Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Você não deve usar o celular durante uma refeição, mas não pela razão que imagina

Why you should think twice about reaching for your phone at lunchUm novo estudo da Universidade de Queensland, na Austrália, testou a quantidade de germes em várias superfícies, descobrindo que o smartphone é uma das coisas mais sujas que tocamos
 
Sendo assim, os pesquisadores recomendam que não usemos nossos celulares durante o almoço, por exemplo, a fim de evitar infecções.
 
Amostras
A Dra. Alysha Elliott recolheu amostras das mãos das pessoas e de superfícies comuns no local de trabalho (como botões de elevador e micro-ondas) para expor alguns dos lugares mais contaminados com germes em um escritório, como parte do Dia Mundial da Lavagem das Mãos (15 de outubro).
 
“Algumas das superfícies com mais germes eram a tela do telefone móvel, o teclado de computador e o banco da cozinha, enquanto maçanetas, mesas e cadeiras eram muito mais limpas”, disse.
 
A pesquisadora informou que uma variedade de micróbios foi encontrada nas mãos de todas as pessoas e em todas as superfícies, embora alguns lugares estavam surpreendentemente mais limpos do que outros.
 
Não custa nada lavar as mãos
A Dra. Alysha é chefe de microbiologia e triagem na “Community for Open Antimicrobial Drug Discovery” (CO-ADD), uma iniciativa global para encontrar novos medicamentos para tratar bactérias resistentes aos antibióticos.
 
“Os micróbios são a mais antiga forma de vida na Terra, e podem ser encontrados em toda parte e em tudo o que tocamos. Podemos pegar uma variedade de micróbios, tais como bactérias e fungos (incluindo leveduras e bolores), durante a nossa rotina diária. Os resultados são um bom lembrete da necessidade de lavar as mãos, pois a limpeza com sabão e água reduziu o número de micróbios em todas as mãos que testamos”, explica.
 
É importante lembrar que nem todas os micróbios são prejudiciais para nossa saúde. Pelo contrário, carregamos colônias bacterianas em nossos corpos que são inofensivas e até benéficas para nós, por exemplo.
 
“No entanto, lavar as mãos após usar o banheiro, trocar um bebê e comer é uma maneira simples, acessível e eficaz de reduzir o risco de pegar ou transmitir germes que poderiam levar a infecções como pneumonia, diarreia e gripe”, conclui a Dra. Alysha.
 
MedicalXpress / Hypescience

Nenhum comentário:

Postar um comentário