Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Funções do farmacêutico: vão da mais simples até as sofisticadas, realizadas em ambientes hospitalares

Presença do profissional em farmácias e drogarias é uma exigência legal

A presença do farmacêutico nas farmácias e drogarias é uma exigência legal. Recentemente, cinco grandes redes de drogarias sofreram uma Ação Civil Pública Por descumprir essa determinação, algumas dessas redes já acumulam multas na ordem de R$ 900 mil reais, a serem convertidos ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

As ações do farmacêutico vão das mais óbvias até às mais sofisticadas que acontecem em ambientes hospitalares. Em muitos países, a presença do farmacêutico está bem consolidada na equipe multiprofissional. No Brasil, ainda está sendo construída e precisa ser valorizada pelo paciente.

Primeiro, todas as prescrições médicas devem ser orientadas adequadamente quanto ao uso. Ajustar o horário prescrito pelos médicos com a rotina diária é um componente simples, mas fundamental que o farmacêutico pode fazer. Pode parecer piada, mas algumas pessoas não tomam os medicamentos após o jantar, prescrito pelo médico, porque não fazem essa refeição. Esse tipo de comportamento é possível de ser conhecido na informalidade do balcão.

Mas o farmacêutico tem condições de realizar ações mais complexas, como a de identificar e conduzir soluções para reações adversas derivadas do uso dos medicamentos. Do mesmo modo, é possível analisar as interações entre os medicamentos que o paciente faz uso. Nem sempre, o paciente relata ao seu médico que já faz uso de outros produtos prescritos por outro médico ou devido à automedicação. E o farmacêutico também está habilitado a orientar e a escolher o melhor medicamento dentre os que são isentos de prescrição.

Jornal da Orla / Guia da Farmácia

Nenhum comentário:

Postar um comentário