Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 30 de julho de 2012

Coca e Pepsi buscam refrigerante sem calorias nem adoçantes artificiais

Pepsi (Foto: Mark Lennihan/AP)
Pepsi planeja composição de refrigerante mais saudável,
gostoso e menos calórico (Foto: Mark Lennihan/AP)
Nova fórmula é perseguida após aumento da preocupação com obesidade. Em maio, prefeito de Nova York propôs limitar a venda de grandes volumes.

As multinacionais americanas Coca-Cola Company e Pepsico estão em busca de um refrigerante sem calorias, adoçantes artificiais nem sabor ruim após o consumo.

Segundo as fabricantes, esse é o trio indispensável para acabar com as preocupações em torno dos produtos e reverter o declínio no consumo mundial de bebidas calóricas gaseificadas. Mas a tão sonhada fórmula mágica ainda pode levar anos para chegar ao mercado.

O empenho da Coca e da Pepsi vem dois meses após a proposta do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, de limitar a venda de refrigerantes em grandes quantidades em lanchonetes, restaurantes, carrinhos de rua e salas de cinema.

A medida pretende diminuir os índices de obesidade, diabetes e doenças cardiovasculares nos EUA. O texto foi encaminhado em maio ao Conselho de Saúde nova-iorquino e pode entrar em vigor a partir de março de 2013.

Bloomberg sugere limitar o volume de refrigerante a 473 mililitros e a pouco mais de 1 caloria por mililitro, tanto para garrafas quanto para copos. Mercados e supermercados não entram na lista, nem as bebidas dietéticas ou que têm pelo menos 50% de leite ou algum substituto.

A iniciativa provocou críticas da Coca-Cola – que diz ser transparente na informação sobre as calorias de seus produtos – e de moradores que a consideram uma intromissão exagerada do poder público em questões particulares. Mas o prefeito vê a causa como um problema de saúde pública.

Fonte G1

Dormir menos de seis horas por noite eleva risco de AVC

O hábito de dormir menos de seis horas por noite aumenta as chances de um AVC (acidente vascular cerebral ou “derrame”) entre adultos que não apresentam fatores de risco comuns para doenças cardiovasculares, como excesso de peso ou histórico do problema na família. Essa é a conclusão de um novo estudo apresentado durante o encontro anual das Sociedades de Sono Associadas (APSS, na sigla em inglês), nos EUA.

Realizado por pesquisadores da Universidade de Alabama, o estudo envolveu o acompanhamento de 5,6 mil participantes durante três anos. Quando a pesquisa começou, nenhuma dessas pessoas havia sofrido qualquer evento cardiovascular ou apresentava sintomas de derrame ou risco para apneia do sono.

Ao final do estudo, a equipe encontrou uma forte associação entre os aqueles que costumavam dormir menos do que seis horas por noite e incidência de sintomas de derrame cerebral. A relação encontrada não foi diferente entre pessoas com excesso de peso e com peso considerado normal.

“Nós especulamos que dormir pouco possa ser um precursor de fatores de risco tradicionais para doenças cardiovasculares e, uma vez que uma pessoa passe a ter esses outros fatores de risco, eles se tornam mais expressivos do que a restrição do sono sozinha”, diz Megan Ruiter, uma das autoras da pesquisa.

Para Ruiter, estes resultados devem incentivar a realização de outras pesquisas sobre o assunto para que a população se sensibilize sobre o impacto do sono restrito para a saúde do coração.

“Comportamentos relacionados ao sono podem ser modificados com abordagens cognitivas e comportamentais, assim como com intervenções com medicamentos. Nossas conclusões podem servir como uma base preliminar para o uso de terapias para o sono para evitar eventos cardiovasculares”, conclui.

Fonte O que eu tenho

Dieta de baixo índice glicêmico eleva risco para doenças cardiovasculares

Em uma intervenção nutricional realizada com a população do norte da Suécia, pesquisadores mostram que apesar de colaborar na perda de peso, a dieta de baixo índice glicêmico eleva o risco para doenças cardiovasculares.

O estudo teve início na década de 1970, quando o governo local percebeu um aumento no número de pessoas com doença cardiovascular naquela região, principalmente entre os homens – na época, as taxas mais altas em todo o mundo. Para combater estes números, foi desenvolvido um programa (The Västerbotten Intervention Programme, ou VIP) em 1985, que, entre outras ações, visou rotular melhor os alimentos, divulgar informações sobre alimentação e hábitos saudáveis, promover aulas de culinária, exames de saúde e aconselhamento de dietas, que estão disponíveis até hoje.

A avaliação do programa se baseou também em dados de uma outra pesquisa, um projeto que monitorou os fatores de risco para doença cardiovascular naquela população. Pesquisadores de três universidades suecas colaboraram na revisão destas informações recolhidas durante 25 anos de estudo.

Os resultados, divulgados no periódico Nutrition Journal, mostraram que o impacto da VIP foi claramente visto na mudança de ingestão de gorduras e carboidratos. Em 1992, o consumo de gordura reduziu em 3% entre os homens e 4% para as mulheres e manteve-se estável até 2005. Estes resultados refletiram também na redução dos níveis de colesterol da população.

No entanto, após 2005, foi observado um aumento na ingestão de gordura total e saturada – os índices eram maiores, inclusive, do que os de 1986 – e uma queda na ingestão de carboidratos complexos (como arroz, pão, batata, massa e fibras). Segundo os autores, estes resultados coincidiram com a popularização da dieta de baixo índice glicêmico. A principal consequência para a população foi o aumento dos níveis de colesterol, que se mantiveram altos mesmo com a distribuição de remédios para controle.

Para Ingegerd Johansson, pesquisadores que conduziu esta investigação, a associação entre a nutrição e a saúde é complexa. “Trata-se de componentes alimentares específicos, interações entre esses componentes alimentares e interações com fatores genéticos e necessidades individuais”, diz. Para ele, a conclusão é que enquanto dietas que priorizam o consumo de proteínas, como a de baixo IG, realmente ajudem na perda de peso em curto prazo, os resultados deste estudo demonstram que a perda de peso a longo prazo não é mantida e que esta dieta aumenta os níveis de colesterol no sangue, que têm grande impacto no risco para doença cardiovascular.

Fonte O que eu tenho

Você conhece a síndrome do ninho vazio?


A síndrome do ninho vazio (SNV) se caracteriza pelo sentimento de luto que os pais – geralmente a mãe – sentem quando seus filhos saem de casa para ganhar o mundo. Não é uma doença, mas uma condição que, se não enfrentada, pode levar à depressão.

“Só as mães são felizes”, disse Cazuza em sua canção de 1985, uma época em que já era comum as mulheres trabalharem fora – tão comum quanto abandonarem sua carreira assim que engravidassem, para cuidarem dos filhos. “A síndrome do ninho vazio geralmente acomete mulheres entre 50 e 70 anos de idade. Elas são mais afetadas por pertencerem a uma geração na qual as mulheres não desenvolveram uma vida profissional satisfatória”, explica a psicoterapeuta Ana Carolina Costa.

A pedido do Portal “O que eu tenho?”, Ana Carolina responde a algumas dúvidas sobre o assunto.

O que é a Síndrome do ninho vazio?
É uma síndrome que se manifesta pela presença de sentimentos de melancolia, tristeza e solidão, os quais atingem os adultos quando os filhos abandonam o núcleo familiar para seguirem os próprios projetos de vida.

A SNV é uma doença?
A doença, na verdade, é a ausência de vida. Muitas mães se doam a tal ponto, em um apego tão exagerado, que elas não sabem quem elas são mais. Com a saída do filho de casa, isso fica mais claro. Este fato pode gerar muita tristeza, uma sensação de carência extrema, de vazio absoluto, de perda de si mesmo.

Os pais também estão sujeitos a sofrer desta síndrome?
É mais comum entre mulheres, embora hoje em dia, com alguns pais exercendo também tarefas domésticas, eles podem ser afetados pela síndrome. É mais comum ocorrer com as mães, pois ainda são as principais cuidadoras diretas dos filhos, ou seja, passam mais tempo com eles e exercem mais funções cotidianas na vida dos filhos, embora esse cenário venha se modificando com a forte entrada da mulher no mercado de trabalho.

Como diferenciar a síndrome de uma depressão?
Na verdade, os sintomas são bem parecidos, por isso a dificuldade de um diagnóstico preciso. Mas o que irá auxiliar a diferenciação será o contexto desses sentimentos e o tempo de recuperação, que é semelhante a qualquer tipo de luto, ou seja, de seis meses a um ano. Por isso, cabe aqui dizer que a síndrome do ninho vazio pode se tornar uma depressão de fato, caso esses sentimentos se estendam por mais de um ano e o indivíduo não consiga retomar sua rotina. Mas é difícil estabelecer as relações entre depressão e SNV, pois elas se confundem, principalmente porque, normalmente, ocorrem num período delicado do ciclo vital, com inerentes dificuldades de adaptação: a menopausa e o início da velhice.

Neste sentido, quais os sintomas ou características da SNV?
A síndrome do ninho vazio é marcada por uma profunda tristeza, sentimento de vazio e até mesmo de inutilidade. E a síndrome, pelo estresse que causa, pode desencadear também alguns sintomas somáticos como alergia, dermatite, distúrbio intestinal, dificuldade respiratória ou febre sem motivo aparente, como também depressão.

Qual profissional deve ser consultado e como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico é feito por um psicoterapeuta ou um psiquiatra pela presença e quantidade dos sintomas já citados e tempo ou duração que o paciente os sente.

Como é o tratamento?
Psicoterapia e, se necessário (se os sintomas estiverem atrapalhando muito a rotina do paciente), medicação associada à terapia (antidepressivos e/ou ansiolíticos).

É possível se recuperar totalmente?
Sim, mas para isso o paciente deve buscar ajuda especializada para reestruturar e ressignificar algumas crenças de sua vida e, principalmente, fazer rearranjos de papéis na vida. Algumas dicas são buscar realização pessoal no trabalho, na sociedade e na vida familiar; criar uma estrutura familiar na qual o filho, por mais que saia de casa, se sinta acolhido e encontre espaço sempre que quiser ou precisar voltar; e aproveitar a fase e idade atual e não ficar apenas pensando no que não tem mais (no caso, os filhos).

Fonte O que eu tenho

Estresse pode piorar progressão do câncer ósseo

O estresse pode contribuir para que um câncer se espalhe pelos ossos, diz pesquisa publicada no periódico PLoS Biology.

A pesquisa, feita pelo Centro Valderbilt de Biologia Óssea, partiu de dados coletados inicialmente com modelos animais e que foram observados após episódios estressantes. Os resultados demonstraram que o estresse aumenta o ambiente propício para que as células cancerosas se espalhem pelos ossos através da metástase – processo pelo qual as células cancerosas se espalham para diversos orgãos do corpo – de outros tipos de câncer.

“Nossa hipótese inicial era que a ativação de certas regiões do sistema nervoso poderia contribuir para a metástase. Mas agora sabemos que esse tipo de ativação – como o estresse – facilita o aparecimento do câncer de osso”, expica Florent Elefteriou, uma das autoras do estudo.

Além do estresse, a depressão pode também contribuir para esse tipo de problema. De acordo com os pesquisadores, a partir de células cancerosas típicas do câncer de mama, os modelos animais desenvolveram o câncer ósseo.

A causa mais provável, indicam os autores, é que o estresse psicológico – que como se sabe impacta também a saúde física – crie lesões nos ossos, facilitando que as células cancerosas na corrente sanguínea se instalem nessas regiões.

“Reduzir o estresse e os níveis de depressão em pacientes com câncer parece ser uma opção para evitar problemas maiores relacionados à metástase”, explica Elefteriou, cuja equipe trabalha agora em uma pesquisa para verificar se um medicamento relacionado com problemas cardíacos pode também interromper o processo observado na pesquisa publicada.

Fonte O que eu tenho

Saiba mais sobre: Medicamentos falsificados

Site de agendamento de consultas é lançado com proposta diferente

Ao contrário de serviços como Dr. Busca e YepDoc, o Medices realiza agendamento de consultas, mas sem nenhum custo para os profissionais da área da saúde

O agendamento de consultas pela internet virou negócio no Brasil. O modelo de negócios de sites como Dr. Busca, YepDoc, Go2Doc e AvalDoc foram inspiradas na americana ZocDoc, lançada em 2007 e que atrai cerca de 1,2 milhão de usuários por mês.

Através do serviço, o paciente escolhe o convênio (ou consulta particular), a especialidade e a região. A página gera uma lista de médicos com os dias e os horários disponíveis. O agendamento é confirmado por e-mail.

No modelo de negócios destes sites, o paciente não paga pelo serviço de agendamento. No entanto, os profissionais, como médicos, dentistas e nutricionistas, pagam uma mensalidade de R$ 100 a R$ 250. Com o discurso de defender os direitos dos médicos e dos pacientes, o site Medices foi lançado no começo de julho com a mesma proposta dos demais, mas sem nenhum custo para os profissionais da área da saúde, como médicos, dentistas, psicólogos, fisioterapeutas, entre outros.

“Somos uma iniciativa social, pois tentamos maximizar retornos sociais ao invés de maximizar o lucro. Futuramente, a estratégia é criar novas soluções gratuitas que melhorem a relação médico-paciente”, diz o fundador do site Medices, Roberto Kakihara.

Segundo um estudo realizado pelo Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), o custo fixo médio de um consultório (considerando aluguel, recepcionista, contador, etc) é de, aproximadamente, R$ 2.500 por mês. Para fazer parte destes sites, os profissionais aumentarão seus custos fixos em até 10%.

De acordo com o presidente do Cremesp, Renato Azevedo, como o serviço visa ao lucro intermediando a relação médico-paciente, os sites esbarram em uma questão ética.

Fonte SaudeWeb

Laboratórios que falsificarem remédios podem ter interdição superior a 90 dias

O Projeto de Lei 3673/12, do Senado, estabelece que as atividades das instituições podem ser suspensas pelo tempo que for necessário para a realização de testes, provas e análises

A Câmara analisa proposta que possibilita interdição superior a 90 dias, com caráter de medida cautelar, de estabelecimentos que falsificarem ou adulterarem medicamentos, cosméticos ou saneantes. O Projeto de Lei 3673/12, do Senado, estabelece que as atividades do laboratório podem ser suspensas pelo tempo que for necessário para a realização de testes, provas e análises.

Atualmente, o prazo máximo de interdição como medida cautelar, previsto na lei que trata de infrações sanitárias (Lei 6.437/77), não pode, em qualquer caso, exceder 90 dias. Depois desse prazo o estabelecimento é liberado automaticamente.

O texto em análise também estipula que, enquanto durar a interdição, as instalações do estabelecimento punido não podem ser utilizadas para prática de atividade similar, ainda que parcialmente. O objetivo da proposta é facilitar a investigação sobre remédios falsificados.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo e regime de prioridade, será analisada pelas comissões de Seguridade Social e Família; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte SaudeWeb

B.Braun inicia venda de produtos odontológicos no Brasil

Portfólio conta com instrumentos destinados aos dentistas bem como produtos para microcirurgia periodontal, endodontia e implantologia

A B. Braun, empresa alemã que atua no ramo médico-hospitalar, inicia a venda de produtos odontológicos no mercado brasileiro.

De acordo com a empresa, o portfólio conta com instrumentos destinados aos dentistas, a linha Dental da B. Braun também apresenta produtos para microcirurgia periodontal, endodontia e implantologia. Ao todo, o catálogo conta com 1600 instrumentais, sendo largamente utilizado na Europa, com grande aceitação no mercado.

De acordo com a gerente de produto da linha, Ina Wuestefeld, a prática odontológica vem sofrendo mundanças. E conta que que os tratamentos e as intervenções cirúrgicas podem ser executados com precisão cada vez maior, utilizando técnicas menos invasivas.

A companhia informa que cursos e treinamentos para odontologistas já começaram a ser aplicados. “A prática visa o conhecimento e o manuseio dos produtos, bem como o compartilhamento de conhecimentos (Sharing Expertise) odontológicos com os principais especialistas do ramo”, afirmou, em comunicado.

Fonte SaudeWeb

Ministério habilita mais 57 equipes de atenção domiciliar

Desde o lançamento, em novembro do ano passado, o programa Melhor em Casa possui equipes habilitadas em 19 estados

O programa Melhor em Casa passa a contar com mais 57 equipes que prestam atendimento domiciliar pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A portaria nº 1.620 habilita 39 Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e 18 Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP), totalizando 57 novas equipes nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, São Paulo e Bahia.

“O programa veio qualificar o atendimento domiciliar que já existia em alguns locais, além de expandir para localidades que contavam com equipes de atenção domiciliar e se tornou uma das prioridades do governo federal”, destaca o coordenador do Programa Melhor em Casa, Aristides Oliveira.

Desde o seu lançamento, em novembro de 2011, o programa já habilitou 343 Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar e 140 equipes multiprofissionais em 19 estados, alcançando 84 municípios. Deste total, 122 EMADs e 45 EMAPs já estão atendendo a população em 44 municípios de 15 estados.

O Ministério da Saúde custeia as equipes principais com o valor de R$ 34,56 mil mensais e R$ 6 mil por equipe de apoio. Até 2014, o investimento total é de R$ 1 bilhão, para implantação de mil equipes de Atenção Domiciliar e outras 400 equipes de apoio. Pessoas com necessidade de reabilitação motora, idosos, pacientes crônicos sem agravamento ou em situação pós-cirúrgica e com possibilidade de desospitalização, por exemplo, são atendidas por equipes multidisciplinares durante toda a semana (de segunda a sexta-feira), 12 horas por dia e, podendo ser em regime de plantão, nos finais de semana e feriados.

As equipes são formadas, prioritariamente, por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeuta ou assistente social. Outros profissionais como fonoaudiólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional, odontólogo, psicólogo e farmacêutico, além de fisioterapeuta e assistente social poderão compor as equipes de apoio. Cada equipe poderá atender, em média, 60 pacientes, simultaneamente.

Segundo o Ministério, o programa Melhor em Casa também ajuda a reduzir as filas nos hospitais de emergência, já que a assistência, quando há indicação médica, passa a ser feita na própria residência do paciente, desde que haja o consentimento dele e da família. Até 2014, serão implantadas equipes em todas as regiões do país.

Mudança
Recentemente o Ministério da Saúde mudou algumas regras do programa para ampliar o número de municípios aptos a receberem o Melhor em Casa. Municípios com mais de 40 mil habitantes poderão implantar o programa, desde que tenham o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) ou serviço próprio de atendimento às urgências, além de possuir um hospital de referência. A portaria anterior restringia os municípios de 40 mil habitantes às regiões metropolitanas.

Outra mudança importante refere-se à flexibilidade da carga horária dos profissionais que compõem as equipes. Os profissionais auxiliares ou técnicos de enfermagem, por exemplo, poderão ter somatório de sua carga horária semanal mínima de 120 horas. A portaria anterior previa 160 horas semanais. Os critérios para implantação de mais de uma equipe de atendimento domiciliar também foram reduzidos. O município que tiver acima de 150 mil habitantes poderá implantar uma segunda equipe de atendimento domiciliar e assim sucessivamente. Antes, os municípios precisavam alcançar a população de 200 mil habitantes para constituir a segunda equipe.

Fonte SaudeWeb

Remédios antigos: Advil

Para Conselho Regional de Farmácia, expor analgésicos nas gôndolas é um retrocesso

Nova resolução da Anvisa permite que medicamentos isentos de prescrição médica fiquem ao alcance do consumidor

A medida da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que altera uma resolução de 2009 e volta a permitir a exposição de medicamentos isentos de prescrição médica nas prateleiras de farmácias e drogarias brasileiras é considerada um retrocesso pelo secretário-geral do Conselho Regional de Farmácia (CRF), Roberto Canquerini.

— Não é porque não precisa de receita médica que o medicamento é isento de riscos à saúde — destaca.

Segundo Canquerini, a Anvisa não respeitou as consultas públicas realizadas para debater a questão:

— Acompanhamos as discussões em Brasília, onde mais de 70% das manifestações foram contrárias à liberação. Certamente há interesses comerciais por trás dessa decisão.

Para o CRF, o livre acesso a esses medicamentos estimula a automedicação, apesar da ressalva de que devem ser fixadas mensagens de advertência, classificadas por Canquerini como "brandas". Em articulação com o conselho federal da categoria, o CRF pretende tentar reverter a liberação por meio de lei estadual, que suplantaria a resolução da Anvisa.

De acordo com o secretário-executivo do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos no Rio Grande do Sul (Sinprofar), Guilherme Leinpnitz, o sindicato vê com bons olhos a decisão da Anvisa, mas reitera que o consumidor deve procurar o farmacêutico antes da compra.

— Qualquer aspirina tem efeito colateral — destaca Leinpnitz.

Pelas novas regras, que passam a valer nesta sexta-feira, cerca de 2,3 mil produtos voltam ao alcance do consumidor, sem intervenção de um farmacêutico. Segundo dados da Anvisa, os medicamentos isentos de prescrição médica correspondem a 30% do volume de vendas nas farmácias.

Histórico da resolução
:: Em 2009, a Anvisa aprovou a Resolução RDC 44, que determinou que os medicamentos isentos de prescrição fossem posicionados atrás do balcão. O objetivo era reduzir a automedicação e evitar o uso irracional de medicamentos pela população.

:: Após diversos processos judiciais e leis estaduais para reverter a decisão, a Anvisa resolveu reavaliar o marco regulatório dos medicamentos isentos de prescrição.

:: Estudo da agência mostrou que não houve redução no número de intoxicações no país a partir da RDC 44. Também apontou concentração de mercado, com prejuízo ao direito de escolha do consumidor.

:: Em abril de 2012, foi aberta consulta pública sobre a alteração da RDC 44/2009.

:: Em julho, a Diretoria Colegiada da Anvisa decidiu alterar a norma e permitir que remédios de venda livre sejam posicionados ao alcance do consumidor, nas gôndolas das farmácias e drogarias do país.

Fonte Zero Hora

Conheça quais são os direitos de quem tem câncer e sua importância para enfrentar a doença

Saque do FGTS e do PIS/PASEP, auxílio-doença e acesso gratuito a medicamentos são alguns dos benefícios assegurados por lei

Lidar com uma doença tão complexa como o câncer é uma tarefa árdua que exige equilíbrio físico e mental. Ao receber o diagnóstico, poucos correm atrás de uma série de direitos assegurados pelas leis brasileiras para ajudar os pacientes a enfrentar esta batalha, como sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o PIS/PASEP.

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que, neste ano, serão confirmados mais de 40,5 mil novos casos de câncer no Rio Grande do Sul. No Brasil, o número chega a 520 mil.

— É uma falta do Ministério da Saúde, que não tem tanto interesse em divulgar. Além disso, a legislação está muito pulverizada, fragmentada. Se as pessoas se conscientizassem de todos os direitos que têm, a doença causaria um impacto financeiro menor — afirma a advogada pernambucana Antonieta Barbosa, autora do livro Câncer — Direito e Cidadania, que já está na 14ª edição e teve mais de 100 mil exemplares vendidos.

Um dos direitos mais fáceis de ser adquirido, o resgate do FGTS serviu como um alívio para o técnico em telecomunicações e informática Érico Nunes Carvalho, 50 anos. Com este dinheiro, conseguiu pagar a anestesia e os médicos auxiliares no procedimento cirúrgico para a retirada de um tumor no intestino, em 2008.

Logo após receber o diagnóstico da doença em estado avançado, Carvalho se afastou do trabalho e passou a receber o auxílio-doença, um benefício mensal que o segurado do Regime Geral de Previdência Social (INSS) tem após ficar temporariamente incapaz de exercer as funções no trabalho por mais de 15 dias consecutivos em virtude de doença. A incapacidade para o trabalho deve ser comprovada através de exame realizado pela perícia médica do INSS.

Durante o tratamento, o morador de Porto Alegre lembra que esbarrou em inúmeros impasses, como o descaso do plano de saúde, a quem já acionou judicialmente, o desprezo dos médicos peritos e a lentidão da Justiça.

— Ocorre uma pressão velada. Como o câncer é uma doença interna e muitas vezes nem aparento ter nada, os peritos pensam que estou fingindo. Eu já tive que dizer para um deles: "Vamos fazer o seguinte: tu me dá a tua saúde e eu te passo o câncer".

Outra crítica que Carvalho e outros pacientes costumam fazer sobre estes profissionais é referente à especialização porque, para ser perito, basta apenas ser médico, independentemente da área em que se formou. Ou seja, uma pessoa com câncer pode ser avaliada por um pediatra, por exemplo, o que não seria o mais indicado.
 
 
Lição de coragem
Descobrir que tinha câncer de mama no auge da juventude, aos 23 anos, não foi uma tarefa fácil de administrar para Karen Moraes Eichler. Hoje, aos 33 anos, e se tratando do terceiro tumor — entre o fígado e o rim — a assistente de compras lembra que o momento foi difícil. Perdeu todo cabelo e realizou rádio e quimioterapia. Após um curto período de repouso, Karen decidiu voltar a trabalhar porque "não conseguia ficar em casa".

Quatro anos depois, descobriu um câncer no cérebro, o qual, ela suspeita, tenha surgido pela falta de um medicamento — negado em perícia, pois, segundo ela, o médico que a avaliou julgou que estava curada. Teve que voltar à quimio.

Em março deste ano, curada do tumor cerebral, descobriu que teria de voltar ao tratamento. Mais consciente dos próprios direitos, requereu o auxílio-doença, retirou o FGTS e pediu a isenção do Imposto de Renda e do IPVA. O dinheiro que recebe ganhou um destino: pagar o plano de saúde e os custos dos medicamentos.

— Entendo isto como sinais. Mudei meus hábitos e estou preparada para enfrentar. Tenho sonhos para realizar. O câncer não vai me derrubar.

Quando a Justiça funciona
Ao realizar exames de rotina durante as férias no Brasil, em dezembro ano passado, a enfermeira porto-alegrense Neila Wolff Silva Villamizar, 42 anos, foi confrontada com um nódulo no seio esquerdo.

— No primeiro momento, parece que a gente está levitando, o chão foge dos pés, não se sabe o que fazer, fica em estado do choque. De noite, vai dormir com a cabeça pesada e quando levanta acha que aquilo foi um sonho — relembra.

Mãe de dois filhos pequenos, Kendrick, sete anos, e Kenneth, 10, Neila garante que teve de imprimir uma mudança radical na rotina e na forma de encarar o câncer de mama. Com o marido morando ainda na Colômbia, contou com a ajuda dos pais, com quem passou a morar, e da Justiça para lutar contra a doença. Pediu resgate do FGTS, conseguiu o auxílio-doença e fez um requerimento para ter acesso a um medicamento fundamental no tratamento, chamado Trastuzumabe. Foi quando teve uma grata surpresa: descobriu que pacientes de Porto Alegre de um tipo específico de câncer de mama — o dela — estavam abrangidos por uma ação civil pública que garantia a droga gratuitamente. A medicação, que custa mensalmente cerca de R$ 20 mil, apresenta uma melhora no prognóstico, aumentando o tempo de vida livre da doença e a possibilidade de cura.

O requerimento foi feito antes da liberação, nesta semana, pelo Ministério da Saúde, para disponibilizar o Trastuzumabe pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A medida, que ainda pode levar 180 dias para entrar em vigor, deve beneficiar 13 mil mulheres no Brasil.

Apesar da fé e do pensamento positivo, a enfermeira conta que, quando realizava a quarta quimioterapia, entrou em depressão com os efeitos colaterais. Neste momento percebeu que este comportamento prejudica a recuperação.

— Fiquei duas semanas sem vontade de comer e descobri que a depressão só prejudica você mesmo. Eu quero é ir para frente, me recuperar e dar ânimo para outras pacientes. Essa é a minha atitude de vida atualmente. Quando a depressão quer chegar, eu até canto uma musiquinha: "Quando a depressão bate no teu coração, eu digo 'não, não, não'".

Informações não são difundidas, diz médico
Além de "Câncer — Direito e Cidadania", que é uma das poucas bibliografias dedicadas a tratar dos direitos dos pacientes com câncer, algumas instituições hospitalares, como o Hospital A.C. Camargo, em São Paulo, organizaram o tema em formato de cartilhas. Apesar de estarem disponíveis na internet gratuitamente, as publicações não são amplamente divulgadas.

O médico Stephen Stefani, oncologista do Instituto do Câncer Mãe de Deus, admite que é reduzido o número de colegas que sabem minimamente ou que têm um conhecimento um pouco mais aprofundado sobre o assunto.

— Este tipo de conhecimento não faz parte da agenda científica dos médicos ou do currículo tradicional. E mesmo os que conhecem, não sabem o ritual para conseguir estes benefícios. Mas estes são direitos fundamentais para o tratamento. Não é um prêmio de consolação: é um direito de todo paciente.

Para sanar esta lacuna de conhecimento, a advogada Antonieta Barbosa sugere que seja criada uma matéria sobre direito do paciente nas faculdades de Direito e Medicina. Outra alternativa seria sistematizar workshops obrigatórios para oncologistas.

Chefe do serviço de cancerologia cirúrgica da Santa Casa e professor associado da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, Antonio Nocchi Kalil promete levar a ideia adiante para difundir as informações:

— Os médicos só falam quando são questionados. O envolvimento com a dor é tão grande que acabam esquecendo de falar para o paciente destas possibilidades materiais. Especialmente para os pacientes do SUS, que em geral têm menos acesso a informação, e são os que mais necessitam — afirmou o médico.

Advogada do Imama questiona investimentos
Advogada do Instituto da Mama do RS (Imama), Maria Cristina Franceschi aponta uma saída para a maior difusão de informação sobre os direitos dos pacientes com câncer: manter uma política permanente de conscientização. Para ela, o governo precisa buscar clubes de mães, associações de bairro e organizações não-governamentais para repassar o conhecimento.

— O artigo 196 da Constituição Federal afirma que a saúde é um dever do Estado, não apenas um direito do cidadão. O governo deveria aplicar 12% do valor da receita em saúde. No entanto, não é o que acontece, nenhum governo do Estado aplicou este percentual nos últimos anos. O máximo a que se chegou foi perto de 6%, ou seja, quase a metade do obrigatório — afirma a advogada.

Direitos assegurados por lei

Aposentadoria por invalidez
Concedida quando for constatada a incapacidade para o trabalho. O valor do benefício corresponde a 100% do salário de contribuição.

Auxílio-doença
No caso de empregado, concedido após o 16º dia de afastamento da empresa. Para os demais segurados, o benefício será devido a partir do início da incapacidade. Em ambos os casos, o valor do benefício corresponde a 91% do salário de contribuição.

Isenção do Imposto de Renda
Concedida a isenção aos trabalhadores aposentados (por invalidez ou não), sendo mantida, no entanto, a obrigatoriedade de fazer a Declaração Anual de Rendimentos à Receita Federal.

Saque do FGTS e do PIS
Pode ser feito em qualquer agência da Caixa Econômica Federal.

Saque do PASEP
Efetuado em qualquer agência do Banco do Brasil.

Prioridade na tramitação de processos judiciais e administrativos
Prioridade no pagamento de precatórios

Quitação de financiamento habitacional
No caso de aposentadoria por invalidez, se houver cláusula específica no contrato de compra e venda do imóvel.

Acesso gratuito a medicamentos
Necessários ao tratamento, bem como a exames laboratoriais e radiológicos, órteses e próteses.

Beneficio de Prestação Continuada (LOAS)
Corresponde a um salário-mínimo nacional e é concedido a não segurados da Previdência Social que estejam incapacitados para o trabalho e não tenham quem possa suprir sua manutenção.

Compra de veículo nacional adaptado ao paciente com desconto no IPI e no ICMS
Por exemplo, para mulheres que extraíram os gânglios linfáticos da axila em razão do câncer de mama e para homens que retiraram os gânglios linfáticos inguinais (da virilha) devido a um tumor na próstata.

INFORME-SE

Confira a cartilha criada pelo Hospital A.C. Camargo em http://clic.rs/direitos—cancer

Para mais informações, acesse o site do Instituto Nacional do Câncer (Inca):

www.inca.gov.br ou entre em contato com a Previdência Social (INSS) pelo telefone 0800 78 0191

PRESTE ATENÇÃO

Sob coordenação da advogada Maria Cristina Franceschi, começa a funcionar em 3 de agosto na sede do Imama, na Capital, um serviço jurídico gratuito para auxiliar as pacientes com diagnóstico de câncer de mama a requerer seus direitos.

Segundo levantamento do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o Rio Grande do Sul é o segundo Estado com maior incidência de câncer de mama, com projeção de 81 casos a cada 100 mil mulheres no decorrer de 2012. Porto Alegre é líder do ranking entre as capitais brasileiras, com cerca de 125 novos casos a cada 100 mil mulheres.

Local: Rua Ramiro Barcelos, 850

Informações: (51) 3023-7701, 9565-1214 e 9565-1174

Horário: plantões jurídicos às terças e sextas, das 14h às 18h

Fonte Zero Hora

Aprenda três passos para manter o corpo e a pele bem cuidados no inverno

Recomendações contemplam exercícios físicos, hidratação da pele e alimentação saudável

Praticar exercícios, cuidar da pele e evitar exageros na alimentação são os principais desafios durante o inverno. Pensando nisso, o Centro de Bem-Estar Levitas preparou dicas essenciais para manter ou criar uma rotina de atividades físicas e investir nos cuidados com o corpo e a alimentação, apesar do frio.

1. Insista na prática de exercícios
Existe uma explicação lógica para a resistência que criamos na prática de atividades físicas durante o inverno, pois o nosso organismo é o primeiro a sentir as mudanças da estação. No frio, é comum perdermos calor e mobilidade do corpo, sem falar que as baixas temperaturas provocam uma relativa queda no metabolismo, assim como na pressão arterial e frequência respiratória.

O mais importante é deixar a preguiça de lado e não ficar parado, pois o corpo precisa estar em movimento o ano todo. Na estação mais fria, o corpo exigirá aquecimentos prolongados e alongamento mais intensos, para evitar lesões, estiramentos, entorses e cãibras.

— Muitas atividades físicas entram em baixa no inverno, como os esportes aquáticos e as corridas ao ar livre, por conta das condições climáticas, mas podemos contornar essa situação facialmente e substituir os treinos externos por atividades dentro de casa, na academia ou em qualquer outro lugar coberto — garante o orientador físico Everton Casagrande.

Para evitar situações de hipotermia, quando a temperatura do ambiente é inferior à do corpo e o indivíduo sofre resfriamento geral do organismo, o especialista recomenda uma alimentação com mais carboidrato, manter-se sempre aquecido, cobrindo as extremidades que são responsáveis pela perda de mais de 50% de calor, além das recomendações básicas de hidratação, aquecimento e alongamento.

2. Mantenha a pela hidratada
Com a chegada do frio, a pele tende a ficar mais ressecada e exige hidratação constante, no mínimo duas vezes ao dia. Atenção para o tempo em banhos quentes, pois a temperatura elevada da água retira toda a oleosidade natural da pele e pode causar ressecamento.

— A dica vale tanto para pessoas com a pele seca quanto para quem possui a pele oleosa, pois a hidratação é fundamental. Abuse de hidratantes e óleos, sem nunca esquecer do protetor solar — aconselha a fisioterapeuta dermato-funcional Renata Klein.

No inverno, é comum reduzirmos a ingestão de água, o que diminui naturalmente a hidratação da pele, fazendo-a perder um pouco da sua função protetora contra as agressões externas. É importante fazer um esforço para beber de dois a três litros de água todos os dias.

Aproveite as vantagens da estação que implica menor exposição ao sol e aposte em tratamentos mais delicados para pele, como o peeling, aplicações de lasers e cremes a base de ácido retinido. A finalidade destes tratamentos é estimular a produção de colágeno.

Ao contrário do que dizem, a esfoliação da pele também é indicada nesse período. Feita uma vez por semana, ela ajuda na retirada de células mortas e na penetração de cremes para tratamento. O tipo de sabonete utilizado merece atenção especial, é importante sempre verificar na embalagem do produto o nível de pH, que deve estar perto de 5,5, o mais compatível com a pele. Os que possuem fórmulas hidratantes são extremamente indicados.

3. Alimente-se de forma saudável
É verdade que sentimos mais fome no inverno, pois estamos em busca de mais energia para estabilizar a temperatura do corpo. Apesar de não ser uma tarefa fácil, essa é a hora certa de reavaliar a alimentação e evitar excessos que podem provocar doenças como hipertensão e obesidade, além de aumentar as chances de problemas cardiovasculares.

Para isso, não é necessário abrir mão de delícias da estação. Veja algumas dicas úteis para deixar os pratos menos calóricos e, portanto, mais saudáveis:

:: Alimentos ricos em fibras proporcionam uma sensação maior de saciedade, portanto abuse dos integrais (pão, arroz, aveia, farelo de trigo, granola, etc.).

:: Na sopa, mantenha as verduras e saladas de costume nas refeições, mas aproveite para prepará-las refogadas ou a vapor e com temperos naturais.

:: No café da manhã ou no fondue, substitua os chocolates quentes tradicionais por versões light, de preferência com leite desnatado.

:: Nas massas, evite molhos brancos e escolha os tipos mais simples, de tomate ou bolonhesa.

:: Na sobremesa, substitua os doces açucarados por opções a base de frutas.

:: Para acompanhar, escolha bebidas como os chás verde, branco e vermelho, pois possuem propriedades antioxidantes, assim como o vinho tinto.

Fonte Zero Hora

Café pode reduzir risco de insuficiência cardíaca, aponta estudo

Ácidos clorogênicos presentes na bebida reduzem a incidência de diabetes, fator de risco para a doença coronariana

Estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, revelou que o café, consumido moderadamente, oferece diversos benefícios à saúde, em especial para o coração. O estudo, publicado no periódico científico Circulation Heart Failure, demonstrou que o consumo de quatro xícaras de café por dia diminui em até 11% as chances de sofrer com insuficiência cardíaca.

Para chegar ao resultado, a pesquisa analisou estudos anteriores sobre o consumo do café. Foram 140.220 participantes avaliados, sendo que 6.522 apresentaram insuficiência cardíaca. Os pesquisadores consideraram dados levantados entre janeiro de 1996 e dezembro de 2011.

— Durante muitos anos, o café foi alvo de críticas e acusações que agredia o estômago e causava dependência, por conta da cafeína, mas nos últimos anos diversos estudos têm revelado que a bebida auxilia na manutenção de uma boa saúde e ajuda a prevenir algumas doenças — explica a gerente de nutrição do HCor, Rosana Perim, pesquisadora da bebida.

Outros estudos que avaliaram as propriedades do café e a sua ação no organismo humano, descobriram que, além da cafeína, outras substâncias presentes na bebida, como os ácidos clorogênicos, reduzem a incidência de diabetes, fator de risco importante para o desenvolvimento da doença coronariana. Além disso, o café pode ter efeito benéfico nos níveis de colesterol no sangue, dependendo do modo de preparo.

Rosana estudou as diferentes formas de preparo do café e concluiu que o café filtrado ou coado não altera os níveis de colesterol no sangue, mas, em processos de preparo sem a filtragem, há um discreto aumento. De acordo com a nutricionista, o consumo moderado da bebida diminui a oxidação do LDL, que é o colesterol ruim, que causa inflamação nas artéria.

— Esse efeito está ligado aos compostos antioxidantes do café, que também possui ação benéfica na melhora dos sintomas de algumas doenças degenerativas, como Alzheimer, Parkinson e depressão — conclui a nutricionista.

Fonte Zero Hora

Inverno propicia surgimento de varizes. Mito ou verdade?

Especialista em cirurgia vascular desvenda mitos e verdades de problemas circulatórios

Ficar muito tempo de pé ou sentado, sedentarismo, má alimentação, uso do cigarro e de pílulas anticoncepcionais, além da tendência hereditária, são alguns dos fatores que contribuem para o desenvolvimento de problemas circulatórios nas pernas.

As consequências mais comuns desses hábitos são o surgimento de vasinhos, varizes e edemas de natureza linfática, nos casos mais graves. Problemas circulatórios podem ser prevenidos com dieta saudável, abolição do tabagismo, evitando excesso de peso, com a utilização das meias de compressão e a prática regular de exercícios físicos. No caso das meias há diversas graduações de compressão específicas para cada estágio de problema circulatório.

O médico Celso Ricardo Bregalda Neves, da Divisão de Cirurgia Vascular do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo desvenda alguns mitos e verdades em torno dos problemas circulatórios.

:: O inverno faz com que surjam mais varizes.
Verdade. Por conta do frio, as pessoas tendem a se exercitar menos e a consumir alimentos mais calóricos, ocasionando o surgimento de algumas complicações vasculares, como problemas circulatórios periféricos, além de varizes e vasinhos nas pernas.

:: Grávidas estão mais propensas a problemas circulatórios.
Verdade. Durante a gravidez o volume de sangue circulando pelo organismo aumenta. Também há o crescimento do útero, responsável por exercer forte pressão nas veias da região pélvica e na veia cava inferior, que drena o sangue proveniente dos membros inferiores e cavidade abdominal. Isso faz com que a pressão sanguínea nas veias das pernas seja maior, influenciando o desenvolvimento de doenças venosas. Com os vasos recebendo maior volume de sangue, podem surgir problemas circulatórios nos membros inferiores e, no caso de mulheres que já convivem com o problema, pode ocorrer piora e aparecimento de dores e desconforto.

:: Homens não estão sujeitos a problemas circulatórios.
Mito. Dores, inchaços e sensação de peso nas pernas não são sintomas que acometem apenas as mulheres. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, um em cada cinco homens sofre com problemas circulatórios, em especial com as varizes — veias que ficam tortuosas, alongadas e dilatadas devido a diversos fatores, como alterações hormonais, hereditariedade, obesidade, cigarro, vida sedentária, entre outros. Um estudo desenvolvido em Israel e nos Estados Unidos aponta que 3% dos homens e 20% das mulheres têm varizes aos 30 anos de idade. Aos 70 anos, até 70% das pessoas podem apresentar varizes dos membros inferiores.

:: Meias de compressão ajudam a tratar problemas de circulação.
Verdade. Meias de compressão graduada contribuem para a prevenção e tratamento das varizes, problemas circulatórios durante e após a gravidez, casos acentuados de inchaços, pós-cirurgia de varizes e edemas de natureza linfática. A compressão graduada garante uma maior compressão no tornozelo e diminui à medida que sobe em direção à coxa, facilitando e melhorando a circulação sanguínea. Existem modelos masculinos e femininos, com suave, média, alta e extra alta compressão.

Fonte Zero Hora

Humor: Crise nos hospitais públicos

Prefeitura de Santa Luzia (MG) abre concurso público

Foi publicado edital n° 03/2012 de concurso público da Prefeitura de Santa Luzia, Estado de Minas Gerais, destinado ao preenchimento de 198 vagas para profissionais de nível superior na área da saúde e com registro no conselho profissional. Os contratados receberão salários que variam de RS 1.831,00 a R$ 2.400,00 em jornadas de 20, 30 e 40 horas semanais.

Cargos
As oportunidades são para os cargos de Dentista, Médico-Veterinário, Enfermeiro, Fiscal Sanitário, Fisioterapeuta, Assistente Social, Terapeuta Ocupacional, Psicólogo, Fonoaudiólogo, Farmacêutico, Biólogo e Nutricionista.

Inscrições e Taxa
Os interessados deverão fazer suas inscrições pelo site www.ibaconcursos.org, no período de 10 de agosto a 10 de setembro de 2012, e pagar a taxa de R$ 120,00.

Os candidatos que não tiverem acesso à internet poderão se inscrever no Centro Administrativo da Prefeitura municipal de Santa Luzia, na avenida VIII, nº. 50, Santa Luiza, das 8h às 17h, ou no Instituto Brasileiro de Administração, localizado na rua Isabel Bueno, nº. 710, Sala 03 Jaraguá, Belo Horizonte, das 9h às 17h.

Provas, Gabaritos e Validade
A prova objetiva está prevista para ser realizada no dia 28 de outubro de 2012. Os locais e horários serão informados no comprovante de inscrição do candidato e divulgados no site da organizadora. O gabarito será publicado na data prevista de 29 de outubro de 2012.

O concurso terá a validade de 02 anos, contados a partir da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da administração municipal.

Concurso Prefeitura de Santa Rita do Ituêto - MG

A Prefeitura de Santa Rita do Ituêto, em Minas Gerais, através da empresa Máxima Auditores, publicou edital de concurso público destinado ao preenchimento de 93 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os salários oferecidos variam de R$ 622,00 a R$ 6.997,35 em jornada de 20, 25, 30 e 40 horas semanais.

Cargos
- Ensino Superior: Assistente Social, Auxiliar de Clínica Odontológica, Bibliotecário, Contador, Enfermeiro de Ambulatório, Enfermeiro ESF, Engenheiro, Farmacêutico, Médico Ambulatório, Médico ESF, Nutricionista, Odontólogo Ambulatório, Odontólogo ESF, Professor do Ensino Fundamental 1º ao 5º ano, Professor do Ensino Fundamental 6º ao 9º ano na disciplina de Ciências, Geografia, História, Língua Portuguesa e Matemática, Psicólogo e Supervisor Escolar;

- Ensino Médio: Agente Administrativo de Unidade Básica de Saúde, Agente de Endemias, Auxiliar de Biblioteca, Auxiliar de Secretaria, Técnico Agrícola, Técnico em Enfermagem, Técnico em Informática, Técnico em Segurança do Trabalho e Motorista;

- Ensino Fundamental: Agente Comunitário de Saúde, Auxiliar de Serviços Gerais, Eletricista, Mecânico, Operador de Máquinas Pesadas, Pedreiro e Telefonista.

Inscrições e Taxas
As inscrições poderão ser efetuadas entre às 8h do dia 3 de setembro até às 23h59 do dia 7 de outubro de 2012, através do site www.maximaauditores.com.br. As taxas variam de R$ 31,00 a R$ 120,00.

Os candidatos que não tiverem acesso à internet poderão se inscrever diretamente da Prefeitura Municipal, localizada na avenida Antônio Berçan, nº. 59, centro, Santa Rita do Ituêto, das 13h às 16h.

Provas, Gabaritos e Validade
O certame será realizado por meio de provas objetivas para todos, prevista para ser aplicada no dia 21 de outubro de 2012, em locais e horários a serem definidos e divulgados posteriormente. Além disso, haverá prova prática para Eletricista, Mecânico, Motorista, Operador de Máquinas e Pedreiro e prova de títulos para as funções de nível superior. O gabarito será publicado na data prevista de 22 de outubro de 2012.

O concurso terá a validade de 02 anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de São Miguel do Anta - MG

A prefeitura do Município de São Miguel do Anta, Estado das Minas Gerais, lançou edital nº 002/2012 de concurso público para provimento de cargos vagos e formação de cadastro reserva. São 45 oportunidades disponíveis, que podem contemplar candidatos do ensino fundamental, médio ou superior.

A remuneração oscila entre as cifras de R$ 622,00 a R$ 2.362,69 para jornadas de trabalho de 20 a 40 horas semanais.

Cargos:
Auxiliar de Serviços Gerais, Operário, Oficial de Manutenção e Serviços, Motorista, Agente Sanitário, Auxiliar de Biblioteca, Auxiliar de Administração, Agente Cultural e de Turismo, Técnico em Farmácia, Assistente Social, Contador, Enfermeiro Plantonista, Engenheiro Civil, Fisioterapeuta, Nutricionista, Professor de educação Básica - Nível II, Professor de Educação Física, Professor de Informática, Supervisor Pedagógico, Técnico em Planejamento Educacional, Técnico Superior em Informática, Técnico Superior em Agricultura e Meio Ambiente, Médico Pediatra, Médico Ginecologista Obstetra, Psicólogo e Enfermeiro.

Inscrições:
A inscrição será recebida, exclusivamente, via internet no site da empresa Libertas (www.libertas-mg.com.br), no período de 18 de julho a 18 de outubro de 2012. O candidato que tiver dificuldade de acesso a internet poderá, pessoalmente ou através de procurador, comparecer diretamente na Sede da Prefeitura Municipal, localizado na Rua São José, 730, Centro, São Miguel do Anta, no horário de 08:00 ás 11:30 e 12:30 às 16:30 de segunda a sexta-feira.

As taxas variam de R$ 38,00 a R$ 130,00 e deverá ser paga até o seu vencimento.

Provas:
A Prova Escrita de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório, será realizada na data prevista 25 de novembro de 2012. A relação de candidatos inscritos, o local de realização da Prova Objetiva de Múltipla Escolha e confirmação de data e horários de provas, serão divulgados até o dia 21 de novembro de 2012.

As provas práticas serão realizadas em horários e locais a serem divulgados. O gabarito oficial das Provas de Múltipla Escolha será afixado no quadro oficial de avisos da Prefeitura Municipal no dia útil seguinte à realização das mesmas, e será divulgado no site www.libertas­mg.com.br, após às 12:00h.

Validade:
O prazo de validade do concurso público é de dois anos, a contar da data da sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de São Sebastião da Vargem Alegre - MG

O município de São Sebastião da Vargem Alegre, Estado de Minas Gerais, lançou edital n° 001/2012 de concurso público de Provas e Títulos para provimento de 38 vagas dos cargos do Quadro Permanente da Prefeitura Municipal. O Concurso Público será realizado sob a responsabilidade da empresa SEAP - Serviço Especializado em Administração e Projetos Ltda.

Haverá oportunidades para profissionais de níveis fundamental, médio e superior. Os vencimentos vão até R$ 2.857,66, por carga horária de 20 a 40h semanais. Dez por cento do número de vagas de cada cargo ofertado ficam reservadas para as pessoas portadoras de deficiência, desprezadas as frações.

Cargos
As vagas são para os cargos de Assistente Administrativo, Assistente Social, Auxiliar de Saúde Bucal, Auxiliar de Serviços Gerais, Cirurgião Dentista, Costureira, Coveiro, Eletricista, Enfermeiro Hospitalar, Farmacêutico e demais cargos.

Inscrições e Taxas
As inscrições, nos valores de R$ 40,00 a R$ 100,00, serão realizadas através do endereço eletrônico www.seapconcursos.com.br, das 09:00 h do dia 03 de setembro até o dia 03 de outubro de 2012, às 20:00 h.

Os candidatos interessados no certame, que não tiverem acesso à Internet, poderão utilizar os terminais de computador disponibilizados pela Prefeitura Municipal de São Sebastião da Vargem Alegre, situado a Av. Afonso Alves Pereira, 76 – Centro – São Sebastião da Vargem Alegre exceto sábado, domingo, feriado ou ponto facultativo, no horário de 09 às 16 h.

Provas e Gabaritos
As provas objetivas serão aplicadas na data prevista de 11 de novembro de 2012. A divulgação das homologações das inscrições, locais e horários das Provas Objetivas na Prefeitura Municipal de São Sebastião da Vargem Alegre e no site www.seapconcursos.com.br. O gabarito será publicado na data prevista de 12 de novembro de 2012.

Validade

O prazo de validade do concurso público é de 2 anos, contados da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Administração Pública.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de Sapucaia do Sul - RS

Com a finalidade de preencher 277 vagas, a Prefeitura de Sapucaia do Sul, cidade localizada a 19 km de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, abre inscrições para concurso público nº. 01 e 02/2012 destinado a selecionar profissionais de níveis fundamental, médio e superior.

A seleção oferece salário que varia entre R$ 706,37 a R$ 3.231,76, dependendo da função ocupada. Vale lembrar que 5% das vagas serão destinadas a portadores de necessidades especiais.

Cargos

Advogado, Arquiteto, Assistente Social, Auditor Fiscal da Fazenda Municipal, Biólogo, Contador, Economista, Enfermeiro, Engenheiro, Farmacêutico, Gestor Público, Médico, Nutricionista, Pedagogo, Programador, Psicólogo, Professor, Tecnólogo Rede Computadores, Veterinário, Motorista, Telefonista, Pedreiro, Carpinteiro, Vigia, Guarda Municipal de Trânsito, Fiscal de Transporte, Fiscal Sanitário, Escriturário, Operador de Máquina, Técnico Contábil, Técnico em Informática, Técnico Segurança Trabalho, entre outros.

Inscrição

As inscrições serão realizadas até o dia 21 de agosto de 2012, através do site www.fundatec.org.br.
A FUNDATEC e o município de Sapucaia do Sul disponibilizarão computadores para acesso à internet durante o período de inscrições, na Rua Professor Cristiano Fischer, nº 2012, Partenon, em Porto Alegre e no Prédio da SMED - Rua Marechal Deodoro, 510 - Bairro: Paraíso - CEP: 93.220-600, em Sapucaia do Sul, no horário de atendimento ao público.

A taxa de inscrição é de:

Nível fundamental: R$ 35,00 e 45,00;
Nível médio: R$ 60,00;
Nível superior: R$ 85,00.

Prova

As provas objetivas para os cargos de nível médio e técnico estão previstas para o dia 23 de setembro, já para os cargos de nível fundamental e superior serão realizadas na data provável de 30 de setembro de 2012. Os locais e horários estarão disponíveis a partir dos dias 18 e 19 de setembro de 2012, no site www.fundatec.org.br.

O gabarito preliminar será divulgado provavelmente no dia seguinte ao de realização das provas.

Validade

O concurso público será válido por 2 anos, contados da publicação dos respectivos resultados finais, facultada a prorrogação desse prazo por uma vez, por igual período, a critério do prefeito municipal.

Edital / Publicações

Concurso UFES Espírito Santo

A Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) lançou edital de concurso público 024/2012, com o objetivo de prover 35 vagas para funções técnico-administrativas de níveis fundamental, médio e superior. As oportunidades serão distribuídas entre as localidades de Vitória, Alegre, São Mateus e Vitória.

Os contratados cumprirão jornada de trabalho de 40h semanais, exceto Técnico em Radiologia, que atuará por apenas 24h e Jornalista, que trabalhará por 25h semanais. A remuneração poderá ser de R$ 1.777,58, R$ 2.125,94 ou R$ 3.293,33, conforme a classe concorrida, já incluso auxílio alimentação de R$ 304,00.

Cargos
Nível Fundamental: Auxiliar de Creche;

Nível Médio: Assistente em Administração, Técnico em Alimentos e Laticínios, Técnico em Radiologia, Técnico de laboratório - Física, Técnico de Laboratório - Química, Técnico de Laboratório - Análises Clínicas, Técnico de Laboratório - Industrial, Técnico de Laboratório - Biologia e Técnico em Artes Gráficas;

Nível Superior: Engenheiro-Agrônomo, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Jornalista, Nutricionista, Produtor Cultural, Programador Visual, Publicitário, Relações Públicas, Técnico Desportivo e Zootecnista.

Os interessados deverão se inscrever de 12 de julho a 6 de agosto de 2012, pelo endereço eletrônico www.drh.ufes.br, sob taxa de R$ 60,00, R$ 80,00 e R$ 100,00.

Haverá prova objetiva no dia 2 de setembro as 14h para todos os concorrentes.

Concurso UFES Espírito Santo

A Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) lançou edital de concurso público 024/2012, com o objetivo de prover 35 vagas para funções técnico-administrativas de níveis fundamental, médio e superior. As oportunidades serão distribuídas entre as localidades de Vitória, Alegre, São Mateus e Vitória.

Os contratados cumprirão jornada de trabalho de 40h semanais, exceto Técnico em Radiologia, que atuará por apenas 24h e Jornalista, que trabalhará por 25h semanais. A remuneração poderá ser de R$ 1.777,58, R$ 2.125,94 ou R$ 3.293,33, conforme a classe concorrida, já incluso auxílio alimentação de R$ 304,00.

Cargos
Nível Fundamental: Auxiliar de Creche;

Nível Médio: Assistente em Administração, Técnico em Alimentos e Laticínios, Técnico em Radiologia, Técnico de laboratório - Física, Técnico de Laboratório - Química, Técnico de Laboratório - Análises Clínicas, Técnico de Laboratório - Industrial, Técnico de Laboratório - Biologia e Técnico em Artes Gráficas;

Nível Superior: Engenheiro-Agrônomo, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Jornalista, Nutricionista, Produtor Cultural, Programador Visual, Publicitário, Relações Públicas, Técnico Desportivo e Zootecnista.

Os interessados deverão se inscrever de 12 de julho a 6 de agosto de 2012, pelo endereço eletrônico www.drh.ufes.br, sob taxa de R$ 60,00, R$ 80,00 e R$ 100,00.

Haverá prova objetiva no dia 2 de setembro as 14h para todos os concorrentes.

Concurso Universidade Federal de Sergipe

Foi divulgado o edital nº. 23, que abre concurso público na Universidade Federal de Sergipe. O concurso oferece 82 vagas de nível médio/técnico e superior, com remuneração de até R$ 2.989,33 para jornada de trabalho de 20, 24, 25, 30 ou 40 horas semanais.

Cargos: Auxiliar de Enfermagem, Técnico em Telecomunicações, Técnico em Radiologia, Técnico em Prótese Dentária, Técnico em Higiene Dental, Técnico em Farmácia, Técnico em Equipamento Médico-Odontológico, Técnico em Enfermagem, Técnico em Anatomia e Necropsia, Técnico em Alimentos e Laticínios, Assistente em Administração, Instrumentador Cirúrgico, Técnico em Contabilidade, Assistente em Administração, Terapeuta Ocupacional, Secretário Executivo, Pedagogo, Odontólogo, Nutricionista, Jornalista, Fonoaudiólogo, Farmacêutico, Enfermeiro, Assistente Social, Analista de Tecnologia da Informação, Médico e Engenheiro de Segurança do Trabalho.

A inscrição deverá ser efetuada exclusivamente pelo endereço eletrônico www.ccv.ufs.br, a partir das 8 horas do dia 12 de julho até às 18 horas do dia 08 de agosto de 2012 (horário local).

A taxa de inscrição é de:

R$ 30,00 para Cargos da Classe C;
R$ 45,00 para Cargos da Classe D;
R$ 60,00 para Cargos da Classe E.

O candidato deverá, no período de 03 a 10 de setembro de 2012, acessar o endereço www.ccv.ufs.br para imprimir o Cartão de Identificação que lhe dará conhecimento e acesso ao local das provas.

As provas serão aplicadas preferencialmente em Aracaju, e, se necessário, também em outros municípios do Estado de Sergipe, tendo início às 9 horas da data provável de 16 de setembro de 2012, com duração de 4 horas.

Os gabaritos oficiais das provas objetivas serão divulgados no site www.ccv.ufs.br, em até 24 horas após o término da aplicação das provas.

O prazo de validade do concurso será de 02 anos, a contar da data da publicação da homologação do resultado no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Instituição.

Concurso Prefeitura de Tabuleiro - MG

No município de Tabuleiro, Estado de Minas Gerais, a Prefeitura lançou edital n° 001/2012 de concurso público de provas e títulos para provimento de 89 vagas nos cargos do Quadro Permanente. O concurso será executado pela empresa Imperial Assessoria Consultoria e Concursos Ltda.

Haverá vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com salários variados de R$ 622,00 a R$ 5.510,24, em carga horária de 25 a 40h semanais.

Cargos
As chances são para os cargos de Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Coordenação, Auxiliar de Saúde, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar de Serviços Gerais da Educação, Assistente Social, Agente de Prevenção e Combate á Endemias, Auxiliar de Serviço Público, Auxiliar de Obras, Dentista, Enfermeiro e demais cargos.

Inscrições e Taxas
Os interessados deverão fazer suas inscrições no endereço www.imperialconcursos.com.br, de 09:00 hs do dia 03 de setembro às 19 hs do dia 03 de outubro de 2012. As taxas variam de R$ 50,00 a R$ 200,00 de acordo com o cargo escolhido.

Provas e Gabaritos

As provas eliminatórias objetivas serão realizadas no Município de Tabuleiro, na data prevista de 21 de outubro de 2012, em horário e local a serem divulgados posteriormente pela empresa Organizadora através do endereço eletrônico www.imperialconcursos.com.br, bem como no quadro de avisos da Prefeitura, conforme Cronograma do Concurso.

O gabarito será publicado na data prevista de 22 de outubro de 2012.

Validade
O concurso público terá prazo de validade de 02 anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Prefeitura Municipal.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de Umburatiba (MG)

A Prefeitura de Umburatiba, Estado de Minas Gerais, publicou edital n° 001/2012 de concurso público de provas objetivas e práticas destinado ao provimento efetivo de 74 vagas. O concurso será executado através da empresa TR Assessoria Pública Ltda.

Serão distribuídas várias vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, com salários de até R$ 2.400,00 em carga horária de 18 a 40 horas semanais. Cinco por cento do número de vagas de cada cargo ofertado ficam reservadas para as pessoas portadoras de deficiência, desprezadas as frações.

Cargos
As vagas são para os cargos de agente administrativo, assistente social, auxiliar de secretaria, auxiliar serviço público, enfermeiro, mecânico, motorista, nutricionista, operador de maquinas leve, operador de maquinas leve, patrolero, pedreiro, professor e técnico de enfermagem.

Inscrições e Taxas
As inscrições serão efetuadas exclusivamente via internet, por meio de acesso ao site www.trconcursos.com.br, entre os dias 28 de agosto e 26 de setembro de 2012. A Empresa Organizadora - MG também disponibilizará funcionário e equipamento de informática necessário para a efetivação das inscrições na sede da Prefeitura Municipal de Umburatiba, situada Praça Tancredo Neves - Nº 219 - Centro, no horário de 08:00 às 13:00h.

As taxas variam de R$ 42,00 a R$ 72,00 de acordo com o cargo escolhido.

Provas e Gabaritos
As provas objetivas serão realizadas provavelmente no dia 21 de outubro de 2012, às 09:00 nas Escolas Municipais e/ou Estaduais da sede do Município, conforme Edital de Convocação. O gabarito será publicado na data prevista de 22 de outubro de 2012.

Validade
O prazo de validade do concurso é de 02 anos, a contar da publicação da homologação, prorrogável uma vez por igual período (Inciso III, do Art. 37, da Constituição Federal).

Edital / Publicações

Prefeitura de Cabeceira Grande - MG lança edital de concurso público

No Estado de Minas Gerais, a Prefeitura de Cabeceira Grande, publicou seu mais recente edital (nº 01/2012) de concurso público, que visa o preenchimento imediato de 57 vagas e cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. O salário proposto varia de R$ 622,00 a R$ 7.191,00, em jornadas de 20 a 44 horas semanais.

Para o nível fundamental, as chances são para os cargos de Auxiliar Administrativo I, Auxiliar de Cuidador Social, Gari, Monitor de Creche, Motorista, Operador de Máquina, Vigia, Auxiliar Administrativo II, Auxiliar de Serviços Gerais, Recepcionista/Telefonista, Cantineira, Monitor de Creche e Servente Escolar.

Quem tem nível médio e curso técnico, os postos são de Cuidador Social, Técnico de Enfermagem, Topógrafo, Auxiliar Administrativo III, Fiscal de Tributos e Auxiliar de Biblioteca.

Já para candidatos de nível superior há vagas nos cargos de Engenheiro Civil, Farmacêutico, Professor de Educação Física, Matemática, Português, Professor Regência de Turma, Assistente Social, Procurador, Psicólogo, Pedagogo, Professor de Ciências, Educação Física, Professor Regência de Turma, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico Clínico Geral e Odontólogo.

As inscrições presenciais serão realizadas na Prefeitura de Cabeceira Grande - Praça São José s/nº - Centro (exceto sábados e domingos), no período de 31 de julho a 17 de agosto de 2012, ou pela internet, no endereço www.magnusconcursos.com.br.

A taxa de inscrição varia de R$ 30,00 a R$ 250,00, de acordo com o cargo.

As Provas Objetivas de Múltipla Escolha, de caráter eliminatório e classificatório e as provas práticas serão aplicadas para todos os cargos no Município de Cabeceira Grande, provavelmente no dia 02 de setembro de 2012, com duração máxima de três horas.

A partir do dia 29 de agosto de 2012, será disponibilizada a planilha contendo locais e horários de realização das provas objetivas e práticas. O prazo de validade do concurso é de 02 anos, contados da data da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por mais 02 anos.

Edital / Publicações

Prefeitura de Cônego Marinho (MG) abre processo seletivo

No município de Cônego Marinho, Estado de Minas Gerais, a Prefeitura publicou extrato do edital nº. 1/2012 de processo seletivo. A seleção, sob coordenação técnico-administrativa da Cotec /Unimontes visa preencher 119 vagas, sendo 113 de ampla concorrência e 6 reservadas para portadores de deficiência em todos os níveis de escolaridade. O salário oferecido é de até R$ 2.950,00.

Cargos: Auxiliar Operacional, Auxiliar de Serviços Gerais, Coveiro, Cozinheira, Monitor Auxiliar do PETI, Oficial de Serviços/Pedreiro, Orientador Social Auxiliar do PROJOVEM, Operador de Máquinas Pesadas, Vigia, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, Motorista, Monitor de Turma do PETI, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Farmácia, Assistente Administrativo, Monitor de Brinquedoteca, Monitor de Capoeira, Orientador Social do PROJOVEM, Orientador Social do Programa Feliz Idade, Recenseador do Programa Bolsa Família, Técnico em Enfermagem, Técnico em Higiene Dental, Técnico em Informática, Técnico em Laboratório, Assistente Social, Dentista, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Médico Clínico Geral, Nutricionista e Psicólogo.

As inscrições serão realizadas no período compreendido entre 9h de 30 de julho às 18h de 10 de agosto de 2012, no site www.cotec.unimontes.br.

As provas de múltipla escolha estão previstas para serem realizadas no dia 26 de agosto de 2012, em Cônego Marinho-MG, em locais e horários a serem divulgados a partir do dia 20 de agosto de 2012, informar-se, pela internet, no site www.cotec.unimontes.br, em que local irão fazer as provas.

O gabarito oficial será divulgado até 24 horas após o encerramento da prova e o resultado final será divulgado, provavelmente, no dia 4 de setembro de 2012, através do site www.cotec.unimontes.br.

O prazo de validade do processo seletivo será de 1 ano, a contar da data de homologação do resultado, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período.

Edital / Publicações

Concurso Prefeitura de Cássia – MG

A Prefeitura de Cássia, Estado das Minas Gerais, através do edital nº 001/2012, estará recebendo inscrições para o concurso que objetiva o provimento de 91 vagas em seu quadro de servidores públicos. As oportunidades são para profissionais que possuam níveis fundamental, médio e superior, sendo o salário inicial entre as cifras de R$ 622,00 e R$ 2.683,47.

Cargos:
As vagas disponíveis são para Faxineiro, Operário, Eletricista, Guarda, Motorista, Operador de Máquinas Leves, Operador de Máquinas Pesadas, Pedreiro, Agente Comunitário de Saúde do PSF , Agente do Serviço Sanitário e Epidemiológico, Auxiliar Administrativo, Auxiliar de Consultório Dentário, Auxiliar de Enfermagem, Merendeira, Auxiliar de Enfermagem do PSF, Fiscal, Fiscal de Tributos, Professor , Telefonista, Assistente Social , Enfermeiro, Farmacêutico-Bioquímico, Fisioterapeuta , Fonoaudiólogo, Médico Veterinário, Nutricionista, Professor de Educação Física e Terapeuta Ocupacional.

Inscrições:
Os interessados deverão se inscrever a partir de 30 de julho atravé do endereço eletrônico www.imam.org.br, preenchendo a ficha de inscrição. O prazo final de inscrição será 30 de agosto de 2012, lembrando que aqueles que não tiverem acesso à internet poderão comparecer ao Posto de Atendimento instalado no Auditório da Rádio Cultura de Cássia, situado à Praça Daniel Puntel, nº 56, Centro, Cássia, Minas Gerais.

A taxa de inscrição varia entre R$ 20,00 e R$ 70,00 a depender do nível de escolaridade do candidato e da função pretendida.

Provas:
Os candidatos serão submetidos a provas de caráter eliminatório e classificatório com questões de múltipla escolha que serão aplicadas nas prováveis datas de 13 e 14 de outubro de 2012. O local e horário, bem como a confirmação do dia serão definidos no Cartão de Inscrição. Caso ocorra alguma mudança neste cronograma, os candidatos estarão sendo informados previamente.

Validade:
O concurso de Cássia terá validade de dois anos, mas poderá ser prorrogado por igual período, caso haja necessidade.

Edital / Publicações