuar a medir o consumo em uma base contínua e quantificar a redução.
 
2. Definir o perfil de Consumo - Um perfil de uso de água vai ajudar a esclarecer como a água é usada nas organizações de saúde (por exemplo: sanitários, processo médico, lavanderia, etc.). A medição setorizada também ajuda a identificar oportunidades de redução, assim como, a estabelecer as melhores oportunidades de melhoria nas instalações prediais.
 
3. Obter o apoio da liderança – A criação de uma estrutura ou equipe verde com representantes de departamentos que compartilham a responsabilidade pelo planejamento do uso da água, uso e gestão. A subcomissão (por exemplo, o Conselho de Conservação da Água) pode fornecer conhecimentos e esforços de redução de água.
 
4. Definir metas / objetivos - É importante definir objetivos de curto e longo prazo para a redução de uso de água e integrá-los em um plano de gestão. 5. Desenvolver ação estratégica e planos de melhoria – É importante que a organização de saúde realize periodicamente uma auto avaliação do seu sistema de gestão de água, para que esteja alinhada com os objetivos estabelecidos. Também é importante identificar as melhores práticas do mercado para o seu contexto de atuação.
 
6. Implementar - Executar as medidas de melhoria identificadas
 
7. Monitorar, Medir e Comunicar - É importante começar a acompanhar os seus esforços de redução de água por várias razões: (1) para verificar se eles estão cumprindo o objetivo pretendido; (2) para controlar redução de custos operacionais;, (3) para monitorar o impacto ambiental e social na comunidade onde a organização de saúde opera e (4) para informar a todas as suas partes interessadas (Stakeholders) sobre o desempenho da organização frente a gestão da água.
 
8. Capacitação e Engajamento - Os usuários devem ser informados e treinados através de aprendizagem específica, (materiais educativos, que inclui cartazes, o compartilhamento de informações nos boletins de notícias.
 
Reconhecendo os esforços individuais e coletivos por meio de premiações ou outros programas de reconhecimento também oferece oportunidades para comemorar e comunicar o valioso trabalho que está sendo realizado.
 
Fonte: AHA (American Hospital Association) - http://www.sustainabilityroadmap.org/

Prefeitura de Salto de Pirapora - SP anuncia processo seletivo

Foi divulgado, por meio da empresa Consesp, o edital n° 001/2015 para realização de processo seletivo na Prefeitura de Salto de Pirapora, no estado de São Paulo. Foram ofertas seis vagas para contratação e outras para formação de cadastro reserva, visando preencher diversos cargos. As oportunidades contemplam profissionais dos mais variados graus de formação. As remunerações variam, de acordo com o nível de escolaridade, de R$ 1.014,00 e R$ 13.601,41.
 
As vagas imediatas soram distribuídas da seguinte forma: 2 vagas para Agente Comunitário de Saúde, 3 para Técnico de Enfermagem e uma para Médico do PSF.

As inscrições serão feitas exclusivamente via internet, no site www.consesp.com.br, até o dia 22 de fevereiro de 2015. A taxa de inscrição varia entre R$ 25,00 e R$ 45,00.

As provas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 15 de março de 2015, às 9h, em locais a serem divulgados no dia 12 de março. O gabarito preliminar será disponibilizado no dia 16 de março.

A validade do processo seletivo será de 02 anos, contados da homologação final dos resultados.

Prefeitura de Cachoeira da Prata - MG abre processo seletivo

A Prefeitura de Cachoeira da Prata, no estado de Minas Gerais, publicou o edital n° 01/2015 de processo seletivo, com a finalidade de preencher 17 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior, por salários de até R$ 10.089,47, em carga horária de 30 e 40 horas semanais.

O certame será executado por meio da empresa Exame Auditores & Consultores Ltda. As chances são para as funções de agente comunitário de saúde, agente de combate a endemias, assistente social, cirurgião dentista, enfermeiro, médico, psicólogo, técnico em enfermagem e técnico em saúde bucal.

As inscrições deverão ser realizadas via internet, através do endereço eletrônico www.exameconsultores.com.br, das 9h do dia 13 de fevereiro às 23h59 do dia 02 de março de 2015. As taxas variam de R$ 54,00, R$ 58,00 e R$ 200,00, de acordo com a função escolhia.
 
Aos candidatos com dificuldade de acesso à internet será disponibilizado Atendimento Presencial na Sede da Prefeitura de Cachoeira da Prata, exceto aos sábados, domingos e feriados, no horário de 8h às 12h e 13h às 17h.

As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 15 de março de 2015, no Quadro de avisos da Prefeitura Municipal de Cachoeira da Prata e no endereço eletrônico da empresa organizadora - www.exameconsultores.com.br. O gabarito provisório sairá na data provável de 15 de março de 2015.

O prazo de validade do processo seletivo é de 02 anos, contados da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por uma única vez, por igual período, mediante ato assinado pelo prefeito.

Concurso Prefeitura de Barracão - RS

A Prefeitura de Barracão, no estado do Rio Grande do Sul, através da empresa Objetiva Concursos Ltda., divulgou o edital de concurso público nº 03/2015. O objetivo é a contratação de 12 profissionais de níveis fundamental, médio/magistério e superior. O salário previsto pode chegar até R$ 11.295,41, em carga horária que vai de 20 a 44 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de agente comunitário de saúde, farmacêutico, médico, médico ESF, monitor escolar, operador de máquinas, professor de educação infantil, professor de séries ou anos iniciais do ensino fundamental, nas seguintes disciplinas: artes, educação física e inglês.
 
As inscrições serão aceitas até o dia 19 de fevereiro de 2015, pelo site www.objetivas.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição vai de R$ 33,45 até R$ 136,80.
 
Os candidatos serão submetidos a provas objetiva, prática e de títulos, de acordo com o cargo pretendido.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 22 de março de 2015, em local e horário a serem divulgados no edital de homologação das inscrições.
 
O concurso terá validade por 02 anos, a partir da data de homologação dos resultados, podendo ser prorrogável por mais 02 anos, a critério da Administração Municipal.

Processo seletivo Prefeitura de Vila Nova do Piauí - PI

A Prefeitura de Vila Nova do Piauí lançou o edital nº 01/2015 de processo seletivo destinado ao cadastro de reserva e à contratação de dez profissionais de todos os níveis de escolaridade para ocupar diferentes cargos da administração pública municipal. As remunerações dos contratados variam de R$ 400,00 a R$ 1.500,00, em cumprimento a jornadas de 10 a 40 horas semanais, conforme função desempenhada.
 
Estão disponíveis vagas aos cargos de alfabetizador, monitor (jornal escolar, literatura de cordel, teatro, meio ambiente, leitura, dança e reforço escolar), psicóloga, assistente social, cadastrador, instrutor (karatê, esporte e capoeira), fisioterapeuta, nutricionista, psicopedagogo, técnico em prótese dentária, professor, técnico agropecuário e auxiliar de turma. 
 
As inscrições serão realizadas até sexta-feira, dia 6 de fevereiro de 2015, na sede da Prefeitura, situada na Avenida Santo Antônio, nº 210, das 8h às 17h, mediante taxa de R$ 20,00.
 
A seleção será feita através de análise curricular e entrevista. A documentação deverá ser entregue no ato de inscrição e a entrevista será realizada provavelmente nos dias 19 e 20 de fevereiro de 2015, na sede da Prefeitura.
 
Estima-se que o resultado da análise seja afixado no prédio da prefeitura no dia 18 de fevereiro de 2015 e que o resultado geral saia no dia 23 do mesmo mês.
 
A validade do processo seletivo será de um ano, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.
 
O edital foi publicado no site do Diário Oficial dos Municípios, no dia 4 de fevereiro de 2015. Acesse o link para consultá-lo: http://www.diarioficialdosmunicipios.org/intranet/_lib/file/doc/pdfs/2776%20/DM_2776_602_Vila_Nova_do_Pi_Edital_001-15_pag_410-412.pdf.

Prefeitura de Cruzília - MG realiza processo seletivo

A Prefeitura de Cruzília, no estado de Minas Gerais, através da empresa Tendência Assessoria e Consultoria, tornou público o edital de processo seletivo nº 01/2014. O objetivo é a contratação de 66 profissionais de níveis médio/técnico e superior. O salário previsto vai de R$ 788,00 a R$ 4.599,32, em jornadas de 40 horas semanais.
 
As oportunidades são para os cargos de auxiliar de consultório dentário, técnico em enfermagem, psicólogo, enfermeiro, fisioterapeuta, cirurgião dentista, nutricionista  e agente comunitário de saúde.
 
As inscrições podem ser feitas a partir do dia 02 de março até o dia 31 de março de 2015, na sede da Prefeitura de Cruzília, situada à Rua Coronel Cornélio Maciel, nº 135 – Centro, das 8h às 11h e das 12h30 às 16h30, ou pelo site www.tendenciaconcursos.com.br.
 
O valor da taxa de inscrição vai de R$ 39,00 até R$ 200,00.
 
A prova objetiva está prevista para ser aplicada no dia 26 de abril de 2015, em local e horário a serem divulgados na sede da Prefeitura de Cruzília e no site www.tendenciaconcursos.com.br.
 
O gabarito oficial provavelmente será divulgado a partir das 15h do dia seguinte ao de aplicação da prova objetiva, na sede da Prefeitura de Cruzília e no site www.tendenciaconcursos.com.br.
 
O prazo de validade do processo seletivo é de 01 ano, podendo ser prorrogado por igual período a critério da administração Municipal.

Prefeitura de Alto Paraguai - MT lança edital de seleção

A Prefeitura de Alto Paraguai, no estado de Mato Grosso, lançou o edital de seleção nº 01/2015 para provimento de pessoal em cargos de Professor, Técnico Administrativo Educacional, Apoio Administrativo Educacional I e Apoio Administrativo Educacional II para suprir a existência de vagas e/ou substituição.
 
As inscrições serão realizadas nos dias 5 e 6 de fevereiro de 2015, sendo na quinta-feira das 13h às 17h e na sexta-feira das 7h às 11h e das 13h às 16h, nas escolas da Rede Municipal de Ensino e na SMEC.
 
O candidato será avaliado por meio de análise dos documentos, devendo os mesmos serem entregues no ato da inscrição.
 
O resultado classificatório das inscrições será disponibilizado no mural da unidade escolar a partir das 17h do dia 6 de fevereiro de 2015, sob pena de notificação da não publicação da lista de classificação.
 
O edital foi divulgado no Jornal Oficial Eletrônico dos Municípios do Estado de Mato Grosso do dia 05 de fevereiro de 2015.

Concurso Prefeitura de São Felipe - BA

A Prefeitura de São Felipe, no estado da Bahia, retifica o edital de concurso público nº 001/2015. O cargo de farmacêutico foi acrescentado e as inscrições prorrogadas até o dia 10 de fevereiro de 2015.
 
******
 
A Prefeitura de São Felipe, no estado da Bahia, divulgou o edital de concurso público nº 01/2014, visando suprir 109 vagas de níveis fundamental, médio e superior. O salário previsto pode chegar até R$ 5.000,00, em carga horária que vai de 20 a 40 horas semanais.
 
As chances são para os cargos de assistente social, contador, controlador interno, engenheiro civil, procurador jurídico, médicos, educador físico, enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, professores, agente comunitário de saúde, agente de vigilância sanitária, auxiliar administrativo, gari, operador de maquinas, motorista, entre outros.
 
As inscrições foram prorrogadas até o dia 10 de fevereiro de 2015, e podem ser feitas no site www.consultorialideranca.com.br, e de forma presencial, no Infocentro Antônio de Andrade Lima, instalado na Rua Major Prazeres, s/nº, Centro, São Felipe-Ba, das 9h às 12h e das 13h às 17h.
 
A taxa de inscrição para cargos de nível fundamental é de R$ 40,00, nível médio R$ 50,00 e nível superior R$ 70,00.
 
Os inscritos serão submetidos a provas objetiva e de títulos, de acordo com o cargo pretendido. O local, a data e o horário de aplicação das mesmas serão divulgados oportunamente.
 
O prazo de validade do concurso, que está sendo executado pela empresa Liderança Consultoria, para efeito de nomeação, será de dois anos, contados da data de sua homologação, prorrogável uma vez, por igual período.

Prefeitura de Mineiros - GO abre mais de mil vagas em concurso

Por meio da Fundação Vale do Piauí, a Prefeitura de Mineiros, em Goiás, divulgou o edital nº 001/2015 de concurso público. O intuito é preencher mais de mil vagas em diversos cargos. Há oportunidades para profissionais de todos os níveis de escolaridade.
 
São 452 vagas imediatas e 561 de cadastros de reserva nas funções de administrador, advogado, agente administrativo, agente municipal de trânsito, analista de recursos humanos, analista de sistema, apontador, assistente social, auxiliar (cuidador, farmácia, saúde bucal e secretaria), auxiliar de produção (borracheiro, carpinteiro, eletricista, mecânico, pedreiro e pintor) auxiliar de serviços (mecânico, pedreiro, pintor, praças e jardins, saúde, encanador, copa e limpeza), biomédico/farmacêutico/bioquímico, cirurgião dentista, contador, cuidador, educador físico, enfermeiro, engenheiro (ambiental, civil, eletricista e florestal), farmacêutico, fiscal (arrecadação, obras e posturas, tributos e PROCON), fisioterapeuta, médico em diversas especialidades, merendeira, monitor (creche e programa), motorista (D e E), nutricionista, operador de máquinas, porteiro servente, pedagogo, professor de educação física, psicólogo, recepcionista, técnico (enfermagem, laboratório, prótese dentária, radiologia, saúde bucal e segurança do trabalho) e vigia. Aos aprovados será paga remuneração de R$ 760,27 a R$ 8.504,00, por jornadas de 20 a 40 horas semanais.
 
As inscrições serão realizadas do dia 9 de março ao dia 10 de abril de 2015, via endereço eletrônico www.funvapi.com.br, com recolhimento de taxa de R$ 25,00 a R$ 40,00 conforme cargo pleiteado.
 
O concurso será composto por provas objetiva, prática e avaliação de títulos. De acordo com o cronograma do edital, a prova objetiva será aplicada no dia 26 de abril, a prova prática no dia 9 de maio e o envio dos títulos será de 26 a 28 de maio. Ainda segundo o cronograma, o local da prova será informado no dia 17 de abril, o gabarito será disponibilizado no dia 28 do mesmo mês e a divulgação do resultado final será no dia 22 de junho. Lembrando que todas as etapas descritas acima serão realizadas em 2015 e que as datas podem sofrer alterações, portanto é importante estar atualizado quanto à realização do certame.
 
A validade do concurso público será de dois anos, a contar da data de homologação e publicação do resultado, com chance de prorrogação por igual período.

Concurso Prefeitura de Conselheiro Lafaiete - MG

A Prefeitura de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, através da Fundação de Apoio à Universidade Federal de São João del-Rei – FAUF, publicou o edital de concurso público nº 004/2015. O concurso tem a intenção de prover 453 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade e oferece salário de até R$ 4.200,00.
 
Serão reservadas 5% das vagas providas em cada cargo para candidatos com deficiência.
 
Cargos: Auxiliar de Obras e Serviços Gerais, Contínuo, Coveiro, Cozinheiro, Mecânico, Oficial de Obras e Serviços – Pedreiro, Operador de Máquinas Pesadas, Vigia, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Serviço Educacional, Cantineira, Cuidador, Monitor de Artes I, Motorista, Orientador Social, Agente Administrativo, Analista de Gestão de Patrimônio, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Secretaria, Auxiliar Escolar, Instrutor de Oficina, Monitor de Artes II, Secretária Escolar, Técnico em Enfermagem, Técnico em Enfermagem – ESF, Técnico em Laboratório, Técnico em Nutrição, Técnico em Saúde Bucal, Analista Educacional, Assistente Social, Educador Físico, Enfermeiro ESF, Farmacêutico/Bioquímico, Fisioterapeuta, Médico Infectologista, Médico Cardiologista, Médico ESF, Médico Ortopedista, Médico Regulador, Médico Plantonista Clínico – Urgência, Médico Psiquiatra, Nutricionista, Nutricionista I, Odontólogo ESF, PEB II – Ciências, PEB II – Educação Artística, PEB II – Educação Física, PEB II – Geografia, PEB II – História, PEB II – Inglês, PEB II – Matemática, PEB II – Português, PEB II – Química, PEB II – Redação, PEB II – Religião, Pedagogo I, Psicólogo I e Terapeuta Ocupacional.
 
As inscrições serão realizadas do dia 6 de abril a 5 de maio de 2015, no horário das 13h às 17h, em dias úteis, na Secretaria Municipal de Educação, situada na Praça Barão de Queluz, nº 11, Centro, Conselheiro Lafaiete – MG ou pela internet no site www.ufsj.edu.br/fauf/concursolafaiete2015.php.
 
A taxa de inscrição é de:
Nível fundamental: R$ 25, 30, 35, 40 e 50;
Nível médio: R$ 30, 40, 50 e 60;
Nível superior: R$ 45, 70, 80, 90 e 120.
 
O concurso consistirá de prova objetiva e títulos.
 
As provas objetivas ocorrerão provavelmente no dia 14 de junho de 2015, no horário de 09h às 12h e/ou de 15h às 18h, em local a ser informado no comprovante definitivo de inscrição. O gabarito das provas objetivas será divulgado no mesmo dia de sua aplicação, a partir das 21h, no site www.ufsj.edu.br/fauf/concursolafaiete2015.php.
 
Os documentos para a prova de títulos deverão ser enviados, entre os dias 13 a 15 de julho de 2015, pelos Correios, por meio do serviço de SEDEX (com custos por conta do candidato), para o seguinte endereço: Caixa Postal 71 – CEP 36307-970 – São João del-Rei – MG, ou entregue diretamente nos horários e locais das inscrições presenciais.
 
O prazo de validade do concurso público será de dois anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.
 
O edital encontra-se disponível no site www.ufsj.edu.br/fauf/concursolafaiete2015.php.

Processo seletivo Prefeitura de Florestal - MG

A Prefeitura de Florestal, estado de Minas Gerais, publicou o edital n°01/2015 de processo seletivo de provas objetivas teóricas para provimento temporário de 18 vagas nos cargos de Agente Comunitário de Saúde e Agente de Combate a Endemias da Secretaria Municipal de Saúde. O certame será executado pela empresa Integral Soluções em Administração Pública Ltda. ME. As ofertas são para candidatos que tenham concluído ao menos o nível fundamental de ensino. O contratado fará jus a um salário de até R$ 846,34 e atuará por 40 horas semanais.

As inscrições serão realizadas no período de 06 a 12 de fevereiro de 2015, no endereço eletrônico www.integralsolucoes.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 50,00.
 
Aos candidatos com dificuldade de acesso à internet haverá um posto de inscrições à disposição. O mesmo funcionará na Secretaria Municipal de Saúde, localizada à Rua Ezequiel Braga, nº 368 – Centro - Florestal /MG, no horário das 08h às 11h e das 12h às 17h, exceto sábados, domingos e feriados.
 
As provas escritas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 01 de março de 2015, na cidade de Florestal, no local e horário a serem confirmados no dia 23 de fevereiro de 2015, mediante publicação no quadro de avisos da Prefeitura e no site www.integralsolucoes.com.br.
 
Os gabaritos oficiais das provas objetivas serão publicados no quadro de avisos da Prefeitura Municipal e no site www.integralsolucoes.com.br, no dia seguinte ao da aplicação das provas escritas, às 15h.

O processo seletivo terá prazo de validade de 2 anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura Municipal.

Concurso Prefeitura de Peri Mirim - MA

Foi divulgado o edital n° 001/2015 de concurso público da Prefeitura de Peri Mirim, no estado do Maranhão. O concurso pretende preencher 136 vagas imediatas, além de formar cadastro reserva, em vários cargos de níveis fundamental, médio e superior no quadro de servidores da administração municipal, para lotação em diversas secretarias. Do total de vagas abertas, cerca de 5% serão destinadas aos portadores de deficiência.

O concurso público será realizado sob a responsabilidade do Instituto Graça Aranha. Os salários variam de acordo com o cargo e jornada de trabalho, entre R$ 788,06 e R$ 2.000,00.

As vagas são para os empregos de Bioquímico, Terapeuta Ocupacional, Auxiliar de Dentista, Auxiliar de Laboratório, Técnico de Enfermagem, Educador Social, Professor de Ensino Infantil, Professor de 1º ao 5º Ano, Professor de Português, Professor de Matemática, Professor de História, Professor de Ciências, Professor de Geografia, Agente Administrativo, Digitador, Guarda Municipal, Motorista, Vigia, Zelador, Engenheiro Agrônomo e Operador de Máquinas Pesadas.

As inscrições devem ser realizadas até o dia 13 de fevereiro de 2015, na Banca Local, no Farol da Educação, no Bairro Campo de Pouso, Peri Mirim-MA. A taxa de inscrição varia entre R$ 22,50 e R$ 62,50.

O concurso constará de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório para todos os inscritos, mais prova de títulos para Professor e prova de aptidão física e psicotécnica para candidatos ao cargo de Guarda Municipal. As provas objetivas serão realizadas provavelmente  no dia 22 de março de 2015, em locais que serão informados no dia 16 de março de 2015.

A divulgação preliminar dos gabaritos está prevista para o dia 23 de março, pelo site www.igracaaranha.com.br.
 
O concurso público terá validade por dois anos, a contar da publicação da homologação, prorrogáveis por igual período, a critério da Prefeitura de Peri Mirim.

Japoneses criam app que detecta epilepsia

EFE/Kimimasa Mayama
EFE/Kimimasa Mayama
Pesquisadores japoneses desenvolveram um sistema para smartphones que avisa aos epilépticos pelo menos 30 segundos antes de sofrer um ataque, um tempo que ajuda aos pacientes a evitar maiores ferimentos por quedas e outros acidentes
 
Pesquisadores japoneses desenvolveram um sistema para smartphones que avisa aos epilépticos pelo menos 30 segundos antes de sofrer um ataque, um tempo que ajuda aos pacientes a evitar maiores ferimentos por quedas e outros acidentes.
 
Uma equipe da Universidade de Kioto (centro), desenvolvedores do sistema, está trabalhando com a Universidade de Kumamoto (sudoeste) e a Universidade de Medicina e Odontologia de Tóquio para que o dispositivo comece a se comercializar em 2020, informou hoje o diário Nikkei.
 
O sistema utiliza um pequeno sensor colocado perto da clavícula ou no coração para medir as mudanças nas batidas.
 
Justo antes de um ataque epilético, a atividade das células nervosas que afetam aos nervos autônomos que controlam o coração muda.
 
O sistema detecta estas mudanças através do sensor e envia os sinais de forma sem fio ao telefone inteligente, que utiliza uma aplicação especial para analisá-las.
 
Para determinar se as batidas do paciente são anormais, o sistema cria previamente um perfil padrão tomando medições em condições normais.
 
Quando as batidas do coração se desviam desses níveis, o sistema alerta ao usuário emitindo um som ou vibração.
 
Nas provas realizadas a pacientes na Universidade de Medicina e Odontologia de Tóquio, a equipe detectou os batidas anormais entre 30 segundos e vários minutos antes do ataque em cinco de cada seis casos, tempo suficiente para que possam reagir.
 
Até agora, o sistema só se provou em pacientes em estado de repouso, mas a equipe espera aumentar a precisão do sistema para que possa detectar ataques iminentes quando os pacientes estejam caminhando ou realizando outros movimentos.
 
Segundo seus desenvolvedores, o preço do sistema, excluindo o dispositivo, é inferior a 10.000 ienes (aproximadamente 200 reais).
 
Os ataques epilépticos são causados por um excesso de descargas elétricas repentinas em um grupo de células cerebrais, que causam desde inconsciência momentânea e contrações musculares involuntárias, a convulsões intensas e prolongadas.
 
A epilepsia é uma doença que afeta todas as idades, e é uma patologia que padece cerca de 50 milhões de pessoas no mundo todo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

EFE Saúde

Saiba se você está dormindo o tempo necessário para sua idade

Especialistas americanos criaram nova tabela com recomendações de duração do sono
 
Uma equipe com médicos americanos especializados em diversas áreas criou recomendações sobre a duração do sono específica para cada faixa etária. Os profissionais fazem parte da National Sleep Foundation
 
A organização selecionou médicos especialistas em sono, anatomia e fisiologia — além de pediatras, neurologistas, ginecologistas e geriatras — para chegar a um consenso sobre a quantidade ideal de sono para cada idade. Foram criados nove grupos: recém-nascidos (de zero a três meses), bebês (de quatro a 11 meses), crianças (entre um e dois anos), pré-escolares (entre três e cinco anos), crianças em idade escolar (entre seis e 13 anos), adolescentes (de 14 a 17 anos), jovens (de 18 a 25 anos), adultos (de 26 a 64 anos) e idosos (a partir de 65 anos).
 
— Esta é a primeira vez que uma organização profissional desenvolveu durações de sono recomendadas específicas por idade com base em uma avaliação rigorosa, sistemática da literatura científica mundial — disse Charles A. Czeisler, presidente do conselho da National Sleep Foundation.
 
Confira as recomendações:
 
Legenda:

Azul escuro: horas de sono ideais

Azul claro: horas de sono consideradas aceitáveis

Amarelo: horas de sono não recomendadas
 
 
Zero Hora

Entenda os efeitos dos anabolizantes detectados no exame antidoping de Anderson Silva

As substâncias apontadas no teste do lutador brasileiro são drostanolona e androsterona, esteroides anabólicos que imitam o efeito da testosterona

Os anabolizantes drostanolona e androsterona, flagrados no exame antidoping do lutador Anderson Silva, são substâncias permitidas para uso clínico específico, mas banidas no esporte. Trata-se de esteroides anabólicos que imitam o efeito da testosterona, hormônio produzido normalmente pelo organismo, e são usados para potencializar o ganho de massa muscular.

As drogas podem ser prescritas em baixas doses para pacientes que precisam ganhar massa magra, como idosos e anoréxicos. Nesses casos, não oferecem riscos à saúde dos usuários. No entanto, quando elas são usadas por atletas com o objetivo de aumentar a força e o desempenho no esporte, a dosagem é até trinta vezes maior do que a prescrita para pacientes. É aí que mora o perigo. Em alta quantidade, a drostanolona e a androsterona podem causar diversos problemas, incluindo câncer no fígado e morte súbita por parada cardíaca.

Especialistas ouvidos pelo site de VEJA explicaram o funcionamento e os perigos dessas substâncias.
 
De acordo com Samir Daher, a drostanolona e a androsterona podem ficar mais de um mês no organismo. Para que façam efeito nos esportistas, não basta tomá-las apenas uma vez. Em alguns casos, diuréticos são usados para tentar eliminar a substância, mas o chamado “efeito máscara” também pode ser pego pelo exame de doping. “A política de combate ao doping é grande e a cada ano a lista de substâncias proibidas é modificada. O avanço da tecnologia acontece nos dois lados, tanto para o usuário quanto para a detecção”, afirma.
 
O uso dos anabolizantes, em conjunto com um consumo elevado de proteínas e a prática de exercícios físicos, aumenta a massa muscular e a força do indivíduo, melhorando o desempenho no esporte. “Se uma pessoa consome muito mais proteína do que precisa, o excesso é eliminado. Mas se ela usa anabolizantes, a proteína excessiva não é totalmente eliminada e vai para as fibras musculares”, explica Samir Daher, especialista em medicina do esporte e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE).
 
Como são metabolizadas pelo fígado, podem causar sobrecarga hepática e, no caso de uso prolongado, câncer neste órgão. Nos homens, os anabolizantes inibem a produção natural de testosterona, levando à diminuição da quantidade de espermatozoides e à atrofia testicular. Nas mulheres, provocam um quadro de masculinização, com diminuição da mama, engrossamento da voz e aparecimento de pelos. “Podem surgir ainda efeitos metabólicos, como aumento do colesterol ruim e diminuição do bom, além de retenção de água, inchaço e elevação da pressão arterial”, afirma Paulo Zogaib. A curto prazo, o uso provoca maior irritabilidade, agressividade e erupções na pele. “Existem relatos de morte súbita por parada cardíaca, em casos extremos”, diz Samir Daher.
 
Elas são permitidas em dosagens pequenas e casos clínicos nos quais o paciente precisa ganhar massa muscular. “Elas podem ser indicadas para pessoas que sofreram fraturas ou queimaduras sérias e ficam muito tempo acamadas, ou em casos de bulimia, anorexia ou doenças terminais, quando pessoas emagrecem muito em pouco tempo”, afirma Paulo Zogaib. Samir Daher acrescenta que as substâncias também podem ser prescritas para idosos e pessoas com deficiência de produção de hormônios. “Quando ela é usada como doping, no entanto, a dose é até trinta vezes maior do que a recomendada para pacientes”, afirma.
 
De acordo com Samir Daher, a drostanolona e a androsterona podem ficar mais de um mês no organismo. Para que façam efeito nos esportistas, não basta tomá-las apenas uma vez. Em alguns casos, diuréticos são usados para tentar eliminar a substância, mas o chamado “efeito máscara” também pode ser pego pelo exame de doping. “A política de combate ao doping é grande e a cada ano a lista de substâncias proibidas é modificada. O avanço da tecnologia acontece nos dois lados, tanto para o usuário quanto para a detecção”, afirma.
 
Conheça as substâncias detectadas no antidoping de Anderson Silva
 
O que são a drostanolona e a androsterona?
Trata-se de drogas feitas em laboratório que imitam o efeito da testosterona, hormônio natural do organismo. Dentre os anabolizantes, essas substâncias são consideradas de efeito leve a moderado, em relação a seu grau de estimulação. "A quantidade ingerida é o que determina a intensidade dos efeitos", afirma Paulo Zogaib, fisiologista e médico do esporte da Universidade Federal de São Paulo.
 
Como agem no organismo?
O uso dos anabolizantes, em conjunto com um consumo elevado de proteínas e a prática de exercícios físicos, aumenta a massa muscular e a força do indivíduo, melhorando o desempenho no esporte. “Se uma pessoa consome muito mais proteína do que precisa, o excesso é eliminado. Mas se ela usa anabolizantes, a proteína excessiva não é totalmente eliminada e vai para as fibras musculares”, explica Samir Daher, especialista em medicina do esporte e presidente da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE).
 
Quais são os riscos que essas substâncias oferecem?
Como são metabolizadas pelo fígado, podem causar sobrecarga hepática e, no caso de uso prolongado, câncer neste órgão. Nos homens, os anabolizantes inibem a produção natural de testosterona, levando à diminuição da quantidade de espermatozoides e à atrofia testicular. Nas mulheres, provocam um quadro de masculinização, com diminuição da mama, engrossamento da voz e aparecimento de pelos. “Podem surgir ainda efeitos metabólicos, como aumento do colesterol ruim e diminuição do bom, além de retenção de água, inchaço e elevação da pressão arterial”, afirma Paulo Zogaib. A curto prazo, o uso provoca maior irritabilidade, agressividade e erupções na pele. “Existem relatos de morte súbita por parada cardíaca, em casos extremos”, diz Samir Daher. 
 
Essas drogas são proibidas no Brasil?
Elas são permitidas em dosagens pequenas e casos clínicos nos quais o paciente precisa ganhar massa muscular. “Elas podem ser indicadas para pessoas que sofreram fraturas ou queimaduras sérias e ficam muito tempo acamadas, ou em casos de bulimia, anorexia ou doenças terminais, quando pessoas emagrecem muito em pouco tempo”, afirma Paulo Zogaib. Samir Daher acrescenta que as substâncias também podem ser prescritas para idosos e pessoas com deficiência de produção de hormônios. “Quando ela é usada como doping, no entanto, a dose é até trinta vezes maior do que a recomendada para pacientes”, afirma.
 
Quanto tempo essas substâncias permanecem no organismo?
De acordo com Samir Daher, a drostanolona e a androsterona podem ficar mais de um mês no organismo. Para que façam efeito nos esportistas, não basta tomá-las apenas uma vez. Em alguns casos, diuréticos são usados para tentar eliminar a substância, mas o chamado “efeito máscara” também pode ser pego pelo exame de doping. “A política de combate ao doping é grande e a cada ano a lista de substâncias proibidas é modificada. O avanço da tecnologia acontece nos dois lados, tanto para o usuário quanto para a detecção”, afirma. 
 
Veja

Cardiologistas alertam para perigo da mistura de álcool com energético

Mistura de bebidas alcoólicas com energéticos pode acarretar perigos para os usuários, como arritmia e agravamento de doenças cardíacas pré-existentes
 
A mistura de bebidas alcoólicas com energéticos pode acarretar perigos para os usuários e atrapalhar o carnaval de muita gente, alerta o vice-presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio de Janeiro (Socerj), Ricardo Mourilhe.
 
Segundo ele, os energéticos são ricos em cafeína e taurina, que são “potentes estimulantes - assim como o álcool -, e podem induzir ao aumento da pressão arterial, à arritmia". Uma doença cardíaca pré-existente pode ser agravada, e se o usuário tem uma doença incipiente, ainda não manifestada, ela pode ser potencializada por causa do uso dessas substâncias, disse Mourilhe.
 
O cardiologista explicou à Agência Brasil que se o consumidor tem pressão arterial já elevada e toma estimulante misturado com álcool, a pressão sobe mais ainda, e isso pode levar a um acidente vascular cerebral (AVC).
 
Pessoas de qualquer idade estão sujeitas a esses perigos, mas Mourilhe explicou que, nos jovens, o risco da combinação álcool e energético é maior porque “o jovem, em geral, faz uso dessas substâncias  em quantidade muito maior. Se ele tem, por exemplo, a doença não diagnosticada, não conhecida, o risco dele acaba sendo maior por esse motivo. Normalmente, a pessoa mais velha tende a se cuidar mais e se policia”. O jovem, ao contrário, mesmo que tenha algum problema, costuma relaxar mais e ignorar os perigos, apontou.
 
O vice-presidente da Socerj recomenda que se a pessoa resolver beber, é importante que se mantenha hidratada, porque a hidratação oral ajuda a minimizar a questão. Um dos problemas da combinação álcool e energético, segundo ele, é a rápida desidratação, o que agrava ainda mais os riscos, e isso dá mais arritmia, mais hipertensão arterial.
 
Jejum
É preciso também que os foliões não esqueçam de se alimentar no período do carnaval. Nunca devem beber em jejum, destacou Mourilhe. “Como a mistura de energéticos com álcool leva à desidratação, se junta desidratação com jejum, o quadro se agrava mais”. Por isso, indica que é importante se alimentar durante o consumo da mistura e beber muita água em paralelo.
 
O ideal, porém, advertiu o cardiologista, é reduzir ao máximo a combinação de bebidas alcoólicas e energéticos, ou não consumir, e se for usar, que o faça com "extrema moderação”. Ele diz que hoje em dia os jovens costumam misturar energéticos com vodca, que é uma bebida mais barata. Isso é um agravante, disse, porque o destilado tem um percentual de álcool muito mais alto que a cerveja, por exemplo. “Então, tendo mais álcool, maior o risco”, ressalta.
 
Reprodução: Uma doença cardíaca pré-existente pode ser agravada
 
De acordo com a presidenta da Socerj, Olga Ferreira de Souza, os energéticos permitem que a pessoa beba em maior quantidade. Com isso fica mais sujeita a embriaguez e a riscos de quedas, de acidentes, de dependência e até de morte, com redução de reflexos.
 
Pesquisa feita em 2002 pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) mostra que a cafeína presente nos energéticos, quando combinada com álcool, tem impacto negativo no cérebro, podendo levar ao envelhecimento precoce e a doenças como o Mal de Parkinson e Alzheimer.
 
Agência Brasil

Vírus misterioso que paralisa crianças intriga médicos nos EUA

O CDC, em Atlanta, está investigando casos, fatores de risco e possíveis causas da doença
Thinkstock/Getty Images
O CDC, em Atlanta, está investigando casos, fatores de risco
 e possíveis causas da doença
Sintomas são debilidade repentina em uma ou várias extremidades do corpo e perda de movimentos
 
Médicos e pesquisadores dos Estados Unidos tentam decifrar um mistério: nos últimos seis meses mais de cem crianças e jovens do país foram vítimas de um ataque de paralisia repentina sem uma causa aparente. Os casos começaram em agosto e os sintomas são debilidade repentina em uma ou várias extremidades do corpo e a perda da mobilidade. Exames de ressonância magnética nestes pacientes mostram uma inflamação na massa cinzenta do cérebro.
 
O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), em Atlanta, está investigando os casos registrados, os fatores de risco e possíveis causas do problema.
 
Mas, até agora, o pouco que se sabe é que o CDC chamou a doença de mielite flácida aguda e que pode ter relação com um surto de enterovírus que ocorreu no país na mesma época em que foram registrados os primeiros casos.
 
Debilidade e paralisia
A mielite flácida aguda é uma doença neurológica que causa debilidade nas extremidades do corpo e, nos casos mais graves, paralisia.
 
Os primeiros 12 casos ocorreram em agosto de 2014, no Hospital Infantil Colorado em Aurora, no Estado americano do Colorado. A partir daí foram 111 casos relatados em 34 Estados americanos.
 
"De repente começaram a chegar ao hospital crianças com sintomas pouco usuais. Tinham debilidade muscular, perda da mobilidade das estremidades e rigidez no pescoço", disse à BBC Mundo o médico Kevin Messacar, que trabalha no hospital.
 
A idade das crianças afetadas por este surto era de, em média, sete anos.
 
Quase todas as crianças foram hospitalizadas e algumas tiveram que ser ligadas a aparelhos para ajudar na respiração, mas todas já estão em casa, recebendo terapia de reabilitação.
 
A maior parte dos pacientes também apresentava febre e problemas respiratórios antes da aparição dos sintomas neurológicos.
 
Cerca de dois terços das crianças em observação melhoraram em uma média de 19 dias e apenas uma delas se recuperou totalmente.
 
Causas?
As causas específicas da mielite flácida aguda ainda estão sendo investigadas.
 
Mas, os casos desta doença são parecidos com doenças causadas por vírus como o enterovírus (entre eles, o causador da poliomielite), adenovírus, vírus do Nilo ocidental e o vírus da herpes.
 
Estas doenças podem ser resultado de uma série de causas, incluindo infecções virais, toxinas do ambiente, problemas genéticos e síndrome de Guillain-Barre, uma doença neurológica causada por uma resposta imune anormal a ataques contra os nervos do corpo.
 
Os especialistas também investigam se os casos de mielite flácida aguda têm relação com as mais de mil infecções respiratórias, algumas delas graves, causadas pelo enterovírus D68 (EV-D68) nos Estados Unidos desde agosto de 2014.
 
Os médicos epidemiologistas do CDC afirmam que, no ano passado, o EV-D68 foi o tipo predominante de enterovírus em circulação nos Estados Unidos.
 
Para James Sejvar, neuroepidemiologista do CDC, a associação entre a mielite flácida aguda e o enterovírus seria coincidência.
 
"Os casos de paralisia apareceram durante o surto do EV-D68. As curvas temporais das duas doenças coincidem: surgiram em agosto e o declive começou a ser notado ao final de outubro, começo de novembro", disse Sejvar à BBC Mundo.
 
Mas, os pesquisadores não descartaram a associação entre as duas doenças.
 
"O que temos são provas circunstanciais. Não identificamos o próprio enterovírus EV-D68 na medula espinhal das crianças afetadas por esta mielite. Se encontrássemos algo assim, nos daria uma base mais sólida para estabelecer uma conexão entre as duas doenças", disse Sejvar.
 
Uma equipe do Hospital Colorado estudou os 12 casos de paralisia que chegaram ao centro entre agosto e outubro de 2014.
 
Segundo a investigação citada pela revista especializada The Lancet, as amostras nasais de oito das 12 crianças afetadas tinham o enterovírus e cinco delas tinham o EV-D68.
 
O que se pode fazer
Os médicos recomendam estar em dia com as vacinas como um possível método de prevenção da doença. No momento, e devido à incerteza que cerca esta doença, não há tratamento específico.
 
"Não conhecemos uma terapia eficaz para tratar a doença", disse Kevin Messacar, do Hospital Colorado.
 
"Até agora foi aplicada a terapia de reabilitação para que as crianças possam recuperar o máximo de mobilidade", acrescentou.
 
James Sejvar, do CDC, afirma que a fisioterapia é a única forma de tratamento, mas acrescenta que os pacientes demonstraram pouco progresso na recuperação.
 
Além disso os especialistas do CDC recomendam manter as vacinas em dia e lembram os conselhos mais comuns como lavar as mãos com frequência usando água e sabão, evitar o contato mais próximo com pessoas afetadas pela doença e desinfetar superfícies tocadas com frequência.
 
BBC Brasil / iG

Hospital infantil em SP fica sem água

Hospital Infantil Cândido Fontoura, em São Paulo: foi preciso chamar caminhão-pipa para garantir o abastecimento de água
Divulgação/Milton Michida: Hospital Infantil Cândido
 Fontoura, em São Paulo: foi preciso chamar caminhão-pipa
para garantir o abastecimento de água
Unidade de saúde, no bairro da Água Rasa, zona leste da capital paulista, ficou sem água no último final de semana, segundo informação de funcionários; secretaria nega desabastecimento
 
O Hospital Infantil Cândido Fontoura, no bairro da Água Rasa, zona leste da capital paulista, ficou sem água. Funcionários, sob anonimato, relataram ao iG que no último final de semana, a unidade de saúde ficou sem fornecimento de água. A região é abastecida pela Sabesp – empresa paulista de saneamento.
 
"Por emergência, tiveram de encomendar caminhão-pipa. Pode acontecer o mesmo neste final de semana", relatou um funcionário. Apesar do problema, disse, nenhum paciente foi prejudicado.

No mês passado, uma falha hidráulica também causou problemas no Instituto do Coração (Incor), mas foi resolvida em questão de horas.

Negativa
A Secretaria Estadual de Saúde, no entanto, nega o ocorrido. Em nota, divulgou que "a direção do Hospital Cândido Fontoura esclarece que é completamente inverídica a informação sobre desabastecimento de água na unidade. Em nenhum momento houve desabastecimento de água e nenhum paciente ficou desassistido ou qualquer procedimento foi cancelado".
 
Oficialmente, até esta quinta-feira (5), a Secretaria Estadual de Saúde ainda não tinha qualquer registro de unidade de saúde (posto de saúdo ou hospital) sob seu comando afetada pelo problema da escassez de água.

Comunicou também que cada unidade de saúde, em caso de crise de abastecimento de água, tem autonomia para acionar a Sabesp em caso de desabastecimento.

Sobre o risco de falta de energia elétrica, a scretaria comunicou que todos os hospitais vinculados ao governo paulista possuem geradores próprios.
 
iG

GO: Drogaria Arco-Íris adulterava e vendia remédios com data de validade vencida

Data de validade foi cortada do medicamento para enganar fiscalização e consumidores

Nesta última quarta-feira (04), às 15h, policiais civis de Itumbiara, coordenados pelo delegado regional Ricardo Chueire, deflagraram operação conjunta com a Vigilância Sanitária de Itumbiara, oportunidade em que uma unidade de uma grande rede de farmácias (Rede de Drogarias Arco-Íris), unidade da Avenida Santos Dumont foi alvo da ação, em seu depósito foram apreendidos centenas de blisters e caixas de um famoso e caro (R$ 160,00 a caixa) medicamento polivitamínico muito usado por idosos e pessoas convalescentes.
 
O material apreendido estava todo com a validade vencida desde o mês de novembro de 2014 e já deveria ter sido descartado, porém, percebe-se que a data de validade impressa nas caixas armazenadas foi removida, provavelmente com solventes, e a data de validade em alto relevo lançada nos blisters (cartela para venda fracionada) foi cortada com tesoura, assim a empresa fazia a venda em balcão aos clientes dos medicamentos mesmo estando vencidos, pois para descartá-los tais alterações na embalagem seriam desnecessárias.
 
IMG_20150121_171705Foram ainda apreendidas na farmácia uma relação com os nomes dos vendedores e os medicamentos por eles vendidos, que mostra que os funcionários vinham vendendo tais produtos ao público, mediante uma promoção lançada pelo dono do estabelecimento, situação confirmada em depoimento pelos mesmos junto a Polícia Civil, onde afirmaram ainda que tal pessoa entregou ele próprio os medicamentos na farmácia.
 
A farmácia operava ainda sem farmacêutico responsável e diante disso e das irregularidades a mesma foi interditada pela Vigilância Sanitária e os medicamentos apreendidos pela Polícia Civil e Vigilância Sanitária, sendo que os mesmos já foram periciados, as alterações das datas de validade suprimidas constatadas pericialmente.

O dono da rede de farmácias será devidamente indiciado e responderá pelo crime do artigo 273, § 1º-B, inciso III do Código Penal, que prevê pena de 10 a 15 anos de reclusão e só não foi preso em flagrante pois não estava no local.

Folha de Notícias

Laboratório lança insulina inalável para diabéticos nos Estados Unidos

Reprodução
Medicamento deve ser administrado com a ajuda de um pequeno inalador. Inalação promete agir mais rápido e ser mais conveniente que injeções
 
A partir de agora, diabéticos que vivem nos Estados Unidos e cujo tratamento inclui o uso de insulina terão uma alternativa ao produto injetável. O laboratório Sanofi lançou uma insulina em pó inalável. O produto já tinha sido aprovado pela Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) em junho de 2014.
 
A inalação promete agir mais rapidamente e ser muito mais conveniente do que as injeções. No entanto um produto inalável já falhou no passado e há preocupações sobre os potenciais riscos associados com o ato de respirar a insulina em pó.
 
Reprodução
Chamado Afrezza, o medicamento deve ser inalado com a ajuda de um pequeno inalador de fácil uso. O produto dissolve-se rapidamente quando atinge o pulmão e fornece insulina para a corrente sanguínea, cumprindo o papel de regular a quantidade de açúcar no sangue.
 
O Afrezza não deverá ser usado em pacientes com asma ou por aqueles que sofrem de certas complicações. Também não é recomendado para fumantes ou ex-fumantes.

Uma outra insulina inalável produzida pela concorrente Pfizer chamada Exubera foi aprovada em 2006, mas deixou de ser vendida logo depois. O inalador era grande e desajeitado e os pacientes acabaram desistindo de usá-lo, desencorajados pelos testes de função pulmonar periódicos a que tinham de submeter.

G1

Anvisa aprova regras para agilizar pesquisas clínicas com medicamentos

Medida passa a estabelecer prazo de 90 dias a até 180 dias para análise e aprovação de pedidos de pesquisas clínicas
 
A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou  ontem (5) uma resolução que estabelece novas regras para autorização de pesquisas clínicas com medicamentos no país.
 
A medida passa a estabelecer um prazo de 90 dias a até 180 dias para análise e aprovação de pedidos de pesquisas clínicas, ou seja, testes feitos em pacientes voluntários para medir a segurança, doses e eficácia de novos produtos.
 
O prazo maior vale para medicamentos considerados de maior risco ou produzidos no país pela primeira vez. Já o menor, de 90 dias, vale para pesquisas já aprovadas em outros países.
 
Nos casos de menor risco, caso a agência não se manifeste até o prazo de 90 dias, a pesquisa fica automaticamente liberada.
 
Até então, não havia prazos definidos e o processo poderia demorar até mais de um ano -o que inviabilizava a produção de novos medicamentos no Brasil. Também foi aprovada uma resolução semelhante para dispositivos médicos, como próteses e stents, entre outros.
 
Para José Carlos Moutinho, diretor da Anvisa, a mudança deve ampliar o número de pesquisas feitas no país e o futuro registro dos produtos. "E o Brasil vai entrar na rota dos principais países que têm ensaios avançados", disse.
 
A mudança também traz a possibilidade de ampliar o acesso da população a tratamentos experimentais, afirma Flávia Sobral, coordenadora do setor de pesquisas clínicas com medicamentos na agência.
 
Menos etapas
Além dos prazos, as novas regras também excluem a necessidade de uma nova chancela da agência reguladora a cada etapa da pesquisa.
 
Pela novas regras, o grupo interessado na pesquisa deve apresentar um plano amplo de desenvolvimento do medicamento, incluindo as diferentes fases e protocolos de pesquisa propostos -até então, a agência analisava cada braço da pesquisa de forma isolada.
 
Nelson Mussolini, do Sindusfarma, afirma que o país perdia espaço em pesquisas internacionais por conta da burocracia envolvida.
 
Para ele, a previsibilidade de aprovação e até do futuro registro dos medicamentos é o principal benefício das novas regras. "Não existe inovação se não existir estudos clínicos rápidos e desburocratizados", afirma. "Do jeito que estava, havia quem esperava mais de um ano e desistia.
 
Havia um prejuízo muito grande, e o Brasil perdia mercado", disse. A previsão é que as novas regras sejam publicadas no Diário Oficial da União em até duas semanas, quando passam a entrar em vigor.
 
Processos anteriores, no entanto, ainda devem ser submetidos às regras anteriores. Hoje, a Anvisa tem 115 pedidos de pesquisas ainda sujeitos a análise, e recebe, em média, 120 novas solicitações por ano.
 
O Tempo