Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 16 de maio de 2016

Anvisa suspende fabricação de todos os medicamentos da Indústria Química Celeste

A Anvisa determinou a suspensão da fabricação de todos os medicamentos produzidos pela Indústria Química Celeste Ltda.

A medida foi tomada após inspeção e reinspeção realizadas na empresa classificarem como insatisfatório o cumprimento das Boas Práticas de Fabricação (BPF).

A medida está na Resolução RE 1.201/2016, publicada na quinta-feira (12/5), no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA

Anvisa suspende lotes de medicamento para hipertensão arterial

A Anvisa determinou a suspensão da distribuição, da comercialização e do uso dos lotes 14120063, 14120065 e 14120066 do medicamento Candesartana + Hidroclorotiazida (8 mg + 12,5 mg e 16 mg + 12,5 mg), em comprimidos

O anti-hipertensivo é fabricado pela empresa Althaia S.A Indústria Farmacêutica.

A empresa comunicou à Anvisa o recolhimento voluntário dos lotes após verificar a comercialização do produto com a validação do processo de fabricação ainda em andamento.

A Agência determinou que a empresa promova o recolhimento das unidades existentes no mercado.

A medida está na Resolução RE 1.200/2016 publicada na quinta-feira (12/5) no Diário Oficial da União (DOU).

ANVISA

Redes já representam mais da metade do mercado farmacêutico

Foto: Reprodução
As grandes redes de farmácias e drogarias já são predominantes no varejo farmacêutico nacional

A representatividade deste segmento em relação ao volume de vendas cresceu de 42% para 56% entre 2007 e 2015. Enquanto isto, as farmácias independentes encolheram de 55% para 30%. Os indicadores são do IMS Distribution Services.

Para o presidente executivo da Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma), Sérgio Mena Barreto, o aumento da renda da população do país a partir do fim da década passada contribuiu para mudar o perfil do consumidor e estimulou a abertura de novos pontos de venda.

“A necessidade de absorver a crescente demanda e o maior grau de exigência do consumidor favoreceu as marcas com mais representatividade geográfica e fôlego financeiro. Além disso, as principais redes do país beneficiaram-se da sua maior capacidade de gerenciar seus estoques e a compra em grande escala de medicamentos e não medicamentos”, argumenta Barreto. A inserção de grupos estrangeiros como a CVS e o movimento de fusões e aquisições colaboraram para impulsionar o grande varejo farmacêutico.

O Brasil possui atualmente cerca de 70.400 farmácias, das quais 72% são representadas pelas independentes e 14% são ocupadas pelas grandes redes. As associadas à Abrafarma detêm 7% deste percentual. Porém, representam cerca de 44,5% das vendas de medicamentos.

Representatividade

Sobre a Abrafarma
Fundada em 1991, a Abrafarma reúne as 28 maiores redes de farmácias do País, que contam com 5.969 lojas em todos os estados brasileiros e Distrito Federal. As redes associadas representam cerca de 44,5% das vendas de medicamentos no País, tendo realizado mais de 833 milhões de atendimentos em 2015, com vendas totais de R$ 35,94 bilhões. A associação tem como objetivo o aprimoramento das empresas filiadas, a preservação da imagem institucional, o relacionamento com entidades públicas, governo e fornecedores, além de apoio jurídico e pesquisa de mercado para o aperfeiçoamento das atividades.

Acesse www.abrafarma.com.br

Saúde Business

Anvisa aprova genéricos inéditos para hiperparatiroidismo e antiepilético

Foto: Reprodução
A Anvisa concedeu registro a dois medicamentos genéricos ainda inéditos no mercado brasileiro. No dia 09, a agência publicou, no Diário Oficial da União, o registro do cloridrato de cinacalcete

O produto é indicado para o tratamento de hiperparatiroidismo secundário em pacientes em fase terminal com doença renal.

No dia 16 foi publicado o registro da Lacosamida.

O medicamento é indicado como terapia adjuvante (atua em conjunto com outro medicamento antiepiléptico) no tratamento de crises parciais em pacientes a partir de 16 anos de idade com epilepsia.

ANVISA

CHN abre inscrições para o XII Curso de Ventilação Mecânica

Foto: Reprodução/ Imagem Ilustrativa
Estão abertas as inscrições para o XII Curso Anual de Ventilação Mecânica no CHN (Complexo Hospitalar de Niterói)

Serão 140 horas com o que há de mais atualizado em ventilação mecânica, com teoria e prática na UTI, à beira do leito. As aulas acontecerão em um fim de semana por mês, de junho a dezembro, sempre das 8h às 18h.

O curso – coordenado pelos fisioterapeutas Sérgio Nemer e Jefferson Caldeira – começa no dia 4 de junho e é aberto a fisioterapeutas, médicos e acadêmicos dos últimos períodos. Para informações sobre o valor do investimento e as inscrições, entre em contato pelo e-mail snnemer@gmail.com ou pelo telefone (21) 2729-1154.

O CHN fica localizado na Rua La Sale, 12 – Centro – Niterói – RJ.

Datas das aulas:
4 e 5/6

23 e 24/7

27 e 28/8

17 e 18/9

8 e 9/10

19 e 20/11

10 e 11/12

Lívia Zampirole
Assessoria de Imprensa
livia@saudeempauta.com.br