Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Acupuntura é efetiva para tratamento da dor vulvar

Vulvodínia caraterizada por dor e sensibilidade vulvar acomete até 15% das mulheres ao longo da vida. E muitas mulheres desconhecem o problema. Um estudo avalia a eficácia da acupuntura no tratamento deste incômodo problema feminino

Vulvodínia não é um problema bem conhecido por partes das mulheres. No entanto, este tipo de transtorno pode ocorrer em até 15% das mulheres ao longo da vida. Elas reclamam de queimação ou dor durante a relação sexual ou no simples toque na região vulvar. Eventualmente de dor pélvica.

Não se sabe a causa do problema, mas admite-se que sensibilidade dolorosa associada à pressão local na vulva possa desencadear o sintoma. Infelizmente não existe um tratamento específico para a vulvodínia. Mas vem aí uma boa notícia. Um estudo publicado no Journal of Sexual Medicine avaliou por meio de ensaio clínico a eficácia da acupuntura no alívio da dor e melhora da função sexual de mulheres portadoras do problema.

Trinta e seis mulheres com vulvodínia foram aleatoriamente designadas para receber o tratamento de acupuntura ou permanecerem no grupo controle aguardando nua lista de espera o futuro tratamento. No grupo da de acupuntura foram realizadas sessões duas vezes por semana durante 5 semanas resultando num total de 10 sessões. As boas novas é que os relatos de dor vulvar e dispareunia foram significativamente reduzidos.

Do mesmo modo, as mudanças nos escores de escala de avaliação da função sexual sugeriram melhora significativa do funcionamento sexual nas pacientes que receberam a acupuntura na comparação com aquelas do grupo placebo. Mas vale mencionar que acupuntura não aumentou significativamente o desejo sexual, excitação sexual, lubrificação, orgasmo ou capacidade de satisfação sexual das mulheres com vulvodínia.

Segundo os autores trata-se do primeiro estudo piloto controlado randomizado para analisar o uso da acupuntura para o tratamento de vulvodínia. E os ótimos resultados justificam novos estudos com maior número de mulheres. Parece óbvio que as mulheres com e sem vulvodínia vão concordar.

(Schlaeger et al. Acupuncture for the treatment of Vulvodynia: A Randomized Wait-List Controlled Pilot Study. J Sex Med. 2015;12(4):1019-27)

Blog do Dr Alexandre Faisal

Nenhum comentário:

Postar um comentário