Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Diretora da OMS denuncia golpes baixos da indústria do cigarro

Para Margaret Chan, empresas gastam fortunas para combater legislação anti-fumo

A diretora da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, denunciou nesta segunda-feira (10) em Manila "os golpes baixos" da indústria do cigarro, que gasta fortunas em procedimentos legais para combater a legislação contra o fumo.

– É horrível pensar que uma indústria conhecida por seus golpes baixos e sua roupa suja seja autorizada a ficar por cima do que claramente é o interesse geral.,

Margaret Chan fez a declaração durante uma reunião da OMS na capital filipina.

Chan fazia referência ao projeto do governo da Austrália de fortalecer o arsenal antitabaco, um dos mais rígidos do mundo, com a imposição a partir de janeiro de 2012 da mesma cor a todos os pacotes de cigarros, que serão cobertos com advertências.

A fabricante Philip Morris pretende entrar na justiça para impugnar o projeto australiano, o que já fez em uma situação similar no Uruguai.

Fonte R7

Megahair causa queda repentina dos cabelos, dizem cientistas

Alongamento dos fios capilares provoca queda definitiva do cabelo

O megahair, técnica que alonga os cabelos colando fios de cabelos originais aos fios mais longos, pode estar com os dias contados.

Segundo os cientistas britânicos, a técnica causa alopecia por tração.

O megahair arranca os fios de cabelo pela raiz gerando espaços sem cabelos no couro cabeludo.

Esses danos são irreversíveis, dizem os especialistas.

A alopecia causada pelo megahair pode continuar se espalhando mesmo depois do tratamento.

Além da forte tração que os fios proporcionam ao serem colados à raiz, a cola usada para aplicar o megahair também é a responsável pela alopecia.

Mesmo com o megahair, muitos fios voltam a nascer. No entanto, uma parte se perde gradativamente e não volta mais. A alternativa ao megahair, sugerem os especialistas, é o uso de tic-tacs com cabelos que se prendem aos fios e que podem ser colocados e retirados facilmente.

Fonte R7