Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

"As pessoas devem tentar não sentar tanto", diz pesquisador

"As pessoas devem tentar não sentar tanto", diz pesquisador Gonza Rodrigues/Arte ZH
Foto: Gonza Rodrigues / Arte ZH
Hidde van der Ploeg é pesquisador de atividade física e comportamentos sedentários da Vrije Universiteit Amsterdam
 
O holandês Hidde van der Ploeg, PhD em epidemiologia e ciência do movimento humano, é autor de uma das principais pesquisas sobre as consequências de passar muito tempo sentado. Estudando um grupo de 222.497 australianos, ele analisou as diferenças de mortalidade conforme o tempo que as pessoas permaneciam sentadas durante sua rotina diária.
 
Veja a entrevista que ele concedeu ao caderno Vida:
 
O que é importante que as pessoas saibam sobre o risco de passar tempo demais sentadas?
Todo mundo fica sentado, e muitas pessoas ficam sentadas por tempo demais. É importante que se esteja consciente de que o hábito de sentar por muito tempo está relacionado a riscos para a saúde. No estudo que fizemos na Austrália, acompanhamos mais de 200 mil australianos com 45 anos ou mais.
 
Nosso trabalho detectou que quem permanecia sentado entre oito e 11 horas por dia teve um risco 15% maior de morrer nos três anos posteriores, em comparação com pessoas que sentavam menos de quatro horas por dia. Quem sentava 11 horas ou mais diariamente tinha um risco de morte 40% maior.
 
Por que a rotina de permanecer sentado durante muitas horas causa problemas?
Ao longo das últimas décadas, nossa vida se tornou tão conveniente que hoje é possível passar a maior parte do dia sentado. Existe um crescente conjunto de evidências sugerindo que sentar-se por tempo prolongado é ruim para a saúde vascular, ou seja, para a saúde dos vasos sanguíneos, e também para o metabolismo. Estar sentado altera a forma como o nosso metabolismo funciona, resultando em níveis aumentados de gordura no sangue, níveis menores do colesterol bom e diminuição da sensibilidade à insulina. Quando você está de pé ou caminhando, os músculos das pernas estão trabalhando constantemente, o que ajuda a eliminar a glicose e as gorduras da corrente sanguínea. Se você está sentado isso não acontece, porque os músculos não estão ativos.

Ficar sentando parece algo inevitável na nossa sociedade. Deveríamos repensar isso?
Nós recomendamos que as pessoas encontrem um melhor equilíbrio entre sentar, ficar de pé e fazer atividades físicas ao longo do dia. Sentar é, em si, um comportamento natural e necessário. As pessoas não precisam deixar de sentar completamente. Devem simplesmente tentar não sentar tanto.
 
Zero Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário