Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 9 de março de 2018

Dormir mais tempo pode diminuir a ingestão de açúcar

Para os adultos que são habitualmente dormem pouco, um protocolo personalizado de extensão do sono é viável e pode melhorar a dieta do indivíduo, reduzindo a ingestão de açúcar. Isso é o que indica um estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition

Pesquisadores britânicos examinaram a viabilidade de um protocolo personalizado de extensão do sono em 42 adultos saudáveis ​​com idades entre 18 e 64 anos, com peso normal e que tinham o sono habitualmente curto (de cinco a menos de sete horas por noite).

Os efeitos do sono prolongado foram avaliados quanto à ingestão e qualidade da dieta. Vinte e um participantes receberam uma sessão de consulta comportamental com base na higiene do sono (grupo de extensão do sono) e 21 mantiveram o habitual sono curto (grupo controle) em um ensaio controlado aleatorizado de quatro semanas.

A taxa de participação foi de 100%. A conformidade com o estudo foi de 85,7 por cento. Os pesquisadores descobriram que, em comparação com o grupo controle, o grupo de extensão do sono aumentou significativamente o tempo na cama (55 minutos), período de sono (47 minutos) e duração do sono (21 minutos).

Comparado com os controles, a extensão do sono correlacionou-se com uma ingestão significativamente menor de açúcares livres (-9,6 versus 0,7 g). Em comparação com o grupo de controle, a análise de sensibilidade descobriu que o grupo de extensão do sono apresentava ingestão reduzida de gordura, carboidratos e açúcares livres.

Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário