Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

TJ manda DF pagar R$ 150 mil por cesárea feita 18 h após bolsa romper

Pais dizem que demora no atendimento causou lesão cerebral em bebê. Família também vai receber pensão vitalícia para custear tratamento

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal condenou o governo local a pagar R$ 150 mil de indenização a uma grávida que só foi atendida no Hospital Regional de Taguatinga (HRT) 18 horas após o rompimento da bolsa. O GDF também terá que pagar um salário mínimo e outros R$ 200 por mês, em regime vitalício de pensão, para custear acompanhante e fisioterapia para a criança. Cabe recurso da decisão.

Segundo o processo, a gestante deu entrada no HRT às 5h50 da manhã do dia do parto, depois de uma ruptura parcial da bolsa – chamada de "bolsa rota". Os procedimentos para a cesariana, no entanto, só começaram ao fim do dia, após as 20h.

Os pais da criança afirmam na ação que o bebê foi diagnosticado com uma lesão cerebral chamada hemiplegia espástica esquerda. A doença, considerada um tipo de paralisia cerebral, teria sido causada pela demora entre o rompimento da bolsa e a realização do parto.

Na sentença de primeira instância, o juiz da 5ª Vara de Fazenda Pública já tinha condenado o GDF a pagar R$ 50 mil, pensão vitalícia de R$ 200 para custos de fisioterapia e pensão de um salário mínimo a partir dos 18 anos do filho, em decorrência da lesão cerebral.

Os pais e o GDF recorreram da decisão. No dia 2, a 2ª Turma Cível do tribunal reformou a sentença e acatou apenas os recursos da família. Com isso, foi adicionado o pagamento vitalício de um salário mínimo para os gastos com acompanhante. As pensões são acrescidas de 13º e férias.

G1

Entenda o que é e como escolher o fator de proteção solar

Não há dúvidas de que o filtro solar é um dos principais cuidados com o sol, além de ser pré-requisito para uma pele saudável

Mas você sabe o que é o fator de proteção solar (FPS) incluso nos rótulos dos produtos e como escolher a melhor opção para evitar os danos das radiações solares?

O fato é que as radiações solares que chegam à Terra diariamente entram em contato com a pele das pessoas, principalmente no verão, quando a incidência é maior. Segundo a dermatologista Tatiane Watanabe, trata-se da radiação ultravioleta – que tem uma frequência maior do que a da luz visível – e é dividida em UVA, UVB e UVC.

“As três formas podem causar danos à pele. O FPS indica o grau de proteção contra a radiação UVB. Ele é determinado por meio de comparações entre áreas expostas à radiação com e sem protetor solar em voluntários de pele clara”, esclarece.

Por isso, segundo ela, é preciso procurar um filtro com fator de proteção solar adequado, que protege da radiação UVB. De acordo com o Consenso Brasileiro de Proteção Solar, o recomendado é a utilização de produtos com FPS mínimo de 30. Entretanto, Tatiane ressalta que estar atento apenas a esse critério não é suficiente.

Para estar protegido dos raios solares, é necessário escolher um filtro que também defenda contra a incidência da radiação UVA. Responsável por isso é o PPD (Persistent Pigment Darkening), fator indicado por cruzes no rótulo ou denominado como “alta proteção UVA”.

Aplicação correta do protetor
Mas os cuidados relativos ao sol não param por aí. Além de verificar a cobertura UVB e UVA do produto, é primordial aplicar a quantidade certa no corpo.

“Infelizmente, na maioria das vezes, a proteção inscrita no rótulo não corresponde à proteção que de fato temos quando estamos expostos ao sol. A culpa disso não é da indústria farmacêutica, mas nossa, pois geralmente usamos menos filtro solar do que o necessário,” afirma Tatiane.

A dermatologista explica que o cálculo do FPS é feito com base em 2mg/cm² de produto, enquanto a proteção UVA, em geral, com 0,75 mg/cm². “Ou seja, se você não utiliza essa quantidade, a proteção que recebe não é a mesma do rótulo”.

Segundo ela, a quantidade ideal para cobrir a pele de um adulto é de aproximadamente 30 ml. “Se você não costuma utilizar isso, talvez seja interessante investir em um produto com FPS maior do que 30 para manter um nível de proteção adequado”, recomenda.

Fator de proteção solar em siglas
É normal que as siglas dos produtos causem confusão. Quando se fala em radiação ultravioleta, é preciso entender que ela é dividida em três formas: UVA, UVB e UVC. Por isso, elencamos as principais denominações para que você fique por dentro do assunto. 

FPS: índice referente à capacidade de proteção contra os raios

UVB PPG: índice de proteção contra os raios

UVA UVB: representa somente 5% da radiação ultravioleta que chega à superfície da Terra. “Biologicamente, é a mais ativa, sendo responsável pelas queimaduras solares, inflamação, hiperpigmentação e surgimento de cânceres de pele”, explica Tatiane.

UVA: a dermatologista menciona que essa radiação tem um papel maior no fotoenvelhecimento, escurecimento da pele, além de poder estar associada a cânceres de pele.

UVC: radiação ultravioleta à qual as pessoas estão minimamente expostas, pois a maior parte é filtrada pela camada de ozônio.

Vale ressaltar que, embora a escolha do fator de proteção solar seja fundamental, ela não é a única medida para evitar danos causados pelo sol. É importante evitar exposição nos horários de pico, entre as 10h e as 16h, além de usar camisetas, chapéus e camisetas para criar barreiras físicas.

Doutíssima

Como identificar os sintomas de infarto em homens e mulheres?

Por não conhecer os sinais, tempo do diagnóstico do problema em mulheres é maio

Dr. Bruno Valdigem
CARDIOLOGIA - CRM 118535/SP


Infarto ou angina são formas de apresentação da doença arterial coronariana. O músculo cardíaco (miocárdio) é alimentado através das artérias coronárias, que levam sangue da aorta até as fibras. O coração não consegue utilizar o sangue que passa por dentro dele e é bombeado para o restante do corpo.

Ao longo da vida, parte do colesterol é depositado dentro das artérias, diminuindo a luz por onde passa o sangue. Essa dificuldade do miocárdio em receber sangue oxigenado leva a sofrimento do músculo (isquemia), causando dor durante o esforço físico. Às vezes essa gordura cresce tanto que rompe para dentro da luz da coronária, obstruindo totalmente o vaso e causando intenso sofrimento e morte das fibras musculares (infarto).

Infarto em homens
Em homens a dor do infarto geralmente é percebida como uma pressão no peito, mal definida, uma dor que a pessoa não sabe dizer de onde vem. Não é possível localizar com um dedo. A dor pode ser acompanhada de suor sem estar sentindo calor ("suor frio"), dor em braços, dor na boca do estômago e até dor na mandíbula. Tonturas e desmaios durante a dor podem acontecer.

Infarto em mulheres
Em mulheres os sintomas variam mais. As dores podem ser descritas como queimação, pontadas, facadas, em região do peito. As dores em mulheres geralmente são subvalorizadas, pois classicamente mulheres antes da menopausa têm menos chance de ter infarto que homens da mesma idade. Hoje mulheres fumam, bebem, tem trabalhos estressantes e se exercitam pouco. Usam anticoncepcionais, que associados a alguns outros fatores de risco, como dieta inadequada e sedentarismo, bem como cigarro, aumentam a chance de trombose e infarto.

Tratamento
O tempo da entrada em um pronto socorro até o diagnóstico é maior para as mulheres, e isso faz diferença na evolução da internação. Em doença coronariana usamos a frase "tempo é músculo", o que significa que quanto mais tempo leva para tratar, maior o dano ao miocárdio. Mulheres são menos submetidas a trombólise que homens - trombólise é o tratamento com uma medicação que tenta desobstruir de forma aguda a coronária durante infarto agudo do miocárdio.

O tratamento para homens e mulheres é o mesmo. Medicação via oral, em casos menos graves. Medicação intravenosa, como trombolíticos, quando observamos que artéria esta completamente obstruída. E angioplastia, sempre que disponível, que permite localizar onde está a obstrução e tratar de uma forma pontual, bem localizada e geralmente de forma mais duradoura que a trombólise. É colocado um "stent", um alicerce de metal por dentro da obstrução para evitar que feche novamente.

Foto: ADAM

Minha Vida

Você sabe o que é microcefalia?

microcefalia bannerMicrocefalia é o nome dado à condição ocorrida quando o crânio do bebê não atinge o tamanho normal, influenciando no desenvolvimento mental

A alteração pode ser percebida ainda nas primeiras horas de vida por meio da medida do perímetro cefálico (medida da cabeça), que no caso dos recém-nascidos é maior do que 32 cm. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e literatura científica internacional, a microcefalia é uma anomalia em que essa medida do crânio é menor do que o normal, levando em conta o sexo, a idade ou tempo de gestação.

A microcefalia não é uma doença transmissível. A malformação congênita – ou seja, que ocorre antes do nascimento, é um sinal que não houve um desenvolvimento padrão do cérebro durante a gestação, já que é ele que comanda o crescimento e formação crânio. Essas alterações podem ser percebidas durante a gestação, em ultrassons de rotina.

A microcefalia pode ter como causa fatores genéticos e ambientais, além de ser efeito de uma série de fatores de diferentes origens, como substâncias químicas, uso de drogas durante a gestação, agentes biológicos (infecciosos), como bactérias e vírus e radiação. “Existe uma quantidade de paciente com microcefalia todos os anos, mas nesta associação com a infecção pelo vírus Zika, confirmada pelo Ministério da Saúde recentemente, notamos um aumento da incidência. Mas isso não quer dizer que todos os bebês que tem este perímetro cefálico menor que a média tem microcefalia. Pode ser parte da constituição normal da família ter uma cabeça normal ou serem crianças pequenas para idade gestacional e que recuperarão esta diferença mais tarde”, explica a coordenadora adjunta de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Tatiana Coimbra.

Cerca de 90% das microcefalias estão associadas com retardo mental, exceto nas de origem familiar, que podem ter o desenvolvimento cognitivo normal. O tipo e o nível de gravidade da sequela vão variar caso a caso. A microcefalia não tem cura, mas diversos tratamentos podem ajudar no desenvolvimento da criança. “Cada criança precisa ser analisada para saber o nível do comprometimento e que tipo de atendimento ela pode precisar. Todas devem fazer uma estimulação precoce desde o diagnóstico inicial. Este é o principal tratamento para que o máximo da capacidade cerebral seja preservado”, disse a coordenadora. Como não há tratamento específico para a microcefalia, o Sistema Único da Saúde (SUS) dispõe de ações de suporte que podem auxiliar no desenvolvimento do bebê e da criança.

Como cada criança desenvolve complicações diferentes entre elas respiratórias, neurológicas e motoras o acompanhamento por diferentes especialistas vai depender de suas funções que ficarem comprometidas. Estão disponíveis no SUS serviços de atenção básica, especializados de reabilitação, exame e diagnóstico e serviços hospitalares, além de órteses e próteses aos casos em que se aplicar.

O acompanhamento da pessoa com microcefalia deve ser feito por uma equipe multiprofissional, que pode contar com fisioterapeutas, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais. É comprovado que tratamentos e estimulações realizadas desde os primeiros anos melhoram o desenvolvimento e a qualidade de vida das crianças nessas condições.

Microcefalia X vírus Zika
O zika é um vírus transmitido pelo Aedes aegypti. Mais de 80% das pessoas infectadas não apresentam sintomas. Os sintomas são manchas vermelhas pelo corpo, febre baixa, coceira leve a intensa e vermelhidão nos olhos. Ainda não há vacina para prevenir contra infecção pelo vírus Zika. Até o momento, não há evidência de que a imunidade conferida pela infecção natural do vírus Zika seja permanente, como acontece no caso da dengue. O vírus zika pode afetar todos os grupos etários e ambos os sexos, por isso é importante adotar as medidas de prevenção ao mosquito.

Alguns fatores foram fundamentais para que o Ministério da Saúde confirmasse a relação entre o vírus zika e os casos de microcefalia no país, como:

• Constatação de que os primeiros meses de gestação das mulheres com crianças microcefálicas correspondem ao período de maior circulação do vírus Zika na região Nordeste;

• Constatação, após investigação epidemiológica de prontuários e entrevistas com mais de 60 gestantes, que referiram doença exantemática (vermelhidão na pele) na gestação e cujas crianças com microcefalia, sem histórico de doença genética na família e/ou exames de imagem sugestivo de processo infeccioso;

• Constatação de alteração no padrão de ocorrência de microcefalias no SINASC (Sistema de Informação de Nascidos Vivos), apresentando um claro excesso no número de casos em várias partes do Nordeste;

• Identificação do vírus Zika em líquido amniótico de duas gestantes cujo feto apresentava microcefalia, no interior da Paraíba;

• Identificação de óbitos de recém-nascidos com malformações e padrão sugestivo de infecção no estado do Rio Grande do Norte e outros Estados;

• Identificação de recém-nascido, no estado do Ceará, com diagnóstico de microcefalia durante a gestação e resultado positivo para o vírus Zika, tendo evoluído para óbito nos primeiros 5 minutos de vida.

Não há como afirmar que a presença do vírus Zika durante a gestação leva, inevitavelmente, ao desenvolvimento de microcefalia no feto. A exemplo de outras infecções congênitas, o desenvolvimento dessas anomalias depende de diferentes fatores, que podem estar relacionados a carga viral, fatores do hospedeiro, momento da infecção ou presença de outros fatores e condições desconhecidos até o momento. Por isso, é fundamental continuar os estudos para descrever melhor a história natural dessa doença.

Fonte: Gabriela Rocha/ Blog da Saúde

Concurso da Prefeitura de Chiapetta - RS

A Prefeitura de Chiapetta, Estado do Rio Grande do Sul, recebe do dia 11 até 23 de dezembro de 2015, as inscrições para o concurso público nº 1/2015. O objetivo é selecionar profissionais de ensino fundamental, médio e superior. As retribuições ofertadas vão de R$ 662,67 a R$ 3.184,50, em jornadas de trabalho de 20 ou 40 horas por semana.

São ofertadas 72 vagas imediatas, nos cargos de: Agente Administrativo, Almoxarife, Atendente de Creche, Cozinheira, Eletricista, Enfermeiro, Engenheiro, Fiscal, Fiscal Ambiental, Fiscal Sanitário, Fonoaudiólogo, Gari, Motorista de Veículo Leve, Motorista de Veículo Pesado, Operador de Máquinas, Operário, Pedreiro, Professor de varias disciplinas, Psicólogo, Servente, Técnico Agrícola, Técnico de Enfermagem, Telefonista, Tesoureiro, Tratorista Agrícola, Veterinário e Vigia.

Para concorrer a um dos cargos, acesse o site www.assconpp.com.br, no período citado acima.

Em seguida é preciso efetuar o pagamento da taxa de inscrição que é de R$ 90,00 cargos de ensino superior, R$ 60,00 ensino médio e R$ 30,00 ensino fundamental.

A seleção dos inscritos se dá através de provas escrita objetiva, prática e análise de títulos, de acordo com os métodos de avaliação do cargo pretendido.

A prova objetiva provavelmente será aplicada no dia 24 de janeiro de 2016, em local e horário a serem comunicados com antecedência, pelos sites www.assconpp.com.br e www.pmchiapetta.com.br.

O concurso público será válido por dois anos, contados a partir da data do edital de homologação, podendo ser prorrogado por uma única vez, por igual período.

Prefeitura de Laguna Carapã - MS divulga edital de concurso público

A Prefeitura de Laguna Carapã, município da região Centro-Oeste, situada no estado de Mato Grosso do Sul, publicou edital n° 01/2015 de concurso público para provimento de 107 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior.

De acordo com a empresa organizadora do concurso, a IDAGEM, os vencimentos para os aprovados são de até R$ 10.586,10. Aos candidatos portadores de deficiência, aprovados no Concurso serão reservados 10% das vagas oferecidas, desde que a deficiência seja compatível com o exercício das atribuições do cargo. A jornada de trabalho vai de 30 a 40 horas por semana.

Cargos 
* Nível Fundamental: Tratorista (1); Trabalhador Braçal (2); Motorista (6); Operador de Máquinas Pesadas (1); Auxiliar de Serviços Gerais Indígena (4); Auxiliar de Serviços de Limpeza Publica (6); Auxiliar de Serviços Gerais (20); Agente Comunitário de Saúde (11); Recepcionista (1);

* Nível Médio/Técnico: Técnico em Laboratório (1); Técnico em Radiologia (1); Técnico em Informática (1); Técnico em Enfermagem (5); Fiscal de Vigilância Sanitária (1); Auxiliar de Educação Infantil (4); Auxiliar de Consultório Dentário (1); Assistente de Administração (1); Agente de Controle de Endemias (2);

* Nível Superior: Professor de Língua Estrangeira - Inglês (1); Professor de Língua Portuguesa (1); Psicólogo (1); Professor de Ciências (1); Professor de Educação Artística (2); Professor de Educação Física (4); Professor - Series Iniciais - 1º ao 5º ano (9); Professor - Educação Infantil (7); Médico-veterinário (1); Odontólogo (1); Médico (1); Medico - ESF (1); Fisioterapeuta (1); Enfermeiro (2); Farmacêutico (1); Contador (1); Bioquímico (1); Advogado (1); Assistente Social (1).

Inscrições
As inscrições serão efetuadas exclusivamente via internet, no endereço www.idagem.com.br, até o dia 18 de dezembro de 2015.

Taxa de Inscrição
Nível Superior: R$ 120,00;
Nível Médio = R$ 80,00;
Nível Fundamental Completo e Incompleto = R$ 50,00.

Provas
As provas escritas serão realizadas obrigatoriamente em final de semana, possivelmente no de 31 de Janeiro de 2016, a ser confirmada em edital, juntamente com o local e horário, tudo publicado no www.diariomunicipal.com.br/assomasul e disponibilizada também na internet no site www.idagem.com.br.

Validade
O prazo de validade deste será de dois anos, a contar da data da homologação do seu resultado, podendo ser prorrogado por período de até dois anos.

Processo seletivo da Prefeitura de Londrina - PR

Já estão abertas as inscrições do processo seletivo da Prefeitura de Londrina, no interior do Estado do Paraná, que prevê a contratação de 120 Agentes de Endemias. O comunicado foi feito através do edital nº 119/2015.

Podem participar interessados com formação do ensino fundamental.

O salário ofertado é de R$ 1.347,32, por jornada semanal de 30 horas.

As inscrições podem ser efetuadas até o dia 13 de dezembro de 2015, via endereço eletrônico: www.londrina.pr.gov.br.

Será aplicada prova objetiva em data prevista para 20 de dezembro de 2015, com início às 9h, em local a ser informado, no mesmo site acessado para a inscrição.

Provavelmente, o gabarito será disponibilizado no dia seguinte a prova, a partir das 17h e a homologação final no dia 30 de dezembro de 2015.

O processo seletivo será válido por seis meses, contados da data de publicação e homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Municipal. 

Concurso Prefeitura de Curral de Dentro - MG

Com oferta de 62 vagas em cargos de níveis fundamental, médio e superior, a Prefeitura de Curral de Dentro, no Estado de Minas Gerais, lançou edital nº. 1/2015 para realização de concurso público.

A carga horária dos contratados será de 20 a 40 horas por semana, com salários que variam entre R$ 788,00 e R$ 1.338,00.

Fica estabelecido que, 5% das vagas ofertadas neste concurso público são reservadas para pessoas com deficiência, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com a deficiência. Cargos Gari, Pedreiro, Servente Escolar, Auxiliar de Serviços Gerais, Vigilante, Operador de Máquinas, Motorista, Auxiliar de Enfermagem, Agente Administrativo, Recepcionista, Auxiliar de Secretaria, Técnico em Enfermagem, Técnico em Laboratório, Professor, Supervisor Pedagógico e Nutricionista.

Interessados, deverão se inscrever no período compreendido entre 8h de 1º de fevereiro e 18h de 3 de março de 2016, no site www.cotec.unimontes.br.

A taxa de inscrição varia de R$ 50,00 a R$ 80,00.

O concurso constará de provas de múltiplas escolhas e títulos. As provas de múltiplas escolhas serão realizadas provavelmente no dia 10 de abril de 2016, no horário das 9h às 12h.

Os candidatos deverão, a partir do dia 4 de abril de 2016, informar-se, pela internet, no site www.cotec.unimontes.br, em que local irão fazer as provas.

O gabarito oficial será divulgado na internet, no site www.cotec.unimontes.br, na sede da Prefeitura de Curral de Dentro até 12 horas após o encerramento dessas provas.

A partir do dia 6 de maio de 2016, será divulgada a lista dos candidatos que participarão da prova de títulos, através do site www.cotec.unimontes.br.

A documentação deverá ser postada nos Correios, por meio do serviço de A.R. ou Sedex (com custos por conta do candidato), de 9 a 13 de maio de 2016, para o seguinte endereço: Unimontes/Cotec – Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro, Prédio 4, CEP 39401-089, Montes Claros/MG, podendo também ser entregue mediante recibo, no prazo estabelecido, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, no Posto de Atendimento, em Curral de Dentro, das 8h às 12h, ou na Unimontes/Cotec (Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro, Prédio 4, Vila Mauriceia, Montes Claros-MG), das 8h às 18h.

O concurso público será válido por dois anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez, por igual período. 

Concurso Prefeitura de Pilão Arcado - BA

Com mais de 30 mil habitantes, a Prefeitura de Pilão Arcado, situada no interior da Bahia, publicou edital de concurso público n° 001/2015, buscando preencher 13 vagas existentes para contratações imediatas, mais cadastro de reserva, na função de Agente comunitário de saúde. De acordo com as informações obtidas pelo edital, os interessados no cargo devem comprovar formação de nível fundamental; ter idade mínima de 18 anos e ainda residir na área da comunidade onde pretende atuar.

O concurso que será conduzido por meio do Instituto Machado de Assis, oferece salário inicial de R$ 1.014,00 por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

As inscrições serão realizadas via internet no endereço eletrônico www.instmachadodeassis.com.br até o dia 08 de janeiro de 2016.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 60,00.

A prova objetiva terá duração de três horas e está prevista para o dia 21 de fevereiro de 2016, no horário das 09h às 12h, com gabarito preliminar divulgado pelo Instituto Machado de Assis, no dia 23 de fevereiro de 2016.

Os gabaritos preliminares referentes às provas objetivas serão divulgados em até 48h após a realização das provas no site eletrônico (www.instmachadodeassis.com.br).

Este concurso terá validade de dois anos, a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Administração Pública de Pilão Arcado.

Concurso UNIPAMPA: vagas para Professor

A Universidade Federal do Pampa, no Rio Grande do Sul, divulgou a abertura de novo concurso (edital 285/2015), destinado a selecionar candidatos para os cargos de Professor da Carreira do Magistério Superior. Os contratados podem perceber remuneração de até R$ 8.639,50.

As vagas 16 vagas são para as seguintes áreas do conhecimento: Fundamentos da Computação; Geotecnia/Mecânica dos Solos/Obras de Terra e Fundações; Ensino de Língua Portuguesa; Engenharia de Produção; Física; Educação do Campo e Ensino de Biologia; Educação do Campo e Ensino de Física; Educação do Campo e Ensino de Química; Enoturismo - Enogastronomia; Ciências Biológicas; Engenharia Cartográfica e de Agrimensura; Ensino de Matemática; Estatística; Matemática Aplicada; Cinesiologia e Cinesioterapia; e Farmacologia, Terapêutica e Anestesiologia Animal.

O período de inscrições se encerra no dia 11 de janeiro de 2016, ao custo de R$ 100,00.

O candidato deve se inscrever através do endereço eletrônico www.unipampa.edu.br/portal/concursos, mediante preenchimento de formulário específico.

O concurso, que tem validade de um ano, será composto de provas Escrita, Didática, de Defesa do Memorial Descritivo e de Títulos.

O cronograma para cada uma dessas avaliações será informado no www.unipampa.edu.br/portal/concursos.

As informações estão no edital 285/2015, publicado no Diário Oficial da União (http://goo.gl/pwgUwl)

Edital completo e atualizações: http://www.unipampa.edu.br/portal/concursos

Concurso da Prefeitura de Itamarandiba - MG

A Prefeitura de Itamarandiba, interior do Estado de Minas Gerais, lançou o edital nº 001/2015 de concurso público, a ser executado pela empresa Absoluto RH. De acordo com o regulamento, os vencimentos ofertados vão de R$ 788,00 a R$ 5.954,55, em carga horária que vai de 20 até 40 horas por semana.

Serão selecionados 77 profissionais de ensino fundamental, médio e superior, para o provimento de 77 vagas imediatas, mais o cadastro de reserva, os cargos com vagas são: Ensino Fundamental: Auxiliar de Obras e Serviços, Auxiliar de Serviços Gerais, Fiscal de Posturas, Pedreiro, Motorista CNH “B”, Oficial de Veículos e Máquinas Pesadas – Categoria A/D, Operador de Máquinas, Servente Escolar, Ensino Médio e Técnico: Secretário Escolar, Escriturário, Fiscal de Tributos, Professor - Magistério, Técnico (Segurança do Trabalho, Agrícola, Enfermagem, Higiene Dental , Informática e Radiologia Médica). Ensino Superior: Especialista em Educação, Procurador, Professor com licenciatura de varias disciplinas, Médico Clínico Geral , Analista Ambiental, Assistente Social, Bioquímico, Contador, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Médico Ginecologista/Obstetrícia, Médico Ortopedista, Médico Pediatra e Psicólogo.

As inscrições serão aceitas de 15 de fevereiro até 16 de março de 2016, através do endereço eletrônico: www.absolutorhconcursos.com.br.

O valor da taxa de inscrição vai de R$ 30,00 até R$ 80,00.

Os candidatos serão selecionados através de provas escrita objetiva, prática e análise de títulos, obedecendo os métodos de avaliação do cargo pretendido.

A prova objetiva provavelmente será aplicada nos dias 30 de abril e 1º de maio de 2016, em local e horário a serem comunicados antecipadamente no site acessado para realizar a inscrição.

O concurso público é válido por dois anos, contados da data da homologação do seu resultado final, podendo ser prorrogado por igual período, uma única vez, a critério da Administração Pública.

Processo seletivo da Prefeitura de Juiz de Fora - MG

No interior do Estado de Minas Gerais, a Prefeitura de Juiz de Fora realiza inscrições de processo seletivo para contratação de Médicos em diversas áreas. O comunicado foi feito através do edital nº 287/2015, que prevê remuneração de R$ 2.029,80, por jornada semanal de 20 horas.

As especialidades são de Acupuntura, Alergologia, Cardiologia, Cardiologia Infantil, Clínica Geral, Gastroenterologia, Ginecologia, Homeopatia, Infectologia, Nefrologia, Neurologia Infantil, Oftalmologia, Ortopedia/Traumatologia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Pneumologia, Proctologia e Psiquiatria.

Para participar é necessário efetuar inscrição até o dia 15 de dezembro de 2015, via endereço eletrônico: www.pjf.mg.gov.br.

A seleção será feita através de avaliação de títulos, com entrega de documentos entre os dias 16 e 17 de dezembro de 2015, na Secretaria de Administração e Recursos Humanos, situada na Avenida Brasil, nº 2001, 8º andar, das 8h30 às 11h e das 14h30 às 16h30.

O resultado será publicado no site da Prefeitura, já citado acima.

O processo seletivo será válido por um ano, contado da data de publicação do resultado final, podendo ser prorrogado por igual período.

Concurso da Prefeitura de Cristiano Otoni - MG

A Prefeitura de Cristiano Otoni, no Estado de Minas Gerais, publicou o edital de concurso público nº 01/2015. O concurso visa o provimento de 41 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis fundamental, médio e superior. Os vencimentos podem chegar a R$ 6.900,00.

Do total de vagas e das que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do concurso público, 5% ficarão reservadas às pessoas com deficiência.

O concurso será conduzido por meio da empresa INAZ do Pará e as vagas oferecidas são para Agente Administrativo, Auxiliar de Secretaria Escolar, Agente de Combate a Endemias, Agente Comunitário de Saúde, Inspetor de Aluno, Auxiliar de Serviços Gerais Escolares, Almoxarife, Assistente Social, Atendente Geral, Auxiliar de Serviços Públicos, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar Técnico de Programas Sociais, Bioquímico, Calceteiro, Coordenador do CRAS, Coordenador Pedagógico, Coveiro, Eletricista, Enfermeiro ESF, Enfermeiro, Especialista de Educação Básica, Farmacêutico, Fiscal Sanitário, Fiscal de Serviços Externos, Fiscal de Serviços Tributários, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Instrutor de Música, Instrutor de Informática, Mecânico de Manutenção, Médico Pediatra, Médico ESF, Médico Cardiologista, Médico Ginecologista, Motorista, Nutricionista, Odontólogo ESF, Oficial Especializado, Operador de Máquinas Leves, Operador de Máquinas Pesadas, Operário, Orientador Social, Pedreiro, Professor (Ciências, Educação Física, Artes, Inglês, Educação Infantil e Anos Iniciais); Psicólogo, Psiquiatra, Técnico Educacional, Técnico Enfermagem, Técnico Saúde Bucal Estratégia Saúde da Família, Terapeuta Ocupacional, Vigia e Zelador Escolar.

As inscrições serão realizadas do dia 11 de fevereiro a 11 de março de 2016, através dos sites www.paconcursos.com.br e www.cristianootoni.mg.gov.br, e/ou de forma presencial na Biblioteca Mun. Pe. Manoel Mendes, localizada a Rua Manoel Domingos Baêta, 219, Centro, de segunda à sexta-feira, das 8h às 11h e 13h às 16h.

A taxa de inscrição é de: Nível fundamental: R$ 40,00 e 45,00; Nível médio: R$ 50,00 e 60,00; Nível superior: R$ 75,00.

O concurso constará de provas objetivas, práticas e títulos.

A prova objetiva está prevista para 3 de abril de 2016, com início às 9h e término às 12h, em locais que serão divulgados no cartão de inscrição, entre os dias 24 de março a 3 de abril de 2016.

Os gabaritos da prova objetiva serão divulgados a partir do dia 4 de abril de 2016, nos sites www.paconcursos.com.br e/ou www.cristianootoni.mg.gov.br.

A prova prática para os cargos de Calceteiro, Eletricista, Instrutor de Informática, Mecânico de Manutenção, Operador de Máquinas Leves, Operador de Máquinas Pesadas e Pedreiro, será realizada na data provável de 8 de maio de 2016.

Os locais e horários serão divulgados através na convocação para prova prática, a partir do dia 29 de abril de 2016 nos sites www.paconcursos.com.br e/ou www.cristianootoni.mg.gov.br.

O formulário de avaliação de títulos, devidamente assinado, e os documentos que foram informados deverão ser encaminhados, via Correios, pelo serviço de SEDEX/ECT para a Empresa Inaz do Pará endereço na Trav. Quatorze de Abril, nº 1928 Guamá – CEP: 66063-475. Belém/PA, indicando como referência no envelope “CRISTIANO OTONI-MG – TÍTULOS”, no período entre 2 a 3 de maio de 2016.

O concurso público terá validade de dois anos, contando da data do ato de homologação do resultado para cada cargo, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura de Cristiano Otoni-MG.

Processo seletivo do SESC/DF

O Serviço Social do Comércio – Administração Regional no Distrito Federal (SESC/DF) lançou o edital nº 008/2015 de processo seletivo para formação de cadastro de reserva de Médico na especialidade de Ultrassonografia/Radiologia.

Os aprovados farão jus à remuneração de R$ 6.403,00, por jornada semanal de 20 horas. Interessados têm até o dia 16 de dezembro de 2015, para efetuar inscrição via endereço eletrônico: www.sescdf.com.br, mediante pagamento de taxa no valor de R$ 60,00.

Será aplicada prova objetiva provavelmente no dia 17 de janeiro de 2016.

Também será realizada análise curricular, teste prático e entrevista.

Estima-se que o gabarito preliminar seja divulgado no dia seguinte a prova.

A validade do processo seletivo será de um ano, contado a partir da data da publicação de seu resultado final ou até a contratação de todos os candidatos classificados, podendo ser prorrogado por igual período.

Concurso e Processo Seletivo Prefeitura de Itajobi - SP

A Prefeitura de Itajobi, Estado de São Paulo, divulgou editais de concurso e processo seletivo. A finalidade é selecionar profissionais de ensino fundamental, médio e superior, visando a contratação de 71 profissionais, para compor o quadro de pessoal do funcionalismo público municipal.

Cargos: O edital de concurso nº 001/2015, oferta 67 vagas nos cargos de: Agente de Serviço Público I, Coletor de Lixo, Sepultador, Servente de Pedreiro, Agente de Serviço Público VII, Encanador Serviço de Água, Encanador, Motorista, Atendente, Auxiliar de Análises Químicas, Auxiliar de Enfermagem, Auxiliar de Tratamento de Água, Escriturário, Fiscal de Obras e Posturas, Fiscal Tributário, Secret. Junta Serv. Militar Exp. CTPS, Assistente de Administração, Bibliotecário, Enfermeiro, Farmacêutico e Médico Veterinário. Já o edital de processo seletivo nº 003/2015, abre quatro vagas no cargo de Agente Comunitário de Saúde.

Salários e carga horária: Os vencimentos ofertados aos contratados vão de R$ 1.056,43 a R$ 2.850,92, em jornadas de trabalho de 40 ou 44 horas semanais.

Inscrições e Taxa: As inscrições serão aceitas até o dia 23 de dezembro de 2015, via internet, no site www.cmmconcursos.com.br. Ensino Fundamental Incompleto R$ 25,00, Ensino Fundamental Completo R$ 35,00, Ensino Médio R$ 50,00, Ensino Superior R$ 70,00.

Provas: Os inscritos serão selecionados através de provas escrita objetiva e prática, de acordo com os métodos de avaliação de cada cargo.

A prova objetiva será aplicada na data provável de 17 de janeiro de 2016, em local e horário a serem comunicados com antecedência no site acessado para efetuar a inscrição.

Validade: O concurso será válido por dois anos e o processo seletivo por um ano, contados da homologação final dos resultados, podendo haver prorrogação por igual período, a critério da Administração.

Prefeitura de Solonopole - CE abre processo seletivo

Com pouco mais de 17.000 habitantes, a Prefeitura municipal de Solonopole, no Ceará, abriu edital de processo seletivo com a finalidade de preencher 155 vagas e formar cadastro reserva em funções de todos os níveis de escolaridade.

As oportunidades são para a Secretaria da Saúde e os ganhos vão de R$ 788,00 a R$ 5.777,00. Há oportunidades para Médico, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Educador Físico, Psicólogo, Cirurgião Dentista, Nutricionista, Fonoaudiólogo, Farmacêutico, Farmacêutico Bioquímico, Auxiliar de Serviços Gerais, Técnico de Enfermagem, Agente Administrativo, Auxiliar de Laboratório, Motorista "D", Visitador Sanitário e Atendente de Consultório Dentário.

Inscrições serão realizadas na própria Secretaria, situada na Rua Dr. Queiroz Lima, 302, Centro, Solonópole-CE, no horário das 08h às 12h até o dia 14 de dezembro de 2015. Não será cobrado taxa de inscrição.

O processo seletivo simplificado será realizado com entrevista e análise curricular.

Após a realização do processo de análise de currículos e a realização das entrevistas, a divulgação do resultado preliminar está prevista para dia 04 de janeiro de 2016, no Mural da Prefeitura Municipal de Solonópole, Secretaria Municipal de Saúde e site www.solonopole.ce.gov.br.

A contratação terá vigência até dia 31 de dezembro de 2016, prorrogável de acordo com a legislação. 

Concurso Prefeitura de Santa Rita do Trivelato - MT

No Estado do Mato Grosso, a Prefeitura de Santa Rita do Trivelato, que fica 327 km distante da Capital, divulgou edital de processo seletivo visando o provimento de 71 vagas, sendo 45 para preenchimento imediato e 26 para cadastro reserva, em cargos de todos os níveis de formação escolar (superior, médio e fundamental). Os rendimentos são de até R$ 11.609,48.

As chances são para os cargos de Motorista "D", Motorista "C", Motorista "B", Zelador, Merendeira, Zelador de Patrimônio, Eletricista, Serviços Gerais, Operador de Máquinas, Operador de Escavadeira, Operador de Motoniveladora, Auxiliar de Mecânico, Gari, Monitora de Creche, Secretária Escolar, Técnico de Enfermagem, Agente de Saúde Ambiental, Agente de Saúde Sanitário, Auxiliar Administrativo, Mecânico, Contador, Enfermeiro, Médico, Professor de Licenciatura Plena Pedagogia, Professor de Matemática, Professor de Informática, Professor de História, Professor de Artes, Professor de Ciências, Professor de Educação Física, Professor de Português, Professor de Geografia, Professor de Inglês e Psicólogo.

Inscrições devem ser feitas de forma presencial, até o dia 18 de dezembro de 2015, das 07h às 13h e nos dias 04 a 20 de janeiro das 09h às 11h e das 13h às 16h, na Prefeitura municipal, localizada na Avenida Flávio Luis, n° 2.201, Bairro Centro, Santa Rita do Trivelato - MT.

Não será cobrado taxa de inscrição.

A seleção dos candidatos ocorrerá mediante aplicação de provas objetivas, que serão realizadas provavelmente no dia 31 de janeiro de 2016 às 07h30min, na Escola Municipal Três de Novembro em Santa Rita do Trivelato/MT.

O resultado da prova será divulgado no dia 02 de fevereiro de 2016, no site www.santaritadotrivelato.mt.gov.br.

O edital completo encontra-se disponível no Diário Oficial Eletrônico dos Municípios do Mato Grosso do dia 11 de dezembro de 2015, entre as páginas 236 e 238.

Concurso ANS: Edital e Inscrição

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou o aguardado edital para realização de concurso público que objetiva o provimento de vagas e formação de cadastro reserva de 36 cargos de Técnico em Regulação de Saúde Suplementar e de 66 cargos de Técnico Administrativo, totalizando 102 vagas. A Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (FUNCAB) é a organizadora contratada e o concurso terá prazo de validade de um ano.

Para disputar uma das vagas de Técnico Administrativo ou de Técnico em Regulação de Saúde Suplementar, o candidato precisa ter certificado de conclusão de curso de ensino médio ou curso técnico equivalente.

A remuneração inicial será de R$ 5.689,52 ou de R$ 5.957,52, conforme o cargo, para 40 horas semanais de trabalho.

A lotação dos aprovados e nomeados será nos Estados do Ceará, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e Mato Grosso, bem como no Distrito Federal. As inscrições foram prorrogadas e devem ser realizadas pela internet, no site www.funcab.org, até o dia 20 de dezembro de 2015.

O valor da taxa de inscrição será de R$ 74,00 e será possível se inscrever para mais de um cargo, conforme os critérios estabelecidos no edital.

A forma de avaliação dos candidatos será por meio da aplicação de prova objetiva e prova discursiva, eventos previstos para acontecerem em todas as capitais brasileiras, no dia provável 21 de fevereiro de 2016.

O edital completo e demais informações ficarão disponíveis nos sites da FUNCAB e da ANS. 

A versão oficial do regulamento está publicada no Diário Oficial da União (http://goo.gl/dmX4Bb).

Concurso Prefeitura e Câmara de Herveiras - RS

No Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Turismo, foi divulgado edital n° 001/2015 de concurso público para provimento de vagas legais e formação de cadastro reserva do quadro geral dos servidores da Prefeitura Municipal e da Câmara Municipal, com a execução técnico-administrativa da empresa Objetiva Concursos Ltda.

Há 50 vagas, sendo 49 para a Prefeitura Municipal e uma para a Câmara, em cargos de níveis fundamental, médio e superior, por salários de até R$ 5.261,00. Cargos Prefeitura Municipal: Agente Comunitário de Saúde, Agente Administrativo, Agente Administrativo Auxiliar, Auxiliar em Saúde Bucal, Cirurgião Dentista, Encarregado de Trânsito, Enfermeiro, Farmacêutico, Fiscal Sanitário e Ambiental, Fisioterapeuta, Instalador Hidráulico e Eletricista, Médico Pediatra, Médico Veterinário, Motorista, Nutricionista, Operador de Máquinas, Operário, Pedreiro, Secretário de Escola, Servente de Escola, Técnico de Enfermagem, Telefonista e Professor em diversas disciplinas. Câmara Municipal: Oficial Legislativo.

Inscrições e Taxas
As inscrições via internet poderão ser realizadas até às 23h59min (horário de Brasília) do dia 09 de janeiro de 2016, pelo site www.objetivas.com.br.

As taxas variam de R$ 51,00 a R$ 101,00 de acordo com a função escolhida. Provas A prova objetiva, para todos os cargos, tem data prevista para 21 de fevereiro de 2016, em local e horário a serem divulgados por Edital.

Validade
O concurso público terá validade por dois anos a partir da data de homologação dos resultados, prorrogável por mais dois anos, a critério do Município de Herveiras.

Desemprego e saúde: O que tem a ver?


De acordo com o Instituto de Estudos em Saúde Suplementar (IESS), no período de setembro de 2014 a setembro de 2015 houve redução de 0,3% no número de beneficiários de planos de saúde, ou seja, 164.400 vínculos a menos. Este fenômeno está fortemente relacionado ao aumento da taxa de desemprego em nosso país. Segundo o IBGE esta taxa atingiu 8,6% no último trimestre, totalizando 8,6 milhões de pessoas.

De acordo com pesquisa recente do IBOPE, a principal razão das pessoas deixarem de usar a saúde suplementar é a perda do emprego. Nestas situações, muitas vezes, as pessoas perdem o contato com profissionais e serviços de saúde com os quais mantinham vínculo. Além disso, as pessoas se sentem menos empoderadas para cuidar da sua saúde.

O sistema público, já sobrecarregado, recebe uma demanda extra. De acordo com matéria publicada no jornal Folha de São Paulo, o aumento da demanda já está sendo sentida e todos os principais indicadores de ocupação e uso da estrutura estadual paulista de atenção à saúde aumentaram: as internações cresceram de 809 mil, em 2013, para 841 mil, em 2014.

A projeção da Secretaria de Estado da Saúde é que em 2015 o dado pule para 855 mil, incremento de 5,5% em relação ao ano retrasado. As cirurgias realizadas em hospitais do Estado também devem fechar 2015 com aumento de 5,5% em relação a 2013 e de 0,3% em relação a 2014.

O renomado epidemiologista britânico, Michael Marmot, presidente da Associação Médica Mundial, acaba de publicar o livro “The Health Gap” onde aborda questões relevantes associadas aos determinantes de saúde. Uma das questões destacadas é o desemprego. Estudos realizados em vários países demonstram maior mortalidade em pessoas desempregadas.

Este achado estava associado a vários fatores como maior predisposição ao uso abusivo do álcool e tabagismo e condições relacionadas à saúde mental, como depressão, ansiedade e risco de suicídio. Ele sugere que um trabalho ruim pode ser prejudicial para a saúde, mas o desemprego pode ser ainda pior.

Neste contexto, o enfrentamento de condições que podem ser prejudiciais à saúde (estilo de vida não saudável, problemas mentais e emocionais) associadas ao desemprego vai muito além da abordagem e limites do setor saúde. É fundamental reconhecer a importância do trabalho para a saúde das pessoas e o impacto potencial da deterioração das condições econômicas e de emprego.

Sem dúvida, o cenário econômico e social exigirá dos gestores de saúde uma visão mais ampla dos determinantes sociais e seus respectivos impactos, o que irá muito além dos consultórios, hospitais e laboratórios.

Saúde Business

Judicialização da saúde está levando o setor para a UTI

Por Domingos Gonçalves de Oliveira Fonseca

Em tempo de crise e com orçamentos cada vez menores, é condição sine qua non que gestores de saúde sejam mais estratégicos quanto ao uso de seus recursos estruturais e financeiros para atender suas demandas de atendimento, de modo a não ter que pagar depois valores muito mais altos ao poder judiciário.

É inegável que a população está com a razão em exigir seus direitos de acesso aos medicamentos e insumos médicos, assim como aos tratamentos de que estão sendo indicados. Porém, precisa haver uma melhor conscientização do impacto destes atendimentos via tribunais de justiça. Uma única causa, muitas vezes, pode impactar posteriormente no acesso de tratamentos de outras tantas pessoas, já que o destino de verbas para o cumprimento de mandatos acaba reduzindo ainda mais a receita para as compras do todo.

Precisa-se ter em mente, também, que o juiz não é especialista em medicina e pode estar sujeito a deficiências de interpretação, bem como a má fé de advogados. Tanto isso é verdade, que recentemente foi sugerido, durante o Fórum de Judicialização da Saúde, a criação de um comitê técnico de apoio às decisões judiciais.

Do outro lado, a União precisa estar bem estruturada para cumprir com repasses de verba aos Estados e Municípios e estes gerirem os recursos com inteligência, sem desperdício.

É preciso acabar com parcerias para compra inadequada de medicamentos que acabam acarretando atrasos, calotes e outros tantos problemas que só prejudicam a população e a saúde como um todo. Também é necessário repensar a burocratização para a compra de insumos médicos e medicamentos para que os processos sejam mais ágeis.

Por fim, pareceria óbvio sugerir mais investimento em gestão de qualidade, ainda que terceirizada do setor privado, para que todos estes processos sejam devidamente mapeados e coordenados para um fluxo de compras adequado (com prazo e quantidade corretos), administração de estoque, distribuição, rastreabilidade e logística reversa, entre tantos outros ganhos que no final revertem em economia.

Saúde Business

Fiocruz testa mosquitos com bactéria que impede a transmissão da dengue

Mosquitos Aedes aegypti, transmissores da dengue. (Foto: Agência Brasil)Pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz, ligado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), estão liberando no ambiente ovos de Aedes aegypti contaminados com uma bactéria que impede o mosquito de transmitir a dengue 

Essa é uma nova etapa do projeto científico “Eliminar a Dengue: Desafio Brasil”, que desde setembro do ano passado solta mosquitos infectados pela bactéria na forma adulta. A intenção dos pesquisadores ao deixarem os ovos contaminados eclodirem é que o mosquito esteja mais bem adaptado ao clima da região em que vai viver.

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, disse que essa é uma das pesquisas mais promissoras para o combate ao Aedes aegypiti, que transmite também zika e chikungunya. “O mosquito, quando contaminado por essa bactéria, perde a capacidade de transmitir a dengue. E admite-se que isso ocorra com zika e chicungunya também. Quando o mosquito macho contaminado cruza com a fêmea, transmite a bactéria. É uma DST (doença sexualmente transmissível) de mosquito que vamos espalhar”, brincou o ministro no lançamento da campanha “10 Minutos Salvam Vidas”, da Secretaria de Estado de Saúde.

A bactéria Wolbachia está presente na maioria dos insetos, como o pernilongo, e foi introduzida em ovos do Aedes aegypiti por microinjeção. Se a fêmea estiver contaminada, a prole já terá a bactéria, que passa a ser transmitida naturalmente de geração em geração.

Se apenas o macho estiver infectado, os ovos que ele fertilizar não eclodem. “Os mosquitos utilizados não são estéreis nem sofrem nenhum tipo de modificação genética. O objetivo não é a redução da população de mosquitos. A proposta é substituir a população que já existe no local por mosquitos Aedes com Wolbachia”, explicou o pesquisador Luciano Moreira, coordenador do projeto.

Os primeiros insetos adultos contaminados com Wolbachia foram liberados na favela de Tubiacanga, na Ilha do Governador, zona norte do Rio, em setembro de 2014. Ao fim de 20 semanas, 65% dos mosquitos capturados na região tinham a bactéria. Logo depois houve redução dessa população de mosquitos. Os pesquisadores acreditam que isso tenha ocorrido pela dificuldade do mosquito nascido em laboratório se adaptar ao clima do bairro.

Os especialistas passaram a instalar pequenos recipientes de plástico, com ovos contaminados com Wolbachia. Esses potes são deixados nas casas de moradores voluntários, onde os ovos eclodem. Outras casas da vizinhança recebem dois tipos de armadilhas – uma para capturar mosquitos adultos e outra para recolher ovos e larvas. Os pesquisadores querem saber qual a proporção de insetos, ovos e larvas contaminadas.

A comerciante Bruna Leite, de 29 anos, moradora de Tubiacanga, tem uma armadilha para ovos e larvas na loja dela. “Tem muito mosquito aqui. Eu abro a loja e tenho que deixar o ventilador ligado para espantar os mosquitos. Mas faz muito tempo que ninguém aqui tem dengue. Acho que está fazendo efeito”, conta ela. Bruna é voluntária porque o filho Jhonata Henrique, de 7 anos, teve a forma hemorrágica da doença. “Cada um tem que fazer a sua parte.”

Além de Tubiacanga, o bairro de Jurujuba, em Niterói (cidade na região metropolitana), está passando por testes com os ovos de Aedes aegypti contaminados pela Wolbachia. Os pesquisadores também estudam o raio de ação dos mosquitos. Eles soltaram insetos “pintados” das cores vermelha, azul e verde. Quando esses mosquitos forem capturados nas armadilhas, será possível saber a distância que percorreram a partir do ponto de soltura. A pesquisa é de longo prazo. Os pesquisadores ainda não têm previsão sobre quando a estratégia poderá ser adotada em larga escala.

Foto:  Agência Brasil

Gazeta do Povo

Anvisa autoriza Instituto Butantan a iniciar última fase de testes da vacina contra dengue

A Anvisa aprovou, nesta sexta feira (11/12), o Dossiê de Desenvolvimento Clínico de Medicamento (DDCM) enviado pelo Instituto Butantan a respeito da vacina contra a dengue 

Desse dossiê, constam os resultados dos ensaios clínicos fase II, além do cumprimento das exigências técnicas que haviam sido feitas pela Agência para comprovar a segurança do produto. A documentação, enviada à Anvisa no último dia 08/12, possibilita o sinal verde para que o Instituto Butantan inicie os estudos fase III. Esta é a última etapa necessária para que o Instituto protocole o pedido de registro da vacina à Anvisa, que avaliará a qualidade, segurança e eficácia do produto.

A Agência ressalta que todo o desenvolvimento da vacina vem sendo acompanhado junto ao Instituto Butantan, o que contribuiu para o processo de análise fosse realizado dentro dos padrões internacionais de qualidade, uma vez que a liberação de uma vacina para teste em milhares de pessoas, como ocorre na fase III, exige que se tenha absoluta certeza da segurança do produto. A complexidade do processo tem exigido que a Anvisa solicite todas as informações técnicas que são necessárias e a análise tem sido, para qualquer comparação internacional, séria e célere.

O Instituto Butantan deu entrada no pedido para aval ao estudo de fase III da vacina da dengue, etapa onde é verificada a eficácia do produto, em 10 de abril de 2015. O processo teve análise priorizada pela Anvisa, pela importância de que seja logo disponibilizada uma vacina segura e eficaz para a população, e já no dia 26 de maio foram enviadas as primeiras exigências técnicas ao Instituto.

Não havia no processo, àquele momento, nenhuma informação sobre os resultados dos ensaios clínicos fase II e tampouco o parecer de aprovação do Comitê de Ética. Porém, considerando a relevância da vacina da dengue, a Anvisa deu andamento à avaliação, mesmo na ausência de documentos essenciais para o início do estudo fase III.

A Anvisa realizou, então, uma reunião com o Instituto Butantan, prestando orientações sobre os documentos técnicos que faltavam, principalmente considerando o fato de que se tratava de processo submetido nos trâmites de uma nova resolução de ensaios clínicos (RDC 09/2015), o que trouxe expressivas modificações na avaliação de ensaios desta natureza pela Anvisa.

Naquela ocasião, foi informado pelo Instituto Butantan que o ensaio clínico fase II seria finalizado em junho de 2015.

Em nova reunião, o Instituto Butantan informou que o ensaio clínico fase II sofreria atraso e que somente seria finalizado em julho de 2015. Neste mesmo mês, o Instituto Butantan enviou novos documentos à Anvisa. Porém, desta documentação não constavam:

• Dados completos a respeito da segurança da vacina, oriundos do ensaio clínico fase II, o que é essencial para suportar o início de um ensaio fase III; Dados de estabilidade suficientes para embasar a utilização da vacina após reconstituição.

• Comprovação da estabilidade e qualidade da vacina.

• Parecer do Comitê de Ética aprovando o estudo (esse documento somente foi enviado à Anvisa em agosto).

Em outubro, a Anvisa solicitou novamente o status do estudo fase II. O Butantan informou que a previsão era que os dados de segurança dessa fase estariam disponíveis no início de dezembro de 2015. Já os resultados completos seriam apresentados no final de janeiro de 2016. O Instituto ainda informou que o atraso na finalização da fase II se deu por problemas de replicação dos Sorotipos 2 e 3 dos vírus contidos na vacina.

A Anvisa ainda fez novos questionamentos em relação à estabilidade da vacina ao Instituto. A Anvisa ainda fez novos questionamentos em relação à estabilidade da vacina ao Instituto, que solicitou formalmente autorização para início do estudo da fase III apenas com os resultados de segurança da etapa anterior.

O Butantan cumpriu essas exigências em novembro. Após a avaliação das respostas, a Anvisa realizou nova reunião com a instituição no dia 26, visando a complementação das informações enviadas para que a Agência pudesse se manifestar com a maior brevidade possível. Os documentos com as informações completas somente foram enviados pelo Instituto na última terça-feira (08/12). Após análise dos dados, o início da fase III está autorizado.

Os fatos demonstram o total comprometimento da Anvisa com o desenvolvimento da vacina contra a dengue. A velocidade da análise de um processo como esse depende, essencialmente, da completitude e da qualidade das informações técnicas que são fornecidas pelo solicitante.

Foto: Reprodução

ANVISA

Anvisa esclarece sobre o uso de repelentes tópicos e de ambiente

Desde que o Ministério da Saúde confirmou a relação entre o Zika vírus e os casos de microcefalia diagnosticados no país, a Anvisa vem recebendo diversos questionamentos relacionados ao uso de repelentes de insetos

Por isso, a Agência elaborou uma lista com respostas às perguntas mais frequentes. A Anvisa esclarece, por exemplo, que não há, dentro das normas da Agência, qualquer impedimento para a utilização destes produtos por mulheres grávidas, desde que estejam devidamente registrados na Anvisa e que sejam seguidas as instruções de uso descritas no rótulo.

Confira abaixo os esclarecimentos às perguntas mais constantes feitas à Agência.

- Quais as substâncias existentes em repelentes são eficazes para afastar o Aedes Aegypti?
Para os repelentes de pele, classificados pela Anvisa como cosméticos, as substâncias ativas sintéticas registradas são o N,N-DIETIL-META-TOLUAMIDA ou N,N-DIETIL-3-METILBENZAMIDA (DEET), o Hydroxyethyl isobutyl piperidine carboxylate (Icaridin ou Picaridin) e o Ethyl butylacetylaminopropionate (EBAAP ou IR3535).

Existem ainda produtos registrados contendo como substância ativa o extrato vegetal ou o óleo de plantas do gênero Cymbopogon (citronela).

Já para os repelentes de ambientes, classificados pela Agência como saneantes, há dezenas de substâncias ativas. A maioria delas são piretroides. É importante ressaltar que todos os produtos registrados na Anvisa tiveram sua eficácia comprovada para ação em mosquitos da espécie Aedes aegypti.

- Como posso saber se o repelente ou inseticida é registrado na Anvisa?
Todos os repelentes e inseticidas devem expor no seu rótulo o número de registro na Anvisa.

Para os cosméticos, ou os repelentes de pele, o número do registro do produto, normalmente, aparece no rótulo como Reg. MS – X.XXXX.XXXX. O registro de cosméticos começa com o algarismo 2 e possui nove dígitos. Para os repelentes de ambiente e inseticidas, classificados na Agência como saneantes, o registro começa com o algarismo 3 e também possui nove dígitos.

Qualquer cidadão pode consultar se o número do registro é válido pelo sistema eletrônico da Anvisa nos seguintes endereços eletrônicos:


- Os repelentes de tomada são eficazes contra o Aedes Aegypti?
Posso deixar o aparelho ligado o dia inteiro? Os repelentes de tomada são um tipo de produto saneante repelentes de ambiente que tiveram a eficácia comprovada contra o Aedes aegypti ao serem registrados pela Agência.

Contudo, vale ressaltar que essa eficácia foi comprovada com cepas de mosquitos criados em laboratório. É possível que cepas presentes no meio ambiente apresentem resistência ao produto.

Para saber se o aparelho pode ficar ligado o dia todo, consulte as instruções de uso do aparelho.

- Gestantes e crianças menores de dois anos de idade podem utilizar todos os repelentes registrados na Anvisa?
Não há restrições de uso de repelentes para gestantes, desde que sejam seguidas as instruções presentes no rótulo do produto.

- Há algum tipo de restrição ou limite para permanência em ambientes que passaram por aplicação de inseticidas contra o mosquito da dengue?
Sim. Alguns produtos podem apresentar restrições de uso específicas de acordo com as informações apresentadas para Anvisa pelos fabricantes. Nestes casos, as restrições de uso estão descritas na rotulagem, mas para todos os produtos inseticidas, as regras gerais são:

Pessoas ou animais domésticos não devem permanecer no local durante a aplicação;

Após o tempo de ação do produto, o ambiente deve ser ventilado antes da entrada de pessoas ou animais;

É fundamental a leitura da rotulagem. A forma correta de usar, o melhor local para a utilização, as precauções de uso e os cuidados em caso de acidentes são informações que podem evitar danos à saúde das pessoas.

Na dúvida, sempre siga a orientação do rótulo e do profissional que aplicou o produto.

- A ingestão de vitamina B é eficaz contra o mosquito Aedes Aegypti?
Não. Não há medicamentos que tenham comprovação de eficácia como repelentes para mosquitos.

- Plantas e produtos caseiros são eficazes no combate ao Aedes Aegypti?
Os “inseticidas naturais”, ou seja, produtos caseiros formulados à base de citronela, andiroba, óleo de cravo, etc. não possuem comprovação de eficácia nem a aprovação pela Anvisa até o momento.

Assim, velas, odorizantes de ambientes, limpadores e incensos que indicam propriedades repelentes de insetos não estão aprovados pela Anvisa.

- Qual a norma vigente para registro de repelentes na Agência?
Para repelentes de pele, ou cosméticos, a norma vigente é a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) n° 19/2013.

Já para repelentes de ambiente, ou saneantes, a norma vigente é a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 34/2010.

Mas é importante lembrar: crianças menores de dois anos não devem usar repelentes contendo a substância ativa DEET.

ANVISA

Injeção com o próprio sangue pode ser a cura da calvície masculina

Problema para resolver calvície pode estar no próprio sangueAplicação de gel rico em plaquetas promete conter a queda de cabelos e estimular o crescimento

Queda de cabelo é um dos principais terrores dos homens, mas o problema da calvície está com os dias contados. Pelo menos é o que garante um grupo de cientistas da Universidade de Nova York, que estão testando uma substância em gel produzida a partir do sangue do próprio paciente e injetada na região afetada do couro cabeludo.

De acordo com o Daily Mail, o gel contém plasma rico em plaquetas - pequenas partículas de glóbulos produzidos pela medula óssea - que ajuda no crescimento e restauração das células. O plasma é feito através de uma pequena quantidade de sangue retirada das veias do braço e que depois é processada em uma centrífuga que bombeia o sangue em alta velocidade, separando-o em seus diversos componentes.

Esse tipo de procedimento já é utilizado para tratar lesões nos tendões e queimaduras, pois libera várias proteínas diferentes, hormônios e citocinas que estimulam a cicatrização de ossos e tecidos moles. Por isso existe a chance de se aplicar no couro cabeludo para conter a queda e estimular o crescimento.

Spencer Stevenson, especialista no assunto e fundador da Spexhair, disse que a utilização do gel tem sido usada em alguns casos, mas ele continua cauteloso. "Ainda não está comprovada sua eficácia total. Falei com inúmeros pacientes que tentaram sem sucesso. Alguns médicos até relatam melhora significativa em outros casos, mas uma parte acredita que isso não oferece nenhum benefício", comentou.

Foto: Getty Images

iG

Migração tranquila de clientes da Unimed Paulistana foi "fantasia", diz diretor

Segundo Marcelo Nunes, beneficiários receberam desconto de 25% sobre preços 80% maiores que suas mensalidades

O diretor-presidente da Unimed Paulistana, Marcelo Nunes, classificou nesta quinta-feira (10) como fantasia a ideia de que outras operadoras do sistema de cooperativas conseguiriam assumir tranquilamente os pacientes da companhia, que quebrou e teve de se desfazer de seus cerca de 740 mil beneficiários.

"Essa fantasia que foi criada de que os usuários da Unimed Paulistana estariam tranquilos porque a Unimed Paulistana desaparecendo alguém tomaria conta do intercâmbio e dos pacientes aqui em São Paulo, isso foi uma fantasia. Nós não acreditamos desde o começo, mas alguém acreditou", afirmou o executivo, citando relatos de dificuldades enfrentadas pelos clientes das cooperativas que receberam os clientes da Paulistana.

A migração foi acertada em acordo de 25 de setembro entre sistema Unimed, Ministério Público de São Paulo (MP-SP), a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Procon-SP.

O objetivo era contornar a dificuldade em reacomodar os clientes de planos individuais e coletivos por adesão da Paulistana, que a agência reguladora, após um acompanhamento presencial de cerca de 6 anos, declarou financeiramente inviável no início daquele mês.

O acordo trazia uma tabela com quatro planos de saúde e os respectivos preços por faixa etária e, sobre eles, as Unimeds de destino deveriam aplicar um desconto de 25%.

Segundo Nunes, entretanto, o abatimento de 25% ocorreu sobre preçoes 80% maiores aos que os clientes da Paulistana pagavam.

"A gente acompanhou esse TAC [Termo de Ajustamento de Conduta]. Na verdade, foi feita a propaganda de que houve 25% de desconto mas os 25% de desconto correram em cima dos 80% que foi feito de aumento de preço [em relação ao que era praticado pela Paulistana]", afirmou Nunes, em depoimento à CPI dos planos de saúde da Câmara Municipal de São Paulo. "Se não fosse o Procon [que também participou do acordo], nem os 25% teriam ocorrido."

Nunes afirmou ainda que muitos clientes não conseguiram fazer a migração e ficaram no SUS enquanto outros ainda estão na Paulistana – que, quebrada, não tem como garantir o atendimento. Segundo o iG apurou, há pelo menos 20 mil pessoas nessa situação.

A ANS não confirma o número. "A ANS não cumpriu o seu papel [de proteger o usuário]", afirmou o executivo.

Em nota, a ANS afirmou que o acompanhamento da Paulistana foi feito com transparência e que seguiu a legislação do setor. O acordo, diz, "criou obrigações para operadoras do sistema Unimed e teve o objetivo de dar segurança e celeridade ao processo de transferência dos beneficiários."

A Unimed do Brasil negou as declarações de Nunes e diz que o TAC tem o objetivo de proteger os direitos dos consumidores.

"Os valores e redes credenciadas que compõem os planos de assistência médica oferecidos pelas operadoras brasileiras são de conhecimento da ANS, agência responsável por regular o setor de saúde suplementar no País."

O Ministério Público de São Paulo informou que não poderia se pronunciar antes da publicação desta reportagem.

Foto: Vitor Sorano/iG São Paulo - 10.12.15

iG

Curso ensina como controlar infecções

O Consórcio Brasileiro de Acreditação (CBA), representante exclusivo no Brasil da Joint Commission International, mais antiga e renomada instituição avaliadora de qualidade em saúde do mundo, promove nos próximos dias 18 e 19, o curso sobre Prevenção e Controle de Infecções

Voltado para profissionais da área de saúde, o conteúdo busca apresentar e discutir as boas práticas profissionais para obter melhores resultados no controle de infecção hospitalar.

O curso busca proporcionar aptidão aos alunos para elaborar, implantar e monitorar um programa de controle de infecções hospitalares em suas áreas específicas. O mesmo será ministrado pela enfermeira Irene Rêgo Haddad, supervisora de Procedimentos Técnicos e Serviços do CBA, e especialista em Gerência de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ) e em Controle de Infecção Hospitalar pelo Instituto Nacional de Ensino Superior e Pesquisa (INESP-SP).

Segundo Irene Haddad, os desafios atuais para a prevenção e controle de infecções também serão objeto de conteúdo do curso. “Vamos abordar microrganismos emergentes, como Zika vírus e chikungunya”, diz a enfermeira.

Para saber mais acesse http://cbacred.org.br/agenda/2015/1218.asp.

Inscrições prévias e informações pelo tel. (21) 3299-8243 ou 3299-8202 ou pelo email eventos@cbacred.org.br. O CBA fica na R. São Bento, 13, 4º andar, Centro.

Foto: Divulgação

Assessoria de Imprensa
SB Comunicação, (21)3798-4357

Hospital de Niterói promove evento lúdico para integrar colaboradores

De artista todos têm um pouco, basta olhar com mais atenção que estão por toda parte. E, por isso, o CHN (Complexo Hospitalar de Niterói), no Rio de Janeiro, realizou, esta semana, uma campanha lúdica com o objetivo de proporcionar um momento de descontração no ambiente hospitalar e demonstrar que é importante conhecer as habilidades de cada colaborador, além das já desempenhadas profissionalmente dentro do hospital

A ação – promovida pelo Setor de Marketing, Recursos Humanos e a agência Fenícios – foi atrás de talentos entre os colaboradores do hospital. Um ator se caracterizou de Chacrinha, o Velho Guerreiro, e andou pelo hospital para garimpar participantes para o Show de Talentos CHN. Brincadeiras à parte, o ator Bruce Brandão interpretou um dos maiores apresentadores de programas de auditório da TV brasileira, o José Abelardo Barbosa de Medeiros, mais conhecido como Chacrinha, e fez a festa no hospital.

O Show de Talentos CHN foi um evento nos moldes dos programas de auditório, em que os colaboradores se apresentaram para cantar, dançar, recitar poesias e mostrar pinturas, entre tantas outras possibilidades artísticas. No total, 9 funcionários foram selecionados para a final.

De acordo com Ana Dantas, gerente de marketing do CHN, “além de a ação estimular os colaboradores a compartilharem com os colegas o que gostam de fazer, ela foi importante para integrar e promover a qualidade de vida no ambiente de trabalho e valorizar o profissional”, explica.

Foto: Divulgação

Rachel Lopes
Assessoria de Imprensa
rachel@saudeempauta.com.br