Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Quase 95% dos homens que têm tipo de DST desconhecida não sabem. Entendeu?

A doença é tratável através de antibióticos, mas a falta de informação pode dificultar e causar sérios danos à saúde
 
Você já ouviu falar em Mycoplasma genitalium? Certamente não. Esse nome estranho é o de uma DST (doença sexualmente transmissível) que existe desde a década de 80 e que os cientistas, até hoje, não têm 100% de certeza de que ela é realmente sexualmente transmissível. Deu para entender?
 
A maior possibilidade é a de que a doença seja transmitida no ato sexual, já que um estudo recente evidenciou que as pessoas infectadas tinham vários parceiros ou praticavam sexo sem preservativo. Nenhum sinal do Mycoplasma genitalium foi encontrado em quem nunca teve relações sexuais.
 
O fato é que muitos homens possuem a bactéria e não sabem - ela causa inflamação na uretra e, se não for tratada, pode levar à infertilidade. De acordo com pesquisa feita pela Universidade de Washington, cerca de 94,4% dos caras infectados não têm a menor ideia de que estão com o problema.
 
No total, mais de 4500 pessoas fizeram parte do estudo entre homens e mulheres. Dessas, 2,5% carregavam a bactéria. A doença é tratável através de antibióticos, mas a falta de informação pode dificultar demais. 
 
"A nova informação, juntamente com as informações sobre padrões de resistência para guiar a escolha de antibióticos, vai gerar recomendações sobre como testar e lidar com a Mycoplasma genitalium", disse Pam Sonnenberg, cientista que conduziu o projeto em Washington.
 
iG

Nenhum comentário:

Postar um comentário