Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Santa Casa de São Paulo vai demitir 1,5 mil funcionários; 184 são médicos

Santa Casa de Misericórdia de São Paulo
Renato S. Cerqueira/Futura Press - 9.6.15
O valor total das rescisões soma cerca de R$ 60 milhões. A proposta é parcelar o pagamento em até 12 meses
 
A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo anunciou na terça-feira (6) que vai dispensar, na próxima terça-feira (13), 1,5 mil empregados, entre eles 184 médicos, seis técnicos de segurança e 14 psicólogos. A decisão foi tomada após reunião com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e 13 sindicatos do setor, inclusive o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp).
 
O valor total das rescisões soma cerca de R$ 60 milhões. A proposta da Santa Casa é parcelar o pagamento em até 12 meses. Os sindicatos vão levar a proposta para votação em assembleia. A decisão será encaminhada à direção da Santa Casa até sexta-feira (9).
 
“O parcelamento das verbas rescisórias só foi cogitado em função das particularidades da Santa Casa: além de ser uma organização sem fins lucrativos e um ícone de São Paulo, é uma entidade nevrálgica no sistema de saúde do estado e essencial para a formação de profissionais de saúde. Trata-se de uma situação excepcionalíssima”, disse o procurador do MPT Paulo Isan, que intermediou as negociações.
 
A instituição vem enfrentando dificuldades financeiras desde 2014, quando uma primeira auditoria feita pelas secretarias de Estado da Saúde e Municipal de Saúde de São Paulo, o Conselho Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde constatou que a dívida da Santa Casa alcançava R$ 433,5 milhões. Uma apuração externa, porém, indicou que ela somava mais de R$ 773 milhões.

Agência Brasil / iG
notícias relacionadas

Nenhum comentário:

Postar um comentário