Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sábado, 31 de outubro de 2015

Dicas para correr de bolhas e lesões

Sabe como evitar bolhas e assaduras? Com vaselina. Veja essa e outras dicas para correr – Foto: ShutterstockCuidados simples, como aplicar vaselina nos mamilos, evitam bolhas e assaduras em um longão. Veja outras dicas para correr
 
Correr é uma delícia e faz um bem danado, mas requer alguns cuidados simples. Separamos algumas dicas para correr que podem evitar pequenas lesões, assaduras, bolhas e dores, que quando aparecem atrapalham (e muito!) o corredor.
 
Vale a pena ficar atento ao movimento correto das pernas para evitar lesões; aos tênis, que têm prazo de validade e são efetivos por uma certa quilometragem e até à pisada, que também afeta o movimento muscular durante a corrida.
 
Se esquecer das meias, vai ganhar bolhas nos pés; ou, no caso dos homens, correr com uma camiseta suada atritando na pele pode causar assaduras, o que seria facilmente evitado com vaselina ou band-aid nos mamilos.

Confira outros cuidados e mais dicas para correr:
 
- Em treinos longos, use vaselina em todos os lugares onde houver atrito, até entre os dedos dos pés. Isso vai ajudar a prevenir machucados, assaduras (e bolhas);

- Atenção ao movimento correto dos braços durante a corrida.  Sabia que eles têm influência direta na forma como você corre – e, consequentemente, na sua saúde também?

- Mantenha as unhas dos pés curtas. Além de mais higiênico, uma unha quebrada pode incomodar muito no meio de uma prova e até machucar os pés;

- Para os homens: se não tiver vaselina, band-aids nos mamilos antes de corridas longas é uma boa dica para fugir das assaduras que costumam acontecer depois de longas corridas ;

- Atenção ao tênis: O ideal é trocar depois de, em média, 600 km de uso.  

- Dor muscular? Gelo no local imediatamente. Mas não faça compressas por mais de 20 minutos, para não machucar a pele;

- Não faça treinos muito intensos de corrida por dois dias seguidos; forçar demais o corpo sem deixá-lo se recuperar pode causar lesões;

- Não aumente as distâncias mais de 10% por semana para não sobrecarregar as articulações e o coração;

- Preste atenção em como você pisa enquanto corre. Existem diferenças de carga que agem no corpo em cada um dos tipos de pisada, assim como as articulações respondem de formas diferenciadas em cada um dos casos;

- Faça exercícios educativos para ensinar o corpo a correr com postura adequada e equilíbrio, melhorando as capacidades físicas e motoras. Corra suavemente e evite pisadas muito pesadas no asfalto.

- Se for correr em trilhas e montanhas não esqueça o repelente contra insetos;

- Evite banhos muito quentes depois da corrida. A água quente aumenta a inflamação e atrasa a recuperação muscular.
 
(fontes: Cristina Carvalho, Diretora Técnica do Projeto Mulher e do Núcleo Aventura, Maurício Garcia, coordenador do setor de fisioterapia do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte e fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Unifesp e Marcel Sera, fisioterapeuta)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário