Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Pílula anti-envelhecimento começa a ser testada em humanos no próximo ano

Segundo as pesquisas mais recentes em todo o mundo, é possível estender a longevidade em 50%, ou seja, poderemos viver saudáveis até os 120 anos

A primeira droga anti-envelhecimento do mundo será testada em humanos no próximo ano e pode resultar em pessoas que viverão saudáveis até seus 120 anos.

Mesmo que soe como ficção científica, pesquisadores já provaram ser possível que uma droga ligada ao tratamento de diabetes, a metformina, estende a vida de animais e, agora, a Anvisa norte-americana (FDA, na sigla em inglês) liberou o teste em humanos.

Se os testes forem bem-sucedidos, uma pessoa com 70 anos terá a saúde de 50 e, ainda mais espantoso, doenças com o Alzheimer e Parkinson farão parte da história.

"Quando você diminui a velocidade do envelhecimento, você também reduz as doenças e patologias ligadas a ele", afirma o especialista em envelhecimento do Instituto Buck na Califórnia.

DNA
O envelhecimento não é uma parte inevitável da vida já que todas as células contêm DNA que pode manter o corpo funcionando para sempre. Algumas criaturas marinhas, por exemplo, não envelhecem – ou sequer tornam-se fracas – com o passar do tempo.

Porém, na nossa existência, bilhões de divisões celulares ocorrem para manter o corpo funcionando corretamente e, quanto mais vezes uma célula se divide, mais problemas surgem até que não é mais mais possível reparar o estrago.

A metformina aumenta o número de moléculas de oxigênio em uma célula, o que parece turbinar sua longevidade e força. Os resultados dos testes em animais aumentaram seu tempo de vida em torno de 50%.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília com agências

Nenhum comentário:

Postar um comentário