Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 9 de janeiro de 2016

Atenção para o efeito dos repelentes: Denuncie se não funcionar

O uso de repelente tem sido indicado como forma de proteção às mulheres grávidas para evitar transmissão de dengue, Chikungunya e Zika pelo mosquito Aedes aegypti 

Procure seguir as instruções de aplicação e reaplicação do repelente descritas na rotulagem. Caso você perceba sinais claros de picada de mosquito tais como inchaço, coceira ou mancha avermelhada na pele antes do fim da proteção descrita no rótulo, o repelente pode ter falhado.

Nesse caso, denuncie à Anvisa. Faça o mesmo se o repelente lhe causar algum problema de saúde inesperado, como irritação na pele, por exemplo.

Todos os repelentes à venda tem de estar registrados na Anvisa. Para isso, a eficácia (efeitos de proteção previstos) e a segurança (evitar males à saúde do usuário) tiveram de ser comprovadas na agência.

Assim, o que está descrito no rótulo tem de ser comprovado também pelo consumidor durante o uso.

O rótulo deve conter as seguintes informações obrigatórias:
  • Nome do produto Número de registro – composto por 09 ou 13 dígitos (Reg. MS – 2.XXXX.XXXX ou MS - 2.XXXX.XXXX.XXX-X) ou número do processo do registro (com 16 dígitos)
  • Fabricante
  • CNPJ
  • Lote
  • Validade
  • Tempo de eficácia
  • Advertências e orientações de uso
Veja aqui a lista dos Repelentes de Uso Tópicos registrados na Anvisa

Dúvidas ou reclamações, entre em contato com a Anvisa pelos seguintes canais:

Central de Atendimento - 0800 642 9782 ou Formulário Eletrônico http://www.anvisa.gov.br/institucional/faleconosco/FaleConosco.asp

Ouvidoria http://www10.anvisa.gov.br/ouvidoria/CadastroProcedimentoInternetACT.do?metodo=inicia

Notivisa – Cidadão Notifique Aqui

Disque – intoxicação (0800 722 6001)

Atenção gestantes!
É importante adotar atitudes para reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros, e proteger-se da exposição de mosquitos, como manter portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes. Mais informações

ANVISA

Nenhum comentário:

Postar um comentário