Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Chocolate pode ser mais eficiente do que suco de fruta no combate aos radicais livres

Sementes de cacau superaram as outras com sua capacidade antioxidante superior
 
Pesquisadores americanos chegaram a conclusão que o chocolate pode ser mais eficiente no combate aos radicais livres do que um suco de frutas.
 
O alimento feito à base de cacau possui mais antioxidantes. O poder do chocolate é atribuído aos flavonóides que proporcionam muitos benefícios à saúde, entre eles a prevenção de problemas cardíacos, alterações no sistema nervoso e até mesmo o surgimento de rugas.
 
As frutas incluídas no estudo foram açaí, romã, cranberry e blueberry, até então consideradas superfrutas devido às sua capacidade antioxidante.
 
No entanto, as sementes de cacau, componentes principais do chocolate, superaram as outras com sua capacidade antioxidante superior.
 
Fonte R7

Estrela-do-mar pode curar doenças

Invertebrados marinhos possuem substância capaz de tratar a asma, febre do feno e artrite
 
Pesquisadores ingleses vêm estudando a estrela-do-mar. Segundo eles, esses invertebrados marinhos possuem uma substância capaz de tratar doenças como a asma, a febre do feno e a artrite.
 
Essa substância cobre a estrela-do-mar e teria o poder de impedir a obstrução dos vasos sanguíneos, protegendo o corpo humano de inflamações.
 
Os pesquisadores também tentam utilizar essa substância viscosa que envolve as estrelas-do-mar, para a fabricação de medicamentos.
 
Os cientistas passaram a observar que objetos colocados no mar são cobertos por uma mistura de organismos marinhos.
 
O mesmo não ocorre com a estrela-do-mar. Esses seres conseguem manter sua superfície livre destes organismos.
 
Os pesquisadores descobriram que as estrelas-do-mar têm uma superfície antiaderente que impede que as coisas grudem nela.
 
Com essa descoberta, a idéia é, através da substância viscosa do ser marítimo, criar um tratamento que cubra as artérias com uma espécie de muco.
 
Esse muco impediria que as células brancas, que grudam nas paredes das artérias e veias provocando danos ao tecido, aderissem ao tecido arterial.
 
Fonte R7

Doença rara faz mãe ser

Zuleika sofre de herpes gestacional, que causa bolhas pelo corpo todo
 
Zuleika Closs, de 26 anos, que mora em Cornwall, no Reino Unido, descobriu que ter desenvolvido uma alergia rara ao seu próprio filho.
 
Na 20ª semana de gestação, várias bolhas nasceram pelo seu corpo causando coceira o tempo todo, segundo o site do jornal Daily Mail.
 
Ao ir para o hospital, os médicos achavam se tratar de caso grave de sarna. Eles recomendaram, então, usar inseticida, lavar as roupas em água quente e colocar os sapatos no congelador. Nenhum procedimento, no entanto, obteve sucesso.
 
Após o nascimento do seu filho, Emmanuel, a alergia cessou. Zuleika ficou surpresa ao saber que o problema estava relacionado à gravidez.
 
A equipe médica diagnosticou que a mãe sofria de penfigoide gestacional, conhecida como herpes gestacional, doença autoimune que faz surgir bolhas na pele. Suspeita-se que o problema venha de alguma alteração relacionada à placenta.
 
Quatro meses após o parto, as bolhas desapareceram, mas Zuleika ficou com cicatrizes na pele.
 
— Gostaria que Emmanuel tivesse um irmão ou uma irmã. Mas me apavoro só de pensar em ter outro filho.
 
Fonte R7

Coalizão vai combater doença de Chagas

Médicos e associações de pacientes do mundo se unem para tornar mais rápido o diagnóstico e criar mecanismos para desenvolver novas drogas
 
Pesquisadores, médicos, associações de pacientes e organizações de saúde pública criaram uma coalizão para controlar a doença de Chagas. A ideia é concentrar esforços para tornar mais rápido o diagnóstico, criar mecanismos para avaliar a eficácia do tratamento e desenvolver novas drogas contra a patologia - que afeta cerca de 10 milhões de pessoas. Apenas 0,2% dos infectados está em tratamento.
 
"Engana-se quem pensa que é um problema do passado, um desafio superado. E isso vale também para o Brasil", diz a coordenadora do Médicos Sem Fronteiras no Brasil, Carolina Batista.
 
Embora tenha recebido a certificação de interrupção da transmissão domiciliar da doença em 2006 da Organização Mundial de Saúde, o Brasil tem cerca de 2 milhões de pacientes infectados. A maior parte deles está sem diagnóstico e sem tratamento. Pelas projeções, o País deve fornecer em 2013 terapia para 800 pessoas. "A quantidade é insignificante. É preciso que médicos brasileiros façam o diagnóstico da doença e, sobretudo, que indiquem o tratamento para os pacientes", defende o diretor executivo da Iniciativa Medicamentos para Doenças Negligenciadas (DNDi), Eric Sobbaersts.
 
Até a década passada, o tratamento para doença de Chagas, feito ao longo de dois meses, não era indicado para pacientes crônicos. A orientação mudou, mas raramente é colocada em prática. Mesmo que tardia, afirmam os especialistas, a terapia pode reduzir o risco de o paciente desenvolver problemas cardíacos. "Por desconhecimento ou resistência, essa oportunidade lhes é negada. São os negligenciados dentro do grupo de negligenciados", constata Carolina.
 
Até pouco tempo restrita a países da América Latina, a doença, com a globalização, também passou a ser identificada em países desenvolvidos, como Austrália, Japão, Espanha e Estados Unidos. Nos países endêmicos, o parasita Tripanossoma cruzi, causador da doença, é transmitido sobretudo por insetos conhecidos como barbeiros.
 
A transmissão pode ocorrer também por transfusão de sangue ou transplantes de órgãos. No Brasil, exames de controle são feitos justamente para evitar esse risco. Mas, em países onde a doença é recente, o cuidado não existe. "Já há registros de casos de doença de Chagas provocadas por transplantes e transfusões", diz Carolina. Os Estados Unidos ocupam a sétima posição no ranking da doença.
 
"Novos desafios se somam a problemas que até agora não tinham sido resolvidos. Daí a importância da criação desse grupo", avalia Sobbaersts. Entre as metas estão o desenvolvimento de um método de diagnóstico mais rápido e de ferramentas para avaliar se o paciente foi curado.
 
Atualmente, o tratamento é feito com benzonidazol. O remédio passou a ser produzido no Brasil pelo Laboratório Federal de Pernambuco. Falhas de abastecimento foram registradas em 2011, "O problema foi resolvido e a produção, normalizada. Atualmente, o País tem capacidade para atender toda a demanda", afirma o secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha.
 
Fonte Estadão

Britânica morre de câncer após receber pulmão de fumante

Jennifer Wederell sofria de fibrose cística e usava um tubo de oxigênio 24 horas por dia - BBC/Reprodução
BBC/Reprodução
Jennifer Wederell sofria de fibrose cística e usava um tubo
de oxigênio 24 horas por dia
Pai cria grupo para estimular não-fumantes a doar órgãos; para hospital, riscos de se recusar fumantes é maior
 
Uma britânica de 27 anos morreu de câncer após receber o pulmão de um fumante em um transplante. Jennifer Wederell, que sofria de fibrose cística, morreu em casa, no condado de Essex, no sudeste da Grã-Bretanha, 16 meses após a operação.
 
Seu pai, Colin Grannell, diz acreditar que a filha não teria concordado com o transplante se soubesse que o doador, um homem de meia-idade, era um fumante compulsivo. O hospital que realizou a operação se desculpou por não oferecer uma opção a Jennifer.
 
Jennifer foi diagnosticada com fibrose cística aos 2 anos, e com 20 e poucos anos passou a usar um tubo de oxigênio 24 horas por dia. Ela estava havia 18 meses na lista de espera por um transplante de pulmão quando, em abril de 2011, foi avisada de que um doador havia sido encontrado.
 
Grannell disse que a família esperou aquele momento por anos e pensava que o transplante ajudaria a filha a derrotar a doença. Mas em fevereiro deste ano, um tumor maligno foi encontrado em seu pulmão.
 
'Riscos maiores'
"O choque imediatamente se transformou em raiva, porque quando os riscos foram explicados na hora anterior ao transplante, em nenhum momento foi mencionado que seria usado o pulmão de um fumante", disse Grannell. "Ela estava morrendo uma morte que deveria ser de outra pessoa", afirma.
 
Grannell criou um grupo no Facebook, chamado Jennifer's Choice (A escolha de Jennifer) para estimular não-fumantes a se registrarem como doadores de órgãos.
 
A administração do hospital onde o transplante foi realizado afirmou em um comunicado que "é muito raro que os pacientes especifiquem que não querem receber pulmões saudáveis de fumantes".
 
"Os riscos são muito maiores se o paciente recusa um pulmão de um doador fumante e decide esperar por outro órgão que seja compatível e também de um não-fumante", diz o comunicado.
 
O hospital afirmou, porém, que reconhece que Jennifer deveria ter tido a opção de escolher. "Pedimos desculpas sinceras pelo descuido", afirma. "Infelizmente, o número de pulmões disponíveis para transplante cairia 40% se houvesse uma política de recusar aqueles que vêm de fumantes. As listas de espera aumentariam e muito mais pacientes morreriam sem um transplante", diz.
 
Fonte Estadão

Prefeitura de Nova Londrina - PR

A Prefeitura de Nova Londrina, Paraná, realiza seleção para preenchimento de vagas

Inscrições:
Até 16 de janeiro de 2013 no Paço Municipal de Nova Londrina

Valor:
De R$ 20,00 a R$ 100,00

Remuneração:
De R$ 623,00 a R$ 4.684,05

Provas:
Prova objetiva: 27 de janeiro de 2013

Cargos:
Ensino Fundamental - Auxiliar de Mecânico, Cozinheira, Eletricista, Operário, Pedreiro, Servente e Serviços Gerais;

Ensino Médio - Agente Comunitário de Defesa Civil, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Saúde (Agente de Combate às Endemias), Agente Sanitário, Auxiliar Administrativo A (Auxiliar de Contabilidade), Auxiliar Consultório Dentário, Auxiliar de Enfermagem, Desenhista Projetista, Educador de Base, Instrutor de Informática, Manutenção de Máquinas Pesadas, Marceneiro, Mecânico, Motorista de Veículos Leves, Motorista Ônibus, Operador de Raio X, Operador Maquinas Pesadas, Operador de Trator, Recepcionista, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Contabilidade e Técnico Higiene Dental;

Ensino Superior - Assistente Social, Bibliotecário, Bioquímico, Contador, Enfermeiro Padrão, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Médico, Médico-Veterinário, Nutricionista, Odontólogo, Psicólogo, Professor, Professor de Educação Física e Educador Infantil;

Prefeitura de Colíder - MT

A Prefeitura de Colíder, Mato Grosso, realiza concurso para provimento de 72 vagas para Professores

Inscrições:
Até 24 de dezembro, na Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer, avenida Daury Riva, nº. 250, centro, Colíder

Áreas:
Língua Portuguesa, Inglês, Matemática, Ciências Biológicas, História, Geografia, Educação Física e Computação, Educação Infantil e Anos Iniciais e Educação Infantil, Médico Clínico Geral e Técnico em Desenvolvimento Infantil, Técnico em Patologia Clínica e Técnico de Higiene Dental (THD).

Remuneração:
De R$ 795,66 a R$ 11.578,44

Provas:
Prova objetiva: 13 de janeiro de 2013

Prefeitura de Bueno Brandão - MG

A Prefeitura Municipal de Bueno Brandão realiza seleção para preenchimento de 68 vagas

Inscrições:
De 7 de janeiro a 18 de fevereiro de 2013 pelo www.consesp.com.br


Valor:
R$ 30,00 e R$ 65,00.

Remuneração:
Entre R$ 622,00 e R$ 2.198,30

Cargos e vagas:
Nível Superior: Coordenador do CRAS (1), Dentista (1), Engenheiro Civil (1), Engenheiro-Agrônomo (1), Fisioterapeuta (1), Fonoaudiólogo (1), Médico Clínico Geral (2), Médico do Programa Saúde da Família (PSF) (1), Médico Ginecologista (2), Médico Pediatra (2), Nutricionista (1), Professor (4), Professor de Educação Física (1), Técnico em Meio Ambiente (1);

Nível Médio: Auxiliar Administrativo de Saúde (1), Auxiliar de Dentista do Programa Saúde da Família (PSF) (1), Auxiliar de Enfermagem do Programa Saúde da Família (PSF) (1), Fiscal Sanitário (1), Monitor de Educação Infantil (2), Monitor de Telecentro Comunitário (5), Técnico em Higiene Dental (3);

Nível Fundamental: Agente Comunitário do Programa Saúde da Família (PSF) (5), Agente de Endemias (1), Auxiliar Administrativo (1), Auxiliar de Farmácia (1), Mecânico (1), Monitor de Transporte Escolar (5);

Nível Fundamental Incompleto: Auxiliar de Serviços Gerais (9), Funileiro (1), Gari (1), Jardineiro (1), Lavador de Autos (1), Servente de Escola (3), Vigilante Municipal (8);Nível Alfabetizado: Auxiliar de Mecânico (1), Operador de Máquinas (2), Padeiro (1).

Provas:
Haverá prova objetiva, prova de títulos para Professor e Professor de Educação Física

Hospital Geral Jesus Teixeira da Costa – Guaianases – SP

O Hospital Geral "Jesus Teixeira da Costa" – Guaianases – SP realiza seleção para preenchimento temporário de 6 vagas

Inscrições:
De 3 a 21 de dezembro na Avenida Miguel Achiole da Fonseca, nº. 1092, Guaianases, São Paulo.

Remuneração:
De R$ 1.993,02 a R$ 2.640,00.

Cargo:
Médico

Seleção:
Haverá Análise Curricular

Concurso BNDES 2012/2013 - Edital e Inscrição

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, empresa pública federal fundada em 1952, acaba de publicar o Edital 1/2012 para realização de Seleção Pública com o intuito de formar cadastros de reserva de pessoal. As oportunidades são para os cargos de Profissional Básico (nível superior), com remuneração inicial de R$ 9.182,01, e Técnico Administrativo (nível médio), cuja oferta salarial é de R$ 2.925,39.
 
Para concorrer a uma vaga de Profissional Básico do BNDES o candidato precisa ter formação superior nas áreas de Administração, Análise de Sistemas - Desenvolvimento, Análise de Sistemas - Suporte, Arquitetura, Arquivologia, Biblioteconomia, Comunicação Social, Contabilidade, Direito, Economia, Engenharia ou Psicologia.
 
Prioritariamente, os futuros funcionários do BNDES serão lotados no município do Rio de Janeiro, mas, de acordo com as necessidades de serviço e com o interesse da Administração, servidores poderão ser lotados em outra Unidade, de qualquer cidade onde o Banco esteja estabelecido. As relações de trabalho serão regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
 
Além da remuneração básica, todos terão direito a benefícios como assistências médica, hospitalar e dentária, extensivas aos dependentes; Programa de Assistência Educacional e previdência complementar através da Fundação de Assistência e Previdência Social do BNDES - FAPES. Todos os efetivados cumprirão jornada semanal de 35 horas.
 
Inscrição
A taxa de inscrição para o cargo de Profissional Básico será de R$ 64,00 e para Técnico Administrativo, R$ 35,00. Os interessados deverão, entre os dias 03 a 27 de janeiro de 2013, acessar a página da FUNDAÇÃO CESGRANRIO para efetivar a inscrição, no endereço http://www.cesgranrio.org.br, devendo o candidato escolher a cidade onde deseja realizar as provas. O Cartão de Confirmação de Inscrição será enviado por via postal (Correios), até o dia 27 de fevereiro de 2013.
 
Serão reservadas às pessoas com deficiência no mínimo 5% das vagas de cada cargo/formação que vier a existir durante o prazo de validade da Seleção Pública.
 
Seleção
A seleção do BNDES será feita através da aplicação de provas objetivas (1ª Fase) e discursiva (2ª Fase), ambas de caráter eliminatório e classificatório. O edital prevê que após a 1ª Fase, os candidatos serão classificados a partir do total de pontos obtidos, sendo eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 50% da pontuação do conjunto das provas objetivas, ou obtiver zero em qualquer das provas.
 
A 2ª Fase - prova de redação - valerá 40,0 pontos, sendo também eliminado o candidato que obtiver aproveitamento inferior a 50% do total da pontuação da prova de redação.
 
Tanto as provas objetivas quanto a de redação deverão ser realizadas no dia 03 de março de 2013 nas seguintes cidades: Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Brasília/DF, Porto Alegre/RS, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA e São Paulo/SP.
 
O prazo de validade da Seleção Pública será de 12 meses, contado após a homologação final, prorrogável por igual período.

Edital / Publicações

UFU (MG) abre concurso público

A Universidade Federal de Uberlândia (UFU), em Minas Gerais, divulgou o extrato do edital N° 119/2012 de concurso público destinado ao preenchimento de seis vagas para Professor da Carreira do Magistério Superior no Campus de Monte Carmelo.
 
Os contratados atuarão no Instituto de Ciências Agrárias e ministrarão aulas nas áreas de Extensão e Comunicação Rural, Zootecnia, Plantas Infestantes e Máquinas e Mecanização Agrícola, Produção Vegetal e Melhoramento Vegetal, Produção Vegetal e Fitotecnia.
 
Os interessados deverão ter graduação e doutorado na área e a remuneração será de R$ 7.627,02 em regime de dedicação exclusiva, além do auxílio alimentação no valor de R$ 304,00.
 
As inscrições poderão ser efetuadas durante o período de 14 a 28 de janeiro de 2013, na Secretaria do Instituto de Ciências Agrárias, no Bloco 2E, Sala 153, no Campus Umuarama, na avenida Amazonas, s/nº, Uberlândia, das 8h às 11h e das 14h às 17h. A taxa de inscrição será de R$ 60,00.
 
Os programas, a sistemática do concurso, o edital completo e demais instruções complementares estarão à disposição dos interessados no local de inscrição, nos sites da instituição e do Instituto de Ciências Agrárias (www.iciag.br) a partir da data de início das inscrições.
 
A validade do certame será de 01 ano, mas poderá ser prorrogado por igual período no interesse da Universidade Federal de Uberlândia.

Concurso UTFPR

Foi divulgado edital de concurso público da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) com nove vagas para Professor Assistente no Campus de Medianeira. O salário para Professor na classe de Mestre será de R$ 4.837,66 em regime de dedicação exclusiva.
 
Os aprovados atuarão nas áreas de Automação Industrial e Controle, Engenharia de Alimentos, Engenharia Ambiental/Ciências dos Solos, Matemática/Estatística, Sistemas Elétricos de Potência e Redes Industriais. Os interessados em participar da concorrência deverão ter, no mínimo, graduação e mestrado na área.
 
Os candidatos deverão fazer suas inscrições pelo endereço eletrônico www.utfpr.edu.br até às 20h do dia 20 de janeiro de 2013 e pagar a taxa de R$ 121,00.
 
Caso o candidato não tenha acesso à Internet poderá registrar ou consultar dados referentes à sua inscrição, nos dias úteis, das 14h às 17h, na Coordenadoria de Gestão de Recursos Humanos da UTFPR, Campus Medianeira (avenida Brasil, Parque Independência, nº. 4232).
 
A seleção constará de prova escrita, de caráter classificatório e eliminatório, que deverá ser aplicada no dia 3 de fevereiro de 2013, no campus de Medianeira. Além dessa avaliação haverá prova de títulos e de desempenho didático que será uma aula perante banca examinadora com a finalidade de verificar os conhecimentos e a capacidade didática do docente.
 
O concurso terá a validade de 01 ano, a contar da data de publicação da homologação do resultado final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado uma vez e por igual período.

UFOP - MG abre concurso com vagas nos campi de Ouro Preto e Mariana

A Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), Estado de Minas Gerais, lançou edital N° 082/2012 de concurso público para o provimento de 08 vagas docentes nos campi Ouro Preto e Mariana. Os salários variam de R$ 4.837,66 para mestres e de R$ 7.627,02 para doutores, por carga horária de 40h semanais.
 
Serão 04 oportunidades para a classe de Assistente e outras 04 para Adjunto, distribuídas entre os Institutos de Ciências Sociais Aplicadas (ICSA), Ciências Humanas e Sociais (ICHS), de Ciências Exatas e Biológicas (Iceb) e Escola de Minas (EM).
 
Os interessados deverão fazer suas inscrições no período de 2 a 31 de janeiro de 2013, pelo endereço eletrônico www.concurso.ufop.br. As taxas serão de R$ 96,00 e R$ 152,00.
 
De acordo com o edital, haverá prova escrita, didática e projeto de pesquisa para todos os participantes.

Concurso UFSCAR

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), São Paulo, abriu edital N° 011/2012 de concurso público, com o objetivo de contratar dois profissionais de nível superior para atuar no campus Araras.
As oportunidades são para cargos técnico-administrativos, classe E, com remuneração de R$ 2.989,33, sendo o primeiro posto de trabalho destinado a Engenheiro Civil e o outro a Médico Ginecologista.
 
De acordo com o edital, o Médico atuará por 20h semanais e o Engenheiro por 40h.
 
Os interessados deverão fazer suas inscrições até o dia 8 de fevereiro de 2013, pelo endereço eletrônico www.concursos.ufscar.br. A taxa é de R$ 75,00.
 
O concurso será realizado em duas fases:

Primeira fase: prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório, contendo 60 questões de múltipla escolha;

Segunda fase: Análise curricular - de caráter classificatório

Concurso Sanear - ES 2013

Foi divulgado o edital Nº. 001/2012 / SANEAR/ES, para realização de concurso público do Serviço Colatinense de Meio Ambiente e Saneamento Ambiental – SANEAR. O certame visa preencher 22 vagas de níveis médio e superior, com remuneração que varia entre R$ 622,74 e R$ 4.252,71, por jornada de trabalho de 20 a 40 horas semanais.
 
Será reservado aos portadores de necessidades especiais o percentual de 5% das vagas oferecidas.
 
Cargos
Operador de ETA, Fiscal, Motorista, Profissional de Suporte III, Técnico de Edificações, Técnico de Segurança do Trabalho, Técnico em Informática, Procurador, Engenheiro (Ambiental, Civil e Químico), Tecnólogo em Saneamento Ambiental e Gestão Ambiental, Assistente Social e Contador.
 
Inscrição
Os interessados deverão se inscrever do dia 07 de janeiro a 06 de fevereiro de 2013, pelo site www.funcab.org ou no posto de atendimento localizado no Edifício Colatina Hotel - 1º piso - Endereço: Praça Altemar Dutra, nº 155 Centro, Colatina - ES, Ponto de referencia: em frente a Rodoviária, das 09h às 17h de segunda à sexta-feira (exceto feriados).
 
A taxa de inscrição é de:
Nível médio: R$ 60,00;
Nível superior: R$ 80,00.
 
Prova
O concurso constará de prova objetiva, discursiva, prática e títulos.
 
A prova objetiva e discursiva serão aplicadas provavelmente no dia 03 de março de 2013, em locais e horários a serem divulgados no site www.funcab.org, a partir do dia 25 de fevereiro de 2013.
 
O gabarito será divulgado a partir das 12:00 do dia 05 de março de 2013, através dos sites www.funcab.org, www.sanear.es.gov.br e www.colatina.es.gov.br
 
Os títulos deverão ser entregues do dia 26 a 28 de março de 2013.
 
A prova prática está prevista para ser realizada no dia 6 e/ou 7 de abril de 2013, em local e horário que serão divulgados através de ato de convocação, cposto de atendimento localizado no Edifício Colatina Hotel - 1º piso - Endereço: Praça Altemar Dutra, nº 155 Centro, Colatina - ES, Ponto de referencia: em frente a Rodoviária e no site www.funcab.org, a partir do dia 22 de março de 2013.
 
Validade
A validade do concurso público será de 2 anos, a contar da data da publicação da homologação de seu resultado final, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período.

Edital / Publicações

IF Goiano lança edital de processo seletivo

O Instituto Federal Goiano publicou edital N° 28/2012 de processo seletivo destinado ao provimento de sete vagas para Professor no campus Ceres. As oportunidades serão para as áreas de Línguas, Educação Física, Informática, Matemática e Química com jornadas de 40h semanais.

Os interessados deverão efetuar suas inscrições até o dia 6 de janeiro de 2013, pelo site www.ifgoiano.edu.br, com taxa de R$ 50,00.

A informação é de que os participantes farão prova de desempenho didático no dia 18 de janeiro de 2013. O resultado da prova será na data prevista de 21 de janeiro de 2013. Já o resultado final será divulgado na data provável de 23 de janeiro de 2013.

Concurso HEMOMINAS 2013: Edital e Inscrição

A Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Minas Gerais – HEMOMINAS, publicou edital N° 01/2012 de concurso público destinado a selecionar candidatos para o provimento de 360 vagas para profissionais de níveis médio e superior, com salários de até R$ 11.050,53 por carga horária de 24 a 40h semanais.
 
O concurso público será realizado através da responsabilidade do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC, doravante denominado IBFC.
 
As vagas são para os cargos das Carreiras de Assistente Técnico de Hematologia e Hemoterapia – ATHH, Analista de Hematologia e Hemoterapia – ANHH e Médico da Área de Hematologia e Hemoterapia – MEDHH do quadro de pessoal da Fundação Hemominas.
 
As inscrições serão realizadas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico do IBFC (www.ibfc.org.br), no período da 0 hora do dia 18 de fevereiro às 23:59 horas do dia 19 de março de 2013, observado o horário de Brasília. As taxas variam de R$ 45,00, R$ 65,00 e R$ 72,00 de acordo com o cargo escolhido.
 
O concurso público contará com as seguintes fases e atenderá aos seguintes critérios:

- Primeira Etapa: será constituída de Prova Objetiva de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório para todos os cargos, e prova de Redação para o cargo de Assistente Técnico de Hematologia e Hemoterapia, e Prova Dissertativa para os demais cargos, de caráter eliminatório e classificatório;

- Segunda Etapa: será constituída de Avaliação de Títulos, de caráter classificatório para todos os cargos de nível superior de escolaridade.
 
O candidato no ato da inscrição poderá optar pelo local de realização das provas em um dos seguintes municípios: Belo Horizonte, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Passos, Patos de Minas, Pouso Alegre, Uberaba ou Uberlândia. Não será admitida ao candidato a alteração do município de realização da prova, após efetivação da inscrição.
 
O cartão de convocação contendo o local, a sala e o horário de realização das provas, será disponibilizado no endereço eletrônico do IBFC (www.ibfc.org.br), a partir de 11 de abril de 2013.
 
A aplicação das Provas Objetiva, Dissertativa e de Redação, está prevista para o dia 21 de abril de 2013 e será realizada no Estado de Minas Gerais. O Gabarito das Provas Objetivas será divulgado no endereço eletrônico do IBFC (www.ibfc.org.br), em até 48 horas após a aplicação da mesma.
 
O concurso terá validade de 2 anos, a contar da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Fundação Hemominas.

Edital / Publicações

Prefeitura de Blumenau (SC) abre processo seletivo

A Prefeitura de Blumenau, estado de Santa Catarina, através da Secretaria Municipal de Saúde, publicou editais Nº. 009 e 010/2012 de processo seletivo. A seleção visa contratar 25 profissionais de níveis fundamental, médio e superior, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS). Os salários variam entre R$ 750,02 e R$ 3.857,41, em jornadas de 20 a 40 horas semanais.
 
As oportunidades oferecidas no certame são para os cargos de Enfermeiro, Cirurgião Dentista, Veterinário, Médico (Clínico Geral, Nefrologista, Neurologista, Oftalmologista, Pediatra, Cardiologista, Gastronterologista, Ginecologista/Obstetra, Ortopedista/Traumatologista, Infectologista, Pneumologista, Oncopediatra, Angiologista, Cirurgião de Cabeça e Pescoço, Cirurgião Vascular, Neurologista Pediátrico, Técnico em Enfermagem, Técnico em Vigilância Sanitária e Saúde Ambiental, Auxiliar de Consultório Dentário, Agente Comunitário de Saúde e Motorista.
 
As inscrições serão realizadas através do site www.blumenau.sc.gov.br, depois de efetuar a inscrição on-line, o candidato deverá encaminhar à SEMUS, situada no setor de Gestão do Trabalho em Saúde – 1º andar, sala 19, localizada na Rua 2 de Setembro nº 2.624, Itoupava Norte – Blumenau/SC, das 7h 30min às 13h 30min, na Secretaria Municipal de Saúde, até 20 de dezembro de 2012, envelope com os documentos.
 
A seleção será constituída de prova escrita e análise de títulos.
 
A prova escrita será realizada na data provável de 03 de fevereiro de 2013, em horário e local que serão divulgados no dia 30 de janeiro de 2013, através do site www.blumenau.sc.gov.br, na SEMUS no corredor do primeiro andar, anexo à sala 19 e no prédio da Prefeitura (entrada – andar térreo).
 
O gabarito será divulgado no dia seguinte ao da realização da prova no site www.blumenau.sc.gov.br e na SEMUS.
 
A validade do processo seletivo será de 12 meses, contados da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da SEMUS.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de Palhoça - SC

Foram publicados os editais N°s 001 e 002/2012 de concurso público da Prefeitura de Palhoça, Estado de Santa Catarina. São distribuídas 46 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 2.000,00, por carga horária de 20 a 40h semanais. O certame será realizado sob a responsabilidade da Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos - FEPESE.

Cargos
As vagas são para os cargos de Assistente de Educação, Assistente Técnico Pedagógico, Orientador Educacional, Professor de Educação Infantil, Professor de Séries/ Anos Iniciais Do Ensino Fundamental, Professor de Séries/ Anos Finais Do Ensino Fundamental, Professor de Educação Especial, Professor de Música, Professor de Informática, Administrador, Arquiteto, Analista de Sistemas, Assistente Social, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Nutricionista, Psicólogo e Psiquiatra.

Inscrições
A inscrição só poderá ser efetuada via internet, no endereço eletrônico www.palhoca2012.fepese.org
.br, até às 18 horas de 15 de fevereiro de 2013.

Taxas
Os valores das taxas de inscrição são:
- Para os cargos com exigência de curso superior: R$ 90,00;
- Para os cargos com exigência de ensino médio: R$ 70,00;
- Para os cargos com exigência de ensino fundamental e fundamental incompleto: R$ 50,00.

Provas, Gabaritos e Validade
A prova escrita será aplicada na cidade de Palhoça, ou na inexistência de locais adequados e ou suficientes para a sua aplicação, em cidades próximas, com a duração de 3 horas, provavelmente, no dia 3 de março de 2013.

A prova e o gabarito provisório serão divulgados, no horário provável de 19 horas do dia da sua realização, no sitio do concurso: pmpeducaconcurso.fepese.org.br.

O prazo de validade do concurso público será de 2 anos, prorrogável, uma vez, por igual período.

Concurso CETESB - SP

A CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, Sociedade de Economia Mista vinculada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente, abriu edital N 01/2012 de concurso público para provimento de 10 vagas e formação de cadastro de reserva. O concurso será realizado através da empresa Fundação Vunesp.
 
As vagas oferecidas são para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 5.287,00. A CETESB oferece a todos os contratados os seguintes benefícios: Plano de Assistência Médico-Hospitalar, Vale-Refeição, Vale-Alimentação, Vale-Transporte e Seguro de Vida em Grupo e Acidentes Pessoais.
 
Os candidatos classificados que venham a ser contratados ficarão sujeitos à carga horária de 40 horas semanais, exceto para os cargos de Operador do Centro de Controle, cuja carga horária será de 30 horas semanais e sujeito a escala de revezamento e Médico do Trabalho, carga horária de 20 horas semanais.
 
Cargos
- Nível Superior: Advogado (CR), Analista Administrativo (CR), Analista Administrativo - Econômico Financeiro (CR), Analista Administrativo - Recursos Humanos (CR), Analista Ambiental - Auditor (1), Analista Ambiental - Engenheiro Ambiental (CR), Analista Ambiental - Engenheiro Sanitarista (CR), Analista Ambiental - Oceanografo/ Oceanólogo (CR), Analista de Educação Ambiental (CR), Analista de Educação Ambiental - Bibliotecário (CR), Analista de Educação Ambiental - Ciências Sociais (CR), Analista de Educação Ambiental - Recursos Humanos - Avaliação e Desenvolvimento (CR), Analista de Educação Ambiental - Recursos Humanos - Serviço Social (CR), Analista de TI - Administração de Banco de Dados (CR), Analista de TI - Redes, Telecom, Suporte e Segurança (CR), Analista de TI - Sistemas (CR), Arquiteto (CR), Biólogo (1), Biomédico (CR), Engenheiro Civil (2), Engenheiro Eletricista (CR), Engenheiro Florestal (CR), Engenheiro Mecânico (1), Engenheiro Químico (CR), Engenheiro Segurança do Trabalho (CR), Engenheiro-Agrônomo (2), Estatístico (CR), Farmacêutico Bioquímico (CR), Físico (CR), Geofísico (CR), Geógrafo (CR), Geólogo (1), Médico do Trabalho (CR), Meteorologista (CR), Químico (CR), Tecnólogo - Mecânico (1), Tecnólogo Ambiental (CR);

- Nível Médio/ Técnico: Auxiliar de Enfermagem do Trabalho (CR), Escriturário (1), Operador Centro de Controle (CR), Técnico Administrativo (CR), Técnico Administrativo - Contabilidade/ Finanças (CR), Técnico Administrativo - Recursos Humanos/ Administração (CR), Técnico Administrativo - Secretária (o) (CR), Técnico Administrativo - Tecnologia da Informação (CR), Técnico Ambiental (CR), Técnico Ambiental - Ambiental, Florestal ou Agrícola (CR), Técnico Ambiental - Eletrônico (CR), Técnico Ambiental - Emergências Químicas/ áreas Contaminadas/ Hidrologia/ Amostragem (CR), Técnico Ambiental - Laboratório Biológico (CR), Técnico Ambiental - Laboratório Mecânico (CR), Técnico Ambiental - Laboratório Químico (CR), Técnico Segurança do Trabalho (CR);

- Nível Fundamental: Auxiliar de Laboratório (CR);

- Nível Fundamental Incompleto: Ajudante de Serviços Gerais - Manutenção (CR).
 
Inscrições
As inscrições deverão ser realizadas somente pela internet, pelo site www.vunesp.com.br, no período das 10 horas de 26 de dezembro de 2012, até às 16 horas de 28 de janeiro de 2013.
 
Taxas
R$ 35,00 – ensino fundamental;
R$ 45,00 – ensino médio;
R$ 75,00 - ensino superior.
 
Provas
As provas serão aplicadas na data prevista de 3 de março de 2013, com local e horário a serem divulgados oportunamente, nas cidades de São Paulo, Araçatuba, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos e Sorocaba, conforme opção formulada pelo candidato no ato da inscrição.
 
Validade
O prazo de validade do concurso público é de 1 ano, a contar da data da publicação da homologação, podendo ser prorrogado uma única vez por igual período, a critério da CETESB.

Vício no uso da Internet é similar ao abuso de drogas

Profissionais de saúde mental nos Estados Unidos destacaram o aparecimento de um novo problema psiquiátrico no mesmo nível que o alcoolismo, abuso de drogas ou adição ao jogo: o distúrbio do hábito de usar a Internet.

Este quadro acontece quando um trabalhador de um escritório norte-americano, cujo foco deveria estar na realização de tarefas de trabalho, ao invés disso está perdendo horas navegando na Internet ou jogando futebol virtual no computador. Ou quando um executivo está tão ligado ao seu aparelho handheld(como um Palm), que ele o confere como última ação à noite, antes de dormir, e no dia seguinte o consulta no momento em que abre os olhos pela manhã.

Estimativas publicadas na última semana na imprensa americana e européia sugerem que 10% dos usuários Internet nos Estados Unidos possam ser considerados como viciados na rede de computadores.

Pesquisadores do Internet/Computer Addiction Services de Seattle informaram que muitas das pessoas com adição à Internet apresentam níveis de dopamina alta. Outros profissionais de saúde sugerem que a Internet não seja um fator viciante, mas possa ser considerada como um facilitador para outros hábitos, como jogar e buscar pornografia.

Fonte British Medical Journal online edition

Exames: Doppler scan colorido arterial de membro inferior

O que é o exame: método que utiliza ultra-som para examinar o fluxo de artérias maiores dos membros inferiores, com formação de imagens em cores. Coloca-se um gel sobre a pele do local a ser examinado e as imagens são captadas com a movimentação de um transdutor.
 
Para que serve: auxilia no rastreamento de doença isquêmica periférica, na seleção de pacientes para exame invasivo (arteriografia), no planejamento cirúrgico e no controle de tratamento de afecções arteriais de membro inferior. Alterações que podem ser detectadas incluem: aterosclerose de extremidades, tromboangeíte obliterante, doença arterial espástica, oclusão arterial por êmbolo e tumores vasculares. O exame ainda pode ser usado para monitorar reconstrução arterial e enxertos vasculares.
 
Instruções para a realização do exame: devem ser removidas as roupas do membro inferior a ser examinado.
 
Riscos: o procedimento não apresenta riscos específicos.
 
 
Fonte:
Medline Plus – US National Library of Medicine and National Institutes of Health
 
Por Boa Saúde

Pornografia na internet pode causar esquecimento

 
Ver pornografia na internet pode ser prazeroso para algumas pessoas, mas o hábito pode interferir na memória de curto prazo.
 
Pesquisadores alemães selecionaram 28 homens heterossexuais e em uma média de 26 anos de idade. Eles viram imagens de computadores, sendo que algumas eram pornográficas e as restantes não tinham teor sexual.
 
Ao ver as fotos, os participantes deviam apertar um botão indicando se já haviam visto aquela imagem antes ou se era a primeira vez que ela era exibida.
 
Os homens marcaram mais respostas incorretas quando deviam classificar as fotos pornográficas, classificando corretamente 67% dessas imagens e 80% das imagens não sexuais. A capacidade dos homens de dar a resposta correta foi ainda menor quando eles disseram que estavam se sentindo muito excitados e com vontade de se masturbar.
 
Os dados encontrados na pesquisa levaram os pesquisadores à conclusão de que ver de pornografia pode afetar a memória de curto prazo. A descoberta pode ajudar pesquisadores a entenderem o porquê de pessoas viciadas em pornografia na internet esquecerem compromissos, negligenciarem empregos, relacionamentos e até mesmo sua própria saúde.
 
A pesquisa foi publicada no periódico Journal of Sex Research.
 
Fonte Live Science

Governo cria Comitê de Atenção à Pessoa Celíaca

Brasília - O Ministério da Saúde criou um Comitê Intersetorial de Atenção Integral às Pessoas Celíacas para elaborar, planejar, monitorar e avaliar as políticas de atenção voltadas para cerca de 1 milhão de celíacos que existem hoje no Brasil. A medida foi publicada nessa terça-feira (18).
 
A doença celíaca é autoimune. O portador tem intolerância permanente ao glúten, uma proteína encontrada no trigo, na cevada, no centeio, na aveia e em seus derivados. Nos celíacos, o glúten, que está presente em pães, biscoitos e uma infinidade de alimentos, desencadeia a produção de anticorpos no intestino delgado, que inflamam as paredes intestinais e dificultam a absorção de nutrientes.
 
De acordo com a nutricionista Lucélia Costa, presidente da Federação Nacional das Associações de Celíacos (Fenacelbra), os sintomas podem variar, mas os mais comuns são diarreia crônica (de mais de 30 dias), prisão de ventre, anemia, falta de apetite, vômitos, emagrecimento, perda ou pouco ganho de peso, atraso de crescimento ou da puberdade, humor alterado, irritabilidade ou desânimo e distensão abdominal.
 
A nutricionista acrescenta que a doença pode causar uma série de problemas associados, como o hipotireoidismo, vitiligo, a asma, dores articulares, entre outros. “[A doença celíaca] ainda é desconhecida e subestimada pela maioria da população e pelos profissionais de saúde [no Brasil]”. Ela pode levar anos para ser diagnosticada, já que os exames de sangue existentes são, às vezes, insuficientes para uma conclusão. No entanto, pode ser confirmada por meio de uma endoscopia, com a biópsia de uma amostra do tecido do intestino delgado.
 
O celíaco deve se privar de comidas que contenham glúten por toda a vida. “Qualquer quantidade pode desencadear reações”, ressalta Lucélia. Ela explica que pode haver ainda restrições a outros alimentos, como o leite, a soja, o açúcar, o milho e até a alguns medicamentos e produtos de higiene e beleza. Os alimentos que contêm glúten podem ser substituídos por produtos com fécula de batata, farinha de milho, amido de milho, polvilho, farinha ou creme de arroz, araruta ou fubá.
 
Lucélia alerta que a doença celíaca é herdada dos pais. “Nascemos com a predisposição genética e o desenvolvimento dependerá dos fatores ambientais e alimentares“.
 
Fonte Agência Brasil

Siga 17 regras para evitar acidentes domésticos com crianças

Nada mais natural do que uma criança que mexe em tudo, afinal explorar o ambiente à sua volta faz parte do desenvolvimento. Para que isso não vire uma tragédia, porém, é preciso que pais e responsáveis saibam que muitos dos acidentes na infância ocorrem dentro de casa e poderiam ter sido evitados com medidas simples de segurança.
 
Segundo pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde, a maioria das quedas até os 9 anos de idade, por exemplo, se deu no lar doce lar.

Informações coletadas em unidades de urgência do Sistema Único de Saúde (SUS) de 37 cidades brasileiras mostraram que, dos 10.988 atendimentos a crianças nessa faixa etária, 5.540 (50,4%) foram provocados por quedas - sendo que a maioria, 3.838 (69%), dentro da casa das vítimas.

Cabe ao adulto garantir um ambiente seguro à criança, que nunca deve ficar sozinha em casa ou ser cuidada por outras crianças e lhes dar sempre os bons exemplos.

Confira as principais orientações:
1. Instale grades ou redes de proteção nas janelas, sacadas e mezaninos

2. Não deixe cadeiras, camas e bancos perto de janelas, pois as crianças podem escalar e se debruçar. O mesmo vale para móveis baixos perto de estantes e armários altos.

3. Instale portões de segurança no topo e pé das escadas. Se a escada for aberta, opte por redes ao longo dela.

4. Cuidado com chão liso e tapetes. Não encere o piso e providencie antiderrapantes nos tapetes para evitar escorregões. Na maioria das quedas infantis atendidas nos postos do SUS, as crianças caíram do mesmo nível, ou seja, as quedas foram causadas por tropeções, pisadas em falso ou desequilíbrios.

5. Oriente seu filho a brincar em locais seguros. Escadas, sacadas e lajes não são espaços de lazer.

6. Crianças com menos de 6 anos não devem dormir em beliches. Se não houver outro local, instale grades de proteção nas laterais.

7. O uso de andadores não é recomendado pela Sociedade Brasileira de Pediatria, pois pode comprometer o desenvolvimento e causar sérias quedas.

8.Quando for trocar fralda, mantenha sempre uma mão segurando o bebê. Nunca deixe um bebê sozinho em mesas, cama e outros móveis, mesmo que seja por um instante.

9. Proteja as tomadas com protetores específicos ¿ baratos e facilmente encontrados em home centers, supermercados e lojas de produtos infantis. Além disso, oriente seu filho a não colocar o dedo na tomada, pois ele pode frequentar outros locais que não tenham a proteção.
 
Cuidado: as queimaduras elétricas podem ser graves, expondo a criança ao risco de morte e seqüelas.

10. Não deixe o ferro de passar quente ao alcance da criança, mesmo que esteja desligado.

11. Os cabos das panelas devem ficar virados para dentro do fogão.

12. Use protetores nas portas para evitar que a criança prenda a mão ou dedos.

13. Para uma criança se afogar, bastam 2,5 cm de profundidade. Cuidado, portanto, com água em baldes e tanques, além de vasos sanitários e piscinas sem proteção adequada.

14. Teste a temperatura de alimentos líquidos e sólidos antes de oferecer à criança.

15. Antes do banho, teste a temperatura da água da banheira com a parte interna do cotovelo.

16. Nunca deixe remédios ao alcance das crianças, nem faça associação de medicamentos com balas e doces.

17. Não coloque produtos de limpeza em embalagens de alimentos e refrigerantes. A criança pode confundir e ingerir. Evite também deixá-los na parte de baixo de pias e armários.
 

Especialistas alertam Papai Noel sobre os riscos da privação do sono

Diz a lenda que todos os anos, na noite de Natal, Papai Noel e suas renas viajam o mundo inteiro para entregar presentes à todas as crianças. Isso significa que o bom velhinho passa, no mínimo, a noite inteira acordado e dirigindo, “o que pode colocar em risco sua vida e a de suas renas”, alertam pesquisadores da Universidade de Warwick, no Reino Unido.
 
Franco Cappuccio e Michelle Miller, especialistas do sono da Faculdade de Medicina da universidade, são autores de um estudo e um livro sobre a privação do sono e seus efeitos sobre a saúde das pessoas. Em tom bem humorado, e usando Papai Noel como exemplo, eles explicam o que pode acontecer quando alguém dorme menos de seis horas por noite.
 
“Considerando que ele faz isso apenas uma vez por ano, isso não deve afetar sua saúde a longo prazo. No entanto, no curto prazo há riscos. A falta de sono fará com que ele fique sonolento, sua vigilância vai desaparecer e sua capacidade de pensar e lembrar diminuirá. Existe um risco para si e para os outros: ele poderia adormecer nas rédeas e bater seu trenó ou poderia até mesmo acabar entregando um presente para a pessoa errada”, diz Cappuccio.
 
Soneca não substituí noite de sono
Qual a solução mais viável para o bom velhinho? Sonecas curtas ao longo do caminho. “Uma soneca em um telhado aqui e ali pode ajudar, no curto prazo, mas não substitui uma boa noite de sono de, pelo menos, 8 horas”. Outra dica é tomar uma xícara de café antes do cochilo pode potencializar o efeito da soneca. “O café geralmente tem efeito sobre nosso corpo 20 minutos depois que o tomamos. No entanto, não se deve repetir isso várias vezes. O efeito vai ser menor com o tempo e pode causar efeitos colaterais, como palpitação e aumento da pressão arterial”.
 
Privação do sono engorda
É hábito as crianças deixarem pequenos lanches para o Papai Noel comer após sua visita. Para os especialistas, comer é importante, já que a privação do sono aumenta o apetite. “E por isso não dormir pode levar à obesidade, então a barriga do Papai Noel não é uma surpresa para nós”. Mas eles alertam quanto ao consumo de bebidas alcoólicas. “A sonolência e o cansaço fazem com que seu nível de atenção se compare ao de alguém que consumiu bebidas alcoólicas além do limite. Se Papai Noel fizer isso, aí sim ele corre um risco real de bater seu trenó”, alerta.
 
E qual seria a melhor forma de Papai Noel recuperar a noite de sono perdida? “Viajar uma noite inteira ao redor do mundo significa que Papai Noel passou por algumas mudanças de fuso horário e teve pouco tempo para seu ritmo circadiano se readaptar. Se ele fizesse isso todos os dias, ele correria o risco de morrer prematuramente. No entanto, as crianças podem ter a certeza: fazendo isso apenas uma vez por ano e seguindo estas indicações, ele permanecerá saudável todos os anos”, finalizam.
 
Fonte O que eu tenho

Feriados aumentam incidência de acidentes com crianças

 
Elas pulam, correm, jogam bola. Tudo dentro de um espaço que pode ser visto como um campo minado para as crianças: dentro de casa. A falta de um local ideal para brincadeiras pode levar a diversos acidentes no ambiente doméstico. Objetos de vidro e móveis podem levar a diversas surpresas desagradáveis para os pais. Os acidentes são ainda mais comuns nos finais de semana, feriados e nas datas comemorativas como Natal ou mesmo aniversários – quando o brinquedo novo e a ansiedade para estreá-lo tomam conta dos pequenos.
 
“Uma brincadeira que parece boba, como pular pela casa em cima dos sofás, pode levar a quedas. As crianças imitam o que veem na televisão, por exemplo, e não têm noção de que quando caírem podem se machucar gravemente”, explica Rômulo Brasil Filho, ortopedista do Hospital Santa Catarina em São Paulo, experiente em atender as crianças vítimas desse tipo de acidente envolvendo brincadeiras.
 
O especialista explica que as crianças têm muita energia para gastar e muitas vezes os pais não têm o hábito de levá-las para espaços ideais, como parques ou praças, afinal, o espaço doméstico é mais confortável para os adultos, regra que não se aplica para as crianças: para elas, ter liberdade para brincar é sinônimo de ter espaço para se movimentar.
 
“Espaços assim, como os parques, são menos propensos aos acidentes especialmente por serem locais mais planos e onde a criança, no caso de uma queda, tem espaço para se defender, ou seja, para reagir e se proteger com as mãos, por exemplo”, diz Rômulo. Não que os acidentes não aconteçam, mas podem ser menos traumáticos.
 
O espaço doméstico – especialmente os apartamentos –, ao contrário, podem contribuir com os acidentes envolvendo brincadeiras, pois o piso inadequado, a quantidade de objetos que podem cair e quebrar (machucando as crianças) e mesmo a proximidade com locais potencialmente perigosos, como a cozinha, não são ideais para as brincadeiras.
 
“E mesmo nas áreas comuns dos prédios é importante que os pais fiquem atentos a potenciais acidentes. Brincadeiras envolvendo crianças com idades muito diferentes é algo que merece atenção. As crianças não têm muita noção da força que aplicam e brincadeiras do tipo ‘luta’ podem acabar machucando alguém”, aponta Rômulo, lembrando também que muitos playgrounds e áreas comunitárias são cimentados, outro limitador para as brincadeiras e catalisador de situações envolvendo arranhões, batidas e machucados diversos.
 
Brincadeiras perigosas aos olhos dos pais são menos propensas a acidentes
Para a surpresa geral, algumas brincadeiras aparentemente mais perigosas são menos propensas a acidentes. “O skate, a bicicleta e o patins são a minoria dos casos de crianças que se machucam brincando. Em parte é pelo fato de que uma boa parte das crianças usa equipamentos de proteção – coisa simples, como joelheira e capacete –, mas em parte também pela própria atenção das crianças: elas sabem que a queda pode ocorrer e, portanto, prestam mais atenção à atividade, além de escolherem com cuidado onde brincar com esses apetrechos”, diz Rômulo.
 
Mas isso não as livra de eventuais contusões, torções no tornozelo (no caso dos patins) e mesmo fraturas ósseas. Entretanto, essas condições são mais comuns com as observadas em outras atividades como o futebol, por exemplo, onde há vários fatores – e crianças – envolvidos.
 
“A parte boa é que as crianças se recuperam muito rápido. Quanto mais jovens, menor o tempo necessário para uma cicatrização de um machucado ou então mais rapidamente um osso se reconstitui. Mesmo desvios ósseos, que podem ocorrer dependendo da fratura, podem vir a se corrigir naturalmente no processo de crescimento da criança sem que haja necessidade de cirurgia, por exemplo”, tranquiliza Rômulo, enfatizando a necessidade das crianças terem uma rotina de brincadeiras – especialmente as que envolvam convívio social com amigos – e a importância dos pais motivarem essas atividades e estarem presentes para dar o apoio necessário (afetivo também) para esses indivíduos em desenvolvimento.
 
Fonte O que eu tenho

Nanotecnologia impulsiona tratamento de câncer e outras doenças

Em oncologia, a nanotecnologia abriu uma nova frente de veiculação de fármacos, embora, o uso sistêmico da nanotecnologia aliada a fotoprocessos ainda esteja em fase inicial em novas áreas
 
A nanotecnologia, utilizada na medicina para diferentes tratamentos de saúde, tem se tornado indicada para o combate a doenças que vão do câncer de pele ao mal de Parkinson e de Alzheimer, graças ao desenvolvimento de novas técnicas para sua aplicação.
 
Uma série de pesquisas realizadas pelo Grupo de Fotobiologia e Fotomedicina do Centro de Nanotecnologia e Engenharia Tecidual da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto, tem resultado em diferentes possibilidades de tratamento, viáveis técnica e economicamente.
 
Várias dessas inovações, que utilizam nanomedicamentos em conjunto com a aplicação de luz sobre os tumores, foram apresentadas por Antonio Claudio Tedesco, coordenador das pesquisas, durante o evento “Fronteras de la Ciencia – Brasil y España en los 50 años de la FAPESP.
 
O simpósio integra as comemorações dos 50 anos da FAPESP e reuniu, de 10 a 14 de dezembro, nas cidades de Salamanca e Madri, pesquisadores do Estado de São Paulo e de diferentes instituições de ensino e pesquisa do país ibérico.
 
Nas pesquisas apresentadas por Tedesco, destacam-se as que utilizam partículas metálicas nanoestruturadas para a melhoria de diagnósticos feitos por imagens, além da construção de próteses de alta eficiência, parte delas envolvendo células-tronco voltadas para a aplicação na engenharia tecidual, para regeneração de vasos sanguíneos, por exemplo.
 
“A nanotecnologia, com o desenvolvimento de novos sistemas de veiculação de fármacos, tem permitido que moléculas antes usadas para o tratamento de determinados tipos de patologias possam ser redesenhadas e utilizadas com novas funções”, disse à Agência FAPESP o pesquisador que coordena um Projeto Temático sobre o tema apoiado pela FAPESP.
 
De acordo com Tedesco, a combinação de fotoprocessos utilizando nanotecnologia à administração de fármacos, de maneira intravenosa ou tópica, é realidade para tratamentos de cânceres de pele, que em 80% dos casos não são melanômicos, ou seja, podem ser tratados por essa terapia. O mesmo tipo de tratamento, no entanto, não se aplica ao melanoma que, por ser uma lesão pigmentada (de cor escura), absorve todos os comprimentos de onda luminosa visível.

“Normalmente, com uma única aplicação, em 98% dos casos a doença desaparece, sem cirurgia e dispensando tratamentos como radioterapia ou cirurgia. O custo desse tratamento é muito baixo, equivalente a R$ 70 a cada três aplicações, o que o torna uma opção viável para ser aplicado nesse tipo de neoplasia”, disse Tedesco.
 
O material desenvolvido pelo laboratório na USP de Ribeirão Preto está patenteado desde 2002 e abrange, além da molécula, também seu processo de aplicação.
 
“Desenvolvemos um fármaco clássico nanoestruturado, o ácido aminolivulínico e seus derivados, ambos aprovados pelo FDA [Food and Drug Administration], órgão responsável por sua aprovação nos Estados Unidos. Esse mesmo tipo também é aprovado e utilizado na Europa e Japão”, disse.
 
Atualmente, já existem fármacos de segunda e terceira geração para esse tipo de aplicação aguardando o uso em fase clínica.
 
Histórico abrangente
Na área de oncologia, as pesquisas do Centro de Nanotecnologia e Engenharia Tecidual da USP surgiram especificamente com a utilização de fotoprocessos, aliados à nanotecnologia como forma de veicular essas moléculas e provocar sua interação com as células neoplásicas de forma sítio-específica, ou seja, com ação direta sobre o tumor.
 
“No caso de neoplasias, usamos pigmentos [moléculas naturais ou sintéticas] ativados pela luz visível, que se distribuem por todas as células, garantindo que as células cancerosas possam ter um acúmulo maior dessa molécula, que é o objeto desse tipo de fotoativação. Com a nanotecnologia, a tecnologia farmacêutica passou a contar com vários sistemas que permitem aumentar a especificidade da partícula que carrega o fármaco para a célula neoplásica”, disse Tedesco.
 
De acordo com o pesquisador, um percentual de células sadias acaba marcado durante o processo, que só funciona terapeuticamente quando há conjunção com a fotoativação luminosa.
 
“A luz é aplicada após o tempo de biodistribuição do fármaco na lesão, que varia para cada tipo de tumor e molécula usada e desencadeia a ação da molécula, produzindo uma grande quantidade de radicais livres num curto espaço de tempo”, disse.
 
Esse choque de radicais livres é o que leva, segundo apontam as pesquisas, a uma resposta biológica, que ocorre na chamada fase escura, após a iluminação, que acontece em um tempo muito curto.
 
Com as novas gerações de moléculas, que se instalam mais rapidamente na lesão, o tempo necessário para a ação do tratamento também está diminuindo. De fato, trata-se de uma série de eventos bioquímicos, fotoquímicos e fotobiológicos que leva, em última instância, à destruição da massa tumoral.
 
O processo envolve a aplicação da medicação seguida da aplicação de luz exatamente sobre o tumor, para a fotoativação do medicamento. Segundo Tedesco, a técnica é segura, porque mesmo se um tecido saudável absorver parte da molécula veiculada não haverá qualquer alteração, pois a molécula, sem a posterior aplicação de luz, acaba biodegradada.
 
Em oncologia, a nanotecnologia abriu uma nova frente de veiculação de fármacos, embora, para Tedesco, o uso sistêmico da nanotecnologia aliada a fotoprocessos ainda esteja em fase inicial em novas áreas.
 
“Estamos iniciando os estudos para aplicações desse procedimento em órgãos como bexiga, próstata e útero, ou seja, em órgãos que permitem a iluminação por cavidade”, disse.

Possibilidades de tratamento
Em sua exposição em Salamanca, outros focos de pesquisa também foram apresentados por Tedesco, como o estudo das doenças do sistema nervoso central, no qual o grupo da USP em Ribeirão Preto está atualmente focado.
 
“Desenvolvemos um sistema proteico polimérico para veiculação que permeia a barreira hematoencefálica, o que abre novas possibilidades, pois essa barreira é extremamente seletiva. Com esse sistema, há um reconhecimento da proteína e a barreira se abre, permitindo que o fármaco incorporado penetre no cérebro”, disse.
 
O conhecimento sobre nanotecnologia e fotoativação em oncologia está agora sendo direcionado pelo grupo de pesquisas ao estudo de outras doenças, como Alzheimer e Parkinson.
 
“Neste momento, buscamos desenvolver novos desenhos nanométricos para fármacos clássicos para o tratamento do mal de Parkinson, em conjunto com a Santa Casa de São Paulo e a Universidade de Brasília, e para o tratamento da epilepsia, em conjunto com a Universidade Federal de São Paulo”, contou Tedesco.
 
A técnica também está sendo usada para a regeneração de vasos sanguíneos, pois áreas que desenvolvem tumores fazem com que os vasos ao seu redor tornem-se mais porosos.
 
“Em casos de angiogênese, quando o vaso cresce em direção ao tumor, precisamos desenvolver sistemas nanoestruturados antiangiogênicos para o restauro do vaso. Essas alterações, que debilitam os vasos pelo crescimento do tumor, fazem com que o medicamento usado nos tratamentos por quimioterapia ou fototerapia seja extravasado e não chegue à massa tumoral, daí a necessidade de regeneração dos mesmos”, disse Tedesco.
 
Além de impedir o crescimento de vasos em direção ao tumor, a técnica permite restaurar os vasos porosos, fazendo com que o medicamento quimioterápico chegue ao tumor com exatidão, além de possibilitar sua remoção cirúrgica de forma mais segura.
 
“A nanotecnologia funciona na veiculação dos fatores antiangiogênicos (peptídeos e proteínas), que são a mesma classe de moléculas que aportamos no desenvolvimento de sistemas de veiculação de fármacos usados no tratamento de doenças do sistema nervoso central, ou seja, tudo está relativamente interrelacionado”, explicou.
 
A novidade está na parte da engenharia tecidual. “A partir do momento em que conseguimos entender como a luz visível, em combinação com o fármaco veiculado de forma nanoestruturada, modula a resposta tecidual, podemos fazer com que aquele tecido apresente um processo de cicatrização mais rápido, ou que uma pele implantada em um paciente que sofreu queimadura passe a ter uma integração mais rápida com o tecido que a recebe, que é essa nova linha de fotobiomodulação”, disse Tedesco.
 
Desse modo, o mesmo fármaco, em doses menores e com diferentes tempos de aplicação da luz, levaria à regeneração do tecido, ou seja, pode-se acelerar o fechamento cicatricial utilizando o mesmo tratamento utilizado para o câncer.
 
“Estamos entendendo como funciona a fotobiomodulação, porque é um modelo extremamente complexo”, disse Tedesco.

Apesar das novas aplicações, a base da pesquisa continua a mesma: a nanotecnologia aliada ao uso da luz visível e do fármaco fotossensível, em busca de respostas moduladas. Nessa linha de trabalho, a mais recente incursão do grupo de Tedesco é a pesquisa que envolve células-tronco, na qual se busca modular processos de diferenciação celular.
 
“A nanotecnologia e o fotoprocesso estão se tornando ferramentas para ampliar as possibilidades de tratamento. A ideia agora é discutir cooperações internacionais para avançarmos nessas pesquisas e suas aplicações”, disse Tedesco.
 
Fonte SaudeWeb

Centros antidrogas são inaugurados em Fortaleza

O Centro de Referência e Prevenção ao Crack e Outras Drogas foi inaugurado pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, em Fortaleza.
 
Além da unidade, mais um Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Outras Drogas (Caps AD) 24 horas também foi implantado. Padilha destacou que cerca de R$ 70 milhões serão investidos em ações contra o crack, na capital, até 2014.
 
Nos Caps, os pacientes são assistidos em regime de atenção diária, com atendimentos individuais, grupais e oficinas terapêuticas.
 
A equipe é formada por enfermeiro, técnico de enfermagem, assistente social, terapeuta ocupacional, psiquiatra, psicólogo e artista.
 
Já o Centro de Referência realiza ações planejadas junto à comunidade, organizações governamentais e não governamentais. Promove várias atividades e também conta com uma equipe multidisciplinar.
 
Fonte SaudeWeb

Ministério investe para aumentar longevidade e garantir qualidade

O Brasil está inserido no relatório global que confirma aumento
da expectativa de vida mundial, com menos qualidade
Plano de Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis é estratégia do governo tendo em vista o aumento da expectativa de vida. Confira o balanço atual da saúde e quais são as próximas ações do Ministério
 
O Brasil está inserido no relatório global que confirma aumento da expectativa de vida mundial, com menos qualidade. O Plano de Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis, lançado pelo Ministério da Saúde, visa reverter esse cenário
 
O relatório Global Burden of Disease Study 2010 (GBD 2010), publicado no The Lancet, um dos jornais médicos mais respeitados da Inglaterra, revelou que a população de todo o mundo tem vivido mais, que a mortalidade infantil apresentou queda, porém as pessoas têm levado um estilo de vida menos saudável. O Brasil está inserido neste contexto mundial, por isso o governo brasileiro vem investindo em políticas de saúde para aumentar a longevidade e garantir qualidade de vida.
 
“O grande esforço do Ministério da Saúde, além de continuar mantendo o aumento da expectativa de vida, é incorporar qualidade a esses anos que estamos ganhando. Lançamos, em 2011, o Plano de Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis, justamente, em resposta a esse cenário”, afirma o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.
 
O estudo teve a colaboração de 486 autores de mais de 50 países e levou cinco anos para ser concluído. O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, foi um dos entrevistados da publicação. “O SUS está atento à prevenção das doenças crônicas e à diminuição dos fatores de risco, como sedentarismo, alimentação não-balanceada e tabagismo. Com isso, teremos idosos e adultos mais saudáveis, diminuindo a prevalência dessas doenças”, destacou o secretário.
 
Ele explica que o aumento da expectativa de vida é reflexo da redução da mortalidade infantil e da mortalidade precoce de crianças e jovens. “Os estudos de mortalidade e inquéritos de morbidade são essenciais para subsidiar as políticas públicas. Hoje, temos uma série de ações que não existiam há alguns anos atrás. Quanto mais a população envelhece, mais o Sistema Único de Saúde (SUS) se esforça para oferecer programas que promovam melhoria nos hábitos de vida dos brasileiros.”, ressalta o secretário.
 
O trabalho foi conduzido pelo Instituto de Métrica e Avaliação de Saúde (IHME), da Universidade de Washington, e reforça tendências já observadas pelo Governo Federal: uma em cada quatro mortes no mundo foram causadas por doenças cardíacas ou acidente vascular cerebral (AVC). Somente em 2010, as doenças do aparelho circulatório foram responsáveis por mais de 320 mil óbitos no Brasil.
 
Crônicas
As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) constituem a principal causa de óbitos no mundo. No entanto, na última década, observou-se uma redução de aproximadamente 20% nas taxas de mortalidade por essas doenças no Brasil, o que pode ser atribuído à expansão da Atenção Básica, melhoria da assistência e redução do consumo do tabaco desde 1990, mostrando importante avanço na saúde dos brasileiros. No País, as DCNT são responsáveis por 72% das causas de morte no Brasil.

A taxa de mortalidade por AVC – na faixa etária que considera esses óbitos como mais evitáveis – ou seja até os 70 anos de idade – reduziu 32,6% entre 2000 e 2010. Nesta faixa, o índice caiu de 27 mortes para 18 mortes para cada 100 mil habitantes, o que representa uma redução média anual de 3,2%. Em 2010, foram registrados 33.369 óbitos de pessoas com até 70 anos, por AVC.
 
De acordo com a pesquisa, a mortalidade infantil e a desnutrição diminuíram em todo mundo entre 1990 e 2010. Relatório divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), destaca que o Brasil já alcançou os índices de redução definidos pelas metas dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODB), em relação à mortalidade de crianças menores de cinco anos. O acordo previa a redução em 2/3 da mortalidade desse público entre 1990 e 2015. De acordo com a ONU, o Brasil teve redução de 73% das mortes na infância desde 1990.
 
Vigilância
A publicação revela que maus hábitos alimentares e sedentarismo correspondem a 10% do adoecimento global. O sobrepeso foi apontado como responsável por três milhões de mortes ao redor do mundo em 2010. A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde anualmente desde 2006, retrata hábitos de vida da população brasileira e mostra que o excesso de peso e a obesidade aumentaram nos últimos seis anos no Brasil. No entanto, o Vigitel aponta que o percentual de homens sedentários no Brasil passou de 16%, em 2009, para 14,1% em 2011. Na população brasileira, 39,6% dos homens se exercitam regularmente, enquanto nas mulheres a frequência é de 22,4%.
 
Já o número de fumantes permanece em queda no Brasil. Segundo a pesquisa, de 2006 a 2011, o percentual de fumantes passou de 16,2% para 14,8%. A incidência de homens fumantes no período 2006-2011 diminuiu a uma taxa média de 0,6 % ao ano, segundo o Vigitel 2011. A frequência é menos da metade do índice de 1989, quando a Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição (PNSN), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontou 34,8% de fumantes na população.
 
Plano promove hábitos de vida saudáveis
Para frear a obesidade e o sedentarismo, que são fatores de risco importantes para doenças crônicas, e promover hábitos de vida mais saudáveis, o Ministério da Saúde prevê uma série de iniciativasno Plano de Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis através de parcerias com o setor privado e outras pastas do governo.
 
O Programa Academia da Saúde é a principal estratégia para induzir o aumento da prática da atividade física na população. A iniciativa prevê a implantação de polos com infraestrutura, equipamentos e profissionais qualificados para a orientação de práticas corporais, atividades físicas e lazer. A meta é construir quatro mil polos até 2014. Atualmente, há mais de 2,6 mil polos habilitados para a construção em todo o país e outros 155 projetos pré-existentes que foram adaptados e custeados pelo Ministério da saúde. O programa recebe investimentos de R$ 371 milhões.
 
Para melhorar a dieta dos brasileiros e qualidade de vida, o Ministério da Saúde firmou um acordo com a indústria alimentícia que prevê a redução gradual do teor de sódio em alimentos processados. Desde 2011, o governo firmou três termos de compromisso para que várias categorias de alimentos sejam produzidas com menos sódio. Somados os três convênios, a previsão é de que, até 2020, estejam fora das prateleiras mais de 20 mil toneladas com o teor deste alimento. Se o consumo de sódio for reduzido para a recomendação diária da OMS (menos de cinco gramas por pessoa diariamente), os óbitos por AVC podem diminuir em 15%, e as mortes por infarto em 10%. Ainda estima-se que 1,5 milhão de brasileiros não precisaria de medicação para hipertensão e a expectativa de vida seria aumentada em até quatro anos.
 
Medicamentos
O Saúde Não Tem Preço, marca do Farmácia Popular, é uma das ações prioritárias para o controle das doenças crônicas, como hipertensão e diabetes. Desde o início da ação, em janeiro de 2011, mais de 12 milhões de pessoas já retiraram medicamentos gratuitos para o tratamento dessas doenças. No último mês, mais de 4,5 milhões foram beneficiadas com os 11 medicamentos disponíveis. Esse número é quatro vezes maior, se comparado a janeiro do ano passado, quando 853 mil pacientes foram atendidos.
 
Além de aumentar o acesso, a oferta destes medicamentos contribui para a redução no número de internações por diabetes e hipertensão no SUS. De 2010 para 2011, o número de pacientes internados por diabetes caiu de 148 mil para 145 mil. No caso de hipertensão, verifica-se também uma redução de mais de oito mil internações de um ano para o outro. Os medicamentos estão disponíveis nas mais de 22 mil farmácias em todo o país. Para ter acesso, basta apresentar receita médica, documento de identidade e CPF.
 
MS confirma queda das doenças transmissíveis
Por outro lado, o periódico destacou que a incidência de doenças infecto-contagiosas caiu vertiginosamente nas últimas décadas. Os dados do Ministério da Saúde confirmam a tendência mundial e registram queda expressiva nos números de doenças transmissíveis nos últimos 10 anos, como tétano, sarampo, dengue, tuberculose, diarreias e síndromes respiratórias.
 
No Brasil, os dados corroboram com a publicação, apontando redução nos números de destas doenças transmissíveis nos últimos 10 anos. A queda no número de casos de tétano no Brasil é atribuída à vacinação de rotina e ao reforço na imunização dos chamados grupos de risco. Neste período, o número de casos caiu 44%. Enquanto em 2001, o País registrou um total de 578 casos, em 2011 foram 327. No caso do tétano neonatal a redução foi ainda maior, superando os 80% de 2001 a 2011, caindo de 37, para seis casos, respectivamente.
 
O sarampo já foi responsável por uma parcela importante da carga epidemiológica das doenças infecciosas no Brasil, com alta incidência e letalidade até a década de 1990. A meta de eliminação do sarampo nas Américas até o ano 2000 foi estabelecida em 1995 e foi seguida no Brasil por fortes investimentos nas estratégias de vacinação, que se mantêm até o momento. A última cadeia autóctone foi confirmada no Estado do Mato Grosso do Sul, em 2000, quando foi concluída a implantação das vacinas tríplice e dupla viral, que estavam em fase de implantação. Em 2011, foram confirmados 43 casos de sarampo, distribuídos por vários estados; entre eles, sete apresentaram histórico de viagem à Europa e aos Estados Unidos. Os demais foram confirmados por vínculo com os casos importados.
 
Dengue
O número de casos graves de dengue caiu este ano 64% em comparação a 2011. A queda foi muito maior se forem considerados os números de 2010 – percentual de redução de 78%. Enquanto de janeiro ao início de novembro em 2010, os casos graves da doença chegaram a 17.037, no mesmo período de 2012, o número totalizou 3.774. Os óbitos também apresentaram queda de 63% em comparação com 2010. De janeiro até a primeira semana de novembro, foram confirmados 247 óbitos, sendo que no mesmo período de 2010 foram 672 óbitos. Os avanços confirmam a estratégia de enfrentamento da dengue: não apenas de eliminar o mosquito, mas garantir a assistência básica, capacitação dos profissionais e aprimoramento da informatização dos dados de vigilância epidemiológica.
 
Ano passado, o país registrou 71.337 casos de tuberculose. A publicação Saúde Brasil, apresentada pelo Ministério da Saúde em outubro, aponta uma queda média da taxa de incidência da tuberculose de 1,3% por ano, entre 2001 e 2011, totalizando uma taxa de 37,1/100 mil habitantes. Neste período, a quantidade aproximada de óbitos pela doença foi de 4,6 mil.
 
Aproximadamente 78,8 mil internações por diarreia deixaram de ocorrer em 2011 se comparado ao ano de 2001, caindo de 274.383 internações para 195.553 em 2011. Além disso, houve queda expressiva no número de óbitos em menores de um ano, em 75,3%, entre 2000 e 2010, passando de 3.004 óbitos por diarreia para 740 em 2010. Essa diminuição dos casos graves e das mortes em está associado ao conjunto de ações que integram a Política Nacional de Aleitamento, como aumento no número dos bancos de leite no país, o incentivo ao aleitamento materno, a expansão do Bolsa Família, a capacitação dos profissionais da atenção básica para atenção integrada às doenças prevalente na infância e ao Rede Cegonha.
 
Além disso, as Unidades Sentinelas espalhadas por todo o país vêm ajudando a monitorar e combater, de forma rápida, as doenças respiratórias causadas por vírus, como as gripes. Também o Ministério da Saúde atua sistematicamente para combater as chamadas Síndromes Respiratórias. Em 2009, foram notificados 88 mil casos por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), esse número caiu drasticamente em 2011 – pouco mais de 4.900 casos. Neste ponto, as vacinas, a gratuidade dos medicamentos, o diagnóstico precoce e o tratamento em todas as unidades básicas de saúde, que também integram as ações de prioridade do Governo, são responsáveis diretos pelo declínio.

Fonte: Agência Saúde – Ascom/MS
 
Por SaudeWeb