Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 6 de outubro de 2015

Morrer de amor é possível: Síndrome do Coração Partido existe mesmo

Há algum tempo ouvimos falar da "Síndrome do Coração Partido", uma tristeza tão profunda pela perda de um amor, que seria capaz de causar a morte

Agora, a ciência consegue comprovar que "morrer de amor é possível" por alguém. Ou seja, o que antes, era só uma frase para se referir a uma pessoa apaixonada, agora é realidade.

O estudo que confirma a existência da Síndrome do Coração Partido, nome dado pelos cientistas ao sentimento de perda de um ente querido ou da pessoa amada, no caso de morte ou em vida, foi realizado na University Clinic of Rostock, do nordeste da Alemanha.

Segundo os cientistas, os sintomas da doença, como dor no peito, falta de circulação sanguínea, dificuldade para respirar e fraqueza são muitos semelhantes aos do ataque cardíaco.

O cardiologista Christoph Nienaber, um dos pesquisadores envolvidos no estudo, comentou sobre a síndrome.

O grande problema dessa síndrome, seria produção desenfreada de hormônios que causam o estresse, entupindo as artérias do coração, podendo levar a uma parada cardíaca, consequentemente, a falta de oxigênio no corpo e no cérebro, causando a morte da pessoa.
 
Daily Mail

Nenhum comentário:

Postar um comentário