Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Plano de saúde pode faltar a 2,7 milhões beneficiários de 34 operadoras

Sob investigação da ANS e com patrimônio negativo, operadoras correm risco de deixar beneficiários na mão         
Pelo menos 2,7 milhões de servidores públicos que pagam pesadas mensalidades a 34 planos de saúde específicos da categoria podem ficar sem atendimento.
 
Afetados pela má gestão e envoltos em suspeitas de desvio de recursos e de superfaturamento de contratos, os convênios vêm registrando rombos constantes de caixa, acumulam faturas gigantescas com fornecedores e prestadores de serviços e, em vários casos, estão com patrimônio negativo. Ou seja, se fossem encerrados hoje, não teriam recursos suficientes para honrar todos os compromissos - apesar de receberem, regiamente, subsídios do governo.
 
A ineficiência dos planos de saúde custa aos cofres públicos cerca de R$ 3 bilhões ao ano.

Os dados são alarmantes, reconhece a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que já interveio em pelo menos três das operadoras que atendem o funcionalismo público: a Fundação de Seguridade Social (Geap), o Serviço Social das Estradas de Ferro (Sesef) e a Fundação Assistencial dos Servidores do Incra (Fassincra). Juntas, atendem 614 mil pessoas, que já sofrem diante do forte encolhimento da rede credenciada e das constantes recusas de médicos e laboratórios.
 
A Fundação Assistencial dos Servidores do Ministério da Fazenda (Assefaz), com 94 mil associados e deficit de R$ 37 milhões em 2012 pode engrossar o grupo.
 
A entidade está sob fiscalização do Ministério Público Federal.

Correio Braziliense

Dicas para aumentar a libido e entrar no clima rapidamente

Sexo faz bem para a saúde, mas muitas vezes a excitação pode demorar um pouco para chegar
 
Sexo é bom e quem gosta sempre quer praticá-lo. Mas não é sempre que estamos no clima para isso, não é mesmo? Porém, muitas vezes, a redução da libido ocorre por outros fatores além da vontade em si.

"Pílulas antiandrogenicas que reduzem a testosterona; problemas como depressão, ansiedade e estresse; crises na família; histórico de depressão; tireoide desregulada; menopausa; após a gravidez; e disfunção hormonal... Tudo pode afetar o desejo sexual", enumera o ginecologista e terapeuta sexual Amaury Mendes Jr., professor e médico do ambulatório de sexologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Para alguns dos casos acima existem tratamentos específicos que podem compensar esse desequilíbrio hormonal, basta procurar seu ginecologista. Mas se você sente que não anda tão afim e quer dar uma turbinada na sua libido, que tal experimentar algumas das dicas a seguir para entrar no clima do sexo? 
 
Moça em dúvida na cama - Foto: Getty ImagesQuestione-se e não se obrigue
Antes de tudo vale se perguntar: por que eu não ando com vontade de fazer sexo? As respostas podem ser variadas e até mesmo incluir alguma insatisfação pessoal com o relacionamento. "O primeiro quesito para se ter uma relação sexual de qualidade é um parceiro interessante e interessado. A relação é como um negócio, mas extremamente subjetivo, por ser baseado no que eu acredito que o meu parceiro pensa de mim", descreve o ginecologista e terapeuta sexual Amaury Mendes Jr., professor e médico do ambulatório de sexologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Uma forma de perceber se o que falta é a química entre o casal está nas suas reações. "A paciente que não tem vontade por problemas no relacionamento não percebe as mudanças físicas das preliminares - que devem ser sensações agradáveis - e, não raramente, encontra mil desculpas para que o clima não aconteça", diferencia a ginecologista Flávia Fairbanks, especializada em sexualidade humana e membro da SOGESP. Nesses casos, vale conversar com seu parceiro, procurar uma terapia de casais ou mesmo repensar seu relacionamento. 
 
Moça que não quer saber de sexo - Foto: Getty ImagesTente ao menos começar
Caso você tenha percebido que você sente o desejo, só não consegue lubrificar tão rapidamente, tente ao menos começar o ato com seu parceiro. "Está comprovado que a mulher não precisa querer ter a relação sexual desde o início, mas os estímulos ambientais podem e devem levá-la à excitação", explica a ginecologista Flávia. Portanto, peça ao seu parceiro para investir bem nas preliminares, não focando apenas nas zonas erógenas comuns, como os mamilos e o clitóris, e vejam como seu corpo reage.
 
Mas lembre-se, se mesmo assim você não se sentir disposta, não é obrigada a continuar! Converse com seu companheiro e decidam juntos o que fazer. "Não existe regra clara para isso, depende do casal", conclui a especialista. 
 
Moça com dor nas costas na cama - Foto: Getty ImagesMelhore desconfortos
Muitas vezes o que pode estar impedindo você de entrar no clima pode ser algum desconforto! "Qualquer problema, até mesmo uma unha encravada ou uma verruga podem atrapalhar o desempenho da mulher", explica o ginecologista Mendes Jr. E entram nessa lista desde muito frio ou muito calor até mesmo alguma dor mais séria. Esses mesmos fatores também podem tirar a mulher do clima! Por isso mesmo, vale a pena analisar o que a incomoda e tentar resolver, seja colocando uma meia nos pés gelados ou mesmo consultando seu médico sobre alguma dor, seja nas partes íntimas ou mesmo em outros lugares no corpo, como coluna, braços e pernas.

Outro desconforto comum não é físico, mas sim psicológico. "A mulher é mais vaidosa com o corpo, desde pequena é educada para isso, e algumas têm complexo com os seios, barriga, espinhas e até pedem para apagar a luz", relaciona o especialista. "Dessa forma não ocorre a entrega e a troca necessárias para a relação sexual". 
 
Mulher correndo - Foto: Getty ImagesInvista em exercícios
Os exercícios hoje em dia são a solução para quase todos os problemas, inclusive quando o problema é entrar no clima! "Todas as atividades que se proponham a manter uma vida mais saudável ajudam na sexualidade, tanto por deixarem a sensação de bem-estar (pela liberação de endorfinas) quanto pela melhora circulatória e da autoimagem corporal", enumera Flávia Fairbanks. Então, vamos destrinchar os benefícios por partes! Ao haver uma melhora na circulação, o sangue flui melhor até mesmo pelos tecidos dos órgãos genitais, tornando-os mais sensíveis ao toque, e portanto trazendo mais prazer. Já os hormônios do bem-estar, como as endorfinas, ajudam a mulher a relaxar, facilitando a entrada no clima. Nesses quesitos, qualquer atividade aeróbica vale a pena!

Ao praticar regularmente atividades, o corpo sente melhoras como perda da flacidez e de algumas gordurinhas indesejadas, o que faz com que a mulher se sinta mais bonita, e reduza alguns dos desconfortos citados no slide anterior! "Aqui entra toda a parte emocional, de saber que está empenhada e fazendo algo por si mesma", comenta Mendes Jr. Mas não apenas a atividade física comum é indicada: exercícios para a musculatura do períneo fazem bem para saúde e também ajudam a fortalecer as paredes vaginais, melhorando o prazer da mulher e assim tornando-a mais disposta ao sexo! 
 
Moça abrindo a calça - Foto: Getty ImagesSe conheça melhor
E acredite, existem diversas formas de se conhecer melhor! A primeira delas, porém, é considerada um tabu por muitas mulheres: a masturbação. "O garoto sempre é orientado a isso desde cedo e a menina, pelo contrário, é inibida a fazer isso, o que torna tudo mais complicado", considera Mendes Jr. Ao se masturbar, a mulher começa a perceber que pontos e toques a agradam mais, e podem ensinar isso ao parceiro, facilitando assim o prazer a dois. Mas o mesmo vale para as carícias do seu parceiro, perceber o que você gosta ou não que ele faça e ver o que lhe estimula.
 
"O autoconhecimento é fundamental para que se possa entender e explicar ao parceiro pontos mais sensíveis e eventuais zonas que trazem sensações desagradáveis, logo que devem ser evitadas", explica a ginecologista Flávia. Ela exemplifica: muitas mulheres gostam da sensação da língua na orelha, por exemplo, e outras detestam, portanto, vale avisar seu companheiro! 
 
Mulher distraída em pensamentos - Foto: Getty ImagesUse o poder da imaginação
Saber do que se gosta é o primeiro passo para imaginar situações prazerosas, e pode ter certeza que se os estímulos físicos são um dos fatores da equação do prazer, a fantasia é outro e que precisa estar elevado ao quadrado! "Imaginar antes como será a relação sexual e até planejá-la é muito bom e altamente recomendado, fazendo, inclusive, parte ativa das terapias sexuais", assinala Flávia.

Dessa forma, é até possível criar novas situações para seu parceiro e apimentar a relação. "Quebrar a rotina é bom, e tudo que você investe na relação é interessante para o casal", acredita Mendes Jr. Porém, ele alerta para o perigo de pensar em tudo sozinha: "A fantasia tem que ser compartilhada, uma conversa entre os dois". Mas quem disse que compartilhar as ideias com o parceiro é ruim? Veja o próximo slide! 
 
Casal conversando na cama - Foto: Getty ImagesConverse com seu parceiro
Se um é pouco, dois é bom! E bota bom nisso... Por isso, planejar o sexo a dois pode ajudar e muito a apimentar a relação. "É interessante que um instigue o outro, entregue novidades para não cair na monotonia. Isso faz com que eles tenham percepção de que é algo que os dois desejam", considera Mendes Jr. Isso pode inclusive aproximar você mais do seu parceiro.

Portanto, já ouviu falar no dirty talk, arte de excitar o parceiro primeiro com palavras? Vale descrever o que você pretende fazer com ele, ou o que gostaria que ele fizesse com você. E não é porque é se chama dirty (sujo, em inglês) que precisa necessariamente ter palavrões, não se preocupe. A prática é inclusive gabaritada por pesquisadores: um estudo publicado no Journal of Social and Personal Relationships em 2012 mostra que pessoas que falam sobre sexo têm uma vida sexual melhor. Porém, a ginecologista Flávia aponta uma ressalva: "Todas essas armas são potentes auxiliares na prática erótica do casal e funcionam bem, mas requerem um bom entrosamento entre ambos".
 
Minha Vida

Entenda por que é importante reaproveitar os alimentos

A importância de reaproveitar os alimentosCascas, talos, sementes e folhas possuem até mais nutrientes do que as partes costumeiramente utilizadas
 
Você sabia que aquela casca de banana que você joga fora possui duas vezes e meia mais vitamina C do que a polpa da fruta? As cascas, talos, sementes e folhas dos vegetais e frutas que costumamos desprezar podem ser muito saudáveis. "As partes não convencionais dos alimentos possuem um rico valor nutricional, ou seja, a quantidade de vitaminas, sais minerais e proteínas concentradas podem aparecer até em quantidade maior do que na parte costumeiramente utilizada", observa a nutricionista Lenita Borba do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia.

Aproveitar as frutas e vegetais ao máximo é cada vez mais importante em um mundo onde 1,3 bilhão de toneladas de alimentos é desperdiçado anualmente de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura.
 
Confira quais as partes de alimentos que você deve parar de jogar no lixo e passar a colocar na panela, conheça os seus benefícios para a saúde e aprenda receitas saborosas com eles:
 
A casca da abóbora é rica em nutrientes - Foto: Getty ImagesCasca de abóbora
A casca de abóbora é rica em fibras, vitamina C e carotenoides. "O consumo deste último nutriente auxilia na prevenção de doenças cardíacas e câncer, também previne problemas de visão e de pele", explica a nutricionista Silvia Honorato da Silva, supervisora do programa Alimente-se bem do Sesi São Paulo.

Um estudo sul-coreano publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry dos Estados Unidos concluiu que a casca da abóbora possui uma proteína chamada Pr-2 que tem um poderoso efeito antifúngico. Ela enfrenta o fungo que causa infecções vaginais, assaduras e outros problemas de saúde.

A casca de abóbora pode ser utilizada em saladas, para enriquecer o arroz e ser servida como um canapé. Em todos os casos é preciso ferver o alimento antes já que o seu aspecto é muito duro e a espécie de abóbora utilizada é a seca.

-Confira em quais nutrientes a casca da abóbora vence a polpa

Proteínas: 100 gramas de casca possuem 1,5 gramas, enquanto a mesma quantidade da polpa têm 0,81g.

Fibras: A casca possui mais do que o dobro deste nutriente do que a polpa. 100 gramas de casca têm 2,34 g enquanto a mesma quantidade de polpa possui 1,06 g.

Potássio: 100 gramas de casca possuem 0,51g, enquanto a mesma quantidade da polpa têm 0,33g.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de salada de casca de abóbora 
 
A casca da banana é rica em nutrientes - Foto: Getty ImagesCasca de banana
A casca de banana é rica em vitaminas A, C e do complexo B e fósforo. "O fósforo é um mineral que atua no metabolismo auxiliando na ativação das vitaminas do complexo B e também tem a função de fortalecer ossos e dentes, juntamente com o cálcio", conta Silva.

Uma pesquisa publicada pela Bioscience, Biotechnology and Biochemistry, revista da Sociedade Japonesa de Biociência, Biotecnologia e Agroquímica concluiu que a casca de banana é benéfica para quem possui câncer de próstata. O extrato da casca ajudaria a reduzir o aumento da glândula da próstata. A casca de banana pode ser utilizada na produção de doces como bolos ou geleias. 

-Confira em quais nutrientes a casca da banana vence a polpa

Vitamina C: A casca conta com duas vezes e meia mais vitamina C do que a polpa. 100 gramas de casca possuem 10,14 mg enquanto a mesma quantidade da polpa têm 3,9 mg. O nutriente irá aumentar as defesas do organismo, contribuindo na prevenção e no combate de infecções como a gripe.

Potássio: A casca também tem o dobro de potássio da polpa. 100 gramas de casca possuem 0,93g enquanto a mesma quantidade da polpa têm 0,45 g. O potássio auxilia nas contrações musculares, além de ser importante, juntamente com outros nutrientes, para melhorar a circulação sanguínea.

-Clique aqui e aprenda deliciosas receitas de bolo de casca de banana e bifes de casca de banana
 
A casca do maracujá é rica em fibras - Foto:Getty ImagesCasca de maracujá
A casca de maracujá, estamos falando daquela parte branca da fruta, é cheia de benefícios. Ela é rica em pectina, niacina, ferro, cálcio e fósforo. "A pectina é uma fibra solúvel, que auxilia na redução dos níveis de absorção de colesterol pela corrente sanguínea, ajudando a prevenção de doenças cardiovasculares. Ajuda também nos casos de diabetes, diminuindo a absorção de gorduras e açúcares presentes nos alimentos", esclarece Silva.

Esta parte da fruta é utilizada para fazer a farinha de maracujá que possui diversos benefícios para a saúde. A farinha promove a saciedade, contribuindo para o emagrecimento, previne o diabetes e ajuda quem já tem o quadro, colabora com a digestão e melhora as taxas de colesterol e triglicérides.

A casca do maracujá pode ser utilizada para enriquecer saladas, na forma de cremes para acompanhar carnes, como um purê e também para doces.

-Confira em quais nutrientes a casca do maracujá vence o suco

Fibras: A casca conta com dez vezes mais fibras do que o suco. 100 gramas de casca possuem 5,2 g enquanto a mesma quantidade do suco têm 0,51 g.

Vitamina C: 100 gramas de casca possuem 21 mg enquanto a mesma quantidade do suco têm 20mg.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de carne ao creme de maracujá  
 
A casca de laranja é rica em fósforo - Foto: Getty ImagesCasca de laranja
A casca de laranja é rica em fósforo, cálcio, fibras e em carboidratos. "Este último fornece energia ao corpo para realizarmos nossas atividades diárias, como andar, correr, falar ou mesmo respirar", afirma Borba.

Uma pesquisa do Arizona Cancer Center nos Estados Unidos concluiu que a casca de laranja é rica em limoneno, substância que tem se mostrado eficaz no combate ao câncer de mama e de cólon. A casca de laranja pode ser utilizada para aromatizar o arroz e os molhos e em doces.

-Confira em quais nutrientes a casca da laranja é melhor do que a polpa

Proteínas: 100 gramas da casca têm 1,2g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,98 g do nutriente.

Carboidratos: 100 gramas da casca têm 12,1g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 2,94 g do nutriente.

Fibras: 100 gramas da casca têm 6,48 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,92 g do nutriente.

Fósforo: A casca possui cinco vezes mais fósforo do que a polpa. 100 gramas da casca têm 106,9 mg enquanto a mesma quantidade da polpa possui 18,9mg do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de doce de casca de laranja 
 
Os talos de agrião são ricos em vitamina A - Foto: Getty ImagesTalos de agrião
O talo de agrião é rico em vitaminas A, C, do complexo B, fósforo e ferro. "O consumo do alimento auxilia na redução da formação de radicais livres, ajudando na diminuição dos riscos de envelhecimento celular", conta Silva. O alimento pode ser ingerido cru em saladas ou em maioneses de legumes. Ele também pode ser combinado com carnes e é uma ótima opção para recheio de alimentos como pastel assado. O talo tem um sabor picante.

-Confira em quais nutrientes o talo do agrião vence a folha

Ferro: O talo possui 56 vezes mais ferro do que a folha. 100 gramas de talo têm 11,3 mg enquanto a mesma quantidade da folha possui 0,20 mg do nutriente.

Fibras: 100 gramas de talo têm 0,59 g enquanto a mesma quantidade da folha possui 0,5 g do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de pastel assado de talos 
 
O talo de brócolis é rico em vitamina C - Foto: Getty ImagesTalo de brócolis
O talo de brócolis contém vitamina C e A e é utilizado para enriquecer preparações ou em recheios. "A vitamina A é interessante porque diminui os riscos de inflamações na pele", justifica Silva.

De acordo com o American Institute for Cancer Research dos Estados Unidos, o talo do brócolis também é rico em isotiocianatos, fitoquímicos que podem desempenhar um papel no combate ao câncer. O alimentos pode ser preparado na forma de purê ou creme. Ele também é um ótimo recheio de comidas como a pizza.

-Confira em qual nutriente o talo do brócolis vence o ramo

Potássio: 100 gramas de talo têm 5,34 g enquanto a mesma quantidade do ramo possui 3,16 g do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de pizza de talos de brócolis  
 
O talo de couve é rico em potássio - Foto: Getty ImagesTalo de couve
O talo da couve é rico em cálcio e potássio. "Este último nutriente auxilia no controle da pressão do sangue, na formação dos nervos e previne câimbras", diz Borba. O alimento pode se tornar um delicioso purê, creme e até mesmo requeijão.

-Confira em qual nutriente o talo da couve vence a folha

Potássio: O talo da couve possui 43 vezes mais potássio do que a folha. 100 gramas de talo têm 7,34 g enquanto a mesma quantidade da folha possui 0,17 g do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de requeijão com talos de couve 
 
A folha de beterraba é rica em vitamina C - Foto: Getty ImagesFolha de beterraba
A folha de beterraba é rica em diversos nutrientes. Ela possui 17 vezes mais vitamina C do que a polpa da laranja. "Este nutriente aumenta as defesas do organismo, auxiliando na prevenção e no combate de infecções como a gripe", conta Borba. Além disso, a folha de beterraba também é uma fonte de carotenóides e potássio.

O alimento pode ser consumido cru em saladas e também como um charuto preenchido com o recheio de sua preferência.

-Confira em quais nutrientes a folha da beterraba vence a polpa

Vitamina C: A folha possui 126 vezes mais vitamina C do que a polpa. 100 gramas da folha têm 557 mg enquanto a mesma quantidade da polpa possui 4,4 mg do nutriente.

Potássio: 100 gramas da folha têm 7,2 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 2,82 g do nutriente

Fibras: 100 gramas da folha têm 1,34 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 2,82 g do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de charutos de folha de beterraba 
 
Folha de couve-flor é rica em vitamina C - Foto:Getty ImagesFolha de couve-flor
A folha de couve-flor é rica em vitamina C, fósforo e cálcio. "Este último nutriente auxilia na diminuição dos riscos de osteoporose", ressalta Silva. Este alimento é um ótimo substituto para a couve, podendo ser consumido cru ou refogado.

-Confira em quais nutrientes a folha da couve-flor é melhor do que o ramo

Vitamina C: A folha de couve-flor possui duas vezes e meia mais vitamina C do que o ramo e quatro vezes mais do que a polpa de laranja. 100 gramas da folha têm 122,7 mg enquanto a mesma quantidade do ramo possui 48,2 mg do nutriente.

Cálcio: 100 gramas da folha têm 26,1 mg enquanto a mesma quantidade do ramo possui 22 mg do nutriente.

Fósforo: 100 gramas da folha têm 44,8 mg enquanto a mesma quantidade do ramo possui 44 mg do nutriente.

Potássio: 100 gramas da folha têm 5,05 g enquanto a mesma quantidade do ramo possui 0,29 g do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de charutos de folha de couve-flor 
 
A semente de abóbora é rica em fibras - Foto: Getty ImagesSemente de abóbora
A semente de abóbora é rica em fibras, proteínas, potássio e lipídios. "O alimento possui fibras insolúveis que melhoram o funcionamento do intestino e também possui gorduras insaturadas que auxiliam na redução dos riscos de doenças cardiovasculares", conta Silva.

A semente pode ser utilizada em saladas ou como um aperitivo, inclusive esta comida já é comercializada em casas de produtos naturais.

-Confira em quais nutrientes a semente da abóbora é melhor do que a polpa

Proteínas: A semente de abóbora possui 31 vezes mais proteínas do que a polpa. 100 gramas da semente têm 25,39 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,81g do nutriente.

Fibras: A semente também possui 28 vezes mais fibras do que a polpa. 100 gramas da semente têm 29,6 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 1,06 g do nutriente.

Potássio: 100 gramas da semente têm 2,41 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,33 g do nutriente.

Lipídios: 100 gramas da semente têm 12,54 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,14 g do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de salada com sementes  
 
A semente de melão é rica carotenóides - Foto: Getty ImagesSemente do melão
Esta semente é rica em fibras, carotenóides, proteínas e lipídios. "Este último regula a temperatura do corpo, protege nossos órgãos contra traumas, como quedas fortes, por exemplo. Além de facilitar o transporte de nutrientes pelo corpo e também fornecer energia", constata Borba.

A semente pode ser seca e depois triturada, o resultado pode ser consumido com a salada de frutas, outra opção é utilizar o alimento em saladas.

-Confira em quais nutrientes a semente do melão é melhor do que a polpa

Proteínas: 100 gramas da semente têm 15,86g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,62 g do nutriente.

Lipídios: A semente de melão possui 332 vezes mais proteínas do que a polpa. 100 gramas da semente têm 14,97g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,045 g do nutriente.

Fibras: 100 gramas da semente têm 30,94 g enquanto a mesma quantidade da polpa possui 0,58 g do nutriente.

Carotenódes: 100 gramas da semente têm 45,05 mg enquanto a mesma quantidade da polpa possui 21,3 mg do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de salada com sementes  
 
A rama de cenoura é rica em vitamina C - Foto: Getty ImagesRama de cenoura
A rama de cenoura possui vitamina C, carotenóides, ferro e cálcio. "Este nutriente é responsável pela formação e manutenção dos ossos", explica Borba. A rama de cenoura é utilizada para compor os molhos das massas e você também pode comer a rama cozida.

-Confira em quais nutrientes a rama da cenoura é melhor do que a raiz

Proteínas: 100 gramas da rama têm 2,76g enquanto a mesma quantidade da raiz possui 0,68 g do nutriente.

Fibras: 100 gramas da rama têm 3,19 g enquanto a mesma quantidade da raiz possui 1,11 g do nutriente.

Vitamina C: 100 gramas da rama têm 16,65 mg enquanto a mesma quantidade da raiz possui 6,24 mg do nutriente.

Cálcio: A rama possui 14 vezes mais cálcio do que a raiz. 100 gramas da rama têm 68,7 mg enquanto a mesma quantidade da raiz possui 5 mg do nutriente.

-Clique aqui e aprenda uma deliciosa receita de doce de casca de laranja 
 
Minha Vida

Fatores que influenciam a qualidade do óvulo

A idade é importante, mas não é a única causa para a dificuldade de engravidar de algumas mulheres
 
O ser humano vive cada vez mais. Com a ajuda da tecnologia e da adoção de hábitos saudáveis, a expectativa de vida não só aumenta com também a sua qualidade. Esse novo panorama tem se refletido em novos anseios e aspirações da mulher, principalmente no mercado de trabalho, o que tem levado a gestações cada vez mais tardias. Mas, infelizmente, a função reprodutiva feminina não acompanha as tendências sociais do mundo moderno. 
 
Tratamentos estéticos cada vez mais avançados são capazes sim de retardar o envelhecimento, mas, do ponto de vista biológico, a idade pesa e pode ser decisiva já a partir dos 35 anos. Com o tempo, a qualidade dos óvulos vai diminuindo e isso ocorre progressivamente. O resultado é que, só no Brasil, 10 milhões de pessoas têm dificuldades para engravidar, segundo dados do Ministério da Saúde. 
 
Estima-se que a chance de uma mulher normal com idade inferior a 30 anos engravidar é de 20% por mês e depois dos 40 é de apenas 5%. Aos 34 anos, 11% das mulheres já são inférteis; aos 40, 33% e a maioria das mulheres tem seu último filho com 41 anos de maneira espontânea. Aos 45 anos, 87% são inférteis. 
 
Isso acontece porque à medida que a mulher envelhece um dos principais fatores ligados à fertilidade sofre alteração, o envelhecimento e diminuição da reserva ovariana. A partir dos 35 anos o número de folículos em bom estado que restam nos ovários vai diminuindo. Os folículos, que começaram a ser formar quando a mulher ainda estava sendo gerada no útero materno, vão se deteriorando e sendo usados desde o seu nascimento. Quanto mais o tempo passa, menos óvulos viáveis a mulher tem. 
 
Isso significa que os óvulos que a mulher tem são os mesmo que já tinha quando estava na vida intrauterina da mãe, e eles vão sofrendo uma série de agressões causadas por impactos ambientais, como estresse, alimentação, etc. Assim, as chances de engravidar caem drasticamente e a probabilidade de enfrentar problemas de fertilidade aumenta de forma significativa. 
 
Idade é principal fator, mas não o único
Embora a perda da capacidade de ovular seja uma consequência natural do envelhecimento, a idade não é único fator que influencia na qualidade e quantidade dos óvulos.
 
Saiba quais são eles: 
 
Álcool - Tomar uma garrafa de vinho ou cinco doses de outra bebida por semana pode reduzir em até 40% as chances para se conseguir uma gestação, além de realizar um efeito negativo no desejo sexual (libido) em ambos os sexos. O álcool resulta em um inadequado funcionamento dos ovários com consequente irregularidade do ciclo menstrual (incluindo ausência de ovulação e menstruação) e produção de óvulos de baixa qualidade; aumenta o risco de aborto espontâneo; e antecipa a menstruação. 
 
Cigarro - A nicotina e outras substâncias nocivas contidas nos cigarros interferem na capacidade do organismo feminino de produzir os hormônios que regulam a ovulação e predispõem os óvulos a anomalias genéticas. E o impacto negativo em mulheres fumantes passivas é praticamente o mesmo que o visto em fumantes ativas. Além disso, os malefícios do cigarro também afetam pacientes que estão realizando tratamento de fertilização in vitro. Elas necessitam de mais medicamento para estímulo dos ovários, têm menos óvulos e menores taxas de implantação e gravidez. 
 
Drogas - O uso de drogas afeta diretamente a produção hormonal do cérebro. Hormônios anabolizantes, maconha, cocaína e outras drogas são capazes de deteriorar os óvulos das mulheres (e, no caso dos homens, até comprometer gravemente a capacidade de formar espermatozoides normais).
 
Obesidade - Também está associada a uma maior incidência de infertilidade já que aumento de gordura corporal interfere significativamente no equilíbrio hormonal, dificultando as chances de engravidar. Isso acontece porque as mulheres obesas apresentam níveis muito altos de gorduras e inflamação no fluido folicular que rodeia seus óvulos, o que pode ter um impacto no potencial desenvolvimento da célula. 
 
Endometriose - O quadro profundo, assim como outras síndromes genéticas, pode afetar não só a qualidade dos óvulos, mas também a sua quantidade, comprometendo ainda mais as possibilidades de se obter uma gestação. 
 
Minha Vida

Autralianos descobrem a fonte do vírus Mers-CoV

Segundo estudo, o vírus passou por um longo período evolutivo em morcegos antes de infectar seres humanos
 
O vírus que causa a Síndrome Respiratória Coronavírus do Oriente Médio (Mers- CoV) circulou entre morcegos durante muito tempo antes de chegar aos seres humanos. Ao analisar o genoma de diversas espécies de morcegos, os cientistas mostram que o genes DPP4 realizaram "uma corrida armamentista de longo prazo" entre o morcego e ao vírus.

Os trabalhos anteriores mostraram que Mers-CoV usa o receptor DPP4 para entrar na célula, deixando pegadas evolutivas em genes que codificam o receptor hospedeiro e seus domínios de ligação durante longas batalhas com os anfitriões. Cui Jie, da Universidade de Sydney analisou a sequência de DPP4 de sete genomas de morcego. Em seguida, compararam os resultados com uma gama de espécies de mamífero não-morcego. Eles conseguiram identificar três resíduos de genes DPP4 em morcegos que interagem diretamente com a glicoproteína de superfície viral.

Seus resultados mostram mais pressão sobre os genes de morcegos do que em outras espécies, com mutações que ocorrem em um ritmo mais rápido, o que sugere que o recém-surgido Mers-CoV não só tem origem no morcego, mas também evoluíram ao longo de um período de tempo prolongado em populações de morcegos antes de fazer o salto para infectar os seres humanos. Agora os cientistas realizam estudos para entender a via de transmissão.

Segundo o pesquisador, "nossa análise sugere que a linhagem evolutiva resultado de um longo período de evolução em morcegos acabou ultrapassando os limites da espécie para infectar seres humanos, talvez por meio de um hospedeiro intermediário, ainda desconhecido."
 
Isaude.net

Remédios antigos: Gelusil M

Gelusil M em 2 embalagens diferentes

 
 
 
 

Realmente precisamos tomar dois litros de água por dia?

AFP
Segundo médico britânico Chris van Tulleken, não há confirmação científica para essa tese
 
Beber oito copos ou dois litros de água por dia é um conselho conhecido. Mas o médico britânico Chris van Tulleken pergunta se há alguma base científica para essa afirmação no texto abaixo.
 
Você já viu anúncios afirmando que uma pequena queda na hidratação pode afetar muito a performance e, por isso, você tem que se manter hidratado com aquele marca de bebida isotônica especial que eles estão vendendo?
 
Eles parecem muito científicos. Homens em aventais, atletas com eletrodos presos ao corpo e muito mais. E não é algo difícil de se vender, pois beber líquidos faz a pessoa se sentir bem — então se você está com calor e suando, repor os fluidos deve ser benéfico.
 
Mais cedo neste ano, cientistas australianos fizeram uma experiência que não havia sido realizada antes e que foi descrita na edição de setembro da revista especializada British Journal of Sports Medicine.
 
O grupo de pesquisadores queria descobrir o que acontece com a performance depois da desidratação. Eles pegaram um grupo de ciclistas e os submeteram a exercícios até que eles perdessem 3% de seu peso total em suor.
 
O desempenho deles então foi medido após três formas de reidratação:
 
1) nenhuma;
 
2) líquido suficiente para voltar ao nível de 2% da perda de peso;
 
ou 3) reidratação total.
 
Até aí nada de mais. A diferença em relação a estudos anteriores é que os ciclistas aqui não eram capazes de saber seu grau de reidratação, pois o fluido foi recebido de maneira intravenosa.
 
Isso era vital porque todos nós, e especialmente os atletas, temos uma relação psicológica íntima com o consumo de água.
 
O resultado foi a inexistência de qualquer diferença na performance dos ciclistas completamente reidratados daqueles que não receberam nenhum líquido.
 
Esse estudo fez parte de um movimento crescente conhecido como 'beba quando tiver sede', que espera persuadir atletas para não se hidratar de forma exagerada para evitar o risco de diluir seu nível de sódio.
 
Sem surpresas
Talvez o resultado não devesse ser tão surpreendente. O ser humano evoluiu fazendo exercícios em ambientes de extremo calor e baixa umidade.
 
Somos capazes de tolerar a perda de água relativamente bem, mas a hidratação demasiada pode ser muito mais perigosa. Em termos simples: ter água em excesso no corpo é tão ruim como o oposto.
 
Mas e como fica o resto de nós que não estamos andando de bicicleta em um deserto na Austrália?
 
Há uma ideia muito bem aceita de que devemos beber cerca de oito copos de água por dia (dois ou três litros) além da comida e das outras bebidas que já consumimos normalmente.
 
Estamos inundados com mensagens positivas sobre as propriedades de cura da água e como ela é boa para praticamente todas as partes do corpo, desde o cérebro até os intestinos.
 
Daí a pensar que uma falta de água é ruim para você não é nada mais que um passo lógico — assim como a ideia de que a hidratação deve ser boa, purificando, limpando seus órgãos, desintoxicando.
 
Ela certamente melhora sua pele, te ajuda a pensar, reduz o risco de desenvolvimento de pedras nos rins, torna sua urina com cor límpida de champanhe se comparada à calda cor de laranja fétida que produzimos em um longo dia, quando não foi possível tomar uma quantidade suficiente de líquido.
 
Então eu encontrei um artigo dizendo tudo isso e muito mais. Foi escrito por um grupo de médicos respeitados de hospitais americanos e franceses e apoia claramente a crença de que você deve beber dois a três litros de água por dia.
 
Afirma que as pessoas com um elevado volume urinário têm uma menor taxa de pedra nos rins, que a ação de lavagem da água pode reduzir o risco de infecção do trato urinário (especialmente em mulheres após o sexo).
 
Talvez o mais importante, os autores fazem referência a um estudo surpreendente que mostrou que, paradoxalmente, o aumento da ingestão de água eleva o risco de câncer de bexiga. Mas só se for água da torneira. Mas há um porém ainda mais importante.
 
Uma nota de rodapé no final do artigo explica que o que você pensou que era um texto científico em uma revista científica é na verdade um suplemento patrocinado por um grande fabricante de água mineral. Todos os autores receberam honorários desta empresa, que também prestou assistência teórica. Portanto, esta não é uma pesquisa, mas uma peça de marketing.
 
E essa é uma das razões pelas quais nós ainda estamos discutindo isso — porque cada vez mais a água potável não vem gratuitamente de nossas torneiras. É vendida pelas mesmas pessoas inteligentes que nos vendem iogurtes com bactérias que provavelmente não nos fazem tão bem assim. E estas empresas são bastante consistentes em recomendar dois a três litros de água por dia.
 
Origem do número
Então, de onde é que esse número vem e qual a razão para pensar que é correto?
 
Bem, o grão de verdade é que as pessoas que vivem em climas temperados e que não estão fazendo exercício físico precisam de cerca de seis a oito copos por dia, que podem estar contidos nos alimentos, bebidas alcoólicas ou bebidas com cafeína.
 
Sim, cerveja e café não desidratam em qualquer medida visível (há uma boa pesquisa na qual alguns estudantes de medicina beberam um monte de cerveja e depois tiveram sua urina estudada). Não há provas de que a adição de oito copos de água a tudo o que você bebe vai fazer algum bem.
 
Mas a grande vantagem é que, assim como um atleta de alto nível, você não precisa se preocupar com essa exigência sobre o total de água diário, porque seu corpo vai resolver tudo isso por você.
 
Se você beber demais, vai fazer xixi demais. Se você beber muito pouco, vai ficar com sede e urinar menos. É tudo extraordinariamente bem controlado, da mesma forma que o consumo de oxigênio é bem controlado.
 
Dizer que você deve beber mais água do que seu corpo pede é como dizer que você deve conscientemente respirar mais frequentemente do que você respira naturalmente, porque se um pouco de oxigênio é bom, então, mais deve ser melhor.
 
Como a maioria das coisas na vida há um ponto de equilíbrio, uma quantidade não muito pequena nem muito grande.
 
BBC Brasil

Otimismo com descoberta para cura do Alzheimer se justifica?

BBC
Substância química descoberta suspendeu a morte de células do
cérebro em um cérebro vivo
Nova substância química descoberta suspendeu a morte de células do cérebro 
 
Manchetes que anunciam 'cura do Alzheimer' ou 'grande descoberta em Alzheimer' são comuns e, nesta semana, mais uma se juntou a elas. Pesquisadores britânicos descobriram a primeira substância química capaz de evitar a morte do tecido cerebral em uma doença que causa degeneração dos neurônios.
 
Ainda são necessárias mais pesquisas para desenvolver uma droga que possa ser usada por doentes. Mas os cientistas dizem que um medicamento feito a partir da substância poderia tratar doenças como Alzheimer, Mal de Parkinson, Doença de Huntington, entre outras.
 
O jornal britânico The Times anunciou 'Cura para o Alzheimer 'está ao alcance'' na primeira página. O The Independent saiu com 'Cientistas comemoram descoberta histórica na guerra contra o Alzheimer'.
 
Apesar de não se tratarem de manchetes novas, uma grande diferença desta vez é que cientistas cautelosos estão sugerindo que a última descoberta pode ser realmente histórica.
 
Quase todas as notícias publicadas sobre o assunto têm uma frase do professor Roger Morris, do King's College de Londres.
 
— Suspeito que esta descoberta será julgada pela história como um momento decisivo na busca de medicamentos para controlar e evitar o Alzheimer.
 
Momento importante
A fonte primordial de tanta animação é que a substância química descoberta suspendeu a morte de células do cérebro em um cérebro vivo, que, de outra forma, teria morrido devido a uma doença neurodegenerativa.
 
Quando entrevistei o professor Morris na noite de quarta-feira, ele usou a palavra 'marco' várias vezes.
 
No estudo do Conselho de Pesquisa Médica na Universidade de Leicester, foram usados camundongos com uma doença semelhante à forma humana da doença da vaca louca. Dentro de oito semanas, os cérebros dos camundongos se deterioraram tanto que a memória e os movimentos estavam afetados. Na 12ª semana, os camundongos estavam mortos.
 
Mas, quando outros camundongos infectados com a mesma doença receberam um 'composto parecido com medicamento', eles sobreviveram às 12 semanas sem sinais de morte de tecido cerebral. A substância química também causou efeitos colaterais como perda de peso e diabetes.
 
Outra fonte de otimismo são as implicações desta descoberta.
 
A substância química ajuda o cérebro a lidar com a produção de proteínas defeituosas. O Alzheimer tem uma proteína deformada específica, assim como o Mal de Parkinson e a Doença de Huntington.
 
A resposta do cérebro a todas estas doenças é suspender a produção de proteínas, mas isto acaba matando as células do cérebro. A substância química descoberta ajuda as células do cérebro a ignorar estas proteínas deformadas, e a continuar funcionando, vivo.
 
Traços em comum
No passado, a pesquisa em doenças neurodegenerativas se concentrou no que era único àquelas doenças. Esta abordagem analisa o que todas têm em comum. E, se a descoberta realmente funcionar, então levanta a possibilidade de um único medicamento para curar ou evitar quase todas as formas de neurodegeneração.
 
Giovanna Mallucci, que liderou a pesquisa, disse que a substância paralisa a degeneração do cérebro, vai parar a doença em pessoas que já têm. E se podemos detectar a doença cedo, vai evitar muita degeneração.
 
— A esperança é deter a morte de células do cérebro e isto é o que é tão animador.
 
Vale destacar que as descobertas precisas do estudo, uma substância química tóxica que os pesquisadores sequer chamam de medicamento, paralisa a morte de células do cérebro em camundongos.
 
Claramente, isto não é uma cura, mas abre caminho para uma. Dá às companhias farmacêuticas e cientistas algo para trabalhar.
 
Este processo levará tempo, provavelmente mais de uma década, sem garantias de sucesso no final.
 
Exemplos
Na história recente da pesquisa médica há muitos exemplos de medicamentos que pareciam promissores em camundongos, mas acabaram decepcionando quando testados em humanos.
 
Esta substância química funciona em um cérebro de camundongo, que tem 75 milhões de neurônios. Um cérebro humano, mais complexo e com 85 bilhões de neurônios, é muito diferente.
 
Simon Ridley, chefe do setor de pesquisa da organização de caridade britânica especializada em Alzheimer, Alzheimer's Research UK, disse à BBC que os pacientes terão que esperar muito.
 
— Temo que (a espera) será mais longa do que qualquer um de nós gostaria. Acredito que há muitas pessoas que estão desesperadas por qualquer notícia sobre novos tratamentos, que eles gostariam de fazer hoje. Acho que neste estágio poderíamos esperar uma década antes de sabermos se será eficaz.
 
BBC Brasil

Pesquisa diz que pessoas que utilizam o celular durante o sono podem estar doentes

pesquisa-aponta-nova-doenca-responder-mensagem-durante-o-sonoVocê é uma daqueles pessoas que mais do que dormir com o celular ao seu lado, não larga o aparelho nem durante o sono? Então é melhor tomar cuidado.
 
Uma pesquisa feita recentemente pela Villanova University, nos Estados Unidos, revelou que é cada vez mais comum jovens responderem mensagens enquanto dormem. E muitos especialistas afirmam que este pode ser um problema sério.
 
Uma pesquisa foi feita com certa de 300 estudantes para saber se este comportamento era padrão. Cerca de 35% dos alunos afirmaram que já tinham mandado mensagens quando estava dormindo e mais de 50% confessaram que o smartphone atrapalha o sono em determinados momentos.
 
Para alguns especialistas, o problema pode ser ainda mais grave quando os jovens acordam para responder algum tipo de notificação que surge na tela do seu dispositivo móvel. Isso porque quando as pessoas não conseguem se entregar totalmente ao sono, não existe um descanso pleno, o que afeta praticamente todas as habilidades cognitivas da pessoa.
 
Para evitar este problema, principalmente para as pessoas que perdem o sono por causa do aparelho, especialistas recomendam deixar o telefone longe da cama quando estão dormindo ou até mesmo desligar o aparelho.
 
Clickgratis

Pais perdem cerca de 44 dias de sono no primeiro ano do bebê

pais-perdem-sono-no-primeiro-ano-do-bebeOs novos pais que estão esperando pelo nascimento de um novo bebe devem se preparar para perder algumas boas noites de sono. De acordo com uma pesquisa que foi desenvolvida recentemente, a média é que pai e mães de primeira viagem percam cerca de 44 noites  de sono durante o primeiro ano dos filhos
 
A pesquisa foi feita por uma fabricante de colchões Ergoflex, localizada no Reino Unido e que foi fabricada no Daily Mail. Os números dos relatórios da pesquisa mostram que os pais perdem cerca de seis semanas e meia para conseguir cuidar dos recém-nascidos.
 
É claro que esta perda de sono não deve ser, pelo menos na maioria dos casos, sequencial. Na verdade, o número de noites acaba sendo alcançado com a soma das horas que os pais perdem todas as noites levantando para cuidar da criança, seja para alimentar ou seja porque ela está chorando.
 
A média de horas que um casal dorme quando possui um filho recém-nascido é 5,1, sendo que o recomendado é de 8 horas por dia de sono para os adultos.
 
O principal motivo, com 62% das ocorrências, está vinculado à alimentação do bebê. Em seguida, vem o choro e a vigília do filho, com 57%; preocupação com a segurança do recém-nascido aparece com 45%; insônia e problemas para dormir somam 34%; e 27% disseram que usam as horas em que a criança dorme para realizar outras tarefas.

Clickgratis

Cinco dicas para aumentar a produção de leite materno

aumentar-a-producao-de-leite-maternoO leite materno é considerado o mais completo alimento  para bebês nos primeiros 6 meses de vida, de modo que amamentando da forma e no tempo correto, o bebê não precisará de nenhum outro alimento e nem sequer água.

Além do leite materno conter vitaminas, gordura e água o suficiente para um bom desenvolvimento do bebê, possui também anticorpos e glóbulos brancos que ajudam a prevenir doenças.

Além dos benefícios já mencionados, a amamentação é capaz de criar um vinculo emocional entre a mãe e filho, o que mais tarde facilitará o desenvolvimento interpessoal da criança, outro fator importante é que o movimento feito pelo bebê ao ser amamentado estimula o fortalecimento e desenvolvimento de suas mandíbulas, facilitando assim o desenvolvimento da fala e respiração a partir das narinas.

Ao contrário do que muitos acreditam, a amamentação é capaz de produzir benefícios não somente às crianças, mas também à mãe, ajudando-a na queima de calorias, algo fundamental para que ela possa voltar ao corpo que tinha antes da gestação.

Apesar de todos os benefícios propiciados pela amamentação, o fato é que para algumas mulheres nem sempre tal atividade, isso porque, algumas sentem não possuir leite suficiente para manter a criança bem alimentada, o que acaba forçando essas a apresentar outros alimentos ao bebê, por isso, visando auxiliar aquelas que se vêem nesse tipo de situação, traremos na sequência, algumas dicas que podem ajudar a aumentar a produção do leite materno.

Veja 5 dicas para aumentar a produção de leite durante a amamentação:

Mantenha a calma
O estresse faz com que a produção de leite diminua, podendo até mesmo levá-lo a secar. Manter a calma pode ser difícil nos primeiros meses, pois há um período de adaptação, principalmente para as mamães de primeira viagem que ficam nervosas ao ver o filho chorando e observando que não está produzindo uma quantidade de leite suficiente. A dica é procurar amamentar seu bebê em um ambiente calmo, onde possa aproveitar o momento juntamente com o pequeno.

Compressas quentes
Se perceber que seu leite ainda não desceu, faça compressa quente acompanhada de massagem circular, isso ajudará a fazer o leite descer logo, uma massagem durante o banho quente também pode auxiliar. Entretanto, em todo caso, é necessário cuidado com esse tipo de técnica, antes de lançar mão dela é necessário certificar-se que de fato o leite não desceu, pois se já houver descido isso pode fazer com que o ele fique empedrado, podendo ainda ocasionar outros problemas.

Amamentação livre
Amamente seu bebê sem um tempo determinado, mesmo que veja que está produzindo pouco leite deixe o bebê sugar até se sentir saciado, quanto mais o bebe sugar mais irá estimular a produção do leite. Ofereça o peito sempre que ele chorar de fome, um recém-nascido costuma sentir fome a cada três horas.

Bomba de sucção
Se seu bebê não procurar o peito em curtos intervalos você pode optar em fazer a sucção com uma bombinha que pode ser encontrada em qualquer farmácia, mas lembre-se de não fazer a sucção em um período próximo ao horário de amamentação do bebê. Vale ressaltar que o leite extraído poderá ser guardado na geladeira para oferecer ao bebe na mamadeira caso ele já possua idade compatível, ou mesmo para procurar um banco de leite para fazer doação, informe-se se há um em sua cidade.

Pegada certa e hidratação
Muitas vezes a mãe produz leite o suficiente, mas a maneira com que o bebê pega o peito não facilita a saída do leite, o que leva à ocorrência de fissuras no bico dos seios complicando ainda mais a hora da amamentação, a dica aqui é procurar informação com o pediatra e buscar entender a forma e posição correta de amamentar a criança.

Uma última dica é manter sempre o corpo bem hidratado, tomando água periodicamente e em especial, antes, durante e após a amamentação.

Clickgratis

Os benefícios do parto normal para o bebê

beneficios-do-parto-normalA gestação é um momento divino na vida de uma mulher, mas a espera pela chegada do bebê pode ser, por vezes, angustiante por diversos motivos, sendo o principal deles o fato da mãe não saber qual será o momento exato do nascimento do filho, podendo ser a qualquer hora e em qualquer lugar.
 
Sabidamente um bebê quando vai nascer em um parto normal não espera pela prontidão da mãe e nem avisa com antecedência a sua chegada, e por esse motivo é que muita mulheres acabam optando pelo parto cesariano, que em tese é mais cômodo visto que assim é possível se programar com antecedência e ter uma noção exata da data do nascimento da criança.
 
Na maioria das vezes, o comodismo de um parto por cesárea é transparecido pelo próprio médico que acompanha o quadro clínico da gestante, isso porque para ele a tendência é que esse procedimento também seja mais cômodo, visto que assim não haverá necessidade de incômodos na madrugada para partos de emergência na mesma frequência que haveria em partos normais.
 
Apesar dos supostos benefícios causados por um parto por Cesárea, o fato é que muitos esquecem que o parto normal pode trazer maiores benefícios à vida do recém-nascido, por isso, na sequência desse artigo falaremos especificamente a respeito de todas as vantagens que um parto natural pode proporcionar ao bebê, pelo que, a cesárea só é recomendada em casos de real necessidade.
 
Primeiro benefício do parto normal – O Tempo certo

É preciso saber respeitar o tempo certo do bebê, mesmo que na contagem da mãe e do médico o ciclo da gravidez já tenha completado as 40 semanas, será necessária uma avaliação cuidadosa, pois são nas ultimas semanas que o sistema respiratório do bebê é formado, pelo que a maioria dos bebês que são extraídos antes do tempo acabam possuindo problemas respiratórios sob a necessidade de receber tratamento específico logo no pós-parto.
 
Segundo benefício do parto normal – A criança respira melhor
Ao ser expelido pela vagina, o tórax do bebê é comprimido, bem como todo o seu ainda frágil corpo, o que faz com que o liquido amniótico seja expelido pela boca liberando suas vias aéreas e permitindo-o respirar sem a ajuda de aparelhos.
 
Terceiro benefício do parto normal – Massagem relaxante
No momento em que o bebê passa pelo canal vaginal da mãe, seu corpo é levemente massageado, o que faz com que o bebê fique relaxado e se acostume com o toque, em tese isso evita que ele estranhe ao ser manuseado após o parto.
 
Quarto benefício do parto normal – Contato imediato com a mãe
Após o nascimento por parto normal o bebê pode ser colocado em cima da mãe, esse primeiro contato além de importante para a mãe, será fundamental para o bebê que poderá se aquecer ao sentir o toque da pele da mãe.
 
Quinto benefício do parto normal – Acelera a descida do leite
No momento do parto, o organismo da mulher libera dois tipos de hormônios, sendo eles a ocitocina e a prolactina, esses hormônios ativam a apojadura liberando então o leite para alimentação do bebê. No caso da cesárea, o organismo geralmente não está preparado para o parto e, por isso, é comum que o leite da mãe desça somente após cerca de 5 dias decorridos do parto.
 
Sexto benefício do parto normal – Recuperação em até 48 horas
A recuperação de um parto normal é de em média 48 horas, nesse período a mãe recebe alta sem dores e já pode inclusive cuidar de seu bebê sem ajuda, já no caso da cesárea a mãe recebe alta com 60 a 72 horas após o parto, e ainda assim deve manter-se em repouso por um período de 30 a 40 dias para que haja a cicatrização do corte, podendo inclusive sentir dores nesse período.
 
Clickgratis

Picada de abelha pode provocar dores e levar à morte

Caso seja picado, pessoa alérgica deve fazer compressa de água fria ou gelada
 
Apesar de parecerem inofensivas, as abelhas podem representar mais perigo do que se imagina.
 
Pessoas hipersensíveis podem inclusive morrer de uma única ferroada.  De acordo com a coordenadora da disciplina de Emergências em Clínica Médica da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, Sandra Regina Sprovieri, a picada pode provocar dor, inchaço e vermelhidão na pele.
 
Segundo ela, em casos de múltiplas picadas, podem ocorrer manifestações sistêmicas, devido à grande quantidade de veneno.
 
— Nesse caso, alguns dos sintomas são: prurido, calor generalizado, hipotensão, taquicardia, cefaleia, náuseas e ou vômitos e cólicas abdominais. Em casos mais graves podem ocorrer choque e insuficiências respiratória e renal agudas.
 
A especialista ainda explica que as manifestações alérgicas locais são caracterizadas por um edema que persiste por alguns dias. Já as alérgicas sistêmicas podem variar de urticária generalizada, mal-estar, edema de glote, choque anafilático, queda da pressão arterial, colapso, perda da consciência, incontinência urinária e fecal, e coloração azulada ou roxa da boca, pele ou unhas.
 
Após ser picado, até a chegada ao atendimento médico, o indivíduo alérgico deve aplicar uma compressa de água fria ou gelo e usar analgésico para aliviar a dor. A pessoa deve permanecer calma, evitando movimentos bruscos e excessivos. Também é necessário retirar o ferrão cravado na pele e lavar o local com sabão e água corrente.
 
— O ferrão pode ser retirado com pinça ou com os dedos. Após a ferroada, a abelha deixa para trás não apenas o ferrão, mas também o saco de veneno e parte do seu aparelho digestivo. Enquanto ele permanece cravado, a substância continua a ser instilada involuntariamente nos primeiros 20 a 30 segundos. O método de remoção do ferrão não afeta a quantidade de veneno a ser inoculado na pele do indivíduo.
 
R7

Prefeitura de Canabrava do Norte - MT

Foi prorrogado o período de inscrições para o concurso público e de provas e títulos da Prefeitura de Canabrava do Norte. São oferecidas 112 vagas, com salários que vão de R$ 714,72 a até R$ 5.792,52. As inscrições pode ser feitas até o dia 16 de outubro, na sede da prefeitura, que fica localizada na Praça Frederico Souza Brito, Bairro Centro, ou através do site da organizadora do concurso. O valor da taxa é de R$ 50 para nível fundamental, R$ 80 para nível médio e R$ 100 para os cargos de nível superior.

As provas para todos os cargos deve ser aplicada no dia 3 de novembro, das 8h às 11h. Os locais devem ser divulgados em edital complementar que estarão disponíveis no mural da prefeitura e no site da organizadora.

Os cargos para nível fundamental incompleto são de auxiliar de serviços gerais, copeira/ faxineira, guarda municipal, vigilância, encanador, pedreiro e jardineiro. Já para os cargos de nível fundamental completos são oferecidas as seguintes vagas: eletricista de rede de energia, eletricista mecânico, motorista de veículos leves, motorista de veículos pesados, operador de máquinas pesadas, operador de máquinas leves, recepcionista, fiscal sanitário, fiscal de controle endemias, fiscal ambiental, fiscal de tributos municipais e auxiliar de manutenção de rede de esgoto/água.

Para os candidatos com nível médio, estão disponíveis os seguintes cargos: office boy, técnico agrícola, técnico em enfermagem, agente administrativo, almoxarife, auxiliar adm. educacional, técnico em informática, digitador e alimentador do sistema APLIC. E para nível superior, os cargos são de assistente social, farmacêutico, fonoaudiólogo, odontólogo, enfermeiro, médico, nutricionista, psicólogo, biomédico, professor com licenciatura em pedagogia, advogado, contador, controlador interno, engenheiro civil e zootecnista.

Concurso Instituto Pasteur - SP

O Instituto Pasteur, em São Paulo, ligado a Coordenadoria de Controle de Doenças, da Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, divulgou edital de concurso público para 20 vagas em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 808,22 a R$ 2.315,40.

Os cargos de nível superior são para assistente técnico de pesquisa científica e tecnológica.

As vagas de nível médio são para agente de apoio à pesquisa científica e tecnológica e técnico de apoio à pesquisa científica e tecnológica.

Os postos de nível fundamental são para auxiliar de apoio à pesquisa científica e tecnológica, oficial de apoio à pesquisa científica e tecnológica.

As inscrições devem ser feitas no período de 7 de outubro a 8 de novembro pelo site www.zambini.org.br. A taxa é de R$ 22,08 para nível fundamental, R$ 40,87 para nível médio e R$ 64,87 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada no dia 19 de janeiro de 2014. Ainda haverá prova de títulos para todos os cargos.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Conselho Regional de Fonoaudiologia da 1 Região - RJ

O Conselho Regional de Fonoaudiologia da 1ª Região, no Rio de Janeiro, divulgou edital de concurso público para 4 vagas em cargos de nível médio e superior. Os salários variam de R$ 923,85 a R$ 2.083,90.

Os cargos de nível superior são para agente fiscal. Também é necessário ter registro no órgão de classe do Rio de Janeiro e carteira de habilitação na categoria B.

As vagas de nível médio são para profissional administrativo e profissional técnico.

As inscrições devem ser feitas no período de 7 a 20 de outubro pelo site www.cetroconcursos.org.br. A taxa é de R$ 48 para nível médio e R$ 68 para nível superior.

A prova será aplicada no dia 24 de novembro na cidade do Rio de Janeiro. Ainda haverá prova discursiva para o cargo de agente fiscal.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado, uma vez, pelo mesmo período.

Consórcio Intermunicipal para Desenvolvimento da Saúde Pública (Codesp)

O Consórcio Intermunicipal para Desenvolvimento da Saúde Pública (Codesp) dos municípios de Natividade e Porciúncula, no Rio de Janeiro, divulgou edital de processo seletivo para 68 vagas em cargos de nível médio/técnico e superior. Os salários variam de R$ 678 a R$ 3.600.

Os cargos de nível superior são para dentista pediatra, dentista periodontista, médico ESF, médico infectologista, médico psiquiatra, psicólogo adulto e infantil e terapeuta ocupacional.

As vagas de nível médio/técnico são para técnico em saúde bucal, protético, auxiliar de enfermagem, auxiliar de saúde bucal e educador de saúde.

As inscrições podem ser feitas entre os dias 14 de outubro e 7 de novembro pelo site www.consulplan.net. A taxa é de R$ 45 para nível médio/técnico e R$ 80 para nível superior.

Os candidatos também podem se inscrever nas centrais de atendimento ao candidato da Consulplan, localizada na Rua Intendente Franklin Rabello, 8, em Natividade, e na Rua João Francisco Braz, 695, em Porciúncula.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 8 de dezembro, nas cidades de Natividade e Porciúncula.

O processo seletivo terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Companhia Energética do Piauí

A Companhia Energética do Piauí reabriu as inscrições do concurso para 92 vagas de nível médio/ técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.809,19 a R$ 5.763. As vagas são para Brasília e Piauí.

A função de profissional de nível médio na função de leiturista foi excluído e a função de eletricista passa a oferecer 70 vagas.

Os cargos de nível superior são para profissional de nível superior nas funções de administrado, contador, advogado, engenheiro eletricista, engenheiro de segurança do trabalho, médico do trabalho e arquivista.

As vagas de nível médio são para profissional de nível médio suporte nas funções de assistente administrativo, técnico em eletrotécnica, técnico em segurança do trabalho e eletricista.

As inscrições podem ser feitas até o dia 14 de outubro pelo site www.eplconcursos.com.br. A taxa é de R$ 14,19 para nível médio e R$ 15 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 10 de novembro, em Teresina.

Ainda haverá teste de aptidão física para os cargos de profissional de nível médio suporte nas funções de leiturista e eletricista.

O concurso terá 1 ano de validade e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Companhia Energética de Brasília (CEB)

A Companhia Energética de Brasília (CEB) vai reabrir as inscrições do concurso para 89 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de nível fundamental, médio e superior. Os salários variam de R$ 1.404,36 a R$ 5.634,10.

Os cargos de nível superior são para advogado, administrador, analista de sistemas (negócios e infraestrutura), arquiteto, arquivista, assistente social, contador, economista, engenheiro (civil, eletricista, eletrônico, segurança do trabalho e telecomunicações), médico do trabalho, pedagogo e redator/revisor de texto.

As vagas de nível médio são para agente de suporte administrativo, técnico industrial (eletrotécnica, eletrônica, edificações e telecomunicações), técnico de segurança do trabalho, técnico de informática e técnico de enfermagem do trabalho.

O postos de nível fundamental é para agente de serviços operacionais (eletricidade e serviços gerais).

Os profissionais ainda vão receber plano de saúde contributivo extensivo aos dependentes legais, auxílio alimentação mensal de R$ 821,48, programa de capacitação e treinamento, auxílio-creche e plano previdenciário contributivo.

As inscrições podem ser feitas entre os dias 21 de outubro e 9 de dezembro pelo site www.exatuspr.com.br. A taxa vai de R$ 30 a R$ 50.

A seleção será feita por meio de prova escrita para todos os cargos, prova prática para agente de serviços operacionais, prova de títulos para analista de sistemas e agente de serviços operacionais e serviços gerais e prova de avaliação física e avaliação psicológica para agente de serviços operacionais, engenheiro civil, engenheiro eletricista, engenheiro eletrônico, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro de telecomunicações, técnico industrial (eletrotécnico, eletrônica e edificações) e técnico de segurança do trabalho.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 26 de janeiro de 2014.

O concurso terá validade de 2 anos e poderá ser prorrogado uma única vez pelo mesmo período.

Colégio Pedro II - RJ

O Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro, prorrogou as inscrições do concurso público para 117 vagas em cargos de nível fundamental, médio/técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.547,23 a R$ 3.138,70. A data da prova também foi alterada.

Os cargos de nível superior são para administrador, analista de tecnologia da informação, arquiteto e urbanista, assistente social, auditor, bibliotecário, contador, enfermeiro do trabalho, engenheiro de segurança do trabalho, engenheiro área civil, jornalista, médico área clínica médica, nutricionista, pedagogo, programador visual, psicólogo e técnico em assuntos educacionais.

As vagas de nível médio/técnico são para assistente de alunos, assistente em administração, técnico de laboratório, técnico de tecnologia da informação, técnico em arquivo, técnico em enfermagem e técnico em segurança do trabalho.

 Os postos de nível fundamental são para auxiliar de biblioteca e auxiliar de administração.

Os profissionais ainda vão receber R$ 373 de auxílio alimentação, R$ 89 de auxílio creche (por dependente de até 5 anos), assistência à saúde e auxílio transporte.

As inscrições devem ser feitas até 21 de outubro pelo site www.institutoaocp.org.br. A taxa é de R$ 40 para nível fundamental e médio/técnico e de R$ 55 para nível superior.

A prova objetiva será aplicada em 15 de dezembro, nas cidades do Rio de Janeiro, Niterói e Duque de Caxias.

O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.

Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio de Janeiro (Cefet)

O Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet), no Rio de Janeiro, divulgou edital de concurso público para 46 vagas em cargos de nível médio/técnico e superior.

As vagas de nível médio/técnico são para técnico em assuntos educacionais, técnico de laboratório e técnico em edificações e assistente de aluno.

Os cargos de nível superior são para administrador, analista de TI, assistente social, economista, enfermeiro, engenheiro, jornalista, médico, nutricionista, pedagogo, psicólogo e revisor de textos.

As oportunidades são para os campi Maracanã, Nova Iguaçu, Maria da Graça, Angra dos Reis, Itaguaí e Valença.

Além do salário, os profissionais vão receber auxílio alimentação de R$ 373, auxílio transporte e auxílio creche.

As inscrições podem ser feitas entre os dias 14 e 27 de outubro pelo site www.cefet-rj.br. O valor da taxa não foi informado.

O dia, horário e locais de provas ainda não foram divulgados.

O concurso terá validade de 1 ano e poderá ser prorrogado pelo mesmo período.